Luis Nassif – Como a PM paulista tornou-se máquina de assassinar jovens 78

Como a PM paulista tornou-se máquina de assassinar jovens

De repente, a força tarefa montada para apurar a chacina de Osasco – na qual 19 jovens foram assassinados – foi atropelada pelas investigações da Polícia Militar (PM).

A maior suspeita era de PMs envolvidos.

As investigações da PM atuaram em duas frentes: para atrapalhar os aspectos materiais e para comprometer os aspectos formais da investigação.

Na primeira frente, atrapalharam a colheita de provas e expuseram nomes de testemunhas. A partir do vazamento, todas elas passam a ser juradas de morte.

Na frente formal, caso as investigações levem a nomes de policiais de menor patente, com toda certeza serão anuladas nos tribunais superiores, já que crimes de morte só podem ser investigados pela Polícia Civil (PC). À PM cabe apenas investigar infrações administrativas.

Escancara-se, assim, um dos grandes desafios nacionais, que mais cedo ou mais tarde teria mesmo que ser encarado: o do enfrentamento do poder paralelo incrustado nas PMs, cuja manifestação mais trágica é a extraordinária taxa de letalidade nas suas ações. Em muitos lugares – especialmente em São Paulo – a PM tornou-se uma máquina feroz de assassinar jovens de periferia, escudada na mais absoluta impunidade.

O papel dos P2

Os problemas da PM começaram quando transformaram o P2 em agentes policiais.

Os P2 são uma espécie de polícia judiciária, responsáveis por levantar as infrações disciplinares e propor correções de rumo à polícia. Os PMs usam fardas, os P2, não. Os PMs são cidadãos comuns; os P2, os PMs de confiança.

Gradativamente houve uma alteração na sua atuação, conforme se contará mais à frente, tornando-se a linha de frente das operações extralegais da PM, como agentes de confiança do oficialato.

Essa máquina de assassinato foi montada de forma gradativa.

Na década de 70 consolidou-se a imagem da PC corrupta e da PM violenta. Vem de lá os conflitos entre as duas polícias.

Na linha de frente, os conflitos se manifestavam no próprio atendimento policial. O PM prendia o suspeito, levava para a delegacia e lá havia a primeira frente de conflito.

Há duas espécies de policiais civis.

O policial sério é garantista – isto é, não está lá meramente para apurar culpas, mas para apurar a verdade. Ele precisa seguir o Código de Processo Penal (CPP), requisitar laudos e perícias. Já a PM não se prende a códigos e busca culpados.

Além disso, não havia interesse em fortalecer a PC, porque a própria PM pretendeu desde sempre controlar o ciclo completo da apuração do crime. No passado, houve inúmeros casos de efetivos da PM cercarem delegacias para fazer valer a vontade do oficial, exigindo flagrante em determinados casos, contra a opinião do delegado, que não via motivos para tal.

O problema maior surgiu com a segunda espécie de policial civil, o corrupto.

Ainda na década de 70 a PM deu-se conta de que prendendo o contraventor e entregando-o em uma delegacia – em geral ligado ao jogo de bicho e ao bingo – apenas valorizava a corrupção da PC.

Talvez por efeito-demonstração, as companhias da PM que atuavam na região da Santa Ifigênia começaram a praticar venda de segurança. Havia reuniões formais entre os capitães e comerciantes. Os oficiais alegavam que o Estado não tinha verbas. Os comerciantes montavam então uma associação incumbida de recolher recursos para financiar os PMs. Foi o início de um modelo que se expandiu para outras regiões da cidade e deu início ao crescente mercado de segurança, dominado por companhias de propriedade de oficiais da PM.

Hoje em dia, é comum a venda casada de segurança por essas empresas. Tipo, se a contratarem garante-se pelo menos duas vezes por dia a presença de viaturas da Rota transitando pela região.

A segurança de quem pagava

A venda de segurança começou a dar na vista, porque regiões e cidadãos passaram a ser divididos entre os que podiam e os que não podiam pagar.

Para administrar a opinião pública, a maneira encontrada por setores da PM e das companhias de segurança foi a criação de grupos de extermínio.

Se surgiam problemas em determinada região, mandavam um esquadrão na calada da noite que executava meia dúzia de pessoas, quadrilheiros ou não. A ação servia para alertar os quadrilheiros: mudem-se! Para a população, passava a ideia de guerras de quadrilha.

Aos poucos, o modelo de execução foi sendo aprimorado.

Quando surgem problemas em determinadas regiões nobres, os grupos de segurança privada combinam entre si e aquele de outra região vai até o local, procede à matança e à desova dos corpos em outro lugar.

Esse mesmo procedimento passou a ser adotado por setores da PM.

Quando precisa matar alguém, setores da PM valem-se de três equipes. A primeira, executa as vítimas. A segunda, vai até o local e esconde as provas. A terceira comparece para registrar o crime.

A eficácia do modelo é assegurada por dois instrumentos.

O primeiro, o sistema de gestão avançado, que permite programar a ida ou retirada de policiais da área. Se um grupo de extermínio planeja uma ação em determinada área, basta acionar o sistema para tirar o policiamento do entorno do alvo.

O segundo é a falta de uma polícia técnica independente. O Instituto Médico Legal não tem verba própria. Depende da Polícia Civil, porque até hoje não foi instituída uma polícia científica, conforme preconizado pela Constituição.

No geral, os PMs desenvolvem laços de compadrio com médicos. De posse da escala de médicos, é fácil identificar aqueles menos exigentes nos laudos.

Os crimes de maio de 2006 só cessaram quando médicos do Conselho Regional de Medicina correram para o IML (Instituto Médico Legal) para acompanhar as autópsias. É nesse momento que aparecem as provas mais objetivas que podem levar ao criminoso.

Os crimes de agosto

Não foi por acaso que Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA) exigiu providências do governo brasileiro tão logo foram divulgadas as notícias sobre a chacina de Osasco. Nos organismos internacionais, há consenso de que as autoridades públicas perderam o controle sobre as PMs.

A primeira atitude do Secretário de Segurança Alexandre de Moraes foi a constituição de um grupo de trabalho de 50 pessoas, entre policiais civis e procuradores estaduais visando apurar os crimes. Não incluiu ninguém da PM. Parecia que, pela primeira vez, seria rompida a blindagem.

Quando a PM colocou seu bloco na rua, o Secretário calou-se. Dele não se ouviu mais nenhuma palavra, nenhuma declaração.

A chacina de Osasco tornou-se um divisor de águas. Nos próximos dias se saberá onde reside o poder de fato em São Paulo: se no Palácio Bandeirantes ou se no quartel da PM.

Dessa resposta dependem centenas de rapazes de periferia que serão executados nos próximos meses, caso o governo de São Paulo atue de forma pusilânime.

  1. Belo texto, pena que será só mais um entre tantos que já li!
    Nunca mudou e nunca mudará!
    Estamos no Brasil! Até no filme Velozes e Furiosos tal frase é dita, para demonstrar que aqui a lei não serve pra nada!
    Só Deus para nos proteger!

  2. Só fala mal da PM, quem não a conhece ( O Povo sabe muito bem qual é a verdade nisso tudo) disse:

    Quanta besteira dita num só texto !!!

    Quanto desconhecimento…

    Mais um que conhece a PM pelo ouvir dizer…

    Só fala mal da PM, quem não a conhece ( O Povo sabe muito bem qual é a verdade nisso tudo)

    Por isso são mais de 180 anos de história de lutas e glórias em pról do Povo Paulista

    que venham os 200 anos

  3. Luis Nassif é aquele “jornalista” comprado pelo pt? Abertamente militante de esquerda? Que diz abertamente que não gosta da polícia? Que é costumas justificador de ações do pcc? além de justificar o mensalão, petrolão, e outros escândalos com “era pra ajudar o povo”? Que pediu doações ao seu mestre bandido Zé Dirceu? É isso que eu disse no outro tópico, é com esse tipo de bandido que a pc se junta em busca de migalhas, e é esse mesmo que publicou em seu blog a denuncia do senhor Guerra, que culminou com sua demissão, e depois lhe deu as costas?

  4. Pra quem não pertence aos quadros da segurança pública, falou com propriedade ímpar o jornalista.

  5. Não tem a ver com o post .

    Mas preciso dizer:

    Vc Investigador ou Escrivão vá agora ao Portal Transparência e veja quanto o seu Delegado de Polícia recebeu esse mês:

    Eu fui: e digo que é o 3 mês consecutivo que o Delegado recebe líquido 22 mil reais.

    Merece? Até mais.
    Por mim que ganhasse 30 mil reais líquido. É uma profissão dura.

    Agora pagar para o resto 3.900 líquido é certo?

    Se vcs tem dúvida entrem no portal.

    Não digo os 2 classes, mas os os delegados 1 classe com sexta parte tão ganhando muito, mas muito mais que o resto.

    Tem que equalizar. Que os outros funcionários da Polícia Civil também sejam valorizados.

    Hoje Delegado de Polícia de SP tem um dos maiores salários do funcionalismo público mas não é divulgado.

    Policial Civil que ganha mal é Investigador, Escrivão, Agente e o restante.

  6. Esse texto é um amontoado de abobrinhas, teorias da conspiração, e mentiras tipicamente petistas. Primeiro, se o Nassif sabe disso tudo, porque não apresenta a justiça? E mais, como só ele conhece essa grande rede de extermínio de “jovens”? Por que nada disso respeita a ordem cronológica?

    Na visão desse, o delegado que solta ladrão é “garantia a e legalista” (alguém aqui é bobo?) e pior, quem não solta o ladrão, automaticamente é corrupto? E vocês concordam com isso?

    Mais, a “venda de segurança” nem ele explica, afinal, quem vendia segurança era a pm? Ou as empresas? Ele se enrola e se contradiz de maneira infantil, se na visão dele, isso ocorria nos bairros nobres (que todo mundo sabe que o comando caga pra esses lugares, e a rota nem chega perto), como isso contribuiu para a “matança de quadrilheiros ou não”?

