DESAPARECIMENTO POLÍTICO: O ESTADÃO, ALÉM DE HÁ 518 DIAS SOB CENSURA, SOFREU A IRREPARÁVEL PERDA DO JORNALISTA JOSMAR JOZINO SUPOSTAMENTE SEQUESTRADO POR TIRAS DO DOPS EM RAZÃO DE MATÉRIA DE INTERESSE PÚBLICO NOTICIANDO CRIME HEDIONDO SOFRIDO POR MÁRCIA VASCONCELLOS EX-MULHER DE UM MÉDICO DIRETOR DO HOSPITAL SÃO LUIZ…JOSMAR, CADÊ VOCÊ…TÁ VIVO? (horra seu dotô – tá ofendido – vá processar sua ex-mulher, seu ex-cunhado e seu ex-sogro) 53

I’m sorry to have to inform you that your message could not
be delivered to one or more recipients. It’s attached below.

For further assistance, please send mail to <postmaster>

If you do so, please include this problem report. You can
delete your own text from the attached returned message.

<JOSMAR.JOZINO@grupoestado.com.br>: 550 5.1.1 User unknown

Final-Recipient: rfc822; JOSMAR.JOZINO@grupoestado.com.br
Status: 5.1.1
Action: failed
Last-Attempt-Date: Fri, 31 Dec 2010 06:19:42 -0200
Diagnostic-Code: smtp; 550 5.1.1 User unknown

———- Mensagem encaminhada ———-
From: roberto conde guerra

To: Josmar Jozino da Silva <JOSMAR.JOZINO@grupoestado.com.br>
Date: Fri, 31 Dec 2010 06:19:38 -0200
Subject: SEBASTIÃO CESAR DE VASCONCELOS

Caro Josmar,
Inicialmente muita força e sucesso no ano vindouro.
Para seu conhecimento encaminho uma postagem do Flit, feita com base em matéria de sua autoria e, também, em post do blog Cabeça de Bacalhau.
O médico acusado por parentes de mandar matar a ex-mulher aparentemente não gostou donosso Post…Aliás, não gostou do título do nosso post; assim ingressou com ação de obrigação de fazer cumulada com reparação de danos , obtendo tutela antecipada deferida pela Juíza tão-só em relação a parte do título.
Verificando o DO,  imediatamente retirei a postagem. Atavés de e-mail informei o Juízo acerca da integral retirada do material.
Preferiamos  deixar o assunto pra lá, mas escrevendo para amigos soubemos  que você teria sido demitido em razão da matéria.
É verdade?
Caso  volte a repercutir o assunto, você poderia sofrer prejuízos?

 Abaixo um relação das contas de publicidade do Hospital.
Sds.

Processo 0081308-09.2010.8.26.0002 – Procedimento Ordinário – Direito de Imagem – Sebastião Cesar de Vasconcellos –
Roberto Conde Guerra – LOTE 603 – FLS. 29/30 – Juiz(a) de Direito: Dr(a). Amanda Eiko Sato VISTOS. SEBASTIÃO CESAR
DE VASCONCELLOS ajuizou a presente ação de obrigação de fazer cumulada com pedido de indenização por dano moral e
antecipação dos efeitos da tutela em face de ROBERTO CONDE GUERRA. Narrou na inicial que o requerido proferiu ofensas
contra sua pessoa em blog pessoal. Requereu a cessação da publicação da matéria de seu blog, bem como que sejam
informados todos os sítios de busca quanto à ordem judicial. Juntou documentos. É o breve relatório. Fundamento e decido. A
análise dos documentos juntados aos autos permite o deferimento parcial do pedido de antecipação dos efeitos da tutela. Não
há dúvida de que a insinuação de que o autor tem relação ilícita com a imprensa prejudica a sua imagem. A insinuação, pelo
que se depreende das folhas 15, verso a 17, verso, são desprovidas de provas que possam embasá-la. Assim, prudente que se
obrigue o requerido a retirar o que está destacado em letras maiúsculas: “XXXXXXXXXXXXXXX”. Contudo, apenas tais termos
são ofensivos à honra do autor, repise-se: porque não há nenhuma prova nesse sentido. Por isso, os demais fatos narrados
devem permanecer no sítio, sob pena de censura. Verifico que o restante da matéria publicada no blog do réu refere-se à
matéria jornalística, não havendo nenhum motivo para determinar a sua retirada do mundo virtual. Outrossim, indefiro o pedido
para que todos os sítios de busca sejam informados acerca desta decisão. Evidentemente, o pedido é genérico e não há como
ser cumprido. Existem milhares de sítios de busca, não havendo possibilidade de cumprimento. Ademais, com a determinação
de que o réu extraia chamada que denigre a imagem do autor, não há nenhum empecilho para que a matéria seja acessada
por internautas. Diante de todo o exposto, defiro, parcialmente, a antecipação dos efeitos almejada para determinar que o réu
exclua de seu blog a frase: “O CASO XXXXXXXXXXX ”. Oficie-se, com urgência, à Secretaria de Segurança Pública para que aquele
órgão proceda à pesquisa de endereço do réu Roberto Conde Guerra. Por se tratar de medida urgente, intimem-se, pese o
recesso forense. Cumpra-se. Intime-se. – ADV: NORBERTO BEZERRA MARANHAO RIBEIRO BONAVITA (OAB 78179/SP)

 O Dr. Sebastião César de Vasconcellos, médico e diretor da unidade Morumbi do Hospital São Luiz, é apontado como suspeito de mandar matar a ex-esposa
roberto conde guerra | 12/09/2010 at 4:40 | Categories: Sem-categoria | URL: http://wp.me/p67Nx-6cc

Por Josmar Jozino/ JORNAL DA TARDE, estadao.com.br, Atualizado: 7/9/2010 1:27
Ex-mulher de diretor de hospital é baleada na zona sul da cidade
A enfermeira Márcia Vasconcellos, de 45 anos, ex-mulher de um médico e diretor da unidade Morumbi do Hospital São Luiz, foi baleada por três homens na tarde de sexta-feira, na zona sul da cidade. Ela está internada e passará por cirurgias hoje.
A Polícia Civil descarta a hipótese de roubo, já que nada foi levado da vítima, e apura a tentativa de homicídio.
O pai de Márcia, Gustavo Caetano Rogério, de 70 anos, disse que a filha e o médico estão separados há três meses e chegaram a brigar na Justiça pela guarda da filha de 7 anos.
‘Minha netinha fez aniversário hoje (ontem). Foi um atentado. Estamos apavorados’, disse ele, aos prantos.
Procurada, a Assessoria do São Luiz disse que não poderia localizar o médico, porque o caso não tem qualquer relação com o hospital. A reportagem não conseguiu falar com ele.
O crime aconteceu às 14h35. Márcia foi baleada logo depois de sair da casa do pai, na Vila Mascote, zona sul. Ela dirigia um Citröen C-4 quando três homens em um outro veículo atiraram.
A enfermeira foi baleada na mão esquerda, no abdome e no queixo. ‘Eu estava na janela e vi minha filha ir embora. Assim que me afastei, ouvi os disparos’ contou Rogério.
Cirurgias. Márcia foi levada para o Hospital Santa Marina, no Jabaquara, e depois transferida para o Hospital Oswaldo Cruz, no Paraíso.
‘Amanhã (hoje), ela passará por cirurgias para reconstituição do maxilar e retirada da bala alojada na mão’, contou Marcelo Rogério, irmão da enfermeira.
http://cabecadebacalhau.wordpress.com/2010/09/06/mulher-e-baleada-na-porta-de-casa-acusa-do-ex-marido-diretor-de-importante-hospital-paulistano/

Mulher é baleada na porta de casa; acusa o ex-marido, diretor de importante hospital paulistano

Márcia Vasconcelos é enfermeira. Até recentemente era casada com um diretor do Hospital São Luís, de quem está em processo de separação.

