DELEGADO Dr. LILICO: O HOMEM DO BUMBO 72

Conforme o delegado-geral, há uma “cultura cartorária” dentro da polícia que atrapalha as investigações. Ou seja, atualmente, vale muito mais o depoimento de uma testemunha dentro da delegacia do que um relatório de campo feito pelos investigadores, diz o policial.

Ex-diretor do Demacro (departamento da região metropolitana de SP), Carneiro Lima afirmou que vai emitir uma portaria que impede que termos em latim sejam usados nos boletins de ocorrência e memorandos internos da Polícia Civil. Na sua avaliação, os registros de ocorrências precisam ser claros e objetivos para, dessa forma, auxiliar no esclarecimento dos crimes. “O pior é quando escrevem em latim de maneira errada”, reclamou.

_______________________

O NOVO DELEGADO GERAL ESTÁ MAIS QUE CERTO: A PC É UMA POLÍCIA MERAMENTE CARTORÁRIA; ASSIM DEVEMOS EXTINGUIR A FORMALIZAÇÃO DE INVESTIGAÇÕES…

VALERÁ AQUILO QUE O POLICIAL – CIVIL OU MILITAR – ESCREVER.

DESSE MODO O ESPÍRITO DE PROMOTORES E JUÍZES NÃO MAIS SERÃO AFETADOS POR DEPOIMENTOS MENTIROSOS COLHIDOS NAS REPARTIÇÕES CHAMADAS IMPROPRIAMENTE DELEGACIA.

IMPROPRIAMENTE, POIS O QUE MENOS SE VÊ NESSAS REPARTIÇÕES SÃO DELEGADOS ( trabalhando ).

A PM TEM QUE FAZER BO, TC E LAVRAR SEUS FLAGRANTES ( bando de vibrador  que não nos deixa dormir em paz ).

O CÓDIGO DE PROCESSO PENAL É UMA VELHACARIA SÓ, ACABEMOS COM ELE TAMBÉM. 

Vamos acabar, outrossim,  com a intermediação. O  policial militar e civil ( o GM, idem )  deve ser chamado ao local da confusão ou crime;  elaborando, ” in loco” ,  de próprio punho,  um circunstanciado boletim de ocorrência relatando tudo aquilo que pode apurar sobre o caso, requisitando os exames “ad perpetuam rei memoriam” ( antecipação de prova ).

Em seguida , pessoalmente, levará a ocorrência ao Promotor.  Se necessário o policial representará por autorizações jurisdicionais: prisão, busca, quebra de sigilo, etc.

O promotor oferecerá oralmente denúncia ou instaurará um processo investigativo para melhor fundamentar sua denúncia, a qual não poderá ser instruída com depoimentos de testemunhas, partes e autores do crime.  Para quem não sabe: impedindo-se a incorporação de prova do sumário ( investigação ) à instrução contraditória. 

 A denúncia será acompanhada só com laudos e provas anteriormente jurisdicionalizadas: busca e apreensão, mandado de prisão temporária, por exemplos.

Toda a instrução será oral, dos debates serão elaboradas atas sucintas.

O que se faz , até o presente,  nos autos de inquérito, é uma grande porcaria mecanicamente burocratizada, servindo para impunidade dos culpados e condenação de inocentes ( os pobres, obviamente ).

Vamos acabar com esse negócio de o Estado sustentar 3.300 inúteis, corruptos  e obsoletos bacharéis em Direito.

Parabéns ao novo DGP. Finalmente encontrei alguém com quem me identifico…

É isso aí! Delegado não presta nem para elaborar BO.

O inquérito é  uma porcaria.

A Polícia Civil é uma grande porcaria…

Um grande Ó, portanto não tem banda podre.

Ó não tem lado!

Tempo bom  não volta mais, saudade de outros tempos iguais.

Trabalhas na casa?

Vamo acabá com esse negócio!

 

  1. Foi só elogiar… Já falou besteira. Daqui a pouco vai defender o Juizado de Instrução.

    Está mais do que “afinado” com o Pinto.

  2. Por inúmeras vezes ví crimes sendo elucidados a partir de depoimentos colhidos em cartório.
    Quando sozinhas com o Escrivão, na Delegacia, algumas testemunhas sentem-se mais à vontade para falar.
    E, a partir desses depoimentos, traça-se uma linha de invetigação.
    Nem sempre é possível colher um depoimento esclarecedor no calor dos acontecimentos, muitas vezes é recomendado que se espere a “poeira baixar”.
    O Delegado Geral foi Investigador de Polícia e, sem desmerecer, demonstrou que não entende de Inquérito Policial.
    Devido ter atuado no DHPP, o Dr. Carneiro está focado no “local de homicídio”, porém existem muitos outros crimes que para ser elucidados não dependem da imediata ação do investigador no local dos fatos.

  3. Se tivesse sido Escrivão de Polícia o Delegado Geral teria um outro discurso.
    MAS ELE FOI INVESTIPOL !!!!!!!

  4. COLEGA:

    Verdade, em toda a minha carreira – 22 anos e seis meses – jamais esclareci homicídios a partir do local do crime. Aliás, muito simples quando se trata de um ambiente doméstico. Mas quando se trata de um corpo largado no meio de uma favela, o local não diz nada.
    No caso mais intrincado – 5 anos de dedicação – o esclarecimento se deu desmontando-se, aos poucos, um enredo de latrocínio empregado para dissimular crime de mando por motivo financeiro. Tudo feito em cartório; com entrevistas e longos relatos gravados em vídeo. Homicídio solucionado com 4 concorrentes presos preventivamente, denunciados e, ao final, três deles condenados a penas entre 13 a 19 anos.

  5. A lista: Desgualdo,com o China, Maurício e seu DG adjunto, Domingos era tira, Angerami era tira…Jordão era qualquer coisa, nem esquentou cadeira…rs.

    Sem contar 90% do Conselho. Parece que investigador não possui muita vocação para o monótono, cansativo, complexo e problemático inquérito policial.

  6. CARO DR. CONDE GUERRA:
    Sou Escrivão de Polícia, por isso falo com propriedade.
    Reconhecidamente, trabalho hoje com um dos melhores Delegados de Polícia, o qual foi Escrivão. Até hoje, mesmo sendo classe especial, ele faz questão de presidir alguns inquéritos, somente para não se afastar dos apaixonantes trabalhos de Polícia Judiciária.

