Falta de policiais civis pode colocar Operação Verão em xeque, prevê presidente do Sinpolsan 41

Márcio Pino diz que já alertou vários conselhos de segurança da Região, mas Estado não atendeu reivindicações

por Carlos Ratton – Diário do Litoral 

A Secretaria da Segurança Pública nega, mas segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de São Paulo na Região de Santos (Sinpolsan), Márcio Pino, o efetivo da Polícia Civil da Região Metropolitana da Baixada Santista caiu, em média, 50% nos últimos cinco anos. Diante do que prevê como um grande problema principalmente durante o período da temporada de Verão, Márcio Pino, alerta para um verdadeiro caos nas delegacias, “caso o Governo do Estado não mude essa realidade”.

Segundo Pino, não adianta o Governo enviar reforço somente para Polícia Militar, pois trabalhos ostensivos e preventivos sem a investigação, não fazem efeito. “A capacidade da Polícia de esclarecer crimes só acontece em função do esforço pessoal de alguns policiais que estão perdendo o convívio familiar e utilizando recursos próprios para investigar”, garante o sindicalista.

“É a velha história do cobertor curto. O aumento da criminalidade está diretamente relacionado à impunidade que, por sua vez, se dá pela falta de estrutura e do efetivo da Polícia Civil. A falta de funcionários já chegou a Santos, considerada a principal cidade da região. Os escrivães, como diz o jargão da polícia, estão tocando o serviço como podem”, afirma Pino, alertando que, em Praia Grande, as pessoas evitam registrar ocorrências porque a média de espera é de duas horas.

Márcio Pino é presidente do sindicato alerta para sérios problemas por deficit de policiais (Foto: Luiz Torres/DL)

Márcio Pino é presidente do sindicato alerta para sérios problemas por deficit de policiais (Foto: Luiz Torres/DL)

O representante afirma que chegam a 300 procedimentos por mês fora da temporada. No entanto, o policial revela o exemplo do que ocorre no 1º Distrito Policial de Santos que, em 2009, tinha 48 policiais. “Hoje tem 24. Eram oito delegados e só tem três. Eram 14 escrivães e tem cinco. Eram 20 investigadores e hoje tem 10. E não funciona aos sábados e domingos”, afirma o presidente.

Segundo Pino, outro exemplo é o 4º Distrito, que de cinco escrivães passou a ter três, sendo que um está próximo da aposentadoria e o outro “sou eu, que vou me afastar para exercer as atividades sindicais. Portanto, ficará restrito a dois. Tinha 23 investigadores e agora deve também ter somente 10. Isso ocorre em quase todos os distritos da região, mas principalmente em Praia Grande, Guarujá e São Vicente”, revela o sindicalista.

Márcio Pino conta que a precariedade operacional de Santos se igualou às demais cidades do entorno. “Santos está muito ruim. O policial civil terá que optar: atender o público ou dar andamento às investigações para desvendar o crime. A população, que paga impostos, não tem culpa da falta de planejamento do Estado. Tem o direito de exigir o trabalho bem feito”, afirma Pino.

O sindicalista explica que um concurso foi feito em 2013, mas os alunos ainda não foram chamados. O Estado deveria ter 32 mil policiais civis. No entanto, só tem 18 mil. “Faltam 14 mil. O Governo está há dois anos alertando que vai efetivar mais três mil, mas não o faz. O pior é que contingente não supre a cidade de São Paulo. Três mil policiais é mais ou menos 20% do que deveríamos ter em todo o Estado”, afirma.

Márcio Pino diz que já alertou vários conselhos de Segurança (Consegs) da Região, mas o Estado não responde às reivindicações. “Na temporada, vem cerca de 500 policiais militares para a região e não chega a 10% (50) o número de civis. As delegacias não estão e nem estarão estruturadas para a demanda. Voltando ao exemplo de Praia Grande, que chega a 1,5 milhão de pessoas, não tem jeito: as pessoas não vão prestar queixa e, consequentemente, os índices não corresponderão à realidade”, revelou.

Secretaria nega redução brusca

Ao contrário das afirmações do presidente do Sinpolsan, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) afirma que o efetivo da Polícia Civil é de 28,5 mil policiais e nega que o efetivo da corporação na região da Baixada tenha sido reduzido em 50% nos últimos cinco anos.

