‘Prisão não soluciona violência, mas faz justiça’, diz senador Aloysio Nunes 34

Mariana Schreiber
Da BBC Brasil em Brasília

30/06/201509h07

  • Alan Marques 13.mai.2013/Folhapress

    O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), que irá contra o acordo entre seu partido e o PMDB para votar alteração na maioridade penalO senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), que irá contra o acordo entre seu partido e o PMDB para votar alteração na maioridade penal

Defensor da redução da maioridade penal para crimes considerados mais graves, o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) reconhece que prisão não é solução para a violência, mas argumenta que punir é questão de justiça.

“Não, não é (solução), mas é um castigo para quem comete um crime. Quem comete um crime tem que receber punição”, disse em entrevista à BBC Brasil.

Sua proposta de redução serviu de base para o acordo costurado entre deputados do PMDB e PSDB, que tentam aprovar a medida nesta terça-feira, no primeiro turno de votação na Câmara. Por ser uma tentativa de mudar a Constituição, é necessário o apoio de 60% dos parlamentares, em duas votações na Câmara e no Senado.

Originalmente, a proposta defendida pelo presidente da casa, Eduardo Cunha, diminuía a idade mínima para julgamento penal de 18 para 16 anos em todos os crimes.

O acordo costurado pelos dois partidos, a contragosto do PT, prevê a redução da maioridade em casos considerados mais graves, como homicídio, roubos cometidos em conjunto por duas pessoas ou mais e crimes hediondos (estupro, tráfico de drogas, extorsão mediante sequestro, entre outros).

Nunes, porém, não gostou do texto combinado entre os dois partidos e disse que não apoiará essa proposta no Senado, caso ela seja aprovada na Câmara.

O acordo entre tucanos de peemedebistas deixou de fora um ponto da proposta do Senador que ele considera fundamental. Seu projeto prevê que a redução não seria automática, mesmo para crimes graves. Em cada caso, o Ministério Público e o juiz decidiriam se o jovem deveria ou não ser julgado como adulto.

Seu posicionamento revela que não há consenso dentro do partido. A proposta de redução da maioridade é polêmica e tem enfrentado resistência de grupos de direitos e organismos internacionais, como a ONU.

“Quando o adolescente comete um crime grave, ele tem sim que ser punido mais gravemente, desde que tenha capacidade intelectual, seja capaz de entender, de assumir responsabilidade. Não se trata de clamor popular não, mas de sentimento de justiça”, afirmou Nunes, que foi ministro da Justiça de Fernando Henrique Cardoso.

A entrevista foi concedida na sexta-feira, antes de o senador ser citado pelo empresário Ricardo Pessoa, dono da empreiteira UTC, como um dos políticos beneficiados por doações de suas empresas. Segundo a revista “Veja”, que teve acesso ao conteúdo da delação de Pessoa à Operação Lava Jato, o tucano teria recebido em 2010 R$ 200 mil para sua campanha ao Senado.

No ano passado, Nunes concorreu a vice-presidente na chapa de Aécio Neves, que também recebeu recursos da UTC, assim como a campanha da presidente Dilma Rousseff.

Em nota, Nunes confirmou que recebeu R$ 200 mil da empreiteira, mas disse que a doação foi legal e que ele não teria nenhuma condição de exercer influência política na Petrobras. Afirmou ainda que os recursos foram solicitados a seu amigo João Santana, diretor presidente da Constran, empresa que se associou à UTC.

Confira os principais trechos da entrevista.

BBC Brasil – O projeto que será votado nesta terça-feira é fruto de um acordo entre PSDB e PMDB que incorpora parte da sua proposta de redução da maioridade penal.

Aloysio Nunes – Incorpora um pouco. Não gosto do acordo que foi aprovado lá, não.

BBC Brasil – Por quê?

Nunes – Não gostei porque a minha proposta de redução da maioridade penal era mais cautelosa. Eu procurei manter a regra geral (de maioridade penal) dos 18 anos, mas a possibilidade de já a partir de 16 anos se aplicar o Código Penal nos casos em que o adolescente tivesse cometido um crime hediondo, ou fosse uma pessoa que tivesse muitas vezes reincidido em crimes violentos.

Mas essa aplicação, mesmo nesses casos, não seria automática, passaria por um exame criterioso do Ministério Público e do Judiciário para saber se aquele adolescente tem condições de assumir a responsabilidade, portanto, ser julgado de acordo com o Código Penal.

A proposta encaminhada na Câmara suprime esse filtro de cautela que é a observância do Ministério Público e do Judiciário. Eu vou insistir aqui no Senado na minha proposta original.

BBC Brasil – Qual a importância desse filtro?

Nunes – A importância é que você tem a possibilidade de examinar concretamente se aquele adolescente tem o desenvolvimento mental que o habilite a assumir a responsabilidade pelos seus atos – qual é o grau da sua periculosidade, verificar as circunstâncias do delito que ele cometeu, suas motivações.

