João Alkimin: é necessário que a sociedade que depende da Polícia se una em prol da valorização do Policial Civil. 31

Absolutamente estarrecedor o dito pelo Ministro Peluzzo a respeito a
tentativa de homicidio de um jovem no Amazonas “…e o jovem se salvou
por má pontaria e incompetência policial”.
Incompetência Senhor Ministro? Desde quando tentativa de homicidio é
incompetência? Ou má pontaria? Houve sim por parte da PM do Amazonas
uma clara e evidente vontade de matar, em São Paulo noticias dão conta
de que o DHPP apura 100 mortes que teriam sido cometidas por PMs. É
hora de se dar um basta a isso. Não é mais possível continuarmos com
essa matança desenfreada,assim como também não é possível quererem
transformar o Secretário de Segurança Pública em vítima de uma suposta
banda podre que o teria espionado, senão vejamos, quando os grandes
jornais noticiam é furo de jornalismo, haja visto a noticia do jornal
O Estado de São Paulo dando conta que o Procurador Geral da Republica
manteve encontro secreto com o ex Governador Arruda, isso é furo,
quando noticiei o encontro do Secretário de Segurança de São Paulo com
o jornalista Mario Cesar Carvalho, do jornal Folha de São Paulo é
espionagem.
Vossa Excelência também afirma no jornal O Estado de São Paulo que a
união das Policiais Civil e Militar não o repugna, acho que a nenhum
de nós brasileiros mas a mim particularmente preocupa, pois uma é
voltada para a investigação e outra infelizmente ainda com treinamento
militar inclusive de sobrevivência na selva, e lembro a V. Excelência
o massacre de Eldora dos Carajás, da Candelária no Rio de Janeiro, da
Detenção em SP, foi a Policia Civil senhor Ministro? E por falar em
detenção gostaria de relembrar uma história:  nos anos de chumbo uma
parte da tropa de choque era baseada no DOPS em SP e lá trabalhava o
então tenente Chiari e segundo historiadores foi quem informou a
Eduardo Leite o ‘ bacuri’ que o mesmo já estava morto conforme noticia
publicada em jornal do grupo Folha,do grupo Folha senhor Ministro,
posteriormente já como capitão esse mesmo oficial da PM foi processado
por racismo e mais tarde processado pelo massacre da detenção,
promovido a Coronel PM foi destacado para Comandante da Assessoria
Policial Militar do Tribunal de Justiça, Tribunal que V. Excelência
fazia parte e passou a conviver e a ser responsável pela segurança
daqueles que iriam julgá-lo, sem fazer nenhum juizo de valor relembro
que esse oficial e o Coronel Ubiratan foram condenados em 1º instância
a mais de 400 anos de prisão e na apelação o órgão especial do TJ
absolveu-os tendo os Desembargadores mediunicamente afirmado que os
jurados não queriam dizer o que disseram, isso a mim repugna.
Muito se fala em banda podre, ora, como já dise reiteradas vezes,
banda podre existem em qualquer lugar a saber: Justiça Federal – todos
em disponibilidade, Ministério Público – todos os que estão em
disponibilidade, Magistratura Estadual – todos os que estão em
disponibilidade, Ordem dos Advogados do Brasil – todos que tiveram seu
registro cassado.
Mas é necessário que se diga que quando um Juiz ou um Promotor comete
um ilicito, são colocados em disponibilidade quer dizer, não trabalham
mas continuam a receber seus salários, já Policiais e Advogados não.
É necessário que se banda podre existe e é obvio que existe, se dê
nomes, não se generalize, eu mesmo fui vitima da banda podre quando
fui baleado por matérias contra máquinas caça níqueis e, fui
processado por vários Delegado e o inquerito arquivado, mas não posso
dizer que todos fizessem parte da banda podre.
É hora e darmos um basta em ataques gratuitos contra a Policia Civil.
Dou como exemplo aos senhores o seguinte: as Policias mais violentas e
corruptas eram as de NY e LA,partiu-se então em NY para o programa
Tolerância Zero, o que ninguém diz é que embutido nesse programa