Na última sexta-feira às 14h15, ela saía de casa, na zona sul de São Paulo, quando foi vítima de um atentado.

Segundo relatos já de posse da polícia civil, três homens não identificatos chegaram em motos e dispararam contra Márcia, que tem 45 anos de idade e é enfermeira, com grau universitário de formação.

Na polícia, Márcia diz que o atentado foi motivado pelo ex-marido.

Vizinhos dela confirmaram a mulher está em processo de separação judicial e que seu marido teria ido até a casa do pai dela buscar alguns pertences.

Minutos após o ex-marido deixar a casa, a enfermeira saiu do imóvel e entrou em seu carro para ir trabalhar. Ao fechar as portas, um desconhecido se aproximou e disparou três tiros contra. Os tiros atingiram o queixo, a mão esquerda e o abdôme da mulher.

O caso foi atendido pelo Distrito Policial de número 35, Jabaquara. como homicídio qualificado tentado. O carro passou por perícia da polícia civil, que investiga o caso. O delegado que está no caso se chama Nelson Teixeira Lacerda Jr.. A imprensa tucana silencia sobre este caso.

———————————————————————————————–
Curiosamente, o repórter que fez a matéria foi demitido do JT há um mês. Pelo que soubemos, ele está no jornal Agora.
Fizemos uma pesquisa sobre aquele senhor e a empresa que ele dirige e veja que interessante:
O citado Hospital destina por ano mais de R$ 12 milhões para ações de marketing, que são anúncios de todo tipo, valor e em vários veículos de comunicação. O anúncio é a principal fonte de receita de qualquer TV, jornal, revista ou rádio. Como você poderá ver abaixo, a relação deles com a TV Globo e a Bandeirantes é direta e os valores são expressivos. Portanto não é incorreto afirmar que a notícia foi “ignorada” pela imprensa, já que fatos bem menos relevantes são noticiados. Mas os milhões que recebem por ano dos anúncios do hospital devem ter pesado na decisão de não noticiar o fato. Já aconteceu no passado com o herdeiro de uma enorme rede varejista e maior anunciante do país. O rapaz tem uma queda por meninas bem novas. O pessoal do 2ºDP de São Bernardo do Campo sabe bem qual é a história. Veja abaixo a breve pesquisa que fizemos com as respectivas fontes sobre a turma do hospital.

1. A agência de Publicidade Neogama/BBH cuida do marketing do hospital
Orçamento em marketing do Hospital gira em torno de R$ 12 milhões por ano
Hospital São Luiz que destina algo entre 2,5% e 3% de seu faturamento para comunicação e marketing. Em 2006 a receita do São Luiz foi de R$ 400 milhões.
http://www.criativamarketing.com.br/paginanoticias2.asp?area=Artigos&subarea=Marketing%20%96%20Finan%E7as&cod_info=1142&codigo=97&fkenquete=
Exemplo. Gastou R$ 3 milhões para divulgar o hospital deles na zona leste. Dinheiro pago para anuncios em Tvs e Jornais, conforme o site da própria agência.
http://neogamabbh.com.br/#/pt/news/story/115/1/
2.Relação comercial com a TV Globo
2.1 Merchandising na novela Passione
Tabela merchandising da Globo. Cada inserção na novela Passione custa R$ 950 mil. O São Luiz fez três. Ou seja gastou pagou quase R$ 3 milhões para a emissora.
http://www.midiadados.com.br/2010/09/acoes-de-merchandising-em-passione-custam-cerca-de-r-950-mil/
FSP 24-12-2010 – Ilustrada
Risonho, de pele clara, cabelos loiros e olhos azuis, Carlos Daniel foi considerado apto à vaga em “Passione”.
Entrou na novela em uma cena na maternidade, com merchandising do paulistano São Luiz, chamado de “hospital de gente fina” por Clô (Irene Ravache), mulher do avô do bebê (Francisco Cuoco).
http://www.saoluiz.com.br/sobre_detalhes_noticia.aspx (no campo marketing)
A novela Passione, do autor Silvio de Abreu, trouxe em 30 de setembro, a terceira ação de merchandising do Hospital São Luiz, em parceria com a TV Globo e a agência Neogama/bbh. Desta vez, o São Luiz explorou sua participação dentro das provas de corrida da categoria Stock Car, a principal categoria de automobilismo nacional e uma das plataformas esportivas apoiadas pelo hospital. “Demos continuidade e mostramos consistência a uma estratégia que se mostra vencedora e totalmente inovadora no mercado da saúde”, comenta Claudio Tonello, Diretor Comercial e Marketing do Hospital e Maternidade São Luiz.
Como parte da plataforma esporte, além do apoio e patrocínio a Stock Car, o São Luiz é o Hospital Oficial da Fórmula 1 pelo décimo ano consecutivo, patrocina o Projeto Olímpico do Clube Pinheiros e é um dos patrocinadores das corridas da Corpore/ESPN entre outras ações relacionadas ao esporte.
Nas duas participações anteriores, o São Luiz mostrou seus serviços médicos na maternidade, realizando o parto da personagem Jéssica, interpretada pela atriz Gabriela Duarte e outra ação com foco no hospital, quando resgatou e tratou do personagem Gerson depois deste ter sofrido um grave acidente em uma etapa da Stock Car.
2.2. Patrocinio do filho do Galvão Bueno que é piloto de stock car
http://www.saoluiz.com.br/sobre_patrocinio.aspx
O Hospital São Luiz está intimamente ligado ao automobilismo. Além de prestar serviços médicos em Interlagos para o GP do Brasil da Fórmula 1 e para as etapas paulistas das três categorias do Campeonato Brasileiro de Stock Car (Copa Nextel, Stock Car V8 Light e Stock Jr.), a rede patrocina desde 2005 o piloto Popó Bueno, da Copa Nextel Stock Car.
2.3.No jornalismo foi feita a série Quadrigêmeos para o Fantástico
2.4.No jornalismo esportivo – Fórmula-1
Só para inserção da F-1 no intervalo do Fantástico, o hospital investiu $ 5 milhões em 2004
http://www.mmonline.com.br/noticias.mm?origem=rss&IDconteudo=85270
As peças criadas pela agência comparam a medicina de ponta oferecida pelo centro médico à tecnologia da Fórmula 1. A ação, que tem investimentos de R$ 5 milhões, estréia no domingo, 8, no intervalo do programa Fantástico, da Rede Globo. A Jodaf Mixer foi a produtora do filme, com direção de cena de Pedro Amorim.
3. Relação comercial com o Grupo Bandeirantes
Anuncia em boletins pagos nas rádios Bandeirantes AM e FM, e Bandnews
Valor do anúncio: para parâmetro os projetos personalizados custam R$ 11.500 cada 30 segundos de anúncio, conforme a tabela deles de março de 2010.
http://www.radiobandeirantes.com.br/comercial/TabelaRBMarco2010.pdf
http://www.saoluiz.com.br/sobre_boletins.aspx
Ouça o que o São Luiz fala diariamente sobre saúde nas rádios BandNewsFM e Bandeirantes AM e FM. Você pode buscar um boletim específico no quadro abaixo por tema, especialista ou data.

roberto conde guerra
parastoamaro4cv@tjsp.jus.br

data28 de dezembro de 2010 05:52
assuntoProcesso n°: 0081308-09.2010.8.26.0002 – Procedimento Ordinário – Direito de Imagem ( acatamento de decisão )
enviado porgmail.com

ocultar detalhes 28 dez (3 dias atrás)

Processo
n°: 0081308-09.2010.8.26.0002
Classe – Assunto:
Procedimento Ordinário – Direito de Imagem
Requerente:
Sebastião Cesar de Vasconcellos
Requerido
: Roberto Conde Guerra
(FAVOR MENCIONAR ESTAS REFERÊNCIAS NA RESPOSTA)

Por meio deste, respeitosamente, informo a Vossa Excelência que, nesta data, verificando a r. decisão publicada em diário oficial, espontaneamente excluímos, integralmente, a postagem inquinada pelo autor como ofensiva. No blog Flit Paralisante, com tal providência , nada mais existe com referência ao interessado. Em razão da supressão daquela página do sítio flitparalisante.wordpress.com, os mecanismos de busca deixarão de indexá-la; assim, brevemente, a postagem nem sequer estará disponibilizada em memória cache dos provedores de serviços como o Google, Yahoo, e os demais.

