GRUPO DELPOL-PC: O “COLEGA” ( o pulha, covarde, traidor e lambedor de bagos ) QUE ESPIONA E CAGUETA PARA CONSELHEIRO DA PC MERECE SER FUZILADO…NÃO SEI O NOME DO VERME, MAS RENDO-LHE PÚBLICA HOMENAGEM: “delegadinho (a) de merda; concebido (a ) na Zona” …POR CAUSA DESSA ESCUMALHA POLICIAIS EM GERAL AINDA SÃO OBRIGADOS A EMPREGAR O ANONIMATO PARA EXPOR SEUS SENTIMENTOS; SUAS OPINIÕES E SUAS VERDADES…NESTOR, VOCÊ ESTAVA CERTO: “SOMOS ESCÓRIA”! 45

Date: Sat, 8 Jan 2011 02:21:42 -0800
> > Subject: [DELEGADOS] Re: REPENSANDO MINHA PARTICIPAÇÃO NO GRUPO
> > From: l.com
> > To: delpol—pc@googlegroups.com
>
> > CARO  ( nome suprimido )
>
> > SINTO A MESMA COISA.
>
> > EU DISSE EM OUTRA POSTAGEM QUE DIANTE DA FALTA DE APOIO AO ABAIXO
> > ASSINADO, ESTAMOS NUM GRUPO QUE NÃO NOS PERTENCE MAIS…
>
> > DISSE QUE TALVEZ SERIA NECESSÁRIO A CRIAÇÃO DE NOVO GRUPO, EIS QUE
> > AQUI ENTRARAM “COLEGAS” QUE NÃO ESTÃO IMBUÍDOS DOS MESMOS IDEAIS QUE
> > DERAM AZO Á CRIAÇÃO DO PRÓPRIO GRUPO.
>
> > NA MINHA OPINIÃO, O DELPOL PC CRESCEU E MUDOU DE CARA.
>
> > SINTO QUE ESTAMOS SOZINHOS EM MEIO A MIL COLOGAS.
>
> > REPRESENTAMOS UM PEQUENO PERCENTUAL DE 1% QUE SE DISPÕES A LUTAR,
> > COLOCANDO O NOSSO NA RETA…DESCULPE O TERMO, MAIS É LITERALMENTE ISSO
> > QUE ESTAMOS FAZENDO DESDE QUE RESOLVEMOS LUTAR POR DIGNIDADE PARA
> > NOSSA CARREIRA DE DELEGADO.
>
> > O QUE ESTAMOS COLHENDO?
>
> > O QUE COLHEMOS?
>
> > O QUE COLHEREMOS?
>
> > NEM O APOIO DOS INTEGRANTES, AO MENOS DA MAIORIA, ESTAMOS CONSEGUINDO.
>
> > É TRISTE. NÃO TEMOS MAIS CONDIÇÕES DE NOS MANIFESTAR COM TRANQUILIDADE
> > NESSE ESPAÇO.
>
> > ESTAMOS SENDO ASSADOS OU FRITOS E NEM ESTAMOS PERCEBENDO ISSO. AINDA
> > MAIS PELO FUTURO QUE SE ANUNCIA COM AS MUDANÇAS EM CURSO NO COMANDO.
>
> > SENDO ASSIM, APROVEITO A OPORTUNIDADE PARA INDAGAR NOSSO QUERIDO
> > DÉCIO: QUANTO A ISSO CARO DÉCIO, O QUE VC PODE FAZER?
>
> > QUANTO ÀS OFENSAS, VC AGIU E AGORA?
>
> > ESTE FATO É BEM MAIS GRAVE!
>
> > SINTO QUE OU O GRUPO PRECISA PASSAR POR REFORMA, TAL QUAL A NOSSA
> > INSTITUIÇÃO, HAVENDO UM EXPURGO OU TEMOS QUE SAIR, INFELIZMENTE.
>
> > O COLEGA QUE DESABAFOU USANDO TERMOS INADEQUADOS, NÃO DISSE O NOME DE
> > NINGUÉM E O CONSELHO NÃO TEM HONRRA SUBJETIVA. PORTANTO, ELE NADA
> > COMETEU, APENAS SE EXPRESSOU LIVREMENTE.
>
> > MAS O COLEGA QUE ESPIONOU E CAGUETOU-O, FEZ O QUE?
>
> > NÃO MERECE UMA REPRIMENDA?
>
> > NEM COM ISSO A MAIORIA DO GRUPO SE IMPORTA, AO CONTRÁRIO, QUE PENSO
> > QUE O SILÊNCIO É UM SINAL DE APOIO AO ATO COVARDE, TRAIDOR E ILEGAL.
>
> > É UM ABSURDO, NÃO É?
>
> > REALMENTE, ESTOU ACOMPANHANDO VC.
>
> > ABS.
>
> > >
> > On Jan 8, 5:24 am, ………… wrote:
> > > *COLEGAS
>
> > > HÁ POUCOS DIAS O COLEGA DÉCIO APRESENTOU UMA PROPOSTA PARA QUE UM FREIO
> > > FOSSE COLOCADO EM MANIFESTAÇÕES MAIS AGRESSIVAS DE COMPONENTES DO DELPOL-PC,
> > > PROPOSTA ESSA QUE FOI ALVO DE OBSERVAÇÕES DOS MAIS VARIADOS TIPOS E
> > > CONSIDERAÇÕES DE TODA ESPÉCIE.
>
> > > O OBJETIVO DESTA POSTAGEM NÃO É DISCUTIR OS MÉRITOS OU CONCLUSÕES DAQUELA
> > > PROPOSTA, MAS, ISSO SIM, LEMBRAR QUE UM DOS FATOS MAIS DISCUTIDOS FOI SE A
> > > MAIORIA SILENCIOSA, COM ESSE SILÊNCIO, CONCORDAVA IMPLICITAMENTE COM O TEMA,