    E mais, desde quando a polícia científica é chegada da pm? Se como ele mesmo diz, a cientifica não é independente, mas é subordinada a pc (inimiga da pm), por que favorecem a pm? E o mais bizarro de tudo, com aquilo que diz ser “crimes de maio” NÃO ATAQUES DO PCC NÉ, eles só pararam quando o CRM acompanhou as autópsias, QUANDO ISSO ACONTECEU? OLHA A INVENÇÃO DO CARA

  7. E o mais grosseiro de tudo, como assim os tais “grupos de extermínio” “Quando surgem problemas em determinadas regiões nobres, os grupos de segurança privada combinam entre si e aquele de outra região vai até o local, procede à matança e à desova dos corpos em outro lugar.”

    MEU DEUS DO CÉU, ONDE VOCÊ JÁ VIU EMPRESA DE SEGURANÇA MATAR BANDIDÃO NA VILA MARIANA E DESOVAR EM SÃO MATEUS? O cara inventa historias incessantemente, sem nenhuma vergonha do ridículo.

    Agora o melhor “Quando precisa matar alguém, setores da PM valem-se de três equipes” então as derrubadas são institucionais? Essas derrubadas que causam expulsões sumarias? Trocas de comando e quedas de secretário? É sério, isso faz algum sentido? A estória que o Nassif inventa não tem nexo nenhum.

  8. Esse Sr Jornalista, deveria explicar como seu partido – pt, tornou-se um maquina de lapidar patrimonios da nação, lapidar vidas, sonhos, saude, educação, aparelhar os 3 poderes com cumpadres/cumpanheiros, depois, caso consiga, deveria ainda explicar como o pt destruiu a maior empresa brasileira a Petrobras, transformada em Ptbrás, deveria explicar ainda o que houve com Celso Daniel, Toninho do PT, explicar como tem coragem ainda de cagar regras e falar da PM Paulista – nao sou PM, sem antes lavar sua boca com hálito petista.

  9. Hélio, estamos entre policia. Não precisa disfarçar não. Não seja falso moralista.

  10. Vocês perceberam que o Nassif inventou essa história típica de hoax de Facebook pra justificar seu ódio para com aqueles que não se curvam as políticas de esquerda né? E ainda troca palavras para dar sentido palatável aos desavisados

    1. Bandido nunca é bandido, sempre é “jovem” como se quem morresse fossem os inocentes, e não os bandidos

    2. Quem não faz aquilo que favorece o criminoso é corrupto, quem faz é garantista.

    3. Existe uma máfia da segurança, onde seguranças de boate matam assaltantes de mansões e bancos e os desovam na favela.

    4. A PM é amiga do IC

    5. Em 2006 não existiu ataque do PCC, o que aconteceu foi uma grande conspiração da pm para matar inocentes por que esses são”jovens e negros”

    6. Chacinas não acontecem em resposta ao extermínio de policiais, mas sim para suprir os problemas operacionais da citada máfia acima, onde porteiros compõem grupos para matar chefões do crime.

    7. Todos os pms estão envolvidos em todas as chacinas, mesmo aqueles que vão atender ao chamado dos parentes dos malas

    Isso é um insulto a inteligência de qualquer um, e só toma como verdade, quem tem a má fé desse bandido chamado Luiz Nassif

  11. hc em 02/09/2015 às 21:37

    Se você esta no meio, não estamos entre polícia, já que você é um mero jagunço do PT, fazendo proselitismo ideológico

  12. Não farei questão que entenda o que disse. Mas quero deixar claro a grande maioria dos Policiais Militares na minha opinião são honesto.
    Quanto aos predicados eu tenho mão limpas, jagunço nunca serei, sirvo ao Estado e não ao governo. Não chegarei ao final da vida com essa culpa, com aquelas comuns crises psicóticas beirando ao suicídio ou loco bitolado.
    Quanto a ideologia é esse código da PM que vem da ditadura. Pra humilhar os Policiais Militares e coloca-los na rua raivosos. Qual é o resultado disso na rua?

    Não tenho prazer em matar, nunca tive, matarei se achar necessário.

  13. Já postei aqui antes, se entidades quiserem representar, devem ter a coragem de o fazer com o verdadeiro responsável.

  14. A PM de SP derrubou o Grella e agora está derrubando o Alex também.

    O governador tem medo dos coronéis.

  15. Os milicas estão por toda a parte, no TJ, na AL e no Palácio – COPIANDO TUDO, TUDINHO.

    A PM-SP possui um eficiente serviço de informações e controlam tudo o que consideram chave dentro dos poderes do Estado.

    Por isso é que um coronel Pm ganha um soldo de dar inveja até mesmo nos generais norte-americanos.

  16. Em meio a grande quantidade de órgãos que possui o corpo humano, certa vez iniciou se uma discussão a respeito de quem era mais vital. Um disque disque entre os menores pâncreas, fígado, basso uma arruaça enfrentando os gêmeos rins, os pulmões gritavam e o coração recorria estrangulava os demais, foi quando a majestade o cérebro entrou na briga e sentenciou, sou eu o mais importante, tanto que quando me declaram morto vcs ou vão como por outro corpo ou servirão de ração de vermes.
    Neste momento todos se calaram aí e que se ouviu uma voz sereni vinda das entranhas a partir deste momento estou em greve.
    Era a voz do maior órgão do conjunto, o intestino, responsável pela energia vital do conjunto, processador do que se põe de bom e ruim pela boca e controlado pelo cu, sim anus que entre tantos afazeres também e o responsável pelo bom censo.
    A PM brasileira e o intestino dos governos estaduais, e lá que se processa tudo o que se põe na boca e por onde se caga o resultado.
    É assim desde sua criação em meio a colonização portuguesa e recriação no governo militar.
    E quem tem cu pra acabar com isso?

  17. E pelo que ouvi E vi, hoje na TV Câmara, quem vazou dados de testemunhas, foi o TJM.

  18. Mais um dia, é só vejo bobagens, tivemos o filme tropa de elite, denúncias, e todas, absolutamente todas as denúncias acabaram em nada. É assim que o sistema quer, e assim será, polícias independentes, concursos de carreira separados, nenhum investimento o policial, essa é a polícia que temos é teremos.
    Aos colegas que querem mudanças, sugiro que façam como eu, enfrentem uma universidade e mudem de profissão. De resto é como sempre foi, chacinas aconteceram novamente, denúncias de todos os tipos, mas em nosso querido Brasil, tudo está como os administradores querem. Detalhe, hoje conversei com um policial do rio grande do Sul, e pasmem, os salários foram parcelados mas não para todos os funcionários públicos, os juízes e promotores tiveram seus vencimentos integrais.
    Bom é saber que está tudo como sempre foi. Aos MEUS amigos TUDO, AOS DEMAIS O RIGOR DA LEI.

  19. hc em 02/09/2015 às 22:15

    Se você conhece este senhor, bem sabe o lixo de pessoa que sempre foi, petista ele não é, é só um vendido que trocou seu cargo como coronel por uma tese de mestrado pronta, para servir como ferramenta politica pra militância de esquerda, esse traidor que inclusive motivou uma coisa raríssima na PM, que é a manifestação de indignação, e a exposição da verdade.

    http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2014/04/09/falar-em-inimigos-seria-comico-se-nao-fosse-terrivel-responde-pm-sp.htm

  20. jac bil:

    O caso Favela Naval foi um cavalo encilhado que a PM viu passando, mas, não montou! É muita burrice!

  21. “EM CADA BATALHÃO DA PM TEM UM GRUPO DE EXTERMÍNIO”. Por Tatiana Merlino

    21 SETEMBRO 2012
    EDIÇÃO 186

    Por Tatiana Merlino

    Primeiro, identificam-se os “bilões” de cada batalhão, que, na gíria da Polícia Militar (PM), são os policiais mais violentos. Depois, eles são chamados para integrar os “caixas-dois”, como são conhecidos os grupos de extermínio de cada batalhão. Para o “trabalho”, geralmente usam viaturas da Rota e da Força Tática – ou Forjas Trágicas, como são apelidadas. O caixa-dois é formado por três integrantes, sendo um deles escoltado até um local seguro, onde tira a farda, coloca uma roupa civil e usa uma moto ou um carro para orientar ou executar os assassinatos. Geralmente, atuam em sua área de circunscrição de trabalho.

    Leia abaixo o que a PM diz sobre as denúncias.

    Quando o serviço acaba, chega uma viatura, encarregada de recolher as cápsulas e pedir para o pessoal do comércio lavar o local. O importante é adulterar a cena do crime. Em seguida, coloca-se a vítima no carro, e, mesmo que esteja morta, ela é levada ao hospital. Quando necessário, usam o “kit vela” ou “kit flagrante”: uma porção de entorpecente e uma arma fria colocada na mão do cadáver, para justificar o homicídio. Às vezes, também deixam um celular junto à vítima.

    “O caixa-dois funciona quando não dá para fritar na resistência [justificar o assassinato como decorrência de suposto confronto com a PM]”, explica um policial civil, que investigou grupos de extermínio formados por policiais militares. “A maior parte deles participa do negócio, mesmo quem não mata. É até uma questão de subordinação hierárquica ao comando.”

    Na maioria dos casos de extermínio, seja na capital, litoral ou interior, o modus operandi das ações é praticamente o mesmo. Atiradores em carros de cores escuras, vestindo toucas ninja e roupas pretas, e manejando, na maioria das vezes, armas de calibres 9mm, .380 ou .40. PUNIÇÃO A regra do batalhão é: o PM se negou a torturar, a matar? Vai para o PAO: Pelotão de Apoio Operacional, espécie de punição dada pelo comando de alguns batalhões da PM paulista a policiais que se negam a participar de ilegalidades e abusos, como torturas, matanças e grupos de extermínio. O castigo consiste em fazer ronda do lado de fora do batalhão, ficar 12 horas de pé, incomunicável com os outros membros da tropa e sem poder comer, urinar ou evacuar. Os que ousarem se solidarizar com os castigados são punidos da mesma maneira.