Na oportunidade apresento a emérita magistrada protestos de estima e consideração.

Roberto Conde Guerra

__________________________________________________________

Vejam se tem cabimento, tentaram matar a mulher, supostamente, logo após o ex-marido deixar o local dos fatos.

O sogro diz que foi um atentado (melhor dizendo: uma tentativa de homicídio qualificado), a mulher acusa o ex-marido.

Salvo o jornalista Josmar Jozino, nenhum outro profissional se interessa pelo fato.

O suspeito – respeitando-se a presunção de inocência – negou quaisquer esclarecimentos ao jornalista; aparentemente nem sequer tratou de prestar  a sua ex-esposa assistência  médica de excelência nos moldes do Hospital em que consta como diretor.

O São Luís, em seu próprio site, divulga as campanhas publicitárias feitas em capítulos da PASSIONE (e como matam gente às escarras nessa novela, é tal de bala prá cá e prá lá, envenenamento, esfaqueamento, queda em poço de elevador… Nem dá pra contar o quanto se mata nessa novela pelo vil metal).

Obviamente, o Hospital nada tem com o crime, mas não é boa publicidade ter um de seus diretores como suspeito de mandar matar a ex-esposa.

Ora, pela lógica de dono de jornal, dono de televisão, revista, etc., não se noticia fato desfavorável a cliente que mantém vultosas campanhas em diversas empresas. É rasgar dinheiro; muito dinheiro!

Quem clama pela liberdade de imprensa É O LEITOR;  É O TELESPECTADOR…

O empresário clama pelo lucro. A liberdade de imprensa e dever de informação não se aplica em caso de  amigos e de patrocinadores.

Aê Datena!, ajuda a mulher aê pô… Chama o Olim pra esclarecer este caso…

Ajuda as mulheres aê…Ajuda nóis aê, Datena!

Vixit, o Datena também tá desaparecido…Ficou quietinho, quietinho. 

Dotô médico se o senhor ficou ofendido, bastava escrever um e-mail para o endereço que tá bem aqui ao lado: dipol@flitparalisante.com

Ora, aqui não é hospital…Não se cobra nada!

Não precisa explicar; nem  implorar:  só escrever duas frases…

Pode até elogiar a minha mãe!

Agora, se a questão for  financeira vamos fazer um acordo: quanto o senhor quer para “retirar” o processo?

Se o Alckmin,  com o  Pinto,  não me colocar da fila dos desempregados; se ele também der aumento para todos os policiais , no mínimo de cem por cento, juro que lhe pago ( verbo PAGAR ). 

Nilton César de Azevedo…TE AMO PAI, SEMPRE VOU TE AMAR… VOCÊ É MEU TUDO, MEU MAIOR ORGULHO, MEU HERÓI! 36

Enviado em 30/12/2010 às 22:41GIULIANE AZEVEDO

Como disse o Cesar, os comentários do Alexandre Pennisi, Átilla e do Giuseppe Marchesano, retratam exatamente quem era Nilton César de Azevedo; que é meu pai. Não cabe a ninguém julgá-lo, somente DEUS! Quero deixar claro que ele sempre foi uma excelente pessoa, um ótimo pai, sempre ajudou a todos. Sinto muito orgulho dele e sempre irei sentir, me magoa muito o fato de o acusarem por coisas que ele nunca fez… Ele amava a polícia, trabalhou durante 21 anos, sendo 15 de chefia. Infelizmente a depressão é uma doença muito séria, e ele teve esse fim trágico… Mas, tudo é pela permissão de Deus e lá na frente nós iremos saber o porque tudo isso aconteceu… Agora devemos tocar o barco pois a vida continua. Fé em Deus porque ele é justo! TE AMO PAI, SEMPRE VOU TE AMAR… VOCÊ É MEU TUDO, MEU MAIOR ORGULHO, MEU HERÓI!

https://flitparalisante.wordpress.com/2010/12/28/sobre-o-suposto-falecimento-do-investigador-nilton-cesar-de-azevedo/#comment-68143

O MINISTRO CEZAR PELUSO APARENTA OJERIZA PESSOAL A RECURSOS…ORA, “SOMOS O ÚNICO PAÍS QUE TEM QUATRO INSTÂNCIAS RECURSAIS”; PARADOXALMENTE – POR QUESTÕES MERAMENTE CORPORATIVAS – É UM DOS PAÍSES CUJA QUANTIDADE DE JUÍZES É MUITO BAIXA EM RELAÇÃO A POPULAÇÃO E NÚMERO DE PROCESSOS…AQUI ESTAGIÁRIO DENUNCIA, ESTAGIÁRIO PRESIDE INSTRUÇÃO E SERVENTUÁRIO SENTENCIA…QUANDO AS DECISÕES FOREM CORRETAS AS PARTES NÃO RECORRERÃO, SALVO A FAZENDA PÚBLICA RESPONSÁVEL POR MAIS DE 70% DOS RECURSOS QUE APORTAM NO STF 6

Cezar Peluso: ‘Somos o único País que tem quatro instâncias recursais’

Ministro critica proliferação de recursos aos tribunais superiores e diz que trabalhará por mudança na Constituição que encurte a duração dos processos

27 de dezembro de 2010 | 21h 35

 

Felipe Recondo, Mariângela Gallucci e Rui Nogueira / BRASÍLIA – O Estado de S.Paulo

Uma mudança radical no sistema de recursos judiciais está na cabeça do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cezar Peluso. Uma proposta que visa a diminuir radicalmente a impunidade, acabar com a proliferação de recursos para os tribunais superiores e encurtar a duração dos processos.

Peluso adiantou ao ministro da Justiça do governo Dilma Rousseff, José Eduardo Martins Cardozo, que trabalhará para mudar a Constituição e estabelecer que todos os processos terminem depois de julgados pelos tribunais de Justiça ou pelos tribunais regionais federais. Os recursos ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao STF serviriam apenas para tentar anular a decisão, mas, enquanto não fossem julgados, a pena seria cumprida.

“O Brasil é o único país do mundo que tem na verdade quatro instâncias recursais”, afirmou Peluso, durante entrevista ao Estado. Mas o presidente sabe que enfrentará forte resistência. “Pode escrever que isso terá a resistência dos advogados”, observou. “Pode ter certeza.”

Se o senhor tivesse que tomar duas decisões para melhorar a Justiça, quais seriam?

Não existe uma coisa só que, se fosse resolvida, solucionaria todo o problema do Judiciário. Há vários pontos de estrangulamento. A celeridade é importante, mas não a levo às últimas consequências como a coisa mais importante.

Por quê?

Primeiro porque o problema do retardamento dos processos não é uma coisa tipicamente brasileira. A Justiça tem certa ritualidade que implica tempo. O que não pode haver são esses casos absurdos de processos que passam de gerações. Mas isso envolve outro problema que é objeto de grande preocupação nossa e queremos celebrar um novo pacto republicano para resolvê-lo.

Que problema?

É o problema dos graus de instâncias recursais. O Brasil é o único país do mundo que tem, na verdade, quatro instâncias recursais. O STF funciona como quarta instância. Precisamos acabar com isso.

Como?

Uma proposta que já fiz, inclusive para o próximo ministro da Justiça, é transformar os recursos especiais (recursos para o STJ) e extraordinários (recursos para o STF) em medidas rescisórias. A decisão transita em julgado e o sujeito entra com recurso que será examinado como ação rescisória (serviria para posteriormente anular a decisão). Se tirássemos o caráter recursal – que suspende a eficácia da decisão e leva toda a matéria para ser discutida nos tribunais superiores – os tribunais decidiriam e o processo transitaria em julgado.

