“O viciado em jogo não tem controle sobre a atividade, assim como o viciado em entorpecente. O jogo prejudica a família também”, enfatizou o delegado Seccional de Americana: Dr. João José Dutra 58

Enviado pelo companheiro CARLOS em 27/04/2009 às 17:28
“FALE O QUE QUISEREM DO DR DUTRA MAS QUERO VER QUAL SECCIONAL QUE TEM CULHÃO PRA IR ATÉ A IMPRENSA E DIZER O QUE ELE DISSE HOJE NO JORNAL TODO DIA”:

Polícia recorre à Justiça para destruir máquinas
Sem lugar para depositar materiais, delegado pede aumento da pena e autorização para destruição
Cristiani Azanha – Região

Máquinas caça-níqueis apreendidas enchem a delegacia de Sumaré; delegado quer destruição
O delegado seccional de Americana, João José Dutra, pediu ao Judiciário punições mais severas para os responsáveis por máquinas caça-níqueis, prática prevista como contravenção. A punição máxima aos infratores é a reversão de pagamento de uma cesta básica – destinada a uma entidade assistencial. Segundo Dutra, a punição deveria ser multa de um salário mínimo por equipamento apreendido e medidas mais severas para os reincidentes. Ele enfatiza que até as multas são pagas indiretamente pelos “maquineiros” (proprietários das máquinas) e não pelos comerciantes que exploram o jogo de azar, como prevê a legislação. Nos três primeiros meses do ano, a reportagem apurou que 513 equipamentos foram apreendidos na região.
Para evitar que os equipamentos apreendidos fossem usados novamente pelos infratores, Dutra determinou que as máquinas fossem periciadas e, depois de autorização judicial, sejam destruídas.

Anteriormente, devido à falta de espaço para armazenar os equipamentos, eles ficavam “depositados” aos próprios responsáveis, que não deveriam deixá-los em funcionamento. Como não havia fiscalização, as máquinas eram religadas.

Semana passada, o delegado do 2º Distrito Policial de Santa Bárbara d’Oeste, Rômulo Gobbi, conseguiu ordem judicial para que 18 equipamentos que estavam no estabelecimento policial fossem destruídos no aterro sanitário da cidade.

Dutra enfatizou que a mesma medida deve ser aplicada nos nove municípios que fazem parte da Delegacia Seccional de Americana (Americana, Artur Nogueira, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Hortolândia, Monte Mor, Nova Odessa, Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré).

“O pátio da Delegacia Seccional chegou a ficar abarrotado de equipamentos, pois não temos um local específico para guardá-los. Nesses casos, pedimos a compreensão da população. Por enquanto as máquinas estão sendo levadas ao pátio municipal até a realização da perícia e, depois da autorização judicial, faremos a reciclagem de algumas peças e a destruição”, acrescentou Dutra.

Na delegacia de Sumaré, cerca de 60 equipamentos dividem espaço com as pessoas que chegam para registrar os boletins de ocorrência. “Estamos esperando o laudo do IC (Instituto de Criminalistica) de Americana para pedir a autorização judicial para destruição das máquinas”, comentou o delegado titular de Sumaré, Marco Antonio Braga Rodrigues.

‘Jogo prejudica a família’
(CA)

A Delegacia Seccional de Americana se destacou entre as demais delegacias do Deinter-9 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior) de Piracicaba. Na última operação realizada pela corporação, semana passada, a região americanense apreendeu 45 máquinas caça-níqueis, seguida pela Seccional de Casa Branca, que tirou de circulação 12 equipamentos e Piracicaba, nove equipamentos.
Nos três primeiros meses do ano, de acordo com o levantamento da Seccional de Americana, pelo menos 513 caça-níqueis foram apreendidas. Destas, 310 nos distritos policiais de Americana, 125 em Sumaré, 34 em Nova Odessa, 26 em Cosmópolis, 12 em Artur Nogueira e seis em Hortolândia.

O delegado Seccional de Americana, João José Dutra, enfatizou a importância da denúncia da população para que as autuações possam ser realizadas.

“Passei por alguns bares nos bairros Mathiensen e Cidade Jardim e percebemos alguns biombos que podem esconder os equipamentos”, comentou.

Ele disse que outras investigações não foram prejudicadas. “O viciado em jogo não tem controle sobre a atividade, assim como o viciado em entorpecente. O jogo prejudica a família também”, enfatizou o delegado.

  1. Pingback: O viciado em jogo não tem controle sobre a atividade | Blogosfera Policial

  2. Realmente se não fizer o que o DR Dutra está pedindo as makininhas continuarão circulando;

    Depositário mais que infiel o Limeirense citado;
    Será que não deram cobertura? Que vergonha, a Polícia Civil apreender e não investigar, depender de MP e Guarda Municipal para “derrubar o esquema”;

    fato semelhante aconteceu em Engenheiro Coelho: tiveram que vir Promotor de outra cidade (mogi guaçu) e “estourar” bingo que possívelmente conforme contam as mãs línguas pertencem a Políciais Civis e o “laranja que se apresentou como dono das máquinas é procurado pela Justiça; moral da história: “assuma o negócio que assumimos tua liberdade” e me digam qual o procurado que não vai aceitar, afinal ele está protegido pela polícia, paga de gatão com carro importado, não vai preso e quando roda nem cesta básica vão cobrar dele pois vai pra cadeia por estar procurado;

    vamos ver se o DR Dutra vai destruir as que foram presas em Engenheiro Coelho;

    fiel depositário? hahaha! Como o próprio Dr Dutra diz que o viciado em jogo não tem controle igual ao viciado em entorpecente, complemento dizendo que os envolvidos no esquema também não tem controle ao serem fiéis depositários das máquinas, seria o mesmo que deixar a cocaína em poder do viciado!

    Dr Dutra, aliás, o Sr já investigou pra saber se as máquinas que estão aguardando autorização para destruícão em Americana realmente estão “íntegras” conforme foram apreendidas?

    Será que o MP e Guarda Municipal terão que mostrar pros policiais civis de Americana o mesmo que a GM de Limeira mostrou ?

    leiam a repostagem abaixo e saberão do que estou falando:

    ——————————————————————————–
    Caça-níqueis apreendidas são desmontadas dentro de depósito em Limeira, SP
    Plantão | Publicada em 28/04/2009 às 07h18m
    EPTV
    R1 R2 R3 R4 R5 Dê seu voto R1 R2 R3 R4 R5 Média: 0,0Comente
    Comentários
    SÃO PAULO – O Ministério Público e a Guarda Municipal descobriram que um depósito de máquinas caça-níqueis apreendidas funcionava como oficina de manutenção em Limeira, a 126 km de São Paulo. Os equipamentos, que foram apreendidos em várias cidades do estado de São Paulo, estariam sendo desmontadas em um galpão que serviria justamente para proteger as máquinas enquanto a Justiça determina o que fazer com elas.

    Foram encontradas no local partes de caça-níqueis, monitores, CPUs e fontes. Um almoxarifado foi montado para armazenar placas e equipamentos. Havia também uma área destinada ao conserto das máquinas com uma grande quantidade de componentes eletrônicos. O MP e a GM chegaram até o depósito a partir de uma denúncia anônima.

    Os equipamentos fazem parte de processos e inquéritos policiais e deveriam estar inteiros, como no dia da apreensão. São aproximadamente 400 caça-níqueis. O que chamou a atenção dos investigadores foi a falta de leitores de notas, um dos principais componentes das máquinas e cujo uso no país só é permitido em equipamentos bancários e em máquinas de refrigerante.

    Fiel depositário

    Os aparelhos estavam sob a responsabilidade de um fiel depositário, ou seja, uma pessoa nomeada pela Justiça para cuidar dos objetos até a conclusão dos processos. Entre as máquinas estão equipamentos apreendidos pela Receita Federal. O uso de fiel depositário é bastante comum nesses casos. Nas apreensões de caça-níqueis, eles são usados por falta de lugar para guardar os equipamentos. Em São Paulo, 4 mil máquinas estão em depósitos públicos e particulares e também em delegacias.

    A Receita Federal de Limeira aguarda um relatório para saber se realmente são responsáveis pelos equipamentos para, assim, tomar qualquer providência. Se ficar comprovado que o depositário não preservou os aparelhos ele pode ser preso.
    *********************************************************************

  3. Muito estranho constar da matéria que HORTOLANDIA teve apreendida somente 6 máquinas…quando que nas outras cidades, como AMERICANA e SUMARÉ, o numero foi bem acima (AMERICANA 310, SUMARE 125 e HORTOLANDIA 6).

    O seccional DR DUTRA precisa passar por HORTOLANDIA, sem avisar e visitar os bares desta cidade, principalmente nos JD AMANDA, na AVENIDA BRASIL … acredita-se que em HORTOLANDIA tenha mais ou menos cerca de 3.000 (três mil máquinas caça níqueis)…. se considerarmos 4 a 5 máquinas por bar ….

    FICA aqui esta proposta ao SECCIONAL DE AMERICANA ….. passe por HORTOLANDIA ….

