A SSP-SP considera absurda a sugestão de extinguir as polícias militares dos Estados brasileiros 52

PM mata seis vezes mais que Polícia Civil em São Paulo

Luis Kawaguti

Da BBC Brasil em São Paulo

Polícia Militar de São Paulo vigia manifestantes. Foto: France PressePoliciais militares de São Paulo vigia manifestantes; PM mata seis vezes mais que Polícia Civil

A PM (Polícia Militar) matou seis vezes mais pessoas durante ações de combate ao crime do que seus pares da Polícia Civil em São Paulo no ano de 2011, segundo levantamento feito pela BBC Brasil.

O grau de letalidade da polícia no Estado mais populoso do país se insere no debate sobre a recomendação da abolição do sistema separado de Polícia Militar – feita ao Brasil no Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU no último dia 25.

A questão também deve entrar em debate em junho na Câmara, a pedido do deputado federal Chico Lopes (PC do B-CE).

Clique Leia mais: Militarismo da polícia vem do século 19

O levantamento da BBC Brasil foi feito com base em estatísticas fornecidas pela SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo).

Ele levou em conta os efetivos da PM (100 mil) e da Polícia Civil (30 mil) e os homicídios cometidos em serviço por membros de cada entidade em 2011 – 437 pela PM e 23 pela Polícia Civil.

Proporcionalmente, para cada grupo de 10 mil policiais, a PM se envolveu em 43 mortes e a Polícia Civil em sete.

Militarismo

Esses homicídios são classificados pelo governo como “resistência seguida de morte”. Isso significa que ocorreram durante o combate ao crime, em tese, quando os policiais se defendiam de supostas agressões dos suspeitos.

“A PM mata porque tem o mesmo treinamento do militar (das Forças Armadas), que combate inimigos externos. Isso é uma coisa que se deve discutir com a sociedade”, disse o deputado Lopes, que defende a unificação das polícias no Brasil em uma entidade civil.

“Minha preocupação não é com o nome, mas com o conceito da polícia. Precisamos tirar o militarismo e depois discutir currículo de formação para que todos (os policiais) comecem (a carreira) em pé de igualdade”, disse.

Funções distintas

Segundo a SSP-SP, a diferença nos níveis de letalidade das polícias se explica nas funções que cada uma exerce. À PM cabe o policiamento preventivo e ostensivo e à Polícia Civil a investigação.

“É natural, portanto, que a PM enfrente situações de confronto muito superiores aos da Polícia Civil. Em consequência, registram-se mais mortes na ação do policiamento ostensivo”, afirmou a pasta em nota.

Segundo a SSP-SP, se as polícias militares fossem substituídas ou se seus nomes fossem mudados, a probabilidade de confrontos não seria reduzida.

“Matar não é direito nem de uma nem da outra, mas a questão principal é que as polícias não se entendem bem”, disse Chico Lopes.

Segundo especialistas ouvidos pela BBC Brasil, em muitos Estados (inclusive São Paulo) existe uma disputa entre as polícias militares e civis.

Isso faz com que ambas possuam tanto órgãos destinados à inteligência e à investigação como equipes táticas usadas em patrulhamento ostensivo e confrontos de natureza tática com criminosos.

“O antagonismo (entre as polícias) surgiu das culturas diferentes. Há uma divisão por preconceito de longa data. Principalmente a PM tem procurado ocupar espaços de sua co-irmã. Isso é uma realidade em todo o país”, afirmou o sociólogo Luís Flávio Sapori, ex-secretário da Defesa Social de Minas Gerais e hoje professor da PUC-MG.

Segundo ele, a desarticulação e a desintegração entre as duas polícias é hoje um problema mais grave do que a militarização da PM.

Rio de Janeiro

A BBC Brasil solicitou estatísticas sobre a letalidade das polícias militar e civil no Rio de Janeiro ao ISP (Instituto de Segurança Pública), autarquia que divulga as estatísticas policiais no Estado.

O ISP não forneceu os dados. Afirmou que essas estatísticas são divulgadas de forma genérica (sem distinção entre mortes envolvendo policiais civis e militares). Ao todo, foram 523 mortes em 2011 – 63 a mais que as ocorridas em São Paulo no mesmo período.

“O detalhamento desse tipo de solicitação demandaria tempo e dispêndio de recursos humanos”, afirmou a autarquia. O ISP informou que “a transparência da informação é meta prioritária” em suas publicações.

Santa Catarina

Entre os demais Estados, o único que possuía a estatística de letalidade especificada em seu site na semana passada era Santa Catarina.

Lá, foram registradas 58 mortes em 2011, sendo que a Polícia Militar matou quatro vezes mais que a Polícia Civil.

O Secretário de Segurança Pública de Santa Catarina, César Augusto Grubba, também afirmou que as diferenças de atribuições das polícias explicam a diferença nos índices de letalidade.

As atividades da Polícia Civil, segundo ele, expõem seus integrantes a ambientes mais controlados, “pois as ações geralmente são planejadas e previamente estudadas, resultando em menores possibilidades de confronto e resistência armada”.

Nações Unidas

O debate sobre a extinção da PM foi levantado durante a Revisão Periódica Universal, uma sabatina à qual os países são submetidos periodicamente no Conselho de Direitos Humanos da ONU.

Nela, um conjunto de enviados de 78 países fez perguntas e elaborou 170 recomendações ao Brasil na área de direitos humanos.

A recomendação para que o Brasil acabe com o sistema separado de Polícia Militar partiu da delegação da Dinamarca.

O país recomendou a desmilitarização da polícia com investimentos de Estado e observância de “medidas para reduzir a incidência de execuções extrajudiciais pela polícia”.

Os homicídios cometidos por policiais classificados como “resistência seguida de morte” ou “autos de resistência” já haviam sido estudados pela ONU no Brasil.

Foram analisados 11 mil casos com essa classificação, ocorridos entre 2003 e 2009 em São Paulo e no Rio.

Em 2010, o enviado da ONU Philip Alston afirmou ter evidências de que parte dessas mortes eram na realidade execuções ilegais.

Na Revisão Periódica Universal de maio, a Alemanha e a Namíbia também recomendaram ao Brasil lutar contra homicídios arbitrários cometidos pelas polícias.

Reação

A SSP-SP afirmou que “considera absurda a sugestão de extinguir as polícias militares dos Estados brasileiros, presente no relatório”.

“É uma proposta que carece de fundamentação e de conhecimento das realidades jurídica e cultural da sociedade brasileira”, diz a nota da pasta.

“Soa até como piada pronta o fato de a ideia ter surgido da Dinamarca, um país que é quase seis vezes menor que o Estado de São Paulo e dono de situação socioeconômica bem diferente (e mais simples) da encontrada no Brasil”.

A pasta também argumenta que a existência das duas polícias está prevista na Constituição Federal.

Esta é a segunda de uma série de reportagens da BBC Brasil sobre as deficiências do país na área de direitos humanos que serão publicadas ao longo deste mês.

