Maioria da população diz ter medo da Polícia Militar, aponta Datafolha 103

REYNALDO TUROLLO JR.
ENVIADO ESPECIAL AO RIO

31/07/2015 02h00

Pesquisa Datafolha feita na última terça-feira (28) mostra que 62% dos moradores de cidades com mais de 100 mil habitantes têm medo de sofrer agressão da Polícia Militar.

O levantamento foi feito por encomenda do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que reúne pesquisadores da área. Foram entrevistadas 1.307 pessoas em 84 municípios em todas as regiões do país. A margem de erro é de três pontos.

Em 2012, quando uma pesquisa semelhante foi feita, 48% dos entrevistados relataram esse temor. Naquele ano, porém, foram entrevistados moradores de cidades com 15 mil habitantes ou mais.

“A população sente que ou vai ser vítima do criminoso ou da própria corporação”, diz Renato Sérgio de Lima, professor da FGV e vice-presidente do Fórum.

Entre os que relatam ter medo da PM, a maioria são jovens, pobres, autodeclarados pretos e moradores do Nordeste. A pesquisa mostra ainda que 53% da população tem medo de sofrer violência da Polícia Civil.
medo de ser morto

O levantamento do Datafolha mostrou também que 81% dos entrevistados temem ser assassinados. Na pesquisa de 2012, eram 65%.

Dos que têm medo de morrer, 49% disseram acreditar que podem ser vítimas de homicídio já no próximo ano. Em 2012, eram 29%.

Mulheres, moradores do Nordeste e autodeclarados pretos são os que mais temem ser assassinados.

Estudos têm mostrado que as altas taxas de homicídios, dos anos 2000 para cá, migraram dos grandes centros do Sudeste, como Rio e São Paulo, para o Nordeste.

Os negros são as principais vítimas. Quanto às mulheres, há algumas hipóteses para explicar o temor da morte por assassinato, como o medo da violência doméstica, diz Lima.

Ainda segundo a pesquisa, 52% da população tem algum parente ou conhecido que foi vítima de homicídio.

PACTO

Nesta sexta-feira (31), o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, deve anunciar diretrizes de um pacto nacional para reduzir homicídios. A previsão é que esse plano esteja pronto até setembro.

“Ou fazemos um pacto entre União, Estados e municípios para reduzir homicídios e diminuir a sensação de insegurança ou esse problema seguirá se arrastando sem solução”, disse Cardozo à Folha.

O tema foi discutido nesta quinta-feira em reunião da presidente Dilma Rousseff (PT) com governadores.

Segundo o mais recente Anuário de Segurança Pública, com dados de 2013, a cada dez minutos, uma pessoa é assassinada no país.

A taxa brasileira naquele ano foi de 25,2 homicídios por 100 mil habitantes.

A ideia do pacto, segundo Cardozo, é concentrar esforços em lugares com mais incidência de mortes, a partir de convênios entre os governos locais e a União. Serão definidas metas, responsabilidades e recursos que cada esfera de governo deverá investir.

Há ainda a previsão de criar gabinetes integrados de gestão, unindo as polícias Militar e Civil e as guardas municipais, como foi feito durante a Copa do Mundo.

Segundo Cardozo, as medidas de segurança serão acompanhadas de ações sociais. Ele afirmou que foram listados 81 municípios brasileiros responsáveis por 46% das mortes no país.

Em Brasília, Dilma disse que a reintegração social dos presos também deve ser alvo de cooperação.

AMEAÇAS

Levantamento feito pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta quinta (30), indica que três em cada quatro policiais (75%) já sofreram ameaças devido ao seu trabalho.

A enquete, feita por e-mail, foi respondida por 10.495 agentes das polícias Militar, Civil, Rodoviária Federal, Federal, bombeiros e guardas de todo o país.

Entre os que responderam, 70% disseram ter colegas de trabalho que foram assassinados fora do horário de serviço, e 62%, colegas que foram mortos em serviço.

“Os dados mostram que os policiais sofrem inúmeras pressões no seu dia a dia e, muitas vezes, parecem trabalhar no fio da navalha”, diz Rafael Alcadipani, professor da FGV e um dos organizadores do levantamento.

  1. A salvação é transformar a “pm” de polícia militar em Polícia Municipal.

  2. “A pesquisa mostra ainda que 53% da população tem medo de sofrer violência da Polícia Civil” isso tem cheiro de “Policiamento Preventivo Especializado”. Acho que ninguém tem medo do escrivão de 56 anos e 112 Kg sentando atrás de uma tela de computador fazendo trabalhos cartorários.

  3. A salvação da sociedade é acabar com a policia militar, mandar todos embora, e deixar apenas a policia civil?
    cada coisa que escutamos que só pode estar vindo de alguém que pertence aos renegados da sociedades brasileiras, como os viados, lésbicas, pcc, defensoria publica, pt,mst, todos os que recebem bolsas misérias de alguma coisa, ninguém em sã consciência, ou pessoa do bem, cidadão trabalhador e pagador de impostos (muitos) jamais participaram de uma pesquisa dessa não, as pessoas destinadas para fazerem estas pesquisas já são doutrinadas a procurarem pessoas que correspondem com os seus interesses, pesquisa 100% manipuladas, duvido que alguém que participa deste espaço democrático já participou de alguma pesquisa na vida, eu nunca, e nunca vi ninguém fazendo algum tipo de pesquisa na rua, esta é a verdade do nosso Brasil, manipula tudo, e pior, as pessoas que poderiam no minimo ficarem no seu canto em silêncio, ainda procuram semearem, postando para ainda mais piorarem a situação, ou seja, ajudando os maus sem saberem, algo tão vulgar deste naipe, quando aparecerem devemos ler e em seguida deletar, não passar para ninguém, pois não é benéfico, devemos passarem pra frente algo bom, algo que realmente possa fazerem as diferenças, pernilongo, baratas já temos de mais, não devemos manter o criadouro. BOM DIA A TODOS.

  4. Pesquisa manipuladora, o Brasil é um país gigantesco, e cada polícia (estadual) tem sua particularidade, cada uma vive uma realidade.

  5. Maioria da população são ou tem algum familiar mala.
    kkk

  6. Reescrevendo!
    Maioria da população é ou tem algum amigo mala. rsrs

  7. Bom dia!

    Senhoras e Senhores.

    A priori a população esboça medo de tudo e, de acordo com ensinamentos e religiosidade, ela somente retribui abaixando a cabeça e tentando sobreviver ou a se defender daquilo que ela somente vê no seu dia a dia.

    Infelizmente ela não percebe outros males porquê estes ora estão camuflados, ora estão invisíveis aos seus olhos.

    Um percentual disto devemos à péssimos meios de comunicação; à certas propagandas que incitam mentiras e desvios de conduta; a certas informações que ensejam um falso conforto ou situação; a políticos que nada fazem depois de eleitos; pouco investimento na saúde e na educação; alta de juros e aos altos impostos; e, assim por diante.

    Vemos uma sociedade despreparada, que sempre demonstra desespero e angústia, mas
    ninguém age em sua defesa.

    Existe discriminação racial?

    Pode ser que sim. Pode ser que não.

    Existe discriminação social e financeira?

    Pode ser que sim. Pode ser que não.

    Certas coisas sabemos.

    Boa parte da sociedade somente se preocupa quando estes problemas aparecem à sua porta.

    Assim também como certos procedimentos são criados somente para agradar à todos naquela hora.

    Não se tem o hábito de se aplicar medidas preventivas.

    A não ser quando se trate da Segurança, mas a pobre Segurança não consegue excelentes resultados porque ora falta efetivos; falta investimentos; e, valorização do profissional.

    Mas somente estes últimos serão sempre os mais sacrificados pra contento geral.

    Homicídio existe por muitos fatores, assim como também, outros crimes perniciosos que agem na escuridão, tais como: abandono de incapaz; violência doméstica; abandono e pouco caso na saúde e educação e assim por diante.

    Medidas há que serem tomadas e estas devem acontecer urgentemente e indubitavelmente, terem como bandeira e pedra fundamental, a valorização da família brasileira.

    Caronte.

  8. Rodrigo disse:

    31/07/2015 às 9:43

    Pesquisa manipuladora, o Brasil é um país gigantesco, e cada polícia (estadual) tem sua particularidade, cada uma vive uma realidade.
    ————————————————————————————————————————————————————————
    PESQUISA MANIPULADA?

    RESPEITO O SEU PONTO DE VISTA, MAS A REPORTAGEM É A PURA VERDADE!

    SE UM CIDADÃO TRANSITAR PELA AVENIDA TIRANDENTES PODE SER ATROPELADO POR UMA VIATURA DA ROTA QUANDO SAI DO QUARTEL FAZENDO GRAÇA!

    SE O SETOR DE CONTAS DO ESTADO ENVIA UMA CERTA QUANTIA PARA COMPRAR PAPEL HIGIÊNICO PARA HIGIENE PESSOAL, OS OFICIAIS DESVIAM ESSE DINHEIRO E DEPOIS VÊM COM DESCULPAS ESFARRAPADAS E SEMPRE COM O CU SUJO!

    SE ALGUEM FOR A UMA IGREJA ONDE UM OFICIAL CAPELÃO FALARÁ EM DEUS, NÃO DEVEMOS DAR DINHEIRO PORQUE O MESMO GOSTA DE LEVAR VANTAGENS!

    SE FOREM RETIRAR ALGUÉM DE UM CATIVEIRO, SÓ DEUS SABE AS CONSEQUÊNCIAS; VEJAM O QUE ACONTECEU COM A ELOÁ E ADRIANE CARINJE!

    SE VOCÊ PASSA EM UM LOCAL ONDE A PM ESTÁ ABORDANDO ALGUÉM (QUANDO POBRE), OS PMS ESTÃO INTERROGANDO O ABORDADO E SE ESQUECEM QUE TÊM PODER DE POLÍCIA E NÃO SÃO AUTORIDADES POLICIAIS; À PARTIR DO MOMENTO QUE UMA PESSOA É ABORDADA E ESTÁ COM UM DOCUMENTO DE RG EM MÃOS, ENTÃO A PM NÃO TEM O DIREITO DE FALAR MAIS NADA!

    PESSOAL! NINGUÉM GOSTA DA PM DEVIDO OS ABSURDOS QUE SÃO PRATICADOS POR POLICIAIS MILITARES.