Qual é a consequência disso?

Isso acaba com o uso dos tribunais superiores (STJ e STF) como fator de dilação (demora) do processo. O STF não consegue julgar isso rapidamente. E mais: isso valoriza os tribunais locais. O que eles decidirem, está decidido. Acaba com o assunto.

O sr. vai encampar essa proposta?

Vou propor isso. Ainda vou deixar isso amadurecer na cabeça dos outros. Na minha, isso já está muito assentado.

Por que precisa pensar mais?

Pode escrever que isso terá a resistência dos advogados. Pode ter certeza.

Que avaliação o sr. faz de seu primeiro ano na presidência?

Foi um ano muito bom tanto para o STF quanto para o Conselho Nacional de Justiça. O mais importante: acho que nós conseguimos, no Rio de Janeiro, uma coisa inédita, um momento importantíssimo do ponto de vista da história do Judiciário brasileiro e do sistema de segurança, que foi o acordo que nos permitiu colocar órgãos jurisdicionais (como juízes, defensoria pública e Ministério Público) e extrajudiciais (como cartórios) nas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).

Mas isso vai para todas as UPPs?

Todas. A UPP vai passar a ser um centro que reunirá a polícia militar, a polícia civil, o apoio das Forças Armadas, e terá mais a presença do Judiciário. Se der certo, considero a coisa mais importante que o Judiciário fez no Brasil nos últimos 20 a 30 anos. Isso para mim já seria suficiente.

O STF ficou mal por não ter decidido o destino da Lei da Ficha Limpa?

Não acho que fique mal. Foi inevitável. A lei foi aprovada às vésperas da eleição. Ela provocou processos às vésperas da eleição e esses processos ainda não chegaram todos ao STF. O Supremo não pode fazer nada.

Por que o sr. não quis desempatar o julgamento?

Não quis usar o voto de qualidade (de desempate) porque os mesmos ministros que aprovaram a emenda regimental me dando esse poder, como estavam muito apaixonados, não queriam que eu usasse. Eu ia ter que impor uma decisão e isso realmente parecia um ato de despotismo.

O Brasil foi condenado pela Corte Interamericana de Direitos Humanos por não ter punido responsáveis por mortes na Guerrilha do Araguaia. Para o STF, os crimes estão anistiados. Como o sr. avalia isso?

Há algumas coisas que são indiscutíveis. Primeiro: a Corte Interamericana não é instância revisora do STF. Eles não têm competência nem função de rever as decisões do STF. Nossa decisão no plano interno continua tão válida quanto antes. Morreu o assunto.

Como compatibilizar as decisões?

Se o presidente da República resolver indenizar as famílias (de mortos durante a Guerrilha do Araguaia), não há problema. Mas se abrirem um processo contra qualquer um que o STF considerou anistiado, o tribunal mata o processo na hora.

O que está por trás da decisão?

Há interesses ideológicos. Cada país tem sua cultura e sua maneira de acertar as contas com o passado. Cada um sabe o que faz. Há muita pressão ideológica e de grupos pequenos. Agora, o que podemos fazer hoje? Todas as ações, penais e civis, estão prescritas.

Alega-se que foram crimes de lesa humanidade e, por isso, imprescritíveis.

A nossa Constituição, a partir de 1988, disse que não prescreve. O que ficou para trás está prescrito.

Como o sr. avalia a decisão do STF?

Eu acho que o STF deu uma decisão importante para pacificação da sociedade. Do ponto de vista dos interesses superiores da sociedade, o STF deu uma contribuição importante. As Forças Armadas poderiam se ressentir de certas coisas…

O sr. é favor do fim do foro privilegiado?

Sou a favor da redução do foro. Tem muita gente com foro privilegiado. Podia reduzir um pouco.

O sr. defende o fim das transmissões ao vivo das sessões do STF?

Eu sou adepto. Se dependesse única e exclusivamente de mim, eu tiraria. Mas não é um problema da televisão. Para mim, o sistema é que não é bom. Não porque transmitir é ruim. É porque o sistema dessa discussão pública é ruim, com ou sem TV.

Falta alguém que pacifique o plenário para evitar os bate-bocas?

Não. Falta um sistema que modifique o atual. Isso é produto do sistema. Em lugar nenhum do mundo, exceto no Brasil, no México e em alguns cantões da Suíça, a corte constitucional delibera em público.

Por que não é bom?

A deliberação em público, como ocorre no STF, não permite que a sociedade capte o pensamento da Corte como órgão unitário. Há pensamentos isolados. Segundo: o fato de estar exposto ao público e a câmeras de televisão altera natural e inapelavelmente o modo de ser das pessoas. Ninguém canta em público como canta quando está sozinho no chuveiro em casa.

Como é isso?

Eu sei que estou em público, meu comportamento muda. Se estou sendo julgado pelo público, se estou exposto, eu me altero. É da condição humana.

Não é melhor julgar em público?

Não acrescenta nada. Isso distorce. Nenhum ser humano é capaz de ser pura racionalidade e frieza. Exigir isso do STF é uma aberração. É impossível nesse sistema imaginar que alguém consiga pacificar.

Essa forma de julgar privilegia a transparência e a publicidade.

Transparência é bom? É ótimo. Publicidade é bom? É ótimo. Ao contrário, em termos absolutos, não. Nosso problema não é a publicidade, mas o excesso de publicidade. 

____________________________________________

PODER DE FOGO DO DO LOBBY DO JUDICIÁRIO

Ladainha vendida pela imprensa: HÁ RECURSOS DEMAIS!

Mentira, há recursos de menos, principalmente na esfera penal; nesta , em certos casos, privativos da defesa. 

O Brasil necessita de mais recursos, acessíveis a todos, independentemente da fortuna.

Talvez de uma 5 a. Instância recursal.

O Brasil é o único país que, de regra, o VOTO VENCIDO é o mais brilhante e acertado. Aliás, raramente transcrito e disponível para consulta.

Diga-se de passagem, apreendi tal observação do Dr. Manoel Blás Rodrigues, grande advogado Vicentino, que, há 27 anos, nos concedeu a honra de estagiar em seu escritório.   Confesso que, na ocasião, nem sequer ouvira antes falar acerca do Sr. Embargos Infringentes. Mas, desde então,  fiquei impregnado de desconfiança por votações unânimes; firmando preconceito no sentido de que acórdão unânime de Tribunal e decisão unânime do Conselho da Polícia Civil, “mutatis mutandis”, significa, na prática, referendação reverencial ao Relator. Quando soube de caso na Justiça Paulista de que determinado Desembargador teria declarado que, embora discordasse da posição dos dois pares, acompanharia seus votos para não propiciar recurso da parte vencida, fiquei ainda mais desconfiado de que ordinariamente não se dá a devida atenção e respeito às pessoas envolvidas.

Também é o único país que louva revolucionárias decisões dos Tribunais, especialmente do STF, esquecendo que o verdadeiro estudo e trabalho em busca de uma solução jurídica mais correta é feito  pelos advogados. 

Remate: país onde, não raramente, Juiz é pilhado vendendo sentença, a conseqüência só poderia ser inconformismo generalizado.

O perdedor de má-fé, endinheirado, recorre buscando lugar e momento oportuno para a compra da decisão que lhe interessa. 

O perdedor de boa-fé, a parte mais frágil, recorre pelo sentimento de que seu direito não foi reconhecido porque o Juiz se vendeu à parte contrária.

A Fazenda recorre sempre, porque não suporta ônus pela chicana. A Fazenda quando perde a causa e recursos paga à parte contrária irrisória verba honorária, praticamente “de inglês ver”.

Quando ganha, não sei por que razão, seus honorários são arbitrados em geral no patamar mais elevado, usuais vinte por cento do valor da causa devidademente acrescido monetariamente.

