NOVOS DIRETORES DE POLÍCIA: “As substituições foram rápidas e, aparentemente, acertadas com delegados de fortes padrinhos políticos” 29

SP: Polícia Civil tem três mudanças em dois dias

Marco Antônio Desgualdo saiu do DHPP; Luiz Maurício Blazeck, do DAP e Elson Alexandre Sayão, do DIRD

SP: Polícia Civil tem três mudanças em dois dias

Reprodução / Site Oficial

Hora da Verdade
Podcast

Para tentar acalmar a crise na corporação, a Polícia Civil de São Paulo mudou três diretores em apenas dois dias.

Na manhã de segunda-feira, Marco Antônio Desgualdo foi retirado do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Já nesta terça-feira, outros dois diretores que ocupavam departamentos no mesmo prédio também perderam os cargos. Luiz Maurício Blazeck deixou o DAP (Departamento de Administração e Planejamento) e Elson Alexandre Sayão não dirige

mais o Departamento de Identificação de Registros Diversos (DIRD).

As substituições foram rápidas e, aparentemente, acertadas com delegados de fortes padrinhos políticos. Jorge Carrasco é o novo diretor do DHPP, Silvio Balangio comandará o DAP e Aldo Galiano Júnior é o chefe do DIRD.

As mudanças ocorrem na semana seguinte a uma grande disputa entre o secretário de Segurança Pública e integrantes do antigo Conselho da Polícia Civil. Por causa da briga, Marco Antônio Desgualdo, que era o chefe do conselho no governo anterior a Geraldo Alckmin, perdeu o comando do DHPP.

Outros delegados que ocupavam postos privilegiados, quando Saulo de Castro Abreu Filho era o chefe da Segurança Pública, estão sendo investigados. Mesmo assim, Saulo garante que tem um bom relacionamento com Ferreira Pinto, mas diz que eles evitam conversar sobre assuntos chatos.

“Eu não quis ser, nem quero ser de novo, eu já fui secretário. Eu acho que ele (Ferreira Pinto) está fazendo um bom trabalho, o que pode ter são problemas internos na corporação. Isso sempre ocorreu desde que a polícia existe. É da estrutura corporativa. Uma instituição que tem pessoas com problemas de relacionamento. Não conheço o problema, a relação é tranquila. Eu converso com o secretário, mas a gente tenta evitar assunto chato”, declarou Saulo.

Com todas alterações, Antonio Ferreira Pinto mostrou que está forte no cargo e prestigiado pelo Governo do Estado de São Paulo.

Ouça mais detalhes com o repórter Jovem Pan Thiago Samora no jornal Hora da Verdade

  1. Concurso para Delegado de Polícia, aproximadamente 130 vagas, salário
    inicial:

    míseros R$ 5.495,30 só e nada mais.

    concurso para Analista do MP, salario R$ 5.885,54 (obs, R$5.885,54
    mais R$ 8,15 por dia como auxilio condução e mais R$15,00 por dia
    como auxilio alimentação).

    Tamo F……….

    —————————

    TAPA NA CARA DOS DELEGADOS DE POLÍCIA E DOS OPERACIONAIS CUJO CONCURSO É NÍVEL SUPERIOR.

    GGGGGGGGGGRRRRRRRRRRRRRRRRRRREEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEVVVVVVVVVVVVVVVVVVEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

    FOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOODDDDDDDDDDDDDDDDDDDAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA—————SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

    AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAADDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

    CCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAARRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAALLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    até quando vamos esperar para perceber que só a greve nos resta.

