1. mais uma bela vitoria nossa: BINGO.

    Assim, era mesmo de rigor a concessão da segurança para o fim de determinar a aplicação da Lei Complementar nº. 51/85 no que se refere à aposentadoria da impetrante, reconhecendo TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Apelação nº XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX o direito aos proventos integrais, com as regras constitucionais da paridade. Desta forma, a r. sentença atentou para os postulados constitucionais e legais acima citados, aplicando-os de maneira correta, devendo permanecer tal como foi lançada, certificando ser despiciendo maiores interpretações à luz do artigo 252 do Regimento Interno do Tribunal de Justiça de São Paulo. Por fim, já é entendimento pacífico de que não está obrigado o julgador a citar todos os artigos de lei e da Constituição Federal para fins de prequestionamento. Nessa esteira, ficam consideradas prequestionadas todas as matérias e disposições legais discutidas pelas partes. Isto posto, nega-se provimento ao recurso.

    decisão de 21/09/2015. 2º instancia do tj de sp.

  2. Enquanto durar a lua de mel entre psdb e pcc, tudo será possível, tudo será engraçado! Fiquem atentos, pois já existem burburinhos nas cadeias por causa de tratos que foram acertados no período das eleições e estão difíceis de serem cumpridos por parte do governo, devido a complexidade jurídica! “FIQUEM ATENTOS”!

  3. Não sei o que é pior, só sei que ficar do jeito que esta não dá mais, alguma coisa tem que acontecer e mudar para melhorar. Sou Policial Civil e acredito que os erros surgem e dão maiores notoriedades quando se trabalha mais , SMJ estou falando de trabalho policial e não das safadezas da banda podre. O fato mais curioso no meu singelo entender, são as formações de quadrilhas ou bandos que estão á frente comandando ou com cargos de confiança (chefias) e ai de quem se opor, rapidamente fazem reuniões e todos em comum acordo$ se voltam para aquele que será execrado instaurando procedimentos administrativos, inquéritos e processos administrativos, remoções, tudo plantado . Mas cade a corregedoria? pergunta difícil de responder …… Voltando no ciclo completo, não há que se avaliar e menosprezar usando como exemplos os erros cometidos por uma pequena minoria de PMs, porque o quadro de funcionários da PM é enorme e muito muito mais complexo do que qualquer outro quadro de funcionários de qualquer outra secretaria, exceto da Educação que é gigantesca e complicada em outros sentidos, mas afirmar que o ciclo completo da PM seria uma erro, é burrice ou maldade de uma oposição ridícula, egoísta e mesquinha que somente olha para o próprio umbigo e estão poucos interessados no bem maior que são os interesses de todos nós . ciclo completo é uma necessidade que é bem vinda para o bem de todos nós cidadãos que almejam dias melhores em termos de segurança pública .Eu na qualidade de Policial Civil e principalmente na condição de cidadão, prefiro o ciclo completo, mesmo porque a Polícia Civil já esta sucateada ao extremo, isso é fato, mas curiosamente algumas pessoas estão interessadas em manter suas cadeiras$ e status$ sem o menor pudor e para isso jogam um balde de água fria afirmando que o ciclo completo não prestará, bom mesmo é ficar do jeito que esta ! Eu ainda acredito que a segurança pública é maior que os interesses mesquinhos de meia dúzia de descompromissados com a boa Polícia ! Isso é o que penso e não abro mão, temos a obrigação de melhorar a qualidade de segurança para nossos jovens que são o futuro desse País !

  4. NUNCA OCORRERÁ CICLO COMPLETO disse:
    25/09/2015 ÀS 19:18
    VIVEMOS NO PAÍS CUJO REGIME É O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO E JAMAIS UM CIVIL, OU SEJA, UM CIDADÃO PODE SER AUTUADO EM FLAGRANTE POR MILITAR. ISSO VAI CONTRA O DIREITO INTERNACIONAL E PRINCIPALMENTE CONTRA A CONSTITUIÇÃO É SÓ LER O ARTIGO 1º DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL.
    A VERDADE É QUE POLÍTICOS LIGADOS AOS MILITARES ESTÃO FAZENDO BARULHO INÚTIL. QUERENDO SE APARECER E USANDO E APROVEITANDO-SE DA GANANCIA DO ALTO COMANDO DAS PM’S.
    SE O PRESO FOR APRESENTADO AO JUIZ DIRETAMENTE, AI PODE SER QUE SE FAÇA O FLAGRANTE, NESSE CASO ENTRAMOS NUMA OUTRA ESFERA DE PODER, A DO JUDICIÁRIO, JÁ TÃO DEFAZADO DE JUIZES

    meu caro ai de cima, eu concordo plenamente com seu comentário, só discordo quanto ao conteúdo que vc citou ( ARTIGO 1º DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL), meu caro, num pais onde o seu comandante é um ex.assaltante de banco, e todos os seus braços direito (ministros) são também membros do mesmo bando do presidente dessa nação, o que vc espera realmente, cara, para esses petralhas filhos das putas mudarem esse artigo primeiro, e dar outro entendimento pouco custa meu caro, então não se ilude por detalhes não, pois esses merdas são do tipo que em bunda de neném, cabeça de Juízes e politícos, fica atento pois pode sair merdas a qualquer momento.

  5. 100% A FAVOR DO CICLO COMPLETO DA PM, meu caro, concordo 100% com o seu comentário, vc foi muito feliz nas suas colocações, cedo ou tarde, isso terá que acontecer, pois da forma que está não pode continuar, está muito ruim, algo de melhor tem que ser feito bem rápido.