    Sobre a matéria que o DR DUTRA afirmou que o viciado em jogo não tem controle…imagine se a POLICIA apreendesse entorpecente e os depositasse em mãos do usuário …. é a mesma coisa que acontece com as maquinas caça niqueis …. o depósito ao contraventor não o exime de manipular a maquina e de trocar as peças … para que ela seja aprovada em futura perícia do IC…. mesmo porque essa perícia do IC nunca acerta uma …. nunca ouvi dizer que o IC já fez laudo afirmando que a maquina caça niquel é “viciada” ou “manipulada” … quem souber me avise …. postem aqui o numero do laudo … o numero do IP e da Delegacia e o nome do perito que tenha assinado esse laudo …ele vai ganhar uma MEDALHA DE HONRA AO MÉRITO ….

  4. O viciado em jogo, consumido pelo vício é idêntico a um nóia exceto pelos dentes rachados.Não me refiro apenas às máquinas mas também ao jogo-do-bicho.
    Quanto à destruição das máquinas, elas são basicamente computadores e deveriam ser doadas, as partes necessárias, para escolas e projetos educacionais.

  5. Polícia militar da região envolvida até a tampa!
    Já que pm não quer prender pc e vice-versa, prende as merdas das maquinas que ambas polícias param de ganhar e começam a combater o crime!

    Demorou pra uma operação conjunta limpar a cidade e pré-estabelecer normas mais rígidas aos donos dos bares que dão uma de coitadinhos mas que são as fontes da máfia;

  6. CARLOS: mas o que que Dr. Dutra disse de tão corajoso pra ter “culhão”?? Que maquinero precisa de punição mais rigorosa??

  7. MAIS UMA DOS NARCOTICOS …… O X-9 CAIU NA DESGRAÇA …. AGORA ELE SERÁ EXECRADO PELOS CAMARADAS NARCOTICOS …..

    http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,informantes-do-denarc-sao-presos-por-extorsao-em-santos,361895,0.htm

    terça-feira, 28 de abril de 2009, 15:24 | Online

    Avalie esta NotíciaRuimRegularBomÓtimoExcelente3 votos
    Informantes do Denarc são presos por extorsão em Santos
    Quadrilha agia no litoral e no interior de São Paulo; propina era paga com cheque pré-datado
    Bruno Tavares – O Estado de S. Paulo Tamanho do texto? A A A A
    SÃO PAULO – Uma operação conjunta do Ministério Público Estadual e da Corregedoria da Polícia Civil prendeu em flagrante dois informantes do Departamento de Investigações de sobre Narcóticos (Denarc) na noite de segunda-feira, 27, extorquindo um comerciante em Santos, no litoral paulista. Presos, os dois estão em uma cadeia de Santos. As investigações apontam que a quadrilha agia no litoral e no interior do Estado havia alguns anos, extorquindo comerciantes.

    Os dois informantes afirmaram que agiam a mando de policiais do Denarc. Eles foram presos em um posto de gasolina de Santos. No carro em que eles estavam, foi encontrada uma pasta com um distintivo da Polícia Civil e ordens de serviço para investigações em Santos e Campinas, cidade do interior de São Paulo.

    Uma das vítimas de extorsão – um homem dono de um comércio na região – chegou a pagar R$ 2 mil de propina com um cheque pré-datado. O promotor Cássio Roberto Conserino, que investiga o caso, diz que os policiais do Denarc “terceirizaram” o recolhimento da propina. “Mandaram os informantes recolherem o dinheiro para evitar o flagrante”, afirma.

  8. A CASA CAIU ….. AGORA É SÓ ESTICAR A LINGUA DOS X-9 …..

    http://oglobo.globo.com/cidades/sp/mat/2009/04/28/policiais-sao-acusados-de-extorquir-comerciante-em-sao-paulo-755487488.asp

    Policiais são acusados de extorquir comerciante em São Paulo
    Plantão | Publicada em 28/04/2009 às 20h43m
    SPTV

    SÃO PAULO – O Ministério Publico e a corregedoria pediram a prisão de três policiais do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil, nesta terça-feira. Os três são suspeitos de exigir dinheiro de um comerciante. Dois homens foram presos em flagrante. A vítima é um comerciante da cidade de Santos, no litoral paulista, que vende vitaminas para atletas. Ele conta que os policiais começaram a exigir dinheiro no mês passado, com o falso argumento de que a loja dele tinha produtos sem registro.

    Dez mil reais foi o pedido inicial, diz o comerciante, mas, durante a negociação, o valor baixou para R$ 1 mil em dinheiro e R$ 2 mil em cheques pré-datados. A vítima procurou o Ministério Público e a corregedoria, que acompanharam a última etapa da negociação. Os investigadores esperavam que o pagamento fosse na própria loja da vítima, mas, na última hora, o comerciante recebeu uma ligação. O dinheiro teria que ser entregue em um posto de gasolina e de moto. A própria vítima teria que levar o pagamento. Os investigadores foram atrás.

    Anderson Marques não é policial, mas costumava acompanhar investigadores do Denarc.

    – Os policiais mandaram vir aqui – diz ele, que foi preso ao tentar pegar o dinheiro.

    Mais tarde, na delegacia, Marques disse a mando de quem, segundo ele, foi buscar o dinheiro. Por foto, o comerciante reconheceu os policiais.

    – Policiais que deveriam combater e extorsão atuam como verdadeiros extorsionários, em total detrimento da sua real atuação – diz Cássio Canserino, promotor de Justiça.

    O motorista do carro em que Marques estava também foi preso, mas negou envolvimento na extorsão. No depoimento, Marques disse que ele e policiais do Departamento de Narcóticos extorquiram dinheiro também de comerciantes da região de Sorocaba, no interior de São Paulo. Agora há pouco, o Ministério Público e a corregedoria da Polícia Civil pediram a prisão de um policial militar e de três policiais do Denarc, suspeitos de fazerem parte do esquema.

  9. atento ai vale coxinha , voce disse que quer numero de laudo , delegacia e nome do perito , que por ventura tenha elaboradolaudo pericial atestando que máquinas caça niqueis são viciadas , então anota ai DEINTER 6 ,350 LAUDOS ELABORADOS , 350 ATESTAM QUE AS MÁQUINAS ESTÃO VICIADAS , DELEGACIAS TODAS DO DEINTER 6 , NOME DO PERITO AI VAI É SURDO DE UM OUVIDO , QUEM É ?NÃO ME ATREVO A COLOCAR SEU NOME AQUI PORQUE ELE É MUITO NERVOSO , UM BICHINHO QUE EXPLODE.QUER MAIS O DR GUERRA CONHECE ELE .

  10. O que ele disse além disso foi dar a cara a tapa e ´fechar o cassino que o delegado não fechou e deixou rolar;
    o que ele disse foi ter ido até a imprensa e dizer que está pedidnod junto ao Judiciário a destruição das maquinas;
    do jeito que tem gente envolvida, só isso já é demais pois já mostra que eole não está no esquema!

  11. Demorou pro Dr Dutra perceber em que ninho de cobra ele foi cair, Americana e região está tomada pelo esquema;

    polícia militar envolvida, polícia civil nem se fala, aliás, se fala sim…nos corredores por onde passa o Dr Dutra todos dão uma risadinha pra ele mas ficam metendo a boca nele durante os Plantões, dizendo bem claro aos policiais que vão até o Plantão de Americana que o “homem tá embassando”, que o “homem tá encehndo o saco”;

    sabem porquê? porque o chefe dos investigadores é dono de maquina e envolvido com o esquema; qual a investigação que vai chegar a algum lugar desse jeito?

    dá pra destruir os envolvidos também, Dr Dutra?

  12. Ai pessoal da Corró que lê o Flit….
    O que acham da atitude do DG em doar distintivo para agradar o secretário…
    Vcs vão ter peito para verificar se o distintivo era carga???
    Sé for carga…. e eí…… vão encarar??????????????
    Ou vai ficar por isso mesmo com explicações esfarrapadas

    Dr. Guerra:

    Não deixe o assunto passar batido. O DG tem que explicar se o distintivo era carga ou era pessoal. Dar presentes com bens do Estado não é agrado. É peculato mesmo. Não portar distintivo é infração administrativa.

    Portaria DGP-28, de 19 de outubro de 1994

    Art 1º- As autoridades policiais e seus agentes devem portar permanentemente sua cédula de identidade funcional e respectivo distintivo.

    LC 207/79 alterada pela LC 922/02

    Artigo 62 – São deveres do policial civil:

    III – cumprir as normas legais e regulamentares.

    Código Penal

    Dos Crimes Praticados por Funcionário Público Contra a Administração em Geral

    Peculato

    Art. 312 – Apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio:

    Pena – reclusão, de 2 (dois) a 12 (doze) anos, e multa.

  13. JUÍZ CONDENADO POR CUMPRIR SEU OFICIO,
    TOMARA QUE O GILMAR DANTAS NÃO TOME CONHECIMENTO, SABEM COMOÉ PODE SER RUIM PARA OS NEGÓCIOS..

    ESSE SIM MERECE SER PREMIADO.

    ESSE SIM MERECE SER PREMIADO.

    SE NÓS TIVESSEMOS 40% DE JUIZES DESTE NAIPE, A COISA SERIA OUTRA, PORÉM NINGUÉM DIVULGA, E VIVA O BRASIL!!!!!

    Esse cidadão merece nossos aplausos. E MUITOS APLAUSOS !!!!!!

