‘Bandido não será intimidado por cidadão armado’, diz ex-secretário nacional de Segurança Pública, Cel PM José Vicente da Silva Filho 55

‘Bandido não será intimidado por cidadão armado’, diz ex-secretário

DE SÃO PAULO

24/05/2015 02h00

Ex-secretário nacional de Segurança Pública, José Vicente da Silva Filho afirma que a ideia de que a arma serve para a defesa do cidadão é falsa. Leia entrevista abaixo.

*

Folha – Que benefícios o Estatuto do Desarmamento trouxe?

José Vicente da Silva Filho – O fato é que, no Brasil, onde mais ou menos 10% da população tem armas na mão —há 16 ou 17 milhões de armas—, mata-se seis vezes mais que nos Estados Unidos, onde 90% da população está armada. Arma faz mal aqui no Brasil, por causa da impunidade. Quem mata tem 97% de chance de não ser preso. No Estado da Flórida, se você der um tiro em área pública, você pega 20 anos de cadeia.

Uma ideia ingênua que os armamentistas defendem é que com mais armas os bandidos ficariam intimidados. Mas a pesquisa do Daniel [Cerqueira, economista do Ipea] mostra que, quando aumentam as armas, aumentam os homicídios. Já os crimes contra o patrimônio [roubos] ficam praticamente inalterados. Ou seja, os bandidos estão pouco se lixando se tem mais armas na mão da população.

Foi desenvolvida alguns anos atrás uma pesquisa com uns 300 casos de latrocínio. O que ela mostra? Dos indivíduos que estão sendo assaltados e que tentam reagir, 13,8% conseguem ser bem-sucedidos, o resto se ferra. O pior: quando há reação, tem uma média alta de vitimização, porque o criminoso acaba matando também a companheira ou o companheiro da vítima. Quando você resolve reagir, sua chance de sobreviver reduz drasticamente. Os bandidos não vão se intimidar com a população mais armada. Eles vão ter ali mais um objeto para roubar.

Os detratores do desarmamento afirmam que o número de homicídios não diminuiu de 2003 para cá. A taxa por 100 mil habitantes está semelhante à de 2003 [ano da lei do desarmamento]. Qual sua análise?

O Daniel [do Ipea] mostra que, a partir de 1983, houve uma elevação muito acentuada no aumento de armas na mão da população. Na medida em que a população foi se armando, dada a facilidade da época, os homicídios foram explodindo no Brasil. Só se interrompeu essa ascensão em 2003, com a lei do desarmamento. Estados que entregaram mais armas, como São Paulo, tiveram queda maior nos homicídios, enquanto Estados que entregaram menos, como Alagoas, tiveram uma explosão de violência. Depois, deu uma patinada e [o número de homicídios] começou a subir de novo. O impacto da lei do desarmamento foi claro. Freou uma tendência de alta de 20 anos. Para se ter uma ideia, o aumento de homicídios nesse período [de 1983 a 2003] foi, em média, de 8% ao ano.

Por que os homicídios subiram de novo nos anos seguintes?

Em 2002, no governo FHC —eu fui secretário nacional no governo dele—, foram introduzidos mecanismos como o Fundo Nacional de Segurança Pública e o Fundo Penitenciário Nacional. Só que, depois da lei do desarmamento, nós não tivemos mais uma política nacional de segurança pública. O que acontece também é que o estatuto em si não é a bala de prata da questão da violência. O que a gente sabe é que ele é incapaz de segurar, hoje, o crescimento [da violência]. Mas, se ele for liberalizado, como se pretende, pode piorar muito o que já é ruim.

O que o sr. acha do projeto de lei que pretende dar à Polícia Civil, além da Federal, a possibilidade de registrar armas?

O projeto praticamente obriga o delegado a dar [o registro da arma]. O delegado não terá mais o poder discricionário, desde que o sujeito atenda os requisitos —avaliação psicotécnica, habilitação para uso da arma e não ter antecedentes criminais. Eu sou psicólogo, eu sei que o exame psicotécnico é só para detectar malucos. Já o de habilidade para utilizar a arma é dar um tiro numa parede —ele não habilita ninguém a usá-la numa emergência ou numa situação de estresse.

Acabar com a discricionariedade não seria positivo? Para uma lei, não é mais apropriado aplicar critérios objetivos?

Neste caso, é preferível a arbitrariedade. O que significa ‘antecedente criminal’ na nossa legislação? É o indivíduo ter sido condenado na Justiça. Aquele bandidinho que tem dez passagens na polícia e não foi condenado nenhuma vez não tem antecedente criminal. Ele poderá ter arma.

O principal argumento contrário ao projeto de lei é que mais armas legais poderão ser desviadas e cair no crime?

São dois argumentos. O primeiro é que uma parte delas será desviada para o crime. O outro é que o indivíduo não terá a segurança que ele imagina usando a arma. Eu não confio, por exemplo, no vigilante privado. O preparo exigido pela Polícia Federal é insuficiente. O policial é preparado para usar a arma sob estresse, na hora da adrenalina. E esse tipo de preparo [para vigilantes privados] não existe, evidentemente. O preparo deles significa pôr uma cobertura nos olhos, outra no ouvido, e dar um tiro numa parede. O treino obrigatório para o vigilante é de cerca de cem tiros.

Uma coisa que eu aprendi na academia é que a arma é feita para matar, não para assustar. A arma é muito eficiente para matar, e pouco eficiente para defender. Por que dezenas de policiais de São Paulo —que fazem treinamento de 700 tiros, enquanto em Nova York são 500 tiros— morreram em assaltos em horário de folga? Porque eles são pegos em situação de surpresa. Então, a arma para defender é uma porcaria. Estão vendendo uma ilusão.

Editoria de Arte/Folhapress

Transcrito da Folha de São Paulo ; nos termos do artigo 46 da Lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998.‏

  1. O bandido sempre vai ter a seu favor o fator surpresa, que na maioria das vezes faz toda a diferença a favor do bandido.
    Vemos muitos casos de reação que PMs a paisana morreram em roubos tentando reagir.
    O ladrão ja vai com o dedo no gatilho, até o cidadão sacar sua arma vai deu tempo do bandido dar uns 3 a 4 tiros

  2. Defender a si mesmo, a sua família e terceiros é um DIREITO, Direito de Defesa, ou seja, o seu DIREITO À VIDA

    Ou ele vai colocar uma viatura da PM em cada porta de cada família? E mesmo assim ninguém garante as portas dos fundos.