Nos últimos dois anos, segundo a SSP, foram enviados para a região 191 novos policiais. Foram 41 policiais civis (dois agentes de telecomunicações, 14 agentes policiais, quatro papiloscopistas, cinco auxiliares de papiloscopista, 11 investigadores e cinco escrivães), em 2014, e 16, ou seja, quatro delegados e 12 agentes de telecomunicações, em 2013.

A Secretaria afirma ainda que está em andamento concursos com 7.537 vagas para ingresso nas carreiras policiais, que serão distribuídos para todo o Estado após o processo de formação policial. Os concursos são para Polícia Militar (quatro mil soldados e 240 alunos-oficiais); Polícia Civil (129 delegados, 788 escrivães e 1.384 investigadores); Polícia Técnico-científica (89 atendentes de necrotério, 447 peritos, 140 médicos legistas, 120 fotógrafos técnico-periciais, 55 desenhistas técnico-periciais e 145 auxiliares de necropsia).

Além disso, está em formação, segundo a SSP, 110 escrivães, 189 agentes policiais, um investigador, um papiloscopista para a Polícia Civil; e um perito e um médico legista para a Polícia Técnico Científica.

Sindicato prevê horas de lentidão em atendimento (Foto: Luiz Torres/DL)

Sindicato prevê horas de lentidão em atendimento (Foto: Luiz Torres/DL)

Alckmin assina adicional

Contrariando as tentativas da SSP em negar a redução no efetivo da polícia civil, o governador Geraldo Alckmin, assinou, na última segunda-feira, projeto de lei para a criação da Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Civil (Dejec). A medida autoriza os policiais civis trabalharem voluntariamente nas folgas, com direito a uma remuneração adicional.

A explicação para tal medida é a de que a escala remunerada de trabalho aumentará a renda dos policiais civis, a exemplo do que já acontece com os militares, e reforçará o efetivo nas ruas, nas delegacias, no trabalho de investigação e atendimento à população.

Cada policial poderá trabalhar até 8 horas diárias (fora da jornada normal), por até 10 dias no mês, ou seja, máximo de 80 horas, para que o serviço extraordinário não prejudique o descanso do policial civil.

O valor pago aos delegados está estimado em R$ 204, 00 por dia, contemplando oito horas de trabalho. As demais carreiras receberão R$ 170,00 por dia. O valor é calculado com base na Unidade Fiscal do Estado de São Paulo (Ufesp).

Sobre a medida, o presidente Márcio Pino se mostrou indignado. Segundo afirma, a diferença oferecida aos policiais do que é pago a uma diarista na capital paulista é R$ 2,82/dia. Para os delegados, a diferença é R$ 36,82 por dia. “Nada contra o trabalho das diaristas, que são dignos e importantes, mas os riscos dos policiais são, sem dúvidas, bem superiores”, disparou.

  1. Cade a valorização do NU ?

    Cade o reajuste de 2015 ?

    Cade o auxilio alimentação de R$600,00 ?

  2. Os policiais militares do Estado de São Paulo não terão reajuste salarial este ano. A notícia foi dada na tarde de ontem pelo secretário da Segurança Pública, Alexandre de Morais, em reunião com os presidentes das entidades representativas de policiais militares, dentre eles o Cel PM Jorge Gonçalves, presidente da AOMESP. O secretário disse que o Estado está “no vermelho” por causa da crise que o país atravessa, com sucessivas quedas na arrecadação, e que é impossível fazer qualquer remanejamento no orçamento para atender à reivindicação das entidades. Morais disse que o pagamento de bônus em outubro e em novembro poderá amenizar um pouco a situação

  3. Operação Verão! Estão é preocupados com a Operação Verão!

    Deveriam estar preocupados com a situação calamitosa que se encontra o Estado num todo, pois não adianta tirar a roupa de um santo para tentar vestir outro, pois ambos continuarão pelados!

    Já não há efetivo em nenhuma cidade, portanto, não tem como tirar policial de onde não tem!

    é uma vergonha a situação que nos encontramos…, não sei mais quanto tempo iremos aguentar, mas que falta pouco para pedir uma licença psiquiátrica!

    Por fim, oriento à população a não ir às praias no verão, pois se já tá ruim agora, imagina no verão!

  4. Estao falando muito do aumento do auxilio alimentação. Mas de que adianta tal aumento se grande parte dos policiais do interior não recebe nem os R$ 120,00????? É preciso lutar para que TODOS recebam

  5. Se TODOS, eu disse TODOS, tivessem tal reajuste, mesmo que fosse em forma daqueles cartões por exemplo da Sodexo, já seria um belo aumento.

