STF reafirma que policiais civis e militares aposentados não recebem adicional de insalubridade 41

Enviado em 13/07/2011 as 8:26 – JOW

Jurisprudência confirmada

PM aposentado não recebe adicional de insalubridade

Por maioria, os ministros do Supremo Tribunal Federal reafirmaram, em recurso com repercussão geral, jurisprudência da Corte no sentido de que a extensão do adicional de insalubridade instituído pela Lei Complementar 432/1985, do estado de São Paulo, não é devida aos policiais militares inativos e pensionistas. O tema foi analisado no Recurso Extraordinário 642.682.

A Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado de São Paulo ajuizou o recurso sob alegação de que decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo afrontou o artigo 40, parágrafo 8º, da Constituição Federal. A entidade alegou que uma viúva pensionista não tinha direito ao adicional de insalubridade instituído pela Lei Complementar estadual. O adicional é pago mensalmente aos servidores ativos na base de 40% incidente sobre dois salários mínimos.

A viúva, residente na cidade de São Carlos (SP), afirma nunca ter recebido qualquer valor a título de adicional de insalubridade. Em ação ordinária proposta contra a Caixa Beneficente da Polícia Militar paulista, argumentou que, em razão das condições em que vive e de sua idade (63 anos), a pensão é sua única fonte de renda.

O ministro Cezar Peluso, para o qual o RE foi distribuído, afirmou que o Supremo possui jurisprudência firmada no sentido de que não cabe aos policiais militares inativos e pensionistas a extensão do adicional de insalubridade instituído pela Lei Complementar 432/1985. O relator citou os Agravos de Instrumento 493.401, 831.836, 825.444, 737.822, e os RE 253.340, 391.551, 627.720, 630.901, 633.693 e 538.560, julgados sobre o mesmo tema.

Assim, o Tribunal reconheceu a existência de repercussão geral da questão constitucional suscitada e, no mérito, reafirmou a jurisprudência dominante da Corte sobre a matéria, vencidos os ministros Marco Aurélio e Ayres Britto. Com informações da Assessoria de Imprensa do STF.

RE 642.682

http://www.conjur.com.br/2011-jul-13/pm-aposentado-sao-paulo-nao-direito-adicional-insalubridade

  1. Mas, quem recebeu desde sua instituição em 1985 não o teve incorporado? Não passou a fazer parte dos vencimentos? Quem tiver conhecimento a respeito, por favor, instrua a galera pois, além de não ter reajustes ainda ver seus vencimentos diminuídos é demais, até pq o goerno do estado qdo é para diminuir ele é rápido em acatar o que vem do STF. Obrigado a quem puder dar alguma luz ao tema.

  2. Enquanto ganharmos remuneração à custa de penduricalhos, adicionais disso daquilo, gratificações de merda, auxilios de bosta, essa palhaçada vai continuar. é conveniente ao governo, não pagar e depois ganhar com juizes que protegem a adm. PGTO POR SUBSIDIO E APOSENTADORIA ESPECIAL JÁ!! ENTENDERAM SINDICATOS DE MERDA, OU VAMOS TER QUE DESENHAR??

  3. Porque não reconhecem logo o nosso pagamento na forma de subsídio.
    Até quando…

  4. Sindicato dos Investigdores não serve pra nada, um bando de chupa-sangue, vendidos.

  5. SE ELA FOSSE MULHER DE TERRORISTA, JAMAIS O STF IRIA RECONHECER A ALEGAÇÃO DO GOVERNO DE SP.

  6. Pessoal, o caso foi julgado desfavorável, pois o-de cujus-,isto é o Policial Militar falecido, passou para a inatividade, antes de 1985, anteriormente, à entrada em vigor da Lei Complementar, que concede o benefício e manda incorporá-lo. Inclusive, ingressamos com Ação, visando a receber o atrasado, que veio atrasado, mas veio. Salvo outro e melhor entendimento, quem se aposentou após a vigência plena da LC, tá OK, quem se aposentou antes, está fora do benefício.