    Agora, tirar as armas de gente honesta é fácil, mas ele falar em desarmar os bandidos, nem uma palavra.

    Já ouvi tanto esses discursos contra o povo, contra os brasileiros, contra as pessoas de bem que fico desconfiado da motivação de pessoas defenderem o desarmamento.

  3. Boa tarde!

    Senhoras e Senhores.

    ARMA não faz mau à brasileiro. Mas político safado e mequetrefe SIM.

    Caronte.

  4. Esse Oficial reformado da PM continua alimentando e preservando o feudo pernicioso do militarismo na Policia brasileira, mantendo a castas social aristocrática do oficiais na PM.

  5. Cade disse:
    25/05/2015 ÀS 9:13
    CADE A VALORIZACAO DO NU ?

    QUEM TEM FE PUBLICA E O ” ESCRIVAO DE POLICIA”!!!!!!

    ———————————–

    FALTA VALORIZAÇÃO

  6. Meu! Pára de dar espaço pra esse LIXO DESARMAMENTISTA! O cidadão tem o direito de se desfender! Não tem um lugar no mundo onde liberaranm as armas e o crima nãso diminuiu. O “Bestatuto” do desarmamento do cidadão honesto (Dos bandidos não) esta ai a 12 anos, os bandidos faem a festa e crime só aumenta!

  7. O problema é que é esse cidadão de bem, se não for delimitado e restrito a determinados grupos de pessoas e com as devidas provas escritas sobre criminologia entre outros teremos só mais jagunços armados. Qualquer fechada no trânsito hoje o cara já quer te matar isso porque moro em São Paulo imagina em lugares onde ainda reina a Lei do Taliao.

    Se for amar a população que seja restrita e com a devida investigação social.

  8. Quem escreve que quem é a favor do desarmamento que ande desarmado deve ser alguém que está louco pelo porte e critica a posição daqueles que já o possuem.

    Se quiser andar armado, caro cidadão, que obtenha o porte, ou seja, passe em um concurso que o permita.

    Nada mais.

  9. Falou o óbvio, cidadão armado não tem a habilidade de um policial, ele tem a arma, mas não sabe usar (atirar em stand não é treinamento), vagabundo vai na crocodilagem, nunca sozinho, dependendo da situação eles ganham até polícia do Garra, Rocam, FT, imagina um zé povinho qualquer

  10. Atenção senhores navegadores: Os Investigadores e Escrivães de Polícia na ativa demonstram não estarem nem um pouco preocupados com, os salários defasados, a valorização do NU e a data base do aumento não pensam que irão se aposentar e ficam de boca calada quando trabalham nos lugares denominados “bons” recebendo também os abonos de permanência, alimentação e produtividade, etc. Os Investigadores e Escrivães devem ter, certamente, pais, tios, amigos etc aposentados, os quais estão vivendo na miséria, ganhando uma merda, mal dando para se alimentar e comprar remédios. Acordem meus amigos, demonstrem insatisfação, não permaneçam como cordeirinhos, porque essa fase passa e depois na aposentadoria vocês irão ver que é tudo diferente…..Atenção Sindicatos….precisamos promover movimentos, manifestações, visando reconhecimento do Governo do Estado……

  11. TODOS tem DIREITO de defesa.

    Quem não quer ter uma Arma que não compre.

    Essa “lei” que temos hoje é uma aberração Brasileira.

  12. O bandido sempre vai ter a seu favor, às leis brasileiras, essas são sempre a favor dos bandidos.

  13. Existe uma questão Ética neste debate, no plebiscito a maioria do povo brasileiro optou pelo direito ao porte de arma e o Governo está utilizando mecanismos burocráticos para impedir esta decisão, isto no meu entendimento demonstra falta de ÉTICA e a falta de ética é característica dos corruptos.

  14. Sr. Hélio

    (…Falou o óbvio, cidadão armado não tem a habilidade de um policial, ele tem a arma, mas não sabe usar (atirar em stand não é treinamento), vagabundo vai na crocodilagem, nunca sozinho, dependendo da situação eles ganham até polícia do Garra, Rocam, FT, imagina um zé povinho qualquer…)

    Seu argumento está incompleto em todos meus anos de cadeia pude observar que os criminosos são oportunistas, mas também extremamente covardes e não enfrentam quem eles sabem que irá reagir.

    E as muitas mortes que vem ocorrendo de polícias é:

    -Parte da impunidade gerada por uma falsa política de Direitos Humanos onde a ação do policial e sempre posta em dúvida
    resultando numa audácia maior do criminoso.

    -O cansaço natural que os policiais estão vivendo por não terem seu direito ao repouso respeitado pela administração com escalas abusivas aliadas ao cansaço pós bico (devido aos baixos salários).

  15. Querem comparar o Brasil com os Eua…

    Segundo a própria matéria, quem faz um disparo em via pública pode pegar 20 anos….

    No Brasil, quem comete este crime fica algumas horas e depois é solto….

    Dependendo do estado do Eua, quem assalta pode pegar prisão perpétua…

    Nesta republiqueta, quem faz um roubo é condenado à 5 anos e 4 meses, mas fica no máximo 16 meses, até 2 anos, tem a progressão de pena…

    Eu sou a favor do desarmamento desde que se tenha punição eficaz…pois esta serve de exemplo…

    Agora os mlks da vila, ao verem seu vizinho ser preso em flagrante por roubo, passar pouco mais de 1 ano preso, estimula para que façam o mesmo, até pior…

    Veem o vizinho ser preso com um carro roubado, e no mesmo dia ganhar às ruas…é como se fosse um convite ao ilícito….

    O cara pensa, vou pegar o sonata roubado, vou dar um “pião” (com i mesmo – rs), chamar as baianinhas da vila pro pião, se for pego, saio no mesmo dia… – só lucro….

    Um menor, aqui no Estado de SP, que é apreendido por latrocínio, não fica mais que 8, 14 meses na Fundação Casa, sai de liberdade assistida, medida de até 3 anos só se for reincidente em crimes graves, hediondos por 3 vezes, aí pode chegar a este período….

    Se quem comete um roubo ficasse recluso por, no mínimo 20 anos, e não um ano e meio, aí sim os índices baixariam,…aí talvez seria de se pensar em em desarmar a população, mas até lá, é uma garantia constitucional que é violada….

