André Forastieri: A PM é um instrumento…Uma arma na mão de outros, que puxam os gatilhos 46

Publicado em 30/04/2015 às 18:16

A violência no Paraná era inevitável. Vamos parar de culpar a PM. E declarar guerra a quem merece

 A violência no Paraná era inevitável. Vamos parar de culpar a PM. E declarar guerra a quem merece

A função do militar é ganhar a guerra. Para isso ele é ensinado a ver o mundo em preto e branco. O nosso lado e os inimigos.
Líderes de verdade, civis ou militares, sabem: a guerra é o inferno. Em guerra, ambos os lados vão cometer injustiças terríveis. Inocentes vão sofrer, talvez morrer. É inevitável.
Os discursos bonitos sobre guerra e paz e regras e comportamento ético são só discursos. Na prática, na guerra vale tudo. O maniqueísmo é fundamental. É preciso desumanizar o inimigo. Você jamais pode se colocar no lugar do outro. Atrapalha a mira.

Os soldados da Polícia Militar são isso: soldados. A maioria tem pouca educação, pouco treinamento, baixo salário, nenhum horizonte. São doutrinados para pensar em termos de nós e eles. Matam muito. Sem punição. Ué, porque deveriam ser punidos por matar os inimigos? Não o Brasil não está em uma guerra contra o crime?

Não. O crime, organizado ou pé-de-chinelo, é um problema civil. É um ato que vai contra a lei civil, julgado pela justiça civil, que tem que ser enfrentado com métodos civis. O que têm militares a ver com enfrentar o crime? Absolutamente nada.

E o que militares têm a ver com enfrentar manifestantes? Menos ainda. Porque um soldado é treinado para olhar um manifestante desarmado e ver o inimigo. Nem passa pela cabeça de um PM se negar a descer o sarrafo nos caras que protestam. Está lá para isso. Mesmo que discorde, obedece, porque obediência é o elemento fundamental da disciplina militar.

A grande surpresa de Curitiba foi que 17 policiais se negaram a avançar sobre os manifestantes. O governo paranaense informa que serão exonerados. Faz todo sentido. Assim é a disciplina militar.

Li uma vez em algum lugar que é a melhor medida para ver se um país é avançado é ver se ele paga bons salários tanto para os professores como para os policiais. Não sei quem disse, mas ficou. Aqui ambos ganham porcaria.

O movimento dos professores paranaenses é justamente por salários melhores. Quando vi os vídeos da polícia avançando nos professores, lembrei na hora do que li, e pensei: é um braço do povo batendo no outro.

A PM não é o bandido dessa história. A PM é um instrumento. Uma arma na mão de outros, que puxam os gatilhos. Uma coisa importante sobre guerras: quem vence escreve a História. Quem perde é julgado por seus crimes de guerra. Mas não é foi soldadinho raso lá na ponta, que ajudou a colocar inocentes na câmara de gás, que foi julgado em Nuremberg. Foram os mandantes, os nazistas graduados. Mesmo que pessoalmente nunca tenham matado ninguém.

Fazer os mandantes pagar pelos crimes dos mandados não é exatamente justiça perfeita, mas é educativo. Ensina: em guerra, quem manda matar tem tanta sangue nas mãos quanto quem executa ordem. E mais responsabilidade.

As Polícias Militares são Estaduais. O comandante máximo é o governador do Estado. No Paraná, Beto Richa. Pelas regras da guerra, seria lógico que respondesse criminalmente pelos atos da PM contra os professores em Curitiba. Centenas de feridos, alguns muito graves.
Se nesse caso Beto Richa respondesse por agressão, Geraldo Alckmin responderia por homicídio. A PM paulista está matando mais que nunca. No primeiro trimestre de 2013, a PM matou 67 pessoas. No mesmo período de 2014, 157. No primeiro trimestre de 2015, policiais militares mataram 185 pessoas. Isso são os números oficiais. E quantos PMs morreram em São Paulo no mesmo período? Quatro.

Estamos em guerra? 185 mortos de um lado, quatro do outro… Sempre a mesma história, “troca de tiros”. Um monte de casos muitíssimo mal explicados. A violência é exclusividade da Polícia Militar? Praticamente. A Polícia Civil paulista no primeiro trimestre de 2015 matou nove pessoas, um vigésimo do que a PM.

A população sente que o bicho está pegando. Quando morre um PM, a corporação revida passando a régua. Morreu um policial, o povo já está no Whatsapp decretando toque de recolher. Quem der mole na periferia à noite arrisca levar um tiro. Depois é aquele papo, “reagiu”. E com tudo isso, os índices de criminalidade continuam altíssimos.

Não é questão de Richa ou Alckmin, nem do partido esse ou aquele. É como o país é. É igual em todos os estados. Com a conivência do governo federal, da Justiça, das otoridades em geral. No máximo pune-se algum PM que exagerou e foi pego, ali no rés do chão. E lá nas alturas tudo segue como de costume.
Brasileiro sabe há 515 anos: bacana aqui sempre sai na boa. Lendo as manchetes sobre a Operação Lava-Jato, muita gente botou fé que o Brasil começa a mudar. Escrevi aqui há meses que a Lava-Jato já acabava em pizza antes de começar.

