Ser Delegado de Polícia em São Paulo só é bom negócio para filho de papai, filho de político , filho de delegado e filho da puta… O resto pasta! 24

Enviado em 01/04/2013 as 20:36 – MÁRIO

Notícias 01/04/2013 – Bauru perderá delegados por causa de salário

Carolina Bataier/Agência BOM DIA
carolina.bataier@bomdiabauru.com.br

A briga é antiga e constante: delegados e demais policiais civis do Estado de São Paulo em conflito com o governo estadual por causa dos baixos salários oferecidos por aqui. As informações são do jornal Diário de S. Paulo.

O salário de um delegado da Polícia Civil em nosso estado está entre os piores do Brasil: ficamos em 25º lugar dentre todos os estados da Federação, perdendo apenas para Minas Gerais e Pará.

Como forma de demonstrar a insatisfação da categoria com a falta de valorização dos profissionais, a Adpesp (Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo) está incentivando os candidatos que desejam fazer a prova para o concurso de delegado no Paraná.

A Associação lançou uma campanha através da qual se compromete a pagar a taxa de inscrição para os profissionais da classe que participarem do concurso público para o cargo no estado vizinho.

Basta o candidato fazer a inscrição e entrar em contato com a Associação para receber o reembolso referente à taxa de inscrição, que é R$ 100. Para os associados, além da inscrição, a Adpesp arcará com as despesas com a viagem e hospedagem até Curitiba, onde serão realizadas as provas. Para não sócios, a entidade patrocinará somente a inscrição.

“A Associação tomou essa decisão à vista da falta de perspectivas de melhoria. Atualmente não existe expectativa de melhorias futuras e falta um plano de carreira. Então não tem jeito, trabalhamos para nossos associados e hoje o melhor é sair de São Paulo”, explica a presidente da Adpesp, Marilda Pansonato Pinheiro.

Marilda esclarece que desde 2011 a categoria não consegue avançar em mais nenhuma negociação por melhorias.

Neste contexto, a intenção da campanha da Adpesp é mostrar o descontentamento com a situação por aqui. O incentivo é justificável: no Paraná, o salário inicial é de R$ 13.831,10, de acordo com o edital do concurso. Em São Paulo, um delegado de polícia no começo da carreira recebe R$ 5.495,30, de acordo com o edital do último concurso realizado no estado, em 2011. A diferença entres o salário paulista e o paranaense chega a R$ 8.335,80.

Em São Paulo, o salário de muitos delegados com anos de carreira não chega ao que é oferecido aos profissionais paranaenses que estão começando na profissão. “Em mais de 20 anos de carreira, me sinto desmotivado. A gente vai perdendo o brilho”, lamenta um delegado de polícia de Bauru que preferiu não se identificar. Os profissionais atuantes que aceitam falar sobre o assunto temem represálias por parte da Corregedoria do Estado.

“Tenho vinte anos de serviço e não recebo líquido nem a metade do salário inicial de lá”, afirmou outro delegado ouvido pela reportagem.

O bancário Bruno Costa Vicente, formado em Direito em 2008, é um dos candidatos a uma vaga no Paraná. Ele mora em Marília (a 106 km de Bauru) já fez a prova em São Paulo e fica confuso quando pensa nas possibilidades. Levando em consideração a proximidade com a família, ele investiria em uma carreira em São Paulo.

No entanto, quando pensa no salário e na qualidade de vida, não tem dúvidas: a saída é ir para o Paraná. “Vou fazer a prova mesmo pela profissão, apesar da remuneração por lá ser bem atraente”, avalia.

Bons profissionais Em contrapartida aos maus salários pagos por aqui, a presidente da Adpesp garante: São Paulo forma os melhores profissionais da Polícia Civil do país. “Especialmente pelas condições de trabalho que nos são oferecidas, fazemos milagre. Se nós estamos no estado que mais arrecada no país, por que essa desvalorização?”, questiona Marilda.

O BOM DIA solicitou posicionamento do secretário de segurança de Estado a respeito da iniciativa da Adpesp. No entanto, até o fechamento desta edição, não obteve resposta.

A cada 10 dias um delegado de polícia deixa o cargo em SP Não são apenas os profissionais que pretendem se lançar na carreira de delegado que vão fazer a prova do concurso. Há policiais que já estão na profissão e também estão dispostos a disputar uma vaga no Paraná.