  6. Alguém viu a tabela do Bônus?

    Já tá consignado o salário no BB…

    Mas bônus nadaaaa

    E tá prometido pra 05/10 e 05/11

    Pra mim vai ter cambalacho.

    Vão dar para uns em outubro e outros em novembro….tipo cala boca pois ontem o Secretário disse que não vai haver índice de aumento.

    Traindo as palavras que ele mesmo falou.

  7. ENQUANTO ESSE DIGNO PM FALA EM NOSSA DEFESA, EM OUTRO POST AQUI DO FLIT TIVE ÂNSIA DE VÔMITO AO VER A FOTO DE ALGUNS NA ALESP COMEMORANDO DATA FESTIVA DE HOMENAGEM À PC!
    O QUE FIZERAM, FAZEM E FARÃO OS DEPUTADOS POLICIAIS SOBRE O REAJUSTE ZERO????????????
    ABRA UM POST DOUTOR GUERRA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  8. A função de carcereiro foi extinta, as tarefas do atendente de necrotério e de pelo menos mais uma ou duas carreiras podem ser executadas por auxiliares administrativos ou funcionários terceirizados. Muitos carcereiros, auxiliares de papiloscopista e agentes policiais já exercem funções relativas à investigação policial. Uma reestruturação de carreiras aglutinando três ou quatro em uma nova carreira com a denominação de agente de polícia, com um posterior remanejamento, seria muito oportuno, pois amenizaria o problema da falta de profissionais, com pouquíssimo gasto adicional. Só falta uma coisa: vontade política, já que a curtíssimo prazo os gastos com cursos de aperfeiçoamento seriam recompensados.

  9. MEU AMIGO DO ALÉM….
    SABEDORIA DA ANTIGA ROMA….”DIVIDIR PARA CONQUISTAR”!
    QUEM DISSE QUE O GOVERNO QUER UMA CATEGORIA FORTE E UNIDA! QUEREM MAIS É DIVIDIR, SEMEAR DISCÓRDIA, RANCOR, INIMIZADE….

  10. “Mensagem do Além”, é isso mesmo, não precisa ser nenhum gênio para diminuir o déficit de policiais civis, mas infelizmente, na nossa administração, nas associações e sindicatos, não há cabeças pensantes para oferecer ao Estado esse tipo de proposta. Muitas funções na polícia civil podem ser realizadas por administrativos. A Polícia Civil paulista possui, atualmente, carreiras policiais ociosas dentro das primazias funcionais. As carreiras de carcereiro policial, agente policial, atendente de necrotério policial e auxiliar de papiloscopista policial, em qualquer estado da União, já não existem mais, foram extintas e unidas numa nova carreira. A função do Atendente de Necrotério Policial pode ser muito bem realizada por um oficial administrativo com uma salário menos oneroso ao Estado.

    A solução, para começo, seria:

    Agente de Polícia= agente policial + carcepol + auxiliar de papiloscopista + atendente de necrotério, nível médio, carreira de apoio aos investigadores e aos escrivães de polícia (elaborando BO e TC’s)

    e contratação de oficiais administrativos para demais atividades cartorárias não policiais.

  11. NO ESTADO DE SÃO PAULO, NÃO EXISTE FALTA DE EFETIVO, TAMBÉM SEGUNDO RELATÓRIOS, SOMOS O ESTADO COM MENOS VIOLÊNCIA. NOS POLICIAIS SOMOS BEM REMURADOS, E SATISFEITOS COM OS MEIOS OPERACIONAIS OFERECIDOS PELO ESTADO. ENFIM, VIVEMOS NO PAÍS DAS MIL MARAVILHAS.
    CLARO QUE ESTOU ESCREVENDO ISTO PORQUE VIVO AQUI……..NOS ESTADOS UNIDOS. rsrsrs.

  12. Quando me mandaram para Operação Verão os escrivães da Praia Grande tiraram licença prêmio, enquanto o trouxa aqui assumiu a bronca, até o escrivão chefe foi para o Panamá.

  13. Fiquei sabendo que houve uma reunião aqui na sede da 7ª Seccional -Itaquera hoje com os chefes dos tiras,pois a operação determinada pelo Sr.Fanfarrão diretor do Decap foi pífia,kkkkkk enquanto uma Seccional da elite colocou 350 trouxas pra segurar as cadeiras aqláui foram 50 gatos pingados cansados,de saco cheio etc..ai segundo informações veio aquela velha ameaça de perder a cadeira…….