    O major de um dos batalhões onde o PAO é aplicado intimida sua tropa batendo no peito e gritando: “Eu sou Highlander, vocês me respeitem!”. Highlander é um grupo de extermínio chamado dessa maneira, porque corta as cabeças e mãos das vítimas. O major incentiva a matança de “ladrões” e dispensa do trabalho quem matar mais. Manda para o PAO quem não quiser entrar para o “caixa-dois”.

    Essas graves acusações são feitas pelo policial civil, citado anteriormente, e por um sargento da Polícia Militar – ambos não compactuaram com ilegalidades cometidas por membros de suas corporações. O primeiro conversou com a Caros Amigos na condição de sigilo de identidade, sob alegação de estar sendo perseguido e ter sofrido ameaças e duas tentativas de homicídio, após ter apresentado relatórios de investigação sobre grupos de extermínio.

    A denúncia sobre o PAO também foi levada ao Conselho de Defesa da Pessoa Humana (Condepe), que vem sendo procurado por policiais civis e militares que não estão de acordo com torturas, assassinatos e desaparecimentos que vêm acontecendo em São Paulo. “Primeiro vieram investigadores da polícia civil, depois da PM – soldado, sargento, tenente e até capitão –, e, por fim, delegados de polícia. Todos deram um quadro que, para nós, é muito grave. São pessoas que ficam na seguinte situação: ‘ou eu entro para a bandidagem ou sou punido’”, relata Ivan Seixas, presidente da instituição. Segundo ele, tais funcionários públicos estão sofrendo ameaças de morte, de punição e processos administrativos e disciplinares. As denúncias que o policial passou à reportagem da Caros Amigos também foram encaminhadas a órgãos públicos fiscalizadores da lei.

    HIGIENE SOCIAL

    De acordo com o policial civil, os grupos de extermínio funcionam “numa égide de controle e higienização social, para prestigiar o comando e o governo, para abaixar índices de criminalidade”, explica. “Assim, os vagabundos sabem que, se roubarem naquela determinada cercania, vão para o saco, morrem. Isso provoca um êxodo, o cara migra”. Segundo ele, ao ajudar a baixar as estatísticas de violência nas suas regiões de trabalho, os policiais recebem proteção do comando, sendo favorecidos por melhores escalas, bicos, armamentos, viaturas e outros equipamentos táticos.

    Um dos grupos de extermínio que atuava dessa maneira, os Highlanders, era formado por policiais da Força Tática do 37º Batalhão, na Zona Sul de São Paulo. Eles atuavam no bairro do Jardim Ângela, matando as vítimas e jogando os corpos decapitados em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. Aproveitando a situação, os policiais dos grupos de extermínio também cometeriam crimes para matar seus desafetos. Paralelamente a isso, também matam por encomenda, “modalidade” de assassinatos chamada de “firma”. “É quando parte do ideal funcional vai para o ideal capitalista”. Tal modalidade estaria, assim, diretamente relacionada com os casos de corrupção. “A corrupção e a mortandade são institucionalizadas”. O policial civil relata, ainda, que existe um acordo entre policiais e criminosos sobre a divisão de caixas eletrônicos. Na firma, também entram disputas por caça-níqueis, loterias clandestinas e bingos.

    Leia a reportagem completa na edição 186 de Caros Amigos nas bancas ou na loja virtual .
    RESPOSTAS DA PM SOBRE AS DENÚNCIAS:

    Caros Amigos – Segundo denúncia de dois policiais, um da Civil e um da Militar, há batalhões da Polícia Militar onde existe uma punição aos policiais que se negam a compactuar com ilegalidades e abusos, como participar de torturas, matanças e entrar para os grupos de extermínio. O nome da punição seria PAO (Pelotão de Apoio Operacional), que seria uma ronda externa do batalhão, ficar 12 horas de pé sem se alimentar ou ir ao banheiro. A Corregedoria tem conhecimento desse tipo de prática?
    
Polícia Militar do Estado de São Paulo – A PMESP e a Corregedoria desconhece essa gíria da punição PAO, e hoje nenhum policial se sujeitaria a trabalhar sem poder se alimentar e ir ao banheiro, e denunciaria à própria Corregedoria, qualquer desses abusos.

    
CA – Na denúncia feita pelos policiais, eles explicam como seria o modus operandi de grupos de extermínio: identificariam-se os chamados “bilões’, que seriam os policiais mais violentos para integrarem os grupos, que seriam chamados para integrar os ‘caixa-dois’, que seriam os grupos de extermínio do batalhão. A Corregedoria tem conhecimento desse tipo de denúncia?
    PMESP – Também não conhecemos a expressão caixa dois como sendo grupo de extermínio, essa gíria é desconhecida na Polícia Militar de São Paulo.

    
CA – Ainda sobre o modus operandi dos grupos de extermínio, há a denúncia de que eles atuariam em sua área de circunscrição, são formados por três integrantes, um deles seria escoltado até um local seguro, tiraria a farda, trocaria por uma de civil e orientaria ou executaria os assassinatos. Na sequencia, uma viatura seria encarregada de recolher as cápsulas para adulterar a cena do crime. A Corregedoria tem conhecimento desse tipo de denúncia?
    PMESP – Também desconhecemos essa conduta e seria estranho quem atua fora da lei respeitar área de circunscrição.

    
CA – Haveria, ainda, o uso de ‘kit vela’, que seria uma porção de entorpecente e arma fria colocada na mão do cadáver, para justificar o homicídio. A Corregedoria tem conhecimento desse tipo de prática?
    PMESP – Desconhecemos esse tipo de procedimento, porém se encontrado qualquer tipo de droga ilícita ou arma sem registro serão, com certeza, tomadas as providências cabíveis.

    
CA – A motivação dos grupos de extermínio seria, de acordo com as denúncias, baixar os índices de criminalidade na área dos batalhões. Assim, tais policiais teriam proteção do comando, favorecidos por melhores escalas, bicos e armamentos. A Corregedoria tem conhecimento desse tipo de prática?
    PMESP – Afirmação totalmente incongruente, pois como que para baixar números de roubo, furtos e outros delitos eu estaria aumentando o número de homicídios, o que inclusive não correspondem aos fatos, pois o número de homicídios caiu vertiginosamente no Estado de São Paulo, o que coloca tal “denúncia” sem crédito, pela falta de lógica.

    
CA – O policial civil afirma que os grupos de extermínio são institucionalizados e regionalizados em cada batalhão, que existem em todo o Estado de São Paulo. Segundo ele, em cada batalhão tem um grupo de extermínio. O que a Corregedoria afirma a respeito?
    PMESP – Afirma ser inverídica tal afirmação, pois teria que ser um conluio generalizado para a prática de crimes, que rapidamente viria à tona, com provas e denunciantes que não teriam medo de apresentar provas destas condutas.

    CA – Os policiais e o presidente do Condepe, Ivan Seixas, também revelam que os policiais, tanto civis e militares, que tentam denunciar a existência de grupos de extermínio são perseguidos dentro da corporação. A Corregedoria vem recebendo denúncias e reclamações desse tipo?
    PMESP – Estranha tal afirmação, pois a Corregedoria dá todo o apoio a policiais militares que fazem denúncia, e o policial militar sabe disso, e é um profissional treinado e selecionado com a virtude da coragem o que não coaduna com a covardia de denunciar ilícitos graves de forma anônima sem trazer para tal, provas, como gravações, filmagens, nomes dos infratores e as ações criminosas.

  22. Eu sei que o Nassif faz propaganda pró-PT e o PT é uma das colunas do Foro de São Paulo e todo esse mal que vem afundando o Brasil, mas…

    se o Brasil for punido, o que provavelmente acontecerá com sanções comerciais, as PMs acabam numa canetada. O Brasil não sobrevive sem exportações para os grandes mercados como os EUA. E sem falar que eu também sou contra execuções (falência do Estado de Direito). E não estou dizendo que a PM cometeu essas execuções, para isso há os tribunais.

    Enquanto isso, como sugestão ao SSP:

    Coloque duas viaturas e 4 agentes por delegacia para patrulhar e, principalmente, atender parte das ocorrências do 190. Assim cria-se a cultura do policiamento ostensivo preventivo na PC. Quando desmilitarizarem a PM, fica muito mais fácil a unificação ou a municipalização.

    E, por favor, CARREIRA ÚNICA na PC para ontem! As castas só emperram o trabalho, desmotivam e encarecem o processo.

    Sem falar na “VIA RÁPIDA” que demite por crime sem julgamento criminal e isso favoreceu muito a corrupção na Polícia (agora pode ser demitido por razão que não é administrativa e nem criminal, basta desagradar alguém).

  23. governo vendido e secretario rabo preso .. vai conseguir mudar o que ? acordem! isso já não deu em nada.. querem trocar o tapete molhando enquanto o problema esta no telhado quebrado .. mesmo prendendo soldado isso em nada muda , porque o problema esta no alto.

  24. A verdade é a seguinte a P.M manda no Palácio dos Bandeirantes. Caso contrario a investigação seria só da P.C.
    O governador não tem influência nenhuma na Polícia Militar, ele esta cercado…o que vai fazer…louco não é… eles fazem a guarda pessoa de toda a familia do governador…sabem de todos os horários etc etc etc;

  25. Concordo com o colega acima, a P.M vai derrubar o Alex…….quem viver…..

  26. Sério. Como pode ter gente paranoica desse jeito?

    Tudo é esquerda, culpa dessa ideologia ou daquela… Se um jornalista critica a PM é comunista… EITA MEDO DA URSS rsrsrs

  27. Se o Dr. Guerra me permite e ainda assim sabendo que nossa vida é muito corrida, quero sugerir a todos os flitadores a série “Narcos” que está sendo exibida na Netflix. Essa série acaba por descortinar algumas dúvidas e promover uma visão mais apurada do contexto de crime organizado.

