A POLÍCIA CIVIL ACABOU! – NÓS QUE ACOMPANHAMOS O FLIT, LEMOS TUDO E LAMENTAMOS! AO VER A GRANDE PIADA, EM QUE NÓS NOS TRANSFORMAMOS! 119

 

A POLÍCIA CIVIL ACABOU!
QUE TRISTE CONSTATAÇÃO!
TEM B.O. DE VIADO LOUCO,
TEM B.O. DE SAPATÃO

UM PROCURA UM TRAVESTI,
PARA PODER DAR O RABO.
A SAPATO FALA COM DEUS,
E AINDA ESPANTA O DIABO.

NÃO SEI QUEM DELIRA MAIS.
SE O “MAJURA” OU O ESCRIVÃO.
MAS, É COISA DO SATANÁS.
O QUE SE FAZ NUM PLANTÃO!

QUEM REGISTRA ESSAS MERDAS,
POR COVARDIA OU SACANAGEM,
NÃO IMAGINA AS PERDAS,
QUE CAUSAM À NOSSA IMAGEM

NO B.O. SE REGISTRA CRIME.
NÃO SE REGISTRA LOROTA.
ESSE TIPO DE COISA EXPRIME,
UMA POLÍCIA IDIOTA!

QUEM LÊ OU ASSISTE A ESSE FATO,
VÊ QUE ESTAMOS NA MISÉRIA!
POLÍCIA QUE SE PRESTA A ESSE ATO,
NÃO SE CONSIDERA SÉRIA!

SERÁ QUE ISSO É MEDO DO BONDE?
SACANAGEM, PIADA OU MALDADE?
E EU ME PERGUNTO: DE ONDE,
SE CONVENCE A AUTORIDADE?

NÓS QUE ACOMPANHAMOS O FLIT,
LEMOS TUDO E LAMENTAMOS!
AO VER A GRANDE PIADA,
EM QUE NÓS NOS TRANSFORMAMOS!

  1. Foi uma pena a queda do Grella e do Blazeck eles tinham vontade de mudar a Polícia Civil, buscavam melhorias, eram ligados as necessidades dos policiais, agora esse advogado parece está aquém da situação da Polícia Civil, parece estar vendo apenas o lado do governo, tenho medo de ficarmos a míngua esse ano, sem ao menos um reajuste de 8% para amenizar a crescente inflação, sinto que além da falta de representação e esforço do governo, temos agora um SSP e um D.G.P sem nem um interesse pró Policia Civil.

  2. Isso é verdade, com a saída fo dr. Blazeck e dr. Grella perdemos a esperança de alguma mudança. O novo dgp esta fazendo o jogo do governo, não dá resposta conclusiva, pura enganação.

  3. ESTA REMOÇÃO E ESCOLTA DE PRESOS DEVERIA SER FEITO PELO: GARRA, GOE E GER.

    O CIAP DEVERIA SER EXTINTO IGUAL OS CARCEREIROS.

    DEIXA QUE O TRABALHO DE PATRULHAMENTO SEJA FEITO PELA POLICIA MILITAR ATÉ PORQUE A FUNÇÃO DA POLICIA JUDICIÁRIA É APURAR E INVESTIGAR CRIMES.

    ENQUANTO OS COLEGAS NA DELEGACIA RODAM EM 4 EQUIPES E PAULEIRA ALGUNS BELEZINHAS NA PC FICAM PASSEANDO DE VTR FAZENDO BICO, COMENDO COXINHA E FAZENDO GUARDA EM PUTEIROS.

    A POLICIA MILITAR SEMPRE FEZ ESCOLTA E REMOÇÃO DE PRESO JUNTO COM OS AGENTES PENITENCIÁRIOS – SAP.

  4. A verdade é uma só , ,cada um por si, a polícia civil já era , ,cada carreira que se vire busquem alguma vantagem funcional virou uma selva os mais fortes sobreviveram , virou bagunça.

  5. Com Dr. Grella e Dr. Blazeck ainda existia esperança agora me sinto abandonado como policial.

  6. A esperança se foi com a queda do Fernando Grella e do Blazeck, outro ótimo era o Dr. Domingos, agora estamos sem nada, estamos em uma roleta russa, o novo comando está selado com o governo, para não termos reajuste, bônus e nem ao menos reposição da inflação, éramos felizes e não sabíamos. Percebam que a Polícia Civil está uma bagunça e nem se fala em REESTRUTURAÇÃO, e os Sindicatos e Associações em completo e estranho silêncio.

