Mais um golpe do governo tucano na classe policial: NA SURDINA ALCKIMIN OBTÉM SUSPENSÃO DO RECÁLCULO QUINQUENAL E DA SEXTA PARTE…O Governo não quer pagar aos PMs, muito menos recalcular os vencimentos dos Policiais Civis que desde setembro de 2011 ganham muito menos do que seus “primos ricos” 225

Dr., não tem nada a ver com o post, mas creio que seja interessante, embora fale de ações dos policiais militares, acredito que os policiais civis também devem ter entrado com as referidas ações.
Parece que é mais um golpe do governo tucano na classe policial ( Marcos Simões )
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=345192942243886&set=a.121887421241107.22677.100002595489054&type=1

Gilvan Junior
ATENÇÃO POLICIAIS MILITARES!!!
Bom dia á todos! É com gde pesar que hj entro aqui para comunicar-lhes sobre essa péssima notícia q gde parte já deve estar sabendo porém estão sem entender absolutamente nada, e eu através desta postagem vou tentar fazê-los entender: O Estado, representados pelo Governador, Secretário do Planejamento e o Secret. da Fazenda e mais 03 Secretários, entraram com uma l…

iminar para a suspensão dos nossos recálculos, alegando o alto valor que hj saem dos cofres da Fazenda, e alegando ainda que se liberassem os atrasados dos 28 meses da ACS e da AORPM, teriam que desembolsar o equivalente á 2 Bilhões de reais, somente dos atrasados. Diante disso, eles reuniram todos os documentos necessários, foram até Brasília e no fervor da discussão do Mensalão, fando apenas o que era conveniente a eles e oport uno, conseguiram que essa liminar TOTALMENTE ILEGAL fosse assinada. Peço a todos os nossos Associados, muita calma e paciência nesse momento, pois na segunda feira o nosso Presidente – Cb PM Wilson junto com o Adv. Dr Welington Negri estarão tomando todas as providências para que essa liminar seja revertida o qto antes, pois as nossas ações foram julgadas e ganhas em todos as instâncias e recursos. Nesse momento em que tantos irmãos nossos estão tombando todos os dias, não podemos permitir que o Estado nos tire o que conseguimos através de meios LEGAIS, pois para os PMs que já estavam recebendo seus recálculos, digo de Sd á Cel PM, esses valores já entraram no orçamento e despesas da família de cada um. Sinto pela notícia, mas peço a todos que continuem acreditando na ACS e estejam de mãos dadas conosco para que juntos somemos forças contra esse ATO ILEGAL DO GOVERNO! Essa luta é de todos, e tenho certeza q poderei contar com o apoio de cada um de vcs! Obrigado á todos

RETP TURBINADO PM x RETP TUCANO PC

 

SUSPENSÃO DE TUTELA ANTECIPADA 678 SÃO PAULO

REGISTRADO :MINISTRO PRESIDENTE

REQTE.(S) :ESTADO DE SÃO PAULO

PROC.(A/S)(ES) :PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DE SÃO PAULO

REQDO.(A/S) :TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

INTDO.(A/S) :ASSOCIAÇÃO DOS CABOS E SOLDADOS DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO – ACSPMESP ADV.(A/S) :WELLINGTON DE LIMA ISHIBASHI E OUTRO(A/S) INTDO.(A/S) :ASSOCIAÇÃO DOS OFICIAIS DA RESERVA E REFORMADOS DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO ADV.(A/S) :WELLINGTON DE LIMA ISHIBASHI

DECISÃO: vistos, etc. Trata-se de pedido de suspensão dos efeitos dos acórdãos proferidos nas Apelações Cíveis n. 952.097/7-00 e 994.09.178766-0 e nos Agravos de Instrumento n. 0024498-83.2011.8.26.0000 e 0201383-49.2011.8.26.0000. Pedido, este, formulado pelo Estado de São Paulo e pela Caixa Beneficente da Polícia Militar – CBPM, com fundamento no art. 15 da Lei nº 12.016/2009.

2. Arguem os requerentes que a Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do Estado de São Paulo e a Associação dos Oficiais da Reserva e Reformados da Polícia Militar do Estado de São Paulo impetraram mandados de segurança coletivos contra atos do Diretor do Departamento de Despesa e Pessoal da Polícia Militar. Ações que visavam à “ampliação da base de cálculo dos adicionais temporais que recebem (qüinqüênios e gratificação de sexta-parte), para que referidos benefícios passem a incidir sobre a totalidade de seus vencimentos e proventos, excetuadas as parcelas eventuais”. Alegam que as seguranças foram concedidas pelas 9ª e 12ª Câmaras de Direito Público do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Acórdãos contra os quais foram interpostos recursos extraordinários. Aduzem ainda que os interessados protocolaram pedidos de execução provisória dos acórdãos, o que acabou por ser deferido nos autos dos Agravos de Instrumento n. 0024498- 83.2011.8.26.0000 e 0201383-49.2011.8.26.0000.

3. Apontam os autores a ocorrência de grave lesão à ordem e economia públicas. É que o “imediato cumprimento das seguranças concedidas, determinando o recálculo dos adicionais temporais aos policiais militares ativos, inativos e pensionistas, independentemente do trânsito em julgado da decisão concessiva da ordem” viola os “artigos 2º b da Lei 9494/97 e § 2º do artigo 7º c/c § 3º do artigo 14 da Lei Federal 12.016/09, dispositivos que vedam a execução provisória contra o Poder Público de decisão que implique em pagamento de qualquer natureza e em extensão de vantagem”. Ademais, a execução dos acórdãos gera um inesperado “impacto financeiro bilionário à Fazenda Pública estadual, pois o custo desses pagamentos pode atingir cerca de R$ 1.497.027.950,73 (um bilhão, quatrocentos e noventa e sete milhões vinte e sete mil novecentos e cinquenta reais e setenta e três centavos)”. Daí requerem a suspensão dos acórdãos impugnados.

4. Feito esse aligeirado relato da causa, passo à decisão. Fazendo-o, pontuo, de saída, que o pedido de suspensão de segurança é medida excepcional prestante à salvaguarda da ordem, da saúde, da segurança e da economia públicas contra perigo de lesão. Lesão, esta, que pode ser evitada, “a requerimento de pessoa jurídica de direito público interessada ou do Ministério Público”, mediante decisão do “presidente do tribunal ao qual couber o conhecimento do respectivo recurso”. Daqui já se percebe que compete a este Supremo Tribunal Federal apreciar somente os pedidos de suspensão de liminar e/ou segurança quando em foco matéria constitucional (art. 25 da Lei nº 8.038/90). Mais: neste tipo de processo, esta nossa Casa de Justiça não enfrenta o mérito da controvérsia, apreciando-o, se for o caso, lateral ou superficialmente.

5. Ora, no caso dos autos, parece estar-se diante de matéria constitucional, devido a que se discute a interpretação do inciso XIV do art. 37 da CF. Competente, assim, este Supremo Tribunal Federal para a análise do pedido de suspensão. Também configurada, a meu ver, a grave lesão à ordem e economia públicas. É que, de fato, a execução de diversos acórdãos concessivos de aumento de vantagens pecuniárias a servidores públicos, antes de seu trânsito em julgado, acaba por comprometer, seriamente, as finanças públicas, a braços com despesas geralmente avultadas e algumas delas imprevistas. Mas não é só: exatamente a fim de evitar esse quadro de descontrole orçamentário, a Lei nº 12.016/2009 proíbe a execução provisória de sentenças concessivas de mandado de segurança em casos como o destes autos (§ 2º do art. 7º c/c § 3º do art. 14).

6. Ante o exposto, defiro o pedido para suspender a execução dos acórdão proferidos nas Apelações Cíveis n. 952.097/7-00 e 994.09.178766-0 e nos Agravos de Instrumento n. 0024498-83.2011.8.26.0000 e 0201383- 49.2011.8.26.0000, até o trânsito em julgado dos processos.

Comunique-se. Publique-se.

Brasília, 26 de outubro de 2012.

Ministro AYRES BRITTO

Presidente

Documento assinado digitalmente

 

  1. Peraí….

    os pms ganham muito mais que a gente?

    e o nosso DGP?

    e os nossos diretores de departamentos?

    e o Conselho da Polícia Civil o que tem a dizer?

    somos lixos de segunda? é isso?

  2. Vamos nos unir contra o crime.
    Tá bom!
    Mas vamos nos unir pelas mesmas vantagens salariais.
    Não dá pra conviver com um Estado que estabelece há décadas sempre por meio de jeitinhos privilegios aos PMs.
    Para nós só mesmo Pinto.
    Assim , não dá!
    Se PM é mais polícia que nós então que se danem.
    Sem investigação a criminalidade não diminuirá jamais.
    Ganhando pouco investigo pouco.
    Ganhando menos que a Pm não investigo nada.
    Bato BO!

  3. UM DIA VAMOS APRENDER QUE QUEM GANHA RETP “TURBINADO” É MUITO MAIS COMPETENTE QUE NÓS E, PORTANTO, DEVEM COMBATER O CRIME ORGANIZADO POIS SÃO MAIS INTELIGENTES. POR ENQUANTO, MENOS INTELIGENTES ESTAMOS SENDO NÓS.

  4. Os Pms ganham igual até o primeiro quinquenio.

    A partir daí ganham de 10 a 35 % a mais ( progressivamente conforme o tempo de serviço ) de soldado a tenente-coronel.

    Um Coronel , em média, ganha 50 % a mais do que delegados classe especial , basta conferir o site da tal transparência.

    Sem contar aqueles possuidores de vantagens personalíssimas incorporadas aos vencimentos.

  5. O mais engraçado, se é que há algo engraçado nestas patifarias, é a rapide$$$$$ com que ministros dos tribunais superiores atendem as demandas dos governadores, fazem um contorcionismo jurídico de dar inveja a quem dá nó em pingo d’agua.
    As mesmas teses que o Estado quebraria se pagasse o valor devido, só não vale quando envolvem os vencimentos dos próprios magistrados, ai pode-se quebrar e arrebentar com os cofres públicos, exemplo disto foram o pagamentos multi milionários pagos irregularmente no TJ de São Paulo, até o presente momento ninguém foi punido, ninguém devolveu nenhum centavos recebido de modo ilegal e cadeia nem pensar, e por lá todos estão muito satisfeitos com o resultado final, uma bela e saborosa pizza.

  6. APARECIDO LOUREIRO JANNONE :
    UM DIA VAMOS APRENDER QUE QUEM GANHA RETP “TURBINADO” É MUITO MAIS COMPETENTE QUE NÓS E, PORTANTO, DEVEM COMBATER O CRIME ORGANIZADO POIS SÃO MAIS INTELIGENTES. POR ENQUANTO, MENOS INTELIGENTES ESTAMOS SENDO NÓS.

    Realmente eles Sao competentes, pois patrulham, investigam, orienta o zé povinho, fazem bo, fazem relatório, aplicam multas, etc….

    Enquanto a tiragem não investigam porta nenhuma, não sabem orientar, não sabem e não querem fazer bo,

    Eu queria ser Escrivão da polícia militar.

  7. escribA :

    APARECIDO LOUREIRO JANNONE :
    UM DIA VAMOS APRENDER QUE QUEM GANHA RETP “TURBINADO” É MUITO MAIS COMPETENTE QUE NÓS E, PORTANTO, DEVEM COMBATER O CRIME ORGANIZADO POIS SÃO MAIS INTELIGENTES. POR ENQUANTO, MENOS INTELIGENTES ESTAMOS SENDO NÓS.

    Realmente eles Sao competentes, pois patrulham, investigam, orienta o zé povinho, fazem bo, fazem relatório, aplicam multas, etc….
    Enquanto a tiragem não investigam porta nenhuma, não sabem orientar, não sabem e não querem fazer bo,
    Eu queria ser Escrivão da polícia militar.

    escribA, se você tiver menos de 30 anos dá tempo de prestar concurso para Sd PM, se tier menos de 24 quem sabe até a academia do Barro Branco,é só um sugestão, quem sabe lá você seria mais feliz, mas já vou te aditar um fiz o caminho inverso e não me arrependo.

  8. Que tal investir em uma tese para reverter o sobrestamento que a Reclamação ajuizada pela PGE no STF (artigo 129 da CE)?

    Isso não está pegando só PM, não. Está afetando a todo o funcionalismo.
    Tomara que suspenda também o pagamento dos Procuradores de Estado.

    APARECIDO LOUREIRO JANNONE :
    UM DIA VAMOS APRENDER QUE QUEM GANHA RETP “TURBINADO” É MUITO MAIS COMPETENTE QUE NÓS E, PORTANTO, DEVEM COMBATER O CRIME ORGANIZADO POIS SÃO MAIS INTELIGENTES. POR ENQUANTO, MENOS INTELIGENTES ESTAMOS SENDO NÓS.

  9. Está escrito na constituição do estado de São Paulo.
    Artigo 129 – Ao servidor público estadual é assegurado o percebimento do adicional por tempo de serviço, concedido no mínimo, por quinquênio, e vedada a sua limitação, bem como a sexta-parte dos vencimentos integrais, concedida aos vinte anos de efetivo exercício, que se incorporarão aos vencimentos para todos os efeitos, observado o disposto no artigo 115, XVI, desta Constituição.
    O cálculo teria que ser feito sobre todos os valores recebidos pelo servidor, mas o governador junto a PGE e a secretária da fazenda confundem vencimentos integrais, ou seja, tudo o que o servidor recebe, com salário base e RETP.
    É ai que esta o golpe em vez de se aplicar os indicies em todo salário, eles escolheram o que melhor agrada a administração, é só entrar com uma ação contra o Estado e a fazenda a causa é ganha.
    O que pega é que os desembargadores demorammmmm muito para apreciar na segunda instância, na primeira instancia ganhei a causa em 4 (quatro) meses, já na segunda o processo está a mais de 1 (um) ano para o desembargador anali$$$$$$$$ar.

  10. No entanto os desembargadores( aqueles que julgam as ações dos operacionais da PC) recebem em dinheiro; quinquênios, férias vencidas e outras benesses.

    Ao mesmo tempo a imprensa que depende das verbas governamental, se cala, sendo assim continuo entendendo:

    União e paralisação total, caso contrario continuaremos recebendo merreca, sendo execrados e, ser massa de manobra.

    Se liga São Paulo,

    Acorda Brasil

  11. Escriba , na real, você sofre de complexo de inferioridade porque queria ser investigador. Deve ser mais um desses malandros que nunca tiveram a menor vocação para o escrivanato e se sentem inferiorizados porque na cabeça de vocês a sua carreira é para mulher, e que Tira é tudo ladrão, Delegado é tudo burro e corrupto e polícia de verdade é a PM. Já trabalhei com vários tipos como você. Em toda delegacia tem um igual. Anda com duas armas da cinta e distintivo no peito. Paga de honesto e trabalhador, mas não passa de um ladrão vagabundo que se acha sempre banhado. A PM ainda vai lhe fuder pra você largar mão de falar merda!
    Traira do caralho!

  12. Calma pessoal, não adianta entrarem em conflito de polícias!
    O inimigo de vocês e responsável pela discórdia entre vocês é o PSDB, que cada servidor lesado entre na justiça!
    Agora, os filhos da puta não querem pagar o direitos de vocês, pois alegam que a verba fica muito cara não é?
    -ENTÃO PORRA, ALCKIMIM DO CARALHO, RESPONDA-ME CHCHU FILHA DA PUTA: OS COMERCIAIS QUE A SUA TURMA DO PSDB MANDA A GLOBO BOTAR NO MEIO DAS PARTIDAS DO BRASILEIRÃO E DEPOIS, CUSTAM BARATO?!
    -É LÓGICO QUE NÃO, COMERCIAL NA HORA DO FUTEBOL É COBRADO UMA MINA DE OURO!!! PRA ISSO VOCÊS CANALHAS TEM VERBA PRA GASTAR NÉ?!!!

  13. ESSAS PROPAGANDAS DO GOVERNO QUE A GLOBO PÕE NA HORA DO FUTEBOL NÃO SÃO DE GRAÇA, CUSTAM UMA NOTA!!!
    VAI VER O PREÇO DISSO…
    O PSDBOSTA TRATA O FUNCIONALISMO PÚBLICO DE SP COMO SE FOSSE UM LIXO E AINDA É AMPARADO PELO SEU ELEITOR QUE ESSE SIM É UM LIXO PODRE, VERME!!!

  14. Jesus de Nazaré além RETP turbinado e operação delegada, tem mais essa agora que de atual não tem nada…Os PM’s tem um aumento maior no salário após o primeiro quinquênio…puta que pariu!!!!!!!!!

    Meus Deus o negócio é todo mundo da policia civil pedri exoneração na segunda feira!

    Se bem que conhecendo minha casa como conheço…o negócio é começar a beber…

  15. Tired :
    Está escrito na constituição do estado de São Paulo.
    Artigo 129 – Ao servidor público estadual é assegurado o percebimento do adicional por tempo de serviço, concedido no mínimo, por quinquênio, e vedada a sua limitação, bem como a sexta-parte dos vencimentos integrais, concedida aos vinte anos de efetivo exercício, que se incorporarão aos vencimentos para todos os efeitos, observado o disposto no artigo 115, XVI, desta Constituição.
    O cálculo teria que ser feito sobre todos os valores recebidos pelo servidor, mas o governador junto a PGE e a secretária da fazenda confundem vencimentos integrais, ou seja, tudo o que o servidor recebe, com salário base e RETP.
    É ai que esta o golpe em vez de se aplicar os indicies em todo salário, eles escolheram o que melhor agrada a administração, é só entrar com uma ação contra o Estado e a fazenda a causa é ganha.
    O que pega é que os desembargadores demorammmmm muito para apreciar na segunda instância, na primeira instancia ganhei a causa em 4 (quatro) meses, já na segunda o processo está a mais de 1 (um) ano para o desembargador anali$$$$$$$$ar.

    Passa o nome e telefone do seu advogado…….

  16. E MEU PAI SEMPRE ME DISSE PRA ESTUDAR PRA ARRUMAR UM BOM EMPREGO, E DEPOIS DE VELHO, CONHECI UM SENHOR QUE É EMPRESARIO, DONO DE ALGUMAS REVENDAS DE IMPORTADOS QUE DISSE A MESMA COISA PRA MIM:ESTUDA FILHO, MAS ESTUDA BASTANTE, NÃO PRA SER EMPREGADO, MAS PRA SER DONO DO SEU NEGOCIO. O NEGOCIO É QUE JÁ ESTOU COM SACO CHEIO DA POLICIA. ESTÁ PARECENDO FIM DE CASAMENTO. NÃO SUPORTO MAIS O TRAMPO, OS COLEGAS, OS VISITANTES(CIDADÃO E LADRÃO), FALTA DE TUDO, INCLUSIVE DO BASICO, COMO PAPEL HIGIENICO. PASSOU DA HORA DE SAIR FORA DESSA MERDA CHAMADA POLICIA CIVIL. QUEM QUISER CONTINUAR, QUE CONTINUE, EU ESTOU DESESPERANÇOSO. EM DOZE ANOS NUNCA VI UMA SITUAÇÃO COMO ESSA. ESSE SECRETARIO DEVE SER O PIOR DA HISTORIA DA SEGURANÇA PUBLICA DO ESTADO.SÓ DE PENSAR EM TIRAR UM PLANTÃO, JA ME DA DESANIMO. VOU COMEÇAR A ESTUDAR E PRESTAR CONCURSO PRA OUTRA AREA.

  17. ja entrei com mandado de segurança e perdi , ai pergunto , pq negam pra policia civil e abrem as pernas pra pm ?

  18. realista :

    Tired :
    Está escrito na constituição do estado de São Paulo.
    Artigo 129 – Ao servidor público estadual é assegurado o percebimento do adicional por tempo de serviço, concedido no mínimo, por quinquênio, e vedada a sua limitação, bem como a sexta-parte dos vencimentos integrais, concedida aos vinte anos de efetivo exercício, que se incorporarão aos vencimentos para todos os efeitos, observado o disposto no artigo 115, XVI, desta Constituição.
    O cálculo teria que ser feito sobre todos os valores recebidos pelo servidor, mas o governador junto a PGE e a secretária da fazenda confundem vencimentos integrais, ou seja, tudo o que o servidor recebe, com salário base e RETP.
    É ai que esta o golpe em vez de se aplicar os indicies em todo salário, eles escolheram o que melhor agrada a administração, é só entrar com uma ação contra o Estado e a fazenda a causa é ganha.
    O que pega é que os desembargadores demorammmmm muito para apreciar na segunda instância, na primeira instancia ganhei a causa em 4 (quatro) meses, já na segunda o processo está a mais de 1 (um) ano para o desembargador anali$$$$$$$$ar.

    Passa o nome e telefone do seu advogado…….

    A Drª da minha ação é advogada: Cibele Carvalho Braga

  19. Na PM, a cada quinquênio se não me engano acrescenta 5%, sobre padrão e regime especial,não sendo cumulativo. Para sobre todos os benefícios tem que entrar na “injustiça”

  20. Na PM, só quem ganha bem é oficial, pois têm o controle da tropa, por isso muitos deles ainda votam nesse maldito governador.

  21. Tired :

    realista :

    Tired :
    Está escrito na constituição do estado de São Paulo.
    Artigo 129 – Ao servidor público estadual é assegurado o percebimento do adicional por tempo de serviço, concedido no mínimo, por quinquênio, e vedada a sua limitação, bem como a sexta-parte dos vencimentos integrais, concedida aos vinte anos de efetivo exercício, que se incorporarão aos vencimentos para todos os efeitos, observado o disposto no artigo 115, XVI, desta Constituição.
    O cálculo teria que ser feito sobre todos os valores recebidos pelo servidor, mas o governador junto a PGE e a secretária da fazenda confundem vencimentos integrais, ou seja, tudo o que o servidor recebe, com salário base e RETP.
    É ai que esta o golpe em vez de se aplicar os indicies em todo salário, eles escolheram o que melhor agrada a administração, é só entrar com uma ação contra o Estado e a fazenda a causa é ganha.
    O que pega é que os desembargadores demorammmmm muito para apreciar na segunda instância, na primeira instancia ganhei a causa em 4 (quatro) meses, já na segunda o processo está a mais de 1 (um) ano para o desembargador anali$$$$$$$$ar.

    Passa o nome e telefone do seu advogado…….

    A Drª da minha ação é advogada: Cibele Carvalho Braga

    Obrigado colega…

  22. SUSPENSÃO DE TUTELA ANTECIPADA 678 SÃO PAULO
    REGISTRADO :MINISTRO PRESIDENTE
    REQTE.(S) :ESTADO DE SÃO PAULO
    PROC.(A/S)(ES) :PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DE SÃO PAULO
    REQDO.(A/S) :TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO
    PAULO
    INTDO.(A/S) :ASSOCIAÇÃO DOS CABOS E SOLDADOS DA
    POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO –
    ACSPMESP
    ADV.(A/S) :WELLINGTON DE LIMA ISHIBASHI E OUTRO(A/S)
    INTDO.(A/S) :ASSOCIAÇÃO DOS OFICIAIS DA RESERVA E
    REFORMADOS DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO
    DE SÃO PAULO
    ADV.(A/S) :WELLINGTON DE LIMA ISHIBASHI
    DECISÃO: vistos, etc.
    Trata-se de pedido de suspensão dos efeitos dos acórdãos proferidos
    nas Apelações Cíveis n. 952.097/7-00 e 994.09.178766-0 e nos Agravos de
    Instrumento n. 0024498-83.2011.8.26.0000 e 0201383-49.2011.8.26.0000.
    Pedido, este, formulado pelo Estado de São Paulo e pela Caixa
    Beneficente da Polícia Militar – CBPM, com fundamento no art. 15 da Lei
    nº 12.016/2009.
    2. Arguem os requerentes que a Associação dos Cabos e Soldados da
    Polícia Militar do Estado de São Paulo e a Associação dos Oficiais da
    Reserva e Reformados da Polícia Militar do Estado de São Paulo
    impetraram mandados de segurança coletivos contra atos do Diretor do
    Departamento de Despesa e Pessoal da Polícia Militar. Ações que visavam
    à “ampliação da base de cálculo dos adicionais temporais que recebem
    (qüinqüênios e gratificação de sexta-parte), para que referidos benefícios passem a
    incidir sobre a totalidade de seus vencimentos e proventos, excetuadas as parcelas
    eventuais”. Alegam que as seguranças foram concedidas pelas 9ª e 12ª
    Câmaras de Direito Público do Tribunal de Justiça do Estado de São
    Paulo. Acórdãos contra os quais foram interpostos recursos
    extraordinários. Aduzem ainda que os interessados protocolaram
    pedidos de execução provisória dos acórdãos, o que acabou por ser
    Supremo Tribunal Federal
    Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil. O
    documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 3029593.
    STA 678 / SP
    deferido nos autos dos Agravos de Instrumento n. 0024498-
    83.2011.8.26.0000 e 0201383-49.2011.8.26.0000.
    3. Apontam os autores a ocorrência de grave lesão à ordem e
    economia públicas. É que o “imediato cumprimento das seguranças
    concedidas, determinando o recálculo dos adicionais temporais aos policiais
    militares ativos, inativos e pensionistas
    , independentemente do trânsito em
    julgado da decisão concessiva da ordem” viola os “artigos 2º b da Lei 9494/97 e
    § 2º do artigo 7º c/c § 3º do artigo 14 da Lei Federal 12.016/09, dispositivos que
    vedam a execução provisória contra o Poder Público de decisão que implique em
    pagamento de qualquer natureza e em extensão de vantagem”. Ademais, a
    execução dos acórdãos gera um inesperado “impacto financeiro bilionário à
    Fazenda Pública estadual, pois o custo desses pagamentos pode atingir cerca de
    R$ 1.497.027.950,73 (um bilhão, quatrocentos e noventa e sete milhões vinte e
    sete mil novecentos e cinquenta reais e setenta e três centavos)”. Daí requerem
    a suspensão dos acórdãos impugnados.
    4. Feito esse aligeirado relato da causa, passo à decisão. Fazendo-o,
    pontuo, de saída, que o pedido de suspensão de segurança é medida
    excepcional prestante à salvaguarda da ordem, da saúde, da segurança e
    da economia públicas contra perigo de lesão. Lesão, esta, que pode ser
    evitada, “a requerimento de pessoa jurídica de direito público interessada ou do
    Ministério Público”, mediante decisão do “presidente do tribunal ao qual
    couber o conhecimento do respectivo recurso”. Daqui já se percebe que
    compete a este Supremo Tribunal Federal apreciar somente os pedidos de
    suspensão de liminar e/ou segurança quando em foco matéria
    constitucional (art. 25 da Lei nº 8.038/90). Mais: neste tipo de processo,
    esta nossa Casa de Justiça não enfrenta o mérito da controvérsia,
    apreciando-o, se for o caso, lateral ou superficialmente.
    5. Ora, no caso dos autos, parece estar-se diante de matéria
    constitucional, devido a que se discute a interpretação do inciso XIV do
    art. 37 da CF. Competente, assim, este Supremo Tribunal Federal para a
    análise do pedido de suspensão. Também configurada, a meu ver, a grave
    lesão à ordem e economia públicas. É que, de fato, a execução de diversos
    acórdãos concessivos de aumento de vantagens pecuniárias a servidores
    2
    Supremo Tribunal Federal
    Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil. O
    documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 3029593.
    STA 678 / SP
    públicos, antes de seu trânsito em julgado, acaba por comprometer,
    seriamente, as finanças públicas, a braços com despesas geralmente
    avultadas e algumas delas imprevistas. Mas não é só: exatamente a fim de
    evitar esse quadro de descontrole orçamentário, a Lei nº 12.016/2009
    proíbe a execução provisória de sentenças concessivas de mandado de
    segurança em casos como o destes autos (§ 2º do art. 7º c/c § 3º do art. 14).
    6. Ante o exposto, defiro o pedido para suspender a execução dos
    acórdão proferidos nas Apelações Cíveis n. 952.097/7-00 e 994.09.178766-0
    e nos Agravos de Instrumento n. 0024498-83.2011.8.26.0000 e 0201383-
    49.2011.8.26.0000, até o trânsito em julgado dos processos.
    Comunique-se.
    Publique-se.
    Brasília, 26 de outubro de 2012.
    Ministro AYRES BRITTO
    Presidente
    Documento assinado digitalmente

  23. estamos F……..S e mal pagos, abandonados, até quando?????…………………….

  24. Hehe! quero ver agora a desculpa que o Wilson vai dar para os mais de 40 mil associados, pois anda argolado com o chuchu e cmt geral, não batendo de frente com medo de ser negado o desconto da associação em folha de pgto.

  25. Não pode dar nenhuma desculpa.
    É do PSDB ; foi deputado eleito pelo PSDB.
    E o requerimento da suspensão da liminar não é medida processual obrigatória, atendeu apenas a decisão política do governador.

  26. EX-SERVIDOR E CADA VEZ MAIS REVOLTADO!!! :
    Calma pessoal, não adianta entrarem em conflito de polícias!
    O inimigo de vocês e responsável pela discórdia entre vocês é o PSDB, que cada servidor lesado entre na justiça!
    Agora, os filhos da puta não querem pagar o direitos de vocês, pois alegam que a verba fica muito cara não é?
    -ENTÃO PORRA, ALCKIMIM DO CARALHO, RESPONDA-ME CHCHU FILHA DA PUTA: OS COMERCIAIS QUE A SUA TURMA DO PSDB MANDA A GLOBO BOTAR NO MEIO DAS PARTIDAS DO BRASILEIRÃO E DEPOIS, CUSTAM BARATO?!
    -É LÓGICO QUE NÃO, COMERCIAL NA HORA DO FUTEBOL É COBRADO UMA MINA DE OURO!!! PRA ISSO VOCÊS CANALHAS TEM VERBA PRA GASTAR NÉ?!!!

    ACERTOU NA MOSCA, OPS, NA BOSTA…………………………….O ORÇAMENTO ESTADUAL AUMENTOU A VERBA EM PUBLICIDADE DE 200 MILHÕES PARA 600 MILHÕES.

  27. ATENÇÃO POLICIAIS DE SÃO PAULO! STF JULGA PROCEDENTE APOSENTADORIA AO POLICIAL MILITAR QUE RECORREU! APOSENTADORIA ESPECIAL.
    STF conclui que Policial Militar faz jus ao direito constitucionalmente garantido no § 4º do Artigo 40, da Constituição Federal de 1988. –
    Em recente decisão proferida no julgamento do Agravo em Recurso Extraordinário n. 710.918, o Ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, decidiu que o Autor do recurso, Policial Militar, é possuidor do direito à aposentadoria especial nos moldes da lei nº 8.213/91, vez que não pode o servidor submetido a ambientes insalubres e perigosos, sofrer restrição de direitos em razão da inércia do Estado ou qualquer outro sofisma que se venha alegar.
    Sintetizando, concluiu o Eminente Ministro que o direito do Autor da ação, Policial Militar, é evidente, e deve ser declarado pelo Poder Judiciário, dada a omissão e negativa da Administração em reconhecer e regulamentar tal direito. Reconheceu, portanto, nos termos do entendimento contido no Mandado de Injunção n. 721 do STF, a ofensa à constituição federal, conforme decisão que segue na íntegra:
    S T F

    Acesse o Artigo Original: http://www.uniblogbr.com/2012/10/aposentadoria-especial-para-policiais.html#ixzz2B6yW2ZJQ

  28. Pagamento de salário não gera comissão.
    Compras de vulto , obras de grande porte e serviços “especializados” : sempre!
    A verba publicitaria generosa , além de ajudar os amigos donos das agências de propaganda , tem a finalidade de calar a boca e fechar os olhos para a roubalheira acima e incompetência administrativa de sempre.

    E no Brasil jornal ou revista de sucesso necessita ter apenas um leitor: O CHEFE DO EXECUTIVO.

  29. enquanto alguns puxao saco do governo q nos escraviza muitos ja nao ta nem ai
    a pm tem sido um bom exemplo disso ”algumas vezes”sendo mais comunitaria e entendendo o lado de quem trabalha . a respeito da policia civil posso dizer como cidadao comum que nunca vejo enxerem o saco do cidadao comum que eh trabalhador
    creio q o verdadeiro carrasco sempre foi o governo mesmo que sempre faz o q queh
    eh muitas vezes toleramos calados

  30. Oras, ” pau que dá em Francisco dá em chico”. Eu poderia até discordar em se tratando de Policiais maus remunerados como é o caso do Estado de São Paulo, mas, por outro lado da questão, é obvio que todos Policiais, tanto Militares como Civis deveriam ter os mesmos tratamentos na questão salarial, não é justo PMs receberem algo que nós Policiais Civis também estamos em demanda judicial para receber e, até o presente momento aguardamos o trânsito em julgado para saber se teremos direito ou não de receber essas diferenças, com uma diferença, os PMs já recebem através da tutela antecipada, mas nós Policiais Civis ainda não fomos agraciados com essa tutela antecipada, aguardamos ansiosamente pelo julgamento final. Como dizem por ai, além da eterna demora para julgar a questão, é muito provável que o martelo bata na beirada da mesa e, como sempre, os pobres nunca possuem direitos de nada, a não ser a escravidão imposta pela categoria patronal, o Estado de São Paulo não foge a regra. Se fosse uma demanda do Judiciário contra o Estado, já estariam recebendo na integralidade e já havia transitado em julgado, claro que o Estado perderia a demanda. Parece-me que tudo que for para beneficiar os Policiais a resposta é NÃO. As portas se fecham para os Policiais em todas áreas, vide pec 300 e achatamento nos salários. Agora com as noticias que os Policiais estão sendo executados pelo crime organizado aqui em SP, temos mais uma luta que nasce com a desconfiança dos credores, todos querem obrigatoriedades em seguros até para compra de uma geladeira, aos poucos os comerciantes verificam o grau de risco em conceder créditos aos Policiais, claro que é na surdina e ninguém comenta nada, mas podemos observar o olhar desconfiado, a diferença em que somos tratados quando solicitamos créditos, até nas instituições financeiras estão desconfiados com esse tipo de cliente, pois as ondas de ataques continuam nos jornais todos os dias, onde o pcc determina que policias devem ser abatidos.

