Ciclo Completo de Polícia. A quem interessa? 49

QUAL SERIA O INTERESSE DA PM EM ACUMULAR TAMBÉM AS FUNÇÕES DA POLÍCIA CIVIL?

COMO FAZER O TRABALHO CARTORÁRIO DIGNIFICARIA A PM?

CICLO COMPLETO – Significado: Consiste na atribuição à mesma CORPORAÇÃO POLICIAL das atividades REPRESSIVAS DE POLÍCIA JUDICIÁRIA ou investigação criminal e da PREVENÇÃO AOS DELITOS E MANUTENÇÃO DA ORDEM PÚBLICA, realizadas pela presença ostensiva uniformizada dos policiais nas ruas.

Traduzindo em miúdos, a Polícia Militar está reivindicando fazer o trabalho dela (policiamento preventivo ostensivo fardado) e, de quebra, ainda fazer o trabalho da Polícia Civil (repressão e investigação, elaboração de Termo Circunstanciado, Auto de prisão em flagrante delito e Inquérito Policial).

A quem interessa usurpar as funções da Polícia Civil quando não conseguimos sequer cumprir as funções constitucionais da PM?
A Polícia Civil trabalha a partir do momento em que o trabalho da PM (preventivo) falhou, ou seja, a partir de quando ocorre o crime. A falha da PM deve ser atribuída não só à leniência do trabalho de campo, mas também à falta de planejamento adequado, às questões sociais, falta de efetivo, falta de meios e equipamentos além de tantos outros fatores. O fato é que, se conseguíssemos cumprir o trabalho preventivo, a polícia civil nem precisaria existir.

O que significa o CICLO COMPLETO para o soldado, na prática?
Com o acúmulo de funções, de imediato, seriam removidos metade dos policiais de rua para fazerem o trabalho burocrático nos quartéis, o que por si só, já prejudicaria o trabalho preventivo, que já é ruim. Além disso, dobraria o trabalho do patrulheiro e prolongaria indefinidamente seu horário, o que é uma desvantagem, uma vez que não há, por definição militar do ofício, previsão de horas extras e banco de horas…

É ISSO QUE O POLICIAL QUER?
Então, se não conseguimos cumprir satisfatoriamente a nossa parte, por que queremos abraçar a parte dos outros?
A partir dessa análise, caminhamos em direção aos reais motivos do interesse da INSTITUIÇÃO POLÍCIA MILITAR.
Quanto ganha um soldado, em comparação ao salário de um coronel?

UM SOLDADO GANHA PELO MENOS SEIS VEZES MENOS DO QUE UM CORONEL, numa instituição cuja previsão constitucional não distingue cargos e funções, mas tão somente define como corporação. A imensa cratera entre os vencimentos não é a única discriminação que os separa. Os coronéis gozam da dupla jurisdicionalidade, não trabalham períodos noturnos, nem finais de semana ou feriados, possuem veículo institucional com motorista pessoal para busca-los e leva-los todos os dias, desde sua residência em qualquer cidade do estado até seu trabalho, possuem cartão corporativo para suas despesas de alimentação, hospedagem, viagens internacionais, diárias pagas em resorts e mais uma série de benefícios, enquanto o soldado não tem vale-alimentação,  nem vale transporte,  nem recebe adicional por trabalhar no período noturno,  nem aos finais de semana ou feriados,  não recebe adicional de periculosidade, previsto na CLT para quem trabalhe em serviço de risco,  não tem direito a banco de horas, FGTS,    e mais uma série de restrições, que atingem diretamente a sua dignidade humana, como por exemplo, os procedimentos e processos administrativos onde, ao arrepio da Constituição Federal, não têm direito a um advogado e são julgados por pessoas leigas, subordinadas à mesma administração e em cargos de chefia, com vínculos diretos de superioridade subordinativa aos acusados.

Que interesse teria um soldado, que é quem realmente trabalha na PM, em acumular funções de outra polícia?
Ao fazermos essa reflexão, chegamos a outro assunto: A HEGEMONIA DO CORONELISMO NAS POLÍCIAS.
Qual o poder legítimo dos coronéis?

Um coronel tem sob seu poder milhares de homens, conduzidos por uma disciplina militar rígida, que não lhes permite pensar, mas sim obedecer irrestritamente sob pena até de prisão, às ordens “superiores”, sem que lhes seja permitido questionarem suas ordens, quer moralmente, quer legalmente.

A Disciplina Militar institui a “verdade institucional”, ou seja, a verdade do chefe.

Com esse instrumento institucional, um único coronel consegue movimentar milhares de policiais para atingir um fim específico, determinado por algum político ou latifundiário, ou industrial, ou banqueiro com ascendência direta sobre ele, tornando legítima qualquer ação da corporação, uma vez que quem edita a legislação interna são os coronéis.

Esse poder é exclusivo dos coronéis, não acontecendo o mesmo com os delegados de polícia, que mal conseguem comandar o ralo efetivo de cada delegacia das quais fazem parte.

