Delegado da PF critica interferência de Janot na PF e sugere que procurador-geral pode estar agindo a serviço do governo 74

Janot-2

Aumentou a temperatura do confronto entre membros do Ministério Público e da Polícia Federal. Eduardo Mauat da Silva, delegado da PF que integra a força-tarefa da Operação Lava Jato, que está em Curitiba, acusou abertamente Rodrigo Janot de “tolher a investigação”. Não ficou só aí: sugeriu, em entrevista coletiva, que o procurador-geral da República pode estar atuando politicamente: “Houve, por parte do doutor Janot, uma iniciativa de tolher as investigações da Polícia Federal. E nós queremos que ele explique à sociedade o porquê disso”. A pedido do chefe do MP, o ministro Teori Zavascki, do Supremo, suspendeu a tomada de depoimento de parlamentares em sete inquéritos.

Mauat não economizou: “[Janot] ocupa um cargo político, foi indicado pelo governo, e não poderia interferir numa investigação da PF. São questões que precisam ser explicadas”.

O delegado afirmou ainda que os membros da Polícia Federal que integram a força-tarefa em Curitiba não recebem com regularidade a ajuda de custo de R$ 200 para estadia e refeição: “Os policiais estão tirando dinheiro do bolso. Você pode matar uma operação à míngua se tirar os recursos dela”.

Por Reinaldo Azevedo – REVISTA VEJA

  1. Agora o Magistrado Moro acabou de prender alguém por crime futuro, por continuar em um cargo.

    ISSO É BRASIL, ESTAMOS DE PARABÉNS JUSTIÇA, DEVEMOS SER LEGALISTA E NÃO AGIR DESTA FORMA VIU POR NOSSA PRÓPRIA INCOMPETÊNCIA.

  2. Decap tá balançando.

    Pro clero (escravos) não muda nada, mas é bom ver alguns chefes perdendo as cadeiras.

  3. Policiais são presos a anos por “suposta capacidade futura de ameaçar testemunhas” respaldado pelo curinga jurídico do MP – Afetar a ordem pública – mas ai ninguém se revolta, também polícia é o cão de guarda descartável, mera peça descartável….
    E tem PC que acredita no SSP, DG ,MP, pelo amor!

  4. Delegados da Polícia Federal são garantidores do direito do cidadão e reserva moral do Estado brasileiro.

    ” Para os policiais que lutam pela reestruturação da PF: agentes, escrivães e papiloscopistas, o Congresso Nacional virou um “reduto” de delegados lobistas. E não são poucos, são muitos. Delegados que pouco ou quase nada trabalham, pois não saem de suas salas e dos corredores e dos gabinetes do Congresso, onde os delegados correm atrás de deputados e senadores em busca de apoio, afirmam agentes, escrivães e papiloscopistas da PF” .
    http://www.sindpeco.com.br/noticia.php?codigo=3858#.VTJG6iFViko

  5. Falei ontem no telefone com o Rebouças, presidente do SIPESP e o mesmo me afirmou pessoalmente que paralisação por melhores salários, como a Apeoesp está fazendo, é uma bobagem e que não adianta nada fazer paralisação. Ainda desdenhou sobre a paralisação deles. Só quer viajar as custas do nosso suado dinheiro (do trouxa que é associado), para ficar de blá, blá, blá em Brasília. Ele mesmo admitiu que o Judiciário não pode interferir em aumento salarial, mas o mesmo fica enrolando com essas viagens e contatos inúteis que estão fazendo via judiciário.

    Precisamos parar, precisamos reinvidicar, senão não virá nada. Eu vivo do meu salário e de bicos e estou desgastado fisicamente e mentalmente e nosso representante vai tirar o feriado na boa. Quanto tempo faz que o Rebouças não faz um plantão numa EPJ no fundão do Decap? tá na maciota e vai virar mais um Bailone e ou Hilkias.

    Vou me desfiliar quarta feira, sindicato (SIPESP) nojento, são todos vendidos, não temos representação nenhuma, quiçá alguns esforços da Feipol -SE ou do Sipol, fora isso, são um bando de malandros.

    Desfiliem. Não sustentem estes vagabundos!

  6. Quando os policiais perceberem que não precisam de presidente e sim de líder, eles irão a falência. Hoje reivindicação ou manifestação com CNPJ é fria, só recebe ameaça de multa no lombo e pressão para retornar ao trabalho. O Comando Nacional dos Transportes, deixou o governo federal em apuros, pois não é vinculado a nenhum sindicato arrecadador de dinheiro.

  7. Novidades alusivo ao bônus do 4º trimestre de 2.014

    Executivo I – pag. 5
    Casa Civil
    GABINETE DO SECRETÁRIO
    Resolução Conjunta CC/SG/SF/SPG-5, de 17-4-2015
    Dispõe sobre a fixação das metas dos indicadores
    criminais estratégicos do Estado e do desdobramento
    das metas, para fins de pagamento da
    Bonificação por Resultados – BR, instituída pela
    LC 1.245-2014, para o período do 4º trimestre
    de 2014

  8. A diferença é que os 157 de Brasília estão indo para a cadeia…………….mas os 171 de SP não………

    O que mais vejo……..é polícia ladrão defendendo o PSDBosta a mais de 20 anos……………

    O gov. estadual põe no c´….. dos policiais……………..e é difícil acreditar que tem uns que gostam……….

    Ficam sentados na trolha ………..e apontando o dedo para aqueles que não vão resolver seus problemas………

    E sua ação de aposentadoria …………vai bem ???

  9. tomou ?…………………………matou a pau………é isso ai colega………..

    Essa bost… do PT também nos ferra nesse sentido……….ficam fazendo cagad…. dando munição para esses 171 do gov.

    de SP ficarem cegando a boiada………..

    Veja……..passou mais uma vez ……data base, bônus no prazo certo, aposentadoria especial, restruturação, reposição do

    efetivo, etc…………..

