Tatuagens e suas implicações para os profissionais da lei 37

Advogado tatuado… pode?

Tatuagens e suas implicações para os profissionais do Direito

Publicado por Camila Arantes Sardinha

Tatuagens são um grande tabu, sobretudo em meios como o do Direito, conhecido por seu caráter conservador e tradicionalista.

Frequentemente esse assunto vem à tona, sendo que para muitas pessoas permeia a dúvida se seria um empecilho para exercer a advocacia ou cargo público no âmbito jurídico ter uma parte do corpo tatuada

Advogado tatuado pode

 

Primeiramente, cumpre salientar que existe uma diferença entre a advocacia, que por mais que possua utilidade pública e função social, é uma atividade privada, e um cargo público, cujos requisitos podem ser determinados por edital, mas não há a necessidade de captação de clientes.

O caráter de função pública da advocacia sugere, ainda que implicitamente, que o advogado esteja de acordo com a moral e os bons costumes. Como já abordado em outros textos deste blog, a imagem do advogado é seu cartão de visitas.

Uma quantidade considerável de clientes espera, ainda que inconscientemente, encontrar o advogado vestido de terno e gravata, com cara de pessoa experiente e estudiosa. Frequentemente ouvimos comentários como “nossa, mas você é advogado? Não parece” , simplesmente porque não estamos vestidos “a caráter”.

Sendo assim, uma tatuagem em um local muito visível pode, sim, atrapalhar profissionalmente o advogado, especialmente se o cliente for pessoa mais conservadora ou de mais idade.

Cristalina a presença de um pré-julgamento e preconceito (de pré conceito, conceito formado preliminarmente, sem análise dos fatos). Afinal, é óbvio que o fato de um advogado ser tatuado não influencia em absolutamente nada em seu profissionalismo e sua competência (no sentido de capacidade). Entretanto, quando lidamos com pessoas, é bom levarmos em consideração algumas cautelas, a fim de não nos prejudicarmos, já que a primeira imagem que passamos ao cliente pode ser muito mais importante do que imaginamos.

Eu tenho algumas tatuagens, mas nenhuma à mostra, exceto uma que fica na altura do punho. Essa eu sabia que poderia ser um problema na profissão (sobretudo porque meu pai trabalha muito com essa questão de imagem profissional e sempre me alertou para esse problema), mas por motivos pessoais a queria muito nesse local. Então é comum que, quando estou trabalhando, use um bracelete por cima, que cobre exatamente a área tatuada.

Como não possuo meios de saber se aquele cliente ou aquele juiz pode ter algum tipo de preconceito com a minha tatuagem no punho, já se tornou um hábito usar meu bracelete durante o horário de trabalho. Alguns colegas até brincam que é o “uniforme” de trabalho.

Entretanto, já me ocorreu que, em situações diversas das profissionais, como em reuniões familiares ou festas de amigos, alguém me indagou a respeito da tatuagem no punho e de “como os clientes confiam em um advogado tatuado?” ou “mas pode advogado ter tatuagem no braço?”.

Certa vez, em uma festa de batizado, estava conversando com um senhor de cerca de 70 anos, e depois de muitas horas de conversa ele me indagou a respeito da minha profissão. Quando comentei que era advogada, ele se espantou e disse: “mas com tatuagem?”.

Já ouvi explicitamente de muita gente que “sei que é bobeira, mas tenho preconceito contra gente tatuada”. Então, infelizmente, sou forçada a admitir que tatuagem, ainda hoje, é um tabu. E que uma tatuagem muito grande ou muito visível pode, sim, atrapalhar sua vida profissional, ao menos na advocacia.

É bobeira? Sim. Mas é um fato e deve ser considerado.

De tal forma, não há uma proibição normativa a respeito de advogados tatuados, entretanto é aconselhável um pouco de cautela, uma vez que lidamos com gente, e preconceitos existem. Se você for um advogado jovem, pior ainda, já que além da tatuagem, não tem a mesma “cara” de experiência de um advogado mais velho. E se for mulher então, nem se fala.