Então, por que motivo os soldados, quase oitenta por cento do efetivo das Polícias Militares, estaria encampando a luta dos oficiais?

DESCONHECIMENTO.
Falta ao policial militar das categorias de base, conhecimento político e inserção na sociedade. Somos uma categoria dessindicalizada, sem representatividade política e sem representatividade social. O mais perto que passamos da sociedade são os Conselhos Comunitários de Segurança, mas ainda assim, quem determina a participação policial no CONSEGs são os coronéis.
Qual o interesse dos oficiais no ciclo completo de polícia?

PODER. PURO E SIMPLES.
Você sabia que há no Congresso nacional, pelo menos um coronel da PM do estado de São Paulo, cujas despesas, salário, subvenções e verbas de gabinete são pagas pela PM simplesmente para que ele passe o dia inteiro cuidando do LOBBY institucional da PM?
Você sabia que há no Congresso Nacional, pelo menos dois projetos de lei e Emenda Constitucional que dá aos oficiais da PM poderes de delegados de polícia, promotores de justiça e até juízes?

Emenda Constitucional Nº. 83/2010 e Lei complementar N°. 115/2010.
E às praças, oitenta por cento do efetivo? Quais os projetos lhes conferem dignidade?
NENHUM, porque não é uma vontade institucional A EMANCIPAÇÃO do efetivo mas sim a segregação e dominação irrestrita pelos coronéis, que usam a PM para garantir às oligarquias a manutenção do PODER PELO PODER.

Não há congressistas praças, e quando há, são “paus mandados” do oficialato, que tem interesses corporativos.
Não podemos cair no “CANTO DA SEREIA” e lutar por algo que não traz ABSOLUTAMENTE NENHUMA VANTAGEM para a já tão sofrida categoria das praças das Polícias Militares de todo Brasil.

Senhores coronéis, se querem realmente ajudar seu efetivo, se querem realmente fortalecer sua polícia, se querem realmente que a persecução penal seja melhorada, comecem por permitir dignidade aos seus homens.
Permitam que eles levem comida pra dentro de casa, de maneira digna, sem precisarem se matar no bico nas horas de folga.
Querem saber o que deseja o seu efetivo?

– Adicional noturno (lei 8112/1990);
– Adicional de periculosidade (lei 12.740/2012);
– Banco de horas (lei 9.601/1998);
– Auxílio alimentação (Lei 8.460/1992);
– Vale Transporte (Lei Complementar nº 150/2015);
– FIM DO RETP.

Essas são conquistas que abrangem toda a categoria, conferindo dignidade a todos os postos e patentes, e não só aos marajás que já têm todo um séquito a seu serviço.

SENHORES POLICIAIS MILITARES POLÍTICOS, se desejam realmente defender a categoria, façam propostas nesse sentido, daí acreditaremos na seriedade do seu trabalho.

PELO FIM DO ABISMO QUE SEPARA PRAÇAS E OFICIAIS DA PM.

Fonte: www.m.appmaresp.com

  1. No atual contexto sou contra!
    A PM tem total condição de fazer o serviço, mas é injusto com eles acumular mais esta responsabilidade!
    “O que não pode acontecer é o cargo inicial da PM, Soldado de 2 classe, ter o salário integral menor ou parecido só com o salário base do cargo máximo de Coronel.
    Que os nossos Comandantes ganhem ainda mais e merecem ganhar, mas que também se valorizem os Policiais que estão nas ruas atendendo a população e exercendo a atividade fim.
    Pois do jeito que está, estamos vendo muitos Policiais descompromissados com o serviço, apenas usando a Pm como trampolim para outros concursos e etc.
    Se nada for feito a respeito, veremos e já estamos vendo, a redução de efetivo e a falta de respeito com os Policiais.
    Se nem o Estado e a própria Polícia valorizam os seus, quem irá respeitá-los e valorizá-los?
    Primeiramente melhores salários, melhores condições de trabalho, plano de carreira digno e condizente com a responsabilidade e etc.
    Não mais responsabilidades, funções, atribuições, que diga-se de passagem já são muitas.
    Que primeiro ajustem essas falhas gravíssimas e ponham os pingos nos is, pra depois querer pensar em aumentar cada dia mais o grau de dificuldade e estresse dos Policiais.
    Somos um País de terceiro mundo subdesenvolvido, não adianta querermos uma Polícia nos moldes das de primeiro Mundo, com cultura interna e externa de terceiro.
    Precisamos evoluir de dentro pra fora.
    Neste momento eu não concordo com o Ciclo Completo.
    Não antes de apararmos estas arestas e quebrarmos esse paradigma de tratar os Policiais como Militares das Forças Armadas, e não como Policiais em sua plenitude.
    O Policial tem quer ter plano de carreira adequado, são 30 ou mais anos de serviço.
    Não pode ser comparado ao Militar das Forças Armadas, que tem um tempo limitado de serviço.
    Antes do ciclo completo é indispensável tratarmos os Policiais com dignidade, sendo ainda importantíssima a mudança do plano de carreira e a desvinculação com o contexto militar.
    Quem faz cumprir a lei deve ter os MESMOS direitos do cidadão.
    Não pode haver duas realidades totalmente distintas num País democrático!
    Ainda mais àqueles responsáveis pela aplicação da lei.
    O Policial operacional tem que ter tranquilidade para exercer suas funções, não trabalhar sob constantes ameaças e assédio moral de diversos formas, sendo as menos preocupantes as dos bandidos.
    Estamos em 2015 e ainda não superamos essas barreiras, quiça dar esse salto sem estrutura, valorização humana e profissional”.