    Clips

  16. os caras que não querem a população armada, são os mesmos que ficam bravos quando morrem malas.

    mas se formos pensar direito, é melhor liberar as armas pra população pois vai diminuir as mortes de vagabundos.
    os vagabundos irão pensar duas vezes antes de enfrentar alguma vítima….
    é que derepente a vítima pode estar armada …. ai o mala vai tomar um tiro na cara……

    temos uns exemplos na tv de uns vídeos , onde o mala vai roubar um policial e toma tiro na cara kikikikiki..

    ai isso vai virar rotina….. mala tomando bala na cara…..todo dia kikikiki….

    só assim é que vai diminuir o indice de criminalidade…
    tem que armar a POPULAÇÃO… pra malandragem ter medo de morrer….porque do jeito que tá…

    só esta morrendo gente de bem….. os malas só morrem quando enfrentam policiais , e são recebidos a BALA….

    ai estão indo pro inferno onde é o lugar deles….. visitarem o capeta……

  17. o brasil esta infestado de vagabundos armados fora da lei….. isto porque desarmaram a população do bem…….
    tem que liberar as armas para o povo do bem….para poderem sentar o dedo nos vagabundos do mal……

    do jeito que tá , não pode continuar.. as pessoas do bem não tem segurança pra nada…
    não podem ir a lugar nenhum, sob o perigo de ser pego pela malandragem e serem executados por um celular….

    estamos vivendo num pais que favorecem desproporcionalmente a vagabundagem…..em prejuizo aos do BEM.
    chegaremos a hora em que um cidadão do bem pensara e medira se vale a pena ser do bem…..

    tamanha a gratidão dos nossos governantes com os vagabundos…

    um governo competente tem que cuidar da população, e punir os transgressores da lei…para que sirva de exemplo
    aos que ainda estão vivendo como BONS cidadães do BEM…….

  18. aqui em são paulo o negócio esta tão feio que todos sabem que em todas as ruas existem pessoas com vidas
    duvidosas de conduta……em bairro como onde eu moro a mais de 40 anos , não existe rua que não tenha um vagabundo… e não venham me falar que no tatuapé ,~mooca, perdizes , lapa, moema, butantã, pinheiros
    não venham me mentir pra mim que nestes lugares ELITIZADOS não tem VAGABUNDOS MALAS….

    se alguem falar isto pra mim ,,, eu digo que não passa de um grande mentiroso…..

  19. ESSE CARA CONHECE DE SEGURANÇA VERDADEIRA, IGUAL EU CONHEÇO DE AVIÃO, GRANDE MERDA, NUNCA ATENDEU UMA OCORRÊNCIA, NUNCA PARTICIPOU DE UMA OCORRÊNCIA, NUNCA REDIGIU UMA OCORRÊNCIA, NUNCA APRESENTOU UMA OCORRÊNCIA, NUNCA PRESENCIOU UMA TROCA DE TIROS ENTRE BANDIDOS E POLICIA, NUNCA SENTOU NOS BANCO DE UMA VIATURA DE POLICIA, A ÚNICA COISA QUE ESSE ZÉ MANE CONHECEU OU PENSA QUE CONHECEU , SÃO AS ESTATÍSTICAS MAQUIADAS DAS INSTITUIÇÕES, QUE SEUS INCOMPETENTES COMANDANTES OS ENVIAVAM, TUDO CARGO POLÍTICO, NADA SÉRIO, SÓ DE FAZ DE CONTA.

  20. ESSES CARAS QUE NÃO QUEREM A POPULAÇÃO ARMADAS, SÃO OS MESMOS QUE REPRESENTAM OS MANOS, QUE LUTAM PELOS VIADOS, LÉSBICAS PELA LIBERAÇÃO DA MACONHA, POR TER VAGAS DIFERENCIADAS PARA NEGROS, DENTRE TANTAS OUTRAS ATROCIDADES QUE TEMOS NO NOSSO PAIS, TIPO BOLSAS GAY, BOLSA RECLUSÃO, BOLSA NÓIA, BOLSA POR FILHO FECUNDADO, BOLSA GÁS, BOLSA FAMÍLIA, BOLSA DE TODAS AS FILHADAPUTISMO POSSÍVEIS

  21. QUERO VER SE UM LADRÃO TERIA CORAGEM DE ENTRAR NUMA RESIDÊNCIA, TENDO NO SEU INTERIOR PESSOAS RECONHECIDAMENTE PORTANDO ARMAS DE FOGO, DUVIDO E Ó DÓ SE TERIA ALGUM LOUCO O SUFICIENTE PARA TAL.

  22. Vou resumir meu modo de pensar.

    LIVRE ARBÍTRIO. Mais liberdade e menos Estado.

    Não no ponto de uma “anarquia”.

    O cidadão escolhe em andar armado, do mesmo ponto que escolhe se desarmar. Ele escolhe.

    Drogas, jogos de azar: Liberem tudo. As drogas entreguem para as industrias farmacêuticas e os jogos de azar para CEF. Quebradeira geral. Menos crimes e menos presos. Nos fóruns e nas delegacias, menos processos e IPs.

    O Crime vai zerar. NÃO. Mas vai diminuir.

    O bandido vai temer a lei. NÃO. Como nunca temeu.

    O bandido vai temer o cidadão armado. SIM. Cidadão armado, menos crime. Cidadão armado, a ordem e a lei terão novos protetores.

  23. Gostaria de saber se alguém que frequenta este BLOG, ou até mesmo pessoas de fora me informasse , uma medida concreta positiva em PROL da Segurança Pública, este Cel. PM Jose Vicente da Silva Filho (EU DISSE UMA SÓ)tomou quando investido do cargo de Secretario Nacional de Segurança, em PROL DA SEGURANÇA PUBLICA QUE TENHA SURTIDO EFEITO POSITIVO…

  24. Pior que gente que defende que, num país onde uma fechada é motivo para morte, deve-se armar os paisanos, só mesmo quem trabalha na área de segurança pública acreditar em estatísticas da secretária de segurança! kkkkkkkkkkk

    TÁ TODO MUNDO ERRADO!!!!!!!!!!!

  25. Esse pc só fala merda quem vai querer passar fome para poder usar arma ? Se liga , ninguem quer ser policial não mané.

