Resoluçao 57, instrumento para extorsão do “ciclo completo” pela PM – O descalabro administrativo instalado pelo Secretário de Segurança com a total omissão da cúpula da Polícia Civil 45

Essa loucura resulta no seguinte :

Em São Jose dos Campos um individuo foi ao Center Vale Shopping e furtou três livros, seguranças chamaram a PM, que  em lá comparecendo conduziu as partes ao 2 Distrito Policial, em lá chegando abandonaram vitima representante da loja Saraiva,  segurança e o roubador , depois de certo tempo um Policial civil pergunta as pessoas o que faziam lá pois não fora avisado de nada , e o roubador fala : ” eu roubei a loja e a PM me trouxe aqui para ser preso “.

Foi autuado em flagrante, mas e a PM abandonou o local por que?

Por ter isso se tornado rotina, ao se localizar um veiculo roubado a PM avisa a vitima entrega-lhe o veiculo e manda que a mesma comunique a Delegacia .

Ora isso e o caos que se instala sem que os ” Cardeais ” Policia Civil  tomem qualquer atitude em defesa da classe e da Instituição . A Policia Civil caminha a passos largos para o fim.

João Alkimin

———————————

Falando  em encontro de veículos, alguns malandros fardados – corruptos travestidos de honestos – ao tempo da propina paga pelas seguradoras e recuperadoras, nunca abriram mão de apresentar a ocorrência na Delegacia e , ao final, receberem o auto de exibição e apreensão ; documento com o qual cobravam  o prêmio  – indevido –  oferecido pelas empresas interessadas.

Aguardavam – sem reclamações – o dia inteiro se necessário!

  1. Boa noite!

    Senhoras e Senhores.

    Caro “João”

    Estamos vivendo a era das trevas.

    Precisamos urgentemente mudar este panorama de desespero, falta de respeito e de descalabros.

    Dá impressão de que existe mais cacique do que índio nesta terra.

    Os bons são isolados e estrangulados e os maus se matam pela ganância do dinheiro público.

    E o pobre pagador vive a levar ferros.

    O bobo da corte tenta ser Rei.

    É o começo do fim!!

    Tenho medo disto tudo, pois do jeito que a coisa anda, logo logo poderão surgir bombas pra tudo que é lado.

    Caronte.

  2. Mas nesse caso os militares não tem nada com o fato mesmo, o segurança que pegou eles apenas transportaram, pelo que se lê. Melhor desburocratizar com bem menos gente envolvida.

  3. Nao entendi tambem o porke da pedrada em cima da pm,se nao foi a pm q pegou o muleque furtando,conduziu as partes pro dp e pronto… para com essa viadagem,parece puta cheio d hein hein,querem criticar critica em cima d assunto serio….flit virou uma merda tambem hein….

  4. Nesse caso, repetido tantas vezes, os Policiais Militares apenas pegaram as partes no local e conduziram (transportaram) ao D.P.. Não houve participação dos Policiais nos fatos a serem registrados. Qual é a ilegalidade na ação dos Policiais? Quanto a “abandonaram a vítima” o próprio texto relata que o segurança também foi levado ao D.P. então ao que me parece a vítima não estava tão abandonada assim e principalmente por ter sido deixada dentro de uma DELEGACIA DE POLÍCIA e não no meio da rua.

    Quanto ao final do texto, isso me parece uma denúncia de crime. O sr. João Alkimin deveria formalizar essa denúncia e também narrar fatos ao invés de ficar misturando assuntos para atacar a POLÍCIA PAULISTA.
    Assim o sr. manteria sua credibilidade no meio POLICIAL.

  5. Esta res 57 esta dando pano para manga. Ao menos os mikes deveriam orientar a vitima e noticiar o fato para a autoridade. Afinal o dr que decide se eh flagrante ou nao. Caso for, ele decide quem deve depor.