  31. O comandante-geral da Polícia Militar de São Paulo, Roberval Ferreira França, disse nesta sexta-feira (2) ser contra o uso de tropas do Exército para combater a violência na região metropolitana. “Eu considero desnecessário. O estado de São Paulo tem hoje 100 mil policiais militares, tem 30 mil policiais civis, nós somos o maior contingente policial da América Latina, há um grande volume de investimentos em segurança pública no estado”, afirmou.

    O COMANDANTE SÓ NÃO FALOU QUE É A POLÍCIA MAIS MAU PAGA DO BRASIL. NÃO É NECESSÁRIO O EXÉRCITO PORQUE NÃO FOI O FILHO DELE QUE MORREU !

  32. E nossas entidades de classe, não vão se manifestar, vergonha… Talvez seja por um destes motivos que surgiu o PCC, querem que você PM, Policial Civil,saiam matando e morram em nome da lei.. mas tratarem de nossas famílias ninguém quer, o que importa é uma minoria abastada.. nós somos meros números, vão para o inferno…

  33. É verdadeira a matéria, só não sabe quem não quer saber. Todas as cidades do estado de São Paulo estão infectadas de máquinas caça niqueis e bingos. Tem muita gente graúda no meio do negócio. É por isso que o Governador e Secretário não querem a presença da Polícia Federal ou Exército nas ruas. Enquanto isso, inocentes morrem todos os dias !

    Se fosse só caça niqueis e bingos estaria fácil de resolver, mas o grande problema é o poder financeiro dos traficantes de entorpecentes que ditam as regras, muitas vezes na própria política.
    Qual cidade no Estado de São Paulo que não possui biqueiras e é do conhecimento de todos que moram ali? Se existe biqueiras (pontos de revendas de drogas para usuários) e são do conhecimento tanto da população como dos órgãos competentes, então podemos concluir que existe um consenso na permanência daquele negócio excluso na cidade.

    Qual cidade do estado de SP que não possui ferro velhos (desmanche de veículos e comercialização de peças usadas) com consentimentos das autoridades responsáveis? Se aceitam esse tipo de comércio e não é fiscalizado como deveria é porque a população e órgãos responsáveis aceitam correr os riscos do comércio de peças furtadas ou roubadas.

    Qual cidade no estado de SP que não possui postos de combustíveis que revendem produtos adulterados? Se a população sabe que existe e os órgãos competentes que deveriam fiscalizar e não o faz é por que todos estão de acordo.

    Qual cidade do estado de SP que não existe o comércio de produtos piratas? Todos sabem que tem em todas cidades e todos estão de pleno acordo com a permanência do comércio clandestino.

    PORTANTO, PAGA-SE O PREÇO DA OMISSÃO, CONIVÊNCIA, PREVARICAÇÃO !

    QUERO ENFATIZAR QUE O ESTADO DE SÃO PAULO NÃO É O ÚNICO, MUITOS OUTROS ESTADOS ESTÃO NA MESMA CONDIÇÃO !

  34. PERFEITO DR

    DECISÃO POLÍTICA DE UM DESGOVERNADOR

    DECISÃO POLÍTICA DE UM DESGOVERNADOR E SEU PCCSSDB . . .

    ENTRE AMPARAR SERES HUMANOS POLICIAIS PAULISTAS

    E O KRIMI O DESGOVERNO ESCOLHE ISTO

    E VC POLICIAL O QUE ESTA ESPERANDO ???

    Flit Paralisante :
    Não pode dar nenhuma desculpa.
    É do PSDB ; foi deputado eleito pelo PSDB.
    E o requerimento da suspensão da liminar não é medida processual obrigatória, atendeu apenas a decisão política do governador.

  35. O ministro que deu essa liminar é o mesmo que julga o mensalão. Você confia, agora que foi tirado o leitinho das crianças.

  36. Desculpa, Será que o Estado de São Paulo, caloteiro, vai bem mesmo depois destes vinte anos. Acho que está capenga. Só tem bilhão pra veja, folha, estadão e globo.

  37. 02/11/2012 – 22h19
    Polícia investiga usuários que anunciam toque de recolher em redes sociais

    PUBLICIDADE
    FELIPE SOUZA
    COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

    A Polícia Civil investiga um grupo de usuários que anunciou um toque de recolher na cidade de São Paulo pelo Facebook. Esses boatos têm sido recorrentes nas redes sociais.

    Desta vez, a mensagem, divulgada em nome da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), recomenda que os moradores da cidade não saiam de casa a partir das 20h.

    O alerta afirma que os membros da facção iniciaram uma guerra contra o poder público. A mensagem foi compartilhada centenas de vezes por outros usuários da rede social. Um deles exibe fotos de armas e de apologia ao crime e uso de drogas.

    Reprodução/Facebook

    Usuários compartilham mensagem que anuncia toque de recolher no Facebook
    Em algumas das imagens, nas quais aparecem pés de maconha, o dono do perfil comenta que a planta estava na casa de um amigo. Sobre a mesma foto, ele assume que também plantou um pé na casa dele em conversa com amigos.

    “Joguei uma semente ontem vamos ver” e diz que vai chamá-los para ver a planta quando o pé começar a crescer.

    Em outra foto, aparece o ex-policial militar Cabo Bruno, morto a tiros no dia 28 de setembro após ficar 27 anos preso sob a acusação de ter matado ao menos 50 pessoas. O jovem comenta: “POLICIAL BOM É POCIAL MORTO. ta queeeeeimando no inferno agora.”

    Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informa que não há toque de recolher na capital [paulista] nem na Grande São Paulo. A Polícia Militar também nega a ameaça aos moradores e pede para que as vítimas desses “boatos”, denunciem pelo telefone 190.

    A Polícia Civil informou ter recebido a denúncia e que vai investigar o suspeito e se ele tem ligação com facções criminosas.

  38. O maldito criou o pcc para matar Policiais, como houve reação e a Polícia não vai levar desaforo pra casa então o Governador resolveu atacar no bolso do Policial, melhor dizendo no estomago. Especialistas em guerras afirmam que faltou alimentos durante a batalha o soldado se rende. SERÁ QUE É ISSO QUE O PICOLÉ DE CHUCHU QUER?

  39. temos que deixar o governo tomar no meio da bunda isso sim….PAREM com as atividades…..o fd que na PC mtos nao kerem parar pq ganham BEM…..na PM mtos nao param de medo…fora os oficiais que nao fazem porra nenhuma e tb ganham BEM…..vamos PARAR……chega dessa palhaçada….”EI VC QUE GANHA BEM….NAO TE AGRADA $$$$ A MAIS NO SEU SALÁRIO OFICIAL????????????????PARA DE IR PRA CHEFIA!!!!!”

  40. O GOVERNADOR GERALDO ALCKIMIM E PSDB SÃO OS LEGÍTIMOS CUPINS DE SALÁRIOS DOS SERVIDORES PÚBLICOS ESTADUAIS AQUI EM SP. JÁ ESTÃO AJUNTANDO GRANAS PARA A ELEIÇÃO DE 2014 NO BOLSO DOS SERVIDORES. CAMBADA DE FDP TIREM AS MÃOS DAS NOSSAS MARMITAS !

  41. Já não basta essa tristeza geral, ver tantos colegas tombarem e, diante disso, o nosso Ilmo Sr Governador do Estado de Sao Paulo fazer uma safadeza dessa, na surdina??? Já estão nos fodendo há duas décadas, esperamos o final disso em 2014!! Até lá, defenderemos nossos pares,amigos e familiares, o resto F O D A M – S E E E E E E E E E E ! ! ! ! POVO DE MERDA+POLÍTICOS DE MERDA+PARTIDO DE MERDA= TERÃO UMA POLÍCIA A ALTURA, OU SEJA, DE MERDAAA!!!!!!!! É A CARA DE MUITOS! Fui!

  42. Ganhando bem menos que PM. :
    Peraí….
    os pms ganham muito mais que a gente?
    e o nosso DGP?
    e os nossos diretores de departamentos?
    e o Conselho da Polícia Civil o que tem a dizer?
    somos lixos de segunda? é isso?

    Ganhando bem menos que PM. :
    Peraí….
    os pms ganham muito mais que a gente?
    e o nosso DGP?
    e os nossos diretores de departamentos?
    e o Conselho da Polícia Civil o que tem a dizer?
    somos lixos de segunda? é isso?

  43. É o que eles pensam que somos afinal esses caras estão preocupados apenas com seus próprios interesses e nada mais.É a personalidade deles e como tal se comportam; além disso se seguram em suas cadeiras,pois sabem muito pouco ou quase nada de suas reais atribuições.

  44. A quem vamos recorrer? Têm apenas uma solução, vamos levar isto ao conhecimento público, as pessoas têm que saber como somos tratados. Acordem Policiais Paulistas, fora PSDB, e todos que apoiam este governo. Greve Já

  45. Publicado em 3/11/2012 às 07h58: atualizado em: 3/11/2012 às 08h02

    Do R7, com Agência Record

    Um policial militar foi baleado na cabeça, por volta das 5h deste sábado (3), na rua Dr. Zukim, em Santana, zona norte de São Paulo.

    De acordo com policiais militares, o homem estava indo para o trabalho quando dois homens em uma moto dispararam contra ele.

    Ainda segundo os agentes, ele foi levado ao Hospital da Polícia Militar. Por volta das 7h50, não havia informações sobre seu estado de saúde.

  46. Atento :
    Publicado em 3/11/2012 às 07h58: atualizado em: 3/11/2012 às 08h02
    Do R7, com Agência Record
    Um policial militar foi baleado na cabeça, por volta das 5h deste sábado (3), na rua Dr. Zukim, em Santana, zona norte de São Paulo.
    De acordo com policiais militares, o homem estava indo para o trabalho quando dois homens em uma moto dispararam contra ele.
    Ainda segundo os agentes, ele foi levado ao Hospital da Polícia Militar. Por volta das 7h50, não havia informações sobre seu estado de saúde.

    quando vão começar a acertar oficiais

  47. É mui grotesco e tosco o fato de ainda existirem polícias militares ao redor do globo, embora, sejam apenas 4 nações que disponham de tal ‘mecanismo’ autoritário e totalmente retrógrado; todos estes países estão classificados entre subdesenvolvidos e em desenvolvimento, ou seja, a ralé do planeta.
    O correto é a extinção de todas as polícias brasileiras e a criação de novas, preferencialmente sob jurisdição municipais e com comissários como chefes de polícia, sem patentes militares.
    Aproveitar-se-ia os quadros das atuais polícias estaduais, mas, sob uma nova regulamentação e atribuição.
    Uma das melhores, talvez até a melhor, polícias do mundo é a americana. É tão simples resolver as coisas, se não fosse o egoísmo e a tolice dos políticos e ‘favorecidos’ pelo sistema.
    É só copiar o sistema americano de segurança pública (sistema judiciário, penal, prisional e policial).
    Obviamente que a elite brasileira não se interessa por uma melhora neste quesito.
    Então, ficam os operários de combate ao crime se gladiando, brigando entre si, pois, não enxergam que o sistema não é feito para funcionar.
    Peões desprezíveis e de mui fácil reposição quantitativa,…
    Esta é a real.

  48. Lembro de um grupo de trabalho (Dep. Estadual) que ia estudar aumento salarial compatível com nível superior para Escrivão de Polícia…. Cadê? Onde foi parar? Que fim deu? Quero meu aumento, só isso…. essa logística toda que estão falando entre governo federal e estadual não vai funcionar se não recebermos salário digno….é a greve oculta…o governo não paga…o policial se apresenta mas não trabalha….e assim seguimos, sem segurança pública.

  49. escribA :

    APARECIDO LOUREIRO JANNONE :
    UM DIA VAMOS APRENDER QUE QUEM GANHA RETP “TURBINADO” É MUITO MAIS COMPETENTE QUE NÓS E, PORTANTO, DEVEM COMBATER O CRIME ORGANIZADO POIS SÃO MAIS INTELIGENTES. POR ENQUANTO, MENOS INTELIGENTES ESTAMOS SENDO NÓS.

    Realmente eles Sao competentes, pois patrulham, investigam, orienta o zé povinho, fazem bo, fazem relatório, aplicam multas, etc….
    Enquanto a tiragem não investigam porta nenhuma, não sabem orientar, não sabem e não querem fazer bo,
    Eu queria ser Escrivão da polícia militar.

    Eu sou tira calça branca, pensei que iria investigar crimes, mas to plantão fazendo BO. Olha sou parabéns para os escribas, pois e um saco fazer bo, mas onde estou e 10 titãs pra 1/2 escrivão, e recentemente foi aberto concurso para quase 500 tiras e para escriba nada, ou seja, daqui a pouco estarei tocando IP.

  50. nas ações judiciais, de policiais civis a decisão do tj é sempre a mesma improcedente.

  51. 03/11/201208h39
    PMs de São Paulo têm de fazer “rodízio” de coletes à prova de bala1

    Em Araçatuba (SP)

    Comunicar erroImprimir
    Os policiais militares do Estado de São Paulo estão sendo obrigados a fazer um “rodízio” no uso de coletes à prova de balas no horário de serviço. Isso ocorre porque o equipamento de proteção individual está em falta e o comando da PM ainda não conseguiu fazer a reposição das peças. Uma licitação em andamento prevê a entrega de 35 mil peças –60% na região de Araçatuba (a 527 km da capital paulista).

    Até o ano passado, cada PM tinha um colete exclusivo, de uso individual. Mas recentemente eles foram retirados dos soldados porque muitos estavam com data de validade vencida e a quantidade que sobrou não era suficiente para atender toda a tropa.

    Outro problema foi uma determinação do comando da PM que obrigou a tropa a usar colete com capa azul por baixo da farda. Mas o uso foi rejeitado porque causava imobilidade, desconforto e até micose. O comando revogou a medida, mas já tinha retirado da corporação as capas de cor marrom e, como é proibido usar colete com capas da mesma cor da farda, a falta do equipamento se agravou mais ainda.

    Para evitar que homens ficassem sem a proteção, os comandos da PM então recolheram os coletes dos militares, adotando a chamada “operação arma-desarma”. Com isso, os coletes passaram a ficar nos quartéis, com o militar usando o equipamento somente no horário de serviço. “O problema mais grave é que deixamos de usar esses coletes na ida ou vinda do trabalho, que também são momentos de risco. E também porque muitas vezes pegamos alguns com tamanho maior ou menor, que não se encaixam corretamente no nosso corpo”, declarou um PM que trabalha em Araçatuba. A reclamação é a mesma em outras regiões. O PM recebe o colete quando entra em serviço e o entrega para outro colega quando sai.

    PM
    Em nota, a corporação confirmou o problema ocorrido na licitação, mas não deu detalhes. A assessoria da PM não informou quantos comandos no Estado estão enfrentando a falta do equipamento, mas a informação de um oficial, que pediu para não ser identificado, é de que apenas um lote, dos três da licitação, seria entregue em 16 de outubro para o Comando de Policiamento Metropolitano Leste (CPAM-4) e ao Comando de Policiamento do Interior/Litoral (CPI-6).

    Os outros comandos receberiam os equipamentos em outros dois lotes, marcados para ontem (2) e para 2 de dezembro. As informações são do jornal “O Estado de S. Paulo”.

  52. 31/10/2012 21:42
    Secretário de Segurança virá falar das ações de sua pasta
    Comissão aprovou também a vinda do secretário de Administração Penitenciária
    Da Redação: Monica Ferrero Fotos: Márcia Yamamoto

    Adilson Rossi
    Na reunião da Comissão de Segurança Pública e Assuntos Penitenciários ocorrida na quarta-feira, 31/10, foi aprovado requerimento convidando o secretário de Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto, para falar sobre as ações de sua pasta. A data deste comparecimento não foi ainda estabelecida, mas houve acordo entre os parlamentares presentes de que seja o mais breve possível.
    A aprovação deste requerimento foi precedida de amplo debate entre os parlamentares presentes, uma vez que havia na pauta dois requerimentos do mesmo teor, de autoria do presidente da comissão, Adilson Rossi (PSB), e de Carlos Giannazi (PSOL). Foi lembrado também o dever constitucional de os secretários de Estado virem prestar contas na Assembleia, o que não foi feito ainda por Ferreira Pinto.
    A celeridade na vinda do secretário foi defendida pelos deputados Adriano Diogo (PT) e Olimpio Gomes (PDT), dada a crise por que passa a segurança na Região Metropolitana de São Paulo. Também se manifestaram sobre a questão Marcos Neves (PSB), Antonio Salim Curiati (PP), Hamilton Pereira (PT) e Fernando Capez (PSDB).
    Foi aprovado a seguir requerimento, também da Comissão de Segurança Pública, convidando o secretário de Administração Penitenciária, Lourival Gomes, para prestar contas das ações da pasta. Houve acordo para que também esse comparecimento seja em data próxima, logo a seguir da reunião com o secretário de Segurança Pública.

    Baixada Santista

    ‘O 1,6 milhão de habitantes da Baixada Santista estão preocupados, e reivindicam mais investimentos na segurança pública e no combate ao tráfico de drogas’, disse Luciano Batista (PSB) ao justificar requerimento que apresentou solicitando a realização de uma audiência pública da comissão na região. Esse requerimento foi aprovado e a data de realização e a cidade onde será feita a reunião serão divulgadas oportunamente.
    Foi aprovado também o parecer dado ao PL 407/2009. De autoria de Célia Leão (PSDB), a propositura dispõe sobre normas para a realização de rodeios e shows musicais presenciais ou eletrônicos em locais abertos.

  53. police :

    Ganhando bem menos que PM. :
    Peraí….
    os pms ganham muito mais que a gente?
    e o nosso DGP?
    e os nossos diretores de departamentos?
    e o Conselho da Polícia Civil o que tem a dizer?
    somos lixos de segunda? é isso?

    Ganhando bem menos que PM. :
    Peraí….
    os pms ganham muito mais que a gente?
    e o nosso DGP?
    e os nossos diretores de departamentos?
    e o Conselho da Polícia Civil o que tem a dizer?
    somos lixos de segunda? é isso?

    Voce acredita em DGP, diretor de departamento, conselho da polícia civil. Tão todos preocupados com as suas cadeiras, são Delegados de Polícia, querem que os operacionais se fodam.

  54. escribA :

    escribA :

    APARECIDO LOUREIRO JANNONE :
    UM DIA VAMOS APRENDER QUE QUEM GANHA RETP “TURBINADO” É MUITO MAIS COMPETENTE QUE NÓS E, PORTANTO, DEVEM COMBATER O CRIME ORGANIZADO POIS SÃO MAIS INTELIGENTES. POR ENQUANTO, MENOS INTELIGENTES ESTAMOS SENDO NÓS.

    Realmente eles Sao competentes, pois patrulham, investigam, orienta o zé povinho, fazem bo, fazem relatório, aplicam multas, etc….
    Enquanto a tiragem não investigam porta nenhuma, não sabem orientar, não sabem e não querem fazer bo,
    Eu queria ser Escrivão da polícia militar.

    Eu sou tira calça branca, pensei que iria investigar crimes, mas to plantão fazendo BO. Olha sou parabéns para os escribas, pois e um saco fazer bo, mas onde estou e 10 titãs pra 1/2 escrivão, e recentemente foi aberto concurso para quase 500 tiras e para escribanada, ou seja, daqui a pouco estarei tocando IP.

    ESTÃO DIZENDO QUE EM BREVE VAI TER MUDANÇAS, OU SEJA, OS ESCRIVÃES IRÃO PARA A CHEFIA E OS TIRAS FARAM BO NO PLANTÃO… ME PARECE QUE NA 6 SECCIONAL JÁ ESTÁ OCORRENDO.

  55. Qdo falo q este negócio de ser “herói” e que ser policial não está com nada…me criticam.

  56. Militantes carregam cartazes em ato em homenagem a vítimas da ditadura em São Paulo
    O ato também foi usado para criticar a violência atual. “A tortura e o extermínio continuam a afligir especialmente os mais fragilizados”, afirmava o manifesto.
    “Muitos estão chorando pelo que aconteceu nesta madrugada [pela escalada recente da violência em São Paulo]. Os motivos não são muito diferentes. O Estado é o mesmo, são as mesmas pessoas com as mesmas fardas”, disse Italo Cardoso (PT), vereador e presidente da comissão municipal da verdade.
    O deputado estadual Adriano Diogo (PT) lembrou o caso do jornalista da Folha André Caramante, ameaçado após a publicação de reportagem sobre a candidatura do ex-chefe da Rota Paulo Telhada (PSDB), eleito vereador.
    fonte UOL
    tudo que está sendo dito são palavras ao vento, a população ainda tem a polícia como exterminadora, veja o que diz o vereador italo cardoso.

  57. gendermaria fútil :
    É mui grotesco e tosco o fato de ainda existirem polícias militares ao redor do globo, embora, sejam apenas 4 nações que disponham de tal ‘mecanismo’ autoritário e totalmente retrógrado; todos estes países estão classificados entre subdesenvolvidos e em desenvolvimento, ou seja, a ralé do planeta.
    O correto é a extinção de todas as polícias brasileiras e a criação de novas, preferencialmente sob jurisdição municipais e com comissários como chefes de polícia, sem patentes militares.
    Aproveitar-se-ia os quadros das atuais polícias estaduais, mas, sob uma nova regulamentação e atribuição.
    Uma das melhores, talvez até a melhor, polícias do mundo é a americana. É tão simples resolver as coisas, se não fosse o egoísmo e a tolice dos políticos e ‘favorecidos’ pelo sistema.
    É só copiar o sistema americano de segurança pública (sistema judiciário, penal, prisional e policial).
    Obviamente que a elite brasileira não se interessa por uma melhora neste quesito.
    Então, ficam os operários de combate ao crime se gladiando, brigando entre si, pois, não enxergam que o sistema não é feito para funcionar.
    Peões desprezíveis e de mui fácil reposição quantitativa,…
    Esta é a real.

    Concordo e assino embaixo. Não tem de unificar as policias, tem de extinguir a duas e criar uma nova com novas regras.

  58. PM POLICIA DE VERDADE DESDE ONDE FUNCIONARIO MILITAR ESTADUAL É POLICIA TÃO ATÉ QUERENDO MUDAR O NOME DESSA PORRA PRA FORÇA PUBLICA BANDO DE ARRONBADO OPORTUNISTA E HOMICIDA DO CARALHO E VAI SE FUDE QUANDO TOMA UM ESTARRO DA TIRAGEM SE BORRA TODO SÓ SÃO VALENTE NA TRAIRAGEM EM CIMA DE UMA CG 150 NA CALADA CONHEÇO BEM ESTA RAÇA DE FDP SÓ É HOMEM COM ESTA ROUPA DE PALHACITO SEM ELA É SÓ NA CRO CRO TO CANSADO DE MANDAR PM 157 PRA CADEIA PERDI A CONTA AGORA VAI SE FUDER ANTES QUE EU ME ESQUEÇA CINQUENTÃO DO CARALHO !!!!!!!!!!!!!!

    Escriba , na real, você sofre de complexo de inferioridade porque queria ser investigador. Deve ser mais um desses malandros que nunca tiveram a menor vocação para o escrivanato e se sentem inferiorizados porque na cabeça de vocês a sua carreira é para mulher, e que Tira é tudo ladrão, Delegado é tudo burro e corrupto e polícia de verdade é a PM. Já trabalhei com vários tipos como você. Em toda delegacia tem um igual. Anda com duas armas da cinta e distintivo no peito. Paga de honesto e trabalhador, mas não passa de um ladrão vagabundo que se acha sempre banhado. A PM ainda vai lhe fuder pra você largar mão de falar merda!

    ,
    TIRA CINQUENTÃO :
    Escriba , na real, você sofre de complexo de inferioridade porque queria ser investigador. Deve ser mais um desses malandros que nunca tiveram a menor vocação para o escrivanato e se sentem inferiorizados porque na cabeça de vocês a sua carreira é para mulher, e que Tira é tudo ladrão, Delegado é tudo burro e corrupto e polícia de verdade é a PM. Já trabalhei com vários tipos como você. Em toda delegacia tem um igual. Anda com duas armas da cinta e distintivo no peito. Paga de honesto e trabalhador, mas não passa de um ladrão vagabundo que se acha sempre banhado. A PM ainda vai lhe fuder pra você largar mão de falar merda!
    Traira do caralho!

  59. A BRIGA É POR CAUSA DAS MAQUININHAS……MUITOS MORRENDO E NÃO TEM NADA COM O BAGULHO…………………VAI SI FUDER SEUS FDP.

  60. sábado, 3 de novembro de 2012 – 16h37 Atualizado em sábado, 3 de novembro de 2012 – 18h03
    Chefe do tráfico de Paraisópolis é morto
    Traficante Robinho é morto após trocar tiros com a Rota na zona oeste de SP
    Da Redação, com Rádio Bandeirantes noticias@band.com.br
    Veja também
    Operação da PM já prendeu 29 em Paraisópolis

    O traficante Aldo Afonso de Lima, conhecido como Robinho, foi morto no início da tarde deste sábado, dia 3, após trocar tiros com policiais da Rota na zona oeste de São Paulo. Robinho é um dos chefes do tráfico de drogas da favela do Paraisópolis.

    A morte de Robinho ocorreu na Marginal Pinheiros, no sentido Interlagos, próximo à Ponte Eusébio Matoso.

    O criminoso foi socorrido no pronto socorro da região, mas não resistiu aos ferimentos. Foram apreendidos cerca de R$ 800 em dinheiro e uma pistola.

    Robinho desobedeceu a uma ordem de parada e atirou contra os policiais. Segundo o capitão da Rota Cássio Araújo, o traficante já vinha sendo rastreado pelo serviço de inteligência da polícia.

    Operação Saturação
    A Polícia Militar de São Paulo realiza a Operação Saturação na favela de Paraisópolis em resposta ao ataque contra policiais. O último balanço divulgado neste sábado aponta 29 presos.

  61. É isso que dá ser bate casco do Geraldinho….vai “PM’s” trouxas… vão lamber as bolas do governador….. ganharam um belo pau no c…….

  62. Sem coletes…,todo mundo sabe que os tablets foram super faturados,e tem tablets até em viatura baixada,o ministério público chegou ao ponto de suspender licitações da PMESP,o oficial chefe da quadrilha armada se aposentou, e se elegeu vereador pelo PSDB.As armas da PMESP (.40) foram doadas para outros estados,sendo que nenhum policial de SP recebeu sequer uma arma como forma de doação,porém o comando da PMESP,deu arma até pra polícia do Nordeste,claro que armas novas foram compradas, e novos licitações foram feitas em nome da modernização,porém foram adquiridas armas do mesmo calibre,policial de SP, recebe uns dos piores salários do Brasil,não tem uma carreira digna,e é sangrado pelo próprio comando, que se vende em troca das Subprefeituras de SP,e outros benefícios,pois esse apadrinhamento gera bons frutos para os lixos que se julgam doutores em segurança pública.

  63. TIRA CINQUENTÃO :Escriba , na real, você sofre de complexo de inferioridade porque queria ser investigador. Deve ser mais um desses malandros que nunca tiveram a menor vocação para o escrivanato e se sentem inferiorizados porque na cabeça de vocês a sua carreira é para mulher, e que Tira é tudo ladrão, Delegado é tudo burro e corrupto e polícia de verdade é a PM. Já trabalhei com vários tipos como você. Em toda delegacia tem um igual. Anda com duas armas da cinta e distintivo no peito. Paga de honesto e trabalhador, mas não passa de um ladrão vagabundo que se acha sempre banhado. A PM ainda vai lhe fuder pra você largar mão de falar merda!Traira do caralho!

    você deve ter ingressado no tempo em que o salário de investipol era 70% do salário de escripol.

  64. PMs, diante de tanta sacanagem do Governo, diante da forma que voces são tratados por muitos oficiais, façam sómente o policiamento POLO, Policiamento Ostensivo Longe de Ocorrencia, Escribas, parem de fazer de Portaria a Relatório Final, nos IPs, que os Dels. Pols. ditem até histório de BO…..e mais uma coisa, aquele grupo de trabalho do NU ja foi extinto, ou melhor foi criado…., os componentes desse grupo de trabalho são fraquinhos, sem expressão, sem força, sem competencia, sem moral…, fui

  65. As ações impetradas pela Associação dos Cabos e Soldados e pela Associação dos Oficais da Reserva foram julgadas procedentes em primeira e em segunda instâncias e, em razão disso, os recálculos em favor dos policiais militares associados dessas duas Entidades de Classe deveriam ser feitos e pagos de imediato. E era exatamente isso o que vinha ocorrendo. No entanto, em razão da concessão dessa liminar pelo ministro presidente do Supremo, de fato vai causar um atraso nos respectivos pagamentos, mas isto não significa dizer que o Governo “ganhou a causa”.
    Até onde eu sei, a Associação dos Cabos e Soldados e a Associação dos Oficiais da Reserva e o advogado que está patrocinando essas causas para ambas essas Associações já estão se mobilizando e com certeza haverão de reverter o quadro que ora se apresenta; mesmo porque, convenhamos, a liminar concedida está tão mal fundamentada que parece-me que o ministro que a concedeu fez de propósito, para que fosse derrubada mesmo.
    Assim, espero eu, tudo deverá voltar à normalidade em breve.
    E que os policiais civis também busquem, através de suas respectivas Entidades de Classe, esse justo direito que lhes vem sendo criminosamente negado.

  66. COLEGAS:

    FIQUEI SABENDO AGORA À POUCO QUE MATARAM UMA PM FEMININA NA REGIÃO DO PENTEADO ZONA NORTE NO INSTANTE QUE A MESMA IRIA SAIR DE SUA RESIDÊNCIA. PEÇO CONFIRMAÇÃO.

  67. esse fdp desse alkmin nunca me pois na sua campanha o safado dizia que o policial estava ganhando sendo que ele ja havia estado la esse insosso nao vale nada LEMBREM SO PMDB NAS ELEIÇOES

  68. Dizem que qualquer alteração no hollerith da PM deve ser feita antes do dia 20 de cada mês, essa liminar que suspendeu a ação dos Cabos e Soldados foi deferida no dia 26 e já bloquearam a folha de pagamento para alteração pela DP. Eu digo isso, pois eu já havia imprimido esse documento online no dia 01/11/2012 e agora acessei novamente e está em manutenção, pois provavelmente estão alterando-as para menor valor.
    Conclusão: Quando é para ajudar é só daqui a dois meses, mas quando é para prejudicar sai na hora.

  69. A PMESP faz a sua própria folha de pagamento,os estrelinhas da PM,subservientes do PSDB em troca das Subprefeituras e apadrinhamento político fazem qualquer negócio,enterram praças todos os dias, e repetem discursos prontos do secretário de segurança,vc acha que eles não vão alterar a folha de pagamento dos policiais,vc deve estar de brincadeira…

  70. o psdb nao ganha mais eleiçao nem aki e nem na china cambada de sem vergonha, dinheiro pra fazer estadio tem e pra eles viajar tambem vao pra merda

  71. Sem uma Polícia civil bem equipada e bem paga não há investigação. Foi isso que causou o crescimento do crime organizado aqui no Estado De São Paulo, ao invés do governo sufocar o crime ele sufocou a Polícia Civil, o resultado não podia ser outro …olha a merda que ai está !

  72. Unidos contra o crime :
    Vamos nos unir contra o crime.
    Tá bom!
    Mas vamos nos unir pelas mesmas vantagens salariais.
    Não dá pra conviver com um Estado que estabelece há décadas sempre por meio de jeitinhos privilegios aos PMs.
    Para nós só mesmo Pinto.
    Assim , não dá!
    Se PM é mais polícia que nós então que se danem.
    Sem investigação a criminalidade não diminuirá jamais.
    Ganhando pouco investigo pouco.
    Ganhando menos que a Pm não investigo nada.
    Bato BO!

    Idiotas todos, o governo quer a desestabilização das duas policias e quer que ganhe menos ainda as duas policias!! Ele usa os Oficiais da PM para segurar a tropa para não se rebelar por baixos salários e usa os delegados chefes para falar mentira e segurar as delegacias ! Na greve que distanciou mais ainda as duas policias as duas classes que só ganharam foram essas !! Então para fazer média joga as duas classes de policia uma com as outras, fora os policias bandidos tanto como PM e PC que estão inseridos no meio vendendo quem trabalha certo ! É idiotice, egoismo e desinteligência ficar acusando um ao outro !! Pois na hora de pegar o arrego ficamos sabendo histórias viaturas das duas policias encostando na biqueira para pegar o dinheiro !!! Quero mais que as duas policias se acabem, pois não servem para nada, pois se tornaram um câncer para o Estado de São Paulo, pois não funcionam em nada, tinha que se tornar um a policia só, acabar com essa palhaçada !! Mais isso nunca vai acontecer porque é mais fácil manter duas policias desunida, recebendo mal, e que seu efetivo dentro do estado de São Paulo não influenciam em nada no meio político, vocês são patéticos, hoje a carceragem consegue eleger um deputado federal e estadual e faz a diferença ao eleger o governador!! Muitos reclamam que estão ganhando mal, mais votaram no governador que está hoje !! Por mim vocês tinham que receber um salário mínimo só, recebem muito ainda por não fazer nada !!!

  73. Nós Policiais civis do estado de São Paulo ganhamos uma miséria de salários, fomos sucateados ao máximo pelo governo paulista durante 20 anos, não temos como investigar e combater a criminalidade. O Governo e os Deputados não ajudam a Polícia Civil, eles querem que o pcc domine o Brasil !