  10. Para mim …………..policial que esquece de 2006……..é um cretino……

  11. entendi……………cansou………….e agora quer entrar na farra…………também quer mamar………kk

  12. quem mandou que as investigações fossem assim feitas, por “cotas” do MPF, foi o Ministro do STF. Para colher o essencial, sem bolhagem. O interesse público se faz presente nessas investigações. Não custa colaborar

  13. A defensoria pública quer prejudicar a qualquer custa o policial que teve a orelha arrancada por um preso travesti, e o que faz a cúpula, nada ! a não ser instituir um livro especifico de visitas para os defensores, ou seja, já abriram as pernas para a defensoria, inclusive os seccionais fazem questão de olharem o livro destinado as correições dos defensores. Mal o orgão foi criado e os nossos diretores já correram para abaixarem as calças e as peças intimas para os jovens defensores, inclusive, sem qualquer protesto, aceitam que as peças inquisitoriais de autos de prisões sejam levadas as mãos do funcionários da defensoria. Porra ! não esperneiam ao menos, não chiam, todos gritam quando são prejudicados, menos essa instituição de merdas , não fazem, sequer, um documento protestando, não impetram mandados de segurança. Os dirigentes só prestam para jugar procedimentos disciplinares, e lógico, sempre com penas capitais, para demonstrarem que são honestos, mas no final do mês venham com o meu, senão te tiro do lugar e fodo a sua vida.

  14. E ALGUEM DUVIDA QUE NÃO TENHA NENHUM BLOGUEIRO AQUI DEFENDENDO OS VERMELHINHOS
    COM UNHAS E DENTES ???

  15. TAQUI A LEI DO BONUS.

    LEI COMPLEMENTAR Nº 1.245, DE 27 DE JUNHO DE 2014

    Institui a Bonificação por resultados – BR aos integrantes das Polícias Civil, Técnico-Científica e Militar, e dá providências correlatas

    O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO:
    Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei complementar:
    Artigo 1º – Fica instituída a Bonificação por Resultados – BR a ser paga aos policiais civis e militares, integrantes das Polícias Civil, Técnico-Científica e Militar, em exercício no âmbito da Secretaria da Segurança Pública, na forma a ser regulamentada por decreto.
    Parágrafo único – A Bonificação por Resultados – BR poderá ser implantada de forma gradativa.
    Artigo 2º – A Bonificação por Resultados – BR constitui, nos termos desta lei complementar, prestação pecuniária eventual, desvinculada dos vencimentos do policial, que a perceberá de acordo com o cumprimento de metas fixadas pela Administração.
    Parágrafo único – A Bonificação por Resultados – BR não integra nem se incorpora aos vencimentos, proventos ou pensões para nenhum efeito e não será considerada para cálculo de qualquer vantagem pecuniária ou benefício, não incidindo sobre a mesma os descontos previdenciários e de assistência médica.
    Artigo 3º – A Bonificação por Resultados – BR será paga em conformidade com o cumprimento das metas definidas pela Administração, podendo ser fixadas de acordo com critérios específicos por território, atividades especializadas ou ambos.
    § 1º – Para os fins do disposto no “caput” deste artigo, será realizada avaliação para apurar os resultados obtidos em período determinado, de acordo com os indicadores a que se referem os artigos 4º a 6º desta lei complementar.
    § 2º – Compete ao Secretário da Segurança Pública estabelecer os critérios de que trata o “caput” deste artigo.
    Artigo 4º – Para fins de determinação da Bonificação por Resultados – BR, a que se refere esta lei complementar, considera-se:
    I – indicadores: índices utilizados para medir o desempenho da Secretaria da Segurança Pública;
    II – metas: valores a serem alcançados em cada um dos indicadores, em determinado período de tempo;
    III – índice de cumprimento de metas: a diferença entre a meta fixada e o valor efetivamente alcançado no processo de avaliação;
    IV – índice consolidado de cumprimento de metas: a consolidação dos índices de que trata o inciso III deste artigo, conforme critérios definidos por comissão intersecretarial, na forma do artigo 6º desta lei complementar, podendo ser adotados pesos diferentes para as diversas metas;
    V – dias de efetivo exercício: os dias do período de avaliação em que o policial tenha exercido regularmente suas funções, desconsiderada toda e qualquer ausência, à exceção das que se verificarem em virtude de férias, licença à gestante, licençapaternidade, licença por adoção, nojo e licença-saúde em razão do exercício da atividade policial;
    VI – índice de dias de efetivo exercício: a relação percentual estabelecida entre os dias de efetivo exercício a que se refere o inciso V deste artigo e o total de dias do período de avaliação em que o policial deveria ter exercido regularmente suas funções.
    Artigo 5º – A avaliação a que se refere o § 1º do artigo 3º desta lei complementar será realizada com base em indicadores que deverão refletir o impacto dos serviços prestados ao cidadão no combate à criminalidade.
    Parágrafo único – Os indicadores de que trata o “caput” deste artigo serão definidos para períodos determinados, observados os seguintes critérios:
    1 – alinhamento com os objetivos estratégicos da Secretaria da Segurança Pública;
    2 – comparabilidade ao longo do tempo;
    3 – fácil compreensão e mensuração;
    4 – apuração mediante informações preexistentes, de amplo uso;
    5 – publicidade e transparência na apuração.
    Artigo 6º – Os indicadores, seus critérios de apuração, avaliação e respectivas metas serão definidos, mediante proposta do Secretário da Segurança Pública, por comissão intersecretarial, a ser constituída em decreto, integrada pelos Titulares das seguintes Pastas:
    I – Casa Civil, que presidirá a comissão;
    II – Secretaria da Fazenda;
    III – Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional;
    IV – Secretaria de Gestão Pública.
    Artigo 7º – A avaliação a que se refere o § 1º do artigo 3ºdesta lei complementar será realizada em periodicidade não superior a 1 (um) ano e não inferior a 3 (três) meses.
    § 1º – O período de avaliação será definido pelo Secretário da Segurança Pública.
    § 2º – As regras para a interposição de recursos sobre os resultados, seu julgamento e demais providências serão estabelecidaspor resolução do Secretário da Segurança Pública.
    § 3º – Independente da periodicidade da avaliação relativa à Bonificação por Resultados – BR, a autoridade referida no § 1º deste artigo poderá determinar avaliações de acompanhamento em períodos inferiores, para fins de ajuste ou correção de trajetória.
    Artigo 8º – O valor da Bonificação por Resultados – BR, observados os limites estabelecidos nesta lei complementar e a dotação orçamentária, será calculado sobre o valor máximo anual de até 80 (oitenta) Unidades Básicas de Valor – UBV, a que se refere o artigo 33 da Lei Complementar nº 1.080, de 17 de dezembro de 2008, por policial, multiplicado pelo:
    I – índice consolidado de cumprimento de metas;
    II – índice de dias de efetivo exercício.
    § 1º – O valor a que se refere o “caput” deste artigo será fixado, anualmente, em decreto.
    § 2º – Na hipótese de fixação de metas por critérios específicos, nos termos do “caput” do artigo 3º desta lei complementar, os policiais que atuaram diretamente para o alcance de até 10 (dez) dos melhores resultados poderão receber um adicional de no máximo 120 (cento e vinte) Unidades Básicas de Valor – UBV, a título de Bonificação por Resultados – BR, conforme resolução conjunta a ser editada por comissão intersecretarial, na forma do artigo 6º desta lei complementar.
    § 3º – O critério de desempate dos melhores índices de cumprimento de metas será definido em regulamento próprio.
    Artigo 9º – A Bonificação por Resultados – BR será paga aos policiais que tenham participado do processo para cumprimento das metas em tempo superior a 50% (cinquenta por cento) do período de avaliação.
    § 1º – Os policiais transferidos ou afastados durante o período de avaliação farão jus à Bonificação por Resultados – BR, proporcionalmente aos dias de efetivo exercício, desde que cumprido o tempo mínimo de participação previsto no “caput” deste artigo.
    § 2º – O disposto no “caput” deste artigo não se aplica aos policiais afastados por licença-saúde em razão do exercício da atividade policial.
    § 3º – O servidor afastado com fundamento na Lei Complementar nº 343, de 6 de janeiro de 1984, fará jus à Bonificação por Resultados – BR, de que trata esta lei complementar, nos termos a serem definidos em resolução do Secretário da Segurança Pública.
    § 4º – Serão estabelecidas, em resolução do Secretário da Segurança Pública, as demais situações em que o policial fará jus à Bonificação por Resultados – BR.
    Artigo 10 – É vedado o pagamento da Bonificação por Resultados – BR, nos termos desta lei complementar, aos:
    I – policiais que percebam vantagens de mesma natureza;
    II – inativos e pensionistas.
    Artigo 11 – A manipulação de dados e informações com o propósito de alterar o resultado das avaliações previstas nesta lei complementar caracteriza procedimento irregular de natureza grave, a ser apurado mediante procedimento disciplinar, ssegurados o direito à ampla defesa e ao contraditório, na forma da lei.
    Artigo 12 – A Secretaria da Segurança Pública publicará em seu sítio eletrônico os indicadores, seus critérios de apuração e respectivas metas, bem como os resultados apurados.
    Artigo 13 – Fica o Poder Executivo autorizado a abrir crédito especial, mediante a utilização de recursos nos termos do artigo 43 da Lei federal nº 4.320, de 17 de março de 1964.
    Artigo 14 – Esta lei complementar entra em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos a partir de 1º de janeiro de 2014.
    Palácio dos Bandeirantes, 27 de junho de 2014.
    GERALDO ALCKMIN
    Fernando Grella Vieira
    Secretário da Segurança Pública
    Andrea Sandro Calabi
    Secretário da Fazenda
    Waldemir Aparício Caputo
    Secretário de Gestão Pública
    Júlio Francisco Semeghini Neto
    Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Regional
    Edson Aparecido dos Santos
    Secretário-Chefe da Casa Civil
    Publicada na Assessoria Técnico-Legislativa, aos 27 de junho de 2014.