  7. é só consultar o site do STF, pesquisar pelo número, sem o RE n a frente e sem ponto e clicar,aí sim, no RE com o número acima,procurar em peças eletrônicas, o processo está todo ali. O melhor seria, como alguém bem lembrou acima, ganharmos na base dos subsídios, valor tal e os descontos, só isso sem mais nada, mas um bom bruto.

  8. ESTOU COM O XUXÚ DA CERCA.
    NOS POLICIAIS NÃO GANHAMOS UMA DO GOVÊRNO.
    CADA VEZ QUE INTENTAMOS ALGO QUE POSSA ALIVIAR NOSSO SUFOCO
    APARECE UMA JURISPRUDÊNCIA OU UMA COISA QUALQUER,E FUMO NO
    NOSSO “CACHIMBO”.ESTAMOS CHEIOS DE DIREITOS QUE QUANDO RECON-
    HECIDOS PELO STF,O GOVÊRNO ESTADUAL ESTÁ SE LIXANDO COM ISSO,E
    TOME FUMO NA “CABOCADA”,NÓS!EMPURRARAM-NOS GOELA ABAIXO OS 5%
    Á MAIS NO DESCONTO DA PREVIDÊNCIA QUE PASSOU Á 11%,QUANDO CREIO
    DEVERIA SER 0%.E O QUE ACONTECE?FUMO” NINÓIS”
    COMO JÁ ESTAMOS NOS ACOSTUMANDO Á ÊSSE RITUAL,E QUANDO TEMOS
    ALGUMA QUIRERA Á MAIS PRO MINGUADO SALARIO,A COISA SÓ SAI NO FOR-
    CEPS,NUNCA DE “PARTO NORMAL”.
    QUE SAUDADES DO GOVÊRNO MILITAR,QUANDO ERAMOS “ALGUÉM”,E RECON-
    HECIAM NOSSO VALOR.HOJE ESTAMOS MAIS PARA “TRAQUE”QUE PARA BOM-
    BINHA DE QUINHENTÃO.CÉST LA VIE!

  9. Isso acontece porque o governo desrespeita a lei… os policiais devem receber subsídio, como obriga a lei… nada de gratificações (gat), adicionais (ale), bônus, prêmios, etc… a federal recebe subsídio…

  10. NOTA-SE MAIS UMA VÊZ QUE A JUSTIÇA OLHA PARA OS QUE A PROCURAM, E DE ACORDO COM QUEM VÊ À SUA FRENTE, JULGA. NÃO OBRIGA O GOVERNO, SEJA ELE QUAL ESFERA FOR, A PAGAR SEUS “FUNCIONÁRIOS” NA FORMA DA LEI, MAIS PARA ARRANCAR QUALQUER VANTAGEM DESTES MESMOS, GERALMENTE A FOVOR DO ESTADO, ESFREGA LEIS, DECRETOS, ACORDÃOS, SÚMULAS E MAIS O QUE PUDER PARA JUSTIFICAR SEUS PARECERES. QUE VERGONHA DE SER BRASILEIRO. BALA NELES!!!!!!!!!!!!

  11. FICO OBSERVANDO OS COMANTÁRIOS AQUI E NA REPARTIÇÃO ONDE TRABALHO, TODOS OPERACIONAIS ESTÃO REVOLTADOS, MAS QUASE TODOS TRABALHAM NORMALMENTE E ACREDITAM QUE O GOVERNADOR NÃO IRÁ REPOR OS SALÁRIOS COMO É O DESEJO DA MAIORIA. É CURIOSA ESSA SITUAÇÃO, POIS OBSERVO QUE SÃO POUCOS QUE ESTÃO DISPOSTOS A REALIZAR UMA GREVE, NÃO SEI PORQUE ESTÃO DESCONTENTES MAS ESTÃO CONTENTES!!! SERÍA ALGUM MILAGRE DA MULTIPLICAÇÃO? OU SERÍA MEDO? OU SERÍA PREGUIÇA? OU SERÍA DESCONFORTÁVEL PARTICIPAR ATIVAMENTE? EU SINCERAMENTE NÃO CONSIGO DESVENDAR ESSE GRANDE MISTÉRIO MESMO EU SENDO UM POLICIAL COM TIROCÍNIO INVESTIGATIVO AGUÇADO…..DEVE SER MESMO UM FENOMENO SOBRENATURAL…..NÃO É POSSÍVEL ALGUÉM TRABALHAR DURAMENTE COLOCANDO EM RISCO SEU BEM MAIOR QUE É A VIDA EM TROCA DE UMA MIGALHA DE SALÁRIO E NÃO TER CORAGEM DE DIZER “BASTA EU VOU LUTAR COM UNHAS E DENTES”! SINCERAMENTE NÃO CONSIGO ENTENDER A CLASSE POLICIAL CIVIL E MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO!!!

