1. Ué … Cinco facadas no braço nao mata. Decerto ele tomou as facadas e tamanho susto infartou e morreu. Resultado: morte natural

  2. Cade o tal Bonus que não provisionou para amanha dia 05?????

  3. Kkkkkkkkk. Meu Deus. Até cheguei a acreditar que oficial fosse um pouquinho mais inteligente que praças. Mas… Bando de burros.

  4. putz ainda bem q nao foi pelo 103DP…. kkk

    apesar que hj em dia desinteligencia seguida de facadinhas é mto natural no brasil ne… morte natural, sem novidade hsuahsauhshuas

  5. Morte ocasionada pela acao de uma das mais rudimentares leis da natureza: inerte pelas cinco perfuracoes, talvez desfalecido, nao teve como reagir diante do seu sangue lentamente se esvaindo por culpa da aceleracao da gravidade. Morte natural, logicamente. Ou entao, que se denuncie Sir Isaac, caboclamente conhecido cimo Newton.

  6. Superveniência de causa dolosa??? Kkkkk e ainda querem ciclo completo??? Kkkkkkkk

  7. CERTÍSSIMO, SE O CARA LEVOU CINCO FACADA É NATURAL QUE ELE MORRA, KKKKKKKKKKKKKKKKKKK, TENDEU…NATURAL MORTE NATURAL KKKKK…

  8. Hora fato : 20:18 H.
    Hora local. : 21:48 H.
    Conclusão:
    Se esse maluco tivesse furado o dedo indicador com um alfinete, teria sangrado até a morte da mesma forma, por conta do “congestionamento” que barrou a chegada da viatura no local em tempo de socorrê-lo ou evitar tal número de facadas.
    E viva a P.M. S.P. !!!!!!
    O bom dessa sequencia de cagadas é que os favoráveis ao tal “ciclo completo” , grande maioria Pms, passaram a pensar mais detalhadamente sobre o assunto, se é que podemos dizer que PM pensa…
    kkk

  9. B O N U S
    .
    OK… PERÍODO DE ABRIL/MAIO/JUNHO
    .
    4.500,00 – 1.237,50(I.R.) = 3.262,50
    .
    JÁ ADIANTA UM LADO…. RS RS RS

  10. ISSO FAZ PARTE DO PLANO MENTIROSO DO PSDB PARA DERRUBAR O ÍNDICE ALARMANTE DA CRIMINALIDADE disse:

    NÃO É PRA RIR NÃO.

    ESSE PLANO DE PASSAR O CONTROLE DAS OCORRÊNCIAS PARA OS COXINHAS NÃO É PARA MELHORAR O POLICIAMENTO PREVENTIVO, MUITO MENOS PARA QUE O ATENDIMENTO À POPULAÇÃO SEJA MAIS EFICIENTE.

    A VERDADEIRA INTENÇÃO DOS TUCANALHAS É A SUB-NOTIFICAÇÃO DOS CRIMES E CONSEQUENTE QUEDA DAS ESTATÍSTICAS CRIMINAIS.

    O PICOLÉ DE CHUCHÚ, CANDIDATO À PRESIDÊNCIA, SEU SECRETÁRIO CANDIDATO À PREFEITO E OS OFICIAIS COXINHAS, CANDIDATOS À AUMENTAREM SEUS PODERES DITATORIAIS COM O CIRCO COMPLETO, TRAMARAM ESSA FORMA CRIMINOSA DE LUDIBRIAR A POPULAÇÃO PAULISTA, QUE HOJE SEQUER SABE COMO E ONDE COMUNICAR UM CRIME, E QUANDO COMUNICA À PM, CONFORME O EXEMPLO ACIMA DESCRITO, NÃO SABE QUE O SEU REGISTRO VAI VIRAR FUMAÇA, MAQUIADO, ALTERADO DE MANEIRA FRAUDULENTA, OU SIMPLESMENTE DESAPARECIDO.

    SEI DE CASOS DE ROUBO À RESIDÊNCIA ONDE PMs ATENDERAM NO LOCAL, NÃO ACIONARAM A PERÍCIA E AINDA DISSERAM ÀS VÍTIMAS QUE O CASO ERA DIFÍCIL DE SER ELUCIDADO E “CASO ELA DESEJASSE”, DEVERIA DESLOCAR-SE POSTERIORMENTE, POR MEIOS PRÓPRIOS, ATÉ A DELEGACIA DE POLÍCIA PARA O REGISTRO. É ÓBVIO QUE AS VÍTIMAS NÃO COMPARECERAM ATÉ HOJE NO PLANTÃO, DESESTIMULADAS PELA “ORIENTAÇÃO” DOS COXINHAS E OS ROUBOS NÃO VÃO APARECER NAS ESTATÍSTICAS.

