A Polícia Militar não faz prevenção, a Polícia Civil não faz investigação, Poder Judiciário não responsabiliza o Poder Executivo ; todos culpam AS VÍTIMAS 14

23/01/2012

 

Veja as ruas mais perigosas para estacionar seu veículo

Léo Arcoverde e Fabio Leite do Agora

 

Parar o carro ou a moto em ruas com muitos veículos estacionados e perto de shoppings, hospitais e faculdades merece atenção redobrada.

É o que revela ranking das dez ruas com maiores índices de furtos de veículos em 2011 –feito pelo Agora com base em dados do Infocrim, sistema usado pelas polícias para mapear crimes.

A rua mais perigosa para estacionar o carro na capital é a Loefgreen, perto do shopping Santa Cruz e do Hospital São Paulo, na Vila Clementino (zona sul).

Lá, a cada cinco dias um veículo é furtado. Foram 72 em 2011.

Das dez ruas do ranking, oito ficam em bairros da zona oeste.

Resposta

A Polícia Militar disse ter realizado, em 2011, 1.956 prisões em flagrante de suspeitos de furto de veículos na capital. Segundo a PM, 40% do total de carros e motos furtados ou roubados na cidade foram recuperados. ( FORAM ABANDONADOS PELOS LADRÕES )  

A PM afirmou que orienta o policiamento com base em informações obtidas a partir do mapeamento dos locais e dos horários de maior incidência de cada tipo de crime.

O delegado-geral de São Paulo, Marcos Carneiro Lima, disse que a Polícia Civil também usa o mapeamento dos crimes no trabalho de investigação. Segundo ele, neste ano, departamentos da polícia terão “como prioridade o roubo ao comércio, à residência e o roubo e furto de veículos.” Lima também diz que há forte atuação no combate à receptação de peças.

Para as polícias, a cautela do motorista também é essencial na prevenção desses crimes. ( MELHOR NÃO COMPRAR VEÍCULO )

—————————————–

A Polícia Militar não faz prevenção,  a Polícia Civil não faz investigação e o Poder Judiciário não responsabiliza o Poder Executivo…

Das estatísticas criminais mensais se vê configurada uma grave omissão, permanente e reiterada, por parte do Estado de São Paulo, por intermédio de suas corporações policiais, notadamente por parte da polícia militar, em prestar o adequado serviço de policiamento ostensivo, nos locais notoriamente passíveis de práticas criminosas violentas.

A PM chega sempre depois; a Polícia Civil – ainda que tivesse vontade de trabalhar ( a maioria não quer fazer nada por várias razões) – nem sequer – em muitas Delegacias; em muitas localidades –  tem como chegar aos locais de crime, salvo para a olhada  burocratica no defunto.

O Estado oferece um mero BO; agora pela Internet.

Quanto maior a distãncia da vítima melhor!

Em razão disso o cidadão tem o direito de exigir do Estado, o qual não poderia se furtar das conseqüências que resultariam do cumprimento do seu dever constitucional de prover segurança pública, a contraprestação da falta desse serviço.

Ressalte-se que os milhares de situações configuradoras de falta de serviço – demonstradas pelas próprias estatísticas oficiais – devem acarretar a responsabilidade civil objetiva do Poder Público, considerado o dever de prestação pelo Estado, a necessária existência de causa e efeito, ou seja, a omissão administrativa e o dano sofrido pela vítima, e que, no caso, estariam presentes todos os elementos que compõem a estrutura dessa responsabilidade.

E o Poder Judiciário de São Paulo deveria começar a aplicar a CF de 1988, ou será que ainda não descobriram que segurança pública é dever do Estado; não do cidadão?

Será que não descobriram que segurança pública é um serviço policial, predominantemente realizado a céu aberto, ou seja, nas ruas; que segurança pública nada tem com a aplicação, por parte dos magistrados,  dos códigos penal e de processo penal?

Segurança pública é não deixar acontecer; se acontecer levar o criminoso para que seja julgado; se eventualmente condenado  fazer com que cumpra a pena conforme a lei determinar.