  2. Kkkkk…. Vai aliviar o trabalho do coitado do escrivão. Tomara que passe.

  3. Todo mundo sabe que isso ai não vai virar, a PM não tem competência nem estrutura para dar conta do seu próprio serviço atual, já vimos esse filme com o BOTC, feito a mão.
    O que tem sim é que reduzir o quadro de oficiais e unificar a carreira deles, quer ser oficial, vai ser praça e aprender de baixo, a sociedade precisa de operacionais não de oficiais.
    É muito mais fácil ocorrer a unificação das duas policias para dizer que o ciclo será completo do que “dar” pra eles essa atribuição, a não ser que a PC passe a ser agentes do MP, o que seria outra briga com os gravatas.

  4. Deus queira que o projeto passe, a PM tem efetivo, organização e comando para exercer com perfeição o ciclo completo.

  5. Marcelo disse:
    24/09/2015 ÀS 19:51
    Kkkkk…. Vai aliviar o trabalho do coitado do escrivão. Tomara que passe.
    ——————————————————————–

    Porque coitado você esta incluso no NU ? Então me desculpe comparando a atribuição do Escrivão com qualquer cargo de nível médio nenhum tem mais colhão !!!!!

    Agora atribuição de prender qualquer um pode até um cidadão do povo !!!!

  6. Hoje o poder esta no papel é por causa disso ” papel ” que todos o querem !!!!!!!

  7. Meu irmão escrivã e escrivão, agora eu quero que pare o BO que está fazendo, pegue teu copo com água, coloque na frente do computador e com fé repita:

    Óh Senhor, eu peço pai, esse projeto do ciclo completo paizinho: passa, por favor passa, óh Senhor, ilumine os PM pai, que os erros de português, as concordâncias pai, sejam eliminadas; que lhes seja dado o dom da interpretação jurídica óh pai, para que diante de um caso concreto de discussão parem de qualificar como desinteligência óh pai; paizinho; que eles possam fazer citações latinas em seus TCO e seus futuro flagrantes; que consigam entender da necessidade de deixar o suspeito ou abordado falar se quiser pai, sem incentivos físicos de agressão pai; que tenham um relógio em seus pulsos para observar que após as 18 ou 19h não se pode ingressar no lar alheio sem a plena certeza de flagrante pai; óh pai capacita senhor, dê sabedoria a esse pessoal que só tem o ensino secundário pai. Não Senhor, eu não sou preguiçoso pai, eu só quero tomar um café como o pessoal da chefia, voar de viatura como os agentes policiais, socializar como os investigadores; dar opiniões em redes sociais como os opteis, discutir filosofia de vida com os presos como os carcereiros; ler livros de literatura como os majuras…óh paizinho, alivia a carga pai…alivia senhor… Os PM’s querem pai, eles clamam pelo ciclo completo senhor, então senhor, vamos dar a eles o que querem, mas sem retorno pai, sem arrependimentos senhor, que eles possam lavrar todos os procedimentos policiais, requisições, ordens de serviço, representações, atendimento de partes, formalização de ocorrências, inclusive não criminais pai e de preservação de direitos, deixa senhor, eles querem, abençoa eles com essa benção, e o que eu e todo o escrivão pedimos paizinho e pedimos em NO NOME DO SENHORRRRRRR!!!! AAAMÉMMM!!!!

    Agora tome a água do teu copo e termine o BO que estava fazendo!

    Paz a todos!!!

  8. pra que ficar inventando assunto de ciclo completo ..

    a policia tem que ser única e estadual.. estilo a norte americana.

    1- ) inicia se na farda., todos ir pra rua.aprender tudo ..

    2) – depois de ficar ligeiro na rua , poderá ser promovido e sair da farda.e tera vtr descaracterizada.
    3) ira para as especializadas.
    4) atraves de promoções e competencia chegara a ser oficial. e comandara o setor.
    5) ao final poderá o chefão geral da policia- mas iniciou como peão na rua e fardado.

    isso sim sera a melhor policia do mundo.

    a de hoje sobe que é apadrinhado…
    e entram muitos caras que não sabem nada de policia e iniciam mandando em todos.

    EU QUERO CHEGAR A XERIFE. ja estarei feliz da vida.

  9. Demorou para os praças se rebelarem, chega de mordomias para os oficiais que nada produzem, ficam o dia inteiro pensando em quem eles vão fuder, são um câncer para o Estado. Vamos senhores praças, vamos lutar contra isso.