> > > SITUAÇÃO ESSA CONFIRMADA PELOS (POUCOS) MANIFESTANTES.
>
> > > MUITO BEM.
>
> > > SE COM O SILÊNCIO DA MAIORIA ENTENDEMOS QUE ESTA CONCORDOU COM A
> > > ERRONEAMENTE CHAMADA “CENSURA”, DA MESMA FORMA ESSE MESMO SILÊNCIO CONDENOU
> > > NOSSA POSIÇÃO DE COMBATER A DIVULGAÇÃO ILEGAL E INACEITÁVEL DE UMA POSTAGEM
> > > PRIVADA QUE, PELO SEU TEOR, LEVARÁ UM COLEGA A SENTAR NO BANCO DOS RÉUS DA
> > > CORREGEDORIA.
>
> > > ASSIM, NÓS, OS APROXIMADAMENTE OITENTA QUE FIRMAMOS TAL DOCUMENTO VISANDO
> > > CONDENAR SUA DIVULGAÇÃO DA FORMA COMO OCORREU, NÃO TIVEMOS NOSSO ATO
> > > RESPALDADO PELO GRUPO, HOJE COMPOSTO DE APROXIMADAMENTE MIL DELEGADOS DE
> > > POLÍCIA, FATO QUE ME LEVA A REPENSAR MINHA PARTICIPAÇÃO NO DELPOL-PC, EIS
> > > QUE RESTOU CLARO, PELO MENOS PARA MIM, A CONDENAÇÃO MACIÇA QUE NOSSA ATUAÇÃO
> > > ESTÁ SOFRENDO.
>
> > > O DÉCIO, O MELÃO E A MARILDA, EXERCENDO COM DIGNIDADE OS PAPÉIS DE
> > > DIRIGENTES CLASSISTAS, COLOCARAM TODO O APARATO DA ADPESP E DO SINDPESP À
> > > DISPOSIÇÃO DOS COLEGAS QUE FAZEM PARTE DO DEMACRO E QUE, DE ALGUMA FORMA,
> > > ESTÃO SENDO CHAMADOS ÀS FALAS JUNTO ÀS SUAS REPECTIVAS SECCIONAIS, A EXEMPLO
> > > DO QUE ACONTECEU COMIGO.
>
> > > SEI QUE POSSO CONTAR COM ELES E COM NOSSAS ENTIDADES, DA MESMA FORMA QUE
> > > TENHO A MAIS ABSOLUTA CERTEZA DE QUE NÃO PODEREI CONTAR, JAMAIS, COM A
> > > GRANDE MAIORIA DOS COMPONENTES DO GRUPO DELPOL-PC, PARA SEJA LÁ O QUE FOR,
> > > MOTIVO PELO QUAL ESTOU REPENSANDO MINHA PARTICIPAÇÃO AQUI.
>
> > > DELEGADOS DE POLÍCIA QUE, MESMO TENDO SUA PRIVACIDADE INVADIDA, QUE ESTÃO
> > > SENDO HUMILHADOS POR TODOS, FICAM QUIETOS, SILENTES, DEMONSTRAM ESTAR
> > > SATISFEITOS COM TUDO O QUE ESTÁ A OCORRER, NADA MAIS MERECENDO DO QUE SEREM
> > > COMANDADOS PELA POLÍCIA MILITAR OU PELO MINISTÉRIO PÚBLICO.
>
> > > ASSIM QUE RESOLVER MEU PROBLEMA JUNTO COM O DEMACRO, PROBLEMAS ESSE
> > > DECORRENTE DA CRENÇA DE QUE ESTÁVAMOS UNIDOS E QUE (LEDO ENGANO) PELO MENOS
> > > NESTE MOMENTO EM QUE FOMOS TRAÍDOS POR ALGUNS QUE SE DIZEM “COLEGAS” (OS
> > > PULHAS, CAGUETAS E PUXA-SACOS) ESTARÍAMOS TODOS IRMANADOS EM UMA LUTA COMUM,
> > > SAIREI DO GRUPO, FATO QUE, QUALQUER UM QUE TENHA VERGONHA NA CARA, DEVERIA
> > > SEGUIR.
>
> > > PARA MIM, ACABOU DE VEZ.
>
> > > CREIO QUE A MAIORIA SILENCIOSA, FELIZ COM TUDO O QUE ESTÁ ACONTECENDO, É MAS
> > > DO QUE CAPAZ DE TOMAR AS RÉDEAS DOS ACONTECIMENTOS E OBTER AS VITÓRIAS QUE
> > > NÓS, OS OITENTA IDIOTAS, NÃO CONSEGUIREMOS.
> > > *
> > > ( nome  suprimido )

_______________________________________

Ora, o grupo Delpol PC nasceu  como  pequeno grupo de idealistas que participavam ativamente do Fórum da Adpesp, suprimido da associação dos Delegados pelos membros da diretoria, Doutores: Roque, Gama ,  Pescarmona, etc.

Idealistas: 30 em 3000. O grupo cresceu, mas empobreceu. A maioria só observa e aguarda os resultados buscados pela pequena minoria, enquanto outra parcela participa do grupo como araponga do “chefete”.

Eis o resultado alcançado,  privativamente,  pela pequena minoria idealista e operosa: PINTO! 

E como dizia o Décio:

NÓS É  CARNEIRO! 