    NO FINAL DO ANO O DESGOVERNO VAI CHAMAR A IMPRENSA E MOSTRAR QUE CAÍRAM OS ROUBOS, CAÍRAM OS HOMICÍDIOS, CAÍRAM OS ESTUPROS, ENFIM, TUDO DESABOU CONSIDERAVELMENTE NAS ESTATÍSTICAS CRIMINAIS E AS PESSOAS QUE FORAM VÍTIMADAS PELA VIOLÊNCIA, COM OU SEM REGISTRO, VÃO PENSAR QUE DERAM AZAR, QUE A COISA ESTÁ MELHORANDO, O SISTEMA DE PASSAR TUDO PARA A PM MELHOROU A SEGURANÇA DA POPULAÇÃO E O QUE ACONTECEU COM ELAS FOI APENAS FATO ISOLADO.

    O MESMO GOLPE QUE ESSE DESGOVERNO ESTÁ APLICANDO NA ÁREA DA EDUCAÇÃO, ONDE ESTÁ FECHANDO ESTABELECIMENTOS DE ENSINO, PREJUDICANDO OS ESTUDANTES, SEUS PAIS E OS PROFESSORES, MAS VAI VENDER NA MÍDIA QUE TUDO ESTÁ MELHORANDO, QUE TUDO FOI BASEADO EM ESTUDOS TÉCNICOS E APRESENTARÁ RESULTADOS MANIPULADOS E FANTASIOSOS.

    UM ASSASSINATO AQUI, QUE VIRA MORTE NATURAL, UM ROUBO À RESIDÊNCIA ALI QUE NÃO É REGISTRADO, AOS POUCOS VAI TORNAR-SE ROTINA E O POVÃO IGNORANTE VAI APENAS ACIONAR A PM DEPOIS QUE SE FUDER NAS MÃOS DOS BANDIDOS, RECEBERÁ A VISITA DE UMA PATRULHINHA, QUE DARÁ 5 MINUTOS DE ATENÇÃO NO LOCAL, FARÁ O FAMIGERADO BOPM QUE SÓ JUMENTO CONSEGUE TRADUZIR ( SEM PERÍCIA, SEM DESCRIÇÃO DOS ASSALTANTES ) E FICARÁ PENSANDO QUE TUDO ESTÁ ENCAMINHADO PARA O ESCLARECIMENTO E DAÍ, MAIS UMA VÊZ VÃO JOGAR A CULPA DA POLÍCIA CIVIL, PELO BAIXO ÍNDICE DE ELUCIDAÇÃO DOS CRIMES.

  11. Provisionou na tua conta colega?? Ou melhor caiu esse Jota?? Tava falabdo q minha delegacia ia ganhar 2 mil…mais nao provisionou na conta de ngm daqui

  12. No início do documento constaram lesão corporal. Se a ocorrência foi atendida no PS o esfaqueado já estava sendo atendido. Se foi esfaqueado no braço, então lesão corporal está de bom tamanho. Se, depois, o Promotor vai denunciar por tentativa de homicídio beleza. Morte natural me pareceu mais, falta de atenção na elaboração do documento do que erro de tipificação.

  13. Considerando que foi a ideia brilhante do ex-Delegado Geral de Polícia Marcos Carneiro Lima deixou que às Companhias da Polícia Militar tivessem acesso ao RDO, e à Polícia Militar não nos deu acesso ao fotocrim, então, com tanta estupidez, deve o atual Delegado Geral de Polícia ordenar ao DIPO cancele o acesso à PM ao RDO., simplesmente, assim, começa a desfazer o desejo pela PM pelo ciclo completo.

  14. TENTAR DENEGRIR A PUBLICAÇÃO, QUE POR ENGANO OU ERRO, CONSTA A PRIORI, ¨MORTE NATURAL , AUTOMATICAMENTE, FOI CORREGIDO NO TEXTO ABAIXO, QUANTO A LESÃO CORPORAL TRATA-SE APENAS DE TENTAR DENIGRIR QUEM FEZ A COMUNICAÇÃO, TENDO MENOS CAPACIDADE SOBRE A COMUNICAÇÃO, O QUE NÃO JUSTIFICA ESTA TERIA. PEDRO BAIANO.

  15. Complementando o post do colega acima, além da mentira que vão contar pela queda da criminalidade, ainda vão dizer que tudo isso se deu graças a resolução 57, e que depois que a PM deixou de apresentar e perder horas nos dps, eles melhoraram o policiamento, e mais uma vez a PC vai ser a culpada.

  16. É a desgraça do copia e cola, saudade da máquina de escrever!
    Utilizaram um modelo de mensagem e esqueceram de trocar a motivação da comunicação do crime, de Lesão Corporal para Morte Natural!
    Óbvio que não houve morte e sim Lesão Corporal.
    Certamente os responsáveis pelos comentários nunca cometeram erros de tal natureza, nunca utilizaram um modelo para elaborar outro documento.
    Mas a intenção é avacalhar, então para vcs é válido, sorriam, mesmo com a conta negativa!

