PMs carniceiros denunciados e presos no litoral norte 26

MP denuncia PMs integrantes de grupo de extermínio no litoral norte

Eles são acusados pela morte de três jovens no Tinga em setembro.
A prisão preventiva da dupla foi determinada nesta quinta-feira (15).

Do G1 Vale do Paraíba e Região

Local onde os jovens foram mortos no Tinga (Foto: Reprodução/TV Vanguarda)
Local onde os jovens foram mortos no Tinga (Foto:
Reprodução/TV Vanguarda)

Dois policiais militares foram denunciados nesta quarta-feira (14) pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) pela atuação em um grupo de extermínio no litoral norte de São Paulo. Eles são acusados pela morte de três jovens na noite de 14 de setembro no Tinga, em Caraguatatuba (SP).

Com base em investigações da Delegacia Seccional de São Sebastião, o MP indiciou os policiais. Eles atuam em um grupo conhecido como “Ninjas” e são acusados pelo crime de constituição de milícia privada.

A Justiça criminal de Caraguá recebeu a denúncia nesta quinta-feira (15) e determinou a prisão preventiva da dupla. Até a publicação desta reportagem, segundo a Polícia Civil, eles não haviam sido capturados.

Se condenados, cada um pode pegar pena que varia de 44 a mais de 100 anos de prisão. O caso está em segredo de Justiça.

  1. Qualquer um que é morto pela Polícia é “JOVEM”, nunca MARGINAL. E quem esses “JOVENS” matam são apenas vítimas, na verdade apenas mais uma vítima. Cada vez mais, não só os JOVENS, mas o Zé povinho em geral está partindo pra cima dos policiais, não só no Rio de Janeiro mas em São Paulo também. Prepare-se vc pode ser o próximo, pode ser vitimado por um “JOVEM”, pelo Zé Povinho, pela imprensa, pela resposta rápida à população (na verdade mídia) ou por alguém que busca um flash. Boa Sorte.

  2. o PM vira Bandido quando não respeita mais a constituição que nós leigos cidadãos temos que seguir.
    então PM que não respeita a lei é marginal, bandido da pior espécie e ponto final.

  3. BOA NOITE DR. GUERRA,

    O SENHOR TEM UM NÚMERO EXATO DE QUANTOS POLICIAIS MILITARES FORAM PRESOS ENTRE O DIA 1º DE OUTUBRO ATÉ HOJE?

    É QUE A CADA DOIS DIAS, NO MÁXIMO, É ANUNCIADO A PRISÃO DE GRUPOS DE EXTERMÍNIO FORMADO POR POLÍCIAIS MILITARES E NÃO ACABA MAIS, E ISSO SEM CONTAR COM O OFICIAL PADRE QUE ALÉM DE CATAR UMA MOEDINHA EXTRA TAMBÉM SE DIVERTE NOS MOTEIS DE SÃO PAULO.

  4. o duro que eu verifico o DOE todo dia e também vejo um montão de PC sendo demitido, então deve estar lotado o Presídio da Civil?

  5. Essa é cara da PM, estorquem nas periferias, cometem assassinatos brutais e, ainda pleiteam o ciclo completo de polícia. Pra que? se o elefante branco funcionasse a Polícia Civil nem trabalharia. É uma piada de mal gosto essa palhaçada do ciclo completo!

  6. Porque ninguém investiga o MP? O que acontece no obscuro mundo dos Promotores de Justiça? Porque uma Instituição Pública não tem transparência como se exige de todas as outras? Nenhum servidor público está acima do bem e do mal! Ou, estou enganado, eles são seres superiores aos demais humanos. Que dúvidas!!!