  28. VAMOS AO QUE INTERESSA !

    INTERVENÇÃO MILITAR (FATOS SÃO FATOS)

    Informação desde o site: redebrasil.net (ANTI-COMUNISTA) (02/09/2015 às 22h30)

    Os norte-americanos já colocaram em plena operação sua base militar no vizinho Paraguai (o mesmo que foi expulso do Mercosul pela Dilma, que colocou a Venezuela no lugar) e já monitoram o espaço aéreo do Sul e Centro do nosso país, atuando conjuntamente com as Fôrças Armadas Brasileiras e já estacionaram no litoral do Peru seu grande porta-aviões Nimitz (a energia nuclear que lhe dá autonomia de 20 anos, com seus 333 metros de comprimento e 92 caças ultra-modernos F-16 e F-18) além de 300.000 soldados estadunidenses que estão em território do Peru, outros milhares na Colômbia (ambas nações aliadas dos EUA, assim como o Paraguai !) e fôrças do Atlântico Sul dos EUA já estão junto ao litoral brasileiro, isto tudo para apoiar as FF Armadas do Brasil e em obediência ao Tratado do Atlântico Norte (OTAN) do qual o Brasil é signatário e conta a ajuda dos EUA e Europa. Os EUA têm 12 porta-aviões deste tipo gigante, e mais um destes está também próximo do oeste da América do Sul e outros dois estão próximo do litoral Atlântico do Brasil ! E os EUA não deslocam estes gigantes nos oceanos à toa, pois custa muito caro estas deslocações ! Diante destes fatos, as fôrças COMUNISTAS (do PT, PMDB, PSDB, PCB e demais) serão aniquiladas inevitavelmente. Nossas FF Armadas estão sendo protegidas pelas FF Armadas dos EUA (nossas eternas aliadas !) que já distribuíram armamento moderníssimo aos nossos soldados. Desde 1986, por durante 30 anos, o Brasil é dirigido por políticos SAFADOS, LADRÕES, COMUNISTAS e LESA-PÁTRIA.

    A presidANTA Dilma está acuada e em Brasília já estão 25.000 brasileiros acampados para formarem os 2 milhões que tomarão posse do CONGRESSO e do PLANALTO nas próximas horas. Na INTERVENÇÃO MILITAR, para crimes lesa-pátria, haverão: prisão perpétua e até fuzilamento ! Desta vez não haverá aquela maldita anistia que trouxe ao poder estes comunistas que roubaram nosso país ! Para termos uma idéia do CÂNCER que está no corpo do Brasil, dos mais de 500 deputados e senadores que ocupam o Congresso Nacional, apenas o ex-militar Jair Bolsonaro e mais outros 5 parlamentares escapam do título de “comprados” e ladrões lesa-pátria !

  29. Das duas uma: ou é matéria comprada ou falta de conheciamento, envolvendo Pt, matéria comprada….

  30. Parabéns pelo texto. Extremamente lúcido. Respondendo a pergunta: quem manda no Estado, a muito tempo, é a PM, se algo contradiz seus interesses, fazem a força, Governador e Secretário sempre sucumbiram. Hoje matam nas quebradas e muitos de nós concordamos, daqui a pouco vão começar a matar do lado de nossas casas, policiais, juízes, promotores, está se criando algo incontrolável.

  31. Aí Não dá!!!

    DECRETO Nº 61.466, DE 2 DE SETEMBRO DE 2015
    Dispõe sobre a admissão, a contratação de pessoal
    e o aproveitamento de remanescentes na
    Administração Direta, Indireta e Fundacional do
    Estado
    GERALDO ALCKMIN, Governador do Estado de São Paulo,
    no uso de suas atribuições legais e considerando o cenário
    econômico nacional que exige medidas restritivas no âmbito da
    administração pública estadual,
    Decreta:
    Artigo 1º – Ficam vedadas a admissão e a contratação de
    pessoal, bem como o aproveitamento de remanescentes de
    concursos públicos com prazo de validade em vigor, no âmbito
    da administração pública direta, das autarquias, inclusive as de
    regime especial, das fundações instituídas ou mantidas pelo
    Estado e das sociedades de economia mista.
    Parágrafo único – O Governador do Estado poderá, excepcionalmente,
    autorizar a realização de concursos, a admissão
    ou contratação de pessoal, bem como o aproveitamento de
    remanescentes de concursos públicos com prazo de validade em
    vigor, mediante fundamentada justificativa dos dirigentes dos
    órgãos e das entidades referidas no “caput” deste artigo e aprovada
    pelas Secretarias de Planejamento e Gestão e da Fazenda.
    Artigo 2º – O disposto neste decreto não se aplica às universidades
    públicas estaduais.
    Artigo 3º – Este decreto entra em vigor na data de sua publicação,
    ficando revogadas as disposições em contrário.
    Palácio dos Bandeirantes, 2 de setembro de 2015

  32. Bom dia!

    Senhoras e Senhores.

    Toda informação há que ser investigada. Principalmente onde haja omissão ou total desconhecimento de causa.

    A Polícia necessita de independência funcional e que certas forças ocultas adversas parem de meter o bedelho.

    Enquanto não existir investimentos sérios no Setor de Investigação e concursos para Investigadores de Polícia, todos se acharão no direito de investigar.

    Enquanto incompetentes colocarem dedos na ferida alheia, nada se resolverá.

    Chega de imediatismo e intervencionismos na Policia.

    Precisamos colocar profissionais com competência e tutano para resolver estas disparidades e chega de achismos, mães Dinás e apadrinhamentos políticos.

    Caronte.

  33. poderia ser diferente ??? poderia sim ( em todos os sentidos )

    mas enquanto não muda

    SENTA O PAU PM …ruim com eles, muito pior sem ….

    de resto…só bla bla bla

  34. HELIO,

    Se o senhor é policial militar de rua, como imagino que seja, o senhor sabe tão bem quanto eu e o VALDIR o significado das expressões “caixa dois”, “escritório” “P-4” e “dois quatro oito”.

    Sabemos que existem milhares de valorosos policiais militares na PMESP, mas existem muitos “bandidos fardados”.

    Roubos e furtos de caixas eletrônicos, chacinas, tráfico, jogos de azar e venda de policiamento são coisas corriqueiras por aquelas bandas.

    Não sei se o senhor lembra, mas era comum durante um tempo o COPOM pagar talão de “maquininha” para o pessoal do SV-01 e já ter uma equipe da corregedoria ou do P-2 acompanhando, porque havia muito vazamento de informações e os maquineiros ficavam sabendo da ocorrência antes das viaturas chegarem. Alguns envolvidos trabalhavam no COPOM e alertavam e quem devia ser alertado, outros eram os proprios policiais do SV-01 que utilizavam senhas para alertar, por exemplo se uma equipe passasse em frente a um ponto de exploração de jogo de azar e o encarregado escrevesse algo na prancheta era para desligar imediatamente e fechar tudo.

    Que a PM mata muito e por prazer ou incentivo de seus oficiais é inegável, todos nós sabemos disso. Eu quando estive aí me envolvi em ocorrências de confronto com mortes e quando você volta a trabalhar no plantão seguinte todos passam a te tratar diferente, do comandante ao soldado mais recruta, qual a mensagem implícita ou subliminar que se passa? Quanto mais mortes mais honorabilidade.

    Eu conheço policiais com mais de cinquenta “resistências”. O ser humano que matou mais de cinquenta pessoas é um serial killer, deveria na melhor das hipótese está internado e não patrulhando ruas.

    Qual a política e como são selecionados os policiais das forças táticas da PM?

    Os policiais envolvidos em “resistências” são pequenos grupos, são sempre os mesmos. E o que a PM faz quando fica muito evidente? Transfere de batalhão ou companhia.

    É evidente que o sistema precisa mudar, a Polícia Militar deve ser extinta com urgência, o modelo está exaurido. Se a PM fosse extinta hoje, levaria-se em torno de trinta anos ou mais para mudara a cultura de violência se dissipar.

    O militarismo é bom para as forças armadas, mas péssimo para as polícias. Qual o sentido de ter tribunais de justiça militares e auditorias militares (compostos por juízes e “policiais militares juízes”) para julgar policiais?

    Em nossa Polícia Civil existem inúmeras mazelas e merece também uma grande reformulação, mas aqui, nós aceitamos que somos falhos e cometemos erros (muitos por sinal) ao contrário da PM que trata quem não concorda com ela como inimigo. Muitas vezes nós vemos policiais militares querendo impor sua interpretação da Lei nos plantões e afrontando delegados de polícia por não concordarem com o que eles apresentam. Coitada da pobre sociedade brasileira se um dia a PM conseguir o seu projeto de poder de “ciclo completo” de policia.

    Nós vemos casos onde o cidadão é conduzido para a delegacia pelo suposto crime de “desobediência” por se recusar a ficar com as mãos para trás depois de ser submetido a busca pessoal. Nós que trabalhamos um pouco na rua sabemos que a finalidade de solicitar ao abordado que mantenha as mãos para trás em determinado momento é para deixar o armamento do policial fora do alcance do abordado e desencorajar uma possível investida contra o policial, mas isso é procedimento policial e procedimento policial vincula o policial, não o cidadão, tá lá no livrinho (“ninguém é obrigado a fazer ou deixar de fazer algo senão em razão de lei”). Cogitou-se até abolir o crime de DESACATO, devido ao mau uso do instituto por policiais militares que apresentam essas ocorrências, geralmente para mascarar um abuso de autoridade ( o pacote fechado: desacato, desobediência, resistência).

    Concluindo, o autor exagera um pouco, típico da imprensa, mas não disse nenhum absurdo.

    Abraço!

  35. Caraca Sifiso, …

    O The Walckimin Dead assinou mais um decreto de maldade……….primeiro foi bloqueando qualquer tipo de aumento, depois (em segredo) pretende acabar com a licença premio e agora mais essa…………..NINGUÉM SERÁ CONTRATADO, …e o sem vergonha ainda põe a culpa no governo federal………..não assume suas responsabilidade na INgestão Paulista nem por decreto.

    E ai…como ficam as equipes? Não ficam…..Peritos sem quadro funcional, Delegacias sem quadro funcional, Presídios sem quadro Funcional…os únicos que são “contratados” são PM’s, ou seja, tão querendo montar uma SParta no TUCANISTÃO???