Clique Leia aqui a primeira reportagem da série

  1. É… a água esta batendo na bunda da PM… e o secretário como um PM quer mesmo é desqualificar uma proposta que já deveria ter se tornado realidade.
    Polícia Militar (criada para proteger o estado) não deve existir em uma país que se diz democrático, assim como duas policias não devem existir.
    Deveria ser criada uma instituição policial estadual unica… em que o policial entre por meio de concurso na base da policia e com o seu merito e concursos internos ir galgando novos cargos até que se torne chefe, etc… Isso sim é uma polícia democrática. Que a mesma policia seja responsavel pelo patrulhamento, pela investigação, pelos setores de inteligencia, etc.
    Chega desta baboseira de duas policias…

    Quem sabe algum governante sério e de fato comprometido com o bem estar da nação resolva esta questão.

  2. Deveria ser apenas uma polícia a exemplo de outros países, mas governo, união e alguns intera$$ado$ não estão a fim.

  3. Tá mais fácil político ir pra cadeia do que qualquer polícia militar desse país ser extinta.
    Esquece. O “lobby” do oficialato é muito forte e governador algum, em sã consciência, está disposto a abrir mão de seus “cachorros”.
    Na verdade, estamos caminhando para a extinção da polícia civil, que está sucateada, não serve pra nada (vide a greve, que ninguém ligou…) e é extremamente mal vista pela população.
    A PM já faz registro de diversos BOs, que eram atribuição legal exclusiva da polícia civil e não houve manifestação alguma de delegados ou demais carreiras, para que isso fosse evitado. Pelo contrário, muitos até gostaram da ideia, imaginando que “teriam menos trabalho”. O interessante é que esses BOs estão sendo feitos (e bem feitos, pois a população aprova o atendimento) até por soldados que mal sabem ligar o computador; enquanto isso, delegados olham só para seus rabos, escrivães e investigadores lutam por salário “n.u.” e são criticados por “colegas do restopol”.
    Podem criticar, mas essa é a realidade.
    Ou a polícia civil se une numa só polícia e luta para se estabelecer ou, logo logo, “barba e cabelos soltos” estarão proibidos…

  4. PASSOU DA HORA DESTE PAÍS DECIDIR SE VIVE NUMA DEMOCRACIA OU NO STALINISMO

  5. Não é querendo defender os coxinhas, uma vez que sempre precisei foram eles que me ajudaram, ao contrário do Garra e Goe, mas o que essa reportagem falam é óbvio hululante, uma vez que o efetivo da PM é quase, ou mais, do triplo da PC.

  6. A comparação foi totalmente sem propósito.
    Além do efetivo, citado pela Maria, no policiamento ostensivo não há como prever situações de enfrentamento. Há abusos e excessos? Óbvio! Mas não nos esqueçamos de que estamos no Brasil…

  7. A polícia militar só interessa para os oficiais. Esta polícia é um modelo arcaico de que há muito já deveria ser extinta. Nunca ouvi dizer que polícia civil invade a atuação da polícia militar. O que ocorre é alguns gênios que ainda insistem em manter polícia civil fardada, que não serve para nada. No mais, nada haveria de perder se as polícias fossem unificadas em todas as áreas de atuação quer seja no preventivo quer seja no repressivo. Perguntem para quem realmente está na rua, por parte da polícia militar, qual o modelo que eles preferem, militar ou polícia unificada e profissionalizada. Se a unificação ocorresse, não tenham dúvidas que a população é quem ganharia. O oficialato é cheio de mordomias, daí a dificuldade de eles aceitarem, pacificamente, tal proposta.
    Infelizmente hoje o estado de são Paulo vive um estado autoritário, tanto no que se diz respeito a polícia militar bem como governo PSDB. Quem duvida do que falo, basta observar que o chefe das polícias é um militar. O chefe da corregedoria da polícia civil é também um militar. Não vou citar mais nada senão perderei todo o meu dia apontando mazelas. No mais, torço para que este câncer que corrói a sociedade seja, de uma vez por toda, extirpada de nossa sociedade. Por fim, quem quer ser militar que vá para as forças armadas.

  8. Será que basta levar em conta o efetivo para se chegar as conclusões sem que as mesmas sejam falaciosas ???

    Compara-se o incomparável e não há necessidade de ser o Einstein para se saber que não há equivalência nas atuações das Polícias, seja PC, PM, ou PF.

    Abaixo os oportunistas de plantão: ONinho, partidinhos, deputadinhos, oportunistazinhos, meliantizinhos…

    QUEM DEVE FALAR DE SEGURANÇA E VIOLÊNCIA É CRIMINOLOGISTA A

    PARTIDÁRIO E COM ESPECIALIDADE EM ESTATÍSTICA CRIMINAL LIMPA DE

    MANIPULAÇÕES! SE ASSIM NÃO O FOR: OPORTUNISTAS “DETECTED”

  9. stive :
    a pm trabalha seis vezes mais que a pc.

    TRABALHA MAIS PARA QUEM, CARA PÁLIDA ?
    SÓ SE FOR PARA GARANTIR SEUS PRIVILÉGIOS E ESCONDER SUAS CAGADAS, PORQUE PM ODEIA “PAISANOS”, QUE SÃO OS TROUXAS DA POPULAÇÃO, QUE PAGAM SEUS SALÁRIOS E NÃO CONHECEM O MARKETING MENTIROSO DESSA CORPORAÇÃO INÚTIL – O CRIME CRESCE A CADA DIA NAS RUAS, ESTATÍSTICAS OFICIAIS – QUE SÓ SABE FAZER LOBBY NA MÍDIA COMPRADA.
    O DIA EM QUE A PM REALMENTE TRABALHAR, OS FURTOS E ROUBOS DE VEÍCULOS DIMINUIRÃO PELA METADE, ESSA ONDA DE ROUBOS A RESIDENCIAS, RESTAURANTES E CAIXAS ELETRONICOS VAI CAIR EM 90% E TODOS OS DELITOS PRATICADOS DIARIAMENTE NAS CIDADES DO ESTADO DE SÃO PAULO, VÃO APRESENTAR UMA REDUÇÃO DRÁSTICA.
    O PROBLEMA É QUE O COMANDO DA INSTITUIÇÃO ARCAICA NÃO QUER FAZER SUA FUNÇÃO – PATRULHAMENTO PREVENTIVO – PORQUE JÁ TOMOU CIÊNCIA QUE É INCOMPETENTE E NÃO DÁ CONTA DO SERVIÇO, POR ISSO OPTARAM EM FAZER POLÍTICA, MARKETING E JOGAR FUMAÇA NA CARA DO POVÃO, QUE POR SUA VÊZ, JÁ DEMONSTROU QUE NÃO SABE ESCOLHER SEUS MANDATÁRIOS E ENGOLE QUALQUER NOTÍCIA FABRICADA, COMO ESSAS DENÚNCIAS “ANONIMAS” QUE TENTAM JUSTIFICAR OAS ASSASSINATOS DA ROTA.
    PRA CIMA DE MIM, NÃO !