De acordo com um levantamento feito pela Adpesp (Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo), a cada dez dias, em média, um delegado deixa o cargo. Esses profissionais migram para outros estados ou outras carreiras. Com a defasagem, os profissionais que permanecem no cargo acabam sofrendo com excesso de trabalho.

“O cargo é referente a 40 horas semanais de trabalho, a rigor. Mas pela falta de delegados, estes profissionais acabam ficando à disposição do trabalho 24 horas por dia, sete dias por semana”, afirma a presidente da Adpesp, Marilda Pansonato Pinheiro.

A possibilidade de emprego com salário maior acaba, assim, sendo uma alternativa bastante atraente. “A adesão está muito boa, ainda não temos o número fechado porque as inscrições ainda estão abertas. Está sendo uma grande procura e isso demonstra a insatisfação da classe”, avalia a presidente da Associação.

As inscrições para o concurso de delegado de polícia do Paraná vão até as 23h do dia 8 de abril. São pré-requisitos: o candidato ter bacharelado em Direito; ser brasileiro nato ou naturalizado; ter no mínimo 21 anos e não registrar antecedentes criminais. Mais detalhes podem ser conferidos no edital e a inscrição deve ser feita no site da UEL (Universidade Estadual de Londrina). No total, 26 vagas são oferecidas pelo governo do Estado.

No ato da inscrição é necessário que o candidato escolha a cidade de Curitiba como opção para fazer a prova. O contato com a Associação pode ser feito pelos e-mails cadastro01@adpesp.com.br ou cadastro02@adpesp.com.br. Mais informações também pelos telefones (11) 3367-3727 ou (11) 3367-3746.

Por aqui, vai mal Profissionais desistem dos cargos De acordo com a presidente da Adpesp, Marilda Pansonato Pinheiro, no último concurso para delegado da Polícia Civil em São Paulo, realizado em 2011, foram chamados 135 delegados. Destes, 28 já desistiram.

13.831 reais é o salário inicial de um delegado de polícia no Estado do Paraná

Já está ruim e ainda pode piorar A atual posição do Estado de São Paulo no ranking dos salários de delegados de polícia é 25º. De acordo com Marilda, a situação pode piorar, já que os estados que estão em situação pior que São Paulo têm plano de carreira para seus profissionais e logo podem apresentar melhores condições de trabalho e salários mais atraentes.

  1. E O QUE MAIS TEM NESSA CARREIRA EM SÃO PAULO É FILHO DA PUTA MESMO, QUE ENTRAM PELAS PORTAS DOS FUNDOS, E NÃO FAZEM O “O” COM O COPO, POR ISSO NUNCA TOMAM UMA POSIÇÃO QUE VÁ CONTRA O desGOVERNO, POIS ESTÃO COM RABO MUITO PRESO COM A VAGA OBTIDA ILICITAMENTE. ENQUANTO NÃO HOUVER SALÁRIO DIGNO, BRACINHOS DE HORACIO.

  2. Vamos falar de um Estado menos conhecido que o Parara. Esse Estado é o Espirito Santo. Tenho 24 anos na função de Policial Civil. Um funcionário do Estado do Espirito Santo do mesmo cargo que o meu, ganha o dobro do meu salário, só que como disse, tenho vinte e quatro anos e o funcionário de lá, que tem a mesma função que a minha, tem apenas onze anos, ou seja, menos que a metado do meu tempo, mas ganha o dobro. Vale dizer, que esse funcionário, que tem onde anos lá, foi Escrivão de Policia durante treze anos na capital de São Paulo e conseguiu passar no concurso lá. Esse ano ele aposenta, com todas as garantias. Entretanto, se tivesse em São Paulo, com certeza, teria mais quatro anos para aposentar e iria receber a metade do valor do Espirito Santo.

  3. SO PENSAM NELES, QUE VA PARA O PARANA!!!! COITADO DO PARANA, HEHEHE!!!!

  4. A PERGUNTA: PORQUE EM TODOS OS OUTROS ESTADOS QUE GANHAM MAIS QUE OS DELEGADOS DE SP FIZERAM GREVE E AQUI NÃO? INCLUSIVE OS DOIS QUE GANHAM MENOS? QUEM SABE CONSEGUINDO RESPONDER A ESTA PERGUNTA SABEREMOS O PORQUE DE GANHARMOS POUCO.

  5. Carolbtr parabéns pela matéria sobre os baixos salários comparando o salario de Delegados de SP e do PR. Agora vc poderia fazer outra denunciando também os baixos salários pagos a todas as outras carreiras da Policia Civil. Pois se Delegado ganha mal, vc imagine o resto que sem modéstia carregam a PC nas costas, pois sem nós operacionais nenhum delegado daria entrevista.

