JUNTE-SE A NÓS: PARTIDO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO BRASIL 24

http://gcmcotiags.blogspot.com/2011/01/novo-partido-politico-em-cotia-pspb.html

 DOU 18/12/2007. Diário Oficial da União de 18 de Dezembro de 2007

Pg. 189. Seção 3. Diário Oficial da União (DOU) de 18/12/2007

Ver Original:
Pg. 189. Seção 3. (DOU) de 18/12/2007

PROGRAMA DO PARTIDO

HISTORICO

O projeto do PSPB – PARTIDO DOS SERVIDORES PUBLICOS E DOS TRABALHADORES DA INICIATIVA PRIVADA DO BRASIL comecou a ser elaborado em marco de 2005, por uma Comissao coordenada pelo Servidor Publico Municipal o Sr. Nilson Domingues e composta dos seguintes membros: Glauber Gomes Maia, Lazaro Martins Borges, Cicero Tadeu da Silva, Maria de Lourdes Ribeiro, Luceni Ferreira dos Santos, Sandra de Jesus dos Santos, Reinaldo Caixeta de Amorim, Jeova Alves da Silva, Arnon Rubens Mendes de Barros, Helder Sousa Domingues, Alvaro Jose de Oliveira, Fabricia Ferreira Lemos, Joao Nunes de Melo, Monica Alves Pinheiro, Ilton Domingues, Rafael Carlos de Paiva Marques Bernardes, Jose Jairo de Olanda Silva, Wanderson Paulo de Souza, Walter Paulo de Oliveira Santiago, Sabrina Pinheiro, Luismar Pereira da Silva, Amilton Alves Teixeira, Viviane Tasso dos Santos Ribeiro Domingues, Nilton Domingues. Ja no mes de junho de 2007, a Subcomissao de Redacao do PSPB, composta pelos seguintes membros: Nilton Domingues, Arnon Rubens Mendes de Barros, Alvaro Jose de Oliveira, Stephany Pinheiro Costa, Monica Alves Pinheiro, apresentou a versao preliminar do Programa Partidario, divulgada para discussao junto aos diretorios: nacional, estaduais e municipais, bancadas parlamentares, companheiros no exercicio de funcoes executivas em todos os niveis, assim como junto aos movimentos sindicais dos professores, da saude, dos policiais federais, dos policiais rodoviarios federais, das policias civil e militar, dos trabalhadores do DNIT, dos servidores da justica federal, do INSS, da Receita Federal, do Tribunal de Justica do Estado de Goias, dos Agentes de Transito do Municipio de Goiania, dos Tribunais de Contas da Uniao, dos Estados e dos Municipios, e outras representacoes de trabalhadores em todos os ambitos assim como os movimentos da juventude e feminino. Finalmente, foi designada uma Comissao Especial de Redacao, que chegou a elaboracao final do Anteprojeto “Democracia, Desenvolvimento, Melhor Qualidade de Vida, Cidadania e Trabalho” – sendo este, o Programa de Doutrinas e Intencoes do PSPB – PARTIDO DOS SERVIDORES PUBLICOS E DOS TRABALHADORES DA INICIATIVA PRIVADA DO BRASIL .

POVO TRABALHADOR DO BRASIL

O autoritarismo mascarado e a ineficiencia governamental, no qual impera a exclusao e injusticas sociais insuportaveis que tambem faziam presentes nos governos passados, hoje, mesmo com muita dificuldade de discernimento pelo povo sofrido do Brasil, este mesmo povo esta se despertando em meio a enganos e decepcoes, para exigirem cidadania, melhor qualidade de vida, desenvolvimento, empregos com salarios dignos, igualdade e justica e verdadeira Democracia. O PSPB, apresenta abaixo, algumas advertencias a nacao brasileira, apos duro e amargo aprendizado sob o jugo de governos ultrajantes e insensiveis com seu povo.

