PRIMO DO GERALDO ALCKIMIN – FILHO DA Dnª MARICOTA – FAZ RDO nº 467/2010 DE 22/01/2010 -1º DP-SJCAMPOS…POIS É, VÉIO! A TAL LIBERDADE DE IMPRENSA E DE EXPRESSÃO É MONOPÓLIO DOS “HOMENS DE IMPRENSA” 13

25/01/2010 at 23:55 –  VÉIO

Caro Dr. Guerra.

O João Alkimim tá arretado, bem que o senhor foi avisado pra não contrariá o moçinho, agora aguenta.

O radialista, quando viu a viola em caco correu até a delegacia e fez um Boletim contra o senhor (veja pelo RDO nº 467/2010 de 22/01/2010-1º DP-SJCampos).

Quem mandou o primo do Geraldo se meter em assunto de policia?

Quem mandou o filho de Desembargador tentar passar um pano para o tal de Sassi.

Agora a galera já sabe quem é o João Alckmim, mais conhecido por filho da Dnª Maricota, aquele que aplica 171 até pra comprar terno.

O filho da Dnª Maricota é temperamental mas temos que dá um desconto, afinal ele já teve preso e teve como companheiro de cela um mulatão forte pra chuchu, que era mais conhecido por pé de mesa ou três pernas, sei lá.

Dai o porque dele ser tão revoltado, acho que foi torturado…é o que os véio comenta…

PAQUITA PORNO ERÓTICA – UMA ALCKMISTA DA BOQUETE 

BORRADO DE MEDO

MARICOTA

RADIALISTA CONFESSA TORPEZA E MENTE

JOÃO ALCKIMIN CONTINUA MENTINDO

RADIALISTA NÃO ASSUME  AQUILO QUE ESCREVE

MENTE DESLAVADAMENTE

RADIALISTA É DIFAMADOR E CALUNIADOR A SOLDO GRANDE

MALU – DEFENSORA OU PSEUDÔNIMO

RADIALISTA INFAMA O DEPUTADO CAMPOS MACHADO

  1. Dr. Guerra,

    Sem pretender entrar no mérito da polêmica entre voce e esse jornalista, gostaria de ver uma avaliação sua, mais jurídica se possível, acerca da questão da liberdade de imprensa em face dos termos de vários post a respeito, uma vez que quer me parecer inexistir incompatibilidade entre liberdade de imprensa, de informação e de manifestação do pensamento e de opinião, com a responsabilização civil e penal.

    As liberdades constitucionalmente asseguradas, segundo me parece, asseguram somente a impossibilidade de que medidas adminsitrativas ou judiciais impeçam o exercicio desses direitos, mas não asseguram impunidade tanto civil quanto criminal no caso de exceços que eventualmente alguem possa cometer.

    E, se for mesmo assim como me parece, será que vários post ou comentários aqui publicados não estariam excedendo muito o limite da legalidade? E voce, então, não estaria na verdade, digamos, “dando milho pra bode”, dando material de bandeja para futuras ações penais e civis contra voce por delitos em tese de difamação e injúria? E será que com isso voce não estaria, também, desvirtuando e pondo em risco o sucesso que já é este seu “blog”?

    Que tal uma reflexão melhor a respeito, para que voce não acabe desviando prejudiicialmente de seu foco?

  2. WINDOR:

    Sempre tratamos o Sr. João com respeito, moderando os comentários carregados contra o mencionado radialista.

    Palavras dele: 27/12/2009 at 21:05
    Ilustrissimo Senhor Conde Guerra um dos motivos que me leva a escrever-lhe é sua fidalguia no trato com seus leitores, embora já tenhamos divergido várias vezes saiba que vossa senhoria é merecedor de meu respeito, pois certo ou errado defende suas posições e opiniões que acredito sejam de toda a policia civil, quanto a notícia ficcional gostaria de fazer outro esclarecimento, dessa vez ao senhor João Carlos Cosenzo, sou do Vale do Paraíba, e primo de Geraldo Alkimin, e não conheço nenhum Promotor de Pindamonhangaba que tenha sido alçado ao cargo de Desembargador e mais a regra do jogo é a seguinte: o MP ou a OAB envia uma lista com 6 indicados, o Órgão Especial do Tribunal de Justiça composto por 25 Desembargadores, 12 mais antigos e 13 eleitos reduz a lista para 3 e a envia ao Governador, portanto não adianta simplesmente politica palaciana mas tem que haver também a politica dentro do TJ.
    Desejo a Vossa Senhoria um 2010 pleno de paz e realizações almejadas, juntamente com sua família.
    Grato,
    João Alkimin