  6. Voltou os velhos tempos, pois teve uma época que a PM registrava a ocorrência e apresentava as partes no DP e iam embora, salvo quando em flagrante ou um fato grave. Feito um comentário anteriormente sobre o ciclo da polícia feito pela PM, alertando sobre o poderio deles, que de uma forma ou de outra eles ia achar o jeito de levar vantagem em alguma coisa, usando o mesmo jargão “o PM tem que estar na rua para defender a sociedade” e assim o fizeram , cadê os dirigentes da PC ? Foi declarado o óbito da PC, o atestado vem depois através de decreto, a decisão da rua esta definida por eles e a PC vai ficar inútil.

  7. João,

    Nenhum cardeal, seccional ou titular quer confusão com a PM.
    Sabem que se arrumarem, perder a cadeira.
    E aí acaba o jjjjjjjjjjjjjjjj.
    Na realidade, já estão usando o cabresto que foi colocado pelos Coronéis.

  8. Infelizmente o que mais existe são as vaquinhas de presépio… sempre se multiplicando… marionetes que morrem de medo de cumprir a sua função legal.

  9. Ok. Se o indiciado fosse embora corregedoria pra os policiais do plantão. Segurança de loja não é agente de autoridade com o dever de manter o ladrão detido. PM não precisa provar que apresentou e caiu fora.

    Do mesmo modo, recibo de entrega de preso é só mais um papel inútil do bacharel, né? Não tem valor legal pra auditoria militar, é só papel de paisano, usado normalmente para higiene emergencial de coleta de resquícios de fezes que ficam aderidos no final do intestino grosso, né?

    O principio inquisitivo e o poder de polícia, a discricionariedade e a necessidade de apuração circunstanciada do inquérito policial pela Autoridade Policial (processo penal competência legislativa privativa da União) foram revogados pela resolução de uma autoridade administrativa, e cuja interpretação pode ser expandida ao infinito por qualquer policial militar, GCM ou vigilante de quarteirão, né?

    Tá certo, tá tudo certo. Tudo maravilhoso, quando o tenente adquirir o poder de uma autoridade policial, lavrando auto de prisão em flagrante e consequentemente instaurando inquérito policial, aí sim! O inquérito policial será um procedimento respeitadissimo, essencial para o processo e presente em todos os países civilizados, e inclusive vão lembrar que o procedimento criminal instaurado pelo MP e pelos tribunais superiores nos crimes investigados pela prerrogativa de função são efetivamente inquéritos com a sistemática idêntica ao do famigerado inquérito do extinto bacharel, né mesmo?

    Parabéns a todos os facínoras!

  10. “C A R D E A I S” ????????
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, SÓ RINDO MESMO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    SÓ A POLÍCIA CIVIL PARA DAR NOMES ESDRÚXULOS. CARDEAIS É O MAXIMO!!!!!!

  11. a militar não da conta do ostensivo crescente onda de aumento de crimes e ainda quer investigar ,

  12. esse ANÔNIMO deveria assumir seu nome…
    .
    PM PM PM PM PM PM PM PM PM PM PM PM

  13. Vejo com outros olhos. Essa resolução exdrúxula demonstrou, por outros meios, a incompetência da milícia, pois, os indices criminais continuam os mesmos ou aumentaram e vão dizer o que agora, pois, praticamente nem aparecem no DP?

    Quanto ao detido em flagrante pelo “cidadão comum” (qualquer um do povo pode, nos termos do CPP), é uma questão controvertida, pois, o cidadão que deteve, não é obrigado a apresentá-lo a Autoridade Policial e se não fizer não haverá consequência alguma para ele, pois, para ele a prisão em flagrante é facultativa, porém, para a Autoridade Policial e seus agentes obrigatória. O investigador de polícia que estiver no plantão não deve permitir nem o desembarque de presos na delegacia sem saber do que se trata e levar o fato ao conhecimento do delegado. Sempre falo pros investigadores do plantão, não existe isso do PM, GCM já chegar entrando com o preso no plantão, mas a maioria dos investigadores deixa a desejar nesse ponto. O preso só deverá ser recepcionado na delegacia com a ordem do delegado, enquanto isso, quem o trouxe que o custodie

    O policial militar, ou qualquer outro, ao conduzir as partes a delegacia, deve apresentar a ocorrência e o delegado decide pela sua liberação ou não, se é flagrante ou não. Se é para o policial militar dá uma carona as partes até a delegacia, pode fechar a milícia e contratar um serviço de táxi, sai mais barato.