  74. é o que vi aqui foi uma briga insana,todos estamos no mesmo barco furado pm e pc,todos devem entrar com ações contra o governo e ponto,as que a pm já ganhou criou espaço pra pc e vice versa,agora nas proximas eleições virá a resposta,o vampiro (Serra) já foi o picolé é o proximo

  75. 04/11/2012 21h42 – Atualizado em 04/11/2012 23h11
    Áudio revela que criminosos pagam taxa mensal a organização em SP
    Devedores são obrigados a matar policiais para vingar mortes.
    Desde janeiro, 90 policiais militares foram mortos no estado.
    Do G1, em São Paulo

    17 comentários

    Gravações inéditas revelam que criminosos são obrigados a pagar uma taxa mensal para ajudar a fortalecer o caixa de uma organização criminosa em São Paulo. Quem não paga, segundo o promotor de Justiça Marcelo Alexandre de Oliveira, é escolhido para cometer crimes de vingança contra policiais. “Eles são obrigados praticamente a matar policiais sob pena de morrerem”, afirma.
    Reportagem do Fantástico exibida neste domingo (4) abordou a onda de violência que assola São Paulo, com madrugadas violentas, mortes sem solução e população assustada (veja acima a íntegra da reportagem).
    saiba mais
    PM morta a tiros na frente da filha é enterrada em SP
    Nas gravações mostradas pelo Fantástico, uma voz diz: “A partir desta data, 10/09/12, a contribuicão mensal passa a ter o aumento de R$ 600 para R$ 850″.
    Segundo o Ministério Público, documentos mostram que o grupo tem uma lista dos integrantes que morreram. Para eles, a execução de um dos integrantes da organização pela polícia é um “ato de covardia” e deve ser cobrada com mortes de policiais.
    Neste domingo, subiu para 90 o número de policiais militares mortos no estado de São Paulo desde janeiro deste ano. Do total de PMs mortos, 40 foram assassinados com características de execução.
    O Ministério Público estadual apura se a onda de violência que assola São Paulo tem ligação com a ordem de criminosos de uma facção que atua dentro e fora dos presídios paulistas para matar PMs. Em contrapartida, policiais militares estariam organizando milícias e grupos de extermínio para matar bandidos e vingarem as mortes dos colegas.
    Por conta dessa situação de assassinatos recordes sendo registrados praticamente todos os dias, o governo estadual e o governo federal devem se reunir nos próximos dias para discutir um plano de segurança visando pôr fim a onda de criminalidade em SP.
    Até as 20h deste sábado, 30 pessoas haviam morrido na Região Metropolitana em ataques violentos ou em confronto com a polícia nos três primeiros dias de novembro. Com a morte da policial, são 31. O penúltimo caso aconteceu no início da tarde na capital paulista.
    A ação foi no meio do trânsito na Marginal Pinheiros. Policiais da Rota perseguiam Aldo Afonso de Lima, apontado como o chefe do tráfico de drogas da favela de Paraisópolis. “O indivíduo saiu do veículo realizando disparo de arma de fogo. A equipe revidou a esses disparos. Ele foi baleado, desarmado e socorrido ao Hospital Universitário”, diz o tenente Phelipe Regonato, comandante de pelotão da Rota.
    O traficante chegou ao hospital morto. De sexta-feira (2) para sábado (3), 20 pessoas foram baleadas na Grande São Paulo. Onze morreram.
    Em Itaquera, Zona Leste de São Paulo, o dono de um carro foi assassinado quando saía de casa. Na Zona Norte, um policial ia para o trabalho de moto quando foi vítima de uma tentativa de assalto, mas os ladrões erraram os tiros.
    A região da Grande São Paulo que registrou o maior número de vítimas foi o ABC Paulista, onde 15 pessoas foram baleadas, sendo duas em Santo André e outras 13 em São Bernardo do Campo. O motorista de um carro bateu na coluna de uma garagem e morreu.
    Parecia um acidente, mas o homem perdeu o controle da direção após levar um tiro. “Logo depois que os policiais chegaram, a gente identificou que bandidos tinham atirado nele”, afirma o morador Duílio Ferreira Santos. Também em São Bernardo, três homens que estavam em um carro roubado foram mortos depois de entrar em confronto com policiais.
    Dois outros casos foram em bares. Os atiradores estavam em motos. Em um deles, os clientes comemoravam um aniversário. “Um falou, ‘é barulho de moto’, falei que não, que era tiro. Quando saí, já tinham dois caídos, um atingido na perna e outro no pé. Fechei as portas às 2h e fui embora para casa”, afirma a comerciante Maria de Jesus Silva Dantas.

  76. 04/11/2012 – 05h30
    Eleitor escolheu petista por desejo de mudança, diz Datafolha
    PUBLICIDADE
    DE SÃO PAULO

    O desejo de mudança foi o principal motivo da eleição de Fernando Haddad (PT) para a Prefeitura de São Paulo. Mas não foi só isso.

    Eleito em SP, Haddad começa a montar sua administração
    Equipe de Haddad estuda fim da taxa da inspeção veicular
    Haddad quer promessa de campanha no Orçamento de 2013
    Tarifa de ônibus é uma das preocupações de Haddad em SP

    Suas propostas para as áreas de transportes, saúde e educação, a imagem de um político jovem, honesto e competente, a força do PT e a rejeição a Serra são os outros fatores que, reunidos, levaram Haddad à vitória com 55,57% dos votos válidos.

    As informações são de uma pesquisa Datafolha realizada em 29 de outubro, dia seguinte ao segundo turno da eleição municipal.

    As referências à inovação do então candidato –é novo na política, pode fazer mudanças, a cidade precisa de renovação, etc.– somam 23% dos motivos que levaram os eleitores a votar em Haddad.

    O fato de Haddad ser do PT foi a razão apontada por 16%. E 11% o escolheram por sua imagem pessoal positiva.

    Ele foi escolhido por 59% de seus eleitores por causa de suas propostas com a seguinte distribuição: 16% pelas promessas na área de transportes, 15% na área de saúde, 14% na educação e 14% por ter as melhores propostas, sem especificação.

    A rejeição a seu adversário no segundo turno, José Serra (PSDB), também não é desprezível: 11% disseram ter votado em Haddad por não querer que Serra fosse eleito.

  77. maximus@hotmail.com :

    gendermaria fútil :
    É mui grotesco e tosco o fato de ainda existirem polícias militares ao redor do globo, embora, sejam apenas 4 nações que disponham de tal ‘mecanismo’ autoritário e totalmente retrógrado; todos estes países estão classificados entre subdesenvolvidos e em desenvolvimento, ou seja, a ralé do planeta.
    O correto é a extinção de todas as polícias brasileiras e a criação de novas, preferencialmente sob jurisdição municipais e com comissários como chefes de polícia, sem patentes militares.
    Aproveitar-se-ia os quadros das atuais polícias estaduais, mas, sob uma nova regulamentação e atribuição.
    Uma das melhores, talvez até a melhor, polícias do mundo é a americana. É tão simples resolver as coisas, se não fosse o egoísmo e a tolice dos políticos e ‘favorecidos’ pelo sistema.
    É só copiar o sistema americano de segurança pública (sistema judiciário, penal, prisional e policial).
    Obviamente que a elite brasileira não se interessa por uma melhora neste quesito.
    Então, ficam os operários de combate ao crime se gladiando, brigando entre si, pois, não enxergam que o sistema não é feito para funcionar.
    Peões desprezíveis e de mui fácil reposição quantitativa,…
    Esta é a real.

    Concordo e assino embaixo. Não tem de unificar as policias, tem de extinguir a duas e criar uma nova com novas regras.

    É muito simples resolverem tudo isto, de fato, mas não “de jure”.
    Tem que haver uma neo-formulação do sistema de segurança pública nacional, envolvendo poder judiciário, ministério público, polícias e sistema prisional.
    Contudo, com o conhecimento que tenho da natureza humana, isto não ocorrerá. Ela primordia o egoísmo, a ambição, a ganância e a maldade; tudo isto adoçado com mediocridade e estupidez.
    A realidade hodierna e como se apresenta, faz bem aquele que pondera, deontologicamente, e primazia o ser enquanto sendo.

  78. Em 2014 é a vez dos eleitores dizer NÃO para o Geraldo Alckimim. Vamos aguardar chorando os mortos por incompetência governamental !

  79. gender fútil :

    maximus@hotmail.com :

    gendermaria fútil :
    É mui grotesco e tosco o fato de ainda existirem polícias militares ao redor do globo, embora, sejam apenas 4 nações que disponham de tal ‘mecanismo’ autoritário e totalmente retrógrado; todos estes países estão classificados entre subdesenvolvidos e em desenvolvimento, ou seja, a ralé do planeta.
    O correto é a extinção de todas as polícias brasileiras e a criação de novas, preferencialmente sob jurisdição municipais e com comissários como chefes de polícia, sem patentes militares.
    Aproveitar-se-ia os quadros das atuais polícias estaduais, mas, sob uma nova regulamentação e atribuição.
    Uma das melhores, talvez até a melhor, polícias do mundo é a americana. É tão simples resolver as coisas, se não fosse o egoísmo e a tolice dos políticos e ‘favorecidos’ pelo sistema.
    É só copiar o sistema americano de segurança pública (sistema judiciário, penal, prisional e policial).
    Obviamente que a elite brasileira não se interessa por uma melhora neste quesito.
    Então, ficam os operários de combate ao crime se gladiando, brigando entre si, pois, não enxergam que o sistema não é feito para funcionar.
    Peões desprezíveis e de mui fácil reposição quantitativa,…
    Esta é a real.

    Concordo e assino embaixo. Não tem de unificar as policias, tem de extinguir a duas e criar uma nova com novas regras.

    É muito simples resolverem tudo isto, de fato, mas não “de jure”.
    Tem que haver uma neo-formulação do sistema de segurança pública nacional, envolvendo poder judiciário, ministério público, polícias e sistema prisional.
    Contudo, com o conhecimento que tenho da natureza humana, isto não ocorrerá. Ela primordia o egoísmo, a ambição, a ganância e a maldade; tudo isto adoçado com mediocridade e estupidez.
    A realidade hodierna e como se apresenta, faz bem aquele que pondera, deontologicamente, e primazia o ser enquanto sendo.

    DESDE QUE AS RECOLHAS DE CAÇA NIQUEIS E BINGOS FIQUEM COM AS CHEFIAS ENTÃO A CÚPULA ACEITAkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk eita fuminho baummm

  80. A revolução francesa começou por falta de pão e o povo na miséria. nós não só estamos recebendo um salário de miséria,pelo serviço que prestamos e pelo que somos (somos espartanos pois de lá vem os militares) assim como estamos sendo caçados… é!! como as bruxas no século XIX, Só presisamos de um líder, não se faz revoção com leite de rosas meus amigos.Porém os tempos são outros devemos agir com inteligência. mantenham a calma vamos vencer a batalha.

    ps: Ao ivés de ficarem discutindo entre nós ou criticando um irmão mesnos esclarecido ou frustrado seja lá o que for deseje luz pra ele ( quando digo luz, quero fazer alusão ao iluminismo, movimento literário que antecedeu a Revolução Francesa e no qual Rubenspierre se inspirou para ser lider de tal) temos que nos unir. Liberdade ,Igualdade e Fraternidade.

  81. Segundo o Secretário de Segurança Pública e o Comandante Geral da PMESP,a Polícia Federal tem só 2 mil homens em SP,e não tem efetivo pra combater a criminalidade,na realidade o Comandante Geral da PM é uma marionete do GOVERNO,porém não falaram para o Secretário (que também é oficial da PMESP)que polícia não se faz com quantidades de policiais,pois se quantidade resolvesse, a PMESP que tem 100 mil homens só em SP,já teria desarticulado o PCC,que segundo informações tem 1.300 homens,ou seja um por cento do efetivo da polícia paulista,ou seja, polícia se faz com inteligência,sem interesses políticos,desarticulando as facções atuando no capital financeiro dessas organizações.

  82. SAIBA PORQUE OS TUCANOS SP, NÃO PODEM INVESTIR EM SEGURANÇA

    Hackers invadem site do governo de SP e exibe salários dos marajás tucano.

    o Portal Transparência Estadual, há registro de mais de 17,5 mil nomes. Pela tabela organizada pelos hackers, depois de Brandão, os maiores salários são os de dois fiscais de renda da Secretaria da Fazenda, ambos na ativa, com vencimentos líquidos de R$ 180,2 mil e R$ 134,8 mil, respectivamente.

    Hackers organizaram em uma tabela, por ordem crescente e decrescente, os vencimentos mensais do funcionalismo público paulista. No Portal Transparência Estadual, onde são divulgados os valores pagos ao funcionalismo pelo governo, há somente mecanismos de buscas por nome, cargo, órgão e situação (aposentados, ativos e pensionistas), e não por vencimentos.

    O teto estadual é de R$ 18,7 mil, equivalente ao salário do governador, mas um dos servidores, o coronel da reserva da Polícia Militar (PM) e atual subprefeito da Lapa, na Zona Oeste da capital paulista, Aílton Araújo Brandão, recebeu rendimento líquido, no mês de junho, de R$ 254,1 mil.

    No Portal Transparência Estadual, há registro de mais de 17,5 mil nomes. Pela tabela organizada pelos hackers, depois de Brandão, os maiores salários são os de dois fiscais de renda da Secretaria da Fazenda, ambos na ativa, com vencimentos líquidos de R$ 180,2 mil e R$ 134,8 mil, respectivamente. Segundo o governo, os dois devem ter recebido remuneração extra no mês de junho, como o coronel.

    Dos dez maiores vencimentos, cinco são de coronéis e tenentes-coronéis aposentados da PM paulista, todos acima de R$ 100 mil. Além de Brandão, o tenente-coronel da reserva Almir Ribeiro, que aparece no “top ten” também ocupa um cargo na gestão do prefeito Gilberto Kassab (PSD): é chefe de gabinete da Subprefeitura Jaçanã/Tremembé.

    Fonte: PT SÃO PAULO

  83. Marcão :Sem uma Polícia civil bem equipada e bem paga não há investigação. Foi isso que causou o crescimento do crime organizado aqui no Estado De São Paulo, ao invés do governo sufocar o crime ele sufocou a Polícia Civil, o resultado não podia ser outro …olha a merda que ai está !

    e A “MERDA” VAI AUMENTAR, POIS, A POLÍCA CIVIL CONTINUA E, CONTINUARÁ, “MAL APARELHADA”, “MAL REMUNERADA”, ENFIM, “DESMANTELADA”! ENQUANTO O PSDB GOVERNAR SÃO PAULO SÓ SE PODE ESPERAR UMA COISA: PIORA, EM TODOS OS SETORES!

  84. COMUNICADO DO CEL HERRERA- DIR DE FINAN E PATRI-PM

    Prezado companheiro, Policial Militar

    Nos anos de 2011 e 2012, vários policiais militares, de
    todos os postos e graduações, ativos, inativos e pensionistas, foram
    beneficiados por Mandados de Segurança Coletivos impetrados pela ACSPM e pela
    AORRPM cujo objeto é o Recálculo dos Adicionais de Tempo de Serviço e da
    Sexta-Parte de forma a incidir sobre os vencimentos integrais. Em ambos os
    processos já existe decisão de segunda instância (acórdão) favorável aos
    associados de ambas as entidades. Dessa forma, as Associações obtiveram em
    juizo a possibilidade de execução provisória de tais acórdãos, fato que
    permitiu o pagamento dessas vantagens em holerite, apesar de que a Fazenda
    Estadual tenha recorrido dessas decisões.

    Durante o ano de 2011 e 2012, foram processadas na folha de
    pagamento da PMESP as seguintes decisões:

    a) apostilamento e pagamento das vantagens em carater
    judicial aos associados a partir do inicío da execução provisória (ano de 2011)

    b) inclusão de novos associados, possibilitando o
    apostilamento e pagamento independentemente de data de associação (ano de 2012)

    c) retroação dos efeitos da execução à data dos acórdãos,
    com pagamento de atrasados na folha de pagamento (ano de 2012)

    d) retroação dos efeitos da execução à data de impetração
    das ações, providencia esta ainda não cumprida e que foi o principal fator
    determinante da liminar obtida junto ao STF

    Porém, no último dia 26 de outubro p.p. o Exmo Sr Presidente
    do Supremo Tribunal Federal proferiu decisão liminar determinando a suspensão
    dos efeitos dos acórdãos proferidos nesses processos

    Justamente por essa razão é que a consulta oas holerites
    pela intranet/internet foi suspensa. Assim durante este final de semana o CIAF
    estará reprocessando a folha de pagamento a ser creditada em 08Nov12, de forma
    a cumprir essa nova determinação judicial.. Na próxima segunda-feira, já de
    posse dos dados concretos e definitivos sobre os reflexos dessa decisão será
    feita ampla divulgação para esclarecimento a todos polciais militares.

    Resumindo:

    1.º ) Os acórdãos que garantem o recálculo dos adicionais de
    tempo de serviço e sexta-parte são favoráveis aos associados das referidas
    entidades, porém a Fazenda Estadual entrou com recursos contra tais decisões.

    2.º) Os pagamentos efetuados até o mês de outubro foram feitos
    de forma regular e legal, em cumprimento à decisões judiciais que determinaram
    a execução provisória dos acórdãos recorridos

    3.º) a decisão judicial mais recente, deteminada pelo
    Presidente do STF tem caráter liminar e pode ser objeto de recurso por parte
    dos advogados das entidades interessadas.

    4.º) Por força dessa liminar está afastada a possibilidade
    de continuidade dos pagamentos, pagamento de atrasados e inclusão de novos
    sócios.

    5.º) Os pagamentos feitos até a presente data permanecem
    válidos, não havendo obrigação de devolver valores porventura já recebidos.

    6.º) O pagamento ocorrerá pontualmente no quinto dia útil,
    08/11/2012

    .7.º) Essas decisões aplicam-se somente aos que ja possuam
    quinquenios ou sexta-parte e que sejam sócios da ACSPM ou AORRPM

    Certo da comprensão de cada um dos senhores e senhoras ,

    Cel PM Herrera.

  85. Engraçado esse governador, com tanta morte de colegas ele vem com essa conversa de que se pagar nossos direitos conquistados vai acabar por comprometer, seriamente, as finanças públicas.
    PORQUE NÃO EVITARAM ISSO ANTES, PAGANDO NOSSOS SALÁRIOS CORRETAMENTE COM AS DEVIDAS CORREÇOES, AGORA VEM COM ESSA CONVERSINHA DE COMPROMETER AS FINANÇAS PÚBLICAS.
    Uma pergunta QUANTO VALE NOSSAS VIDAS?

  86. Até a presente data só neste ano ja foram executados 90 colegas PM, a maioria em sp pelo crime organizado quase todos classes de pré porque não se ve oficiais nas ruas, estão quase todos aquartelados com o cú na mão assistindo de camarote nossos irmãos e familias sendo assasinados por bandidos. A pm de sp e o governo perdeu totalmente o controle da criminalidade eo governo nega ajuda das forças de segurança porque no governo passado ele fez acordo amigavel com os chefões do crime e agora esta de rabo preso deixando a capital de sp num mar de sangue.. Cada dia mais chega bandidos de outros est para sp porque estão sabendo que estão tendo respaldo para pratica do crime, e o governador se nega a pagar nossos direitos salariais dquiridos por lei que foram tirados no passado. Este governo é inimigo da segurança, ja passou da hora dos nossos irmão de farda acordarem para a realidade, porque amanhã ou depois sera eu ou vc ou nossas familias que serão assasinadas.

  87. O GERENTE DO BANCO DO BRASIL OLHOU COM UMA CARA FEIA PRA MIM HOJE, EU LOGO DESCONFIEI PORQUE. DEVO E NÃO NEGO, PAGO QUANDO POSSO, SOU HONESTO, PORÉM GANHO MUITO POUCO E POR ISSO ESTOU ATOLADO ATÉ O PESCOÇO COM FINANCIAMENTO NO CRÉDITO CONSIGNADO E OUTROS, DESSA FORMA ESTOU COM A CONTA RACHADA, ESTOUROU MEU LIMITE E O PIOR É QUE O SALÁRIO QUE CAI NA CONTA AMANHÃ, NÃO COBRE O ROMBO. SEI QUE É DIFÍCIL VIVER ASSIM, MAS ESTOU ATÉ CERTO PONTO CONFORMADO PORQUE A GRÉCIA TAMBÉM ESTA A BEIRA DA FALÊNCIA, AGORA, EU, UM POBRE POLICIAL CIVIL DO ESTADO DE SÃO PAULO, GANHANDO ESSA MISÉRIA DE SALÁRIO AINDA CONSIGO HONRAR MEUS COMPROMISSOS COM AS AJUDAS DOS BICOS, SÃO ESMOLAS NA VERDADE PORQUE OS BICOS ESTÃO MUITO DISPUTADOS ENTRE OS COLEGAS CIVIS E MILITARES, DESTA FORMA A MÃO DE OBRA É FARTA E ISSO DIMINUI O VALOR DOS NOSSOS TRABALHOS DE SEGURANÇAS PARTICULARES. ÚNICA COISA QUE ME DEIXOU FELIZ NESSES DIAS FOI A DERROTA DO SERRA DO PSDB PARA O HADDAD DO PT. MAS, MAIS DO QUE TUDO ISSO QUE ESCREVI ACIMA E É REALMENTE TRISTE ESTAR NA NOSSA PELE, É A TRISTEZA PELAS MORTES DOS COLEGAS POLICIAIS E AGENTES QUE FORAM MORTOS NESTES 11 MESES, POIS SEI QUE ESTES NÃO VOLTARÃO NUNCA MAIS , PIOR, SEUS FAMILIARES ESTÃO SOFRENDO MUITO COM A PARTIDA CRUEL COMO ACONTECEU. QUANTO MINHAS DIVIDAS NO BANCO DO BRASIL, EU PAGAREI QUANDO PUDER, MAS PAGAREI, QUERO CRER QUE O GOVERNO FEDERAL DÊ UMA BOA PRENSA NO GERALDO ALCKIMIM PARA QUE ELE PARE DE SER MISERÁVEL COM NÓS POLICIAS E PAGUE UM BOM SALÁRIO PORQUE TODOS NÓS POLICIAS PAULISTAS MERECEMOS GANHAR BEM E NÃO ESSE SALÁRIO DE FOME QUE É PAGO NOS DIAS DE HOJE. DESCULPEM O DESABAFO. ESTOU MUITO IRADO COM ESSE GOVERNO DE SÃO PAULO, POIS ESTOU PASSANDO DIFICULDADES FINANCEIRAS E AINDA TENHO QUE ME PREOCUPAR ATÉ EM APROXIMAR DO PORTÃO DE MINHA CASA POIS ESTOU NA EMINÊNCIA DE SER O PRÓXIMO A SER ABATIDO COMO BOI NO FRIGORIFICO. NÃO SOMENTE EU ESTOU ASSIM, MAS TODOS POLICIAS E AGENTES PENITENCIÁRIOS ESTÃO SOFRENDO E MUITO, MAS O PIOR MESMO É VERMOS NOSSAS FAMÍLIAS QUE SOFREM MUITO MAIS COM AS NOTICIAS DAS DESGRAÇAS TODOS OS DIAS AQUI NO ESTADO DE SÃO PAULO. QUE DEUS NOS PROTEJA A TODOS .

  88. o picolé de chuchu já esta se resguardando para roubar o dinheiro para as eleições de 2014, agora que o serra se fudeu vai ter que roubar sozinho!!!!

  89. Armando Arapuca é já pegamos um tucano :
    O comandante-geral da Polícia Militar de São Paulo, Roberval Ferreira França, disse nesta sexta-feira (2) ser contra o uso de tropas do Exército para combater a violência na região metropolitana. “Eu considero desnecessário. O estado de São Paulo tem hoje 100 mil policiais militares, tem 30 mil policiais civis, nós somos o maior contingente policial da América Latina, há um grande volume de investimentos em segurança pública no estado”, afirmou.
    O COMANDANTE SÓ NÃO FALOU QUE É A POLÍCIA MAIS MAU PAGA DO BRASIL. NÃO É NECESSÁRIO O EXÉRCITO PORQUE NÃO FOI O FILHO DELE QUE MORREU !

    Bom, muito bem pensado!!!

  90. 06/11/2012 21:15
    Da Tribuna
    Da Redação

    Exército na rua

    Edson Ferrarini (PTB) criticou a política estadual de segurança pública e lamentou a morte de 90 policiais neste ano. Na opinião do parlamentar, o Exército deveria ir para as ruas para ajudar o Estado no combate ao crime organizado. “Estamos na maior anarquia e a má administração deixa a população intranquila”, finalizou. (GA)

    Pilares da violência

    Jooji Hato (PMDB) comentou reportagem apresentada no jornal do SBT sobre o crack. Afirmou que os pilares que sustentam a violência são as drogas, as armas e o álcool. Segundo o deputado, compete ao secretário de Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto, manter a ordem e combater a criminalidade, porém “as armas estão nas mãos de bandidos e a polícia não as apreende”, finalizou. (GA)

    Alerta

    Carlos Giannazi (PSOL) criticou o governo estadual, referindo-se ao aumento da criminalidade. “O PSDB faliu o sistema de saúde, de segurança pública, de educação e o prisional. A situação atual da segurança pública no Estado é muito grave”, alertou. (GA)

    Emergência

    Hamilton Pereira (PT) reconhece que a segurança pública está passando por uma situação emergencial. “O direito à segurança pública está consignado na Constituição, sendo um dos deveres do Estado, pelos quais pagamos impostos.” Pereira sugeriu que o secretário da Segurança Pública compareça às reuniões da Comissão de Segurança Pública da Assembleia, para informar quais providências serão tomadas sobre a onda de violência no Estado. (JF)

    Segurança pública

    “Associo-me à manifestação dos colegas para ver restaurada a segurança pública em São Paulo”, afirmou o deputado José Bittencourt (PSD) a respeito dos últimos acontecimentos envolvendo a morte de policiais no Estado. Bittencourt defendeu a aprovação do Projeto de Lei 27/2012, que trata da criação de cargos de defensor público no Estado de São Paulo. O projeto já passou pelas instâncias necessárias na Assembleia e aguarda inclusão na Ordem do Dia. (JF)

    Emendas ao Orçamento

    Luiz Claudio Marcolino (PT) comentou reunião da Comissão de Finanças e Orçamento, que aprovou as emendas propostas pela população nas audiências públicas realizadas pela comissão nas regiões administrativas, metropolitanas e conglomerados urbanosdo Estado. “Cumprimos a primeira etapa, que é não só acatar as sugestões mas transformá-las em emendas ao Orçamento 2013″, disse o deputado. (JF)

  91. Vista aérea da base do Exército montada no bairro de Santa Luzia, na zona rural de Taubaté (interior de São Paulo). Desde o dia 29 de outubro, militares realizam em oito cidades do Vale do Paraíba, interior de São Paulo, o Exercício Agulhas Negras. Trata-se de uma simulação de “guerra moderna”, onde os inimigos não são fardados, e sim rebeldes e civis misturados à população, como aconteceu na Líbia, Iraque e, mais recentemente, na Síria. A atividade, que termina nesta terça-feira (6), é realizada nas cidades de Caçapava, Jambeiro, Natividade da Serra, Paraibuna, Redenção da Serra, São Luiz do Paraitinga, Taubaté e Tremembé

  92. São Paulo há duas décadas mata seus policiais com “asfixia financeira”.
    Agora o governador disse que vão (será?) “asfixiar financeiramente” o PCC.

    E a matança de policiais e familiares de policiais nas ruas continua.

  93. QUEM ASSISTIU O PROGRAMA DA SONINHA ESTA SEMANA? ONDE OS 3 POLÍTICOS PMs. ESTAVAM SENDO ENTREVISTADOS? O TALE CORONEL TELHADO DE VIDRO COMO O CARA É PUXA SACO DO GOVERNADOR, MAIS 1 MAMANDO NA TETA DOS COFRES PÚBLICOS.

    ESTE É O ESPELHO DO POLÍTICO BRASILEIRO, ONDE MENTE COM A MAIOR CARA DE PAU E NEM FICA VERMELHO.

    DE UMA COISA EU SEI… ESTAMOS FERRADOS NAS MÃOS DE QUEM DEVERIAM NOS DEFENDER, MAS DEFENDE OS PRÓPRIOS INTERESSES.

  94. caros nobres colegas e lamentavel somos policiais militares e termos um inimigo pior que o PCC ao nosso lado,que com toda a certeza esta aplaudindo a desgraça dos nossos irmaos tombando e a tirar as poucas migalhas que temos para nosso sustento creio que desta feita a policia militar do estado de sâo Paulo, foi a bancarrota tendo como chefe um ANTI CRISTO, e lamentavel mais uma vez que estarmos orfaos de pai.

  95. 06/11/2012 20h26 – Atualizado em 06/11/2012 20h26
    Jovens são flagrados ao apedrejar ônibus lotado em Campinas, SP
    Um dos jovens foi detido e disse que intenção era incendiar o veículo.
    Motorista teve ferimentos leves no braço e passageiros não se feriram.
    Do G1 Campinas e Região

    Comente agora
    Um grupo composto por cinco jovens foi flagrado pela Polícia Militar no momento em que apedrejava um ônibus coletivo lotado de passageiros, na tarde desta terça-feira (6), no Jardim Campos Elíseos, em Campinas. Segundo a PM, um dos integrantes foi detido e disse que a intençãoera incendiar o veículo. Nenhum passageiro se feriu e os outros quatro jovens não foram capturados.

    Pedras atingiram motorista, que ficou ferido no braço (Foto: Reprodução / EPTV)
    De acordo com o soldado da PM Ramon Dourado, os rapazes, que usaram bicicleta na ação, alcançaram o ônibus na Avenida Paulo Provenza Sobrinho, esquina com Avenida Brasília. Os policiais, que faziam patrulhamento no local, viram quando eles começaram a atirar pedras contra o motorista, que sofreu ferimentos leves no braço.
    Assim que notou a presença da polícia, o grupo fugiu, mas um deles foi rendido dentro de uma favela da região. Em depoimentos, o suspeito disse que a função dele era parar o ônibus com as pedras para que os outros rapazes ateassem fogo. Os policiais que atenderam a ocorrência notaram que uma das bicicletas levava um galão, possivelmente, carregado de material combustível.

  96. 06/11/2012 – 19h20
    Polícia prende 3 suspeitos de ataque a quartel da PM em Minas
    PUBLICIDADE

    DE SÃO PAULO

    Três pessoas foram presas suspeitas de participaram do atentado a um quartel da Polícia Militar na cidade de Campo Belo (MG) na madrugada desta terça-feira (6). Ao menos dez veículos ficaram destruídos no ataque, quatro deles pertenciam a corporação.

    Dos três presos pela polícia no começo da manhã, dois são menores. Um quarto suspeito está foragido.

    O ataque à sede da 161ª Companhia do 8º BPM (Batalhão de Polícia Militar) ocorreu por volta das 3h. De acordo com polícia, dois homens em uma moto atiraram um artefato explosivo na garagem do quartel, que fica na região central da cidade. Ninguém ficou ferido na explosão.

    A polícia suspeita que os criminosos tenham usado uma banana de dinamite no ataque.

    Segundo o soldado Rodrigues, o ataque seria uma represália a ação da PM contra o tráfico de drogas na cidade.

    A polícia descartou a ligação do atentado com a onda de violência que atinge a região metropolitana de São Paulo. “Não tem ligação. O ataque foi uma tentativa de intimidar o trabalho da corporação na cidade, com prisões de traficantes, armas e drogas”, disse Rodrigues.

  97. PESSOAL! O ZÉ PEDÁGIO SERRA JÁ SE FUDEU NAS ELEIÇÕES DESTE ANO.
    VAMOS AJUDAR O PICOLÉ DE CHUCHU A SE JUNTAR COM O ZÉ PEDÁGIO…..VAMOS FAZER CAMPANHA CONTRA ELES E O PSDB……DIVULGUE …..

  98. Estes crápulas que administram (governam) nossas cidades, estados e país, só servem para desviar verbas. Partidos políticos após algumas eleições, quando assumem os governos só enriquecem a si mesmos. A população é explorada… os funcionários públicos são massacrados… e ao final, todos nós somos “sugados” através de impostos e que nunca revertem em benefícios para o povo. “Seo Serra” dá genérico barato, mas um dos beneficiados com a produção é ele mesmo… Todos estão aí só pra se beneficiarem. Bem feito pros eleitores de São Paulo que continuam votando no “seo serra” e no “pinóquio”. São Paulo é um caos por mais de 20 anos mal administrada. Estes dois são “F-R-O-U-X-O-S”. Acordem concidadãos… vamos acabar politicamente com estes dois estrumes… assim como o “seo malufando”. Se houve um bom prefeito em São Paulo, foi o Prestes Maia, no seu tempo. Cara de visão futurística e arrojado. Depois dele só vieram usurpadores. Roubam mais fazem??? São Paulo está defasada em transporte de massa. Até Buenos Aires é mais avançada que São Paulo. Vamos nos unir e transformar estes dois em “inelegíveis” até pra síndico… “seo serra” já tá no caminho. Quero estes dois trabalharem(???) sem ser na política… de quê? Como Churchill dizia: na guerra se morre apenas uma vez e na política, diversas vezes.

  99. Cuspido & Escarrado :
    Estes crápulas que administram (governam) nossas cidades, estados e país, só servem para desviar verbas. Partidos políticos após algumas eleições, quando assumem os governos só enriquecem a si mesmos. A população é explorada… os funcionários públicos são massacrados… e ao final, todos nós somos “sugados” através de impostos e que nunca revertem em benefícios para o povo. “Seo Serra” dá genérico barato, mas um dos beneficiados com a produção é ele mesmo… Todos estão aí só pra se beneficiarem. Bem feito pros eleitores de São Paulo que continuam votando no “seo serra” e no “pinóquio”. São Paulo é um caos por mais de 20 anos mal administrada. Estes dois são “F-R-O-U-X-O-S”. Acordem concidadãos… vamos acabar politicamente com estes dois estrumes… assim como o “seo malufando”. Se houve um bom prefeito em São Paulo, foi o Prestes Maia, no seu tempo. Cara de visão futurística e arrojado. Depois dele só vieram usurpadores. Roubam mais fazem??? São Paulo está defasada em transporte de massa. Até Buenos Aires é mais avançada que São Paulo. Vamos nos unir e transformar estes dois em “inelegíveis” até pra síndico… “seo serra” já tá no caminho. Quero estes dois trabalharem(???) sem ser na política… de quê? Como Churchill dizia: na guerra se morre apenas uma vez e na política, diversas vezes.

    Dizem que o Serra tem um laboratório na cidade de Hortolândia . Será que ele mesmo vende para o governo?