I. Os detentores do poder foram incapazes de construir uma civilizacao democratica para todo o povo brasileiro. Porem, o PSPB reconhece a primazia do povo brasileiro, a sua capacidade de organizacao e mobilizacao popular, como ponto de partida deste programa e como condicao para realizar as reformas que sao necessarias. Uma das grandes realizacoes dos filiados, dos militantes e lideres do PSPB e ouvir a Sociedade, pois, para transformar em propostas politicas coerentes, em primeiro lugar deve-se ouvir a vontade do povo. O PSPB nao quer fazer descer goela abaixo do povo as suas imposicoes e nem tampouco seus erros como os atuais governos e seus antecessores. Esta transformacao e tarefa precipua do P.S.P.B – PARTIDO DOS SERVIDORES PUBLICOS E DOS TRABALHADORES DA INICIATIVA PRIVADA DO BRASIL. Para isso, o PSPB, submeter-se-a ao crivo das exigencias da cidadania, em suas dimensoes concretas: de trabalhador e produtor; de contribuinte; de consumidor; de usuario de servicos publicos; de sujeito de direitos e obrigacoes.

II. Os militantes, os filiados e os lideres do PSPB e a maioria do Povo, em decorrencia da amarga experiencia vivida sob o regime opressor, e a importancia da organizacao dos partidos e das bases da sociedade. Portanto, o PSPB com o intuito de se organizar popularmente e partidariamente alem de conclamar a sociedade e a classe trabalhadora para resistirem contra o autoritarismo e o privilegio inseridos as elites. Organizando-se popular e partidariamente, os governos perdem-se na sua intolerancia, no voluntarismo das cupulas partidarias ou no personalismo dos lideres. Assim organizado, a democracia nao se esvazia de vivencia popular e a politica alcanca os homens nas suas preocupacoes quotidianas, e recebe deles inspiracao orientadora e ainda havera distribuicao da riqueza e da renda, incentivando no individuo no melhor sentido da cidadania.

III. A defesa do Estado democratico pelo PSPB garantira a soberania popular nacional e outros aprendizados tais como: realizacoes das aspiracoes populares, as aspiracoes dos trabalhadores publicos e privados, assegurar condicoes para que a consciencia dos cidadaos se forme e permita o aprendizado coletivo das praticas organizatoria e participativa, orientadas para a solucao dos problemas nacionais. Afinal, a vida democratica nao se esgota no estabelecimento de regras formais que regem a relacao entre o Executivo, o Legislativo e o Judiciario. O PSPB quer organizar e representar os servidores publicos, a grande massa trabalhadora urbana e rural, os quadros tecnicos e profissionais liberais, os empresarios e proprietarios da cidade e do campo. Do PSPB poderao participar todos os brasileiros que se identifiquem com este Programa, independentemente de sua condicao social ou economica.

IV. Os militantes, os filiados e os lideres do PSPB acreditam que os partidos politicos sao indispensaveis a democracia e o pluripartidarismo e o sistema mais adequado para a expressao da heterogenea sociedade brasileira. O PSPB em conjunto com a sociedade popular e partidariamente organizados, sera um partido que alcancara um desempenho eleitoral da ordem de um terco, especialmente no Congresso Nacional, mas tambem no plano estadual e municipal.

V. O PSPB e contrario a qualquer forma de induzir o POVO a erros com o intuito de arrecadacao para os cofres publicos e com o valor “arrecadado”, tentar fazer com que o povo acredite que esta sendo utilizado o valor em prol da sociedade. Portanto, isso e roubo e uma insanidade e injustica com o povo nao informado, integro e honesto. Portanto, de nada adianta os sofismas, pois essas sao as armas enganosas das oligarquias. A honestidade, a justica, a verdade, o realismo, a transparencia e a sobriedade, sao os principios fundamentais do PSPB.

VI. O PSPB servira aos interesses da maioria, sera marcado pela eficiencia das acoes de seus filiados, militantes, lideres e participantes governamentais e, pela racionalidade administrativa. O PSPB busca recuperar a eficacia e a credibilidade das instituicoes publicas diante do povo brasileiro. O que se busca e o Estado legitimo e necessario, nao privatizado e nao corporativista, dizer nao as manobras e pressoes externas, as quais o povo tem conseguido resistir e que tem dificultado solucionar varios problemas internos no nosso pais.

