Roger Franchini – Melhor Roteiro para “Inquérito Policial” 20

Amigos.

O curta “Inquérito Policial”, que roteirizei, agora está disponível na íntegra, no site “Porta Curta” da Petrobrás. Acabamos de ganhar o prêmio de melhor roteiro no Festival de Cabo Frio.

Divirtam-se com o filme em http://portacurtas.org.br/filme/?name=inquerito_policial_n_052109

Está no Youtube também, para espalhar mais fácil, em http://youtu.be/jN5kqJmM2V8

Abraços!

Roger Franchini
Twitter – Facebook

  1. franchini , com todo respeito ao seu trabalho , muito louvável… um sugestao , roteirize a vida miserável que levam os policiais civis e militares , suas péssimas condições de trabalho , os cagoes que chefiam a policia ,,,, certamente vc ganhará um premio e muita ascensao na mídia … o povo verá o porquê da existencia do PCC ,,, graças ao enfraquecimento da Policia de SP .

  2. concordo com o colega catzo pol perigas de até ganahr oscar de filme estrangeiro superando a audiencia do BOPE

  3. Franchini: queres riquíssima referência para roteirizar a bandidagem fardada da PM paulista? Queres conhecer a Polícia Militar que o Comandante-geral não vê, pois que muito bem escondida atrás da “operação abafa”? Queres deslindar o conluio entre o TJM e a PM paulista para acobertar os sem-vergonhas que me fizeram conhecer, por dentro, o Presídio Militar Romão Gomes, por “injúria”? Queres os nomes, respectivos telefones e endereços comerciais de quase uma dúzia de advogados (atemorizados ou corrompidos) pela “operação abafa” da PM paulista? Queres irrefutável prova de que o Comandante-geral imediatamente anterior é da mesma corja dos que escrachei no Procedimento Disciplinar nº CMTG-105/362/10? Queres saber a origem suja e conspurcada desse fiasco, ou seja, o mencionado Procedimento Disciplinar? É muito simples: basta perguntar ao Juiz da 4ª Auditoria de Justiça Militar/SP as razões pelas quais a prova que teria me inocentado (gravação) continua silente na fl. 442 do Processo nº 53.872/09! Essa é a “transparência” da PM paulista, lastreada em objetivos meramente teorizados, a menos que o atual Comandante-geral cumpra o seu DEVER LEGAL de erradicar toda essa PATIFARIA EXPLÍCITA. começando pela já tão tardia resposta ao Jornal Diário de São Paulo, à vista da reportagem da jornalista Thaís Nunes (último dia 31). Contate-me: valdir_10_1000@hotmail.com, ressalvando que anonimato é coisa de omisso, imoral e sem-vergonha da pífia estirpe dos que fajutam ou ocultam provas para encarcerar inocentes, enganando a comunidade, pagadora de tributos, com esse falso moralismo e “transparência” que apenas o Comandante-geral e outros encastelados conseguem vislumbrar. Não conhecem a realidade da própria instituição, portanto falam seletivamente o que mais lhes convém, cercados de robusta estrutura e “secretários de luxo”!

  4. Aberração é continuar com o TJM, como também, a subserviência dos membros da justiça comum e promotoria, aos estrelinhas da PM, ou melhor da FP do estado de Sâo Paulo e seus comandados.

    Se liga São Paulo,

    Acorda Brasil

  5. Que tal, então, a acabar com os presídios especiais? Todos, inclusive o da PC?
    Igualdade para todos, afinal ladrão é ladrão, seja o fardado, seja o paisano com funcional.
    Ninguém se preocupa com absolutamente nada. O que interessa é um pouco de poder, ou uma forma de ser “diferenciado”, pouco importa como.

    euclydes zamperetti fiori :
    Aberração é continuar com o TJM, como também, a subserviência dos membros da justiça comum e promotoria, aos estrelinhas da PM, ou melhor da FP do estado de Sâo Paulo e seus comandados.
    Se liga São Paulo,
    Acorda Brasil

  6. Eduardo

    Concordo plenamente com o fim dos presídios especiais, como também, que ladrão é ladrão.

    Pelo postado, você é componente da Força Publica do estado de São Paulo, não citei presídios, citei o TJM, como todo subserviente aos sistemas ditatoriais, você se ofendeu, e nominou o presídio da PC.