    Larga tudo e deixa a PM assumir de vez……os Coronéis mandam mesmo…

  36. Vá ao portal disse:
    02/09/2015 ÀS 21:23
    Não tem a ver com o post .

    Mas preciso dizer:

    Vc Investigador ou Escrivão vá agora ao Portal Transparência e veja quanto o seu Delegado de Polícia recebeu esse mês:

    Eu fui: e digo que é o 3 mês consecutivo que o Delegado recebe líquido 22 mil reais.

    Merece? Até mais.
    Por mim que ganhasse 30 mil reais líquido. É uma profissão dura.

    Agora pagar para o resto 3.900 líquido é certo?

    Se vcs tem dúvida entrem no portal.

    Não digo os 2 classes, mas os os delegados 1 classe com sexta parte tão ganhando muito, mas muito mais que o resto.

    Tem que equalizar. Que os outros funcionários da Polícia Civil também sejam valorizados.

    Hoje Delegado de Polícia de SP tem um dos maiores salários do funcionalismo público mas não é divulgado.

    Policial Civil que ganha mal é Investigador, Escrivão, Agente e o restante.
    ————————————————————————————————————————————————————-

    CASO PERDIDO COLEGA, AQUI MAIS INTERESSA APONTAR O DEDO UNS PARA OS OUTROS, DO QUE ARRUMAR A CASA….

    MODUS OPERANDI DO GOV. PAULISTA A MAIS DE 20 ANOS……..NUNCA TEM CULPA, A CULPA É DOS OUTROS….

    VEJA O SILÊNCIO DOS “INFLUENTES”, DOS SINDICATOS, DOS DIRIGENTES………PARA MIM, ESTÃO SE VENDENDO NA SURDINA.

  37. E os concursos em andamento ?….e o monte de pessoas aguardando ?…candidatos a peritos, investigadores, escrivães, delegados..SÓ POR DEUS….

  38. COLEGA, ENTREI NO Portal da Transparência SP, E FIQUEI MAIS MOTIVADO A TRABALHAR……….

    DELEGADOS 3ª CLASSE, BRUTO, MAIS DE 10 MIL REAIS……

    2ª CLASSE……..MAIS DE 14 MIL REAIS…..

    1ª CLASSE……..MAIS DE 17 MIL REAIS….

    ESPECIAL……….MAIS DE 20 MIL REAIS…
    ________________________________________________________________________________________________

    O QUE DESANIMA NESTA HISTÓRIA, É ELES ACHAREM QUE ESTÁ CERTO PAGAREM MENOS DA METADE PARA OS OPERACIONAIS……

    E PENSAM ASSIM, PORQUE CONTINUAM NOS COBRANDO, COMO SE ESTIVÉSSEMOS RECEBENDO BEM………

    QUAL DIRIGENTE NOSSO, TEM CULHÃO PARA INDAGAR O ESTADO SOBRE O ASSUNTO, ALEGANDO QUE JÁ ATINGIMOS UM ESTADO CRÍTICO, ONDE LOGO OS OPERACIONAIS NÃO RESPONDERÃO AOS ANSEIOS PROFISSIONAIS DA INSTITUIÇÃO…..???????????????

    SE NÃO PENSAM NESTA SITUAÇÃO………FICA EVIDENTE QUE, ELES PRÓPRIOS, ESTÃO CONTRIBUINDO PARA O FIM DA PC…..

  39. 30 de ponta não acabaria com a cultura do ódio? Mais qual o interesse?

  40. JClaudio:

    A pretexto de vos reforçar comentário, apenas duas observações:

    1ª) convido o Hélio – que “não quis” desmentir o Sandro Barboza – a esperar (sentado) que a Polícia Militar, em ato solene, preste o mínimo de reverência e reconhecimento aos que ainda sonham com o falido e antigo patrulhamento preventivo. Apenas sonham, porque “impossível” recuperá-lo, ou seja, os tampos mudaram, e com este, muitos conceitos, aliás, até seria tecnicamente desproporcional a então “velocidade do patrulhamento” com as modernas viaturas, dotadas de maior torque. Ao contrário, os que literalmente sempre voaram: condecorações e honrarias. Puro incentivo ao “combate à violência”, como se, por comparação, o médico que estimula os seus pacientes (ou o “povão”, de modo geral) à prevenção do câncer não merecesse mais acolhido do que quem anuncia a metástase, como “heroico” na diagnose;

    1ª) a banalização do “desacato à autoridade” muito se parece com outras literais ganâncias de alguns policiais militares: quem não se lembraria o que fizeram com a DR – dispensa-recompensa – que, de tão irracionalmente usada, acabou sendo extinta. Da mesma forma, o uso indiscriminado (ouvi falar que até improbidade administrativa ocorreu) no uso do apoio prestado pelo SAT – Serviço de Apoio de Transporte – o qual disponibilizava Caminhão para mudanças dos PM. Era, ainda que singela, uma das formas de se “chegar junto”, ou seja, nos momentos de dificuldades da família policial militar. Vejamos como tudo isso mudou (até as barbearias foram suprimidas dos quartéis).

    Não apenas o apoio material vem se tornando “rarefeito” – para não dizer negado. Até as folgas dos PM são “compradas” – em nome da lei. Sumiram até com o “R” – do antigo CASRJ!

    Como muito oportuna, e, por acurada análise, o Senhor conceituou: “… o ser humano que matou mais de cinquenta pessoas é um serial killer …”. Pode parecer exagero, porém, perguntemos: a criminalidade diminuiu com essa “pena de morte” oficializada? A vida social e psicológica do policial militar melhorou? Os governos estaduais esconderiam ou manteriam transparentes os avassaladores índices de policiais (civis e militares) acometidos de transtornos psiquiátricos?

  41. Este senhor vive em outro planeta ?!? Primeiro, em suas declarações, apaga o Código de Processo Penal Militar e o Código Penal Militar, quando diz que somente cabe a PM, investigações administrativas, ou seja, revoga-se o Inquérito Policial Militar e o Auto de Prisão em Flagrante Delito, no que tange os crimes impropriamente militares ou propriamente militares, respectivamente.
    Depois, faz comentários generalizantes, dizendo que jovens serão assassinados por policiais militares, como se não soubesse que, comentários generalizados são eivados de estupidez e burrice, pois tendem jogar bons e maus policiais, no mesmo saco de opiniões, assim como, se não houvesse uma guerra civil em andamento, onde na grande maioria da violência armada e seus derivantes, não houvesse um jovem envolvido, seja da periferia, seja dos grandes centros, rico ou pobre.
    Quando o comentário é lastreado de maldade, é nisso que dá, não é verdade.
    Acorda pra vida Sr Luis Nassif

  42. Por que não mudamos? Por que esse modelo de Polícia ainda continua?
    Dias atrás, um cara comentou nesse site que a PM é patética.
    Eu acho a descrição perfeita. A PM é patética.
    Falar que esse modelo de polícia só existe no Brasil, que é arcaico, todos já sabem.
    Criticar a PM já ficou maçante, é chover no inundado. Temos que mudar.
    Mas mudar para onde?
    Sou extremamente contra o militarismo. Esse modelo só serve para dar poderes nas mãos de primatas. Pessoas sem caráter, egoístas, sem conhecimento nenhum, arrogantes… com poderes absolutos nas mãos. MAS…

    Qual modelo de polícia adotaríamos? O da Polícia Civil?
    Mudar significa ir para algum lugar, Senhores. Adotaremos o modelo da Polícia Civil?

    Senhores policiais civis, os senhores tem a oportunidade de mostrar ao Governador que são mais eficientes que a PM.
    Por Favor!!! Mostrem isso!!! Mostrem eficiência!!! Mostrem resultado!!!
    Só assim o governador verá que o modelo civil é melhor que o modelo militar. Não há outra via.

    Hoje se o governador for escolher sobre modelos, certamente escolheria o modelo militar para implantar nas 3 polícias.
    A PM pode ser patética, mas a realidade é que a PC consegue ser mais.

  43. Zé Ruela, realmente vc falou tudo e não disse nada. Vc é um Zé arruela mesmo.

  44. Sempre trabalhei nas ruas honestamente, cumprindo meu dever como policial e sempre dentro da legalidade. É duro ter que ler postagens de colegas pseudo-intelectuais generalizando e condenando uma instituição com mais de cem anos de existência que empregam homens e mulheres, dando-lhes oportunidades de crescimento dentro da lei. Somente uma pequena margem resolve jogar no outro time. Se conseguirem provar que, com o fim da PM irá acabar com a criminalidade,violência, crime organizado e resolver em definitivo o problema da segurança pública, aí deixarei cortar da própria carne e concordarei com seu fim. Todos sabem que o policial honesto também é ameaçado de morte pelo bandido e nossas leis não irão protegê-lo, tampouco uma policia desmilitarizada. Como ocorreu comigo e minha família ser ameaçado por bandido e passar a viver um inferno no dia a dia esperando acontecer o pior. E depois ter o alívio de saber que o bandido foi morto por um grupo de extermínio. Agradeço a eles pela minha vida e dos familiares. Nessa situação, o que dizer de tudo isso?

  45. Governo promove segregação social na distribuição do policiamento, quem dá “unzinho”, na USP, contará com policiamento de policiais militares até 26 anos e com nível universitário (POLICIAMENTO PASSA PANO). Os que gostam de dar o mesmo “unzinho” na periferia, não se preocupe continua na bala e no cacete. Viram só como muda quando quer! Cada balançada na cadeira ou arranhão na imagem, aparece uma solução MUITO BEM ESTUDA. Tá ai, não é novo modelo de polícia, mais é de policiamento. É PRA CABA…

  46. MAS O QUE É ISTO ??? POLICIA MATA MAIS DE 40 JOVENS !!!!!

    o certo é escrever assim…….

    a policia militar em combate aos criminosos , derrubaram em confrontos mais de 40 criminosos , sendo que a maioria
    dos bandidos mortos em confrontos com as forças de segurança do estado não chegaram aos 30 anos…

    preferiram ser criminosos , do que ser cidadães do bem…. encontraram a morte.