  7. Nova recomendação reforça que as funções de chefia e encarregatura devem ser ocupadas exclusivamente por Policiais Civis de Classe Especial
    5 de fevereiro de 2015 Notícias
    A Recomendação DGP-01, de 16/01/2015, reforça as previsões contidas na Lei Complementar nº 547/88 e na Portaria DGP-18/2011, que garantem aos Policiais Civis de classe especial os cargos de chefia e encarregatura.

    Apesar de expressa previsão legal, muitos policiais civis de classe especial são preteridos por outros de classe inferior nos cargos de chefia, sem nenhuma justificativa convincente, o que gera desconforto e desmotivação àqueles que conquistaram o ápice da carreira.

    A recomendação deve ser seguida, sendo certo que a única exceção é por motivo de ausência de Policial Civil de Classe Especial ou por expressa renúncia ao cargo, onde será admitida a indicação de classe imediatamente inferior e assim por diante.

    A Diretoria

    Segue abaixo a íntegra da recomendação:

    Recomendação DGP-01, de 16/01/2015
    Recomendação DGP-01, de 16/01/2015

  8. LEIA MAIS
    Dissídio Coletivo será julgado amanhã pelo órgão especial do Tribunal de Justiça
    10 de fevereiro de 2015 Notícias
    O Dissídio Coletivo do SIPESP será julgado amanhã (11/02/2015) pelo Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.
    Dentre outras questões, será discutido o nível superior, inclusive a questão que se refere à remuneração.
    O Julgamento está previsto para ocorrer às 13:30hs.

    A Diretoria

    Segue abaixo a publicação:

    Disponibilização: quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015.Arquivo: 180 Publicação: 10 SEÇÃO III Subseção VII – Próximos Julgamentos Órgão Especial, Câmara Especial e Recursos aos Tribunais Superiores Processamento do Órgão Especial – Palácio da Justiça – sala 309ORDEM DO DIA PARA OS JULGAMENTOS EM SESSÃO ORDINÁRIA DA(O) ÓRGÃO ESPECIAL A REALIZAR-SE EM 11 DE FEVEREIRO DE 2015 (QUARTA-FEIRA), NA SALA 1329, 13º ANDAR – FÓRUM JOÃO MENDES JÚNIOR, COM INICIO ÀS 13:30 HORAS. NOTA: OS ADIADOS E SOBRAS DESTA SESSÃO SERÃO INCLUÍDOS NA PAUTA DA SESSÃO SUBSEQUENTE.NOS PROCESSOS ADIADOS, A COMPOSIÇÃO DO COLENDO ÓRGÃO ESPECIAL PODERÁ SOFRER ALTERAÇÃO PARA A SESSÃO SEGUINTE. 0159588-92.2013.8.26.0000 – Petição – São Paulo – Relator Paulo Dimas Mascaretti – Revisor Vanderci Álvares – Requerente: Sindicato dos Investigadores de Polícia do Estado de São Paulo – Requerido: Estado de São Paulo – Advogado: Evandro Fabiani Capano (OAB: 130714/SP) (Fls: 78) – Advogado: PAULO DE TARSO NERI (OAB: 118089/SP) – Advogado: Felipe Gonçalves Fernandes (OAB: 301794/SP) – Advogado: Henrique Silveira Melo (OAB: 329162/SP) – Advogado: MARCELO JOSE MAGALHAES BONICIO (OAB: 122614/SP)