  7. Resolução SSP-129, de 13/10/15
    Prot. GS- 881/14
    Constitui Grupo de Trabalho para analisar propostas
    de aprimoramento da estrutura, organização e
    carreiras da Polícia Civil
    O Secretário da Segurança Pública,
    Considerando as propostas apresentadas visando ao aprimoramento
    na estrutura, organização e carreiras da Polícia Civil;
    Considerando a necessidade de desenvolvimento de estudos
    sobre a viabilidade das propostas apresentadas e sua
    sistematização, resolve:
    Artigo 1º – Fica instituído Grupo de Trabalho para análise
    das propostas objetivando mudanças na estrutura, organização
    e carreiras da Polícia Civil, encaminhadas a esta Pasta.
    Artigo 2º – O Grupo de Trabalho instituído por esta Resolu-
    ção terá a seguinte composição:
    I – Dr. Olheno Ricardo de Souza Scucuglia – Chefe de Gabinete
    da Secretaria da Segurança Pública, que exercerá a função
    de Coordenador;
    II – Dr. Waldir Antonio Covino Junior – Delegado de Polícia
    Dirigente da Assistência Policial para Assuntos Financeiros e
    Orçamentários – APAFO;
    III – Dr. Luciano Manente – Delegado de Polícia Assistente
    da Assistência Policial Judiciária – APJ;
    IV – Sra Terezinha Simioli Tomazi – Assistente Técnica do Departamento
    de Administração e Planejamento da Polícia Civil – DAP.
    Artigo 3º – Caberá ao Coordenador:
    I – Convocar os integrantes do grupo para a realização
    das atividades;
    II – Concentrar todas as informações relativas às atividades
    a serem desenvolvidas, mantendo as partes envolvidas informadas
    sobre o andamento dos trabalhos;
    III – Demandar informações e análises por parte de órgãos
    da SSP e da Polícia Civil, para subsidiar suas atividades;
    IV – Elaborar o relatório final e apresentá-lo ao Secretário
    da Segurança Pública para deliberação.
    Artigo 4º – O Grupo de Trabalho terá prazo de 90 dias para
    encerrar as atividades, encaminhando relatório ao Secretário da
    Segurança Pública.
    Artigo 5º – Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação,
    ficando revogada a Resolução SSP – 93, de 28-07-2014.

  8. Será que entendi direito? No primeiro parágrafo diz que os PMs foram denunciados pelo GAECO. No segundo parágrafo diz que foi com base nas investigações da delegacia Seccional de são Sebastião.
    A Seccional de são Sebastião tá correndo junto com o GAECO????? O mesmo GAECO que prendeu a toda a DIG de São Sebastião há alguns meses atras? Há algo de podre no ar!

  9. No mínimo do mínimo do mínimo, a reestruturação de carreiras da Polícia Civil do Estado de São Paulo (a única em todo o país que ainda não reestruturou suas carreiras policiais) deveria se dar do seguinte modo:

    1- Delegado de Polícia, bacharel em direito, 3 anos de atividade jurídica ou 2 anos de experiência policial;
    2- Médico Legista Policial, bacharel em medicina;
    3- Perito Criminal Policial, bacharel nas áreas específicas;
    4- Investigador de Polícia, curso superior em qualquer área;
    5- Escrivão de Polícia, curso superior em qualquer área;
    6- Papiloscopista Policial, curso superior em qualquer área;
    7- Agente de Telecomunicações Policial, curso superior em qualquer área;
    8- Agente de Polícia (agente policial + carcereiro policial + auxiliar de papiloscopista policial + atendente de necrotério policial) nível médio; carreira de apoio aos investigadores e escrivães de polícia, UNIFICAÇÃO EMBASADA NO SALÁRIOS IDÊNTICOS DESTAS CARREIRAS
    9- Agente de Perícia Policial, nível médio técnico com cursos nas áreas específicas ministrados pela acadepol ou colégios conveniados.

    Contratação de Oficiais Administrativos para ocupar algumas funções não estritamente policiais.

    A unificação, principalmente, das carreiras de agente policial, carcereiro policial, auxiliar de papiloscopista policial e atendente de necrotério policial na carreira de AGENTE DE POLÍCIA se justifica por estarem enquadradas na mesma base de salários, o que não ensejaria aumento de despesas financeiras ao Estado.

  10. Decapmix

    Agentes de Polícia como carreira de apoio aos investigadores e escrivães de polícia ?