  1. EM QUALQUER GRUPO, SINDICATO, ASSOCIAÇÃO VAI TER GENTE DO CONTRA QUE ACHA QUE TRAINDO OS IDEIAS DOS COLEGAS VAI OBTER ALGUM BENEFÍCIO COM ISTO. MAS O SILÊNCIO DOS BONS FAZ COM QUE AS ATITUDES DOS MAUS PREVALEÇAM.

  2. Inocência pura acreditar que no meio dwe 1000 não teriam delatores. Vacilão quem xingou os iluminados e pensou que eles não iam saber.
    Enquanto vcs se digaldiam o pinto vem cada vez mais duro em sua vingança pelo prejuízo que o movimento trouxe por psdbosta, nem o xuxu segura ele. quem viver verá.

  3. Ok os Trairas infiltrados são realmente nojentos. Mas o majura que se lascou, ou é muito saco roxo de sustentar o que diz, ou é muito inocente, que não se ligou que qdo vc divulga algo pela web (email, twitter, etc) isso pode vazar que nem Tietê em dia de enchente. Nem no HD tem segurança de dados, pois pode ser invadido. Galera da 3.a idade que usa internet precisa tomar cuidado! hehe.. Ajuda aqui: http://jovempan.uol.com.br/videos/internet+no+brasil-40857,1,0?utm_medium=twitter&utm_source=twitterfeed

  4. Não conheço o novo D.G., desejo boa sorte e uma gestão marcante e positiva.
    Quanto às suas características pessoais podem ser benéficas ou maléficas,dependendo dos valores que regerem sua vida e postura diante do caos em que nos encontramos.
    Foi investigador, é tido como homem de linha de frente,não me pareceu (programa de Tv,muito comentado, quando foi aplaudido pela PC) ser politiqueiro e nem mesmo preocupado em agradar.Estava trabalhando,e não precisava de orientações para cumprir seu papel de delegado e coordenar as investigações.
    A primeira impressão é a que fica,eu gostei da atitude,cansada que estava, de ver tantos outros com penduricalhos nos ouvidos aguardando intermináveis breaks.
    Mas,e sempre tem um mas,um but,um senão,assim;
    Indicado ao cargo, fará o que?
    A dança mórbida das cadeiras?
    Permitirá que o desprezo e desconsideração continuem prevalecendo?
    Irá se impor e elevar a dignidade de seus pares, e de nós os “demais” relegados a uma sobrevivência infame e com salários degradantes?
    São 16 anos sem reposição salarial que somam quase 170% de defasagem.
    Engolirá indicações políticas,velhas promessas de campanha?
    O que será que será?
    Para mim, uma tremenda incógnita,e provavelmente mais uma decepção,ou melhor,muito melhor ,a reviravolta que estamos clamando.
    Brigará pela classe como um todo?
    Exigirá salários dignos,ainda que o governo se negue a liberar as verbas enrustidas?
    Enigma total,é esperar para ver, a começar pelo que fará com o Guerra,a maioria dos corruptos quer que o rapaz seja demitido,a maioria dos honestos quer que ele seja recompensado pela luta que trava em benefício do todo.
    E aí,pergunto,Dr.Carneiro,o que o Sr.vai fazer? Sinceramente não acredito que o Dr.Carneiro concorde com essas punições, retaliações,que recaem sobre quem luta por uma instituição limpa,digna,honrada,e permita que quem a denigre ,quem nos vende, quem desvia recursos ,quem faz se corrompe e ficam milionários,quem enriquece ilicitamente,se safe por ter condições de pagar excelentes e bem relacionados advogados.
    Peço-lhe,já que dei à instituição os melhores anos de minha vida,perdi minha saúde, e juventude nesta casa,um mínimo de esforço para recuperar não apenas nossa dignidade,mas também nosso poder aquisitivo, e o respeito há muito esquecido no emaranhado dessa fogueira de vaidades.
    Todos os dias é um dia a menos em nossa curta existência,e passagem por esse planeta.
    SOCORRO.

  5. Exatamente, Dr. Guerra!!!!

    É por pulhas como esse que continuamos a ter de usar verdadeiros codinomes, para não sermos massacrados funcionalmente, com massacres “por tabela” sobre nossas famílias.

    Creio que devemos repensar a existência de “grupos”, por mais bem intencionados que sejam em seu limiar.

    O máximo de “grupos formados” que devemos admitir são nossas Associações de classe.

    “Atormentemos” (no bom sentido) a Dra. Marilda, para que sua gestão não seja, no frigir dos ovos, apenas “mais do mesmo”, como, infelizmente, tem sido.

    Os grupos criados, ao final das contas, tendem a transfor-se em pequenas “panelas”, subdivididas, internamente, em novos subgrupos cujas tendências são as mais variadas, das mais nobres às mais pobres.

    Para o governo, é ótimo! Quanto mais divisões “idealistas” houver, melhor para continuar a dominar a classe e a instituição.

  6. Conselho aos delegados da polícia civil de são paulo: na droga verde a vaselina esta em promoção…o Pinto agradece ,pois entra sem ralar….

  7. Gostaria de acrescentar,que a indignação de V.Sas,ao
    serem traídos,expostos,usados,ridicularizados é a mesma,
    em grau,gênero e número,que nós ocupantes do grupo RESTOPOL,sente quando no mais das vezes os Srs.Exmos.Delegados de Polícia nos excluem deliberadamente,viram as costas aos nossos anseios e às nossas necessidades.
    Óbvio que existe hierarquia,mas todos somos componentes da mesma estrutura, e enquanto cidadãos temos o mesmo direito a ser preservado,garantido,e inclusive as mesmas necessidades vitais para nossa sobrevivência.
    Seria razoável que adotassem da mesma sensibilidade,lealdade,e rigor que ora exigem de seus pares.Aliás ,mais que razoável,seria justo e oportuno. .