estava a vaorização profissional do Policial, o pagamento de salários
dignos, a elevação da auto-estima, portanto primeiro é necessário que
o Governo do Estado de SP valorize o homem, não adianta a compra de
viaturas novas, armas, sem se investir em salários dignos, em LA
aconteceu a mesma coisa.
Não sou ingênuo para acreditar que o simples aumento do salário acabe
com a corrupção pois em alguns ela já é inata, mais que diminuiria,
diminuiria. Vejamos, a Policia Federal hoje tão elogiada nos anos 70 e
80 era citada em todos os livros da Ditadura Militar como corrupta e
torturadora,hoje é tida como exemplo, entre outros fatores pela
valorização profissional e pagamento de salários dignos.
É necessário respeito aos operacionais da Policia Civil,
investigadores, carcereiros, agentes policiais, papiloscopistas,
talvez com a instauração da carreira única, não se justifica várias
carreiras para o mesmo fim.
É óbvio que existem perseguições dentro da Policia Civil,não tem
cabimento que um Policial de qualquer uma das carreiras como já
conheci vários que more em São José do Rio Preto, Ribeirão, ou outro
local seja por “castigo” transferido para longe da onde mora, quem
paga seu transporte? Sua alimentação? Sua hospedagem? Isso é no minimo
imoral, se não for criminoso, e um desrespeito não só ao Policial como
a propria população. O Policial que e obrigado a se deslocar de sua
residência as vezes viajando 3,4h já chega em seu local de trabalho
cansado,irritado e desmotivado.Quem paga?Todos.
É estarrecedor vermos Delegados de 2º Classe em Plantões de Distritos
e as vezes um 3º Classe Comissionado em Classe superior respondendo
pela titularidade. Isso no minimo é improbidade administrativa gerando
gastos desnecessários ao erario.
Cansei como cidadão de ver policiais doentes sendo obrigados a
trabalhar pois tem familia para sustentar e, se aposentar ou tirar
licença saude seu salário cairá. Isso é imoral, é desumano, é
criminoso.
Talvez fosse necessário que os cardeais da Policia tivessem menos
apego a suas cadeiras e olhassem para a Instituição. Hoje infelizmente
parece que não existem mais Mauricio Henrique Guimarães Pereira e
Kfoury.É imprescindivel que se olhe para o macro, que parem de olhar
só para si mesmos e olhem para a coletividade e para a Instituição.
O cargo de Governador ou Secretário de Segurança é passageiro, no
máximo 8 anos, já o Policial é concursado,só sai aos 70 se quiser.
Portanto, é hora dos Policiais se unirem, deixarem pelo menos por ora
suas diferenças e ódios de lado e se unirem pelo bem maior.
Talvez eu seja um visionário ou um estupido,alguns devem pensar “esse
João Alkimin atacou a Policia,levou tiros e agora a defende”, ocorre
que nunca ataquei a Instituição e a Defesa que faço é dos bons
Policiais que graças a Deus são a maioria.
Qual a saida?Greve?Não creio. Os prejudicados seriam os próprios
grevistas e em ultima analise ou talvez primeira a população
principalmente a carente, pois a Delegacia de Policia é muitas vezes o
ultimo local para se encontrar auxilio.
Contou-me um Delegado de Policia hoje, Juiz de Direito aposentado que
nos anos 80 quando plantonista no 4º Distrito da Capital havia um
senhor que vivia na rua e quando percebia que teria um ataque
epiletico ia para a Delegacia e lá encontrava auxilio, esse Delegado
que tenho orgulho de chamar de amigo é o Doutor Paulo Roberto da Silva
Passos, hoje emprestando seu brilho a Advocacia.
Policia é isso, combate sem treguas a marginalidade e auxilio a sociedade.
A Policia Civil em todas suas carreiras é tão boa quanto a Policia
Militar e tem que ser respeitada na mesma medida,não entendo, não
aceito e não admito por ser filho de Delegado de Policia que conseguiu
chegar a Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de SP essa
odiosa discriminação.
Portanto, é necessário que a sociedade que depende da Policia se una
em prol da valorização do Policial Civil.