O PSPB e um partido comprometido com a soberania nacional, com a educacao, com a organizacao popular, com a liberdade, com o bem-estar social, com a igualdade de oportunidades e fazer cumprir pelos detentores do poder a distribuicao de riquezas de forma mais igualitaria.

PRINCIPIOS DO P.S.P.B – PARTIDO DOS SERVIDORES PUBLICOS E DOS TRABALHADORES DA INICIATIVA PRIVADA DO BRASIL

I. O PSPB e compromissado com a democracia. Os filiados, os militantes e os lideres, estarao prontos para lutarem pela democratizacao e para assegurar a dignidade humana e justica, consolidar as conquistas democraticas e evitar retrocessos politicos.

II. O PSPB pretende ser um partido politico de expressao nacional, sera um partido voltado para a satisfacao dos anseios da maioria da populacao, nao permitira continuar a vergonhosa roubalheira desenfreada com raizes profundas que persistem sobreviver dentre os detentores do poder que foram eleitos pelo povo honesto e ingenuo do nosso pais. O PSPB identifica-se com as lutas e os interesses da grande massa dos trabalhadores e com os marginalizados e excluidos. O PSPB movera implacavel combate a corrupcao e sonegacao. Denunciara as autoridades competentes cada caso que lhe chegar ao conhecimento, para apuracao da responsabilidade dos envolvidos. Apoiara tambem as iniciativas da comunidade em resguardo do erario e do interesse publico.

III. O PSPB defendera: o interesse nacional, de acordo com o interesse do povo, a preservacao do territorio e da soberania nacional, o fortalecimento da autonomia cultural, a capacidade produtiva e comercial, e os demais objetivos estrategicos do Pais. O PSPB e um partido de massas, que atuara em todos os lugares onde residam ou trabalham brasileiros, alem de fiscalizar os Poderes Executivo e Legislativo.

IV. Dentro dos limites da sua linha programatica, o PSPB assegura aos seus filiados, militantes e lideres, a liberdade de atuacao no ambito de suas atividades profissionais e de sua militancia junto aos movimentos de massa.

 

QUEM AVISA AMIGO É: BATER EM POLÍCIA E NA MULHER DE POLÍCIA É ASSINAR O PRÓPRIO ATESTADO DE ÓBITO…CUIDADO Dr. EX-TIRA DO GARRA, VOCÊ NÃO É O MAIS FORTE E DUVIDO O MAIS HONESTO ( Aliás, se for verdade que bateu em mulher de policial: és apenas um marginal do tipo bem covarde ) 85

Enviado em 10/02/2011 às 14:23 – V DE VIOLÊNCIA CONTRA POLICIAL

Dr.Guerra:

Como não estava presente na hora dos fatos não posso dar uma opinião mais concreta. PORÉM, há um personagem no fato…um Delegado Operacional  , bem novinho, Dr …., que infelizmente tive a infelicidade de ser amigo qdo o mesmo era policial/tira do GARRA (era um grande comédia que todo mundo tirava sarro, pois era um zero a esquerda e nunca deu uma cana).
Esse pseudo policial constantemente vem agindo com abuso de autoridade. Presenciei ele agredindo a esposa de um policial que foi preso indevidamente. A esposa dele foi até a corregedoria e tomou um tabefe em seu rosto. Só que foi na frente do policial. Nem preciso dizer que se eu fosse ele dormiria com a .45 colada na orelha, pq o cara disse que nem que fosse a ultima coisa do mundo…..bom, já sabe o resto.

Alerto a todos os policiais civis que tomem cuidado com essa figura. Não sei se é por conta da idade (é muito novinho) e bombadinho que gosta de meter a mão em polícia na hora da cana.

Li em algum post que ele é ex-namorado da Dra…..o que explica muita coisa para mim.

Tomem cuidado policiais honestos. Quando ele está de plantão ele sempre diz: “hoje quero meter alguém em cana, não importa quem e como”.

Prender policial bandido é uma coisa….agora fazer lousa  com policial pobre e honesto….é foda de ver….

Tão avisados.

Guardem esse nome e se um dia ele cair no Decap….bom, já sabem como receber.