  8. O melhor que o grupo deveria fazer é procurar médicos e fazer uns testes em todos os funcionarios e pedirmos atestado e não trabalharmos.
    É um direito que temos…
    A população me deu stress;
    Os delpols nos torturaram e,
    O GOVERNO NOS ENFIOU O PINTO OUTRA VEZ.
    Não aguento mais…
    calma, calma e calma.

  9. SUELY VC VOLTOU!!!! JÁ NÃO AGUENTAVA MAIS TANTA SAUDADE. VC FAZ MUITA FALTA AQUI. NÃO NOS ABANDONE MAIS. BJS

  10. Suely

    Não te preocupes com erros, concordância ou oq. seja, necessitamos de vencimentos dignos.

    Ouço que nós, os antigos, devemos nos aposentar, ocorre que perderemos alguns reais que são parte dos gastos mensal.

    Aos que riem, lembrem-se:

    No futuro os senhores irão se aposentar, portanto; lutem por vencimentos decente para poderem ter um pouco de tranqüilidade quando da aposentadoria.

    Euclydes Zamperetti Fiori
    lotado no outrora respeitado
    DEIC

  11. PUTZ ESTOU ACHANDO QUE CADA VEZ MAIS A PM E O MP ESTÃO NOS ENGOLINDO!
    O MP BEM PAGO E COM INDICE DE CORRUPÇÃO BAIXO E APOIO DOS GOVERNOS COM ÓTIMOS SALÁRIOS, E QUE VÃO ATÉ FAZER CURSO NOS USA E COMUNIDADE EUROPEIA, ONDE O PROMOTOR COMANDA AS POLÍCIAS É UMA TEDÊNCIA MUNDIAL
    A PM COLACANDO GENTE NOVA PARA COMANDAR SEUS SOLDADOS
    O CORREGEDOR DA PM É TEMIDO POR TODOS OS CORONÉIS, O COMANDANTE DA ROTA É UM CARA LINHA DE FRENTE, O COMAMDANTE GERAL DA PM É NOVO!
    ENQUANTO NOSSO CONSELHO É AINDA DA IDADE DA PEDRA!
    A VERDADE DÓI MAS É A VERDADE AMIGOS:

  12. POLÍCIA DESMOTIVADA
    “Vocês têm uma divisão na Polícia Militar em que os policiais são de uma classe social diferente da dos oficiais. Os soldados não podem chegar ao topo. E os policiais civis e investigadores estaduais e até os federais são uma outra classe. Os delegados são advogados. É um sistema extraordinariamente complexo, que não tem a equidade existente na polícia dos Estados Unidos. Eu comecei minha carreira como policial. No Brasil, seria um soldado de polícia. Jamais conseguiria ascender ao cargo de oficial e, depois, ao de chefe de polícia. Seria no máximo capitão ou major. Eu teria de ir a uma faculdade de direito para me tornar delegado. Em meu departamento, todo investigador ou agente pode chegar ao posto mais alto da carreira policial. Não ter chance de ascender é algo desestimulante em qualquer carreira. Não haveria por que ser diferente na polícia.”

    Chefe de Polícia de Los Angeles e New York, William Bratton

    Excelente matéria:

    http://www.fenapef.org.br/fenapef/noticia/index/31491

  13. Carlos,Louco,Euclydes e Wagner,

    Deixei o Flit,por ter sentido a mesma indignação retratada nesta matéria.Voltei para me posicionar diante da oportunidade.Não deixei de ler as manchetes,mas devido
    ao número de acessos e comentários,não abri e não li ,prefiro “acompanhar” pelo e-mail.
    Migrei para outros sites,me desculpei com o Dr.Guerra pois da não pretendia retornar.
    Apesar da difícil crise de abstinência.Senti saudades de todos.E aproveito para agradecer o carinho e apoio que sempre recebi.Vamos nos unir para nosso próprio bem, se aqui não nos derem espaço,busquemos outros que nos acolham e partilhem conosco comungando os mesmos ideais,assim como o sindicato único, à título de exemplo.Bjs e obrigada.

  14. Brava Suely, que nossos delpols leiam seu comentário e percebam que estão sendo vítimas do veneno que eles mesmos nos vitimaram. Abraços a todos e feliz retorno a Suely.

  15. Acelerador e Silas,

    Obrigada pelo carinho.
    Mas diante do que pudemos ler no post,fica claro que se entre eles existe tanta torpeza e por que não dizer tanta baixaria ,ilusão ,pensarmos que um dia eles poderiam vir a liderar a PC,com dignidade,honradez e seriedade (exceções à parte)na busca do bem comum.
    Este post destaca a desunião,o egoísmo,a indiferença
    e o descaso de alguns pelo todo.
    Isso é muito desagradável sob todos os pontos de vista , fico imaginando quantos não estão infiltrados aqui para eventualmente perseguir,processar,açoitar,aqueles que aqui postam,reprimindo nosso direito constitucional de livre manifestação,e ainda se gabando desse serviço sorrateiro. Duvido que haja solução.
    Parabéns Dr.Guerra,pelo post.

  16. Querida Suely:

    Claro que a ADPESP é a Associação dos Delegados de Polícia, mas justamente por isso, justamente por ser a entidade representativa da carreira de chefia da Instituição é que muitos que votaram na Dra. Marilda esperavam que se cumprisse a proposta de transformar a ADPESP em líder de todas as classes da Polícia Civil, promovendo a UNIÃO de classes da nossa Instituição e não o alijamento ou a luta fratricida entre elas.