    Odilon de Oliveira, de 56 anos, estende o colchonete no piso frio da sala, puxa o edredom e prepara-se para dormir ali mesmo, no chão, sob a vigilância de sete agentes federais fortemente armados. Oliveira é juiz federal em Ponta Porã, cidade de Mato Grosso do Sul na fronteira com o Paraguai e, jurado de morte pelo crime organizado, está morando no fórum da cidade. Só sai quando extremamente necessário, sob forte escolta. Em um ano, o juiz condenou 114 traficantes a penas, somadas, de 919 anos e 6 meses de cadeia, e ainda confiscou seus bens. Como os que pôs atrás das grades, ele perdeu a liberdade. ‘A única diferença é que tenho a chave da minha prisão.’

    Traficantes brasileiros que agem no Paraguai se dispõem a pagar US$ 300 mil para vê-lo morto. Desde junho do ano passado, quando o juiz assumiu a vara de Ponta Porã, porta de entrada da cocaína e da maconha distribuídas em grande parte do País, as organizações criminosas tiveram muitas baixas.Nos últimos 12 meses, sua vara foi a que mais condenou traficantes no País.

    Oliveira confiscou ainda 12 fazendas, num total de 12.832 hectares, 3 mansões – uma, em Ponta Porã, avaliada em R$ 5,8 milhões – 3 apartamentos, 3 casas, dezenas de veículos e 3 aviões, tudo comprado com dinheiro das drogas. Por meio de telefonemas, cartas anônimas e avisos mandados por presos, Oliveira soube que estavam dispostos a comprar sua morte.

    ‘Os agentes descobriram planos para me matar, inicialmente com oferta de US$100 mil.’ No dia 26 de junho, o jornal paraguaio Lá Nación informou que a cotação do juiz no mercado do crime encomendado havia subido para US$ 300 mil. ‘Estou valorizado’, brincou. Ele recebeu um carro com blindagem para tiros de fuzil AR-15 e passou a andar escoltado.

    Para preservar a família, mudou-se para o quartel do Exército e em seguida para um hotel. Há duas semanas, decidiu transformar o prédio do Fórum Federal em casa. ‘No hotel, a escolta chamava muito a atenção e dava despesa para a PF.’ É o único caso de juiz que vive confinado no Brasil. A sala de despachos de Oliveira virou quarto de dormir. No armário de madeira, antes abarr otado de processos, estão colchonete, roupas de cama e objetos de uso pessoal. O banheiro privativo ganhou chuveiro. A família – mulher, filho e duas filhas, que ia mudar para Ponta Porã, teve de continuar em Campo Grande.. O juiz só vai para casa a cada 15 dias, com seguranças. Oliveira teve de abrir mão dos restaurantes e almoça um marmitex, comprado em locais estratégicos, porque o juiz já foi ameaçado de envenenamento. O jantar é feito ali mesmo. Entre um processo e outro, toma um suco ou come uma fruta. ‘Sozinho, não me arrisco a sair nem na calçada.’

    Uma sala de audiências virou dormitório, com três beliches e televisão. Quando o juiz precisa cortar o cabelo, veste colete à prova de bala e saicom a escolta. ‘Estou aqui há um ano e nem conheço a cidade.’ Na última ida a um shopping, foi abordado por um traficante. Os agentes tiveram de intervir. Hora extra. Azar do tráfico que o juiz tenha de ficar recluso.. Acostumado a deitar cedo e levantar de madrugada, ele preenche o tempo com trabalho. De seu ‘bunker’, auxiliado por funcionários que trabalham até alta noite, vai disparando sentenças. Como a que condenou o mega traficante Erineu Domingos Soligo, o Pingo, a 26 anos e 4 meses de reclusão, mais multa de R$ 285 mil e o confisco de R$ 2,4 milhões resultantes de lavagem de dinheiro, além da perda de duas fazendas, dois terrenos e todo o gado. Carlos Pavão Espíndola foi condenado a 10 anos de prisão e multa de R$ 28,6 mil. Os irmãos , condenados respectivamente a 21 anos de reclusão e multa de R$78,5 mil e 16 anos de reclusão, mais multa de R$56 mil, perderam três fazendas. O mega traficante Carlos Alberto da Silva Duro pegou 11 anos, multa de R$82,3 mil e perdeu R$ 733 mil, três terrenos e uma caminhonete. Aldo José Marques Brandão pegou 27 anos, mais multa de R$ 272 mil, e teve confiscados R$ 875 mil e uma fazenda.

    Doze réus foram extraditados do Paraguai a pedido do juiz, inclusive o ‘rei da soja’ no país vizinho, Odacir Antonio Dametto, e Sandro Mendonça do Nascimento, braço direito do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. ‘As autoridades paraguaias passaram a colaborar porque estão vendo os criminosos serem condenados.’ O juiz não se intimida com as ameaças e não se rende a apelos da família, que quer vê-lo longe desse barril de pólvora. Ele é titular de uma vara em Campo Grande e poderia ser transferido, mas acha ‘dever de ofício’ enfrentar o narcotráfico. ‘Quem traz mais danos à sociedade é mega traficante. Não posso ignorar isso e prender só mulas (pequenos traficantes) em troca de dormir tranqüilo e andar sem segurança..’

  14. O Conversa Afiada recebeu este e-mail de um empresário vítima da corrupção da Polícia de São Paulo. Que prefere se manter anônimo.

    Caro PH,

    Sobre o post que vc colocou hoje, eu tenho algumas informações que acredito possam ser de interesse público.

    A Polícia Civil de São Paulo, há muito tempo, é, em boa parte, uma máquina institucional de corrupção.

    Infelizmente, a exceção é ser honesto.

    E isso não é uma questão pessoal, que possa ofender os policiais civis honestos – porque existem – ou alguma federação que logo vá se apresentar para defendê-los.

    Trata-se de uma verdadeira máquina montada em cima da corrupção.

    Muitos advogados criminalistas de São Paulo a conhecem e operam com ela.

    O esquema funciona assim, segundo ouvi de um advogado criminalista:

    – Alguns delegados têm que “arrecadar” 50 mil reais por mês para passar para Delegados de Seccional. Mais ou menos cada Seccional engloba 16 delegacias. Ou seja, um Delegado Seccional pode vir a “arrecadar” 800 mil reais, por mês, na PIRÂMIDE DA CORRUPÇÃO.

    – Se estiver no esquema da corrupção – como muitos estão -, um delegado seccional “paga” 200 mil reais por mês a um Delegado Geral. Só a cidade de São Paulo tem 5 seccionais, segundo o que me informou o advogado criminalista. Daí você faz a conta!

    E a pirâmide vai até bem alto, na hierarquia da Secretária de Segurança do Estado de SP, como demonstram as revelações contidas no regime de delação premiada do investigador Pena.

    Alguns advogados criminalistas fazem parte do esquema, desde aqueles que são somente “mulas” dos pagamentos feitos, até os que participam da “divisão do bolo” – e metem também eles a mão no dinheiro.

    Algumas das estrelas da advocacia de São Paulo, membros ilustres da OAB, são eficazes exatamente por participar de um esquema como esse.

    Policial honesto que se recusar a participar é transferido para a “ilha do diabo” e encerra ali a sua carreira.

    Essa máquina de corrupção faz com que não se possa confiar na Polícia Civil de São Paulo, tida e havida como a mais corrupta do Brasil.

    E eu sei disso.

    O objetivo dos delegados que participam da corrupção não é prender bandido, mas, sim, arranjar formas de achacar empresários ou traficantes, para levantar a quota de corrupção e fazer a pirâmide andar.

    Por isso, no vídeo mostrado hoje no ESTADAO e que você reproduziu aparece o sujeito falando “você tem que pegar alguém que tem uns 200, 300 paus na mão” …

    Isto é: tem que tirar dinheiro de alguém para pagar à pirâmide e os “extras”, como no caso mostrado no jornal, para não abrir uma PA, etc.

    Quantos delegados de São Paulo não querem ser chefe de Distrito de gente mais rica, como Itaim, Jardins, Pinheiros ou Campo Belo, ou da Fazendária, onde esse tipo de esquema é mais fácil montar.

    Não é à toa que muitas empresas de segurança ou blindadoras de São Paulo são de delegados, de familiares ou laranjas de delegados.

    Dinheiro puro de corrupção.

    Dinheiro desviado do patrimônio público, há anos.

    Seria fácil corrigir isso.

    Bastaria o Governo do Estado, a Corregedoria, ou o Ministério Público fazer uma investigação sobre a evolução patrimonial dos delegados desde que assumiram os cargos.

    Dos delegados e dos seus parentes próximos.

    Parte da investigação deveria ser também dedicada a verificar o valor da casa em que o delegado mora, se tem casa de campo, de praia, em que carro o delegado anda, onde estudam os filhos etc.

    Aí se formaria um padrão de gastos a ser confrontado com o salário do servidor público estadual.

    Que tal comparar, por exemplo, com o salário do professor do Estado de São Paulo.