  6. Aqui não tem greve porque marilda e sua trupe são amiguinhos do governador, ela chama ele de querido pra lá querido pra cá, outra piada é esse melão do sindicato, nem o site abre, tamu fu na mão desses representantes só olham o próprio umbigo, é ofício de merda pra todo lugar e foto ao lado dos homi, com aqueles sorrisos amarelos, riem do que hienas, tão fudendo todo mundo, para logo essa merda de pc

  7. carolbtr disse ”
    Pessoal, vcs poderiam só citar aqui que a fonte da notícia é o jornal BOM DIA? Saiu primeiro no BOM DIA Bauru e depois no Diário de São Paulo. A matéria é minha, e fico feliz de vê-la repercutindo. Aqui, o link: http://www.diariosp.com.br/noticia/detalhe/47480/Bauru+perdera+delegados+por+causa+de+salario Obrigada! ”
    gostei da sua matéria, mas porque merda vocês só falam da carreira de delegado de polícia e as demais carreiras que além de pedir nível superior ganham menos que segundo grau ? . Qual o motivo a Adpesp lhe paga algum? Lembre das carreiras que carregam as delegacias nas costa e não é a de majura !

  8. Olá a todos os colegas!
    Não sou Papa Charlie, mas gostaria muito.
    Eu prestei o atual concurso para escrivão e passei para a próxima fase.
    Contudo, como leitor desse conceituado blog, percebo muitos comentários da falta de policiais, sobretudo escrivães, mas também percebo que há um certo descaso quanto aos novatos, que por muitas vezes são achincalhados pelos veteranos….
    É lógico que há a cultura de “brincar” com novatos, isso em qualquer empresa, escola, em qualquer ambiente…
    Mas em um ambiente que há anos se ressente da falta de profissionais, como é o caso da PC, eu não entendo como os que estão chegando não são bem vindos, para ajudar aos que estão há muitos anos, cansados e desmotivados.
    Sou funcionário público e sei bem o quanto é estressante quando há acúmulo de serviço e não há o menor interesse da Administração Pública em contratar mais funcionários para dar conta do trabalho, mas nem por isso menosprezo quando chega algum colega novo para ajudar. Eu procuro orientar da melhor forma possível o novato, não o vejo como concorrente, mas sim como aliado.
    Resolvi fazer esse comentário para que os colegas policiais pudessem me “dar uma luz” nessa questão, já que os que estão de fora estão muito ansiosos em poder ajudar quem está dentro, vide os diversos fóruns de concurseiros que estão prestando os diversos concursos abertos atualmente.
    Quero lembra-los que essa visão é apenas de quem observa de fora, gostaria da opinião de vcs, inclusive se for possível do administrador do blog.
    Grato pela atenção de todos.

  9. “Aspirante”, o que comentou a respeito dos novatos, de fato existiu e muito. Antes, todas as escalas especiais do distrito ou fora dele, era o “calça branca” o responsável pelo plantão, no caso do Escrivão. Hoje, no geral, o “calça branca” concorre a uma escala e se for o dia dele, tem que ir. A felicidade de qualquer Escrivão é quando chega um outro na Delegacia. Já posso aposentar da forma que o Estado quer, mas para adquirir todos os meus direitos, faltam tres anos. Muitos da minha turma já estão aposentados, por ter sido socio da Associação dos Escrivães( ganhou uma ação, na qual o associado pode aposentar com todos os direitos). Bem, acredito que esta claro a forma que o Estado trabalha com os funcionários, ou seja, pessoas com o mesmo tempo de trabalho aposentam e outras não. Que voce alcance de fato, o que esta sendo prometido hoje, pois essas promessas já existiram antes e provavelmente vou sair e não vou alcança-las.