    Participo que sempre fui e sou a favor de punição superior para todo funcionário do estado ( fardado ou não), incluindo neste pacote, os membros da justiça e promotoria publica que cometa crimes, como também; que a pena seja triplicada se o superior do criminoso assina documento inocentando seus subordinados; como o fez, o estrelinha que comanda ou comandava Guarulhos, conforme jornal das TVs que foram ao ar na noite da ultima Terça Feira.

    O crime citado morte de pessoas na escama, maldade, pilantragem, covardia.

    Sou favorável ao tudo ou nada, desde que em troca de chumbo, não sendo assim, qualquer que seja o crime, quando dominado, o autor, deve ser levado para delegacia e apresentado para a autoridade – Delegado de Policia – .

    Se liga São Paulo,

    Acorda Brasil

  7. Euclides (perdoe-me a distante intimidade),
    Não, não sou estrelinha da Força Pública, tampouco sou policial.

    Aliás, em termos de prisão para policiais, considero que se o indivíduo está preso, deixa de ser policial, apesar de não poder ser misturado com bandidos não policiais. Então, dois presídios especiais para quê? Um único presídio para ex-policiais é o bastante.

    Quanto ao TJM, duvido que se policiais civis tivessem uma “justiça especializada” haveria indignação com o TJM. Por isso eu disse que ninguém se preocupa com nada e o que interessa é um pouco de poder/privilégio. A indignação generalizada (e é a minha forma de enxergar) é muito mais pela inexistência de justiça especializada para a Civil e menos com o desperdício que o TJM eventualmente representa. Se também desperdiçarem com a Civil, então está tudo bem.
    Se os carreiras jurídicas tivessem foro privilegiado (como é o caso do Promotor, do Juiz), não haveria essa indignação com o TJM.

    Eduardo.

    euclydes zamperetti fiori :
    Eduardo
    Concordo plenamente com o fim dos presídios especiais, como também, que ladrão é ladrão.
    Pelo postado, você é componente da Força Publica do estado de São Paulo, não citei presídios, citei o TJM, como todo subserviente aos sistemas ditatoriais, você se ofendeu, e nominou o presídio da PC.
    Participo que sempre fui e sou a favor de punição superior para todo funcionário do estado ( fardado ou não), incluindo neste pacote, os membros da justiça e promotoria publica que cometa crimes, como também; que a pena seja triplicada se o superior do criminoso assina documento inocentando seus subordinados; como o fez, o estrelinha que comanda ou comandava Guarulhos, conforme jornal das TVs que foram ao ar na noite da ultima Terça Feira.
    O crime citado morte de pessoas na escama, maldade, pilantragem, covardia.
    Sou favorável ao tudo ou nada, desde que em troca de chumbo, não sendo assim, qualquer que seja o crime, quando dominado, o autor, deve ser levado para delegacia e apresentado para a autoridade – Delegado de Policia – .
    Se liga São Paulo,
    Acorda Brasil

  8. Eduardo

    1º Não disse que você é estrelinha da PM, disse que você deve ser

    2º Acredito que não soube interpretar minha respósta, ou, tenta disvirtuá-la

    3º Afirmei que antes de tudo sou cidadão, por este motivo, sou contra todo e qualquer previlégio, incluindo neste pacote, juiz, promotor publico, engenheiros, advogados e demais.

    5º Se você não for componente da policia fardada do estado de São Paulo, pela defesa ao TJM, nas entrelinhas, me faz crer, que sejas parente de algum dos componentes.

    Por ultimo, costumo ler e comentar em alguns blogs, especialmente, os esportivos e policias.

    a) Honrosamente participo que sou componente da Policia Civil do estado de São Paulo, fato conhecido publicamente, vez que arfbitrei futebol e tenho coluna semanal no blogdopaulinho, onde opinião sobre arbitragem de futebol e politica.

    b) Repito, antes do profissional, esta o cidadão; não sou contra aqueles que se escondem em pré-nome, coloco nome de batismo em todas participações, mesmo que possam me trazer problemas; sou autentico.