É uma decisão customizada sobre se aquele caso merece realmente uma aplicação mais rigorosa. Na proposta da Câmara, a partir de 16 anos, simplesmente, cometendo esses crimes (hediondos ou violentos), já é julgado pelo Código Penal.

BBC Brasil – Esse texto então é um acordo entre PSDB e PMDB da Câmara?

Nunes – Sim, eles fizeram lá um entendimento.

BBC Brasil – O PSDB do Senado não seguirá o acordo?

Nunes – Vou manter meu ponto de vista. Essas questões são muito delicadas e nem sempre comportam alinhamento de bancada. Eu tenho meu ponto de vista e não vou me afastar dele.

BBC Brasil – Sua proposta prevê a construção de unidades de detenção específicas para jovens entre 16 e 18 anos, para evitar que eles sejam mantidos nas prisões onde a reincidência (volta ao crime) é muito alta. Isso foi incorporado pela Câmara.

Nunes – A ideia é separar esses adolescentes que cometeram essas ações mais violentas e mais graves, separá-los dos demais adolescentes que estão lá por razões menos relevantes e também separá-los dos adultos

BBC Brasil – Não está claro no texto que saiu da Câmara como será essa transição, pois num primeiro momento essas unidades não estarão construídas.

Nunes – A minha proposta é a seguinte, enquanto essas unidades não estiverem construídas, (a redução) não se aplica.

BBC Brasil – E o senhor teria ideia de qual seria o impacto fiscal dessa medida?

Nunes – Não, não há de ser grande coisa porque não é um número grande de casos. Mas são casos emblemáticos, casos que merecem efetivamente uma punição mais grave, um isolamento maior do convívio social de pessoas que revelaram por suas ações um potencial ofensivo grande. Mas não é regra, não.

BBC Brasil – A população carcerária cresceu fortemente no país nas ultimas duas décadas, mas a criminalidade permanece como um problema grave. Prisão é solução para a violência?

Nunes – Não, não é, mas é um castigo para quem comete um crime. Quem comete um crime tem que receber punição. Isso é algo absolutamente pacífico aqui no Brasil, nos Estados Unidos, no mundo todo. Essa punição tem, no direito penal moderno, sobretudo a função de ressocializar, de recuperar a pessoa que delinquiu, mas ela não deixa de ser uma punição. Agora, a prisão é uma delas, mas não é a única punição possível. Você tem as chamadas penas alternativas à pena privativa de liberdade que são aplicadas e que precisariam até ser mais aplicadas do que são hoje.

Em segundo lugar, a superlotação carcerária se deve muito ao número absurdo de presos temporários, pessoas que estão presas sem condenação. Isso representa 40% da população carcerária de hoje, e isso se deve à morosidade da Justiça, a inquéritos mal feitos, que acabam agravando a superlotação.

Por outro lado é preciso construir mais presídios. Se a polícia prende, a sociedade quer que a pessoa presa cumpra sua pena, pena de prisão. Para isso precisa ter presídio. Infelizmente, a construção de presídios é a última das prioridades dos governos no Brasil.

BBC Brasil – Sobre essa questão da superlotação, outro tema importante é a prisão do tráfico. Alguns estudiosos do assunto dizem que há muitas pessoas sendo presas com pequenos portes de droga, sem terem cometido crimes violentos, que poderiam estar sendo punidas de outras formas, com penas alternativas. O senhor concorda?

Nunes – Estou totalmente de acordo. Inclusive esse filtro que a minha proposta de redução de maioridade penal insiste em manter, de uma análise de cada caso pelo Ministério Público e pela Justiça, é exatamente motivada por uma preocupação com os menores infratores que estão presos por tráfico de entorpecentes. Em São Paulo, isso representa 22% dos menores que estão detidos na chamada Fundação Casa.

E tráfico de entorpecente pela legislação brasileira é considerado crime hediondo. Então, se você não tiver esse filtro para verificar se realmente aquele adolescente que foi apanhando traficando droga, ele fez isso apenas para sustentar sua própria dependência, se ele está fazendo isso porque não teve outra oportunidade na vida, se ele está fazendo isso coagido, obrigado por um criminoso, que se utiliza dele. Se a gente não tiver condições de examinar exatamente as circunstâncias em que esse adolescente atuou no tráfico de drogas, nós vamos ter um crescimento absurdo em condenação com base em tráfico de drogas.

BBC Brasil – Os críticos da redução dizem que o resultado para conter a violência seria pequeno, pois os jovens respondem por uma pequena parte dos homicídios e outros crimes violentos.

Nunes – Você sabe qual é a taxa média de elucidação de crimes de homicídio no Brasil? 8%. Então, essas estatísticas, é tudo muito chutado. Não tem dado para isso. Não adianta argumentar com base em estatística porque essas estatísticas são furadas, são falhas, não existem e, quando existem, apontam um grau baixíssimo de elucidação. Então, quando você diz que é um número muito pequeno, você diz isso com base em nada.