    Meu caro, você já inicia o debate sobre a reestruturação subvertendo a ordem natural das coisas…Heheheheehe!!!!!

    Fala sério!

  11. civis do litoral norte

    Agentes são suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas

    Uma operação deflagrada na manhã desta terça-feira (31/3) pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) – Núcleo Vale do Paraíba, com o apoio da Corregedoria da Polícia Civil e da Polícia Militar, resultou na prisão de 15 pessoas integrantes de uma organização criminosa voltada para o tráfico de drogas em São Sebastião, no litoral norte, e na zona leste da capital. Entre os presos estão 8 policiais civis de São Sebastião, suspeitos de colaborar com as atividades da organização, liderada  por membros da facção criminosa Primeiro Comando da Capital.

    A operação visou o cumprimento de 31 mandados de prisão temporária e de 15 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça. Foram presos 7 policiais civis lotados na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e um policial lotado no 1º Distrito Policial de São Sebastião. Um nono policial da DIG, também com prisão decretada, não foi localizado.

    Outras três pessoas da organização criminosa foram presas em São Sebastião, três na zona leste da capital e uma mulher em Santo André. Segundo as investigações, ela desviava produtos do hospital onde trabalha para a organização fazer o refino de drogas.

    Na operação desta terça-feira foram apreendidos uma arma de fogo, 4 kg de maconha, R$ 18 mil em dinheiro, insumos e medicamentos utilizados no processo de fabricação de drogas.

    Dentre os 31 mandados de prisão temporária expedidos, 8 foram contra membros da organização que já haviam sido presos em flagrante nos últimos meses.  A organização criminosa vem sendo investigada pelo GAECO desde abril de 2014. Desde então, foram apreendidos com integrantes da organização armamento, munição, cerca de 100 kg de drogas (cocaína, maconha e crack) e R$ 84 mil em dinheiro.

    Participaram da operação Promotores de Justiça do GAECO – Núcleos Vale do Paraíba, ABC e Capital, Promotores de Justiça criminais, policiais da Corregedoria da Polícia Civil, e policiais militares do BAEP e da ROTA.

  12. Pois é! Me pergunto qual será o interesse do GAECO no litoral norte! Será político? Uma vez que crime e criminosos existem em todo lugar! O GAECO com certeza não acabou e não irá acabar com a criminalidade no litoral norte! Tem caroço por baixo do angú!

  13. São policiais civis e militares digo os que trabalham a todo momento presos ..sabe porquê? ganham uma miséria de salário e acabam se envolvendo com tudo de errado, nunca vai acabar os comandantes cada dia mais ricos e os subordinados cada dia mais ferrados, isso vale pras duas corporações se tem dúvida é só acompanhar as canas do GAECO.

  14. hehehehe

    “PMs carniceiros” é redundância, Dr.

    Pelo andar da carruagem, logo a SSP anuncia um novo ‘ROMÃO GOMES’.

  15. Dr. Guerra já conheceu o endereço bingoclandestinoblog.wordpress.com. Lá foram colocados vários endereços de bingos clandestinos de Santos. O que será que vai acontecer?

    Rua Pereira Barreto, 40 – Gonzaga
    Rua Euclides da Cunha, 82 – Gonzaga
    Rua José Clemente Pereira, 162 ou 163 – Campo Grande
    Avenida Afonso Pena, 243 – Boqueirão
    Avenida Pedro Lessa 2819 ou 2815 (entre a empresa Arte Maior e a Dois Santos)
    Rua Bahia, 119 – Gonzaga – onde funcionava o 7º Distrito Policial de Santos
    Rua Cunha Moreira, 83 – andar superior
    Rua da Paz, 70 – Boqueirão
    Rua Comendador Martins, 276 – Vila Matias
    Rua Amador Bueno esquina com Rua Dom Pedro II (Lanchonete do LEE, fica nos fundos, escondido com fundos falsos na parede lateral, próximo ao banheiro.
    Rua Evaristo da Veiga, 119 – Campo Grande
    Rua Pará, 110 – Campo Grande (quase esquina com a Rua Espírito Santos)
    Av. Epitácio Pessoa, 163 – Boqueirão
    Rua Carvalho de Mendonça, 650 – Marapé
    Rua Almeida de Morais, 24 (parte superior)
    Rua Paraná, 310 – Vila Matias.