  16. Lei Complementar Nº 343/1984
    Dispõe sobre o afastamento de funcionários e servidores do Estado para exercer mandato como dirigente de entidades de classe, nas condições que especifica e dá providências correlatas

    O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO:

    Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei complementar:

    Artigo 1.º – Poderão afastar-se para exercer seus mandatos nas entidades de classe representativas de funcionários e servidores do Estado, que congreguem, no mínimo, 500 (quinhentos) associados, os Presidentes, Secretários Gerais e Tesoureiros dessas entidades que sejam funcionários ou servidores públicos.

    Parágrafo único – Além da hipótese prevista no “caput” deste artigo, será facultado o afastamento de mais um dirigente para cada 3.000 (três mil) associados, at o limite máximo de 3 (três).

    Artigo 2.º – O afastamento de que trata o artigo anterior dar-se-á sem prejuízo dos vencimentos, da remuneração ou do salário, bem como das demais vantagens do cargo ou função-atividade.

    Parágrafo único – Enquanto afastados, os funcionários e servidores não poderão ser exonerados, dispensados ou despedidos, salvo a pedido ou por justa causa.

    Artigo 3.º – Será considerado de efetivo exercício para todos os efeitos legais, o período de afastamento de que trata o artigo 1.º.

    Artigo 4.º – Para fins de evolução funcional, os funcionários e servidores afastados nos termos desta lei complementar não integrarão os respectivos grupos sob avaliação, atribuindo-se-lhes os pontos correspondentes ao conceito “muito bom” das classes a que pertencerem.

    Artigo 5.º – O disposto nesta lei complementar aplica-se também aos funcionários e servidores públicos eleitos dirigentes de entidades de classe do tipo Federativo ou Central de Entidades que congreguem, no mínimo, 10 (dez) entidades de classes representativas de funcionários e servidores do Estado, com mais de 500 (quinhentos) associados.

    Artigo 6.º – O Poder Executivo regulamentará a presente lei complementar.

    Artigo 7.º – Esta lei complementar entrará em vigor na data de sua publicação.

    Palácio dos Bandeirantes, 6 de janeiro de 1984.
    ANDRÉ FRANCO MONTORO

  17. ai colegas … será que tem alguém aqui que pode me tirar uma dúvida em ref ao art 9º da lei do bônus. ?

    pergunta= se o policial tirar 90 dias de licença prêmio , e o período coincidir com o trimestre que esta sendo pago
    o BÔNUS . este policial recebera o BÔNUS ?????????????????????????????? ou não ?????????

    e ai pessoal ????????… me ajuda ai colegas …..