Melancólico conhecer tão bem nosso país. Ontem mesmo os STF mandou mandantes da Lava-Jato para casa. Com isso, se evitam novas delações premiadas, novas acusações, se contém o estrago, e vamos logo voltar ao esqueminha normal. Pátria educadora ensina: roube cem reais e vá em cana. Roube cem milhões e vá para sua mansão usando tornozeleira.

A Polícia Militar é criação da ditadura militar. Naquela época era proibida a crítica, a manifestação e o voto. O regime de 64 foi enterrado há vinte anos, e ainda hoje este restolho da ditadura continua por aí. Por quê? Porque nós permitimos isso. Fomos nós que votamos nestes governadores, nos deputados integrantes da “bancada da bala”.
Porque, nós, brasileiros, somos ignorantes. Nossas escolas são uma porcaria. O investimento em educação no Brasil é ridículo, comparado com qualquer país mais ou menos. Os professores do Brasil são tão despreparados e desvalorizados quanto os policiais.

A solução passa por acabar com a PM. Ou pelo menos desmilitarizar a PM. Tanto não é nenhuma heresia que muitos policiais militares defendem isso. Sociedade civil, polícia civil, e Forças Armadas para lidar com tretas externas. Se é que precisamos de Forças Armadas – outro assunto para outro dia.
Se queremos um país decente, temos que valorizar quem cuida da nossa educação e da nossa segurança. Professores e policiais têm que merecer nosso respeito, inclusive para podermos cobrar deles a performance que precisamos. No sistema capitalista, nada diz “respeito” tão alto quanto bons salários. Enquanto isso não muda, o sangue vai continuar correndo.

Vamos mudar? A quem interessa manter professores e policiais no estado de hoje? A quem interessa manter uma força militar dedicada exclusivamente a lidar com problemas civis? Quem ganha com a manutenção do nosso povo neste estado de ignorância e terror? Não é você nem eu. Nem os policiais. E muito menos os professores.

Vamos parar de usar o termo “violência da PM”. Eles pensam que estão em guerra. Foram treinados para isso, lavagem cerebral. Vamos atrás de quem se beneficia com este estado de coisas. Vamos à raiz do problema e vamos arrancá-la. Guerra por guerra, escolhamos a nossa. Declaremos guerra não aos executores, mas aos mandantes da violência – tão nossa, tão triste, tão brasileira.

André Forastieri – R7

  1. Não interessa se a polícia é militar ou civil. Se a instituição puxar o saco do governante e atropelar qualquer um em nome da hierarquia e disciplina, o resultado será o mesmo. A única diferença entre a GCM e a PM, por exemplo, é a ausência de prisão administrativa e CP militar.
    Por outro lado, qual a semelhança entre o Beto Rixa e o Geraldo Alckmin? Resposta: PSDB. Ambos ganharam a eleição passada. Se não sabe votar, não reclame.

  2. Lá, ao menos, tiveram …….17 POLICIAIS……………POLICIAIS……..E NÃO, MILITARES CUMPRIDORES DE ORDENS…….

    Diferente daqui…………..que em 2008 (desgov. também do PSDBosta)…………se deleitaram em CUMPRIREM ORDENS……

    Para quem não entendeu o texto……..o autor mencionou Policiais, na condição de Militar………..o que, profissionalmente, não é compatível, nem evolutivo……

  3. Só discordo do autor……………quando se refere da guerra nas periferias de SP, ou do Brasil……………..

    Mas creio não ser dessa forma…………se não, em SP não estariam morrendo mais Policiais………..

  4. Hélio:

    Por ocasião do massacre de Eldorado dos Carajás, li artigo cujo tom, em muito, se assemelhava a este. Uma visão perfeita e inequívoca sobre governantes que usam miseráveis gladiadores nessa guerra suja na qual a política se torna a arte de se dá bem, manipulando forças que poderiam se rebelar contra os seus próprios manipuladores.

    No caso de Eldorado dos Carajás, se os militares não fossem movidos por mentes reativas, é possível que tivessem batido em retirada, ou, pela lógica do PLANAEJAMENTO, nem tivessem desembarcado naquele teatro de operações. .

  5. O problema das pessoas falarem de assuntos que não entendem é que elas se expõem ao ridículo. As polícias sempre foram utilizadas como válvulas de controle da parte mais baixa da sociedade, tanto pelos políticos quanto pela parte mais alta da própria sociedade

  6. SABEM O QUE SIGNIFICA A PALAVRA POLICIA ?????????

    Resp – Policia = é o braço armado da Política.

  7. Fazenda provisiona apenas folha normal para 08/05/2015

    1 de maio de 2015 Publicações Sobre o Sindicato
    Nada de bônus. Embora a informação que chega é de que o provisionamento e pagamento do bônus deva ocorrer na semana entre 04 e 08 de maio.