  10. Já passou da hora de extinguir a pm , primeiramente desmilitarizar , dividir o efetivo para fiscalizar as rodovias estaduais,efetivo para atuar em guarda de presidios e escolta de presos , e efetivo para atuar em policiamento de choque aquartelado, só agindo quando solicitado, o restante do efetivo unificado com a policia civil para suprir a defasagem do efetivo policial da pc ,e nos municipios o policiamento preventivo ficaria a cargo das guardas municipais e em municipios que não conseguissem manter uma guarda municipal aí sim teria a presença do policiamento do estado é assim que é feito no primeiro mundo, uma melhor forma de controlar o efetivo ,e da maior eficiencia no seviço policial.Se quisermos entrar de vez para o primeiro mundo, devemos dar um primeiro passo éssa é a oportunidade, se ficarmos nesta história do Sr ferreira pinto que nossa realidade é outra é que nossa população merece mesmo é pau cacete e bala , ficaremos sempre nesse circulo vicioso , e nesse amador e arcaíco sístema policial e salário de terceiro mundo!

  11. A POLICIA MILITAR DEVE ESTAR COM OS DIAS CONTADOS, PARA QUE O BRASIL TENHA UMA CADEIRA NA ONU, UM DOS REQUISITOS É A SUA EXTINÇÃO. FUI…

  12. a PC também deveria acabar….

    e São Paulo seria lindo… apenas com políticos e bandidos…que aliás…é a mesma coisa…kkkkk …dadas as devidas proporções!!!

    Ensinaríamos nossos filhos desde pequenos a atirar…bater carteiras (meu Guri olha aí), usar uma faca, estilete, mentir (essa é boa….), fumar maconha, vendê-la se necessário…

    E a população que se lasque!!! quem mandou não ser politizada e votar no PCC psdb?

    Poderíamos fazer turismo na Síria…estaríamos acostumados com o jeitão daqui…

    Nos tornaríamos experts em falcatruas e ensinaríamos isso nas escolas, afinal, nossos rebentos também poderiam…

    Ensinaríamos nossas filhas a fazerem sexo por dinheiro, afinal, de graça nem copo de água.

    E assim ficariam parecidas com as mães dos políticos e frenquentariam a mesma classe social (quem não queria a filha rica e bem relacionada)?

    Poderíamos ensinar os bandidos iniciantes a atirar com precisão, afinal, matar alguém é bem legal e trás muita “moral” (foda-se que pode ser algum familiar o alvo);

    Ops…percebi que sou inconveniente aqui….caralho!

  13. É óbvio que a ideologia bipartida de polícia, uma administrativa outra judiciária, está arcaica. O MP, que é o “dono” na maioria das ações penais, acusa, porém, há o empecilho de “não deter o poder da investigação”. Senhores, o coelho está sendo morto com uma cajadada só. Os Delegados de Polícia, merecidamente não pertencem mais a carreira policial e sim, doravante, pertencem a carreira juridica. Aos Oficiais Policiais Militares, que são chefes de polícia administrativa, ficaria a incógnita de como ficaria caso houvesse a União das Políciais. E aí está a resposta: Não haverá “desconforto” na hora da referida junção já que os agentes dos topos das polícias não serão afetados.O MP que agora terá um Delegado mais próximo, terá também um maior controle nas investigações penais. Os Oficiais não terão diferentes atribuições além das ja exercidas já que continuarão chefes de polícia. Caberá a grande dúvida a respeito de como ficará aos demais policiais. Escrivaes, investigadores e graduados. Creio que ocorrerá como no passado, ou seja, ou se junta a PM- que não será PM mais sim a Polícia Estadual – ou poderá ser empregado nos Detrans, poupa-tempo, e outras secretarias. A porta de entrada para os novos policiais estaduais – acredito – deverá ser única e portanto, melhor para os futuros policiais a médio tempo. Com certeza, para nós, viveriamos uma fase de duvidas e ajustes. Creio sim que haverá um desconforto funcional, porém ,naõ salarial.
    A verdade é que duas polícias, nos dias de hoje, atrapalha os serviços prestados à sociedade e tambem mantem um certo atrito desde a apresentação das ocorrências nas sedes distritais.
    Afirmo aos senhores, o militarismo como um todo pode ser fator arcaico quando se fala em polícia, contudo, tennho a certeza de que a Polícia Militar do Estado de São Paulo acompanhou todas as mudanças sociais, inclusive da Era Tecnológica e na área de ensino, e é hoje uma das polícia mais bem administradas do país e, deixar de ser militar não será grande peoblema, pois que o militarismo é hoje para nós apenas uma roupagem para um “bom dia chefe” ficar mais formal com uma continência e a outorga de uma medalha é o formal reconhecimento do “funcionário” que desempenhou um bom papel.
    Espero que se tal junção se dê na época em que estivermos trabalhando, que seja da melhor forma possivel, pois sei que será dificil, porem, melhor, muito melhor para os futuros policiais, sobretudo para a sociedade.
    Que venham as criticas.

  14. Zorro :Tá mais fácil político ir pra cadeia do que qualquer polícia militar desse país ser extinta.Esquece. O “lobby” do oficialato é muito forte e governador algum, em sã consciência, está disposto a abrir mão de seus “cachorros”.Na verdade, estamos caminhando para a extinção da polícia civil, que está sucateada, não serve pra nada (vide a greve, que ninguém ligou…) e é extremamente mal vista pela população.A PM já faz registro de diversos BOs, que eram atribuição legal exclusiva da polícia civil e não houve manifestação alguma de delegados ou demais carreiras, para que isso fosse evitado. Pelo contrário, muitos até gostaram da ideia, imaginando que “teriam menos trabalho”. O interessante é que esses BOs estão sendo feitos (e bem feitos, pois a população aprova o atendimento) até por soldados que mal sabem ligar o computador; enquanto isso, delegados olham só para seus rabos, escrivães e investigadores lutam por salário “n.u.” e são criticados por “colegas do restopol”.Podem criticar, mas essa é a realidade.Ou a polícia civil se une numa só polícia e luta para se estabelecer ou, logo logo, “barba e cabelos soltos” estarão proibidos…

    o problema e economico, atualmente nao tem como esconder mais gastos, portanto a conta de manter a pm e alto, logo a sociedade vai começar a cobrar

  15. Até agora eu não entendo o porquê dos coxas virem dar palpites aqui…esse é um blog de policiais civis para policiais civis….
    Montem um blog de vocês e deem suas opiniões à vontade (os que sabem escrever, claro)…

  16. o que precisa ser feito é punir os maus policiais sejam eles civis ou militares, chega de arrogância de policiais no tratamento com a sociedade, parece que vieram de outro planeta e são seres superiores.