    Artigo 9º – A Bonificação por Resultados – BR será paga aos policiais que tenham participado do processo para cumprimento das metas em tempo superior a 50% (cinquenta por cento) do período de avaliação.
    § 1º – Os policiais transferidos ou afastados durante o período de avaliação farão jus à Bonificação por Resultados – BR, proporcionalmente aos dias de efetivo exercício, desde que cumprido o tempo mínimo de participação previsto no “caput” deste artigo.
    § 2º – O disposto no “caput” deste artigo não se aplica aos policiais afastados por licença-saúde em razão do exercício da atividade policial.
    § 3º – O servidor afastado com fundamento na Lei Complementar nº 343, de 6 de janeiro de 1984, fará jus à Bonificação por Resultados – BR, de que trata esta lei complementar, nos termos a serem definidos em resolução do Secretário da Segurança Pública.
    § 4º – Serão estabelecidas, em resolução do Secretário da Segurança Pública, as demais situações em que o policial fará jus à Bonificação por Resultados – BR.

  18. pois se for contrario . ao recebimento . este bônus será uma tremenda sacanagem , porque LP é um direito
    do PC.. depois de 05 anos trabalhados sem nada de punição ou faltas…..

    se não derem a quem tirar LP teremos uma multidão de policiais civis e militares punidos pela desorganização de quem inventou este bônus…..

    falo isso porque me disseram que quem tirou LP não ganhara bônus do trimestre referido….

    espero que não seja assim…. pois sera uma …………………sem comentários……………

  19. Pianinho

    Respondendo tua pergunta, vc tem que ter trabalhado superior a 45 dias do trimestre.

    Se tirou a LP de 1 mês apenas receberá…caso passe dos 44 dias ficará sem bonus.

  20. Digo isso pois varios colegas da minha delegacia ficaram sem no 2 e 3 trimestre. Porque tiraram 2 meses de licença.

  21. Agora alguem intendeu a publicação de hoje no DO sobre o Bonus? Cade os valores??? enxeram de linguiça e tão enrolando ainda para publicarem a tabela que o sipol publicou !! Isso ta virando uma novela e pelo jeito vão demorar para pagarem, pois sem essa publicação de nada adianta.

  22. Estao preocupados com Bonus kkk

    Quero saber do reajuste de 2015!!!

    Cade sindicatos e associacoes ZZZZZzzzzzzzz

  23. Deputados de MT receberão R$ 65 mil de verba indenizatória direto na conta
    Decreto elevou verba indenizatória para deputados estaduais em 85,7%.
    Resolução instituiu depósito do valor nas contas bancárias dos deputados.

    Um decreto legislativo publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) neste sábado (18) elevou em 85,7% o valor da verba indenizatória a ser destinada mensalmente aos 24 deputados da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Com o aumento, a verba passa de R$ 35 mil para R$ 65 mil por mês, valor que deverá ser usado para despesas inerentes da atividade parlamentar. O decreto legislativo, que entra em vigor retroagindo ao dia 1° de março, foi assinado pelo presidente da ALMT, deputado Guilherme Maluf (PSDB).

  24. RESOLVIDO

    PT NÃO RECEBE MAIS DINHEIRO DE EMPRESAS PARTICULARES.

    Agora aprenderam a roubar das Empresas Publicas

    E além do mais;

    Voces sabem o que é Off Shore?
    Serve para uma Pessoa ficar Socia Oculta de Empresas, simplesmente de uma boa Grana .
    Como Renato Duques
    ( Preso na Lava Jato ) com uma Off Shore em Monaco com 20 Milhoes de Dolares ( 65 Milhoes de Reais )
    E simples Assim ..!!

  25. NÃO ADIANTA DISCUTIR, AS ÚNICAS SOLUÇÕES PARA O BRASIL SÃO:
    -TRINTA ANOS DE REGIME MILITAR DIREITISTA;
    -EDUCAÇÃO COMPULSÓRIA, CRISTÃ E INTEGRAL;
    -ESTADO DE SÍTIO, PENA DE MORTE, PRISÃO PERPÉTUA, REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL E TRABALHO COMPULSÓRIO AOS DETENTOS;
    -UNIFICAÇÃO DAS POLICIAS E MILITARIZAÇÃO AOS MOLDES DA ROTA E DO BOPE;
    -PRISÃO AOS USUÁRIOS DE DROGAS, CRIMINALIZAÇÃO DO ABORTO, DAS IDEOLOGIAS ESQUERDISTAS, ATEÍSTAS, GAYS E DOS DIREITOS DOS BANDIDOS;
    -ESCOLHA DE INTERVENTORES NOS ESTADOS E MUNICÍPIOS.
    E APOS TRINTA ANOS PODEREMOS PENSAR EM TER UM REGIME DEMOCRÁTICO NOVAMENTE POIS COM ESSE ZÉ POVINHO INÚTIL DEFECANDO NAS URNAS DE DOIS EM DOIS ANOS NUNCA DEIXAREMOS DE SER UM ANÃO DIPLOMÁTICO E UM PAÍS DECORATIVO MAS NÃO ÚTIL.

  26. “A verdadeira injustiça não está nas pessoas que usam benefícios da previdência social, mas as pessoas no topo da pirâmide econômica que simplesmente não pagam imposto. Pois isso é o que força governos a aumentar a taxação para os cidadãos. Alguns milhares de sonegadores milionários fazem a vida de milhões mais difícil”.

  27. A quem interessar possa:

    Planejamento e Gestão
    GABINETE DO SECRETÁRIO
    Resolução Conjunta CC/SG/SF/SPG-5, de 17-4-2015
    Dispõe sobre a fixação das metas dos indicadores criminais estratégicos do Estado e do desdobramento das metas,
    para fins de pagamento da Bonificação por Resultados – BR, instituída pela LC 1.245-2014, para o período do 4º
    trimestre de 2014
    O Secretário-Chefe da Casa Civil e os Secretários de Governo, da Fazenda e de Planejamento e Gestão, considerando o disposto no art. 6º da
    LC 1.245-2014, resolvem:
    Artigo 1º – Para o 4º trimestre de 2014, tendo em vista o pagamento da Bonificação por Resultados – BR, instituída pela Lei Complementar nº
    1.245, de 27 de junho de 2014, as metas globais do Estado de São Paulo referentes aos indicadores criminais estratégicos, definidos pela Resolução
    Conjunta CC/SGP/SF/SPDR-7, de 5-9-2014, ficam fixadas em:
    I – 52.198 ocorrências para o Indicador Roubo e Furto de Veículos;
    II – 1.230 vítimas para o Indicador Vítimas de Letalidade Violenta.
    Artigo 2º – Os critérios adotados para a fixação da meta global do Estado, bem como para seu desdobramento, estão disponíveis na Nota
    Técnica 01/2014 constante no Anexo I que faz parte integrante desta resolução conjunta.
    Artigo 3º – O desdobramento das metas de que trata o parágrafo único do artigo 4º da Resolução Conjunta CC/SGP/SF/SPDR-7, de 5-9-2014,
    está disponível no Anexo II que faz parte integrante desta resolução conjunta.
    Artigo 4º – Esta resolução conjunta entra em vigor na data de sua publicação, retroagindo seus efeitos a 1º de outubro de 2014.
    ANEXO I
    a que se refere o artigo 2º da
    Resolução Conjunta CC/SG/SF/SPG-5, de 17-4-2015
    Nota Técnica 01/2014 – FIXAÇAO DE METAS PARA OS INDICADORES DA BONIFICAÇÃO POR RESULTADOS – BR DA SECRETARIA DA SEGURANÇA
    PÚBLICA
    Período 4º Trimestre de 2014