  7. Sábias palavras Escrivães de Policia. Basta saber se tudo isto vale para delegacias como a de Horrorlândia em que os escrivães assessores de vereadores conferem ao Inquérito Policial em suas características apenas a escrita, pois o caráter sigiloso, inquisitivo, legal, oficioso, de autoridade, ahhh

  8. NA BOA.policia unica é a mais viavel DELEGADO, ESCRIVÃO E AGENTE, não sei o porque de tantas carreiras apenas justifica o desvio de função e salario DIGNO que pelo menos lhe de motivos para se orgulhar de ser pólicial pois atualmente voce é socio do governo federal [BANCO DO BRASIL]
    NOVA DENOMINAÇÃO DA pc. MENSTRUAÇÃO CIVIL DO ESTADO
    so dura tres dias

  9. Efetivamente não é necessário radicalizar, entretanto é necessário acabar com o caminho – do criminoso ao crime – mais fácil e que normalmente, quando encontram um membro do Ministério Público que realmente exerce sua função de “Fiscal da Lei”, devolve à Delegacia para concluir diligências e coletar mais provas e começar a aplicar o método tradicional, mais difícil, é verdade, mas o que não necessita de diligências complementares que é o caminho do crime ao criminoso…

  10. Não gostei do que ele falou.
    Ao invés de tentar motivar a moribunda Polícia Civil, o novo DG fala em aproximação com a PM, louvável mas impraticável, e critica o cartório, e consequentemente os escrivães.
    E se ele não conhece latim, não tenho nada com isso. Sugiro que estude um pouco.
    E, lamento dizer, se relatório de investigador não está valendo nada é porque eles perderam a credibilidade por algum motivo.

  11. JA VI ESTE FILME ANTES, JORDÃO, ETC, O CARA ENTRA COM PEITO ESTUFADO, CHEGA NA DG, JÁ É RECEBIDO PELOS CORRUPTOS QUE AI FICARAM, E VAI SER OBRIGADO A ACEITAR A PUTARIA, PORQUE VC ACHA QUE O DEJAR NÃO SAIU DO DPCC?, SERA QUE O DELEGADO GERAL NUNCA OUVIU QUE A FZENDARIA DEIXA TODO MUNDO RICO, QUE O JAPONES PAULO DA FAZENDARIA COMPROU A CADEIRA E DERRUBOU O CHEFE ZE ROBERTO, QUE O ROBERTINHO COLOCA AS PESSOAS DE ACORDO COM O QTO ELAS LITERALMENTE VALEM.
    MEU AMIGO SE NEM O DEJAR ELES TIRARAM DO DPCC, VEM ESTE DELEGADO GERAL FALAR EM COMBATE A CORRUPÇÃO?

    ELE TA LOCO NÉ

    JA ENTROU VENDIDO COM A MALA NA MÃO

    É SO FICAR DE BICO CALADO QUE A SUA CARA VEM,

    TAMOS NA MÃO DE ALGUNS CORRUPTOS, MAIS COMO ESTES CRAPULAS PAGARAM A CAMPANHA DE SERRA, VÃO TER QUE FICAR MAIS 4 MESES PARA ACBAREM DE ARRECADAAR O QUE GASTARAM NA CAMPANHA.

    ISTO SIM DEVERIA SER INVESTIGADO PELO MP.

    CARALHO SERA QUE TODO MUNDO É BURRO PORRA

    PEGA OS CARAS DA FAZENDARIA E DO DPPC, ALI TA TODO ESQUEMA

    O DPCC PAGOU MUITO PRA CAMPANHA O DJAR IA SER GERAL CARALHO.

    SERA QUE SO NOS SABEMOS DISSO AQUI NO FUNDÃO DA LESTE?

    AI NA CPITAL NINGUEM SABE DISSO?

    VAMOS DG. PEGA O CARA, VAMOS VER SE O SECRETARIO DEIXA VC RIPAR ELE, TA TUDO ACERTADO SO VC E A MARINES ACHAM QUE SÃO OS BAM BAM MBA

    CUIDADO PARA NÃO MEXER ONDE TEM MUITA GRANA QUE VC SE FERRA HEIN

    ABRAÇO GUERRA

    MAIS UMA MERDA PARA NOS

    PLANTÃO TRABALHANDO NOS SE FUDENDO E DPPC FAZENDARIA DEIC ROUBANDO PRA CARALHO E NOS PASSANDO FOME

    GREVE SIM
    CERTA OU ERRADA GREVE SIM

    E VAMOS DENUNCIAR OS CARAS QUE TÃO ROBANDO A 5 ANOS

    VAMOS ARRUMAR PROVAR E COLOCAR AQUI

    ABRAÇO

  12. Que ridículo, só falta falar que a PM é um centro de competência… vá procurar sua turma rapaz!

  13. caro colega. sempre trabalhei com o cartorio,tentando conferir cada o.s com o IP,mas na maioria das ocasiôes,o escriba estava atolado com 150,200 IPs(desumano),porem mesmo assim me virava ,pesquisava. e muitas veses descobria outros endereços,que o atarefado, estafado escriba não tinha tempo de fazer. caro colega, eu lhe sou grato, pois me fez lembrar de um grande escriba um dos meus melhores amigos da pc e fora dela, o sr CARLOS TADEU COLDESINA PINOTTI,IFELISMENTE O MESMO SE ENCONTRA NO ELISIO,o qual foi vitima das sequelas da carreira, que apos se aposentar o abateram ,ele me ensinou muito sobre o ip e como o cartorio e a tiragem deveriam trabalhar,quase sempre impossivel, pos o escriba trabalha por tres, o tira é babà de preso,mecanico de viatura e zelador de predio . bom, não importa se o delegado fora de qualquer carreira, o que importa e o que ele pode faser por seus colegas , e se estiver num cargo de chefia,trabalhar pelo bem do policial,e da policia.

  14. caro colega. sempre trabalhei com o cartorio,tentando conferir cada o.s com o IP,mas na maioria das ocasiôes,o escriba estava atolado com 150,200 IPs(desumano),porem mesmo assim me virava ,pesquisava. e muitas veses descobria outros endereços,que o atarefado, estafado escriba não tinha tempo de fazer. caro colega, eu lhe sou grato, pois me fez lembrar de um grande escriba um dos meus melhores amigos da pc e fora dela, o sr CARLOS TADEU COLDESINA PINOTTI,INFELISMENTE O MESMO SE ENCONTRA NO ELISIO,o qual foi vitima das sequelas da carreira, que apos se aposentar o abateram ,ele me ensinou muito sobre o ip e como o cartorio e a tiragem deveriam trabalhar,quase sempre impossivel, pos o escriba trabalha por tres, o tira é babà de preso,mecanico de viatura e zelador de predio . bom, não importa se o delegado fora de qualquer carreira, o que importa e o que ele pode faser por seus colegas , e se estiver num cargo de chefia,trabalhar pelo bem do policial,e da policia.

  15. PRA ACABAR DE FUDER

    O pior é que todos sabem disso e não fazem nada.