    Semana passada policiais rodoviários tentaram uma dessas pérolas no meu plantão. Veículo roubado localizado, falaram que não haviam conseguido contato com a vítima e estava entregando o veículo ao guincheiro do DER que faria o check list das condições gerais do veículo e removeria para o patio conveniado e uma vez feito contato com a vítima ela iria até o pátio e de lá removeria o veículo, por meios próprios para a delegacia.

    O COPOM que me passou essa pérola por telefone dizendo que era o novo procedimento deles. Falei pra ele que fornecesse a qualificação dos policiais militares e do guincheiro que os prenderia em flagrante por PREVARICAÇÃO (os PMs) e o guincheiro por RECEPTAÇÃO (pois conduzia em proveito próprio ou alheio coisa sabidamente produto de crime). Pedi para o atendente do COPOM confirmar com os policiais se o procedimento que eles adotariam seria esse mesmo e meia hora depois estavam lá no DP apresentando o veículo, todos com cara de vaca atolada.

    A PM morre de medo da PC, mas não demonstra, já nós, morremos de medo de contrariar a PM. Onde trabalho a PM não apresenta quase nada de ocorrência e a criminalidade é enorme. A GCM apresenta todas as ocorrências e dezenas de flagrante, auto localizados, etc., não há necessidade de PM onde trabalho, basta a GCM que faz tudo o que a PM deveria fazer e sem necessidade de cavalaria, banda, casa militar, acessoria legislativa, capelania, hospital, centro médico, centro odontológico, centro farmaceutico, P1, P2, P3, P4, P5 e P6, centro de telemática, centro de manutenção e suprimentos, centro de manutenção de armamento e munição, etc., etc., etc. A PM vive em função da PM, virou um fim em si mesma.

    Essa resolução 57, mais a resolução dizendo o que NÃO É LOCAL DE CRIME e de ocorrências com caça níqueis são de uma técnica jurídica dignas do Barão de Itararé.

    Ciclo Completo pra PM? Nem no PLAYSTATION.

    Daqui a pouco o capitão Augusto aparece com outro projeto de lei dizendo que ao início e ao término dos turnos de serviço da PM os sinos das igrejas devem tocar 190 vezes.

    Abraço.

  14. ABANDONOU O LOCAL POR QUE ESTAVA COM RAIVA DO COMANDANTE QUE É DONO DO BICO DE SEGURANÇA E FICA MANDANDO OS MILICOS PASSAREM TODA HORA PRA DAR UMA “OLHADA” PRA VER COMO “TÁ O MOIO”. OUTRA COISA: SE NÃO TEM CONDUTOR, MANDO TODO MUNDO PRA CASA, NÃO TO NEM VENDO.

  15. E o pior de tudo, a cereja do bolo, é constatar que a maioria da policiais que lêem as postagens sequer têm preparo para interpretação de texto, que era ensinada no primário. Não entendem uma figura de linguagem elementar chamada ironia, disciplinada pela gramática na parte denominada “semântica”. Está tudo perdido.

    Lamentável.

  16. JClaudio disse:

    Senhor Fodástico, aquele que prende todo mundo!
    Segunda Feira, 12h18, escrevendo um monte de besteira, deve trabalhar demais mesmo!
    “A PM morre de medo da PC”, Não seja infantil, quando terminar seu estágio probatório de Delegado vai entender que as coisas não funcionam assim, existe sim é repeito entre os profissionais de polícia!
    Arrogante e presunçoso, típico comportamento de alguém que não sabe onde está e qual sua função!

  17. em casos de homicidios o que ja aconteceu deixam o cadaver no local ou então retiram e não dão noticia , logo deixaram o defunto na porta da delegacia não duvidem

  18. Pois eu adoro essa resolução, pelo simples fato de não ter que ver mike no plantão, que coisa boa, a coisa flui de maneira tranquila, o ar fica mais agradável, até as plantas da delegacia estão mais verdes e floridas, muito bom. Eu já respondi AP porque um mike que estava na porta da delegacia orientou mal uma pessoa sobre registro de desaparecimento, mas quem foi chamado? exato o coitado do tira que saiu meia hora para almoçar. Fiquem bem longe, por favor.