  12. Isso vem da forma de remuneração desvaforável que o governo remunera o seus funcionários. O sálario “base” é uma vergonha, o restante são penduricalhos.
    Por fim o STF julgou certo, insalubridade é salário condição, depende de uma condição(trabalhar em condição insalubre), ao término da condição (ao se aponsentar), o trabalhador não faz mais jus. O governo sabia disso desde o momento que “implantou” esse “benefício”.

  13. CARÁTER PERMANENTE e ISONOMIA DE VENCIMENTOS
    Fica assegurado o Adicional de Insalubridade ao Policial que se encontrava no serviço ativo, em 19 de dezembro de 1.985, até a eternidade, agora o que passou para a inatividade antes desta data, conforme STF não terá direito.
    Determina a Lei Complementar n.º 432, de 18 de dezembro de 1.985, o seguinte:
    Art. 1o. – Aos funcionários públicos e servidores civis e das autarquias do Estado, será concedido adicional de insalubridade, pelo exercício em caráter permanente em unidades ou atividades consideradas insalubres;
    Art. 3o. O Adicional de Insalubridade será pago ao funcionário ou servidores de acordo com a classificação nos graus máximo, médio e mínimo, em percentual de 40% (quarenta por cento) e 10% (dez por cento), que incidirão sobre o valor correspondente a dois (dois) salários mínimos.
    Não custa esclarecer, que o direito ao recebimento do adicional de insalubridade foi definitivamente regulado em 14 de julho de 1.986, pelo Decreto Lei n.º 25.492, que retroagiu seus efeitos ao dia 19 de dezembro de 1.985
    DO DIREITO
    Determina o artigo 39, parágrafo 1o., da Constitucional Federal, de 05 de outubro de 1.988, o seguinte:
    “a lei assegurará, aos servidores da Administração direta, isonomia de vencimentos para cargos de atribuições iguais ou assemelhados do mesmo Poder ou entre servidores dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, ressalvadas as vantagens de caráter individual e as relativas à natureza ou ao local de trabalho”.

  14. ) do respectivo valor para cada mês em que, no período dos 60 (sessenta) meses imediatamente anteriores à aposentadoria, o funcionário ou servidor tenha estado em exercício nas condições referidas no artigo 1º, com a percepção do mencionado adicional.

    Artigo 7º — O adicional de insalubridade que trata esta lei complementar será concedido ao funcionário ou servidor somente enquanto perdurar o exercício em unidades ou atividades insalubres, devendo cessar a concessão se constatada, mediante laudo técnico, a eliminação de insalubridade

  15. Artigo 6º — No cálculo dos proventos será computado o adicional de insalubridade a que fizer jus o funcionário ou servidor no momento da aposentadoria, na base de 1/60 (um sessenta avos) do respectivo valor para cada mês em que, no período dos 60 (sessenta) meses imediatamente anteriores à aposentadoria, o funcionário ou servidor tenha estado em exercício nas condições referidas no artigo 1º, com a percepção do mencionado adicional

  16. os artigos acima colocados(no primeiro post o art. 6.o, saiu truncado, por isso foi repetido logo a seguir),foram extraídos da LC 432/85, nãoo constando qualquer decisão do Supremo, que a declare inconstitucional ou coisa assim.

  17. Tá bom… Lá se vão 26 anos, vocês acham que existe tanta gente ou pensionista vivo que se aposentou em 85. Se tiver passem a receita. Quero chegar lá.

