“AMIGA DOS AMIGOS”: essas psicólogas da Polícia entendem muito de ovos, cobra e chifres (estes dos maridos, ovos e cobra alheios )…Todas PHD em ovos! 37

Enviado em 18/01/2011 às 23:05 – AMIGA DOS AMIGOS

Nos idos de 2000, um certo candidato a delegado,foi muito bem em todas as provaso do concurso para delegado.

Passou nas diversas fases e a seguir fez aquele exame psicotécnico aplicado pelas psicólogas.
Os alunos no entanto, perceberam que tal colega foi desligado do curso de formação, após o teste.

Conversa vai, conversa vem…e finalmente conseguiram saber o motivo do desligamento.

É que foi solicitado ao candidato, desenhar uma figura que representasse o ser humano e sua evolução.

E ele desenhou um ovo com dois chifres, exatamente semelhante á assinatura que vemos no documento supra,cujo assiante substituiu o chifre por uma cobra em seu interior!!

Alegaram as psicólogas, que o desenho sugeria uma pessoa com alto grau de agressividade,compulsividade na busca por poder a qualquer custo,tendência a algum tipo de vício, além de ser facilmente sugestionável.Tratava-se, segundo as psicólogas, de uma pessoa temerária para assumir cargo público, no trato direto com pessoas problemáticas que frequentam o meio policial, como vítimas e infratores.

O ovo, segundo as examinadoras, é o símbolo da introspecção, do egocentrismo e do medo de que algum segredo venha á tona e atinja a imagem exteriormente vista, e que portanto, deve ficar trancada na redoma de uma casca.

Alegaram as psicólogas, que pessoas que desenham ou assinam usando o formato de ovo,tendem a ser chantagistas quando querem manter o status e não medem consequências quando querem se vingar de algo que lhes magoou, são extremamente rancorosas, se magoam por pouco,dão o troco rapidamente e possuem um só ouvido, o que lhes fazem parciais nos julgamntos.

Em contrapartida, todo aquele que conseguir ultrapassar a casca do ovo,terá tudo o que pedir ,não importando quem seja ou o que venha a solicitar.

E por estes motivos o ex-futuro delegado foi excluido do concurso.

_________________________________________

Tal diagnóstico é tão valioso quanto um mapa astral. Mas não culpo as doutoras, a culpa é do veado do Delegado, responsável pela exclusão do rapaz,  que aceitou uma merda de tal espécie.   

PREFIRO O OMAR CARDOSO

EM CONCURSO DA POLÍCIA CIVIL SÓ CANDIDATOS COM ÓTIMO PREPARO LOGRAM APROVAÇÃO…A GENTE PERCEBE QUE ALGUMA COISA NÃO ENCAIXA QUANDO PASSA A CONVIVER COM UM E OUTRO…LOGO NOS PERGUNTAMOS: COMO ESSE FULANO CONSEGUIU A PROEZA? 29

Enviado em 18/01/2011 às 22:24 SILVA

Para quem está reclamando, dizendo que quem não passou é burro, não estudou ou ainda deve alguma coisa na justiça.

O candidato que tem a transcrição total da prova nesse link http://fraudes.xp3.biz/total-ubiracy.pdf foi reprovado em português (40) e criminalista (40) sendo que corrigindo a prova ele deveria ter sido aprovado.

ESSE MESMO CANDIDATO PRESTOU PARA O EP-08 E FOI APROVADO E JÁ TERMINOU O CURSO.

Como a banca explica isso? A unica explicação é que a banca usava tapa-olhos.

E para quem ainda está diz um monte de coisas tenho certeza que a carapuça da fraude está servindo.

Acompanhem o dia a dia no twitter @fraude_PC_SP se bloquearem aqui continuo por lá.

_______________________________________

Pelas atuais provas , em razão das questões  intrincadas, mal elaboradas e carregadas de pegadinhas , nem sequer lograríamos ( falo por mim ) êxito em concurso para a carreira de latrineiro.