Agora, quando o adolescente comete um crime grave, que demonstra crueldade, capacidade enorme de prejudicar os outros, ele tem sim que ser punido mais gravemente, desde que tenha capacidade intelectual, desenvolvimento cognitivo, seja capaz de entender, de assumir responsabilidade. Disso eu não tenho nenhuma dúvida. Não se trata de clamor popular, não, mas de sentimento de justiça.

BBC Brasil – Os críticos da redução também argumentam que a medida atingiria a parcela mais marginalizada da população, jovens pobres, negros, e que o melhor caminho seria investir na educação dessas pessoas.

Nunes – Isso é óbvio. É claro que precisa investir em educação, em saúde, em lazer. Agora, o argumento de que vai punir mais as pessoas pobres, esse argumento também servira para dizer: “Olha, se for pobre, põe na rua, não prende. Adulto ou adolescente, a mesma regra, impunidade”.

BBC Brasil – O PT primeiro tentou atrair o PSDB para um acordo contra a redução da maioridade, mas o PSDB acabou fazendo acordo com PMDB. Tem gente criticando o PSDB por às vezes estar se afastando de ideais do partido e assumindo posturas mais reacionárias para atingir o PT.

Nunes – Isso não é contra ideais do partido coisa nenhuma. Na campanha eleitoral nossa, que o Aécio (Neves, candidato derrotado à presidência) teve 51 milhões de votos, ele defendeu a tese que eu defendo. Muito frequentemente os partidos fazem entendimentos em votações de projetos de lei, de matérias legislativas.

Esse tipo de entendimento parlamentar é muito comum, principalmente em matérias cujo quórum necessário para aprovação é muito alto.

Por exemplo, agora mesmo o PT está fazendo um acordo com o PSDB no Senado para aprovar um projeto de lei de autoria do senador José Serra (PSDB-SP) que prevê o aumento do tempo de internação da criança e do adolescente (o projeto prevê ampliação do tempo máximo de internação de menores infratores de 3 anos para 8 anos). O autor é o Serra e o relator é o líder do governo (no Congresso), o senador José Pimentel (PT-CE). Então, isso é muito comum.

BBC Brasil – Qual seu sentimento em relação à votação no Senado? O senhor acha que a maioria vai apoiar seu projeto ou pode ser que passe esse texto da Câmara?

Nunes – Não saberia dizer. Meu projeto inicialmente foi rejeitado na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, por uma margem muito pequena de dois votos, mas depois eu consegui um recurso para levá-lo ao plenário, com 35 assinaturas. Então, eu não teria como prever.

Acho que provavelmente o que o Senado vai fazer na próxima semana (nesta semana) é aprovar esse projeto de lei do Serra, que prevê a ampliação do tempo mínimo de internação, em casos graves. No Estatuto da Criança e do Adolescente, hoje é de três anos, ele está propondo aumentar para oito anos. O relator é do PT, o Pimentel, líder do governo no Congresso. Eu acho que tem chances de aprovar, sim.

BBC Brasil – O senhor então vai tentar levar à votação sua proposta, independentemente do acordo do PSDB na Câmara?

Nunes – Exatamente. Eu acho prudente ter esse filtro para não ficar aplicando de forma tão automática a lei penal em casos que merecem um exame individual, cauteloso, da personalidade do adolescente.

  1. É, a começar por você e sua trupe do PSDB! Se estivessem esses políticos em cana há tempos, pode ter certeza que ainda sim haveria crime, mas ao menos alguma justiça seria feita!

    É tudo farinha do mesmo saco, independentemente do partido!

    Quanto ao assunto menor, quem tiver dó e achar que mandar esses delinquentes mirins para a cadeia, que os leve para suas casas!

    A menoridade penal deveria ser a partir dos dez anos de idade!

    Se tem meninas que engravidam com doze anos idade e, pasmem, porque querem, por que não responder por crimes?

    Se tem meninos de onze anos de idade que furtam, roubam, estupram e atiram nas vítimas e na polícia, por que não responderem pelos seus atos atrás das grades?

    Sigam os exemplos dos países desenvolvidos!

  2. Se o PSDB quisesse, a Dilma já teria caído fora. Sinceramente, entre PT e PSDB, não consigo definir qual a pior dessas pragas!

    Depois de tamanha expectativa da população mobilizada, vemesse licxo de FHC alegar que não cabe impeachment dessa BANDIDA DE MARCA MAIOR.

    Enfim, acho que ele tem razão. Não foi a Dilma que manteve a Ratagraça Foster no poder, ainda que a imprensa mostrasse todas as PROVAS da ladroeira!

    Se houvesse o mínimo de decência nesse desgoverno “”fedegeral”, essa ratazana teria sido imediatamente demitida e presa, além de prontamente substituída por Venina Veloza da Fonseca, com direito a milionária indenização (por dano moral e material, à vista dos transtornos familiares sofridos, dentre outros, culminando com o casamento desfeito, em vista de ser despachada para Cingapura, como “premiação” funcional).