  10. Sou a favor do ciclo completo. Ampliação da segurança, tambem porque pior que está não fica.

  11. Sou a favor do ciclo completo, pelo simples fato da progressiva regressão da Polícia Civil, não temos estrutura, não temos organização, não temos efetivo, o efetivo que temos está velho, desanimado e vão se aposentar, portanto que se faça a lógica, afinal, a PM ao invés de regredir, se sucatear e enfraquecer, a PM tem hoje um efetivo de 130 mil homens, estrutura, organização, disciplina e comando, enquanto a polícia civil estagnou, a PM se fortaleceu, engrandeceu, tem força eleitoral e política, a Polícia Civil dentro de 10 anos irá desaparecer, portanto que se faça agora o ciclo completo para PM, a Polícia Civil já se encontra agonizante, a Poderosa Polícia Militar fez por merecer o Ciclo Completo.

  12. FODA – SE O CICLO COMPLETO, OS DELEGADOS NOS ABANDONARAM, E O CICLO COMPLETO É BRIGA DE DELEGADOS E CORONÉIS, GANHAMOS ENTRE QUATRO A CINCO VEZES MENOS QUE UM DELEGADO, POR ISSO FODA – SE O CICLO COMPLETO, QUE A PM TENHA SUCESSO NO CICLO COMPLETO, O CICLO COMPLETO SERÁ DA PM, AFINAL, QUEM TEM MAIS PODER POLÍTICO? OS DELEGADOS OU A POLICIA MILITAR? DIGO QUE A PM TEM AO MENOS 30 DEPUTADOS FEDERAIS BRIGANDO POR ELES, ENQUANTO OS DELEGADOS NÃO TEM NINGUÉM.

  13. Discutir o ciclo completo é passado, senhores ou é isso, ou a extinção das duas polícias e a criação de uma nova polícia, ou vcs acham que se extinguiram a PM e a PC sairia reluzente. Aqui todos nós sabemos que não seria assim, e como no Brasil tudo se improvisa, sempre vão pelo mais barato, o ciclo é uma saída viável. E aliás tudo que é pago como missão para a PM ela consegue realizar com maestria. Senhores gostem ou não, é um caminho sem volta, e eu apoio incondicionalmente, pois acredito que estaremos dando condições das instituições mostrar seu valor e potencial, não tenhamos medo senhores, o tempo dirá que ambas sairão ganhando com isso.

  14. Marcio voce é delegado, se voce nao for, nao sei porque esta tao preocupado com esse ciclo completo eu sou tira e quero que se foda se a mega abraçar tudo, problema dos delegados eu nao estou nem ai

  15. Existe hoje uma média de 700 IPs por escrivão, escalas de plantão, BOs, TCs, flagrantes, operações especiais e não especiais, tolerância zero e alguma tolerância, quem acham que se beneficiaram com o ciclo completo da PM. O escravão. Simples.

  16. Marcio em 24/09/2015 às 22:28
    Quem fala que é civil e está a favor do ciclo completo é porque é PM se passando por civil pra causar intriga….esses PMS não tem o que fazer…kkkkk digo é oficial Zinho de merda kkkkkk
    ………..

    Quem fala que é Civil é Civil mesmo, só não é delegado.

  17. A verdade é que a polícia civil faliu. Única e exclusivamente culpa daqueles que a administram.
    O fato é QUE todos sabem disso, claro só uma classe que não quer enxergar, a dos delegados.
    Acho ótimo se aprovarem, pois sairemos deste fundo do poço.
    Não sou delegado, então nunca fui questionado sobre projetos de melhorias, então o problema também não é meu.
    QUE VENHA MUDANÇAS, JÁ ESTOU NO FIM DE CARREIRA MESMO, SE FICAR PIOR APOSENTO E O PROBLEMA É DE QUEM FICAR.

  18. Essa briga de poder engloba apenas os cabeças pensantes, somos apenas peões no tabuleiro, portanto não acreditem nos delegados, com ciclo completo ou sem ciclo completo estaremos na mesma, o ciclo completo é uma realidade diante do desaparecimento da Polícia Civil, portanto que a PM realize com maestria a nossa atribuição, a nossa extinção deu margem a essa situação, quem sai perdendo são os delegados, que abandonaram seus subordinados ao Deus D’ará, e agora perderão o que restou de suas atribuições, os delegados fizeram da Polícia Civil uma massa desorganizada, sem atribuições, bagunçada, confusa, com seus servidores caindo aos pedaços sem atribuições claras, o sucateamento da Polícia Civil deixou o campo aberto para Polícia Militar dominar, e assim montar sua base no único espaço que ainda faltava, são merecedores de tal feito, possuem no Brasil 500 mil homens (um dos maiores exercito do mundo), possuem uma base política forte e unida, portanto são uma força paralela, o Ciclo Completo era apenas questão tempo. A aqui em São Paulo a PM possuí um exercito com mais de 110.000 homens contra apenas 30 mil policiais civis, deses 12 estarão aposentados e menos de 5 anos. Portanto não temos mais uma Polícia Civil adequada, e mais hora ou menos hora o a PM conquistaria o Ciclo Completo, que seja agora.