  17. PERGUNTA PROS POLICIAIS QUE TRABALHAM NA RUA, LIDANDO DIARIAMENTE COM O CRIME SE ELES NÃO GOSTARIAM DE TRABALHAR NUMA POLICIA NOS MOLDES DA POLICIA CIVIL. AGORA SE PERGUNTAR PROS OFICIAIS, A GENTE JA SABE A RESPOSTA.

  18. Será que esta BBC do Brasil, procurou saber,quantos assaltos e outros de natureza grave foi atendido por Pms, por solicitação das vítimas, e quantos casos foram atendidos por P.C., isto por solicitação de vítima, quantos flagrantes houve e quem atendeu e não assinou onde consta um +, e não um -X- , no local apropriado, pois estes intermediário, nada sabe, pois é preciso fazer, para dizer que sabe fazer, quem nunca fez nada, nada sabe fazer. Chega de ôba, ôba. Pedro Baiano74a – Cícero Dantas – Bahia. isto só poderia acontecer, em SP, aqui existe a Polía Militar, que é a (CATNGA) pesquise e veja???o bom trabalho..(PB)

  19. É MEUS CAROS LEITORES,NA MINHA OPINIÃO, DEVERÍAMOS TER APENAS UMA POLICIA ESTADUAL,MAS PARA ISTO TEM QUE ALTERAR PRIMEIRAMENTE A CONSTITUIÇÃO FEDERAL, DEPOIS ELABORAREM UM ESTUDO BEM MINUCIOSO DO ASSUNTO E SEGUIR EXEMPLOS DE PAIS DE PRIMEIRO MUNDO E COM POPULAÇÃO GRANDE,COMO O BRASIL, E PRINCIPALMENTE O ESTADO DE SÃO PAULO, E NÃO DE UM MERO PAIS DE M………, COMO O CITADO,(DINAMARCA), QUE É TÃO GRANDE COM UMA SIGNIFICÂNCIA DE UMA SEXTA PARTE DO ESTADO DE SÃO PAULO, QUERENDO APARECER NA FOTO, DANDO SUGESTÃO AQUI,NUM PAIS QUE DIGO DE PASSAGEM, É 50 (CINQUENTA) VEZES MAIOR E SIGNIFICANTE QUE O DELES , SERÁ QUE LÁ ESTA TUDO CERTO, NÃO FALTA NADA NÃO TEM NADA PARA FAZEREM OU MELHORAREM, ,PORQUE ELES NÃO DÃO OPINIÕES RELACIONADO A SEGURANÇA PUBLICA NOS PAIS QUE ESTÃO EM CONFLITOS, COMO,POR EXEMPLO, CHINA, EST. UNIDOS COM PENAS DE MORTE, PAQUISTÃO, IRAQUE, ISRAEL, ATÉ MESMO AQUI NA AMERICA DO SUL, ONDE TEMOS UM PAIS VIVENDO NUMA GUERRA CIVIL, ONDE O PODER PARALELO (AS FARC), NA COLÔMBIA,, É BRINCADEIRA DE MAU GOSTO, OU UMA VERDADEIRA GOZAÇÃO, HÁ HÁ HÁ HÁ HÁ

  20. Logo que unificar esta difícil, então deem o ciclo completo de polícia para as duas e, veremos quem realmente trabalha.

  21. O ARGUMENTO DE QUE A PM MATA MAIS QUE A POLÍCIA CIVIL PORQUE EFETUA O POLICIAMENTO OSTENSIVO É IMPROCEDENTE, HAJA VISTA QUE A GRANDE MAIORIA DAS VIATURAS DA POLÍCIA CIVIL É CARACTERIZADA COM LETRAS ENORMES EO BRASÃO DA INSTITUIÇÃO, PORTANTO, A POLÍCIA CIVIL TAMBÉM EFETUA POLICIAMENTO OSTENSIVO.

    ADEMAIS, A VIOLÊNCIA PRATICADA POR POLICIAIS MILITARES É UM REFLEXO DA VIOLÊNCIA MORAL E PSICOLÓGICA ÁS QUAIS ESSES POLICIAIS ESTÃO SUBMETIDOS NO INTERIOR DOS QUARTÉIS.

    PORFIM, QUALQUER CIDADÃO UM POUCO MAIS INFORMADO SABE QUE ESSAS “RESISTÊNCIAS SEGUIDAS DE MORTE”, SÃO, EM SUA MAIORIA, EXECUÇÕES, COMO JÁ FOI NOTICIADO INÚMERAS E INCANSÁVEIS VEZES PELA IMPRENSA.

  22. Tenente :É óbvio que a ideologia bipartida de polícia, uma administrativa outra judiciária, está arcaica. O MP, que é o “dono” na maioria das ações penais, acusa, porém, há o empecilho de “não deter o poder da investigação”. Senhores, o coelho está sendo morto com uma cajadada só. Os Delegados de Polícia, merecidamente não pertencem mais a carreira policial e sim, doravante, pertencem a carreira juridica. Aos Oficiais Policiais Militares, que são chefes de polícia administrativa, ficaria a incógnita de como ficaria caso houvesse a União das Políciais. E aí está a resposta: Não haverá “desconforto” na hora da referida junção já que os agentes dos topos das polícias não serão afetados.O MP que agora terá um Delegado mais próximo, terá também um maior controle nas investigações penais. Os Oficiais não terão diferentes atribuições além das ja exercidas já que continuarão chefes de polícia. Caberá a grande dúvida a respeito de como ficará aos demais policiais. Escrivaes, investigadores e graduados. Creio que ocorrerá como no passado, ou seja, ou se junta a PM- que não será PM mais sim a Polícia Estadual – ou poderá ser empregado nos Detrans, poupa-tempo, e outras secretarias. A porta de entrada para os novos policiais estaduais – acredito – deverá ser única e portanto, melhor para os futuros policiais a médio tempo. Com certeza, para nós, viveriamos uma fase de duvidas e ajustes. Creio sim que haverá um desconforto funcional, porém ,naõ salarial.A verdade é que duas polícias, nos dias de hoje, atrapalha os serviços prestados à sociedade e tambem mantem um certo atrito desde a apresentação das ocorrências nas sedes distritais.Afirmo aos senhores, o militarismo como um todo pode ser fator arcaico quando se fala em polícia, contudo, tennho a certeza de que a Polícia Militar do Estado de São Paulo acompanhou todas as mudanças sociais, inclusive da Era Tecnológica e na área de ensino, e é hoje uma das polícia mais bem administradas do país e, deixar de ser militar não será grande peoblema, pois que o militarismo é hoje para nós apenas uma roupagem para um “bom dia chefe” ficar mais formal com uma continência e a outorga de uma medalha é o formal reconhecimento do “funcionário” que desempenhou um bom papel.Espero que se tal junção se dê na época em que estivermos trabalhando, que seja da melhor forma possivel, pois sei que será dificil, porem, melhor, muito melhor para os futuros policiais, sobretudo para a sociedade.Que venham as criticas.

    Mandou bem. Concordo com o teor de seu comentário.