  3. A maioridade penal para 16, 14, 12 anos não deveria nem sequer ser discutida, ou seja, já deveria existir há muitos anos. Realmente estamos atrasados, mas só um pouquinho, (alguns anos luz).

  4. Doação da UTC de R$ 200 mil que Aloysio Nunes diz ser “efetiva e legalmente arrecadada” não consta no site do TSE
    publicado em 29 de junho de 2015 às 09:51
    -“Aécio, pede o hilicóca emprestado pro teu amigo Perrella, pelo jeito vâmo ter que dar no pé, logo-logo!”

    Fotos Públicas: George Gianni/PSDB

    28/06 às 14h01 – Atualizada em 28/06 às 14h38

    Doação da UTC que Aloysio Nunes diz ser legal não consta do site do TSE

    Jornal do Brasil, sugerido por Artur Scavone

    Estranha a doação ao senador Aloysio Nunes (PSDB), que foi vice de Aécio Neves na campanha eleitoral para a Presidência, feita pela UTC. Aloysio declara que a relação dele com a UTC é de amizade, e não de relações que permitissem qualquer pedido para proteger empreiteiros na Lava Jato.

    De acordo com a reportagem da Veja, Aloysio teria recebido oficialmente R$ 300 mil, e outros R$ 200 mil em dinheiro vivo, segundo delação premiada de Ricardo Pessoa, da UTC. Aloysio confirma a doação “efetiva e legalmente arrecadada” de R$ 200 mil para a campanha ao Senado em 2010.

    Este mesmo senador, que também foi vice de Orestes Quércia, não deve também ter participado nem tomado conhecimento, como vice, das várias denúncias feitas contra o governador Orestes Quércia, na época ligado a empreiteiras em construção de um prédio do governo do Estado.

    E o mais estranho ainda é que o dinheiro não consta na prestação de contas publicada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

    Confira aqui

  5. Boa tarde!

    Senhoras e Senhores.

    Cada dia as coisas vão ficando mais feias e fica bem difícil vestir a camisa neste País.

    O jeito é se aposentar e se mudar.

    Caronte.

  6. http://especiais.g1.globo.com/sao-paulo/2015/as-promessas-de-alckmin/

    http://tucano.org.br/wp-content/uploads/2014/07/Plano_de_governo_Alckmin.pdf

    Segurança Pública
    – Aprimorar a política de meritocracia (metas e bonificação) como forma de valorizar o
    policial e aumentar a eficiência;
    – Acelerar a integração entre as polícias;
    – Aperfeiçoar os mecanismos de controle interno com foco no combate à corrupção e
    uso racional dos recursos;
    – Aprimorar os mecanismos de transparência, inclusive dos indicadores criminais e
    operacionais, como forma de fortalecer o controle social da política de segurança
    pública;
    – Priorizar e fortalecer a atividade de inteligência policial;
    – Aprimorar a capacidade de investigação;
    – Aperfeiçoar o combate às novas formas de criminalidade, em especial a organizada;
    – Incrementar o investimento em tecnologia, dotando as policias de novas ferramentas
    de gestão e de atuação;
    31
    – Dar continuidade ao processo de valorização das carreiras policiais;
    – Dar continuidade ao processo de profissionalização da gestão de segurança pública;
    – Dar continuidade ao programa de videomonitoramento por câmeras instaladas em
    pontos estratégicos;
    – Ampliar o combate aos crimes contra a vida e patrimônio e ao tráfico de
    entorpecente;
    – Aperfeiçoar a integração nos níveis federal, estadual e municipal de repressão aos
    crimes em geral;
    – Aperfeiçoar a política de segurança solidária;
    – Aperfeiçoar os mecanismos de participação da sociedade civil na construção e
    implantação da política de segurança pública;
    – Dar continuidade ao processo de fidelização do policial nas ações do Estado, a
    exemplo da atividade delegada e da diária extraordinária (dejem);

    ????????????????????????

    Status desta promessa: cumpriu

    x
    O que Alckmin prometeu:
    AMPLIAR AUTOMATIZAÇÃO DE PORTAS DE CELAS
    Ampliar o sistema de automatização de portas de celas.
    Promessa consta do programa de governo.
    O que aconteceu:
    O sistema foi ampliado. Até junho de 2015, ele foi instalado em nove novas unidades prisionais. Ao todo, o sistema já funciona em 30 unidades prisionais do Estado. Há ainda a implementação em outras 27 penitenciárias e/ou Centros de Detenção Provisória.
    Atualização feita em: 10/4/2015

    ???????????????????????????

    em qual mandato do pçç$$$db???