  17. Valeu sargento 6ª parte, já fez seu Comentário eloquente agora pode ir para seu biquinho na padaria do bairro, 50,00 mais um litro de leite e seis pãezinhos, por 12 horas de pé arriscando a vida, é só isso que sua capacidade mental permite , vc e seus colegas de farda. Nunca serão.

  18. Deve ser um orgulho ser subordinado à um comandante desses… hahaha

    “Presented by: BURRO BRANCO academy, the best police academy on the planet.”

  19. B O N U S…
    .
    NO DEMONSTRATIVO DE PAGAMENTO DA FAZENDA…
    .
    E NA CONTA CORRENTE TAMBÉM…
    .
    USEM COM MODERAÇÃO…RS RS

  20. PM, a maior comédia da face da terra disse:
    05/11/2015 ÀS 9:12
    Valeu sargento 6ª parte, já fez seu Comentário eloquente agora pode ir para seu biquinho na padaria do bairro, 50,00 mais um litro de leite e seis pãezinhos, por 12 horas de pé arriscando a vida, é só isso que sua capacidade mental permite , vc e seus colegas de farda. Nunca serão.
    =================================================================================================
    Bico em padaria………Só rindo de vc seu imbecil… não tem a mínima noção de minha condição financeira, a única coisa que faço na padaria, e nas boas, é tomar meu café da manhã com minha família, se é que vc sabe o que é família!
    Comédia é vc seu enrustido, tanta revolta logo pela manhã só pode ser por falta de rola!
    Não vou perder meu tempo com vc, sua limitação intelectual não lhe permite comentar com critérios.
    A propósito já fez a recolha hoje??

  21. 97° DP ATÉ ONDE SEI É AMERICANÓPOLIS…….HOSPITAL SABOYA E JABAQUARA ATÉ ONDE SEI É 35° DP
    VAI SABER

  22. Bom dia!

    Senhoras e Senhores.

    Esse aí é igual ao comunicado do Comandante à tropa:

    O comando precisava comunicar o falecimento da mãe do Soldado. Colocou todos em forma e disse:

    ” Quem tem mãe um passo atrás. Todos foram. O Comandante disse: Ô Sd Xavier você não”.

    Caronte.

  23. O presente expediente administrativo levado a efeito pela PM Paulista é inconstitucional, ilegal e arbitrário em face da lei. Essa prática poderá ensejar efeitos jurídicos, administrativos e civis terastológicos em face de seus agentes militares, uma vez que a competência das Polícias Militares é bem definida na CF, e os Oficiais da PM não poder alegar ignorância da Lei Maior em detrimento de um Regulamento Disciplinar baseado em Lei Complementar Estadual quando trata doe direitos e garantias individuais. Mais uma vez, as instituições brasileiras cultuam práticas ilegais como legais assistidas e acompanhadas vivamente de perto pelos demais Estados Políticos, a respeito desse tema – ilegalidades, temos bastante exemplos: o Petrolão, o Mensalão, as pedaladas fiscais, o desvio do BNDS, agora a PMESP muitos outros pelo Brasil, que ainda não foram demonstrados em prol dos princípios da legalidade, da impessoalidade, da moralidade, da publicidade, da eficiência e da transparência Brasil. Quem vai acreditar nessa República?

  24. Bando de fdpp roubaram ate a porra do meu bonus….ja nao recebemos, e qnd eh pra receber eles nao te pagam…vai p merda….culpa dessa merda de SPTC e sua administração incompetente

  25. bem vamos la….mesmo que apos cinco facadas ele nao tivesse ido a obito e somente falecido no PS ,,,seria no minimo ..homicidio tentado…mas que sao uns asnos esses oficiais ah isso sao mesmo…….

  26. Pingback: Ciclo completo – PM comunica homicídio como morte natural decorrente de desinteligência | Blog do Luciano Cesar Pereira

  27. Desinteligência, QRU, adentramos, indivíduo, logramos êxito. Pronto, acabou o vocabulário dos pms…

  28. Quanto sensacionalismo meu Deus!!!! Está na cara que foi um erro (o famoso colar-copiar). Estou vendo que o Ciclo Completo está incomodando mesmo, ultimamente só se fala em PM aqui no flit.

  29. Deveria ser punido, de conformidade com o RDPM, pois Delegado de Polícia, o pronome de tratamento é VOSSA EXCELÊNCIA e, não como o sujeito constou…..rsrssrsrs….PURA INVEJA…..