João Alkimin

  1. Pois é meu amigo,,,,RSRSRsRSRSRSRSRSRSRS :) :(
    só blá blá blá a nossa socidade e muito boa, temos tudo, tudo nasce cresce e morre quando não depois de nove mesesss tem gente nova no planeta…..seu filho seu neto por ai vai,,, o que eles vão pensar de você mais um tijolinho,ou ” ( tem um consentimento silêncioso e obediente )” ou mais claro, juntando tudo temos um bando de covardes não horam as calças que vestem dão risadinha sabe porque tem uma notinha ou vai pegar papeiro no centro seu bos??,,,ou parar viatura no biquinho pra tirar uma$$$$$ isso significa que não e culpa nem tão pouco uma “notinha de culpa”
    só pensam no umbigo em em si proprio,,, resumindo mais quatro anos de psdbistas onde aprovam leis no passado anti-paulista, anti-brasileira esse coluio sempre vai mamar nas tetas do governo e nos ficamos parados eolhando parabens pra poucos que pensam na familia policial civil “É MELHOR VIVER UM DIA DE LEÃO DO QUE CENTENAS DE ANOS COMO OVELHAS”

  2. http://www.agora.uol.com.br/saopaulo/ult10103u895231.shtml

    Policiais suspeitos de bater em moradora de rua
    Josmar Jozino
    do Agora

    A Corregedoria da Polícia Civil investiga a conduta de dois policiais do GOE (Grupo de Operações Especiais), acusados de agredir uma moradora de rua no Lar do Alvorecer Cristão, em Pinheiros (zona oeste de SP). Segundo testemunhas, ambos invadiram o albergue sem mandado judicial.

    Secretaria não divulga nome de investigadores
    A invasão aconteceu em 14 de setembro do ano passado. Três funcionárias do albergue feminino foram ouvidas no mês passado na Corregedoria. Porém, só agora elas decidiram tornar público o caso.

    Minutos antes da invasão ao albergue, a moradora de rua N.S.O., 34 anos, havia esbarrado em uma adolescente em Pinheiros. Uma amiga da menor não gostou. Ela e a moradora de rua começaram a discutir e, em seguida, entraram em luta corporal.

  3. A SOCIEDADE NÃO ESTÁ NEM AÍ PRA POLÍCIA CIVIL, PORTANTO ESQUEÇAM ALGUM APOIO

  4. A CAMPANHA JÁ COMEÇOU….

    LULA AQUI – 2014 !!!!!!

    PRÁ DETONAR O PSDBOSTA!!!!!!

  5. não posso esperar até 2014 pra ter melhorias em meu trabalho e em meu salário ….

    tenho filhos pra criar e contas pagar….

    e ai? o que faremos até lá ? sentamos e esperamos um milagre ???

  6. CARO “BARACK OBAMA”, SE VOÇÊ QUER COMPARAR AS NOTÍCIAS QUE CITAM QUALQUER FATO DIGNO DE APURAÇÃO DAS CORREGEDORIAS POLICIAIS SOBRE FATOS IMPUTADOS A PCs E PMs, PRECISARÁ DE UM SITE PRÓPRIO PARA ENUMERAR OS RELATIVOS A PMs. NÃO PERCA SEU TEMPO. SE QUER APOIAR O DISCURSO DO MINISTRO, QUE APOIE SEM CULPA, POIS AQUI ISTO É POSSIVEL, MAIS NÃO SEJA PUERIL E HAJA COMO UM ADULTO, POIS NÃO SERÁ A PRIMEIRA SANDICE QUE É POSTADA AQUI. VEJA O EXEMPLO DA PUBLICAÇÃO DO DISCURSO DO MINISTRO. BALA NELES!!!!!!!

  7. escravona: realmente as contas não esperam! mas o que são 3 anos e meio pra quem amarga 16 de tucanato? Será mais suave esperar 3 anos pra ver se os paulistas despertam da anestesia Aplicada pelo DR. Ackmintira, do que TER ESPERANÇA DE ALGO MUDAR AGORA! TIREM O CAVALINHO, A EGUINHA E O JEGUE DA CHUVA! NÃO VAI SAIR NADA DA CARTOLA!! OS DELEGA JÁ FIZERAM ACORDO!! Esqueçam!!
    ENQUANTO ISSO, FAÇAMOS CAMPANHA (E AUMENTEM OS BICOS NÃO-OFICIAIS):

    ** LULA GOVERNADOR SP 2014 **

    ** AJUDE A ELIMINAR ESSA FAUNA PEÇONHENTA DE SP **

  8. 29/03/2011 – Deu no Estadão: A Polícia Civil em crise

    Por Aloísio de Toledo César

    A crise aberta na Polícia Civil de São Paulo, por motivos diversos, com consequências muito ruins para a segurança de cada um de nós, faz lembrar um braseiro quando fica encoberto pela cinza: quem olha não tem ideia de como aquilo está quente.