  19. Sou a favor do Ciclo Completo pelo fato do sucateamento da Polícia Civil, onde o fato se deu pelo enfraquecimento da base da pirâmide (operacionais), assim toda estrutura da Polícia Civil está desmoronando, inclusive o topo (delegados):

    ttps://www.youtube.com/watch?v=oOza9g808p4

  20. 1º passo: Desmilitarizar as polícias militares;
    2º passo: Unificar as duas polícias, que passaria a se denominar Polícia Estadual;
    3º passo: substituir a nomenclatura das carreiras militares para cargos civis. Soldado passa a se denominar Agente de Polícia; Cabo e Sargento passam a se denominar Inspetor de Polícia 2º e 1º classes respectivamente; Oficial de Polícia e Comissário de Polícia no lugar das carreiras do oficialato.
    4º passo: o candidato ingressará como agente de polícia, após 3 anos passará a inspetor mediante concurso interno. Na posse de um curso superior, poderá de candidatar a Oficial de Polícia caso prefira ser comandante de policiamento preventivo ou investigador ou escrivão caso opte pelo policiamento investigativo. Para ser delegado, será requisito ser oficial de polícia ou investigador/escrivão.
    Os Oficiais de Polícia (comando de policiamento preventivo) aprovados para o cargo de Delegado exerceriam efetivamente por pelo menos 1 ano as funções de investigador e escrivão, a título de experiência. Assim como, os Investigadores/Escrivães aprovados para o cargo de Delegado, exerceriam efetivamente por pelo menos 1 ano as funções de Oficial de Polícia (policiamento preventivo), a título de experiência. Fundamentação é que para ser chefe, o mesmo deve conhecer a atribuição de seus subordinados.
    Na nova Delegacia de Polícia, haveria no mesmo ambiente policiais do setor de investigações e policiais do setor de policiamento uniformizado, contudo, os Oficiais de Polícia comandariam os uniformizados e os Delegados comandariam as equipes de apurações criminais.
    Poderá, mediante concurso interno, o Oficial de Polícia (comando de policiamento uniformizado) se tornar um policial Investigador ou Escrivão, e vice-versa.

    Minha opinião!

  21. AGENPOL INTERIOR
    Você é um tremendo pau mandado, tipo clássico de oficial recruta ou daqueles que o mito da caverna de platão programada ocultamente pelo militarismo já fez estrago no cérebro.
    A PC apesar de tudo tem estrutura, tecnologia e conhecimento técnico da área em que atua, diferentemente da PM que coloca “paisano fardado” e sem noção nenhuma pra atender chamadas de emergência via 190, formam oficiais dançando balet e com administração em corte costura, ainda saem de lá se achando os supermans, fazem 1 ano a mais nas “coxas” e alguns se acham até médicos, quando nem pra curandeiros servem. Veja o caso dos tablets, ninguém sabia nem ligar, 95% do efetivo não sabe nem configurar uma impressora. Que estrutura tiveram quando colocaram o BOTC pra fazerem??
    O trampo de vcs é fazer a politica da meia verdade, contente-se com isso. 130 mil que come capim não adianta porque se mudar de cor fodeu….

  22. O PIOR DISSO TUDO, É QUE A PM GASTA 15 MESES PARA FORMAR UM SOLDADO, E DEPOIS 10 MESES PARA FAZER ESSE SOLDADO A SEREM SARGENTOS, E PARA VIRAREM OFICIAIS, TEM QUE FICAR MAIS 48 MESES OU (04) ANOS, SOMANDO, UM SOLDADO QUE VIROU SARGENTO E DEPOIS OFICIAL, FICOU NADA MAIS, NADA MENOS DO QUE 72 MESES SE PREPARANDO NUMA ESCOLA PARA VIRAR UM PROFISSIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA ( UM SIMPLES SEGUNDO TENENTE.

    O PIOR É QUE TENHO VISTO CONSTANTEMENTE ALGUNS BABACAS AQUI NESTE ESPAÇO, SE GABAR QUE POLICIA DE VERDADE É O POLICIAL CIVIL, TÁ CERTO, PARABÉNS PARA VC, ISSO É FRUTO DA SUA QUALIFICAÇÃO, POIS VC FICOU 45 DIAS ( UM MÊS E MEIO) NUMA ESCOLA DE FORMAÇÃO DE POLICIA CIVIL NUM LUGAR DENOMINADO ACADEPOL, ESTÁ BEM PREPARADO MESMO, CARA NEM DAR TIRO OU MANUSEAR UMA ARMA DIREITO SE APRENDE EM 45 DIAS, VAI SER OTÁRIO NO MEIO DO INFERNO, ISSO QUE É PAGAR DE UM BABACA DE VERDADE, FAÇA AS CONTAS SEUS MANÉS, 72 X 30= 2160 DIAS O TEMPO GASTO PARA FORMAR UM SEGUNDO TENENTE QUE FOI SOLDADO E SARGENTO, CONTRA 45 DIAS É O TEMPO GASTO PARA QUALQUER POLICIAL CIVIL NA SUA FORMAÇÃO, SIMPLESMENTE UMA COMPARAÇÃO IMPOSSÍVEL, QUEM DUVIDAR, É SÓ FAZER AS CONTAS. HAHAHAHAHAHA, 45 PC X 2.160 PM KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  23. ESTE TESTO QUE ESCREVI ACIMA SERVE PARA VC TAMBÉM REFLETIR OK CORONEL FULL.