  9. Adriana Caringi ???? caraca essa ocorrência foi em 1990. Vira o disco irmão !!!

  10. E ainda insistem nesse “fórum”? Eles vão sempre buscar uma desculpa pra falar mal da polícia, ano após ano, eles MANIPULAM DADOS pra que o relatório fique palatável á esquerda, lembram do ano passado, quando saíram perguntando por ai se achavam certo a PM se subordinada ao exército (só na cabeça deles que é) e depois disseram que isso era “desejo pela desmilitarização”

  11. Sinceramente?

    Ainda bem que tem medo.

    Se já tá essa zona de quebrar viatura nas ocorrências, dar voadora e rasteira em Pm atendendo Charlie 04, ladrão que cresce e folga pra cacete dentro de delegacia, família de preso que canta de galo dentro do Distrito….

    Imagina se não tivesse medo…

    Próximo passo era o MST invadir os Dps e estender faixa.

    Entendam: brasileiro só entende uma linguagem – porrada e medo.

    O resto é blá-blá-blá de quem nunca trabalhou na rua ou está fora a muito tempo….

  12. Mas sempre que precisão embora não sejam atendidos lembrem-se de nós!!Jsenhordasarmas@ig

  13. MAIORIAS…
    .
    A MAIORIA QUER A PENA DE MORTE…
    .
    A MAIORIA QUER O AFASTAMENTO DA PRESID ANTA…
    .
    A MAIORIA QUER A REDUÇÃO DA IDADE PENAL…
    .
    E AGORA? A MAIORIA TEM RAZÃO EM TUDO ?

  14. Óbvio , mal preparada mal, paga , mal comandada querem o que?.
    Precisa se extinta e reformulada é claro que os oficias com mordomias não querem afinal a quem aproveita sua existência ?

  15. Rodrigo disse:

    31/07/2015 às 11:09

    Adriana Caringi ???? caraca essa ocorrência foi em 1990. Vira o disco irmão !!!
    ———————————————————————————————————————————————————————
    MAS QUEM ESTAVA LÁ?
    A POLÍCIA CIVIL, A FEDERAL, A RODOVIÁRIA FEDERAL OU A GUARDA MUNICIPAL?

  16. OU VC ACHA QUE O TEMPO APAGA O SENTIMENTO DE UM PAI?

  17. E o pior que tudo que ele falou é verdade! Aqui em São Paulo até mato eu tive que capinar quando fiz o CFSD, fora os dias que ficava em forma no sol do meio dia sem poder me mecher a troco de nada, NADA! Nem os cachorros do canil ficavam no sol! Vá em qualquer curso superior e vê se alguém é formado dessa forma e na base do grito!! “SEU MONTRO, LENDIA, IMAGEM DO CÃO”!

  18. O perfil para o cara ser PM (praça) é ser SUBMISSO.
    Esse é o único pré-requisito analisado pelos oficiais na admissão dos soldados.

  19. Recruta zero em 31/07/2015 às 12:41

    O objetivo disso é a adaptação, em patrulhamento, você fica constantemente debaixo de sol forte, em ocorrência de cdc, vocês fica horas (já cheguei a ficar 13 horas) parado num lugar só, e sendo agredido verbal e fisicamente, mas tento de manter o equilíbrio. E sobre capinar mato, pintar muro etc… Não preciso nem falar nada, isso deveria ser o básico em qualquer instituição de ensino, é pra ensinar o valor do trabalho, ensinar que o peão tem dignidade, que ele dá duro, isso te ensina a ser humilde, tal como os colégios militares, que são referência na formação acadêmica, e também na formação de cidadãos honestos

    Agora, toda instituição de ensino superior forma pessoas arrogantes, prepotentes, vagabundas, ao contrario do que se aprende na polícia

  20. kkkkkkkkkkk ….. calma brother, a PM erra tanto que você está puxando ocorrência de 1990. Segue abaixo os dados estatísticos da PM em 2014:

    Nº de Intervenções 33.675.354;
    Nº de Ocorrências 2.148.022;
    Veículos Localizados 93.616;
    Prisões em Flagrante 119.479;
    Atos infracionais(Crianças /Adolescentes) 45.175;
    Procurados Capturados 20.962;
    Armas Apreendidas 12.658;
    Apreensão de Entorpecentes (Kg) 83.204,047;

    Pode-se ver que a PM prende muito mais do que mata (675 em 2014), e acerta muito mais do que erra. Pode não ser a polícia perfeita, mas trabalha pra caraca.

    fonte:
    http://www.polmil.sp.gov.br/unidades/ccomsoc/html/Estatistica/html/DEZ-14.pdf

  21. É SÓ ACABAR COM O ROMÃO GOMES QUE ELES DEIXARÃO DE COMETER OS ABSURDOS. disse:

    O que vc faz da vida, além de ser um viado revoltado por nunca ter dado o rabo para um PM! Vc deve ser parente do tal do Valdir de Souza com seus textos deprimentes, só pode! Não gosto de ser grosseiro em meus comentários mas vc é um pé no saco. Pare com essa tese idiota, nem vc concorda com ela!

  22. Resumo da matéria. Vai apertar mais quem está na rua ou no plantão. Os policia mais pressionado que já tão vão dar mais novidade. E vai piorar mais um pouco. Quando começarem a valorizar o policial quê está na rua, da pra começar a levar a sério …

  23. SOU PM DA RESERVA E VEJO QUE AO INVÉS DE PROCURAREM UNIÃO, ALGUNS BABAQUINHAS FRUSTRADOS E INVEJOSOS SE PREOCUPAM EM OLHAR O QUINTAL DOS OUTROS E DEMONSTRAREM UMA INVEJA E ADMIRAÇÃO INSANA PELOS POLICIAIS MILITARES!!…ACORDEM SEUS LIXOS, BUSCARAM MATÉRIA SOBRE A POLICIA MILITAR DO RIO DE JANEIRO, QUE TODOS SABEM A IMAGEM QUE CRIOU ATRAVÉS DOS ANOS E VEM TRAZER A´PÚBLICO,…NÃO VOU ME PREOCUPAR NEM EM PROCESSAR VCS, SEUS ARROMBADOS!!…QUEREM UM CONSELHO, BUSQUEM EXEMPLOS EM ESTADOS COMO PARANÁ, ONDE AS POLICIAIS SE RESPEITAM, FAZEM TRABALHO CONJUNTO E BUSCAM BENEFÍCIOS CONJUNTAMENTE E DEIXEM DE TANTA INVEJA!!

  24. Medo de PM ? Eu tenho é NOJO !

    Porque ter medo de quem age covardemente, sempre tentando mentir para encobrir suas cagadas ?

    Porque ter medo de quem é subserviente aos governantes corruptos e canalhas ? Repugnância é o sentimento que causa ver tamanha babação de ovos aos governadores, secretários de segurança e membros do MP.

    Quanto à população, eu sinto é pena, dó dela, por ser tão facilmente manipulada e iludida nos únicos momentos em que deveria decidir por ela própria, sobre o seu destino.

    Se ao menos tivessem um pingo de discernimento para entender o significado da frase: “TODO PODER EMANA DO POVO E EM SEU NOME DEVE SER EXERCIDO”, com meia hora de discussão e entendimento, já teriam extinguido essa corporação danosa, ineficiente e extremamente onerosa aos cofres públicos, EXIGINDO a formação de uma verdadeira POLÍCIA que tivesse como princípios a defesa da lei, da ordem pública e da SOCIEDADE, em vêz dos intere$$e$ dos políticos; com treinamento eficaz, administração baseada em metas estabelecidas pela população, que não precisasse de manipulação de dados e estatísticas para tentar ocultar seus fracassos, e principalmente, com remuneração à altura do serviços prestados à comunidade, como se faz no resto do mundo civilizado.

  25. Hélio disse:
    31/07/2015 ÀS 12:59

    Você tem razão hélio, fico muito tempo mesmo embaixo do sol durante o meu patrulhamento, CDC então, toda semana tem! Um professor de Educação Física talvez fique tanto tempo quanto um policial em baixo do sol em suas aulas, e nem por isso passe por uma situação dessa em sua formação! Más vou rever meus conceitos, talvez você esteja certo! Concordo com você quando disse que capinar, pintar, etc, deveria estar em qualquer instituição de ensino, QUALQUER, inclusive as que formam os que irão nos comandar, pois TALVEZ e somente aqueles que capinaram, pintaram muro ou lavaram o banheiro do alojamento, saibam o valor do trabalho! Agora pra encerrar não foi no CFSD que eu aprendi a ser humilde, e acredito eu que uma instituição de ensino superior não ensina ninguém a ser arrogante, prepotente ou vagabundo, algumas virtudes vem de berço, É PELO FRUTO QUE VOCÊ CONHECE A ÁRVORE!

  26. Só xororo, mais uma semana sem correção salarial, uma semana não, mais um mês, me parece que agora vamos para o mês de agosto e nada.

  27. SR. MARCELO ! O SR. ACHA QUE ESSE TAL DE CHUCHU IRÁ NOS CONCEDER ALGUM AUMENTO !., MEU AMIGO, O “CARA” NÃO DAR AUMENTO NEM PARA A PRÓPRIA MÃO QUE, S.M.J. É PROFESSORA, IMAGINE PARA POLICIAIS. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…..

  28. SR. MARCELO ! O SR. ACHA QUE ESSE TAL DE CHUCHU IRÁ NOS CONCEDER ALGUM AUMENTO !., MEU AMIGO, O “CARA” NÃO DAR AUMENTO NEM PARA A PRÓPRIA MÃE QUE, S.M.J. É PROFESSORA, IMAGINE PARA POLICIAIS. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…..

  29. Jacaré De Sousa Só Soube Fazer Uma Coisa Na Vida: Ser PM! Duvido, Jacaré Conde Guerra, Se Você Tivesse Opção Teria Sido PM! disse:

    Jacaré, não há pesquisas, se houvesse o número seria maior: o povo teme a polícia letal! E pelos seus escritos e dos seus pares devem ter medo mesmo! Despreparados, burros e arrogantes! Você, Hélio e outros que vem até aqui escrever são ignaros e bestas!

  30. Quantas PATIFARIAS ainda persistiriam na Polícia Militar paulista, “ocultas” atrás das movimentações por “conveniência” do serviço público!

    Para reflexão: se, por exemplo, na véspera da “tragédia” na Boate Kiss, um “Soldado raso” – desses “zicas” e “criadores de caso” – tivesse a proatividade de apontar as irregularidades do estabelecimento, dando início, ainda que indiretamente, ao processo de interdição (fechamento), o que lhe teria ocorrido? No mínimo, imediatamente movimentado por “conveniência” do serviço, para se abafar sua suposta atitude preventiva.

