A corregedora da Polícia Civil, Maria Inês Trefiglio Valente, deixa a Secretaria de Segurança 71

Vejam no Estadão de hoje.

Toda semana ela manda um corrupto para a cadeia

A corregedora da Polícia Civil, Maria Inês Trefiglio Valente, deixa a Secretaria de Segurança? ( KKKKKK….o prédio, né? )

Primeira mulher a dirigir o órgão, em um ano ela acusou 267 policiais de corrupção Maria Inês é a policial mais temida de São Paulo.

Toda semana sua equipe manda um corrupto para a cadeia. A mulher tem uma voz calma e um sorriso que lhe aperta os olhos. Mas anda armada. As mãos pontuam as frases dessa delegada que diz virar as páginas de sua vida, como quem a divide em capítulos. No atual, vive o papel de diretora da Corregedoria da Polícia Civil, a primeira mulher a comandar o departamento em toda a sua história.

Quando chegou à Corregedoria, nomeada pelo secretário da Segurança, Antônio Ferreira Pinto, encontrou um órgão em frangalhos. Denúncias diziam que a corrupção se havia infiltrado no próprio departamento – policiais corregedores tomariam dinheiro de colegas corruptos de delegacias para informá-los sobre investigações em andamento. O preço desse serviço? Cinco mil reais. Até funcionários fantasmas haveria ali.

A Corregedoria era frequentemente surpreendida por operações da Polícia Federal e do Ministério Público – era a última a saber de corrupção na polícia. Em vez de inquéritos, costumava abrir apurações preliminares que quase sempre terminavam no arquivamento ou se voltavam contra os denunciantes. Casos rumorosos, como os achaques aos traficantes colombianos Juan Carlos Abadía e Ramón Manoel Yepes Penagos, El Negro, ficaram paralisados durante anos. Dezenas de processos administrativos eram engavetados à espera de solução.

Prisões.

Maria Inês começou a mudar isso. De saída, trocou 25 delegados – queria gente com perfil para a função. Em menos de três meses, a nova direção indiciou mais de 20 policiais pelos achaques aos colombianos. Ao todo, 267 policiais foram acusados de crimes no primeiro ano de gestão da delegada. O número de inquéritos abertos aumentou 35% – de 1.761, de março de 2008 a abril de 2009, para 2.378 depois que Maria Inês assumiu a Corregedoria.

Ocorreram ainda 49 prisões em flagrante, com 70 presos. E, pela primeira vez, a PF teve confiança para trabalhar em conjunto com o órgão. Na Operação Usurpação, corregedores e federais prenderam três delegados e um escrivão acusados de formar um esquema de venda de segurança privada. Maria Inês costuma dizer que o controle exercido pela Corregedoria não vai eliminar a corrupção, mas pode mantê-la em “nível tolerável”. “Nosso trabalho valoriza os bons policiais e a instituição.”

A policial nasceu há 63 anos em Campinas. Maria Inês Trefiglio Valente é filha de um fazendeiro de origem portuguesa e de uma dona de casa de ascendência italiana. O pai resolveu interná-la no Colégio Nossa Senhora do Patrocínio, em Itu, mantido pelas irmãs de São José de Chambéry. Fez o antigo curso normal e começou a dar aulas para crianças em Campinas. Casou-se no fim dos anos 1960 e, a pedido do marido, virou a primeira página de sua vida, abandonando o magistério. Tornou-se dona de casa e teve três filhos.

Ao 35 anos, em 1982, voltou a estudar. Prestou vestibular e entrou em Direito, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Chegou à faculdade pensando que “nenhum comunista ia mudar sua cabeça”. A universidade era conhecida na época pelas ideias progressistas de seus professores. No fim do primeiro ano, Maria Inês descobriu que não sabia mais o que fazer da vida.

Delegada aos 41.

Decidiu, então, iniciar um novo capítulo. Influenciada pelo professor de Direito Penal Francisco de Camargo Lima, delegado que foi corregedor da Polícia Civil, resolveu deixar de ser dona de casa. Tinha 41 anos e entrou para a polícia. Não havia ninguém na família que lhe servisse de exemplo. Foi, como costuma dizer, a “única doida” entre três irmãs a fazer essa escolha. A aceitação não foi fácil. Na verdade, em quatro anos, a nova profissão implodiria o casamento. O marido engenheiro se tornou mais uma página virada na vida de Maria Inês.

Quando o relacionamento acabou, ela era delegada em Osasco, na Grande São Paulo. Não fazia muito que havia apertado o gatilho pela primeira e última vez na vida. Durante um assalto, a delegada e dois colegas passaram em frente a um banco. O ladrão saiu da agência disparando e os policiais reagiram. Todos atiraram. Até Maria Inês. O assaltante morreu. “Alguém acertou o ladrão. Não me pergunte quem.”

Trabalhou na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), das quais seria coordenadora na capital de 1995 a 2002. “Nosso maior desafio era vencer o machismo das mulheres policiais no atendimento às vítimas de violência doméstica.”

“Jararaca”.

Ao mesmo tempo, dava aulas de Direito Penal na PUC-SP. “Eu era uma jararaca.” Até uma de suas filhas, que foi sua aluna, entrou com recurso contra a nota recebida em uma prova. Perdeu. Em 2006, deixou a faculdade, onde era professora desde 1989. Encerrou outro capítulo e nunca mais voltou à PUC-SP. Hoje integra o conselho fiscal da Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo, controlando verbas para projetos sociais.

Em 2008, teve de descascar um abacaxi ao assumir a Corregedoria do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Policiais dali eram acusados de achacar colegas que vendiam carteiras de motorista em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo. Foi essa tarefa que lhe serviu de trampolim para se tornar em abril de 2009 a corregedora-geral da Polícia Civil.

Começava ali uma batalha na polícia, que se acirrou em agosto com a decisão do governador José Serra (PSDB) de tornar a Corregedoria independente da Delegacia-Geral, subordinando-a diretamente à Secretaria da Segurança Pública. Muito policial criticou a medida como uma perda de prestígio para a Polícia Civil.

Maria Inês começou a incomodar – e a ser odiada por alguns. Pôs o delegado Luiz Antônio Rezende Rebello na direção da Divisão de Operações Policiais (DOP). “Há na polícia quem não vê a hora de o governo chegar ao fim. Acham que a próxima administração vai acabar com a independência do departamento”, conta Rebello. Houve até um delegado que afirmou isso a Rebello ao gritos após depor na Corregedoria sobre a fraude em uma licitação. “Vou ser delegado-geral. Vou acabar com essa Corregedoria. Vocês vão ver.”    

Há ainda os policiais que reprovam na diretora o rigor de suas decisões, que julgam excessivo. Foi esse mesmo rigor que a fez mandar abrir inquérito no qual ela mesma é alvo como integrante da banca do último concurso para investigador de polícia. Tomou a decisão de receber uma denúncia sobre suposta irregularidade na aprovação de candidatos. O caso ainda está em andamento.

Relâmpago.

“É preciso dar uma reposta rápida às queixas”, diz Maria Inês. Para tanto, montou as operações relâmpago, para prender policiais em flagrante. Foi assim que surpreendeu a “blitz da propina”. Ela era feita por investigadores de Osasco que fingiam fiscalizar carros na Rodovia Castelo Branco com o objetivo de achacar motoristas incautos.

Maria Inês costuma andar a pé. Está sempre sozinha, sem seguranças, mas com a pistola calibre 40. Há pouco tempo, espalharam para jornalistas e promotores um boato sobre um atentado contra sua família. “Não me sinto ameaçada. Para que haja ameaça, é preciso sentir medo, e isso eu não tenho.” Maria Inês parece aguentar firme. Até quando a Corregedoria se tornar mais uma página virada em sua vida.