E que só há uma forma de o Poder Judiciário zelar da segurança pública: obrigar o Executivo a prestar bons serviços policiais ( penitenciários, inclusive )  sob pena de responsabilização civil, penal e administrativa.

De nada adianta o Poder Judiciário ser rigoroso com os eventuais criminosos identificados pela Polícia se deixa de responsabilizar o Executivo pelas centenas de milhares de crimes não prevenidos  pela PM e subsequentemente não esclarecidos pela PC.

Com efeito, nos Tribunais brasileiros os particulares são condenados ao pagamento de indenização por ausência de segurança dentro de seus estabelecimentos, contudo o mesmo não ocorre em relação ao Estado em situações semelhantes; especialmente no tocante à responsabilidade civil do Estado por omissão.

Qual o argumento jurídico para tal contradição?

  1. A CULPA É DO PODER POLÍTICO…
    PSDB HÁ MUITOS ANOS NO PODER SEM UM PLANO DE SEGURANÇA PÚBLICA
    TAPANDO O SOL COM A PENEIRA
    ENTRA UM SAI OUTRO TUDO A MESMA .MER…
    SE FOSSE NUM PAÍS SÉRIO JÁ TINHA RESPONSABILIZADO OS GOVERNADORES, OS SECRETÁRIOS RESPONSÁVEIS POR ESSA ZONA TODOS ESSES ANOS.

  2. Sou novato, então posso estar errado, Mas o que eu vejo é que a Civil perdeu boa parte do interesse na atividade-fim (investigação), a qual foi usurpada pela PM através do P2. Ficamos com grupos operacionais deficientes, cartórios congestionados e acabamos como arquivadores de BO. A PM por sua vez também perdeu o interesse em sua finalidade (policiamento preventivo), e hoje está mais preocupada em fazer qualificação e tirar fotinho da cara dos malas (A PM está construindo um banco de dados próprio, afinal…) e “trabalhar” os malas da biqueira, do 180, etc. Às vezes acho que policiamento preventivo de verdade já não existe mais, é tudo fachada em bairros e locais públicos que interessam mais eleitoralmente. PM tá mandando os fardados pra onde o P2 tá rachando os malas, isso sim.

  3. Esqueceu do mais importante: o legislativo!!
    Do que adianta a policia prender se a lei manda soltar. Ainda mais agora com essa nova lei que beneficia a pessoa que cometer o crime de furto simples. Basta ser réu primário e pronto; responde em liberdade.
    Aí não tem polícia que de jeito!!!