  26. Como ainda podem ouvir um sujeito ultrapassado , degenerado , militar esse senhor deveria estar sendo tratado psicologicamente como aqueles soldados que participam de guerra e sobrevive .Como ainda dão voz a este excremento ,filho do militarismo com sua mente deturpada e que não conhece nada de segurança publica , que não conhece policiamento, filhote da ditadura jagunço e capitão do mato .É isso que este sujeito é…..

  27. Clips está corretíssimo!!!! Primeiro leis…sim, leis que segurem o lixo na cadeia. Roubo simples, 5 anos, com emprego de arma de fogo 8, latrocínio 25, a merda do porte de arma que estão afiançando 2 e se antecedentes de crime contra o patrimonio 5, a receptação, que hoje atenuada é a grande incentivadora desse número elevado de roubo de veículos que vem ocorrendo 5 anos. Qualquer violencia contra agente do estado acresça-se mais 8 anos. Ahhhh sinho, nao sabia que era policial, aí o advogado tenta aliviar….NÃO!! foda-se o ladrão, ahhhhh o chassi/motor estão raspados, nota de leilão……FODA-SE, se tá raspado é porque é roubado. É só tirar as brechas das leis que já muda muito, se não diminuir o crime rasgo minha funcional. Em tempo: cadeia com bloqueador de celular instalado, fim do jumbo e da trepada……meia hora semanal com familiar pelo vidro…..se quiser e maioridade no mínimo aos 14 anos e que os quais cumpram sua pena como se maiores fossem. Esse último item com certeza nunca ocorrerá, em SP não ocorrem rebeliões…..por que será hein???

  28. SE 82 POR CENTO DAS ARMAS USADAS EM ROUBOS JÁ FORAM LEGAIS E 87 POR CENTO DAS USADAS EM HOMICIDIOS TAMBÉM FORAM, SENDO QUE SOMENTE 47 POR CENTO FORAM RASTREADAS, SIGNIFICA NESTE CONTEXTO, ABSOLUTAMENTE NADA, POIS O NUMERO DE HOMICIDIOS É QUASE NADA PERTO DAS DEMAIS OCORRENCIAS, AGRAVADO PELO FATO DE SOMENTE 5 POR CENTO DESTES CRIMES SEREM ESCLARECIDOS, LOGO, SOMENTE DOIS POR CENTO E MEIO DESTAS ARMAS APREENDIDAS FORAM RASTREADAS, O MESMO VALENDO PARA O LATROCINIO, ASSIM, ESTA ESTATISTICA DE “BOSTA” NÃO VALE NADA, O CIDADÃO TEM SIM O DIREITO DE DEFENDER-SE DA FORMA QUE PUDER, VEZ QUE O ESTADO, QUE POSSUI O PODER-DEVER DE DEFENDER O CIDADÃO NÃO O FAZ, ESTATISTICA É ASSIM, SOMENTE OS INCALTOS CAEM NELE. DESCULPEM PELA CAIXA ALTA.

  29. ALIAS, a mesma FALÁCIA esta posta em uma reportagem que o SIPOL PRUDENTE postou em seu sítio, olhem que em tal reportagem o leitor é impulsionado ao erro(pelo autor original), pois lá diz que no ano de 2005, houve no estado de São Paulo, 3.233 homicídios , destes homícidios, “somente” 61 foram cometidos por menores, kakakaka, homicidios, no contexto da merda da estatistica, nada significa numericamente falando, ademais, o esclarecimento destes, como dito anteriomente é baixissimo, logo, O CORRETO seria dizer que dos homicidios esclarecidos, cerca de somente cinco por cento(160 casos), destes tres mil, duzentos e trinta e tres homicidios, tiveram atuação direta de menores de idade, ou seja, menores de idade cometeram QUARENTA POR CENTO DOS CRIMES DE HOMICIDIOS ESCLARECIDOS.
    Taí, chupem a vontade, escrito por quem já esclareceu quatro homicidios e tres latrocinios.

  30. Que otima análise estatística o colega Jeff fez referente as estatísticas, parabens!

  31. ESSE SENHOR JÁ ESTA GAGA, E SUA OPINIÃO NADA VALE. CIDADÃO DE BEM ARMADO TEM SEUS PRÓS E CONTRA, O EQUILÍBRIO E PREPARO EM SE DEFENDER COM UMA ARMA, CLARO QUE REAÇÃO TEM Q SER BEM MEDIDA, MAS MELHOR ARMADO DO QUE DESARMADO, VIVEMOS NUMA PIOR Q BEIRUTE, E UMA ARMA É SEMPRE UM ALIVIO. VAI DORMIR, VAI ZÉ MANÉ.

  32. Eita e eu com isso!!Esse bosta de Coroné da Meganha é mais um policiologo,o que aliás esta cheio nesse país!!

  33. Perguntinha sobre armas (ILUSTRADA POR REPORTAGEM DA BAND NEWS DE 26/05/2015):

    E quando 240 ARMAS SOMEM DO FORUM CRIMINAL e, ainda por cima, VÃO PARAR NA MÃOZINHA DO PCC mas ninguém consegue descobrir nada, nada é investigado e o juiz responsável, Alberto Anderson Filho (CUNHADO DO PRESIDENTE DO TJ) manda ARQUIVAR O CASO e ainda por cima é promovido a desembargador ???

    E quando o juiz responsável pelo departamento de onde sumiram as 240 armas é promovido a ASSESSOR DA PRESIDÊNCIA DO TJSP ???

    Detalhe: Renato Nalini, presidente do TJ é, HÁ MAIS DE 20 ANOS um defensor dos DIREITOS (des)HUMANOS – mas nesses 20 anos NUNCA VI a excelência gastar seu verbo para clamar justiça quando nossos colegas são mortos, MUITO MENOS quando um cidadão é morto.

    O provimento que determinou que as armas fossem guardadas no Forum Criminal foi assinado por ele – Provimento CSM Nº 2.018/2012

    Vejam a reportagem sobre o caso 240 armas x Forum Criminal x PCC em

    http://bandnewstv.band.uol.com.br/noticias/conteudo.asp?ID=752780

    TRANSCRIÇÃO:

    Eles explodem caixas eletrônicos e levam o medo por onde passam.

    Eles controlam presídios em pelo menos 14 estados no Brasil.

    -“ Um por todos. Todos por um. PCC. 1533”

    Os integrantes do Primeiro Comando da Capital, o PCC estão se espalhando e se organizando cada vez mais.