Segurança para ex-governador é puro desperdício de dinheiro público…Afinal, se o mandatário fizer coleção de inimigos relativamente poderosos será facilmente morto (com ou sem segurança; nem o Mossad garante) 13

18/01/2011 – 19h56

Promotoria questiona lei que obriga PM a fazer segurança de ex-governadores e família

GUILHERME VOITCH
DE SÃO PAULO

O Ministério Público do Amazonas prepara uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) contra lei estadual que obriga a Polícia Militar a fazer a segurança de ex-governadores do Estado e de familiares.

Nesta semana, carros da PM foram flagrados parados em frente à casa do pai do ex-governador Eduardo Braga (PMDB), em Manaus. Ele deixou o cargo em 2010.

A repercussão do episódio levou o Ministério Público a elaborar uma representação que será encaminhada ao procurador-geral do Estado.

“A segurança é um serviço público e a polícia deve garantir a segurança de todos. Como está, a lei é inconstitucional”, disse Jussara Pordeus, coordenadora das Promotorias de Proteção e Defesa aos Direitos Constitucionais do Cidadão.

Ela considerou um privilégio indevido a proteção ao pai de Braga. “A viatura estava na casa do pai do ex-governador e não em frente à residência do próprio governador, onde estão os parentes que moram com ele.”

A reportagem da Folha procurou a Polícia Militar do Amazonas para comentar o assunto, mas ninguém se manifestou até o começo da noite.


Ciretran de Jacareí é investigada por suposta fraude em carteiras de habilitação 23

Atualizado em: 19h15min – 17/01/2011
 
 
 
Ciretran de Jacareí é investigada por suposta fraude em carteiras de habilitação
Decisão judicial determina que Detran retire pontos de usuário prejudicado
O sistema que deveria educar os motoristas para um trânsito seguro é o mesmo sistema que permite que um esquema criminoso transforme pontos de multas em quantias milionárias para fraudadores.

Veja também:
23/12/2010 – Descoberto esquema de fraude em Ciretrans da região
27/12/2010 – Delegado seccional de Jacareí pede transferência

Nas linhas abaixo, a reportagem do VNews apresenta detalhes de como motoristas imprudentes conseguiram zerar seus prontuários no Detran do Estado, enquanto outros, sem que soubessem, acumularam centenas de pontos em questão de meses.

Ex-Motoboy
“Começaram a surgir pontos. Em pouco mais de 8 meses eu estava com 95 e em dezembro de 2007 já beirava os 200”, explica o ex-motoboy Manoel, de Caraguatatuba, que no ano seguinte recebeu uma notificação informando que a habilitação estaria suspensa. Foi quando se sentiu obrigado a mudar de profissão.

Credito: Reprodução / Rede Vanguarda
“Tive que abandonar a profissão de motoboy, que eu gosto, para ser pintor, que não precisa de CNH”, diz.

Irritado, ele procurou a Ciretran de Caraguatatuba e descobriu que as multas pertenciam à quase 100 veículos diferentes. A maioria com placas de Jacareí e São José dos Campos. “Eu perguntei a origem destas multas e a resposta sempre foi a mesma. Ciretran de Jacareí”, conta.

Em 2007 ele conseguiu resolver o problema com uma alternativa oferecida pela própria Ciretran de Caraguá. Assumiu os pontos e fez um curso de reciclagem. “Não paguei o curso e não me cobraram as multas”, diz.

Acreditando se tratar de um engano, Manoel aproveitou o prontuário zerado para voltar à antiga profissão. O retorno durou algumas semanas…

Durante o ano de 2008 ele recebeu outras 75 multas, com as mesmas características das apresentadas anteriormente. Foi quando ele decidiu recorrer à Justiça.