Perfil
Maria Inês Trefiglio Valente

1.Indiciou os acusados pelo delegado Roberto Fernandes, que filmou e denunciou corrupção

2.Desarquivou mais de 40 processos administrativos que estavam paralisados

3.Reuniu provas de fraudes em vários setores do Departamento Estadual de Trânsito

  1. E dááááááá-lhe relho no lombo Dona !!!!
    Manda eles tuuuuudo pro xilindró, só vai iscapá os bão e óia que tá ficano cada veiz mais difícir incontrá os cana dura, os grandão só qué botá uns mérréis no borso! trabaiá comu puliça qui é bão mermo, aí naaaada !
    Eiiiita Tiazinha boa de briga…reeeelho no lombo deles Dona !!!!!
    Deus bençoe a sinhora Dona !!!!

    Curtir

  2. Prezado Guerra:

    Não sou policial, sou apenas um simples advogado que viu a polícia civil sucumbir aos poucos.

    Hà que se ressaltar a conduta de alguns advogados, igualmente bandidos, que se prestam ao trabalho de intermediar o pagamento de propina aos policiais, sob a alcunha de honorários. São igualmente bandidos!

    Entretanto, ao longo dos tempos tal prática tornou-se tão comum, que achava que em breve os delegados, investigadores e escrivãos iriam passar a dar recibo de honorários, quando houvesse o pagamento de propina.

    Com a Dra. Inês assumindo o cargo, se não houve a retirada total desses cânceres da polícia, respira-se novos ares. E se vê que policiais-bandidos contumazes já não andam de cabeça erguida. Hoje andam claudicante, olhando para trás, sabendo que mais dia menos dia podem ser os próximos a frequentar as celas.

    Espero que a notícia seja inverídica, ou caso se confirme o próximo a exercer esse cargo possa ser tão duro com a corrupção, como está sendo a Dra. Inês.

    Continue assim, as pessoas de bem agradecem. Os bandidos nem tanto….

    Curtir

  3. UM DOS MAIORES MAUS QUE LEVA OS POLICIAIS PARA A CORRUPÇÃO CERTAMENTE É O BAIXO SALÁRIO. SE VOCÊ CHEGA EM CASA E VÊ SEU FILHO DOENTE E TER QUE ENCARAR A FILA DO SUS, VOCÊ SE ACHA UM LIXO POR NÃO TER SEQUER UM SALÁRIO DIGNO PARA SOCORRER SUA FAMÍLIA.

    Curtir

  4. Tempo quente aí em Mortolândia, hein Guerra ?

    Fonte: Jornal Bom Dia

    HORTOLÂNDIA

    Sexta-feira, 30 de abril de 2010 – 13:52

    Casa e gabinete do prefeito sofrem atentados à bomba
    Polícia ainda investiga; ninguém se feriu

    Agência BOM DIA

    A casa do prefeito de Hortolândia, Angelo Perugini, e o gabinete dele foram alvos de atentados à bomba na noite de quinta-feira, segundo informações do site “EPTV”.

    Os artefatos explodiram nos dois locais. Ninguém se feriu. A suspeita é que eles queriam despistar a polícia para roubar caixas eletrônicos na Secretaria de Urbanismo.

    Mas os supostos assaltantes acabaram fugindo sem levar nada e ninguém foi preto até o final da manhã desta sexta-feira.

    Curtir

  5. NÃO PODE SER SÉRIA, POIS É AMIGA DO MAIOR CORRUPTO

    DA REGIÃO DE MOGI DAS CRUZES, O RATALHA, DIGO, MARCOS

    RATALHA, DIGO, MARCOS BATALHA

    Curtir

  6. Engraçado, a queixa em que ela mesma se ve alvo, não esta tendo uma ação relâmpago, por que será???
    Gozado, entrou na polcia aos 41 anos e já é classe especial…
    O tiro no mala do banco, ninguém sabe quem acertou.
    Por que ela não reabre esse caso?
    Só tenham cuidado com o Dr. Marcio da DCF, também conhecido como nota de R$ 1,50, alem de falso não vale nem um café…

    Curtir

  7. “A Corregedoria era frequentemente surpreendida por operações da Polícia Federal e do Ministério Público – era a última a saber de corrupção na polícia. Em vez de inquéritos, costumava abrir apurações preliminares que quase sempre terminavam no arquivamento ou se voltavam contra os denunciantes”
    .
    Obs.: O Dr. War é exemplo dessa perseguição dos “corregedores” anteriores. Denunciou os corruptos e acabou respondendo por fazer a denúncia. Pediram até a demissão dele. Quem roubou usando a máquina administrativa acabou sendo homenageado pelo conselho.

    Curtir

  8. A Gloriosa PM…TODO DIA ESTÁ FAZENDO CAGADA…TORTURANDO, MATANDO, ROUBANDO ARMA DO LADRÃO…CADÊ O SECRETÁRIO PRA DAR ENTREVISTA???

    Curtir

  9. E isso ai e so a senhora mesmo para por fim atoda essa palhaça e esses orruptos.Precissamos de uma mulher de fivra para a corregedoria

    Curtir

  10. Pois é, Sr. Secretário Pinto:

    A Corregedoria da PM está agindo, infelizmente, sem nenhuma transparência!

    Será que o Sr. Secretário também vai subordinar diretamente a si a Corregedoria da Polícia Militar???

    Curtir

  11. Todo mundo só quer fuder policial né????? Mas ninguem se preocupa e aumentar significamente a porra do salario, que hoje não da pra pagar as contas do mes. Até agora ninguem mencionou os policiais que estão sendo injustamente ACUSADOS por essa “Corregedoria forte”. Policiais que foram vitimas estao tornando averiguados para aumentar a estatistica.
    Foi…-se a “Corregedoria forte”, precisamos de um DGP e Conselho com esse perfil, “forte”, para bater de frente com esse governo irresponsavel, que só quer fazer obras e comercial na TV.

    Curtir

  12. Jack Palance:

    ACREDITE SE QUISER

    Notem a desproporção de feitos que envolvem Praças e Oficiais.

    Fonte: Conjur

    Abuso nas ruas.

    Mais de 3 mil policias são investigados por abusos.

    A Polícia Militar de São Paulo registrou, no último ano, 3.218 inquéritos policiais militares para investigar condutas suspeitas de membros da corporação, segundo a Corregedoria da própria PM. Como resultado foram demitidos 155 PMs e expulsos outros 156, que ficam sem possibilidade de prestar qualquer outro concurso público. A informação é do Portal Uol.

    Entre expulsos e demitidos, 296 procedimentos foram contra praças (de soldado a sub-tenente) e outros 15 foram contra oficiais de maior patente. Além disso, foram 20 afastamentos pela chamada “reforma administrativa”, quando o policial condenado alega incapacidade mental e se aposenta recebendo parte dos vencimentos da aposentadoria.

    Os dados foram tabulados com base nos casos registrados de 15 de abril de 2009 a 15 de abril deste ano. O levantamento da polícia não especifica que tipo de irregularidade aconteceu em cada caso.

    A mais recente denúncia contra policiais foi feita na noite de quinta-feira (29/4) pela mãe de um rapaz, de 22 anos, que foi agredido e baleado. A outra vítima, um jovem de 16 anos, afirmou que os dois tinham sido detidos e espancados por três policiais na última segunda-feira (26/4). No dia seguinte, o rapaz mais velho voltou a ser agredido dentro de uma lan house, localizada no bairro Parque Edu Chávez, na zona norte de São Paulo. Testemunhas afirmaram que ele foi espancado e baleado três vezes por quatro homens, que fugiram a pé. Os suspeitos chegaram a ser detidos por PMs de uma base próxima ao local do crime, mas foram liberados após se identificarem como policiais.