Yvaney não é o único a ter carrões importados, mansões. Basta apenas a boa vontade da Corregedoria da Polícia Civil e afinco do Ministério Público para investigar esse baronato da polícia civil e, quiçá, da Polícia Militar, que nada em dinheiro, enquanto o resto da categoria ganha salários miseráveis. 34

http://cabecadebacalhau.wordpress.com/2011/02/10/mp-e-corregedoria-investigam-delegado-milionario-mas-so-o-ivaney-e-os-outros/

MP e Corregedoria investigam delegado milionário. Mas só o Ivaney? E os outros?

NÃO SOU PUXA-SACO, MAS O DOUTOR MARCOS CARNEIRO NÃO DISSE BESTEIRA…APENAS TOCOU EM PONTOS DAQUILO QUE A POLÍCIA MILITAR ESTUDA E CONCEITUA COMO “SEGURANÇA PRIMÁRIA”…AQUELA QUE É OBRIGAÇÃO DO CIDADÃO NO RESGUARDO DE SEUS BENS E INCOLUMIDADE 21

Casa tem porta prá ficar trancada.

Vigilante é pago pra vigiar e chamar a Polícia.

O vigia cuida da rua, os moradores por cuidarem da vizinhança e de suas casas pagam aqueles para colaborar com a Segurança ( dever de todos, mas obrigação do Estado ).   

O vigia deve ser fiscalizado pelos contratantes e pela Polícia.

O Delegado Geral está mais que correto!

E possui poderes para tal.

_______________________________________________________

Vigia de rua será fiscalizado e terá de passar por cursos
Publicado em 10/02/2011 – 0 comentários

A Polícia Civil vai criar um setor para fiscalizar e controlar vigias de rua de São Paulo, além de um curso na academia. A ordem partiu do delegado-geral Marcos Carneiro Lima após o assalto à casa do secretário estadual dos Transportes e Logística, Saulo de Castro Abreu Filho, que ficou três horas com a mulher e a fila sob a ameaça de ladrões que invadiram sua residência e levaram joias, aparelhos eletrônicos e R$ 4,5 mil em dinheiro.

Atualmente, há 1.918 seguranças noturnos de rua cadastrados na Grande São Paulo; 1.167 deles só na capital. Mas a polícia estima que quase 2 mil trabalhem clandestinamente, segundo afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo o delegado Elson Alexandre Sayão, diretor do Departamento de Identificação e Registros Diversos (Dird) da Polícia Civil.

Forma de ajudar

A polícia acredita que aumentar o controle e treinar os vigias seria uma forma de obter informações sobre pessoas e veículos suspeitos – dados que podem ser fundamentais para combater roubos a residência.

Para trabalhar como vigia de rua, o interessado precisa reunir assinaturas dos moradores da região, tirar um atestado de antecedentes criminais e encaminhar os documentos à delegacia do bairro, que envia os documentos ao Dird, que mantém o cadastro.

Além de fiscalizar os vigias, a intenção é também ensinar procedimentos básicos, como saber quem chamar em caso de emergência.

Os primeiros a ser treinados devem ser os vigias que trabalham na zona oeste, onde ocorreu o maior número de roubos a residência no ano passado.

“Se eu quisesse fazer coisa errada, não colocaria o meu filho. Há outras formas de conseguir um sócio.”…TÁ CERTÍSSIMO, SE ELE QUISESSE O FILHO COMO SÓCIO ENFIAVA O RAPAZ NA POLÍCIA 28

OUTRO LADO   ( BELO TERNO )