    Povo ingrato e agentes da segurança pública despreparados – quando não desestimulados ou desviados da suas atividades precípuas -, além de pessimamente remunerados, servem de ingredientes para recorrentes tragédias, causadoras de tão enormes prejuízos, nunca reparados, por vezes, quando envolve perda de vidas. Como nas tragédias do trânsito, do próprio montante envidado na “correção” bastaria não mais que 20% (ao que estimo) na prevenção. Esse lucro, em potencial, poderia significar salários e infraestrutura de trabalho mais condizentes para os envolvidos no processo: ou seja, adversidade transformada em degrau para ser almejado o verdadeiro aperfeiçoamento contínuo.

    Esse exemplo cabe noutros em que a prevenção primária foi totalmente desprezada, cedendo espaço a CRIMES de improbidade administrativa!

    Alguém se lembraria da “tragédia” de Vila Socó (Baixada Santista), incêndio previamente alertado pelo Sargento PM Roldão?

    Sobram arrogâncias nos cursos de “formação” da PM, faltando senso de realidade.

    Depois das comprovadas PATIFARIAS no Hopi Hari – apenas para citar mais um exemplo -, sugeri à escola (particular) onde meus filhos estudam que nunca mais o frequentasse, em excursões. Minha sugestão foi acatada, felizmente.

    Cortar relações com os comprovadamente desprovidos de ética ainda continua como melhor estratégia para falência progressiva desses irremediáveis. Deixei de ser funcionário da Casas Anglo-brasileira (Mappim) por opção, final de 1978. Logo em seguida, ingressei na PM. Ambas as “casas” faliram, cada qual a seu modo. A última entrou em débâcle quando se permitiu virar casa da mãe Joana. Alguns dos seus “filhos”, os mais travessos, vão a Orlando, “Motorolando” – “sem nenhum interesse particular” -, ou seja, apenas não querem fazer feio para o “primo” Ferreira Pinto que acompanhava, na Argentina, seu time do coração, em 2012, muito longe dos corações dilacerados das mães e dos demais familiares de agentes da “segurança” pública sob ataques, em São Paulo.

  31. eu tenho medo de sofrer agressão de qualquer pessoa não so da policia

  32. esta pesquisa revela um dado importante que ninguem esta enxergando.

    isso significa que a nossa sociedade esta repleta de pessoas que transgridem a lei, e uma das transgressões .
    deve ser o uso de drogas… isso é uma prova estamos com uma sociedade podre….estes medrosos deve ser todos usuários de drogas ou fazem alguma coisa errada….pois pessoas descentes não tem medo da policia…..nunca ouvi dizer uma barbaridades destas… a policia sempre foi visto pelas boas pessoas com muita admiração…….. muitos destes medrosos da policia devem gostar de usar drogas…. ou bandidos ou ligações com a criminalidade..

  33. a poucos dias atras , assistindo a tv , eu vi uma pesquisa onde o reporter perguntava as pessoas na rua se eram a favor ou contra a diminuição da maioridade penal…. as pessoas entrevistadas eram todas de classe média , bem vestidos e todos com bos aparencia……e todos com boa cultura ..com cara de niveis superiores….. com idade na media dos 25 a 35 anos ,pelos meus cálculos….

    eu achava que todos iam ser a favor da diminuição, mas foi ao contrario,, todos os boys foram contra a diminuição…dizendo que é um problema de educação familiar…. achei aquilo um absurdo….

    no fim cheguei a conclusão que aqueles que foram favoráveis aos menores, querem mais é que se explodam,
    e que no mínimo adoram usar drogas tambem ….

    e todos sabemos que os menores são usados junto a industria das drogas…como funcionários mirins….
    imaginem quantos menores trabalham com drogas…

    então aqueles entrevistados fazem parte do sistema dos drogados..( usuários ) e querem que fique como esta´….
    pois os menores criminosos são funcionários deles ( por tabela ).

    foi a conclusão que cheguei….

  34. naquela pesquisa nacional , onde 87 % da população brasileira é a favor da diminuição da maioridade penal.
    devem ter entrevistados pessoas comuns, trabalhadores . pais de familias , etc….

    se fossem fazer a pesquisa na porta da USP , UNICAMP, ETC…. O RESULTADO DA PESQUISA seria ao
    contrario…. daria 90% contra a diminuição da maioridade penal……

    com isso chego a conclusão , de que estamos com uma população podre , em todos os aspectos.
    uma verdadeira / pesquisem ) SODOMA ou GOMORRA.

  35. É fácil, é só mudar o nome.
    Meganha seria o suficiente para continuarem prestando ótimos serviços e saírem da mira da mídia.

  36. Gozado, por que não dizem que tem medo de bandido, assaltante,latrocida……..Se tem medo de polícia é porque deve, já deveu ou tem algum amigo/parente que deva. Se não deve gosta de um fuminho , gosta de passear com veículo sem cnh/documentação, passeia com o cabritinho do amigo( não é meu sinho, peguei emprestado do Zé….) ou tem amigos bandidos e não tem coragem de se-lo, mas admiram sua valentia e os bens que ostentam, aí a PM vai e prende seu ídolo, quando não mata diante de uma reação….. POPULAÇÃO HIPÓCRITA DO CARALHO: VOCES DEVERIAM É TER MEDO DE BANDIDO, POIS COM A FALTA DE LEIS E DE RESPALDO DO GOVERNO PARA AS POLÍCIAS COMBATE-LOS, A COISA VAI FICAR PIOR AINDA!!!!! Aí, em vez de medo, vão implorar pela presença da PM nas suas vidas. Aquela filmagem da imprensa no Bras, quando um grupo de lixo cerca, rouba e espanca várias vítimas em plena luz do dia e no centro de SP, é só o começo do que vem por aí. Hoje bandido vem prá cima pra roubar policial, sabendo que ainda levará uma 40 junto, vão respeitar paisano???? Tenham medo também do atual governo, que sucateou, algemou e desvalorizou o trabalho de ambas as polícias, governo esse que não está nem aí se a população é roubada, assassinada ou sofra outro tipo de violencia. Tenham medo de políticos……… principalmente também aqueles que, diante dessa escalada da violencia só pensam em encher a cidade de radar prá arrecadar bastante e ainda tomar a CNH do munícipe.

  37. Essa população deve ter medo de bandido, não de polícia. Se tem medo é porque deve, deveu , algum amigo/parente deve, é um fuminho, um passeio com veículo irregular, sem CNH, passear com o cabritinho do amigo, mas quem não deve não tem medo, admira e respeita, como o restante que não teme. Os que dizem temer são aqueles que mais encaram e desrespeitam , os que admiram bandido e não tem coragem de ser, admiram a coragem e o que eles ostentam, aí vão mexer com seus heróis…….. Temam os políticos, aqueles que algemaram, sucatearam e desvalorizaram ambas as polícias….temam aquele que encheu a cidade de radar que, além de te assaltar leva tua CNH junto….Aquela filmagem dos roubos no Bras, à luz do dia, onde as vítimas são roubadas e espancadas por vários, é só o começo do que vem por aí, e a tendencia, devido à impunidade, é piorar bastante, onde nem os policiais são respeitados, quando de folga muitos são roubados e assassinados só pela condição da profissão. Ainda vem um bando de pau no cú falar que tem medo de polícia? Tenham medo dos políticos que assistem voces serem roubados e assassinados e nada fazem, isso sim.

  38. E digo mais: esperar o que de um povo que idolatra funkeiro, os quais fazem apologia explícita ao crime???apologia ao consumismo e consequentemente um incentivo prá fazer qualquer coisa prá ostentar um monte de coisas???? povo que se preocupa com um brasileiro condenado à pena de morte por querer traficar num país de leis severas???? povo que sai prá quebrar o patrimonio público/privado, atacar policiais denominando isso de manifestação???? povo que fica do lado do vizinho que é bandido quando é preso, cercam a viatura, ofendem e tentam agredir os policiai???? ESSE POVINHO DE MERDA TEM MAIS É QUE TER MEDO MESMO!!!!!!!

  39. E digo mais: o que esperar de um povo que: idolatram as musicas de funkeiros que são um incentivo ao consumismo muitas vezes distante, além de ser uma apologia explícita ao crime???? que sai prá fazer uma manifestação somente prá quebrar o patrimonio alheio, agredir e atacar policiais????? que vai contra um governo estrangeiro só porque condenou um brasileiro à morte porque este desrespeitou as leis daquele país???? ESTES TEM MAIS É QUE TER MEDO DA POLÍCIA MESMO!!!!!!

  40. pessoal, um ponto: polícia erra? claro! são humanos. mas temer? deve-se respeitar e admirar a polícia! ponto!

    nem de bandido se deve ter medo! deve-se treinar para não ficar paralisado numa ação de bandidos e não ser uma vítima fácil e se for necessário, reagir, sim!

    medo? eu só tenho de sofrer um acidente…

  41. A População deve ter medo de olhar no espelho !

    Nunca vi nenhum da população se prontificar fazer uma passeata em favor dos policiais. Nunca vi Consegues se reunir com o Secretário de Segurança com projeto de um salário melhor para os policiais.
    Contrário disso, metem o pau e determinam aos nossos superiores o que devemos fazer.
    Cada um da população olha para seu umbigo e vem falar mau da polícia ?
    Sou Policial Civil, gosto de tratar bem os meus colegas independente da instituição, tratamento Vip aos Pms, GCMs e principalmente aos da Civil !
    Sempre falei que o que mata os Pms é o tal de Oficial ( não todos e alguns Delpols ).

    Quando o Governador deixar a Secretária de Segurança ser comandada por algum de nós Operacionais …
    Aí sim teremos Segurança !!! rsrsrsrsrsr

    Só não gosta de Polícia quem já teve problemas com a justiça !

  42. NÃO É PARA TER MEDO, É PARA APENAS RESPEITAR.
    QUANTOS VAGABUNDOS TÃO DANDO TAPA NA CARA DE POLICIAL?

  43. Qual o sentimento que devemos ter de quem mente, intruja e mau caráter?

  44. O atual sistema Segurança Pública só é defendido por quem direta ou diretamente leva alguma vantagem; quem seriam os prejudicados caso o policial tivesse condições de trabalho (salario, treinamento e estrutura)?