A decisão veio em fevereiro de 2009. A sentença do Juiz Paulo Bonini, da primeira vara cível de Caraguatatuba, reconhece que os pontos não pertencem à Manoel e determina que o Detran providencie um novo número de CNH para ele. A sentença ainda fala em um possível esquema de falsificação de documentos, na Ciretran de Jacareí (veja abaixo trecho da sentença do Juiz de Caraguatatuba).


O caso de Manoel não é isolado. A reportagem do VNews percorreu, na última semana, diversas delegacias da região em busca de casos semelhantes. O mais recente deles está em Jacareí.

Pontos que não acabam mais

Arion Rodrigues chegava do trabalho quando recebeu uma comunicação do Detran que sua habilitação apresentava um número elevado de pontos.

“Não dirijo com frequência, existem multas de locais que nunca fui, que nem conheço”, diz.

Quantos pontos possui Arion? Com o número da habilitação e o de CPF de Arion, a reportagem fez uma pesquisa no site do Detran. A resposta do sistema nos poupa o trabalho de soma: “O número de ocorrências supera o limite de exibição do sistema” (veja abaixo).

Quando se busca pelos pontos de Arion, o sistema do Detran-SP retorna esta mensagem

A vítima registrou boletim de ocorrência no 2º DP de Jacareí no início de dezembro. O caso está sendo investigado pela Polícia.

O sistema a serviço do crime

Um policial de Jacareí diz que para rodar com a CNH “limpa” basta que a pessoa tenha os contatos certos dentro do órgão de trânsito.

“É só procurar a pessoa certa, que apresente lá na Ciretran. A pessoa paga um valor que eles estipulam e os pontos são transferidos”. O valor da irregularidade? “700 reais”, revela.

VNews também questionou o policial sobre a relação do esquema de fraude em CNH’s e do esquema de adulteração de documentos de veículos, descoberto em outubro do ano passado em Igaratá e publicado pelo VNews em dezembro.

“Existe uma hierarquia semelhante. Mas a execução de cada esquema é de responsabilidade de uma pessoa diferente”, explica.

Desobediência à Justiça

Mesmo após uma sentença judicial, Manoel ainda não pode seguir a vida tranquilamente. Os pontos foram novamente zerados, mas, desde agosto de 2010, outras 3 multas apareceram. “O Detran zerou, mas não obedeceu a decisão para me dar um novo número de CNH e não informa o motivo disso”, reclama.

Procurado, o órgão informou que encaminhou a solicitação aos setores responsáveis, mas que ainda não poderia dar um posicionamento sobre o caso.

Clientes Vip

Com a listagem de placas dos veículos que tiveram multas transferidas, a reportagem traçou o perfil de quem se utilizava do esquema. A maioria dos veículos – Jacareí lidera a lista – é de carros considerados de alto padrão: aparecem na lista uma BMW de São José dos Campos, diversos Honda Civic e algumas picapes de luxo. Além de cidades da região, as multas também foram aplicadas por órgãos de trânsito de São Paulo e Mongaguá.

Casos isolados

Procurado, o delegado seccional interino de Jacareí, Dr. Hugo Brisola Junior, informou que a Polícia de Jacareí investiga os dois casos.

O delegado não vê relação com os casos de veículos transferidos ilegalmente em Igaratá, revelado em dezembro. “São casos isolados, isso não depende de ninguém de dentro da Ciretran. Como não há a exigência de reconhecimento de firma, qualquer despachante pode agir de má fé e realizar tal procedimento”, diz.

O delegado refuta qualquer possibilidade de envolvimento de funcionários de dentro da Ciretran no esquema.

