Não fui eu professora 16

dilma14

Não fui eu professora

Lya Luft – Revista Veja EDIÇÃO Nº 2415 – 04 MAR 2015

Fatos espantosos na política, que comanda a economia e o resto neste naufrágio lento e grave que precisa ser detido, nos lembram o menino que, fazendo na sala de aula algo reprovável, diante do olhar severo da professora aponta o dedo para um colega e diz depressa: “Não fui eu, profe, foi ele!”. O primeiro impulso de quem comete um malfeito é esquivar-se da culpa e mentir acusando outros. É preciso caráter e honradez para assumir responsabilidades. Quando isso acontece no segmento público, de governo, sobretudo em altos escalões, é dramático, e envergonha a todos. Merecemos algo mais e melhor, que nos ajude a acreditar nas autoridades que nos governam (ou desgovernam). Pois perdemos essa confiança, o que se compara a uma enfermidade séria ou mutiladora. Como crianças que descobrem que não podem confiar no pai ou na mãe e ficam relegadas ao desalento, ao pessimismo, à confusão. Nestes tempos de aflição e vexames que nos diminuem aos olhos de outros países, mal se compreende que tudo isso tenha acontecido sem que a gente soubesse — às vezes fingíamos não notar ou nem queríamos saber. O que fizeram com bens, empresas, fortunas quase incalculáveis, que pertenciam afinal ao povo brasileiro e serviriam para construir centenas de escolas, creches, postos de saúde, hospitais, casas e estradas? O que fizeram, aliás, com a confiança de tantos? Tarde começamos a enxergar, como adultos capazes de questionamentos sérios, e cobranças mais do que justas. Não aceitamos mais as toscas acusações, disfarces, ocultamentos, fatos e atos para desviar a atenção da dura realidade que só os muitos ingênuos, ou interessados em manter a situação, se negam a ver. É hora de urgentemente mudar, de nos unirmos em nome do direito, da justiça, da honra. Temos entre nós alguém como o juiz Sergio Moro, que, apoiado por homens sérios do Ministério Público Federal, representa homens e mulheres, velhos e jovens de bem atingidos na sua honra pela atitude de governantes, grandes empresários, políticos e até membros do Judiciário que há anos acobertam males que solaparam não só a economia mas a confiança e a honra do país — sombria e real constatação. O impensável cortejo de ignomínias assumiu tal dimensão que muitos admitem — como se isso os desculpasse — que sem suborno, sem roubo e mentira não conseguiriam nem exercer suas funções e seu trabalho (vejam-se pronunciamentos de vários diretores das hoje malvistas empreiteiras). Muitos milhares de inocentes perderão — e já vêm perdendo — o emprego, começando pelos trabalhadores do gigante Petrobras e de centenas de empresas a ele ligadas que vão fechar ou reduzir dramaticamente seu funcionamento. O iludido povo brasileiro pagará essas contas. O que dirão, o que farão o funcionário de escritório eficiente, o operário exausto, o professor mal pago, o médico incansável, a dona de casa aflita, o pai de família revoltado, que com seus impostos sustentaram entidades ineficientes que deveriam prover boa saúde, educação, transportes e outros? Que falha em nosso discernimento nos fez escolher tão mal governantes e representantes? Faltou a base de qualquer nação: educação. Que não deve nivelar por baixo nem facilitar, mas proporcionar a todos a merecida ascensão na sociedade. Alguém bem informado escolhe diferentemente daquele submetido a uma manipulação impiedosa, mantido feito gado impotente longe do progresso que precisa ser distribuído entre todos os brasileiros, até os mais desvalidos — e não haveria mais as multidões de desvalidos que ainda povoam o país. O que eles, os mais pobres entre os pobres, e todos os que têm acesso a alguns bens recebem neste dramático momento não são desculpas nem projetos reais, mas acusações absurdas, posturas toscas, tentativas desastradas de tapar o sol cruel da realidade. Somos as nossas escolhas: talvez se possa escolher diferente, pelo nosso bem e pelo bem deste país, que não deveria estar tão vexado e afastado da posição que pode ter no mundo civilizado.

  1. Em 15 de março, vamos às ruas!!!

    Impeachment

    ou, se os políticos e a “investigação” continuarem escondendo a verdade

    Intervenção Militar

  2. TEMOS DUAS SITUAÇÕES SE A DILMA CAIR UM CERTO ALGUÉM DO PSDB CAI JUNTO, OU NÃO VAI DAR EM NADA DEVIDO AO RABO AMARRADO DO PT COM PSDB “MENSALÃO E PETROBRÁS”.
    O QUE COMEÇOU COM UM TERMINA COM OUTRO, DERRUBAR NÃO SÓ O PT MAS TODOS, ESTAMOS CHEGANDO A UM NÍVEL PERIGOSO NO BRASIL, EM QUE ALGUNS PAÍSES JÁ PASSARAM NO PASSADO BEM DISTANTE, SOU BEM REALISTA DITADURA COMO 64 NÃO É MAIS VIÁVEL, A POPULAÇÃO É OUTRA A CABEÇA É OUTRA!

  3. PAPA (08/03/2015 às 23:36)

    Quem do PSDB vai cair? Sem querer defender o PSDB, mas eles não têm relações com a Petrobras desde o FHC (12 anos). Se tiverem, é novidade para mim. E, também, se tiver, problema dele. O Brasil não é o PSDB ou qualquer outro partido político.