  15. Olha o que eu falei Dr Guerra, tópicos enormes jogando pra cima as informações da máfia;
    tem coisa estranha aí; já que alguns espertinhos querem abafar, eu jogo de novo o que falei lá em cima;

    Dr Dutra, essa é pro Sr:
    Demorou pro Dr Dutra perceber em que ninho de cobra ele foi cair, Americana e região está tomada pelo esquema;

    polícia militar envolvida, polícia civil nem se fala, aliás, se fala sim…nos corredores por onde passa o Dr Dutra todos dão uma risadinha pra ele mas ficam metendo a boca nele durante os Plantões, dizendo bem claro aos policiais que vão até o Plantão de Americana que o “homem tá embassando”, que o “homem tá encehndo o saco”;

    sabem porquê? porque o chefe dos investigadores é dono de maquina e envolvido com o esquema; qual a investigação que vai chegar a algum lugar desse jeito?

    dá pra destruir os envolvidos também, Dr Dutra?
    Ou seja, o Sr, Dr Dutra, está (sem saber) na condição de FIEL DEPOSITÁRIO de um grupo que faz parte do esquema e pior ainda: NÃO LHE FALARAM, logo…se for fiel e este grupo tá f…., olho aberto, Dr Dutra, tem muito mais envolvido que o Sr pensa;

  16. e mais…. em tempos de crise, Ofício de marceneiro tá em alta na região.

    basta se especializar em fabricar divisórias de madeira pra botar em bar pra poder esconder caça níqueis e com isso já fica rico;

  17. Após tensa reunião, terminada com menos da metade do quórum inicial por causa da eliminação de vários participantes, o Sindicato dos Pistoleiros e Assemelhados de Diamantino emitiu nota oficial acerca dos recentes acontecimentos envolvendo sua laboriosa categoria.
    Diz o documento: “Nós, cabras, cabras-de-peia, cacundeiros, curimbabas, espoletas, guarda-costas, jagunços, mumbavas, peitos-largos, pistoleiros, quatro-paus, satélites e sombras deste rincão do Brasil Central, reafirmamos a confiança e o respeito (sic) ao Senhor Nosso Chefe, lamentando o episódio ocorrido na data de ontem”.
    cloacanews.

  18. Noticia Que O PIG não Publica.

    O Brasil vem se transformando na última década em uma potência regional única, ao se tornar uma sólida democracia de livre mercado, uma rara ilha de estabilidade em uma região conturbada e governada pelo Estado de direito ao invés dos caprichos dos autocratas. A afirmação é feita em artigo publicado na última edição internacional da revista americana Newsweek.

    “Contando com a cobertura da proteção de segurança americana, e um hemisfério sem nenhum inimigo crível, o Brasil tem ficado livre para utilizar sua vasta vantagem econômica de seu tamanho dentro da América do Sul para auxiliar, influenciar ou cooptar vizinhos, ao mesmo tempo conseguindo conter seu rival regional problemático, a Venezuela”, afirma o artigo.

    Segundo a revista, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva “preside uma superpotência astuta como nenhum outro gigante emergente”.

    O artigo foi publicado menos de um mês após Lula ter aparecido na capa da Newsweek, com uma entrevista exclusiva à revista após seu encontro com o presidente americano, Barack Obama, na Casa Branca.

    Poderio militar

    A Newsweek observa em seu último artigo que enquanto outros países emergentes e mesmo os Estados Unidos contam com seu poderio militar como forma de afirmação, o Brasil “expressou suas ambições internacionais sem agitar um sabre”.

    A revista observa que quando há algum conflito na região, o Brasil envia “diplomatas e advogados para as zonas quentes ao invés de flotilhas ou tanques”.

    O artigo também comenta que o Brasil tem se tornado uma voz mais assertiva para os países emergentes nos temas internacionais, contestando por exemplo os subsídios agrícolas dos países ricos.

    “Nenhum governo foi tão determinado como o de Lula em estender o alcance internacional do Brasil. Apesar de ter começado sua carreira política na esquerda, Lula surpreendeu os investidores nacionais e estrangeiros ao preservar as políticas amigáveis ao mercado de Fernando Henrique Cardoso internamente, para a frustração dos militantes de seu Partido dos Trabalhadores. Para a esquerda, ele ofereceu uma política externa vitaminada”, diz a Newsweek.

    Influência americana

    A revista diz que os esforços brasileiros advêm da estratégia “não-declarada” de se contrapor à influência dos Estados Unidos e de dissipar as expectativas de que exerça um papel de representante de Washington”, mas que nem por isso o país embarcou na “revolução bolivariana”.

    “Pelo contrário, Lula tem controlado a região ao cooptar os vizinhos com comércio, transformando todo o continente em um mercado cativo para os bens brasileiros”, diz o artigo. “No fim das contas, o poder do Brasil vem não de armas, mas de seu imenso estoque de recursos, incluindo petróleo e gás, metais, soja e carne.”A

    A revista afirma que isso também tem servido para conter a Venezuela e que a provável aprovação próxima da entrada do país de Hugo Chávez ao Mercosul não é “um endosso aos desejos imperiais de Chávez, mas uma forma de contê-lo por meio das obrigações do bloco comercial, como o respeito à democracia e a proteção à propriedade”.

    “Isso pode ser política de risco. Mas as apostas estão nos brasileiros. Sem um manual para se tornar uma potência global, o Brasil de Lula parece estar escrevendo o seu próprio manual”, conclui a Newsweek.

  19. NÃO DEIXEM DE PARTICIPAR VAMOS LOTAR A PRAÇA.

    Atenção: Fora Gilmar!

    Belo Horizonte – 01/05 às 15:00 – Praça Afonso Arinos [em frente a faculdade de direito da ufmg]

    São Paulo – 01/05 às 15:00 – Praça da Sé (próximo à OAB de São Paulo e o Palácio da Justiça)

    Rio de Janeiro – 01/05 às 15:00 – Av. Rio Branco, altura da Rua Almirante Barroso

    Brasilia – 06/05 – às 15:00 – Em frente as STF

    vamos todos
    dia 1º FORA MENDES

  20. Olha o que eu falei Dr Guerra, tópicos enormes jogando pra cima as informações da máfia;
    tem coisa estranha aí; já que alguns espertinhos querem abafar, eu jogo de novo o que falei lá em cima;

    Dr Dutra, essa é pro Sr:
    Demorou pro Dr Dutra perceber em que ninho de cobra ele foi cair, Americana e região está tomada pelo esquema;

    polícia militar envolvida, polícia civil nem se fala, aliás, se fala sim…nos corredores por onde passa o Dr Dutra todos dão uma risadinha pra ele mas ficam metendo a boca nele durante os Plantões, dizendo bem claro aos policiais que vão até o Plantão de Americana que o “homem tá embassando”, que o “homem tá encehndo o saco”;

    sabem porquê? porque o chefe dos investigadores é dono de maquina e envolvido com o esquema; qual a investigação que vai chegar a algum lugar desse jeito?

    dá pra destruir os envolvidos também, Dr Dutra?
    Ou seja, o Sr, Dr Dutra, está (sem saber) na condição de FIEL DEPOSITÁRIO de um grupo que faz parte do esquema e pior ainda: NÃO LHE FALARAM, logo…se for fiel e este grupo tá f…., olho aberto, Dr Dutra, tem muito mais envolvido que o Sr pensa;

    2009 Abril 29 zé permalink
    e mais…. em tempos de crise, Ofício de marceneiro tá em alta na região.

    basta se especializar em fabricar divisórias de madeira pra botar em bar pra poder esconder caça níqueis e com isso já fica rico;

  21. esse tal de Poul deve ser o POUL-icial envolvido.
    tá com medo por ter tido nome citado e tá enchendo o tópico com coisas do Supremo Federal pra poder “maquiar o tópico”

    Se o Sr permitir essas postagens, Dr Guerra, eu peço que permita a minha insistência em repetir o assunto pra não virar tópico passado e jogado pro alto;

    Dr Dutra: abre-te os olhos, cutucaram a ferida, o Câncer, e estão tentando esconder o tópico;

    quer estourar a máfia? comece pela Seccional, gente que está ao teu lado e agora tão falando do Sr pelos corredores e plantões;

    CARO POUL.. não abafe o tópico, quero acreditar que tu está apenas inserindo comentário em tópico errado pois se insistir vou começar a cutucar mais;

  22. Demorou pro Dr Dutra perceber em que ninho de cobra ele foi cair, Americana e região está tomada pelo esquema;

    polícia militar envolvida, polícia civil nem se fala, aliás, se fala sim…nos corredores por onde passa o Dr Dutra todos dão uma risadinha pra ele mas ficam metendo a boca nele durante os Plantões, dizendo bem claro aos policiais que vão até o Plantão de Americana que o “homem tá embassando”, que o “homem tá encehndo o saco”;

    sabem porquê? porque o chefe dos investigadores é dono de maquina e envolvido com o esquema; qual a investigação que vai chegar a algum lugar desse jeito?

    dá pra destruir os envolvidos também, Dr Dutra?

  23. Policiais são suspeitos de extorquir dinheiro de comerciante

    Dois homens foram presos em ação que comprovou o esquema.
    MP e Corregedoria pediram a prisão de quatro policiais em SP.

    Do G1, com informações do SPTV

    Tamanho da letra

    * A-
    * A+

    O Ministério Público e a Corregedoria da Polícia Civil pediram nesta terça-feira (28) a prisão de um policial militar e de três policiais do Denarc, o departamento da Polícia Civil que combate o tráfico de drogas. Eles são suspeitos de exigir dinheiro de um comerciante. Dois homens foram presos em flagrante na ação que comprovou a existência do esquema.