O Judiciário deveria, antes,  preocupar-se em conter o emprego desleal de recursos. Aliás, emprego  esse que o cidadão comum e o infrator comum (pobres) não fazem uso.

Por outro lado, caso os Juízes soubessem viver com pouco mais da  metade dos atuais subsídios, a quantidade de cargos , há muito, seria o dobro da atual; assim, ninguém reclamaria de excessiva carga de trabalho e não haveria motivos para morosidade…

Salvo vagabundagem.

Menos ( Julgadores ) é mais ( dinheiro ).

E como as lógicas da vaidade e egoísmo  ditam que uma vez atingido determinado “status”  o ser humano não o quer vulgarizado, o acesso a determinados cargos,  por aprovação em concurso,  acabou ganhando ares de santificação. O candidato deve revelar qualidades transcendentais, uma quase genialidade. Dotes divinais.

Noutros termos: agora que  entrei não quero que outros concursos sejam abertos.

Assim a velha conversa: NÃO HÁ CANDITADOS QUALIFICADOS EM NÚMERO SUFICIENTE PARA PREENCHIMENTO DAS VAGAS EXISTENTES…

PELO QUE NÃO SE JUSTIFICARIA A CRIAÇÃO DE NOVOS CARGOS…

Mais: nem sequer há bacharéis com qualificação suficiente para os cargos de Delegado  (já que Delegado por melhor que seja será sempre um titica) 

Podam-se e Punto!  

Termino com uma impressão pessoal ofensivamente generalizadora: A LOCOMOTIVA DO BRASIL É O ESTADO QUE SE REVELA MAIS ATRASADO NA FORMAÇÃO, OPERACIONALIZAÇÃO E PENSAMENTO.

As causas  primordiais desse atraso não estão nas numerosas  “pouco competitivas” faculdades paulistas, estão nas prateleiras das mais renomadas EDITORAS E LIVRARIAS DO RAMO (paulistas, também).

Será influência de nossa vocação industrial? 

O ESTUPRADOR DA ILHA PORCHAT: FORAGIDO E PROCURADO AUTOR DE CENTENAS DE ESTUPROS EM SANTOS O AGROPECUARISTA E PROPRIETÁRIO DE ANTIGO FRIGORIFICO DE SANTOS: JERONIMO IZUBARA BARBOZA 23

Condenado e processado por estupros em série, iniciada  no final da década dos anos 1970,  até que fosse preso no final da década de 1980, o  único filho de uma rica empresária e fazendeira levava uma vida bastante confortável e aparentemente acima de quaisquer suspeitas.

Para os conhecidos era um rapaz trabalhador, pois aparentemente administrava diversos estabelecimentos frigorificos da família. Era pacato, namorou desde adolescente, depois  noivou e casou com uma moça inteligente. Ela que se formou-se em Direito, ingressou na OAB e prestou concurso para procuradora de município, desconhecia o outro lado daquele que escolhera como pai de seus filhos.

O lado sombrio.

( próximos capítulos com ajuda dos leitores )

Dados do Processo
Processo:
0012308-26.1990.8.26.0000 (993.90.012308-4)
Classe:
Apelação (0012308-26.1990.8.26.0000)
 
Área: Criminal
Assunto:
DIREITO PENAL – Crimes contra os Costumes – Atentado Violento ao Pudor
Origem:
Comarca de Santos / Fórum de Santos / 3ª. Vara Criminal
Números de origem:
1197/1989
Distribuição:
(Processo não distribuído)
Volume / Apenso:
3 / 1
Outros números:
00094685.3/9-0000-000, 1197/1989, 993.90.012308-4
Apensos / Vinculados
Não há processos apensos ou vinculados para este processo.
Números de 1ª Instância
Não há números de 1ª instância para este processo.
Exibindo todas as partes.   >>Exibir somente as partes principais. //
Partes do Processo
Apelante:  Geronimo Izubara Barbosa
Advogado: Nilo Entholzer Ferreira 
Advogado: Alecio Jaruche 
Apelado:  Justiça Publica
Apelante:  Geronimo Izubara Barbosa
Advogado: Nilo Entholzer Ferreira 
Advogado: Alecio Jaruche 
Apelado:  Justiça Publica
Parte:  Assistente do Ministerio Publico
Advogado: Luiz Fernando Elbel 
Advogado: Heloisa de Sousa Moreira 

 

18/12/1990   Observações Diversas
“POR V.U., REPELIRAM A MATERIA PRELIMINAR E, NO MERITO, POR MAIORIA DE VOTOS, DERAM PROVIMENTO PARCIAL A APELAÇÃO PARA REDUZIR AS PENAS A 6 ANOS E 8 MESES DE RECLUSÃO,EM REGIME FECHADO, VENCIDO O DESEMBARGADOR RELATOR, QUE REDUZIU AS SANÇÕES A 5 ANOS, 7 MESES E 15 DIAS, TAMBEM, EM REGIME FECHADO”.

roberto conde guerra

30/12/2010 em 14:22

Ah, para casais ou moças desavisadas, ainda continua um ótimo recanto para, de assalto, sofrer estupro. Entre os mais famosos estupradores que fizeram a triste história do local lembramos daquele que foi o terror dos anos 80, o tal Jerônimo, rico proprietário de uma antiga casa de carnes em Santos, acho que se chamava Carnes Cruzeiro ou Frigorifico Cruzeiro. Tinha Mercedes, MP Lafer, Passat Dacon, Diplomata, Camioneta, atacava, empregando armas de fogo,  cada dia com  carro diferente. Por vezes se escondia, no meio da vegetação,  na descida da Ilha, na primeira curva quem sai do Juá, dominando aquelas que, na época, encerravam a balada mais cedo retornando a pé e desacompanhadas.  Quando não as subjugava no mato, arrastava para o veículo estrategicamente estacionado. O bandido acabou reconhecido e preso. Já condenado , por meio de um ofício do Juiz de Execuções de Santos acabou transferido da Penitenciária de São Vicente para a Cadeia Pública de Praia Grande, lá passando a dividir suíte com o filho da ex- Tabeliã de Registro de Imóveis de Praia Grande, o qual inconformado com a perda do cartório para um rapaz que se submeteu a concurso, dirigindo-se para a cidade do interior onde o moço residia pura e simplesmente o matou com a finalidade de manter a mina de ouro por mais alguns anos. O tal açougueiro Jerônimo, depois de algum tempo, deixou a cadeia pela porta da frente e, aparentemente, conseguiu permanecer impune, posto deva ter ocorrido a prescrição faz tempo. Contrataram diversos e excelentes advogados, o saudoso Valter de Carvalho, inclusive. A infeliz da esposa desse celerado era advogada e procuradora da prefeitura de Praia Grande, enquanto ela cumpria períodos de gestação e amamentação, ele estuprava, no mínimo, uma moça por semana. A explicação familiar, por ele inventada,  seria um distúrbio qualquer decorrente da gravidez da esposa. Explicação familiar de quem não poderia negar os crimes;  de tão evidente a culpa, em vez de defesa,   passaram a fazer composições monetárias , na ordem de 50.000 dólares ( na época era dinheiro ) com diversas ofendidas, a maioria menores, pobres,  representada pelos pais.  O playpoy agia em diversos locais das cidades de Santos e São Vicente,  onde residia em luxuoso condomínio.  Escolhia moças ou adolescentes franzinas; depois de casado  gostava de atacar em dias chuvosos nas cercanias  de escolas.   Nunca vi nada mais escroto, bancado pela mãe do pobre rapaz que, há 25 anos, morava em cobertura e mantinha seis carros de luxo na garagem.

A tara , ou seja, o incontrolável impulso de subjugar mulheres, por trás, não tem como fundo o fantasioso stress pela gravidez da esposa. Se há causa de fundo psíquico, essa está relacionada ao seguinte: 

A mãe seria  devassa que traía o esposo, praticando sexo anal com outrem sob alcance das vistas do filho…

Foi o que disseram,  boas e más línguas.