VNews procurou também o delegado da Ciretran de Jacareí, Dr. Roberto Avanci. Ele informou que as transferências de multas e os motoristas que recorreram a tal artifício estão sendo investigados

LEI COMPLEMENTAR Nº 1096, DE 24 DE SETEMBRO DE 2009…ANALOGIA, NO ÂMBITO DA SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA A REGOVAÇÃO DO ESTATUTO – QUE É A TEORIA GERAL DOS DIREITOS, DEVERES E OBRIGAÇÕES DO FUNCIONALISMO – NÃO REVOGA A LOP; AINDA QUE ESTA SE MOSTRE EM COMPLETO DESACORDO COM A NOVA ORDEM JURÍDICA…( no popular: o policial que se phoda; caso tenha dinheiro contrate bom advogado e ingresse com ação judicial) 14

Enviado em 18/01/2011 às 19:14- ANALOGIA

LEI COMPLEMENTAR Nº 1096, DE 24 DE SETEMBRO DE 2009
Altera a Lei nº 10.261, de 28 de outubro de 1968 – Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO:
Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei complementar:

Artigo 1º – O inciso VI do artigo 241 da Lei nº 10.261, de 28 de outubro de 1968, Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado, passa a vigorar com a seguinte redação:
“Artigo 241 – …………………………………………………
VI – tratar com urbanidade as pessoas;” (NR)

Artigo 2º – Fica revogado o inciso I do artigo 242 da Lei nº 10.261, de 28 de outubro de 1968, Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado.
(“Artigo 242 – Ao funcionário é proibido:
I – referir-se depreciativamente, em informação, parecer ou despacho, ou pela imprensa, ou qualquer meio de divulgação, às autoridades constituídas e aos atos da Administração, podendo, porém, em trabalho
devidamente assinado, apreciá-los sob o aspecto doutrinário e da organização e eficiência do serviço;”);

Artigo 3º – Esta lei complementar entra em vigor na data de sua publicação.

Palácio dos Bandeirantes, 24 de setembro de 2009.
JOSÉ SERRA
Sidney Estanislau Beraldo
Secretário de Gestão Pública
Aloysio Nunes Ferreira Filho
Secretário-Chefe da Casa Civil
Publicada na Assessoria Técnico-Legislativa, aos 24
de setembro de 2009.

AL GORE: “Defendam a internet. Ela não pode ser controlada por governos ou grandes corporações. A internet é do povo.” …”INFELIZMENTE A DEMOCRACIA AINDA NÃO CHEGOU PARA POLICIAIS CIVIS” (Dr. Paulo Roberto Jodas) 8

18/01/2011 – 14h03

“Internet é democracia e não pode ser controlada”, diz Al Gore

CAMILA FUSCO
DE SÃO PAULO

“Defendam a internet. Ela não pode ser controlada por governos ou grandes corporações. A internet é do povo.”

Essa foi uma das frases do ex-vice-presidente dos EUA, Al Gore durante sua breve apresentação durante o segundo dia da Campus Party, evento de tecnologia e entretenimento que acontece até domingo em São Paulo.

Veja a galeria de fotos da Campus Party

Cristiano Sant’Anna/Indice.com/campuspartybrasil/Flickr
Al Gore fala na Campus Party hoje, que acontece nesta semana no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo
Al Gore fala na Campus Party hoje, que acontece nesta semana no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo

Durante seu discurso, Al Gore afirmou que a internet traz a democracria à vida real e que a neutralidade da rede deve continuar.

“A forma como se usam as ferramentas tecnológicas é absolutamente importante. Sigam seus corações e mantenham os sonhos das pessoas vivos, não deixem que a rede seja controlada”, afirmou.

A discussão vem em um momento em que a neutralidade da internet é questionada, inclusive por iniciativas de empresas globais sobre a possibilidade de priorizar conteúdo de acordo com a vontade do usuário no momento.

Outra forma de interferência também apontada pelos especialistas é o bloqueio da rede por companhias de telefonia ou acesso à internet como forma de “proteger” a rede e evitar o consumo de banda.

Sob a ótica dos especialistas, todo conteúdo e toda navegação deve ser tratada da mesma forma, sem privilégios ou proibições e sem interferências

O tema também foi abordado por Tim Berners-Lee, um dos criadores da rede, que também participou do painel.