  14. Boa noite!

    Senhoras e Senhores.

    Político é tudo igual mesmo. Colocam um milhão de PM na rua e não colocam policiais civis nas Delegacias para dar suporte ao plantão.

    É uma loucura e uma falta de visão e de respeito com a população e com o profissional.

    Caronte

  15. A PC NÃO FAZ NADA NEM NO DP ONDE TRABALHA, VCS ACREDITAM QUE ELES QUANDO SÃO DESLOCADOS PARA A OPERAÇÃO VERÃO VÃO TRABALHAREM, A ME ENGANA QUE EU GOSTO, SÓ FICÇÃO, SÓ FAZ DE CONTA, SÓ ACORDO MACABRO $$$$$$$$, SERVE PRA NADA, TOMARA QUE O XUXU NÃO MANDA MESMO, ALIÁS NEM A PM, CADA MACACO NO SEU GALHO, EMA EMA, CADA UM QUE RESOLVE OS SEUS PROBLEMAS, SE O LITORAL ( PREFEITOS) GANHAM MUITO DINHEIRO COM OS TURISTA, QUE CONTRATEM SEGURANÇAS PARTICULARES, ASSIM ESTARÁ DANDO SERVIÇO PARA A POPULAÇÃO, E NÃO DESGUARNECENDO UMA CIDADE DE OUTRO LOCAL PARA DAR AJUDAS, QUE PEÇAM AJUDA AO BATHMAM, AO CHAPOLIM COLORADO, FUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUI

  16. Bom dia!

    Senhoras e Senhores.

    Caro “Jacaré sem dente”.

    Quando existir escalas extras onde haja necessidade da utilização do mesmo efetivo por mais de uma vez no mesmo período, necessário se faz que também se tenha uma compensação pecuniária ao profissional envolvido.

    Seguramente não é o que acontece, pois certos chefes, abusando da sua patente, acabam forçando o profissional a duplicar funções sem que haja um adicional ou compensação para isso (trabalho escravo).

    Em certas ocasiões até para se segurarem em suas cadeiras, alguns chegam a tirar o plantão para que não se quebre a hegemonia.

    Mas em outras vezes, prometem ou se sujeitam a compensações com comprometimento futuro da Classe.

    E tem outros que nem sequer respeitam seus subordinados e em completo desleixo, confeccionam escalas extras desrespeitando Portarias Superiores. A exemplo disto você observa em certas Delegacias de Polícia onde se encontra duas escalas, sendo uma oficial e outra não oficial. E, para espanto geral, estas escalas extras nunca estão assinadas por nenhum superior.

    Você quer ver estas sacanagens é só ver- las afixadas nas Delegacias. E enquanto isto acontece, ninguém vai se preocupando em suprir o deficit de pessoal.

    Ao contrário da PM que muitas vezes excedem no seu numerário de efetivo.

    Enquanto isto vai ocorrendo, todo o efetivo da Polícia Civil vai sendo sucateado e envelhecido.

    O que mais impressiona nesta história meu caro, nenhuma entidade que se diz representativa, faz ou toma atitude à respeito.

    Sinto em dizer que nesta altura do campeonato, quem sofre mais é a própria população, pois passa a ser vítima duas vezes deste nefasto Sistema. A primeira por ter sido vitima de bandidos na rua e a outra pela completa escassez de profissionais no atendimento.

    E ainda há aqueles que têm o peito de vir a público para desmentir verdades com mais mentiras escabrosas achando que nossos ouvidos são penicos.

    Caronte.

  17. Mania idiota de investigadores acharem que agentes policiais querem ser tiras.
    Sou agente policial com muito orgulho e sempre me identifiquei como tal. Quando fui obrigado (por determinação superior) a trabalhar na investigação, chefia quis que na identificação dos relatórios após os nomes fosse lançado “Policiais civis”. fiz questão de recusar e exigi que abaixo do meu nome fosse lançado minha carreira.
    Se quisesse ser tira, prestaria concurso, pois fui aprovado em certames mais difíceis como escrevente técnico e Técnico da CEF, mas optei em permanecer na PC por vocação.
    Deve ser duro para os super-polícias, ver que um simples agente policial, nível médio, ser inferior e não pertencente a sua casta divina possa fazer um trabalho melhor que o dele…