  100. Quase 200 pessoas são mortas em um mês na capital e na Grande SP
    Embu das Artes foi a cidade com mais casos registrados, 12.
    Entre a noite de segunda e a manhã desta terça, 10 foram assassinados.
    Do G1 São Paulo

    4 comentários

    Nos últimos 30 dias, 191 pessoas foram assassinadas na capital paulista e na região metropolitana de São Paulo, conforme mostrou reportagem do SPTV exibida na noite desta terça-feira (6).
    Entre a noite de segunda até as 8h30 desta terça, foram dez mortos, a maioria na Zona Norte da capital paulista.
    Desde 8 de outubro, a Vila Brasilândia foi o bairro com mais assassinatos: 11 dos 24 casos registrados na Zona Norte. Na região Sul foram registradas 35 mortes violentas. A Zona Leste foi a que mais teve assassinatos em um mês: 38.
    Na região metropolitana, Embu das Artes foi a cidade que teve o maior número de mortes nesses 30 dias, com 12 casos.
    saiba mais
    Ayres Britto indica corregedor para negociar ações contra o crime em SP
    Governos federal e de SP anunciam ação integrada contra violência
    Presidente do TJ-SP vai criar gabinete de crise contra violência
    Oito pessoas são mortas em São Paulo entre segunda e terça-feira
    Entre as mortes registradas no fim da noite de segunda, uma delas foi registrada pelas câmeras de segurança de uma rua no bairro Imirim, na Zona Norte. Dois carros param na rua e um homem sai dem um táxi armado. Ele segue para o lado do motorista do carro preto e atira ao menos quatro vezes. Os assassinos vão embora. Desgovernado, o carro das vítimas desce de marcha-ré e bate.
    Tiago de Souza Serrão, de 27 anos, morreu. O irmão dele, que era o carona, foi ferido gravemente. Eles são filhos de um ex-policial das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), tropa de elite da PM paulista.
    Na Vila Brasilândia, também na Zona Norte, homens em um carro passaram atirando em pessoas que conversava na calçada. Duas morreram. Na mesma região, criminosos também atiraram mais de dez vezes em um grupo que estava na frente de um bar. Quatro pessoas morreram, entre elas William Machado de Sousa, de 13 anos.
    Esses números criam uma situação de insegurança entre os moradores. “Sai de manhã para trabalhar, mas não sabe se vai voltar, né. Então, com isso tudo acontecendo, é pior ainda à noite”, disse um homem que não quis se identificar.

  101. adriano :
    ja entrei com mandado de segurança e perdi , ai pergunto , pq negam pra policia civil e abrem as pernas pra pm ?

    Vç quer o que , grande maioria dos juizes são do grupo do “arco iris” e adoram fardas , mais alguma explicação.

  102. SINTO MUITO, O EX MAJOR SUBIU AO PALCO JUNTO COM SERRA E O GOVERNADOR.
    ISTO NINGUÉM TIRA. ELE NÃO PODE FICAR EM CIMA DO MURO.

    MEU VOTO ELE NÃO TERÁ MAIS. EU CONHEÇO O HOMEM PELAS SUAS ATITUDES, E NÃO POR PALAVRAS.

  103. Concordo em gênero , numero e grau com tudo o que o TIRED contou em seu comentário. Os Desembargadores que receberam salários, gratificações e outras beneses escandalosas , pelo Egrégio tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, devolveu o dinheiro ? Alguem respondeu procedimento Administrativo ? Um deles, inclusive está como Ministro do Mensalão.s.m.j.O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, através do seu POrta voz, alem de algumas declarações vazias e sinceramente não convenceu a ninguem no POrtal do Tribunal de Justiça.

    Aliás, revoltou-nos. Até, “chantagem emocional” que havia entre os desembargadores, doente, faleceu, e necessitava do dinheiro para cobrir o seu plano de saude, ou algo parecido. ÒOOOOOOOOOO coitado. Que peninha.

    Porem, como pensionista da policia Civil do estado de São Paulo, voces não tem noção o que seja o salário pensão que sobra para a família. Trouxas daqueles que puxam saco de superiores hierárquicos.

    Trabalhei na policia civil mais de uma década, e não me arrependo de ter saído para advogar. O salário do policial Civil ( escrivão e investigador) no mês inteiro, é o café da tarde dos Desembargadores em um dia.

    Outro Exemplo: Um Coordenador do S.O.S. Racismo na Assembleia legislativa hoje, o seu salário, é maior do que de um Delegado de Policia; mesmo que a lei do Regimento Interno declara que seja requisito nível superior completo e funcionário publico da casa legislativa, porem o ultimo Coordenador , não foi exigido, pela Procuradoria Legislativa, estes requisitos, alás, não sei se possuia o ensino fundamental completo. Então, em breve raciocínio quem aumenta o salário dos Desembargadores é o legislativo, e esta casa, tem uma bancada com o governo, que cumpre fielmente o que o governo manda. Então, neste Carroussel da alegria, fica o funcionalismo publico ( saude, Educação, Policia etc) sempre em ultimo plano.

    A minha sugestão é – PALAVRA DE ORDEM É GREVE JÁ. Hilhias de Oliveira , Xavier e outras Associações que lutam pela classe e a base salárial.

  104. horas aula
    UARTEL DO COMANDO GERAL
    São Paulo, 07 de novembro de 2012.
    BOLETIM GERAL PM 211
    Publico, para conhecimento dos integrantes da Polícia Militar do Estado de São Paulo e devida execução, o seguinte:
    1ª PARTE
    LEGISLAÇÃO E ORGANIZAÇÃO
    DETERMINAÇÕES E ORDENS
    1 – APLICAÇÃO DO PARECER Nº PA-046/2012 – INVALIDAÇÃO DE DÉCIMOS DE ATRIBUIÇÃO DE HORASAULA
    A POLICIAIS MILITARES – DETERMINAÇÃO
    Portaria do CMTG PM1-012/02/12
    Considerando os termos do Parecer PA-046/2012, aprovado pelo Procurador-Geral do Estado, que apontou
    ser indevida a incorporação de décimos de valores pagos por aulas ministradas em cursos da Instituição por não
    se subsumir a hipótese constante do artigo 133 da Constituição Estadual;
    Considerando o novo entendimento, vinculativo, que o ensino, por policiais militares, em cursos da
    Instituição, remunerado por horas-aula, é apenas uma atividade especial, que não pode ser entendida como
    exercício de cargo ou função pública;
    Considerando a notificação para que o Comando Geral da Polícia Militar adote medidas tendentes à
    invalidação dos atos concessivos de incorporação de décimos de retribuição de horas-aula a policiais militares;
    Considerando o longo período referente às incorporações de horas-aula na Instituição, superiores a 10 (dez)
    anos, e a boa-fé que as revestiu;
    Considerando o dever de anulação, nos termos do artigo 10 da Lei 10.177, de 30DEZ98, observado o
    disposto no artigo 57 e seguintes da referida lei, em especial a garantia do contraditório;
    Determino:
    1. A Diretoria de Pessoal deverá obedecer rigorosamente o disposto no Parecer PA-046/2012, identificando
    todos os atos administrativos que deferiram a policiais militares a incorporação aos vencimentos de valores
    percebidos por aulas ministradas em cursos da Instituição.
    2. Os atos concessivos de incorporação de décimos de horas-aula, que tenham ultrapassado o prazo de 10
    (dez) anos da sua produção, deverão ser encaminhados pela Diretoria de Pessoal à Consultoria Jurídica da
    Polícia Militar para posicionamento quanto à propositura de medidas judiciais de invalidação.
    3. Os demais atos concessivos de incorporações de décimo de horas-aula serão revistos pela própria
    Administração, observada a instauração de procedimento invalidatório, individualizado por policial militar e por
    período de incorporação, a ser instruído pela Diretoria de Pessoal, aplicando-se as disposições da Lei 10.177, de 30DEZ98.
    4. A Diretoria de Finanças e Patrimônio, através do Centro Integrado de Apoio Financeiro, deverá suspender,
    a partir da data desta publicação, todo e qualquer processamento para pagamento de novos décimos de
    incorporação de horas-aula.
    5. O conteúdo integral do Parecer PA-046/2012 deverá ser publicado em anexo ao Boletim Geral.
    (NOTA PM1-14/02/12).

  105. Se faz necessário acabar com a ditadura dos estrelinhas da PM, ou melhor, da FP, por mandarem e desmandarem em todos os setores da vida privada e publica, incluso judiciário e promotoria do estado de São Paulo.

    Pseudos dono da “verdade, do saber e honestidade” os estrelinhas passaram do limite da
    aceitabilidade.

    Se liga São Paulo,

    Acorda Brasil

  106. E POR ISSO QUE APOSENTEI NA LEI 1062 E PEDI A REVISAO…. ACHA QUE VOU FICAR TRALHANDO ATE OS SESSENTA ANOS E DEPOIS VER ISSO ACONTECER… PREFERI APOSENTAR ME E JA ESTOU EM OUTRO SERVIÇO, E VOLTEI A ESTUDAR ….O RESTO E BARRACO… ABRAÇOS…muitos de meus colegas ja morreram…. infartados ou por problemas com diabetes, pelo estilo de vida que levamos……..no meu caso a mais de 30 anos… logo optei em aposentar me….

  107. Sou Sd PM e não sou primo rico como dizem a Policia Civil, pois daqui a pouco esotu tendo que pagar para trabalhar, Primo Rico são nossos Oficiais esses sim ganham muito bem pelo que fazem!!!

  108. Zé Ruela :Sou Sd PM e não sou primo rico como dizem a Policia Civil, pois daqui a pouco esotu tendo que pagar para trabalhar, Primo Rico são nossos Oficiais esses sim ganham muito bem pelo que fazem!!!

    Ou pelo que “não fazem”?!

  109. chateado :Engraçado esse governador, com tanta morte de colegas ele vem com essa conversa de que se pagar nossos direitos conquistados vai acabar por comprometer, seriamente, as finanças públicas.PORQUE NÃO EVITARAM ISSO ANTES, PAGANDO NOSSOS SALÁRIOS CORRETAMENTE COM AS DEVIDAS CORREÇOES, AGORA VEM COM ESSA CONVERSINHA DE COMPROMETER AS FINANÇAS PÚBLICAS.Uma pergunta QUANTO VALE NOSSAS VIDAS?

    Para o Estado nã valem nada! Somos apenas números!

  110. Olha minha gente, quem sabe o governador esta pensando em dar um aumento bem generoso aos quadros da secretaria de segurança publica e mandou cortar a parcela da decisão judicial para tudo se encaixar no orçamento do ano que vem. As vezes , não devemos xingar o alckmin e sim esperar para ver no que vai dar

  111. 07/11/2012 12h09 – Atualizado em 07/11/2012 13h15
    Morte de baleado eleva para seis total de vítimas de violência na Grande SP
    Homem chegou a ser socorrido pela PM, mas não resistiu.
    Maior parte dos ataques aconteceu na Zona Leste da capital paulista.
    Do G1 São Paulo

    84 comentários

    Um homem foi encontrado baleado na Rua Barão de Almeida Galeão, no Itaim Paulista, na Zona Leste de São Paulo, na madrugada desta quarta-feira (7). Ele chegou a ser socorrido policiais militares, mas morreu ao chegar ao Hospital Santa Marcelina. Com esse caso, o número de mortes sobe para seis entre a noite desta terça (6) e esta madrugada.

    Nesta primeira noite depois da reunião que firmou parcerias entre o governo federal e o governo paulista para combater a criminalidade no estado, novos ataques foram registrados em São Paulo, em Guarulhos e em Cotia. A maior parte dos casos aconteceu na Zona Leste da capital paulista.
    saiba mais
    Pelo menos 5 são mortos na madrugada desta quarta em SP
    Governos federal e de SP anunciam ação integrada contra violência
    Delegado é baleado na Zona Leste de SP
    Morre adolescente baleado em bar da Zona Norte de SP durante ataque
    Quase 200 pessoas são mortas em um mês na capital e na Grande SP
    Em Itaquera, na Zona Leste de São Paulo, o jovem Leonardo da Silva, que completaria 20 anos nesta quarta, estava com um grupo de amigos na Rua Nicolino Mastrocola quando foi baleado por volta das 23h desta terça-feira. Ele foi atacado por quatro homens que estavam em duas motos. Ele e o amigo Vitor Felipe Borges Martins, de 25 anos, morreram. A irmã de Martins era ex-policial militar – ela trabalhou dois anos no setor administrativo da corporação e saiu do emprego em setembro.
    Ainda na Zona Leste da capital paulista, o delegado Diogo Zamut Júnior foi atingido por um tiro no ombro direito, na Penha. Ele foi socorrido e não corre risco de morrer. A Polícia Civil vai investigar o caso.
    Já no bairro Iguatemi, também na Zona Leste, um homem foi baleado na Rua Madureira Calheiros. Ele foi levado para o Pronto-Socorro de São Mateus, mas não resistiu.
    Na Zona Norte, na esquina da Avenida Ministro Petrônio Portela com a Rua João Cordeiro, um homem foi morto por volta das 1h desta quarta. Ele foi levado para o hospital, mas não resistiu. A vítima estava sem documentos.

    Grande São Paulo
    Um guarda civil de Cotia foi baleado no limite com Carapicuíba, na Grande São Paulo. Também em Cotia, homens que estavam em duas motos atiraram em um grupo que estava em uma rua do bairro Turiguara. Uma pessoa ficou ferida.
    Em Guarulhos, na região metropolitana, uma pessoa morreu baleada na Avenida Lajedão, no bairro Cidade Soberana.
    Ação integrada
    Na tarde desta terça-feira, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, anunciaram uma ação integrada de combate à violência no estado. Um dos destaques é a criação de uma agência de inteligência com atuação integrada, vai unir as inteligências dos governos estadual e federal. A primeira reunião deve acontecer na segunda-feira (12).
    A parceria entre os governos federal e estadual foi firmada em torno de seis pontos: criação da agência de atuação integrada, ações relacionadas ao sistema prisional (que inclui transferência de presos), ações de contenção nos acessos ao estado, combate ao crack, possibilidade de criar um centro pericial e criação de um centro de comando de controle integrado.
    A reunião na capital paulista ocorreu após a presidente Dilma Rousseff e Alckmin encerrarem, na quinta-feira (1°), a polêmica entre Cardozo e o secretário de Segurança de São Paulo, Antônio Ferreira Pinto. O ministro e o secretário divergiram sobre a oferta de ajuda. Cardozo afirmava ter oferecido, desde julho, inteligência e transferência de presos. O secretário dizia não ter recebido proposta e que teve negado pedido de recursos na ordem de R$ 149 milhões para equipamentos.
    Onda de violência
    Segundo balanço da Secretaria da Segurança Pública, a capital paulista registra aumento no total de homicídios dolosos. Na capital, este tipo de crime teve uma alta de 27%, passando de 106 em agosto para 135 em setembro.
    Levantamento feito pelo SPTV mostra que, entre 8 de outubro e a manhã desta terça-feira (6), 191 pessoas foram assassinadas na capital paulista e na região metropolitana. A Vila Brasilândia foi o bairro com mais assassinatos: 11 dos 24 casos registrados na Zona Norte. Na Zona Sul foram registradas 35 mortes violentas. A Zona Leste foi a que mais teve assassinatos em um mês: 38.

  112. Passarinho verde :
    Olha minha gente, quem sabe o governador esta pensando em dar um aumento bem generoso aos quadros da secretaria de segurança publica e mandou cortar a parcela da decisão judicial para tudo se encaixar no orçamento do ano que vem. As vezes , não devemos xingar o alckmin e sim esperar para ver no que vai dar

    Você fez eu rir muito, por acaso você é comediante? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk vou rir mais um pouco kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    espera deitado kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk do picolé de xuxu e psdbosta nunca teremos mais do que isso !

    é mais fácil ele tentar retirar mais um pouco do nosso misero salário !

  113. PARABÉNS AO GOVERNADOR MOSTROU QUE É UM GRANDE ADMINISTRADOR ESTRATEGISTA…

  114. HEHEHEHE LÁ VEM UM CAMINHÃO DE AREIA NO ZÓIO
    Tema: Valorização do policial e “Reestruturação Já” das carreiras policiais.
    Paralisação no dia 28 de novembro em todo o estado.
    Presença do presidente Rebouças, diretores e deputados estaduais.
    POLICIAIS: A hora á agora! Participe da reunião apresentando suas dúvidas, críticas e sugestões… A reestruturação vai beneficiar TODAS as carreiras policiais. Não se omita! Todos precisamos de salário digno e melhores condições de trabalho!
    Local: Sindicato dos Bancários de Assis e regiâo.
    Rua 24 de maio, nº 238 – Vila Xavier – Assis.
    Próximo do Fórum de Assis.

  115. Poder, amigo, é o poder. O ministro vai ter o que cobrar do governador depois. Pode ser um carguinho comissionado no segundo escalão para um parente distante ou amigo, uma isençãozinha tributária para outro amigo. etc. Uma coisa é certa, Ninguém lambe saco de pobre.

    Tired :
    O mais engraçado, se é que há algo engraçado nestas patifarias, é a rapide$$$$$ com que ministros dos tribunais superiores atendem as demandas dos governadores, fazem um contorcionismo jurídico de dar inveja a quem dá nó em pingo d’agua.
    As mesmas teses que o Estado quebraria se pagasse o valor devido, só não vale quando envolvem os vencimentos dos próprios magistrados, ai pode-se quebrar e arrebentar com os cofres públicos, exemplo disto foram o pagamentos multi milionários pagos irregularmente no TJ de São Paulo, até o presente momento ninguém foi punido, ninguém devolveu nenhum centavos recebido de modo ilegal e cadeia nem pensar, e por lá todos estão muito satisfeitos com o resultado final, uma bela e saborosa pizza.

  116. Parece que depois desta bolada nas costas, o romance entre PM e governo vai começar a acabar. Será que o Pinto continuará a ser o amado Ferreirinha?

    No mais quero dar boas vindas à PM por sua chegada ao fosso de merda em que a PC foi jogada e chafurda há 20 anos.

  117. Faz parte do plano mirabolante de segurança “asfixiar financeiramente” os policiais civis e militares.

    LAINE VERGAS MURATTI :
    PARABÉNS AO GOVERNADOR MOSTROU QUE É UM GRANDE ADMINISTRADOR ESTRATEGISTA…

  118. Penso que foi manobra do Cscs, Governo e magistrados. vejam bem, tudo foi combinado,pois neste bolão, o centro social, levou quase 60 milhões com aquele ¨pau¨que descontou no nosso pagode. Nessa ai pagaram bem para os magistrados , governo e outros do esquema. Tudo isso para arrancar $ do estado , com a certeza que logo depois, já acertado, suspenderiam tudo. Como Não devolve a grana, todos ficaram com um montão e nóis na pindura. O cscs até comprou 2 colonias. fora o J que puseram no bolso. País democratico—- Minha visão do negócio . Artencio.

  119. 7.nov.2012 – Dez homens, acusados de fazer parte de uma célula da facção PCC (Primeiro Comando da Capital), foram presos por suspeita de envolvimento no tráfico de drogas, em Belo Horizonte. Eles foram presos durante a Operação Miosina, de acordo com a Polícia Civil.Com o grupo, foram apreendidos cerca de 54kg de maconha e 38 porções de cocaína

  120. TEM MUITOS POLÍTICOS SENDO FINANCIADOS PELO CRIME ORGANIZADO, ESSE CASO É UM DETALHE, MAS NÃO ADIANTA “TAMPAR O SOL COM A PENEIRA”. OS GRANDES CRIMINOSOS NÃO MORAM NAS FAVELAS E SIM NAS MANSÕES, POR ISSO EU NÃO ME CANSO DE DIZER QUE PARAISÓPOLIS COMO OUTRAS TANTAS FAVELAS SÃO APENAS BOIS DE PIRANHAS. AQUI EM SÃO PAULO ESTÃO ENXUGANDO GELO E GERANDO CENAS MIDIÁTICAS, MAS O FORTE DO PCC NINGUÉM ATACA, SÃO OS INTOCÁVEIS DA SOCIEDADE, SÃO OS MAGNATAS, SÃO POLÍTICOS INFLUENTES. O PCC SÓ MATA POBRES, ISSO É PREMEDITADO, O BURACO EM MUITO MAIS EM BAIXO !

    ESSE É APENAS UM DOS EXEMPLOS

    A Polícia Civil de Campina Grande revelou durante entrevista coletiva, na manhã desta quarta-feira (7), que o sequestro da irmã do jogador Hulk, Angélica Aparecida Vieira de Sousa, 22 anos, foi planejado para pagar uma dívida de campanha do ex-candidato a vereador Rodolfo Sinfrônio (PSD), que disputou uma das 21 vagas da Câmara Municipal daquela cidade este ano.

    O sequestro ocorreu na segunda-feira (05). Segundo a Polícia Civil, o empresário Hélio Pereira da Silva, 51, dono do restaurante em que Angélica estagiava como nutricionista, foi o principal mentor do sequestro. O candidato a vereador e o empresário eram amigos e resolveram sequestrar a irmã do atacante da Seleção Brasileira para saldar dívidas. Hélio Pereira teria dívidas de R$ 110 mil. Não foi revelado quanto o candidato estaria devendo.

    No momento em que ela foi abordada, na frente do estabelecimento comercial no bairro do Catolé, zona sul de Campina Grande, a irmã do jogador estava com o empresário, que chegou a se passar por vítima. No cativeiro, ela recebeu alimentação fornecida pelo restaurante do empresário. Desconfiou do cardápio e se deu conta da participação do seu patrão.

    Ela contou a Polícia que, no cativeiro, o homem que lhe vigiava confessou que receberia R$ 3 mil pelo trabalho. Angélica teria lhe proposto pagar R$ 6 mil. O homem teria aceitado a proposta e ainda acertado para pegar a quantia combinada na casa da vítima. Não concluiu a operação, porque foi preso no dia seguinte pelos policiais.

    Todos os detalhes das trapalhadas dos sequestradores foram relatadas na coletiva de imprensa na Central de Polícia. Além de Hélio Pereira, outras três pessoas teriam participado do sequestro.

    O outro mentor do crime, segundo a polícia, foi identificado como Rodolfo Bruno Barbosa de Sousa, 21 anos. Ele é conhecido como Rodolfo Sinfrônio e foi candidato a vereador e teve apenas 265 votos. De acordo com o delegado geral adjunto da Polícia Civil de Campina Grande, André Rabelo, Rodolfo teria emprestado o carro – uma blazer – que foi usado no rapto. O candidato continua foragido e um mandado de prisão está sendo expedido.

    Os outros dois acusados foram identificados como Victor Hugo Henrique da Silva, 20 anos, e José Eliton de Melo Santos, 28 anos. Ambos vão responder por extorsão mediante sequestro. O delegado Henri Fábio informou que os acusados pediram R$ 300 mil de resgate, que não precisaram ser pagos.

    O delegado também informou que, logo após o sequestro, Hélio Pereira ficou detido como testemunha e foi ouvido pelos policiais. Mesmo percebendo contradições em seu depoimento, os policiais liberararm o dono do restaurante, mas mandou agentes o seguirem. Ainda segundo Henri Fábio, o sequestro também não deu certo porque Hélio desconfiou que estava sendo monitorado.

    “A frieza com que eles premeditaram o crime foi chocante, mas eles eram amadores neste tipo de crime e nao imaginariam a proporção que ele iria tomar. Tanto que ficaram com tanto medo que resolveram liberar a vítima”, disse Henri.

  121. Em 2008 nós apanhamos dos meganhas, agora os palmeirenses cobraram a bronca kkkkkkkkkk.
    7/11/2012 17h01 – Atualizado em 07/11/2012 19h47
    Vídeo flagra torcedores do Palmeiras agredindo policiais em Araraquara
    Imagens mostram duas policiais femininas sendo agredidas durante tumulto.
    Confusão aconteceu no final do jogo contra o Botafogo, na Arena da Fonte.
    Do G1 São Carlos e Araraquara
    652 comentários
    Um vídeo postado no site YouTube mostra o momento em que cinco policias militares foram agredidos por uma torcida organizada do Palmeiras, durante o jogo de domingo (4) contra o Botafogo, na Arena da Fonte, em Araraquara (SP). Na gravação, é possível ver duas policiais femininas sendo agredidas durante a confusão.
    As imagens foram feitas por um torcedor que estava na arquibancada do estádio e mostram a tentativa dos policiais em conter integrantes de uma torcida organizada. Os torcedores partem para cima do cordão formado por policiais e chegam a prensar alguns contra o muro. Os policiais revidam com cassetetes.
    Os cinco policiais agredidos na confusão foram encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Via Expressa, onde passaram por atendimento e foram liberados.
    Vídeo mostra torcedores em confronto com policiais
    em Araraquara (Foto: Reprodução/Youtube)
    Além do tumulto envolvendo os policiais e os torcedores, dois carros que estavam em estacionamento privativo também foram alvo da torcida do Palmeiras e receberam pedradas.
    Investigação
    O coordenador operacional da Polícia Militar de Araraquara, capitão Wagner Tadeu Silva Prado, informou que a corporação teve acesso ao vídeo e já o encaminhou para o Ministério Público de São Paulo e Araraquara, além da Polícia Civil.
    Probição
    Após ter acesso às imagens, a Federação Paulista de Futebol informou nesta quarta-feira (7) que a torcida uniformizada “G.R.C. Torcida Mancha Alviverde” está proibida de entrar em estádios de futebol até a apuração da responsabilidade dos fatos.

  122. 07/11/2012 11h42 – Atualizado em 07/11/2012 11h42
    Polícia Civil de SP abre concurso para perito criminal
    São 56 vagas com salário a partir de R$ 6.700.
    Candidato precisa ter nível superior completo em áreas específicas.
    Do G1 São Paulo

    Comente agora
    A Polícia Civil de São Paulo está com inscrições abertas para perito criminal. São 56 vagas, com salários a partir de R$ 6.709,32. O prazo para cadastramento termina no dia 12 de novembro.
    Para se inscrever, o candidato deverá possuir nível superior completo (bacharelado) em uma das seguintes carreiras: Administração de Empresas, Análise de Sistemas, Arquitetura e Urbanismo, Bioquímica, Ciências Biológicas, Ciências Biomédicas, Ciências Biomoleculares, Ciências Contábeis, Ciência da Computação, Ciências Físicas e Moleculares, Economia, Enfermagem, Engenharia, Farmácia, Física, Física Médica, Fisioterapia, Geofísica, Geologia, Gestão Ambiental, Matemática, Medicina, Medicina Veterinária, Odontologia, Química, Química Ambiental, Sistemas de Informação, Tecnologia da Informação e Terapia Ocupacional.
    Os candidatos devem se inscrever através do site da Fundação Vunesp. A avaliação terá cinco etapas. O primeiro exame está previsto para o dia 16 de dezembro, nas cidades de São Paulo, Bauru, Campinas, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba.
    Outras informações podem ser obtidas pelo Disque-Vunesp, no telefone (11) 3874-6300.

  123. Prezado Guerra

    Este é um dos maiores “assaltos” senão o maior já praticado ardilosamente por espertalhõs operadores do direito em detrimento do erário público deste Estado.
    Tudo nas barbas do governo, do ministério público,da procuradoria e do tribunal de justiça deste Estado.
    Julgadas procedentes as apelações, o orgão julgador determinous às entidades de classe (Cabos e Soldados e Oficiais da Reserva da PM) que encaminhasse a relação de associados beneficiados.
    Repercutiu-se em toda a Polícia Militar a notícia convocando-se milhares de seus integrantes para se associarem nas mencionadas entidades de classe apenas para se beneficiarem da decisão. Algo facil de se provar, bastando ao Ministério Público, Procuradoria e Poder Judiciário solicitar a relação de associandos antes da decisão e confrontá-la com a relação enviada depois ao Poder Judiciário. Um verdadeiro estelionato praticado por essas entidades de classe com falsidade ideológica de milhares de espertalhões que se associaram apenas para se beneficiarem da decisão.
    O Governor Graldo Alckimin, às pressas acionou a procuradoria do estado e agiu cero quando sustou o pagamento para as praças o mesmo não o fazendo para os oficiais.
    Quem se locupletou ilegalmente com a mnobra deve ser compelido a estornar o recebido indevidamente
    O procedimento não é apenas imoral e sim ilegal e deve ser apurado quanto a eventuais responsabilidades administrativas.
    Srº Governador, até quando a PM vai continuar processando seus próprios comprovants de rendimentos?
    Guerra, em plena crise que vive a Segurança Pública do Estado. Com pedidos de verbas para o Governo Federal, acontece esse “assalto” aos cofres públicos para beneficiar os já conhecidos espertalhões do RETP turbinado.
    Essa notícia deve ser amplamente divulgada em todos os veículos de comunicação de massa do Estado e do Brasil.
    Isso é uma vergonha!

  124. será que posso, como PC, associar-me à ACS, que é atuante e, pelo que sei, por telefone,até, faz contato com associados, dizendo que vão o não receber em decorrência de Ação Coletiva?

  125. o acspmesp esta muito quiéta, parece que esta conivente com a situação, parece está com culpa no cartorio!!

  126. adilson :o acspmesp esta muito quiéta, parece que esta conivente com a situação, parece está com culpa no cartorio!!

    saiu do dou uma comissão para discutir as decisões judiciais favoraveis aos servidores publicos.
    O jeito psdb governar vai nos foder, portanto olhos abertos

  127. Resolução CC-138, de 7-11-2012
    Institui Grupo Técnico com o objetivo de estudar
    medidas visando à unificação e padronização dos
    critérios para cumprimento de decisões judiciais
    referentes a vantagens pecuniárias concedidas aos
    servidores públicos
    O Secretário-Chefe da Casa Civil, na qualidade de Presidente
    do Comitê de Qualidade da Gestão Pública, resolve:
    Artigo 1º – Fica instituído, junto ao Comitê de Qualidade
    da Gestão Pública, Grupo Técnico com o objetivo de estudar
    medidas visando à unificação e padronização dos critérios para
    cumprimento de decisões judiciais referentes a vantagens pecuniárias
    concedidas aos servidores públicos.
    Artigo 2º – O Grupo Técnico será composto de:
    I – até 2 representantes da Casa Civil;
    II – até 2 representantes da Secretaria de Gestão Pública;
    III – até 2 representantes da Secretaria da Fazenda;
    IV – até 2 representantes da Secretaria de Planejamento e
    Desenvolvimento Regional;
    V – 3 representantes da Procuradoria Geral do Estado,
    cabendo a um deles a coordenação dos trabalhos.
    Parágrafo único – O Secretário-Chefe da Casa Civil designará
    os membros do Grupo Técnico, mediante indicação dos
    Titulares das Pastas referidas nos incisos II a IV e do Procurador
    Geral do Estado.
    Artigo 3º – Para consecução de sua finalidade, o Grupo
    Técnico poderá:
    I – convidar para participar das reuniões, servidores que
    possam contribuir para o alcance de sua finalidade;
    II – formar subgrupos visando à otimização dos trabalhos.
    Artigo 4º – O Grupo Técnico deverá apresentar ao Comitê
    de Qualidade da Gestão Pública o relatório de conclusão dos
    trabalhos no prazo de 60 dias, contados da data de publicação
    desta resolução.
    Artigo 5º – Esta resolução entra em vigor na data de sua
    publicação.
    ASSESSORIA JURÍDICA DO GOVERNO
    Despachos da Procuradora do Estado Assessora –
    Assistente, de 7-11-2012
    No processo DGP-11676-2009-SSP, vols. I ao XXVI (CC-
    124695-2012), sobre vista de processo: “Fica deferida vista do
    processo em referência, ao interessado Pedro Luiz Porrio, por
    intermédio de seu advogado, Daniel Leon Bialski, OAB/SP sob
    o nº 125.000, por 10 dias, no interior do Núcleo de Protocolo,
    no Palácio dos Bandeirantes, localizado na Av. Morumbi, 4500
    – térreo – sala 23, ante a existência de documentos originais de
    difícil restauração (LF 8.906-94, art. 7º, § 1º, “2”), facultada a
    extração de cópias reprográficas das peças indicadas mediante
    o recolhimento da respectiva taxa.”

  128. Dom Diego de Las Vegas. :
    Resolução CC-138, de 7-11-2012
    Institui Grupo Técnico com o objetivo de estudar
    medidas visando à unificação e padronização dos
    critérios para cumprimento de decisões judiciais
    referentes a vantagens pecuniárias concedidas aos
    servidores públicos
    O Secretário-Chefe da Casa Civil, na qualidade de Presidente
    do Comitê de Qualidade da Gestão Pública, resolve:
    Artigo 1º – Fica instituído, junto ao Comitê de Qualidade
    da Gestão Pública, Grupo Técnico com o objetivo de estudar
    medidas visando à unificação e padronização dos critérios para
    cumprimento de decisões judiciais referentes a vantagens pecuniárias
    concedidas aos servidores públicos.
    Artigo 2º – O Grupo Técnico será composto de:
    I – até 2 representantes da Casa Civil;
    II – até 2 representantes da Secretaria de Gestão Pública;
    III – até 2 representantes da Secretaria da Fazenda;
    IV – até 2 representantes da Secretaria de Planejamento e
    Desenvolvimento Regional;
    V – 3 representantes da Procuradoria Geral do Estado,
    cabendo a um deles a coordenação dos trabalhos.
    Parágrafo único – O Secretário-Chefe da Casa Civil designará
    os membros do Grupo Técnico, mediante indicação dos
    Titulares das Pastas referidas nos incisos II a IV e do Procurador
    Geral do Estado.
    Artigo 3º – Para consecução de sua finalidade, o Grupo
    Técnico poderá:
    I – convidar para participar das reuniões, servidores que
    possam contribuir para o alcance de sua finalidade;
    II – formar subgrupos visando à otimização dos trabalhos.
    Artigo 4º – O Grupo Técnico deverá apresentar ao Comitê
    de Qualidade da Gestão Pública o relatório de conclusão dos
    trabalhos no prazo de 60 dias, contados da data de publicação
    desta resolução.
    Artigo 5º – Esta resolução entra em vigor na data de sua
    publicação.
    ASSESSORIA JURÍDICA DO GOVERNO
    Despachos da Procuradora do Estado Assessora –
    Assistente, de 7-11-2012
    No processo DGP-11676-2009-SSP, vols. I ao XXVI (CC-
    124695-2012), sobre vista de processo: “Fica deferida vista do
    processo em referência, ao interessado Pedro Luiz Porrio, por
    intermédio de seu advogado, Daniel Leon Bialski, OAB/SP sob
    o nº 125.000, por 10 dias, no interior do Núcleo de Protocolo,
    no Palácio dos Bandeirantes, localizado na Av. Morumbi, 4500
    – térreo – sala 23, ante a existência de documentos originais de
    difícil restauração (LF 8.906-94, art. 7º, § 1º, “2″), facultada a
    extração de cópias reprográficas das peças indicadas mediante
    o recolhimento da respectiva taxa.”