Sendo assim, aqui vai um conselho meu (obviamente, fica a critério de cada um, e eu, particularmente, não veria problema em ser representada por um advogado coberto de tatuagens): se optarem por tatuar alguma parte do corpo, busquem ser discretos.

Você pode ter as costas cobertas por uma tatuagem enorme e, com roupa, ninguém verá, e nenhum cliente ou juiz jamais suspeitará. Para mulheres, tatuagens a mostra aconselho apenas se forem bem pequenas e discretas. A minha, por exemplo, não é tão pequena assim, sendo notória quando não estou usando meu bracelete. Por isso mesmo tive o cuidado de comprar um bracelete antes de fazer a tatuagem, e pedir ao tatuador que desse um jeito de fazê-la caber no espaço coberto pelo bracelete.

Nunca tive problemas com relação a isso (desde que usando o bracelete ou de manga comprida)!

Agora, quanto aos concursos públicos, em parte cabem as colocações feitas acima. Certamente para muita gente (e, novamente, em especial para pessoas de mais idade ou mais conservadoras), um juiz ou promotor tatuado causaria má impressão.

Entretanto, tanto o juiz quanto o promotor não precisam “captar” cliente, uma vez que exercem cargos públicos. O problema nesse caso seria outro: passar no concurso.

Com certeza todos nós já ouvimos falar que tatuagens podem ser motivo de exclusão de candidato a cargo público. E, claro, existem jurisprudências nesse sentido.

Todavia, o que observamos atualmente é uma progressão de ideias, e as jurisprudências recentes consideram que excluir candidato de concurso público em decorrência de tatuagens é uma regra preconceituosa.

Setores formais abrem espaço para tatuagens e outras expressões visuais., especialmente quando as tatuagens não são visíveis com roupa ou uniformes. Nesse sentido:

POLICIAL MILITAR. CONCURSO PÚBLICO DE INGRESSO NA CARREIRA. TATUAGEM. CONCURSO PÚBLICO. REPROVAÇÃO EM EXAME MÉDICO. Exclusão do candidato na etapa de exames médicos. Inaptidão que decorre da tatuagem. Não reconhecida. Tatuagem não expressa incompatibilidade com a função. Inocorrência de violação ao edital. Razoabilidade. A tatuagem não é visível com uso do uniforme. Inabilitação afastada.Precedentes jurisprudenciais. RECURSO PROVIDO. (TJ-SP – APL: 00177726020138260053 SP 0017772-60.2013.8.26.0053, Relator: José Maria Câmara Junior, Data de Julgamento: 27/08/2014, 9ª Câmara de Direito Público, Data de Publicação: 27/08/2014) (grifo nosso).

E mesmo em casos de tatuagens visíveis, vemos jurisprudências contra a exclusão do candidato. Nesse sentido:

MANDADO DE SEGURANÇA. POLICIAL MILITAR. CANDIDATA COM TATUAGEM. Concurso público para provimento de cargo de Soldado PM da 2ª Classe. Candidata considerada inábil por possuir uma tatuagem entre a nuca e o pescoço. Inadmissibilidade. Tatuagem localizada em área que não se subsume às hipóteses elencadas no edital (Capítulo X, itens 8.2 a 8.2.2). Ademais, a imposição de critério de discrimen no edital de concurso público só se legitima em caráter excepcional e desde que esteja respaldado em lei (sentido formal), e como tal, sirva como forma de preservação do interesse coletivo e garanta maior eficiência ao serviço público. In casu, o fato de o candidato possuir tatuagem não atenta à ordem pública ou à honra da atividade a ser desenvolvida como policial militar. Desclassificação do certame que configura manifesto ato ilegal e afronta injustificada aos princípios da isonomia e da legalidade. Inteligência dos arts. , caput e inciso II; 37, I, e 39, § 3º, todos da CF/88. Precedentes. Segurança concedida em primeira instância. Sentença mantida. Recursos não providos, o oficial considerado interposto.(TJ-SP – APL: 00169541120138260053 SP 0016954-11.2013.8.26.0053, Relator: Djalma Lofrano Filho, Data de Julgamento: 16/04/2014, 13ª Câmara de Direito Público, Data de Publicação: 24/04/2014) (grifo nosso).