    O rapaz baleado foi encaminhado para o Hospital São Luiz Gonzaga, onde afirmou que os autores das agressões eram policiais militares. A Corregedoria esteve no local, segundo a Secretaria de Segurança Pública.

    Curtir

  13. Será que toda esta propaganda do jornal,aliás matéria escrita pelo amiguinho do secreta e corregedora, procede?Quem precisa se auto promove assim, é que deve……

    Curtir

  14. A produção dela está baixa.
    Vejam esses cálculos matemáticos, dizem que 80% da polícia civil está corrompida, 80% de 40.000 funcionários dá 32.000 policiais, é um número absurdo até pra começar a brincar, então acredito que a banda podre na civil é de 20%, 20 % de 40.000 dá 8.000 policiais. Se cada ano tem 55 semanas, e se ela manda pra cadeia 1 por semana, serão ao todo 55 políciais azarados por ano. Para limpar a Polícia Civil hoje, neste ritmo, necessitaríamos que a Doutora vivesse mais 145 anos, e que nenhum novo concursado fosse corrupto, e que nenhum funcionário se tornasse corrupto.
    Fora a brincadeira, tá mais do que provado que a impunidade permanecerá, e que por mais que a doutora seja excelente, apenas a casa de uns poucos ladrões cairão.

    Curtir

  15. Parece que essa coisa ai de artefato arremessado na casa do Prefeito de Hortolândia e no Gabinete dele foi para DESVIRTUAR as Viaturas da Policia e da GM, para que outros (quem sabe … alguns azuis) pudessem furtar o caixa eletrônico na sede da SIURB …. veja … o vigia foi preso em flagrante com 800 pilas no bolso, oriundo talvez desse caixa furtado …. engraçado, parece que ele estava trabalhando quandooutros caixas foram furtados …rsss…será INCIDÊNCIA…rsss..srsssss

    Curtir

  16. E EU, BENJAMIN DE TUDO, LUDIBRIEI-ME COM O BEIJO MORTAL DA SENHORA ROBINSON…

    And here’s to you, Mrs. Robinson
    Jesus loves you more than you will know (Wo, wo, wo)
    God bless you please, Mrs. Robinson
    Heaven holds a place for those who pray
    (Hey, hey, hey…hey, hey, hey)

    We’d like to know a little bit about you for our files
    We’d like to help you learn to help yourself
    Look around you, all you see are sympathetic eyes
    Stroll around the grounds until you feel at home

    And here’s to you, Mrs. Robinson
    Jesus loves you more than you will know (Wo, wo, wo)
    God bless you please, Mrs. Robinson
    Heaven holds a place for those who pray
    (Hey, hey, hey…hey, hey, hey)

    Hide it in a hiding place where no one ever goes
    Put it in your pantry with your cupcakes
    It’s a little secret, just the Robinsons’ affair
    Most of all, you’ve got to hide it from the kids

    Coo, coo, ca-choo, Mrs Robinson
    Jesus loves you more than you will know (Wo, wo, wo)
    God bless you please, Mrs. Robinson
    Heaven holds a place for those who pray
    (Hey, hey, hey…hey, hey, hey)

    Sitting on a sofa on a Sunday afternoon
    Going to the candidates debate
    Laugh about it, shout about it
    When you’ve got to choose
    Ev’ry way you look at it, you lose

    Where have you gone, Joe DiMaggio
    A nation turns its lonely eyes to you (Woo, woo, woo)
    What’s that you say, Mrs. Robinson
    Joltin’ Joe has left and gone away
    (Hey, hey, hey…hey, hey, hey)

    Curtir

  17. Grupo de extermínio formado por policiais é suspeito das mortes no litoral

    Onda de assassinatos começou depois que um soldado da PM foi morto; muitas das vítimas eram ligadas ao tráfico

    Policiais militares que atuariam em um grupo de extermínio são os principais suspeitos dos assassinatos em série registrados na Baixada Santista. Entre 17 e 26 de abril, 23 pessoas foram mortas na região. Nenhum crime foi esclarecido. A principal tese é de que os PMs pertençam à gangue “Os Ninjas” e que os crimes tenham começado após um policial da Força Tática ter sido executado por traficantes na periferia do Guarujá.

    Segundo testemunhas, os policiais que atuam no grupo usam capuz preto e geralmente atacam suas vítimas – na maior parte criminosos ligados ao tráfico de drogas no litoral sul do Estado – em dupla e em motos.

    “A série de crimes começou depois que um policial foi assassinado. Existe essa suspeita de eles terem sido praticados por vingança”, afirmou o delegado seccional da Baixada Santista, Roni da Silva Oliveira. O mesmo argumento é defendido pelo delegado Sérgio Lemos Nassur, titular do 1.º Distrito Policial do Guarujá. “Temos informações deste grupo de extermínio. Eles executam pessoas ligadas ao tráfico. A atuação do policial da Força Tática estaria atrapalhando a vida dos traficantes.”

    Até ontem, nenhuma pessoa havia sido presa pela polícia. O titular da seccional de Santos não descarta a possibilidade de boa parte dos assassinatos terem sido realizados como acerto de contas. “Existe também a chance de alguém aproveitar esse momento para executar o grupo rival”, diz.

    O soldado da Força Tática da Polícia Militar Paulo Raphael Pires, 27 anos, foi morto no dia 18 de abril em Vicente de Carvalho. Ele foi assassinado a tiros quando estava em uma viatura no bairro. Segundo colegas, Pires era conhecido por ser um profissional que combatia o crime organizado. O soldado foi atraído para o local do crime, em Vicente de Carvalho, após receber uma denúncia falsa.

    Investigação. O comandante da PM de Santos, coronel Sérgio Delden, também admitiu que pode haver policiais envolvidos nos crimes. “Não descarto essa possibilidade. Se houver indício, somos os maiores interessados em resolver. Os responsáveis serão processos e expulsos da polícia. Mas não faço investigação”, enfatizou o coronel.

    A Corregedoria da PM informou que não está apurando, até o momento, o envolvimento de nenhum policial e, se houver denúncias, irá analisar e abrir um processo interno. / COLABOROU ELVIS PEREIRA

    http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100501/not_imp545424,0.php

    Curtir

  18. Lembram dos policiais vítimas do ataques em 05/2008????
    Aqueles que não estavam em serviço não receberam porra nenhuma.

    Curtir

  19. SENHORA ROBINSON OBVIAMENTE UMA ALEGORIA QUE SE REFERE AO URUBUZÃO DA CONSOLAÇÃO, NÃO ESPECIFICAMENTE À DRA. INÊS QUE NEM CONHEÇO PESSOALMENTE… É LICENÇA POÉTICA DE UM POETA ILETRADO… RSRSRSRS….

    Curtir

  20. Impressionante como falar em policial ladrão dá ibope, que processou, que demitiu, que prendeu,….só tem fodão e fodonas….Cadê a mesma atitude pra pressionar o governo em dar um aumento, seguir a database, reestruturar a carreira,valorizar a grande maioria de bons policiais..ué?? cadê os “the best”.
    Faço uma proposta de enquete Dr. Guerra, vamos considerar (como faz a imprensa e concorda a sociedade) que todos os policais (civis e militares) são despreparados, e a partir de junho vamos reciclar todos e ao mesmo tempo (com prejuízo do serviço, no mínimo um ano), bom… nesse meio tempo a sociedade se vira, bota os jornalistas na rua, contrata milícia, segurança particular, PCC o que quiserem.
    Vamos reciclar os policiais a sociedade não merece tantos despreparados!!!!