  9. PROJETO DE LEI Nº de 2011.
    (Da Senhora Dep. Rose de Freitas)
    Dispõe sobre a custódia de
    presos nas unidades das
    Polícias Federal e Civis dos
    Estados e do Distrito Federal.
    O Congresso Nacional decreta:
    Art. 1º Esta Lei acresce parágrafos aos arts. 82, 104 e 120 da Lei nº 7.210,
    de 11 de junho de 1984, para dispor sobre a custódia e a escolta de presos
    pelas polícias judiciárias federal, estaduais e do Distrito Federal.
    Art. 2º O art. 82 da Lei no 7.210, de 11 de junho de 1984, passa a vigorar
    acrescido dos seguintes §§ 3º, 4º e 5º:
    “Art. 82 ……………………………………………………..
    ………………………………………………………………….
    § 3º Fica vedada a custódia de preso, ainda que provisório, em
    dependências de prédios das Polícias Federal ou Civis dos Estados
    e do Distrito Federal; (NR)
    § 4º Na hipótese de prisão em flagrante será permitida a
    permanência do preso, tão somente, até a lavratura do auto
    respectivo e a entrega da nota de culpa pelo Delegado de Polícia,
    oportunidade em que o preso será imediatamente conduzido ao
    estabelecimento penitenciário. (NR)
    § 5º É admitida a permanência de preso, por período inferior a 72
    (setenta e duas) horas, em dependência de prédios das Polícias
    Civis dos Estados e do Distrito Federal exclusivamente destinada à
    triagem e transição de detentos. (NR)
    Art. 3º O art. 104 da Lei no 7.210, de 11 de junho de 1984, passa a vigorar
    com a seguinte redação:
    Art. 104 O estabelecimento de que trata este Capítulo será
    instalado próximo de centro urbano, em local distinto das
    dependências das unidades das Polícias Federal e Civis dos
    Estados e do Distrito Federal, observando-se na construção as
    exigências mínimas referidas no artigo 88 desta Lei. (NR)
    Art. 4º O art. 120 da Lei no 7.210, de 11 de junho de 1984, passa a vigorar
    com a seguinte redação:
    “Art. 120 ………………………………………..
    ……………………………………………………..
    § 1º A escolta de condenados e dos presos provisórios já ingressos
    em estabelecimento penitenciário deverá ser feita sempre por
    policiais militares e/ou agentes penitenciários (NR).
    § 2º Outros órgãos de segurança pública poderão,
    excepcionalmente, promover a escolta de que trata o caput do art.
    120, na impossibilidade de realização na forma do parágrafo
    anterior, mediante ordem judicial.
    § 3º A permissão de saída será concedida pelo diretor do
    estabelecimento onde se encontra o preso.
    Art. 5º Esta Lei entra em vigor 60 (sessenta) dias após a sua publicação.
    JUSTIFICAÇÃO
    Nos termos do art. 144 da Constituição Federal, às polícias
    federal e civis estaduais incumbem as funções de polícia judiciária e a
    apuração de infrações penais. Assim sendo, a custódia e a escolta de
    presos por esses órgãos policiais são atividades alheias ao referido texto
    constitucional, portanto, configura verdadeiro desvio de função.
    Esse desvio funcional gera graves problemas estruturais,
    uma vez que policiais responsáveis por investigações criminais são
    obrigados a agir como carcereiros sem qualquer formação e treinamento
    profissional.
    Ademais, as delegacias de polícia são unidades
    administrativas cujas funções precípuas se inserem no âmbito da
    investigação policial, da realização dos trabalhos de polícia judiciária, do
    atendimento ao cidadão, da elaboração de termos circunstanciados e de
    outros procedimentos de sua competência.
    Os prédios que abrigam delegacias de polícia se encontram
    localizados normalmente em áreas residenciais e são frequentados em
    grande medida por cidadãos que a eles se dirigem unicamente para
    comunicar os crimes de que são vítimas.
    Esses prédios não obedecem, via de regra, aos rigorosos
    parâmetros técnicos designados às construções de estabelecimentos
    prisionais de segurança, os quais são reforçados para impedir ou dificultar
    resgates, conter fugas ou motins, tão comuns em meio à população
    carcerária. Logo, o cidadão e os servidores da polícia judiciária não devem
    ficar expostos à periculosidade dos apenados ou presos provisórios que lá
    possam se encontrar.
    Da mesma forma, as instalações que abrigam delegacias
    de polícia não possuem condições mínimas para o próprio preso (art.88 da
    Lei de Execução Penal) e que resguardem o seu direito constitucional de
    respeito à integridade física do preso e do cumprimento da pena em
    estabelecimento adequado (Art. 5º incisos inciso XLVIII e XLIX da CF), muito
    menos ainda no que tange a ressocialização do apenado. Tal situação
    inclusive tem gerado grande números de mortes e motins nestas custódias.
    Segundo a Lei de Execução Penal e as diretrizes da Política
    de Direitos Humanos vigentes no país as funções dos órgãos de segurança
    pública não devem ser confundidas com aquelas de responsabilidade dos
    órgãos do sistema penitenciário nacional.
    Impende salientar ainda que não deve recair sobre o já
    insuficiente orçamento dos órgãos de segurança pública as despesas com
    custódia e escolta de presos já ingressos em estabelecimento penitenciário.
    Até por que foi criado pela Lei Complementar nº 79 de 1994 o Fundo
    Penitenciário Nacional – Funpen com o objetivo de destinar recursos para o
    sistema penitenciário nacional.
    No intuito de corrigir essa grave distorção, apresentamos
    este projeto de lei, que, embora estabeleça vedação implicitamente
    contemplada pelo texto constitucional e por meio do princípio da legalidade,
    apresenta-se necessário e oportuno, por não vir sendo devidamente
    aplicada.
    Sala das sessões, em de de 2011.
    Deputada Rose de Freitas
    (PMDB/ES)

