PMs da região do Butantã e de Itaquera causaram mais mortes 15

Felipe Resk e Rafael Italiani

De todos os batalhões territoriais da PM, o 16º BPM/M é o mais letal. Dados da Ouvidoria apontam que, desde janeiro de 2014, foram 26 mortes de suspeitos em supostos confrontos com oficiais do grupamento, que faz rondas ostensivas nas zonas oeste (regiões do Butantã, Jaguaré e Rio Pequeno) e sul (Morumbi). Nove delas aconteceram só nos dois primeiros meses deste ano.

Nas imediações da sede do batalhão, no Rio Pequeno, é perceptível o medo de falar sobre o trabalho da polícia na região. Quem se pronuncia, fala bem. Os que preferem se calar são maioria. Em comum entre os dois grupos a resposta para a pergunta “você se sente seguro aqui?” feita pela reportagem a todos os entrevistados: “100% seguro a gente nunca está”.

Os moradores afirmam que o número de viaturas nas ruas aumentou neste ano. Consequentemente, tem sido cada vez mais comum avistar policiais trabalhando. “Eles estão em cima o tempo todo. Antes não era tão agitado”, afirma um mecânico, morador do Rio Pequeno há 46 anos. Sobre a letalidade policial, o tom é de resignação. “Se eles não matarem, morrem.”

Comando

O 16º BPM/M é interinamente comandado pelo major Ezequiel Morato. Ele assumiu o posto em fevereiro, quando o ex-comandante foi promovido. A promoção coincidiu exatamente com o período em que o batalhão passou a matar mais. Foram sete casos em janeiro e mais dois no mês seguinte. No ano passado, a média era de 1,5 morte por mês. O major foi procurado por telefone e no batalhão, mas não se pronunciou. A PM também não comentou.

A maior parte das mortes relacionadas a policiais aconteceu nas zonas em que o batalhão atua, mas também há casos em cidades da Grande São Paulo, como Osasco, Embu-Guaçu e Cotia. Na última, cinco oficiais perseguiram um Chevrolet Corsa após informações que o veículo havia sido roubado. Os policiais conseguiram encurralar o carro. Segundo os policiais, os suspeitos atiraram primeiro. Os quatro ocupantes do carro morreram.

Itaquera

Quando a reportagem chegou à sede do 39º Batalhão de Policiamento Militar Metropolitano, em Itaquera, na zona leste, o segundo que mais matou em São Paulo, um soldado da PM indagou qual era o intuito da reportagem. Ao ser informado sobre as 20 mortes registradas no ano passado e a letalidade da PM do batalhão, o policial franziu a testa. “Se o assunto é esse você veio trazer problema. Se tem um assunto que me incomoda é esse”, disse. Apesar de o tenente-coronel Marcelo Jorge Franciscon, comandante do 39º BPM/M, estar na frente do batalhão, ele não quis falar sobre os motivos para que seus subordinados tenham matado 21 pessoas.

A região de Itaquera tem cerca de 524 mil habitantes, segundo dados da Secretaria de Coordenação das Subprefeituras. A opinião dos moradores que precisam dos policiais do batalhão é dividida. “Para mim eles mataram pouco. Bandido bom é bandido morto. Tinha de ter pena de morte neste País”, afirmou o comerciante Antonio de Souza, de 54 anos.

Já nos prédios da Companhia Metropolitana de Habitação (Cohab), os moradores têm medo. Um ex-presidiário de 40 anos que já cumpriu pena por furto receia a presença da PM na frente do seu prédio. “Hoje o PM que me prendeu passou aqui em frente, ficou me olhando. Quando eu saí da cadeia, ele veio me intimidar, perguntar se eu continuava roubando. Medo de que ele me mate eu não tenho, mas acho que é uma forma de intimidar, mostrar que quem manda é ele.”

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

  1. CARO GUERRA, POR POUCAS VEZES TE ELOGIEI PELA REPORTAGEM, MAS NESSA VC REALMENTE ACERTOU, O QUE VC FEZ DEVERIA SER FEITO ROTINEIRAMENTE, POIS ASSIM QUEM SABE OS DEMAIS BATALHÕES APRENDAM E POSSAM FAZEREM UMA ESPÉCIE DE CONCORRÊNCIA ENTRE ELES (BATALHÕES) E O RESULTADO POSSA AJUDAREM A MELHORAREM A SEGURANÇA NO NOSSO ESTADO, POIS BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO, PORQUE PRESO LOGO LOGO ELE SAI, E AINDA VAI TENTAR RECUPERAR O TEMPO PERDIDO.
    A MEU VER GUERRA, VC DEVERIA FAZER UMA ANÁLISE DE TODOS OS BATALHÕES E POSTAR TAMBÉM OS BATALHÕES DOS MEDROSOS OU DOS TIJOLOS QUE NÃO MATAM NEM PULGAS OU GALINHAS PARA COMEREM, ALÉM DO MAIS GUERRA, ISSO PODERIA SER FEITO NA PC TAMBÉM, PARA CONHECIMENTOS DE TODOS QUEM REALMENTE FAZ A DIFERENÇA ENTRE POLICIAIS E POLICIAIS.