  2. Cadê a união? Desunião da PC está favorecendo o governo e quem se ferra é todo mundo.

  3. TUDO MUDA, MAS FICA COMO ESTAVA MESMO! SEMPRE OS MESMOS DE SEMPRE! ATÉ QUANDO?

  4. Espionagem a secretário pode acabar em prisão

    Ex-delegado Paulo Fleury é suspeito de se passar por policial para obter imagens de shopping

    ANDRÉ CARAMANTE
    DE SÃO PAULO

    Os quatro identificados até agora no episódio de espionagem contra o secretário da Segurança Pública de SP, Antônio Ferreira Pinto, responderão a inquérito policial sob a suspeita de cometer crimes de prevaricação e usurpação da função pública.
    A suspeita de usurpação da função pública recai sobre o ex-delegado Paulo Sergio Oppido Fleury.
    O ex-delegado foi demitido em junho de 2010 da Polícia Civil por Ferreira Pinto e é suspeito de ter se passado por policial para obter as imagens do circuito de segurança do shopping Pátio Higienópolis, na região central de SP, onde Ferreira Pinto se encontrou com o repórter da Folha Mario Cesar Carvalho.
    O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), do Ministério Público, investiga a ligação de Fleury com um grupo de matadores de aluguel que, entre outros crimes, tem ligação com a morte de sete policiais.
    Os delegados Marco Antonio Desgualdo e Everardo Tanganelli Junior, suspeitos de terem ido ao shopping com Fleury, e o investigador Oswaldo Luiz Cardenuto também responderão a inquérito.
    Até anteontem, Desgualdo, chefe da Polícia Civil entre 1999 e 2006 e homem de confiança do governador Geraldo Alckmin (PSDB), era diretor do DHPP (departamento de homicídios).
    Desgualdo foi afastado após imagens do Pátio Higienópolis mostrarem que ele foi com os outros suspeitos atrás da gravação em que o secretário aparecia com o repórter da Folha.
    De acordo com as investigações da Corregedoria da Polícia Civil, os quatro são suspeitos de divulgar as imagens do secretário com o intuito de prejudicar a imagem dele junto ao governador por terem perdido espaço na gestão de Ferreira Pinto.
    Os quatro suspeitos queriam ligar o secretário à reportagem escrita por Carvalho sobre a venda de dados sigilosos por um funcionário da Segurança, o sociólogo Túlio Kahn, que foi demitido.

  5. O DELEGADO AMIGO DO GOVERNADOR TENTOU MOSTRAR AO GOVERNADOR QUE O SEU SECRETÁRIO ERA “DESLEAL”.

    TOMOU NVERTIDA E FOI DEMITIDO POR “DESLEALDADE” PARA COM O SECRETÁRIO “DESLEAL”.

    MUITA GENTE TEM MEDO DO SECRETÁRIO, DIZEM QUE ELE TEM NAS MÃOS UM PODEROSISSIMO DOSSIÊ “CUNHADOGATE”

  6. Caro Senhores:

    Enquanto na policia militar um coronel fica somente cinco anos no ultimo posto da carreira,depois é obrigado por lei a ir para a reforma,na policia civil ‘e o contrario ou seja os cardeais,só deixam a teta aos setenta anos de idade,o que faz com que não haja oxigenação e os novatos,nunca são promovidos,desestimulando a todos,é preciso mudar esse quadro,cardeal,deveria ficar somente cinco anos na ultima classe e não como é hoje,o cara só sai na expulsoria,porque a teta é boa.

  7. - Para QUÊ prestar concurso para DELEGA em SP…

    vá para o PARANÁ, MATO-GROSSO e qualquer outro Estado!

    DELEGADO DE POLÍCIA do DISTRITO FEDERAL

    - só R$ 13.000,00 (INÍCIO DE CARREIRA)

    DELPOL FEDERAL – CONCURSO NO ANO QUE VÊM!!!

  8. A TETA É BOA,É SÓ PERGUNTAR PARA O IVANEY,QUE COMEÇOU COMO UM ESCRIVÃO QUE LEVAVA MARMITA NOS PLANTÕES,PORQUE NÃO TINHA DINHEIRO,PARA ALMOÇAR,HOJE PASSADO 28 ANOS,O MESMO É RICO,DONO DE FAZENDAS DE CRIAÇÃO DE AVESTRUZ,PARA EXPORTAÇÃO,DIGA-SE DE PASSAGEM O QUILO DA CARNE DE AVESTRUZ,CUSTA APROXIMADAMENTE CENTO E SESSENTA REAIS.
    ENTENDEU PORQUE ELES NÃO SAEM.