    O radialista sempre fez intervenções polêmicas com defesas seletivas de certas personalidades e ataques generalizantes em desfavor de policiais e comentaristas. Mostrando-se, sempre, muito suscetível a pequenas críticas e contrariedades. Dei milho para bode, realmente. Tal pessoa, não tenho dúvidas, desde o telefonema que nos endereçou, com o fim de nos parabenizar e conhecer, há cerca de um ano, nunca teve boas intenções neste espaço. Telefonema que ele afirmou ter gravado. Quem faz tal coisa, segundo nossos valores, não possui caráter. Aliás, por várias vezes, expressamente afirmou que não participaria mais deste Blog. Ofendeu-me violentamente; como profissional de imprensa que se credita do direito de ofender publicamente o alheio deveria possuir a HOMBRIDADE de suportar a retorsão. Em vez disso partiu para a truculência e intimidação. É sobre tal aspecto que falo na liberdade de informação e expressão. Quando alguém escreve neste sítio que irá ao Supremo, se necessário, exigir que exibamos os e-mails de todos os comentaristas, sob o suposto direito, como cidadão, de apurar as denúncias anônimas aqui feitas e as ofensas contra ele, pura e simplesmente quer mediante intimidação, dificultar e impedir a troca de informações. QUER IMPOR CENSURA.
    De se ver: Talvez se o DelPol Tanganelli fosse diretor, V.s. houvesse feito acordo com ele, que duvido que teria aceito.
    Informo tb, que diferente do DelPol Roberto Monteiro de Andrade Jr, não pedirei judicialmente que tirem seu blog do ar, mas entrarei com ação e pedirei em juízo que V.S. apresente os e-mails de todos aqueles que atacaram minha honra, informo que se preciso irei até o STF, pois seu blog só ataca aqueles que não lhe fazem nenhum tipo de favor e falam a verdade, em realidade V.S. usa os blogueiros para conseguir seus intuitos, não estando preocupado com os rumos da Polícia Civil, mas simplesmente com seus interesses, podem continuar me atacando o quanto quiserem, tenho hoje aquilo que o sr. não tem: respeitabilidade, pois não fiz acordos espúrios com quem quer que seja, e meu programa, queiram ou não, gostem ou não, é o de maior audiência do Vale do Paraíba e Alto Tiete, certametne não por minha causa, mas por aqueles que dele participam. Lamentável seu posicionamento, mas talvez uma conversa nossa em particular faça o sr. mudar de idéia e não me atacar, melhor, acho que não resolveria, afinal não sou diretor do DEINTER Santos. Grato, João Alkimin
    WINDOR, não sou filho, sobrinho ou amigo de personalidades ou mesmo de grandes advogados como o radialista – se é que ele seja alguma coisa – mas que esse senhor que vá intimidar outrem. Ainda não nasceu quem me intimide dessa forma. Esse homem é tão leviano que escreveu o seguinte: Essa atitude de num blog enviar ameaças de morte bem demonstra o motivo de vcs estarem recebendo baixos salários e de não terem o apreço da sociedade e da população, é muito triste verificar que uma instituição tão preciosa esteja carcomida por mentes como a sua e de seu amigo Roger (que aceita recados p/matar, como se fora um matador de aluguel).
    A liberdade de expressão, direito que a Sra. (ou sr.) parece n~]ao conhecer aceita quase tudo, mas rejeita encomendas de morte como as efetuadas neste blog.
    Aqui vai o meu recado _ envio cópia deste p/ o MP e MPF a fim de que tomem as medidas que entederem cabíveis.
    Infelizmente, e com tristeza sou obrigado a reconhecer que se o Dr. Guerra que tanto pugna pela moralidade, com o sacrifício de sua própria carreira, deveria cuidar melhor do que ocorre em seu blog, pois entendo que o mesmo deveria ser dirigido em benefício de toda uma classe e não para ataques pessoais e ‘mandos de morte’.
    31/03/2009 at 18:40 ( postagem EXUMANDO FATOS ).

    Um simples comentarista disse que deveriam mandar um exemplar do livro Ponto 40 do ROGER( ex-investigador, agora advogado).