    Desculpe-me pela ignorancia! O que significa isso na prática?

  129. phoenix :

    Dom Diego de Las Vegas. :
    Resolução CC-138, de 7-11-2012
    Institui Grupo Técnico com o objetivo de estudar
    medidas visando à unificação e padronização dos
    critérios para cumprimento de decisões judiciais
    referentes a vantagens pecuniárias concedidas aos
    servidores públicos
    O Secretário-Chefe da Casa Civil, na qualidade de Presidente
    do Comitê de Qualidade da Gestão Pública, resolve:
    Artigo 1º – Fica instituído, junto ao Comitê de Qualidade
    da Gestão Pública, Grupo Técnico com o objetivo de estudar
    medidas visando à unificação e padronização dos critérios para
    cumprimento de decisões judiciais referentes a vantagens pecuniárias
    concedidas aos servidores públicos.
    Artigo 2º – O Grupo Técnico será composto de:
    I – até 2 representantes da Casa Civil;
    II – até 2 representantes da Secretaria de Gestão Pública;
    III – até 2 representantes da Secretaria da Fazenda;
    IV – até 2 representantes da Secretaria de Planejamento e
    Desenvolvimento Regional;
    V – 3 representantes da Procuradoria Geral do Estado,
    cabendo a um deles a coordenação dos trabalhos.
    Parágrafo único – O Secretário-Chefe da Casa Civil designará
    os membros do Grupo Técnico, mediante indicação dos
    Titulares das Pastas referidas nos incisos II a IV e do Procurador
    Geral do Estado.
    Artigo 3º – Para consecução de sua finalidade, o Grupo
    Técnico poderá:
    I – convidar para participar das reuniões, servidores que
    possam contribuir para o alcance de sua finalidade;
    II – formar subgrupos visando à otimização dos trabalhos.
    Artigo 4º – O Grupo Técnico deverá apresentar ao Comitê
    de Qualidade da Gestão Pública o relatório de conclusão dos
    trabalhos no prazo de 60 dias, contados da data de publicação
    desta resolução.
    Artigo 5º – Esta resolução entra em vigor na data de sua
    publicação.
    ASSESSORIA JURÍDICA DO GOVERNO
    Despachos da Procuradora do Estado Assessora –
    Assistente, de 7-11-2012
    No processo DGP-11676-2009-SSP, vols. I ao XXVI (CC-
    124695-2012), sobre vista de processo: “Fica deferida vista do
    processo em referência, ao interessado Pedro Luiz Porrio, por
    intermédio de seu advogado, Daniel Leon Bialski, OAB/SP sob
    o nº 125.000, por 10 dias, no interior do Núcleo de Protocolo,
    no Palácio dos Bandeirantes, localizado na Av. Morumbi, 4500
    – térreo – sala 23, ante a existência de documentos originais de
    difícil restauração (LF 8.906-94, art. 7º, § 1º, “2″), facultada a
    extração de cópias reprográficas das peças indicadas mediante
    o recolhimento da respectiva taxa.”

    Desculpe-me pela ignorancia! O que significa isso na prática?

    NADA MAIS DO QUE ENROLAÇÃO DESSE GOVERNO AMALDIÇOADO

  130. Armando Arapuca é já pegamos um tucano :O comandante-geral da Polícia Militar de São Paulo, Roberval Ferreira França, disse nesta sexta-feira (2) ser contra o uso de tropas do Exército para combater a violência na região metropolitana. “Eu considero desnecessário. O estado de São Paulo tem hoje 100 mil policiais militares, tem 30 mil policiais civis, nós somos o maior contingente policial da América Latina, há um grande volume de investimentos em segurança pública no estado”, afirmou.
    O COMANDANTE SÓ NÃO FALOU QUE É A POLÍCIA MAIS MAU PAGA DO BRASIL. NÃO É NECESSÁRIO O EXÉRCITO PORQUE NÃO FOI O FILHO DELE QUE MORREU !

    Ele quis dizer que há um “grande investimento”, mas, esqueceu-se de especificar que é nos salários dos oficiais da PM (segundo consta, até 2º tenente tá ganhando salários polpudos). Foi, apenas, um equívoco, sem maldade!

  131. TO DEVENDO ATÉ AS CALÇAS NO BANCO DO BRASIL, OS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS ESTÃO ME ARROCHANDO ……..EU MORTO EM RAZÃO DE SER POLICIAL, MINHA FAMÍLIA RECEBE 200 MANGOS……….POXA, ACHO QUE VOU CAIR PRA FAVELA E SALVAR MINHA FAMÍLIA DO BANCO DO BRASIL. SERÁ QUE ESSE PLANO DO PICOLÉ DE XUXU É PARA EXTERMINAR DE VEZ COM A POLÍCIA CIVIL? É O XEQUEMATE? PODE SER QUE SIM !!! ELE JÁ TENTOU DE TODAS MANEIRAS E AINDA NÃO CONSEGUIU !!!

  132. Boas novas
    Recálculo dos adicionais temporais e da sexta parte
    Amanhã, 9NOV12, o Governo do Estado de São Paulo, sensível aos reclamos do Cmt G, estará reunido com representantes da Associação dos Oficiais da Reserva (AORPM), da Associação dos Cabos e Soldados (ACSdPM) e com o próprio Cel PM Roberval Ferreira França, para encontrar uma alternativa mediada para solução do pagamento do recálculo dos adicionais temporais e da sexta parte em razão da suspensão publicada no Diário da Justiça, do dia 31 de outubro. Tão logo seja definido o resultado da reunião todos serão informados.

  133. Esse governo do PSDB só pratica vigarices contra os Policiais, aumento salarial que poderia acalentar um pouco o sofrimentos da classe ele não dá. Podem observar, tudo que o Alckimim e o Ex-Serra fazem ou fizeram é somente propagandas falsas, agora, grana que é bom ele não disponibiliza para nós, aliás, quer tirar as quireras através de recursos e mais recursos na Justiça para não pagar o que nos deve. Nunca vi em minha vida um povo tão insensato como esse pessoal do PSDB paulista, chega a ser nojento a maneira que eles lidam com os servidores públicos de modo geral . Quando o Governo se vê em uma situação desconfortável perante a opinião pública eles começam a alardear que estão estudando, estão com grupos de trabalhos, os técnicos estão avaliando as possibilidades etc etc, mas não abre o cofre para pagar salário decente para os servidores públicos, principalmente aos Policias Civis , PMs do baixo clero e Agentes Penitenciários, é só embromação nesse governo do Geraldo Alckimim e era assim no do Ex- Serra, nunca havia visto antes pessoas assim descompromissadas com o bem estar dos servidores públicos. Eu sinceramente não acredito em nada que eles dizem. Quanto o tal seguro de vida dos Policias, esse valor que era de 100 mil e agora dizem que passou a ser 200 mil, mas no que resolve nossos problemas financeiros em vida? não muda nada ! Mas o Alckimim se apressou a ir á imprensa para alardear o seu grande feito em prol da segurança pública, como coisa que isso vai aumentar a comida na mesa dos Policiais, como coisa que agora melhora a auto estima dos Policiais, como coisa que isso vai alegrar as (os) futuras (os) viúvas (os) ou herdeiros (as); Quero enfatizar aqui que todas providências que foram tomadas pelo Governo foram apenas determinações para que a PM fosse para rua para dar Ibope e nada mais. Qualquer Governo sério sabe que os Policiais paulistas ganham uma miséria de salários, não tem um plano de saúde de boa qualidade, não tem coletes a prova de balas, não tem munições, não tem equipamentos de boa qualidade nas Delegacias, muitos ainda utilizam armas velhas e arcaicas para os tempos modernos como revolver cal. 38 , muitas viaturas já são velhas e já estão rodando á mais de 10 anos, portanto estão com quilometragem muito altas e etc. Todos nós Policiais tanto Civis e Militares bem como os Agentes Penitenciários, todos nós gostaríamos de ser tratados com dignidades em todos aspectos, tanto financeiros como equipamentos de boa qualidade e quantidades, pois doamos nossas vidas para proteger a sociedade e merecemos o respeito de todos, inclusive obrigatoriamente pelos governos, mas parece-me que isso está descartado dos planos do PSDB de São Paulo, só ventilam boatos e promessas de estudos que nunca chegam a lugar nenhum.

  134. Esse governador é mesmo uma pessoa boazinha, rebaixou o salário dos policiais no Estado de São Paulo, cuja decisão, foi publicada em 31/10/2012, após as eleições, antes do feriadão, quando a repercução negativa do ato começou a ter efeito perante a população, o Santo veio para a televisão e demonstrou ter dobrado o seguro por morte dos policiais, desviando atenção sobre o fato do estado mais rico da federação ser exatamente aquele que paga o pior salário, ainda, para piorar, ao invés de dar aumento de salário, diminuiu o beneficio, ou seja de uma referência incorporada sobre o salários daqueles que conseguiram permanecer por mais de 20 anos “vivos” na Instituição, em media, esse acréscimo, entre os mortais, varia entre R$ 250.00 a 600,00, segundo reportagem acima do Dep. Maj. Olimpio, ao que posso entender dessa patifaria é que o governador para aumentar o seguro, rebaixou os salários para pagar a conta das possiveis indenizações paga para a familias daqueles que “conseguirem provar” que as mortes, mesmo na folga, estão relacionadas com o fato da vitima ser policial.

  135. INDIGNADO.
    QUANDO SERÁ QUE VAMOS ABRIR OS OLHOS E APRENDER A VOTAR E LÓGICO, DEPOIS COBRAR AS ATITUDES DOS ELEITOS?
    QUANDO SERÁ QUE O GOVERNO IRÁ COMEÇAR A RESPEITAR O FUNCIONALISMO E PAGAR OQUE LHES É DEVIDO?
    NÃO E NECESSÁRIO SER MUITO INTELIGENTE PARA ENTENDER QUE A SEXTA-PARTE E QUINQUÊNIO DEVEM SER PAGAS LEVANDO-SE EM CONSIDERAÇÃO O SALÁRIO INTEGRAL E NO CASO DA INSALUBRIDADE DEVE SER CALCULADA SOBRE O PADRÃO, PORÉM O GOVERNO FAZ O CÁLCULO TOMANDO POR BASE O SALÁRIO MÍNIMO, O QUE É ERRADO CONFORME A CONSTITUIÇÃO FEDERAL.
    ESTÁ NA HORA DE FAZERMOS ALGUMA COISA AO INVÉS DE FICARMOS NOS ALFINETANDO PM X PC E NOS UNIRMOS EM PROL DE ALGO QUE É PARA NOSSO BEM.
    JÁ QUE A GREVE É VEDADA À PM, OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO ESTÃO À NOSSA DISPOSIÇÃO PARA MANIFESTARMOS. VAMOS À LUTA!!!!!
    NO MOMENTO DE GUERRA QUE NOS ENCONTRAMOS NÃO PODEMOS DEIXAR CAIR A PETECA.

  136. Gente! Já que ninguém faz nada, vamos começar a barbarizar, começando pela imprensa. Vamos começar a boicotar o DAPENA e assistir o MArcelo Rezende na Record, que ele ta dando a maior força pros policiais Quem assistiu o programa ontem, sabe do que estou falando. Enquanto o DAPENA ficava falando da chuva, o Marcelo mostrava o Hollerith dos policias de SP. Alguém precisa mostrar para a população a “valorização” dos policiais de Sampa. Aqui na minha delegacia, só dá a Record nesse horário. Gostei !

  137. Boas novas :
    Boas novas
    Recálculo dos adicionais temporais e da sexta parte
    Amanhã, 9NOV12, o Governo do Estado de São Paulo, sensível aos reclamos do Cmt G, estará reunido com representantes da Associação dos Oficiais da Reserva (AORPM), da Associação dos Cabos e Soldados (ACSdPM) e com o próprio Cel PM Roberval Ferreira França, para encontrar uma alternativa mediada para solução do pagamento do recálculo dos adicionais temporais e da sexta parte em razão da suspensão publicada no Diário da Justiça, do dia 31 de outubro. Tão logo seja definido o resultado da reunião todos serão informados.

    SERÁ QUE ESSE FDP DO GOVERNO IRÁ LIBERAR OS RECÁLCULOS ADICIONAIS E SEXTA-PARTE PARA A POLICIA CIVIL, OU SÓ PRA POLICIA MILITAR

  138. Será que não seria caso de ADPF ?????

    Arguição de descumprimento de preceito fundamental (ADPF) é a denominação dada no Direito brasileiro à ferramenta utilizada para evitar ou reparar lesão a preceito fundamental resultante de ato do Poder Público (União, estados, Distrito Federal e municípios), incluídos atos anteriores à promulgação da Constituição.

    No Brasil, a ADPF foi instituída em 1988 pelo parágrafo 1º do artigo 102 da Constituição Federal, posteriormente regulamentado pela lei nº 9.882/99 [1]. Sua criação teve por objetivo suprir a lacuna deixada pela ação direta de inconstitucionalidade (ADIn), que não pode ser proposta contra lei ou atos normativos que entraram em vigor em data anterior à promulgação da Constituição de 1988. O primeiro julgamento de mérito de uma ADPF ocorreu em dezembro de 2005 [
    Características

    As principais características da ADPF são:

    Legitimação ativa: É a mesma prevista para a ação direta de inconstitucionalidade (art. 103, I a IX, da Constituição federal, art. 2° da Lei 9.868/1999 e art. 2°, I da Lei 9.882/1999).

    Capacidade postulatória: A exemplo da ADI, alguns legitimados para ADPF não precisam ser representados por advogados, já que detêm capacidade postulatória.

    Competência para julgamento: Sempre será do Supremo Tribunal Federal (STF).

    Liminar: A ADPF admite liminar, concedida pela maioria absoluta dos membros do STF (art. 5° da Lei 9.882/1999). A liminar pode consistir na determinação para que juízes e tribunais suspendam o andamento de processo ou de efeitos de decisões judiciais, ou de qualquer outra medida que apresente relação com a matéria objeto da ação.

    Informações: O relator da ADPF poderá solicitar informações às autoridades responsáveis pelo ato questionado. Na ADPF admite-se a figura do ‘amicus curiae’ (amigo da corte).

    Efeitos da decisão: A decisão da ADPF produz efeito erga omnes (contra todos) e vinculantes em relação aos demais órgãos do poder público. Os efeitos no tempo serão ex tunc (retroativos), mas o STF poderá, em razão da segurança jurídica ou de excepcional interesse social, restringir os efeitos da decisão, decidir que essa somente produzirá efeitos a partir do trânsito em julgado ou de outro momento futuro que venha a ser fixado. Decisões nessa linha excepcional exigem voto de dois terços dos membros do STF.

  139. Esquece amigo. Policia Civil é o patinho feito neste Estado. Não tem nem aposentadoria digna, não incorpora nada no salário, RETP é magro e se quiser receber quinquênio e sexta parte gorda tem que pagar advogado. Para a Polícia Civil a única coisa que o Governador dá é “via rápida” para a a rua.

    ANTIGÃO :

    Boas novas :
    Boas novas
    Recálculo dos adicionais temporais e da sexta parte
    Amanhã, 9NOV12, o Governo do Estado de São Paulo, sensível aos reclamos do Cmt G, estará reunido com representantes da Associação dos Oficiais da Reserva (AORPM), da Associação dos Cabos e Soldados (ACSdPM) e com o próprio Cel PM Roberval Ferreira França, para encontrar uma alternativa mediada para solução do pagamento do recálculo dos adicionais temporais e da sexta parte em razão da suspensão publicada no Diário da Justiça, do dia 31 de outubro. Tão logo seja definido o resultado da reunião todos serão informados.

    SERÁ QUE ESSE FDP DO GOVERNO IRÁ LIBERAR OS RECÁLCULOS ADICIONAIS E SEXTA-PARTE PARA A POLICIA CIVIL, OU SÓ PRA POLICIA MILITAR

  140. Acho bom por que tem alguns PM quem vão pela cabeça dos estrelinhas.

  141. alguem sabe se ja foi a reunião com os governadores sobre de Recálculo Quinquenal e da Sexta ??
    Eu nao aguento mais essa merda ..manda o geraaldo ir cata ladrão e saber que nao temos mais dinehiro pata sobreviver

  142. Senhores, não adianta ficar brigando, discutindo quem é bonito quem é feio, nosso inimigo em comum,além do PCC é o PSDB, quando as 2 polícias se conscientizarem e se unirem em um só objetivo, sem essa briga descabida pra ver quem é melhor ou pior, nada vai mudar e só o governo sairá ganhando…somos todos iguais, “policiais”, com uma missão única: combater o crime..
    Lembrem-se que 2014 está chegando e teremos a oportunidade de dar o troco.

  143. 09/11/201217h11
    Boatos sobre toque de recolher em São Paulo ‘apavoram’ pais e levam escola a suspender aulas112

    Larissa Leiros Baroni
    Do UOL, em São Paulo

    Comunicar erroImprimir
    Mesmo sem a confirmação oficial de um suposto toque de recolher na cidade de São Paulo, o Núcleo de Aprendizagem Profissional, localizado em Santo Amaro, zona sul da capital, decidiu dispensar todos os seus alunos, além dos funcionários que moram na região. Foi o que informou Eliane Valério de Souza, assistente administrativa da escola.

    LEIA MAIS

    Agentes penitenciários temem rebeliões após transferência de membros do PCC
    Operação Saturação já prendeu 67 pessoas na Grande São Paulo
    TJ-SP cria gabinete de crise para ajudar no combate à onda de violência no Estado
    Criminosos ateiam fogo em ônibus na zona sul de São Paulo; cobrador fica ferido
    “A decisão foi tomada pela superintendência do núcleo, que mediante a onda de violência nos bairros da zona sul da cidade optou por assegurar a segurança de seus alunos e profissionais”, disse ela, que caracterizou a medida como preventiva. O núcleo tem cerca de 100 alunos por dia.

    A Secretaria do Estado de Segurança de São Paulo, no entanto, alertou que não há o registro de toque de recolher em nenhum município do Estado, nem mesmo na capital paulista.

    Apesar do medo de algumas pessoas, o soldado Gregório, do 22º Batalhão da Polícia Militar, em Santo Amaro, diz estar tudo normal na região. “O trânsito está intenso, as lojas estão abertas e as pessoas continuam andando normalmente nas ruas. Não há nenhum indício de que este toque de recolher seja real.”

    Ainda assim os boatos amedrontam pais e alunos. No CEU (Centro Educacional Unificado) Vila Rubi, também na zona sul da capital, muitos pais foram buscar seus filhos mais cedo, como informou Claudio José Alves Ferreira, gestor do local. “Há muitos pais apavorados com o que têm visto na TV e, principalmente, com os boatos do suposto toque de recolher”, afirmou. Segundo ele, a ronda escolar no local foi reforçada pela crescente onda de violência na região.

    A Escola Municipal de Ensino Fundamental Dr. Miguel Vieira Ferreira, na Cidade Dutra, não suspendeu as aulas e informou que os alunos só serão liberados mediante a autorização dos pais. As aulas também serão normais na Escola Professora Beatriz Lopes, na mesma região. Segundo a atendente, apenas um aluno saiu mais cedo devido ao medo.

    Os boatos também motivaram uma operadora de turismo na rua Sete de Abril, na República, região central da capital, a dispensar seus funcionários antes do fim do expediente. Um deles, que preferiu não divulgar o nome, disse ter sido informado da liberação por causa do toque de recolher na cidade. Mas, quando questionou sobre a procedência da informação, o gestor não soube responder. “Se ele não sabe de quem veio a informação, está claro que não passa de boatos. Até porque os bares da rua continuam todos abertos e com a movimentação normal”, relatou.

    O engenheiro Bruno Ximenes, 28, morador do bairro Sesc Interlagos, zona sul de São Paulo, não foi dispensado do trabalho, mas pediu ao seu chefe para sair 1h30 antes, após ter recebido a ligação de três amigos sobre o suposto toque de recolher na região, já negado pela Secretaria do Estado de Segurança. “O alerta era para que todos os moradores da zona sul ficassem em casa a partir das 20h. E um dos amigos me disse inclusive que a recomendação vinha de um policial”, contou ele.

    “Está com cara de que seja boato. Mas, pelo sim ou pelo não, prefiro acreditar e não arriscar a minha vida”, completou Ximenes, que confessou estar bastante preocupado e ter repassado o aleta para outros 10 amigos.

    Ver em tamanho maior
    Onda de crimes no Estado de São Paulo

    Foto 51 de 64 – 7.nov.2012 – Um delegado da Polícia Civil foi baleado na noite desta terça-feira (6) na avenida Celso Garcia, na Penha, zona leste de São Paulo (SP). Mesmo ferido, ele dirigiu até batalhão da PM para pedir socorro Mais Hélio Torchi/Futura Press

    Onda de violência

    Em menos de 15 horas, a região metropolitana de São Paulo registrou 15 mortes. Os casos ocorreram entre a noite de ontem (8) e a manhã desta sexta-feira (9) nas zonas sul e leste da capital, bem como nas cidades de Santana de Parnaíba e Santo André, no ABC Paulista.

    Desde setembro, a violência na cidade já causou a morte de 982 civis, assim como a de 90 policiais, a maioria fora de serviço. A violência é atribuída pelas autoridades como uma reação do Primeiro Comando da Capital (PCC), a principal organização criminosa de São Paulo, que é comandada de dentro das cadeiras. Na quinta-feira (8), Antônio Cesário da Silva, o Piauí, apontado como chefe do tráfico de drogas na favela de Paraisópolis, foi transferido da penitenciária do Avaré para o presídio federal de Porto Velho (RO).

    Em Santo André, cinco pessoas morreram a tiros em dois ataques. Outras três foram baleadas, mas sobreviveram aos ferimentos. Segundo informações da Polícia Militar, todos eram moradores de rua e usuários de drogas.

    Outros dois homens foram assassinados em uma praça de Santana de Parnaíba, a pouco metros da Guarda Civil da cidade. Os criminosos passaram atirando e atingiram três homens, apenas um deles conseguiu sobreviver.

    A capital paulista também registrou algumas mortes. No Jardim São Luís, zona sul de São Paulo, foram registrados ataques em mais quatro ruas num intervalo de 30 minutos, que deixaram quatro mortos e duas pessoas feridas. Entre os mortos estão um motociclista baleado por dois suspeitos que também estavam numa moto e um homem de 27 anos que saiu para fumar na frente de casa.

    Também na zona sul da cidade, no bairro de Cidade Dutra, dois homens em uma moto atiraram contra um grupo de pessoas que estava em frente a um sacolão. Um homem morreu. Nesta mesma região, um ônibus foi incendiado. O cobrador não conseguiu deixar o veículo em tempo de escapar das chamas e foi levado, em estado grave, ao Pronto-Socorro do Grajaú.

    Parceria entre União e governo do Estado
    A criação de uma “agência de ação integrada” para combate ao crime organizado foi a primeira medida anunciada na terça-feira (6) pela parceria entre União e o governo do Estado de São Paulo para enfrentar a onda de violência.

    As tratativas descartam o envio de tropas do Exército ou da Força Nacional de Segurança para o Estado e não especificam custos e nem o que, de imediato, será feito na prática para evitar novos ataques a policiais e a civis.

    Além da criação da agência, a parceria prevê outras cinco medidas, que abrangem o fortalecimento dos trabalhos de perícia; a fiscalização conjunta em vias marítima, aérea e terrestre; criação de um centro de comando e controle integrado por videomonitoramento e com auxílio da Prefeitura de SP; ações de enfrentamento ao crack e transferência de presos de São Paulo a penitenciárias federais.

    Na quarta-feira (7), a Polícia Militar de São Paulo informou que estendeu a Operação Saturação para as zonas norte e leste da capital paulista e também para a cidade de Guarulhos. A iniciativa, vigente desde o último dia 29 na favela de Paraisópolis (zona sul de SP), não tem prazo para terminar.

    A medida já predeu 67 pessoas em São Paulo e Guarulhos, segundo dado divulgado hoje. A polícia também apreendeu 17 armas, 368 kg de maconha, 38 kg de cocaína, 484 gramas de crack, 50 unidades de drogas sintéticas, além de munições, veículos e uma granada.

  144. Meu povo, prestem atenção, as Polícias Paulista são massas de manobra, principalmente a PM com seu regime de sim senhor. Quando é conveniente, o Governador coloca as Polícias para atropelar os pobres, enquanto isso os ricos ficam na boa ! É a conveniência e os interesses que indicam como o Governo deve usar esse braço armado ao bem comum da sociedade que tem $$$$$$, o resto é balela !!! Quando há interesses eleitoreiros, novamente o Governo aperta aquele botãozinho chamado DGP e Comte Geral e faz acontecer de acordo com a estratégia política . O que vocês acham do campos Machado? Ele é uma peça fundamental de apaziguação entre Polícia civil, tropa PM e Governo, mas isso é para proteger o Governo e não os Policiais como alguns pensam ! Agora estamos esclarecidos, portanto sintam-se confortáveis em ser apenas peças de manuseios políticos e de interesse da sociedade mais abastada . Tem alguns por aqui, inclusive eu, todos querem salários decentes, mas o entendimento que existe entre Governo e a sociedade é que o salário esta ótimo já que um operário comum ganha menos que os Policias do baixo clero, pois bem, somos uma classe burra, digo isso porque não conseguimos enxergar que poderíamos nos juntar e formar uma barreira bem forte contra esses pensamentos de que os Policias ganham o merecido e o Governo age corretamente, digo burro porque não sabemos aproveitar a força que temos, estamos comparados como o animal burro mesmo, ele tem tanta força que por burrice pura aceita o homem fraquinho dominar ele, muito embora ele fica se retorcendo para não cumprir as ordens do homem, mesmo assim ele vai, é como nós, se fossemos unidos , Civil, PM, Agentes Penitenciários e teríamos ainda o apoio dos GCMs, com isso nos tornaríamos uma potência e o Governo e sociedade rica teriam que fazer uma negociação para acalmar os ânimos, mas enquanto isso estamos brigando e ofendendo ou criticando, um querendo ser melhor do que o outro, nada disso vai melhorar nossos salários, é o faminto debochando do famigerado, é um indigente querendo sobrepor ao outro, essa desunião é bom para o governo, fica mais fácil para ele dominar os Policias, é isso que ele quer e trabalha intensamente com seus comparsas para manter os Policias obedientes e servindo os nobres. Todos nós sabemos que a tática de desunir enfraquece o grupo, porém, nunca pensamos que contra nós essa tática anda sendo usada também ! O que devemos é nos unir para conquistarmos os mesmos interesses, ou seja, salário decente, condições de trabalho decente, exigirmos tratamentos respeitosos de nossos superiores do trabalho e outras melhorias, nunca podemos misturar uma coisa com a outra, Polícia civil faz trabalhos inerentes á Polícia Judiciária, PMs fazem o policiamento preventivo, Agentes Penitenciários cuidam dos presos, Guardas Municipais cuidam do patrimônio público, isso todos nós sabemos, mas de vez enquanto para não dizer que de vez em sempre, nossos superiores adotam medidas descabidas que todos acabam usurpando as funções , é daí? O que interessa para nós é salário decente, dignidade no trabalho, tranquilidade ao chegar em casa e ver que não falta nada para nossas famílias, o resto é conversa fiada, são balelas pregadas para manter a desunião entre as classes, até dentro de cada Instituição existe a pregação de desunião para todos ficarem enfraquecidos, isso tudo é proposital e nós não temos a menor capacidade de enxergar isso. No ambiente do crime, nas Cadeias e Presídios até os sentenciados sabem disso, eles costumam dizer que estão ” ascendendo ou isqueirando para haver a briga”, é dessa forma que o Governo e chefias agem para que não sejamos unidos e o pior que tem conseguido com bastante êxito. Precisamos abrir os olhos que os nossos problemas não é só com os criminosos não, diria que a administração é mais problema do que os próprios bandidos, pois agem de formas dissimuladas o tempo todo enquanto estamos de boa fé !

    Nem mencionei os sindicatos e associações que fazem jogos duplos, não fazem nada em prol a família policial, só querem as mensalidades !

  145. 10/11/2012 12h24 – Atualizado em 10/11/2012 13h01
    Chega a sete o número de mortos na Grande São Paulo, diz PM
    Mortes ocorreram entre a noite de sexta-feira (9) e a manhã deste sábado.
    Ônibus foi incendiado na Zona Leste durante a madrugada.
    Do G1 São Paulo

    31 comentários

    Chegou a sete o número de mortes registradas na Grande São Paulo entre a noite de sexta-feira (9) e este sábado (10), segundo a Polícia Militar. Até o início da manhã, cinco mortes haviam sido confirmadas. Pelo menos outras duas pessoas foram baleadas durante a madrugada e um ônibus foi incendiado na região de Itaquera, Zona Leste de São Paulo.
    Na sexta-feira, dois homens foram mortos por um policial militar de folga após uma suposta tentativa de homicídio. De acordo com a PM, o policial passava de carro na companhia da mulher e do filho quando foi surpreendido por dois homens em outro veículo na Rua Gaia, em São Mateus. O policial foi preso em flagrante e a Corregedoria da PM apura, junto ao DHPP, se as mortes ocorreram por engano.
    saiba mais
    PM reage a ataque e mata dois homens na Zona Leste de SP
    Ônibus é incendiado em São Paulo
    Nesta madrugada um homem foi encontrado morto a tiros, dentro de sua casa na Rua Paulo de Moraes, na Zona Sul de São Paulo. A PM não tem informações sobre as circunstâncias da morte. No Jaçanã, Zona Norte de São Paulo, um homem também foi morto a tiros na Rua São José de Serzedelo. A PM não tem informações sobre as circunstâncias da morte.
    Em Suzano, na Grande São Paulo, um homem foi encontrado ferido com um tiro na cabeça, em um um terreno baldio no bairro do Jardim Colorado. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu, segundo a Polícia Civil.
    Nesta manhã, dois homens foram mortos em uma troca de tiros com policiais, no Campo Limpo, na Zona Sul.
    Feridos
    A Polícia Militar registrou, ainda nesta madrugada, pelo menos duas pessoas baleadas. Um homem teria sido atingido por dois suspeitos que passaram em uma moto quando estava próximo a um ponto de ônibus na região de São Mateus. A polícia não sabe informar o estado de saúde da vítima. Ninguém foi preso. Outro homem teria sido baleado em Diadema, durante a madrugada, também por suspeitos em uma moto. A vítima foi socorrida e não corre risco de morrer, segundo a PM.
    Ônibus incendiado
    Um ônibus foi incendiado em São Paulo na madrugada deste sábado, segundo informou a Polícia Civil. O ataque ocorreu na Avenida Jardim Tamoio, no Bairro de Itaquera, Zona Leste da capital.
    Um grupo invadiu o veículo por volta de 1h, forçando motorista e cobrador a deixarem o ônibus, que foi incendiado. Segundo a polícia, ninguém se feriu.

  146. 10/11/2012 – 05h07
    Em 2 semanas, 142 pessoas foram mortas na Grande SP
    PUBLICIDADE

    MARTHA ALVES
    AFONSO BENITES
    DE SÃO PAULO
    DEH OLIVEIRA
    COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

    Nos últimos 15 dias, 142 pessoas morreram na Grande São Paulo. A média diária de assassinatos (quase dez) supera a verificada tanto neste ano quanto em 2011 –seis.

    Entre a noite de anteontem e a manhã de ontem, 15 pessoas foram assassinadas e outras 12 baleadas. Isso ocorreu menos de 24 horas após o governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmar que a série de crimes registrada na Grande São Paulo estava diminuindo.

    PF avisou governo de SP sobre ações do PCC
    Polícia investiga se soldado da PM matou dois por engano em SP
    Sindicato orienta agente prisional a portar arma
    PM mata dois homens a tiros na zona leste de SP

    Dentre os crimes, uma chacina em Santo André (ABC) deixou cinco mortos. Nos outros casos, as vítimas foram mortas em circunstâncias ainda não esclarecidas.

    Nove pessoas foram baleadas entre as 19h30 de anteontem e a 0h de ontem no Jardim São Luiz, na zona sul de São Paulo. Três morreram e duas ficaram feridas.

    Na mesma região, outros homens foram baleados.

    Anteontem, Alckmin disse que fazia acompanhamento diário da onda de violência.

    “[As mortes] já estão em processo de queda. Eu tenho um acompanhamento diário, elas já estão em um ritmo bem menor. Tem coisa que não tem ligação com o crime organizado”, disse.

    A escalada da violência começou em setembro, mês em que 144 pessoas foram mortas na capital, e se intensificou após o dia 24 de outubro.

    Desde então, são comuns relatos de motoqueiros matando moradores e policiais.

    Para a polícia, parte das mortes foi ordenada pelo PCC, parte é de bandidos se aproveitando para matar desafetos e há os crimes ocasionais, como os passionais.

    O delegado Jorge Carrasco, diretor do departamento de homicídios, chegou a dizer que a onda de homicídios era um “balaio louco”.

    A chacina em Santo André não tinha explicação até a publicação desta matéria.

    “Ele não roubava e nunca foi violento”, disse Elisângela Alves dos Santos, ex-mulher de Agnaldo Nascimento Silva, uma das vítima.

    CORRE-CORRE

    A violência afetou também o transporte coletivo na zona sul. Os mais de cem ônibus da empresa Cidade Dutra deixaram de circular durante a manhã porque criminosos atearam fogo em um veículo e feriram um cobrador.

    “Foi tudo muito rápido, não deu tempo de fazer nada. Saí pela janela”, disse o motorista do veículo, que tinha ao menos 15 passageiros. Ele não quis se identificar.

    A onda de violência está longe da de maio de 2006, quando 540 pessoas, inclusive policiais, foram mortas durante ataques do PCC.