    -O Crime organizado.
    -Os empresários que tem seus lucros aumentados com esta “sensação de insegurança”.
    -Os policiais que trabalham em setores que não tem contato direto com a atividades de risco ou fazem atividades insalubres (trabalho noturno e escalas abusivas, por exemplo), porem tem salário de policial.
    -O recolhe e seus dependentes.

    A solução passa pela criação de uma entidade representativa semelhante a OAB, CRM e CREA, que traria força e organização, mas a fogueira das vaidades não permite.

    Somos tratados como “lixo” porque nossas atitudes, infelizmente, são de um “lixo”, o sujeito fica feliz em desmerecer outra carreira esquecendo-se que estamos no mesmo barco e está nau está indo a pique.

  45. 03/07/2015
    O SISTEMA POLICIAL BRASILEIRO E O FIM DA LÂMPADA INCANDESCENTE

    Marcello Martinez Hipólito

    Ten Cel PM da Polícia Militar de Santa Catarina

    Mestrando em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade do Vale do Itajaí

    Co-autor, juntamente com o Major Jorge Eduardo Tasca, do livro “Superando o Mito do Espantalho: uma polícia orientada para a resolução dos problemas de segurança pública”

    A Portaria Interministerial 1007 do ano de 2010 dos Ministérios de Minas e Energia, da Ciência, Tecnologia e Inovação e do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, estipulou um cronograma de proibição gradual de fabricação e comercialização das lâmpadas incandescentes, culminando com a total proibição desde o último dia 30 de junho.

    A proibição do fabrico e da comercialização das lâmpadas incandescentes se deu em razão da existência de formas mais eficientes de produção da luz, como as das lâmpadas fluorescentes e de LED.

    A extinção das lâmpadas incandescentes ocorreu, portanto, por sua ineficiência exaltada pelo surgimento de novas tecnologias. Não fazia sentido, para o governo, em face da necessidade de economia de energia, insistir numa tecnologia ultrapassada, numa tecnologia que não permitia mais avanços em termos de eficiência energética. O mesmo deveria ocorrer com o sistema policial brasileiro.

    Dada a ineficiência do sistema policial brasileiro, particularmente no aspecto relacionado à polícia judiciária, sua tecnologia baseada no vetusto e burocrático inquérito policial deveria há muito ter tido sua proibição decretada, tal como se deu com a lâmpada incandescente.

    Com média vergonhosa de apuração dos ilícitos penais em torno dos 5%, chegando a mísero 1% quando se trate de crimes contra o patrimônio, sua existência desafia o postulado da eficiência exigido da administração pública pela Constituição Federal e mesmo pela população.

    A Polícia Federal consegue camuflar sua ineficiência na polícia judiciária promovendo operações-espatáculos em ações seletivas. Tais espetáculos também camuflam sua ineficiência na polícia de fronteiras e na prevenção e repressão ao tráfico ilícito de entorpecentes, atribuições a ela constitucionalmente estabelecidas e que aos poucos tem sido relegadas as Polícias Militares e Forças Armadas, salvo no tocante a atividade de polícia judiciária.

    Já as Polícias Civis viraram cartórios, onde a população passou a considerar como seu principal serviço oferecido “fazer BO” e não mais apurar crimes. É comum ouvir um cidadão ameaçar outro dizendo: “vou fazer um BO contra você.”

    Qualquer gestor policial estrangeiro ou pesquisador sério ficaria pasmo com um modelo tão ineficiente pelo que já demonstramos, mas há um aspecto ainda pior, preparem-se.

    Em todos os estados as polícias civis reclamam da falta de efetivo. Suponhamos então que fossem atendidos em seus reclamos e se dobrasse o efetivo, então teríamos aumentado sua eficiência na apuração de infrações penais de 5% par 10%, na média, e nos crimes contra o patrimônio de 1% para 2%. Que loucura!

    Pois bem senhores policiais civis seus pedidos de aumento de efetivo já foram atendidos, segundo análise comparativa do cenário policial mundial.

    Enquanto é de 12% a 13% a média mundial de pessoal de um departamento de polícia na atividade de polícia judiciária, no Brasil essa média gira em torno dos 30%

    É assim em grande parte das milhares de agências policiais dos Estados Unidos ou mesmo nos países sul-americanos ou europeus.

    A conclusão que se pode tirar é que tentar melhorar o atual sistema policial seria o mesmo que querer continuar investindo na melhoria da lâmpada incandescente.

    O atual modelo deve ser descartado como o foi a lâmpada incandescentes, substituídas pelas lâmpadas fluorescentes e pelas lâmpadas de LED. Deve se adotar um novo sistema em que o ciclo completo seja estendido para as demais polícias.

    Santa Catarina, Rio Grande do Sul e o Estado do Paraná já deram importante passo nesse sentido, adotando a lavratura do Termo Circunstanciado de Ocorrência para as infrações penais de menor potencial ofensivo, já não usam mais a lâmpada incandescente para determinados crimes, usam a lâmpada fluorescente. Santa Catarina inova mais ainda, ao lavrar o Termo Circunstanciado de Ocorrência totalmente em meio eletrônico no local dos fatos, já abandonando a lâmpada fluorescente e partindo para a eficiente lâmpada de LED.

    Em audiência pública no último dia 25 de junho na Câmara dos Deputados em que se discutia o Ciclo Completo de Polícia, o representante dos Delegados da Polícia Federal declarou que não era possível fazer polícia judiciária e policiamento.

    Isso não é problema para a França. Na Gendarmeria Nacional Francesa, onde estivemos recentemente, eles também realizam a polícia judiciária durante o policiamento uniformizado nas ruas das cidades, e não em cartórios como no Brasil, por isso utilizando em torno de 12% de seu efetivo total exclusivo na atividade de polícia judiciária conseguem índices de elucidação de crimes muito superiores aos nossos.

    Enfim, esperamos que os nossos governantes promovam a modernização do sistema policial brasileiro, marcado por suas meias polícias, seguindo o exemplo que nos foi dado pela proibição da produção e comercialização das lâmpadas incandescentes, adotando novas formas de atuação marcadamente na adoção de um novo sistema policial em que o Ciclo Completo de Polícia seja exercido por todas as instituições policiais. O sistema policial brasileiro e o fim da lâmpada incandescente

    A Portaria Interministerial 1007 do ano de 2010 dos Ministérios de Minas e Energia, da Ciência, Tecnologia e Inovação e do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, estipulou um cronograma de proibição gradual de fabricação e comercialização das lâmpadas incandescentes, culminando com a total proibição desde o último dia 30 de junho.

    A proibição do fabrico e da comercialização das lâmpadas incandescentes se deu em razão da existência de formas mais eficientes de produção da luz, como as das lâmpadas fluorescentes e de LED.

    A extinção das lâmpadas incandescentes ocorreu, portanto, por sua ineficiência exaltada pelo surgimento de novas tecnologias. Não fazia sentido, para o governo, em face da necessidade de economia de energia, insistir numa tecnologia ultrapassada, numa tecnologia que não permitia mais avanços em termos de eficiência energética. O mesmo deveria ocorrer com o sistema policial brasileiro.

    Dada a ineficiência do sistema policial brasileiro, particularmente no aspecto relacionado à polícia judiciária, sua tecnologia baseada no vetusto e burocrático inquérito policial deveria há muito ter tido sua proibição decretada, tal como se deu com a lâmpada incandescente.

    Com média vergonhosa de apuração dos ilícitos penais em torno dos 5%, chegando a mísero 1% quando se trate de crimes contra o patrimônio, sua existência desafia o postulado da eficiência exigido da administração pública pela Constituição Federal e mesmo pela população.

    A Polícia Federal consegue camuflar sua ineficiência na polícia judiciária promovendo operações-espatáculos em ações seletivas. Tais espetáculos também camuflam sua ineficiência na polícia de fronteiras e na prevenção e repressão ao tráfico ilícito de entorpecentes, atribuições a ela constitucionalmente estabelecidas e que aos poucos tem sido relegadas as Polícias Militares e Forças Armadas, salvo no tocante a atividade de polícia judiciária.

    Já as Polícias Civis viraram cartórios, onde a população passou a considerar como seu principal serviço oferecido “fazer BO” e não mais apurar crimes. É comum ouvir um cidadão ameaçar outro dizendo: “vou fazer um BO contra você.”

    Qualquer gestor policial estrangeiro ou pesquisador sério ficaria pasmo com um modelo tão ineficiente pelo que já demonstramos, mas há um aspecto ainda pior, preparem-se.

    Em todos os estados as polícias civis reclamam da falta de efetivo. Suponhamos então que fossem atendidos em seus reclamos e se dobrasse o efetivo, então teríamos aumentado sua eficiência na apuração de infrações penais de 5% par 10%, na média, e nos crimes contra o patrimônio de 1% para 2%. Que loucura!

    Pois bem senhores policiais civis seus pedidos de aumento de efetivo já foram atendidos, segundo análise comparativa do cenário policial mundial.

    Enquanto é de 12% a 13% a média mundial de pessoal de um departamento de polícia na atividade de polícia judiciária, no Brasil essa média gira em torno dos 30%

    É assim em grande parte das milhares de agências policiais dos Estados Unidos ou mesmo nos países sul-americanos ou europeus.

    A conclusão que se pode tirar é que tentar melhorar o atual sistema policial seria o mesmo que querer continuar investindo na melhoria da lâmpada incandescente.

    O atual modelo deve ser descartado como o foi a lâmpada incandescentes, substituídas pelas lâmpadas fluorescentes e pelas lâmpadas de LED. Deve se adotar um novo sistema em que o ciclo completo seja estendido para as demais polícias.

    Santa Catarina, Rio Grande do Sul e o Estado do Paraná já deram importante passo nesse sentido, adotando a lavratura do Termo Circunstanciado de Ocorrência para as infrações penais de menor potencial ofensivo, já não usam mais a lâmpada incandescente para determinados crimes, usam a lâmpada fluorescente. Santa Catarina inova mais ainda, ao lavrar o Termo Circunstanciado de Ocorrência totalmente em meio eletrônico no local dos fatos, já abandonando a lâmpada fluorescente e partindo para a eficiente lâmpada de LED.

    Em audiência pública no último dia 25 de junho na Câmara dos Deputados em que se discutia o Ciclo Completo de Polícia, o representante dos Delegados da Polícia Federal declarou que não era possível fazer polícia judiciária e policiamento.

    Isso não é problema para a França. Na Gendarmeria Nacional Francesa, onde estivemos recentemente, eles também realizam a polícia judiciária durante o policiamento uniformizado nas ruas das cidades, e não em cartórios como no Brasil, por isso utilizando em torno de 12% de seu efetivo total exclusivo na atividade de polícia judiciária conseguem índices de elucidação de crimes muito superiores aos nossos.