  16. Inquérito Policial é a identificação da polícia civil e o fantoche DGP/PM quer acabar com ele, que ridículo, já falou outra merda que vai pra listinha.

  17. É sempre o mesmo filme. A única diferença é que a mediocridade vai se alastrando com velocidade e tecnologia impressionantes. É uma grande festa com bolo, coxinhas, empadinhas…
    Urge uma reforma geral do CPB e principalmente do CPP e isso só acontece com estudos e projetos sérios – por gente séria – pra mudar esse lamentável e escroto sistema. Sistema falido, vergonhoso e nojento.
    Enquanto isso não acontecer, o salário ó

  18. Em S.P, já rasgaram a C.F.,agora rasgam o CPP.
    Em local de crime(homicídio por exemplo)das duas uma,ou ninguém sabe de nada,não ouviu, nem viu, se só ouviu chamou a polícia.Ou encontramos um lugar atulhado de gente, todos dispostos a falar,a brigar,xingamentos,mal deixam que o local permaneça preservado,um verdadeiro inferno.O que se faz,aguardamos a perícia,anotamos nomes de parentes ( e demais qualificações)e possíveis testemunhas.Fazer relatório in loco? só louco.
    E o mais importante saber quem era a vítima, o que fazia,onde morava,se tinha ou não inimigos, se estava ou não envolvido com a criminalidade.
    Ora,ora, parece que alguém aí, nunca foi a local de homicídio.Que horror!!!!

  19. RELATÓRIO DE CAMPO

    Não obstante os esforços empreendidos não foi possível esclarecer o delito. As investigações continuam.

  20. São Paulo, terça-feira, 11 de janeiro de 2011

    Delegado abrigou suspeito de tráfico em departamento

    DE SÃO PAULO

    O novo delegado-geral, Marcos Carneiro, abrigou no Demacro, departamento que dirigiu até sexta-feira, um policial que é réu em dois processos por tráfico
    -um sob acusação de ter desviado 200 kg de cocaína.

    O policial é o delegado Robert Leon Carrel, que já foi preso sob a acusação de tráfico de drogas e depois liberado. Em 2003, Carrel apreendeu um avião,
    que teria 300 kg de cocaína, segundo o piloto. No inquérito, foi registrada a apreensão de 200 kg, mas restaram 98 kg quando foi conferido o peso da droga.

    Carrel exerce funções administrativas no Demacro, o departamento que cuida das delegacias da Grande SP.

    O advogado do policial, Daniel Bialski, afirma que a acusação é absurda e que o seu cliente será inocentado.

    Carneiro disse que manteve Carrel porque a investigação tem “erros primários”. “Com 300 kg de cocaína o avião simplesmente não decolaria”.

    Ele afirmou ainda que poderá afastar Carrel assim que houver uma condenação judicial. (MCC)

  21. PORRA EU JÁ ESTAVA ATÉ GOSTANDO DO NOVO DG, MAS AGORA COM A NOTICIA DE QUE ELE PODE COLOCAR NO DIPOL ESSA MUMIA DO HALLAGE, AGORA FUDEU DE VEZ…..
    E OUTRA, ELE AGORA SUBMETE OS NOMES DO DIRETORES AO SECRETÁRIO, ENTÃO ESTAMOS BEM FUDIDOS MESMO.
    PÔ DR, GUERRA O SR. ME DECEPCIONOU. VOCE TEM PRECONCEITO CONTRA INVESTIGADOR DE POLICIA??????
    ESPERO QUE EU TENHA ENTENDIDO MAL.

  22. Tirando as exceções,raríssimas,se derem um inquérito de dois volumes para um investigador ler o bicho não chega nem na metade do primeiro e se chegar,pára poeque não entendeu nada.

    a maioria dos reletórios de investigadores que já li são mal escritos, e pouco acescentam a uma investigação. mas se o novo DG acredita que um depoimento colhido sob a ótica da legislação, vale menos que um relatório porco e as vezes mentiroso é melhor fechar as portas e nem precisa fazer balanço.

  23. Boa Escriba,

    Acho que diante das novas regras ,essa será a regra,e o povo que se dane.
    Quanto ao fato de ser sido ou não tira,não importa o
    que vale mesmo, é que tipo de profissional foi.
    A maioria dos que aqui postam são das fileiras,escrivães,agentes,o Dr.Guerra está generalizando, aliás como todo bom delegado.

  24. Não percamos o foco. Nosso salário não irá melhorar se escrivão e investigador resolver rever as diferenças. Justamente nesse momento, precisamos de união.
    Vamos direcionar nossas energias no protesto por melhores condições e salários.
    O importante é pressionar os sindicatos que debitam todo mês a mensalidade no nosso holerite e até agora nada fizeram.

  25. já vi isto antes, ” o governo está sensível com a situação dos políciais”, e blá, blá, blá. O que queremos é uma posição concreta de aumento real nos nossos salários e o mais importante, a data que vai ocorrer. Já estou vendo em março o governo propor, acabar com o nível II do ALE, com isto, o valor passa a ser igual para todo o Estado de São Paulo, e divulgar para imprensa que deu “ATÉ” vinte e poucos por cento de aumento, induzindo que foi para todos, quando a grande maioria que já trabalha em grandes cidades vai ter zero de aumento. Ou negociar a incorporação do ALE diminuida para tres anos, e ir jogando para os próximos anos um aumento real de salário.

  26. Dr. Guerra. Observo que vossa senhoria asseverou em um dos comentários que está na carreira há 22 anos e 6 meses, portanto, acredito que poderá tão logo pleitear a Delegacia Geral, haja vista que o DG tem apena 23 anos de carreira. Quanto a classe especial, acredito que não será mais o requisito para assumir o cargo de DG.

  27. Segunda-feira, 10/01/11 – 21:29

    Novo delegado-geral fala em polícia do século XXI

    O novo delegado-geral de polícia, Marcos Carneiro Lima, 53, concedeu entrevista à imprensa na tarde desta segunda-feira (10), na sede da Secretaria da Segurança Pública, e destacou como principais metas de sua gestão o aprimoramento da investigação, a melhora no atendimento ao público nas delegacias, o combate à corrupção policial e o esforço para contratar novos profissionais. O delegado também comentou que pretende acompanhar de perto as investigações de homicídios e latrocínios.

    Marcos Carneiro afirmou que baseará sua administração na legalidade, na impessoalidade, na moralidade, na publicidade e na eficiência. Segundo ele, são esses princípios que devem nortear desde o funcionário básico até o mais alto da administração.