    São Paulo também está distante de ser um dos Estados mais violentos do Brasil. No ano passado, por exemplo, fechou com uma taxa de 10,1 homicídios por 100 mil habitantes. Estão no topo do ranking Alagoas (74,5) e Espírito Santo (44,8).

  147. O Secretário de segurança pública do estado de São Paulo Antonio Ferreira Pinto ficou somente no discuso de combate a corrupção e, conseguiu enganar a sociedade por muito tempo, pois dela ele também faz parte, creio que é o maior interessado. O Estado de São Paulo é o reduto do pcc, onde comercializa-se de A a Z produtos ilícitos sem o menor incomodo para os receptadores. Como um sujeito pode intitular combatente a corrupção onde os negócios ilícitos se expandiram voluptuosamente em sua gestão ? Esse modelo 171 de administrar está levando o PSDB para a falência na credibilidade política aqui no estado de SP. Lembro-me bem do Serra em discurso nessa última eleição, ele dizia o seguinte na tentativa de enganar o povo querendo trocar de lugar ” o sujeito bate carteira e grita pega ladrão”. Esse tipo de discurso nós já estamos cansados de ouvir, sabemos perfeitamente quem são os batedores de carteiras, isso vai custar caro para o PSDB paulista em 2014, o povo sabe quem são os culpados dos índices alarmantes das mortes no Estado de São Paulo e a falta de Segurança Pública de modo geral, falta de atendimentos hospitalares, falta de educação pública de qualidade , estradas cheias de pedágios etc . Por ironia do destino, apenas no contexto políticos partidário, pois sangue derramado nas ruas não tem motivo que justifique, o feitiço esta virando contra o feiticeiro , eu diria mais, por desleixo governamental, fez com que o final do governo de Geraldo Alckimim seja marcado por muito sangue nas ruas, essa marca vai ter muitos resultados negativos nas urnas para o PSDB. O difícil vai ser explicar porque não houve investimentos adequados e bons gerenciamentos nas 03 secretarias mais sofridas como segurança pública, saúde e educação. Vamos aguarda 2014 para ver os resultados. Eu ainda acredito que há tempo para reverter esse quadro, mas resta saber se Geraldo Alckimim teria sabedoria para reverter, creio que não !

  148. Realmente é para se indignar. Sem contar com os mais diversos benefícios (RETP TURBINADO, INCORPORAÇÃO DE HORAS AULAS) , pela regra atual de aposentadoria, um Cel.PM ao se aposentar recebe 50% à mais que um delagado de clase especial, enquanto que um praça ao se aposentar (posto de 2º Ten ) chega a ganhar 100% (o dobro) que um investigador ou escrivão de classe especial.

  149. Prefeitura de SP libera R$ 160 milhões em incentivos para a Arena Corinthians
    Valor é uma 38% do total de R$ 420 milhões previstos para o estádio que sediará a abertura da Copa do Mundo

    Gazeta | 10/11/2012 16:56:00

    A Prefeitura de São Paulo aprovou uma quantia de R$ 160 milhões para auxiliar nas obras da Arena Corinthians. Segundo o jornal Folha de S. Paulo , o montante corresponde a incentivos fiscais que serão utilizados para pagar impostos ou negociados da Odebrecht com outras empresas.

    Esse país é o Brasil da pouca vergonha, não tem dinheiro para investir em segurança pública, saúde e educação, mas sobra dinheiro para safadezas sem tamanho.

  150. Sete pessoas são baleadas na Zona Sul de São Paulo
    Crimes ocorreram na região de Parelheiros, extremo sul da capital paulista.
    PM não soube informar se atentados têm ligação com facção criminosa.
    Do G1 SP

    11 comentários
    Sete pessoas foram baleadas em dois crimes diferentes cometidos neste sábado (10) na região de Parelheiros, no extremo sul da capital paulista. Até as 22h30, não havia informações sobre o estado de saúde das vítimas.
    O primeiro crime ocorreu na Rua Manuel Paixão Ribeiro, na altura do número 90, às 16h35. Testemunhas contaram à Polícia Militar que dois homens passaram em uma moto preta e atiraram contra seis pessoas. Os feridos foram levados a hospitais da região.
    O segundo crime foi por volta de 20h, na Estrada da Ponte Alta, número 8.500, no bairro de Marsilac, vizinho a Parelheiros. Testemunhas disseram que os criminosos estavam em um Siena vermelho e dispararam contra um homem, que, ferido, foi levado a um hospital próximo dali.
    A Polícia Militar não soube informar se há ligação entre os crimes deste sábado e a recente onda de atentados promovida por uma facção criminosa em São Paulo. A PM também não soube informar se as vítimas eram policiais — que têm sido um alvo comum da violência na cidade.

  151. Quando entrei na policia há uns vinte anos atrás, sem boi você ia pro plantãozão. Especializada, nem com corre você conseguia. Nos distritos tinha a chefia e plantão. A chefia todo dia chegava com cana, independente se ia ser no óleo ou na salada, a chefia trabalhava. O plantão, alem de cuidar de 300 presos, ainda tocava inquérito. Cinco equipes, não tinha essa frescura de hoje de tira fazer BO, ou só escrivão da chefia tocava inquérito. Autoridades que sabiam mandar e peitavam muitas situações, ate de corregedoria. Na quebrada, a malandragem morria de medo dos policiais ¨DA GUARRA E DA GOE¨. DEPATRI, sempre tinha matéria na imprensa e não era essa de pegar punguista com tampinha na bolinha! Cana de ladrãozão mesmo! DENARC, sempre canas e canas de kilos! DHPP, vixi, era uma atrás da outra. Era jornalista, promotor e os cambau em cana em rede nacional! A carceragem piana senão era esculacho e sem visita de 15 a 30 dias. Você fazia remoção pro interior, naqueles opalões e veraneios. Quando aprontava alguma cagada, era ripado e esperava a recolha já com o xiszão nas costas e amargando um plantão no 54 ou 25 D.P. A bandidagem tremia só de ouvir que iriam ser ripados pra Itapecerica. Ladrão que pensava em crescer no sistema, tomava um pau e era ripado pros cafundeus dos Judas. O bico corria atrás do policia. Sempre tinha um pra fazer. Armas eram de sua propriedade e só as especializadas e delegados recebiam as 45. Mas o policial era repeitado.
    Daí proibiram transferência de preso sem permissão judicial; tiraram as carceragens e explodiram o Carandiru, sendo que os presos foram transferidos bem longe de seus familiares que ao invés de lhe dar apoio todo final de semana, agora o fazem a cada tres ou seis meses e com busão do partido do crime. Acabaram com as carceragens dos distritos e surgiu os CDPs. Iniciou uma caça aos policiais que saiam da linha e dos interesses políticos do governo. Veio a greve, e piorou ainda mais. A PM partiu pra cima dos manifestantes que apesar de tomarem borrachada, obtiveram aumento inclusive aos policiais que contrariaram o movimento. Agora ate cheque sem fundo estaria dando punição. Demissões arbitrarias e abusivas, acompanhadas pelo jargão, se defende na justiça, que daqui a uns cinco anos você volta! Primeiro os delegados não deram muita importância, pois somente os operacionais estavam sendo submetidos a este tratamento, mas com o passar dos tempos, as autoridades entraram na fila! Já estava muitíssimo ruim, e veio o golpe de misericórdia.
    Cria-se as centrais de flagrante! No primeiro momento tinha que dar certo! Campanha política do governo de melhora no atendimento! Corró em cima e atendimento ao cidadão de reclamações. Esvaziou-se as especializadas, e o GOE e GARA que segurou o choque, forma motivos de chacota e foram extintos inclusive com apoio dos próprios colegas. Pms com salários absurdamente maiores que os policiais civis. Sargento ganhando mais que delegado. Soldado ganhando mais que escrivão e tira. Daí como não tem funcionário, impetra-se ordem na justiça para os operacionais fazerem a vez dos escrivães. Nos distritos, não há mais as canas! Hoje a sociedade é enganada por duas folhas de papeis que acha que vai resolver seu problema. Acredita que esta segura, quando nem os policiais que são preparados estão logrando em manterem-se vivos. Hoje quem está na vez é a bandidagem! Culpa da policia? NÃO. Culpa dos corruptos? NÃO. Culpa do governo, ONG, direitos humanos, do poder judiciário, estes são os culpados! Bandido não fica nem um ano preso! Saídas temporárias, benefícios, e o pior, patrocínio político.
    Agora cortaram na carne da PM, não tem mais hora aula e RETP e SEXTA PARTE turbinado, apesar de direito liquido e certo, ganho processual, tomaram invertida do governo, o mesmo que massacra a policiai civil agora vai pra cima dos militares. Ano que vem é o final da operação delegada, mais um tombo pros militares. E ainda querem que façamos as vezes deles( governo)? Que morramos para nossa família passar fome? Que trabalhamos ate que esse episodio acabe, pois o mauricinho quer dar um role a noite! O filhinho quer ter segurança pra balada, enquanto a periferia tem que ficar trancada, e muitas vezes nem isso resolve e pais choram a perda de seus filhos e filhas!
    QUEM SABE AGORA, O POVO APRENDE A VOTAR! QUEM SABE AGORA O POLICIAL ACORDOU PRA REALIDADE!

  152. AS SIRENES SOAM DESVAIRADAMENTE POR TODOS CANTOS DA CIDADE DE SP ! ESTAMOS EM GUERRA ! O GOVERNO HIPÓCRITA NÃO QUER ADMITIR POIS ESTA COM O PENSAMENTO NAS ELEIÇÕES DE 2014 ! POBRE DOS PAULISTAS, ESTÃO ÓRFÃOS DE GOVERNADOR! POBRE DE NÓS POLICIAS , ESTAMOS SOZINHOS EM MEIO A UMA GUERRA SANGRENTA ONDE SOMENTE NÓS ESTAMOS POR NÓS MESMOS !

  153. 11/11/2012 07h54 – Atualizado em 11/11/2012 10h51
    Grande São Paulo registra mais uma noite violenta
    Pelo menos 13 pessoas morreram entre sábado e domingo, diz polícia.
    Outros oito ficaram feridos durante a madrugada e seis na tarde de sábado.
    Do G1 São Paulo

    164 comentários
    São Paulo teve mais uma madrugada violenta entre a noite de sábado (10) e a madrugada deste domingo (11). De acordo com a Polícia Militar e a Polícia Civil, pelo menos 13 pessoas morreram e oito ficaram feridas em ocorrências na capital e na região metropolitana durante a noite. Na tarde de sábado, seis pessoas haviam sido baleadas em Parelheiros, na Zona Sul.
    Em São Bernardo, um casal foi morto a tiros dentro de casa, no fim da noite de sábado. Um rapaz, de 26 anos, e uma adolescente, de 17 anos, foram mortos na Rua Fukutaro Yida, no bairro Cooperativa, por volta de 22h30. Segundo a polícia, dois homens invadiram a residência, mataram o casal e depois fugiram em uma motocicleta. Nada foi levado das vítimas, o que leva a polícia acreditar que o casal foi executado.
    saiba mais
    Casal é morto a tiros dentro de casa em São Bernardo do Campo, SP
    Vai a 10 o número de baleados na Zona Sul de SP
    Ação da PM em maio gerou onda de crimes em SP, apontam investigações
    Chega a sete o número de mortos na Grande São Paulo, diz PM
    A Polícia Civil de Santo André informou, na manhã deste domingo, que dois suspeitos morreram em troca de tiros com a PM durante a madrugada na Vila Pires. De acordo com a polícia, o caso foi encaminhado ao Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) por envolver confronto com militares. O DHPP chegou ao local por volta das 6h deste domingo para apurar os detalhes dos casos. Não há registros de policiais feridos.

    No Campo Limpo, Zona Sul da capital, três homens foram baleados na Rua Nelson Brissac, na noite de sábado. Uma pessoa morreu, segundo a PM. Os demais permanecem internados no Pronto Socorro do Campo Limpo, um deles em estado grave.
    Na Zona Norte de São Paulo, no bairro de Vila Mazzei, dois homens foram baleados na madrugada deste domingo, na Rua Gurupatuba. Segundo a polícia, eles seguiam a pé para uma festa quando foram abordados por um homem em um carro preto. As vítimas foram orientadas a seguir andando sem olhar para trás e foram atingidas por disparos. Os dois foram socorridos e não correm risco de morrer. Ninguém foi preso. Um terceiro rapaz que estava com eles se machucou durante a ocorrência, mas também passa bem.
    Na região da Penha, um homem morreu e dois ficaram feridos após serem atingidos por disparos em frente a um bar na Rua Edimburgo. Segundo a polícia, dois atiradores chegaram a pé ao local e deixaram a região em um carro. Não há informações sobre as circunstâncias da ocorrência nem estado de saúde das vítimas.
    Em Guarulhos, dois homens morreram baleados na Rua Claudino Barbosa, no bairro de Macedo, por volta das 22h de sábado, segundo a PM. Uma pistola foi apreendida no local. As vítimas chegaram a ser socorridas, mas não resistiram aos ferimentos. Não há informações sobre as circunstâncias das mortes. Ainda em Guarulhos, um homem foi encontrado morto na manhã deste domingo no bairro Cabo Sul. A polícia informou que a vítima foi baleada com um tiro de calibre 12 na cabeça. O caso foi encaminhado ao 7º DP. Não há mais informações sobre a ocorrência.
    Em São Mateus, um suspeito morreu após tentar roubar um carro na região do distrito policial, na Zona Leste de São Paulo. O suspeito teria sido identificado na Avenida Ragueb Chohfi e morreu na troca de tiros com policiais. Não há mais detalhes sobre o caso.
    Na noite de sábado, um motociclista foi morto a tiros quando seguia pela Rodovia Anhanguera, no km 24, na região de Perus. De acordo com a Polícia Civil, o crime ocorreu às 23h30. O caso foi registrado como homicídio, já que a moto da vítima não foi levada.
    A PM não soube informar se há ligação entre os crimes desta madrugada e a recente onda de atentados promovida por uma quadrilha que atua dentro e fora dos presídios de São Paulo.
    Em Ribeirão Pires, na Grande São Paulo, dois homens morreram após uma troca de tiros com policiais. Segundo o DHPP de Santo André, os rapazes resistiram às ordens dos PMs, atiraram e foram baleados. Eles foram socorridos para um hospital, mas morreram. Não há informações sobre as circunstâncias da ocorrência.
    Parelheiros
    Sete pessoas foram baleadas em dois casos distintos em Parelheiros, no extremo sul da capital paulista. O primeiro crime ocorreu na Rua Manuel Paixão Ribeiro, na altura do número 90, às 16h35. Testemunhas contaram à PM que dois homens passaram em uma moto preta e atiraram contra seis pessoas. Os feridos foram levados a hospitais da região.
    O segundo crime foi por volta de 20h, na Estrada da Ponte Alta, no bairro de Marsilac, vizinho a Parelheiros. Testemunhas disseram que os criminosos estavam em um carro vermelho e dispararam contra um homem, que, ferido, foi levado a um hospital próximo dali. Não há informações sobre o estado de saúde das vítimas.

  154. 11/11/2012 – 10h59
    Com medo de crimes, Igreja cancela missas na periferia de SP
    PUBLICIDADE

    DE SÃO PAULO
    COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

    A Igreja Católica informou ontem que igrejas estão cancelando reuniões e missas à noite devido à violência na periferia de São Paulo.

  155. ALCKIMIM SÓ TEM UMA SAÍDA : CONVOCAR OS DEPUTADOS E ELABORAR UM PLANO EMERGENCIAL URGENTEMENTE, ELEVAR OS SALÁRIOS DOS POLICIAIS EM 100 % PARA PODER CONTAR COM A ALTA ESTIMA DOS HERÓIS E ASSIM POR FIM NESSA PATIFARIA DO pcc ! SE NÃO FIZER ISSO, TODAS MEDIDAS ADOTADAS ESTARÃO CONDENADAS AO ENXUGAMENTO DE GELO. SÓ QUEM FAZ POLICIAMENTO É QUE SABE A RECEITA PARA CONTROLAR OS CRIMINOSOS, SEM ALTA ESTIMA ELEVADA A POLÍCIA SÓ FAZ O ARROZ COM FEIJÃO, ISSO NÃO É SUFICIENTE, TEM QUE CONTAR PRINCIPALMENTE COM A BOA VONTADE DE CADA POLICIAL, COM O EMPENHO ESPONTÂNEO, ISSO SE FAZ COM SALÁRIO ADEQUADO E NÃO COM ORDENS. ANTIGAMENTE ERA ASSIM, NA ÉPOCA QUE OS POLICIAS GANHAVAM 10 SALÁRIOS MÍNIMOS, TODOS SE APRESENTAVAM ESPONTANEAMENTE NAS REPARTIÇÕES PARA EGROSSAR O CALDO QUANDO ERA NECESSÁRIO, ISSO EU VI FOI MUITAS VEZES, O SUJEITO ESTAVA DE FOLGA E DE REPENTE ELE SABIA QUE ESTAVA OCORRENDO ALGO DIFERENTE , LOGO ELE ESTA LÁ PRONTO PARA O COMBATE. HOJE O POLICIAL ESTA DE FOLGA OU NÃO ESTA ESCALADO, ELE SOME PARA PRAIA OU RIO E VAI PESCAR, QUANDO NÃO ESTA NO BICO; SE DISSER PARA UM POLICIAL DE FOLGA QUE O BICHO TÁ PEGANDO, ELE DIZ QUE ESTA DE FOLGA E NÃO QUER NEM SABER; PORTANTO NÃO ADIANTA MANDAR NO POLÍCIA, ELE TEM QUE SE SENTIR NO DEVER DE TRABALHAR E SATISFEITO COM O QUE GANHA, ISSO SÓ É POSSÍVEL QUANDO SE GANHA SALÁRIO ADEQUADO. PORTANTO ALCKIMIM , USE ORIENTAÇÕES DA SABEDORIA, POIS DA BURRICE PALACIANA JÁ LHE CAUSOU O ESTRAGO POLÍTICO ! AINDA HÁ TEMPO DE CONSERTAR UMA PARTE DOS ERROS ADMINISTRATIVOS, MAS É PRECISO SER HUMILDE E USAR A INTELIGÊNCIA, COISA ESSA QUE ESTA ESCASSA AI NO PALÁCIO !

  156. O SALÁRIO DOS POLICIAIS É DE DESANIMAR E TAMBÉM DE MATAR DE VERGONHA, NA REAL AS VEZES ESCONDO O QUE GANHO DAS PESSOAS, POIS ME SINTO INFERIORIZADO.

  157. Homem ateia fogo em base da GCM em SP
    Chama foi controlada pelas equipes que estavam de plantão no local e o suspeito foi preso na sequência
    Da Redação noticias@band.com.br
    Veja também
    UPPs podem ajudar São Paulo, diz especialista
    PM desabafa sobre tensão por onda de ataques

    Um homem foi preso após atear fogo em uma base móvel da GCM (Guarda Civil Metropolitana) na Mooca, zona leste de São Paulo, por volta das 8h deste domingo. A chama foi controlada pelas equipes que estavam de plantão no local e o suspeito foi preso na sequência.

    Segundo a Secretaria Municipal de Segurança Urbana, o homem usou uma substância inflamável no ataque. A base fica estacionada no pátio da Inspetoria da Mooca.

    Em depoimento ele disse não pertencer a nenhuma facção criminosa e que seu alvo era um dos guardas civis metropolitanos. Segundo Polícia Civil, o indivíduo já foi preso por dano ao patrimônio, quando quebrou móveis de uma unidade da AMA (Assistência Médica Ambulatorial).

  158. MINHA FAMÍLIA ESTÁ ME PRESSIONANDO PARA DEIXAR A POLÍCIA MILITAR, ALEGAM QUE O SALÁRIO MISERÁVEL E OS RISCOS NÃO COMPESAM TAMANHO SOFRIMENTO.

  159. PM SOFREDOR :
    MINHA FAMÍLIA ESTÁ ME PRESSIONANDO PARA DEIXAR A POLÍCIA MILITAR, ALEGAM QUE O SALÁRIO MISERÁVEL E OS RISCOS NÃO COMPESAM TAMANHO SOFRIMENTO.

    MAIS DE 400 JÁ PEDIRAM BAIXA SÓ ESSE ANO DE 2012. NÃO VALE A PENA MORRER POR UMA SOCIEDADE HIPÓCRITA ! VÁ SER FELIZ TRABALHANDO EM UMA EMPRESA QUE VOCÊ GANHA MUITO MAIS E NÃO CORRE O RISCO DE SER EXECUTADO .

  160. 11/11/2012 21h25 – Atualizado em 11/11/2012 22h35
    PM determina prisão de 5 policiais suspeitos de matar homem em SP
    Policiais afirmam que corpo foi encontrado em viela após perseguição.
    Imagens mostram que rapaz estava vivo ao ser dominado por policiais.
    Do G1, em São Paulo

    239 comentários

    O comandante geral da Polícia Militar do estado de São Paulo, Roberval Ferreira França, determinou neste domingo (11) a prisão de cinco policiais suspeitos de participação no assassinato do servente Paulo Batista do Nascimento, de 25 anos.
    O homem aparece vivo, cercado por policiais em uma rua do bairro do Campo Limpo, periferia da Zona Sul de São Paulo, em um vídeo feito por um vizinho e mostrado em reportagem do Fantástico deste domingo. Assista no vídeo ao lado.
    No vídeo, após levar um tapa e um chute dos PMs, o servente é levado para o carro da polícia. Na imagem, um policial ergue os braços em posição de tiro. Não é possível ver disparos, mas logo a seguir ouve-se um barulho. Quando a câmera volta a mostrar a rua, dá para ver a movimentação de alguns policiais.
    No boletim de ocorrência, PMs relataram que o corpo foi encontrado em uma viela pelos policiais.
    São Paulo vive uma onda de violência nos últimos meses, com mais de 90 policiais mortos desde o início do ano. Segundo investigações do Ministério Público, há indícios de que a onda de violência foi desencadeda por uma operação da Rota, a tropa de elite da PM (saiba mais). Em 28 de maio, policiais da Rota mataram seis suspeitos de pertencerem a uma facção que se reuniam no estacionamento de um bar na favela Tiquatira, na região da Penha, Zona Leste. Em junho, como represália, 11 policiais foram assassinados.
    Outra reportagem do Fantástico exibida neste domingo mostra documentos que indicam que autoridades sabiam que os ataques a policiais iriam ocorrer há três meses.
    Flagrante
    No caso do servente morto, segundo a Polícia Militar, dois policiais tentaram abordar um carro que havia sido roubado, mas foram recebidos a tiros. De acordo com o Boletim de Ocorrência, Paulo Batista do Nascimento estaria no veículo com outros dois passageiros. Houve troca de tiros durante a perseguição e, segundo a polícia, Nascimento teria conseguido fugir.
    O Boletim de Ocorrência não dá detalhes sobre o que aconteceu com o homem depois. O documento apenas relata que o corpo foi encontrado em uma viela pelos policiais.
    Os policiais afirmam ter socorrido Nascimento, que deu entrada às 21h40 no hospital. Outro ferido na mesma ocorrência tinha sido deixado no hospital uma hora antes.
    O rapaz assassinado já havia sido condenado por receptação, roubo e falsificação de documentos.
    saiba mais
    Grande São Paulo registra mais uma noite violenta
    Ação da PM em maio gerou onda de crimes em SP, apontam investigações
    Afastamento
    Após uma reunião de emergência neste domingo, o comandante da PM pediu a prisão dos policiais envolvidos. Outros 25 policiais que participaram da ocorrência, mas não aparecem no vídeo, foram levados para um quartel e serão liberados depois de prestar esclarecimentos.
    “Tão logo tomamos conhecimento dos fatos, determinamos a prisão de todos os policiais militares envolvidos. A Polícia Militar vai apurar rigorosamente e, de acordo com as provas que forem carregadas ao inquérito, ao processo, esses policiais militares deverão ser processados, demitidos ou expulsos da corporação”, afirmou França.

  161. 11/11/2012 23h34 – Atualizado em 11/11/2012 23h34
    Presas 76 pessoas em operação da PM em regiões da Grande SP
    Mais de 3 mil pessoas já foram abordadas na Operação Saturação.
    Prisões ocorreram até as 18h deste domingo (11), segundo a PM.
    Do G1 São Paulo

    Ao menos 76 pessoas foram presas em flagrante e outras nove que eram procurados pela Justiça foram recapturados até as 18h deste domingo (11) na Operação Saturação deflagrada em quatro regiões da capital e Grande São Paulo.
    De acordo com balanço da Polícia Militar, até as 17h30 deste domingo, na favela São Rafael, em Guarulhos, na Grande São Paulo, onde a operação teve início a partir da madrugada de quarta-feira (7), 1681 pessoas foram abordadas, 435 veículos vistoriados, três procurados pela Justiça recapturados, 10 veículos apreendidos, sendo cinco carros e cinco motos, sete armas apreendidas, além de 1,75 kg cocaína.
    saiba mais
    PM expande Operação Saturação para mais 3 pontos da Grande SP
    Operação da PM em Paraisópolis, em SP, prende 36 suspeitos
    Suspeitos de invadir casa morrem baleados na Zona Sul de SP
    Oito pessoas são baleadas e cinco morrem em Santo André
    Ônibus é incendiado e quatro são baleados na Zona Sul de SP
    Três morrem e dois ficam feridos após tiros no extremo sul de SP
    Operação Saturação detém 65 em 4 regiões da Grande SP
    Presas 13 pessoas em operação da PM na capital e Guarulhos
    Nos bairros da Freguesia do Ó e Parada de Taipas, na Zona Norte da capital, onde a operação também teve início na madrugada de quarta-feira (7), os policiais militares, até as 18h deste domingo, abordaram 1412 pessoas, prenderam 13 delas em flagrante e capturaram seis procurados da Justiça. Além disso, vistoriaram 913 veículos, aprenderam uma arma calibre 22, 29,739 kg de maconha e 289 gramas de cocaína.
    Em Paraisópolis, na Zona Sul de São Paulo, a operação teve início na madrugada do dia 29 de outubro. Até as 18h deste domingo, 63 pessoas já tinham sido presas, sendo 43 em flagrante; outros seis adolescentes foram apreendidos e 14 procurados pela Justiça foram capturados. Além disso, 16 armas e uma granada foram apreendidas; bem como quase 340 kg de maconha, 37,83 kg de cocaína, 0,484 kg de crack e 50 unidades de drogas sintéticas.

    O objetivo da operação, que se estenderá por vários dias, visa à redução dos furtos e roubos nestas regiões específicas região, além de aprender armas, drogas, com a consequente desmobilização de pontos de tráfico de entorpecentes, aumentando assim a sensação de segurança da população destas áreas.

  162. A PM tá desmoralizada porque maioria age fora da lei.são muito bravos com trabalhadores que tem o que perder.Sequer lavam a farda em casa.vendem armas para criminosos matarem seus próprios colegas de farda.fazem segurança pra contrabandistas chineses,fazem escolta pra carga contrabandeada,vendem a droga apreendida pra outros traficantes,achacam.se um trabalhador é assaltado ele fica no prejuízo,se assaltam um mercado a policia vem rapidinho.já vi Pm vir de viatura contratar bico com lojista onde há uma biqueira próximo ,onde bandidos se reunem pra observar as vítimas (sacoleiras vindas do interior).Onde se reúnem pra traficar droga e dividir produto do roubo,a coisa mais rara é a Pm aparecer e dar uma volta por lá.sem contar,que no prédio da biqueira moram 10 PMs que sequer lavam a farda em casa..existem 180 pms fazendo segurança de elojas no local,isso,diuturnamente.Tudo isso ocorre à menos de 200 metros do batalhão do choque 1 e 2-cavalaria,canil,QG da PM do estado,QG da PM capital,centro administrativo da PM,colegio da PM,e escola de educação fisica da PM.como querem que a população os dê crédito?só trouxa confiaa em vcs.isso é desabafo de um pai de família decente e honesto que jamais teve numa delegacia,exceto para tirar RG

  163. Pergunte a esse PM que chega com medo em casa,quantas vzs ele agiu dentro da lei?Este tipo prevarica.Pm prevaricou,fez vistas grossas,perde a moral.fica com medo,este tipo vai pra rua querendo um guarda-costas.

  164. Dado adicional, talvez não explicado pelas associações, em geral.
    Conforme a notícia divulgada pela PGE, as ações não estão encobertas pela impossibilidade de modificação decorrente da “coisa julgada”. Logo, a execução é provisória, e os recebimentos das parcelas é precário.
    Processualmente, a PGE está agindo certo. Não há, tecnicamente, direito líquido e certo.
    Dado interessante: a limitação da recebimento de valores a quem é filiado (conforme pedidos provavelmente formulados pela PGE) turbina os pedidos de filiação.
    Dado relevante: como a execução é provisória, se o STF entender que a forma de cálculo fixada pelas decisões do TJ/SP está incorreta, qual o resultado? Devolução. E a jurisprudência majoritária do STJ e entendimentos do STF são no sentido de que enquanto não há coisa julgada, a situação é precária e não se reveste do recebimento voluntário e de boa-fé.

  165. 12/11/2012 18h14 – Atualizado em 12/11/2012 18h43
    Ministro anuncia R$ 60 milhões para centro integrado em São Paulo
    Alckmin e José Eduardo Cardozo assinaram acordo de cooperação.
    Documento reafirma pontos da parceria fechada na semana passada.
    Tatiana Santiago
    Do G1 São Paulo

    2 comentários

    O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, assinaram nesta segunda-feira (12) acordo de cooperação para combater a violência em São Paulo. A parceria foi anunciada na semana passada.
    Cardozo anunciou a liberação de R$ 60 milhões para criação de um centro de controle integrado, que irá reunir as forças da área de segurança pública das duas esferas. A reunião entre os dois aconteceu no Palácio dos Bandeirantes, na Zona Sul de São Paulo.
    “Os entendimentos feitos na semana passada já estão em andamento”, disse Alckmin. O governador citou que já foi realizada a primeira transferência de um detento para presídio federal.
    saiba mais
    Governos federal e de SP anunciam ação integrada contra violência
    ‘É intolerável’, diz Alckmin sobre PMs envolvidos em morte de servente
    ‘Piauí’ deixa Avaré, SP, e embarca para presídio de segurança máxima
    Ele também ressaltou que a agência de atuação integrada já está trocando informações e atuando em conjunto, além de trabalhos na contenções nas fronteiras, central de perícia e ações para enfrentamento ao crack.
    O governador e o ministro anunciaram na semana passada uma ação integrada de combate à violência no estado, após a onda de violência que matou 90 policiais desde o início deste ano. Alckmin disse que seis pontos foram definidos. Um dos destaques é a criação de uma agência de inteligência com atuação integrada.
    Unidade do Copom
    A construção de uma nova unidade do Copom, a central de atendimento da PM, já está em andamento, segundo Alckmin. O governo federal também irá destinar recursos para a criação da nova unidade, cujo valor não foi mencionado.
    “As equipes do âmbito federal e estadual estão integradas e trabalhando, primeiro da parte de inteligência, fazendo análises em conjunto”, afirmou o ministro. Ele não detalhou quais são as ações realizadas para garantir a eficácia da operação.

    Cardozo e Alckmin assinam termo de cooperação
    em São Paulo (Foto: Tatiana Santiago/G1)
    Segundo Cardozo, o trabalho ocorre em ritmo “aceleradíssimo”. “Os pontos nevrálgicos do estado de São Paulo, em relação à entrada de armas e drogas, contrabando, etc, já foram diagnosticados. Haverá uma reunião de trabalho hoje e amanhã e esperamos que na segunda-feira ocorram as primeiras ações integradas nessa área”, concluiu.
    Questionado se seria possível o bloqueio dos celulares em presídios, o governador admitiu que ainda não há nas penitenciárias paulistas um sistema eficaz para evitar essa comunicação.
    Ataques
    Também presente na reunião, o delegado-geral da Polícia Civil, Marcos Carneiro, disse que não chegou nenhum aviso sobre os ataques aos policiais em agosto deste ano. Documentos obtidos pelo Fantástico neste domingo mostram que Secretaria da Segurança foi avisada da onda de ataques que estava para acontecer.
    “A Polícia Civil formalmente não recebeu nenhum documento a esse respeito. Tanto é que a preocupação da Polícia Civil, através do departamento de homicídios, foi chegar na autoria dos crimes contra policiais civis e militares mortos covardemente, e chegando na autoria descobrir o mandante”, disse Carneiro.
    Ele não detalhou, no entanto, se a informação chegou de outra maneira. “Informalmente, chegam vários informes, só que, quando chega ao serviço de inteligência, o departamento de inteligência tem que trabalhar a informação. Porque a preocupação é não criar clima de pânico”, justificou.

  166. 12/11/201218h36
    Delegado-geral da Polícia Civil de São Paulo admite “mudança brutal” no número de homicídios8

    Débora Melo
    Do UOL, em São Paulo

    Comunicar erroImprimir
    O delegado-geral da Polícia Civil de São Paulo, Marcos Carneiro, admitiu nesta segunda-feira (12) que a onda que violência que atinge o Estado alterou significativamente o número de homicídios registrados. O governador Geraldo Alckmin (PSDB), por outro lado, tem insistido na tese de que a situação está “sob controle”.

    O último fim de semana terminou com um saldo de ao menos 25 mortes na Grande São Paulo, sendo 17 apenas de sábado para domingo. Questionado sobre os números, Carneiro falou em “quebra de padrão”.

    “Houve essa quebra de um padrão. No Estado de São Paulo são 42 milhões de habitantes. Em média, nos estávamos com 10 a 12 mortos por dia [média de homicídios no Estado em 2011]. Infelizmente houve essa mudança brutal, e a polícia está investigando”, disse Carneiro.

  167. 12/11/2012 – Pelotão do PCC anda livre pela Zona Leste

    O Setor de Inteligência da Polícia Militar mapeou 116 integrantes do PCC que moram ou atuam na Zona Leste da capital. Os criminosos são considerados de alta periculosidade e circulam livremente pela cidade. Segundo o Ministério Público, os membros da facção criminosa já estiveram presos, mas foram beneficiados por saídas temporárias e não retornaram à prisão. As informações são do jornal Diário de S. Paulo.