  7. Pandemia de violência mundial . . .

    os periféricos penetram pouco a pouco nas soberanias ditas mais seguras . . .

    e aqui em pindorama . . .

    não pode nem dar bom dia à ladrão . . . é crime dar bom dia para o ladrão . . é assédio . . .

    quem pode se arme e arme sua família . . .pq a coisa já virou . . .

    pindorama não é estado . . pindorama é terra do krymy . .

    o mundo sabe disto . . Charles de De Gaulle afirmou isto e foi ridicularizado . . .

    http://www.tribunadebarras.com/2014/02/revista-francesa-diz-que-o-brasil-nao-e.html

    vai brézilzilzil . . .

  8. “JUSTIÇA” palavra bonita que para alguns, nada vale.

    É praticamente impossível classificar o caráter das pessoas apenas pelo título que ostentam, mas pelas suas atitudes SIM.

    “Paridade e integralidade” é pela media, então porque o Judiciário em sucessivas decisões
    diz que não?

    Se a PC pertence a Secretária da Segurança porque o PM recebe um auxilio alimentação superior?

    O policial aposentado, pensionista ou que tenha exercido seu merecido direito a férias e licença prêmio, não tem direito ao bônus, isto é Justiça para uma profissão tão sofrida?

  9. Carcereiro agradeça a alimentação diferente aos nossos queridos sindicatos, falaram que não incorporava e deixaram passar, mais uma palhaçada.

  10. Qual a solução que ele sugere, então????? Deve ter mais bandido solto do que preso, incluindo os menores infratores. Nosso país, estado e até nossa cidade estão pessimamente administrados, “seus pilotos” , na esfera federal, já acabou com tudo e nas outras está afundando.

  11. Major Olímpio, Aloísio, Geraldo Alckmin, este site esta tomado pelo PSDB!!!!

    A posição da Globo News e a de OBAMA, e o que acham de nosso País.

  12. Imaginem o que os jornalista dos outros Paises imaginam de uma imprensa dessa, esse vídeo jamais será traduzido.
    Pode morrer de procurar no google, nunca vai achar.
    Fiquem ai sofrendo, e tente achar na GLOBO NEWS, não vai achar.
    Vamos fazer justiçamento mesmo, pois nunca fizemos nada pelas crianças, pelos jovens e nem por ninguém, o que somos em muito é vendidos que querem um lugar privilegiado ao sol, e não somente um lugar ao sol.
    VIVA O AJUSTIÇAMENTO, VAMOS MANTER PRIVILÉGIO E MASSACRAR A MERITOCRACIA.

    Façam a pesquisa pelo motor google, em português e veja a reação da imprensa PIGUIANA, e faça em inglês e verá a noticia fresquinha: digite “global power brazil obama” e faça em portugues “brasil potencia mundial obama”, veja que já noticiou a noticia. A noticia do Habeas Corpus saiu rapidinha na imprensa e esta faz 6 horas agora.

  13. Este país é pura perda de tempo…ir trabalhar cumprir tabela e voltar pra casa.

  14. hc (30/06/2015 às 21:52)

    Por favor, não confunda ser contra o PT com ser a favor do PSDB.

    Se você não percebeu, todos têm suas reclamações contra o PSDB.

    A questão é que NADA É PIOR QUE O PT para o Brasil e para o mundo

    Os homens de bem foram acuados pelas mentiras dos esquerdopatas e o resultado é o crescimento da violência, do tráfico, da corrupção, do assistencialismo, da quebra da meritocracia, da política de ódio que a esquerda prega desde Marx (ódio racial, ódio sexual, ódio de classes, ódio à família, ódio a qualquer ser humano por qualquer motivo, porque um povo dividido é facilmente dominado) e políticas de desarmamento do cidadão de bem e corrida armamentista dos bandidos etc

    Quanto mais esquerda um país é, pior está, e nem estou falando só da Grécia, mas de todos. É só comparar até povos que foram divididos, como os coreanos, ou a miséria que Cuba vive.

  15. Bom dia.

    Senhoras e Senhores.

    À muito já deveríamos estar falando em mudanças drásticas neste País;

    À muito já deveríamos estar prendendo sumariamente todos que dilapidam o erário do povo;

    À muito já deveríamos compactuar com idéias inovadoras e com a criação de partidos políticos honestos;

    À muito já deveríamos ter acabado com esta lobotomia de política nacional que atravanca nosso Pais;

    À muito já deveríamos ter extirpado estes pulhas que somente fazem mal à nossa Nação; e,

    À muito já deveríamos ter fuzilado sumariamente à todos que nos prejudicam.

    Sou brasileiro nato e sou a favor da pena de morte.

    Quem consente ou compactua com àquele que pratica atos que são considerados ou tipificados como crime, é tão culpado quanto.

    Façam um favor à humanidade, prendam à todos e joguem a chave fora.

    Vocês farão um grande favor a sociedade e também seguramente, ajudarão a construir um novo País.

    Não tenham medo de enfrentar seus desígnios.

    Caronte.