    pág. 56 – Executivo I de 18/04/2015, continua até pág. 80

    http://diariooficial.imprensaoficial.com.br/nav_v4/index.asp?c=4&e=20150418&p=1

  28. Agora q publicaram no Doe essa resolucao conjunta eles vao paga? Pq nao entendi nada

  29. ESTAS NORMAS DO BÔNUS É UMA COMÉDIA.

    então quer dizer que quem faz parte do sindicalismo como os nossos líderes sindicais recebam o bônus..
    sem estar dando o duro no combate a criminalidade…..TA LOCO MEU…

    e nós !!! que depois de dar o suor durante 05 anos sem nenhuma punição , falta ou LIC . MÉDICA.
    seremos premiados com 03 meses de LP … mas se tirarmos !!! NÃO TEREMOS DIREITO AO BÔNUS..?????
    daquele trimestre … pois o governo vê este prêmio como afastamento. ???

    Então é melhor o governo fazer uma divulgação , alertando os policiais civis e militares.em alto e bom som.

    QUE QUEM TIRAR A LICENÇA PRÊMIO , NÃO TERÁ DIREITO AO RECEBIMENTO DO VALOR DO BÔNUS
    DAQUELE TRIMESTRE CORRESPONDENTE…..

    POIS EU E MUITOS COLEGAS NÃO SABEMOS DESTA ARMADILHA….DE MAU GOSTO. PEGADINHA ..ETC. ETC.ETC.
    SACANAGEM—- PILANTRAGEM —

  30. LEI COMPLEMENTAR 1245/2014.
    LEI DO BÔNUS.

    LEIAM E PRESTEM ATENÇÃO. NO ART 9º .
    E PRINCIPALMENTE MAIS ABAIXO § 3 …onde favorece os sindicalistas

    Artigo 9º – A Bonificação por Resultados – BR será paga aos policiais que tenham participado do processo para cumprimento das metas em tempo superior a 50% (cinquenta por cento) do período de avaliação.
    § 1º – Os policiais transferidos ou afastados durante o período de avaliação farão jus à Bonificação por Resultados – BR, proporcionalmente aos dias de efetivo exercício, desde que cumprido o tempo mínimo de participação previsto no “caput” deste artigo.
    § 2º – O disposto no “caput” deste artigo não se aplica aos policiais afastados por licença-saúde em razão do exercício da atividade policial.
    § 3º – O servidor afastado com fundamento na Lei Complementar nº 343, de 6 de janeiro de 1984, fará jus à Bonificação por Resultados – BR, de que trata esta lei complementar, nos termos a serem definidos em resolução do Secretário da Segurança Pública.
    § 4º – Serão estabelecidas, em resolução do Secretário da Segurança Pública, as demais situações em que o policial fará jus à Bonificação por Resultados – BR.

    —————————————————

    este § 3 do art 9º da lei 1245/2014 , que é a lei do bônus , favorece os policiais que estão afastados , servindo os
    sindicatos dos policiais…que mesmo sem trabalhar por anos e anos ( como nossos líderes sindicais ) , são
    premiados trimestralmente pelo bônus do governo….

    e nós simples policiais , dando um duro na criminalidade dioturnamente somos PUNIDOS ao tirar uma LP.
    sendo simplesmente excluidos do premio do trimestre…

  31. Senhores : neste momento ,me paira uma dúvida, será que estes INOPERANTES sindicalistas que ultimamente não mexem uma palha para nos defender, se venderam em troca de um MÍSERO BÔNUS TRIMESTRAL ?

  32. NÃO ENTENDI NADA ESTAS TABELAS, JÁ ESTÁ PRONTA A TABELA DO BÔNUS COMO DIVULGADO PELO SIPOL PRUDENTE, PENSEI QUE SÓ FALTAVA PAGAR, AGORA ESSA RESOLUÇÃO NO D.O NINGUÉM ESTÁ ENTENDENDO.

    Escriludida disse:
    19/04/2015 ÀS 9:19
    A quem interessar possa:

    Planejamento e Gestão
    GABINETE DO SECRETÁRIO
    Resolução Conjunta CC/SG/SF/SPG-5, de 17-4-2015
    Dispõe sobre a fixação das metas dos indicadores criminais estratégicos do Estado e do desdobramento das metas,
    para fins de pagamento da Bonificação por Resultados – BR, instituída pela LC 1.245-2014, para o período do 4º
    trimestre de 2014
    O Secretário-Chefe da Casa Civil e os Secretários de Governo, da Fazenda e de Planejamento e Gestão, considerando o disposto no art. 6º da
    LC 1.245-2014, resolvem:
    Artigo 1º – Para o 4º trimestre de 2014, tendo em vista o pagamento da Bonificação por Resultados – BR, instituída pela Lei Complementar nº
    1.245, de 27 de junho de 2014, as metas globais do Estado de São Paulo referentes aos indicadores criminais estratégicos, definidos pela Resolução
    Conjunta CC/SGP/SF/SPDR-7, de 5-9-2014, ficam fixadas em:
    I – 52.198 ocorrências para o Indicador Roubo e Furto de Veículos;
    II – 1.230 vítimas para o Indicador Vítimas de Letalidade Violenta.
    Artigo 2º – Os critérios adotados para a fixação da meta global do Estado, bem como para seu desdobramento, estão disponíveis na Nota
    Técnica 01/2014 constante no Anexo I que faz parte integrante desta resolução conjunta.
    Artigo 3º – O desdobramento das metas de que trata o parágrafo único do artigo 4º da Resolução Conjunta CC/SGP/SF/SPDR-7, de 5-9-2014,
    está disponível no Anexo II que faz parte integrante desta resolução conjunta.
    Artigo 4º – Esta resolução conjunta entra em vigor na data de sua publicação, retroagindo seus efeitos a 1º de outubro de 2014.
    ANEXO I
    a que se refere o artigo 2º da
    Resolução Conjunta CC/SG/SF/SPG-5, de 17-4-2015
    Nota Técnica 01/2014 – FIXAÇAO DE METAS PARA OS INDICADORES DA BONIFICAÇÃO POR RESULTADOS – BR DA SECRETARIA DA SEGURANÇA
    PÚBLICA
    Período 4º Trimestre de 2014