  6. Ribeiro Júnio:

    “Que venha o ciclo completo; assim, a PM vai entender que uma ocorrência não acaba quando chega à delegacia.”

    Exatamente!

  7. A polícia civil está na bancarrota. Não consegue nem mais fingir que é uma crise. Vai ser o primeiro órgão público da história do planeta Terra que vai falir sem ser empresa. Simplesmente chegará um dia que terão vendido os prédios, as cadeiras, e vão tentar convencer que dá pra fazer o flagrante numa lousa, porque o dinheiro do papel foi devolvido por falta de projeto para aquisição.

    Acabou. Estou farto. A PM tem que tomar.conta mesmo. Eu não sou PM que está fingindo ser PC. Sou plantonista.

  8. Realmente a PC peça no quesito administração, ou melhor, não existe. Na minha modesta opinião, a área administrativa (burocrática), tipo aquisição de materiais, obras entre outras deveria ficar a cargo de um executivo fora dos quadros policiais, cabendo aos delegados apenas o comando da área operacional. Não há como negar que estamos nesta draga por culpa destes, que se julgam os donos da PC, quando sequer cumpre com suas próprias funções.

  9. delegado somente na área jurídica area operacional e coisa dos operacionais
    para pensar assistam o filme selma e o papel da policia no sul dos euA

  10. silvio dos santos silva disse:
    25/09/2015 ÀS 21:32
    mais uma bela vitoria nossa: BINGO.

    Assim, era mesmo de rigor a concessão da segurança para o fim de determinar a aplicação da Lei Complementar nº. 51/85 no que se refere à aposentadoria da impetrante, reconhecendo TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Apelação nº XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX o direito aos proventos integrais, com as regras constitucionais da paridade. Desta forma, a r. sentença atentou para os postulados constitucionais e legais acima citados, aplicando-os de maneira correta, devendo permanecer tal como foi lançada, certificando ser despiciendo maiores interpretações à luz do artigo 252 do Regimento Interno do Tribunal de Justiça de São Paulo. Por fim, já é entendimento pacífico de que não está obrigado o julgador a citar todos os artigos de lei e da Constituição Federal para fins de prequestionamento. Nessa esteira, ficam consideradas prequestionadas todas as matérias e disposições legais discutidas pelas partes. Isto posto, nega-se provimento ao recurso.

    decisão de 21/09/2015. 2º instancia do tj de sp.

    __________________________________________________________________________________________

    ESSA AÇÃO É SUA SILVIO ?

    PARABÉNS POR DIVULGAR MAIS UMA VITÓRIA NOSSA………………..

    NOSSA, PORQUE ENCORAJA AQUELES QUE RECEIAM QUE A JUSTIÇA NÃO NOS AMPARE………….

    E, SOBRE FATOS, DIMINUI-SE A RÁDIO PEÃO…..

  11. HÁ VÁRIOS CASOS DE COLEGAS QUE ESTÃO COMPLETANDO O FATOR PREVIDENCIÁRIO E LEVANDO SOMENTE A INTEGRALIDADE……….TENDO QUE ENTRAR COM AÇÃO PARA REQUERER A PARIDADE….

    ENTÃO, PARA QUE ESPERAR SE TERÁ QUE ENTRAR COM AÇÃO DA MESMA FORMA…………..

    SAI ANTES E CORRE ATRÁS, AINDA COM SAÚDE……………….

  12. O pessoal é muito ingênuo, seja qual for o modelo, não faz sentido uma polícia militar comandá-lo. Havendo ciclo completo quem comandará será a polícia civil, em todo lugar do mundo é assim, o poder militar tem que ser comandado pelo poder civil, o inverso disso se chama ditadura.

    Não se trata de melhoria no sistema de segurança pública, trata-se de briga por mais poder, a policia militar é insaciável de poder.

    Havendo o ciclo completo, como a PM quer, o que eles efetivamente vão fazer? Pelo que entendi eles acham que ciclo completo é apenas não apresentar a ocorrência para o delegado.

    O grande recalque da PM é que do coronel ao soldado segunda classe todos tem que apresentar a ocorrência para o delegado e o “orgulho militar” deles não admite isso.

    Já tentaram até mudar o conceito de Autoridade Policial para se incluir nele.

    O grande arquiteto desse modelo é o ministério público, porque querem e sempre quiseram ter uma polícia subordinada a eles, mesmo tendo várias emendas constitucionais e propostas de inclusão do “poder de investigação” rejeitadas, conseguiram no tapetão investigar, levados pela irracional manifestação do pessoal do movimento passe livre embutiram a derrubada da PEC 37 no meio da muvuca e ao ser derrubada a PEC eles se autointitularam promotores investigadores.

    Muitos citam o modelo americano como o modelo a ser copiado, nada mais falso, nos Estados Unidos promotores e juízes são eleitos, fazem campanha para isso, a grande diferença já começa aí, o modelo de justiça deles é baseado na Common Low, ou seja, a principal fonte de direito são os costumes, tudo totalmente diferente do nosso modelo latino, onde o direito é positivado. Veja-se o exemplo da Inglaterra, lá nem existe Ministério Público.

    Tão logo o Ministério Público consiga seu intento, comandar a investigação de fato (policial ministerial), chutará os fundilhos dos PMs.

    Nossos operacionais deveriam ser os primeiros a repudiar essa aberração, nós delegados, com ciclo ou sem ciclo, aqui ou lá seremos chefes.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s