  9. Todos estão esquecendo o Carrel, é da equipe do Ivaney. Será que ele não está nesta parada?

    “NUNCA VEJO POBRE DIZENDO QUE ACREDITA JA JUSTIÇA, APENAS VEJO POBRE PEDINDO JUSTIÇA”

  10. “Isso sempre ocorreu desde que a polícia existe. É da estrutura corporativa. Uma instituição que tem pessoas com problemas de relacionamento”…(…)

    O QUE ELE QUIS DIZER EXATAMENTE COM ISSO???? UMA INSTITUIÇÃO QUE TEM PESSOAS COM PROBLEMAS DE RELACIONAMENTO????

    Mon dieu…

  11. Sr Secretário
    Atacar a banda podre é neutralizá-la de fato e de direito, não adianta trocar integrantes da mesma banda podre. O Sr parece estar seguindo aquela elegante e bem elaborada frase do ex cardeal filósofo Sayon em relação a troca do Diretor da Ciretran de Ferraz de Vasconcelos pelo não menos valoroso Secional Cazé, o sr está trocando merda por bosta. Diga-se de passagem o Dr Blaseck, ex diretor do DAP,é profissional íntegro que nunca fez parte dessa lixaiada do antigo e respeitado DHPP que nos dirigiu por mais de uma década

  12. Colocaram duas águias nervosas e um engravatadinho metido a besta e lobista como cardeais e acham que gizem boa coisa. Um vai fazer ronda operacional no DHPP, o outro nem precisa comentar, ali não e seu lugar e o terceiro, lobista metidinho ali vai se dar bem.

  13. Os que saem nunca fizeram phorra nenhuma pela instituição, e os que iram entram idem já vou adiantando, em especial o que deixou o DHPP, já que na sua gestão metade do seu conselho estava e esta enrolado com a justiça, a outra metade foi novamente dividida ao meio e fez o mesmo caminho, ou seja, como a mosca o vídeo acima só muram as moscas a m…. Será a mesma, e olha que tem Dr esfregando as mãos para haver alteração pelo senado e a expulsória ser aos 75 anos daí acabou de vez a PC.
    Pedirá ao atual DG a acadepol a criação o curso de policial vigilante de rua, afinal de contas são dos vigias de rua a culpa pelo alto índice de criminalidade, e não destes que ficam dançando nas cadeiras e pelas cadeiras, vou sugeriam ao Faustão criar o quadro na TV, em vez a dança dos famosos, o quadro será dançando com um delegado, o delegado que ganhar concurso poderá escolher o departamento que irá trabalhar com a garantia de ficar no mínimo 4 anos o tempo de um mandato de governador, alguém se habilita.

  14. Restruturação!

    Tá bom… querem melhorar algo de fato? Então a receita vai ser dada.

    Qual a função da Polícia Judiciária? Será que os doutores sabem? Tenho dúvida, mas, tudo bem.

    Para quem tem dúvida vou responder de forma lacônica.

    Polícia que auxilia o poder Judiciário, ou mais conhecida entre os milianos por Polícia do papel, que auxilia e de certa forma impulsiona o Ministério Público e o Judiciário, polícia investigativa.

    Dentro desta visão, nada mais justo que valorizar, diferenciando, o Escrivão de Polícia, porém, o que se constata de fato é que há uma desvalorização intencional, quiçá, para criar dificuldade e vender facilidade.

    No plantão policial:

    A figura do Investigador ou de quem venha a lhe substituir, não tem sentido em permanecer nos plantões, haja visto que um atendente com um salário menor ou até mesmo a transformação do cargo de Optel para Operador de Telecomunicações Atendente, seria melhor, já que nos plantões o que se ventila pelas Autoridades é que o plantão é a vitrine da polícia judiciária e a figura do investigador de policia e totalmente desnecessária, certo que poderia ser melhor aproveitada na investigação de crimes e transporte de preso.

    Sugestão.

    Nos plantões de Delegacias (Pilotos) com cadeia que elaborem mais de 600 RDO(s) por mês, deverão ter no mínimo duas equipes por plantão, ou seja, cada equipe deverá ser composta por um Delegado de Polícia três Escrivães e um carcereiro, sendo auxiliados por um Optel Atendente, que deverá fazer a triagem, distribuir senhas, passar fax, além de suas funções habituais.