  24. Eu sou agente, e esse palhaço que se diz agente e é a favor do “circo completo, não é policial civil, dizer que a PM é estruturada é uma utopia, aja visto os grupos de extermínio e os péssimos oficiais formados no barro branco, se não fosse a atuação, muitas vezes erótica da Policia Civil de SP, jamais saberíamos quem foram os altores de muitas chacinas ocorridas em SP.
    Aqui na minha cidade, prendemos um integrante da “tropa de elite” da PM de SP, explodindo caixas eletrônicos e armados de fuzis AR15, rapidamente apareceu um pessoal da correge deles para abafar o caso e não deixar sair na mídia.
    tenho muitos amigos na PM, eles mesmo me confidenciaram que a corrupção la ta altíssima.
    Que moral tem este grupo para pleitear algo assim?

  25. Bom dia!

    Senhoras e Senhores

    Não é de hoje que a PM mostra interesse em comandar tudo.

    Querem status e posições significantes dentro da sociedade e de quebra querem também é dominar por completo a área de segurança para poder esconder todas as suas cagadas.

    Sempre falei e vou repetir que a PM à anos vem trabalhando com o MP neste assunto.

    Querem dominar todos os Setores para que não haja contestação e tenham de fato muito poder de barganha junto aos governos.

    Enquanto vemos em países de primeiro mundo um Exército Soberano, aqui vemos que querem mesmo é enriquecer e dar plenos poderes àqueles que de fato deveriam ser auxiliares.

    No passado vimos o Tenentismo e hoje estamos assistindo o Coronelismo.

    Caronte.

  26. Bom dia!

    Senhoras e Senhores.

    No passado teve o Tenentismo e a Revolução de 32. Amanhã o Coronelismo e a Revolução dos Porcos.

    Tá tudo dominado e mais uma vez, “tá tudo dominado”.

    É a PM crescendo e o governo abanando o rabo.

    Isto é uma vergonha.

    Caronte.

  27. Bom dia!

    Senhoras e Senhores.

    No Brasil enobrece-se e valoriza-se tantos errados que logo logo Lampião, Escadinha, Beira Mar e, Marcola serão endeusados.

    É a política da hipocrisia.

    Caronte.

  28. PESSOAL !, ESSE TAL DE “BONUS”, VEIO PARA “F” MUITOS POLICIAIS DA ATIVA E TODOS OS POLICIAIS APOSENTADOS E PENSIONISTAS. POIS ESSE DESGOVERNO IRÁ USAR O PRETEXTO DE QUE ESTAR CONCEDENDO ESSA MIXARIA E, NÃO IRÁ CONCEDER NENHUM REAJUSTE, COMO É DO NOSSO CONHECIMENTO HÁ MAIS DE UM ANO ELE CONCEDEU 6%, ENQUANTO QUE A INFLAÇÃO ULTRAPASSOU OS DOIS DÍGITOS. ETÂ CHCUCHUZINHO MALVADO DA PESTE !. ME AJUDEM AÍ Ó !…..

  29. A pergunta não é a quem interessa e sim a quem NÃO INTERESSA. Não interessa aos oficiais e Delegados que perderão o poder e a mordomia.
    Pra quem é Policial e trabalha só vem a somar uma Policia forte.
    No modelo atual, a PC virou cartório da PM e a PM virou empresa de vender segurança dos oficiais.

  30. Charles, coitado no que se refere ao sobrecarregamento do trabalho. Tudo fica nas costas do escrivão. O ciclo completo da pm vai aliviar o escrivão. Um dos problemas da PC é que ninguém mexe o rabo para melhorar nada e enquanto não é o próprio rabo que arde, ninguém se incomoda. Há anos tenho visto a carreira de escrivão se agravar. Conheço pouquíssimos delegados e investigadores que fazem algumas poucas ocorrências ou ajudam um pouquinho o escrivão no plantão. Quase a totalidade quer que se foda e diz: não é minha atribuição…. Esses não merecem nem salário… Se esquecem que quem perde com isso é a população. Mas como eu disse, eles querem que se foda mesmo. Triste realidade.
    ——
    CHARLES em 24/09/2015 às 20:59
    Marcelo disse:
    24/09/2015 ÀS 19:51
    Kkkkk…. Vai aliviar o trabalho do coitado do escrivão. Tomara que passe.
    ——————————————————————–

    Porque coitado você esta incluso no NU ? Então me desculpe comparando a atribuição do Escrivão com qualquer cargo de nível médio nenhum tem mais colhão !!!!!