Policial alega que cartório de Brasília errou

DE SÃO PAULO

Foi por um erro do cartório de Brasília que o nome de Ivaney Cayres de Souza Júnior aparece como comprador do terreno, segundo Ivaney Cayres de Souza. O cartório, diz, errou num documento enviado à Receita Federal e ao Coaf. Inicialmente, ele havia dito que o erro era do Coaf.
Segundo o policial, seu filho é apenas procurador da empresa que fez a compra, a NS Empreendimento Imobiliário Noroeste 1.
O tabelião Ramilo Correia, do cartório, diz que não pode confirmar que houve erro.
O administrador da NS, José Ricardo Rezek, foi sócio do delegado na empresa de segurança Pollus. Rezek sofreu um acidente grave de carro e hoje quem cuida da Pollus é um executivo profissional e o filho do delegado.
Souza diz que o lote será pago em 36 parcelas. Afirma que é “uma ofensa à sua inteligência” a hipótese de que o filho seria seu laranja na compra. “Se eu quisesse fazer coisa errada, não colocaria o meu filho. Há outras formas de conseguir um sócio.”
Diz que os bens que possui estão em seu nome e que a acusação de omissão na licitação no Detran é “completamente equivocada”. “Não era o pregoeiro, não tinha como dirigir a licitação”.
O “maior absurdo” da acusação, diz, é que o suposto superfaturamento de R$ 11,9 milhões foi detectado entre 2008 e 2009. Ele saiu do Detran em dezembro de 2006.

TAMBÉM VOU CAGUETAR SEM INVENTAR: EM ABRIL DE 2008, NO INTERIOR DE GABINETE DE UNIDADE PROCESSANTE DA CGP, NOS DISSERAM: “DOIS MILHÕES PARA ELE É COMO DOIS MIL PRA NÓS”…NA OCASIÃO ACHEI UMA GRANDE BESTEIRA, MAS AGORA COMEÇO ACREDITAR…EI VOCÊ AÍ ME DÁ UM DINHEIRO AÍ, ME DÁ UM DINHEIRO AÍ…TÁ..TÁ…TÁ…TÁ…TÁ…TÁ…ME DÁ, ME DÁ, ME DÁ (OI LOMBARDI )…IVANEY, QUER COMPRAR O SBT? 10

Enviado em 10/02/2011 às 11:35 – X9 CAGUETO MAS NÃO INVENTO

São Paulo, quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Policial é investigado por bem de R$ 15 mi ( QUINZE MILHÕES DE REAIS )

Delegado e ex-diretor do Detran-SP é acusado de comprar um terreno no DF com dinheiro desviado; ele nega

Suposta fraude em licitação do órgão deu prejuízo de R$ 11,9 mi ao governo paulista, diz Ministério Público

MARIO CESAR CARVALHO
DE SÃO PAULO

Você acharia normal um delegado de polícia comprar um terreno por R$ 15 milhões? A Corregedoria da Polícia Civil de São Paulo e o Ministério Público não acham.
Os dois órgãos investigam o delegado Ivaney Cayres de Souza sob a suspeita de lavagem de dinheiro -teria usado dinheiro desviado do Detran, do qual foi diretor, para adquirir uma área em Brasília, segundo documentos sigilosos obtidos pela Folha.
Souza dirigiu o Detran de setembro de 2005 a dezembro de 2006, período em que o órgão contratou novos fornecedores de placas. Ele é acusado pela Promotoria de ter fraudado a licitação com preços superfaturados para beneficiar duas empresas.
O superfaturamento deu um prejuízo de R$ 11,9 milhões ao governo paulista, segundo o Ministério Público. A Justiça ainda não decidiu se a acusação será aceita. Se for, Souza passa a ser réu numa ação criminal.
O delegado diz que a ação tem motivações políticas e refuta a acusação de fraude. Sobre o terreno, diz que seu filho foi apenas procurador da empresa que o comprou.

NEGÓCIO SUSPEITO
Souza é um policial fora dos padrões. Seus colegas o consideram o mais rico dos delegados da polícia paulista -é sócio de um grupo de 4.500 funcionários, que atua em segurança e serviços, anda em um Passat alemão blindado e sua mulher num Mercedes, também blindado.
A empresa de segurança que iniciou o grupo, a Pollus, funcionou anos no nome de um laranja do delegado.
A Corregedoria e os promotores vincularam a suposta fraude no Detran à compra do terreno ao consultar o Coaf, órgão do Ministério da Fazenda responsável pelo combate à lavagem de dinheiro.
O Coaf informou que um filho do delegado, Ivaney Cayres de Souza Júnior, aparecia numa operação de compra de um terreno de 1.000 m2 num setor novo de Brasília, o Noroeste, onde o governo do Distrito Federal quer criar um bairro de feições ecológicas, o que gerou uma especulação desenfreada. Valor do negócio: R$ 14,997 milhões.
Souza Jr. é procurador da NS Empreendimento Imobiliário Noroeste 1 Ltda.
Levantamentos feitos pela Folha mostram que a NS tem todas as características de uma empresa fantasma.
Num dos endereços da NS em São Paulo, na Vila Clementino (zona sul), não há nem empregado na sala comercial alugada nem telefone. Um funcionário do prédio diz que a sala fica vazia o ano todo -é usada só para receber correspondência, recolhida por um motoboy.
Em outro endereço da NS, em Taboão da Serra, a situação é mais precária. A suposta sede da empresa fica numa casinha de 80 m2, que não vale nem R$ 40 mil, de acordo com uma imobiliária.