    Nos plantões de Delegacias de Polícia que não possuem cadeia, assim como elaborem menos que 600 e mais que 300 RDO(s) por mês deverão ter no mínimo um equipe composta por um Delegado quatro escrivães, um carcereiro e um Optel Atendente.

    Nos plantões de Delegacias de Polícia que não possuem cadeia, assim como elaborem menos que 300 e mais que 100 RDO(s) por mês deverão ter no mínimo uma equipe composta por um Delegado de Polícia, dois escrivães e um Optel Atendente.

    Deverão ser criada equipes itinerantes compostas por um carcereiro, ou investigador, e um Auxiliar de Papi para que auxiliem na legitimação e identificação dos presos atuados em flagrante delito e sua imediata remoção das delegacias de polícia.

    Deverá ser criado um departamento com equipes de Escrivães, Investigadores etc, com auxílio de procuradores, advogado ou qualquer nome que seja dado, com independência administrativa, para auxiliar o funcionário que se envolva em ocorrências policiais, devendo a autoridade policial ter o dever funcional de comunicar a tal departamento para que o policial tenha total amparo legal e seus direitos sejam respeitados, inclusive seja aparado quanto a ocorrências de abuso funcional e imposição de obrigação cuja finalidade não faça parte do seu dever funcional, por parte de autoridades, chefes etc.

    Salário:

    Delegado de Polícia ……………………….. 13.500,00
    Escrivão de Polícia ………………………… 8.500,00
    Investigador ………………………………….. 5.000,00
    Carcereiro, Optel etc ……………………… 4.500,00

    Obs.: Para quem não concorda, devo lembrar que devemos nos espelhar no que já vem dando certo, ou seja, a iniciativa privada (ex: padaria) jamais iria pagar um salário maior para um balconista e menor para um padeiro, ou, um médico iria receber menos que um enfermeiro.

  15. FIQUEI SABENDO QUE AO INVÉS DE PISTOLAS SERÃO DISTRIBUÍDAS BENGALAS PARA OS CARDEAIS…..SERÁ MUITO MAIS ÚTIL……
    FALANDO NISSO….EM UMA SECCIONAL DO DEINTER-5…….TEM MAJURA QUASE PRECISANDO DE CADEIRA DE RODA, DE TÃO VELHO QUE TÁ…..BENGALA JÁ NÃO SERVE MAIS……QUASE 20 ANOS NA CADEIRA…….

  16. COMPLEMENTANDO: NA CADEIRA DE SECCIONAL, OBVIAMENTE, E NÃO NA CADEIRA DE RODAS……

  17. Meu… Sem comentário…. A PM quer derrubar a gente. O MP quer derrubar a gente. Logo estamos diante de uma questão de lógica dedutiva, certo?! Mas o que me deixa mais perplexo é que o nosso maior inimigo…somos nós mesmos. Lembra da época do valente Dr. Kifoury? Então … Continuamos vendo a mesma coisa… Talvez a saída seja de fato apagar a porta e fechar a luz…

  18. afinal a PC é uma corporação ou uma instituição ? vamos definir o vocabulário. senão eu me confundo e não brinco mais DR.Saulo Pinto.

  19. tá bom vai… eu continuo, adoro esse Flit. é o melhor movimento que eu conheço.

  20. lord tatu !!! essa sua idéia de botar optel pra atender plantão tipo assistente social é fantástica. se me botarem pra fazer isso no lugar dos tiras eu cancelo meu pedido de… licença remunerada definitiva.

  21. Na verdade, temos que dividir funçoes e responsabilidades, pois que uma grane parte de Delegados , nao sabe administrar a propria vida, que dira a POLICIA CIVIL…..

  22. Na verdade, temos que dividir funçoes e responsabilidades, pois que uma grande parte de Delegados , nao sabe administrar a propria vida, que dira a POLICIA CIVIL…..

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Contato: dipol@flitparalisante.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s