    Agora atribuição de prender qualquer um pode até um cidadão do povo !!!!

  31. Algumas pinceladas sobre o sistema de segurança pública norte americano. Entendo que o sistema norte americano é o que melhor se adequaria ao Brasil, com algumas adaptações, principalmente em razão da densidade populacional e gigantismo territorial.

    1. Antes de mais nada, não é possível falar em segurança pública sem investimento, planejamento, e valorização intelectual e de vencimentos dos policiais; terceirizacao de toda a atividade meio é essencial; contratação de funcionários celetistas para a atividade burocrática é essencial. Nova York por exemplo, polícia municipalizada, conta com 36.000 policiais totalmente empenhados na atividade fim e cerca de 9.000 funcionários para a atividade meio. A contratação desses últimos deve ser terceirizada e simplificada.

    2. Estadualizacao da polícia, ao contrário do que muitos pensam, é uma providência que os americanos têm tomado em detrimento da polícia municipalizada. A polícia estadual é mais fácil de ser fiscalizada desde que organismos de justiça criminal (MP) tenham pleno poder de controle externo. Nos Estados Unidos, existem mais de 15.000 polícias municipais, e isso causa demora na responsabilização do policial, diversidade de culturas incrustadas em cada condado ou município e divergência de estatutos e regimes jurídicos, ocasionando conchavos com a política local inclusive;

    3. Formação única dos policiais, com setores de investigação e patrulhamento com profissionalização continuada e estímulos contra a corrupção. Patrulhamento pulverizado pelo território com ajuntamento de guarnições em caso de necessidade urgente, cada guarnição contendo dois policiais ostensivos (princípio massa/manobra); uma vez praticado o crime, reduz – se a prisão do suspeito a um relato circunstanciado e desburocratizado, encaminhando – se eventuais desdobramentos criminais para uma equipe de investigação completa que tenha investigadores e peritos;

    4. Distribuição dos policiais de acordo com o local de domicílio, por presumir – se que já tenha um conhecimento prévio da área de atuação; exigência nos concursos para policiais de conhecimentos teóricos de policiamento e jurídicos com a exigência de um curso de direito reconhecido para o fim de galgar postos mais elevados.

    5. Fim de verbas fictícias de salário dos policiais, como RETP, pagando – se ao policial as mesmas vantagens entendidas aos trabalhadores da iniciativa privada mais as verbas referentes ao perigo e importância inerentes à atividade policial.

  32. Coronel Full, A PC teve uma estrutura, teve uma tecnologia e conhecimento técnico da área em que atua, por quê hoje não?

    Hoje as ferramentas eletrônicas de pesquisas estão em falta. Muitos que nela trabalham nem sabem que existem ou não sabem e não tem interesse em utilizá-las, e pior ainda, é que muitas destas ferramentas estão como problemas.

    Para trabalhar na PC tem que ter inteligência “Quociente de Inteligência,e não quem indicou.

    Hoje faltam policiais na PC, mas temos escrivães Ad doc fazendo os serviços de Escrivães de Polícia, esses ad hoc, não concorreram a concurso público para policial civil, não podem cursar à AcadePol, não precisam ser avaliados durante três anos para ter estabilidade.

    Será que os Delegados estão em todos os cartórios ao mesmo tempo?

    A produtividade pode ser grande ao findar os inquéritos policiais, mas a verdadeira produção em solucionar e identificar os criminosos é péssima.

    Falta profissionalismo, colocaram alienígenas para atuar dentro das PC do Brasil.

    Se à PC do Brasil chegou onde está hoje, é pela péssima atuação dos Delegados de Polícia.

    Conseguiram desprofissionalizar à PC do Brasil!

    Como resolver isto?

    Unificar as Polícias?
    Não

    É somente acrescentar no final do artigo 144 da C, olhe o exemplo:
    Art. 144. A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, apurarão crimes, que a lei definir, dentro da esfera das atribuições dos seguintes órgãos:

    Não queremos à unificação da PC com à PM e, não queremos que dê-nos as atribuições da PM.

    Vamos deixar os sargentos e Oficiais exercitarem um pouco o poder de polícia judiciário, e serem questionados por algumas pessoas pelos seus trabalhos na Justiça, por danos morais, abuso de autoridade e outros.

  33. Publicado em sexta-feira, 25 de setembro de 2015 às 07:00 Histórico
    GCM de Santo André passa a ter funcionário de carreira no comando
    Comentários1 Comentário(s) Comunicar errosComunicar erros

    Natália Fernandjes
    Do Diário do Grande ABC

    André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC – Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

    A GCM (Guarda Civil Municipal) de Santo André passou por troca de comando na tarde de ontem. O então subcomandante Rogério Durante assumiu o posto máximo do órgão em substituição ao major aposentado da PM (Polícia Militar) Edson Lima de Oliveira. Já Vilma da Silva Tavares passou de gerente de sistema de comunicação para o subcomando, sendo a primeira mulher a ocupar o cargo.