  18. PERNA DE PAU :Tá bom… Lá se vão 26 anos, vocês acham que existe tanta gente ou pensionista vivo que se aposentou em 85. Se tiver passem a receita. Quero chegar lá.

    quem se aposentou,em 1985 ou nos anos anteriores, antes da vigência aa Lei, não vão receber. Quem se aposentou no dia de hoje e aqueles que se aposentaram depois da entrada da lei em vigor, vão receber normalmente. Está claro?

  19. Os Departamentos Jurídicos, através de seus Procuradores, ingressaram com várias ações onde uma delas é o ADICIONAL DE INSALUBRIDADE
    Incorporação do benefício do Adicional de Insalubridade (LC nº 432/85), bem como o pagamento dos atrasados aos Policiais Civis e Militares que ainda não estão recebendo a referida vantagem.
    Obs. Só não recebem ainda os anteriores a lei.

  20. Tá claro desde o começo JOÃO VICENTE, só falei que lá se vão 26 anos, e queria a receita da longevidade. Aqueles tempos eram outros, os policiais viviam mais e melhor. Valeu..

  21. Aumento Salarial da segurança pública de SP, é cabeça de BACALHAU.

  22. O mais engraçado desta decisão que favorece o Estado de SP é que esta tem aplicação rápida e plena e não dá e não há margens para interpretações divergentes, é o bondoso de STF em ação para o bem o governador, já quando a decisão é favorável ao funcionalismo as decisões do STF sempre dão margem às várias e várias interpretações, sempre são obscuras cheias de termos arcaicos, rebuscados, um verdadeiro festival de rococós, que fogem ao entendimento do brasileiro médio, a ponto do Estado e a sua PGE não cumprirem phorra nenhuma e ninguém ir para a cadeia por conta do não cumprimento destas decisões.
    Estas decisões NUNCA têm aplicação rápida e muito menos aplicação prática, e não dá phorra nenhuma para o governador que descumpre tais decisões.
    É o mesmo caso da proibição da utilização do salário mínimo como referência para o adicional de insalubridade a CF é 88 então, está não recepcionou um lei estadual de 85 e estamos em 2011, são 23 anos de “engano” contra o funcionalismo, e na decisão favorável para nós é 2009, mesma decisão que informava a proibição do congelamento, até que os FDPs editassem uma lei que iria apontar o novo indicador, o que até hoje não fizeram, congelaram de modo ilegal, não pagaram os atrasos e até hoje governo do Estado não fez phorra para cumprir a decisão do STF, e o STF o que faz? ABSOLUTAMENTE NADA, NÃO MELHOR PRATICAM O CRIME AMBIENTAL DE UTILIZAR PAPEL PARA IMPRIMIR AS SUAS DECISÕES INUTÉIS QUE OS GOVERNADORES PELO BRASIL AFORA NÃO CUMPREM, esse é o papel triste do STF, um tribunal político e politiqueiro.

  23. PERNA DE PAU :Tá claro desde o começo JOÃO VICENTE, só falei que lá se vão 26 anos, e queria a receita da longevidade. Aqueles tempos eram outros, os policiais viviam mais e melhor. Valeu..

    Tempo bom que se foi rapidamente, um sonho que deu lugar ao pesadelo que vivemos, desde então.

  24. PERNA DE PAU :Tá claro desde o começo JOÃO VICENTE, só falei que lá se vão 26 anos, e queria a receita da longevidade. Aqueles tempos eram outros, os policiais viviam mais e melhor. Valeu..

    Tempo bom, que passou rapidamente, parecia um sonho que,desde então, deu lugar ao pesadelo em que vivemos.

  25. Joao Vicente :

    PERNA DE PAU :Tá bom… Lá se vão 26 anos, vocês acham que existe tanta gente ou pensionista vivo que se aposentou em 85. Se tiver passem a receita. Quero chegar lá.