Polícia Civil distribui cartilha com orientações à população 10

Polícia Civil distribui cartilha com orientações à população

Material foi idealizado para complementar ações da Operação Verão

Cada vez mais cedo crianças e adolescentes têm acesso à internet. E o uso indiscriminado desta rede social, assim como a negligência de alguns pais quanto aos assuntos e páginas acessadas, facilita a ação de criminosos que usam a rede como ferramenta. Outros crimes como a violência doméstica, a exploração sexual e o tráfico de pessoas também estão ficando mais comuns.

 

A preocupação com o aumento de crimes desses tipos, fez com que policiais civis do Departamento de Polícia Judiciária do Interior 1 (Deinter 1), da região de São José dos Campos, elaborassem uma cartilha sobre os cuidados e atitudes que as pessoas devem ter em relação à pedofilia, à violência doméstica, à exploração sexual e ao tráfico de pessoas. As cartilhas serão distribuídas para a população e poderão ser adquiridas em tendas da Polícia Civil, montadas em diversas localidades do litoral norte de São Paulo. A distribuição faz parte da Operação Verão.

 

A cartilha “Diga Não” foi idealizada com o objetivo de complementar a operação com informações relevantes que possam ajudar pais e familiares a evitar que filhos e parentes caiam em golpes dessas modalidades criminosas. Além de orientar sobre as providências que devem ser tomadas caso alguém caia em algum desses golpes. O material é gratuito e a principal finalidade é conscientização.

 

A cartilha começa é distribuída em tendas da Polícia Civil e também em pontos estratégicos da região do Deinter 1, que abrange os municípios de: Aparecida, Ilhabela, Redenção da Serra, Arapeí, Jacareí, Roseira, Areias, Jambeiro, Santa Branca, Bananal, Lagoinha, Santo Antônio do Pinhal, Caçapava, Lavrinhas, São Bento do Sapucaí, Cachoeira Paulista, Lorena, São José do Barreiro, Campos do Jordão, Monteiro Lobato, São José dos Campos, Canas, Natividade da Serra, São Luís do Paraitinga, Caraguatatuba, Paraibuna, São Sebastião, Cruzeiro, Pindamonhangaba, Silveiras, Cunha, Piquete, Taubaté, Guaratinguetá, Potim, Tremembé, Igaratá, Queluz e Ubatuba.

 

O material foi feito a partir de uma parceria do Governo do Estado, da Polícia Civil, de uma empresa de caldeiraria e usinagem e de um clube de São José dos Campos. A distribuição é gratuita

Pela 24° vez consecutiva, o delegado da Polícia Civil de Barretos, Edson Winning, de 49 anos, irá participar da Corrida Internacional de São Silvestre 7

Delegado representará Barretos na 86ª São Silvestre

Postado por: Redação – JBR em 30 de dezembro de 2010 @ 10:24 em Notícias 

Pela 24° vez consecutiva, o delegado da Polícia Civil de Barretos, Edson Winning, de 49 anos, irá participar da Corrida Internacional de São Silvestre, que acontece em São Paulo, no dia 31, às 17h.

A paixão pelo esporte começou devido a problemas de saúde, o delegado sofre de asma e bronquite e contou que após os treinamentos as crises se tornaram cada vez mais raras.

Durante o treino deste ano, Edson participou da Maratona de São Paulo, em Maio, na categoria 25 km, fez o trajeto Bebedouro – Barretos (aproximadamente 40 km) a pé, alternando corrida e caminhada e terminou na terça-feira, a sequência de corridas, que alterna percursos de 10 e 15 km. Ele conta também que, nas últimas participações na São Silvestre, concluiu os 15 km do percurso em aproximadamente 1h e 35min.

No ano que vem o delegado faz 50 anos e tem a intenção de comemorar a nova idade completando os 42 km da Maratona de São Paulo, no dia 19 de maio.

Edson viaja para a capital do estado na manhã de hoje para retirar o kit de participação no evento.

A corrida

Depois de assistir a uma corrida em Paris, onde os competidores carregavam tochas de fogo, em 1924, o jornalista Cásper Líbero se inspirou e trouxe o projeto para São Paulo.

À meia-noite de 31 de dezembro daquele mesmo ano foi disputada a primeira São Silvestre, que homenageia o Santo do dia.

Em 1975 foi instituída a primeira competição feminina, que foi realizada em conjunto com a masculina, mas com a classificação separada.

Em 1991, o percurso foi ampliado para 15 mil metros, atendendo às especificações da Associação Internacional das Fedeações de Atletismo (IAAF) para poder integrar o calendário de provas de rua. E tornou-se internacional a partir de 1945

RICARDO, A INFORMAÇÃO ERA UMA GALHOFA MANIFESTA…SÓ AGORA PERCEBI A ZOMBARIA…FONTE: DRA MARILDA “PENSONATO”, ALUSIVAMENTE A ADPESP SER A PENSÃO DA Dra. MARILDA…SOU UMA BESTA! 58

Enviado em 29/12/2010 às 16:46 – RICARDO MAURÍCIO

Não vejo grandes problemas no equívoco da informação. O importante é que foi corrigida a notícia a tempo e ninguém aparecerá no dia 1º.
Mas eu já imaginava… seria quase impossível a ADPESP liderar uma manifestação dessas. Depois que a Dra Marilda dividiu o bacalhau com o Pinto ela passou a ser bem mais feliz e vai pensar vinte vezes antes de atacar o Governo. Ela não apareceu nem pra desmentir… foi preciso o Dr. Melão desfazer o mal entendido.

———————————————

Enviado em 27/12/2010 às 17:50 – JOW

ATENÇÃO GUERRA !! FAVOR POSTAR NA PÁGINA PRINCIPAL DO FLIT.

TODAS AS ENTIDADES DE CLASSE JÁ SE PRONUNCIARAM E HAVERÁ UMA MEGA MANIFESTAÇÃO DOS POLICIAIS CIVIS E FAMILIARES PARA MARCAR O INÍCIO DA NOVA CAMPANHA SALARIAL DOS POLICIAIS CIVIS ANO 2011. O EVENTO SERÁ PATROCINADO PELO GRUPO DELPOL PC E ASSOCIAÇÃO DOS DELEGADOS DE POLÍCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO. QUEM É DIGNO E NECESSITA DE SALÁRIO DEVE COMPARECER ÀS 10 HORAS DO DIA PRIMEIRO DE JANEIRO NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA. FONTE: DRA. MARILDA PENSONATO (ADPESP).

Confira o roteiro da cerimônia de posse do governador Alckmin

Solenidade começa às 10h de sábado (1º) na Assembleia Legislativa.

Transmissão de cargo ocorre logo depois no Palácio dos Bandeirantes.

http://g1.globo.com/politica/noticia/2010/12/confira-o-roteiro-da-cerimonia-de-posse-do-governador-alckmin.html

_______________________________

É  MARILDA PANSONATO PINHEIRO…

Lhes devo e peço desculpas. Tomei por séria uma inteligente galhofada do JOW. 

Aliás, tal como o seu anúncio, meses atrás, do Hallage como novo DGP.

CAVEIRA INDIGNADO…CHAMA O BOPE!…NÃO, CHAMEM O BELO! 11

Enviado em 29/12/2010 às 14:45 – CAVEIRA INDIGNADO

CEL PM MARIO SERGIO FAMOSO CAVEIRA 37, AMIGO INTIMO DO MAJOR CHAGAS E CAPITÃO MAIA, E DE QUEBRA O CABO CABRAL DO BOPE, ESTE JA FOI FILMADO PEGANDO ARREGO DAS ROCINHA PARA OFICIAS DA TROPA DE ELITE.
QUE DIGA-SE DE PASSAGEM VIROU MAQUINA DE FAZER DINHEIRO, ATÉ DAMA DO CRIME (VIVIANE ARAUJO) EX-BELO FOI FOTOGRAFADA EM POSES SENSUAIS NO INTERIOR DA UNIDADE DOS CAVEIRAS.
SÓ FALTA MARIO SERGIO NOMEAR O BELO COMO COMANDANTE DO BOPE,AI O FAMOSO VAI CHEIRAR TODAS E DIZER PARA OS PMS BABACAS QUE FICAM POSANDO EM FOTO AO LADO DE AMANTE DE BANDIDO:
– O COMANDO É MEU, A RESPONSABILIDAE É MINHA , E PEDE PRA SAIR!