    Curtir

  21. Qualquer procedimento da PM é corporativista, o Ministério publico tem medo dos coxas, o secrtario Pinto deu um tiro no pé levando nossa corro pra perto dele, vai acabar chegando no PSDB, sabe né Malheiros X Serra X DPPC inquerito envolvendo coxas em delegacia é pressão certa da secretaria, unica no Brasil que acredita no militarismo, Obrigado querido secretario, ao tentar nos humilhar expõe o monstro onde nasceu, filho legítimo da Ditadura.

    Curtir

  22. Caros colegas,
    O Governo Paulista vai Pagar idenização ao moto boy morto, acho justissímo,
    más e os precatórios dos funcionários que trabalharam toda vida no estado e não conseguem receber e só depois de mortos,
    esse é o modo que nossos politicos fazem e só fazem o que lhe é CONVENIENTE,
    creio que deveria haver uma ação judicial por parte dos lesionados pela PM para haver uma compensação por parte do governo, (NÃO TENHO CERTEZA MAS ACHO QUE É ASSIM QUE FUNCIONA), pois se qualquer funcionario entra com uma ação contra o estado ele recorre até o supremo, DESCULPE-ME VAI HAVER ELEIÇÃO PARA PRESIDENTE,
    Que o Serra ganhe quero ver o meu pais na merda,
    O BRASILEIRO TEM OS POLITICOS QUE MERECEM.

    Curtir

  23. ACHO UMA DELEGADA CAPAZ E HONESTA!!
    PARABÉNS DOUTORA MARINÊS MULHER DE CORAGEM!!

    Curtir

  24. Isso faz lembrar tecnicos de futebol.
    Quando estão prestes a cair, os presidente dos clubes arranjam umas entrevistas onde garantem que estão prestigiados.
    E uma semana depois, o técnico é demitido….
    Será que vai acontecere a mesma coisa?????

    Acho que a tia tá com um pé na rua~….na rua da consolação

    Curtir

  25. a nosso querida vovozinha corregedora esta de parabéns!!!
    ela manda a moçada pra cadeia sem dó nem piedade , só de ouvir dizer…..
    tomara que a meia dúzia de 3 ou 4 classes especiais que estão na mão dela tambem sejam demitidos enquanto a vovó ta na consolação, se ela for embora eles dão um jeito de arquivar tudo e continuar a prender só pé de chinelo de novo!
    minhas reverencias a vovózinha da policia, que com seus netinhos do DOP estão botando medo nas quadrilhas
    de distintivos.
    vovó maria: tem que prender mais um pouco de classe especial!
    parabens a nossa vó super-heroina!

    Curtir

  26. E o Cazé ex-sexoanal de Mogi das Cruzes, poque não tá preso ou porquenão foi pra rua. Com a resposta essa senhora

    Curtir

  27. ela ta mais pra sogra do que pra vovó!
    Deus tenha piedade de nós!
    enquanto isso inguem lembra da restruturação, nem de aumento de salario, só de bobagens que não resolvem a vida do policial!
    precisamos de valorização de esculacho ja chega todos contra nós!
    falei!

    Curtir

  28. Vamos deixar de ser hipócritas
    Esta senhora ingressou no concurso de 1988 e já é classe especial.
    Não está próxima da compulsória, pois tem 63 anos.
    Quero crer que não foi promovida pelos belos olhos ou outros atributos. Alguém reparou na cor dos olhos da distinta senhora ?
    Todos sabem que a classe especial não é para os que apenas tem capacidade e competência além da honestidade.
    Assim, esta digna senhora chegou à classe especial com pouco mais de vinte anos de polícia – conheço delegados com quase trinta e na primeira classe, além de uma brilhante e competente delegada com mais de vinte anos ainda na primeira classe – teve, assim, vamos dizer, a indicação de alguém para ser promovida.
    E quem indica não o faz gratuitamente. Tem seus motivos e mais tarde, se for necessário, cobra o “favor” .
    Em trecho da entrevista que mais parece ter sido feita de encomenda para enaltecer as virtudes pessoais da Corregedora da Polícia Civil bandeirante, a entrevistada cita um fato inusitado: envolveu-se num homicídio. Um ladrão de bancos foi morto a tiros. Todos atiraram e não que nem saber quem o atingiu. Seria ufanismo ou ingenuidade? Quem sabe cinismo beirando às raias do sarcasmo. Ou ato falho de quem se deixou empolgar pela entrevista e teve a vaidade atiçada.
    Então, chegamos a duas conclusões:
    A uma, a digna senhora não é tão independente assim, pois deve obrigações ou pelo menos gratidão a quem a ajudou nas promoções.
    A duas, houve em seu passado um homicídio no qual estava envolvida – próprias palavras – e que não se sabe se foi esclarecido.
    A bem de toda transparência que deve existir nesses casos, creio que a digna senhora doutora deverá vir a público e explicar esse caso do homicídio. E nem falo sobre as promoções e sua independência, pois pode muito bem ser mal-agradecida e voltar as costas a quem já a ajudou.
    Mas o caso do homicídio jamais poderia ser deixado para trás.
    Com a palavra os fiscais da Lei, senhores digníssimos representantes do Ministério Público, senhores representantes da OAB e outros órgãos afins. Também o senhor digníssimo Secretário da Segurança Pública.
    Temos um fato concreto. Houve um homicídio em que a delegada que hoje ocupa o alto posto de Corregedora da Polícia Civil, isto segundo próprias palavras à imprensa, esteve envolvida. O caso foi esclarecido. Houve inquérito policial ? Ou apenas um boletim de ocorrência de roubo e resistência seguida de morte.
    Para quem gosta de tudo às claras, um fato como este não pode passar em brancas nuvens e ser esquecido, jogando-se uma pá de cal e uma pedra por cima.
    Será que a repórter interpretou mal as palavras da entrevistada? Ou a entrevistada expressou-se equivocadamente ?

    Aristóteles buscou examinar as estruturas que podem ser mais eficientes para o Estado. Sobre o cidadão diz ser o instrumento político, aquele cuja especial característica é o poder participar da administração da justiça e de cargo público. Tal concepção de cidadão só era aplicada na democracia.

    “A virtude do cidadão está em relação com a forma política”.
    Aristóteles diferencia a virtude do “homem de bem”, que segundo ele é mandar. Já o cidadão, é virtuoso quando manda e obedece.

    De qualquer forma, será mesmo verdade que existem duas classes de cidadãos?

    Curtir

  29. até quando iremos nos degladiar……enquanto isso o “Mostro” chamado P.C.C. se fortifica, fazendo alianças com grupos guerrilheiros externos, fazendo atentados até contra o governo legitimamente costituído de países vizinhos………teriamos que ter orgulho de ter uma Corregedoria Forte e depuradora……..pensem bem , Senhores políciais Civis “do bem”, se os “coxas”, conforme vossas senhorias nos chama, deixar de combater o crime na rua , estaremos perdidos…..e digo estaremos perdidos como simples pessoas da sociedade….ou vcs não ligam para o 190 quando realmente precisam de apoio……a única instituição que realmente se faz presente 24hrs, todos os dias do ano , servindo a sociedade é a minha GLORIOSA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO…….pode até existir vermes no nosso meio que não merecem o mínimo de consideração de vossas senhorias, porém falando dos princípios que defendo e prego diariamente nas minhas prelações para minha tropa, devemos sempre servir a sociedade e responder sempre aos seus anseios, lembrando sempre que as “críticas”, independente de darmos o melhor de nós, sempre se fara presente……….
    Parabêns aos bons e valorosos policiais civis e militares que honestamente labutam diariamente….aos senhores a minha côntinencia e respeito…….aos corruptos e vendidos de ambas as instituições, lhes ofereço o rigor das Corregedorias !!!!!!!
    Quem não deve não teme !!!!!!!!