  23. Cidadão :
    O ARGUMENTO DE QUE A PM MATA MAIS QUE A POLÍCIA CIVIL PORQUE EFETUA O POLICIAMENTO OSTENSIVO É IMPROCEDENTE, HAJA VISTA QUE A GRANDE MAIORIA DAS VIATURAS DA POLÍCIA CIVIL É CARACTERIZADA COM LETRAS ENORMES EO BRASÃO DA INSTITUIÇÃO, PORTANTO, A POLÍCIA CIVIL TAMBÉM EFETUA POLICIAMENTO OSTENSIVO.
    ADEMAIS, A VIOLÊNCIA PRATICADA POR POLICIAIS MILITARES É UM REFLEXO DA VIOLÊNCIA MORAL E PSICOLÓGICA ÁS QUAIS ESSES POLICIAIS ESTÃO SUBMETIDOS NO INTERIOR DOS QUARTÉIS.
    PORFIM, QUALQUER CIDADÃO UM POUCO MAIS INFORMADO SABE QUE ESSAS “RESISTÊNCIAS SEGUIDAS DE MORTE”, SÃO, EM SUA MAIORIA, EXECUÇÕES, COMO JÁ FOI NOTICIADO INÚMERAS E INCANSÁVEIS VEZES PELA IMPRENSA.

    A diferença é que muitas viaturas com PCs desviam o olhar de qualquer “mãozinha”… Por mais que ostentem sirene e armas da PC, não fazem no dia a dia o mesmo serviço que a PM tem a incumbência de fazer. Se for para comparar, GCMs “trombam” com muito mais ocorrência que PC, porque ficam “caçando”. Já PC, se está indo para o ponto X não vai parar por causa de uma “mãozinha” voadora no meio do caminho..

  24. infeliz :
    Até agora eu não entendo o porquê dos coxas virem dar palpites aqui…esse é um blog de policiais civis para policiais civis….
    Montem um blog de vocês e deem suas opiniões à vontade (os que sabem escrever, claro)…

    vai lá o datilógrafo de vível superior, cala sua boca e tira seu rabo sujo da cadeira e vem enfrentar bandido de verdade seu bosta

  25. Volto da dizer que com a extinção das duas polícias e a criação de uma única quem ganha é a população. De resto, todos sabemos que quem perde são aqueles que gozam de mordomias, ou seja, os ditos estrelas. As mordomias e poder são tantos que outro dia via um destes estrelas dizer que usava paletó e gravata porque era executivo da polícia militar. Na cabeça desta aberração ele criou para si um novo cargo dentro da PM. Folgo a dizer que ele fez pouco caso da tão festeja farda, para eles é obvio, que por sinal merece respeito.

  26. PINTO CONTINUE SE MANIFESTANDO COMO SE ESTIVE EM OUTRO PAIS, OU SEJA SÃO PAULO E INDEPEDENTE DO BRASIL.
    A QUALQUER MOMENTO A PF DESEMBARCA POR AQUI COM UMA OPERAÇÃO BATIZADA COM UM NOME BEM SUI GENERIS, E SUA TURMINHA ACABA EM UM PRESÍDIO DE SEGURANÇA MAXIMA, CLAMAMDO POR UMA DELAÇÃO PREMIADA.
    PICOLÉ DE CHUCHU ESTA SE ACHANDO SOBERANO EM SEU PAÍS, SÓ FALTA MANDAR FECHAR SUAS FRONTEIRAS.
    ESTOU VENDO A CASA CAIR E TODO MUNDO ABANDONADO O BARCO, COMO OS RATOS. KKKKKKKK

  27. Sou policial civil e já me ferrei na mão da PM também, composta por sua maioria de policiais que obedecem regras e hierarquias como cachorros adestrados, mas nem por isso vamos ser cegos e não ver que está estatística é absurda! Se compararmos onde tem mais vagabundos a PC vai ganhar de lavada! A Pc é composta por plantonistas vagabundos, administrativos fofoqueiros, operacionais boyzinhos e péssimos policias, na PC os únicos que trabalham por incrível que possa parecer são os corruptos, que trabalham por que lhes convém, se tivermos que extirguir alguma polícia, com certeza não será a PM

  28. A DESMILITARIZAÇÃO DA POLÍCIA DEVERIA TER OCORRIDO QUANDO ACABOU O GOVERNO MILITAR. O PRESIDENTE É CIVIL. O GOVERNO É CIVIL. O PREFEITO É CIVIL. A SOCIEDADE É CIVIL. QUAL O MOTIVO DE TER POLICIA MILITAR?? DEIXA O MILITARISMO COM AS FORÇAS ARMADAS.

  29. Pedro Alcantara de Macedo :Será que esta BBC do Brasil, procurou saber,quantos assaltos e outros de natureza grave foi atendido por Pms, por solicitação das vítimas, e quantos casos foram atendidos por P.C., isto por solicitação de vítima, quantos flagrantes houve e quem atendeu e não assinou onde consta um +, e não um -X- , no local apropriado, pois estes intermediário, nada sabe, pois é preciso fazer, para dizer que sabe fazer, quem nunca fez nada, nada sabe fazer. Chega de ôba, ôba. Pedro Baiano74a – Cícero Dantas – Bahia. isto só poderia acontecer, em SP, aqui existe a Polía Militar, que é a (CATNGA) pesquise e veja???o bom trabalho..(PB)

    da uma verificada quanto a guarda municipal tambem realiza?

  30. Eu sei quem sou :
    Sou policial civil e já me ferrei na mão da PM também, composta por sua maioria de policiais que obedecem regras e hierarquias como cachorros adestrados, mas nem por

    isso vamos ser cegos e não ver que está estatística é absurda! Se compararmos onde tem mais vagabundos a PC vai ganhar de lavada! A Pc é composta por plantonistas vagabundos, administrativos fofoqueiros, operacionais boyzinhos e péssimos policias, na PC os únicos que trabalham por incrível que possa parecer são os corruptos, que trabalham por que lhes convém, se tivermos que extirguir alguma polícia, com certeza não será a PM

    maguinifico seu comentario, sou apenas um cidadão, e o que vejo aqui é apenas uma guerrinha de poder, de policiais civis contra a pm, agora quando se vai em uma delegacia tratam a população pessimamente mau,e acham ruim com a pm que trabalha nas ruas e põe a cara a tapa, mas com isso não estou defendendo tb não a pm, pois acho que a mesma tem mesmo que se demilitarizar, porem antes tem que mandar um monte de vagabundo embora da pc

  31. roberto :

    Eu sei quem sou :Sou policial civil e já me ferrei na mão da PM também, composta por sua maioria de policiais que obedecem regras e hierarquias como cachorros adestrados, mas nem por
    isso vamos ser cegos e não ver que está estatística é absurda! Se compararmos onde tem mais vagabundos a PC vai ganhar de lavada! A Pc é composta por plantonistas vagabundos, administrativos fofoqueiros, operacionais boyzinhos e péssimos policias, na PC os únicos que trabalham por incrível que possa parecer são os corruptos, que trabalham por que lhes convém, se tivermos que extirguir alguma polícia, com certeza não será a PM

    maguinifico seu comentario, sou apenas um cidadão, e o que vejo aqui é apenas uma guerrinha de poder, de policiais civis contra a pm, agora quando se vai em uma delegacia tratam a população pessimamente mau,e acham ruim com a pm que trabalha nas ruas e põe a cara a tapa, mas com isso não estou defendendo tb não a pm, pois acho que a mesma tem mesmo que se demilitarizar, porem antes tem que mandar um monte de vagabundo embora da pc

    AÍ….. ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA A PM, VAI PRA LÁ.