  4. Esse caos é resultado da total subversão de valores, oriunda da pusilaminidade do governador atual, que perdeu o controle do Estado, preocupado apenas com as futuras campanhas políticas para a prefeitura, governo estadual e presidencial. O banana narigudo deixou o comando do estado nas mãos de um coroné aposentado, que acumula salários de marajá ( ex- oficial da PM ) com os de Secretário da (in)Segurança Pública. Esse déspota assumiu a pasta da SSP/SP, com o calro objetivo de exaurir de todas as formas, com o poder de polícia da PC, tentando usurpar suas funções e repassá-las à sua adorada PM. Ocorre que como todo imbecil, não mediu as consequências de seu ato insano. A Polícia Militar não foi feita, nem treinada, tão pouco capacitada, para investigar. A maioria das prisôes por eles efetuadas, tecnicamente e no rigor das leis, são forçadas, ilegais até. Flagrantes de tráfico forjados; confissões obtidas sob pressão ( tortura ); vítimas sendo pressionadas, até mesmo dentro de Delegacias, a reconhecerem suspeitos que jamais viram na vida, só para aumentar as estatísticas. Chegou-se ao cúmulo do absurdo, premiando os PMs com folgas, em caso de prisões em flagrante delito. Percebam o contra-senso: o PM que deveria ser premiado por DIMINUIR a criminalidade, é premiado justamente se conseguir prender mais gente, ou seja, ele torce para haver mais crimes e consequentemente, tenha mais criminosos nas ruas, para que prenda um ou outro e se beneficie, ganhando folgas. Delegados graduados e oficiais da PM, são donos de empresas de segurança. Os caras ganham do estado e trocem para que o serviço que prestam à população fracasse, porque assim o povo vai pagar-lhes duas vêzes, através dos impostos e contratando sua empresa de segurança privada. Todo mundo sabe disso, mas finge que não sabe. O Judiciário só está preocupado em aumentar suas mordomias, manter seus privilégios e buscar a contrapartida em pecúnica com o Poder Executivo.
    O povo ? Ora o povo. Esse só sabe espernear e ofender os funcionários públicos do baixo cléro. Agridem enfermeiras e médicos do serviço público pela demora no atendimento, sem saber que tais profissionais não possuem as mínimas condições de trabalho, faltando recursos humanos, materiais e até condição psicológica para exercerem suas atividades. Reclamam, ofendem e agridem professores de escolas públicas, que não têm culpa por serem mal preparados, péssimamente formados e por terem que trabalhar sem o mínimo acompanhamento pedagógico.
    Na polícia, ainda, não batem. Saem reclamando de tudo, com razão pelo prejuízo e humilhação causadas pela ação dos meliantes, mas sem a mínima condição de discernir sobre o porque da polícia “não prestar para nada”. A maioria diz sentir saudades da ditadura militar, querem que a “puliça” baixe o cacete nos vagabundos e mate todos os ladrões, desde que não seja um parente seu, ou aquele amigão de infância que é bom filho, bom pai, só rouba uns carrinhos, trafica uns papelotes, porque não teve oportunidades na vida.
    E assim caminha a mediocridade. Ninguém se preocupa em estudar, avaliar as causas e TRABALHAR para melhorar o que está ruim. O negócio agora é fechar, fazer via internet, criar Delegacias Participativas, colocar máquinas de auto-atendimento nos Plantões Policiais, comprar tablets nas viaturas da PM, mesmo que a maioria dos soldados nem saiba escrever corretamente.
    Vivemos uma era do imediatismo absoluto, da absoluta falta de comprometimento com os sentimentos humanos. Faça agora o que for melhor para você, amamnhã, quando restar provado que aquilo foi inócuo, errado mesmo, você já estará eleito para outro cargo e o problema será do seu sucessor.
    A puliça invade a cracolândia para prender “traficantes”, onde todos sabem que só existem usuários, mais mortos do que vivos.
    A puliça está matando “invasores de terra” no Pinheirinho, para defender a massa falida de um tal Nagi Nahas, que se auto-proclama proprietário daquelas terras.
    A puliça não deve pensar, deve apenas colocar capacetes, sobres os cabrestos e atender às ordens superiores.

  5. “Lima também diz que há forte atuação no combate à receptação de peças”. Tá brincando né!? Quantas operações de combate à receptação de peças foram realizadas em 2011? Será que ele sabe onde fica a rua General Osório, Av. do Cursino, Rio das Pedras, Ricardo Jafet? Será que ele sabe onde ficam e o que ocorre por lá? A única operação que ocorre nesses locais de conhecida reputação de comércio de peças roubadas é a OPERAÇÃO RECOLHA… DIVECAR e DP’s que o digam. Culpa da prefeitura também, pois muitas dessas “boquetas” nem sequer alvarás possuem. E o Kassab preocupado em fechar puteiro….kkkk….Ô raiva de mulher…kkkk…Aliás, quantas saunas gays ele já fechou?

  6. Perdeu o interesse, mas uma hora dessas ela encontra… Dizem que melhoraria com salarios dignos e condicoes decentes de trabalho…. De repente o interesse ta só caido atras da geladeira ou embaixo de algum armario… vai saber…

    Seth Vader :
    Sou novato, então posso estar errado, Mas o que eu vejo é que a Civil perdeu boa parte do interesse na atividade-fim (investigação), a qual foi usurpada pela PM através do P2. Ficamos com grupos operacionais deficientes, cartórios congestionados e acabamos como arquivadores de BO. A PM por sua vez também perdeu o interesse em sua finalidade (policiamento preventivo), e hoje está mais preocupada em fazer qualificação e tirar fotinho da cara dos malas (A PM está construindo um banco de dados próprio, afinal…) e “trabalhar” os malas da biqueira, do 180, etc. Às vezes acho que policiamento preventivo de verdade já não existe mais, é tudo fachada em bairros e locais públicos que interessam mais eleitoralmente. PM tá mandando os fardados pra onde o P2 tá rachando os malas, isso sim.