    Os policiais civis sentem-se desmoralizados e é nesse clima que estão trabalhando, fazendo lembrar a lamentável e surrada imagem do servidor burocrata limitado pelo cartão de ponto a cumprir o horário de trabalho. É como a se polícia judiciária paulista, essencial à instrução dos processos criminais, passasse a fazer o serviço somente por obrigação, sem nenhuma vontade. Percebe-se claramente que a classe caminha para um apagão.

    Na raiz dos descontentamentos, entre outros assuntos, está um decreto do então governador José Serra, de 2009, que transferiu a Corregedoria-Geral da Polícia Civil, há décadas subordinada ao delegado-geral, para o gabinete do secretário de Segurança Pública, diretamente ligado e obediente ao governador.

    Os delegados ainda não conseguiram deglutir a mudança. Inconformados, levaram o problema à Assembleia Legislativa, por meio de uma proposta de decreto legislativo que susta os efeitos desse mesmo decreto de transferência da Corregedoria-Geral para o gabinete do secretário de Segurança.

    O decreto é instrumento legal que exprime ato de vontade do Executivo e não é nada corriqueiro o Legislativo produzir alterações que criem choques políticos entre os dois Poderes. Essa a novidade. Com o reinício das atividades da Assembleia Legislativa, a alteração será apreciada.

    O defensor dos delegados e redator da proposta é o deputado Campos Machado, presidente do PTB, parlamentar bastante experiente e com influência entre os colegas. Para onde ele se inclina, costuma conduzir à aprovação ou rejeição da lei em exame. Apesar de manter expressiva ligação com o governador Geraldo Alckmin, ele assumiu a defesa dos delegados e está muito empenhado em aprová-la.

    Na exposição de motivos, argumenta que a Corregedoria-Geral da Polícia Civil deve estar permanentemente dentro da estrutura da Delegacia-Geral, por sua essência de auxiliar do chefe maior de polícia e pela autonomia, que seria necessária.

    A importância da Corregedoria sempre foi reconhecida no organograma da Polícia Civil, com sua subordinação ao delegado-geral. A modificação dessa competência foi entendida pelos delegados como capitis diminutio, ou seja, uma redução de sua competência, sem que ato igual também alcançasse a Polícia Militar, cuja Corregedoria continua subordinada ao Comando-Geral.

    Para quem acompanha há décadas as divergências e competições das duas polícias paulistas, o mal-estar entre ambas não vem a ser novidade. No caso presente, a subordinação da Corregedoria da Polícia Civil diretamente ao secretário de Segurança Pública estaria, de fato, rompendo o equilíbrio que sempre houve entre as Polícias Civil e Militar. Uma delas, a Civil, ficou diretamente subordinada ao secretário de Segurança, que não é delegado, enquanto a outra se mantém subordinada a um coronel militar.

    Um dos motivos que contribuíram para a apresentação do decreto legislativo referido – talvez a gota d”água – foi a cena, exposta pelas televisões e pelo noticiário dos jornais, em que uma escrivã de polícia teve as roupas íntimas arrancada por policiais, para revista, na presença de integrantes da Corregedoria. Isso dentro de uma delegacia. Em vez do habitual uso de mulheres para a revista, tudo foi feito por homens, ao mesmo tempo que a policial esperneava e pedia, pelo amor de Deus, que permitissem a realização da tarefa por outra mulher.

    O assunto não é novo, mas parece ter ficado encoberto no gabinete do secretário de Segurança. Quando se tornou público, houve mobilização silenciosa de delegados para que o organograma da Polícia Civil voltasse ao que era antes. Porta-voz desse descontentamento, o mesmo deputado Campos Machado dirigiu requerimento ao secretário de Segurança Pública pedindo explicações e perguntando se os integrantes da Corregedoria nesse episódio pertencem efetivamente àquele órgão e se houve orientação para que assim agissem.