E ainda:

MANDADO DE SEGURANÇA. CONCURSO PÚBLICO. POLÍCIA MILITAR. TATUAGEM. INTELIGÊNCIA DA LC N. 587, DE 14-1-2013. INAPTIDÃO NO EXAME MÉDICO. DISCRIMINAÇÃO SEM JUSTIFICAÇÃO OBJETIVA E RAZOÁVEL. ORDEM CONCEDIDA. A liberdade de expressão, que encontra diversas formas de manifestação, constitui um dos fundamentos essenciais da sociedade democrática, uma das condições básicas para o seu progresso e para o desenvolvimento do ser humano, enquanto indivíduo. Traduz uma exigência do pluralismo, da tolerância e da grandeza de espírito sem os quais não há democracia. Evidente que, em matéria de liberdade de expressão, o Estado dispõe de alguma margem de apreciação. Mas as ingerências nesta liberdade exigem uma interpretação restritiva e devem corresponder a uma necessidade social imperiosa, devendo ser proporcionais ao fim a que se destinam. Tanto isso é verdadeiro que a Presidenta Dilma vetou disposição correlata da Lei n. 12.705, de 8 de agosto de 2012, a qual dispõe sobre os requisitos para ingresso nos cursos de formação de militares de carreira do Exército, que dispunha ser vedado o ingresso de candidato portador de tatuagem que, “pelas suas dimensões ou natureza, prejudiquem a camuflagem e comprometam as operações militares”, aduzindo que “o discrímen só se explica se acompanhado de parâmetros razoáveis ou de critérios consistentes para sua aplicação” (Mensagem n. 357, de 8 de agosto de 2012, DOU – Seção 1 de 9-8-2012). (TJ-SC – MS: 20130465134 SC 2013.046513-4 (Acórdão), Relator: Cesar Abreu, Data de Julgamento: 11/03/2014, Grupo de Câmaras de Direito Público Julgado) (grifo nosso).

E também:

APELAÇÃO CÍVEL E REEXAME NECESSÁRIO. MANDADO DE SEGURANÇA. CONCURSO PÚBLICO. SOLDADO DA POLÍCIA MILITAR. ELIMINAÇÃO. TATUAGEM NO PUNHO ESQUERDO. PROIBIÇÃO QUE ADVÉM APENAS DO EDITAL REGENTE DO CERTAME, SEM RESPALDO NA LEI. ABUSIVIDADE DO EDITAL NO PONTO. ADEMAIS, DESENHO DA TATUAGEM QUE NÃO SE MOSTRA DEGRADANTE OU OFENSIVO, NEM TAMPOUCO COMPROMETEDOR À FUNÇÃO POLICIAL. SENTENÇA ESCORREITA AO CONCEDER A SEGURANÇA. 1 – APELAÇÃO DO ESTADO NÃO PROVIDA. 2 – SENTENÇA MANTIDA EM GRAU DE REEXAME NECESSÁRIO. (TJ-PR – CJ: 9761902 PR 976190-2 (Acórdão), Relator: Rogério Ribas, Data de Julgamento: 19/03/2013, 5ª Câmara Cível, Data de Publicação: DJ: 1088 28/04/2013) (grifo nosso)

De tal forma, denota-se que a tatuagem constitui uma forma de expressão, e a liberdade de expressão é garantida pela nossa Constituição Pátria.

Todavia, cumpre salientar que a liberdade de expressão não é um direito absoluto, e pode ser tolhida em prol da ordem pública, com base no Princípio da Razoabilidade e Proporcionalidade.