  16. Guerra já viu o endereço bingoclandestinoblog.wordpress.com?

    1.Rua Pereira Barreto, 40 – Gonzaga
    2.Rua Euclides da Cunha, 82 – Gonzaga
    3.Rua José Clemente Pereira, 162 ou 163 – Campo Grande
    4.Avenida Afonso Pena, 243 – Boqueirão
    5.Avenida Pedro Lessa 2819 ou 2815 (entre a empresa Arte Maior e a Dois Santos)
    6.Rua Bahia, 119 – Gonzaga – onde funcionava o 7º Distrito Policial de Santos
    7.Rua Cunha Moreira, 83 – andar superior
    8.Rua da Paz, 70 – Boqueirão
    9.Rua Comendador Martins, 276 – Vila Matias
    10.Rua Amador Bueno esquina com Rua Dom Pedro II (Lanchonete do LEE, fica nos fundos, escondido com fundos falsos na parede lateral, próximo ao banheiro.
    11.Rua Evaristo da Veiga, 119 – Campo Grande
    12.Rua Pará, 110 – Campo Grande (quase esquina com a Rua Espírito Santos).
    13.Av. Epitácio Pessoa, 163 – Boqueirão
    14.Rua Carvalho de Mendonça, 650 – Marapé
    15.Rua Almeida de Morais, 24 (parte superior)
    16.4.Rua Paraná, 310 – Vila Matias.

  17. NA BOA, QUER SABER ? QUE SE FODA . DEIXA A PM FAZER O QUE SABE FAZER: MATAR. SE NÃO QUER VER SEU FILHO NUM SACO DO IML, CUIDE DELE. O RESTO É PAPO FURADO. TO COM O SACO CHEIO DE MÃE QUE DOZ QUE SEU FILHO ´E SANTO E O DESGRAÇADO É O MAIOR ASSASSINO. FODA’-SE . ROTA SENTA O DEDO SEM DÓ. A POPULAÇÃO TE APOIA.

  18. DEIXA IR A JURI. QUANDO LÁ CHEGAR VEREMOS SE A POPULAÇÃO IRA CONDENAR .O POVO ESTA COM SACO CHEIO DEFENSORES DE BANDIDOS. LADAINHA DE SEMPRE

  19. Direto do fantástico mundo da imaginação: Como transformar um bacharel em Vossa excelência em 45 dias. disse:

    Agentes são suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas

    Uma operação deflagrada na manhã desta terça-feira (31/3) pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) – Núcleo Vale do Paraíba, com o apoio da Corregedoria da Polícia Civil e da Polícia Militar, resultou na prisão de 15 pessoas integrantes de uma organização criminosa voltada para o tráfico de drogas em São Sebastião, no litoral norte, e na zona leste da capital. Entre os presos estão 8 policiais civis de São Sebastião, suspeitos de colaborar com as atividades da organização, liderada por membros da facção criminosa Primeiro Comando da Capital.

    A operação visou o cumprimento de 31 mandados de prisão temporária e de 15 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça. Foram presos 7 policiais civis lotados na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e um policial lotado no 1º Distrito Policial de São Sebastião. Um nono policial da DIG, também com prisão decretada, não foi localizado.

    Outras três pessoas da organização criminosa foram presas em São Sebastião, três na zona leste da capital e uma mulher em Santo André. Segundo as investigações, ela desviava produtos do hospital onde trabalha para a organização fazer o refino de drogas.

    Na operação desta terça-feira foram apreendidos uma arma de fogo, 4 kg de maconha, R$ 18 mil em dinheiro, insumos e medicamentos utilizados no processo de fabricação de drogas.

    Dentre os 31 mandados de prisão temporária expedidos, 8 foram contra membros da organização que já haviam sido presos em flagrante nos últimos meses. A organização criminosa vem sendo investigada pelo GAECO desde abril de 2014. Desde então, foram apreendidos com integrantes da organização armamento, munição, cerca de 100 kg de drogas (cocaína, maconha e crack) e R$ 84 mil em dinheiro.