  8. R.E.T.P = REGIME ESCRAVO DE TRABALHO POLICIAL = ABERRAÇÃO TRABALHISTA.

  9. É isso ai. Não soube e nem sabe votar??? Agora não reclama. Engole seco. Na próxima eleição você vai lá e tenta fazer direito.

  10. É isso ai. Não soube e nem sabe votar??? Agora não reclama. Engole seco. Na próxima eleição você vai lá e tenta fazer direito ou então continue na m…esma.

  11. 17 DE MARÇO DE 2015
    2ª SESSÃO ORDINÁRIA
    Presidentes: ANALICE FERNANDES,
    CARLÃO PIGNATARI, CARLOS NEDER
    e FERNANDO CAPEZ
    Secretário: RICARDO MADALENA
    RESUMO
    PEQUENO EXPEDIENTE
    1 – ANALICE FERNANDES
    Assume a Presidência e abre a sessão.
    2 – CARLOS GIANNAZI
    Manifesta seu apoio ao movimento dos professores da
    rede estadual. Diz ter participado da manifestação da
    categoria, realizada na última sexta-feira. Afirma que os
    mesmos foram levados a entrar em greve, devido a falta de
    investimentos pelo Governo do Estado. Lembra que, apesar
    de março ser o mês da data base salarial para servidores
    do Estado, o governador não apresentou o índice de
    reajuste salarial. Informa que Geraldo Alckmin assinou o
    Decreto 6131, proibindo o reajuste salarial durante 2015.
    Lê as principais reivindicações apresentadas pela categoria.
    Exige que o governador atenda a pauta dos servidores.

    óia que beleza !

  12. Num todo Eldorado dos Carajás era a mais pura receita de um massacre, todos sabiam que terminaria em morte, mas todos se calaram. Depois e até agora criticam quem estava lá. Mas e se você estivesse lá. O que teria feito?????

  13. GM,
    Esses dias estavam mostrando guardas municioais espirrando spray e descendo o porrete em grevistas (mulheres, registre-se) de um certo município…
    Não existe diferença alguma entre PM e GM, viu?
    Alias, existe, sim!
    De tanto que errou e apanhou, a PM, pelo menos de São Paulo, tem menos cabeça-gorda.
    Agora, dê corda para qualquer GM para ver qual será o resultado… Precisariam de vários Erasmos Dias (quanto municípios existem no Brasil?) para segurar as broncas….Mas como não existem mais cascas-grossas como ele (e não ignoro os seus erros, por isso também reconheço a sua persobslidade forte) e ninguém mais respeita ninguém, muito menos agente estatal, fácil concluir que a GM passaria a linchada moralmente praticamente todos os dias, inclusive em razão do acovardamento tão comum em chefias de qualquer tipo de atividade.

  14. BÔNUS NO DIÁRIO OFICIAL NÃO SERVE PARA NADA, TEM QUE ESTAR NA CONTA CORRENTE. QUANDO IRÃO PAGAR ESSA MIXARIA?

    O governador Geraldo Alckimim do PSDB, ainda não se manifestou sobre a reposição salarial obrigatória para todos Policiais do Estado mais rico do Brasil que é São Paulo, ele pretende dar o calote nos servidores , pois anunciou que não irá dar reajuste salarial no ano de 2015, ele esta acima da lei, isso é o que ele pensa !

    Os sindicatos da Polícia parece não existir, exceto para receber sua parcela dos filiados !

  15. Discurso de ódio travestido de crítica construtiva. Então, devemos extinguir o Congresso, porque lá há alguns corruptos?Extinguir empresas, porque alguns diretores são corruptos? Extinguir a padaria da esquina, porque sonega alguns impostos? Extinguir as eleições, porque alardeia-se que há fraude por ai e acolá? Isso seria uma sucessão infinita de responsabilidades, de forma que, devemos extinguir a raça humana, pois o homem é o elemento essencial em todos os fatos. Restaria a fauna e flora silvestre, em perfeita harmonia sem o elemento humano. Tudo resolvido pelo método ´´perfeito“ e ´´cirúrgico“ do médico míope…

  16. Deixar de culpar a PM é burrice, se for verdade tem alguns que serão demitido por não participar dessa crueldade.
    Galerinha covarde lá no interior da casa do povo.

    Professor é guerra todo dia na sala de aula iria desistir em sua hora de pleito e de alguém que acredita que educação causa insubordinação. BRAVOS PROFESSORES, HOMENS E NÃO JUDAS.

    Lembre-se REBOUÇAS quando seu uniu a FORÇA SINDICAL ao Paulinho e ao Olímpio, sempre foram “serristas” devia ter se lembrado união com os pensantes de primeira linha só poderia ter terminado em JUDAS, se bem quem sabemos os reis e os demônios. Não me esqueço animais em cima dos cavalos tentando se perfilar para descer o pau, digo sabres.

  17. ACATAR ORDEM PRA BATER EM PROFESSORES…E AINDA TENTAR SE EXPLICAR!!!!!!!!! É O C.. DA MINHOCA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s