  30. Acredito que foi foi só um descuido ao utilizar um Ofício padronizado. Se tivessem suprimido a qualificação “natural”, não haveria “discussão”.
    Mas… Ué?!!!
    Quem ainda tem a função de enquadrar “juridicamente” os fatos? É a PM?
    Os dados foram fornecidos sem valoração subjetiva: a) morte; b) discussão: c) ferimentos decorrentes de facadas.
    Quem quiser dizer que foi homicídio, tentativa, lesão, que investigue e apure.

  31. Eduardo

    Ô azeitona, uma coisa é tipificar, outra coisa é não saber a diferença entre morte natural e suspeita. Mas palhaçadas à parte, tá claro que o oficial apenas errou no modelo. É isso.

  32. Sempre “casos isolados que não refletem a glori…” aff, dá nojo.

  33. DEPOIS RECLAMA QUE A GENTE CHAMA DE BURRO. ASSISTA O VÍDEO. PM COMEDIA.

  34. No comunicado da PM para o CEPOL acima não deveria ser ?

    Ao Excelentíssimo Dr Delegado de Polícia !

    Porque nós somos obrigados a escrever Excelentíssimo.

  35. – Oooh aspira, que estatistica é essa??? voce não sabe que morte na praia é afogamento cacete!!
    – Mas capitao, o corpo do sujeito continha cinco perfurações à bala!!!
    – Ooh borra-botas, quer me ensinar fazer meu trabalho!?! Voce é legista por acaso? Morte na praia é afogamento caralho!! muda essa mancha criminal e manda pra frente!!

  36. Basta de Imbecilidade disse:
    05/11/2015 ÀS 11:28
    Eduardo

    Ô azeitona, uma coisa é tipificar, outra coisa é não saber a diferença entre morte natural e suspeita. Mas palhaçadas à parte, tá claro que o oficial apenas errou no modelo. É isso.
    ————–
    Se está claro que houve apenas erro no modelo, então nem cabe discutir se é falta de conhecimento ou de discernimento.

  37. ESTA NO JORNAL AGORA 05/11/2015

    O coronel da polícia militar do Estado de São Paulo diz que há boa possibilidade de em Dezembro os policiais não se inscreverem no Dejem e Operação Delegada como forma de protesto pelo NÃO REAJUSTE DE 2015 !!
    Diz que vai ser decidido em reunião da categoria caso o reajuste não saia este mês.

    OBS: Cade os Sindicatos para se manifestarem ??????? Cade nossos Representantes também temos famílias ???

  38. Novamente todos os policiais foram enganados.

    Foram nos jornais e fizeram um fuzuê que não teria reajuste mas teria bônus (pra pouquíssimos diga-se de passagem), em 5 de novembro.

    E os Diretores, Seccionais, Titulares querem cobrar produção?

    Enfia no cu.

  39. Houve um erro de digitação em uma MENSAGEM ELETRONICA. Para aqueles profissional que criticam um erro como esse deveriam verificar alguns históricos, tanto de BOPM, quanto de BOPC. Uma simples mensagem de email ja causa todo esse alvoroço. Para esses intolerantes deveria ser encaminhada uma mensagem escrita num papel de pão.

  40. E O BONUS? TA NA CONTA? TA NA FAZENDA?? ALGUEM PODE DIZER DE FORMA CLARA??
    NA MINHA CONTA NÃO TEM NADA!!!

  41. O bônus aqui da leste esta na conta R$ 1.450,00
    Acabei de ver o extrato.

  42. Utilizou-se de modelo pronto…
    Não leu o que foi copiado e colado.

    Agora ficam perguntando: desinteligência de quem?

    A parte pobre da polícia civil que depende de salário pergunta: E reajuste???

    A parte rica da PC tá cagando e andando.

    Tomara que os mikes tenham reajuste e a PC fique chupando o dedo. Vai ser merecido.

  43. VEJAM ESSE PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR DA DEFENSORIA

    APRESENTADO PELO D.P.G.

    DEFENSOR PÚBLICO-GERAL DO ESTADO

    LEIA MAIS

    3 de novembro de 2015
    ASSEMBLEIA GERAL

    O Presidente do SIPOL no uso de suas atribuições convoca todos os seus FILIADOS para Assembleia Geral Extraordinária, a ser realizada no dia 11 de novembro de 2015 (quarta-feira próxima) às 18h00 em primeira chamada e às 18h30 em segunda chamada, para discutir especialmente a situação dos ESCRIVÃES DE POLÍCIA. Momento em que todos poderão ser ouvidos, manifestando-se diretamente à Diretoria que estará presente. Ao final será redigida ATA com os problemas apontados, as sugestões apresentadas, e como consequência as diretrizes de atuação do Sindicato. Genericamente serão discutidos temas como a DEJEC, falta de servidores e a não concessão de reajuste salarial em 2015.

    LEIA MAIS

    27 de outubro de 2015 Publicações Sobre o Sindicato
    GRANDES E IMPORTANTES PREOCUPAÇÕES COM O DEJEC

    É do conhecimento de todos que muitos Escrivães de Polícia têm sido convocados por Portarias das Delegacias Seccionais para prestarem trabalho eventual em outras unidades, inclusive em outros municípios.