  10. Vamos raciocinar!!! Vamos juntar forças com os agentes da polícia Federal e de outros estados do Brasil, se é para reestruturar que seja para resolver mesmo o problema.
    CARREIRA ÚNICA NA POLÍCIA CIVIL – NA POLÍCIA CIVIL TODA.
    TIRA TODOS QUEREM SER, MAS SE É PARA QUE TODOS POSSAM TRABALHAR EM UMA POLÍCIA MAIS EFICIENTE QUE SE TENHA APENAS UMA CARREIRA.
    Que se rale muito no início para conseguir ser promovido, prendendo mesmo sem firula. Após a promoção que se coordene equipes de investigação, após outra promoção que se chefie unidades policiais e depois departamentos. Tudo respeitando a hierarquia e antiguidade, sem palhaçada de “cargo de confiança” afinal estaríamos todos na mesma carreira, o interesse seria de todos.
    Carreira Jurídica é no M.P. e na Magistratura, aos quais se deve respeito e não submissão como em todo país democrático. Polícia se submete às Leis e ao respeito a dignidade humana, quem quer se sentir “autoridade” deve seguir para outro lugar. Polícia é lugar de policiais
    Quem quer virar “tira” a força é vagabundo e incompetente!
    Quem quer uma polícia civil melhor, eficiente e democrática luta por uma carreira única.

  11. Com certeza a Carolbtr fez a reportagem porque foi procurada pela Adpesp, ou vice versa , portanto, antes de cobrar ou ser ríspido com ela, cobrem primeiro seu sindicato ou associação que dorme em berço explendido, enqto o circo pega fogo.

  12. Ultimamente só tenho deparado com filho da puta e incompetente !!!

  13. Boa noite Flitadores,

    O Post, demonstra bem como propaganda, o intuito de manter,promover, uma “associação” como única fonte de comunicação com o “estado negligente”, porém, infelizmente para mim e com certeza outros flitadores, “NÃO COLA” essa idéia de defensor dos “operacionais” morreu a muito tempo atrás E ESSA ATITUDE AQUI DEMONSTRA APENAS A FRAQUEZA DAQUELES INCAPAZES DE PROMOVER UMA VERDADEIRA RESTRUTURAÇÃO NO SISTEMA ATUAL…………

    Abraços.

  14. já vi delegado que não sabe escrever, não redige ofícios ou responde ao foro, e não se trata de preguiça tão somente, mas é por que não sabe escrever mesmo. Um advogado foi conversar com uma pessoa assim e ficou pasmo com a falta que competência, não sabe se expressar, não conhece legislação penal, foi assustador. Não sabe tipificar uma ocorrência, por exemplo: indivíduo invade estabelecimento e é pego no interior sem que tenha tomado algo de furto, e o boletim ordenado é de invasão de domicílio porque o trabalho é extensão da casa do dono???? Crítico hein?

  15. ATENÇÃO PUTADA………….OS DELEGADOS ESTÃO FORMANDO UM MOVIMENTO FORTÍSSIMO PARA PEITAR OS DEPUTADOS NA ALESP NO DIA DA VOTAÇÃO DA INCORPORAÇÃO DO ALE. ACHO BOM QUE TODOS SE MANTENHAM ATENTOS E PRÉ DISPOSTOS A LUTAR POR MELHORIAS AGORA. ESSA É A HORA CAMBADA….VAMOS VER QUANTOS DE NÓS QUE VAMOS ABRAÇAR A CAUSA DE ALMA E CORPO PRESENTE NESSA LUTA. SE INFORME QUE A CHAPA ESTA ESQUENTANDO E DAI PARA UMA GREVE NÃO DEMORA MUITO

  16. Aspirina aPC, sabe a diferença entre um antigão de PC e um novato? O antigao sabe tudo e nao quer fazer nada o aspirina não sabe nada e quer fazer tudo, ai faz uma merda do caralho e manda todo mundo ´pra corro. Ai o antigao vai perder o dia do Bico para salvar o mal entendido causado pelo novato.

    e tenho dito. e é por que é por que é mesmo.

  17. Sr diretor do Denarc, é muito triste saber que o Denarc está se acabando, infelizmente o que ocorreu ja era pra ter ocorrido ha muitos anos. infelizmente tem muitos delegados que são falsos moralistas, especificamente o Dr. Léo que recentemente retornou pra este departamento. Em 2008 a delegacia que ele chefiava realizou uma apreensão de aproximadamente 300 kg de cocaína, porem, o que foi para o cofre do departamento não foi a droga apreendida e sim outras substâncias. Ele não via a hora de droga ser incinerada, pois na época, houve outras investigações da PF, que o deixou muito preocupado. Está pra estourar uma da delegacia de roubos de carga do DEIC de onde este delegado saiu recentemente.

  18. O que me estranha é delegado ganhando tão pouco e tendo uma vida tão rica….moram em condominios de luxo e tem carrões, isso com 6 mil reais.

  19. delegado deve sim ganhar muito bem seja civil ou federal é uma função desgastante e tensa .

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou fora do contexto serão excluídos...Contato: dipol@flitparalisante.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s