    Enfim, a crise está aberta. O desgaste e o esperneio silencioso dos delegados de polícia ocorrem num momento em que o próprio Ministério Público investe contra eles. Realmente, recente edição da revista Dialógico, órgão dos promotores de Justiça, cuidou preferencialmente da necessidade de exercer controle externo sobre a atividade policial.

    Ao argumento de que a Constituição federal incumbiu o Ministério Público de controlar essa atividade, os promotores de Justiça defendem um controle externo que sob o ângulo de análise dos delegados significaria praticamente uma subordinação, ou seja, como se realizassem os inquéritos não para o Judiciário, mas tão somente para o Ministério Público.

    É claro que esse ambiente não ajuda nem um pouco o andamento das ações penais. As convicções externadas pelos promotores de Justiça estão expressas em órgão de classe, dirigidas ao público interno, e por isso é compreensível que transmitam suas convicções.

    Mas, ao dizer que as requisições de inquérito devem ser privativas somente deles e que nem mesmo os juízes de Direito teriam competência legal para isso, certamente não agradaram a todos. Nenhum juiz perdeu o sono por causa disso, mas os delegados ficaram feridos, sobretudo por estarem enfrentando um momento difícil, de humilhação.

    Sobretudo por receberem os mais baixos vencimentos do Brasil, quatro vezes menos do que recebem os promotores, a chicotada contribuiu para atiçar um pouco mais a fogueira dos descontentamentos.

    DESEMBARGADOR APOSENTADO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO.

    E-MAIL: ALOISIO.PARANA@GMAIL.COM

  9. DESGOVERNO DO ESTADO DE SAO PAULO
    RETROCEDENDO 100 ANOS EM 16

    DESMONTE DA SEGURANÇA PUBLICA
    DESMONTE DA POLICIA CIVIL
    DESMONTE DA SAUDE PUBLICA
    DESMONTE DA EDUCAÇAO PUBLICA
    DESMONTE DA INFRAESTRUTURA PUBLICA TODA ENTREGUE A TERCEIROS, E COBRADA DUAS VEZES

    POLITICA DO PCC OPS QUERO DIZER PSDB, NOS DESTRUIMOS E VOCES PAGAM PRA NOIS E PROS NOSSOS SE É QUE ME ENTENDEM….

  10. Sr João, hoje só temos o Sr ao nósso lado pois nem nossas lideranças estão preocupadas conosco(O RESTOPOL), a parte boa é que a merda esta espirrando neles também, cardeais hoje são caçados pelo SSP, não dançou confórme a musica é afastado, o Sr também tem a clara visão da estrutura policial no Brasil, o unico pais onde polícia é tropa militar com estrutura de caserna e RDE jurássico, o resultado se reflete nas ruas, onde o crime só baixa nos papéis do gabinete do secretario de segurança e é noticiado pela imprensa prostituida e paga(Folha de SP e Globo), eles não sabem que repórteres e familiares não estão isentos de sofrerem com a criminalidade crescente,Sr Jõao obrigado pela força, não queremos nada alem de um salário digno, e um Secretario de Segurança isento de revanchismo e rancores,enfim imparcial, seu coléga o reporter Jõao Leite , descreveu bem o governador de SP, SÃO JUDAS DE BOTECO,fica olhando la de cima sem nada fazer, DEUS NOS AJUDE E DE SAÚDE AO SR. OBRIGADO!!!!!

  11. facil só seguir o dinheiro que tais policiais pegaram não basta somente indica-los cade a grana tais poliicias tem vida incompativel com seus sálarios podem justificar origem de seus bens ?