FLEURY: TROFÉU DO SR. SECRETARIO I 50

———- Mensagem encaminhada ———-
De: paulo sergio oppido fleury Data: 29 de dezembro de 2010 12:40
Assunto: FLEURY
Para: dipol@flitparalisante.com

Caro Dr Conde Guerra,

TROFÉU DO SR. SECRETARIO I

Como previ a 30 dias atrás o Sr. Secretario em conlui com o Gaeco de
guarulhos( Embora os fatos tenham ocorrido em Santo Andre),iniciou um
PIC ( procedimento de investigação criminal) com a finalidade de
investigar a máfia dos caça niqueis,e de repente o alvo virou o ex
sócio,o ex-delegado Paulo Fleury,claro que através de uma carta
anónima( eles aprenderam com a gente).É incrível o poder de
manipulação da verdade que este Sr.Secretario possui,ao manipular o MP
através da amizade que goza com aqueles promotores,bem como os jornais
que são obrigados a fazerem matérias editadas pela assessoria de
imprensa do Sr.secretario,pois as verbas publicitarias falam mais
alto.
Quanto aos graves fatos divulgadas pela Folha,tenho a afirmar que são
totalmente mentirosos quanto a minha pessoa.
O sr Secretario fez de tudo para me envolver neste caso,assim usando
de algumas coincidências,como  o envolvimento de um ex-sócio de uma
Empresa de assessoria de 2003,como a investigação de um roubo de armas
investigado licitamente através de um inquérito no Denarc,e de uma
suposta pesquisa da prodesp feita por um dos 300 policiais do Denarc,e
de repente virei alvo central das investigações,nominado como
agenciador  de PMs e ex-Pms.Só na imaginação de um louco como este Sr.
Secretario e seus amigos  do MP.
O meu nome e do meu Pai sempre serviram de escada para a fama de nosso inimigos.
O objetivo claro é me colocar contra a Policia. Deixo claro que esta
bronca não é minha,não vou admitir estas imputações mentirosas.
Já estou calejado,depois de aguentar a Ivana por 10 anos no meu pé,não
é um secretariozinho que vai me derrubar.

 

CONTRA INFORMAÇÃO: “NÃO PARTIU DO SINDPESP E TÃO POUCO DA ADPESP (FALEI COM A Dra MARILDA POR TELEFONE) ESTA SUPOSTA CONVOCAÇÃO PARA CONCENTRAÇÃO OU MANIFESTAÇÃO NA ALESP NO DIA 1º DE JANEIRO AS 10h00; nem tampouco do DELPOL-PC”…( “JOW, VOCÊ QUER VER O PINTO ENTRAR EM MIM, NÉ? ) 62

CARO AMIGO GUERRA: FAVOR PUBLICAR EM SEU BLOG COM URGÊNCIA.
Abs
Décio ®
EM RAZÃO DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E CONTRA-INFORMAÇÕES QUE CIRCULAM NO MEIO POLICIAL CIVIL, O SINDICATO DOS DELEGADOS DE POLÍCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO – SINDPESP – INFORMA O QUANTO SEGUE:
1º – NÃO PARTIU DO SINDPESP E TÃO POUCO DA ADPESP (FALEI COM A Dra MARILDA POR TELEFONE) ESTA SUPOSTA CONVOCAÇÃO PARA CONCENTRAÇÃO OU MANIFESTAÇÃO NA ALESP NO DIA 1º DE JANEIRO AS 10h00; nem tampouco do DELPOL-PC.
2º – TOMAMOS A CAUTELA E FIZEMOS DIVERSAS BUSCAS NOS “SITES” DE OUTRAS ENTIDADES POLICIAIS (A MAIORIA ESTÁ EM RECESSO DESDE O DIA 17/12) E, TAMBÉM NÃO ENCONTRAMOS NADA A RESPEITO;
3º –  LOGO, ACREDITAMOS QUE ESTÃO PLANTANDO INFORMAÇÕES PARA NOS DESESTABILIZAR, SOMOS POLICIAIS E DEVEMOS VERIFICAR AS INFORMAÇÕES, PRINCIPALMENTE QUANTO A SITUAÇÕES QUE POSSAM POR EM RISCO O NOSSO MOVIMENTO;
4º – NÃO ESTAMOS PARADOS, ENTRETANTO, ACREDITAMOS QUE QUALQUER MANIFESTAÇÃO DESTA MAGNITUDE, SEM QUE HAJA PLANEJAMENTO, ESTUDO ESTRATÉGICO, TRABALHO DE INTELIGÊNCIA, ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO, ESTARÁ FADADO A NÃO VINGAR, OU PIOR, PODERÁ SER USADO CONTRA NÓS;
5º – INFORMAÇÕES SOBRE QUALQUER MOVIMENTO DA CLASSE DEVERÁ, NECESSARIAMENTE, SER CONDUZIDO E DIVULGADO PELAS NOSSAS ENTIDADES DE CLASSE (ADPESP, SINDPESP E ENTIDADES DE CLASSE DAS DEMAIS CARREIRAS), AS QUAIS UTILIZARÃO OS DIVERSOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO PARA DAR PLENO CONHECIMENTO A TODOS;
6º – OS “SITES” DO SINDPESP E DA ADPESP ESTÃO SENDO ATUALIZADOS NA MEDIDA DO POSSÍVEL, MAS, COMO JÁ É DO CONHECIMENTO, NÃO EXISTE NENHUMA CONVOCAÇÃO PARA ESTA MANIFESTAÇÃO NA ALESP.
ASSIM, ALERTAMOS A TODOS QUE TOMEM CUIDADO COM AS INFORMAÇÕES E CONTRA-INFORMAÇÕES, E ANTES DE DIVULGAR QUALQUER NOTÍCIA, SE FAZ NECESSÁRIO CONFIRMAR A FONTE E SUA VERACIDADE, PRINCIPALMENTE SE ESTIVEREM ENVOLVENDO A ADPESP E/OU SINDPESP E DEMAIS ENTIDADES REPRESENTATIVAS, E, EM CASO DE DÚVIDAS CONSULTEM OS RESPECTIVOS  “SITES”.
ABS.
GEORGE MELÃO

TÁ NA FOLHA: POSSE DE ALCKMIN DEVE CONTAR COM PROTESTO DE POLICIAIS 13

Enviado em 29/12/2010 às 12:40 – TÁ NA FOLHA

PAINEL: POSSE DE ALCKMIN DEVE CONTAR COM PROTESTO DE POLICIAIS

DE SÃO PAULO
O calendário de protestos no novo governo Geraldo Alckmin (PSDB) em
São Paulo tem tudo para ser inaugurado já no dia da posse, informa o
“Painel” da FOLHA, editado por RENATA LO PRETE (íntegra
[2]disponível para assinantes do jornal e do UOL).

Policiais civis e militares prometem concentração em frente à
Assembleia paulista para acompanhar o deslocamento do governador
eleito ao Bandeirantes.

A categoria cobra reajuste salarial em 2011.

Na Secretaria de Segurança Pública, Alckmin manteve Antonio
Ferreira Pinto.

Ex-capitão da PM, Ferreira Pinto teve a seu favor a baixa dos
índices de criminalidade no Estado. Uma sobrevida no novo governo,
contudo, já esteve a perigo.

Nos bastidores, o atual titular da Segurança causou mal-estar ao
advogar, via imprensa, por sua continuidade no cargo.