“Quando alguém tentar impedir que vocês acessem um conteúdo, protestem. Em paz, mas protestem”, disse Berners-Lee.

As formas podem ser diferentes, segundo ele. Pode envolver desde protestos silenciosos, como posts em blogs e no Twitter ou também ganhar proporções maiores, como reclamar com a companhia telefônica que bloquear o acesso, por exemplo.

“Essas são revoluções silenciosas que ganham as ruas”, afirmou.

Governador desviou dinheiro destinado à contenção de morros para um museus da Fundação Roberto Marinho 8

de
para dipol@flitparalisante.com

data18 de janeiro de 2011 17:15
assunto notícia

ocultar detalhes 17:15 (9 minutos atrás)

Sei que seu site não trata de politica, Dr.
Mas não custa nada alertar os seus leitores, que não são poucos, diga-se de passagem, a não acreditar no que llem na Rede Globo. Afinal, ela a mãe do PIG que apoia o PSDB.
Por isso, encaminho o link de uma notícia onde diz que o Governador desviou dinheiro destinado à contenção de morros para um museu da Fundação Roberto Marinho.
 
http://www.conversaafiada.com.br/pig/2011/01/13/dinheiro-das-enchentes-foi-para-fundacao-roberto-marinho/

Nova direção troca toda chefia da Polícia Civil na cidade de São Paulo 56

Enviado em 18/01/2011 às 16:59O Maskara

Nova direção troca toda chefia da Polícia Civil na cidade de São Paulo
ANDRÉ CARAMANTE
DE SÃO PAULO

O delegado Carlos José Paschoal de Toledo, ex-diretor do Detran (departamento de trânsito) e empossado ontem novo chefe do Decap (setor da Polícia Civil responsável pelos 93 distritos policiais da capital), trocará todos os oito delegados seccionais da cidade de São Paulo.

Delegacias seccionais são centrais menores da Polícia Civil, ou seja, postos de comando que agregam todos os distritos policiais de uma determina área. A 4ª Seccional Norte, por exemplo, é a responsável por todos os 13 distritos policiais da zona norte e também pela Delegacia de Defesa da Mulher.

A mudança de chefia da Polícia Civil na capital faz parte de um processo de renovação iniciado semana passada por Marcos Carneiro Lima, que assumiu dia 7 o posto de delegado-geral.

Segundo o delegado Toledo, sua principal meta à frente do Decap é melhorar o atendimento à população. ‘Precisamos fazer com que as pessoas que buscam atendimento policial sintam que são pessoas importantes’.

Toledo também sustenta que sua gestão no Decap será uma busca para fazer com que a população tenha retorno sobre os registros policiais. ‘Vamos dar uma solução para os crimes. Não vamos nos limitar apenas a registrar o boletim de ocorrência’, afirmou o delegado.

A partir de um entendimento entre o delegado-geral e Toledo, a partir de amanhã, as oito delegacias seccionais do Decap ficarão assim:

Na 1ª Seccional Centro assumirá Kleber Torquato Altale, que era diretor da Polícia Civil na região de Piracicaba. Ele entrará no lugar de Aldo Galiano Júnior.

A 2ª Seccional Sul terá o delegado Adalberto Henrique Barboza, que era da Divecar (um setor do Deic que investiga crimes contra veículos), como substituto de Silvio Balangio.

A 3ª Seccional Oeste será chefiada por Dejair Rodrigues, que estava na delegacia de São Caetano do Sul (ABC). Rodrigues ficará no lugar de Elaine Maria Biasola Pacheco.

Na zona norte, onde fica a 4ª Seccional, o delegado Cosmo Stikovics Filho, ex-seccional de Diadema (ABC), ficará no lugar de Francisco Alberto de Souza Campos.