  47. JClaudio disse:

    03/09/2015 às 10:16

    HELIO,

    Se o senhor é policial militar de rua, como imagino que seja, o senhor sabe tão bem quanto eu e o VALDIR o significado das expressões “caixa dois”, “escritório” “P-4” e “dois quatro oito”.

    Sabemos que existem milhares de valorosos policiais militares na PMESP, mas existem muitos “bandidos fardados”.

    Roubos e furtos de caixas eletrônicos, chacinas, tráfico, jogos de azar e venda de policiamento são coisas corriqueiras por aquelas bandas.

    Não sei se o senhor lembra, mas era comum durante um tempo o COPOM pagar talão de “maquininha” para o pessoal do SV-01 e já ter uma equipe da corregedoria ou do P-2 acompanhando, porque havia muito vazamento de informações e os maquineiros ficavam sabendo da ocorrência antes das viaturas chegarem. Alguns envolvidos trabalhavam no COPOM e alertavam e quem devia ser alertado, outros eram os proprios policiais do SV-01 que utilizavam senhas para alertar, por exemplo se uma equipe passasse em frente a um ponto de exploração de jogo de azar e o encarregado escrevesse algo na prancheta era para desligar imediatamente e fechar tudo.

    Que a PM mata muito e por prazer ou incentivo de seus oficiais é inegável, todos nós sabemos disso. Eu quando estive aí me envolvi em ocorrências de confronto com mortes e quando você volta a trabalhar no plantão seguinte todos passam a te tratar diferente, do comandante ao soldado mais recruta, qual a mensagem implícita ou subliminar que se passa? Quanto mais mortes mais honorabilidade.

    Eu conheço policiais com mais de cinquenta “resistências”. O ser humano que matou mais de cinquenta pessoas é um serial killer, deveria na melhor das hipótese está internado e não patrulhando ruas.

    Qual a política e como são selecionados os policiais das forças táticas da PM?

    Os policiais envolvidos em “resistências” são pequenos grupos, são sempre os mesmos. E o que a PM faz quando fica muito evidente? Transfere de batalhão ou companhia.

    É evidente que o sistema precisa mudar, a Polícia Militar deve ser extinta com urgência, o modelo está exaurido. Se a PM fosse extinta hoje, levaria-se em torno de trinta anos ou mais para mudara a cultura de violência se dissipar.

    O militarismo é bom para as forças armadas, mas péssimo para as polícias. Qual o sentido de ter tribunais de justiça militares e auditorias militares (compostos por juízes e “policiais militares juízes”) para julgar policiais?

    Em nossa Polícia Civil existem inúmeras mazelas e merece também uma grande reformulação, mas aqui, nós aceitamos que somos falhos e cometemos erros (muitos por sinal) ao contrário da PM que trata quem não concorda com ela como inimigo. Muitas vezes nós vemos policiais militares querendo impor sua interpretação da Lei nos plantões e afrontando delegados de polícia por não concordarem com o que eles apresentam. Coitada da pobre sociedade brasileira se um dia a PM conseguir o seu projeto de poder de “ciclo completo” de policia.

    Nós vemos casos onde o cidadão é conduzido para a delegacia pelo suposto crime de “desobediência” por se recusar a ficar com as mãos para trás depois de ser submetido a busca pessoal. Nós que trabalhamos um pouco na rua sabemos que a finalidade de solicitar ao abordado que mantenha as mãos para trás em determinado momento é para deixar o armamento do policial fora do alcance do abordado e desencorajar uma possível investida contra o policial, mas isso é procedimento policial e procedimento policial vincula o policial, não o cidadão, tá lá no livrinho (“ninguém é obrigado a fazer ou deixar de fazer algo senão em razão de lei”). Cogitou-se até abolir o crime de DESACATO, devido ao mau uso do instituto por policiais militares que apresentam essas ocorrências, geralmente para mascarar um abuso de autoridade ( o pacote fechado: desacato, desobediência, resistência).

    Concluindo, o autor exagera um pouco, típico da imprensa, mas não disse nenhum absurdo.

    Abraço!
    ——————————————————————————————————————————————————————
    BOA NOITE J.CLÁUDIO.

    EU JÁ TIVE OPORTUNIDADES DE LER E APLAUDIR OS SEUS COMENTÁRIOS E TAMBÉM OS POSTADOS PELO VALDIR DE SOUSA QUE SEQUER SÃO CONTESTADOS POR OFICIAIS QUE PREFEREM O SILÊNCIO COMO UM SINAL DE COVARDIA, SÓ ACHO QUE NÃO ADIANTA VCS DEBATEREM COM O POLICIAL MILITAR HÉLIO.

    DA PARA PERCEBERMOS NITIDAMENTE QUE SE TRATA DE UM JOVEM AINDA ILUDIDO PELOS COSTUMES IMPOSTOS PELOS OFICIAIS NA FORMAÇÃO DE ALUNOS NAS ESCOLINHAS DA PM, AINDA FALTA MUITO PARA ELE PERCEBER O VEXAME QUE NÓS BRASILEIROS PASSAMOS FORA DO PAIS CADA VEZ QUE A PM APRONTA ESSAS PALHAÇADAS OU ATÉ MESMO QUANDO UM LIXO POLÍTICO SE ENVOLVE NOS FAMOSOS ARROMBOS DE DINHEIRO.

    PARA VC TER UMA IDEIA, HÁ DOIS MESES ATRÁS HOUVE O ESCÂNDALO DO DESVIO DE VERBA ONDE OS ENVOLVIDOS SÃO OFICIAIS DA PM DE SÃO PAULO E ELE (SOLDADO HÉLIO) É TÃO INOCENTE QUE MESMO COM A CONFISSÃO DE UM OFICIAL AINDA NÃO ACREDITA QUE NESSA MERDA DE PM É FORRADA DE OFICIAIS ENVOLVIDOS EM CAMBALACHOS.

  48. A VERDADE…..

    quem escolher o crime como meio de vida só terá dois final…

    cadeia ou caixão…. esta orientação ,
    é a que teria que ser dita pelas mães aos filhos , ainda quando pequenos….

  49. QUEM PROCURA !!!! ACHA…

    QUEM COM FERRO FERE !!! COM FERRO SERÁ FERIDO…………………

    ESTE É MAIS UM ENSINAMENTO QUE OS PAIS TEM QUE DAR AOS SEUS QUERIDOS FILHOS , DESDE PEQUENINOS…

    PARA QUE NO FUTURO, NÃO FIQUE RECLAMANDO QUE FOI MORTO POR POLICIAIS…..
    OU EM TRETAS ENTRE BANDIDOS…..( ELES MESMO )))

  50. Zé Ruela… Menos !!!

    Só vou lhe dizer uma coisa, a PM chantageia o Governador.

    O numero do efetivo da Civil não consegue dar conta de esclarecimentos de tantos crimes que ocorrem por falta de policiamento preventivo.

    Se tiver alguém de saco roxo, ou me da poder, acabo com a patente de Oficiais, com todo o respeito aos que são, reduziria o efetivo que ficam fazendo nada no Palácio, Assembleia Legislativa também, banda de musica, Prestadores de serviços a outras instituições, Detran, Prefeituras, Câmara de Vereadores, etc.
    Todos na rua. Prestando serviço preventivo.

    Muitos deles poderiam fazer parte do trabalho Investigativo, pois tem vários com potencial.

    Vc é mesmo um Zé Ruela !

    O Estado não nos paga para bater ou matar ninguém !!!!!

    Não nos deixam trabalhar como queremos, fizeram uma propaganda enganosa que na Polícia Civil só tem ladrão e não é verdade; E que na PM só assassinos, mentira também. Nas duas instituições tem os espertos, os vagabundos e em ambas a maioria são trabalhadores e honestos .

    O modelo é esse :

    A Pm faz o Preventivo; A civil a Investigação ; O I.C. pericia, o MP denuncia e fiscaliza e o Judiciário Julga.

    As corregedorias fazem o papel que tem que ser feito.

    Entendeu o Ze Ruela, as Instituições tem que parar de entrar na esfera da outra, o Judiciário parar de andar em cima do muro, o MP parar de criar animosidade entre as Instituições e respeitar outras Autoridades, nós nos unirmos contra o crime e vencermos e não nos matarmos enquanto eles ficam rindo da nossa desgraça.

    A mídia não ser atendida enquanto não estiver solucionado os problemas, é isso !

    RESPEITO É ESSE O MODELO SR. ZÉ RUELA !!!!

  51. Assistam “Narcos” na Netflix e entendam melhor a relação Polícia X Policial X Crime X Drogas X Política X Políticos X Imprensa. Em uma retrospectiva da carreira criminosa de Pablo Escobar.

  52. Criticar é fácil, Ajudar, não… disse:
    03/09/2015 ÀS 12:09
    COLEGA, ENTREI NO Portal da Transparência SP, E FIQUEI MAIS MOTIVADO A TRABALHAR……….

    DELEGADOS 3ª CLASSE, BRUTO, MAIS DE 10 MIL REAIS……

    2ª CLASSE……..MAIS DE 14 MIL REAIS…..

    1ª CLASSE……..MAIS DE 17 MIL REAIS….

    ESPECIAL……….MAIS DE 20 MIL REAIS…
    ________________________________________________________________________________________________

    O QUE DESANIMA NESTA HISTÓRIA, É ELES ACHAREM QUE ESTÁ CERTO PAGAREM MENOS DA METADE PARA OS OPERACIONAIS……

    E PENSAM ASSIM, PORQUE CONTINUAM NOS COBRANDO, COMO SE ESTIVÉSSEMOS RECEBENDO BEM………

    QUAL DIRIGENTE NOSSO, TEM CULHÃO PARA INDAGAR O ESTADO SOBRE O ASSUNTO, ALEGANDO QUE JÁ ATINGIMOS UM ESTADO CRÍTICO, ONDE LOGO OS OPERACIONAIS NÃO RESPONDERÃO AOS ANSEIOS PROFISSIONAIS DA INSTITUIÇÃO…..???????????????