  16. ESSE LIXO JÁ PAGOU PELOS SEUS CRIMES
    DEVERIA SER PRESO, CONDENADO E A
    CHAVE DEVERIA SER JOGADA FORA.
    ESQUECEU DO SEU PASSADO
    BEM TENEBROSO. NÃO É SEU MATHEUS.
    ERA ASSIM QUE VC. QUERIA SER CHAMADO

  17. Esse brógui virou panfleto mambembe do PSDBosta hahaha que ridiculo

  18. SANTOS:

    Enviei, ontem, valendo-me deste Blog, meu “recado” ao Deputado Major Olímpio. Deve está sob moderação (em face da postagem intitulada Major Olímpio: os dias de glória dos criminosos juvenis estão contados). Seria o primeiro comentário, naquela postagem, considerando-se a imediatamente quando a enviei (tão logo surgiu a postagem). Em homenagem ao vosso comentário, nesta postagem, reproduzo-o, na íntegra, a seguir:

    Enquanto isso, os velhos criminosos, a exemplo dos BANDIDOS FARDADOS da Polícia Militar paulista que deram azo ao Processo nº 53.872/2009 (tramitado na “comarquinha” mais cara do Planeta Terra, o TJM-SP), continuam à vontade, não apenas depois de abocanharem o poder nas subprefeituras paulistanas.

    E o então Deputado Estadual Major Olímpio, se lembraria daquela promessa?

    Resposta: apesar de feita, por telefonema, na véspera do meu julgamento (conduzido pelo BANDIDO DE MARCA MAIOR, “Juiz” José Álvaro Machado Marques, daquela 4ª “Merditoria”), não compareceu, deleite de PILANTRAS da cúpula da Polícia Militar paulista como o CHANTAGISTA DE QUINTA CATEGORIA, Coronel Admir Gervásio Moreira, que se lançou candidato a Deputado Federal, no mais recente pleito. Ainda bem que os eleitores, sabiamente, ignoraram esse PILANTRA, sem-vergonha e falso moralista. Esse criminoso (não juvenil) jogou na lata do lixo a mais excelente das oportunidades de empreender implacável catarse nessa pestilenta instituição militar. Tal ocorreu em 2009: o dito PREVARICANTE, além de se omitir da apuração de TODOS OS CRIMES QUE SABIA, impingiu-me ameaças e chantagens para que eu “caísse fora” da PM (pedisse imediata passagem à inatividade, em agosto de 2009).

    Por que não teve a mesma atitude contra os BANDIDOS que engendraram minha prisão “em flagrante”, durante a mais pífia das farsas, agravada pela acareação entre mim, os pucha-sacos do CRPM e o PATIFE que se passou por “vítima”, o então ao Tenente José Roberto Rodrigues de Alcântara?

    “Ninguém frauda só”, não é mesmo Deputado? Esta frase é vossa, relativa aos PILANTRAS que se escondem atrás de empresas de fachadas para dilapidarem o erário!

    Se ninguém frauda só, é óbvio que o referido CHANTAGISTA não estava só, a praticar tantos crimes, inclusive o cambalacho da COMPROVADÍSSIMA mão-de-obra ilegal na viatura (tipo Kombi), engendrada pelo Capitão Francisco Aurichio Neto, levando-a à oficina “meia-boca”, sem minha anuência, como Chefe da Seção de Logística do CPM.

    Não dependi, Deputado Major Olímpio, de FILHO DA PUTA NENHUM, para empreender minuciosa investigação sobre esse absurdo. No caso do acidente provocado pelas viaturas do 10º BPM/M, sim. Comprovadamente, eu dependeria de aquiescência do então Comandante daquela 2ª Companhia, então Capitão Edson de Jesus Sardano, episódio que, por reiteradas vezes, aqui já descrevi, citando, inclusive, o “célebre” axioma do referido Capitão: “Na política não importa o fato, mas, a versão que a ele se dá”.

    Quando do aludido cambalacho, no CPM, não me furtei a cumprir o meu DEVER LEGAL. Determinei, verbalmente e por escrito, que o Chefe do Respectivo Setor de Subfrota (Tenente Vicente) “se virasse” atrás de localizar a tal viatura (Kombi). Não me curvei àquele aliciante recado, conforme recebeu do Capitão Aurichhio, de que a viatura “apresentou problemas no motor-de-arranque”, por isso guinchada” (à “galega” – mediante carro-guincho particular) àquela oficina clandestina e suspeita. Tudo fiz que pormenorizadamente se evidenciasse (por escrito). Entraria em ação o respectivo Chefe de Divisão, Major Edilson Veneziani de Souza, não fosse o maldito corporativismo. Este então Major, carne e unha com o mencionado CHANTAGISTA. “Afinou” (omitiu-se) até da realização de minha avaliação de desempenho, sabedor de que desta eu discordaria, à vista dos demais cambalachos com os quais nunca compactuei, principalmente quando me tentou empurrar aquele inventário físico “quadrado”, de dar água na boca do “PCC”. E aquela moto? Babaca: deveria saber que da escola da BANDIDAGEM FARDADA (Região do Grande ABC), conheci todos os “mestres”, até quem se deu bem na Motomecanização do CPA/M-6, no sujo jogo com a MM Motores!