    quem se aposentou,em 1985 ou nos anos anteriores, antes da vigência aa Lei, não vão receber. Quem se aposentou no dia de hoje e aqSenhores imaginem o exemplo um rapaz entrou na força pública ou guarda civil com 19 anos puxou 30 anos de ponta a ponta, entro praça e saiu praça, temos então que este se aposentou aos 49 anos e a diferença de 26 anos nos dá a soma de 75 (setenta e cinco) anos, que seria a idade do cara este teria nascido em 1936, não é muito longe da idade da maioria dos caquéticos cardeais que estão saindo na expulsaria desta falida PC.
    E tem alguns destes inúteis esfregando as mãos na espera da votação no senado de um projeto que passa a aposentadoria expulsaria para 75 (setenta e cindo) anos, teve até recentemente um “TIRA”-nossauro que tentou aplicar este migué no judiciário o cara queria ficar até os 75 anos, ainda bem que não teve o seu pleito atendido e teve que sair fora.Senhores questão é a seguinte imaginem o exemplo um rapaz entrou na força pública ou guarda civil
    ueles que se aposentaram depois da entrada da lei em vigor, vão receber normalmente. Está claro?

  26. Senhores imaginem o exemplo um rapaz entrou na força pública ou guarda civil com 19 anos puxou 30 anos de ponta a ponta, entro praça e saiu praça, temos então que este se aposentou aos 49 anos e a diferença de 26 anos nos dá a soma de 75 (setenta e cinco) anos, que seria a idade do cara este teria nascido em 1936, não é muito longe da idade da maioria dos caquéticos cardeais que estão saindo na expulsaria desta falida PC.
    E tem alguns destes inúteis esfregando as mãos na espera da votação no senado de um projeto que passa a aposentadoria expulsaria para 75 (setenta e cindo) anos, teve até recentemente um “TIRA”-nossauro que tentou aplicar este migué no judiciário o cara queria ficar até os 75 anos, ainda bem que não teve o seu pleito atendido e teve que sair fora.Senhores questão é a seguinte imaginem o exemplo um rapaz entrou na força pública ou guarda civil

  27. ainda sobre o caso abaixo o fundamento da sentença do Juizo de Primeira Instância, vejam que ele faz referência aos aposentados após a vigência da lei, como beneficiários dela:
    INATIVO – Complementação de proventos – Adicional de insalubridade –
    Lei n’ 432/85 – Descabimento – Verba de caráter vinculado (propter laborem) – Concessão ao
    servidores da administração e autarquias que atuem em unidades consideradas insalubres – A LC
    432, de 18.12.85, exige laudo para a cessação ou eliminação da insalubridade (art. 7°), e a LC n .
    835, de 04.11.97, exige laudo para a própria produção de efeitos pecuniários (art. 3°_A) – O
    Decreto n. 25.492, de 14.07.86, exige análise das condições insalubres pela seção de higiene e
    segurança do trabalho, com homologação de laude pela Secretaria de Relações do Trabalho, com
    base nos quais poderiam as Secretarias de Estado elaborar relação nominal dos funcionários na
    situação excepcional – Caráter geral outorgado por ato administrativo da própria Polícia Militar,
    buscando considerar insalubre toda sua atividade não tem força vinculante – Indemonstrado o
    trabalho insalubre, eis que as aposentadorias ocorreram antes da LC 432/85 – Descabe o direito à
    percepção do beneficio – A aplicabilidade envolve servidores na ativa com prova de trabalho
    insalubre, bem como aposentados nessas condições – Inaplicabilídade do artigo 40, § 8′, da
    Constituição Federal – Sentença de procedência – Apelação provida. (Apelação Cível n. 166.939-
    2

  28. a setença do Juiz que foi parar no Supremo, que os Desembargadores, nem se estenderam no Acórdão, que se limitou a dizer que se mantinha a setença, pela própria fundamentação. Quem se aposentou antes da lei, pode se preocupar, caso tenha alguma ação em andamento.Quem se aposentou depois, pode dormir tranquilo.

  29. RUI BARBOSA DISSE TUDO…!

    De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto. (Senado Federal, RJ. Obras Completas, Rui Barbosa. v. 41, t. 3, 1914, p. 86)

  30. é isso que dá votar nessa quadrilha chamda psdb. nas próximas eleições votos nulos, pra que o politico mais votado tenha uns 300 votos, garanto que assim eles vão parar pra pensar. não adianta trocar as moscas pois a merda sera sempre a mesma.