Tatuagens de cunho ofensivo, obsceno ou incompatíveis com o cargo público, desde que essa incompatibilidade seja pautada na razoabilidade e na ordem pública, podem ser motivo de eliminação de candidato.

Conclui-se, portanto, que o debate acerca da proibição de tatuagens no âmbito jurídico deve ser pautada na razoabilidade e proporcionalidade, e não da discriminação. E para o âmbito privado, como a advocacia, discrição parece ser a melhor maneira de conciliar a expressão por meio de tatuagens sem que isso influencie sua relação profissional/cliente.

Leia mais textos no blog Diário da Vida Jurídica – DVJ (clique aqui).

AVISO IMPORTANTE

Este texto foi originalmente publicado no blog Diário da Vida Jurídica – DVJ, sob este link (aqui), postado pela Dra Camila Sardinha. A reprodução total ou parcial deste texto é autorizada somente mediante a manutenção dos créditos e da citação de sua fonte original. Grata.

Camila Arantes Sardinha

Camila Arantes Sardinha

Advogada Cível e Criminal

Bacharel em Direito pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) em 2011. É advogada com escritório sediado na cidade de Mogi das Cruzes/SP e militante nas cidades vizinhas. Atua em Direito Penal, Civil em geral, Direito de Família, Direito do Médico e Gestão de Contratos. Autora do Blog Diário da Vi…


  1. E o nosso bonus vao paga? Ja publico no doe esses dias atras sera que vao paga?

  2. Demacro: Tá mais bagunçado que o time dos bambis, semana com substituições nas cadeiras, Aguardem.

  3. O Olim de boca fechada e’ um poeta. Lugar de deputado e’ na assembléia fazendo o que e lhe atribuído , nao dando entrevista a respeito de um caso que não lhe compete. Se quando era da ativa já era fumaça , nao e’ agora que vai querer solucionar com seus 300 mil votos.

  4. Papinho de PM este de tatuagem, basta ver as decisões da justiça. O caráter da pessoa não está na tatuagem.
    Não gosto, não tenho, mas não recrimino aqueles que gostam, outra coisa, neste mundinho da polícia, tatuagem de carpa é de bandido, mas desconhecem que há vida fora da polícia.
    Um dos desenhos mais procurados e estampados na pele de quem curte a arte das tatuagens orientais é, nos dias de hoje, a carpa. Além das diversas cores, a tatuagem do animal carrega uma forte simbologia vinda das antigas lendas japonesas.

    As lendas tratam a carpa como um animal diretamente ligado à força e perseverança – já que, para colocar seus ovos e perpetuar a espécie, precisavam subirem até a fonte do Rio Amarelo (Huang Ho), enfrentando a queda d’água de Longman Falls, ou Portão do Dragão, e ali se transformaram em dragões como forma de recompensa.

    Escolhida tanto por homens como por mulheres, é retratada em diversas cores e posições. A carpa voltada para cima, por exemplo, significa os desejos e a força para lutar e alcançar os objetivos. Voltada para baixo simboliza os objetivos e sonhos que já foram realizados. Flores tatuadas junto às carpas simbolizam o caminho a seguir até os objetivos.

    Na Yakuza

    A carpa e todo seu simbolismo de superação e força não estão apenas na pele de quem já passou por adversidades e situações difíceis. Grupos como a famosa máfia japonesa Yakuza utilizam a carpa como símbolo que diferencia um membro de um grupo para outro. Ou mesmo o status de quem a possui também de acordo com a posição, cores e elementos de dragão.

    Vale lembrar que os significados de tatuagem publicados são apenas referências, pois cada pessoa tem um significado próprio para sua tatuagem.

  5. Quanto a mudança das cadeiras, isto é o eterno câncer da PC, mudam por interesse político e não por competência, por isso estamos na mherdha, não mudam o que tem de mudar. Por exemplo, continuamos fazendo legitimação por fax, quando vão mudar esta aberração??????????????????????? não cumprem as leis e os direitos dos policiais, pagam salário de EF para EM e de EM para N.U, estas coisas é que precisam mudar, quanto as cadeiras, fhoda-se.