    As mudanças seguem a Lei Federal 13.022, de agosto de 2014, explica o secretário de Segurança Urbana e Comunitária, coronel José Luís Navarro. “Nada mais justo que um funcionário de carreira assumir o comando da guarda, porque eles sabem dos problemas do dia a dia”, destaca. A lei prevê que os cargos em comissão das GCMs devem ser providos por integrantes efetivos do quadro de carreira do órgão. As prefeituras têm até agosto de 2016 para se adequar.

    “Saio com a sensação de dever cumprido”, ressalta o major Edson, que estava à frente do órgão desde janeiro de 2013. Para ele, sua marca foi a preocupação com a formação dos guardas-civis. “É fundamental que saiam para a rua preparados, porque não podem cometer erros”, diz.

    Já o novo comandante prega a continuidade do trabalho. Além da capacitação dos 617 guardas, sendo 100 mulheres, ele destaca a aquisição de 85 armas semiautomáticas para compor o arsenal da GCM. Os itens devem ser entregues até o fim do ano.

    O prefeito Carlos Grana (PT) ressaltou o trabalho da corporação e também a importância da integração com as demais forças de Segurança das sete cidades. “Mais que servidores públicos, somos seres humanos preocupados com a sociedade.”

    No link, abaixo,a reportagem com ilustrações,

    http://www.dgabc.com.br/Noticia/1590037/gcm-de-santo-andre-passa-a-ter-funcionario-de-carreira-no-comando

  34. Decapão disse:
    25/09/2015 ÀS 0:13
    1º passo: Desmilitarizar as polícias militares;
    2º passo: Unificar as duas polícias, que passaria a se denominar Polícia Estadual;
    3º passo: substituir a nomenclatura das carreiras militares para cargos civis. Soldado passa a se denominar Agente de Polícia; Cabo e Sargento passam a se denominar Inspetor de Polícia 2º e 1º classes respectivamente; Oficial de Polícia e Comissário de Polícia no lugar das carreiras do oficialato.

    —————————————–

    O COLEGA TU SE ESQUECEU DE MIM ?

    TU PRECISA POR A CARREIRA DE XERIFE TAMBÉM…..

    A MINHA LUTA SERA SER UM FUTURO XERIFÃO DA LESTE .

  35. porque os pms concertezam estao cansados assim como a populaçao de chegar para registrar uma ocorrencia e fica a merce da preguiça dos policia civis que fica enrolando para atender,,,, que demora horas para registrar um bo de furto…que deixa uma pessoa esperando para registrar um bo de morte natural nao respeitam nem a dor dessa pessoa tratam mal e se acham os melhores,,,,mas nao tem coragem de ir para as ruas combater o crime querem segurar o pm no dp acho que eles gostam de um fardado porque segurar o pm em ocorrencia de veiculo localizado…..hoje voce vai no dp passar dados de uma ocorrencia voce leva no minimo 40 minutos vem pergunta qual qru e responde ha tem que passa pro delegado ai vai mais 30 minutos……chega estamos cansados de tanto descaso…

  36. Decapão, vc quis dizer que o policial que tem ensino superior é mais policial que os que possuem ensino médio? Possuo curso superior com muito orgulho de ser Policial e apenas tento fazer bem meu trabalho. Mas vejo muitos com ensino superior que não passam de pessoas frustradas, que não conseguiram obter um espaço na carreira para a qual estudaram e ficam, aos lamentos, empacando o serviço dia após dia.

  37. A quem interessa o ciclo completo da PM? Lógico que para o governo que se instalou neste pais, uma Pm forte e completa é tudo que falta, inclusive para a extinção de vez da PC (SP). Vejamos, existe uma greve e o judiciário, mais vendido do que puta de beira de estrada, logo solta que a greve é ilegal e vai lá a PM e desse o cacete, isso e tantas outras barbaries que vemos por aí, então é lógico que eles, os políticos, querem mais poderes para a PM, pois “acabrestada’ como ela é fica facil controlar, manipular e por fim jogar toda a culpa, punindo os da linha de frente e valorizando o comando.

  38. Decapão

    Você já tomou o seu “locol” hoje? Afe….quanta merda que esse cara fala…

  39. Que texto mais sem pé e cabeça. Sem fundamento. Toda essa mentira. essa lavagem cerebral é o desespero dos delegados em manter seu ” poder”. Bobagem senhores delegados! Quem ganha com isso é a população. Essa briga institucional é uma grande besteira. Puro ego exaltado dos srs policiais civis.

  40. Polícia militar não da conta nem do policiamento ostensivo. Antes de pensarmos em ciclo completo temos q desmilitarizar a PM. Militantismo só serve para os oficiais que não tem função nenhuma e querem ess ciclo completo para justificar suas existência. Piada issmo. Primeiramente uma polícia estadual civil, carreira única aí sim ciclo completo. Só não enxerga quem não quer ciclo completo é para dar função aos oficiais q na verdade não servem p nada só para onerar o estado.

Os comentários estão desativados.