    pág. 56 – Executivo I de 18/04/2015, continua até pág. 80

    http://diariooficial.imprensaoficial.com.br/nav_v4/index.asp?c=4&e=20150418&p=1

  33. Escriludida disse:
    19/04/2015 ÀS 9:19
    A quem interessar possa:

    Planejamento e Gestão
    GABINETE DO SECRETÁRIO
    Resolução Conjunta CC/SG/SF/SPG-5, de 17-4-2015
    Dispõe sobre a fixação das metas dos indicadores criminais estratégicos do Estado e do desdobramento das metas,
    para fins de pagamento da Bonificação por Resultados – BR, instituída pela LC 1.245-2014, para o período do 4º
    trimestre de 2014
    O Secretário-Chefe da Casa Civil e os Secretários de Governo, da Fazenda e de Planejamento e Gestão, considerando o disposto no art. 6º da
    LC 1.245-2014, resolvem:
    Artigo 1º – Para o 4º trimestre de 2014, tendo em vista o pagamento da Bonificação por Resultados – BR, instituída pela Lei Complementar nº
    1.245, de 27 de junho de 2014, as metas globais do Estado de São Paulo referentes aos indicadores criminais estratégicos, definidos pela Resolução
    Conjunta CC/SGP/SF/SPDR-7, de 5-9-2014, ficam fixadas em:
    I – 52.198 ocorrências para o Indicador Roubo e Furto de Veículos;
    II – 1.230 vítimas para o Indicador Vítimas de Letalidade Violenta.
    Artigo 2º – Os critérios adotados para a fixação da meta global do Estado, bem como para seu desdobramento, estão disponíveis na Nota
    Técnica 01/2014 constante no Anexo I que faz parte integrante desta resolução conjunta.
    Artigo 3º – O desdobramento das metas de que trata o parágrafo único do artigo 4º da Resolução Conjunta CC/SGP/SF/SPDR-7, de 5-9-2014,
    está disponível no Anexo II que faz parte integrante desta resolução conjunta.
    Artigo 4º – Esta resolução conjunta entra em vigor na data de sua publicação, retroagindo seus efeitos a 1º de outubro de 2014.
    ANEXO I
    a que se refere o artigo 2º da
    Resolução Conjunta CC/SG/SF/SPG-5, de 17-4-2015
    Nota Técnica 01/2014 – FIXAÇAO DE METAS PARA OS INDICADORES DA BONIFICAÇÃO POR RESULTADOS – BR DA SECRETARIA DA SEGURANÇA
    PÚBLICA
    Período 4º Trimestre de 2014

    pág. 56 – Executivo I de 18/04/2015, continua até pág. 80

  34. SAUDADES DO FERNANDO GRELLA E DO BLAZECK ÉRAMOS FELIZES E NÃO SABÍAMOS.

  35. ESTA LEI BENEFICIA OS POLICIAIS SINDICALISTAS EM RELAÇÃO AO BÔNUS. =
    ===NÃO TRABALHAM MAS GANHAM OS BÔNUS.
    === MAS OS PCs E PMs SE ESTIVEREM DE LP. NÃO RECEBERÃO O BÔNUS.

    LEI COMPLEMENTAR N. 343, DE 6 DE JANEIRO DE 1984

    Dispõe sobre o afastamento de funcionários e servidores do Estado para exercer mandato como dirigente de entidades de classe, nas condições que especifica e dá providências correlatas

    O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO:
    Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei complementar:
    Artigo 1.º – Poderão afastar-se para exercer seus mandatos nas entidades de classe representativas de funcionários e servidores do Estado, que congreguem, no mínimo, 500 (quinhentos) associados, os Presidentes, Secretários Gerais e Tesoureiros dessas entidades que sejam funcionários ou servidores públicos.
    Parágrafo único – Além da hipótese prevista no “caput” deste artigo, será facultado o afastamento de mais um dirigente para cada 3.000 (três mil) associados, até o limite máximo de 3 (três).
    Artigo 2.º – O afastamento de que trata o artigo anterior dar-se-á sem prejuízo dos vencimentos, da remuneração ou do salário, bem como das demais vantagens do cargo ou função-atividade.
    Parágrafo único – Enquanto afastados, os funcionários e servidores não poderão ser exonerados, dispensados ou despedidos, salvo a pedido ou por justa causa.
    Artigo 3.º – Será considerado de efetivo exercício para todos os efeitos legais, o período de afastamento de que trata o artigo 1.º.
    Artigo 4.º – Para fins de evolução funcional, os funcionários e servidores afastados nos termos desta lei complementar não integrarão os respectivos grupos sob avaliação, atribuindo-se-lhes os pontos correspondentes ao conceito “muito bom” das classes a que pertencerem.
    Artigo 5.º – O disposto nesta lei complementar aplica-se também aos funcionários e servidores públicos eleitos dirigentes de entidades de classe do tipo Federativo ou Central de Entidades que congreguem, no mínimo, 10 (dez) entidades de classes representativas de funcionários e servidores do Estado, com mais de 500 (quinhentos) associados.
    Artigo 6.º – O Poder Executivo regulamentará a presente lei complementar.
    Artigo 7.º – Esta lei complementar entrará em vigor na data de sua publicação.
    Palácio dos Bandeirantes, 6 de janeiro de 1984.

