1. Qdo viemos aqui e explicamos para os carreiras jurídicas que eles iam tomar uma invertida com a PEC 172 fomos chamados de invejosos.

    Chupa majurada fumaceira.

    E agora?

    Quem é o invejoso?

  2. Bom dia!

    Senhoras e Senhores.

    Para alguns desavisados “homem de (o) bem” sozinho, pode ser visto como uma ovelha desgarrada e desprotegida; uma gota de chuva esquecida numa folha de uma planta qualquer; e, ínfimo potencial ofensivo. Mas sabemos que unidas, terá força e formarão rebanhos e tsunamis que varrerão esses malfeitos para longe.

    Retidão todos possuem mas somente alguns conseguem exercê-la com esmero.

    Parabéns.

    Caronte.

  3. Alguem me confirma uma coisa. Nao esta faltando parcela de aumento ou N.U que deveria ser paga em 2015? Ou estou enganado?
    OUtra coisa, pagaram uma parcela atrasada do bonus em maio e C A D E a que deveria ter sido paga tres meses depois em agosto?

  4. SANCIONADA LEI QUE TORNA CRIME HEDIONDO O ASSASSINO DE POLICIAIS

    Foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff, e já está publicada no Diário Oficial da União, a lei que torna hediondo o assassinato de policiais. Em março, o texto já havia sido aprovado na Câmara dos Deputados e, em junho, no Senado.

    A lei será aplicada quando o crime for cometido contra policiais civis, militares, rodoviários e federais, além de integrantes das Forças Armadas, da Força Nacional de Segurança e do Sistema Prisional, seja no exercício da função ou em decorrência do cargo ocupado.

    A nova tipificação valerá ainda para crimes contra cônjuge, companheiro ou parente consanguíneo até terceiro grau, quando motivados pela ligação familiar. Em todos esses casos, a pena será de reclusão de 12 a 30 anos. Atualmente, a pena de homicídio simples varia de seis a 20 anos de prisão.

    Também será aumentada de um a dois terços a lesão corporal cometida contra esses agentes de segurança, em serviço, e seus parentes.

    Leia mais: Após ato, policiais esperam avanço nas leis que punem crimes contra a categoria

    Essa era uma importante reivindicação das forças policiais de todo o País, alvo de pelo menos duas manifestações das quais o Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol-DF) participou, alertando para o crescente índice de morte dos agentes de segurança pública.

    Segundo o presidente do Sinpol-DF, Rodrigo Franco, o Gaúcho, “a mudança na legislação é um importante passo para que seja resgatada a autoridade policial”.

  5. João Alkimin: parabéns pela improvisada entrevista ao Dr. RONALDO TOVANI. Quem conhece a incontestabilidade dos fatos (e isso vale para entrevistador e entrevistado) não gagueja e nem necessita de script!

  6. Bom dia!

    Senhoras e Senhores.

    Como se já não bastasse quererem nos enfiar uma bandeira vermelha goela abaixo, ainda assim, nos empurram uma tabela vermelha na conta de luz; na conta bancária; no cartão de crédito; e, sem contar, ao final, nos trincam de vergonha.

    Ahhh! Ainda tem o volume morto.

    Até quando?

    Caronte.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s