    Veja o site do SPTV

    A vítima que denunciou o crime é um comerciante que vende vitaminas para atletas. Ele conta que policiais do Denarc começaram a exigir dinheiro no mês passado, com o falso argumento de que a loja tinha produtos sem registro.

    O pedido inicial foi de R$ 10 mil, segundo o comerciante. Mas o acordo ficou em R$ 1 mil em dinheiro e R$ 2 mil em cheque pré-datado. A vítima procurou o Ministério Público e a Corregedoria, que acompanharam a última etapa da negociação. Os policiais esperavam que o pagamento fosse na própria loja, mas na ultima hora o comerciante recebeu uma ligação.

    saiba mais

    *
    Policial demitido por corrupção é suspeito de manter carro roubado
    *
    Corregedoria vai investigar denúncias feitas por policial acusado de corrupção
    *
    Oficial da PM é suspeita de corrupção em máfia de caça-níqueis na Grande SP
    EXTRA!!!!

    O dinheiro teria que ser entregue em um posto de gasolina. Foi a própria vítima quem levou o pagamento. O homem encarregado de receber o dinheiro não é policial, mas costumava acompanhar investigadores do Denarc. Ele foi detido com o dinheiro repassado pelo comerciante.

    Mais tarde, na delegacia, ele disse a mando de quem, segundo ele, foi buscar o dinheiro. Em depoimento, afirmou que ele e policiais também extorquiram dinheiro de comerciantes nas regiões de Campinas, de Taubaté e de Sorocaba. Por foto, o comerciante reconheceu os policiais. O motorista do carro em que o suspeito estava também foi preso, mas negou envolvimento na extorsão.

  24. MAIS UMA DO DENARC…$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    Informantes do Denarc são presos por extorsão em Santos

    Quadrilha agia no litoral e no interior de São Paulo; propina era paga com cheque pré-datado

    Bruno Tavares – O Estado de S. Paulo

    Tamanho do texto? A A A A
    SÃO PAULO – Uma operação conjunta do Ministério Público Estadual e da Corregedoria da Polícia Civil prendeu em flagrante dois informantes do Departamento de Investigações de sobre Narcóticos (Denarc) na noite de segunda-feira, 27, extorquindo um comerciante em Santos, no litoral paulista. Presos, os dois estão em uma cadeia de Santos. As investigações apontam que a quadrilha agia no litoral e no interior do Estado havia alguns anos, extorquindo comerciantes.

    Os dois informantes afirmaram que agiam a mando de policiais do Denarc. Eles foram presos em um posto de gasolina de Santos. No carro em que eles estavam, foi encontrada uma pasta com um distintivo da Polícia Civil e ordens de serviço para investigações em Santos e Campinas, cidade do interior de São Paulo.

    Uma das vítimas de extorsão – um homem dono de um comércio na região – chegou a pagar R$ 2 mil de propina com um cheque pré-datado. O promotor Cássio Roberto Conserino, que investiga o caso, diz que os policiais do Denarc “terceirizaram” o recolhimento da propina. “Mandaram os informantes recolherem o dinheiro para evitar o flagrante”, afirma.

  25. Gente…..não adianta maquiar o tópico:
    já falei e vou insistir;

    Dr Dutra, bote a corregedoria pra investigar seus comandados;
    Demorou pro Dr Dutra perceber em que ninho de cobra ele foi cair, Americana e região está tomada pelo esquema;

    polícia militar envolvida, polícia civil nem se fala, aliás, se fala sim…nos corredores por onde passa o Dr Dutra todos dão uma risadinha pra ele mas ficam metendo a boca nele durante os Plantões, dizendo bem claro aos policiais que vão até o Plantão de Americana que o “homem tá embassando”, que o “homem tá encehndo o saco”;

    sabem porquê? porque o chefe dos investigadores é dono de maquina e envolvido com o esquema; qual a investigação que vai chegar a algum lugar desse jeito?

    dá pra destruir os envolvidos também, Dr Dutra?

    Demorou pro Dr Dutra perceber em que ninho de cobra ele foi cair, Americana e região está tomada pelo esquema;

    polícia militar envolvida, polícia civil nem se fala, aliás, se fala sim…nos corredores por onde passa o Dr Dutra todos dão uma risadinha pra ele mas ficam metendo a boca nele durante os Plantões, dizendo bem claro aos policiais que vão até o Plantão de Americana que o “homem tá embassando”, que o “homem tá encehndo o saco”;

    sabem porquê? porque o chefe dos investigadores é dono de maquina e envolvido com o esquema; qual a investigação que vai chegar a algum lugar desse jeito?

    dá pra destruir os envolvidos também, Dr Dutra?

    Moçada….não adianta maquiar o tópico, vou insistir cada vez mais, não adianta trocar nome e se alguém não está querendo fazer isso, que comente em outro tópico pois este aki está voltado a ABRIR O OLHO DO DR DUTRA QUANTO AOS TIRAS DA SECCIONAL DE AMERICANA;

    envolvimento que precisa de intervenção urgente;
    tá perigoso deixar desse jeito Dr Dutra

    Dr Guerra, tão querendo maquiar o tópico e eu, com a permissão do sr, não vou deixar!

    Basta dessa cambada, cadeia neles Dr Dutra.

    movomentação já!

  26. Se alguém tá chegando agora pode ver o que eu vi que está acontecendo:
    estão querendo maquiar o tópico pois apareceram nomes e nomes muito próximos da cúpula da seccional;

    tá na hora de uma resposta rápida, Dr Dutra ou a coisa vai sair do controle (mais ainda);

    será que nenhuma investigação dá conta de que a noite rola o cassino no antigo cine cacique? que a entrada do estacionamento está fechada e liberada apenas pra quem “tem senha?”

    que já no elevador pra subir pro esquema tem câmeras e isso faz com que os jogadores tenham tempo de serem “escondidos” nas saídas clandestinas que dão acesso pra outras salas?

  27. está na hora de cada delegado titular demonstrar até que ponto está ou nao envolvido;

    tem gente que sabe muito e já está muito envolvido de modo que, caso a casa dos grandes cair eles vão abrir a boca e a Seccional de Americana será palco de escândalo nacional;

  28. tá na hora da corregedoria da políccia civil mostrar se realmente foi fortalecida;

    estranho o MP de Americana nao fazer o mesmo que o de outras cidades;

    basta, cambada!

    força, Dr Dutra!

    chame os outros órgãos pra te ajudar nessa fase que não será fácil

  29. caro amigo Reis;
    e quanto ao Deinter 9 mais precisamente Americana;
    será que fizeram um levantamento dos laudos do IC daqui?

    Fizeram????? alguém sabe?

  30. Gilmar Dantas Serra Marzagao Diretores Seccionais Titulares e Chefes, são todos beneficiarios da corrupção que assola o pais, quem acha que isso é problema isolado de Americana Hortolandia ou DEINTER 9, saiba que isto acontece em São Paulo inteiro, já que somos covardes e não pegaremos em armas e sequer iremos a guerra para lutar, vou denunciar e apoiar qualquer movimento contra esta avalanche de corruptos que nos assola.

    Atenção: Fora Gilmar!

    Belo Horizonte – 01/05 às 15:00 – Praça Afonso Arinos [em frente a faculdade de direito da ufmg]

    São Paulo – 01/05 às 15:00 – Praça da Sé (próximo à OAB de São Paulo e o Palácio da Justiça)

    Rio de Janeiro – 01/05 às 15:00 – Av. Rio Branco, altura da Rua Almirante Barroso

    Brasilia – 06/05 – às 15:00 – Em frente as STF

    vamos todos
    dia 1º FORA MENDES

  31. Como vão acabar com as maquininhas de hortolandia se a maioria delas e de um policial civil de hortolandia e todos sabem disso mas ninguem faz nada.

  32. Dê os nomes, Ricardo;
    em Americana após darmos nomes já trocaram delegados e agora a bola da vez é o chefe dos investigadores Adir que só falta alguém querer investigar (só não vale ser investigação feita pelos comandados dele);
    ele foi colocado no esquema pelo Sargento Souza e Soldado Barreto da PM;
    tem tiras dos DPs atrás de $ ;
    Soldados da PM de Americana fazendo bico no bingo da Rua Dom Pedro;

    Serjão é o testa de ferro que até ano passado dava geral na portaria do Clube Carioba e hoje anda de Audi, Mercedes e BM;

    investigadores estão todos de Audi em Americana;

    cassino do Centro bom ba toda noite;

    Como diz o Datena: AJUDA EU!!!! AJUDA EU!!! AJUDA EU!!!

    Bote o nome deste tira de Hortolândia ao menos pra ele ficar ciente que sabemos e que o Seccional também sabe;

  33. RICARDO E ANTICOXINHA:

    POE OS NOMES, E AS PLACAS DOS CARRO$$$$, TAMBEM.