    Polícia Civil do século XXI
    Apenas três horas depois de ser empossado, o delegado-geral informou que seu primeiro desafio é aprimorar a investigação. Carneiro pretende incentivar o trabalho investigativo de campo, para que os policiais colham todas as informações instantes depois dos crimes, pois, na maioria das vezes, são imprescindíveis para solucioná-los. A intenção do delegado é acabar com a cultura cartorária.

    Outro fato ressaltado por Marcos Carneiro foi a melhoria no atendimento ao público nas delegacias. Um dos exemplos citados pelo delegado foi a possibilidade de o boletim de ocorrência ser registrado “offline”, quando o sistema para a elaboração de boletins de ocorrência estiver inoperante, para que não haja prejuízo à população.

    Integração com a Polícia Militar
    Marcos Carneiro lembrou que, quando atuava na investigação de homicídios, utilizava os boletins elaborados pela Polícia Militar para acrescentar informações preciosas ao trabalho. Muitas vezes, a PM conseguia identificar uma testemunha-chave para elucidar o assassinato. Ele quer que os mais de 30 policiais civis sigam o exemplo, e não usem o boletim da PM apenas para questões estatísticas.

    O delegado-geral também enalteceu a importância da integração dos trabalhos e a troca de informações entre as polícias. Para ele, o diálogo e o respeito entre as instituições sempre beneficiam o interesse público.

    Tolerância zero à corrupção
    “A questão da corrupção é algo que nós vamos atacar de frente”, assegurou o delegado-geral. Segundo ele, é algo intolerável à polícia, porque reflete na sociedade da pior maneira possível. Para Marcos Carneiro, o policial bandido é pior que o bandido.

    O delegado destacou que se orgulha de ter trabalhado na Corregedoria e já conversou com a atual corregedora, delegada Maria Inês Trefiglio Valente, colocando-se à disposição para acompanhar as equipes nos trabalhos de campo, sempre que ela julgar necessário.

    Carneiro também falou que não existe banda podre na polícia. Existem policiais podres, que cabe à administração expulsar. Marcos Carneiro afirmou que a diretriz seguida por ele é agir estritamente dentro da lei.

    Reestruturação da Polícia Civil
    Ao falar sobre a contratação de novos profissionais, Marcos Carneiros adiantou que é necessário haver uma reestruturação de carreiras na polícia, que atualmente são 14. Além disso, afirmou que já tem ideias para mudar alguns pontos relacionados à seleção de policiais.

    Conselho da Polícia
    Carneiro disse que não fará, neste primeiro momento, mudanças radicais nas diretorias dos departamentos. Ele informou que vai avaliar cada unidade e passar seus objetivos aos delegados. “Eu não tenho nenhum constrangimento em comandar. A administração de todo e qualquer departamento terá de seguir a nossa diretriz”, completou.

    Michele Scarasati

  28. Reestruturação da Polícia Civil
    Ao falar sobre a contratação de novos profissionais, Marcos Carneiros adiantou que é necessário haver uma reestruturação de carreiras na polícia, que atualmente são 14. Além disso, afirmou que já tem ideias para mudar alguns pontos relacionados à seleção de policiais.

  29. O dr. Carneiro,
    se sobrar um tempinho, dá um jeito de mandar pelo menos agua para o plantão. 24 horas sem agua, não dá……

  30. Um sistema arcaico,polícias ineficiêntes,um sistema que corrompe a todos,polícia cartorária x polícia militarizada,quando alguém tenta modificar o sistema aparece um monte de idiotas para criticar,acordem todos,a segurança pública nacional é uma vergonha,nós estamos jogados ao vento,até os mais espertinhos que não precisam de salários pois usam a funcional,não deveriam se alegrar,ganhar dinheiro sujo é uma vergonha,temos que ser valorizados por nossas funções,como já foi dito,a palavra de um noia vale mais que uma investigação a campo,a correria é tanta,que trabalho a campo? as polícias precisam se unificarem,só assim poderemos recomeçar e mudar o que já acabou faz tempo e esqueceram de apagar a luz…

  31. É uma decepção acumulada, cada DG que chega e que logo sai, sem nada acrescentar, destrói pouco a pouco o parco brio que resta ao resto dessa instituição, que todos dizem que amam, porém a maltratam. A PC é que nem amante ou puta mesmo,que se come e se mama em suas tetas, mas nunca será a legítima. Estamos como filhos de amantes.

  32. O resumo da ópera é o seguinte:

    Qualquer SSP ou DG que entre, para demonstrar competência e bom caráter, imprescindivelmente deve exonerar toda a nata corrupta da PC, que são velhos conhecidos de todos os mortais, mas, ao que parece desconhecido apenas pelos que assumem estes dois cargos.
    Pelo que estamos vendo, troca-se as coleiras e os cachorros permanecem os mesmos, ou seja, são sempre os mesmos CORRUPTOS que geram muito dinheiro para essa corja.
    Quem nunca ouviu falar em CARREL, BITTENCOURT, HALLAGE, YOSSEG, PEDRO PÓRRIO, e tantos outros que estão riquíssimos com dinheiro sujo de corrupção ativa e passiva????????????????
    Quem ocupa os cargos citados, imediatamente passam a integrar o esquema.
    Se querem uma PC respeitada e gloriosa, exonerem e, se possível, mandem para a cadeia esses corruptos nojentos.

  33. ESTADÃO: A PM é o pilar da segurança pública paulista dos governadores TUCANOS. Não tem nem como comparará-la com a PC.

    A PC tá sofrendo da sindrome Tostines: Tá na merda porque não presta ou não presta porque a deixaram na merda?

    http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110111/not_imp664490,0.php

    Com a manutenção do comandante-geral da Polícia Militar, Alvaro Batista Camilo, de 49 anos, no posto que já ocupava desde abril de 2009, foi definida ontem a cúpula das polícias em São Paulo. Na sexta-feira, o delegado Marcos Carneiro Lima, de 53 anos, havia sido confirmado no posto de delegado-geral da Polícia Civil – o superintendente da Polícia Científica, Celso Perioli, também continua no cargo.

    A principal marca da gestão de Camilo nos últimos dois anos foi a criação e a implementação das chamadas operações delegadas, parceria entre a PM e a Prefeitura para aumentar o efetivo nas ruas nos períodos de folga dos policiais. Criado em dezembro de 2009, o “bico oficial” passou a funcionar em 20 regiões da cidade, com resultados que chegaram a promover a redução de 70% nos crimes, segundo dados da PM. Depois de vários prefeitos se interessarem pela ideia, o plano agora é estender o projeto para o interior do Estado.

    A queda nas taxas de criminalidade no ano passado foi outro fator positivo na gestão de Camilo. O ano anterior havia sido repleto de complicações e ficou marcado pela primeira alta de homicídios em 10 anos. O último trimestre, cujos dados ainda não foram revelados, deve confirmar a tendência de queda, principalmente nos roubos, a maior preocupação na Segurança.

