Por favorecimento e venda de plantões legistas poderão perder seus cargos no IML 47

São José do Rio Preto, 10 de Março, 2015 – 9:00
IML pagou salários a médico fantasma

Allan de Abreu – DIÁRIO DA REGIÃO 

Banco de Imagem
Segundo o MP, chefe do instituto acobertou profissional, que recebia R$ 7,5 mil mensais

O diretor do Instituto Médico-Legal (IML) em Rio Preto, Manoel Carlos Libano dos Santos, é acusado pelo Ministério Público de improbidade por acobertar um médico legista “fantasma” no IML de Jales. Em ação civil, a Promotoria pede à Justiça que ambos percam seus cargos, paguem multa e tenham os direitos políticos suspensos. Em 2010, Emílio André de Alarcon Pinto, médico em São Paulo, foi designado para o Núcleo de Perícias Médico-Legais em Rio Preto, com salário de R$ 7,5 mil mensais e 40 horas semanais de trabalho. O médico, no entanto, teria demonstrado descontentamento em trabalhar na região, já que tinha consultório na Capital. Cogitou pedir exoneração do cargo, “caso não conseguisse algum favorecimento que o mantivesse a maior parte do tempo na cidade de São Paulo”, segundo o promotor Horival Marques de Freitas Júnior.

Para contornar a situação, no fim de 2010 Manoel Carlos, chefe dos legistas em toda a região, designou “sigilosamente” Emílio para plantões no IML de Jales, com jornada de 48 horas semanais “ininterruptas”, que, segundo o promotor, além de absurda jamais seria cumprida pelo médico. O caso começou a ser investigado em 2013 a partir de denúncia anônima feita ao Ministério Público. Foi então instaurado inquérito civil para apurar o caso, além de sindicância na Corregedoria da Polícia Civil em Rio Preto, por determinação do então secretário estadual de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira.

O inquérito da Promotoria elaborou laudos de exames apenas em quatro datas: 29 de dezembro de 2010, 28 de janeiro, 30 de janeiro e 3 de agosto de 2011. As demais perícias em Jales teriam sido elaboradas por outro legista, Cícero Meneghete, designado por Manoel Carlos para “auxiliar” o médico paulistano. “Às custas do dr. Cícero, Emílio podia desfrutar dos rendimentos obtidos em sua clínica particular, na cidade de São Paulo, bem como auferir regularmente proventos públicos decorrentes de perícias médicas que, na realidade, eram realizadas pelo seu colega”, escreveu Horival na denúncia. Em julho de 2012, Emílio foi transferido para o IML de Rio Preto e, em seguida, para a unidade em São Paulo, onde trabalha atualmente.

Para o promotor, é “inegável” a participação de Manoel Carlos nas supostas ilegalidades cometidas por Emílio. “Era sua a atribuição para designar as atividades atribuídas a Emílio, bem como fiscalizar o correto atendimento ao interesse público. (…) Desta forma, jamais poderia se furtar a tais deveres”, escreveu Horival. A ação civil tramita na 1ª Vara de Jales, ainda sem data para sentença. Paralelamente ao processo judicial, em junho do ano passado, após apuração preliminar, a Corregedoria da Polícia Civil instaurou sindicância para apurar o caso em âmbito administrativo. Nesse caso, as punições variam de uma advertência até a exoneração do cargo. O delegado responsável pela apuração, Carlos Tokoi, não foi localizado ontem à tarde para comentar as apurações.

Outro lado

Procurado ontem à tarde, Manoel Carlos alegou desconhecimento da ação civil e da sindicância. “Não estou sabendo de nada. Nem depus ainda.” No entanto, os dois médicos já depuseram tanto no inquérito da Promotoria quanto na sindicância. Nas oitivas, ambos negam irregularidade no episódio. O advogado de Emílio, Álvaro Fernandes Mesquita Neto, disse ao Diário que se manifestaria hoje sobre o caso.

  1. Gostou do orelha? Da a lomba pra ele…. o orifício rugoso….. o esfíncter ….. o tóba ….. a rosca

    Orelha, caverject na rola que o DOLFO ta querendo.

  2. Botaram nossa bunda na janela….. Agora se prepara que la vem mão nela!!

  3. Capitão …. Capitão …. Capitão!! Essa bateu na trave, quase entrou no meu.

  4. Vocês são uns mazelentos ….Eu vou embora pro IC!!

  5. Quero voltar pra Taboão, antes que sobre (mais do que já tá) pra minha bunda!!

  6. Não falo nada, Só observo!!
    Depois aguenta minha Mamba Negra cabeçuda!!

  7. Então é isso?? Agora entendi…..
    é só comparecer de segunda a sexta, com documento pessoal e requisição policial.
    Assim que o laudo ficar pronto a gente manda pra delegacia …
    é isso, né??

  8. Valeu DOLFO!!
    TKS
    São servidores assim como vc que fazem o nome da instituição cada dia melhor.

  9. PC falida disse:
    11/03/2015 ÀS 8:32
    Pagar eventualmente para algum colega tirar o seu plantão não tem problema, bem como trocar de plantões…

    Porém, muitos sabe que em todas as delegacias existem os funcionários fantasmas… aqueles que querem apenas possuir a funcional, pagam todos os plantões e nunca cumprem qualquer escala…
    Mas esses ainda são menos perniciosos… piorem são os outros fantasmas… que sequer entram na escala…

    Mas, falem em improbidade administrativa por isso é muito pequeno…

    Que tal investigarem os cargos em comissão? Isto sim é uma baita improbidade administrativa…

    A SSP dispõe de X Delegados de 1ª classe… porém, muitas unidades são geridas por delegados de 2ª classe, que são comissionados 1ª e recebem a diferença dos proventos… mesmo existindo no efetivo delegados de 1ª classe para assumir a cadeira… ocorre também com classe especial, etc… mass… é mais fácil mexer com a base… o coitado que ganha 3 conto por mês…
    …………………………………………………………………………………
    ASSINO EMBAIXO…

  10. Orelha diz: tá uma zona nesta cidade, a Chefia está fugindo da “Trôlha Voadora”

  11. MEU DEUS SÓ VEJO BLA BLA BLA

    QUE CALMARIA !!!!!!!!

    CADÊ A DATA BASE ????????????????

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s