  2. Policia de verdade tem que mostrar porque veio, policia de verdade tem que respeitarem as leis, serem trabalhadores, honestos, educados e ter sangue nos olhos, caso contrário vão serem professores, enfermeiros, pastores, padrers, motorísta de ônibus, menos policia; policia é policia, cagão é gagão , e ladrão é ladrão, esses não podem se misturarem, pois passarinho que corre com morcegos acabam dormindo de cabeças para baixo………hehehehehehehe.

  3. TODOS OS QUE FALARAM NA REPORTAGEM, ELOGIARAM A AÇÃO DOS POLICIAIS!

    A POPULAÇÃO NÃO AGUENTA MAIS TANTA BANDIDAGEM!
    FALAM DE CORRUPÇÃO QUE TAMBÉM É UM MAL A SER EXTINTO MAS, O LADRÃO, SER VIL E DESPREZÍVEL, QUE TIRA A VIDA DE PAIS DE FAMÍLIA E DA POPULAÇÃO HONESTA, ESSE TEM QUE SER EXTIRPADO DA FACE DA TERRA!
    NUM BAIRRO POBRE E AFASTADO DO CENTRO, ONDE OS RECURSOS SÃO ESCASSOS, O TRANSPORTE, A SAÚDE, A EDUCAÇÃO, SÃO DE PÉSSIMA QUALIDADE, A POPULAÇÃO AINDA SE VÊ NAS MÃOS DE BANDIDOS QUE “DEITAM E ROLAM NO PEDAÇO”.
    PARA ESSA POPULAÇÃO ORDEIRA E TRABALHADORA, QUANDO A POLÍCIA “DERRETE” UM VAGABUNDO, É MOTIVO DE FESTA POIS É UM A MENOS PARA APAVORAR E ROUBAR O SUOR DE SEU TRABALHO HONESTO!
    JÁ QUE NÃO EXISTE PENA DE MORTE, A POPULAÇÃO VIBRA QUANDO O POLICIAL ARREBENTA MAIS UM MALDITO DESSES QUE NÃO TRAZ NADA À SOCIEDADE ALÉM DE CUSTOS SEJA ELE FINANCEIRO, SEJA CEIFANDO VIDAS.
    CONCORDO COM O JACARÉ SEM DENTE QUANDO ELE DIZ QUE DEVERIA SER FEITA TAMBÉM UMA REPORTAGEM APONTANDO OS BATALHÕES QUE NÃO MATAM NEM BARATA. DISCORDO PORÉM, QUANDO FALA MERDA COM RELAÇÃO À POLÍCIA CIVIL DANDO A ENTENDER QUE A PM É MELHOR QUE A CIVIL.
    EM AMBAS AS CORPORAÇÕES EXISTEM BONS E MAUS POLICIAIS. HÁ OS QUE TRABALHAM E OS QUE SÃO “MÃO CANSADA”.
    DAQUI A DOIS MESES, COMPLETO 26 ANOS DE POLICIA E AINDA CONTINUO ATUANDO NA RUA E NO MÊS DE NOVEMBRO DO ANO PASSADO, “TRINQUEI O RIM” DE UM VAGABUNDO AQUI NA MINHA ÁREA. EU ESTAVA ACOMPANHADO DE VALOROSOS POLICIAIS MILITARES MAS, UM DELES “AMARELOU” NA HORA DA TROCA DE TIROS. E NEM POR ISSO VOU FICAR FALANDO MAU DESSE OU DAQUELE POLICIAL.
    O IMPORTANTE É QUE FOI UM PRO SACO E TRÊS EM CANA!
    E SAIU NO LAUDO QUE O TIRO QUE LEVOU O MALA PRO INFERNO “FOI O DISPARADO PELO POLICIAL CIVIL” !
    PORTANTO, AMIGO JACARÉ SEM DENTE, NÃO PODEMOS GENERALIZAR OU CRITICAR UM OU OUTRO POLICIAL, ESSA OU AQUELA CORPORAÇÃO. ESTAMOS TODOS NA MESMA MERDA!
    NÓS JUNTOS É QUE FAZEMOS A DIFERENÇA!

  4. Os estagiários do Estadão poderiam entrar na Favela do São Remo, que fica ao lado do citado batalhão, e fazer uma pesquisa lá!!! O que aconteceu, ficaram com medinho??? Pô, no São Remo só tem trabalhadô e gente de bem!!!!!

  5. Se não fosse a PM a bandidagem já teria tomado conta do Estado. Hoje em dia a única coisa que vagabundo respeita é uma viatura da PM, porque sabe que o bicho vai pegar pro lado dele.

  6. ITAQUERA eu conheço , e muito bem…… lá o bicho pega…. bandido lá é mato….

    será que estes sábios da estatística contaram quantos policiais morreram daquela região até são miguel ?

    se não observarão este ítem … então revejam o que estão dizendo….

  7. lá o chicote estrala……………. a região é terra de ninguém……

    devido ao volumoso número de ladrões e traficantes.

    agora imaginem se os policiais de lá fossem molões ….

    como estaria a região agora ?????????????????????????