  32. Vejo em alguns comentários um desvio de foco à pergunta é simples quantos países democráticos e desenvolvidos tem polícia militar, o militarismo é típico de ditador e de países subdesenvolvido, como é o caso do Brasil dizem que no Brasil existem duas polícias nada mais errado, existem várias policias convivendo dentro de um mesmo espaço a citar: existe a PM do oficias um teta rica só comparável aos marajás da Índia, existe a PM dos praças algo parecido com o vassalos dos antigos feudos e muito próximo a escravidão, algo que todos políticos brasileiros gostam e muito deste sistema, da extrema esquerda a extrema direita, tem coisa melhor que ter um exército particular nos moldes da PM para fazer o trabalho sujo e com direito a aplicação de um regulamento “militar” e uma “justiça militar” onde não existe o devido processo legal e o contraditório, este é o sonho de qualquer ditador, simples assim.
    Já na polícia civil ocorre o mesmo fenômeno, existem duas polícias civis as dos delegados e a dos operacionais, com o agravante que na polícia civil entre os delegados há varias subdivisões temos os apadrinhados políticos, temos os sem padrinho, mas com di$posição, e os mão de obra barata que em geral estão de phodendo nos plantões da vida, este fenômeno se repete nas carreiras operacionais, temos os apadrinhados políticos, o filhinhos de Drs. os correrias e os phodidos sem pai e nem mãe e assim por diante, são muitas as subdivisões, sem esquecer dos vagabundos e afins, em tão senhores o problemas de se ter várias policiais, não é se é certo ou errado, mais sim quem se beneficia desta situação e estado de coisas, com certeza não é a população, mas que há alguém esta ganhando e muito com este guerra fratricida isto sempre tem.

  33. Já ia me esquecendo de que vagabundo ladrão se resistir à prisão, tem que morrer isto é fato, do meu ponto de vista como policial, só ficou phodido da vida que só PRETO, POBRE e PROSTITUTA, tem este destino, queria ver os ‘R-OTARIANOS’ fazendo uma cena desta com o Maluf, Fleury, Serra, Alckmin e afins, ou com algum familiar destes, daí sim seria a derrubada do século, mas pegar um Zé ruela e levar para o esquisito, qualquer um faz isto.

  34. GOSTARIA DE SABER COMO FICARIA O COMANDO DESSA NOVA POLICIA? QUEM VAI COORDENAR ESSE NUMERO ABSURDO DE PESSOAS. OUTRA COISA: SABEMOS QUE A GCM É UMA GUARDA PARTICULAR DE PREFEITOS, TANTO AQUI NA CAPITAL COMO NAS CIDADES DO INTERIOR E QUE A POLICIA MILITAR TAMBEM É UMA GUARDA PARTICULAR SÓ QUE DO GOVERNADOR DO ESTADO. EM CASO DE GREVE COMO FICARIA A SEGURANÇA DO ESTADOS? TERIAMOS INTERVENÇÃO FEDERAL? A UNIFICAÇÃO NUNCA VAI ACONTECER NO BRASIL, PELO SIMPLES MOTIVO DA POLICIA SER MOEDA DE TROCA PRA POLITICOS. SE HOUVESSE UMA SÓ POLICIA, E CASO ENTRASSE EM GREVE, O GOVERNO TERIA QUE SE CURVAS ÀS REINVIDICAÇÕES DA CLASSE. E ISSO SABEMOS QUE O GOVERNO NÃO FAZ.

  35. roberto :

    Eu sei quem sou :
    Sou policial civil e já me ferrei na mão da PM também, composta por sua maioria de policiais que obedecem regras e hierarquias como cachorros adestrados, mas nem por
    isso vamos ser cegos e não ver que está estatística é absurda! Se compararmos onde tem mais vagabundos a PC vai ganhar de lavada! A Pc é composta por plantonistas vagabundos, administrativos fofoqueiros, operacionais boyzinhos e péssimos policias, na PC os únicos que trabalham por incrível que possa parecer são os corruptos, que trabalham por que lhes convém, se tivermos que extirguir alguma polícia, com certeza não será a PM

    maguinifico seu comentario, sou apenas um cidadão, e o que vejo aqui é apenas uma guerrinha de poder, de policiais civis contra a pm, agora quando se vai em uma delegacia tratam a população pessimamente mau,e acham ruim com a pm que trabalha nas ruas e põe a cara a tapa, mas com isso não estou defendendo tb não a pm, pois acho que a mesma tem mesmo que se demilitarizar, porem antes tem que mandar um monte de vagabundo embora da pc

    o tratamento que vc quer somente é dado pelo escrivão que fica atendendo inúmeras ocorrências, pois o super tira e o doutor que deveriam fazer parte da equipe ou estão voando com a viatura ou estão em suas salas, mais precisamente navegando na internet, a maioria em sites pornograficos ou de garotas de programa

  36. isauro, o escravo feliz :

    roberto :

    Eu sei quem sou :
    Sou policial civil e já me ferrei na mão da PM também, composta por sua maioria de policiais que obedecem regras e hierarquias como cachorros adestrados, mas nem por
    isso vamos ser cegos e não ver que está estatística é absurda! Se compararmos onde tem mais vagabundos a PC vai ganhar de lavada! A Pc é composta por plantonistas vagabundos, administrativos fofoqueiros, operacionais boyzinhos e péssimos policias, na PC os únicos que trabalham por incrível que possa parecer são os corruptos, que trabalham por que lhes convém, se tivermos que extirguir alguma polícia, com certeza não será a PM

    maguinifico seu comentario, sou apenas um cidadão, e o que vejo aqui é apenas uma guerrinha de poder, de policiais civis contra a pm, agora quando se vai em uma delegacia tratam a população pessimamente mau,e acham ruim com a pm que trabalha nas ruas e põe a cara a tapa, mas com isso não estou defendendo tb não a pm, pois acho que a mesma tem mesmo que se demilitarizar, porem antes tem que mandar um monte de vagabundo embora da pc

    o tratamento que vc quer somente é dado pelo escrivão que fica atendendo inúmeras ocorrências, pois o super tira e o doutor que deveriam fazer parte da equipe ou estão voando com a viatura ou estão em suas salas, mais precisamente navegando na internet, a maioria em sites pornograficos ou de garotas de programa

    A população não ve com bons olhos nenhuma polícia de SP, mas com certeza a PM tem mais moral que a PC, eles na maioria das vezes pecam pela violência e nós pecamos pela corrupção! A população quer mais é que bandido seja morto mesmo! Mas ninguém admite corrupção! Então quando se fala que a PM mata mais que a PC isso soa muito mais como um elogio a PM!!!