    SE NÃO PENSAM NESTA SITUAÇÃO………FICA EVIDENTE QUE, ELES PRÓPRIOS, ESTÃO CONTRIBUINDO PARA O FIM DA PC…..

  53. AUMENTO PARA O TRIBUNAL DE CONTAS SP, 7,70 % , RETROATIVO A 01/03/2015.

    CADE O AUMENTO DOS POLICIAIS ??????

    LEI COMPLEMENTAR Nº 1.271,
    DE 3 DE SETEMBRO DE 2015
    Dispõe sobre a revisão geral anual das escalas de classes e de vencimentos do Quadro do Tribunal de Contas do Estado
    de São Paulo
    O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO:
    Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei complementar:
    Artigo 1º – A título de revisão geral anual de que trata o inciso X do artigo 37 da Constituição Federal, combinado com a Lei
    nº 12.680, de 16 de julho de 2007, ficam reajustadas em 7,70% (sete inteiros e setenta centésimos por cento) as escalas de classes
    de cargos e vencimentos dos servidores do Quadro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, previstas nos Subanexos I a XI
    do Anexo desta lei complementar.
    § 1º – O índice de reajuste a que se refere o “caput” deste artigo deverá incidir sobre todas as parcelas dos vencimentos.
    § 2º – Excetuam-se do disposto neste artigo os cargos cujas parcelas de vencimentos sejam regidas por legislação própria.
    Artigo 2º – O disposto nesta lei complementar aplica-se aos inativos e pensionistas.
    Artigo 3º – As despesas decorrentes da execução desta lei complementar correrão à conta de dotações orçamentárias próprias,
    suplementadas se necessário.
    Artigo 4º – Esta lei complementar entra em vigor na data de sua publicação, retroagindo seus efeitos a 1º de março de 2015.
    Palácio dos Bandeirantes, 3 de setembro de 2015
    GERALDO ALCKMIN
    Edson Aparecido dos Santos
    Secretário-Chefe da Casa Civil
    Publicada na Assessoria Técnico-Legislativa, em 3 de setembro de 2015.

  54. BÔNUS JÁ TEM FOLHA COMPLEMENTAR NO SITE DA FAZENDA – CREDITO EM 10 DE SETEMBRO DE 2015.

  55. carlos:

    Penso que você tem ABSOLUTA razão. Transformaram a coisa mais trivial num complexo de “táticas”, “técnicas”, “estratégias”, “efeito midiático”, “resposta à sociedade”, subserviência à imprensa” etc. Houve até “necessidade” de “Estudos Superiores” no CAESPM! Acho que lá muitos se especializam em “Motorolização para os States”!

    Como o parte da branca (cheio de “trelelês”), enquanto o da índia, tudo ao natural, num coerente fluir. O resultado, bem ….

    Basta ver quem adquire pouca imunidade (susceptível à incrível infinidade de doenças, apesar de todos os calendários de vacinação), e mais desenfreados sonhos de consumo, o que, muitas vezes, termina na cadeia ou no precoce velório. Enquanto isso, o indiozinho realmente vive (quando o branco assim o permite).

    Pois é: com o sepultamento do antigo policiamento ostensivo da PM o que se vê é essa terra-de-ninguém (ninguém prevenindo, ninguém investigando, ninguém periciando mas, pelo andar da carruagem (de cadáveres), todos disputando “soluções” de chacinas!

  56. OS CARAS ESTÃO ACHANDO QUE A FAVELA DE PARAISOPOLIS É COMO NA NOVELA E QUE TODO FAVELADO É TRABALHADOR, AMIGO, COMPANHEIRO, UNIDOS, HONESTO. MEU OVO. NA FAVELA SÓ TEM LIXO. PAI, MÃE, TIA, IRMÃO, SOBRINHO TUDO ENVOLVIDO. SE NÃO TA ENVOLVIDO SABE QUE ALGUM FAMILIAR ESTA NA PISTA. ESSE POVO PARECE QUE VIVE NA GOZOLANDIA ONDE TODO MUNDO É FELIZ E NÃO EXISTE CRIMINALIDADE. AAAAHHH VAI CAÇAR MARIDO.

  57. Jose Carlos Gomes Gomes:

    Seria bem melhor: como a Igreja Católica sem pedofilia; a política brasileira sem apadrinhamentos e nepotismos; as licitações sem propina; os Centros de Condutores sem venda de exames para compra de CNH; as nossas rodovias sem tantos pedágios etc. etc. etc……

  58. É incrível, quando as coisas começam a ficar interessantes, some o Hélio, Jacaré e toda a estirpe deles.

    Como bem disseram, pra esses caras, tudo é culpa do PT, comunismo, extinta URSS, Fidel Castro, Marx, e a puta que o pariu.

    Os caras são tão utópicos que devem acreditar em INTERVENÇÃO MILITAR.. kkkkkkkkkk

  59. Extraído do G-1 Globo.com em 05/09/2015

    TENENTE PM ASSASSINA MOTOBOY POBRE E NEGRO, DENTRO DO SEU LOCAL DE TRABALHO

    Um motoboy morreu na tarde desta sexta-feira (4) após ser baleado dentro de um escritório de contabilidade no bairro da Saúde, na Zona Sul de São Paulo, durante uma perseguição policial. Três suspeitos do roubo que motivou a perseguição foram detidos.

    Segundo a esposa do dono do escritório, a professora Eliana de Pádua, o disparo que matou o funcionário da empresa foi efetuado por um policial militar. Em nota, a Secretaria da Segurança Pública diz que o motoboy foi usado como escudo pelos criminosos e o policial “ao se defender, acabou acertando o refém”.

    A vítima foi atingida pelo disparo quando saía do banheiro, segundo a professora. Ao G1, Eliana relatou que, por volta das 16h, sete policiais militares se aproximaram da empresa e pediram para que um dos funcionários abrisse o portão. Ainda segundo ela, os PMs entraram na sala e, quando o motoboy saiu do banheiro, atiraram contra ele no abdômen. O rapaz de 30 anos morreu no local.

    A professora relatou ainda que a Polícia Militar informou que entrou no escritório, na Rua Itaipu, durante uma perseguição de dois suspeitos que teriam entrado no imóvel. Segundo a assessoria de imprensa da PM, consta no sistema da corporação que houve uma tentativa de roubo no local, com três indivíduos presos e um baleado, sem detalhes sobre o caso.

    A Polícia Civil relatou que o motoboy foi usado como “escudo” por um assaltante que entrou no imóvel depois de tentar roubar uma casa vizinha. Um tenente teria atirado para ferir o ladrão, mas acabou atingindo o motoboy.

    Já a esposa do proprietário da empresa afirmou que, antes da chegada da polícia, ninguém havia percebido qualquer movimentação suspeita no imóvel. Um adolescente foi apreendido nos fundos da casa, quando tentava pular o muro, ainda de acordo com os funcionários da empresa.

    A professora Eliana de Pádua acusa a PM de imprudência e diz que o motoboy foi morto injustamente. “Eles não perguntaram nada. Saíram atirando, só porque ele era negro”, afirmou. Segundo ela, a vítima trabalhava na empresa há 10 anos, era casado e tinha um filho de um ano.

    “Era um trabalhador. Têm tantos ladrões na rua, e a polícia vai atrás de um trabalhador? Nem sequer perguntou. Agem com o que dá na cabeça e saem atirando. Como o filho desse rapaz vai crescer? O sentimento é de injustiça? Que cumprimento de lei é esse, matando pai de família?”, questionou.

    Seis funcionários do escritório de contabilidade estavam no local no momento dos disparos, mas somente o motoboy foi atingido, segundo a esposa do dono do escritório. Ela também relatou que o policial militar que efetuou o disparo foi levado para a delegacia. A empresa está isolada para o trabalho da perícia.

    A Secretaria da Segurança informou, em nota, que “o caso será registrado no DHPP, com acompanhamento da Corregedoria da PM. O policial será ouvido e todos fatos serão apurados para se estabelecer as medidas a serem adotadas”.

    P.S.: Ou a sociedade acaba com a PM, ou a PM vai exterminar um a um, até a extinção total da sociedade.

  60. Polícia procura terceiro suspeito de roubo praticado em Jundiaí
    Guarda e PM foram presos na manhã desta sexta-feira (4).
    Imagens cedidas pela polícia mostram ação de criminosos.

    A polícia procura o terceiro suspeito de participar de um roubo de carro, seguido de extorsão e receptação na cidade de Jundiaí (SP). Duas pessoas foram presas, entre elas um policial militar que atuava na cidade de Franco da Rocha e um guarda municipal de Santana do Parnaíba (SP).

    Imagens de uma câmera de monitoramento mostram os três criminosos – momentos antes da prisão – com o carro que pertence a vitima (veja vídeo acima). Eles saem da loja de conveniência para receber o resgate e, em seguida, foram presos na rua em frente ao posto de combustíveis. A delegacia de investigações gerais busca pistas para prender o terceiro criminoso que conseguiu escapar.

    Em nota, a Secretaria de Segurança Urbana de Santana do Parnaíba (SP) informou que o guarda suspeito de ter participado desse crime não tinha completado três anos de corporação e que lamenta profundamente o ocorrido.

    Entenda o caso
    O guarda e o policial, que são irmãos, foram presos por roubo, extorsão e receptação na manhã de sexta-feira, em Jundiaí. De acordo com informações da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), os policiais chegaram até a dupla depois que um comerciante da cidade foi assaltado por eles. Mesmo depois do assalto, a dupla continuou pedindo dinheiro para devolver o carro da vítima. Um terceiro suspeito participou da ação, mas conseguiu fugir.
    Segundo informações da polícia, o comerciante foi abordado e roubado no estacionamento de um supermercado às margens da rodovia Anhanguera, na quarta-feira (2) à noite. Na abordagem, os assaltantes já se identificaram como policiais e passaram a exigir R$ 50 mil para devolver o carro, o celular e o documento da vítima.
    Ainda segundo a polícia, o comerciante disse aos assaltantes que não tinha o dinheiro e que precisava de tempo para arrumar a quantia. A vítima, após ser liberada por eles, foi à delegacia registrar um boletim de ocorrência. O guarda municipal e o policial militar entraram em contato com o comerciante para combinar a entrega do dinheiro.
    A DIG passou a investigar o caso e acompanhar as ligações entre os assaltantes e o comerciante. Depois de acompanhar as ligações, policiais civis foram a um posto de combustíveis na avenida 14 de Dezembro, onde seria pago o valor em dinheiro e então foi feita a prisão em flagrante.
    O policial militar Marcilio Cosmo dos Santos atuava em Franco da Rocha (SP) e foi preso por roubo, extorsão e receptação, pois conduzia uma moto roubada. Ele foi encaminhado ao presídio Romão Gomes, em São Paulo (SP).
    Já o guarda municipal Rodrigo Cosmo dos Santos atuava em Santana de Paranaíba (SP) e foi preso por roubo e extorsão. Em seguida, ele foi encaminhado ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista (SP).