  34. TA MELHORANDO ANTICOXINHA! SERÁ QUE A CORRÓ E OS MP.AURICINHOS VÃO SE INTERRESSAR?

  35. Também não vou desistir. Já tiveram coragem de intimar o DG para saber se o distintivo era carga?????????

    Ai pessoal da Corró que lê o Flit….
    O que acham da atitude do DG em doar distintivo para agradar o secretário…
    Vcs vão ter peito para verificar se o distintivo era carga???
    Sé for carga…. e eí…… vão encarar??????????????
    Ou vai ficar por isso mesmo com explicações esfarrapadas

    Dr. Guerra:

    Não deixe o assunto passar batido. O DG tem que explicar se o distintivo era carga ou era pessoal. Dar presentes com bens do Estado não é agrado. É peculato mesmo. Não portar distintivo é infração administrativa.

    Portaria DGP-28, de 19 de outubro de 1994

    Art 1º- As autoridades policiais e seus agentes devem portar permanentemente sua cédula de identidade funcional e respectivo distintivo.

    LC 207/79 alterada pela LC 922/02

    Artigo 62 – São deveres do policial civil:

    III – cumprir as normas legais e regulamentares.

    Código Penal

    Dos Crimes Praticados por Funcionário Público Contra a Administração em Geral

    Peculato

    Art. 312 – Apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio:

    Pena – reclusão, de 2 (dois) a 12 (doze) anos, e multa.

  36. maquininhas apreendidas e devolvidas não resolve;
    apreender umas 20 e destruir não é nada pra um total de 3 mil;
    falta uma fiscalização mais dura e cadeia pros envolvidos que são muitos;

    vergonha terem deixado chegar a este ponto;

    maioria absoluta envolvida;

    é triste eu ver o pessoal batendo nas costas do Dr Dutra e tomando cafézinho com ele mas na verdade se pudessem botariam veneno no café pois não estão sabendo o que será do futuro pois ESTAVA MUITO BEM ATÉ MESES ATRÁS, ESTAVA TUDO DOMINADO e hoje está Quase tudo dominado;

    ouço nos corredores os buxixos e murmurinhos quando o Dr dutra dá entrevista dizendo que vai acabar com o esquema e a reação que noto nos corredores e salas da seccional é de gente fudida com a possibilidade de perder a $$$$$ da quinzena somada ao medo de que “quando pendurarem alguns um ou outro vai abrir a boca” e aí, Dr Dutra, se prepare pra um enfarto se não estiver com o coração bom pois o Sr está simplismente no ninho das serpentes e não sei se sabe disso;

    será que falam pro Sr que as maquininhas apreendidas que ficam na seccional são abertas assim que a PM vai embora, que os donos mandam as chaves e o que tiver dentro delas fica pra tiragem como bônus extra além do que já pagam a eles?

    resultado: plantão gordo e no outro dia o esquema termina na perícia;

    ouço dizerem nos corredores da seccional que, quem tá no esquema vibra, quem não tá cala a boca e puxa o plantão;
    isso explica de muitos preferirem plantões e outros correrem de plantões, quem é direito (vejo poucos) está correndo dos plantões em dia de apreensão pois sai até briga na hora de abrir as máquinas;

    esses dias o pau comeu num plantão da seccional pq tiragem de um certo DP queriam ir até lá pra dividir junto pois sabiam que seriam abertas e nada chegaria ao DP;

    estás sabendo deste esquema, Dr Dutra?

  37. Realmente o pessoal da Seccional de Americana está com medo de acontecer o que aconteceu em SC:

    Quinta-feira, 30 de abril de 2009
    Policiais presos

    Mais cinco policiais militares — dois sargentos, um cabo e dois soldados — foram presos hoje, a pedido do Ministério Público Estadual por envolvimento em jogo de azar. As prisões decorrem da “Operação Arrastão”, desencadeada pelo Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc) do MP-SC e pela Polícia Federal.

    Nota da Procuradoria da Justiça informa: O promotor de Justiça que atua perante o juízo da Auditoria Militar, Sidney Eloy Dalabrida, ofereceu denúncia ao juiz de Direito da Justiça Militar do Estado de Santa Catarina contra um major, cinco sargentos, dois cabos e nove soldados pelos crimes de peculato, corrupção qualificada, concussão e violação de sigilo — incluídos os cinco presos nesta quinta-feira.

    Doze dos policiais militares denunciados haviam sido presos em 25 de março, quando foi deflagrada a “Operação Arrastão”. A “Operação Arrastão” resultou na denúncia de um total de 33 pessoas — 17 policias militares, cinco policias civis e outras 11 pessoas — por envolvimento em jogo de azar nos municípios de Brusque, Tijucas, Itapema, Canelinha e São João Batista.

    Dez dos 12 policiais militares foram denunciados tanto por crime militar quanto por crime comum. As denúncias apresentadas pelo MP-SC já foram aceitas tanto pela Justiça Criminal quanto pela Justiça Militar.”

  38. A moda demorou pra pegar nessa seccional de Americana;
    não tem lugar pra policial honesto sem uma intervenção urgente;
    condições desumanas de trabalho pros bons e condiçoes luxuosas pros corruptos;

    tem comida vindo de Campinas pra alguns plantonistas pagas por maquineiros, coisa chique e pra poucos (onde na verdade são muitos…muitos envolvidos!)

    Se prepare Dr Dutra pois vão fazer de tudo pra lhe tirarem do comando pois o senhor tem demonstrado que vai ser honesto;

    hahaha, estava aqui pensando: na polícia de antigamente, ser linha dura era matar ladrão, humilhar pessoas, etc;
    hoje, ser linha dura é trabalhar honestamente e não se envolver;
    continue sendo linha dura Dr Dutra, não tem mais volta ou senao eles vaõ imperar e tê-lo na mão;

  39. Leiam esta matéria e depois reflitam comigo:

    Polícia Militar apreende 100 kg de maconha em Americana
    Três rapazes foram presos

    01/05/2009 – 16:59

    EPTV
    Alterar o tamanho da letra A-A+

    A Polícia Militar de Americana, na Região Metropolitana de Campinas, apreendeu nesta sexta-feira (1), 100 kg de maconha. A droga estava em uma casa no bairro Matiense. Três rapazes foram presos e encaminhados para a Delegacia Seccional e, depois, para o cadeia da cidade.

    Dois veículos foram apreendios e os nomes dos traficantes não foram divulgados pelos policiais.

    *********************************************************************

    CADÊ A DISE??????

    cADÊ A DISE?????????????????????????????

  40. Osvaldo Cardenuto atualmente no Decap e ex denarc faz oferta tentadora ao chefe geral do deic para ser transferido pra lá quer trabalhar com Ivanei valores astronomicos acima de 300 é não é mole não faz falta o poder e os amigos.

  41. Apenas uma observação,Delegado de Polícia agora é psicólogo para afirmar que jogo causa dependência, etc, etc??
    Delegado de Polícia que pede á justiça autorização para destruição das máquinas, primeiramente deve investigar e punir os peritos ou policiais que retiraram as peças e as revenderam para maquineiros.
    Deve constatar que na verdade,só existem agora os caixotes.
    A pressa em destruir as “máquinas” nada mais é que DESTRUIR A PROVA de
    peculato, apropriação indébita, fiel depositário,furto e formação de quadrilha.
    Alertem senhores juizes e promotores, não autorizem nada antes de uma inspeção in loco, junto com a corregedoria e confronto com os laudos
    mentirosos, mas que pelo menos têm a relação de componentes quando do exame e fotografias dos apetrechos.
    Senhores policiais,JUIZES,PROMOTORES, não caiam nessa roubada, não passem diploma de otário, AS MÁQUINAS NÃO EXISTEM MAIS!!! SÓ TEM OS CAIXOTES, NÃO TEM MAIS OS COMPONENTES!!!
    A pressa na polícia é inimiga da honestidade !!!!

  42. Muito bem observado, Coração Tatuado. Melhor observado ainda é o fato de vc mencionar que a investigação tem que ser feita com a corregedoria pois se depender dos investigadores da Seccional de Americana, ha ha ha! Mais uma piada virá e melhor então que destrua tudo e que faça a economia girar dando dinheiro pros MArceneiros além de fazerem os biombos (como disse o Dr Dutra se referindo aos compartimentos que os maquineiros deixam nos estabelecimentos para “ofuscarem as máquinas da fiscalização- QUE FISCALIZAÇÃO???- da polícia) também fazerem as caixas das novas máquinas que continuam na jogada;

    demorou para uma investigação e ao menos uma posição do Ministério Público de Americana que, como representante do povo, DEVE desmantelar essa quadrilha de policiais que pararam tudo e a região está essa merda que estamos vendo: crimes não esclarecidos, polícia ostensiva prendendo 100 kg de maconha onde tal prisão deveria ser feita com base em investigações da polícia civil além de não se falarem em prisões de saidinhas de bancos nem redução do furto e roubo de veículos na região pois é o que se vê na mídia;

    um empurra pro outro e um quer empurrar no do outro (desculpem as palavras chulas) mas é isso o que está ocorrendo; quando a verdadeira identidade da máfia e do esquema de contravenção, compra de laudos, propinas, politicagem envolvida e policiais nem se fale de tanto que estão, aí sim saberemos o porque de tantos crimes não esclarecido e o porque da população estar a mercê da sorte e de alguns poucos policiais que não estáo envolvidos;

    abra-te o olho Dr Dutra, peça auxílio logo pois a situação da sua Seccional vai estourar a qualquer momento e que não seja em vossas mãos;

    puna quem tenha que ser punido mas cuidado pra não querer ensinar o padre rezar, policiais envolvidos é o que mais tem;

    Estranho é também as guardas municipais de Americana e Santa Bparbara quererem tanto “pagar de polpicia” e caça níqueis ninguém apreende, será que os Diretores estão “segurando os guardas?”;

    estamos de olho!!!!