  31. Eu so queria saber, se estes Ministros promovidos pelo Poder Executivo, se eles ler a C.F. ou se apenas guarda ela, uma vez que, se o Poder Executivo dá aumento aos seus funcionários, e inclui a Insalubridade ou ainda a Periculosidade, se os Mins. tem conhecimento de que o Poder Judiciário paga ou não a Insalubridade aos seus funcionários aposentados, é de rir, o Cidadão ingressa como funcionário público, trabalha em serviço insalubre, após aposentar-se cumprindo o contrato com o Estado, começa a vir as doenças adquiridas durante a função, é agora julgados por estes estes senhores de perder os direitos liquidos e certo, que são assegurados constitucionalmente, é de chegar ao conhecimento dos julgadores do Tribunal de ¨Haia¨ para mostrar quem é quem e quem quer o quê? em conhecimento constitucional, por isto é preciso fazer para dizer que sabe fazer. quem nunca fez nada, nada sabe fazer. analize???Pedro Baiano- Cícero Dantas-Ba. em trânsito pt

  32. é lamentável companheiros, mas enquanto prevalecer em nossa categoria a divergência no que se refere a elegermos representantes para o Senado, Câmara, Assembléias e mesmo
    câmaras municipais, visto que nas eleições surgem candidatos oportunistas sem conotação e tiram votos daqueles engajados e não elegemos ninguém com origem na própria classe e os que são eleitos tem seus colégios eleitorais em outros setores da sociedade e não empenham-se para defender dentro da legalidade nossas reivindicações, ficamos a mercê de políticos que odeiam a classe policial. um tribunal, onde magistrados são indicados pelo governo e quantos restam do regime chamado “militar”…, hora senhores e senhoras acordem para a realidade, enquanto estivermos divididos politicamente com enxurrada de candidatos oportunistas sem caráter classista, ficaremos sempre na berlinda e nenhuma PEC, será aprovada, indenizações pós regime “MILITAR”, jamais serão aprovadas, pois muitos policiais também sofreram com o regime dito de “exceção”, e hoje inativos sofrem os refléxos na saúde, principalmente mental, mas não recebem a dita pensão de ex-militante das células ditas terroristas, mas que não passavam de oportunistas e investiram e agora recebem os louros. Companheiros, nós podemos eleger Senador próprio, Deputados Federais, Estaduais, pois somos um grande contingente, o que é preciso é que as entidades de classe não lancem oportunistas e apadrinhados e que rexassem as candidaturas inócuas, aí então lá por 2015, poderemos ver uma luz, e teremos que nos defenda no congresso contra tais atos togados.

  33. Bom Dia!

    Senhoras e Senhores.

    Num País onde mulher de preso recebe em média de R$ 800,00 mensais pelo fato do esposo, amásio ou companheiro, estar confinado, preso e condenado por ter agido em desacordo com o que preceitua a Legislação Vigente e, nunca ter sido comprovado ocupação lícita ou ter contribuído para isto, e mais, Pensionistas de Políticos, Oficiais da PM e Membros dos Poderes, que muitas vezes, nem vínculo de consangüinidade possuir, suas filhas terem filhos e viverem na clandestinidade com seus companheiros e receberem altíssimas pensões e rendimentos e, famílias de vítimas de assaltos, onde seus genitores falecem, e nunca terem recebido qualquer ajuda do Governo, vocês esperam o que?

    Benevolências e esmolas?

    Acordem!

    Caronte.

  34. ESTOU MUITO PREOCUPADO COM A DECISÃO DO STJ,POIS EU ME APOSENTEI EM 2010, ALGUEM SABE DIZER SE REALMENTE S PERDEREI O DIREITO AO ADICIONAL DE INSALUBRIDADE.

  35. esta decisao de nao pagar o adicional de insalubridade, e só para os reformados e pencionistas, pois na verdade quando na ativa, perderam o seu direito, ou melhor, durmiram no ponto, enquanto ativos eles tinham a lei ao lado deles, mas nunca acionaram a justiça, agora é tarde, infelizmente, a grande verdade é esta, se voce ainda esta a desenpenhar o seu cargo, procure imediatamente entrar na justiça enquanto estiver na ativa pedindo que seja inplantado o adicional, pois depois, adeusssssssssssss.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou fora do contexto serão excluídos...Contato: dipol@flitparalisante.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s