    De maneira que nem todos os Delegados, asseguro-lhe, estão aplaudindo uma manifestação isolada.

    Em tempo: Não nos deixe mais! Você faz falta, companheira!

    Abração!

  17. Delta,

    Compreendo que há exceções,mas Pitágoras sempre disse
    que tudo no mundo se resume aos números.
    Seguindo este princípio,vejamos os Srs somam 3400 delegados,nós os do restopol mais de 35 mil.
    Se houvesse liderança, seriedade, e comando juntos seríamos o feixe que governo algum quebraria.Simples como dois e dois são quatro.Será que os demais não entendem regras simples como esta?

    Agradeço pelas palavras de incentivo,bjs

  18. Faz tempo que a PC acabou, até recém nascido da ordens para nós. Agora o nosso querido Ministro da (In)Justiça, baixou uma portaria que policiais do país não poderão atirar em veículos em fuga , mesmo que os ocupantes estejam armados. Ha,ha,ha, se tivessemos um pinguinho de vergonha na cara, pediriamos demissão em massa, e entregariamos de uma vez, esta m…. de país aos ladrões.

  19. putz Dr. Guerra, caixa alta é osso heim, o véio aqui nem enxerga mais nada.

  20. Delegados pedem PF forte e alertam: ‘Não há política de segurança pública”
    Em carta ao ministro da Justiça, sindicato da corporação aponta ‘falta de recursos e quadros reduzidos’ e sugere que Polícia Federal opere aos moldes de FBI americano, com requisição de outras forças policiais e parceria direta com a Abin
    10 de janeiro de 2011 | 0h 00
    Fausto Macedo – O Estado de S.Paulo
    Em carta ao ministro José Eduardo Martins Cardozo (Justiça), delegados da Polícia Federal expõem ansiedades e aflições da classe e colocam à mesa uma pauta de metas e ações que reputam vitais para o futuro da corporação. O documento “PF e a segurança pública” foi produzido pelo Sindicato dos Delegados da PF em São Paulo, Estado onde a corporação detém maior contingente de homens.

    Beto Novaes – Novembro/2002
    Missão. Policiais da Operação Cobra em pista clandestina na Amazônia: abandono da ação cria “situação caótica”, diz documento
    São cinco páginas nas quais os delegados pontuam medidas para o combate ao crime organizado. A carta não guarda um gênero hostil, nem de cobranças. Adota uma linha de sugestões, distribuídas em nove capítulos.

    Alguns aspectos são abordados com maior preocupação e intensidade – falta de recursos, quadros reduzidos, as fronteiras extensas e desprotegidas e necessidade de valorização da área de inteligência para ampliar o cerco a fraudadores do Tesouro, narcotraficantes e o mercado negro de armas.

    “Não existe no Brasil uma política de segurança pública, o que enfraquece e desvirtua a atuação do Estado no combate ao crime organizado”, assinala o texto, formalmente subscrito pelo delegado Amaury Portugal, presidente do sindicato e diretor regional da Associação Nacional dos Delegados da PF.

    Embora não preparado pela administração geral da PF, o documento expressa pensamentos e pleitos da maioria dos delegados, mesmo daqueles que não são ligados ao sindicato. Os federais ressaltam que sua pretensão é alertar o governo para pontos vulneráveis da instituição que tem a missão constitucional de combater a corrupção e desvios de recursos públicos.

    “O ideal seria que a PF tivesse poder de requisição de contingentes de outras forças policiais e militares para execução de operações, como ocorre com o FBI (a polícia federal dos EUA) que, inclusive, pode avocar qualquer procedimento policial em todo o território americano”, propõem.

    “A troca de informações e inteligência entre as várias forças, inclusive a Agência Brasileira de Inteligência, deveria ser centralizada na PF que atuaria como base estratégica para operações conjuntas em todo o País”, recomendam. “Sem medidas contundentes, enérgicas e bem coordenadas envolvendo todas as forças, logo poderemos conviver com Estados paralelos, dominados pelo crime organizado.”

    Ação conjunta das polícias para ocupação do Complexo do Alemão, no Rio, é citada. “Somente a integração e o planejamento operacional de várias forças, inclusive Exército, Marinha e Aeronáutica, possibilitou a tomada dos morros cariocas. Sem uma base única doutrinária e de planejamento nunca manteremos essa escalada contra o crime.”

    Abandono. Falam do “abandono” dos federais de fronteiras – em novembro, dois agentes em uma lancha sem blindagem da PF foram fuzilados por traficantes peruanos em um afluente do Amazonas. “Os policiais que trabalham nessas regiões estão completamente abandonados, sem cobertura de contingentes das forças militares que deveriam estar sob requisição da PF. Situação é caótica.”

    Os federais mencionam a Operação Cobra, desencadeada em 2000 para o combate permanente na Amazônia contra o tráfico e a guerrilha colombiana. “A PF contou com o apoio do governo americano, com ajuda financeira de US$ 12 milhões e a compra de avião e helicóptero. Até 2007, atuavam na Cobra 120 policiais federais, hoje 20 agentes estão nessa operação.”

    Balanço

    Número de operações da Polícia Federal e de prisões cresceram durante o governo do ex-presidente Lula (2003-2010)

    1.273
    foi o total de operações realizadas pela PF durante os oito anos do governo Lula

    270
    operações foram deflagradas em 2010 e resultaram em 2.734 prisões

    58
    operações foram deflagradas em 2003/2004, com 926 prisões

    15.754
    prisões, no total, foram feitas entre 2003 e 2010

    1.882
    servidores públicos e 99 policiais federais estavam entre os presos nas operações da PF no mesmo período
    

  21. Tiroteio em restaurante deixa quatro feridos no Guarujá
    Homens armados invadiram local e PM reagiu.
    Suspeito, dono do restaurante e dois clientes foram baleados

    vai pintaooooooooo

  22. Dr. Guerra,

    Criamos um site, com teor policial.