    Enfim, esperamos que os nossos governantes promovam a modernização do sistema policial brasileiro, marcado por suas meias polícias, seguindo o exemplo que nos foi dado pela proibição da produção e comercialização das lâmpadas incandescentes, adotando novas formas de atuação marcadamente na adoção de um novo sistema policial em que o Ciclo Completo de Polícia seja exercido por todas as instituições policiais.

  46. o que os oficiais querem

    03/07/2015
    O SISTEMA POLICIAL BRASILEIRO E O FIM DA LÂMPADA INCANDESCENTE

    Marcello Martinez Hipólito

    Ten Cel PM da Polícia Militar de Santa Catarina

    Mestrando em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade do Vale do Itajaí

    Co-autor, juntamente com o Major Jorge Eduardo Tasca, do livro “Superando o Mito do Espantalho: uma polícia orientada para a resolução dos problemas de segurança pública”

    A Portaria Interministerial 1007 do ano de 2010 dos Ministérios de Minas e Energia, da Ciência, Tecnologia e Inovação e do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, estipulou um cronograma de proibição gradual de fabricação e comercialização das lâmpadas incandescentes, culminando com a total proibição desde o último dia 30 de junho.

    A proibição do fabrico e da comercialização das lâmpadas incandescentes se deu em razão da existência de formas mais eficientes de produção da luz, como as das lâmpadas fluorescentes e de LED.

    A extinção das lâmpadas incandescentes ocorreu, portanto, por sua ineficiência exaltada pelo surgimento de novas tecnologias. Não fazia sentido, para o governo, em face da necessidade de economia de energia, insistir numa tecnologia ultrapassada, numa tecnologia que não permitia mais avanços em termos de eficiência energética. O mesmo deveria ocorrer com o sistema policial brasileiro.

    Dada a ineficiência do sistema policial brasileiro, particularmente no aspecto relacionado à polícia judiciária, sua tecnologia baseada no vetusto e burocrático inquérito policial deveria há muito ter tido sua proibição decretada, tal como se deu com a lâmpada incandescente.

    Com média vergonhosa de apuração dos ilícitos penais em torno dos 5%, chegando a mísero 1% quando se trate de crimes contra o patrimônio, sua existência desafia o postulado da eficiência exigido da administração pública pela Constituição Federal e mesmo pela população.

    A Polícia Federal consegue camuflar sua ineficiência na polícia judiciária promovendo operações-espatáculos em ações seletivas. Tais espetáculos também camuflam sua ineficiência na polícia de fronteiras e na prevenção e repressão ao tráfico ilícito de entorpecentes, atribuições a ela constitucionalmente estabelecidas e que aos poucos tem sido relegadas as Polícias Militares e Forças Armadas, salvo no tocante a atividade de polícia judiciária.

    Já as Polícias Civis viraram cartórios, onde a população passou a considerar como seu principal serviço oferecido “fazer BO” e não mais apurar crimes. É comum ouvir um cidadão ameaçar outro dizendo: “vou fazer um BO contra você.”

    Qualquer gestor policial estrangeiro ou pesquisador sério ficaria pasmo com um modelo tão ineficiente pelo que já demonstramos, mas há um aspecto ainda pior, preparem-se.

    Em todos os estados as polícias civis reclamam da falta de efetivo. Suponhamos então que fossem atendidos em seus reclamos e se dobrasse o efetivo, então teríamos aumentado sua eficiência na apuração de infrações penais de 5% par 10%, na média, e nos crimes contra o patrimônio de 1% para 2%. Que loucura!

    Pois bem senhores policiais civis seus pedidos de aumento de efetivo já foram atendidos, segundo análise comparativa do cenário policial mundial.

    Enquanto é de 12% a 13% a média mundial de pessoal de um departamento de polícia na atividade de polícia judiciária, no Brasil essa média gira em torno dos 30%

    É assim em grande parte das milhares de agências policiais dos Estados Unidos ou mesmo nos países sul-americanos ou europeus.

    A conclusão que se pode tirar é que tentar melhorar o atual sistema policial seria o mesmo que querer continuar investindo na melhoria da lâmpada incandescente.

    O atual modelo deve ser descartado como o foi a lâmpada incandescentes, substituídas pelas lâmpadas fluorescentes e pelas lâmpadas de LED. Deve se adotar um novo sistema em que o ciclo completo seja estendido para as demais polícias.

    Santa Catarina, Rio Grande do Sul e o Estado do Paraná já deram importante passo nesse sentido, adotando a lavratura do Termo Circunstanciado de Ocorrência para as infrações penais de menor potencial ofensivo, já não usam mais a lâmpada incandescente para determinados crimes, usam a lâmpada fluorescente. Santa Catarina inova mais ainda, ao lavrar o Termo Circunstanciado de Ocorrência totalmente em meio eletrônico no local dos fatos, já abandonando a lâmpada fluorescente e partindo para a eficiente lâmpada de LED.

    Em audiência pública no último dia 25 de junho na Câmara dos Deputados em que se discutia o Ciclo Completo de Polícia, o representante dos Delegados da Polícia Federal declarou que não era possível fazer polícia judiciária e policiamento.

    Isso não é problema para a França. Na Gendarmeria Nacional Francesa, onde estivemos recentemente, eles também realizam a polícia judiciária durante o policiamento uniformizado nas ruas das cidades, e não em cartórios como no Brasil, por isso utilizando em torno de 12% de seu efetivo total exclusivo na atividade de polícia judiciária conseguem índices de elucidação de crimes muito superiores aos nossos.

    Enfim, esperamos que os nossos governantes promovam a modernização do sistema policial brasileiro, marcado por suas meias polícias, seguindo o exemplo que nos foi dado pela proibição da produção e comercialização das lâmpadas incandescentes, adotando novas formas de atuação marcadamente na adoção de um novo sistema policial em que o Ciclo Completo de Polícia seja exercido por todas as instituições policiais. O sistema policial brasileiro e o fim da lâmpada incandescente

    A Portaria Interministerial 1007 do ano de 2010 dos Ministérios de Minas e Energia, da Ciência, Tecnologia e Inovação e do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, estipulou um cronograma de proibição gradual de fabricação e comercialização das lâmpadas incandescentes, culminando com a total proibição desde o último dia 30 de junho.

    A proibição do fabrico e da comercialização das lâmpadas incandescentes se deu em razão da existência de formas mais eficientes de produção da luz, como as das lâmpadas fluorescentes e de LED.

    A extinção das lâmpadas incandescentes ocorreu, portanto, por sua ineficiência exaltada pelo surgimento de novas tecnologias. Não fazia sentido, para o governo, em face da necessidade de economia de energia, insistir numa tecnologia ultrapassada, numa tecnologia que não permitia mais avanços em termos de eficiência energética. O mesmo deveria ocorrer com o sistema policial brasileiro.

    Dada a ineficiência do sistema policial brasileiro, particularmente no aspecto relacionado à polícia judiciária, sua tecnologia baseada no vetusto e burocrático inquérito policial deveria há muito ter tido sua proibição decretada, tal como se deu com a lâmpada incandescente.

    Com média vergonhosa de apuração dos ilícitos penais em torno dos 5%, chegando a mísero 1% quando se trate de crimes contra o patrimônio, sua existência desafia o postulado da eficiência exigido da administração pública pela Constituição Federal e mesmo pela população.

    A Polícia Federal consegue camuflar sua ineficiência na polícia judiciária promovendo operações-espatáculos em ações seletivas. Tais espetáculos também camuflam sua ineficiência na polícia de fronteiras e na prevenção e repressão ao tráfico ilícito de entorpecentes, atribuições a ela constitucionalmente estabelecidas e que aos poucos tem sido relegadas as Polícias Militares e Forças Armadas, salvo no tocante a atividade de polícia judiciária.

    Já as Polícias Civis viraram cartórios, onde a população passou a considerar como seu principal serviço oferecido “fazer BO” e não mais apurar crimes. É comum ouvir um cidadão ameaçar outro dizendo: “vou fazer um BO contra você.”

    Qualquer gestor policial estrangeiro ou pesquisador sério ficaria pasmo com um modelo tão ineficiente pelo que já demonstramos, mas há um aspecto ainda pior, preparem-se.

    Em todos os estados as polícias civis reclamam da falta de efetivo. Suponhamos então que fossem atendidos em seus reclamos e se dobrasse o efetivo, então teríamos aumentado sua eficiência na apuração de infrações penais de 5% par 10%, na média, e nos crimes contra o patrimônio de 1% para 2%. Que loucura!

    Pois bem senhores policiais civis seus pedidos de aumento de efetivo já foram atendidos, segundo análise comparativa do cenário policial mundial.

    Enquanto é de 12% a 13% a média mundial de pessoal de um departamento de polícia na atividade de polícia judiciária, no Brasil essa média gira em torno dos 30%

    É assim em grande parte das milhares de agências policiais dos Estados Unidos ou mesmo nos países sul-americanos ou europeus.

    A conclusão que se pode tirar é que tentar melhorar o atual sistema policial seria o mesmo que querer continuar investindo na melhoria da lâmpada incandescente.

    O atual modelo deve ser descartado como o foi a lâmpada incandescentes, substituídas pelas lâmpadas fluorescentes e pelas lâmpadas de LED. Deve se adotar um novo sistema em que o ciclo completo seja estendido para as demais polícias.

    Santa Catarina, Rio Grande do Sul e o Estado do Paraná já deram importante passo nesse sentido, adotando a lavratura do Termo Circunstanciado de Ocorrência para as infrações penais de menor potencial ofensivo, já não usam mais a lâmpada incandescente para determinados crimes, usam a lâmpada fluorescente. Santa Catarina inova mais ainda, ao lavrar o Termo Circunstanciado de Ocorrência totalmente em meio eletrônico no local dos fatos, já abandonando a lâmpada fluorescente e partindo para a eficiente lâmpada de LED.

    Em audiência pública no último dia 25 de junho na Câmara dos Deputados em que se discutia o Ciclo Completo de Polícia, o representante dos Delegados da Polícia Federal declarou que não era possível fazer polícia judiciária e policiamento.

    Isso não é problema para a França. Na Gendarmeria Nacional Francesa, onde estivemos recentemente, eles também realizam a polícia judiciária durante o policiamento uniformizado nas ruas das cidades, e não em cartórios como no Brasil, por isso utilizando em torno de 12% de seu efetivo total exclusivo na atividade de polícia judiciária conseguem índices de elucidação de crimes muito superiores aos nossos.