    Curtir

  30. A EXPRESSÃO DA DRA. É BEM A CARA DA POLICIA CIVIL : ENVELHECIDA, CANSADA, ENRUGADA, DEPRIMIDA….
    SEMPRE PENSANDO O QUE FAZER, QUEM VAI FUDER…
    Ô VIDA DOIDA E SEM FUTURO NENHUM….
    QUE POBREZA!!!!
    CADÊ MI GLAMOUR ??

    Curtir

  31. BANDO DE BABACA :

    TUDO ISSO É PROPAGANDA PARA O GOVERNO, SEUS TONTOS !!
    A POLÍCIA CIVIL TÁ SENDO USADA POR UNS E OUTROS OPORTUNISTAS,E A IMPRENSA TAMBÉM.
    PRENDERAM O POVO DA GALERIA PAGÉ ??
    OS DESMANCHES ??
    O ESCRIVÃO LINO DE OSASCO ?
    O CONTRABANDO DA STA EFIGENIA?
    OS CONTEINERS SEM NOTA DA 25 DE MARÇO
    E DA ÁREA DO 12 DP ???
    OS CASSINOS DA LIBERDADE, CENTRO E BOM RETIRO ?

    Ô POVO BOBO, MEU DEUS !!
    ACREDITA ATÉ EM COELHINHO DA PASCOA.

    Curtir

  32. Sgt PM, e a tabela ta quanto?

    30000 tira
    20000 irmao de farda
    10000 qualquer um do povo
    100 6ª feira na biqueira por cabeça
    100 por maquininha
    flag. “intrujado” uma folga

    E ai ta ruim né….

    Curtir

  33. 22 anos e já classe especial? que merecimento hein? essa polícia civil é uma piada mesmo

    Curtir

  34. só acredito vendo.

    cade demissões de ROBERT LEON CARREL?

    TANGA ?

    SECIONAL SANTOS ?

    FLEURY ?

    SÓ PENA ?

    ROBERTO MONTEIRO DE ANDRADE JUNIOR ?

    CASÉ ?

    E MUITOS OUTROS A SEREM ACRESCENTADOS NA LISTA ?

    Curtir

  35. e tem um tal de dr fernando que foi diretor do pepc que é um pé no saco, tem cara do jerry lewis no filme do dr. aloprado, dos anos 60. alguem se lembra,

    Curtir

  36. Diário Ofi cial Poder Executivo – Seção II quinta-feira, 25 de março de 2010

    Nos termos do artigo 135, III, da Lei 10261/68 e à vista do
    que dispõe o artigo 2º, inciso II, do Decreto 53966/09, a partir de
    11/01/10, a título de Representação, a ROBERT LÉON CARREL,
    RG-9.403.054, Delegado de Polícia de Classe Especial, Pad.V,
    pelo exercício da função de Delegado Divisionário de Polícia da
    Administração do DEMACRO, a gratificação mensal calculada
    mediante a aplicação do coeficiente 5,00 sobre o valor da UBV,
    instituída pelo artigo 33 da LC.1080/08.
    Nos termos do artigo 135, III, da Lei

    Curtir

  37. E ainda tem injenuo na pc que credita nesta materia paga pra faze propaganda do governo, acham que ela é santa?E os amigos que estao envolvidos com “coisas” na pc? e ela continua amigona deles?Como pode?
    A justiça dela tem dois pesos, os que sao do lado dela e os outros que ela qué “f…”, pois ô muié vingativa.

    Curtir

  38. GOSTARIA DE SABER DA CORREGEDORA, SE NA SECCIONAL DE SÃO CAETANO DO SUL, ONDE ALGUNS AMIGOS DELA TRABALHAM E MANDAM, TEM MAQUINAS DE CAÇA NIQUEL, E SE A CIRETRAN DO LOCAL TEM ARRECADAÇÃO.

    NÃO ESTOU ACUSANDO OS AMIGUINHOS DELA, SÓ ESTOU PERGUNTADO SE ALGUEM QUE MORE LA PERTO SABE SE TEM MAQUINAS, POIS OUTRO DIA FUI NO MUNICIPIO E TAVA LOTADO DE PUTEIRO, DESMANCHES, MAQUINAS EM BARES E ATE BINGOS, E FALAR QUE TEM UM DELEGADO E UM CHEFE QUE LA PERMANECEM QUE SÃO AFILHADOS DELA, DA CORREGEDORA.

    ENTÃO QUERIA SABER SE A LEI DA CORREGEDORIA FUNCINAL PRA TODOS OS AMIGOS E INIMIGOS DELA.

    ABRAÇO.

    Curtir

  39. concordo plenamente com o sargento e jah falei aqui nesse blog, existem canalhas nas duas instituiçoes, e sao minoria,. mas a minoria eh a que a imprensa explora e em qual nos somos espelhados perante a populaçao, temos que reverter isso, e sim nao admitir a famosa passada de pano, errou tem que assumir o erro, e pagar por isso, seja em qual instituiçao for, .

    Curtir

  40. É MUITO ENGRAÇADA A NOTÍCIA DA SAÍDA DA CORREGEDORA. SE VERDADEIRA QUE BOM! MAIS UMA ENGANADORA. SE NÃO SAIU QUE PENA!!! A MELHOR PIADA QUE LI É O SEU INVEJÁVEL CURRÍCULO. MUITOS E MUITOS CASOS ESTÃO ENGAVETADOS E TRANCADOS NOS ARMÁRIOS PRINCIPALMENTE AQUELES QUE INTERESSA A ESCALÕES SUPERIORES. EM PASSADO RECENTE CONCEDEU ENTREVISTA A IMPORTANTE REVISTA. LÁ MOSTRA SUA INCOMPETÊNCIA AO DIZER QUE NÃO CONSEGUE INVESTIGAR ESCALÕES SUPERIORES. O MP E JUDICIÁRIO DEVERIAM JUNTO COM A IMPRENSA REALIZAR CORREIÇÃO EXTRAORDINÁRIA, ENTÃO…A COISA FICARIA FEIA..BEM MAIS QUE ELA.

    Curtir

  41. Ao LEIAM E PERGUNTEM:

    vC ESTÁ COBERTO DE RAZÃO.

    PERGUNTEM NA SECCIONAL DE MOGI DAS CRUZES QUEM É O

    RESPONSÁVEL PELA ARRECADAÇÃO DE GRANA NOS POSTOS

    de combustíveis que adulteram e quem pelas

    MAQUINETAS.

    é O AMIGUINHO DELA : Dr. Marcos Batalha – titular do

    1 DP de Mogi e professor da Acadepol.

    PASMEM OS SENHORES.

    Curtir

  42. QUEM TEM ARRECADAÇÃO? LÓGICO QUE TEM ALI COMO EM TODAS AS DELEGACIAS DE SP, E DO INTERIOR, POIS O QUE MAIS ME INRRITA NESTE BLOG, É TODO MUNDO FICAR FALANDO DE ARRECADAÇÃO DE MAQUINAS , BIXO, ETC. E TODOS VCS, SABEM QUE NA PROPRIA DELEGACIA ONDE VOCES TRABALHAM, TAMBEM TEM ARRECADAÇÃO E É COM ESSE DINHEIRO QUE VCS TOMAM CAFÉ, AGUA, SUAS VIATURAS FICAM EM ORDEM, SE PINTA O PRÉDIO ETC, OU ESTOU CONTANDO ALGUMA NOVIDADE.