  7. Falôtudo… Resumidamente é isso ai…

    TIRANGUEIRO :
    Esse caos é resultado da total subversão de valores, oriunda da pusilaminidade do governador atual, que perdeu o controle do Estado, preocupado apenas com as futuras campanhas políticas para a prefeitura, governo estadual e presidencial. O banana narigudo deixou o comando do estado nas mãos de um coroné aposentado, que acumula salários de marajá ( ex- oficial da PM ) com os de Secretário da (in)Segurança Pública. Esse déspota assumiu a pasta da SSP/SP, com o calro objetivo de exaurir de todas as formas, com o poder de polícia da PC, tentando usurpar suas funções e repassá-las à sua adorada PM. Ocorre que como todo imbecil, não mediu as consequências de seu ato insano. A Polícia Militar não foi feita, nem treinada, tão pouco capacitada, para investigar. A maioria das prisôes por eles efetuadas, tecnicamente e no rigor das leis, são forçadas, ilegais até. Flagrantes de tráfico forjados; confissões obtidas sob pressão ( tortura ); vítimas sendo pressionadas, até mesmo dentro de Delegacias, a reconhecerem suspeitos que jamais viram na vida, só para aumentar as estatísticas. Chegou-se ao cúmulo do absurdo, premiando os PMs com folgas, em caso de prisões em flagrante delito. Percebam o contra-senso: o PM que deveria ser premiado por DIMINUIR a criminalidade, é premiado justamente se conseguir prender mais gente, ou seja, ele torce para haver mais crimes e consequentemente, tenha mais criminosos nas ruas, para que prenda um ou outro e se beneficie, ganhando folgas. Delegados graduados e oficiais da PM, são donos de empresas de segurança. Os caras ganham do estado e trocem para que o serviço que prestam à população fracasse, porque assim o povo vai pagar-lhes duas vêzes, através dos impostos e contratando sua empresa de segurança privada. Todo mundo sabe disso, mas finge que não sabe. O Judiciário só está preocupado em aumentar suas mordomias, manter seus privilégios e buscar a contrapartida em pecúnica com o Poder Executivo.
    O povo ? Ora o povo. Esse só sabe espernear e ofender os funcionários públicos do baixo cléro. Agridem enfermeiras e médicos do serviço público pela demora no atendimento, sem saber que tais profissionais não possuem as mínimas condições de trabalho, faltando recursos humanos, materiais e até condição psicológica para exercerem suas atividades. Reclamam, ofendem e agridem professores de escolas públicas, que não têm culpa por serem mal preparados, péssimamente formados e por terem que trabalhar sem o mínimo acompanhamento pedagógico.
    Na polícia, ainda, não batem. Saem reclamando de tudo, com razão pelo prejuízo e humilhação causadas pela ação dos meliantes, mas sem a mínima condição de discernir sobre o porque da polícia “não prestar para nada”. A maioria diz sentir saudades da ditadura militar, querem que a “puliça” baixe o cacete nos vagabundos e mate todos os ladrões, desde que não seja um parente seu, ou aquele amigão de infância que é bom filho, bom pai, só rouba uns carrinhos, trafica uns papelotes, porque não teve oportunidades na vida.
    E assim caminha a mediocridade. Ninguém se preocupa em estudar, avaliar as causas e TRABALHAR para melhorar o que está ruim. O negócio agora é fechar, fazer via internet, criar Delegacias Participativas, colocar máquinas de auto-atendimento nos Plantões Policiais, comprar tablets nas viaturas da PM, mesmo que a maioria dos soldados nem saiba escrever corretamente.
    Vivemos uma era do imediatismo absoluto, da absoluta falta de comprometimento com os sentimentos humanos. Faça agora o que for melhor para você, amamnhã, quando restar provado que aquilo foi inócuo, errado mesmo, você já estará eleito para outro cargo e o problema será do seu sucessor.
    A puliça invade a cracolândia para prender “traficantes”, onde todos sabem que só existem usuários, mais mortos do que vivos.
    A puliça está matando “invasores de terra” no Pinheirinho, para defender a massa falida de um tal Nagi Nahas, que se auto-proclama proprietário daquelas terras.
    A puliça não deve pensar, deve apenas colocar capacetes, sobres os cabrestos e atender às ordens superiores.