    Descontentamento. Na corporação, Camilo também teve de enfrentar descontentamento de parte dos oficiais. A principal crítica que recebeu dizia respeito ao fato de ter aceitado com relativa passividade a decisão da Secretaria de Segurança Pública em passar para a Polícia Militar a escolta de presos no Estado, missão que cabia à Polícia Civil. A decisão acabou tirando cerca de 4 mil homens da corporação das ruas de São Paulo. A justificativa da secretaria era que dessa maneira poderia cobrar a Polícia Civil com maior rigor resultados de investigações que vinham sendo deixadas de lado.

    O trabalho que vem sendo feito pela Polícia Militar, no entanto, já convenceu os últimos governadores que passaram pelo posto que a instituição é o principal pilar da Segurança Pública no Estado, com resultados que dificultam qualquer comparação com a Polícia Civil, tamanho o disparate nos números. Para o ano que entra, o comandante-geral pretende incentivar a participação da equipe das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) em operações de combate ao tráfico de crack em São Paulo.

  34. “O trabalho que vem sendo feito pela Polícia Militar, no entanto, já convenceu os últimos governadores que passaram pelo posto que a instituição é o principal pilar da Segurança Pública no Estado, com resultados que dificultam qualquer comparação com a Polícia Civil, tamanho o disparate nos números.”
    .
    PQP !!

  35. O CARNEIRO NÃO SÓ ACOSTUMOU COM O SABOR DO PODER QUANDO ETSEVE A FRENTE DA DIRETORIA DO DEMACRO COMO TAMBEM SOGTOU MUITO DO DINHEIRO A MAIS QUE RECEBIA MENSALMENTE LÁ. E HLOA QUE NÃO ESTOU FALANDOOD S 12% QUE RECEBIA EM SEU CONTRACHEQUE PO RSER DIRETOR NÃO. ESTOU FALANDO DA TONELADA QUE AS SECCIONAIS ENVIAVAN-LHE NEMSALMENTE QUEM NÃO IRIA GOSTA´NNRE DR? POR ISSOEELE MANTEVE E MANTERÁACADA QUAL EM SUAS RESCCPTIVAS CADEIRAS, J´VVVEM PRONTO NA SUA MÃOZINHA, NÃO PRECISA ENSINAR NADA PAAR NINGUÉM, NEM CORRER O RIOOS DE TROCAR UM LIGEIRINHO POR UM HONSSTO, ELE AGORA PRECISAAFAZER SEU PÉ DE MEIA ASSIM COMO SEUS ANTECESSRES. VAI SER DIFERENTE POR QUE SE ELE SABE QUE NÃODDURA MUITO TEMPO NA CADEIRA LOGO LOGOEEERÁ TROCADO POR OUTRO QUE FAÁA O MESMO. SÓ NÓS MESMOS PARA TERMOS ESPAAANÇAS COM UM CARA QUE JÁ LOOFU QUE VAI MANTER OS RATOS NAS CADEIRAS. VAI SE F… DR IGUAIS A VC JÁ VI I MDE CEM.

  36. “Carneiro Lima afirmou que vai emitir uma portaria que impede que termos em latim sejam usados nos boletins de ocorrência e memorandos internos da Polícia Civil…”

    Nossa, isso vai mudar as nossas vidas!!
    Esse DG já logo mostra que será atuante e incansável, em defender os tão sofridos policiais civis paulistas ;)

  37. Outro modelo de relatório de campo, amplamente utilizado. “O local trata-se de favela e alí impera a lei do silêncio. Era o que tinha a informar”

  38. Caros colegas estão querendo mesmo é acabar com a Polcia Civil, pois o inquerito Policial,sistema cartorário etc são os nossos maiores trunfos, pois sem eles p/ que serve a polícia judiciária..?? Estão querendo nos enganar fazendo a agente pensar que não somos nada,é só acompanhar o perigo que corre um investigador, o trabalho de um escrivão,responsabilidade de um carcepol e do valorda assinaura de um Delegado de Policia, não vamos engolir isso pois faz parte de um plano p/ acabar com a PC. União irmãos de todas as carreiras somos um time.

  39. Se a Administração quer agilidade que coloque em cada Delegacia de Polícia um Perito e nos Plantões também. O perito vai junto no local, elabora o laudo do dia seguinte. Pronto já matou 50%¨do tempo perdido nos inquéritos. Cria-se uma Central de Precatórias, com encaminhamento e recebimento via digital, tudo scanneado. Mais 40% do tempo matado. Pronto, em 45 dias os inquéritos estarão finalizados. Contrate mais escrivães. É só ver o volume de BOS no Estado e o número de Ips instaurados. É vergonhoso, mesmo assim, insistem em dizer que o trabalho é cartorário, burocrático, como se o sistema não fosse. Que a PC passe a aceitar o BO/PM, apenas registre a natureza dele para fins estatísticos mas que investigue em cima dele, já elimina a burocracia de ter que registrar tudo novamente. Muitas pessoas acham que ao chamar a PM no local, o BO já está feito, não vão até a PC. Aí os dados estatísticos ficam furados. Cade a coragem para desburocratizar todo um sistema falido.

  40. PARECE QUE DR CARNEIRO JÁ ESQUECEU DO PORQUE, DE QUE FORMA E POR QUEM ELE FOI CHUTADO DA HOMICIDIOS. PELO MENOS´E O QUE PARECE PARA MANRRT A MESMA DIRETORIA. ESSE CONSELHO JÁ ESTA A TANTO TEMPO NO COMANDO, SÓ TROCANDO DE CADEIRAS QUE JÁ DA PARA CHAMA-LOS ATÉ DE:
    OS INTOCAVEIS
    VERDADEIRA MAFIA RSRSRS

  41. De nada adianta um belo trabalho investigativo, minucioso, dias perdidos se na hora de por no papel o Delegado não ter habilidade, não conhecer a lei, o escrivão não for bom. O malaco é solto, o judiciário não acolhe o pedido e ainda tiram sarro no trabalho policial. Formalizar os autos e fundamental para o Juiz e Promotor, que ficam em gabinetes terem a idéia do que e como ocorreu. Oitivas feitas na correria vão colocar muita gente na rua, via absolvição do Judiciário. O nosso Direito Penal e Processual é burocrático, legalista. O que não está no papel não existe. O que se tem que fazer é desburocratizar o sistema da PC. Fim aos Departamentos. Fim as montanhas de livros e registro duplicados. Que a investigação começo com o BOPM. Delegados presidindo realmente a investigação, escrivães cuidando dos IPs. Tiras na rua. (Quem registra BO?) Ninguém… A PM registra tudo. A PC não tem que dispor de escrivães, plantões, escalas para ficar fazendo o trabalho que a PM já faz. Se vai no local do crime. Tudo vai para o relatório PC e não para BO. Tem que desburocratizar.