  6. no meu entender . tatuagem são para pessoas fracas de espírito meio sem responsabilidades, tipo ( tô nem ai ).
    acho que desvirtua a personalidade da pessoa. não é pessoa séria, são meio desmiolados. com titica na cabeça.
    eu !!! também acho que uma grande maioria de tatuados adoram dar uma cheiradas..

    pergunto: porque as pessoas que se envolvem em crimes ou badernas , como os arruaceiros, adoram TATUAGENS ?
    nas cadeias quase que 100 % dos presidiários adoram tatuagens.

    no meu entender- para os cargos do 1º escalão como : ADVOGADO- DELEGADO- PROMOTOR- JUIZ- E MINISTRO DO SUPREMO , não pode ser aprovado em um concurso se tiver tatuagens…. e tem que ser punidos se fizer uma depois de ter entrado … com punição de EXONERAÇÃO.

    E AS MESMAS REGRAS PARA todas as carreiras de – policiais civis- policiais militares- policia federal. GCM- ASP.

    então se temos os concursos para peneirar os melhores futuros servidores públicos, porque admitir pessoas cheias
    de tatuagens…

    aqui não é circo !!!!! porra. .
    é a minha simples opinião.

  7. tatuagem um kact.
    daqui a algum dia irão questionar se padre . pastor, recem nascido, etc.

    será que é bonito um juiz todo tatuado julgando no tribunal ?

    é para isso que a sociedade é dividida em vários segmentos, uns gostam disso, outros gostam daquilo.
    então sendo assim veremos que pessoas tatuadas não tem aptidão para exercer os cargos públicos acima relatados.

    mas os admiradores de tatuagens podem ficar tranquilhos , pois fica sobrando 99,99 % dos outros tipos de emprego
    aos senhores adoradores de tatuagens………….. boa sorte……………………….

  8. As únicas bancas que levantam estes questionamentos a respeito das tatuagens são as da PM, mas todo mundo sabe que PM não pensa, só julga e obedece à ordens. E todo mundo sabe que eles são vidrados num cassetete bem grosso, por isso adoram reparar se seus candidatos tem tatuagem ou não, eles querem peles branquinhas em seus homens…

    Falando sério, besteira este negócio de tatuagem, se o cara tem ou não pouco importa, o que vale é o bom senso. por exemplo: Não queira ser Juiz de você tem uma tattoo na testa! nas demais areas do corpo dependerá do conteudo dela e o que siginifica. Simples!

  9. KKKKKKKKKKKK, com certeza esse Sr. hipper radical levou um chifre de um cara tatuado…..que recalque…..certeza que pegou a mulher dele ou as filhas com um tatuado enfiando o p… bem no meio delas…..
    Pode vir com o mimimi….
    Sem mais….

  10. eu tenho uma filha que foi excluida sumariamente das provas da Policia Militar por ostentar uma tatuagem de nomes pai e mae e uma tatuagem nas costas que com certeza o uniforme cobriria e que nao comprometia o seu carater nem o nome da nossa Gloriosa Policia Militar…..

  11. Verdade Cauã , esse hiper radical deve ter pego o MC GUIME com o martelete socado no rabo da mulher dele ou do macho dele pq ele não tem postura de quem goste de mulher. Kkkkk

  12. Esse negócio de politicamente correto enche o saco….
    Não se pode contrariar ninguém, mas se obrigado a engolir sapo? Não se pode gostar de tatuagem, nem falar que não gosta?
    Ontem vi um pedacinho de uma entrevista em que a apresentadora dizia que “a regra é não ter regra”…. Para pensar.
    Sobre tatuagem, uma atriz tatuada, em outro programa, tempos atrás, disse que não confia em quem não desenha a pele… De cara eu já teria resposta: “E eu não confio em quem a tem… Quem usa tatuagem parece ser inconsequente… A tatuagem deixa a mensagem de que não se pensa no futuro, nas consequências – no qual o desenho perderá a sua ‘beleza’ e talvez fique até bizarro lá na frente (velhice).”
    Eu tenho de ficar quieto, mas os outros podem falar mesmo sem nada para falar?

