Delegados manifestam preocupação com investigações da Lava Jato 14

delegados

Segundo os delegados, ‘A Polícia Federal deseja tão somente trabalhar as diligências determinadas pelo ministro relator Teori Zavaski sem prejuízo de colaborar com mais subsídios para a presente investigação criminal’

Em nota oficial, a Associação dos Delegados da Polícia Federal (ADPF) manifestou preocupação com eventuais prejuízos decorrentes da paralisação de algumas diligências e procedimentos investigatórios em nove inquéritos da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).

Na semana passada, o jornal O Estado de S. Paulo revelou que divergências entre procuradores da República e policiais federais envolvidos na Operação Lava Jato está impedindo o avanço no núcleo das investigações referente ao envolvimento de políticos suspeitos de participação no esquema de corrupção descoberto na Petrobras.

Segundo o Estadão, trata-se de uma disputa por protagonismo entre os investigadores cujo resultado foi a decisão do STF, a pedido do Ministério Público Federal, que suspende diligências em inquéritos que reúnem, entre outros, os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Em resumo, essa situação levaria ao atraso na investigação de políticos denunciados ao STF pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Segundo o presidente da ADPF, Marcos Leôncio Ribeiro, “a Polícia Federal atua em sintonia com o Ministério Público Federal em mais de 100 mil inquéritos pelo país, inclusive nos da Lava Jato, que tramitam na Justiça Federal em Curitiba/PR”. “Os Delegados Federais manifestam preocupação com os prejuízos à investigação criminal e o atraso de diligências em cerca de nove inquéritos da operação Lava Jato, que tramitam no STF, os quais estão muito aquém daqueles em andamento na Justiça Federal do Paraná”, afirma Marcos Leôncio por meio de uma nota oficial.

“A Polícia Federal deseja tão somente trabalhar as diligências determinadas pelo ministro relator Teori Zavaski sem prejuízo de colaborar com mais subsídios para a presente investigação criminal”, complementa.

Além disso, o presidente da ADPF afirma que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 412/2009, que trata da autonomia da PF, “nada tem a ver com a titularidade da investigação criminal no Brasil. Sem qualquer relação com a PEC 37”. A PEC 37, derrubada em 2013 pela Câmara, tentava tirar o poder de investigação do MP. “A referida iniciativa legislativa não dispõe sobre cargos e carreiras da Polícia Federal. A sua finalidade é dispor sobre o funcionamento da instituição Polícia Federal”.

Confira a nota da ADPF na íntegra

A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) esclarece os seguintes pontos:

1. A Proposta de Emenda à Constituição Federal (PEC) Nº 412/2009 diz respeito exclusivamente à organização e funcionamento da Polícia Federal, com objetivo de garantir maior autonomia administrativa, orçamentária e financeira na utilização de seus próprios recursos;

2. A proposta em questão nada tem a ver com a titularidade da investigação criminal no Brasil. Sem qualquer relação com a PEC 37;

3. A referida iniciativa legislativa não dispõe sobre cargos e carreiras da Polícia Federal. A sua finalidade é dispor sobre o funcionamento da instituição Polícia Federal;

4. A PEC 412 também não tem relação com divergências pontuais entre a Polícia Federal e a Procuradoria-Geral da República quanto a tramitação dos inquéritos da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal;

5. A Polícia Federal atua em sintonia com o Ministério Público Federal em mais de 100 mil inquéritos pelo país, inclusive nos da Lava Jato, que tramitam na Justiça Federal em Curitiba/PR;

6. Os Delegados Federais manifestam preocupação com os prejuízos à investigação criminal e o atraso de diligências em cerca de nove inquéritos da operação Lava Jato, que tramitam no STF, os quais estão muito aquém daqueles em andamento na Justiça Federal do Paraná;

7. A Polícia Federal deseja tão somente trabalhar as diligências determinadas pelo ministro relator Teori Zavaski sem prejuízo de colaborar com mais subsídios para a presente investigação criminal.

  1. E com a NÃO-investigação do trensalão tucano, Lista de Furnas, etc etc os delegas não estão preocupados não????

  2. ESTA SAINDO UMAS CONDENAÇÕES DOS ACUSADOS DE CORRUPÇÃO DA LAVA JATO.

    SÓ NÃO ENTENDO O PORQUE , DE DOIS EX DIRETORES DA PETROBRAS, ACUSADOS DE PEGAR A GRANA PEGAREM PENAS MAIS BRANDAS DO QUE QUEM OS CAGUETOU ….
    RESUMINDO= 02 DIRETORES ACUSADOS DE CORRUPÇÃO FORAM CONDENADOS ( 7 ANOS SEMI ABERTO)
    E O DOLEIRO ACUSADO DE LAVAR O DINHEIRO PEGOU ( 09 ANOS REGIME FECHADO)..

    SERÁ QUE NESTE CASO AI O PROCURADOR GERAL , NÃO PODE APELAR CONTRA A PENA.
    E ALEGAR QUE OS DIRETORES PEGARAM PENAS MUITO MIUDINHAS.???

  3. MAS QUE PENAS MIUDINHAS … HEINNNN ? CASO LAVA J.

    É QUE DOIS EX DIRETORES DA PETRO ACUSADOS DE DESVIAREM DINHEIRO EM BENEFICIOS PRÓPRIOS
    FORAM PUNIDOS COM 07 ANOS NO SEMI ABERTO.

    O PIOR É QUE QUEM CAGUETOU ELES , PEGOU UMA PENA MUITO MAIS RÍGIDA= 09 ANOS FECHADO.

    ESTA EU NÃO ENTENDI.