    Quem deveria ter executado busca e apreensão da Kombi?

    Quem deveria ter instaurado CJ contra o Capitão Aurichio? Eu?

    Quem foi transferido para a Corregedoria, como “Anexo” do imediatamente escolhido CHANTAGISTA para o nobre cargo de “Corregedor”?

    Preciso Responder?

    Cambalacheiro e CHANTAGISTA (todos de maioridade) mancomunados na “Cocorregedoria” PM. Não é erro de grafia ou de digitação, repito: é “Cocorregedoria”!

    Isso pôde, Deputado Major Olímpio?

    Vou esperar (sentado) essas respectivas respostas!

  19. Mais uma vez é necessário pontuar

    que este espaço de iniciativa do nosso irmão Exmo Sr Conde Guerra

    tem o mérito de não só dar o espaço necessário as vozes

    de todos os nossos outros irmãos e irmãs da Segurança Pública ou não, espalhados pelo Brasil,

    como também muitas vezes defendê-los publicamente e informá-los . . .

    Nosso irmão Conde Guerra e sua família pagam um preço caríssimo

    por ousar pensar bem, ter opinião e fazer escolhas . . .

    pois escolher é excluir . . .

    mas neste caso, Flit Paralisante é incluir, tudo e todos . . . um contraste . . .

    Todas as publicações atestam que o Flit não é partidário

    não é pelego

    não é superficial

    e essencialmente não é escravo de ninguém . . .

    e se isto incomoda alguém

    este alguém deve buscar a concordância dos seus iguais na casa dos seus iguais

    pq tenho certeza que aqui no Flit, confete, concordância e tapinha nas costas

    é impossível . . .

    principalmente se este alguém for lobotomizado a la pavlov pes associado$$$$$$$ . .

    e caso o vazio dos papagaios de piratas não for suficiente para aquietar

    a megalomania dos panfleteiros . . .

    talvez. . . .digo talvez . . .a barca do Caronte ainda tenha algum espaço . . .

    E VÃO SE FUD3R ESTELIOSNARCOTERRORISTASQUADRILHEIROSPÇÇSPTSFARINHADOMESMOSACO. . . .

  20. Thoreau é só ficção:

    Lembro-me, como hoje, do caminho suave rumo à escola pública brasileira. Lembro-me (e, como não?) dos anos dourados. Da dupla Dom e Ravel.

    Nos dias atuais, o “patétrico” anúncio do “Miniistro” da Deseducação – “o dinheiro acabou”! – , depois que da “coincidência” pela qual a Justiça mandou que o desgoverno federal prorrogasse o prazo de inscrições no FIES, medida legal decorrente da farsa do “site travado” para premeditada exclusão de milhares de estudantes …

    Nos dias atuais em que alcançamos significativa longevidade vital, os hipócritas de plantão, sobretudo os da “bancada da bala” querem que os presídios segurem a juventude do Brasil!

    Lembra-te que a mencionada dupla, por “sugestão” do General-presidente, cantava EU TE AMO MEU BRASIL…

    Nos dias atuais, os PeTralhas prometem: eu te vendo o Brazil…

    E a debochada claque, diante do comprador, a aplaudir: Oba (ma)!!!!!!!!!!

    Nos dias atuais, o tétrico, além de sinuoso caminho da “pátria educadora”, pode-nos levar a ponto final, sem direito a nenhuma interrogação, antes de tomarmos no ufanismo pátrio do Cusil (ou na Bracuba)!

    Afinal de conta$, quanto rendem as paradas do orgulho gay, na “paulisteia desvairada”, envolta numa das estratégias (menoscabo da célula mater) para que a nação continue à deriva?

    Quantos milhões de reais o “orgulho” do ex-Prefeito colocou nas subprefeituras, ou desses “montantes” a gente nunKassab?

  21. PESSOAL !, VISLUMBRANDO A FOTO ( PAISAGEM ) ACIMA APOSTA PELO SR. THOREAU, LEMBREI-ME DOS TEMPOS DE QUANDO EU CURSAVA O PRIMÁRIO LA NO SERTÃO DA PARAÍBA. POIS, BEM MESMO NAQUELE TEMPO, NAQUELE SERTÃO SECO NÓS TÍNHAMOS O PRAZER DE IR A ESCOLA, SENDO CERTO QUE APESAR DAS CIRCUNSTÂNCIAS E DIFICULDADES, APRENDÍAMOS, COMO PROCEDER NA VIDA. INFELIZMENTE HOJE, TANTO AQUI EM SÃO PAULO COMO LÁ É TUDO IGUAL. POIS HÁ UMA SEMANA FALANDO COM UM MEU IRMÃO ELE ME DISSE QUE SE NÃO TIVESSE CONDIÇÕES DE PAGAR ESCOLA PARTICULAR PARA SUAS DUAS FILHAS, ELE TEMIA PELAS CONSEQUÊNCIAS QUE VIRIAM PARA AS CRIANÇAS. SABE QUEM É A PREFEITA DA CIDADE !, É NADA MAIS NADA MENOS DO QUE A AVÓ DO EXMO. SR. PRESIDENTE DA C.P.I. DA LAVA JATO. É POR ESTE E OUTROS MOTIVOS QUE PELO : ME AJUDEM AÍ Ó !….,

  22. ALOPRADO:

    Recordar é viver, na mais pura acepção do termo!