    No entanto, esses deslocamentos, na maioria das vezes, se dão DURANTE A JORNADA NORMAL DE TRABALHO do Servidor Escrivão.

    Mas, para pagamento/recebimento da DEJEC, é necessário que essa atividade seja exercida FORA DA JORNADA NORMAL DE TRABALHO desses Servidores (vide item 2 abaixo)

    Por isso é FUNDAMENTAL que façamos todo o possível para, junto à Delegacia Geral de Polícia, conseguir regulamentação adequada para que as escalas dos Escrivães de Polícia que estejam sujeitos à prestação de seus trabalhos em outras unidades (mesmo que no mesmo município), possibilitem o pagamento/recebimento da DEJEC, como medida de MINIMIZAR O PREJUÍZO FÍSICO, PSICOLÓGICO, ainda que de forma financeira (bem aquém do GAT)

    A instituição da DEJEC foi uma reivindicação das Entidades da Polícia Civil, impulsionada fortemente pelo atual Delegado Geral e conquistada em sua gestão. Precisamos que Sua Excelência agora implemente essa conquista para que não se torne uma medida inócua para os Escrivães que estão acumulando unidades, cartórios, problemas, sindicâncias.

    Regras que deverão valer sobre a DEJEC, sendo aprovado e sancionado o texto original.

    1 – uma diária corresponde a 8 horas contínuas de trabalho

    2 – tem quer ser fora da jornada normal de trabalho

    3 – no máximo 10 diárias por mês

    4 – a participação é facultativa (vide item 9)

    5 – o pagamento será feito ATÉ o segundo mês subsequente ao da atividade

    6 – não será incorporada para nenhum efeito nem cálculo de vantagens, nem incidirá descontos previdenciários nem de assistência médica (não fala de impostos)

    7 – o polical não recebe auxílio alimentação pelo período da DEJEC

    8 – a continuidade do turno normal em decorrência da rotina não ensejará pagamento de DEJEC;

    9 – não poderá haver “convocação” para DEJEC durante afastamentos. Mas poderá no gozo de licença-prêmio (vide item 4)

    10 – atividades e critérios serão estabelecidos pelo DGP por Portaria;

    11 – a realização da DEJEC não é eterna nem constante. Pois depende de autorização, ano a ano do Governo.

    LEIA MAIS

    25 de outubro de 2015 Publicações Sobre o Sindicato
    SÚMULA VINCULANTE 33

    E NOVO GRUPO DE ESTUDOS EHHHHH

  44. DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO

    SGPDOC nº 66952/2015

    Ref.: Encaminhamento de anteprojeto de lei complementar à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo

    São Paulo, 23 de setembro de 2015.

    A Sua Excelência o Senhor

    FERNANDO CAPEZ

    Presidente da Assembleia Legislativa
    Avenida Pedro Álvares Cabral, nº 201

    CEP 04097-900 – São Paulo/SP

    Senhor Presidente,

    Cumprimentando cordialmente Vossa Excelência, tenho a honra de encaminhar à elevada deliberação dessa nobre Assembleia Legislativa, o incluso Projeto de Lei Complementar, acompanhado da respectiva justificativa, que objetiva a modificação das Leis Complementares nº 988, de 09 de janeiro de 2006, e nº 1.050, de 24 de junho de 2008, para a reposição inflacionária dos vencimentos dos Defensores e Servidores, bem como a fixação de data-base para fins de revisão dos vencimentos e proventos, criação de gratificações para os servidores do Subquadro de Apoio, além da possibilidade de que sejam instituídas funções de confiança.

    Solicito, outrossim, dada a relevância da matéria, que a tramitação do aludido projeto de lei se dê em caráter de urgência.

    Aproveitando o ensejo, apresento protestos de elevada estima e distinta consideração.

    RAFAEL VALLE VERNASCHI

    Defensor Público-Geral do Estado

    LEI COMPLEMENTAR Nº ___, de __ de ___________ de 2015

    Altera a Lei Complementar nº 988, de 9 de janeiro de 2006, quanto à revisão geral anual dos vencimentos do Defensor Público-Geral do Estado, e a Lei Complementar nº 1.050/08, quanto à reclassificação dos vencimentos dos integrantes do subquadro de apoio da Defensoria Pública, fixa data-base para fins de revisão dos vencimentos e proventos do seu quadro de servidores, possibilita a instituição de funções de confiança e dá outras providências.