    SABE GUERRA, TODOS AQUI FICAM FALANDO A MESMA COISA, JA SABEMOS MAIS NINGUEM FAZ NADA, O QUE A DRA CORREGEDORA PODE FAZER, É LER AQUI ALGUMA COISA, E MANDAR PRENDER 2 IDIOTAS DE ALGUM DISTRITO, COLOCA-LOS NA IMPRENSA COMO CHEFE DO ESQUEMA DE QUARULHA QUE ARRECADAVA GRANA DE MAQUINEIROS ETC, E DAI PRA FRENTE CONTNUAR TUDO MESMO COISA, COMO FIZERAM COM OS COLEGAS DE GUARULHOS , NO ESQUEMA DE MAQUINAS, QUE ESTÃO ATE HOJE PRESO, ((( SALVO O DELEGADO R O S A ))), ENTÃO GENTE TEMOS QUE IR PRA CIMA, IR NO GABINETE DO SEC. DELA, ENFIM FAZER VALER A LEI, NÃO FICAR AQUI FALANDO, SEI QUE TAMBEM ESCREVO RFEVOLTADO MUITAS COISAS, MAIS JA VI QUE NÃO ADIANTA, TEMOS QUE ELEGER O DR. GUERRA NOSSE REPRESENTANTE NA ASSEMBLEIA, E USAR O PODER DELE PARA FZER A COISA CERTA.

    QTO A CORREGEDORA, TIRANDO O FATO DE ELA PARECER UM MARACUJA DE GAVETA, ELA TA CERTA, TEM O PODER NA MÃO , AJUDA SEUS AMIGOS E FODE OS INIMIGOS SEM DÓ, SE TA CERTA OU ERRADA? PERGUNTEM A DEUS, ELE IRA CUIDAR DISSO.

    SÓ SEI QUE O COLEGA EM CIMA TEM RAZÃO, ELA TEM MESMO UM AMIGO EM SC DO SUL, E É AMIGO PESSOAL O DELEGADO DE LA ACHO QUE DE______ ALGUMA COISA RODRI_______. E SEU PRIMO É SEU CHEFE, INCLUSIVE DA CIRETRAM, OU SEJA NÃO SEI QUEM SÃO OS CARAS MAIS COMO SEI QUE EM TODA MAIS TODA DELEGACIA TEM ARRECADAÇÃO, LÁ DEVE TER TAMBEM, E NAO ACHO QUE ESTAO ERRADO , POIS O SECC, E O MARACUJA DE GAVETA FALA MUITO MAIS NAO INVESTIGAM O DESVIO DE VERBA QUE ERA PARA ARRUMAR NOSSAS VIAURAS, POIS AI VAI MECHER O BOLSO SO GOVERNO E ELES SE FERRAM.

    GOSTARIA DE 2 COISAS,

    QUE COLOCASSEM NO PAPEL UMA PORTARIA OBRIGADO AS SECCS. COLOCAR NO JORNAL OU IMESP, TODOS OS GATOS DAS UGES NAS DELEGACIAS. AI SIM A CORREGEDORA ESTARIA FAZENDO UM BOM TRABALHO.
    AI IAMOS PEGAR SECC. ETC FAZENDO ESQUEMA FORTES.

    SO ESPERAVA ISSO DELA.

    PEGAR TODAS AS SECCIONAIS DE DEMACRO ETC, E FAZER UMA AUDITORIA, E TAMBEM NAS DELEGACIAS.

    EX. TEM UMA DELEGACIA AQUI DO CENTRO QUE ESTA TODA REFORMADA, ELA FICA EM BAIXO DA SECC, CENTRO, É SI IR LA E PEDIR NOTAS DESTES SERVIÇOS E QTO CUSTOU, AI VCS.DEPOIS VÃO AO 2 DP DO BOM RETIRO, E VEJAM O ESTADO DAS VIAUTURAS. AI MEINHA PERGUNTA……………….
    O QUE É MAIS IMPORTANTE::??? PIONTURA DE PREDIO OU ARRUMAR VTR…………. RESP……… PINTURA SE FAZ COM VERBA, VIATURA A DELEGACIA ARRUMA COM A GRANA DAS MAQUINAS E DOS BIXEIROS.

    SALVE GUERRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

    VAMOS TOCAR O PUTEIRO NA PORTA DO CORRO.

    LEMA DA CAMPANHA::

    FORA MARACUJÁ DE GAVETA

    Curtir

  43. O triste de tudo isto é que nada é apurado, nada é solucionado a não ser quando a mídia se envolve para valer.
    E como para eles também nada importa realmente, as coisas ficam como estão,metade vivendo com um salário de fome, e trabalhando em péssimas condições, e aoutra metade ganhando por fora,sem maiores preocupações.
    Por isso não respeitados,nem valorizados, mas quem se importa? O presidente?O governador? O D.Geral?O Secretário? Fomos varridos para baixo do tapete, somos lixo …

    Curtir

  44. Dr. Guerra,

    Esta novela de Mogi das Cruzes ,se estende há quase dois anos, qual será final? Final feliz?Para quem?

    Curtir

  45. De mogi não posso falar, mas aqui em São Caetano, não tem nenhum puteiro (que saco), nem desmanches, e maquininhas tem bem poucas. Meu pai jogava e agora vive reclamando que não tem. Agora ciretran, tem sim.

    Curtir

  46. “”” de interesse da maioria dos policiais “””””

    Dívida não pode gerar punição disciplinar de policialPor Claudio Julio TognolliA inadimplência em dívidas contraídas na vida privada do policial não constitui causa legítima para fundamentar a sua punição disciplinar, e não pode assim gerar processo administrativo ou Sindicância. Essa é a decisão do relator da matéria no Supremo Tribunal Federal, ministro Cezar Peluso. Ele diz em voto que não há como harmonizar o dispositivo legal de punição com o disposto na Constituição Federal, que erigiu o princípio da dignidade do ser humano (art. 1º, III) e o princípio da ampla defesa e do contraditório, inclusive nos feitos administrativos (art. 5º, LV). “Estes princípios não podem ser, em hipótese alguma, menoscabados quando da responsabilização do servidor público. O fato de o servidor não saldar as suas dívidas não é causa legítima que autoriza a sanção administrativa”, escreveu o ministro.

    O Supremo Tribunal Federal firmou jurisprudência em torno da não recepção do artigo artigo 43 em seus incisos V, VI e XXXV da Lei 4.878/1965, que rege os policiais federais, a partir de ação de autoria do Sindicato dos Policiais Federais no Ceará, impetrada pelo policial federal e advogado Belton Gomes.

    Leia o voto do ministro.

    STF – RECURSO EXTRAORDINÁRIO: RE 458555 CE

    Parte: UNIÃO

    Parte: ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO

    Parte: SINDICATO DOS POLICIAIS FEDERAIS NO ESTADO DO CEARÁ – SINPOF-CE

    Parte: BELTON GOMES DA SILVA FILHO

    Relator(a): Min. CEZAR PELUSO

    Andamento do processo

    Decisão

    DECISÃO: 1. Trata-se de recurso extraordinário contra acórdão do Tribunal e assim ementado: “CONSTITUCIONAL E ADMINISTRATIVO. SERVIDOR PÚBLICO. ESTATUTO DO POLICIAL FEDERAL. RECEPÇÃO PARCIAL. RESPONSABILIDADE ADMINISTRATIVA. INADIMPLÊNCIA. IMPOSSIBILIDADE.