  42. Pedro, é mais simples resolver as precatórias. A maior parte do tempo demora na remessa e recebimento. É só a SSP disponibilizar AR para as precatória. No dia seguinte elas chegariam ao destino e hoje demoram mais de um mês para ir e outro para voltar. Simples né? Sedex 10 pra polícia. Se bem que não tem dindim nem pra selo de um merreis quem dirá para AR. Meleca de puliça …….

  43. Escriba isso não adiante. Governo do PSDB não gosta de gastar dinheiro. Só privatizar, tercerizar. Tem que ser tudo digitalizado, via e-mail diretamente no destino. Cria-se um banco de dados com os e-mails de todas as unidades, uma manda direto para a outra e pronto. Portaria DGP aceitando documentos digitalizados que são impressos na origem e vai para o IP. Pronto. Ou cria-se esse sistema na Intranet envio e remessa via Intranet, em um Portal, cada unidade teria acesso as suas CPs recebidas, como uma caixa de e-mail. Até o controle fica mais fácil. É só querer. Infelizmente muitos Delegados não conhecem na prática o trabalho cartorário e burocrático da Polícia Civil, criado por eles mesmos.

  44. Não podemos nos culpar, foi o governo durante mais de 15 anos que nos deixou assim….E mesmo assim ainda queremos melhorar de algum jeito. Somo herois mesmo..

  45. Me desculpem, mas farei este comentário antes de ler os dos colegas. Fico indignado quando em serviço, cuidando dos inquéritos e seus respectivos prazos para não ocorrer na chamada inércia, e ser eu o responsabilizado em vez da Autoridade Policial, e recebo em meu cartório a ordem para ouvir as pessoas que a investigação trouxe. È casa da mãe Joana. Agenda cartorária par que? Ora, alguém já ouvir falar em parte de serviço. Investigação. Quantos relatórios já recebi onde os investigadores sugerem ao Delegado a instauração de inquérito policial para apurar o crime descrito no boletim de ocorrência investigado sem apresentaram nada. E o pior, os Delegados mandam instaurar o inquérito. Pergunto para que perder tempo, instaura-se inquérito para apurar todos os casos relatados nos boletins. Se não há necessidade de investigar-se, por que contratar tantos investigadores? ORA SÃO 1000 vagas para investigadores e quando muito 200 para Escrivães. Seria o caso de que investigador na rua é bom para o alegado caixa 2? Para que tanto auê com operações assim ou assado se quando se chaga na Delegacia não há Escrivães para atender as ocorrências. Ora até mesmo o sistema RDO não dá conta e “travam” sempre que uma operação é anunciada, e travam antes do início das operações e ninguém faz nada, mas culpar os Escrivães, ah isso fazem. Não existe bom senso!

  46. O BODE(NÃO O CARNEIRO)JÁ ESTÁ SENDO EXPIADO. A CULPA É DOS ESCRIVÃES E INVESTIGADORES QUE NÃO SE ENTENDEM COM O DELEGADO, SOBRE COMO AGILIZAR AS APURAÇÕES DOS CRIMES DIVERSOS QUE CHEGAM DIARIAMENTE EM SUAS MÃOS. O SISTEMA É UMA MARAVILHA, NÓS É QUE NÃO SABEMOS UTILIZA-LOS, POIS NÃO SABEMOS NEM ESCREVER UM RELATÓRIO, FAZER UMA OITIVA, REDIGIR UMA MENSAGEM PARA O IC/IML/CEPOL, SOLICITAR MANDADO DE BUSCA/APRENSÃO, BILHETAGEM, INTERCEPTAÇÃO TELEFONICA E PRISÕES. ENTÃO PRA QUÊ SERVIMOS. FECHEM A TAMPA DO CAIXÃO E NOS ENTERREM, POIS A CULPA É NOSSA E NÃO DESSA BUROCRACIA INUTIL E DA FALTA DE PESSOAL. QUANDO UM COLEGA CITOU QUE NEM LOCAL DE HOMICÍDIO É IGUAL, POIS EM CERTOS LUGARES NINGUEM VÊ NEM O CADÁVER, IMAGINA QUEM MATOU, EU CONCORDO PLENAMENTE, POIS JÁ OUVI MÃE DIZER QUE SABE QUEM MATOU SEU FILHO, MAIS NÃO PODE E NEM QUER FALAR, ENTÃO O QUE FAREMOS? SE É PRA DINAMIZAR A INVESTIGAÇÃO in loco, TEREMOS QUE MUDAR O MODO DE TRABALHO, POIS SE TEM QUE HAVER DELEGADO,INVESTIGADOR, ESCRIVÃO E PERITO EM TODO O LOCAL DE CRIME, QUEM FARÁ O RESTO DO SERVIÇO, OU SERE-MOS OBRIGADOS A MORAR NA DELEGACIA. ESTAMOS FUDIDOS, POIS FALTA SERIEDADE NAS PALAVRAS E NOS ATOS DOS RESPONSÁVEIS POR ESSA BAGUNÇA TODA. BALA NELES!!!!!!!!!!!

  47. Salvo raríssimas exceções, os relatórios de investigação são mais ou menos assim:
    1 – Em cumprimwnto à OS expedida informo a V.Sª que percorri o logradouro indicado, porém o numeral não existe. Perguntei aos populares sobre o fulano de tal, mas ninguém o conhece.
    2 – Visando a notificação de fulano de tal informo que fui atendido pela genitora do mesmo, a qual me disse que seu filho depois do ocorrido não voltou mais para casa e encontra-se em local incerto e não sabido. (muitos abreviam e escrevem apenas LINS)
    3 – Em cumprimento à O.S. informo que conversei com alguns populares, os quais me disseram que nada viram e ouviram. Percebi que ali impera a lei do silêncio.

    ESSAS IMPORTANTES INFORMAÇÕES CONSUBSTANCIAM O I.P., SENDO DISPENSÁVEL QUALQUER OUTRO TRABALHO DE POLÍCIA JUDICIÁRIA.

  48. E NOS CASOS DE BUSCA E APREENSÃO?
    ELES APREENDEM TUDOOOOO O QUE NÃO PRECISA.
    PEDAÇO DE PARACHOQUE VELHO QUE NADA IDENTIFICA; CÉDULA DE DINHEIRO SEM VALOR; PEDAÇOS DE FIOS; VIDEO GAME, ENFIM, TUDO O QUE ELES VÃO VENDO PELA FRENTE.
    AÍ, QUANDO VC PERGUNTA PELO TELEFONE QUE ESTAVA INTERCEPTADO, O POLICIAL TIRA O CELULAR DO BOLSO E PERGUNTA: “POXA, ESSE AQUI É MÓ LEGAL, EU NÃO POSSO TROCAR E POR O MEU NO LUGAR?