    Enfim, esperamos que os nossos governantes promovam a modernização do sistema policial brasileiro, marcado por suas meias polícias, seguindo o exemplo que nos foi dado pela proibição da produção e comercialização das lâmpadas incandescentes, adotando novas formas de atuação marcadamente na adoção de um novo sistema policial em que o Ciclo Completo de Polícia seja exercido por todas as instituições policiais.

  47. PESSOAL ! AÍ QUE SAUDADES DOS VELHOS TEMPOS !, OS ANTIGÕES LEMBRAM-SE MUITO BEM QUE, QUANDO ESSES LIXOS DA SOCIEDADE APORTAVAM NO D.P., O COURO COMIA. TRABALHÁVAMOS COM DOIS “CHICOS DOCES”, UM DE BORRACHA E O OUTRO DE MADEIRA, UM NA DIREITA E O OUTRO NA ESQUERDA., A OPÇÃO ERA DO “CLIENTE”. “NEGUINHO” NÃO CHEGAVA FOLGANDO NO PLANTÃO, POIS SE FOLGASSE, ATO CONTÍNUO A BORRACHA COMIA. S.M.J., PAGUEI TRÊS MÁQUINAS DE ESCREVER, ADIVINHA PORQUE !. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  48. GENTE ! COMPLEMENTANDO O ACIMA EXPOSTO, EM 1982, APORTOU A EXCELÊNCIA . DR. MONTORO, QUANDO INCONTINENTI OS “CHICOS DOCES ” FORAM PARAR LÁ DOCERIA E, COM UM DETALHE AQUELE TAL DE DOM “AIDS”, “SUPLA”, E OUTROS DERAM FOLEGO PARA OS LIXOS VIRAREM LIXÕES. S.M.J., A PARTIR DAQUELA ÉPOCA A NOSSA GLORIOSA POLÍCIA CIVIL DE SÃO PAULO FOI FRACASSADA, ESTANDO ATUALMENTE, S.M.J., NA U.T.I. , E ME AJUDEM AÍ Ó !…..

  49. DOUTOR GUERRA! OPINE POR FAVOR!!
    NO METRÔ, SENTA-SE AO SEU LADO UM “NÓIA” FEDIDO E EMBRIAGADO, COM O ANTEBRAÇO ENGESSADO (PRATICAMENTE UMA ARMA).
    EM SILÊNCIO E EDUCADAMENTE VOCÊ SE LEVANTA E FICA EM PÉ, AFASTADO.
    A CRIATURA, SENTINDO-SE OFENDIDA, LEVANTA-SE E TE XINGA ERGUENDO O GESSO NA DIREÇÃO DO SEU ROSTO. VOCÊ DÁ ALGUNS PASSOS ATRÁS E SE PÕE EM PRONTIDÃO. O NÓIA VOLTA A SE SENTAR.
    ALGUNS SEGUNDOS APÓS, ATIÇADO PELO CAPETA, O NÓIA TIRA A CAMISA (CHEIO DE TATTO DE CADEIA E DE MACUMBA) DÁ DOIS PASSOS EM TUA DIREÇÃO, GESSO ERGUIDO, DIZENDO QUE IRÁ BEBER TEU SANGUE.
    POR DEUS ELE DESISTE E VOLTA A SE SENTAR.
    PERGUNTO:
    O POLICIAL É OBRIGADO A SAIR NA MÃO COM UM NÓIA DE ANTEBRAÇO ENGESSADO CORRENDO O RISCO DE SÉRIOS TRAUMAS POR CONTA DO GESSO? OU CABE UM DISPARO NESSA CRIATURA?

  50. Se você não for policial e pai de família, qual seria sua atitude. Sair no braço com o cara? Essa é sua resposta, entendeu. Por ser policial você não é melhor que os outros amigo.

  51. Conversa vai, conversa vem, a PM é melhor, não, a melhor é a PC, e estamos todos tomando bem no meio do rabo, agosto chegou, inflação 10%, e nada de reajuste, disse nada, parabéns, continuem se de gladiando.

  52. Bom, nem tudo está perdido, se a população tem medo fico feliz, ainda bem que tem medo…ainda bem…

  53. Resposta…
    Desproporcionabilidade, falta de racionalidade….
    Vagão de metro é sempre cheio de pessoas, né?

    C.A.

  54. Da PM têm medo, da civil cospem no plantão, vomitam, perguntam “e daí que você é polícia?”, gritam, esperneiam, obrigam a elaborar B.O’s sem amparo legal, ameaçam ir na Corregedoria, etc, etc, etc e por aí vai.

  55. Eu juro que não entendo o que muitos querem, principalmente essa mídia esquerdista, eu li a reportagem e fala de muitos medos da sociedade, mas o título da reportagem é justamente um, porque sabem que a maioria não lê todo conteúdo. Deixam transparecer que o problema maior da sociedade corrupta e violenta do nosso país é a Polícia Militar, e esse tipo de reportagem sempre foi um prato cheio pro Flitparalisante; todos contra a PM, se sobrar tempo, falamos dos criminosos. Almejam uma Polícia educadinha, boazinha, muito bem preparada, sabe aquela coisa de primeiro mundo, tipo França, USA, Japão? Então, como se o povo fosse igual e merecesse. A mudança desse país deve vir de berço, das escolas, da família, das universidades, mas observem vocês que os tais, estão se degradando cada dia mais. Qual a esperança de tudo isso mudar? Se uma esquerda que antes sequestrada, roubava e matava hoje está no poder? Se os formandos das universidades são cada vez mais baladeiros, maconheiros, ou sejam, serão os futuros advogados, juízes, e por aí vai? Se os valores estão cada vez mais se invertendo? Mas os policiais que são marcianos, tem que serem diferentes, todos eles.

  56. kkkkkkkk vai esperar o QUE de UM País com quase 2.000.000 MILHÕES DE MACONHEIROS ?????? e que 49 % dos UNIVERSITARIOS já se DROGARAM disse:

    Mais de 1,5 milhão de brasileiros consomem maconha todos os dias

    Levantamento divulgado pela Unifesp aponta que 62% das pessoas tinham menos de 18 anos quando entraram em contato com a droga

    01/08/

    http://veja.abril.com.br/noticia/saude/mais-de-1-5-milhao-de-brasileiros-consome-maconha-todos-os-dias/

    Mais de 1,5 milhão de brasileiros consomem maconha todos os dias. O dado faz parte do Levantamento Nacional de Álcool e Drogas (Lenad), primeira amostragem sobre o consumo da droga no Brasil. O trabalho foi realizado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e divulgado nesta quarta-feira. Segundo o estudo, 3,4 milhões de pessoas entre 18 e 59 anos usaram a droga no último ano e 8 milhões já experimentaram maconha alguma vez na vida – o equivalente a 7% da população brasileira. Desses, 62% deles tiveram contato com a droga antes dos 18 anos.

    kkkkkkkk vai esperar o QUE de UM País com quase 2.000.000 MILHÕES DE MACONHEIROS ??????

    e que 49 % dos UNIVERSITARIOS já se DROGARAM

    http://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/49-dos-universitarios-brasileiros-ja-usaram-drogas-ilicitas-diz-estudo-1j3vb05oilg0qv7wiwndgmn9q

    80% dos alunos de universidades menores de 18 já consumiram álcool. Levantamento ouviu 18 mil jovens nas 27 capitais brasileiras

    SE AMASSEM A PM seria no MÍNIMO CURIOSO !!!! kkkkkkkkkkkk

  57. acabou se o respeito , no geral..

    a cada dia que passa , aumenta o número de malas que chegam algemados ao dp cheios de rasão , reclamando pra caramba. e os policiais civis tem que ficar aturando aqueles nóias enchendo o saco, só calam se quando a gente da uma dura , mandando eles calarem a boca.

    se a gente fica educadinho , eles continuam azucrinando e tumultuando o plantão, então a saida é ser mal educado com eles, pois é somente com esta linguagem que eles respeitam , apos isso ficam pianinhos…

  58. BRASIL = uma população composta de uma multidão de transgressores da lei.

    porque muitos tem medo da policia ?

    Resp = é porque tem muitas pessoas desvirtuadas , e inflingen as leis de alguma forma.

    1- uns fazem gatos na tv.
    2- fazem gatos na agua e luz.
    3- dirigem sem CNH .
    4- dirigem com veículos sem documentação.
    5- dirigem alcoolizados.
    6- dirigem e possuem veículos NP.
    7- possuem ou dirigem veículos clonados .
    8- quase que a totalidade das motos em circulação, são bodinhos.

    9- uma gigantesca camada da população esta usando DROGAS .

    – estamos caminhando para ser um pais , que ja não basta a fama de ser visto pelos paises europeus , como
    um povo que só pensa em futebol- cachaça- carnaval – e prostituição ,,, logo alcançaremos a honra de sermos
    vistos pelo mundo todo como um pais de MALOQUEIROS.

  59. para concertar tudo o que esta errado em nosso pais , precisamos começar do zero.

    temos que escrever uma nova carta magna, uma nova constituição federal, dando responsabilidade a população
    e darmos direitos e deveres a todos como um pais sério.

    se não fizermos uma nova constituição , estaremos sem futuro, pois um pais só vai pra frente se ter uma população
    respeitosa dos deveres , e respeitar a constituição , para podermos cobras nossos direitos….

    se continuarmos do jeito que ta, vamos retroagir diante dos outros países, como – chile- argentina-

    — só para terminar , fui no chile este ano, a senti inveja do povo chileno de santiago.( capital).
    tamanha a educação que eles tem … totalmente diferente de nós brasileiros.

    OBS- nesta viagem constatei que o chile já esta mais evoluido que nós.em educação..

    e isso é uma vergonha para nós , que sempre fomos os primeiros na américa do sul…..