  13. Hopper, sua opinião é bem medíocre, digna de ogros vindos da época medieval.
    VC do alto da sua ignorância saberia me explicar como pode todos ou quase todos envolvidos no maior crime cometido no pais não têm tatuagens nenhuma e ainda usam terno e gravata?

  14. Sou a favor as tatuagens, se pudesse, seria todo rabiscado, o que me preocupa é só a caracterização do indivíduo, o policial pode ser reconhecido pela tatuagem, imagina isso numa investigação.

  15. jose miguel da silva disse:
    21/04/2015 ÀS 19:38

    Entrou com recurso? O edital é claro, se o faramento cobre a tatuagem, pode ter sim, só não pode se for apologia política ou criminosa

  16. Tatuagem é forma de expressão individual. Não é errado nem certo, não é do bem e nem do mal. Só uma forma de manifestação da sua individualidade. Apenas idiotas e religiosos fanáticos ainda enxergam vinculo entre moral, inteligencia, capacidade profissional com uma expressão gráfica deixada na pele.

    Mas há tatuagens idiotas feitas no rosto, pescoço ou antebraços. Quer ter tatuagens? tudo bem, isso não te fará menos honesto, menos inteligente ou sem moral, menos qualificado para ocupar um cargo publico. Mas não seja tolo com aquilo que desenha na sua carne. Tatuagens idiotas fecham portas e revelam na lata aquilo que seus donos são: Otários.

    Quanto a opinião do hiper radical é a demonstração mais gritante de como existe gente idiota na sociedade que tem preconceito de tatuagens mas entrega tudo o que tem pra estelionatário que se passa por pastor, sequestrador de telefone, vendedor de colchão magnético ou de omega 3.

  17. Sou PC e tenho os dois braços fechados com tatoo, todas com desenhos abstratos que é o que eu curto. Fiz depois que ingressei na instituição. Me considero uma pessoa normal e responsável no que faço. Não gostou? Foda-se vc e o seu preconceito!

  18. HOJE EM DIA TEM TANTAS PESSOAS TATUADAS, QUE TENHO CERTEZA, ESSAS PESSOAS SÃO CLIENTES EM POTENCIAL DE ADVOGADOS TATUADOS…POR ISSO, ACREDITO QUE NESSE MUNDÃO DE DEUS , TENHA ESPAÇO PARA TODOS TRABALHAREM,OS TRADICIONALISTAS E OS DE VANGUARDA INOVADORES…SÓ DEIXAR QUE O CARATER FALE POR SÍ…

  19. QUER APARECER ?
    PENDURA UMA MELANCIA NO PESCOÇO
    OU VAI FAZER GULOSA NA CADEIA

  20. Tenho uma tatuagem de PALHAÇO no ombro direito, alguém sabe me dizer se isso pode me impedir de ingressar na PM? não me cabe explicar o motivo da tatuagem, mas afirmo plenamente que não tem ligação nenhuma com apologia ao crime. Não tenho antecedentes, nunca usei drogas, nunca levei nem enquadro, mas fico com receio quanto ao exame médico. Apesar do edital constar que no ombro é permitido (pelo uniforme do TFM), não tenho certeza se com mandado eu serei aceito (pelo ”caráter” da tatoo).

  21. A PM pode não aceitar a tatu de palhaço, mas com certeza faz de palhaços todos os praças.

  22. Aspirante a Sd disse:
    22/04/2015 ÀS 13:55
    Tenho uma tatuagem de PALHAÇO no ombro direito, alguém sabe me dizer se isso pode me impedir de ingressar na PM? não me cabe explicar o motivo da tatuagem, mas afirmo plenamente que não tem ligação nenhuma com apologia ao crime. Não tenho antecedentes, nunca usei drogas, nunca levei nem enquadro, mas fico com receio quanto ao exame médico. Apesar do edital constar que no ombro é permitido (pelo uniforme do TFM), não tenho certeza se com mandado eu serei aceito (pelo ”caráter” da tatoo).