  8. Engraçado! Pelo jeito na PC ta tudo certo né? Uma verdadeira maravilha! Em um blog que originalmente se propõe discutir assuntos da PC, só se vê falar na PM. Esse blog deveria se chamar: blog do papa mike. Kkkk. O legal é que ninguém chuta cachorro morto né?

  9. Nao recrimino os pms por se sentirem ofendido por alguns topicos,aqui postado ou COM alguns comentarios,mas no caso em que CHARLES BRAVO tece seu comentario, pareceu-me que ele quis ser sarcastico, nao com a Rota ,mas sim com a sociedade,governo e imprensa de uma maneira geral,nao sei se falta cerebro ou é a idade mesmo ,que afeta a capacidade de compreençao do tal do JACARE SEM DENTE,que inclusive em sua resposta arvora aos pms a capacidade unica de serem corajosos,ora! ja tenho um tempo razoavel de policia, e basicamente,na chefia,e diferente do que afirma Sniper com Barret M 107 ,ja dei cana em Diadema,Cid.Tiradente,Capao Redondo e etc e diferente de vcs pms ,que quando vao dar uma cana vao em uma quantidade boa de policiais,nos policiais civis trabalhamos em dois ou tres tiras em uma equipe ,e nao temos como pedir apoio,e quando vcs comentam que quando estamos em apuros é so ligar 190,lhes digo:nunca precisei e se um dia precisar nao terei vergonha de pedir,mas nao é algo tao recorrente como vcs gostam de afirmar,pois nos tiras,ate pela natureza de nosso trabalho,nos acostumamos a se virar sozinhos,sem apoio de colegas e de delegados e mt menos de pm,pois de uma maneira geral,so aparecem para queimarem nossa campana,arrumar zulu e etc…

  10. tiraSP disse:
    20/03/2015 ÀS 23:46
    Nao recrimino os pms por se sentirem ofendido por alguns topicos,aqui postado ou COM alguns comentarios,mas no caso em que CHARLES BRAVO tece seu comentario, pareceu-me que ele quis ser sarcastico, nao com a Rota ,mas sim com a sociedade,governo e imprensa de uma maneira geral,nao sei se falta cerebro ou é a idade mesmo ,que afeta a capacidade de compreençao do tal do JACARE SEM DENTE,que inclusive em sua resposta arvora aos pms a capacidade unica de serem corajosos,ora! ja tenho um tempo razoavel de policia, e basicamente,na chefia,e diferente do que afirma Sniper com Barret M 107 ,ja dei cana em Diadema,Cid.Tiradente,Capao Redondo e etc e diferente de vcs pms ,que quando vao dar uma cana vao em uma quantidade boa de policiais,nos policiais civis trabalhamos em dois ou tres tiras em uma equipe ,e nao temos como pedir apoio,e quando vcs comentam que quando estamos em apuros é so ligar 190,lhes digo:nunca precisei e se um dia precisar nao terei vergonha de pedir,mas nao é algo tao recorrente como vcs gostam de afirmar,pois nos tiras,ate pela natureza de nosso trabalho,nos acostumamos a se virar sozinhos,sem apoio de colegas e de delegados e mt menos de pm,pois de uma maneira geral,so aparecem para queimarem nossa campana,arrumar zulu e etc…

    ISSO É PORQUE VC É ORGULHOSO, E SE ACHA O BAM BAM BAM, MAS CUIDADO COLEGA, SÓ O COLETE NÃO TE DEIXA IMUNE NÃO TÁ, VAI DE VAGAR QUE SANTO É FEITO DE BARROS, E BARRO QUEBRA TÁ?

  11. Gostaria que todos os batalhões dos 11 CPAs ganhassem essa estatística, só Itaquera e Butantã é pouco. Só não matem trouxas e de resto tem meu total apoio, aqui tá demais, não nos respeitam. Nunca desprezo o apoio da mega, já precisei e fui prontamente apoiado, essa de queimar cana é só quando estão envolvidos, de resto…….só vem prá somar!!!!

  12. PMs da região do Butantã e de Itaquera causaram mais mortes. Só analisando o titulo da matéria já se percebe que não se trata de uma matéria imparcial, como se pode afirma que são os policiais militares que causam as mortes. Quem causam as mortes são os infratores das leis que estão nas ruas roubando matando traficando e entrando em confronto com os policiais esse sim fazendo seu trabalho defendo a sociedade e suas vidas pelo um baixo salário.

  13. INFRATORES!!!!!! UÉ, TEM LEI MARCIAL NESSE PAÍS. CADÊ PROMOTORES, JUIZES….UM DIA VAI ACABAR ESSA MOLEZINHA DE DE JUSTIÇA MILITAR, AÍ QUERO VER VALENTÕES SE FUDEREM! CANA 30 ANOS PRA HOMICIDAS…BOM MESMO SERIA ACABAR ESSE ROMÃO GOMES, AÍ AS MATANÇAS ACABARIAM RAPIDINHO..NEGUINHO FICARIA MAAAAANSO.NUM SEGURO EM PRESIDIO COMUM.

Os comentários estão desativados.