A 5ª Seccional Leste terá como chefe Elisabete Ferreira Sato, que deixa o DHPP (departamento de homicídios) para substituir Nelson Guimarães, que foi para o Deic (crime organizado).

No extremo sul da capital, a 6ª Seccional Santo Amaro terá à frente o delegado José Flamínio Ramos Martins, que era da delegacia Fazendária e assumirá no lugar de Armando de Oliveira Costa Filho, que irá para o lugar da delegada Sato no DHPP.

A 7ª Seccional Leste ficará sob responsabilidade de José Sanches Severo, agora ex-delegado chefe de Cotia (Grande São Paulo). Severo assumirá no lugar de Godofredo Bittencourt, que também já foi chefe do Deic.

No extremo leste, 8ª Seccional São Mateus será liderada pelo delegado Carlos Targino da Silva, que já foi do DHPP e atuava como seccional de Franco da Rocha (Grande São Paulo). Ele assumirá a vaga de Antônio Carlos Palhares.

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/862349-nova-direcao-troca-toda-chefia-da-policia-civil-na-cidade-de-sao-paulo.shtml

 

RÁDIO FLIT SABOR VERÃO NA PRAIA: 867-5309/Jenny ( verão de 1981/82 sem alagão ) 30


867-5309/JENNY
(James Keller / Alex Call)
Tommy Tutone – 1981

Jenny Jenny who can I turn to
You give me something I can hold on to
I know you’ll think I’m like the others before
Who saw your name and number on the wall

Jenny I’ve got your number
I need to make you mine
Jenny don’t change your number

Eight six seven five three oh nine
Eight six seven five three oh nine
Eight six seven five three oh nine
Eight six seven five three oh nine
Jenny Jenny you’re the girl for me
You don’t know me but you make me so happy
I tried to call you before but I lost my nerve
I tried my imagination but I was disturbed

Jenny I’ve got your number
I need to make you mine
Jenny don’t change your number
Eight six seven five three oh nine
Eight six seven five three oh nine
Eight six seven five three oh nine
Eight six seven five three oh nine

I got it (I got it) I got it
I got your number on the wall
I got it (I got it) I got it
For a good time, for a good time call

Jenny I’ve got your number
I need to make you mine
Jenny I’ve called your number

Eight six seven five three oh nine
Eight six seven five three oh nine
Eight six seven five three oh nine
Eight six seven five three oh nine

Jenny Jenny who can I turn to
(Eight six seven five three oh nine)
For the price of a dime I can always turn to you
(Eight six seven five three oh nine)

Eight six seven five three oh nine
Eight six seven five three oh nine
five three oh nine…

Baixe músicas gratuitamente do site oficial do TOMMY TUTONE: http://www.tutone.com/main2.html

Divisão de Capturas cuidará do Presídio da Polícia Civil 60

Enviado em 18/01/2011 às 15:04- FUDIDO

Terça-feira, 18/01/11 – 14:34

Divisão de Capturas cuidará do Presídio da Polícia Civil

Na manhã desta terça-feira (18), o delegado geral de polícia Marcos Carneiro Lima visitou o Presídio da Polícia Civil, acompanhado do delegado Luiz Antonio Pinheiro, supervisor do Grupo de Operações Especiais (GOE) e de três equipes da mesma unidade policial, que fizeram uma revista aos 110 policiais civis presos.

Todos foram colocados em forma e o delegado geral aproveitou a oportunidade para falar sobre a importância de se manter o presídio em ordem, dentro das normas estabelecidas pela Polícia Civil, entre outros assuntos.

A novidade, entretanto, ficou para o final da visita, quando Marcos Carneiro informou que o Presídio da Polícia Civil não será mais responsabilidade da Corregedoria, mas, sim, da Divisão de Capturas, hoje comandada pelo delegado Waldomiro Pompiani Milanesi, que, entre outros departamentos, já atuou no Deic e na Secretaria da Segurança Pública (SSP).

___________________________________

Qual a motivação?