  18. CARLOS PAIN SILVA disse:
    02/10/2015 ÀS 7:43
    JACARÉ SEM DENTE
    NAO É VAO TRABALHAREM É VAO TRABALHAR

    Fico muito agradecido por corrigir meus erros ortográficos, fico ate mais a vontade, pois assim sendo posso errar a vontade que sempre terei uma bela ajuda do nobre colega professor, digo professor de que mesmo hem colega, por favor me responda. Em tempo estava me esquecendo, gostaria apenas te informar, que o nobre por estar com problemas no seu teclado veio a escrever as palavras: NÃO É VÃO TRABALHAREM É VÃO TRABALHAR esquecendo de colocar o acento tá professor, de que mesmo.

    Professor de cu é rola, vai tomar no meio do seu rabo seu filho da uma puta com motorista de táxis, vc não sabe nem escrever o ( ó) e quer corrigir os outros seu anarfa, veja as sua palavras acima seu lixo, nem mesmo copiando as palavras do meu testo, ainda não consegue escrever certo, vai dar meia hora de cu pro jumento seu arrombado, da próxima vê se me erra, sou espada, não gosto de viado tá, seu babaca.

  19. Acho muito justo fechar as delegacias do interior para reforçar o litoral, não acham?

  20. Acho justo e darem REAJUSTE SALARIAL DE 2015 e VALORIZACAO DO N.U !!!!

  21. Jacaré sem dente é o sujeito mais incoerente do flit. Só cai em contradição. Ora, defende a policia. Ora fala que a policia não trabalha e não serve pra nada. Tem gente que ainda acredita que este sujeito é PM aposentado?

    Outrora, convidei-o pra tomar uma gelada no bar onde a tiragem se encontra e nem resposta me deu. JACARE BABA, USA FUNDAO DE GARRAFA, MEIA ATE O JOELHOS E VIVE COM A MAE DE 85 ANOS.

    13 pra kcete!!!!

  22. Alguém tá sabendo das prisões de gansos, que deram o denarc inteiro no papel pro MP? Hoje o assunto mais comentado no deic, esqueceram até de passar na 25 de março !

  23. SR. PAULO!, MEU AMIGO ! AS FAMOSAS “CADEIRAS” VALEM MUITÍSSIMO $$$$$$$. TEM “NEGRINHOS” QUE ESTÁ ATÉ DESENTERRANDO CADÁVER PARA SUSTENTÁ-LAS, E, S.M.J., SEM NENHUMA COMPETÊNCIA

  24. Se Jacaré sem dente fosse reformado, pois coxa não se aposenta, não teria problema algum comentar assuntos policiais, só não poderia falar sobre nomes específicos, o que leva a crer que foi ganso da PM.

  25. JACARÉ SEM DENTE em 02/10/2015 às 11:57
    CARLOS PAIN SILVA disse:
    02/10/2015 ÀS 7:43
    JACARÉ SEM DENTE
    NAO É VAO TRABALHAREM É VAO TRABALHAR

    Fico muito agradecido por corrigir meus erros ortográficos, fico ate mais a vontade, pois assim sendo posso errar a vontade que sempre terei uma bela ajuda do nobre colega professor, digo professor de que mesmo hem colega, por favor me responda. Em tempo estava me esquecendo, gostaria apenas te informar, que o nobre por estar com problemas no seu teclado veio a escrever as palavras: NÃO É VÃO TRABALHAREM É VÃO TRABALHAR esquecendo de colocar o acento tá professor, de que mesmo.

    Professor de cu é rola, vai tomar no meio do seu rabo seu filho da uma puta com motorista de táxis, vc não sabe nem escrever o ( ó) e quer corrigir os outros seu anarfa, veja as sua palavras acima seu lixo, nem mesmo copiando as palavras do meu testo, ainda não consegue escrever certo, vai dar meia hora de cu pro jumento seu arrombado, da próxima vê se me erra, sou espada, não gosto de viado tá, seu babaca.
    //////////////

    Jacaré, pelo teu comentário da para ver um pouco de homofobia , e partindo do Príncipio de que JACARE USA O RABO PARA SE DEFENDER, kkkk.

  26. CADE O REAJUSTE DE 2015 ?????

    CADE A VALORIZAÇÃO DO NU ??????