SEM PALETÓ EM DIADEMA…A PEDIDO! 18

 

a pedido, no DEMACRO e designa a Delegacia Seccional de

Polícia de Diadema, para sede de exercício do Dr. PAULO ROBERTO

BOBERG BARONGENO – RG 18.804.242, Delegado de Polícia de 3ª

classe, padrão II, lotado na Delegacia Geral de Polícia, anteriormente

classificado no DEINTER 4 – BAURU, com sede de exercício na

Delegacia Seccional de Polícia de Ourinhos.(DGP 336/P)

COMPLEMENTANDO: SE ALÉM DE SURFAR TOCAR UMA GUITARRINHA TODO CUIDADO É POUCO COM A “MACONHA ALADA”…JOVENS, O POLICIAL É CIDADÃO DIFERENCIADO: “CIDADÃO DE MIERDA”…ASSIM, ESTUDIOSOS, FILÓSOFOS, ESPORTISTAS, SURFISTAS, ARTISTAS E GUITARRISTAS FAÇAM COMO O MINISTRO LUIZ FUX…INGRESSEM NA MAGISTRATURA!…AH, JUIZ PODE SER MACUMBEIRO OU JUDEU ( basta ser bom Juiz ) 6

Enviado em 10/02/2011 às 10:54-  NICODEMOS

Colegas,o policial é um cidadao diferenciado, realmente deve abdicar de alguns prazeres coletivos de outros cidadaos comuns, entao surfar,tomar pileques deixam de ser normais para nós policiais,se surfar,nao diga que é policial,e na repartiçao nao deixe a informacao se espalhar,o esporte sugere o uso de drogas. Os pileques podem ensejar danos institucionais e a perda do emprego. Então, jovens colegas policiais,cuidado,poís,por uma besteira destas,adeus carreira,adeus sonhos! Abraços.

_________________________

Pode usar peruca, inclusive! Não será chamado de viado.

ADORO O TUCANATO…ADORO PASSEAR NO TREM DAS CLÍNICAS…ALEGRA-ME O SORRISO DOS DOENTES, DOS EDUCADOS MÉDICOS EM SEUS CARRÕES, DOS FUNCIONÁRIOS HOSPITALARES E FUNERÁRIOS, DOS TAXISTAS, FLANELINHAS E DOS FUMANTES EM MINUTOS DE LASER NA PRAÇA REBOCHO…ADORO SABER QUE O GOVERNO É BOM PARA O POVO…ADORO A TRANQUILADE DE DEGUSTAR 4 BRAHMAS COM “QUEIJO PRATO” TENDO POR SEGURANÇA O “BANCO NOAL”…ADORO VER A RONDA ESCOLAR DA PM NAS PROXIMIDADES DO OBJETIVO…ADORO O BUCOLISMO DA CRISTIANO VIANA…LÁ SOU AMIGO DO REI, TEM ALCALÓIDE À VONTADE…PROSTITUTAS QUASE BONITAS…VOU-ME EMBORA PRA PASÁRGADA SEGUINDO NO TREM VERDE 22

Enviado em 09/02/2011 às 22:31- REPÓRTER AÇO

ANAIS POLÍTICOS

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

GERALDO TERCEIRIZA A POLÍCIA
A saga privatista da tucanolândia não tem limites, mesmo.

A questão da privatização nunca foi o que sai das mãos do Governo, e sim, se sai, como sai, porque sai, e se você vai continuar pagando imposto sobre isso.