  43. Caça-níqueis são apreendidos na região
    (Cristiani Azanha e – Bargas Filho)

    TodoDia Imagem

    Máquinas caça-níqueis foram apreendidas em Americana
    Policiais civis da Delegacia Seccional de Americana apreenderam ontem nove máquinas caça-níqueis, que estavam em um restaurante, no bairro São Domingos, em Americana. Os equipamentos foram apreendidos e levados ao 1º Distrito Policial. O proprietário do restaurante esteve no distrito para prestar esclarecimentos, mas não informou quem seria o responsável pelas máquinas identificadas com um adesivo de uma estrela amarela.
    “Recebemos uma denúncia anônima sobre a localização das máquinas caça-níqueis e por determinação do delegado seccional (João José Dutra) fizemos as apreensões”, comentou o investigador chefe Adir Mendes.
    **********************************************************************

    Agora um breve pensamento sobre esta matéria e apreensão:

    olha o que comenta o tal do investigador chefe: “Recebemos uma denúncia anônima sobre a localização das máquinas caça-níqueis e POR DETERMINAÇÃO DO DELEGADO SECCIONAL (João José Dutra) fizemos as apreensões”, comentou o investigador chefe Adir Mendes;

    oras, precisa o Seccional lhe determinar isso? Não é a obrigação dos investigadores fazerem tal trabalho? Seria esta fala uma espécie de recado aos contraventores dando uma espécie de recado tipo: “olha, não fui eu, foi o Dr! “; estranho!

    Estranho mais ainda é saber que esse mesmo chefe de investigador é cogitadíssimo de ser também dono de máquinas !

  44. Comparando a Milícia do Batman com a Seccional de Americana:

    Caça-níqueis e camelôs na contabilidade da mílicia
    Só com taxas de ambulantes, bando de Batman faturou R$ 11.890 em duas semanas
    POR LESLIE LEITÃO, RIO DE JANEIRO

    Rio – A contabilidade apreendida na casa do ex-PM Ricardo Teixeira Cruz, o Batman, revela que o líder da milícia Liga da Justiça estaria diversificando seus negócios. Em duas planilhas encontradas por agentes da Missão Suporte da Polícia Civil após a prisão dele, semana passada, em Paciência, o criminoso cita o que seriam os novos empreendimentos dos paramilitares: cobrança de taxas referentes a máquinas, e a barracas de ambulantes. Só dos camelôs teriam extorquido, em duas semanas, R$ 11.890.

    As novas descobertas reforçam a suspeita de que o ex-PM já teria entrado no ramo de caça-níqueis. Numa lista de recolhimento de pagamento, ele cita a palavra ‘máquina’ e escreve ao lado ‘R$ 3 mil’. Seriam 46 equipamentos em bares da região, dos quais 28 não estariam funcionando.
    ********************************************************************

    Em Americana e Santa Bárbara também ha a MISSÃO SUPORTE DA POLÍCCIA CIVIL só que aqui o SUPORTE é para a máfia!
    Policiais civis, militares e Delegados dando suporte à máfia.

    No Rio de Janeiro disseram que das 46 máquinas, 28 não estariam funcionando; aqui na Seccional de Americana se depender da Polícia Civil a OPERAÇÃO SUPORTE (aos maquineiros) entra em cena pois eles fazem o seguinte:

    * dificultam a abertura das máquinas nos Distritos Policiais e Plantão;
    * abrem posteriormente e racham o $;
    * no IC o SUPORTE continua pois sempre as máquinas estão “fora de uso”

    e com isso, ganhamos do RJ pois todas as máquinas são inúteis, sem dinheiro no interior delas, desligadas, coitadinhas, coitadinhos!
    E por aí vai o Suporte da Polícia Civil e Militar no esquema cada vez mais forte!

    Socorro, Corregedoria!
    Socorro, MP!!!!!

  45. Última descoberta:

    pessoal da Seccional de Americana não cumpre com as obrigações de checar denúncias do 181.

    Toda denúncia via 181 que vem pra Sccional dando conta de caça-níqueis é maquiada e o relatório retorna dando conta de que não há maquinas onde na verdade há;

    relatos de um funcionário da Seccional dão conta de que estão xerocopiando relatórios pra poder comprovar e, para cada relatório forjado há recompensa de R$ 1.000,00 por máquina.

  46. Olha só que coisa: MAJOR E CAPITÃO DA PM PRESOS POR ENVOLVIVMENTO COM CAÇA-NÍQUEIS;

    Em Americana deveriam fazer o mesmo com Pms, tiras, Delegados e cia Ltda.

    Operação contra caça-níquel prende três PMs

    Fernanda Brigatti e Marcelo Eduardo

    Três policiais militares foram presos nesta manhã por envolvimento com um esquema de exploração de caca-níqueis. O major aposentado da Polícia Militar Sérgio Roberto de Carvalho seria o líder da quadrilha que atuava em Campo Grande e no interior do Estado e ainda tinha um braço na Bolívia. Além dele, ainda foram presos o capitão da PM Paulo Roberto Teixeira Xavier, o cabo Marco Massaranduba, e outras 16 pessoas. Andrei Galileu Cunha, já preso pelo menos outras quatro vezes por envolvimento com caça-níqueis, também foi detido.

    A operação foi batizada de Las Vegas e envolve 146 agentes do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), da PF (Polícia Federal) e do serviço reservado da PM. Há pouco, foram fechados dois cassinos, um na Rua Ciro Bueno, na Vila Planalto, conhecido como Mansão ou Casarão, e outro na Rua Casimiro de Abreu, Jardim São Bento, conhecido como Caju.

    No Casarão foram apreendidas 25 máquinas caça-níqueis. No Cassino Caju, além de 20 máquinas, a operação ainda recolheu R$ 30 mil. De acordo com informações do Gaeco, o líder da organização, o major Carvalho, foi preso em Corumbá, quando desembarcava na cidade. Em 1997, o major foi preso por envolvimento com tráfico de drogas e com contrabando. Ele está detido na PF de Corumbá.

    A polícia ainda não contabiliza quantos dos mandados de prisão já foram cumpridos, mas afirma que a maioria já está detido. Ao todo, são 19 mandados de prisão e 40 de busca e apreensão. A quadrilha já atuaria há três anos com a exploração de jogos de azar.

    Entre os locais em que a polícia cumpre busca e apreensão estão 40 endereços, dos quais os dois cassinos, três escritórios (um de contabilidade), dois depósitos e oficinas de caça-níqueis, 13 pontos de comercialização, uma empresa de material de construção e 19 residências. Ainda devem ser recolhidos 29 veículos, imóveis e uma aeronave. Alessandra Carvalho – crédito da foto da capa: Mariana Conte/diarionline.com.br

    Casa no São Bento onde mora o chefe do esquema, major Carvalho

    Além dos PMs, os mandados de prisão estão sendo cumpridos ainda contra Osório Junior (gerente geral), Nedina Pereira da Silva (gerente de escritórios), Claudia Pompeu de Carvalho (gerente Cassino Casarão), Marcos Aurélio de Freitas (distribuição), Robson Ribeiro Motta (distribuição), Paula Jacqueline Lopes (gerente Cassino Caju), Odilon Ferreira da Silva (auxiliar escritórios), Jean Carlo Touro Padovani (técnico informática e distribuição), Marcel Rodrigo de Carvalho Simões (montagem, inserção de programação e conserto de máquinas), Maicon dos Anjos Mussi (auxiliar do Marcel), Diones Magalhães Silva (laranja e office boy), Marcelo Pereira de Souza (contador), Marcelo Santana Vaz (distribuição), Luiz Bernardo da Silva Filho (distribuição), Luiz Marcelo Villalba (campista), e Andrei Galileu Cunha (sócio Cassino Caju). O capitão da PM Paulo Roberto Teixeira Xavier seria o gerente de logística e segurança do esquema e o cabo Massaranduba era seu auxiliar.

    ********************************************************************

    aqui em Americana e Santa Bárbara D´Oeste temos muitos nomes a serem investigados também porém se pegar o fio da meada a Secretaria de Segurança Pública deverá abrir novo concurso pra preencher os quadros que ficarão vagos.

  47. Enquanto isso, em Americana e região os bares com suas já tradicionais divisórias continuam explorando maquinas caça-níqueis e estranhamente a Policia Civil ou Militar nada faz para coibir, se limitando a apreender um dia a passar 15 dias sem apreender e isso dá margem pro grupo fazer rodar o investimento com as máquinas que ficaram e consequentemente adquirirem outras maquinas.

    Dr Dutra, até quando?

  48. 3.6.2009 – 23:00
    Polícia descobre o “chefe” dos caça-níqueis em prédio de Americana
    Bargas Filho – bargas.filho@liberal.com.br

    A Polícia Civil anunciou ter identificado o “patrão” do esquema que explora as máquinas caça-níqueis em Americana, Limeira e Rio Claro. A existência de um escritório, onde era administrado o funcionamento e arrecadação de dinheiro das “maquininhas” instaladas em bares e lanchonetes, foi descoberta na terça-feira.