    O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

    Artigo 1º – O artigo 9º das Disposições Transitórias da Lei Complementar nº 988, de 9 de janeiro de 2006, com a redação dada pela Lei nº 1.221, de 29 de novembro de 2013, passa a vigorar com a seguinte redação:

    “Artigo 9º – O valor dos vencimentos do Defensor Público-Geral do Estado, Referência 8, fica fixado em R$ 26.522,50 (vinte e seis mil, quinhentos e vinte e dois reais e cinquenta centavos) a título de revisão geral anual de que trata o inciso X do artigo 37 da Constituição Federal” (NR).

    Artigo 2º – Os valores dos vencimentos dos integrantes do Subquadro de Cargos de Apoio da Defensoria Pública do Estado (SQCA), a que se refere o artigo 12 da Lei Complementar nº 1.050, de 24 de junho de 2008, em decorrência de reclassificação, ficam fixados na conformidade do Anexo desta lei complementar.

    Artigo 3º – É fixada em 1° de março de cada ano a data-base para fins de revisão dos vencimentos e proventos do quadro de servidores públicos ativos e inativos da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, a título de revisão geral anual de que trata o inciso X do artigo 37 da Constituição Federal.

    Artigo 4º Por ato do Defensor Público-Geral poderão ser instituídas funções de confiança de Oficial Assistente I e Oficial Assistente II aos Oficiais de Defensoria com formação jurídica ou outra de nível superior.

    1. O exercício das funções de confiança de que trata o “caput” será retribuído por meio de Gratificação de Função, calculada pela aplicação de percentuais sobre o valor do padrão inicial do vencimento do cargo de Oficial de Defensoria, na seguinte conformidade:
    I – Oficial Assistente I – 30% (trinta por cento);

    II – Oficial Assistente II – 50% (cinquenta por cento).

    2º – A função de Oficial Assistente de Defensoria I compreenderá o desempenho de atividades relacionadas preferencialmente ao atendimento ao público e ao seu gerenciamento nas unidades.
    3º A função de Oficial Assistente de Defensoria II compreenderá o desempenho de atividades relacionadas ao assessoramento administrativo e jurídico do Defensor Público.
    Artigo 5º – Os servidores públicos do Subquadro de Apoio da Defensoria Pública do Estado (SQCA), previsto no art. 1º da Lei Complementar nº 1050/08, que atuarem por designação do Defensor Público-Geral nos plantões judiciários ou em atividades desenvolvidas aos finais de semana e feriados, farão jus à Gratificação de Plantão de Defensoria (GPD), calculada mediante aplicação do percentual de 10% (dez por cento) sobre o valor do padrão inicial do vencimento do cargo de Oficial de Defensoria (padrão 1-A da escala de vencimentos intermediária do SQCA-III).

    Artigo 6º – O Oficial de Defensoria Pública que estiver no exercício das atividades próprias do cargo, em condições de especial dificuldade decorrente da natureza do serviço, consistente no atendimento ao público, fará jus a gratificação de atendimento ao público (GAP), calculada mediante aplicação do percentual de 10% (dez por cento) ao mês sobre o valor do padrão inicial do vencimento do cargo de Oficial de Defensoria (padrão 1-A da escala de vencimentos intermediária do SQCA-III), a ser atribuída aos servidores designados, nos termos do ato do Defensor Público-Geral.

    Artigo 7º – As despesas decorrentes desta lei complementar correrão à conta de dotações orçamentárias próprias, suplementadas se necessário.

    Art. 8º – Esta lei complementar entra em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos, a partir de 01º de setembro de 2015.

    São Paulo,

    GOVERNADOR DO ESTADO

    ANEXO

    A que se refere o artigo 2º da Lei complementar nº de de 2015

    Escala de Vencimentos Intermediária

    Ref/Grau A B C D E F
    1 2992,76 3217,21 3458,50 3717,89 3996,73 4296,49
    2 3706,86 3984,87 4283,74 4605,02 4950,40 5321,68
    (em reais)

    Escala de Vencimentos – Superior

    Ref/Grau A B C D E F
    1 6331,6 6806,47 7316,96 7865,73 8455,66 9089,83
    2 7092,54 7624,48 8196,32 8811,04 9471,87 10182,26
    (em reais)

    Escala de Vencimentos – Comissão

    Referência Valor
    1 2693,81
    2 5775,57
    3 7076,43
    4 10159,34
    5 11414,15
    6 14390,00
    (em reais)

    Cadê Nosso apoio da DGP ?????

  45. Hoje é o dia do escrivāo de polícia….parabéns companheiros por esse dia…luta, suor, semiescravidāo, mal remuneração,etc. Sou Investigador e reconheço a extrema importância do escrivanato. Mereciam um tópico sobre o seu dia, e claro, valorização.