  10. Sua Avaliação SP
    Hoje, o que você mais deseja que melhore em sua vida e que não depende só de você?
    FEVEREIRO 2015JANEIRO 2015DEZEMBRO 2014
    1 Segurança Pública41,82%
    2 Salário9,09%
    3 Atendimento de saúde15,7%
    4 Mercado de trabalho4,67%
    5 Qualidade do ensino14,85%
    6 Moradia2,58%
    7 Custo de vida11,29%
    Qual o maior problema do seu Estado?
    1 Segurança Pública40,76%
    2 Desmatamento0,86%
    3 Corrupção15,51%
    4 Falta de indústrias0,84%
    5 Educação11,43%
    6 Miséria0,77%
    7 Saúde10,5%
    8 Estradas0,51%
    9 Seca7,14%
    10 Agricultura0,42%
    11 Transportes4,26%
    12 Excesso de indústrias0,36%
    13 Justiça2,42%
    14 Turismo0,24%
    15 Desemprego1,97%
    16 Energia0,21%
    17 Habitação1,81%

  11. Ontem foi a entrega de viaturas no município de Campina do Monte Alegre/SP, parecia mais um asilo do que polícia. Há cada dez policiais 9 tinham mais que 50 anos! E vamos combater o crime!

  12. E A DATA BASE (MARÇO) SERÁ RESPEITADA ? JÁ ESTAMOS NOS FINAL DE FEVEREIRO E ATÉ AGORA NADA DE SINDICATOS E ASSOCIAÇÕES. CADÊ CADÊ? BOLSO VAZIO NÃO SE SUSTENTA EM PÉ.

  13. Apesar de vários comentários depreciativos contra a instituição Policia Civil de São Paulo, eu tenho orgulho de pertencer aos quadros de funcionários dela. Não tive algumas infelicidades de perseguição ou demissão indevida como poucos sentiram na pele, ou mesmo insatisfação com minha carreira em decorrência de outra! Aqui tive a oportunidade de estudar, fazer amizades, aprender a ficar alerta e ainda constatar que nem sempre o mais esperto sempre se adianta, como também que o crime sempre compensa! É cansativa a função? Sim! Alguns chefes são incompetentes e só querem se promover sobre os demais? Sim! O governo não valoriza? Sem nenhuma dúvida! Não temos representatividade? Sempre foi assim! A sociedade e órgãos da imprensa estão sempre contra nosso esforço e trabalho? Sim!Mas não podemos negar que se as cadeias e presídios estão super lotados é pelo nosso trabalho! Delegados, escrivães, Investigadores, Agentes, Carcereiros, aux. Papi, fotógrafos e todas as demais carreiras existentes, cada qual fazendo muito pelo pouco que ganha. Se ainda o lado negro da sociedade tem a temer é por nossa existência como também dos demais órgãos de segurança pública. O que com tristeza percebo é alguns complexados asseveram comentários depreciativos contra colegas de trabalho e contra instituições e pior contradizem quando alguém mesmo erroneamente tenta algo para mudar ou melhorar, ainda que equivocadamente. Sou Investigador de Policia da Policia Civil e tenho orgulho da minha função! Não estou aqui de favor a ninguém, prestei concurso e passei por competência minha! Assim como todos os demais, acredito! Mas infelizmente o que antes era postado nesse blog, hoje não mais consigo visualizar a mesma ideologia, não por culpa do administrador e sim pelas postagens que somente querem causar a discórdia e depreciar o alheio! Um dia, seja nessa ou outra era, a sociedade vai abrir seus olhos e verificar que somos sim, parte dela e não um mal necessário aos seus anseios.

  14. O NOSSO TEMPO É AGORA, OU FAREMOS ACONTECER OU NOS CALEMOS. A DECEPÇÃO É NOTÓRIA E GENERALIZADA. A POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE SÃO PAULO FALIU E OS POLÍTICOS CONTINUAM A PRATICAR ATOS POLITIQUEIROS USANDO A POLÍCIA CIVIL. ENTREGAS DE VIATURAS NOVAS COM APLAUSOS, BANDINHAS, ROJÕES SÃO ATOS POLITIQUEIROS QUE NÃO CORRESPONDEM COM A VERDADE DA POLÍCIA CIVIL. SERIA INTERESSANTE A ENTREGA DE VIATURAS NOVAS SIM ! DESDE QUE FOSSE ACOMPANHADAS DE SERVIDORES PARA UTILIZAR, NÃO HAVENDO SERVIDORES, OS ATOS POLITIQUEIROS DO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO NÃO PASSA DE ENGANAÇÃO AOS ELEITORES.