    Pedimos que dê uma olhada e se gostar, pedimos seu apoio na divulgação.

    cordialmente,

    Vida Policial

  23. Ele ficou, enquanto o Dr. Domingos foi embora. E agora?.

    ______________________________________________________
    Combate ao crack será prioridade da PM

    Josmar Jozino
    do Agora

    O combate ao crack é uma das prioridades do coronel Álvaro Batista Camilo, 49 anos, em sua segunda gestão no Comando-Geral da Polícia Militar de SP. Ele foi convidado a permanecer no cargo pelo secretário da Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) aceitou a indicação.

    Camilo conversou com o Agora, ontem à tarde, por telefone, de Franca (400 km de SP), onde acompanhou o enterro do cabo Odmar Sartório, do 15º Batalhão do Interior.

    O coronel disse que a PM vai investir em tecnologia e inteligência para combater o crack em todo o Estado, principalmente na região central da capital, onde a droga vem se alastrando, segundo ele. Ele também disse que pretende instalar, nos próximos dois anos, 3.000 câmeras de inteligência na cidade.

  24. Zero Dois,

    Beijos para você,querido Zero Dois,senti falta de todos.
    Mas onde estão os delegados para se explicarem neste post,ou para se defenderem,ou ao menos para dar o ar da graça????

  25. Quanta rasgação de seda…….. Vou entrar na fila :lol: :lol: seja bem vinda

  26. Escriba,

    Ficaria triste se você , que me ensinou a postar as carinhas,não entrasse no coro.
    Mas gente e sobre a matéria, vamos comentar,afinal isso
    é importante na medida que se os que idealizam uma polícia melhor, de mãos limpas e que lute em conjunto por melhorias para todos nós,tem traidores irresponsáveis,que será de nós?

  27. Bom retorno Suely sou fãzão de vc(acompanhando…) e da lucinha(lingua mortífera)!

    As mensagens do Dr. Fausto eu quase mijo de tanto da risada com aquela ‘verborragia’ toda…kkkkk Dr. Fausto é muito hilário!

    “Nossa gloriosa policia civil ‘Bandeirante’! Muito Obrigado.” (Dr. Fausto)

  28. UAI SUELY, ATÉ EU AQUI NO MEU CANTINHO TAVA SENTINDO TUA FALTA,GOSTO MUITO DE LER TEUS COMENTARIOS, UM ABRAÇÃO PRA VC.

  29. Uai Minerin,

    ôce pudia mi acha láno Phermentumpurentus”s,i no cabeça di bacaiao.
    Resorvi diversificar,falando nisso cadê o caipirapor?
    Obrigada pelo acolhimento um bjs para você também.

  30. É Suely o que não falta nessa Polícia Civil é cagueta dos policiais bem intencionados e que procuram tirar proveito das informações que levam diretamente ao Superior interessado.

  31. De: Marilda Aparecida Pansonato Pinheiro
    Assunto: [DELEGADOS] UNIÃO : Palavra de Ordem
    Para: delpol—pc@googlegroups.com
    Data: Domingo, 9 de Janeiro de 2011, 23:53

    Colegas,

    Mensagem no anexo… desculpem ter me alongado
    Espero que todos leiam e reflitam.
    O momento é delicado, mas também importante e talvez único.
    UNIÃO é a palavra de ordem.

    Um forte abraço a todos,

    Marilda

    Colegas,

    Desde que ingressei na Polícia Civil, ouço as mesmas frases que, de tanto serem repetidas, acabam se tornado verdades absolutas, desanimando os seus integrantes a promoverem alguma mudança, já que “a Polícia é assim mesmo” ou “manda quem pode, obedece quem tem juízo” ou “desde que entrei na Polícia é assim e nunca vai mudar” ou “tenho 987650486756 anos de Polícia e desde que ingressei ouvi que ia melhorar”, enfim, exemplos como esse temos aos montes. Essa repetição das mesmas idéias consolidou-se na nossa cultura de tal forma que, por muitos anos, aceitamos que, de fato, não havia mesmo nenhuma saída para nós, até que – em 2008 – a primeira GREVE na Polícia Civil.

    A partir disso, alguma coisa mudou, quando uma nova categoria de DELEGADOS DE POLÍCIA despontou com enorme força, demonstrando que sabíamos fazer e que os NOVOS DELEGADOS (de mãos limpas, lembram-se?). Desde então, estamos travando luta incansável para sermos reconhecidos, resgatarmos nossa dignidade e nos fazermos ouvir e respeitar, sendo inegável a magnífica participação do Dr. Domingos nesse processo.

    Alguma coisa mudou… Ainda sinto o gosto e o cheiro da “batalha” do dia 16 de outubro de 2008… TODOS estiveram conosco de uma forma ou de outra. Tivemos CORAGEM de mudar, de lutar, de reivindicar direitos e acima do resultado pífio, restou a certeza de que PODEMOS e FAREMOS a diferença.

    Estamos iniciando um novo tempo e escrevendo uma nova história que deve ser escrita com o sangue de cada um de nós, que ama e acredita na mudança, no novo.