    em caso negativo ” a casa caiu “

  12. CUMPRIMENTO O ILUSTRE RADIALISTA, POIS TENHO CERTEZA ABSOLUTA QUE É EXATAMENTE O QUE PENSA A MAIORIA DOS POLICIAS CIVIS HONESTOS DESTE ESTADO. ALIÁS, COMO DÓI TER QUE DIZER “POLICIAIS HONESTOS”-SEJA CIVIL, OU MILITAR-QUANDO, NA VERDADE OS DESONESTOS SÃO SIMPLESMENTE BANDIDOS! E VIVA A POLÍCIA CIVIL! COM A CABEÇA ERGUIDA! OBRIGADO, JOÃO ALKIMIN! OBRIGADO, JOÃO LEITE NETO! E QUE VENHAM MAIS MANIFESTAÇÕES DE APÔIO, POIS ESTAMOS PRECISANDO ! GENTE GOLPISTA E QUE TENTA DESTRUIR UMA SECULAR E HONROSA INSTITUIÇÃO É QUE NÃO FALTA! ME LEMBRO DE UM AVÔ QUE, AGRADECIDO POR EU TER ENCONTRADO SEU DESAPARECIDO NETINHO, ME PERGUNTOU O QUE ELE DEVERIA FAZER EM PAGAMENTO PELA MINHA ATITUDE E EU LHE RESPONDI: POR FAVOR FALE QUE UM DIA UM POLICIAL CIVIL LHE ATENDEU BEM NUM PLANTÃO POLICIAL. FALE BEM DA POLÍCIA CIVIL. ABRAÇOS.

  13. EXTRA! EXTRA! EXTRA!, NOVIDADE AÍ GALERA…….

    DESCONGELARAM A INSALUBRIDADE…….

    50 CONTO DE AUMENTO….. HEHEHEHEHEHE

    JÁ TA NO HOLERITH DA NET….

    SERIA POR CAUSA DA DATA-BASE….. RSRSRSRS

  14. LEIA!!!…PRINCIPALMENTE PORQUE NÃO É ESCRITO POR POLICIAL…

    Policial tem vida???…

    Qual a natureza jurídica do policial???…
    Ele tem direitos???…

    Nos últimos dias morreram dois policiais civis. Nos últimos 06 meses policiais militares que se interpuseram entre a sociedade e o tráfico de drogas na Zona Norte, foram assassinados…Os policiais que perseguiram o ladrão de bancos conhecido como Balengo foram, juntamente com seus familiares, ameaçados de morte. Na última sexta feira, o GARRA desencadeou uma ação para capturar os matadores de um dos policiais. Investigadores, escrivães, agentes, carcereiros e delegados, de férias, de folga, abriram mão da convivência da sua família para prender o assassino do colega…
    Nenhuma palavra dos direitos humanos, nota ridícula da Globo, que preferiu dar destaque à prisão dos chamados higlanders…Muitas pessoas ligaram na Bandeirantes reclamando que a polícia estava sendo abusiva, que a operação prejudicava o trânsito, que a operação atrapalhava suas vidas. A Record criticou o fato veladamente, ora batendo, ora soprando, mas não deixou de apresentar uma crítica ao GARRA…
    Quando o casal Nardoni foi investigado, por quase 30 dias o Brasil acompanhou uma novela. Ruas foram fechadas, inserções no horário nobre alterando o padrão Global, interditaram-se ruas, avenidas, IML, a delegacia trabalhou apenas nisso!!!…No caso da menina Eloá, foram 100 horas em que famílias não puderam retornar aos seus lares. Isso mesmo, foi necessária a interdição de vários apartamentos…
    No caso do seqüestro do menino Ives, do empresário Beltrão, Abílio Diniz, dos repórteres da TV Globo, do homicídio de Tim Lopes, a polícia trabalhou horas sem interrupção. Tenho amigos que não puderam nem ir para casa…Em todos esses casos não houve reclamação. Por isso pergunto: Policial é gente???…Policial é humano???…
    Tenho um filho e a esposa na polícia. Tenho incontáveis amigos que quero como irmãos na polícia. Tenho diversos amigos na polícia. Tudo isso me machuca, me ofende…
    No seu CPP de 2000 Nucci defendia que contra o policial sempre cabia prisão preventiva, posição retirada, mas nunca corrigida, pois nunca apresentou o policial como ser humano credor de direitos humanos. Em julgado recente, o STF, em pleno direito penal do autor, decidiu que o policial deve sempre ficar preso, pois sua missão é defender a sociedade e, quando age de forma diferente, deve permanecer preso. E o direito à presunção de inocência que concedeu ao padre pedófilo, cujo HC terminou por julgar inconstitucional a vedação de progressão de regime???…E o jornalista Pimenta das Neves???…O médico Farah que picotou sua vítima, E OS JUÍZES QUE VENDERAM SENTENÇAS E FORAM APOSENTADOS COM VENCIMENTOS INTEGRAIS, ou já se esqueceram de Vicente Leal???…Por tudo isso, pergunto: policial é gente???…Será que vem da sociedade???…
    Trabalhei muito tempo em hospital para saber que médico não cobra de médico, que engenheiro não cobra de engenheiro e, como advogado, não cobro de advogados. Não se trata de corporativismo, mas de companheirismo. Há um velho ditado que diz: “na hora da dificuldade o ser humano roga a Deus e clama pela polícia”. Passada a emergência, esquece-se de Deus e amaldiçoa a polícia. É verdade. A nossa imprensa pequena e comezinha ainda está presa a dogmas do jornalismo do século 19. A única norma constitucional que os jornalistas conhecem é a liberdade de expressão. Qualquer atividade, como a proibição da divulgação de grampos ilegais fere a liberdade de expressão, ainda que para exercê-la humilhem e massacrem pessoas que depois se descobre inocentes. Em Questão de Honra, Tom Cruise, um advogado militar, pergunta à sua colega por que ela se importava tanto com os sentinelas processados, a que ela responde: porque quando deito, durmo sossegada, sabendo que eles estão vigilantes e, que naquela noite nada vai me acontecer.
    Estou encaminhando este e-mail para três jornalistas que, no meu ponto de vista são cabeças pensantes e não mero vendedor de noticias. Nada contra os demais, nada a favor também. Enviarei também ao STF. Os senhores, adicionados à minha lista, de alguma forma mantêm relacionamento com a polícia, seja civil, seja militar. Alguns já são policiais. Ou nos manifestamos, ou seremos sempre (não sou policial, mas minha família é, assim me sinto ofendido por eles) cidadãos de segunda classe, como foram os negros por 400 anos.