  15. Jony,
    Não que eu considere que tudo esteja bem, muito pelo contrário.
    Mas você falou em viaturas e… Estava eu por Barueri dias desses, cidade quente que parece um inferno de tão impermeabilizada que é; uma empresa quebra um calçada para outra fechar pelo dobro do preço; cidadezinha que nada oferece em termos qualitativos e; uma das gestões passadas foi flagrada (pelo CQC) desviando televisores de escola municipal… a Guarda Municipal desfilando de Toyota SW4. Para quê? SW4 para uma cidade que não offerece nada?
    Só mesmo uma Revolução.

  16. Imaginem plantões irregulares sendo fechado e as ocorrências terem que ser direcionada a plantões adequados e legais, o que vai acontecer com o estado, vai ser a desmoralização da “grande” politica de segurança desse governo.
    A PC só existe por que tem trabalho escravo dentro dela, veja que paradoxo a primeira instituição que é garantidora da legalidade é cometedora de crime contra a humanidade, o de escravizar.

    Imaginem os prefeitos, a PM, o MP como vão ficar pressionados e passaram a pressionar o governador, uma forma desse posso reconhecer nossa função dentro do estado, pois todos sempre denegriram nossa instituição. Vão se deparar com a politica que parece piada (ainda mais agora com a gincana de pontos), devemos trazer para a seriedade e mostrar quem e como governam esse estado, que sempre cometeram esse crime.

    É hora de parar de ficar com gogó e passar para a esfera da judicialização das coisas, usar o mesmo método do governo, como fez o EROS GRAUS, para quem se recorda. O estado vai rapidamente passar a completar os quadros, ou vai ter que fechar muitas unidades a noite uma verdadeira reengenharia goela abaixo.

    Agora temos um negócio que se chama sindicato, associações e MP, que teoricamente deveriam ser garantidores de condições básicas de trabalho, já que é insalubre, mas isso não quer dizer que podem cometer crime contra humanidade.

    Como imaginam que a PM faz com o governo (se eu tenho 2 só vou colocar na rua dois, não importa se a cidade tem 100 mil habitantes, não vou colocar os outros que trabalharam e tem direito ao descanso, não cometerei crime contra a humanidade, passível de flagrante, pois é crime permanente e é flagrante sem fiança).

  17. FOME ZERO: Não sou simpatizante das PCs/PMs, etc, mas, com todo respeito aos comentários , achei o BO da sapata redigido de forma muito sábia se realmente lido na íntegra e observar a linha seguida, enquanto brasileiros os PCs, PMs que saem tds. os dias de seus lares na incerteza se voltarão, assim, também ficam seus familiares tensos por verem: os filhos, maridos ou pais, reduzidos por seus governantes à apenas alvos vivos para marginais, considerando os salários armamentos,etc, e ainda quando são abatidos suas mães e esposas recebem como consolação a bandeira do Estado, punidos quando matam marginais, etc., marginal é marginal, observemos a Indonésia, o pior nesses casos os coitado dos PMs é que estão pagando por terem se defendido, assim como à sociedade de um lixo, com passagens .
    Assim, não pude observar em nenhum momento desrespeito à PCs. e não acho que a PC ou PM ou quaisquer forças tenham acabado,etc, achei até pertinente, pois se tratando de pessoa parecendo-se perturbada ou coisa parecida que até escuta vozes etc, é até legítimo o BO, pois não se tem real certeza de tal confusão se esquizofrenia ou psicopatia etc, enfim, importante que fique registrado até para a própria defesa da depoente.
    Penso que precisamos julgar menos que o julgamento fique com a autoridade competente, agora, e ler e entender melhor na íntegra o que lemos, para que não sejamos injustos.
    PARABENIZO OS POETAS : QUEM REDIGIU E QUEM AUTORIZOU QUE TANTO RESPEITAM A INSTITUIÇÃO À QUAL PERTENCEM E DEDICAM COM SUAS PRÓPRIAS VIDAS E DE SEUS PARENTES E FAMILIARES COM MUITA SABEDORIA E PATRIOTISMO.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s