    Se liga São Paulo,

    Acorda Brasil

    euclydes zamperettfi fiori

  9. Sim, senhor, excelentíssimo juiz – de futebol.

    euclydes zamperetti fiori :
    Eduardo
    1º Não disse que você é estrelinha da PM, disse que você deve ser
    2º Acredito que não soube interpretar minha respósta, ou, tenta disvirtuá-la
    3º Afirmei que antes de tudo sou cidadão, por este motivo, sou contra todo e qualquer previlégio, incluindo neste pacote, juiz, promotor publico, engenheiros, advogados e demais.
    5º Se você não for componente da policia fardada do estado de São Paulo, pela defesa ao TJM, nas entrelinhas, me faz crer, que sejas parente de algum dos componentes.
    Por ultimo, costumo ler e comentar em alguns blogs, especialmente, os esportivos e policias.
    a) Honrosamente participo que sou componente da Policia Civil do estado de São Paulo, fato conhecido publicamente, vez que arfbitrei futebol e tenho coluna semanal no blogdopaulinho, onde opinião sobre arbitragem de futebol e politica.
    b) Repito, antes do profissional, esta o cidadão; não sou contra aqueles que se escondem em pré-nome, coloco nome de batismo em todas participações, mesmo que possam me trazer problemas; sou autentico.
    Se liga São Paulo,
    Acorda Brasil
    euclydes zamperettfi fiori

  10. Eduardo

    sou coinvicto que seu negócio é picolé, na chupança ou roscança,

    Se liga

  11. Eduardo

    Esquerda, volver, KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK,
    Se liga
    Você me intitulou excelentíssimo jiz, pra tirar uma, na boa, te digo, aquém de usar pré-nome, deves ser desprovido de moral e ética, portanto, não mais responderei.

    Se liga.

  12. Fiori, é um mega- enrustido- dodói com a corporação dele, que defende o TJM, puta cabidaço ( deve ser um integrante) que onera forte os cofres públicos. Tudo na rua pro patrulhamento jáááááá!!!!

  13. Sérgio

    Aquém de de covarde, por ofender escondendo-se em prénome, certamente você é analfa, mega enrustido ou ladrão, deve ser você, putão.

  14. Sr. Euclydes,
    O senhor não sabe ler, não?
    Só entende o que se apresenta nítido na direção da ponta de seu nariz?
    O “sergio” está de te dando uma força, dizendo que sou um mega (de meganha!) supostamente enrustido e/ou doente/adoentado com a minha corporação (?!), corporação esta que onera os cofres públicos com TJM. Decerto, ele deve ser um PC, tal como você (você quem disse ser da PC).
    Se sendo ex-”meritíssimo dos campos” e não integrante das carreiras jurídicas o senhor já age dessa forma, imagine se integrasse (como Meritíssimo Juiz de Direito ou Dr. Delegado) as carreiras jurídicas e detivesse parcela substancial do poder estatal nas mãos?

    Desculpe, foi um erro meu manter um contato com o senhor. Perdoe-me, por favor.

    Eduardo (porque nome completo só interessa e deve ser fornecido a quem pode, de fato e de direito).

    euclydes zamperetti fiori :
    Sérgio
    Aquém de de covarde, por ofender escondendo-se em prénome, certamente você é analfa, mega enrustido ou ladrão, deve ser você, putão.

  15. Eduardo

    Meia volta, volver, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk,

    Senhor sabe, ofendeste, quiz tirar uma com minha cara, se esconde em pré-nome equer se alvorar de decifrador de subjetividades.

  16. Eduardo

    Meia volta volver, analfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaabeto; um dois, um dois, um dois, um dois,……………………………………………………………………………………………………………………

    Se liga topeira

  17. Fiori, vc não me entendeu, eu não disse de vc, pois o conheci e sim de quem está falando merda sobre vc. Até ele percebeu seu engano, paciencia. Fui!! Não escrevo aqui para ofender alguém, principalmente se for policial, só ví muita defesa ao TJM por parte do Eduardo, o que é opnião dele. Td bem, fica prá próxima. Abçs.

  18. Sérgio

    Você escreveu:

    Fiori, é meganha enrustido e por ai foi.

    Bom, quando li, entendi, como todos entenderiam! ou seja:

    Que Fiori é meganha

    Este foi o motivo de minha respósta, dizendo que o tal e culto professor de Português que se intitula Eduardo é decifrador de subjetividades.

    Finalizando, nenhum de nós é dono da verdade, se entendi errado, espero que aceite minhas desculpas

    Grande Abraço e ótimo dia,

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Contato: dipol@flitparalisante.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s