    Para manter o negócio milionário do crime funcionando eles precisam de armas sofisticadas e em grande quantidade.

    Muitas vêm contrabandeadas do Paraguai, JÁ OUTRA PARTE PODE ESTAR VINDO DE UM LUGAR NO MÍNIMO INUSITADO: o Complexo Judicial Ministro Mário Neves Guimarães, o maior FORUM CRIMINAL da América Latina, localizado na zona oeste da capital paulista.

    Agosto de 2013 – DUAS METRALHADORAS foram encontradas com este homem ligado ao PCC na zona leste da capital paulista.

    Ao verificar a origem do armamento a surpresa: AS DUAS DEVERIAM ESTAR EM PODER DA JUSTIÇA.
    Foram compradas pelo governo de São Paulo para a Rota, a tropa de elite da polícia militar e ESTAVAM APREENDIDAS EM UM PROCESSO.

    O caso foi levantado pela reportagem da Band.

    A partir daí a polícia passou a suspeitar que o destino de, pelo menos, outras 240 armas que também sumiram daqui entre 2012 e 2014 seja a facção criminosa.

    DOIS INQUÉRITOS SIGILOSOS INVESTIGAM O DESAPARECIMENTO DO ARSENAL.

    Tribunal de Justiça de São Paulo abriu um PROCESSO ADMINISTRATIVO para apurar o sumiço das armas. Investiga dali ouve pessoas daqui e a conclusão é que NINGUÉM É RESPONSÁVEL.

    O juiz que decidiu isso foi promovido e agora é desembargador. ALBERTO ANDERSON FILHO que é CUNHADO DO PRESIDENTE DO TRIBUNAL, o desembargador RENATO NALINI, disse neste documento que as pessoas que cuidavam das armas eram DE TOTAL CONFIANÇA e que não havia qualquer motivo para que fossem consideradas suspeitas.

    Sem encontrar os responsáveis DETERMINOU O ARQUIVAMENTO DA SINDICÂNCIA.

    Diante da falta de culpados, o Ministério Público de São Paulo resolveu abrir um inquérito, TAMBÉM CONFIDENCIAL, para descobrir QUEM SÃO OS LADRÕES AGINDO DENTRO DO JUDICIÁRIO PAULISTA.

    Esse juiz (KLEBER LEYSER DE AQUINO) que era responsável pelo departamento de onde o arsenal desapareceu se tornou ASSESSOR DA PRESIDÊNCIA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO.

    Ele, que hoje é ENCARREGADO DA SEGURANÇA DE TODOS OS FÓRUNS DO ESTADO define desta forma o que aconteceu:
    -“ É uma situação inexplicável, eu diria. Mas infelizmente em todos os setores nós nos deparamos com alguns maus elementos e o judiciário, infelizmente não está imune a isto.” Então, o problema é que, uma vez detectado, nós tomamos as providências que poderiam ser tomadas na época.

  34. CAIU A “SAGRADA CASA” DO BOM LADRÃO PM!

    Ex-capelão da PM é preso em São Paulo sob suspeita de desviar dinheiro
    REYNALDO TUROLLO JR.
    DE SÃO PAULO
    27/05/2015 02h00
    Compartilhar350Tweetar2325

    Mais opções
    PUBLICIDADE
    Ex-capelão da Polícia Militar de São Paulo, padre da Igreja Católica e tenente-coronel, Osvaldo Palópito foi preso nesta segunda-feira (25) sob suspeita de improbidade administrativa e prática de crimes militares.
    Palópito foi capelão da PM até o início deste ano, quando solicitou sua passagem para a reserva. Ele foi responsável pela paróquia Santo Expedito, na Luz (centro), onde funcionava a capelania.
    A prisão preventiva, determinada pela Justiça Militar, foi pedida pelo coronel Levi Anastácio Félix, corregedor da PM e responsável pelo inquérito policial militar que investigava o oficial.
    A informação de que o ex-capelão era alvo de investigações na Corregedoria da PM foi revelada em fevereiro pelo jornal “O Estado de S. Paulo”. Segundo a reportagem, Palópito era então suspeito de enriquecimento ilícito e de ter desviado até R$ 2 milhões da Capelania Militar.
    As suspeitas teriam surgido em 2009, mas apenas em 2014 a polícia entendeu haver indícios suficientes para a abertura de inquérito.
    Durante a investigação, foram quebrados os sigilos bancário e telefônico do padre. Também foi cumprido um mandado de busca e apreensão em um imóvel no litoral norte de São Paulo.

  35. Eu quero meus reajustes dos anos de 2013/2014 e 2014/2015!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! disse:

    Polícia Civil regulamenta benefício para compensar horas extras (Mato Grosso)

    23 de maio de 2015 Publicações Sobre o Sindicato

    As horas extras trabalhadas por policiais civis serão compensadas com a regulamentação do Banco de Horas, no âmbito da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso. A Resolução 19/2015, que normatiza o regime de sobreaviso, foi publicada no Diário Oficial, que circulou na última sexta-feira (07.05).
    O projeto para elaboração da Resolução do Banco de Horas foi discutido em audiências públicas, realizada pela Diretoria Geral, com representantes das categorias de delegados, escrivães e investigadores de polícia, em amplo debate sobre adequar a jornada de trabalho às necessidades de produção e demandas dos serviços.
    O delegado geral da Polícia Civil, Adriano Peralta Moraes, informou que a resolução entra em vigor no dia 1º de junho de 2015 e é considerada uma iniciativa inédita de valorização do servidor policial. “Essa era uma luta de mais de 20 anos, que sempre tratou de forma igual os que trabalham de forma desigual. Com essa resolução muitos poderão adiantar o tempo de aposentadoria com o gozo dos créditos”, destacou Peralta.

    O banco de horas é uma forma de compensação em que as horas excedentes trabalhadas em um dia são compensadas com a correspondente diminuição da jornada em outro dia. A ideia do sistema consiste na inovação de compensação de horas extras, mais flexível, possibilitando adequar a jornada de trabalho dos servidores às necessidades de produção serviços e regulamentar o regime de sobreaviso existente.

