Secretário Antonio F.P. mandou avisar que “Relint” é tão bom quanto o Neve 16

Governo afirma que relatórios de inteligência da Polícia Civil são apenas “documentos internos”

Do UOL, em São Paulo

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) divulgou uma nota oficial nesta quinta-feira (29) comentando a reportagem da TV Bandeirantes sobre o suposto envolvimento de policiais com traficantes ligados ao Primeiro Comando da Capital (PCC), na região da Universidade de São Paulo (USP), zona oeste da capital paulista.

A Band afirma que teve acesso a relatórios de inteligência secretos da Polícia Civil que pedem a investigação de policiais militares por envolvimento com o crime organizado. Segundo a reportagem, os casos foram “engavetados”.

Band: PMs que atuam na USP recebem do PCC, diz relatório do DHPP

Segundo a SSP, existe uma hierarquia para tratar de denúncias que chegam à polícia. De acordo com a assessoria do órgão, os casos relatados por um ex-funcionário da polícia à reportagem foram arquivados por falta de consistência das informações e eram “meras suspeitas”, não tendo se concretizado durante uma primeira investigação. Ainda segundo o órgão, a Polícia Federal e “todas as polícias do mundo” trabalham assim.

Leia a íntegra da nota:

De forma geral, todos os crimes que chegam ao conhecimento da Polícia Civil são investigados em inquéritos policiais, e não em relatórios de inteligência.

Estes relatórios são documentos internos produzidos pela Polícia Civil, utilizados para registrar vários tipos de conhecimentos, restritos e reservados à comunidade de inteligência. Trazem informes que são processados e, se consistentes, transformam-se em informação. Estas informações são difundidas às áreas de inteligência de cada departamento ou unidade policial para planejamento operacional.

Exatamente por terem caráter preliminar e sigiloso, os relatórios de inteligência não são peças de Polícia Judiciária, sendo vedada sua juntada a inquéritos policiais.

À guisa de esclarecimento, o Ministério Público não tem poder de requisição sobre relatórios de inteligência, diante de sua específica destinação.

Atenciosamente,

Assessoria de Imprensa – SSP/SP

  1. E o secretino quer que as pessoas acreditem nisso, como é pra proteger os coxas, usa dessas mentiras pra justificar o injustificável.

  2. Governo afirma que relatórios de inteligência da Polícia Civil são apenas “documentos internos”1

    Do UOL, em São Paulo

    Comunicar erroImprimir
    A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) divulgou uma nota oficial nesta quinta-feira (29) comentando a reportagem da TV Bandeirantes sobre o suposto envolvimento de policiais com traficantes ligados ao Primeiro Comando da Capital (PCC), na região da Universidade de São Paulo (USP), zona oeste da capital paulista.

    A Band afirma que teve acesso a relatórios de inteligência secretos da Polícia Civil que pedem a investigação de policiais militares por envolvimento com o crime organizado. Segundo a reportagem, os casos foram “engavetados”.

    BAND: PMS QUE ATUAM NA USP RECEBEM DO PCC, DIZ RELATÓRIO DO DHPP

    Segundo a SSP, existe uma hierarquia para tratar de denúncias que chegam à polícia. De acordo com a assessoria do órgão, os casos relatados por um ex-funcionário da polícia à reportagem foram arquivados por falta de consistência das informações e eram “meras suspeitas”, não tendo se concretizado durante uma primeira investigação. Ainda segundo o órgão, a Polícia Federal e “todas as polícias do mundo” trabalham assim.

    Leia a íntegra da nota:

    De forma geral, todos os crimes que chegam ao conhecimento da Polícia Civil são investigados em inquéritos policiais, e não em relatórios de inteligência.

    Estes relatórios são documentos internos produzidos pela Polícia Civil, utilizados para registrar vários tipos de conhecimentos, restritos e reservados à comunidade de inteligência. Trazem informes que são processados e, se consistentes, transformam-se em informação. Estas informações são difundidas às áreas de inteligência de cada departamento ou unidade policial para planejamento operacional.

    Exatamente por terem caráter preliminar e sigiloso, os relatórios de inteligência não são peças de Polícia Judiciária, sendo vedada sua juntada a inquéritos policiais.

    À guisa de esclarecimento, o Ministério Público não tem poder de requisição sobre relatórios de inteligência, diante de sua específica destinação.