    ………………………………………….

    e dai cara !!! vai la na policia civil que ta tudo certo, cê não ta vendo quantos adéptos de tatuagens estão comentando em defesa das tatoos mano ?

    faça mais uma no ombro esquerdo, e depois pede para ir trampar de parceiros com os policiais civis tatuados .

    vai ser o maior barato mano. é nóis na fita …………………………..

    não tão dizendo que a PC esta acabando ? então entre antes que acabe ………..

  23. A ESTES QUE SE DIZEM POLICIAIS ADÉPTOS DAS TATOOS, EU PERGUNTO..

    vocês devem adorar quando o tatuador faz uma grandona nas suas costas né ?
    vocês adoram ouvir ele cafungando em cima de vocês né ?
    kikikikiki…

  24. papo de viado este, um monte de polica sendo ameaçado de morte, simplesmente cumpriu o dever, e uma cambada de pc. e pms, brigando por causa de tatuagem, vão dar os tobas. Outra coisa, parem com essa frescura de ” cadê meu bonus”, tenho a maxima certeza que os que estão falando isso são os que fazem trabalho puramente administrativos, entregar expediente, telefonistas etc…, poís, trabalho na area policial, e não vejo os colegas falarem com tanta veemencia dessa porra de bonus, ele é bom ? sim claro que é, mas duvido que aquele que trabalha tenha tanto tempo pra só falar disso. Certo dia, um flitador , creio a gatadoida, fez uma explanação correta sobre bonus, ilusão calhordas ! Lutem por salários ! E muito embora ,duvide que os que só falam em bonus trabalhem realmente, e ficam repetindo essa balela, só para dizer que são lutadores e canas duras, vamos lutar por salários condizentes e não por essa droga, poís, um dia vc. se acidenta, e ficará na mingua da merda do bonus !

  25. Nunca li tanta idiotice junta numa única postagem… Não no texto, mas nos comentários… Enquanto vocês ficam aqui brigando por causa de tatuagem, eu to estudando pra sair dessa bosta de polícia civil e ficar longe dessa corja…
    .
    Seja civil, seja militar, seja o que for, O GOVERNO QUER QUE VOCÊ SE FODA! hahahahaah!! Fiquem aí com suas opiniões sobre tatuagens, seus bizus de salário, de bonus… Se Deus me permitir, eu to partindo para uma área longe dessa PIADA que é a polícia…
    .
    Cada cachorro que lamba sua caceta…
    .
    Quando eu sair da Polícia vou tatuar: “Passei pelo inferno e sobrevivi! Obrigado Jesus por estar comigo!”

  26. Nova lei regulamenta tatuagens e piercings em menores de idade, Cada vez mais cresce o número de jovens que querem fazer tatuagens e piercings, mas agora não será tão fácil assim para os menores de idade, principalmente, para aqueles com idade inferior a 16 anos.Isso porque nesta última semana foi aprovada no Espírito Santo a Lei 10.128, a qual proíbe estabelecimentos comerciais, profissionais liberais ou qualquer pessoa a aplicarem tatuagens permanentes ou colocarem piercings em menores de 16 anos sem expressa autorização judicial.Já os jovens entre 16 e 18 anos não necessitam de autorização judicial para realizarem tais procedimentos, porém precisam da presença dos pais ou responsável, além de autorização escrita e assinatura com firma reconhecida.Certa dificuldade pode ser enfrentada na fiscalização de cumprimento da lei, já que não há como ter um “fiscal” em cada estabelecimento. Contudo, é importante que os profissionais arquivem as autorizações dadas pelos pais e juízes em seus estúdios, sempre que tatuarem alguém com idade inferior a 18 anos, a fim de se respaldarem de futuros problemas.Além do Espírito Santo, outros estados e municípios, como Goiás, Ceará, Salvador e Manaus, também, preveem este mesmo tratamento para os menores de idade.