  36. AGORA QUE TEMOS O DR OLIM COMO UM NOVO POLÍTICO ..
    BEM QUE ELE PODERIA NOS DAR UMA FORÇA NESTE QUESITO AI.
    POIS NÃO É JUSTO A LP NOS CASTIGAR PERANTE O BÔNUS………………………….

    DR OLIM . FAZ UMA PROS POLICIAIS CIVIS E MILITARES,. ACABE COM ESTA PUNIÇÃO AOS POLICIAIS..

    FAÇA UMA EMENDA DE URGENCIA URGENTÍSSIMA…

    DR. FAÇA UMA EMENDA COMPLEMENTAR NESTA LEI ESTADUAL Nº 1245/ 2014 .

    -ALTERANDO 0 §2 DO ART 9º DA LEI 1245/2014. INCLUINDO OS POLICIAIS QUE ESTÃO GOZANDO.
    AS MERECIDAS LICENÇAS PRÊMIOS. PARA TER DIREITO AO RECEBIMENTO DO BÔNUS TRIMESTRAL.

    DR: ESTAMOS AGUARDANDO UMA FORÇA DO SENHOR.

  37. FALEI E TA FALADO , QUEM GOSTOU GOSTOU, QUEM NÃO GOSTOU QUE SE FODA JUNTO COM O PSDBOSTA ! disse:

    PRA DIZER A VERDADE, ENFIEM ESSA PORRA DE BÔNUS NO CU, PORQUE EU QUERO É MEU SALÁRIO, BÔNUS NÃO É SALÁRIO, PORTANTO SRº GOVERNADOR E SEUS SÚDITOS, EU NÃO QUERO ESSA PORCARIA DE BÔNUS, PODEM ENFIAR NO RABO ESSA BOSTA ! EU TRABALHO E TENHO DIREITO EM SALÁRIO E NÃO Á GORJETAS !

    O REAJUSTE SALARIAL ANUAL É DIREITO NOSSO E EU NÃO ABRO MÃO, FALANDO NISSO A DATA BASE DA POLÍCIA É 30 DE MARÇO E ATÉ AGORA O GOVERNADOR E SEUS PUXA SACOS NÃO SE MANIFESTARAM, JÁ ESTA ATRASADO . QUANTO A MERDA DE BÔNUS PODEM ENFIAR NO RABO E VOCÊS ! HAAAA NO HORÁRIO DE TRABALHO EU SÓ FAÇO AQUILO QUE FOR ESTRITAMENTE NECESSÁRIO E COM MUITA CALMA , DO RESTO QUERO SE FODAM OS PREOCUPADOS !

  38. Brasil na Vanguarda disse:
    18/04/2015 ÀS 23:49
    NÃO ADIANTA DISCUTIR, AS ÚNICAS SOLUÇÕES PARA O BRASIL SÃO:
    -TRINTA ANOS DE REGIME MILITAR DIREITISTA;
    -EDUCAÇÃO COMPULSÓRIA, CRISTÃ E INTEGRAL;
    -ESTADO DE SÍTIO, PENA DE MORTE, PRISÃO PERPÉTUA, REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL E TRABALHO COMPULSÓRIO AOS DETENTOS;
    -UNIFICAÇÃO DAS POLICIAS E MILITARIZAÇÃO AOS MOLDES DA ROTA E DO BOPE;
    -PRISÃO AOS USUÁRIOS DE DROGAS, CRIMINALIZAÇÃO DO ABORTO, DAS IDEOLOGIAS ESQUERDISTAS, ATEÍSTAS, GAYS E DOS DIREITOS DOS BANDIDOS;
    -ESCOLHA DE INTERVENTORES NOS ESTADOS E MUNICÍPIOS.
    E APOS TRINTA ANOS PODEREMOS PENSAR EM TER UM REGIME DEMOCRÁTICO NOVAMENTE POIS COM ESSE ZÉ POVINHO INÚTIL DEFECANDO NAS URNAS DE DOIS EM DOIS ANOS NUNCA DEIXAREMOS DE SER UM ANÃO DIPLOMÁTICO E UM PAÍS DECORATIVO MAS NÃO ÚTIL.

    =================================================

    APROVADO O COMENTÁRIO DO COLEGA—— DA PRIMEIRA A ÚLTIMA LETRA…

    PARA SALVAR O NOSSO QUERIDO PAIS, PRECISAMOS DE LÍDERES HONESTOS E QUE TENHA O MÍNIMO DE
    SENSO , E QUERER DEIXAR PARA OS SEUS NETOS E BISNETOS UM PAIS SÉRIO…..

  39. FALEI E TA FALADO , QUEM GOSTOU GOSTOU, QUEM NÃO GOSTOU QUE SE FODA JUNTO COM O PSDBOSTA ! disse:
    19/04/2015 ÀS 19:21
    PRA DIZER A VERDADE, ENFIEM ESSA PORRA DE BÔNUS NO CU, PORQUE EU QUERO É MEU SALÁRIO, BÔNUS NÃO É SALÁRIO, PORTANTO SRº GOVERNADOR E SEUS SÚDITOS, EU NÃO QUERO ESSA PORCARIA DE BÔNUS, PODEM ENFIAR NO RABO ESSA BOSTA ! EU TRABALHO E TENHO DIREITO EM SALÁRIO E NÃO Á GORJETAS !

    O REAJUSTE SALARIAL ANUAL É DIREITO NOSSO E EU NÃO ABRO MÃO, FALANDO NISSO A DATA BASE DA POLÍCIA É 30 DE MARÇO E ATÉ AGORA O GOVERNADOR E SEUS PUXA SACOS NÃO SE MANIFESTARAM, JÁ ESTA ATRASADO . QUANTO A MERDA DE BÔNUS PODEM ENFIAR NO RABO E VOCÊS ! HAAAA NO HORÁRIO DE TRABALHO EU SÓ FAÇO AQUILO QUE FOR ESTRITAMENTE NECESSÁRIO E COM MUITA CALMA , DO RESTO QUERO SE FODAM OS PREOCUPADOS !

    ========================================

    NEGATIVO O MEU CAMARADA—— JA CANSAMOS DE PEDIR AUMENTO E NÃO VEIO..

    RESTRUTURAÇÃO NÃO VEIO….