  8. TIRANGUEIRO :
    Esse caos é resultado da total subversão de valores, oriunda da pusilaminidade do governador atual, que perdeu o controle do Estado, preocupado apenas com as futuras campanhas políticas para a prefeitura, governo estadual e presidencial. O banana narigudo deixou o comando do estado nas mãos de um coroné aposentado, que acumula salários de marajá ( ex- oficial da PM ) com os de Secretário da (in)Segurança Pública. Esse déspota assumiu a pasta da SSP/SP, com o calro objetivo de exaurir de todas as formas, com o poder de polícia da PC, tentando usurpar suas funções e repassá-las à sua adorada PM. Ocorre que como todo imbecil, não mediu as consequências de seu ato insano. A Polícia Militar não foi feita, nem treinada, tão pouco capacitada, para investigar. A maioria das prisôes por eles efetuadas, tecnicamente e no rigor das leis, são forçadas, ilegais até. Flagrantes de tráfico forjados; confissões obtidas sob pressão ( tortura ); vítimas sendo pressionadas, até mesmo dentro de Delegacias, a reconhecerem suspeitos que jamais viram na vida, só para aumentar as estatísticas. Chegou-se ao cúmulo do absurdo, premiando os PMs com folgas, em caso de prisões em flagrante delito. Percebam o contra-senso: o PM que deveria ser premiado por DIMINUIR a criminalidade, é premiado justamente se conseguir prender mais gente, ou seja, ele torce para haver mais crimes e consequentemente, tenha mais criminosos nas ruas, para que prenda um ou outro e se beneficie, ganhando folgas. Delegados graduados e oficiais da PM, são donos de empresas de segurança. Os caras ganham do estado e trocem para que o serviço que prestam à população fracasse, porque assim o povo vai pagar-lhes duas vêzes, através dos impostos e contratando sua empresa de segurança privada. Todo mundo sabe disso, mas finge que não sabe. O Judiciário só está preocupado em aumentar suas mordomias, manter seus privilégios e buscar a contrapartida em pecúnica com o Poder Executivo.
    O povo ? Ora o povo. Esse só sabe espernear e ofender os funcionários públicos do baixo cléro. Agridem enfermeiras e médicos do serviço público pela demora no atendimento, sem saber que tais profissionais não possuem as mínimas condições de trabalho, faltando recursos humanos, materiais e até condição psicológica para exercerem suas atividades. Reclamam, ofendem e agridem professores de escolas públicas, que não têm culpa por serem mal preparados, péssimamente formados e por terem que trabalhar sem o mínimo acompanhamento pedagógico.
    Na polícia, ainda, não batem. Saem reclamando de tudo, com razão pelo prejuízo e humilhação causadas pela ação dos meliantes, mas sem a mínima condição de discernir sobre o porque da polícia “não prestar para nada”. A maioria diz sentir saudades da ditadura militar, querem que a “puliça” baixe o cacete nos vagabundos e mate todos os ladrões, desde que não seja um parente seu, ou aquele amigão de infância que é bom filho, bom pai, só rouba uns carrinhos, trafica uns papelotes, porque não teve oportunidades na vida.
    E assim caminha a mediocridade. Ninguém se preocupa em estudar, avaliar as causas e TRABALHAR para melhorar o que está ruim. O negócio agora é fechar, fazer via internet, criar Delegacias Participativas, colocar máquinas de auto-atendimento nos Plantões Policiais, comprar tablets nas viaturas da PM, mesmo que a maioria dos soldados nem saiba escrever corretamente.
    Vivemos uma era do imediatismo absoluto, da absoluta falta de comprometimento com os sentimentos humanos. Faça agora o que for melhor para você, amamnhã, quando restar provado que aquilo foi inócuo, errado mesmo, você já estará eleito para outro cargo e o problema será do seu sucessor.
    A puliça invade a cracolândia para prender “traficantes”, onde todos sabem que só existem usuários, mais mortos do que vivos.
    A puliça está matando “invasores de terra” no Pinheirinho, para defender a massa falida de um tal Nagi Nahas, que se auto-proclama proprietário daquelas terras.
    A puliça não deve pensar, deve apenas colocar capacetes, sobres os cabrestos e atender às ordens superiores.