    1. A lei federal nº 4.878/65 não foi recepcionada integralmente na ordem jurídica posterior à Constituição de 1988.

    2. Na aferição da responsabilidade administrativa é de se levar em consideração os fatos vinculados à atividade funcional do servidor público.

    3. A inadimplência em dívidas contraídas na vida privada do Policial não constitui causa legítima para fundamentar a sua punição disciplinar, não sendo fato prestante para ser dirimido em Processo Administrativo ou Sindicância.

    4. Apelação e remessa oficial improvidas (fl. 254). Sustenta o recorrente, com fundamento no art. 102, III, a, violação aos arts. 1º, III e 5º, LV, da Constituição Federal. Aduz, em síntese, que os incisos V, VI e XXXV, do artigo 43, da Lei nº 4.878/65, teriam “o condão de assegurar o bom desempenho da função policial, tendo inclusive, uma função preventiva quanto à possibilidade de envolvimento criminal do Policial Federal” (fl. 267).

    2. Inadmissível o recurso. De fato, merece acolhida a fundamentação do acórdão recorrido, que conferiu adequada interpretação às normas constitucionais, nos seguintes termos: “(…) Não obstante, a partir do advento da Constituição da República de 1988, entendo que a legislação referenciada não se encontra integralmente recepcionada no ordenamento jurídico hodierno. Com efeito, no que tange aos dispositivos apontados pela apelante (art. 43, V, VI, XXXV), não há como harmonizá-los com o disposto na Magna Carta, que erigiu como dogma inexcedível o princípio da dignidade do ser humano (art. 1º, III) e o princípio da ampla defesa e do contraditório, inclusive nos feitos administrativos (art. 5º, LV), que não podem ser, em hipótese alguma, menoscabados quando da responsabilização do servidor público. (…) In casu, o fato de o servidor não saldar as suas dívidas (art. 43, inc. VI), não é causa legítima que autoriza a sanção administrativa.

    Como disse, a imputação de falta disciplinar ao servidor público deve quedar na sua esfera funcional, para que assim possa o imputado se defender. (…). De mais a mais, não há de se confundir o dever de probidade no serviço público, com noções movediças de honra da instituição, ou ‘imagem do policial federal’, conforme argumenta a apelante. A vingar este entendimento, sobrepor-se-ia a qualidade do servidor público, de caráter acidental e transitória, à individualidade do ser humano, perene e intransponível, ensachando, pois, uma indevida e autoritária intervenção do Estado na vida do cidadão (…)” (fls. 248-251).

    É como bem acentuou o parecer da representante do Ministério Público, Cláudia Sampaio Marques (fls. 287-291): “(…)

    9. A conduta praticada pelo recorrido, consistente especificamente na ausência de quitação de dívida caráter civil, de natureza exclusivamente particular, efetivamente não tem o condão de caracterizar infração disciplinar de modo a trazer-lhe como conseqüência a punição pretendida pela Recorrente, cujo argumento basilar consiste na incompatibilidade do comportamento (distorcido) do Recorrido em sua vida privada (inadimplemento de obrigação de natureza civil) e a condição por ele ostentada de policial federal.

    10. O desvirtuamento na vida particular do Recorrido, ainda que alvo de severas críticas pela Administração por não se coadunar com postura exigível do agente público em geral, e ainda que se trate de conduta repulsiva e certamente passível de repreensão pelo modo e via adequados, não se mostra apto a lastrear a pretendida punição disciplinar, pois em momento algum verificou-se que a prática -embora reprovável -ocorrera no exercício da função pública ou em razão dela. (…)” (fls. 289-290). 3. Ante o exposto, nego seguimento ao recurso (arts. 21, § 1º, do RISTF, 38 da Lei nº 8.038, de 28.5.90, e 557 do CPC). Publique-se. Int.. Brasília, 9 de julho de 2009.

    Ministro CEZAR PELUSO Relator.

    Claudio Julio Tognolli é repórter especial da Revista Consultor Jurídico. 2 de maio de 2010.

    Curtir

  47. ATENÇÃO DR GUERRA…DEPOIS DE TODAS AS NOTÍCIAS DO JORNAL, DO FANTÁSTICO, DO C….A QUATRO… OS HOMICÍDIOS PARARAM…SERÁ QUE A MEGANHA VESTIU A CARAPUÇA! ACHO QUE SIM…ESTÃO ATOLANDO OS PLANTÕES DE OCORRÊNCIAS PARA DISFARÇAR OS CRIMES COMETIDOS…PODE CONTAR…

    Polícia Civil suspeita de grupo de extermínio de PMs nas mortes do litoral de SP

    PUBLICIDADE

    da Reportagem Local
    A Polícia Civil investiga se policiais militares estariam envolvidos nas 23 mortes ocorridas no litoral de São Paulo, entre os dias 17 e 26 de abril. A suspeita é que o grupo de extermínio tenha sido formado após a morte de um PM no Guarujá por traficantes.

    Homicídios crescem 23% em São Paulo
    Assassinatos avançam no litoral de São Paulo
    Polícia Civil prende seis pessoas em operação no Guarujá

    Segundo a Folha apurou, uma das características que indicam que os integrantes do grupo sejam PMs é que as armas usadas são de grosso calibre e após os crimes, um grupo passa para recolher os projéteis das balas caídas no chão. Geralmente, as vítimas são executadas com tiros na cabeça.

    Testemunhas contaram à polícia que os criminosos usam toucas ninjas e atacam as vítimas em motos.

    De acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública), os policiais militares estão sendo investigados e o delegado da Seccional da Baixada Santista, Roni da Silva Oliveira, deve se pronunciar na segunda-feira (3).

    Criminalidade

    Os municípios de Santos, Praia Grande e Peruíbe foram os principais responsáveis pelo aumento de 27% nos homicídios dolosos (quando há intenção de matar) na Baixada Santista nos três primeiros meses deste ano em comparação com o mesmo período de 2009.

    Esse aumento reforça uma tendência que já ocorre há quatro anos. Desde 2006, o índice de homicídios dolosos vem subindo na região. Agora, atingiu a maior marca desde então, com 85 homicídios.

    Neste ano, as três cidades citadas tiveram o dobro de homicídios no período analisado, segundo dados da Secretaria da Segurança Pública divulgados na noite de ontem.

    Curtir

  48. ESTOU LEMBRANDO QUANDO O SECRETÁRIO PEDRO FRANCO, VULGO PEDRO DOIDO, COMO É CONHECIDO NO MP SOLTOU AS RÉDEAS DA PM NO CASO CARANDIRÚ…
    LEMBRO DO SAULO, OUTRO DETRAQUÊ, NO CASO CASTELINHO, SOLTANDO AS RÉDEAS DA PM
    E AGORA O PINTO, SOLTANDO AS RÉDEAS DA PM NOVAMENTE…
    O QUE VEMOS SÃO FILMES SE REPETINDO E SÓ POBRE, PRETO E P…, POLÍCIA INDO PARA A CADEIA
    É O CRIME ORGANIZADO NADANDO DE BRAÇADA E ESCOLHENDO SEUS PRÓPRIOS REPRESENTANTES POLÍTICOS.
    E OLHA NO QUE DEU
    POLÍCIA JÁ ERA
    SE VACILAR JÁ ERA NA MÃO DE MALANDRO!
    ACORDEMOS.