    A cúpula da Polícia Civil também teve acesso ao documento e identificou importantes criminosos na lista. Entre eles estão traficantes, assaltantes, homicidas e sequestradores.

    O levantamento feito pela PM foi realizado em junho deste ano, no mês seguinte ao início da onda de violência na qual policiais militares começaram a ser executados. Só neste ano são 90 PMs assassinados.

    A periferia da cidade registrou uma explosão de homicídios após as mortes dos policiais. Setembro de 2012 teve aumento de 103% no número de assassinatos registrados em comparação ao mesmo período do ano anterior.

    Ontem, o DIÁRIO revelou o poder de comunicação dos comandantes do PCC. Até oficiais da PM são alvo dos ataques e estão na mira dos criminosos. Apesar de sigilosa, a relação com nomes dos bandidos já circula por e-mail entre policiais civis e militares. O Comando da Polícia Militar foi procurado pela reportagem desde sexta-feira para comentar o conteúdo e o vazamento da lista, mas até o fechamento desta edição não havia se manifestado. A PM também não informou se algum dos 116 foragidos foi recapturado desde a elaboração do relatório.

    O governador Geraldo Alckmin (PSDB) e o secretário estadual da Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto, negam que o PCC seja uma organização criminosa com força dentro e fora das cadeias. Ferreira Pinto já chegou a afirmar que a facção se resume a 30 homens, todos, segundo ele, presos.

    No final da semana passada o Ministério Público pediu a transferência de líderes do PCC para presídios federais sob alegação de que o estado não tem condições de garantir o isolamento dos chefes da facção.

    Investigação da Polícia Federal comprovou que três presos comandavam ações ligadas ao tráfico internacional de drogas pelo celular de dentro da cadeia.

  168. 12/11/2012 – 15h35
    Jornais internacionais repercutem onda de violência em SP
    PUBLICIDADE
    DE SÃO PAULO

    A onda de violência que atinge a região metropolitana de São Paulo há quase quatro semanas ganhou destaque em jornais internacionais nos últimos dias. Ao todo, já foram registrados 92 assassinatos de policiais, sendo que parte deles estava de folga durante os ataques.

    No fim de semana, 31 pessoas foram mortas na Grande São Paulo. A maior parte dos casos tem autoria desconhecida. Outros ocorreram em troca de tiros com policiais e bandidos. As mortes foram ocorreram entre a noite de sexta e o início da noite de ontem. Nos finais de semana anteriores, as mortes chegaram a 12 e a 20.

    Na maior parte dos casos, os criminosos estavam em motos ou carros quando atiraram em pessoas que passavam pela rua. Também há registro de ataques a ônibus. Na semana passada, um cobrador ficou gravemente ferido e colegas decidiram paralisar o atendimento à população em protesto.

    Veja a repercussão da onda de violência em São Paulo em alguns dos principais jornais do mundo.

    Reprodução/Bbc.co.uk

    BBC (Reino Unido)

    O site da BBC destacou na última semana o acordo firmado entre o governo de São Paulo e do governo federal para tentar conter a onda que violência que atinge a região metropolitana de São Paulo, que já deixou mais de 90 policiais mortos.

    A publicação destacou a “criação de um centro de inteligência conjunta, que irá coordenar o trabalho das forças de segurança estaduais e federais” e a transferência de prisioneiros para as prisões federais, que foram chamadas de “prisões mais seguras”, pelo site.

    A BBC também lembrou a onda de violência ocorrida em 2006 promovida pela facção criminosa PCC. O site aponta que ocorreram motins em quase todas as prisões de São Paulo na ocasião para impedir transferências de presos.

    Reprodução/Miamiherald.com

    Miami Herald (EUA)

    O Miami Herald publicou no último sábado dados sobre a onda de violência que atinge São Paulo. Segundo a publicação, ao menos, 140 pessoas foram assassinadas na cidade nas duas últimas semanas.

    O jornal destaca ainda que as mortes começaram a aumentar “drasticamente” em setembro e destaca que já ultrapassou os 980 assassinatos nos nove primeiros meses do ano. “As vítimas incluem 90 policiais, a maioria deles a tiros enquanto estavam de folga”, destaca.

    A publicação também citou o PCC e as ordens que a facção teria dado de dentro de presídios. Lembrou ainda a onda de violência ocorrida em 2006 e destacou os boatos de toques de recolher registrados nas últimas semanas em alguns pontos de São Paulo.

    Reprodução/Clarin.com

    Clarín (Argentina)

    O site espanhol Clarín.com diz: São Paulo em guerra: a cidade mais rica do Brasil na mira dos traficantes.

    A reportagem cita as mortes dos últimos dias e os ataques contra o transporte público na cidade. Ela aponta que o início da onda de violência se deu em maio deste ano, quando a Rota (a tropa de elite da Polícia Militar) matou criminosos que se reuniram na zona leste de São Paulo.

    A manifestação organizada no domingo (11) pelo arcebispo metropolitano, dom Odilo Pedro Scherer, e os toques de recolher em bairros, além da suspensão de missas em algumas igrejas também foram descritas na reportagem.

    A matéria ainda cita a investigação feita pela diz que a Polícia Militar investiga a relação entre a onda de violência e as atitudes da polícia em várias operações.

    Reprodução/Ibtimes.com

    Internacional Business Times (EUA)

    A matéria do site Internacional Business Times cita a criação do gabinete que vai integrar os governos estadual e federal para combater a violência em São Paulo.

    O texto “Brasil aumenta segurança de São Paulo, após ações de fação criminosa” aponta as medidas apresentadas na semana passada para conter as ações criminosas no Estado, como a transferência de presos para penitenciárias de segurança máxima e o aumento do patrulhamento em portos, aeroportos e áreas de fronteira usada por traficantes.

  169. psiu xuxuuuuuuuu achei solução, pode demitir os coronés rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsr

    12/11/2012 12h44 – Atualizado em 12/11/2012 12h45
    Robô ‘pilotável’ de R$ 2,5 milhões recebe 3 mil encomendas no Japão
    ‘KURATAS’ tem 4 m de altura e pode ser personalizado com armas.
    Comprador pode montar seu pedido no próprio site do fabricante.
    Do G1, em São Paulo

    16 comentários
    Ao assistir desenhos animados quando criança, você sempre teve vontade de pilotar um robô, e sair pelas ruas desfilando com sua poderosa máquina? A boa notícia é que a “Suidobashi Heavy Indrustries” anunciou a chegada do KURATAS, um robô de 4 m de altura, que pode ser completamente personalizado com armas, acessórios e funcionalidades. Entretanto, prepare-se para quebrar o porquinho, pois esse brinquedo custa pelo menos R$ 2,5 milhões.

    Robô de 4m de altura pode ser comprado por pelo menos R$ 2,5 milhões (Foto: Reprodução)
    O conceito da máquina foi desenvolvido pelo ferreiro e artista Kogoro Kurata, e não pense que esse preço anda afastando os potenciais compradores. Kurata revelou que, desde que o robô chegou ao mercado, no fim do mês passado, a empresa já recebeu mais de 3 mil encomendas ao redor do mundo, de acordo com o site “Rocket News”.
    Pesando 4.5 toneladas, o KURATAS possui dois braços e quatro pernas com rodas, e o piloto fica dentro de uma cabine, na qual há os controles do robô e um painel digital, que exibe imagens externas feitas por meio de uma câmera. A movimentação da máquina pode ser feita com alavancas, entretanto, o comprador também pode pilotar usando um painel sensível ao toque ou ainda com o celular, a partir de um aplicativo.

    Apesar do preço, fabricante afirma ter recebido mais de 3 mil encomendas da máquina (Foto: Divulgação)
    Uma curiosidade divertida é que, no site do fabricante, os interessados podem se divertir ao personalizar seu KURATAS. Ao clicar no botão “Buy Dream Now” (comprar sonho agora, em tradução livre), o usuário é levado a uma página na qual é exibida uma figura tridimensional do robô, e, ao lado, é possível adicionar os itens como um revólver (que custa R$ 140 mil), um escudo (R$ 150 mil), lança-foguetes (R$ 200 mil), entre outros itens, que podem fazer o robô custar mais de R$ 4 milhões. Após escolher a cor, o interior da cabine, entre outros acessórios, a compra pode ser fechada.

    Compadores podem escolher especificações de seu KURATAS diretamente no site, como armas, cor e acessórios (Foto: Reprodução)
    Há alguns vídeos no site da fabricante mostrando o robô em funcionamento, além de materiais explicativos de como você pode pilotar seu KURATAS (assista)

    Robô desfila pelas ruas do Japão em vídeo da fabricante (Foto: Reprodução)

  170. O DÉFICIT DE POLICIAIS CIVIS NO ESTADO DE SP CHEGA A 15 MIL ENTRE TODAS CARREIRAS !

    12/11/2012 – Polícia Civil de SP abre 733 vagas

    A Polícia Civil de São Paulo realiza seleções pública para o preenchimento de 733 postos efetivos que exigem ensino superior. Os salários oferecidos variam de R$ 2.758 (pago a escrivão e investigador) a R$ 6.709 (ganho de perito). As inscrições devem ser feitas no site http://www.vunesp.com.br em datas diferentes. As informações são do jornal Diário de S. Paulo.

    Do total de chances, 244 são para escrivão de 3 classe. O edital foi publicado na última sexta-feira no “Diário Oficial” do Estado. Não haverá reserva de postos para portadores de necessidades especiais em razão das atividades relativas ao cargo. São aceitos brasileiros que estão quites com o serviço militar, sem antecedentes criminais e com carta de motorista categoria B.

    A inscrição será aceita entre 3 de dezembro e 11 de janeiro, mediante o pagamento da taxa de R$ 60,85. No ato o candidato deve escolher a cidade que deseja realizar a prova, a ser aplicada no dia 24 de fevereiro. Entre as opções estão a capital, Bauru, Campinas, Piracicaba, Ribeirão Preto e Santos.

    Outros 433 postos são de investigadores de 3 classe. Os candidatos podem ser graduados em qualquer área. Neste caso os interessados serão submetidos à prova no dia 3 de fevereiro. A inscrição vai até 18 de dezembro.

    Para perito criminal existem 56 vagas. O prazo de cadastramento termina amanhã. São chances para formados em administração, arquitetura, medicina, química, matemática, farmácia e outros cursos.

  171. O PT DOOU 60.000,00 PARA A SEGURANÇA, FOI O GOLPE DE MISERICÓRDIA NO PSDB,

  172. 13/11/2012 16h32 – Atualizado em 13/11/2012 19h18
    Ministro da Justiça diz que ‘preferia morrer’ a ficar preso por anos no país
    Para José Eduardo Cardozo, sistema penitenciário brasileiro ‘é medieval’.
    Ele participou de evento em SP e não quis comentar penas do mensalão.
    Tatiana Santiago
    Do G1 São Paulo

    279 comentários

    Ministro José Eduardo Cardozo participa de evento
    em São Paulo (Foto: Tatiana Santiago/ G1)
    O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que “preferia morrer” a ficar preso no sistema penitenciário brasileiro. “Do fundo do meu coração, se fosse para cumprir muitos anos em alguma prisão nossa, eu preferia morrer”, afirmou. A declaração foi dada nesta terça-feira (13) durante almoço organizado por um grupo de empresários em um hotel do Brooklin, na Zona Sul de São Paulo.
    Cardozo afirmou também que os presídios no Brasil “são medievais” e “escolas do crime”. “Quem entra em um presídio como pequeno delinquente muitas vezes sai como membro de uma organização criminosa para praticar grandes crimes”, afirmou.
    “Temos um sistema prisional medieval que não é só violador de direitos humanos, ele não possibilita aquilo que é mais importante em uma sanção penal que é a reinserção social”, avaliou o ministro da Justiça.
    saiba mais
    Ministro anuncia R$ 60 milhões para centro integrado em São Paulo
    Governos federal e de SP anunciam ação integrada contra violência
    Ainda durante o evento em São Paulo, o ministro evitou comentar as penas aplicadas aos reús do julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF). “Eu como cidadão brasileiro tenho as minhas impressões, meus sentimentos em relação a esse processo que julgou o mensalão no STF, mas como ministro eu não comentarei jamais”, disse. “Não me sentiria agindo corretamente no meu ofício se fizesse qualquer comentário.”
    Segurança em São Paulo
    Na segunda-feira (12), o ministro participou de reunião com o governador Geraldo Alckmin para celebrar acordo de cooperação com o estado para combater a onda de violência. Desde o início do ano, ao menos 90 policiais foram assassinados e houve alta no total de homicídios. Segundo levantamento da TV Globo, desde 8 de outubro, 256 pessoas foram assassinadas na Grande São Paulo.
    Temos um sistema prisional medieval que não é só violador de direitos humanos, ele não possibilita aquilo que é mais importante em uma sanção penal que é a reinserção social”
    José Eduardo Cardozo,
    ministro da Justiça
    Durante o almoço, Cardozo afirmou que o ministério não pode interferir diretamente no policiamento ostensivo no estado de São Paulo para diminuir os índices de criminalidade. “Eu tenho que atuar no meu quadrado”, disse. “Organizações criminosas têm que ser enfrentadas com energia e vontade política. E competência baseada em métodos de inteligência e planificação. Não se pode fechar os olhos para o crime organizado”, afirmou.
    O ministro ressaltou que não há crime organizado que funcione sem a corrupção. Segundo ele, o problema não está apenas nos “agentes públicos”, mas também no “mundo privado” que acaba alimentado o ciclo da violência com práticas como o pagamento de propina.
    “A corrupção é um negócio que infelizmente vem da nossa cultura. É um problema no mundo, mas na cultura brasileira a falta de distinção entre o público e o privado é um negócio que é assustador. Síndico de prédio no Brasil, às vezes, superfatura o capacho da entrada do prédio”, afirmou.
    Fiscalização contra o crime
    Sobre o plano contenção nas divisas, Cardozo afirmou que a fiscalização será reforçada no estado nos planos terrestre, aéreo e marítimo. Nos pontos terrestres, a contenção será feita pelas Polícias Rodoviárias Estadual e Federal, Polícia Federal, Força Nacional, Polícia Civil, Polícia Militar, Receita Federal e Secretaria da Fazenda.
    Durante a palestra para empresários, Cardozo disse que todos que governam têm responsabilidade sobre a segurança pública e afirmou que é “hora de parar de fazer jogo de empurra-empurra”.
    Ele também reclamou da falta de diálogo entre as diferentes esferas de governo no país, porém, preferiu um tom mais ameno quando foi questionado sobre a discussão que teve com o secretário da Segurança Pública de São Paulo, Antônio Ferreira Pinto.
    “Uma coisa que aprendi na vida é que, para ler um livro, você vira páginas. Eu começo a ler a página a partir do momento em que nós sentamos, com o telefonema do governador Geraldo Alckmin e da presidente Dilma Rousseff, em que foi decido que nós estaríamos trabalhando em conjunto. Eu começo a ler esse livro a partir dessa página”, afirmou.

    O ministro e o secretário divergiram sobre a oferta de ajuda. Cardozo afirmava ter oferecido, desde julho, inteligência e transferência de presos. O secretário dizia não ter recebido proposta e que teve negado pedido de recursos na ordem de R$ 149 milhões para equipamentos.

  173. terça-feira, 13 de novembro de 2012 – 20h10 Atualizado em terça-feira, 13 de novembro de 2012 – 20h23
    Mais de 40 fogem da Fundação Casa em SP
    Segundo os agentes, a fuga aconteceu por volta das 18h, no bairro Itaim Paulista, na zona leste; helicóptero ajuda nas buscas
    Da Redação, com Rádio Bandeirantes noticias@band.com.br
    Quarenta e cinco dos 46 internos da Fundação Casa, na zona leste de São Paulo, fugiram na noite desta terça-feira. Segundo os agentes, a fuga aconteceu por volta das 18h, no bairro Itaim Paulista. Até as 20h15, nove internos já haviam sido recapturados.

    De acordo com a polícia, após fugirem, os menores tentaram furtar motoristas na região. O Helicóptero Águia 2 da Polícia Militar, auxilia nas buscas.

    Segundo informações da SAP (Secretaria de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo), os jovens estavam se preparando para jantar quando renderam funcionários e iniciaram a fuga.

    Dois trabalhadores ficaram feridos. A SAP informou, ainda, que uma sindicância será aberta para investigar o caso.

  174. 13/11/2012 19:27
    Plenário aprova ampliação da Operação Delegada
    Policiais militares poderão, nas horas de folga, prestar serviços às prefeituras conveniadas
    Da Redação – Foto: José Antonio Teixeira

    Deputados discutem projetos no plenário Juscelino Kubitschek
    O Plenário da Assembleia Legislativa acaba de aprovar o Projeto de Lei Complementar 31/2012, do Executivo, que altera a Lei 10.291/1968, que instituiu o Regime Especial de Trabalho Policial. A mudança se dá nos critérios de trabalho permitido a policiais militares em suas horas de folga. Anteriormente era previsto pela lei citada que só atividades educacionais ou culturais seriam permitidas. Com a alteração, o policial militar poderá, nas horas de folga, prestar serviços de segurança pública às prefeituras mediante convênios celebrados com o Estado. A proposta é conhecida como Operação Delegada.
    De acordo com a exposição de motivos do secretário da Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto, encaminhada junto ao PLC 31/2012, alguns municípios manifestam interesse em delegar algumas de suas competências ao Estado, prevendo, em contrapartida, uma compensação econômica em favor do agente público estadual, no caso, os policiais militares. “A presente proposta visa dirimir algumas dúvidas que possam surgir quanto à participação dos integrantes das carreiras policiais nos convênios celebrados pelo Estado e os municípios paulistas, dado o fato de estarem submetidos ao Regime Especial de Trabalho Policial”, esclarece o secretário.
    A íntegra do PLC 31 e sua tramitação podem ser acompanhadas no Portal da Alesp (www.al.sp.gov.br), no link Projetos.

  175. 13/11/2012 19:29
    Da Tribuna
    Da Redação

    Salário de policiais

    Olimpio Gomes (PDT) lembrou que, na noite de 12/11, mais um policial foi morto, totalizando 90 mortes, apenas neste ano. Afirmou ainda que, além de matar um policial e ferir gravemente outro, as armas destes foram levadas pelos bandidos para que possam se passar por policiais. “Irresponsável a atitude do governo estadual em diminuir o salário dos policiais, no momento em que muitos estão enterrando seus colegas de trabalho. O PCC mata na hora, o governo mata aos poucos”, concluiu Olimpio. (SC)

    Consumo irresponsável

    Rodrigo Moraes (PSC) parabenizou os candidatos eleitos pelo PSC nas cidades do interior do Estado. O parlamentar comentou projetos de sua autoria contra o consumo exagerado de bebida alcoólica e advertiu sobre as consequências disso. “Devemos atuar firme nesta área para evitar acidentes e muitas mortes decorrentes do consumo irresponsável. Que venham novos projetos e que sejam aprovados os que estão em pauta sobre o tema”, finalizou. (SC)

    Segurança e justiça

    Jooji Hato (PMDB) enfatizou que as mortes decorrentes da violência vivida em São Paulo ocorrem, também, por conta do consumo de bebida alcoólica, que é um dos pilares da violência, juntamente com as drogas e as armas. O deputado defendeu ainda, o desarmamento dos bandidos, por meio de blitze feitas por policiais, tendo em vista que, muitos prontos socorros estão cheios de pessoas feridas por armas de fogo. (SC)

    ICMS de remédios

    Welson Gasparini (PSDB) indignou-se com o resultado de pesquisa que comprova, segundo ele, que os brasileiros sofrem com os altos impostos em remédios. Disse que existe uma lista de remédios fornecidos gratuitamente em farmácias e postos de saúde, porém, segundo o deputado, alguns estão fora dessa lista. O deputado cita que a carga tributária sobre remédios chega a 35%. “Fiz uma pesquisa e estou pasmo com as diferenças de preço”, disse o parlamentar. (JF)

    Violência

    “A segurança pública está falida”, afirmou Telma de Souza (PT) sobre os casos de violência ocorridos no final da noite de 12/11. Comentou que o governo estadual não pode apenas falar que essa situação é inadmissível mas sim deve tomar atitudes para que ela seja interrompida. “É necessário investir no plano de carreira dos policiais.” (JF)

    Escracho

    Adriano Diogo (PT) parabenizou o escracho público que alguns jovens fizeram na porta do apartamento do presidente da CBF, José Maria Marin, para que ele não seja, segundo o deputado, o representante brasileiro nas solenidades da Copa do Mundo. “Não consigo acreditar que alguém com as mãos sujas de sangue da ditadura possa ser presidente da CBF”, disse o parlamentar. (JF)

    Evasão de indústrias

    Luiz Carlos Gondim (PPS) falou sobre a evasão de indústrias de São Paulo para outros Estados. “A Fazenda tem que intervir de todas as formas, para manter essas indústrias no Estado.” Segundo o parlamentar, o Estado fica apenas com o ônus de recuperação das estradas enquanto os outros Estados arrecadam o ICMS. “Governador, está na hora de fazer algo a respeito.” (JF)

    Amianto

    Marcos Martins (PT) falou sobre audiência no STF acerca da proibição do uso do amianto nas indústrias. Citou que muitas empresas já fizeram a adaptação para abolir o material, faltando uma pequena parcela fazê-lo. Segundo Marcos Martins, o amianto pode ter mais de três mil tipos de aplicações, mas é extremamente danoso à saúde. (JF)

  176. 13/11/2012 – São Paulo está mais violento do que o Rio

    Em 2012, a violência urbana cresce em São Paulo e diminui no Rio de Janeiro. Dono da menor taxa de homicídios do Brasil até o ano passado, o estado vive um surto de insegurança provocado por uma grande facção criminosa. De outro lado, o Rio de Janeiro vem reduzindo seus índices de criminalidade. Enquanto São Paulo registra aumento de 10% nos assassinatos (veja tabela), o Rio vive situação inversa. A reportagem é do jornal Diário de S. Paulo.

    A tendência oposta é reflexo da fases vividas pelos dois estados na segurança pública. Especialistas apontam dois motivos para a queda do número de homicídios em São Paulo a partir do fim da década de 1990. Um deles tem a ver com a diminuição do número de armas de fogo em circulação, a criação de aparelhos de inteligência e a estruturação da investigação de homicídios.

    O segundo motivo guarda pouca relação com os esforços do poder oficial. A facção criminosa PCC tornou-se hegemônica, eliminando rivais dentro dos presídios e nas ruas. Segundo Pedro Abramovay, ex-secretário nacional de Justiça, a hegemonia fez diminuir o número de homicídios e aumentar o lucro do tráfico e dos crimes contra o patrimônio.

    EQUILÍBRIO

    Na prática, vivia-se uma situação cômoda para os dois lados. Sem acerto de contas e sem provocar rebeliões em presídios, a facção continuou lucrando e expandindo seus negócios. A cúpula da Segurança, por outro lado, viu os homicídios diminuírem e as revoltas no sistema carcerário cessarem.

    Até que, este ano, a violência recrudesceu, com uma sequência de mortes na periferia da capital paulista e da Grande São Paulo. “Alguma coisa quebrou esse equilíbrio”, diz Guaracy Mingardi, ex-subsecretário nacional de Segurança Pública. “Os presídios continuam controlados, mas, na periferia, o que se vê é uma guerra suja, com motivos desconhecidos.”

  177. A SALVAÇÃO DA SEGURANÇA É A RESSURREIÇÃO DA POLÍCIA CIVIL:

    *ABERTURA DE 3500 VAGAS PARA ESCRIVÃO E INVESTIGADOR;

    *REAJUSTE DE 70% PARA ESCRIVÃES E INVESTIGADORES E VALORIZAÇÃO DO N.U;

    *MELHOR PLANO DE CARREIRA PARA INVESTIGADORES E ESCRIVÃES;

    *PERMANENCIA DE APENAS SEIS CARREIRAS NA POLÍCIA CIVIL:

    INVESTIGADOR DE POLÍCIA

    ESCRIVÃO DE POLÍCIA

    DELEGADO DE POLÍCIA

    PERITO CRIMINAL

    AGENTE DE POLÍCIA

  178. Os Pm estão vivendo o que a polícia civil vive a 16 anos com o PSDB e mesmo assim defendem o PSDB!

    vamos fazer greve geral todas as polícias!

  179. PRECISAMOS SEGUIR O EXEMPLO DE NOVA YORK:

    * SALÁRIO INICIAL DE US$6000,00;

    AUMENTO DO EFETIVO:

    *INVESTIGADORES: 4000

    *FARDADOS:10000

    DEMAIS AÇÕES:

    *MELHORES EQUIPAMENTO E ESTRATÉGIA.

    *TOLERÊNCIA ZERO;

    *CORRUPÇÃO ZERO.

    *BICO PROIBIDO.

  180. HEROM FABER :
    A SALVAÇÃO DA SEGURANÇA É A RESSURREIÇÃO DA POLÍCIA CIVIL:
    *ABERTURA DE 3500 VAGAS PARA ESCRIVÃO E INVESTIGADOR;
    *REAJUSTE DE 70% PARA ESCRIVÃES E INVESTIGADORES E VALORIZAÇÃO DO N.U;
    *MELHOR PLANO DE CARREIRA PARA INVESTIGADORES E ESCRIVÃES;
    *PERMANENCIA DE APENAS SEIS CARREIRAS NA POLÍCIA CIVIL:
    INVESTIGADOR DE POLÍCIA
    ESCRIVÃO DE POLÍCIA
    DELEGADO DE POLÍCIA
    PERITO CRIMINAL
    AGENTE DE POLÍCIA

    JÁ PENSO DIFERENTE, ACREDITO QUE APENAS DUAS CARREIRAS, OU SEJA, DELEGADO DE POLÍCIA E AGENTE POLICIAL. O AGENTE GANHANDO NO MÍNIMO 80% DO SALÁRIO DO DELEGADO NA MESMA CLASSE E ALE IGUAL PARA TODOS . DESIGNARIA OS AGENTES POLICIAIS DE ACORDO COM AS VOCAÇÕES E HABILIDADES. CADA POLICIAL SERIA BASTANTE ÚTIL E DESEMPENHARIA COM MAIOR PRESTEZA E CONSEQUENTEMENTE MAIOR PRODUTIVIDADE NAQUILO QUE ELE É REALMENTE BOM !

    DESSA MANEIRA A POLÍCIA CIVIL FICARIA VERSÁTIL, POIS SE O POLICIAL É BOM DE CARTÓRIO ENTÃO VAI FAZER SERVIÇOS CARTORÁRIOS, SE É BOM DE RUA VAI INVESTIGAR, CUMPRIR MANDADOS , ESCOLTAR PRESOS, FAZER CAMPANAS ETC, SE É BOM PARA CUIDAR DE CADEIA ENTÃO VAI TRABALHAR NO CARCERE, SE É BOM COMO NA ÁREA DE INFORMÁTICA E INSTALAÇÕES DE COMPUTADORES E AFINS, ENTÃO VAI PARA A ÁREA DE MANUTENÇÃO, SE É BOM PARA DIRIGIR VIATURAS ENTÃO VAI SER MOTORISTA, SE NÃO PRESTAR PARA NENHUMA DESSAS ATRIBUIÇÕES ENTÃO VAI SER PORTEIRO DA DELEGACIA, ZELADOR OU MAÇANETA . ASSIM COLOCARIA CADA UM NO SEU DEVIDO LUGAR. SE AMANHÃ O POLICIAL NÃO ESTIVER PRODUZINDO AO CONTENTO OU DESINTERESSAR NAQUILO QUE FAZ, REMOVE-O PARA OUTRA UNIDADE COM UMA OUTRA ATRIBUIÇÃO QUE ELE POSSA SE IDENTIFICAR. DESSA FORMA ACABAVA COM OS MÃOS CANSADAS E AQUELES QUE FICAM ESFREGANDO A BUNDA NAS PAREDES DAS DELEGACIAS O DIA INTEIRO , COM UMA VANTAGEM MUITO GRANDE AINDA, O POLICIAL TRABALHARIA CONTENTE POIS ESTARIA FAZENDO AQUILO QUE ELE MAIS GOSTA OU ACHA MENOS RUIM.
    QUANTO PERITO CRIMINAL, ESTES JÁ NÃO FAZEM MAIS PARTE DO QUADRO DA POLÍCIA CIVIL Á ANOS, ESQUEÇAMOS ELES !
    SABE COLEGA, MUITOS ESCRIVÃES SÃO BONS DE RUAS OU NOS SERVIÇOS DE CADEIAS, MUITOS INVESTIGADORES SÃO BONS ESCRIVÃES OU CARCEREIROS , MUITOS AGENTES SÃO BONS INVESTIGADORES OU ESCRIVÃES, MUITOS CARCEREIROS SÃO BONS ESCRIVÃES E INVESTIGADORES, MAS TEM MUITOS DE TODAS CARREIRAS QUE SÃO BONS ATORES E OUTROS BONS COMERCIANTES. AS VOCAÇÕES DOS POLICIAS NÃO PODEM SER DETECTADAS NAS BANCAS DE CONCURSOS E SIM NO DIA A DIA,POR ISSO DEFENDO A IDEIA DE CARREIRA ÚNICA .

    NA MINHA VISÃO ESTA SERIA A RESTRUTURAÇÃO CORRETA PARA UMA POLÍCIA CIVIL MAIS EFICIENTE E DEMOCRÁTICA.

  181. Existe uma personagem que de tanto “cagaço” e temor, utiliza nome e sobrenome de terceiro… Cuzelho Arrombadisco!
    Seja homem, seu vagabundo e pare de usar meu nome!
    Sou o Pelúcia e você já sabe!

  182. ACHO QUE OS POLICIAIS CIVIS ESTÃO COM INVENJA DOS POLICIAIS MILITARES, AFINAL ATIVIDADE DELEGADA É SÓ PRA PM…

    MORRAM DE INVEJA DOS PMs, DEPOIS DA GREVE DE 2008 A POLÍCIA CIVIL ESTÁ SÓ AFUNDADO E ENQUANDO OS PMs ENRIQUECEM OS POLICIAIS CIVIS ESTÃO FICANDO NA MISÉRIA, CADA VEZ MAIS POBRES.

    MORRAM DE INVENJA PC, QUEM GANHOU COM A GREVE FOI SÓ A PM.

  183. 14/11/2012 15h50 – Atualizado em 14/11/2012 18h10
    Suspeitos morrem em confronto com a Rota na Grande SP
    Segundo polícia, criminosos transportavam cerca de 500 kg de maconha.
    Dois homens morreram e quatro foram presos durante ação.
    Do G1 São Paulo

    26 comentários

    Dois suspeitos morreram na manhã desta quarta-feira (14) na região de Cotia, na Grande São Paulo, durante um confronto com policiais da Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota). Outros quatro homens foram presos. Segundo o major Marcelo Gonzales Marques, os indivíduos transportavam cerca de 500 kg de maconha quando foram surpreendidos pela polícia.
    A interceptação aconteceu na Estrada Caucaia do Alto, na altura do número 4.000. “O pessoal da inteligência da polícia nos passou a informação de que haveria esse transporte”, disse o major. “Os policiais realizaram a abordagem e foram recebidos a tiros pelos dois indivíduos que foram atingidos. Os demais se entregaram sem oferecer resistência.”
    saiba mais
    Suspeito de matar soldado da PM é preso em SP
    Polícia pede prisão preventiva dos 5 PMs suspeitos de executar servente
    Os suspeitos que foram baleados chegaram a ser encaminhados para o Hospital de Cotia, mas morreram. De acordo com a polícia, os criminosos estavam em três veículos, sendo um deles uma caminhonete que carregava os entorpecentes.
    Uma metralhadora, um revólver e uma pistola foram apreendidos, além de munição, um colete balístico e planilhas que, segundo o major, continham informações sobre a distribuição da droga. Os três veículos também foram retidos.
    A droga será enviada para perícia para que seja feita a pesagem exata. O caso será registrado no Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

  184. JEITO TUCANO DE GOVERNAR, QUEM RECLAMA É PERSEGUIDO, QUEM DENUNCIA É CONDENADO, VÍTIMA VIRA RÉU E AINDA POR CIMA PERDE O EMPREGO.

    14/11/2012 18:38
    Subcomissão recebe denúncia de servidor e pretende apurar o caso
    Funcionário alega ter sido alvo de “perseguição política”
    Josué Rocha – Foto: Maurício garcia de souza

    Julio Cesar Augusto Pompei
    Parlamentares da subcomissão constituída pela Comissão de Atividades Econômicas ouviram nesta quarta-feira, 14/11, o depoimento de Júlio César Augusto Pompei, que após deixar o cargo de chefia na Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento, apresentou denúncia de que ele e seus subordinados teriam sido alvo de “perseguição política” pela diretoria que o sucedeu. Pompei afirmou que foi objeto de 14 processos administrativos, dois processos cíveis e outros dois na esfera criminal.
    O presidente da subcomissão, deputado José Bittencourt (PSD), considerou grave a situação narrada, que também teria resultado na exoneração de outros funcionários daquela pasta. “Após providenciarmos outros documentos sobre o problema relatado, vamos propor à comissão a convocação de Heinz Otto Hellwig, atual coordenador da Defesa Agropecuária do Estado, e de Alberto Macedo, secretário-adjunto de Agricultura e Abastecimento do Estado”, informou Bittencourt. Eles foram apontados pelo depoente como os principais autores dessa possível perseguição.
    Integrante da subcomissão, José Zico Prado (PT), disse que “é possível supor a existência de uma disputa política dentro da secretaria e que os funcionários estão pagando caro por isso, com processos e exonerações injustas”. Prado ressaltou a importância de a subcomissão ouvir os atuais gestores e que o relatório a ser elaborado deve propor a criação de uma CPI para apurar a questão.
    Preocupado com a situação desses funcionários exonerados, o deputado Reinaldo Alguz (PV) lembrou que “a subcomissão busca a verdade, pois esses funcionários não podem ser prejudicados injustamente por conta de rixas pessoais”. Ed Thomas (PSB), outro membro da subcomissão, disse que a situação precisa ser destrinchada, pois é preciso saber o porquê dessa situação; se há desvios de recursos e por que pessoas já condenadas pela justiça ainda ocupam cargos dentro daquela secretaria.
    Ao final, Bittencourt solicitou ao depoente que encaminhe à subcomissão documentos que comprovem o que foi objeto de denúncia e destacou a importância de se restaurar a dignidade das pessoas afetadas, reparando as injustiças cometidas.