    O banco de horas, no âmbito da Polícia Civil, tem natureza compensatória e é destinado ao policial civil, como forma de possibilitar à compensação das horas extras trabalhadas, no exercício da função atinente a apuração de infrações penais, e nas atividades operacionais transitórias.
    Conforme regulamentação, a compensação das horas excedentes trabalhadas consistirá na compensação à diminuição da jornada em outro dia, que deverá ser acordado entre o servidor e o chefe imediato, prevalecendo o interesse público. As horas trabalhadas além da jornada poderão ser compensadas com entrada mais tarde ao serviço ou saída mais cedo, assim como folgas a mais na semana ou acréscimo de dias de férias; sempre de acordo com o interesse público e mediante prévia autorização da chefia imediata.
    O sistema de banco de horas deverá ser compatível com a escala de serviço normal e descanso obrigatório. Destacando que a jornada de banco de horas não exime o policial civil das obrigações contidas no artigo 120, parágrafo único, da Lei Complementar 407, de 30 de Junho de 2010.
    As horas excedidas de trabalho serão processadas e controladas pela Diretoria de Execução Estratégica, com registro na Coordenadoria de Gestão de Pessoas e inseridas no sistema GEIA (banco de horas planilha, Excel, cálculo, formulário, regras). As informações deverão ser repassadas pela chefia imediata mensalmente à Diretoria respectiva em que o servidor estiver subordinado devendo conter a quantidade de horas extras efetivamente trabalhadas e a quantidade de horas extras em sobreaviso a serem gravadas no banco de horas, detalhando as mesmas e expondo a necessidade que gerou o acrescido de horas laboradas e em sobreaviso.
    Em seguida, o Diretor procederá com a analise e depois de aprovado remeterá à Diretoria de Execução Estratégica a planilha mensal com os nomes dos servidores e respectivas horas a serem gravadas no sistema GEIA.
    O parágrafo único da Resolução explica que o envio de horas a serem gravadas no sistema GEIA constitui processo excepcional, e só será procedido quando a unidade não dispuser de meios para efetuar a compensação de jornada no respectivo mês.
    São impedidos de realizar atividades do banco de horas, todos os diretores e diretores adjuntos; policial civil que ocupe cargo comissionado e receba DGA´s 2, 3, 4 e 5; o policial civil afastado preventivamente ou cumprindo punição disciplinar no período da prestação do serviço; o policial civil que esteja exercendo suas funções em outros órgãos, poderes ou entidades; o policial civil que estiver em curso de formação, capacitação ou aperfeiçoamento interno ou externo da instituição, durante todo o período de realização do respectivo curso.
    Para efeitos de sobreaviso para cada três horas em regime de sobreaviso, equivalerá a uma hora de trabalho efetivamente prestada e que poderá ser inserida no banco de horas.
    Considera hora efetivamente trabalhada, aquela em que o policial civil estiver à disposição do Poder Judiciário em audiência para a qual tenha sido convocado e que tenha pertinência com a atividade policial, sendo a audiência devidamente comprovada mediante a apresentação de certidão judicial.
    A Resolução 019/2015, também da outras providências e entrará em vigor no dia 1º de junho de 2015.
    Polícia Civil MT

    extraído de: http://sipol.com.br/?p=712#more-712

  36. BANDIDO NÃO SE INTIMIDA COM O CIDADÃO ARMADO? O KCT!!!

    O QUE NÃO INTIMIDA O BANDIDO, ALÉM DAS LEIS TOTALMENTE FAVORÁVEIS AO CRIME, É A CERTEZA DE QUE ELE VAI ENCONTRAR UMA VÍTIMA TOTALMENTE INDEFESA!
    BASTA VER O NÚMERO DE ROUBOS À RESIDÊNCIA INCLUSIVE LATROCÍNIOS NESSA MODALIDADE DE ROUBO.
    VÃO APARECER OS “ESPECIALISTAS” EM BOSTA NENHUMA, DIZENDO QUE ISSO SE DEVE AO CRESCIMENTO POPULACIONAL E O SCAMBAU…
    MAS, A VERDADE É UMA SÓ: VAGABUNDO É COVARDE! E COMO TODO BOM COVARDE, SÓ ENFRENTA UMA SITUAÇÃO DE PERIGO SE SENTIR QUE IRÁ LEVAR VANTAGEM. E A GRANDE VANTAGEM INICIAL QUE O VAGABUNDO LEVA, É A CERTEZA DE QUE VAI INVADIR UMA RESIDÊNCIA, VAI RENDER UMA FAMÍLIA, VAI BARBARIZAR, E NADA VAI LHE ACONTECER POIS O POVO ESTÁ DESARMADO!
    DUVIDO QUE O LADRÃO NÃO VÁ PENSAR DUAS VEZES ANTES DE ENTRAR NUMA RESIDÊNCIA, SABENDO QUE PODE LEVAR UM TIRO NA CARA!
    SÓ QUE NESTA ZONA QUE ESTÁ HOJE O NOSSO PAÍS E PRINCIPALMENTE O NOSSO ESTADO, O LIXO DO VAGABUNDO TEM DOIS GRANDES ATRATIVOS: A CERTEZA DA IMPUNIDADE, E A CERTEZA DA NÃO REAÇÃO POR PARTE DA VÍTIMA INDEFESA E REFÉM DENTRO DE SUA PRÓPRIA CASA!
    DESARMOU-SE O CIDADÃO DE BEM, E ESQUECEU-SE DE DESARMAR O BANDIDO!

  37. Agora eu pergunto! Do que adianta liberar o cidadão comum para poder portar uma arma de fogo, sem ao menos que este cidadão tenha treinamento adequado e periódico para a utilização da arma em um momento de necessidade, e de intenso stress, isso sem contar a questão psicológica, portar uma arma de fogo não é para qualquer pessoa.

  38. É lindo falar em armar a população, “sapecar os bandidos” que por ventura irão te assaltar……………….pará, pará pará, na prática não é isso que acontece senhores!!!!!!!!!! o que vai acontecer é potencializar os crimes de homicídios por motivos banais, e a arma da pessoa de bem, será roubada e irá alimentar ainda mais, o mercado paralelo da bandidagem, vejam, se roubam até arma de Policial, imagina do cara que não tem nenhum tipo de preparo para lidar com a violência urbana, um exemplo; O cara é Engenheiro, tá preocupado com o cronograma das obras que ele toca, vocês acham realmente que este Engenheiro irá treinar periodicamente para estar preparado para uma situação real de combate??? Vamos pensar com a razão, armar a população comum não é, nem de longe a melhor solução para conter os índices de criminalidade, e nem venham me questionar qual a melhor solução, pois não sou Político muito menos tenho qualquer cargo no Executivo, apenas pago meus impostos e tenho que cobrar resultados.