    Eu também sou bicho-do-mato (Mato Groso do Sul).

  23. Valdir, Aloprado e tantos outros. . . saudades do Delta Uno original sumido. . Piu . . .

    nossa existência não é em vão . .

    o motivo da cartilha é justamente este . . .

    NÓS JÁ VIVEMOS EM UM LUGAR ONDE LADRÃO MIJAVA, vivia escondido E NÃO SE CRIAVA . . .

    nós sabemos o que é isto e o que deve ser feito para que isto exista . . .

    deixa estar . .

    a balança nunca fica parada para sempre do mesmo lado o problema vai ser quando ela vier de uma vez para o outro . .

    . . . ai chora drãozada . . .

    Deus escreve certo por linhas certas . . .

  24. Coitada de nossa crianças, vai ler um livro oferecido a elas, ele não ensina ele ensina para concurso, não há uma sequência logica de aprendizado, pelo menos a deveria ser até o 9º Ano, e sim no primeiro colegial, embaralhar as coisas, meu Deus, estava vendo o livro de história do 6º Ano, a antiga 5ª Serie, e não tinha uma linha, coisas escondidas, difícil de se encontrar, embaralhamento.
    Fiquei com muita pena do que se tornou o ensino, ficou mais difícil de se estudar e de se interessar e principalmente de gostar do que se lê, cadê os professores de antigamente, cade Thoreau é só ficção a cartilha caminho suave, onde B com A é BA e assim por diante, o que será de nossas crianças.
    Vamos que vamos que os últimos 20 anos será árduos e caros para nós que aceitamos.
    Vamos prender as crianças que são e foram empilhadas e jogadas nas escolas, em salas lotadas.

  25. hc já fazemos isto a exatos 515 anos . . .

    quem teve a sorte e o privilégio de nascer dentro uma família de VERDADE

    é a exceção que luta para sobreviver e avança por méritos próprios . . .

    pq este território JAMAIS . . NUNCA . . . proporcionou o mínimo social . . .

    se alguma coisa se tornou justa e real foram os seres humanos isoladamente que fizeram

    pq o Estado repito jamais nunca fez, faz e fara alguma coisa em prol do ser humano pleno . . .

    E ISTO SERIA UMA COISA BARATA

    E DE MÉDIO PRAZO . . .

    O TERRITÓRIO É TÃO RICO MAS TÃO RICO

    QUE NESTES ÚLTIMOS 515 ANOS DE GENOCÍDIO

    CONSEGUIU ENCHER O RABO DAS COROAS DA OROPA de toda sorte de riquezas

    MAS AINDA NÃO CONSEGUIU

    ENFIAR UMA GERAÇÃO NOSSA

    DENTRO DE UMA ESCOLA

    COM SAÚDE

    COM PAZ

    COM INTEGRAÇÃO COM OS PAIS

    com QUALIDADE SUECA . . .

    E AGUARDAR O FLORESCIMENTO DA EDUCAÇÃO

    O RESTO VAI SOZINHO . . . BASTARIA UMA . . SÓ UMA GERAÇÃO LABORATÓRIO

    PARA PROVAR A MINHA TESE E FATO GENOCÍDIO BREZIL . . .

    AGORA É TARDE . . E PQ É TARDE ? ? ?

    PQ AGORA O MUNDO TODO VIROU . . .A BARCA FAZ ÁGUA E SALVE-SE QUEM PUDER . . .

    E NESTE CENÁRIO DE SALVE-SE QUEM PUDER

    O QUE JÁ É UM TERRITÓRIO GENOCIDA DE 515 ANOS

    IRA PERMANECER A DISPOSIÇÃO DOS BIG BOSS PLAYERS TRANSNACIONAIS

    E PIANINHOS GERSONS INZONEIROS

    SENÃO NEM LAVAGEM VAI SOBRAR . . .

    POTENCIA MUNDIAL DE STELIOS . . NARCOS . .

    quem viver os próximos mil anos terá o privilégio de ver esta colonia de esfacelar

    como um castelo de areia em outras tantas com os mesmos vícios senão piores . . .

    fato srs . . fato . . .eu falo de coisas que eu vejo . . . colonia é colonia . . UK é UK . . isto existe . . .

    tamo fechado hc ???

  26. Se prisão faz justiça então ele deveria se apresentar na primeira delegacia que encontrasse pela frente e pedir par ser encarcerado. Ele o chirico e o picolé de xuxu.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s