EUCLYDES, a imposição estatutária agride a Constituição da República…Contudo, conforme informação em Mandado de Segurança, o Dr. Ferreira Pinto esposa entendimento contrário; fundado em atrasada doutrina de Juristas Paulistas 23

Enviado em 18/01/2011 às 14:23 – Euclydes Zamperetti Fiori

Em meu entender a imposição estatutária impedindo manifestação publica do policial civil agride o inserido na Constituição.

Doutor Guerra

Por favor, esclareça minha duvida.

Euclydes Zamperetti Fiori
lotado no outrora respeitado
DEIC

Em linhas gerais: LIBERDADE DE MANIFESTAÇÃO é amplamente garantida aos policiais civis, desde que obedientes aos regramentos da LOP, ou seja, SÓ POR MEIO DE PETIÇÃO  endereçada aos superiores hierárquicos.

E dentro do limite da TOLERÂNCIA crítica permitida:   ZERO!

Por outro aspecto, o Excelentíssimo Sr. Secretário, enquanto agente político – ao abrigo de sanções disciplinares – pode manifestar-se publica e livremente acerca de falhas verificadas na Polícia Civil; assim podendo empregar qualificativos como INÉPTA, LETÁRGICA e VERDADEIRA ORGIA, obviamente com finalidades terapêuticas. 

JUIZES DENUNCIAM A PRECARIEDADE DA ATUAÇÃO DA JUSTIÇA…DELEGADO DE POLÍCIA QUE OUSAR DEMONSTRAR A “PORCARIEDADE” (resultado da precariedade ) DA SEGURANÇA PÚBLICA ACABA PROCESSADO E DEMITIDO POR PROCEDIMENTO IRREGULAR DE NATUREZA GRAVE 9

Juízes alertam para a realidade do Judiciário de SP

Magistrados e mídia estreitam relações em Piracicaba


Sob o título “Juízes de Piracicaba divulgam realidade do Judiciário Paulista”, o site da Apamagis (Associação Paulista de Magistrados) registra a iniciativa de 12 juízes do Fórum de Piracicaba, que promoveram encontro com a imprensa local, em dezembro (*).

http://blogdofred.folha.blog.uol.com.br/arch2011-01-01_2011-01-31.html#2011_01-13_18_04_35-126390611-0

Segundo noticiou a “Gazeta de Piracicaba”, o encontro serviu para chamar a atenção sobre a “precariedade da atuação da Justiça no Estado de São Paulo”.

Realizado no auditório da Associação Comercial e Industrial de Piracicaba, o evento foi uma iniciativa dos magistrados para estreitar as relações com a imprensa e esclarecer sobre o funcionamento da Justiça paulista.

O juiz Marcos Douglas Veloso Balbino da Silva, da 2ª Vara Cível, disse que há “um cenário desolador que serve como desestímulo aos próprios juízes, pois o número de processos só aumenta e estamos enxugando gelo”. Segundo ele, “não se pode transformar a atividade judicial em produção em escala industrial e repetitiva de decisões”.

O juiz Lourenço Carmelo Torres, da 3ª Vara Cível, citou o corte no orçamento pelo Executivo estadual e a falta de funcionários, agravada pela perda de servidores que deixaram de ser repostos.

Sob o título “Juízes denunciam condições ‘insustentáveis’ de trabalho”, o “Jornal de Piracicaba” noticiou que os magistrados reclamaram que o crescente volume de processos, aliado aos baixos investimentos, os obriga a exercerem jornadas excessivas de trabalho, incluindo as sentenças nos finais de semana, em detrimento da vida familiar e social.

Em página interna, o encontro foi noticiado sob o título “Poder Judiciário de Piracicaba grita por socorro em encontro com a imprensa”.

Segundo o jornal, os juízes consideraram a iniciativa uma forma de “derrubar os muros que ainda separam e afasta a mídia e a Justiça de uma aproximação mais harmoniosa e produtiva”, conforme definiu o juiz Lourenço Carmelo Torres.