  61. Freeman:

    Parabéns pela observação.

    Já que a Ministra Carmem Lúcia diz que as pessoas de bem podem ter a mesma ousadia dos CANALHAS, acho que foi muito oportuna essa observação. Pena é que na hora da verdade os CANALHAS fogem do debate.

  62. Valdir de Souza disse:
    06/09/2015 ÀS 11:03
    Freeman:

    Parabéns pela observação.

    Já que a Ministra Carmem Lúcia diz que as pessoas de bem podem ter a mesma ousadia dos CANALHAS, acho que foi muito oportuna essa observação. Pena é que na hora da verdade os CANALHAS fogem do debate.

    A MELHOR RESPOSTAS PARA UMA PESSOA ( NESSE CASO É DUAS) É IGNORÁ-LO, POIS DISCUTIREM COM PESSOAS DO NAIPE DE VCS É O MESMO QUE CONVERSAR COM JUMENTOS, OU SEJA, JAMAIS HAVERÁ DIÁLOGO, POIS JUMENTOS NÃO FALAM, APENAS URRAM E DÃO PATADAS, NÃO TEM PAPAS NAS LÍNGUAS, NÃO RESPEITA AS OPINIÕES QUE SÃO CONTRÁRIAS AS SUAS, SE ACHAM QUE SÃO OS BAM BAM BAM, OS VERDADEIROS PROFESSORES PARDAIS, SABEM TUDO E MAIS UM POUCO, SÃO OS MELHORES, E AOS DEMAIS SÃO TODOS BURROS.

    OBS: ESTE ESPAÇO É LIVRE E DEMOCRÁTICO, AQUI NINGUÉM TEM PRIVILÉGIOS SÃO TODOS IGUAIS, DIANTE DO EXPOSTO SENHORES, TODOS TEM O DIREITO DE EXPOR AS SUAS OPINIÕES, QUEREM VCS GOSTEM OU NÃO, E ISSO ´´E O QUE VOU FAZER A PARTIR DE AGORA, E NÃO VOU MAIS RESPONDER AS VOSSAS PERGUNTAS UMA VEZ QUE JUMENTO NÃO CONVERSA, ENTÃO VOU ME MANTER NO MEU LUGAR COMO CIDADÃO, E VOU IGNORÁ-LOS OK SENHORES, POIS ISSO NÃO É O QUE MEUS PAIS ME ENSINARAM, MAS TEM MOMENTOS NA VIDA QUE REALMENTE TEMOS QUE SER MAL EDUCADO E IGNORAR O SEU OPONENTE, POIS SEMELHANTE VCS JAMAIS OS SERÃO, NOVAMENTE VOS DIGO, QUE JUMENTO SÓ TEM SEMELHANÇA COM A FAMÍLIA ( JUMENTO, BURRO, MULA, JEGUE E ASNO) SOU DIFERENTE, SOU SER HUMANO, UM CIDADÃO, EM PLENO GOZO DE MEUS DIREITOS E DEVERES, PASSAREM BEM, LEMBREM-SE, SE QUISEREM ME RESPONDEREM, FIQUEM A VONTADE, MAS NÃO IREI CONFRONTÁ-LOS MAIS OK.

  63. VALDIR, SE VC É HOMEM DE SACO ROXO, ENTÃO ME RESPONDE:

    É VERDADE OU É MENTIRA QUE VC ESTANDO FARDADO, DENTRO DE UM ÔNIBUS COLETIVO, VEIO A SER VÍTIMA DE FURTO DA ARMA PERTENCENTE A PMSP NO MOMENTO EM QUE VEIO A DORMIR? RESPOSTA: VERDADEIRO OU FALSO.

    É VERDADE QUE ESTANDO DE SERVIÇO VEIO A AGREDIR COVARDEMENTE JOGANDO NO CHÃO UMA SENHORA IDOSA POR MOTIVOS FÚTEIS EM PLENA VIA PÚBLICA? RESPOSTA: VERDADEIRO OU FALSO.

    É VERDADE QUE VC ESTANDO NO PAIS VIZINHO DO PARAGUAIO ( SEM JUSTIFICATIVA APARENTE) SE ENVOLVEU EM OCORRÊNCIA COM POLICIAIS DAQUELE PAIS, NECESSITANDO DE INTERFERÊNCIAS DE PMS DO ESTADO DO PARANA INTERVIR PARA AJEITAR AS COISAS PRO SEU LADO, PASSANDO UM PANO E MANTENDO UM BOM RELACIONAMENTO ENTRE PAÍSES? RESPOSTA: VERDADEIRO OU FALSO.

    OBS: VALDIR SÓ ESTOU QUERENDO SABER DE VC, PELA SUA BOCA ( PALAVRAS DESCRITA) AQUI, SE ESSAS PERGUNTAS QUE UM PARTICIPANTE O FEZ AQUI NO FLIT TEMPOS ATRAS AO QUAL ATE HOJE VC ENROLA ENROLA, E NÃO RESPONDE, APENAS QUERO OUVIR AS RESPOSTAS SE É VERDADE OU MENTIRA, AGORA SE NÃO QUISER ME RESPONDER, PACIÊNCIA NÉ, NÃO ESTOU TE ACUSANDO, COMO NUNCA TE ACUSEI DE NADA, ESTOU APENAS EXERCENDO O MEU DIREITO DE TE PERGUNTAR, SE VC QUISER RESPONDER MUITO BEM, SE NÃO QUISER AMEM, POIS ATE AGORA ESSAS PERGUNTAS JÁ FORAM FEITAS PRA VC, E FOI IGNORADAS POR SUA PARTE.

  64. Caríssimos “fliteiros”: à vista das “pérolas gramaticais” do JACARÉ, entendo que a mais implacável “condenação do anão” seria obrigá-lo a tentar entender as patuscadas do JACARÉ. Antes, porém, submetido a exame de sanidade mental: se, porventura, acreditar que jumento urra, então já “tá” absolvido e liberado “pra” dançar o quanto e aonde quiser!

    Que tal um rapp em homenagem ao relincho do JACARÉ “anarfa”?

  65. PATIFERÉ SEM DENTE:

    Meu comentário das 20h03min) ficou retido, de modo que o seu (das 19h42min) também não estava postado. À primeira vista, é como se eu tivesse fugindo da tua pergunta. Jamais isso ocorreria, ou seja, se, eventualmente me flatasse argumentos, obviamente que eu declararia isso.

    Não vou fugir da pergunta que você já a resgatou, diversas vezes: isso, por si só, já demonstra quem não dispõe de outros argumentos, retendo-se na enfadonha insistência do mesmo.

    Creio que você não esqueceu da pergunta (cuja resposta é muito simples, aliás) sobre você crer ou não em coincidência. Destaco que ninguém é obrigado a nada – exceto por força de lei -, porém, quando você oferecer tal resposta, verá que eu dependeria desta para minhas respostas (lembre-se da mulher que. segundo você, eu “agredi”, e, daquela intervenção da polícia paraense, que teria me quebrado-o-galho, segundo boatos que você aqui plantou.

    Não é um salafrário de MARCA MAIOR da tua sofrível laia que seria minimamente capaz de me desmoralizar, nem aqui, nem em outro qualquer espaço. E vou mais longe: nos vídeos em que eu disponibilizar na internet (obviamente, no Flit, em primeira mão) você será desafiado a se curvar à realidade de todo o contexto que conheço, afora o mais rigoroso deslinde dessas patuscadas que você suscita.

    Quem tem coragem de dizer (e repetir MIL VEZES, se necessário) que o Juiz do TJM/SP José Álvaro Machado Marques é um BANDIDO, bem como, o Coronel PM Admir Gervásio Moreira é um chantagista de quinta categoria, certamente não temeria um merda, “anarfa” que nunca teve sequer a obrigação ou preocupação de saber qual a voz do jumento (que relincha mais admiravelmente do que você escreve).

  66. MAS HOMEM DE DEUS, VC VAI OU NÃO VAI RESPONDER AS MINHAS PERGUNTAS ACIMA HEM? SIM OU NÃO.

    ESTA DEMONSTRANDO SER MESMO UM COVARDE, UM ZÉ MANÉ, UM BABACA, UM XAROPE, UM TREZÃO, SIMPLIFICANDO, UM JUMENTO MESMO DE MARCA BOSTA, UM COVARDE, NÃO TENHO MAIS PERGUNTAS PARA VC TÁ, DAQUI PARA FRENTE VOU ACREDITAR QUE VC É MESMO UM JUMENTO, E COM JUMENTO NÃO SE MECHE POIS LEVA COICE E PATADAS, SEM CONTAR QUE JUMENTO NÃO FALA, NÃO ESCREVE, ENTÃO VC A PARTIR DE AGORA MORREU PRA MIM TÁ SEU COVARDE FANFARRÃO.

  67. A ESTAVA ME ESQUECENDO QUE BESTA TAMBÉM FAZ PARTE DA FAMÍLIA DO VELHINHO PSICOPATA, JUNTANDO AOS DEMAIS:JUMENTO, BESTA, MULA, BURRO, JEGUE, ASNO, VALDIR, E FREEMAN ( FAMÍLIA COMPLETA) HEHEHEHEHEHEHE

Os comentários estão desativados.