    Curtir

  49. E ai veinha não vai demitir também os delegados só os de baixo, ta vpeia vamo trabalhar só assim a corregepor sera séria.
    só acredito vendo.

    cade demissões de ROBERT LEON CARREL?

    E CARLÃO
    TANGANELI ?
    E CARDENUTO
    SECIONAL SANTOS ?
    E BENTO
    FLEURY ?
    E OSWALDINHO
    PENA CAGUETÃO ?
    E ARAUJO CAGUETINHA
    ROBERTO MONTEIRO DE ANDRADE JUNIOR ?
    E ANDRADE
    CASÉ ?
    E PAULINHO

    NÃO BSTA MANDAR O CHEFE DA QUADRILHA MAIS SIM O QUE ARRECADA PRA ELE.

    Curtir

  50. Em resumo, pergunto,a Dra.investigou ou não,pelo menos
    dez das trocentas denuncias feitas neste Flit?
    Ou apenas se preocupou com o denunciante ,conforme , citou JOW?
    Alguém pode me dizer,aque veio está matéria?
    E para lamentar ou para comemorar?
    E quem deve lamentar e ou comemorar,o afto dela ter saido do prédio.Quem ocupa a cadeira vazia?

    Curtir

  51. 05 DE MAIO DE 2010
    E ai véinha não vai demitir também os delegados só os de baixo, ta véia han vamo trabalhar só assim a corregepor sera séria.
    só acredito vendo.

    cade demissões de ROBERT LEON CARREL?
    E WAGNER

    E CARLÃO
    TANGANELI ?
    E CARDENUTO
    SECIONAL SANTOS ?
    E BENTO
    FLEURY ?
    E OSWALDINHO
    PENA CAGUETÃO ?
    E ARAUJO CAGUETINHA
    ROBERTO MONTEIRO DE ANDRADE JUNIOR ?
    E ANDRADE
    CASÉ ?
    E PAULINHO

    NÃO BSTA MANDAR O CHEFE DA QUADRILHA MAIS SIM O QUE ARRECADA PRA ELE.

    Curtir

  52. QUEM CONHECE A VERDADE RI…
    ALIAS, ESTOU RINDO PARA NÃO CHORAR…

    VOU PARAR DE LER JORNAIS E REVISTAS POR ENQUANTO, AS NOTÍCIAS ESTÃO UM POUCO RIDÍCULAS DEMAIS…

    Curtir

  53. A POLICIA CIVIL ( DA VENEZUELA ) PRENDE O QUE? pé de chinelo. A CORREGEDORIA ( DA VENEZUELA) PRENDE O QUE? pé de chinelo. POLICIAIS (VENEZUELANOS) SAO IDIOTAS SABEM QUE TODO MUNDO METE A MÃO FICA SOFRENDO EM PLANTÃO E SE MATANDO NAS CHEFIAS PRA GANHAR UM DIN DIN, ENQUANTO OS AMIGOS DOS AMIGOS ESTAO MILIONARIOS, CAGANDO E ANDANDO PRA POLICIA E PROS POLICIAIS.TEM UM CHEFE QUE ESTA MAMANDO HA MAIS DE QUINZE ANOS. FOI CHEFE DE SANTO ANDRE, DAP, SECCIONAL CENTRO,TERCEIRA SECIONAL,FAZENDARIA, OSASCO… E NINGUÉM INVESTIGA O CAMARADA, SEJA POR ENRIQUECIMENTO ILÍCITO OU SEJA POR NÃO FAZER NADA. OS CHEFES DO PCC SAO DIFERENTE DOS CHEFES DA POLICIA. ELES TRABALHAM E OLHA QUE MESMO ESTANDO PRESOS, GANHAM DINHEIRO E ELEVAM O NOME DA “INSTITUIÇÃO DELES”, AGORA NA CIVIL E DIFERENTE NE OS CHEFES SO … E A CORREGEDORIA NADA FAZ!!! LINHA DURA… HONESTIDADE É O CARALHO, SÓ ACREDITA LOQUE QUE NÃO CONHECE O SISTEMA.

    Curtir

  54. O João Ninguem que se diz advogado é analfabeto?
    escrivãos não e sim escrivães.Belo Advogado!.

    Curtir

  55. PODER SOB SUSPEITA: Maria Inês Trefiglio Valente. Esta é a policial que consentiu com uma das maiores barbáries policiais de SP nas últimas décadas. Sua conduta de anuir, além de ocultar a tortura e estupro por parte dos colegas de órgão corregedor ao despirem uma Escrivã de Polícia para produção de provas ilícitas, devem ser objeto de rigoroso processo administrativo-disciplinar.

    Curtir

  56. Como mulher, senti vontade de vomitar. Isso foi não só uma violação constitucional, como uma violação ao corpo e intimidade daquela mulher. Da barbárie devidamente registrada e filmada à um estupro propriamente dito, realmente não vejo a diferença. Essa mulher foi violada em sua dignidade. Em nenhum momento se negou em ser revistada, MAS DEIXOU BEM CLARO QUE PODERIA SER POR OUTRA MULHER, o vídeo não deixou margem para dúvidas. Qualquer marginal, criminosa da rua é revistada por policiais femininas! Como pode um “bosta” que se intitula delegado corregedor ousar à tanto. Espero que a OAB, os Direitos Humanos, a Secretaria de Segurança Pública, o Senhor Governador e os Tribunais dêem o exemplo, porque se isso chegar a impunidade, pode-se ter a certeza absoluta que qualquer cidadão comum e mesmo o de bem, passará horrores dentro das distritais. Esse lamentável episódio, na minha concepção é sim CRIME DE TORTURA e UM CRIME SEXUAL!!! Afinal, restou patente que aquele delegado se satisfazia em tirar a roupa daquela coitada!! Seria sua conduta a de voyeurismo ? Todos dentro daquela sala deveriam ser afastados, inclusive a corregedora-geral da Polícia Civil de São Paulo, Maria Inês Tresiglio Valente, que vem defendendo a atitude animalesca daquele que se intitula “delegado (d minúsculo mesmo)corregedor”. Como pode exercer cargo de chefia se ela própria apóia a criminalidade daquele covarde. Mulher despreparada e sem qualquer conhecimento constitucional. E o que se dirá daquele Promotor que também apoiou as cenas sexuais? A Corregedoria do Ministério Público também deveria tomar providências quanto à ele, afinal, ele não é o fiscal da Lei? Parabéns ao Geraldo Alckmin. Vá em frente e dê o exemplo. Quanto à conduta criminosa da escrivã, é certo que ela irá responder criminalmente, isso não está em questão. Não merecia ter sido torturada como foi!!! OAB urgenteeeeeee……….. E parabéns a Mídia televisiva, que se não fosse a exibição da reportagem, mais um crime praticado por policiais despreparados e marginais, estaria impune. Espero que todos os policiais daquela sala, o delegado titular, que era chefe da escrivã e não interveio para evitar todo aquele constrangimento, bem como os corregedores qwue lá estavam, sejam imediatamente EXPULSOS!!!! O PIOR É QUE, NÓS, OS CONTRIBUINTES, PAGAMOS OS SALÁRIOS DESSES CRIMINOSOS!

    Curtir

  57. Se fazem isso com uma colega, imagina o que acontece com um cidadão de bem na rua sem a ajuda de nenhum canal de reportagem..
    Como acreditar e confiar na polícia???

    Curtir

  58. Quanto ao caso da escrivã “violentada” por delegados.
    Porque o caso foi arquivado ?

    Curtir

Os comentários estão desativados.