  39. Armar o ze povinho… kkkkkk piada, se na delegacia que trampo tem cada policia vacilao imagina o “porvo”.

  40. É impressionante como há pessoas que apoiam os governates malditos enquanto morrem sob sua egide, alguem disse “se roubam a arma ate do policial”…,,ka ka, mais um inocente fazendo comentario, policial nao é “roubado”, policial e assassinado pelo partido e depois subtraem sua arma como esbulho do crime, a versão apresentado do ” roubo” é mero argumento governamental para nao aditir que o crime não é mais um fato social, mas uma grande empresa, graças a ineficácia do executivo, que mata policiais por retaliação, açç

  41. Continuando, a ação de matar um policial e “roubar” sua arma é planejamento muito superior a de um mero assalto, portanto no caso de um assalto comum, o ladrão nunca espera que pessoa reaga com o uso de uma arma de fogo, bem diferente do homicida que se aproxima e dispara na cabeça do policial que carrega seu filho de dez anos na garupa da motocicleta…

  42. Com referência ao fato de o povo não ter capacidade de portar arma, penso que este argumento é tipico daquele que sofre de complexo de vira latas”, segundo este argumento seria melhor morrer passivamente do que tentar salvar a si e a outrem, tipico pensamento do covarde que como subterfugio de seu medo prefere acreditar que há alguma misericórdia por parte do latrocida ou homicida

  43. O complexo de “Rambo” de algumas pessoas chega a ser cômico…hahahahahahaha, contraditório ao extremo!!!!!!!!! A pessoa chega até a dizer que Policiais, que em tese, possuem o adequado treinamento para a pronta resposta em caso de agressão, estão sendo eliminados, agora imagine o cidadão comum, com uma arma na cinta????????? isto é um perigo até mesmo para as forças legais constituídas, não deveria nenhum Policial defender está prerrogativa de porte de arma à pessoas comuns.

  44. DELEGADO QUE QUERIA SER DELEGADO

    É a própria incompetência de quem DEVERIA proteger a sociedade que resulta nessa contradição. Vou mais longe: seria tão-somente incompetência? Não. Há interesses escusos nesse desesperado afã de recrudescimento do comercio de material bélico.

    Meu respeito aos que duvidarem de mim, contanto que respondam:

    A blindagem que a Polícia Militar paulista proporciona às empresas privadas, de segurança, não lhe desgastaria o próprio modus operandi?

    Os “mudos operantis” da cúpula da PM diriam algo a respeito desse “toma-lá-dê-cá”?

    Apenas como pálidos exemplos: em Santo André, quem era o dono da RADAR, e, quem continua como sucessor no nobre cargo paralelo de Chefe-mor do “bico” na SANDRECAR?

    Seria “coincidência” a INAMOVIBILIDADE de Policiais Militares do 10º BPM/M, freqüentadores assíduos da SANDRECAR?

    Em resumo: se mais seriedade houvesse (entenda-se como VERGONHA NA CARA), considerando-se a verdadeira fortuna destinada à Secretaria de Segurança Pública paulista, a estrutura estatal daria conta do recado. Nem seria cogitado esse lastimável contra-senso de querer armar a população. Isso me faz lembrar aqueles “PROFESSORES” VAGABUNDOS que empurravam apostilas e mais apostilas aos seus alunos para que “se virassem”. Quero dizer: “passada de bola” ditada pela própria incompetência de dominar e transmitir os conteúdos didáticos na própria sala de aula, ressalvados os NECESSARIAMENTE complementares, fora desta.

  45. VALDIR DE SOUZA

    A empresa “RADAR” conheci bem, era de um próspero Sargento da PM, depois foi Vereador pela cidade de Santo André, que enriqueceu absurdamente, e que deixou para trás inúmeros débitos trabalhista, pois bem, esta é uma outra história, mas no que diz respeito ao amamento da população, ou como dizem alguns policiais, “armar o zé povinho”, concordo com você, das duas uma; ou o cara não pará para raciocinar direito, ou há por detrás interesses escusos, tanto no mercado formal de fornecimento de armas de fogo, como no mercado informal, pois não tenham dúvidas, que os dois mercados com a liberação do porte de armas estão super aquecidos, eai, queridos, vai ser um salve-se que puder, pois qualquer briguinha de trânsito segura bala pra todo lado.

  46. Folha de São Paulo – 15/12/07

    Fundadores da Renascer ocultam bens com laranjas
    Levantamento feito pela Folha mostra patrimônio de R$ 13,8 mi com terceiros

    Para o Ministério Público Estadual, o patrimônio do casal da Renascer é muito maior do que foi levantado, atinge os R$ 130 milhões
    LILIAN CHRISTOFOLETTI
    LEANDRO BEGUOCI

    DA REPORTAGEM LOCAL

    Os fundadores da igreja Renascer em Cristo, Estevam e Sônia Hernandes, que estão presos nos Estados Unidos, usaram parentes, laranjas e empresas fictícias para registrar os bens pessoais do casal. Dos R$ 13,8 milhões em patrimônio levantados pela reportagem, pelo menos 72% estão em nome de terceiros.
    Para o Ministério Público do Estado de São Paulo, que no ano passado acusou formalmente o casal na Justiça pelo crime de lavagem de dinheiro decorrente da prática de estelionato e falsidade, o patrimônio real é muito maior, atinge a cifra dos R$ 130 milhões.

    O emprego de terceiros dificulta o rastreamento de bens. Os que foram identificados, estão bloqueados judicialmente.
    Do patrimônio levantado pela Folha, duas fazendas, uma lancha, cinco carros e dois jet-skis estão registrados em nome de uma das empresas criadas pelo casal e que, segundo a Receita Federal, são fictícias, existem apenas no papel. Teriam sido abertas exclusivamente para a passagem de dinheiro.

    Em outros casos, são os próprios fiéis da Renascer que surgem como donos de bens que são reconhecidamente do casal, como era o caso do helicóptero Bell Jet Ranger 206-B, de R$ 2,3 milhões.