    Atenciosamente,

    Assessoria de Imprensa – SSP/SP

  3. MESMO QUE FOSSE SÓ ISSO, NÃO SIGNIFICA QUE O PODER JUDICIÁRIO CONTINUE INERTE COM TANTAS INFORMAÇÕES DE CRIMES PRATICADOS POR PRESTADORES DE SERVIÇO PUBLICO, QUE ESTÃO NA GUARIDA DE UM UNICO PREPOTENTE, SERÁ QUE NINGUÉM VAI TER CORAGEM DE ENFRENTÁ-LO? ATÉ QUANDO? QUEM VIVER VERÁ A DECORRADA. QUEM COM FERRO FERE……

  4. Nesta reportagem aparenta que a civil é composta por um bando de maricas medrosos. Que porra é esta!

  5. ze :
    Nesta reportagem aparenta que a civil é composta por um bando de maricas medrosos. Que porra é esta!

    ah tá! então não é???

  6. Eu sei quem sou :

    ze :
    Nesta reportagem aparenta que a civil é composta por um bando de maricas medrosos. Que porra é esta!

    ah tá! então não é???

    Maricas medrosos? Não acho… Acho que a reportagem aponta mais para “assassinos de aluguel”, e não são da Polícia Civil.

  7. ze :
    Nesta reportagem aparenta que a civil é composta por um bando de maricas medrosos. Que porra é esta!

    MARICAS, MEDROSOS, CORRUPTOS, COVARDES, CAGUETAS, PUXA-SACOS, MAÇANETAS, VAGABUNDOS, BURROS, APADRINHADOS, INCOMPETENTES….E MUITO MAIS!!!

  8. Se o Secretário manda arquivar relatórios contendo, em tese, crimes graves, o Secretário prevarica.

    De qualquer maneira, diante dos fatos que, em tese, configuram crime, cabe ao Diretor do DHPP e, se ele se omitir, ao próprio DGP, determinar a instauração de Inquérito Policial. Não é??????

    Ou vai-se esperar a requisição de algum membro do “parquet”?

    E, o Secretário não tem que “deixar” ou “não deixar” instaurar. Aí entra a “livre convicção motivada” da Autoridade Policial. Carreira Jurídica serve para isso.

    Precisamos sair do mundo do “dever ser” e partir para o mundo do “é”.

  9. DELTA UNO – ORIGINAL :
    Se o Secretário manda arquivar relatórios contendo, em tese, crimes graves, o Secretário prevarica.
    De qualquer maneira, diante dos fatos que, em tese, configuram crime, cabe ao Diretor do DHPP e, se ele se omitir, ao próprio DGP, determinar a instauração de Inquérito Policial. Não é??????
    Ou vai-se esperar a requisição de algum membro do “parquet”?
    E, o Secretário não tem que “deixar” ou “não deixar” instaurar. Aí entra a “livre convicção motivada” da Autoridade Policial. Carreira Jurídica serve para isso.
    Precisamos sair do mundo do “dever ser” e partir para o mundo do “é”.

    Vc esta dizendo que se o Diretor Do Dhpp ou DGP se omitirem estarão cometendo crime de prevaricação????

    Se condenados pelo crime de prevaricação não deveriam por ser funcionários publicos serem demitidos por condenação na esfera judicial???

    Apenas uma dúvida que me veio.

  10. Deixa eu ver se entendi. Uma denúncia anônima feita no 181 tem valor, e as que são elaboradas em relatório por um profissional de investigação não????

  11. ÓTIMO COLEGA “KREMENSSOV”, SEM FALAR NA PALAVRA DE UM MANO E/OU DE SUA FAMILIA, QUE JÁ É O SUFICIENTE PARA A CORRÓ FAZER ATÉ INQUERITO CONTRA QUALQUER UM DE NÓS, QUE MESMO INOCENTE, JÁ ENTRA LÁ COM CARA DE CULPADO, QUANDO NÃO VAI PRESO E DEPOIS TEM QUE REBOLAR PARA PROVAR O CONTRÁRIO. QUEM COMETE CRIME TEM QUE PAGAR POR ELE, NA FORMA DA LEI, MAS SER VÍTIMA DE CALÚNIA E MASSACRADO POR ISSO NÃO. BALA NELES!!!!!!!!!!!!!!

  12. Por isso que a uspanaiada quer a polícia (civil, militar, do Exército, Legislativa…) fora de lá?
    Para que a contribuição compulsória seja descontada do produto que por lá circula, desonerando o consumidor final?

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS...Contato: dipol@flitparalisante.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s