  15. O papo é o seguinte, estado de greve e foda-se, já faz um bom tempo que estou encostado sem fazer nada, o governo finje que paga e eu finjo que trabalho, assim eu vou levando com a barriga.
    A Policia Civil pra mim virou BICO, nada mais que isso, o policial esperto estuda e tem outra profissão e leva a policia no banho maria, sem esquentar com nada.
    Se todo policial fizer como eu disse as coisas ficam mais faceis pra nós, é só levar a policia como se fosse um bico e tá tudo certo.

  16. 30/03/2011 – Estabelecida comissão que estudará reformas em DPs

    A Delegacia Geral de Polícia (DGP) criou um grupo de trabalho que realizará estudos sobre reformas nas delegacias do Estado. A comissão irá levantar quais unidades precisam das reformas, definir orçamentos e identificar as readaptações e readequações que serão feitas nos imóveis. Os dados serão levantados pelas Divisões de Administração dos departamentos territoriais.

    O grupo tem a função de fazer estudos técnicos preliminares para verificar a localização, funcionalidade, adequação, segurança e durabilidade dos imóveis. Além disso, deve também analisar a viabilidade de ampliações, alterações ou modificações na estrutura.

    Com as conclusões das pesquisas do grupo, serão elaboradas propostas para a construção de novas edificações ou locações de outros imóveis adequados às especificidades do uso policial. Já para as reformas, o grupo apresentará os critérios necessários. As propostas preliminares serão apresentadas no prazo de 45 dias.

    Composição

    Os nomes dos membros que formam o grupo foram publicados no Diário Oficial de sábado (26). O presidente é o diretor do Departamento de Administração e Planejamento (DAP) da Polícia Civil, Silvio Balangio Junior; o secretário será o delegado Marco Aurélio da Silva, da Divisão de Planejamento e Controle de Recursos Materiais (DPCRM).

    Os demais membros são os delegados das Divisões de Administração dos Departamentos de Polícia Judiciária da Capital (Decap), Macro São Paulo (Demarco) e Interior (Deinter).

    Fonte: SSP

  17. Engraçado, fala-se em banda podre em todos os lugares mas só se fala mal da Polícia Militar. Eu não tenho medo da unificação das polícias. Já viram divisão policial pelo mundo afora?
    Só aqui temos esta divisão e não funcionou.
    Sinto muito mas a melhoria das polícias só vai ocorrer quando acabar a corrupção. E, é fato, o secretário da segurança está fazendo seu trabalho. E a sociedade aplaude! Sinto muito a quem defende policiais corruptos – a instituição policial só tem a perder.
    A valorização também implica em melhoria. Diminuir a corrupção é um imperativo!!!!