  37. É CLARO A SSP CONSIDERA TUDO QUE É CAGADA FEITA POR COXINHAS FATOS ISOLADOS. CONSIDERA O PCC MORTO CONSIDERA A PC ERRADA PQ DEU BOM DIA…

  38. Eu sei quem sou :

    isauro, o escravo feliz :

    roberto :

    Eu sei quem sou :
    Sou policial civil e já me ferrei na mão da PM também, composta por sua maioria de policiais que obedecem regras e hierarquias como cachorros adestrados, mas nem por
    isso vamos ser cegos e não ver que está estatística é absurda! Se compararmos onde tem mais vagabundos a PC vai ganhar de lavada! A Pc é composta por plantonistas vagabundos, administrativos fofoqueiros, operacionais boyzinhos e péssimos policias, na PC os únicos que trabalham por incrível que possa parecer são os corruptos, que trabalham por que lhes convém, se tivermos que extirguir alguma polícia, com certeza não será a PM

    maguinifico seu comentario, sou apenas um cidadão, e o que vejo aqui é apenas uma guerrinha de poder, de policiais civis contra a pm, agora quando se vai em uma delegacia tratam a população pessimamente mau,e acham ruim com a pm que trabalha nas ruas e põe a cara a tapa, mas com isso não estou defendendo tb não a pm, pois acho que a mesma tem mesmo que se demilitarizar, porem antes tem que mandar um monte de vagabundo embora da pc

    o tratamento que vc quer somente é dado pelo escrivão que fica atendendo inúmeras ocorrências, pois o super tira e o doutor que deveriam fazer parte da equipe ou estão voando com a viatura ou estão em suas salas, mais precisamente navegando na internet, a maioria em sites pornograficos ou de garotas de programa

    A população não ve com bons olhos nenhuma polícia de SP, mas com certeza a PM tem mais moral que a PC, eles na maioria das vezes pecam pela violência e nós pecamos pela corrupção! A população quer mais é que bandido seja morto mesmo! Mas ninguém admite corrupção! Então quando se fala que a PM mata mais que a PC isso soa muito mais como um elogio a PM!!!

    Nõs pecamos pela corrupção? Bem… tá na cara que você não entende é nada de polícia mesmo.
    Falam muito de maquininhas… se dono de maquina não paga a PM.. eles vão lá e apreendem as máquinas…
    Se o bicho não paga.. eles vão lá e apreendem a banca…
    Se a biqueira não paga.. eles vão lá e prendem o cara… e ficam com o $$ e a droga.. é claro…

    E você vem falar que a PM é truculenta e a PC é corrupta? Realmente vc não vive neste mundo viu…

    Tá na cara que é um coxa querendo se passar por PC… ou então quem sabe um ganso, um filho de PM… parente de PM… qualquer coisa assim…

    E só para constar… a PC não tem briga com a PM.. .tanto que defende os PM quando fazem merda…

  39. O SISTEMA É PHODA :

    Tenente :É óbvio que a ideologia bipartida de polícia, uma administrativa outra judiciária, está arcaica. O MP, que é o “dono” na maioria das ações penais, acusa, porém, há o empecilho de “não deter o poder da investigação”. Senhores, o coelho está sendo morto com uma cajadada só. Os Delegados de Polícia, merecidamente não pertencem mais a carreira policial e sim, doravante, pertencem a carreira juridica. Aos Oficiais Policiais Militares, que são chefes de polícia administrativa, ficaria a incógnita de como ficaria caso houvesse a União das Políciais. E aí está a resposta: Não haverá “desconforto” na hora da referida junção já que os agentes dos topos das polícias não serão afetados.O MP que agora terá um Delegado mais próximo, terá também um maior controle nas investigações penais. Os Oficiais não terão diferentes atribuições além das ja exercidas já que continuarão chefes de polícia. Caberá a grande dúvida a respeito de como ficará aos demais policiais. Escrivaes, investigadores e graduados. Creio que ocorrerá como no passado, ou seja, ou se junta a PM- que não será PM mais sim a Polícia Estadual – ou poderá ser empregado nos Detrans, poupa-tempo, e outras secretarias. A porta de entrada para os novos policiais estaduais – acredito – deverá ser única e portanto, melhor para os futuros policiais a médio tempo. Com certeza, para nós, viveriamos uma fase de duvidas e ajustes. Creio sim que haverá um desconforto funcional, porém ,naõ salarial.A verdade é que duas polícias, nos dias de hoje, atrapalha os serviços prestados à sociedade e tambem mantem um certo atrito desde a apresentação das ocorrências nas sedes distritais.Afirmo aos senhores, o militarismo como um todo pode ser fator arcaico quando se fala em polícia, contudo, tennho a certeza de que a Polícia Militar do Estado de São Paulo acompanhou todas as mudanças sociais, inclusive da Era Tecnológica e na área de ensino, e é hoje uma das polícia mais bem administradas do país e, deixar de ser militar não será grande peoblema, pois que o militarismo é hoje para nós apenas uma roupagem para um “bom dia chefe” ficar mais formal com uma continência e a outorga de uma medalha é o formal reconhecimento do “funcionário” que desempenhou um bom papel.Espero que se tal junção se dê na época em que estivermos trabalhando, que seja da melhor forma possivel, pois sei que será dificil, porem, melhor, muito melhor para os futuros policiais, sobretudo para a sociedade.Que venham as criticas.

    Mandou bem. Concordo com o teor de seu comentário.

    OH COXA CATUPIRY É MUITO BONITA AS SUAS PALAVRAS E ATÉ CONCORDO EM PARTE COM ELAS……MAS SÓ ME RESPONDE UMA COISA : O QUE VOCE TA FAZENDO AQUI NO BLOG DA CIVIL SEU PAGA-PAU .