    O estabelecimento funcionava em um prédio comercial em Americana. Nenhuma pessoa foi presa, porém foram apreendidos três computadores, 17 disquetes, sete pendrives, duas máquinas de contar dinheiro e diversos documentos. Nesses papéis está registrada toda a contabilidade do esquema.

  49. JORNAL TODODIA – AMERICANA ED. DE 04 DE JUNHO DE 2009

    ‘Quartel-general’ do jogo ilegal na região é descoberto em Americana
    Policiais da Delegacia Seccional de Americana descobriram um apartamento, no Centro da cidade, que servia como “quartel-general” do jogo ilegal na região. Somente formulários com a suposta contabilidade dos pontos de caça-níqueis e jogos ilegais realizados em várias cidades, como Americana, Santa Gertrudes e Limeira, foram apreendidos no local, porque quando os policiais chegaram as salas estavam fazias.
    O delegado seccional João José Dutra apreendeu também pendrives e computadores, que serão periciados. “Tivemos informações que no local funcionava um cassino clandestino, mas não conseguimos localizar caça-níqueis. Em contrapartida, temos indícios de que nas salas anexas funcionavam a organização do jogo ilegal”, comentou. Dutra acrescentou que a polícia já identificou o responsável pelo local, mas ele não foi encontrado.

    Para a checagem da denúncia, várias equipes foram formadas com os delegados assistentes Robson Gonçalves de Oliveira, José Luis Joveli e os investigadores do SIG (Serviço de Investigações Gerais) da seccional americanense. Outras equipes da Polícia Militar auxiliaram nas buscas.

    Os policiais se dividiram entre escada e elevador, mas quando chegaram na sala indicada estava fechada. Um chaveiro foi chamado para abrir o escritório na presença do porteiro do prédio. Haviam duas câmeras de monitoramento no hall de entrada e outra na porta da sala comercial.

    Para Dutra, o volume de dinheiro que era gerenciado no escritório era grande, porque dois equipamentos para contagem de células foram apreendidos.

    *********************************************************************

  50. Quero ver se a polícia militar vai fazer alguma coisa contra os policiais que exploram as maquinas;

    Sargento Souza
    Soldado Barreto
    Sargento Alcides

  51. O QUE MAIS ME SURPREENDE, DR GUERRA, NÃO SÃO OS FATOS QUE SAIRAM VEÍCULADOS NA IMPREENSA NA DATA DE ONTEM (DEMONSTRANDO O ESQUEMA ENVOLVENDO PM, POLICIAL CIVIL, EX-PM E CONTRAVENTOR) E SIM UNS COMENTÁRIOS DE VEZ EM QUANDO MANDANDO A POLÍCIA IR PRENDER LADRÃO AO INVÉS DE PRENDER CAÇA NÍQUEIS!

    LEIAM NO FINAL DO TEXTO ABAIXO A FALA DO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA DO RIO DE JANEIRO SOBRE ISSO;

    PENA QUE O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA DE SÃO PAULO NÃO TOMA A MESMA POSTURA; PENA QUE A POLÍCIA CIVIL E MILITAR DE AMERICANA NÃO PRENDE OS POLICIAIS ENVOLVIDOS NO ESQUEMA DA REGIÃO; PENA QUE A POLÍCIA CIVIL DE SUMARÉ NÃO PRENDE O POLICIAL DE ALCUNHA BABY QUE DOMINA A EXPLORAÇÃO DE CAÇA NÍQUEIS NO MATÃO; PENA QUE O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA DE SANTA BÁRBARA D´OESTE DR PAULO JODAS NÃO ABRE MÃO DE PROIBIR OS GUARDAS MUNICIPAIS DE PRENDEREM OS CAÇA NÍQUEIS; PENA QUE O DR TÉO FEOLA, DIRETOR DA GUARDA MUNICIPAL DE AMERICANA NÃO PRENDE OS GMS ENVOLVIDOS NO ESQUEMA;PENA QUE O SECCIONAL DE AMERICANA NÃO PRENDE OS INVESTIGADORES E DELEGADOS ENVOLVIDOS; PENA QUE A POLÍCIA FEDERAL DE PIRACICABA NÃO BAIXA EM AMERICANA E REGIÃO E PRENDA TODO MUNDO (INCLUSIVE QUEM DEVERIA PRENDER E PACA PELA OMISSÃO); PENA, PENA, PENA, PENA, PENA E MAIS PENA!

    ***********************************************************************

    Milícias também cobram por funcionamento de caça-níqueis
    Publicada em 09/06/2009 às 23h09m
    Jornal Nacional – TV Globo

    RIO – Integrantes de milícias e da máfia dos caça-níqueis se uniram para manter lucros e domínio em comunidades de baixa renda da Zona Oeste. Gravações telefônicas autorizadas pela Justiça e divulgadas pelo Jornal Nacional da TV Globo revelam a relação entre os dois grupos. Na terça-feira, a polícia do Rio prendeu 39 suspeitos de participar da milícia conhecida como Liga da Justiça. Em operação na Costa Verde, a Polícia Federal prendeu dez proprietários de bares com aparelhos de caça-níqueis.

    Após ter as máquinas de caça-níqueis desligadas na região controlada pela milícia do ex-PM Fabrício Mirra, o contraventor Fernando Inácio mandou um subordinado, conhecido como Marquinho, negociar com os milicianos.

    “Vê se consegue o rádio desse Mirra para avisar a ele que isso aí tem dono”, disse Fernando Inácio por telefone a Marquinho.

    Em conversa entre ele e Mirra, o miliciano pede que o contraventor distribua presentes para a comunidade em troca do funcionamento dos aparelhos. “Vai tudo funcionar normalmente. Eu só queria isso. Todo mundo entende a necessidade de uma ajuda. Tem “enes” formas e maneiras de se ajudar”, disse Mirra.

    Em outro telefonema, Marquinhos explica ao contraventor Fernando Inácio a tática da milícia. “Dar uma boneca, dar um doce para eles fazerem o nome deles ali dentro da comunidade, entendeu?”.

    Segundo a polícia, a distribuição de presentes na comunidade é uma forma de conquistar apoio dos moradores e votos para candidatos ligados às milícias.

    – O jogo caça-níquel se tornou um dos braços financeiros da milícia. Nós combatendo caça-níquel ou milícia, nós estamos sem dúvida nenhuma diminuindo o índice de criminalidade que é que o nos interessa – disse o secretário estadual de Segurança Pública, José Mariano Beltrame.

  52. COISAS QUE O SECCIONAL DE AMERICANA DEVERIA APRENDER (E APREENDER TB!)

    PF prende 9 suspeitos de envolvimento com a máfia de caça-níqueis
    Mais de 200 máquinas foram apreendidas.
    Operação realizada na noite de terça percorreu bairros do Rio e de Niterói.

    Do G1, no Rio, com informações do Bom Dia Rio
    Tamanho da letra
    A- A+
    A Polícia Federal fez uma operação para combater o uso das máquinas caça-níqueis. Ao todo, nove pessoas foram presas no Rio e em Niterói, na Região Metropolitana, e mais de 200 máquinas apreendidas, na noite de terça-feira (16).

    Visite o site do Bom Dia Rio

    Os policias saíram em direção a sete endereços onde seriam explorados os jogos de azar por volta das 22h30. Mais cedo, alguns agentes já estavam nesses locais, disfarçados, acompanhando toda a movimentação.

    Boa parte das casas onde funcionavam bingos ficava na Zona Sul da cidade. Num prédio em Ipanema, os policias encontraram uma sala de jogos com mais de dez máquinas. O local era monitorado por câmeras.

    Em Botafogo, uma outra equipe da polícia também fez apreensões. Duzentas máquinas foram levadas para a sede da polícia em caminhões.

    Cerca de 70 agentes da Polícia Federal participaram da operação.

    “Nossa postura é prender em flagrante o comerciante que mantém em seu estabelecimento esse tipo de exploração ou o gerente que está num bingo clandestino, que não é o dono do negócio, mas ele gerencia e participa com voz de comando. É uma pessoa de confiança da cúpula da máfia dos caça-níqueis”, disse o delegado André Diniz.

    Ainda segundo o delegado, as ações contra a exploração de máquinas caça-níqueis vão continuar sendo feitas na cidade.

    **********************************************************************

    ENQUANTO O DR DUTRA FICAR FAZENDO APREENSÕENSZINHAS DE MAKININHAS DE MÊS EM MÊS, QUE FAÇA LOGO ALGO CONCRETO E DURADOURO OU SERÁ QUE NÃO É INTERESSANTE PRA ELE?

    FICA A DÚVIDA…SERÁ QUE ELE REALMENTE ESTÁ COMBATENDO A MÁFIA?

  53. a policia não acaba com as jogatinas porque não querem. na praça da sé em sp está cheio de máquinas halloween,porque a policia não pega? na frente da praça no numero 31 tem um bingo clandestino com com mais de 20 máquinas, tudo viciadas.vamos mostrar serviço, gente.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou fora do contexto serão excluídos...Contato: dipol@flitparalisante.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s