    O Grupo Delpol PC (pelo qual tenho o maior carinho), surgiu do inconformismo e da resistência à mesmice, aos desmandos, como um grito de liberdade para nós, os dirigentes da Polícia Civil. Tomou forma e força. Serviu como a maior e melhor ferramenta durante a GREVE… SUSTENTOU a greve… Através dele, sabíamos tudo o que ocorria com os demais colegas em cada parte desse estado. Muito do sucesso do movimento deve-se ao Delpol PC, haja vista o arremedo de greve em 2007 que desandou na “contra informação” da administração que lutava contra nós.

    Vivemos hoje momentos de luta. Somos hoje muito mais que meia dúzia (Revolução Francesa) e que dois (Ministério Público), fazendo acontecer.

    O Grupo Delpol PC e os DELEGADOS DE POLÍCIA idealistas, comprometidos com as necessidades da nossa sofrida classe, leais aos seus objetivos, que dele fazem parte, não podem e não devem aceitar seu enfraquecimento porque esse é o objetivo daqueles que querem nos ENFRAQUECER, DESAGREGAR, DESMOBILIZAR, DESARMONIZAR, DESESTIMULAR, para DOMINAR, DITAR AS REGRAS, COLOCAR DE JOELHOS, HUMILHAR PARA DEMONSTRAR a força que já não se tem.

    A FORÇA é NOSSA… Nós somos o DELPOL PC…. Nós somos os DELEGADOS DE POLÍCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO inconformados, vilipendiados, humilhados, desacreditados, buscando a luz, o reconhecimento, a VERDADE porque nada temos a temer.

    Se fomos traídos por interesses escusos, devemos nos unir ainda mais em torno do nosso objetivo para que “colegas” desse naipe, sejam expurgados do nosso meio, pois graças a eles, estamos onde estamos e não nos deixar levar pelo sentimento de desagregação que se pretende alcançar com atitudes vis como essa.

    Manifestações sobre a necessidade de se rever o modelo do nosso Egrégio Conselho que deixa, por exemplo, de atender direitos constitucionais dos Policiais Civis ao inviabilizar a manifestação do interessado em julgamentos de processos de sua competência, por si ou por advogado; sobre a imprescindível implantação das CPJs no DECAP/DEMACRO, como forma de viabilizar a prestação de serviços de qualidade para a sociedade e dar aos colegas as mínimas condições de trabalho, de voltar os olhos para o interior e para os aposentados que parecem inexistir, devem ser, no mínimo, ouvidas e respeitadas porque advindas de Delegados de Polícia.

    Sempre disse que na polícia militar, a hierarquia é institucionalizada, regulamentada e se avista de longe no luzir das tampinhas prata/ouro, enquanto na Polícia Civil, o terrorismo, o “bonde”, as ameaças veladas são os argumentos utilizados por aqueles que não conseguem se fazer respeitar por não se dar ao respeito. Lutar contra esse mecanismo abjeto é exercer direito e não pode ser interpretado extensivamente ou sob a análise jurisprudencial de qualquer “colega”, atendendo, exclusivamente, sua tese.

    Permito-me não me manifestar acerca da postagem do colega, mas sua indignação deve ser analisada, à vista do tratamento dispensado a todos nós durante todos esses anos e a reprimenda não pode ser maior que a violação do nosso sagrado direito à intimidade, à manifestação de pensamento, ao exercício pleno do direito de “desabafarmos”, especialmente quando julgamos estar em um grupo onde a LEALDADE e os interesses sejam os mesmos.

    Reprimenda, indignação de toda classe, expurgo e desprezo, merece aquele ou aqueles que se valeram da covardia e da deslealdade para atingir algum objetivo que ainda não sabemos, mas vamos saber, tão logo os colegas “intimados” tragam as informações à ADPESP que tomará, conforme já dito através do Departamento Jurídico, as providências cabíveis.

    Somos legalistas, aplicadores do Direito e este deve ser extensivo a todos. Na ADPESP inexiste hierarquia ou “classes”. Somos associados. Nunca fomos nem seremos, longa manus de ninguém. Respeitamos as instituições e seus componentes. Respeitamos o Conselho, o Delegado Geral de Polícia, os conselheiros, os nossos superiores “hierárquicos”, mas também exigimos ser respeitados por possuirmos a mesma condição que todos, ou seja, somos Delegados de Polícia e para que se instale uma nova forma de hierarquização, mude-se a legislação. Respeito se adquire não se impõe. Respeito se incorpora não se implora ou se explora por práticas terroristas.

    Penso que a QUALIDADE se sobreponha à QUANTIDADE, portanto, não vejo com preocupação o silêncio de muitos dos integrantes do nosso Grupo, dada as diversas razões que os levam a silenciar. Tenho como certo que entre os silentes, muitos estão preparados para a luta e ouso dizer, até mais que alguns que se manifestam de forma veemente atrás de um teclado, mas refugam no mundo real.

    De qualquer modo, penso que teremos dias difíceis pela frente e o que menos precisamos agora é de ataques entre nós, principalmente quando nos deparamos com “colegas” que sentem a atmosfera do nosso Grupo e se encarregam de fazer o “dever de casa”, levando a quem interessar possa, nossos “desabafos” e discordâncias. Engana-se aquele ou aqueles que pensam conseguir nos desmotivar ou cooptar (mas que termo mais nojento esse…).

    Claro que já me senti ofendida, já deixei de postar, já me magoei com algumas mensagens mas, decididamente, o Grupo Delpol PC é a melhor ferramenta que temos e vamos precisar dele, e muito… Existem outras formas de termos informações confidenciais e como Delegados de Polícia que somos, saberemos usá-las no momento certo.