  46. AÍ ja é exagero Ehttp://g1.globo.com/ac/acre/noticia/2015/11/sargento-recebe-voz-de-prisao-ao-se-negar-dar-n-de-telefone-delegado.htmlxcelência

  47. SR; “Sísifo”, MEUS PARABÉNS PELO ÓTIMO LEMBRADO. ME DESCULPE, MAIS S;M;J.;, HOJE É O DIA DOS FUNCIONÁRIOS DA EGRÉGIA POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE SÃO PAULO QUE EFETIVAMENTE TRABALHAM, POIS COMO DITO ANTES ” SEM ESCRIVÃO DE POLÍCIA, JAMAIS HAVERIA OU HAVERÁ POLÍCIA JUDICIÁRIA “. A TODOS OS COLEGAS ESCRAVÕES MEUS PARABÉNS. E, ME AJUDEM AÍ Ó

  48. o povo que so sabe reclamar, kct. só jesus mesmo.

    na audiencia de custodia foi aquela choradeira.
    agora que os pms fazem bós , reclamam…chiam. choram. p kraio….

    aposto que nesta turma de chorões não tem nenhum escrivão..

  49. 05/11/2015 14h30 – Atualizado em 05/11/2015 17h33
    Sargento diz que recebeu voz de prisão por não dar seu nº a delegado
    ‘Me senti constrangida’, diz sargento da Polícia Militar de Rio Branco.
    Delegado de Polícia Civil qualificou o ato como ‘incidente’.
    Aline Nascimento e Tácita Muniz
    Do G1 AC
    FACEBOOK
    Sargento diz que foi constrangida ao se negar a dar número de telefone a delegado (Foto: Aline Nascimento/G1)
    Sargento diz que foi constrangida ao se negar passar seu número de telefone a delegado (Foto: Aline Nascimento/G1)
    A sargento da Polícia Militar, que pediu para ser identificada apenas por “Uchôa”, de 36 anos, diz ter recebido voz de prisão na noite desta quarta-feira (4) após um desentendimento com o delegado de Polícia Civil, Pedro Resende. De acordo com a sargento, ela levava um suspeito de roubo à Delegacia de Flagrantes (Defla), em Rio Branco, quando o delegado teria pedido o número de telefone pessoal dela para “procedimentos futuros”.
    “Ele me deu voz de prisão, inclusive na frente do meu superior. Mandou que me conduzissem à cela, mas me neguei. Passei o número do telefone do meu batalhão, caso ele precisasse, porém, ele alegou que eu me neguei a passar, e não foi verdade”, conta.
    Uchôa diz ainda que pretende tomar todas as providências legais em relação ao caso e alega que foi constrangida diante dos colegas e outras pessoas. “Vou tomar as providências por constrangimento e também aos danos às viaturas que ficaram paradas, minha equipe ficou parada”, destaca.
    ‘Foi um pequeno contratempo’, diz delegado
    O delegado Pedro Resende se defende e diz que o que houve foi um incidente. “Pedi o celular dela, ela não quis fornecer e foi feito uma conversa tranquila. Terminei meu plantão e ela foi para o trabalho dela. A questão foi resolvida de forma amigável. Foi um pequeno contratempo que foi resolvido de maneira pacífica e cordial entre todos”, destacou.
    saiba mais
    Homens do Bope invadem delegacia para resgatar sargento preso no AC
    O major José Messias, comandante do 4º batalhão, explica que durante uma ocorrência é procedimento passar à delegacia o número da unidade policial e não pessoal.
    “O militar terá que ser requisitado pelos superiores. Segundo a sargento, que estava no local, disse que o delegado deu voz de prisão por conta disso. Se ocorreu dessa forma, se reputa ilegal. Esse procedimento é inadequado e fora da lei”, enfatizou.
    ‘Permanência de delegado é insustentável’, diz AME
    A Associação dos Militares do Acre (AME-AC) anunciou, durante coletiva nesta quinta-feira (5), que pediu a transferência de Resende.
    “A AME vai fazer três tipos de procedimentos; impetrar uma ação por danos morais contra o Estado, já que o delegado estava em sua função; vamos registrar uma denúncia à Corregedoria de Polícia Civil e também iremos realizar uma denúncia no MP, que é o órgão que fiscaliza a conduta da polícia”, informou Rogério Silva, da diretoria da associação.
    De acordo com Silva, não é a primeira vez que a PM tem problemas com o delegado e que a permanência de Resende é “insustentável”.
    “A gente interpreta como um caso pontual, mas que não é a primeira vez que esse profissional comete abusos e atos ilegais, que afeta a atividade da polícia. Além desses reparos que a entidade irá fazer, ainda ontem [quarta,4], fizemos o pedido para que o delegado fosse substituído e transferido, porque a situação dele é insustentável”, finalizou.