    AGORA TEMOS QUE PEDIR ATÉ CANSARMOS O BÔNUS……

    ]— QUEM NÃO CHORA NÃO MAMA…

  40. Sr. pianinho

    (… JA CANSAMOS DE PEDIR AUMENTO E NÃO VEIO..
    RESTRUTURAÇÃO NÃO VEIO….
    AGORA TEMOS QUE PEDIR ATÉ CANSARMOS O BÔNUS……
    ]— QUEM NÃO CHORA NÃO MAMA…)

    O Senhor está errado eles podem nos tirar tudo menos nossa dignidade e o bônus nada mais é que migalhas que caem de um banquete e quem vive de restos é rato.

    O bônus ou qualquer outro nome que venha a receber que não seja incluído em nossa aposentadoria ou na doença é uma falta de respeito para quem passou anos arriscando a vida, sem contar que não somos vendedores para receber comissão.

  41. carcereiro 13 disse:
    20/04/2015 às 8:11
    Sr. pianinho

    (… JA CANSAMOS DE PEDIR AUMENTO E NÃO VEIO..
    RESTRUTURAÇÃO NÃO VEIO….
    AGORA TEMOS QUE PEDIR ATÉ CANSARMOS O BÔNUS……
    ]— QUEM NÃO CHORA NÃO MAMA…)

    O Senhor está errado eles podem nos tirar tudo menos nossa dignidade e o bônus nada mais é que migalhas que caem de um banquete e quem vive de restos é rato.

    O bônus ou qualquer outro nome que venha a receber que não seja incluído em nossa aposentadoria ou na doença é uma falta de respeito para quem passou anos arriscando a vida, sem contar que não somos vendedores para receber comissão.

    ……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………….

    Caro Sr. “carcereiro 13, creio que a maioria, ou senão todos que estão contra as manifestações dos que estão se manifestando contra o bônus referente ao 4º trimestre de 2014, é devido ao fato de suas unidades não fizeram juz.

    A sugestão que eu faço: MOBILIZEM-SE PARA UMA REAVALIAÇÃO DOS CRITÉRIOS PARA QUEM FAZ JUZ A TAL BONIFICAÇÃO.

    E em parelo vamos nos mobilizar para termos aumento, respeito a data base, reestruturação, plano de carreira e etc….

    O bônus é uma migalha sim, mas quem vai recebê-lo, está ansioso para ver tal valor creditado e poder honrar com seus débitos pendentes. Já que ……… cada um complete a frase de acordo com seu próprio discernimento.

    Sr. Pianinho, o bônus referente ao 4º trimestre 2014 virá para aueles que pertencem as unidades que segundo os “critérios”, cumpriram as metas, só não sei quando será creditado, qualquer data por ora, é mera especulação.

  42. Sra. Escriludida

    (…Caro Sr. “carcereiro 13, creio que a maioria, ou senão todos que estão contra as manifestações dos que estão se manifestando contra o bônus referente ao 4º trimestre de 2014, é devido ao fato de suas unidades não fizeram juz…)

    Não senhora o trabalho policial, salvo daqueles ou daquelas que trabalhão na polícia, porem em setores onde não são expostas as dificuldades do trabalho policial, fatalmente terão problemas de saúde, em um espaço de tempo muito menor do que qualquer outra profissão, e por uma questão de justiça ao aposentarem-se ou adoecerem deveriam ter os mesmos direitos dos ativos.

    E a existência desde bônus só demonstra a falta de respeito que a administração tem com seus funcionários bem como incapacidade gerencial, pois um plano de cargos e salários traria motivação e resultados mais concretos em relação ao combate à criminalidade.

  43. Eu, e vários colegas que trabalhAM na carreira de Escrivão de Polícia já tiramos algum tipo de licença para tratamento de saúde (psiquiátrica, ler, etc…). O que prego neste momento é que há anos existe uma “vontade” para que a data base seja cumprida, que haja uma reestruturação, plano de carreiras e salários; e, nada disso acontece. E a cada ano que passa, vemos cada vez mais, nossas reinvindicações serem ignoradas, por falta de lideranças. PorÉm somos côncios que essa inércia vai perdurar, enquanto não houver união, enquanto alguns acreditarem que nublando as migalhas alheias, o governo vai parar de distribuir as migalhas e ai servir um banquete. Parabéns aos professores, entraram em greve no final de março de 2015, receberam seus bônus, e permaneceram em greve, pleiteando melhores SALÁRIOS e CONDIÇÕES DE TRABALHO. Já a PC continuou trabalhando, não recebeu o bônus até agora e continua indo trabalhar, ou fingindo que está trabalhando.

  44. Sra. Escriludida

    O bônus foi inventado para a mídia fazer propaganda do governo e não para valorizar o policial, já que eles anunciam um bônus de 8.000,00 reais e pagam 300,00 quando querem. Não devemos ter ilusões nunca haverá uma reestruturação ou valorização salarial, não por impossibilidade, mas por interesses inconfessáveis.

  45. Aqui na minha área está previsto R$ 3.7000,00 bruto, com desconto de IR que deverá ser de 27,5 % incidindo sobre (esse valor mais os vencimentos de abril de abril/2014 tributáveis na fonte), descontado o valor da tabela, caso seja creditado até o 5ºdia útil de maio de maio de 2015. Ps desde que foi “inventado”, nunca recebi menos que 300,00.

  46. JÁ PENSOU O DELEGADO GERAL CRITICANDO O PROCURADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO ?
    SÓ QUANDO A VACA TOSSIR !
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    REESTRUTURAÇÃO DA POLICIA CIVIL SP

    DELEGADO DE POLICIA
    ESCRIVÃO DE POLICIA
    AGENTE DE POLICIA JUDICIARIA
    PERITO

    NÍVEL SUPERIOR PARA TODAS AS CARREIRAS !!!!!!!!!!!!!!!!!
    SINDICATO UNICO JÁ !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  47. Volta Fernando Grella!!! Volta Dr. Blazeck estamos sofrendo, precisamos de vocês, onde tudo era paz e esperança agora o caos toma conta.

  48. Alguem ainda dá “trela” para esse NEO-NAZISTA VULGO REINALDO AZEVEDO ???me poupem ..OBS. nunca na História do Brasil a P.F. e o PGR gozaram de tanta autonomia para combater corrupção….ou será que o Hitlerista Reinaldo Azedinho tem saudade dos engavetamentos da era FHC-PSDB ?

Os comentários estão desativados.