    Destemperadamente – salvo tenha dificuldades de intelecção – descarregou essas acusações: “Essa atitude de num blog enviar ameaças de morte bem demonstra o motivo de vcs estarem recebendo baixos salários e de não terem o apreço da sociedade e da população”. Contudo, em entrevista em mídia do Vale do Paraíba, afirma ser profundo conhecedor do Direito, mais do que muitos delegados e promotores; esse o motivo de confundirem-lhe como advogado. Assim só me cabe pensar que ele propositadamente desvirtuar o sentido de tudo para – cavilosamente – figurar como eterna vítima de crimes contra a honra e tentativas de homicídio. Ora, alguma vez você foi ofendido diretamente? Acredito que nunca, pois não ofende. Mas caso você escrevesse que em SJC só tem vagabundo e corrupto, com certeza seria obrigado a ler cobras e lagartos. Eu leio e tenho engolido esportivamente; fazendo questão de publicar. Não sou culpado pelos indiciamentos pretéritos do Sr. João, mas justos ou injustos fazem parte da história de vida do radialista. Ele que se diz vítima de campanhas difamatórias, até por parte de jornalistas, deveria estar preparado para conviver com a desqualificação fundada em seus antecedentes policiais. Ora, como eu devo proceder: deixo ele escrever sobre a conduta das autoridades e policiais que não fazem parte do seu círculo de amigos, mas apago todos os comentários que o acusam de seqüestro do pai? Deveria conviver com a falsa acusação de não moderar os comentários? Acredito que não. Assim demonstramos a efetiva moderação dos comentários; com a publicação dos originais.

    Posto isto, tenho verificado que há quem confunda orgulho ferido com crime contra a honra. Quem dentro de um estádio de futebol por membro da torcida adversária é xingado de FDP, Bambi, Porco, não pode alegar ofensa a honra subjetiva. Quem, há quase um ano, afirmou que aqui não retornaria em razão do baixo nível dos participantes, alguns possivelmente desafetos pessoais, não pode querer me responsabilizar. Ele escreveu aqui o que quis e quando quis. Ninguém ofendeu seus familiares ou coisa do tipo.

  3. A 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais condenou a provedora NET Serviços de Comunicação S/A a fornecer todos os dados referentes às conexões de acesso à internet que originaram as transmissões de duas mensagens por e-mail ofensivas a uma funcionária pública. Caso não cumpra a decisão, poderá ter de pagar multa diária de R$ 100.

    “Não há dúvida de que os dados apontados pela funcionária pública permitem a localização de informações pela NET”, afirmou o desembargador Saldanha da Fonseca, relator do recurso. “Se os dados são pouco específicos e não estão restritos somente ao usuário suposto causador dos transtornos, isto não obsta o cumprimento da liminar”, concluiu.

    A funcionária pública recebeu duas mensagens ofensivas em sua conta de correio eletrônico institucional, nos dias 5 e 6 de junho de 2009. As mensagens com termos chulos envolvem pessoas de seu convívio íntimo. Representada pelo advogado Alexandre Atheniense, a funcionária entrou com ação no Judiciário, pedindo a concessão de liminar para que a NET informe todos os dados armazenados referentes à conexão, inclusive nome de usuário, CPF ou CNPJ, RG, endereço residencial e outros dados que identifiquem a autoria do e-mail.

    Atheninense explicou que a decisão do TJ mineiro obrigou o provedor de acesso a informar todos os dados cadastrais que possui de um assinante identificado a partir da data e hora, além do IP que utilizou para publicar na internet conteúdo impróprio contra sua cliente.

    O advogado afirmou que não se trata apenas de fornecer o número IP que denota a localizacao geográfica do internauta, mas sim dados a partir de um cadastro válido para identificar quem praticou a agressão e que deverá ser punido. “Um provedor de acesso possui um cadastro válido que detém informações que podem formar o convencimento de um magistrado no cotejo com outros fatos acerca da prática de um ilícito”, disse.

    A liminar foi concedida pelo juiz Llewellyn Davies Medina, da 13ª Vara Cível de Belo Horizonte. A empresa recorreu ao TJ mineiro, alegando a impossibilidade de apresentar informações somente com o número de IP (Internet Protocol) informado na petição inicial.

    Segundo a empresa, o número de protocolo pode ser alterado durante a navegação, após um determinado período e, no próximo acesso, outro número de IP será atribuído ao acesso daquele usuário, ou seja, a cada momento um usuário diferente poderá utilizar o mesmo IP. A empresa argumentou, ainda, que para a exata identificação do usuário é necessário atrelar o número de determinado IP ao momento de conexão, devendo este ser apresentado por dia, hora, minuto e segundo, o que, segundo disse, não foi informado pela funcionária pública.

    Identificação na rede
    É cada vez mais comum internautas recorrerem ao Judiciário para tentar identificar autores de ofensas em blogs e sites de relacionamentos. Para o especialista em Direito Informático, Omar Kaminski, para identificar o emissor de um e-mail são necessários, além do número IP, a data e a hora, conhecidos por timestamp ou carimbo da hora.

    “A maioria dos provedores utiliza o chamado IP dinâmico. Quando um usuário desconecta do serviço, o próximo usuário que entrar poderá pegar o mesmo IP”, explica. “Imagine os problemas que podem ser gerados se a investigação chegar na pessoa errada”, completa.