  49. o português já tá difícil, imagine o latim, só minha cachorra consegue latim.

  50. a única peça que vi frases em latim, foi na portaria, baixada justamente por delegados, operacional elaborando BO é díficil.

  51. Ao ler aqui, de muitos dos notáveis profissionáis em investigação policial, falarem com muita propriedade que o local do crime não respresenta nada, fico pensando que escola de investigação frequentaram?
    Será que tiveram alguma aula de local de crime? De investigação policial? Será que na acadepol tiveram alguma matéria voltada para invetigação de local de crime?
    Pelo pocuo que conheço e já estudei, sei que o local e o defunto “falam” pra vc como foi e onde foi que ocorreu o homicídio e até mesmo, quem o praticou.
    Quer dizer que o local do crime não serve pra nada?
    E a forma como o corpo foi encontrado? Posição, marcas no corpo, vestígios de barro? O solo encontrado no local é o mesmo encontrado no sapato ou no carpete de um dos suspeitos? Será que o indivíduo foi morto ali mesmo ou foi levado até o local?
    Existe uma velha e antiga e conhecida premissa que diz: O tempo que passa é a verdade que foge, como nos ensina o professor Locard, especialista em medicina legal. Será que alguem que astá a criticar o local do crime já leu alguma obra do citado autor? Ou melhor, será que alguém aqui já se preocupou em ler alguma coisa sobre a sua profissão investigativa?
    Em um local de crime, exitem perguntas que obrigatóriamente temos que tentar procurar responder: quando?, como? onde?, quem? e porque?,

  52. FUI ESCRIVÃO E HÁ MAIS DE VINTE ANOS OU TIRA. TEM PORCARIA EM TODAS AS CARREIRAS. SEI MUITO BEM ELABORAR UM INQUÉRITO POLICIAL E UM RELATÓRIO DE INVESTIGAÇÕES QUE AUXILIAM E MUITO NA ELUCIDAÇÃO DE FATOS INTRINCADOS. TANTO INVESTIGADORES QUANTO ESCRIVÃES, DE MODO GENÉRICO, PRECISAM COMPROMETER-SE MAIS COM A ATIVIDADE DE POLÍCIA JUDICIÁRIA POIS, DELEGADOS HÁ MUITO DEIXARAM DE ATUAR. OS PLANTÕES SÃO DESUMANOS, ESCRIVÃES E TIRAS CHUTANDO OCORRÊNCIAS, PARTES MALTRATADAS NOS PLANTÕES, CONDIÇÕES HORRÍVEIS DE TRABALHO. SEM ÁGUA, BANHEIRO, ACOMODAÇÕES MINIMAMENTE DECENTES, EM CONTAR O EQUIPAMENTO DISPONIBILIZADO PARA ATENDIMENTO. COMPUTADORES, IMPRESSORAS QUEBRADOS, FALTA DE PAPEL PARA IMPRESSÃO, CAI CAI DO SISTEMA PRODESP! QUEM PAGA POR TUDO ISSO? O COITADO (VÍTIMA) QUE AINDA ACREDITA QUE EXISTE UM B.O. SALVADOR (SUBJETIVISMO DA CRENÇA NO PAPEL). MUITA COISA DEVE SE MUDADA E O ATENDIMENTO COM MELHORES CONDIÇÕES ESTÁ ENTRE ELAS. TEM INVESTIGADOR ANTIGÃO QUE NUNCA DEU UMA CANA NA VIDA. JAMAIS INVESTIGOU UM CRIME. ESCRIVÃES DESCRENTES DO PRÓPRIO TRABALHO. DELEGADOS QUE APENAS QUEREM SE SEGURAR NA CADEIRA DE TITULAR OU COISA PARECIDA. DESCONHECEM O QUE OCORRE NOS CARTÓRIOS E CHEFIA DOS INVESTIGADORES, QUANDO NÃO, SÓ CORRERIAS. ESTÃO TOTALMENTE DESMOTIVADOS OS QUE OUTRORA TRABALHARAM E OS zzzzzzzzzzzzz CANSADOS SÓ TRABALHAM MEDIANTE UM POR FORA SEM CONTAR OS QUE FAZEM SOMENTE PRÁ SI E AINDA TIRAM OS COLEGAS DE OTÁRIOS… MAS QUANDO A CASA CAI…. CHORORÔOOO…. PARA MUDAR O MUNDO, PRECISAMOS NÓS SERMOS OS PRIMEIROS A MUDAR…. A PM TÁ LOUQUINHA PARA ABRAÇAR TUDO! SERÁ UMA DESGRAÇA SOCIAL SEM DÚVIDA! AINDA OS DESENTENDIDOS DO ESTADÃO DIZEM QUE A DISTÂNCIA ENTRE A PM E A GENTE É EXORBITANTE. TIREM O 190 DELES… SÃO CEGOS, SURDOS E MUDOS! E TEM MAIS, NÓS FAZEMOS INVESTIGAÇÕES DE CRIME QUE POR ELES NÃO FORAM EVITADOS! COMO DIZIA MINHA AVÓ, É MAIS FÁCIL PREVENIR DO QUE REMEDIAR!

  53. Quando só o legista.
    Como,normalmente está evidente,tiro,facada,e outros.
    Onde- aí sim, concordo se foi ou não desova.
    Quem- a vítima primeiramente,para estabelecer linha de
    investigação.
    Quem- relacionamentos e vida pregressa da vítima.
    Porque- ?????

  54. Relatório de Campo???

    Tem tira hoje que não sabe nem o que é uma “parte de serviço”….

  55. PIMENTA:
    TUDO CERTO, PORÉM MENTALIDADE DE DHPP.
    CONTINUAM FOCADOS APENAS NOS LOCAIS DE HOMICÍDIO.
    EXISTEM OUTROS CRIMES. O DISCURSO DO DG DEVERIA ABRANGER TB A INTERCEPTAÇÃO TELEFÔNICA, AS FERRAMENTAS PRODESP, INFOSEG, INFOCRIM, ALPHA, OMEGA, I2 E OUTRAS, MUITO ÚTEIS À INVESTIGAÇÃO.