  185. A qualidade dos trabalhos já andam aquelas coisas, com essa tal atividade bico legalizado os PMs irão trabalhar cansados em ambos empregos; Restará mais doenças ocupacionais para o contribuinte arcar com as contas, teremos também maiores números de aposentadorias por invalidez precocemente. Nosso Governador Geraldo Alckimim e o Ex- Serra são mesmo gênios das atrapalhadas administrativas, talvez das maldades . Quero lembrar o nosso Ilustre Governador , Secretário de Segurança, Comandante Geral que, os Policias são homens e mulheres, são seres humanos iguaizinhos os demais, por isso, submetidos á cargas horárias de trabalho com excesso + pressão psicológicas + mais riscos eminentes de mortes + ausência familiar = perda dos Policias mais cedo. Tudo isso gerará despesas nos cofres públicos além dos danos causados a sociedade em geral. É bom que se lembre, que os senhores não são proprietários do Estado de São Paulo e muito menos dos bens públicos ! Isso serve também para os Senhores Prefeitos que aderiram á ao plano diabólico do Governador !

  186. Rádio 96.9 FM
    Ministro Ayres Britto se aposenta e pede reajuste de salário para os juízes. Obtem como resposta que o orçamento não permite. É o mesmo que deu uma força salarial para a polícia. . .

  187. SOU POLICIAL E CONFESSO QUE NÃO TENHO SAÍDO DE CASA, ESTOU INSEGURO, CAMINHADA NEM PENSAR, REALMENTE A SENSAÇÃO É DE FRAGILIDADE DE MINHA PARTE, MINHA VIDA SOCIAL AGORA É SÓ FICAR EM CASA, EVITO IR EM SUPERMERCADO, PADARIAS E BARZINHOS E QUANDO PRECISO IR, VOU COM O CÚ NA MÃO.

  188. 15/11/2012 11h23 – Atualizado em 15/11/2012 12h57
    Suspeito de matar investigador na Grande SP é preso
    Crime ocorreu em 5 de outubro, em Juquitiba.
    Suspeito teria dito à polícia que morte foi acerto de contas com facção.
    Do G1 São Paulo

    Comente agora
    saiba mais
    Seis morrem na madrugada desta quinta-feira em São Paulo
    Polícia prende suspeito de matar investigador em Juquitiba
    Foi preso nesta quinta-feira (15) mais um suspeito de participar da morte do investigador João Antonio Pires, de 62 anos, em Juquitiba, na Grande São Paulo. O suspeito foi detido em Peruíbe, no litoral paulista. O crime ocorreu no dia 5 de outubro, no estacionamento de um mercado na cidade. Outro suspeito de participar da morte já havia sido preso em 8 de outubro, de acordo com a polícia.
    De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP), o investigador colocava as compras em seu carro quando dois criminosos em uma moto o abordaram na Avenida 31 de Março. O homem que estava na garupa atirou várias vezes no policial, que morreu no local.
    Na manhã desta quinta, a polícia prendeu o suspeito de efetuar os disparos contra o policial. Segundo a Polícia Civil, ele confessou o crime. “Ele nos disse, em depoimento, que tinha uma dívida com uma facção criminosa e que deram a ele dez dias para executar um policial militar. Ao término do prazo, como ele não estaria conseguindo, deram mais 24 horas para a execução e deixaram que fosse um policial civil”, informou o delegado Josimar Ferreira de Oliveira, titular da Delegacia de Juquitiba, ao G1 por telefone.
    Poucos dias após o crime, policiais já tinham encontrado um dos suspeitos em um sítio na Estrada dos Padeiros, em Juquitiba. De acordo com a Polícia Civil, o homem disse que havia dado apenas uma carona para um amigo, que atirou no policial. Com o preso foram apreendidos dois capacetes, uma pistola, munições, a moto utilizada no dia do crime e uma folha com anotações.
    Madrugada violenta
    Entre a noite desta quarta (14) e esta madrugada, três policiais foram baleados capital paulista. Na Zona Sul, na esquina da Avenida Cupecê com Rua Antônio Gil, dois homens passaram em um carro e dispararam contra um PM de folga. Pouco depois, a dupla suspeita de fazer o ataque foi presa. Segundo a polícia, eles confessaram o crime. O policial ferido no ombro foi medicado e passa bem.
    Também na Zona Sul, um policial civil foi atingido por um tiro no bairro da Pedreira, no limite com Diadema, no ABC, no final da noite desta quarta. Dois homens em uma moto atiraram contra o investigador, que foi atingido no peito e em uma das mãos. Ele foi socorrido e não corre risco de morrer.
    Já na Zona Leste, duas pessoas foram baleadas durante uma tentativa de assalto a uma lanchonete na Penha. Um dos feridos é um policial militar que estava no balcão do estabelecimento e reagiu à ação de dois homens armados. Um cliente também foi baleado. A polícia trabalha com as hipóteses de tentativas de roubo e de execução.
    Seis pessoas morreram e 15 ficaram feridas entre a noite desta quarta e a madrugada desta quinta-feira na Grande São Paulo. As mortes ocorreram na capital e nas cidades de Itapevi e Pirapora do Bom Jesus.

  189. 15/11/201212h50
    Alckmin atribui violência em São Paulo ao tamanho da população e compara: “Aqui é maior que a Argentina”460

    Do UOL, em São Paulo

    Comunicar erroImprimir
    O governador Geraldo Alckmin classificou nesta quinta-feira (15) a repercussão sobre a onda de violência no Estado como “quase uma campanha contra São Paulo” e atribuiu os números de assassinatos e mortes praticamente diários ao tamanho da população paulista –pouco mais de 40 milhões de habitantes, segundo o Censo 2010 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). “Aqui é maior que a Argentina; é a terceira maior metrópole do mundo [com capital e região metropolitana], com 22 milhões de pessoas”, justificou o governador.

    Ver em tamanho maior
    Onda de crimes no Estado de São Paulo

    Foto 78 de 79 – 15.nov.2012 – Profissionais de segurança e familiares de policiais fazem ato no vão livre do MASP, nesta quinta-feira (15) em São Paulo. Cruzes foram colocadas no chão em memória aos policiais que foram assassinados desde o acirramento da onda de violência na cidade Nelson Antoine/Fotoarena
    As afirmações do governador foram feitas no terminal Varginha, em Parelheiros (zona sul da capital), durante lançamento do edital de pré-qualificação para contratação da empresa que executará as obras de ampliação da linha 9-Esmeralda da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), no trecho entre Grajaú e Varginha, na zona sul da capital.

    Para o governador, classificar a onda de violência no Estado como uma “guerra” entre criminosos e policiais –quase 200 civis e mais de 90 policiais já foram assassinados –é “quase uma campanha contra São Paulo”. “É preciso dar o devido [critério], se não, se cria uma situação muito injusta, quase que uma campanha contra São Paulo. E não é possível fazer isso e ainda criar uma situação de pânico na população”, defendeu.

    O Grajaú que será beneficiado pela obra da CPTM anunciada por Alckmin, por sinal, foi um dos palcos da violência dessa madrugada. De seis pessoas mortas na capital e Grande SP, por exemplo, duas morreram no bairro –onde três haviam sido baleados. Outras quatro mortes ocorreram na Penha (zona leste da cidade), Pirapora do Bom Jesus e Itapevi (ambas, na região metropolitana).

    Além da capital e Grande SP, a madrugada também foi violenta no interior: em Araraquara, por exemplo, cinco pessoas foram assassinadas com sinais de execução.

  190. 15/11/2012 07h01 – Atualizado em 15/11/2012 07h01
    MP de SP quer barrar saída no Natal de presos de organização criminosa
    Promotoria pedirá à Justiça para não dar benefício a integrantes de facção.
    Alegação é risco de presos se juntarem a criminosos que matam policiais.
    Kleber Tomaz
    Do G1 São Paulo

    17 comentários

    Um dos ônibus queimados em São Paulo durante
    ataques do crime (Foto: Reprodução/TV Globo)
    O Ministério Público em São Paulo vai pedir à Justiça para barrar a saída temporária, durante as festas de fim de ano, dos presos do regime semiaberto que forem integrantes da organização criminosa responsável por ordenar os ataques às forças de segurança do estado. Até esta quarta-feira (14), 92 policiais militares tinham sido assassinados em São Paulo este ano.
    Para a Promotoria das Execuções Criminais, a medida vai ajudar a garantir a segurança da população ao impedir que presidiários pertencentes ao grupo criminoso ganhem o benefício da saída, e se juntem, no período do Natal e Ano Novo, a outros bandidos responsáveis pelas mortes de policiais militares e agentes penitenciários, atentados contra bases da Polícia Militar e incêndios a ônibus.
    saiba mais
    Polícia prende suspeitos de matar dois PMs em São Paulo
    Suspeitos morrem em confronto com a Rota na Grande SP
    Promotores ouvidos pelo G1 afirmaram que já enviaram requerimento à Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) pedindo para a pasta identificar quem dos quase 4 mil presos, homens e mulheres que pleiteiam o benefício na capital, são integrantes do grupo criminoso que atua dentro e fora dos presídios paulistas. A SAP teria essas informações porque já divide os presos por facções para evitar conflitos dentro das unidades que administra. O ofício do MP teria sido entregue na última sexta-feira (9).
    Assim que receber informações da SAP, a Promotoria irá se manifestar contrária ao benefício, em requerimento que será encaminhado para a Vara das Execuções Criminais. Juízes são os responsáveis por conceder, ou não, o benefício. Cabe ao MP e à SAP opinarem se a saída deve ser dada aos detentos que solicitaram o benefício.
    Procurada para comentar o assunto, a SAP informou, por meio de nota da sua assessoria de imprensa, que “não tem poder para cancelar um benefício previsto em lei”. A equipe de reportagem não conseguiu localizar nenhum juiz representante da Vara das Execuções Criminais para falar do caso.
    Nota da Promotoria das Execuções Criminais, divulgada pela assessoria de imprensa do Ministério Público, explica o posicionamento sobre o assunto.“No entendimento dos promotores, fere o processo de ressocialização e põe em risco à ordem social inserir tais pessoas na sociedade em face da atual onda de violência que atinge o estado de São Paulo, com o aumento no número de homicídios de civis e policiais militares, e com as transferências do crime organizado para outros estados”, informa.
    O texto prossegue informando que “deve ser exigida cautela redobrada na concessão de benefícios, até porque não se pode ignorar o fato de que muitos dos crimes são cometidos por ordem das facções criminosas que comandam os presídios”.
    Segundo os promotores, “inserir o sentenciado de regime semiaberto numa excepcional onda de violência e criminalidade é ação que põe em risco esse processo e deve ser evitada”.
    Agentes penitenciários ouvidos pela reportagem disseram temer alguma manifestação ou até mesmo rebelião dentro dos presídios por conta da posição do MP em querer impedir a saída temporária dos integrantes da facção que estão no regime semiaberto.
    Saída temporária
    Por lei, os presos do regime semiaberto têm direito a pleitear o benefício da saída temporária cinco vezes no ano, podendo se ausentar até sete dias da unidade prisional durante cada um dos períodos. A única exigência é retornar ao local onde cumpre a pena. Apesar disso, sempre há registros de foragidos. Quem não retorna perde o direito ao benefício e volta ao regime fechado.
    Tradicionalmente, os juízes das Execuções Criminais determinam que as saídas ocorram nos feriados da Páscoa (entre março e abril), Dia das Mães (maio), Dia dos Pais (agosto), Dia das Crianças/Finados (outubro e novembro), e no Natal/Ano Novo (dezembro e janeiro). O benefício das festas de fim de ano, geralmente, são dados entre os dias 24 de dezembro a 2 de janeiro.
    Foi justamente numa dessas saídas temporárias, a do Dia das Mães, que o preso Francisco Antônio Cesário da Silva, o Piauí, voltou a Paraisópolis, na Zona Sul da capital, e determinou de lá o assassinato de seis policiais militares. Detido no Sul do país, ele é apontado pelo Ministério Público estadual como um dos integrantes da facção que determinou a morte de dois PMs para cada criminoso morto.
    Carta encontrada na mesma comunidade ordenava que a missão dos criminosos deveria ser cumprida a partir do dia 8 de agosto deste ano. Desde então, policias são mortos. No revide, PMs são investigados pela Promotoria como suspeitos de organizarem grupos de extermínio para matar bandidos e vingarem a morte dos colegas policiais.
    Recentemente, Piauí foi transferido para um presídio federal em Porto Velho, Rondônia, como parte do acordo entre o Ministério da Justiça e o governo paulista para coibir a onda de violência em São Paulo. Outras lideranças da facção paulista também serão deslocadas de presídios comuns para outras unidades prisionais federais ou Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), no interior do estado.

  191. 15/11/201218h18
    Onda de violência já se espalha pelo interior72

    Comunicar erroImprimir
    A onda de violência atribuída ao enfrentamento entre forças policiais e o Primeiro Comando da Capital (PCC) já se espalha pelo interior. No final da noite de quarta-feira (14), cinco pessoas foram executadas em Araraquara, a 288 km de São Paulo, cuja penitenciária abriga líderes da organização criminosa.

    Os crimes ocorreram em sequência, por volta das 22 horas, e podem ter relação com o assassinato do sargento Adriano Simões, em setembro, supostamente a mando do PCC. Conforme informações da Polícia Civil, dois homens que estavam numa moto – um açougueiro de 23 anos que pilotava o veículo e o garupa de 33 anos – foram atingidos por tiros disparados pelos ocupantes de um carro, no bairro Santana.

  192. Dizem que o pinto cai em algumas horas, com ele certamente vai DGP , CMTG, Diretores e Seccionais……………….a fila anda, quem serão os próximos a sentarem nas cadeirinhas fofas e macias ham ham ham….alguém se habilita? quem serão os novos recolhas? ham ham ham………a fila anda.

  193. 16/11/2012 05h41 – Atualizado em 16/11/2012 09h38
    Ao menos quatro morrem baleados na noite de quinta-feira na Grande SP
    Noite violenta deixou ainda seis feridos, dos quais dois em estado grave.
    Em São Bernardo, uma mulher e uma criança foram baleadas na rua.
    Do G1, em São Paulo

    62 comentários

    Pelo menos quatro pessoas morreram e outras seis foram feridas a tiros na noite desta quinta-feira (15) na Grande São Paulo. Os casos ocorreram na capital e em São Bernardo do Campo, no ABC. Não havia informações sobre o estado de saúde das vítimas que ainda permanecem hospitalizadas até as 5h desta sexta-feira (16).
    Em São Bernardo, uma mulher e uma criança foram atingidas por tiros disparados de um carro na Estrada Galvão Bueno, pouco depois das 22h, informou a Polícia Militar do município. O menino de 1 ano morreu, em consequência de um ferimento no pescoço, segundo o Instituto Médico-Legal (IML). Até o início da madrugada, a mulher permanecia internada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Demarchi.
    saiba mais
    Criminosos matam policiais para pagar dívida com facção
    Familiares de policiais mortos fazem manifestação na Av. Paulist
    Alckmin faz alerta contra pânico
    Em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, um casal foi baleado por volta de 20h20 por dois rapazes em uma moto na Rua Maria Espíndola, no bairro Santa Lídia, informou a PM. O homem teria sido atingido pelo menos cinco vezes e morreu durante atendimento médico. A mulher teria sido atingida na cabeça e está em estado grave no Hospital Geral de Guarulhos (HGG).
    Na Zona Leste de São Paulo, um homem morreu após ser baleado na cabeça em Guaianases. O crime ocorreu na Rua Copenhague, segundo a Polícia Civil. Como nada foi levado da vítima, o caso tem características de execução e seria encaminhado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
    No Tatuapé, também na Zona Leste, um homem foi internado por volta de 20h40 no Hospital Municipal da região, com ferimento à bala na cabeça. Na mesma região, um policial civil reagiu a um assalto e baleou um homem na Rua Santo Elias, Parque São Jorge, no início da noite. Não há informações sobre o quadro de saúde do suspeito, que está internado no Pronto-Socorro do Tatuapé.
    No Campo Limpo, na Zona Sul da capital, um homem morreu ao trocar tiros com policiais militares na Rua Dr. Abelardo da Cunha Lobo, segundo a Polícia Civil. Não há informações sobre a razão do confronto, que ocorreu por volta de 22h.
    Em Pirituba, na Zona Norte, duas pessoas foram baleadas em um salão na Avenida Santa Mônica, e levadas ao Pronto-Socorro da região. Não há informações sobre as circunstâncias do crime tampouco sobre o estado de saúde das vítimas.

  194. NÃO PODE INVESTIR NOS SALÁRIOS DOS POLICIAIS PARA SOBRAR MAIS DINHEIRO PARA OS MALDITOS POLÍTICOS DESVIAR O DINHEIRO PÚBLICO. OS POLÍTICOS CRIMINOSOS TAMBÉM SÃO O PCC. ELES MATAM SEM DISPARAR UM ÚNICO TIRO. DIRIA QUE ELES SÃO OS PIORES BANDIDOS, POIS SÃO PROTEGIDOS PELO SISTEMA !
    16/11/2012 – 08h43
    Justiça de Jersey considera Maluf culpado por desvio de US$ 22 milhões
    PUBLICIDADE
    RODRIGO RUSSO
    ENVIADO ESPECIAL A JERSEY
    FLÁVIO FERREIRA
    EM BRASÍLIA
    Atualizado às 09h50.
    A Justiça da ilha de Jersey, paraíso fiscal britânico, determinou que as duas empresas atribuídas à família Maluf devolvam US$ 22 milhões à Prefeitura de São Paulo. Segundo a prefeitura, esse valor foi desviado pelo deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), que foi prefeito de 1993 a 1996. Ainda cabe recurso da decisão”.
    De acordo com a sentença, o “município foi vítima de uma fraude, que teve Paulo Maluf como um de seus participantes”.
    Entenda o processo contra Maluf na ilha de Jersey
    O procurador-geral do Município de São Paulo, Celso Coccaro, comemorou. “É uma decisão pioneira, proferida no âmbito do direito internacional. Representou um marco contra a corrupção ao reconhecer a fraude contra a prefeitura”, disse Coccaro.
    Isadora Brant-13.fev.2012/Folhapress
    Ex-prefeito de São Paulo e deputado Paulo Maluf (PP)
    Segundo o procurador, ainda será calculado o valor dos juros da condenação, e o montante a ser recuperado pela prefeitura pode subir para US$ 32 milhões.
    As audiências do caso, iniciado pela Prefeitura de São Paulo, se encerraram em julho deste ano. Desde então as empresas ligadas à família de Maluf moveram sem êxito diversos recursos para anular o processo, discutir custos judiciais, apresentar novas provas e até reformar a defesa.
    As empresas pagaram em juízo, no mês passado, cerca de R$ 450 mil à prefeitura, porque foram derrotadas em um pedido para que a causa fosse enviada ao Brasil.
    A decisão divulgada ainda não é final, e um recurso pode ser apresentado no prazo de um mês. Até agora a defesa das empresas ligadas a Maluf não obteve nenhuma decisão a seu favor e já foi repreendida nos autos pelo juiz principal, Howard Page, por conta das medidas protelatórias que tomou.
    A Prefeitura de São Paulo e o Ministério Público de São Paulo afirmam que o dinheiro em Jersey, em nome das empresas Kildare Finance e Durant International, tem como origem desvios que teriam ocorrido durante a construção da avenida Água Espraiada (atual Jornalista Roberto Marinho), uma das principais obras da gestão Maluf.
    A assessoria de Paulo Maluf se limita a dizer que ele nunca teve contas no exterior e que sua gestão foi aprovada pelo Tribunal de Contas.
    Segundo documentos do processo, os advogados das empresas informaram que parte do dinheiro que movimentaram veio de um negócio intermediado por Maluf, a venda da Enterpa Ambiental, uma das responsáveis pela coleta de lixo na cidade em sua gestão, ao grupo Macri.
    Maluf teria recebido comissões por sua participação no negócio, que foi concluído em 1998, mesmo sem um contrato escrito com as partes.
    Segundo documentos do processo, os advogados também apontaram Flávio Maluf, filho do deputado, como um dos diretores da Durant International e de sua controladora, a Sun Diamond, que administram o dinheiro depositado e já bloqueado pelas autoridades em Jersey.
    Advogados da defesa admitiram à Justiça que Maluf tinha “interesse direto ou indireto” na Durant e na Kildare, mas depois negaram tal fato e citaram apenas Flávio.
    A Folha revelou em julho que documentos obtidos pelas autoridades brasileiras mostram que Flávio movimentou pessoalmente recursos transferidos ilegalmente a Jersey na gestão de Maluf como prefeito de São Paulo.

  195. 16/11/2012 – 11h09
    Moradores reclamam de PM ter fechado bares em favela de Ribeirão Preto
    PUBLICIDADE
    DE RIBEIRÃO PRETO

    Comerciantes da favela do Simioni, na zona norte de Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), reclamam da Polícia Militar, que, segundo eles, determinou o fechamento de oito bares do local na tarde desta quinta-feira (156).

    O motivo alegado pela PM para o fechamento, segundo eles, foi por falta de alvará de funcionamento.

    A favela é alvo de uma operação da polícia desde o último dia 8. Policiais militares ocuparam as cinco entradas do núcleo da zona norte, considerado um dos locais com mais alto índice de violência na cidade. A cada dez homicídios em Ribeirão, oito ocorreram nas zonas norte e oeste, como a Folha publicou em outubro.

    De acordo com o dono de uma das lanchonetes, Marcelo Antônio de Oliveira, 43, somente na avenida Magid Simão Trad foram quatro estabelecimentos comerciais fechados e dentro da comunidade, outros quatro.

    Oliveira disse que está inconformado com a ocupação da polícia na favela, que continua sem data para desocupação. Os cerca de 80 policiais militares se revezam dia e noite nos pontos fixos e em rondas pelo meio da comunidade.

    Depois que a polícia fechou os estabelecimentos na tarde de quinta-feira, Oliveira reabriu o bar e trabalhou com as entregas de lanche, pastel e pizza até as 23h. “Tenho que trabalhar. Em dias movimentados chego a faturar cerca de R$ 400″. Porém, nesta sexta-feira (16), a mulher do comerciante disse que está com medo de que ele abra o estabelecimento e sofra retaliação.

    Segundo o comerciante, não tem como regularizar a situação porque as casas não estão no nome dos moradores. Ele afirmou que os policiais ameaçaram chamar a vigilância sanitária caso os comerciantes não atendessem aos pedidos.

    A Polícia Militar foi questionada, via e-mail, como foi solicitado, mas até o final da manhã desta sexta ainda não havia se manifestado.

  196. Nós, cidadãos brasileiros, eleitores do PSDB-SP, estamos, compulsoriamente, sendo expulsos desse partido. A prova mais cabal disso tudo se deu nas últimas eleições para prefeito, com a” rejeição” e derrota do candidato José Serra, mas infelizmente as coisas estão piorando, ainda mais. A inépcia desse governo, que vem à mídia dizer que São Paulo é maior que a Argentina, como se isso pudesse justificar tanto sangue derramado dos 92 policiais assassinados covardemente. Isso nos leva a crer que esse partido não tem o menor respeito por si próprio e pela vida das pessoas, como por exemplo os policiais que estão sofrendo uma verdadeira carnificina por parte do grupo assassino PCC, aonde o número de assassinatos já passa de 92 policiais mortos, em tão pouco tempo. É preciso, urgentemente, que o governo tome alguma atitude eficaz contra o crime organizado, antes que esse mal cresça e se espalhe pelo interior do estado causando um mal, ainda maior. Os (bons) policiais e seus familiares merecem todo o nosso respeito !

  197. Como de costume, a Administração é voltada para blindar o Governo, portanto os cargos são de confiança, neste caso, torna-se suspeito qualquer decisão administrativa da Corregedoria, principalmente porque é subordinada diretamente ao Secretário de Segurança Antonino Ferreira Pinto que não é Delegado de Polícia e ainda é a parte interessada na eventual punição dá Delegada manifestante.

    O que mais me irrita são os primeiros sinais da Administração em punir a princípio, não demonstram cautelas ou lembram de ver o estado de saúde da Delegada antes de manifestar qualquer coisa, ninguém sabe o estado emocional que ela se encontra hoje, talvez o desespero dela é em razão de pânico , depressão ou outra patologia por exemplo; Essas patologias são detectadas , são diagnósticos médicos comuns e com frequência nos meios policiais, aumentando ainda mais nesse período de turbulência na Segurança Pública do Estado de SP. É preciso ter muita calma nessa hora quando depararmos com atos estranhos cometido por Policiais, pois são seres humanos passivos de ficarem doentes também e não podemos atirar pedras antes de uma séria avaliação com profissionais da área de saúde. Por outro lado não gosto de ver a administração elogiando o Secretário de segurança, pois sabemos que são elogios falsos, mas por comodismo do cargo que ocupam , esquecem dos princípios que norteiam a essência da Polícia Civil da qual eles fazem parte, mas como disse antes, são cargos de confiança, são nomeados pelo DGP que por sua vez tem o cargo também nomeado pelo Secretário de Segurança, isso faz com que não temos como fugir de Política, pois faz parte de nosso cotidiano como cidadão e servidores públicos também. Se não queres que nos metemos na política então que acabem com nomeações de delegados de Polícia por políticos, esse mal já era para ter cessado á muitos anos, mas os políticos querem esse poder sobre a Polícia para que possam utilizar seus serviços em favor do partido que é situação. Diria que é uso indevido tanto da Policia Civil como da Polícia Militar em favor de interesses políticos e partidários uma vez que o comandante geral também é nomeado pelo secretário. Essa berrações administrativas misturam políticas com polícias, isso não é bom para a democracia do país , pois ambos possuem objetivos diferentes e as polícias são sempre suprimidas a atender os anseios dos políticos e não a constituição Federal como deveria. Temos inúmeros casos de abusos de políticos quando demitem servidores públicos devidamente concursados e capacitados para suas funções em razão de desejos macabros de políticos. Eu poderia até citar alguns casos que conhecemos de perto em razão de ser noticiado frequentemente como a demissão do dono desse blog que se diz injustiçado e demitido por retransmitir notícias desfavoráveis aos interesses do governo. Voltando ao caso da Doutora que eu nem a conheço, até me arrisco a dizer que independente da condição dela no cargo de Delegada de Polícia, ela é uma cidadã pagadora de seus impostos, com suas convicções políticas, talvez mãe de família, que se vê acuada desnecessariamente em razão daquilo que é público e notório, ou seja, durante 20 anos de governos do PSDB no Estado de São Paulo, houve´se investimentos mínimos nas Polícias, tanto faltou em materiais como faltou em salários dignos como também faltou na ausência de concursos para suprir o déficit de Polícias Civis , portanto ela não denunciou nada, todos paulistas sabem disso, tanto é que em 2008 foi deflagrado uma greve da Polícia Civil paulista que durou 60 dias e todos foram ás rus denunciar as mazelas governamentais e nada mudou até hoje, pelo contrário, tem piorado e muito; Tivemos os ataques do pcc em 2006 também, mas nada foi feito no sentido de melhorar a qualidade na segurança pública . Minha opinião em razão da manifestação da Delegada é o seguinte : se tiver que punir a Delegada profissionalmente, que punam os superiores hierárquicos também, até chegar no topo da pirâmide , pois se ela causou algum dano, todos causaram, sem excessão, são todos culpados pela insegurança que vivemos hoje no estado de São Paulo, inclusive os Governadores, diria mais ainda, são autores de homicídios culposos dessa grande quantidade de Policias mortos, pois de uma forma ou de outra, todos contribuiram para que o Estado de São Paulo chegasse ao ápice da intolerância desse maldito pcc e extermínios de Policiais. Não é assim? Todos que corroboraram para que as empreitadas tivessem seus objetivos alcançados, são tão culpados quanto os executores ! O que me causa mais nojo é ver as injustiças contra os mais fracos, nesse caso a Delegada esta na iminência de ser degolada profissionalmente, mas tantos outros já foram exterminados pela via direta , é estarrecedor esse modelo autoritário que contrapõe com o estado democrático que se propõe no papel para o Brasil. Finalizo dizendo que é uma vergonha para o Estado de São Paulo e para todos Brasileiros o que temos visto desde de 2006, bandidos dando ordens para o poder público e o Governo literalmente de quatro para organizações criminosas como o famigerado pcc.

  198. Roberto Prado :
    Nós, cidadãos brasileiros, eleitores do PSDB-SP, estamos, compulsoriamente, sendo expulsos desse partido. A prova mais cabal disso tudo se deu nas últimas eleições para prefeito, com a” rejeição” e derrota do candidato José Serra, mas infelizmente as coisas estão piorando, ainda mais. A inépcia desse governo, que vem à mídia dizer que São Paulo é maior que a Argentina, como se isso pudesse justificar tanto sangue derramado dos 92 policiais assassinados covardemente. Isso nos leva a crer que esse partido não tem o menor respeito por si próprio e pela vida das pessoas, como por exemplo os policiais que estão sofrendo uma verdadeira carnificina por parte do grupo assassino PCC, aonde o número de assassinatos já passa de 92 policiais mortos, em tão pouco tempo. É preciso, urgentemente, que o governo tome alguma atitude eficaz contra o crime organizado, antes que esse mal cresça e se espalhe pelo interior do estado causando um mal, ainda maior. Os (bons) policiais e seus familiares merecem todo o nosso respeito !

    quem mandou votar no PSDB?????

  199. Com muita angustia e coração apertado tenho que admitir, as Polícias Civil e Militar enxugam gelos, não atacam o lado vital da criminalidade, mas nem de longe se espere isso. O problema maior é que o centro da questão localiza-se nas mansões e não nas favelas como afirmam. Sabe porque os moradores das favelas ficam irritados com a presença da Polícia? Porque eles sabem melhor que ninguém que aquilo é apenas cenas televisivas que duram poucos dias, é só para melhorar a imagem do governo, enquanto na verdade a presença da Polícia deveria ser uma constante como nos bairros dos ricos, mas não, acham que todos ali são marginais, quando não são suspeitos, depois dão um esculacho na malandragem local e somem do bairro deixando pior do que antes. Uma coisa eu digo com toda certeza, os verdadeiros bandidos moram em coberturas de alto padrão, andam de carrões importados, vivem no meio da alta sociedade, viajam de jatinhos, trabalham com aviões de pequeno porte carregando as drogas, armas e contrabandos durante a noite, principalmente pelas madrugadas afora, pousam em pistas clandestinas ou desovam as mercadorias durante o voo em locais certos pré determinados como em sítios e canaviais, outros vão recolher as mercadorias, é só investigar que pega. Esses dias atrás a Polícia Federal e Receita Federal fizeram uma operação com sucesso em partes, pois chegaram tarde na pista de poso clandestina em um sítio e o avião já havia decolado, mas apreenderam mercadorias e um homem que transportava as mercadorias em um Fiat furgão. Teve outro caso que apreenderam o avião piloto e co-piloto. O que precisa é atingir o alvo e não ficar enxugando gelo assim como estão fazendo. As drogas e armas viajam em navios, pequenas embarcações, pelas rodovias e como já disse em aviões, é só vistoriar com intensidade que atinge a criminalidade em cheio. Nas favelas só chegam armas e drogas porque levaram lá e ninguém interceptou a no trajeto. Não precisa ser especialista em segurança para saber que é verdade o que estou dizendo, mas as autoridades não atingem o alvo da questão porque certamente serão cobrados pelos granfinos . Quanto as influências dos presos fazendo pressão no lado de fora dos presídios, isso sempre existiu e sempre existirá, cabe aos órgãos da administração penitenciária e aos Juízes Corregedores e Ministério Público, maior atenção e zelo na manutenção das disciplinas dos presos e visitas dos mesmos, impondo maior rigor nas revistas de pessoas que tem acesso ao recinto para evitar entrada de aparelhos celulares, principalmente blitzes no interior das penitenciárias . Se cada órgão cuidar bem daquilo que é sua responsabilidade, não há crime organizado que consegue crescer. Outra coisa muito importante é a valorização dos profissionais de segurança, é preciso acabar com essa hipocrisia de pagar salários miseráveis para quem corre risco de morte todos os dias em defesa da sociedade, é preciso uma lei federal com urgência para acabar com os abusos dos governos estaduais em suprimir os salários desses profissionais.

  200. Só uma pergunta, acabou delegado substituto, delegado de 5ª classe, delegado de 4ª classe, já entra como delegado de 3ª classe, isso também com relação aos demais cargos na policia civil, isso é verdadeiro, Pergunto.

  201. 17/12/2012 – 14h06

    Orçamento prevê salário mínimo de R$ 674,96 em 2013

    Publicidade

    DE SÃO PAULO

    O senador Romero Jucá (PMDB-RR) entregou na manhã desta segunda-feira o relatório do Orçamento de 2013 com previsão do salário mínimo de R$ 674,96 a partir de janeiro do ano que vem. A informação é da Agência Senado.

    Resultado de sorteio milionário da Nota Paulista sai hoje
    Receita libera hoje pagamento do último lote do IR 2012

    Atualmente, o piso nacional é de R$ 622. A proposta original do governo previa salário mínimo de R$ 670,95, mas o valor foi reajustado de acordo com novos cálculos da inflação.

    O aumento do piso salarial terá impacto adicional de R$ 1,36 bilhão no Orçamento, segundo a Agência Senado. A votação em plenário está prevista para a próxima quarta-feira, 19.

    O valor do mínimo resultará da aplicação da variação do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) de 2012 mais a taxa de crescimento real do PIB (Produto Interno Bruto) de 2011.

    Jucá declarou à agência que é fundamental aprovar a proposta orçamentária nesta semana “para que os investimentos públicos possam ser retomados, permitindo o crescimento econômico e a geração de empregos”.

    Esse ano, o salário mínimo teve aumento de 7,5% acima da inflação. Até novembro, o INPC acumulado no ano foi de 5, 4%.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou fora do contexto serão excluídos...Contato: dipol@flitparalisante.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s