  60. Recruta zero disse:
    31/07/2015 ÀS 12:41
    E o pior que tudo que ele falou é verdade! Aqui em São Paulo até mato eu tive que capinar quando fiz o CFSD, fora os dias que ficava em forma no sol do meio dia sem poder me mecher a troco de nada, NADA! Nem os cachorros do canil ficavam no sol! Vá em qualquer curso superior e vê se alguém é formado dessa forma e na base do grito!! “SEU MONTRO, LENDIA, IMAGEM DO CÃO”

    MEU CARO, VC É MAIS UM DESSE QUE FAZ PARTE DA ESQUERDA, É UM REVOLTADO COMO MUITOS, E MAIS COLEGA, EU DUVIDO QUE AINDA ESTEJA NO QUADRO DA PM, CARA OLHA NO ESPELHO, PELA SUA REVOLTA DEVERIA TER SIDO VOCACIONADO A UM SACERDOTE ( PADRE) POIS POLICIA O CABRA TEM QUE SER PRIMEIRAMENTE MACHO CARA, E VC NÃO ME PARECE TER ESSAS QUALIDADES, ME DESCULPE, MAS É ISSO A IMPRESSÃO QUE ESTOU TENDO TÁ, CABRA MACHO VC NÃO É MESMO.

  61. Cada povo tem a polícia que merece, Brasil, um país de CRIMINOSOS PARA CRIMINOSOS! Fim!

  62. Se perguntarem qual é o meu medo, respondo sem titubear: da sociedade ensandecida…

  63. Jacaré..:
    Pra ser macho precisa ser humilhado?
    Garanto que sou mais macho que você, nas bem por isso me submeto a um absurdo desses…aliás, quem é macho e tem personalidade própria não passa por isso…logo, só entra na PM isso que Ta aí. Por isso que a Polícia Ta essa draga!

  64. Essa matéria é tão verdadeira quanto uma que li na página de um site onde se lia: “Cheirar o próprio peido cura câncer”

  65. QUANTA INVEJA DA PM:

    O senhor vai processar o blog (ou os comentaristas) em tese no quê?

    PM é burro mesmo, puta que pariu.

    Processa aí, espertão.

  66. A POPULAÇÃO NÃO MERECE POLÍCIA NA RUA.
    INFELIZMENTE, SÃO POUCOS OS CIDADÃOS DO BEM QUE RESPEITAM A POLÍCIA E MERECEM A SEGURANÇA DE UMA VIATURA NA RUA.

  67. Infelizmente a polícia de hoje é composta de frouxos e pernas lisas. Em vinte anos de carreira o que tem saltado aos menus olhos, concurso após concurso, é a entrada de garotos que jamais passaram algum perrengue na vida ou começaram a trabalhar na tenra idade, como eu! Já vi garoto bombado chegando de carro ostentação, cheio de roupas de grife e ideias da Swat. A polícia não é uma tara, caros leitores; quanto menos um fetiche. Mimetismo estranho: querem ser policias em uma polícia falida que não lhes dá metade do que seus pais lhe dão de mesada! E as “autoridades”?; essas nem se fala: usam a Polícia Civil para galgarem outras careiras jurídicas, que podem chegar durante a academia ou, no máximo, durante o estágio probatório. Outro fator que cooperou para esse estado de coisas em que está a Polícia Civil e estabilidade que o serviço público proporciona ao concursado, que, diante do desemprego é grande coisa.

  68. Acredito ser de interesse dos colegas…

    O Presidente do Sinpol, Eumauri Lúcio da Mata, informa aos policiais civis associados, ele e alguns diretores, reuniram-se ontem com os advogados Reginaldo Carvalho e Adauto Casanova, para dirimir dúvidas quanto às novas ações a serem por eles impetradas.
    Informa ainda, que as ações só serão impetradas por associados ao SINPOL.
    Uma delas trata-se da ação de dano moral contra o Estado em virtude de desrespeito às horas semanais ou mensais trabalhadas, pois, muitos policiais estão trabalhando seu horário normal, e depois ficando em sobreaviso as horas restantes do dia, portanto, ficam 24 horas à disposição da administração, sendo privados de seu lazer e convívio familiar.
    Já há julgados a respeito reconhecendo o dano moral, e o Estado terá que indenizar os policiais.

    A outra se trata da incorporação de “décimos” ao salário, correspondente ao período em que o policial trabalhou em desvio de função. As ações que muitos já impetraram, poderão condenar o Estado a pagar a diferença do desvio de função, mas, as diferenças não incorporam automaticamente ao salário. Exemplo: se o servidor ganhou na justiça os últimos cinco anos em desvio de função, ele recebe a diferença, mas não há alteração no salário. A nova ação será pedir judicialmente a incorporação de 05 décimos ao salário, para sempre, nos mesmos moldes que são incorporados os cargos de chefia e encarregado.

    E por último, serão impetradas novas ações de desvio de função, caso o funcionário continue exercendo-a, ou seja, a ação vale até o período fechado, retroagindo em alguns casos, 5 anos, mas, se o funcionário continua trabalhando no mesmo desvio faz-se necessário uma nova ação, desta vez correspondente ao período em que ele continuou trabalhando foram de suas funções. O policial poderá receber um período e ajuizar períodos novos para recebimento.
    Para saber da documentação necessária, basta entrar em contato com a secretaria do Sinpol.
    Em breve publicaremos julgados de ações idênticas às que estamos patrocinando.
    Estamos estudando outros tipos de ação, com objeto diferente, e assim que decidirmos impetrá-las, comunicaremos.

    Rib. Preto, 29 de julho de 2015
    EUMAURI LUCIO DA MATA
    PRESIDENTE

    do site: http://www.sinpolrp.com.br/show_info.php?cod=297

  69. Aposentando Compulsoriamente, a partir 20-05-2015
    Nos termos do Artigo 40, § 1º, II e § 4º, II, da CF/88 c.c art.
    1º I, da LCf 51/85 alt. LCF 144/14 c.c Art. 8º, I e II, § 1º, I, “a”
    e “b” e II da EC 20/98 c/c § 2º, art. 3º da EC 41/03 (Certidão
    de Liq. de Tempo de Contrib. 190/2015) o (a) Sr (a). MARCO
    ANTONIO DESGUALDO, RG 3.893.141-2, DELEGADO DE POLICIA
    DE CLASSE ESPECIAL, do SQC-III-QSSP, constante do PUCT SSP
    28.397/1978, fazendo jus aos proventos proporcionais.
    (Port. DBS 8341 / 2015)

  70. Enviado em 01/08/2015 as 13:33
    DOUTOR GUERRA! OPINE POR FAVOR!!
    NO METRÔ, SENTA-SE AO SEU LADO UM “NÓIA” FEDIDO E EMBRIAGADO, COM O ANTEBRAÇO ENGESSADO (PRATICAMENTE UMA ARMA).
    EM SILÊNCIO E EDUCADAMENTE VOCÊ SE LEVANTA E FICA EM PÉ, AFASTADO.
    A CRIATURA, SENTINDO-SE OFENDIDA, LEVANTA-SE E TE XINGA ERGUENDO O GESSO NA DIREÇÃO DO SEU ROSTO. VOCÊ DÁ ALGUNS PASSOS ATRÁS E SE PÕE EM PRONTIDÃO. O NÓIA VOLTA A SE SENTAR.
    ALGUNS SEGUNDOS APÓS, ATIÇADO PELO CAPETA, O NÓIA TIRA A CAMISA (CHEIO DE TATTO DE CADEIA E DE MACUMBA) DÁ DOIS PASSOS EM TUA DIREÇÃO, GESSO ERGUIDO, DIZENDO QUE IRÁ BEBER TEU SANGUE.
    POR DEUS ELE DESISTE E VOLTA A SE SENTAR.
    PERGUNTO:
    O POLICIAL É OBRIGADO A SAIR NA MÃO COM UM NÓIA DE ANTEBRAÇO ENGESSADO CORRENDO O RISCO DE SÉRIOS TRAUMAS POR CONTA DO GESSO? OU CABE UM DISPARO NESSA CRIATURA?

    ————————–

    Você deveria se envergonhar e pedir desculpas ao desvalido dependente químico.

    O seu gesto pode ser tipificado como injúria real, feriu a dignidade humana do infeliz.

    Você deveria ter permanecido sentado ao lado do fedido e com ele socializado.

    Se eu fosse um desses delegados corregedores não hesitaria em prendê-lo por homicídio ou lesão corporal.

    O policial é obrigado a ficar quietinho; se apanhar deve oferecer a outra face.

  71. Thomás turbano disse:
    01/08/2015 ÀS 17:50
    Jacaré..:
    Pra ser macho precisa ser humilhado?
    Garanto que sou mais macho que você, nas bem por isso me submeto a um absurdo desses…aliás, quem é macho e tem personalidade própria não passa por isso…logo, só entra na PM isso que Ta aí. Por isso que a Polícia Ta essa draga!

    VC DEVE ESTAR MASTURBADO NÉ KKKKKK, SE É MACHO MESMO, MACHO ATE DE BAIXO DE OUTRO MACHO, MAIS QUE BAITA MACHO, HEHEHEHEHE

  72. Flit Paralisante disse:
    01/08/2015 ÀS 20:01
    Enviado em 01/08/2015 as 13:33
    DOUTOR GUERRA! OPINE POR FAVOR!!
    NO METRÔ, SENTA-SE AO SEU LADO UM “NÓIA” FEDIDO E EMBRIAGADO, COM O ANTEBRAÇO ENGESSADO (PRATICAMENTE UMA ARMA).
    EM SILÊNCIO E EDUCADAMENTE VOCÊ SE LEVANTA E FICA EM PÉ, AFASTADO.
    A CRIATURA, SENTINDO-SE OFENDIDA, LEVANTA-SE E TE XINGA ERGUENDO O GESSO NA DIREÇÃO DO SEU ROSTO. VOCÊ DÁ ALGUNS PASSOS ATRÁS E SE PÕE EM PRONTIDÃO. O NÓIA VOLTA A SE SENTAR.
    ALGUNS SEGUNDOS APÓS, ATIÇADO PELO CAPETA, O NÓIA TIRA A CAMISA (CHEIO DE TATTO DE CADEIA E DE MACUMBA) DÁ DOIS PASSOS EM TUA DIREÇÃO, GESSO ERGUIDO, DIZENDO QUE IRÁ BEBER TEU SANGUE.
    POR DEUS ELE DESISTE E VOLTA A SE SENTAR.
    PERGUNTO:
    O POLICIAL É OBRIGADO A SAIR NA MÃO COM UM NÓIA DE ANTEBRAÇO ENGESSADO CORRENDO O RISCO DE SÉRIOS TRAUMAS POR CONTA DO GESSO? OU CABE UM DISPARO NESSA CRIATURA?

    ————————–

    Você deveria se envergonhar e pedir desculpas ao desvalido dependente químico.

    O seu gesto pode ser tipificado como injúria real, feriu a dignidade humana do infeliz.