  56. TRABALHEI EM UM SIG DE UMA SECCIONAL DO DEMACRO.
    SEMANALMANTE, CORPOS ERAM ENCONTRADOS, UM ENFORCADO, OUTRO COM TIRO NA NUCA, OUTRO CARBONIZADO. AS VÍTIMAS ERAM DESOVADAS NO MEIO DO MATAGAL E ENCONTRADAS, ÀS VEZES, JÁ EM AVANÇADO ESTADO DE PUTREFAÇÃO. O RELATÓRIO, POR MAIS DETALHADO QUE FOSSE, NÃO PERMITIRIA A ELUCIDAÇÃO DA AUTORIA DO CRIME. OS AUTORES DO DELITO FORAM IDENTIFICADOS APÓS MESES DE INTERCEPTAÇÃO TELEFÔNICA. QUANDO DA PRISÃO TEMPORÁRIA DOS ASSASSINOS, NENHUM TELEFONE INTERCEPTADO FOI APREENDIDO, DIFICULTANDO, SOBREMANEIRA A PRODUÇAO DE PROVAS.
    ENTRETANTO, DE POSSE DE ALGUMAS INFORMAÇÕES, FOI POSSÍVEL INTERROGÁ-LOS ESTRATEGICAMENTE, FICANDO DEMONSTRADA AS SUAS PARTICIPAÇÕES NOS CRIMES.
    ASSIM, DR. CARNEIRO, GRAÇAS AO TRABALHO REALIZADO NO CARTÓRIO, FORAM TODOS PRESOS E CONDENADOS.

  57. não se compara a pm com a pc. a pm tem 190, e um baita monte de sold e vtr. comparação de reporter idiota!!!!!que nunca foi a um dp e nao conhece nenhum policia.

  58. Bastou alguns dias empossado no cargo de DGP para que minha admiração pelo mesmo acabasse… Certo que ele tem um gigantesco abacaxi nas mãos para descascar (mais certo que este abacaxi apodreça…). O fato é que, não será deixando de apoiar esta ou aquela carreira que ele irá dar um jeito na Polícia Civil. fará somente aumentar o já grande descontentamento dos funcionários da PC. Pedir por bom atendimento no plantão é justo… Também já fui vítima de má vontade em plantão, inclusive na mesma Unidade em que trabalho… Ocorre que para exigir, é preciso dar meios para a boa realização do trabalho… Não preciso nem comentar sobre os já famigerados computadores comprados para a PC., RDO então, nem se fala… Estamos perdendo a guerra… Veja que a PM tem verba própria, enquanto a PC tem que se sujeitar a tais atrocidades administrativas… E aguentar seu dirigente maior dividir ainda mais a categoria, ao invés de adotar uma postura unificadora…

  59. a nova dgp esta mal, acostumada com vtrs funcionando(corro-gas-diretoria demacro-dhpp) não sabem que o decap,e etc. não tem ligaçao para celular,nao tem manutenção de vtrs,nao tem nem oleo lubrif.adequado para as vtrs.novas,não tem oleo idraulico para a direçao,não tem elementos filtrante, as blazers estao apodrecendo por descaso. se o policia não pagar um nextel do bolso, trava . se o policia naõ tiver uma corrida com mecanico,peças(desman..),auto eletrico,tecnico de impressora,fornecedor de cartucho,vendedor de bateria,guincho,trava tudo, para tudo! porra nos não temos condições nem animo de sustentar o estado que acaba com seus func. condenando a viverem mendigando favores. a viverem sem dignidade com esse salario. a maioria dos policias e pms que conheço, estão com seus ipva,dpvat,licenciamento,inspeção,, ahhh a INSPEÇÂO”” a maioria dos veículos oficiais, escluindo os novos(sera que è refugo de fabrica), não passam nem de perto da inspeção. ja entrei com a minha contagem de tempo, e vou trabalhar todos os dias, pois mesmo nessas condições, eu e meu parceiro ainda encontramos um pouco de animo para pegar as minhas ordens de serviços e etc,descer no patio abrir a vtr.,ver que ela esta cheia de agua,descer pedir um pano para as tias da faxina,esperar ela procurar, enquanto isso o parceiro me fala que a vtr não quer pegar, eu vou nos mike pesso um cabo de chup..emprestado aí o mike fala pra esperar que esta sendo usado na vtr dele,e´ o que sempre falo ,naõ temos a menor condição de trabalho!!! é constatar ,divulgar e parar.. ai o chefe que e´gente boa fala ,porra me ajudem!!!e nos ajudamos ,pos na medida do possivel ele tambem nos ajuda.naõ aguento mais!!

  60. Há tempos, escuto falarem para não divulgarmos as mazelas da Polícia Civil. Na verdade, acredito ser essencial divulgarmos o que realmente acontece. Antigamente falava-se para não se divulgar, pois os comentários eram apenas para derrubar este ou aquele desafeto, e se falava muito em locais indevidos o que se ganhava por fora. Nossa realidade é outra, precisamos mostrar para a população que o pouco de segurança que elas tem, é por puro amor que alguns policiais tem para com a profissão de Policial Civil. Porque se dependesse de estrutura, dá medo em pensar. Basta vermos os noticiários. Só sensacionalismo. È costumeiro ouvirmos um repórter perguntar à família da vítima como ele familiar esta se sentindo. Ora é claro que a resposta é sentindo-se com medo, indefeso, e triste em ter perdido uma pessoa amada. Basta vermos os programas que tem mostrado a realidade da polícia, mesmo que seja a da PM., o negócio está tão ruim, que nem mesmo há uma produção adequada. Olhem para os programas similares de outros países. Eu já cheguei a trabalhar em uma delegacia tida como de elite, com uma placa na mesa dizendo, “aceito doação de fita para a impressora”. Quer mais?

  61. primeiro lugar restruturar e mudar salario , desvincular salario da pm com a pc , fortalecer o trabalho de investigação

  62. Este é um e-mail automático sem opção de reposta, por favor contatar o remetente via o telefone ou e-mail informado no corpo do e-mail entregue
    bom dia

    Oferecemos particulares, empréstimos comerciais e pessoais com muito baixas taxas de juros anuais tão baixo como 2% em um ano a 50 anos prazo de reembolso em qualquer lugar do mundo. Oferecemos empréstimos que variam de US $ 5.000 a EUA $ 100 milhões.

    Nossos empréstimos são bem segurado para o máximo de segurança é nossa prioridade. Você está perdendo o sono à noite preocupante como obter um emprestador do empréstimo legit? Você morder suas unhas para o rápido? Em vez de bater-lhe, entre em contato com Richard Morgan Agência Empréstimo (Loan Services) agora, os especialistas que ajudam a parar de empréstimos mau histórico de crédito, para encontrar uma solução que a vitória é nossa missão.

    Os interessados ​​devem entrar em contato comigo por e-mail:
    Nome do credor: Mr. Richard Morgan.
    Credor e-mail: paul_william_loan@hotmail.co.uk
    Melhor Regard,
    Mr.Paul William

Os comentários estão desativados.