A atitude teria irritado Alckmin. Em particular, o noticiário de
que haveria um lobby para tirar Ferreira Pinto da Segurança, por
intensificar investigações contra policiais desde sua entrada na
pasta, em março de 2009.

Aliados do governador eleito se convenceram de que o próprio
secretário alimentou essa versão.
As divergências entre Ferreira Pinto e o novo governo já foram
superadas.

Leia a coluna completa na FOLHA [3]desta quarta-feira, que já está
nas bancas.

Panelaço

 O calendário de protestos no novo governo Alckmin tem tudo para ser inaugurado já no dia da posse. Policiais civis e militares prometem concentração em frente à Assembleia para acompanhar o deslocamento do governador eleito ao Bandeirantes. A categoria cobra reajuste salarial em 2011.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/po2912201001.htm

Paulo Fleury também é suspeito de matar o John Lennon; ele diz que é vítima de perseguição e que tem gente que até investiga se foi sócio do Bin Laden…Confessa aê Paulinho…Tu matou a Joana D’Arc 10

29/12/2010

Ex-policiais suspeitos de matar por encomenda

Folha de S.Paulo

Um grupo de cerca de dez ex-policiais militares e civis de São Paulo é investigado sob a suspeita de cometer assassinatos encomendados a um custo que variava de R$ 30 mil a R$ 50 mil por trabalho. 

O Ministério Público Estadual diz acreditar que os crimes estejam ligados a jogos de azar, como bingos, caça-níqueis e o jogo do bicho. As vítimas seriam tanto policiais e ex-policiais que combatiam a prática ilegal como os que participavam dos esquemas.

A investigação diz que os suspeitos são chefiados pelo ex-PM Luiz Roberto Martins Gavião, 49 anos.

Nos anos 90, Gavião foi sócio em uma empresa de segurança particular do ex-delegado Paulo Sérgio Óppido Fleury, demitido da polícia paulista em junho por irregularidades administrativas. Fleury é suspeito de ser agenciador dos crimes do grupo.

Foi por meio dessa empresa que Gavião e Fleury contrataram, para atuar como segurança, o então PM Jairo Ramos dos Santos, 40 anos, suspeito de ser o executor das mortes por encomenda.

Jairo dos Santos saiu da PM nos anos 90 –foi preso usando nome falso num hospital de SP em abril deste ano após ser baleado em um tiroteio com o policial civil Douglas Noaldo Yamashita, 29 anos.

O Gaeco diz ter recolhido evidências contra o grupo ao apurar o roubo de 119 armas de um centro de treinamento de tiros particular de Ribeirão Pires (Grande SP), em 2009.

À polícia Jairo dos Santos confessou a morte de oito pessoas –três policiais civis e empresários. Ao investigar as mortes, os promotores descobriram que, em seis de oito assassinatos do qual o grupo é suspeito, foi usada a mesma arma, um fuzil calibre.223.

O fuzil que Jairo dos Santos teria usado para matar os policiais civis Ramiro Diniz Júnior, em agosto de 2009, e José Carlos dos Santos, em março de 2009, foi utilizado na morte de quatro PMs na Grande São Paulo.

Os dois policiais civis, além de Yamashita, ajudavam na investigação do roubo do arsenal, ocorrido em 5 de março de 2009. O roubo foi investigado por Fleury, na época no Denarc (departamento de narcóticos). Ele acusou o ex-PM Wellington Gonçalves Torquato, 38 anos, pelo crime. Este foi assassinado no dia 31 de março –sua morte ainda não está esclarecida.

29/12/2010

Ex-delegado diz que não tem vínculos

Folha de S.Paulo

O ex-delegado Paulo Fleury negou vínculos com o grupo investigado. Ele se diz “vítima de perseguição” por parte de pessoas que não querem seu retorno à polícia –ele tenta na Justiça reaver o cargo.

“Nos próximos dias vou impetrar um habeas corpus para acabar com essa investigação. Não há elementos que me liguem a nenhum crime investigado pelo Ministério Público”, disse.

Sobre a relação com o ex-PM Luiz Roberto Martins Gavião, de quem foi sócio em uma empresa de segurança, disse: “Ele [Gavião] foi meu ‘brother’. Hoje não é mais. Falo com ele uma ou duas vezes por ano. Não tenho nada com os problemas dele”.

Fleury diz que nenhum dos ex-PMs investigados trabalhou na sua empresa de segurança privada.

Vahan Kechichian Neto, advogado de Jairo dos Santos, não quis se manifestar. O ex-PM Luiz Gavião e seu advogado não foram localizados pela reportagem.

A Polícia Militar não atendeu ao pedido de entrevista com demais PMs suspeitos.

___________________________

Horra, desse jeito  irão desenterrar tudo que é defunto da época que tu ainda andava de patinete e meter na tua conta!  

Um melhor 2011 para o Fleury.

ESCRIVÃS DO 2ª DP DE MOGI CANSADAS DA “ONDA DE SUPERIOR” COMPARECEM AO GAECO CUMPRINDO O DEVER LEGAL DE NOTICIAR EVENTUAIS IMPROBIDADES E PREVARICAÇÃO…POR SUA VEZ O JORNAL PARECE SER BOCA CANINA DA ADMINISTRAÇÃO LOCAL, PRENUNCIANDO PUNIÇÃO ÀS “AMOTINADAS” 71

A boa-fé  de quem se sujeita às consequências legais de comparecer perante autoridade pública levando a notícia de irregularidades é juridicamente presumida.

Inexiste a obrigação , por parte do policial, de esgotar as instâncias administrativas para que possa buscar abrigo junto ao Judiciário ou Ministério Público, especialmente quando os reclamos podem alcançar os “comandantes” ( denominação empregada pelo jornalista ).

A Polícia é como uma grande família; como toda grande família possui os irmãos vagabundos sempre  protegidos pelos pais em detrimento dos filhos trabalhadores.

De qualquer forma a representação das funcionárias fez surtir efeitos: DE AGORA EM DIANTE A LEI ORGÃNICA SERÁ CUMPRIDA E TODOS TRABALHARÃO DIARIAMENTE.

Por fim,  em  reunião coletiva,  pedir aos subordinados que “coloquem no papel alguma reclamação”   é ingenuidade.

Ou uma grande ONDA SUPERIOR!

ALCKMIN QUER QUE O ERÁRIO FIQUE LIVRE DE MANTER AVIÃO DO SERRA 15

Enviado em 28/12/2010 às 19:08 – SANTOS

28/12/2010 – 08h39
Alckmin vai colocar à venda avião usado por Serra no governo de SP
CATIA SEABRA
DANIELA LIMA
DE SÃO PAULO

Em mais uma demonstração de discordância com o modelo do antecessor José Serra (PSDB), o governador eleito de São Paulo, Geraldo Alckmin, vai colocar à venda o avião do Estado.

O jato chegou a ser vendido em 2006, último ano do governo Alckmin, no processo de privatização da Cteep (Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista).

Serra, assim que eleito, determinou a anulação da venda da aeronave.

Depois de duas tentativas de venda em leilão, o jato foi incorporado ao patrimônio da Cteep, privatizada em junho de 2006.

Eleito naquele ano, Serra pediu que o avião fosse devolvido ao Estado, oferecendo em troca uma linha de transmissão que interessava à compradora da Cteep.

Agora, Alckmin retomou o plano de venda, por considerar “mais econômico” alugar um jato quando necessário.

SECRETARIADO

Outra polêmica que cerca o novo governo é a possibilidade de Alckmin não fechar o secretariado até a posse, no dia 1º. Pelo menos oito pastas ainda estão em aberto.

O tucano já havia sinalizado nesse sentido e a dificuldade em negociar com siglas aliadas reforçou a hipótese. Em conversa informal no início do mês, Alckmin citou o primeiro governo do presidente Lula. “Ele só fechou os ministérios em abril”, disse.