    A sociedade paulista não depende da polícia civil; ao contrário, a sociedade exige da polícia civil que cumpra seu trabalho e o faça sem corrupção.

  18. Em resumo, só erra, quem trabalha, quem não faz nada na função poilicial, só deve mesmo é se preocupar em criticar aqueles, que queira ou não? é sempre a salvação, principalmente da classe dos menos favorecidos. O porque estes revoltados, não entre neste dignissimo Jornal FlitParalisante, e comclama, que seja feito uma pesquisa entre a população e divulgue neste ¨Blog¨os resultados, se a população está a favor do serviço do policial militar ou se estão a favor do serviço policial ( feito) pelo policial Civil. – Pedro Baiano73a. Mongaguá – SP

  19. EU trabalhei pra car…. nesta polícia , vivia respondendo PAs, sindicancias, Ap. Preliminares e cotas do MP(malcriadas), enfiei na cadeia e levei a condenação varios malas,fiz minha parte durante vinte e tres anos, vivia no fórum, faz dois anos e meio que me encostei, acabaram as piças na corregepol, não vou mais ao fórum, não respondo mais cotas a promotoria enfim paz total, o GOVERNO DE BOSTA finge q paga e eu finjo q trabalho e cuido da minha vida, a população não votou no CHUCHU então q se ……

  20. a propósito, ooooo CURIOSO, vai tomar no CU!!!!seu PM de bósta…….

  21. Prezado Sr. João Alkimin. Eu aprendi na via que quando a gente é atacado deve tomar conhecimento e poder revidar. A edição da revista Veja de 23/03/2011, na pagina 76 tras um pequeno artigo escrito pela jornalista Laura Diniz enaltecendo as ¨qualidades¨ do nosso digno Secretario de Segurança Pública no combate aos maus policiais (civis), porém, o que me chamou a atenção é que em dado parágrafo a profissional faz uma dura crítica a V.Sa. se referindo a sua pessoa como ¨um radialista ligado a banda podre da Polícia Civil¨. Tal comentário seria devido a V.Sa. ter publicado em seu blog os fatos sobre o Secretário ter-se encontrado com um repórter de um prestigiado jornal, em um shopping da capital, para tratar daquele assunto que estamos calejados de saber. Ora, a articulista foi infeliz no que disse sobre as ¨ligações¨ que V.Sa. poderia ter com a banda podre, haja vista, para quem o conhece, saber muito bem que quando é necessário tecer duras críticas á instituição o Sr. assim o faz. Banda podre? Parece que nestes negros tempos para a Polícia Civil a imprensa esquece que ela existe em todo lugar, até mesmo na própria imprensa.

  22. o que é interessante, para quem ler atentamente todos comentários deste JornalFlitparalisante, pode entender o linguajar de alguns comentaristas, de que pensando bem, ganha demais para aquilo que se comprometeu a fazer pela sociedade, pois é preciso fazer, para dizer que sabe fazer, quem nunca fez nada, nada sabe fazer. é bom se atualizar e comentar e escrever o que interessa, não só o corpo interno, como outros, que também acompanha esta fabulosa coluna (Flit) abraços Pedro Baiano73a – Mongaguá SP (11º DP), ( 27º DP) 35º (DP) ( 43º DP) e 47º (DP) de 1.958 a 1.970……

  23. UM CORVARDE E INCOMPETENTE DE PLANTÃO

    CERTO DIA UM INVESTIGADOR (VELHO E PRONTO PARA A POSENTAR) INQUIRIU A UM DELEGADO O SEGUINTE :

    —-> DOUTOR CHEGUEI A CONCLUSÃO QUE DENTRO DESSA INSTITUIÇÃO QUE PAGA SALÁRIOS TÃO RUINS SÓ HÁ DOIS TIPOS DE PESSOAS, OS MAL INTENCIONADOS E OS CORVARDES E INCOMPETENTES, PORÉM, EU GOSTARIA DE SABER ONDE O SENHOR SE ENCAIXA.

    —–> DEIXOU A MESMA PERGUNTA PARA OS NOBRES COLEGAS QUE AINDA COLABORAM COM AS ASSOCIAÇÕES.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Contato: dipol@flitparalisante.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s