    Em coletiva, AME disse que permanência de delegado é insustentável (Foto: Aline Nascimento/G1)
    Em coletiva, AME disse que permanência de delegado é insustentável (Foto: Aline Nascimento/G1)
    ‘Não há o que ser apurado’, diz corregedor-geral da Polícia Civil
    O corregedor-geral da Polícia Civil, Josemar Portes negou que a sargento tenha recebido voz de prisão e disse também que não vai haver investigação sobre o caso.
    “Não há o que ser apurado, houve uma mera divergência por conta de um ponto específico. Ninguém foi detido ou preso. A PM foi à delegacia conduzindo uma situação de assalto, ela tinha que ser ouvida mesmo, como foi ouvida e depois liberada”, garante.
    Portes também alegou que não há nenhuma crise e destacou que essas divergências são naturais entres as polícias. A Secretaria de Segurança Pública do Acre informou que não vai se posicionar sobre o caso.

  50. É uma vergonha o que está acontecendo aqui nesse miserável país e os únicos e verdadeiros culpados são os excelentíssimo delegados que somente estão preocupados em manter as suas cadeiras. Aceitam tudo o que é lixo vindo dos corones da PM calados e não têm iniciativa ou coragem para tomarem providências. Tudo em nome de um cargo nas diretorias ou no comando geral. Na maioria das vezes por indicação, nunca por merecimento. Em lugar algum do mundo polícia fardada elabora uma mensagem eletrônica de um crime contra a vida e envia para a autoridade civil responsável pela investigação e instauração do inquérito. Polícia fardada só para o ostensivo e preservação de locais. E todos sob o comando da autoridade civil. Aqui nesta terra de ninguém a banana está comendo o macaco. E nada justifica o militarismo, que já deveria ter acabado há muito tempo. Fala – se tanto em democracia mas nesse país de merda não existe. Manten-se a força policial fardada militar apenas com o propósito de distribuir borrachadas na população e proteger os donos do poder. Como faziam os faraos, os imperadores e os ditadores assassinos. Desde que o mundo é mundo. Nada mudou e nada mudará, principalmente se aqueles que poderiam lutar pelas mudanças descessem dos pedestais, parassem de perseguir funcionarios e tomarem coragem de recusar cargos por indicação ou parentesco. Chega de delegados com papo furado de “verdade sabida” e mais vontade de encarar realmente a verdade que estamos vivendo.

  51. E agora?
    O STF disse que a polícia pode adentrar o domicílio, sem mandado, para buscar drogas.
    E o Fux ainda citou o filme “Meu nome não é Johnny”.
    “Foi aprovada a tese, com repercussão geral, estabelecendo que a entrada forçada em domicílio sem mandado judicial só é lícita, mesmo em período noturno, quando amparada em fundadas razões devidamente justificadas posteriormente que indiquem que dentro da casa ocorre situação de flagrante delito, sob pena de responsabilidade disciplinar, civil e penal do agente ou da autoridade e de nulidade dos atos praticados.”
    http://www.conjur.com.br/2015-nov-05/policia-apreender-drogas-dentro-casa-mandado-fixa-stf

  52. Tá certo, o aço da faca é um minério natural, extraído da natureza, então a tese é correta!

  53. Não sou PM, mas acredito que tenha havido erro , não sei como funciona o sistema deles,no código da tipificação da ocorrencia, no caso onde saiu Morte Natural. Até uma criança saberia e não creio que algum deles não saiba distinguir ou diferenciar a ocorrencia. Vamos com calma!!

  54. E daí ?

    Eu já vi portaria de Inquérito Policial de Suicídio que dizia o seguinte :

    – J.Boletim de Ocorrência alusivo aos fatos;

    – J.Cópia das Mensagens expedidas;

    – Intime-se a vítima.

    A seguir, voltem-me conclusos.

    É lógico que a Autoridade usou um “modelo padrão” e se esqueceu de fazer a devida alteração.

    Nem por isso torna o cara um burrão.

    .

  55. Aprovado! O XUXU vai adorar isso, vai maquiar mais ainda as estatísticas.

  56. E por falar em bonus, a PM ta recebendo mais que muitos PCs, é só ver a tabela no DOE….

  57. Na Delegacia onde trabalho não tem déficit de funcionários, graças ao nosso Delpol. Legal mesmo porque temos vários funcionários novinhos e novinhas, são universitários fazendo estágios, eles fazem os trabalhos como ninguém . Temos funcionários da Prefeitura também, verdadeiros servidores vocacionados como policiais. Esse é o retrato de nossa delegacia aqui numa bela cidade do interior de são paulo, somos poucos e velhos policiais de carreira, mas aqui a peteca ainda não caiu, pelo menos aos olhos da sociedade. Quer dizer, tudo esta maquiado com o novo modelo itinerante, é assim que nosso governador gosta, assim ele não precisa abrir novos concursos e assim vai enterrando a Polícia Civil do Estado de São Paulo. Parabéns senhores Delegados, os senhores são os responsáveis pelo fim da gloriosa de outrora . Parabéns a Polícia Militar pelo ciclo completo, vocês sim souberam valorizar a corporação centenária !

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s