    Por fim, mais uma vez, peço UNIÃO. Somos poucos? Éramos NADA, NENHUM… Se somamos 100, estamos no lucro porque temos 100 “guerreiros”…

    Conforme já postado, a ADPESP estará ao lado dos colegas “intimados” , a fim de apurarmos se tais intimações atenderam os mínimos princípios legais do Direito, ou seja, a legalidade e a legitimidade, pois que iremos até final julgamento para que a Justiça seja feita e os direitos fundamentais de todos nós conhecidos se restabeleçam, responsabilizando-se civil, administrativa e criminalmente quem os desatender.

    É hora de demonstrarmos que, apesar de “poucos”, não nos intimidamos, não fugimos à luta e não compactuamos com desmandos, ilegalidades e arbitrariedades.

    A escravidão acabou há tempos e somente se submeterá á ela o colega que assim o desejar.

    A arbitrariedade não se sustenta num Estado Democrático de Direito e o colega apenas será desrespeitado, se assim o desejar.

    A ilegalidade sucumbe aos ditames da lei, aos quais TODOS nós estamos submetidos e o colega somente suportará desmandos, se assim o desejar.

    A miopia se dilui na visão ampla, futurista, impregnada de novas cores e o colega somente continuará a enxergar preto e branco se assim o desejar.

    COLEGAS, por favor, olhem para o futuro para podermos caminhar. Vamos caminhar JUNTOS porque sozinhos nada somos, nada temos e nada conseguiremos. Essa é a idéia de tantos. Apostam na nossa desunião, na troca de ofensas e nos interesses pessoais se sobrepondo aos da classe, portanto, conhecemos o jogo e podemos jogar diferente porque temos as cartas.

    Ninguém, ninguém e ninguém se sustenta no terror, no medo, na ameaça, na política do “quanto pior, melhor”. Nada restará se nada fizermos AGORA.

    Então vamos fazer… Nunca (ou quase nunca) tivemos ninguém lutando por nós, defendendo interesses que não fossem os seus. Hoje temos e não podemos perder o que conquistamos, Deus sabe a que custo…

    Por favor, colegas, VAMOS LUTAR JUNTOS, DO MESMO LADO para que tenhamos amanhã, para resolvermos nossas discordâncias, nossos mal entendidos, nossas mágoas, nossas ofensas, nossas palavras mal colocadas… Mas vamos garantir um AMANHÃ.

    Desculpem-me pela mensagem longa, mas garanto que ainda não conseguiu refletir tudo o que queria dizer a todos.

    Um forte abraço…

    Marilda

  32. HORÁRIO DE ALMOÇO

    Magoei, voce chamou-me de LÍNGUA MORTÍFERA????????
    Fiquei triste… Nunca minto.
    Estou apenas colaborando para tentar limpar a PC e resgatar policiais de caráter que remam contra a maré.
    Enquanto existirem corruptos, os bons não serão valorizados e remunerados com dignidade.
    Pode reparar: em qualquer situação, os corruptos nunca apoiam em nada, pois, não precisam do salário e sim da carteira e da cadeira.

    SUELY bom retorno, estava sentindo a sua falta

  33. Oi Lucinha,

    Obrigada.Mas verdade seja dita,se de fato alguns repórteres,delegados,lêem este espaço, o qual eu freqüento há 3 anos,1 sem comentar, e leio você fazendo
    reiteradas denúncias contra os mesmos nomes, que sempre são presenteados com cadeiras douradas.
    Devemos concluir que o velho ditado :”agua mole em pedra dura,tanto bate até até que fura” Não serve em São Paulo,não importa ao PIG,e nem aos demais delegados,aqueles que poderiam promover ações efetivas
    como a tal investigação de campo, proposta pelo Exmo DGP,e resolver esses senões, mas não há interesse,não há cultura , é tradição ser omisso,penalizar os infelizes dos cargos mais baixos, mas não menos imprescindíveis,é corriqueiro tapar o sol com a peneira.
    Eu quero mesmo, que extinguam com a PC,a esta altura
    quero mesmo que se fartem todos os que nos trouxeram
    a esse buraco, e que por fim nos deixem em paz.

  34. Suely
    Por favor, não desanime, somos a minoria mas damos de 10X0 nesses corruptos. Tudo que eles aprenderam na vida foi corrupção ativa e passiva, tirando isso são um bando de incompetentes, jumentos que conseguiram um DIPROMA DE DIREITO sabe-se lá como.($$$$$$$$$$$)
    Quando assisto uma entrevista, principalmente dos “delegados estrelas” riu muito com os impropérios dos idiotas, com suas raras exceções é claro.
    É pena que não tenhamos segurança para um debate cara a cara com alguns imbecis que acham-se o último biscoito do pacote.
    Se houvesse direitos iguais, posso garantir-te que colocaria muitos estrelinhas no chinelo.

    Dinheiro, principalmente, oriundo de corrupção, não é sinônimo de competencia e menos ainda de inteligência.
    Deixe essas bestas humanas acharem que são gostosos, mas calar a boca não calo e, olhe que nem comecei ainda.

  35. DELPOL-PC —PORRA!!!VOÇES CONSEGUIRAM OITENTA,CARAMBA.. VOCES FORAM VÍTIMAS DE UM CAGUETA? SERÁ? POLICIA CAGUETA É PIOR QUE VAGABUNDO,QUALQUER POLICIA DE QUALQUETR CARREIRA SABE O QUE É ISSO. CAGUETA SABE QUE QUE EXISTE UM POLICIA IMPLACÁVEL CHAMADO “DIAS” (mais dias menos dias),UM DIA TODO MUNDO VAI SABER QUEM É,AÍ FIM DE CARREIRA ENTRE OS MACHOS.

Os comentários estão desativados.