  27. Aspirante a Sd:

    Caso você consiga ingressar, a vossa tatuagem migrará para a consciência de verdadeiro PALHAÇO.

    Caso você tenha assistido à recente entrevista do Secretário de Segurança Pública paulista, tente se lembrar se um dos mais importantes temas (ASSASSINATOS DE POLICIAIS MILITARES) foi tocado, ainda que muito superficialmente.

    Não percebi, a menos que eu tenha cochilado! Se tal ocorreu (cochilo), permito-me perdoado, pois, cansado de tanto ver os que insistem em DORMIR diante de assuntos tão sérios!

  28. tat 2 disse:
    21/04/2015 ÀS 23:31
    Sou PC e tenho os dois braços fechados com tatoo, todas com desenhos abstratos que é o que eu curto. Fiz depois que ingressei na instituição. Me considero uma pessoa normal e responsável no que faço. Não gostou? Foda-se vc e o seu preconceito!
    —————–///////////——————

    poque o sr fez depois que entrou na instituição ? ficou com medo de ser reprovado ?

    tai um exemplo de que voce é mais um admirador das tatuagens , e de personalidade duvidosa.

    e com certeza o sr não deve ser um policial exemplar , é somente mais um inoperante , como muitos.

  29. Pessoal : eu tenho observado, nos últimos tempos que os homossexuais adoram usar TATUAGENS.

    e estes policiais daqui que idolatram esta porcaria ,qual será a deles ? será ? pode ser .

    a administração procura bloquear eles no exame médico. mas muitos passam batidos , infelizmente.

  30. Escorizza disse:
    23/04/2015 ÀS 20:44
    Nova lei regulamenta tatuagens e piercings em menores de idade, Cada vez mais cresce o número de jovens que querem fazer tatuagens e piercings, mas agora não será tão fácil assim para os menores de idade, principalmente, para aqueles com idade inferior a 16 anos.Isso porque nesta última semana foi aprovada no Espírito Santo a Lei 10.128, a qual proíbe estabelecimentos comerciais, profissionais liberais ou qualquer pessoa a aplicarem tatuagens permanentes ou colocarem piercings em menores de 16 anos sem expressa autorização judicial.Já os jovens entre 16 e 18 anos não necessitam de autorização judicial para realizarem tais procedimentos, porém precisam da presença dos pais ou responsável, além de autorização escrita e assinatura com firma reconhecida.Certa dificuldade pode ser enfrentada na fiscalização de cumprimento da lei, já que não há como ter um “fiscal” em cada estabelecimento. Contudo, é importante que os profissionais arquivem as autorizações dadas pelos pais e juízes em seus estúdios, sempre que tatuarem alguém com idade inferior a 18 anos, a fim de se respaldarem de futuros problemas.Além do Espírito Santo, outros estados e municípios, como Goiás, Ceará, Salvador e Manaus, também, preveem este mesmo tratamento para os menores de idade.

    ………………………///////////////////……………………………

    tão vendo seus encéfalos, se esta bosta de tatoo fosse coisa boa , não seria proibido para menores de idade.

    quem usa tatuagens… não usa o cérebro. é que essas bestas não tem isso (cérebro) .

  31. eu acho que estes carinhas daqui do flit que estão defendendo as tatoos, devem ficar apaixonados com arrepios
    no tóba, quando visam um cara grandão fortão e todo tatuadão .

    ta loco. não sabia que na pc tinha tantas bichinhas assanhadas assim pelos tatuadões . ô loco meu.

  32. Consiga seus objetivos, depois pode tatuar até o botico. Fazer-se de gibi e depois ficar reclamando que foi excluído, discrimiando, mimimi, mimimi, mimimi, é coisa de noob.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s