    Ele lembra que é preciso de ordem judicial para obter os dados cadastrais do usuário de determinado IP em determinado momento. “Porém há um detalhe importante: o IP identifica máquinas, e não pessoas. Se for uma máquina de uso coletivo teremos mais um complicador”, constata. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-MG.

    Notícia alterada às 10h23, do dia 21 de janeiro, para acréscimo de informações.

  4. DR GUERRA, ACHO QUE DEVERÍAMOS DEIXAR DE LADO ESSAS “BIRRAS”,É CERTO QUE CADA UM DEFENDA SEU LADO, MAS ESTE BLOG JÁ ESTÁ SE TORNANDO CANSATIVO DE TANTA “BRIGUINHA” ENTRE V.S. E O JORNALISTA JOÄO ALCKIMIN.

  5. Não da mais bola para esse João Alckimin. Iguais a esse existe de monte na Imprensa, na Advocacia e na política.

  6. Guerra, cague e ande pra esse trouxa. Você é um gênio e esse babaca do tal Alckimin, que não é bosta nenhuma, não põe medo em ninguém. Aliás, se trocá-lo por uma lata de m…., perde-se a lata!!!!

  7. Fizeram até uma música pra ele:
    “MAMÃE EU QUERO ME CASAR
    O MINHA FILHA
    ME DIGA LÁ COM QUEM

    QUERO ME CASAR COM O JOÃO ALCKIMIN

    COM O JOÃO ALCKIMIN VOCÊ NÃO CASA BEM

    O JOÃO ALCKIMIN VIRA HÓMI LUBISÓMI

    E DE NOITE

    NÃO PÕE MEDO PRA NINGUÉM”

  8. Apesar de achar que devemos esquecer esse Joao.

    Posso afirmar que nao ha como a justica brasileira conseguir os dados das pessoas que realizam comentarios nesse blog.
    1) se trata de wordpress.com, logo, qualquer pedido nesse tendido deve ser feito na justica nos EUA.
    2) e se eventualmente, em virtude de tantas chuvas que vem acontecendo hoje em Sao Paulo, pode ocorrer um MILAGRE, e conseguir o IP e o horario da postagem, isso nos EUA , ao checar aqui no Brasil, verificar-se ha que se trata de uma rede aberta, onde qualquer um pode publicar o que quizer, como varis que existem. Hoje existe redes gratuitas na praia, em pequenas cidades, onde nao ha como identiticar quem realmente fez a postagem.
    3) Ja fiz profundas investigacoes criminal em delitos realizados atraves da net. Posso afirmar, esqueca, nao ha como. Logo, apesar da confianca que depositamos no Dr Guerra, devido a sua conduta ate agora adotada, ou seja, combatendo irregularidades que nunca antes fora combatidas dessa forma, podemos continuar a confiar nesse BLOG, acessando para ter informacoes e se achar necessario postar sua opiniao sobre os fatos tratados. Contudo, acredito que o Doutor Guerra tem todo o direito de moderar o blog, pois ele ate agora esta sendo o unico HOMEM de colocar a cara e bater no peito. Por isso tenho profundo respeito e admiracao por ele, sem conhecer pessoalmente.
    Acompanho esse blog desde o inicio, e por esse motivo, acredfito que o Dr Guerra deveria se candidatar Deputado Estadual, para continuar sua luta, que na verdade e em nosso favor, e como Deputado Federal teria um escudo mais forte para protecao desses metidos a tubaroes.
    Quanto ao Jornalista Joao, acho que ele nao deveria estar aqui no nosso meio, ele nao e policial, nao tem nexo causal algum com nossos assuntos.

  9. Quem não sabe brincar não desce pro play…não sabia disso João Maricota??? Desceu tem que brincar. Voce gosta de insinuar meias verdades, mas as suas verdades voce nunca aceita. Voce tem um DVC de acordo com a sua cara e tamanho, e é feio hein?????

  10. DR.GUERRA
    Esqueçe esse parente do picole de chuchu, esse local
    é para quem é policia de fato usar. ele mais parece um despeitado não vale a pena se estressar pelo que ele fala.
    vamos usar esse blog para resolver as partes que nos interressa, a respeito de aumento, e outras coisaade interresse policial, talvez assim consigamos alguma
    coisa.
    P.S.D.B. nunca é so ver a merda que a familia policial
    esta.
    AJOELHOU, TEM QUE REZAR

  11. não percam tempo com João nunca ajudou niguem da Policia e se aju8dou ganhou para tal .

    Biruta de carteria assinada desprzem tal individuo ele vai acabar se internando de surto de desprezo adquirido x

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s