    Falou certinho , a total inversão , a PM investiga , e a Polícia Civil se tornou balcão para a PM !!!! A culpa é do Secretario? da PM? o fato é que a minha Policia Civil esta a mingua e este idiota do Delegado Geral , ainda acredita que a solução do MUNDO é a Central de Flagrantes , a insatisfação é geral , eu tenho amigos em todos os setores da PC e de todas as carreiras ninguem aguenta mais .E o cordeirinho de presépio da entrevista preocupado com a falsa gravida da Record. AAA!! vai pastar DG cordeirinho , pergunte ao DR Nelsom Guimarães onde estão os roubadores do ITAU , que ele fez tanta questão de investigar…..não prendeu ninguém até agora. Bando de incompetentes!!!!

  9. HATE :
    O povo merece, eles elegeram, eles merecem!

    Concordo plenamente!!!!!!!!!!!!
    O povão não pode reclamar, vota neles em todas eleições, então tá mais do que bom pra eles!!!!!!!!!!!!!!!!

  10. O pior ARROMBADO é que não tem político honesto nesse país, seja do PT ou PSDB, ou qualquer outro partido político. Qualquer um que entrar vai legislar em beneficio proprio. BRASILEIRO = TA BOM PRA MIM… FODA-SE O RESTO.

  11. votou no PSDB se FU……. :