    Eu só espero que tudo não acabe como no mensalão.

    E, pessoalmente, eu prefiro o impeachment (os custos são menores), mas não sei se é possível com os políticos que temos no Congresso.

    Se for preciso a Intervenção Militar, paciência. É como uma cirurgia, não é uma questão de “papo cabeça” e sim uma necessidade de acordo com uma realidade. Ou o Brasil morre e vamos nos tornar um zumbi bolivariano como a Venezuela.

    Se o pior acontecer e o Brasil terminar de ser cubanizado, o que vai acontecer? Uma guerra civil? Movimentos separatistas?

    Nesse cenário, que poderia demorar mais de uma década, destruindo o Brasil de vez, é muito melhor uma Intervenção Militar na forma constitucional e temporária.

    Afinal, quem está ameaçando de colocar o “exército do MST” contra os brasileiros é o Lula, logo…

  4. QUAL A CREDIBILIDADE DA REVISTA VEJA ? só os fracos de alma ainda leem esse tablóide fascistóide(como bem disse a Rita Lee)…ESTOU COM A DILMA, ESTOU PELA LEGALIDADE, FORA GOLPISTAS, FORA ELITE TERCEIRO MUNDISTA.

  5. fabiano (10/03/2015 às 13:28)

    Realmente existe um golpe muito sério no Brasil

    É O GOLPE DO PT CONTRA O BRASIL.

    Se você defende algum mínimo de legalidade de verdade, vá para as ruas no dia 15 de março e peça o impeachment da Dilma.

    Já chega de negar a realidade (até a Marta Suplicy já admitiu), já chega das mentiras do PT.

    Já chega de PT e da Dilmal!!!

  6. ESTA TENDO CURSO PARA INVESTIGADOR E ESCRIVÃO DE 3 CLASSE PARA MUDANÇA DE CLASSE ?

  7. Informação é tudo …….. disse:
    09/03/2015 ÀS 19:05
    É incrível ver, nos tempos atuais………..tempos de acesso irrestrito à informação………existir brasileiros que ousem levantar a bandeira de qualquer político ou partido.
    Está mais do que provado………………….políticos brasileiros, somente brigam pelo poder e dinheiro………..o povo, é a vaca leiteira….

  8. Inscrição intranet, depois imprime formulário para autorização, até 18/03 (confira a data)

  9. TIRA (10/03/2015 às 14:22)

    Tira, desculpe, não sei. Se não encontrar quem possa responder, telefona lá. Se tiver, não deixa passar a data da inscrição, porque a falta do curso atrasa mesmo a vida.

  10. Gente burra tem que se fuder e muito. Tudo começou com o governo da Erundina em São Paulo. Acabou com a cidade. Lembram-se da invasão de camelôs????
    Depois o povo besta, não satisfeito, elegeu a Marta. Mais um petista que afundou a cidade. Agora elegeram o Haddad.
    Esses grupelho não quer resolver nada. Não querem que o povo seja bem tratado. Idiotas que continuam a votar nesse partido tem mais que todo mundo…….tem mais é que se fuder….e ainda aparecem imbecil que defende essa presidente..boneca de ventríloquo do sapo barbudo …..

  11. O pior ainda é que tem imbecil aqui defendendo o PSDB. Políticos são todos iguais e na verdade temos uma crise de lideranças. Os caras só pensam no seus interesses

  12. O colega Exescravão acertou na mosca!
    Zumbi Bolivariano é exatamente o que estes esquerdopatas da idade da pedra querem fazer do Brasil. Cabe a todos os brasileiros que ainda não perderam a sanidade impedir que isso aconteça de uma forma ou de outra.

  13. O PARTIDO DOS TRABALHADORES TEM SUAS EXCEÇÕES UMA É O LULA E SEU FILHO, GENOINO E SEUS DESCENDENTES, O ZÉ DIRCEU, VACCARI E UMA PORRADA A MAIS DE PESSOAS INTEGRAS E HONESTAS, TODOS NÃO PRATICARAM CRIME DE LAVAGEM DE DINHEIRO. E NEM DE ESTELIONATO, E NEM DE FURTO E ROUBO.
    JÁ VENHO A TEMPOS DIZENDOS ESTES SENHORES DESARMARAM O POVO. E ESTA SENHOURA DIGNISSIMA REPRESENTANTE LEGAL DA NAÇÃO CONTRATOU ALGUNS MEDICOS DE CUBA , VENEZUELA E OUTROS PAISES ESPECIALIDADE EM GUERRILHA POIS TALVEZ FOSSEM ENFERMEIROS LÁ E AQUI VIERAM COMO MEDICO.
    SABE PT AQUI EM SÃO PAULO TEM HOMENS DE CULHEÃO E NÃO VAI ADIANTAR QUERER DAR UM GOLPE QUE VOCES IRÃO PARA O PAREDÃO. AGORA O BURACO É DE OUTRO LADO.
    O SR FERNANDO HENRIQUE ESTEVE NO PODER E NUNCA OUVIRAM FALAR DO GOVERNO DELE. E A MESMA COISA COM RELAÇÃO AOS SRES. JOSE SERRA E GERALDO ALKIMIN. TEM SEUS DEFEITOS MAIS SÃO HONESTOS. NENHUM DELES É DONO DA FRIBOI E OUTRAS EMPRESAS.
    P O V Ã O P A N E L A Ç O N E S T A C O R J A D O P T.

Os comentários estão desativados.