    Participaram da operação Promotores de Justiça do GAECO – Núcleos Vale do Paraíba, ABC e Capital, Promotores de Justiça criminais, policiais da Corregedoria da Polícia Civil, e policiais militares do BAEP e da ROTA.

  20. Direto do fantástico mundo da imaginação: Como transformar um bacharel em Vossa excelência em 45 dias.

    Verdade, 45 dias!

    Mas só depois de cinco anos de faculdade, dois anos de advocacia ou dois anos como policial. Sem falar no concorrido e dificílimo concurso de provas e títulos.

    Agora qualificar medíocres leva muito mais tempo: um a três anos.

  21. Tenho colegas no litoral norte que dizem que não é bem assim a estória! Dizem que muitos dos policiais civis presos da DIG são inocentes! O problema é que o GAECO adora uma mídia e está fudendo muitos de graça! Por isso, devemos aguardar a apuração da justiça, pois até onde sei ninguém foi condenado pela justiça, só pela imprensa!
    Volto a dizer, o MP se aliou à PM para nos destruir como instituição! Essa PEC do ciclo completo tem muito lobby do MP (fora o da PM) nos bastidores! Só irão acreditar quando virarmos igual a polícia ferroviaria! Saibam quem são seu inimigos! Aqui, tem muito coxinha se passando por Charlie, vejam pelos comentários!
    Sorte a todos nós!

  22. Conheço bem o caso da DIG de São Sebastião. Atuo como policial civil no Litoral Norte há duas décadas. Mais da metade dos policiais encarcerados são tão culpados quanto um recém nascido, mas a prisão de “tarrafa” de todos teve um efeito midiático extremamente conveniente aos propósitos de quem se empenhou para obtê-las. Os argumentos expendidos para embasar a privação da liberdade ambulatória deles seriam descartados como fraldas de segunda mão caso não se tratasse de policiais os pretensos infratores. Não tenho dúvida alguma que ao final da instrução processual eles serão absolvidos, pelo simples fato de inexistirem provas ou indícios mínimos e críveis do envolvimento nos delitos a eles imputados. Mas de que forma poder-se-á deletar da história desses agentes da lei a injusta segregação cautelar por que passam, após o reconhecimento de suas inocências? Casos como esse, repetidos à exaustão ao longo dos anos, me fez perder por completo a crença na justiça, e hoje executo meu trabalho tão somente para dormir em paz com minha consciência, ignorando deliberadamente a atuação de outros operadores do Direito em momento pós-inquérito. Criminosos verdadeiros, anteriormente presos por eles, têm sido absolvidos com a simples alegação de que foram ao xadrez por ação dos policiais da DIG, hoje estigma de mal feito, tão asquerosa quanto a figura do capiroto. É a conduta deletéria do Estado autofágico, a implosão de um sistema caótico, viciado e fadado ao fracasso.

  23. Pingback: PMs carniceiros denunciados e presos no litoral norte | Bingo clandestino: baixada santista

  24. Pra mim não dá mais…

    Chantagem gratuita é a mais nefasta das tolices.

    O CHANTAGISTA DE QUINTA CATEGORIA, Coronel PM Admir Gervásio Moreira, me fez chantagens para que eu “caísse fora” da PM, em 2009, para que eu não continuasse a eviscerar as PATIFARIAS dos comparsas dele. “Bateu o pé” sem colher os resultados esperados. Melhor que ele, de fato, tivesse levado ao crivo de implacáveis investigações as PATIFARIAS que documentei.

    Não é por menos que a Polícia Militar paulista continua esse entulho autoritário, indigno até da própria existência. pior que isso: produz outros chantagistas da sua estirpe.

    Ameaçar alguém de ser roubado ou ameaçado por “jovens” ou não jovens, não é apenas a assinatura do próprio atestado de omissão: é burrice completa e inaceitável em alguém que se diz agente da lei (do cão)!

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s