  40. Tenente :
    É óbvio que a ideologia bipartida de polícia, uma administrativa outra judiciária, está arcaica. O MP, que é o “dono” na maioria das ações penais, acusa, porém, há o empecilho de “não deter o poder da investigação”. Senhores, o coelho está sendo morto com uma cajadada só. Os Delegados de Polícia, merecidamente não pertencem mais a carreira policial e sim, doravante, pertencem a carreira juridica. Aos Oficiais Policiais Militares, que são chefes de polícia administrativa, ficaria a incógnita de como ficaria caso houvesse a União das Políciais. E aí está a resposta: Não haverá “desconforto” na hora da referida junção já que os agentes dos topos das polícias não serão afetados.O MP que agora terá um Delegado mais próximo, terá também um maior controle nas investigações penais. Os Oficiais não terão diferentes atribuições além das ja exercidas já que continuarão chefes de polícia. Caberá a grande dúvida a respeito de como ficará aos demais policiais. Escrivaes, investigadores e graduados. Creio que ocorrerá como no passado, ou seja, ou se junta a PM- que não será PM mais sim a Polícia Estadual – ou poderá ser empregado nos Detrans, poupa-tempo, e outras secretarias. A porta de entrada para os novos policiais estaduais – acredito – deverá ser única e portanto, melhor para os futuros policiais a médio tempo. Com certeza, para nós, viveriamos uma fase de duvidas e ajustes. Creio sim que haverá um desconforto funcional, porém ,naõ salarial.
    A verdade é que duas polícias, nos dias de hoje, atrapalha os serviços prestados à sociedade e tambem mantem um certo atrito desde a apresentação das ocorrências nas sedes distritais.
    Afirmo aos senhores, o militarismo como um todo pode ser fator arcaico quando se fala em polícia, contudo, tennho a certeza de que a Polícia Militar do Estado de São Paulo acompanhou todas as mudanças sociais, inclusive da Era Tecnológica e na área de ensino, e é hoje uma das polícia mais bem administradas do país e, deixar de ser militar não será grande peoblema, pois que o militarismo é hoje para nós apenas uma roupagem para um “bom dia chefe” ficar mais formal com uma continência e a outorga de uma medalha é o formal reconhecimento do “funcionário” que desempenhou um bom papel.
    Espero que se tal junção se dê na época em que estivermos trabalhando, que seja da melhor forma possivel, pois sei que será dificil, porem, melhor, muito melhor para os futuros policiais, sobretudo para a sociedade.
    Que venham as criticas.

    OH COXA CATUPIRY É MUITO BONITA AS SUAS PALAVRAS E ATÉ CONCORDO EM PARTE COM ELAS……MAS SÓ ME RESPONDE UMA COISA : O QUE VOCE TA FAZENDO AQUI NO BLOG DA CIVIL SEU PAGA-PAU .

  41. claro q a PM mata mais q a PC. A PM sai na rua e enfrenta o crime de frente, a PC corre junto com os vagabundos ……….

  42. Fala-se muito, a verdade é que, esse espaço é para Policiais Civis, neste exato momento estamos questionando o NU dos Escrivães e Investigadores, se a policia militar acabar tudo bem, da-se um jeito, pois, é só colocar outros no lugar, isso é facil, tanto faz a patente não muda nada, pois, quem trabalha mesmo são os praças, quero ver algume fazer flagrante, isso sim, não sabem nem por onde começar, já está na hora de acabar com esse papo e, deixem este lugar para a Policia Civil e vão procurar outro lugar…Agradeço…

  43. Concordo plenamente com o Chisporito!!Leima o post dele pois tb acho que em capitais e grandes cidades as prefeituras tem que assumir o policiamento preventivo através da criação de policias municipais e os estados ficarem apenas com as Policias Civis(Judiciarias) só assim melhoraria!!

  44. JEGUES FARDADOS – A TROPA CONTINUA DEFECANDO NAS RUAS :

    stive :
    a pm trabalha seis vezes mais que a pc.

    TRABALHA MAIS PARA QUEM, CARA PÁLIDA ?
    SÓ SE FOR PARA GARANTIR SEUS PRIVILÉGIOS E ESCONDER SUAS CAGADAS, PORQUE PM ODEIA “PAISANOS”, QUE SÃO OS TROUXAS DA POPULAÇÃO, QUE PAGAM SEUS SALÁRIOS E NÃO CONHECEM O MARKETING MENTIROSO DESSA CORPORAÇÃO INÚTIL – O CRIME CRESCE A CADA DIA NAS RUAS, ESTATÍSTICAS OFICIAIS – QUE SÓ SABE FAZER LOBBY NA MÍDIA COMPRADA.
    O DIA EM QUE A PM REALMENTE TRABALHAR, OS FURTOS E ROUBOS DE VEÍCULOS DIMINUIRÃO PELA METADE, ESSA ONDA DE ROUBOS A RESIDENCIAS, RESTAURANTES E CAIXAS ELETRONICOS VAI CAIR EM 90% E TODOS OS DELITOS PRATICADOS DIARIAMENTE NAS CIDADES DO ESTADO DE SÃO PAULO, VÃO APRESENTAR UMA REDUÇÃO DRÁSTICA.
    O PROBLEMA É QUE O COMANDO DA INSTITUIÇÃO ARCAICA NÃO QUER FAZER SUA FUNÇÃO – PATRULHAMENTO PREVENTIVO – PORQUE JÁ TOMOU CIÊNCIA QUE É INCOMPETENTE E NÃO DÁ CONTA DO SERVIÇO, POR ISSO OPTARAM EM FAZER POLÍTICA, MARKETING E JOGAR FUMAÇA NA CARA DO POVÃO, QUE POR SUA VÊZ, JÁ DEMONSTROU QUE NÃO SABE ESCOLHER SEUS MANDATÁRIOS E ENGOLE QUALQUER NOTÍCIA FABRICADA, COMO ESSAS DENÚNCIAS “ANONIMAS” QUE TENTAM JUSTIFICAR OAS ASSASSINATOS DA ROTA.
    PRA CIMA DE MIM, NÃO !

  45. Quando comentamos sobre um assunto devemos ter o conhecimento para tal, se tal Instituição fosse tão incompetente não teria se estabelecido a mais de século e por isso é a vitrine, mas basta qualquer barulho no quintal que todo mundo esquece as palavras chulas e disca 190, a policia militar ou civil pode colocar um poicial por casa que mesmo assim continuará havendo roubos, furtos, etc, o problema vai muito além, não é o policiamneto preventivo e sim cada pessoa ter vontade de trabalhar pra comprar as suas coisas e PARAR de querer fácil o que é dos outros. Isso ocorre da desestrura social, educacional e familiar.Por isso é ridículo mesmo comparar com outros países onde a maior parte da população tem nível superior e casa própria. Pessoas que se escondem por pseudônimos para expor sua opinião ainda falam sobre democracia? É seu direiro se expressar, com coerência e inteligência, e não com besteiras infundadas. E os policiais mortos por que não entraram na estatística? Também são pessoas ou não? Quem de vcs cheios de “conhecimento” para criticar dão a sua vida para salvar um estranho? Muitos se quer cuidam do familiar idoso, doente ou do simples cachorro. Então a verdadeira cortina de fumaça são essas lavagens de direito, mensalões que tiram dinheiro do trabalhador e esses programas de governo vergonhosos de bolsas auxílio que só servem para acomodar quem não trabalha ou humilhar uma pessoa que necessita deste recurso por ter uma porcaria de aposentadoria que mal paga seus remédios. Vamos nos focar no que realmente é o problema! As eleições estão aí. Um país cheio de miséria e desigualdade gastando horrores para uma Copa?? Não estão nem aí para o pobre.Vamos ACORDAR, estão querendo desviar a nossa atenção.

Os comentários estão desativados.