    Você deveria ter permanecido sentado ao lado do fedido e com ele socializado.

    Se eu fosse um desses delegados corregedores não hesitaria em prendê-lo por homicídio ou lesão corporal.

    O policial é obrigado a ficar quietinho; se apanhar deve oferecer a outra face.

    VAI OTÁRIO, QUEM FALA O QUE QUER, ESCUTA O QUE NÃO QUER, HEHEHEHEHEHE, MUITO BOA A SUA RESPOSTA PARA ZÉ MANÉ GUERRA, VAI BOBÃO, PERDEU BRANDE OPORTUNIDADE DE FICAR COM A SUA BOCA FECHADA, E EVITAR UMA LAPADA DESSA KKKKKKKK

  73. Jacaré De Sousa Só Soube Fazer Uma Coisa Na Vida: Ser PM! Duvido, Jacaré Conde Guerra, Se Você Tivesse Opção Teria Sido PM! disse:
    31/07/2015 ÀS 19:05
    Jacaré, não há pesquisas, se houvesse o número seria maior: o povo teme a polícia letal! E pelos seus escritos e dos seus pares devem ter medo mesmo! Despreparados, burros e arrogantes! Você, Hélio e outros que vem até aqui escrever são ignaros e bestas!

    O hélio seria capaz de acreditar que durante o curso de Medicina o obstetra necessitaria dar à luz. Assim, estaria apto a realizar partos.

    Quanta argumentação vazia para “justificar” babaquices, autoritarismos, pouco-caso, tratamentos desprezíveis aos discentes, falta de conteúdo programático e desperdício de verba pública nos cursos de “formação” na Polícia Militar.

  74. A MAIORIA DA POPULAÇÃO TEM MEDO DA POLICIA PORQUE ESTA DIRETA OU INDIRETAMENTE ENVOLVIDA COM A CRIMINALIDADE.
    -TEM FAMÍLIAS INTEIRA VIVENDO DA VENDA DE DROGAS.
    – NAS FAVELAS A MAIORIA É COMPOSTAS POR PESSOAS QUE TRABALHAM MAS TEM O FILHO NÓIA, O PRIMO LADRÃO O IRMÃO TRAFICANTE ETC ETC.
    -FORA DAS FAVELAS O CARA É VICIADO, SEU CARRO É NP E SEU COMERCIO VIVE DA RECEPTAÇÃO.

    A VERDADE É QUE SOMOS RECORDISTAS MUNDIAIS, NO USO DE DROGAS, NAS ROTAS DO CRIME, CAMPEÕES NA IMPUNIDADE E NA POPULAÇÃO CARCERARIA ESTAMOS BATENDO TODOS OS RECORDS. E INOVAMOS A CADA DIA TEMOS 2 TRIBUNAIS (STF E DO CRIME), TEMOS DOIS GOVERNOS UM LETÁRGICO E O OUTRO PARALELO ATUANTE E A TODO VAPOR.

    ESSAS PESQUISAS SÃO UM LIXO E SÓ ENGANAM OTÁRIOS E O MP QUE DEIXA ISSO ACONTECER DEBAIXO DO SEUS PÉS COM TODAS ESTAS MANIPULAÇÕES.
    COM O EXPOSTO ACIMA FICA DIFÍCIL ALGUÉM NÃO TER MEDO DA POLICIA E OS QUE AINDA NÃO TEM, DO MODO QUE ESTA INDO O PAÍS UM DIA IRÃO TER MEDO; PORQUE ESTA DIFÍCIL SER HONESTO NO BRASIL, VOCÊ TENTA MAS SEMPRE ALGUÉM QUER LEVAR SUA NOTA E TE ATESTAR DE BURRO, NA MARGINAL ESTA OSSO SER HONESTO A 50 KM POR HORA!!! AS ADULTERAÇÕES DE PLACAS JÁ COMEÇARAM E QUEM ERA HONESTO E NÃO TINHA MEDO DA POLICIA ACABA SENDO UM TRANSGRESSOR QUE ODIARA A POLICIA E O SENHOR RADDAR SAI COMO MOCINHA E A POLICIA COMO BANDIDA, COMO MONSTRO, ETC ETC

  75. TEM MEDO MAS NÃO TEM VERGONHA. Sem POLÍCIA também não consegue viver. Aeee povinho problemático. Chega a ser filosófico, aliás igual aos filósofos que produzem uma pesquisa dessas. Eu NUNCA fui abordado por nenhum pesquisador, minha família e meus amigos não teem medo da polícia eles teem respeito. Afinal não convivo com Nóia, ladrão etc… Já o ministro da justiça devia se preocupar com os crimes cometidos pelos componentes do partido dele.

  76. pedro, a sua postagem foi muito boa, mas vc não acha que as pessoas que deu inicio a este estudo se tratando de membros de uma instituição que compõem a segurança publica ( um Coronel e um Major da PM) essas pessoa que estão ligado a segurança publica não deveriam desenvolverem algo relacionado a segurança , veja bem, apesar de uma matéria ser de interesse geral, nada tem a ver com as qualificações de seus autores.
    coronel e major são policiais, pela função eles tinham que tentar algo para melhorar o sistema de segurança pública e não da questão de economia de energia elétrica, boa tarde.

  77. kkkkkkkk vai esperar o QUE de UM País com quase 2.000.000 MILHÕES DE MACONHEIROS ?????? e que 49 % dos UNIVERSITARIOS já se DROGARAM disse:

    =================================

    mas pera ai !!!! estes ai são os assumidos , e sabemos que milhões de maconheiros estão enrustidos,
    são como os homossexuais , que se escondem no armário….. se todos os usuários resolverem de uma só vez assumirem
    que adoram drogas…. ai sim seremos reconhecidos como um povo de drogados – pior que a fama da jamaica……

  78. kkkkkkkk vai esperar o QUE de UM País com quase 2.000.000 MILHÕES DE MACONHEIROS ?????? e que 49 % dos UNIVERSITARIOS já se DROGARAM disse:
    01/08/2015 ÀS 16:20
    Mais de 1,5 milhão de brasileiros consomem maconha todos os dias

    Levantamento divulgado pela Unifesp aponta que 62% das pessoas tinham menos de 18 anos quando entraram em contato com a droga

     ****************************

    esta porcentagem da pesquisa deve ser dos nóias assumidos , porque se todos os usuários ( nóias ) resolverem assumir
    que são usuários, no mesmo dia, com certeza seremos reconhecidos mundialmente como uma nação de nóias.
    e isso sera muito vergonhoso.

  79. o brasil precisa urgentemente mudar as leis das drogas……

    precisa parar de tratar usuários como doentes….eles precisam ser tratados com um rabo de TATU. bem grosso.

    quem for pego usando drogas tem que ir direto para a cadeia e pegar uma pena fixa de 06 meses no regime fechado.
    ai sim tomarão vergonha na cara, enquanto não endurecer as leis para estes nóias , a única certeza que temos é a
    futura explosão de mais viciados que se tornarão uns verdadeiros – ZUMBIS –

  80. NÃO CONCORDO COM ESSA PESQUISA DIVULGADA…..

    este numero de drogados garanto que tem muito mais que isso no fundão da zona leste. para conferir é só
    andar em qualquer bairro após as 22.00 hs, que constatarão esta triste realidade..

  81. A CAPITAL DE SÃO PAULO DEVE TER NO MÍNIMO UNS 06 MILHÕES DE USUÁRIOS DE DROGAS ILÍCITAS ….
    EU NÃO TÔ FALANDO DE CACHAÇA E CIGARRO.

  82. PESQUISAS REVELAM QUE A POPULAÇÃO TEM MEDO DA PM…

    62% DAS PESSOAS ENTREVISTADAS RESPONDERAM TER MEDO DA PM.
    OS OUTROS 38% TIVERAM MEDO DE RESPONDER ÀS PESQUISAS!
    KKKKKKKKKK

  83. Os programas do Datena e do Marcelo resende resume o uso das drogas do mal…

    é incrivel !!!!! pois todas as reportagens que eles dão , tem a maldita droga no meio..

    brigas de marido e mulher- roubos- brigas de familias- filhos matando pai- matando mãe- tudo para o livre uso das
    drogas malditas ….i

    precisa dar um basta nisso, enquanto dar tempo. se é que ainda temos tempo.

  84. PESSOAL !, EU RECONHEÇO QUE DE VEZ EM QUANDO EM FALO BESTEIRAS, MAIS TUDO ISTO É RESPONDENDO AS CERTAS ASNEIRAS AQUI PROFERIDAS. AGORA EU DIGO !. ESTE PESSOAL, S.,M.J., TEM MAIS É QUE COBRAR DESSE DESGOVERNO A REPARAÇÃO DESSA INFLAÇÃO INTOLERÁVEL QUE ASSOLA O PAÍS E PRINCIPALMENTE O NOSSO BOLSO. GENTE ! O QUE VALE É O “J” VALORIZADO NO QUINTO DIA ÚTIL. VÃO CONVERSAR BESTEIRAS LÁ NA CASA DA TIA CHICA !. E ME AJUDEM AÍ Ó !…..

  85. Na manhã desta segunda-feira, durante a reunião de coordenação política, a presidente vai cobrar de seus auxiliares atenção redobrada com a tramitação de matérias que tenham impacto nas contas públicas.

    Com o fim do recesso parlamentar, o governo prepara suas armas para tentar barrar os avanços de temas que podem aumentar os gastos públicos, como o reajuste do Ministério Público, a criação de um piso nacional para policiais e bombeiros e a mudança no índice de atualização do FGTS.

    Segundo um auxiliar palaciano, a eventual aprovação dessas matérias representaria uma perda ainda maior de prestígio da presidente, que já se viu obrigada a vetar o reajuste do Judiciário. Para pacificar a base aliada e evitar novas traições, o governo decidiu acelerar a liberação de emendas e a composição do segundo e terceiro escalões, que deve ser concluída em meados de agosto.

  86. Eu acho a polícia necessário em qualquer lugar do mundo o problema e que no Brasil eles não tem preparo emocional a abordagem e feita de forma amadora não todos e claro,mas uma porcentagem muito grande do efetivo tem um certo despreparo desça forma a população vê o polícial não como amigo, coisas que usa ou europeus por exemplo já tem outra imagem

  87. a população tem tanto medo da policia que um ladrãozinho de galinha peita os policiais

  88. o policial vai prender um traficante a população toma da mao do policial

  89. o povao ofende o policiao agride o policial e vocês falam que o povo tem medo

Os comentários estão desativados.