“Juízes apresentam panorama caótico do Judiciário paulista” foi a manchete do jornal “A Tribuna Piracicabana”.

Segundo o jornal, “os juízes de direito da Comarca de Piracicaba fizeram algo inusitado: pela primeira vez, reuniram jornalistas da cidade para apresentar o organograma do Judiciário brasileiro e, na mesma oportunidade, deixaram a habitual reserva em falar sobre a situação de suas atividades para apresentar um quadro caótico do Judiciário paulista”.
 
(*) http://www.apamagis.com.br/noticia.php?noticia=29216
 

Dr.Hélio Tavares(HT), Dr.Claudio Gobetti, Dr.José Antonio Carlos de Campos Gomes(Zé Antártica)… 40

Enviado em 18/01/2011 às 12:04- FALCÃO

Escriba 2.011
Dr.Hélio Tavares(HT), Dr.Claudio Gobetti, Dr.José Antonio Carlos de Campos Gomes(Zé Antártica)… Tinham seus defeitos como todos nós temos, mas eu queira ver, qual D.G., qual Secretário, qual oficial da pm (seja comandante de companhia, de batalhão ou do car…..que fosse), tinha peito de ir em suas Delegacias, Departamentos, exigir alguma coisa, falar alto, querer dominar uma determinada situação… Tinha que ter culhão pra isso, muito culhão…

QUEM DISSE QUE DELEGADO DE POLÍCIA SÓ INGRESSA EM TRIBUNAL DE JUSTIÇA COMO RÉU 12

Enviado em 18/01/2011 às 12:10DESILUDIDO

NICO NO LUGAR DO IVANEY… POLÍCIA É BICO MESMO…

http://justicadesportiva.uol.com.br/26588-RONALDO-BOTELHO-PIACENTI-TOMA-POSSE-COMO-NOVO-PRESIDENTE-DO-TJDSP.html

Osvaldo Nico será o vice do tribunal; ex-presidente Ivaney Cayres também participou da cerimônia

Em cerimônia na sede da Federação Paulista de Futebol (FPF) nesta última segunda-feira, dia 17 de janeiro, tomou posse o novo presidente do Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD/SP), Ronaldo Botelho Piacenti, juntamente com seu vice Osvaldo Nico Gonçalves. O agora ex-presidente Ivaney Cayres também participou da cerimônia.

Acompanhe o site Justicadesportiva.com.br também pelo Twitter

O novo presidente falou de suas expectativas ao assumir o novo cargo. “A expectativa é manter a seriedade do tribunal, isso é muito importante. Estamos realizando melhorias no tribunal, com o apoio da FPF, e vamos fazer o melhor possível para o futebol de São Paulo”, disse Ronaldo Botelho, em reportagem do site da entidade que comanda o futebol paulista.

Osvaldo Nico Gonçalves, novo vice-presidente, se disse gratificado em assumir o cargo. “É gratificante, estou aqui há muito tempo. Entrei quando o Dr. Marco Polo Del Nero era o presidente do tribunal. Então chegar hoje à vice-presidente me deixa muito feliz”, disse.

Ivaney Cayres de Souza disse que mudança no comando é saudável e demonstrou confiança no trabalho de seu sucessor. “Passar o cargo é algo saudável e um motivo de muita festa. É importante nesse momento ter a consciência tranqüila de ter feito o melhor para o desporto. Tenho a certeza de que o TJD está em boas mãos”, concluiu, agradecendo a todos que o auxiliaram durante seu mandato.

Por fim, Ivaney inaugurou uma galeria, onde cada um dos ex-presidentes do tribunal está retratado. Ainda durante a cerimônia, duas placas foram entregues, uma ao atual presidente Ronaldo Botelho Piacenti e outra ao ex-presidente Ivaney Cayres de Souza.