    No papel, o aparelho pertencia ao vereador e ex-PM Marcos Medeiros (PSDB), de Santo André. Na prática, era de uso exclusivo dos Hernandes. No Natal de 2005, o helicóptero caiu logo após deixar a família no haras de Atibaia (SP), matando o piloto.

    Os bens mais valiosos do casa, como o haras avaliado em R$ 1,8 milhão, estão registrados em nome dos filhos, Fernanda Hernandes Rasmussem e Felippe Hernandes, o bispo Tide, ou de parentes próximos.
    É o caso da antena de TV na avenida Paulista, avaliada em cerca de R$ 1,5 milhão. Após uma intensiva campanha de arrecadação de dinheiro entre os fiéis capitaneada pelo casal, a antena foi registrada em nome do bispo Tide.
    Por outro lado, as empresas fundadas pelos Hernandes que se afundaram em graves problemas financeiros, com inúmeras dívidas, foram transferidas para o nome de fiéis.
    Foi o que aconteceu com a RGC Produções, a “TV Gospel”, que é a campeã do grupo em protestos judiciais por falta de pagamento. Fundada por Estevam e por parentes de Sônia, a empresa foi transferida para o nome do bispo Marcele Meleiros depois que as dívidas chegaram a R$ 5 bilhões.
    A alteração societária não implicou em uma mudança na administração da TV, que segue nas mãos dos Hernandes. Desde a prisão do casal nos EUA, há quase um ano, a gestão ficou a cargo dos filhos.
    Estevam e Sônia foram presos quando tentavam entrar nos EUA com US$ 56 mil não-declarados. Eles foram condenado pela Justiça norte-americana a 140 dias de reclusão em uma penitenciária, cinco meses de prisão domiciliar e dois anos de liberdade condicional por contrabando de dinheiro.

    Além da Renascer, Estevam e Sônia fundaram a Igreja Internacional Renovação Evangélica, que é considerada de “fachada” pela Promotoria, teria sido criada para assumir as dívidas e protestos judiciais movidos contra a igreja Renascer.
    A nova igreja foi registrada em nome do bispo Jorge Bruno, irmão do deputado estadual paulista José Bruno (DEM), também membro da Renascer. À Justiça, Jorge Bruno disse que a entidade foi criada para ser o braço internacional da Renascer.
    Fora do país, o casal tem ainda uma casa de 400 metros quadrado em Boca Raton (Miami), avaliada em R$ 2,14 milhões, e os carros Mercedez modelo 230 Kompressor (cerca de R$ 138 mil) e Chrysler.

  47. DELEGADO QUE QUERIA SER DELEGADO:

    A reportagem (acima) retrata como a PM “corta na carne”.

    O Sgt PM Medeiros estacionava seu BMW azul no pátio interno do 10º BPM/M, em Santo André, sem que “ninguém percebesse” sua evolução patrimonial, na década de 90. O “calote da RADAR” é episodio sobejamente conhecido, por aqui (moro na citada cidade.

    Depois que o “leite azedou” na Renascer, ele pulou para outra “casa de milagres”, para, com a “Graça de Deus”, ter muito fé no “renascimento” patrimonial. É chefe do Departamento Jurídico da Associação de Cabos e Soldados, na Rua pitangueiras, mesma cidade. Há rumores de que voltaria à vereança de Santo Andre, onde as PATIFARIAS correm â solta. O “recurso humano” que migrou da Alameda São Caetano, 903 (quartel do 10º BPM/M) para a Praça IV Centenário, mesmo município, é para, de fato, se coadunar com o titulo da postagem, em termos de “intimidação” de bandido. A caneta de certos parlamentares, por aqui, se tornou arma perigosa.

    Como desgraça pouca é bobagem, não me admira que Medeiros se lance candidato, no próximo pleito eleitoral, já que foi derrotado no último. Agora, porém, tem como aliada a “graça de Deus”!

  48. PARA LIBERAR O PORTE DE ARMA NESSE PAÍS. 1.º) TORNAR AS LEIS MUITO MAIS SEVERAS (PRISÃO PERPÉTUA, OBRIGATORIEDADE DE TRABALHO NA CADEIA PARA INDENIZAR VÍTIMAS, ACABAR COM COM O AUXILIO RECLUSÃO PARA CRIMES COMO ROUBO, TRAFICO DE DROGAS, HOMICÍDIO DOLOSO, ESTUPRO, ETC); 2.º ) CRIAR CRITÉRIOS OBJETIVOS E CLAROS, TAIS COMO: FICHA CRIMINAL LIMPA, COMPROVAÇÃO DE TRABALHO LÍCITO POR DETERMINADO TEMPO, APROVAÇÃO EM CURSO DE CAPACITAÇÃO, SAÚDE MENTAL, ETC;

  49. Das 2031 armas que eles conseguiram rastrear (não estavam com numeração raspada), representam 47% das apreensões. Dese universo de armas, só 774 tinham registro na PF, ou seja, saíram legalmente da loja. Isso representa 38% das 2031 armas, sendo que só 439 armas já tinham pertencido a pessoa física, o que dá 21,61% das armas rastreadas e apenas 10,23% das armas apreendidas.

    Logo, conclui-se que a arma que já foi de fato de civis, pessoas físicas, desempenha um papel muito pequeno na criminalidade.

    A turma marketing do governo e do sou da paz, poderia ao menos caprichar na hora de tentar manipular os números.

  50. É simples:

    Desarmamento defende a vida dos bandidos
    Armamento defende a vida das pessoas honestas

  51. Adendo

    Desarmamento defende a vida dos bandidos e os Estados Totalitários
    Armamento defende a vida das pessoas honestas e os Estados Democráticos

  52. Boa noite seu José Vicente da Silva Filho,admiro você falar sobre esse assunto tão importante para sociedade,relatar que uma arma não traz a segurança para nós cidadão de bem ,você sendo um policial,falar uma besteira desse tipo, faz o seguinte deixa sua arma guardada no quartel no cofre e vai para sua casa sem a arma,receber sua família que é seu bem maior.Voce e sua família estão jantando filhos e esposa,você escuta barulho no portão da sua residência é ladrão entrando o que você vai fazer? Chamar a polícia? Quanto tempo a polícia vai demorar para chegar ali? Da tempo do ladrão estuprar suas filhas sua esposa, te matar e sair rindo orgulhoso do seu ato.Estuda bem antes de falar besteira; se põe no lugar do cidadão. ..

Os comentários estão desativados.