60% dos paulistanos têm medo da PM, aponta Datafolha 133

LUCAS FERRAZ
ROGÉRIO PAGNAN
DE SÃO PAULO

06/11/2015 02h00

As polícias Civil e Militar despertam mais medo do que confiança na maioria dos paulistanos, segundo pesquisa Datafolha.

A desconfiança com os policiais, registrada em levantamento da semana passada na capital, representa uma piora em relação à pesquisa anterior, de junho de 2013.

Os números do Datafolha evidenciam o atual momento de desgaste na imagem das polícias, sobretudo a PM, que tem alguns de seus integrantes sob suspeita de participação em crimes como a chacina que, em agosto, deixou pelo menos 23 mortos em cidades da Grande São Paulo.

Atualmente, 60% dos paulistanos têm mais medo do que confiança na PM –eram 50% na pesquisa anterior, há dois anos, em meio às manifestações que tomaram as ruas de São Paulo pela redução da tarifa do transporte público e acabaram em confronto com policiais militares.

Infográfico: Medo x confiança na PMhttp://arte.folha.uol.com.br/graficos/P5Udt/?

Além das chacinas, crimes como o assassinato à queima roupa por PMs de dois jovens que já estavam rendidos na zona oeste da capital, em setembro, podem ter contribuído na piora da avaliação.

O atual índice, contudo, é menor do que a desaprovação histórica (74%) verificada pelo Datafolha no primeiro semestre de 1997, quando o caso da Favela Naval, em Diadema (SP), ganhou repercussão nacional com imagens de policiais militares espancando, extorquindo e assassinando moradores do local.

Em relação à Polícia Civil, a imagem não é muito melhor: 55% dos entrevistados disseram temer os integrantes da corporação, o pior índice em 20 anos.

Infográfico: Medo x confiança na Polícia Civilhttp://arte.folha.uol.com.br/graficos/7qrry/?

O temor às polícias Civil e Militar é generalizado entre os paulistanos, não importando a região da cidade onde eles vivem, o sexo e a faixa de renda. O quadro de desconfiança se mantém entre os mais escolarizados.

Quanto mais velho o entrevistado é, contudo, maior a confiança nos policiais.

Para quase um terço dos paulistanos, o medo provocado pelos policiais é igual ao dos bandidos. Entre os entrevistados, 49% disseram temer mais os bandidos, enquanto 21% responderam sentir mais medo dos policiais. Esse índice tem se mostrado estável desde o final da década de 1990.

Infográfico: Medo da polícia x dos bandidoshttp://arte.folha.uol.com.br/graficos/2h3Q8/?

Para especialistas, levará tempo para que a população mude sua percepção em relação às polícias. O principal caminho, dizem, é investir na formação de quadros mais qualificados nas corporações.

Segundo o sociólogo Álvaro Gullo, da USP (Universidade de São Paulo), a má imagem das polícias vem desde o final dos anos 1980, após a redemocratização do país.

“O problema básico é que falta treinamento adequado e preparação psicológica. A Polícia Militar é vista como violenta, a Polícia Civil, como corrupta”, disse.

O deputado Delegado Olim (PP), presidente da comissão de Segurança da Assembleia Legislativa de São Paulo, diz que, como delegado há 23 anos, vê com tristeza os números sobre desconfiança e medo da população.

Para ele, esse quadro só poderia ser revertido com muito trabalho.

“Mas está difícil isso, porque até as polícias estão brigando. Como vão mostrar um belo trabalho se as duas estão se matando?, indaga.

O deputado se refere a uma proposta em discussão na Câmara dos Deputados que pretende dar à PM a atribuição de investigar crimes, hoje exclusividade das polícias civis e federal. Os delegados são contrários a essa mudança.

  1. Fred Flintston ® disse:
    09/11/2015 ÀS 10:42
    Tem muito disso aqui no blog

    _____________________________________________________________

    O seu desenho explica bem….resume tudo!…rss

  2. Virgens de farda disse:

    07/11/2015 às 1:28

    Só uma pergunta: de onde o sociólogo tirou o dado de que a PC é tida como corrupta e a PM violenta? De fato o cara é desinformado, pois a meganha é mais do que corrupta, mas tem bom bom marketing e tenta a qualquer custo transmitir a idéia de que é composta de santos..
    —————————————————————————————————————————————————————–
    Só tem santos na pm?

    Ah é,
    Dimas também é considerado um santo!

  3. Inquérito Policial é um procedimento administrativo e dispensável, podendo ser suprido por outro meio mais eficiente e a cargo do MP, por exemplo. O auto de prisão de prisão em flagrante é uma atribuição do delegado que deve, obrigatoriamente, ser analisado no máximo em 24 horas por um juiz de direito, sendo um “poder” bem relativo, prerrogativas essas que diante do exposto, poderiam ser adotadas pelo próprio escrivão ou investigador, sem maiores transtornos. Assim, para que serve um delegado? Além do que, o Oficial da PM tem uma função similar ao Inspetor da PRF, Supervisor ou Cmte de Guarda Municipal, ou seja, sempre vai existir, independente do modelo adotado (municipal, civil, carreira única, etc), um nível de supervisão do órgão policial com atribuição preventiva, ou seja, quem é dispensável no contexto da segurança pública? Fica a reflexão.

  4. Um blog de policiais civis que só falam da PM, na mesma pesquisa está a polícia civil com 55%, proporcionalmente está pior, muito pior perante a sociedade paulista, vejamos: uma polícia que não se vê, não é linha de frente, com efetivo de 1/3 da PM, 55% é lastimável.

  5. 55% tem medo da polícia civil,

    Para seu conhecimento: ESTE BLOG NÃO É DE POLICIAIS CIVIS.

    Tampouco é patrocinado por policiais civis.

    Flit Paralisante – Polícia, Política, Justiça e a liberdade de expressão sem cerimonial – por rcguerra

    Ademais, o título da notícia corresponde á matéria original da Folha de São Paulo.

  6. A POPULAÇÃO SÓ VAI GOSTAR DE NÓS POLICIAIS QUANDO CRUZARMOS OS BRAÇOS POR 48H NO MINIMO ,,,,,,AI PODEM FAZER QUALQUER PESQUISA……QUERO VER NEGUINHO E BRANQUINHO PEDINDO MISERICÓRDIA,

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s