    FALA SÉRIO VEIO R$250,00 BONUS E DEVIDO AO DESCONTO SOBROU R$ 190,00 !!!!! ESMOLA

    CADE OS SINDICATOSSSSSSS TODO MUNDO ZZZZZZ

  27. Sergio, essa palavra (homofobia) também é coisa de viado, palavras que normalmente são expressada por viados tá, e mais, a palavra vão e não, ambas são acentuadas ok colega anarfa.

  28. Se vai ter policia pra mandar para o litoral eu não estou nem aí. Quando eu vou pra lá no meu barraquinho nem na praia eu dispenso meu trezoitinho de matar compadre. Estou louco para que um desses moleques lixos das inúmeras favelas ali existentes venham querer pegar minha magrela. E outra coisa: o Jacaré Sem Dentes está certo. Se o camarada não faz nem o seu arroz com feijão na sua cidade – seja ele PM ou civil – o que acha que ele vai fazer na praia? Ainda mais que os espertos do litoral sabendo que outros trouxas irão pra lá procuram sair de fininho de férias, licenças e etc.

  29. PÃO E CIRCO, COLEGA JÁ TIVE A OPORTUNIDADE DE TRABALHAR DUAS VEZES NA OPERAÇÃO VERÃO, É SÓ FAZ DE CONTA, A ÚLTIMA TRABALHEI NO GUARUJÁ NO SERVIÇO RESERVADO, PRINCIPALMENTE NA PRAIA DA ENSEADA, NÃO VIA NINGUÉM DE LÁ TRABALHANDO, PARECIA QUE TODOS ESTAVAM DE FÉRIAS, LICENCIA PRÊMIO OU ATE MESMO DISPENSADOS, TODOS OS PMS QUE EU ENCONTRAVA ERA ORIUNDO DA OPERAÇÃO VERÃO, VINDO DE OUTROS BATALHÕES, PENSO ATE QUE ELES NESSA ÉPOCA FICAM DE FOLGAS GANHANDO QSJ TUDO EM CONJUNTO, SÓ PODE, NÃO TEM OUTRA POSSIBILIDADE, CARA NEM NO MEU CASO, QUE PERTENCIA AO SERVIÇO RESERVADO, EU NÃO ENCONTREI NINGUÉM, SOMENTE UM SARGENTO E UM TENENTE, OS DEMAIS NUNCA OS VI.BOA NOITE.

  30. NAS DELEGACIAS NÃO ERA DIFERENTE, TODOS ERA DE OUTRAS REGIÕES, NUNCA VI NINGUÉM DE LÁ EM SERVIÇO.

  31. Não liga não.JACARÉ SEM DENTE é nosso Burrinho de estimação.O Sujeito bom pra escrever errado e sem concordância.Não liguem pra ele é “CAFÉ COM LEITE”.

  32. O Jacaré banguelo é um PM aposentado que a mulher abandonou porque o salário dele era uma bosta, era ruim de cama e ainda ficava fazendo bico de vigia nas padócas para poder tomar cachaça de graça com o portuga.

    Os filhos dele, o Lagartino da Silva e a srta. Salamandra da Silva, retornaram para o nordeste para morar com a avó, porque não conseguiram sequer acessar as redes sociais em casa, porque o véio passa o dia e noite digitando suas asneiras no que chama de “compotadô”.

    Os antigos praças, colegas dele de trabalho, já estão enterrados no cemitério da Quarta Parada e os poucos sobreviventes, ou estão em Franco da Rocha, internados, ou vendendo bilhetes de loterias na porta do Metrô para complementar o soldo.

    Na última vêz que passou pelo serviço de assistência psicológica aos PMs reformados, a Dra. Neura Pinéu diagnosticou uma profunda angústia existencial no velho réptil inútil e tentou fazê-lo participar de algum programa de ressocialização, tentando incluí-lo em algum grupo de apoio, mas o Jacaré respondeu o questionário fardado, deu um tapa no rosto da moça que tentou apanhar o formulário preenchido e com o seu revólver canela sêca apontado para a psicóloga, deu-lhe vóz de prisão por Desacato.

  33. 06/10/2015 17h17 – Atualizado em 06/10/2015 18h29
    Câmara de SP aprova aumento no valor da operação delegada – Esta no Bizu Pm

    ———————————————————————-

    E para nós vai ser aprovado ainda r$170,00 de Dejec kkkkkkkkkkkkkkkkk

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s