  4. E O PROCURADO GERAL DA REPU BEM QUE PODE APELAR NESTA PENAS MIUDINHAS PARA OS CHEFÕES DA
    DESVIADA DE DINHEIRO 07 ANO NO REGIME SEMI ABERTO … PEGAR UMA PENA EM TRIPLO., POIS ESTA É PEQUENA DEMAIS. = RIDÍCULA.= IMPUNIDADE.

  5. A Prefeitura de São Paulo destinou mais de 3 milhões de reais às principais torcidas organizadas do Estado este ano. A verba é enviada pelo governo municipal a todas as Organizadas que desfilam na cidade. Lideram a lista de arrecadação Gaviões da Fiel (Corinthians), Mancha Verde (ligada ao Palmeiras) e Dragões da Real (São Paulo). As três escolas estão no Grupo Especial e receberam cada uma 746.734,28 reais. O valor é superior ao do ano passado: em 2014, as 14 agremiações do Grupo Especial ficaram com 712.055,27 reais cada.
    O dinheiro
    Organizar viagens para acompanhar o time do coração é uma das principais fontes de renda das torcidas organizadas. Para garantir o apoio em jogos difíceis, fora de casa, clubes fretam ônibus para levar os torcedores dispostos a encarar a estrada e dão ingressos de cortesia para os chefes de torcida. Estes, por sua vez, têm liberdade para distribui-los entre os integrantes ou simplesmente vender tíquetes e lugares nos ônibus _ embolsando os lucros ou distribuindo entre os líderes.

    À medida em que as barras crescem em número de integrantes, a capacidade financeira aumenta. As dezenas que compram artigos como camisas, mantas, bandeiras e faixas se tornam centenas, e depois milhares _ e o faturamento cresce em paralelo.

  6. O negócio da Lava Jata são mesma notas de tudo que já foi dito e com algumas prisões semanais para abastecer a midia.

    Mas ninguém quer ver a Zelottis e o HSBC, que como mostrado aqui temos figuras conhecidas com contas lá, acho que mais 600 milhões de reais, isso em uma só conta, sendo que são mais de 8 mil titulares Brasileiros.

    Os delegados estão preocupados pelo fato de não terem vazado as acusações contra o Aécio, que defendiam nas redes sociais. Estão preocupados com o próximo prisioneiro que iram piar.

  7. Se os policiais federais baixarem a guarda, a PF será transformada em uma grande pizzaria.

  8. Esses delegados acham que a sociedade e a imprensa brasileira são um bando de idiotas. Os delegados querem aprovar projetos de interesses classistas, ficam percorrendo o submundo do Congresso Nacional pedindo apoio a investigados, e agora aparecem com esse papinho de “estamos preocupados”. Essa publicação não passa de um seguro de bu*da. O MP pegou os caras com as calças na mão; e agora eles aparecem com a conversa de que “nossa preocupação é com o andamento dos trabalhos”. O país passa por uma crise institucional sem precedentes e tem gente querendo tirar proveito disso. Inadmissível esse tipo de comportamento. Aí está o problema de dever favor a um monte de parlamentar enrolado com corrupção. Para aprovação da MP 657 ficaram dias e dias percorrendo gabinetes de deputados. Agora a fatura chegou, sabe quem vai pagar, os contribuintes otários. Se o MP não tomar as rédeas dos trabalhos a fase política da Lava Jato vai para o ralo. Todo cuidado é pouco. O inimigo é matreiro. Fico imaginando se a PEC 37 tivesse passado; esses caras seriam os donos do país. Não conheço e nem ouvi falar de um só delegado-deputado que estivesse preocupado com a segurança pública e reestruturação das polícias. Esses caras só pensam no próprio umbigo. Antes de se elegerem bancam de xerife, depois é isso aí, só bandalheira.

  9. BÔNUS É O QUE RECEBERAM OS DIRETORES DA SABESP 50 MIL CADA UM.
    PETROBRAS DE 50 MIL ATÉ 1.000.000,00 UM MILHÃO DE REAIS.
    ISTO É BÔNUS!!!

  10. Esse delta loby deve ser agente infiltrado do MPF.
    O MPF só quer surfar na visibilidade que a PF conseguiu com a operação lava jato. Conheci o MP por dentro, apesar da polícia estar uma porcaria, principalmente a de SP, o MP não fica atrás. A maioria dos promotores sequer vão trabalhar, quando vão vão apenas para assinar as peças e documentos feitos pelos oficiais e estagiários. No MPF a coisa é pior, tem vários PICs “secretos” e quando dá merda (estragam a investigação), mandam para PF instuarar IP e concluir, depois jogam a culpa na polícia que não sabe produzir prova ou no judiciário que seria muito complacente.
    Se investigassem quantos PIC são instaruados e quantos viram denúncia ficará provado que a polícia nem é tão ruim assim kkkk
    Quem tiver curiosidade procure saber quantas investigações exclusivas do MP resultaram em condenações definitivas. Serão pouquíssimas.
    Mas como não tem quem possa fiscalizar o trabalho do MP, fica apenas o belo trabalho da imprensa que só divulga quando a operação aparece, nunca vão atrás do resultado. e a corregedoria do MP dormindo, fingindo que não existe PIC “secreto” alguém já viu algum pedido de prazo em PIC??????

  11. Até o presente momento nenhuma notícia oficial sobre a bonificação de resultados referente ao 4º trimestre de 2014 para policiais do estado de são paulolo. Os professores fizeram greve e receberam em 1/0/2015 até um determinado teto, cujo valor me foge no momento e receberrão o restantante em setembro de 2015. Policiais não fizeram greve e nada receberam até agora.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s