A tucanolândia tem visões curiosas sobre isso. Vende tudo o que foi construído com o dinheiro público, e portanto, com o suor dos impostos da população.

Daí, repassa para os amigos administrarem. Em contrapartida, os impostos continuam sendo cobrados. Você paga imposto pela educação, mas também é obrigado a pagar a escola particular. E assim por diante.

Mudar esse quadro não é tão simples, certamente. Mas é necessário dar uma olhada em qual momento isso passa a ser desavergonhado.

A declaração do Delegado Greral da Polícia Civil de SP é a demonstração cabal e maior do resultado da ausência do Estado na vida do cidadão.

Ele disse, em razão do assalto à casa do secretário de transportes, que só a polícia sozinha não consegue intimidar a criminalidade. Está chamando também à responsabilidade, os vigias de rua. Decerto está falando inclusive daquele cidadão informal, que “patrulha” a região sentado numa motoca e um com apito na boca.

Cara-de-pau é pouco. Terceirização maior da polícia, não existe. Mas você continua pagando o salério dele, por exemplo. Você continua pagando seus impostos em dia e o Estado continua sendo responsável constitucional pela garantia da segurança.

O Delegado podia ir dormir sem essa. Até a Folha, que não questiona patavinas da administração tucana, resolveu tirar uma casquinha. Discreta, é verdade. Eles nunca vão criticar abertamente uma coisa errada de seu governo predileto.

E tem mais. O Delegado decerto não ficaria indignado se a casa de um zé-mané fosse assaltada. Mas como foi a casa de alguém importante, todos sobem nas tamancas.

Trocando em miúdos, a culpa é do pobre se assaltaram a casa do Secretário. Se o cara que tá lí na rua, que não porta armas nem é sindicalizado não tentou impedir os bandidos, a culpa não é da polícia. É do porcaria do pobre que não se toca, que precisa dar a vida pelo bacana da hora.

CHAMEM AS MILÍCIAS CARIOCAS PARA TREINAMENTO DOS VIGILANTES DE RUA 25

Enviado em 10/02/2011 às 8:06 WAGNER

Editorial Jornal Agora 10/02/11
Chame o ladrão

É irônico, apesar da gravidade do assunto e da dor para a família, que a casa do ex-secretário da Segurança Pública de São Paulo tenha sido assaltada. Ao lado da mulher, da filha e de uma amiga, Saulo de Castro Abreu Filho ficou refém dos bandidos por três horas.

Se o homem que mandava na segurança no Estado não está a salvo da violência, quem estará?

O caso, já preocupante, ficou pior com a reação do delegado-geral da Polícia Civil de São Paulo, Marcos Carneiro Lima.

Ele disse que “somente a polícia não consegue resolver um problema dessa envergadura”. E cobrou uma atuação melhor dos vigilantes de rua, comuns nos bairros mais ricos da cidade.

Nos últimos anos, houve uma redução da criminalidade em São Paulo. Desde 1999, a queda dos assassinatos no Estado ultrapassou 70%.

Em 2010, foram registrados 10,48 homicídios por grupo de 100 mil habitantes. O número representa menos da metade da média nacional (24,5) e está muito perto do limite considerado aceitável internacionalmente –de 10 homicídios por 100 mil pessoas.

Mas isso está longe de acabar com a sensação de insegurança dos cidadãos. O noticiário mostra um dia sim e outro também casos de assaltos a shoppings, arrastões em condomínios, violência à luz do dia.

A polícia, incapaz de garantir a segurança, agora apela aos seguranças particulares _que nem deveriam existir, se ela trabalhasse de forma eficiente.

Menos mal que a polícia tente impor alguma regra a esses grupos. De vez em quando, eles dão mais medo que segurança, seja pelo despreparo, seja pela cobrança forçada pelos seus “serviços” em alguns casos.

https://flitparalisante.wordpress.com/2011/02/10/nao-sou-puxa-saco-mas-o-doutor-marcos-carneiro-nao-disse-besteira-apenas-tocou-em-pontos-daquilo-que-a-policia-militar-estuda-e-conceitua-como-seguranca-primaria-aquela-que-e-obrigacao-do-cid/