    TIRANGUEIRO :
    Esse caos é resultado da total subversão de valores, oriunda da pusilaminidade do governador atual, que perdeu o controle do Estado, preocupado apenas com as futuras campanhas políticas para a prefeitura, governo estadual e presidencial. O banana narigudo deixou o comando do estado nas mãos de um coroné aposentado, que acumula salários de marajá ( ex- oficial da PM ) com os de Secretário da (in)Segurança Pública. Esse déspota assumiu a pasta da SSP/SP, com o calro objetivo de exaurir de todas as formas, com o poder de polícia da PC, tentando usurpar suas funções e repassá-las à sua adorada PM. Ocorre que como todo imbecil, não mediu as consequências de seu ato insano. A Polícia Militar não foi feita, nem treinada, tão pouco capacitada, para investigar. A maioria das prisôes por eles efetuadas, tecnicamente e no rigor das leis, são forçadas, ilegais até. Flagrantes de tráfico forjados; confissões obtidas sob pressão ( tortura ); vítimas sendo pressionadas, até mesmo dentro de Delegacias, a reconhecerem suspeitos que jamais viram na vida, só para aumentar as estatísticas. Chegou-se ao cúmulo do absurdo, premiando os PMs com folgas, em caso de prisões em flagrante delito. Percebam o contra-senso: o PM que deveria ser premiado por DIMINUIR a criminalidade, é premiado justamente se conseguir prender mais gente, ou seja, ele torce para haver mais crimes e consequentemente, tenha mais criminosos nas ruas, para que prenda um ou outro e se beneficie, ganhando folgas. Delegados graduados e oficiais da PM, são donos de empresas de segurança. Os caras ganham do estado e trocem para que o serviço que prestam à população fracasse, porque assim o povo vai pagar-lhes duas vêzes, através dos impostos e contratando sua empresa de segurança privada. Todo mundo sabe disso, mas finge que não sabe. O Judiciário só está preocupado em aumentar suas mordomias, manter seus privilégios e buscar a contrapartida em pecúnica com o Poder Executivo.
    O povo ? Ora o povo. Esse só sabe espernear e ofender os funcionários públicos do baixo cléro. Agridem enfermeiras e médicos do serviço público pela demora no atendimento, sem saber que tais profissionais não possuem as mínimas condições de trabalho, faltando recursos humanos, materiais e até condição psicológica para exercerem suas atividades. Reclamam, ofendem e agridem professores de escolas públicas, que não têm culpa por serem mal preparados, péssimamente formados e por terem que trabalhar sem o mínimo acompanhamento pedagógico.
    Na polícia, ainda, não batem. Saem reclamando de tudo, com razão pelo prejuízo e humilhação causadas pela ação dos meliantes, mas sem a mínima condição de discernir sobre o porque da polícia “não prestar para nada”. A maioria diz sentir saudades da ditadura militar, querem que a “puliça” baixe o cacete nos vagabundos e mate todos os ladrões, desde que não seja um parente seu, ou aquele amigão de infância que é bom filho, bom pai, só rouba uns carrinhos, trafica uns papelotes, porque não teve oportunidades na vida.
    E assim caminha a mediocridade. Ninguém se preocupa em estudar, avaliar as causas e TRABALHAR para melhorar o que está ruim. O negócio agora é fechar, fazer via internet, criar Delegacias Participativas, colocar máquinas de auto-atendimento nos Plantões Policiais, comprar tablets nas viaturas da PM, mesmo que a maioria dos soldados nem saiba escrever corretamente.
    Vivemos uma era do imediatismo absoluto, da absoluta falta de comprometimento com os sentimentos humanos. Faça agora o que for melhor para você, amamnhã, quando restar provado que aquilo foi inócuo, errado mesmo, você já estará eleito para outro cargo e o problema será do seu sucessor.
    A puliça invade a cracolândia para prender “traficantes”, onde todos sabem que só existem usuários, mais mortos do que vivos.
    A puliça está matando “invasores de terra” no Pinheirinho, para defender a massa falida de um tal Nagi Nahas, que se auto-proclama proprietário daquelas terras.
    A puliça não deve pensar, deve apenas colocar capacetes, sobres os cabrestos e atender às ordens superiores.

    Falou certinho , a total inversão , a PM investiga , e a Polícia Civil se tornou balcão para a PM !!!! A culpa é do Secretario? da PM? o fato é que a minha Policia Civil esta a mingua e este idiota do Delegado Geral , ainda acredita que a solução do MUNDO é a Central de Flagrantes , a insatisfação é geral , eu tenho amigos em todos os setores da PC e de todas as carreiras ninguem aguenta mais .E o cordeirinho de presépio da entrevista preocupado com a falsa gravida da Record. AAA!! vai pastar DG cordeirinho , pergunte ao DR Nelsom Guimarães onde estão os roubadores do ITAU , que ele fez tanta questão de investigar…..não prendeu ninguém até agora. Bando de incompetentes!!!!

    Cordeirinho, caso ainda não tenha compreendido, a política interna de (in) segurança pública é dividir as polícias para governar.
    Esse vosso admirável e “inédito” discurso vai ao encontro do governo. Esqueceu o que o governo passado (perpetuado neste) conseguiu fazer no Palácio dos Bandeirantes? Policial ofendendo policial; policial agredindo policial; policial atirando em policial. Quem são os estúpidos da história: nós ou o governo?
    Enquanto continuarmos digladiando, fortaleceremos aquele que nos míngua.
    Se a PM tem tablet, mérito deles.
    Se a PM investiga, mérito deles; afinal de contas os caras tem capacidade de realizar um processo seletivo atrás do outro, enquanto nós!
    Se os caras não sabem escrever, não esqueça de avisar ao Ministério Público, porque hoje em dia eles requisitam os tais bopm para complementar os nossos, que os promotores julgam de péssima qualidade. Acho que os toscos-rudes truculentos dos meganhas estão enrolando até os promotores!
    Outra coisa, já vi os tablets e é mais fácil de usar do que tentar pagar o IPVA no auto-atendimento do Banco do Brasil.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou fora do contexto serão excluídos...Contato: dipol@flitparalisante.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s