  19. ESTAVA ME APOSENTANDO PRA NÃO TER QUE OUVIR TANTA MERDA. DAÍ DESCOBRI QUE MEU SALARIO IA DIMINUIR EM 40%. RESUMO: PODEM CONTINUAR FALANDO MERDA QUE EU TÔ OUVINDO.

  20. João, lê a postagem “Ripa Cabulosa” que você vai entender o que realmente interessa aos Cardeais da PC.

  21. Acho engraçado o “jeitão” do J Claudio; lembra-me “De La Mancha” rsrsrs…mas uma ressalva somente: assessor é com dois “ss”…

  22. SGT 6ª PARTE,

    Não me acho fodástico, nem prendo todo mundo, apenas expus argumentos, mas o senhor como a PM prefere combater a pessoa, aos argumentos. Para o senhor alguém ser preso por descumprir a lei é algo anormal, normal para o senhor é alguém ser preso por está com a bota suja, ou um botão da camisa faltando.

    Escrevi na segunda feira, porque trabalho no regime de plantão 12/24, 12/72 e inclusive, estava trabalhando em casa relatando inquéritos quando fiz uma pausa antes do almoço para comentar aqui.

    Sei do medo que vocês tem porque fui SD PM por mais de dez anos.

    A propósito, meu estágio probatório já acabou há muito tempo.

    Não existe respeito entre PM e PC, principalmente da parte de vocês. Quando eu preciso ir nas CIAs ou BTLs de vocês quando chego cumprimento a todos, bom dia, boa tarde ou boa noite; com licença, por favor e obrigado, não chego jogando lixo sobre as mesas de ninguém. Vocês abraçam as idéias vendidas por seus oficiais que todos na PC são corruptos. Se veem um investigador ou delegado com um carro que não seja igual ao de vocês já começam a falar mal.

    Eu sei muito bem onde estou e quais minhas atribuições, vocês que não sabem as suas e querem chegar na delegacia dizendo o que o delegado ou escrivão tem que fazer, pois, o aspirante ouviu dizer no barro branco que era assim ou assado.

    CALDEIRA,

    Obrigado pela correção, passou desapercebido. Quanto ao jeito “de la mancha”, se estiver se referindo ao clássico Dom Quixote, penso, que todos somos um pouco sonhadores e combatemos nossos próprios moinhos de vento.

    PAPA MIKE,

    O senhor com certeza consegue explicar com um repórter fazendo perguntas tendenciosas e um cinegrafista enfiando uma câmera na sua cara, a diferença entre CRIME DOLOSO E CRIME CULPOSO, DOLO DIRETO E DOLO EVENTUAL E CULPA CONSCIENTE.

    ABRAÇO

  23. Enquanto os Oficiais estarão com suas famílias no litoral, no natal e réveillon, o senhores PMs praças estarão em seus plantões.

    PMs praças, estudem, venham para a PC que não te maltrata, aqui carregamos o piano juntos.
    Todas as carreiras tiram plantão, diferente da PM, com os oficiais que só trabalha, de segunda a sexta.

    Esse Papa Mike nem PM é.

  24. Fred Flintstone,

    E isso porque era uma simulação, imagine numa situação real.

    Muito “padrão” este treinamento, tsc.

  25. . …………
    O senhor com certeza consegue explicar com um repórter fazendo perguntas tendenciosas e um cinegrafista enfiando uma câmera na sua cara, a diferença entre CRIME DOLOSO E CRIME CULPOSO, DOLO DIRETO E DOLO EVENTUAL E CULPA CONSCIENTE.
    ……..

    Sr JClaudio
    Tenho certeza que o Sr não terá dificuldade nenhuma de explicar o dolo eventual a vossa colega Doutora Carcepol.
    Realmente a repórter armada de microfone 7,62 e o câmera com .50 foram extremamente agressivos ao questionar o dolo eventual. Se tivessem aprovado a lei do terrorismo, ambos estariam enquadrados.
    O espírito de porco aflorou no teu comentário.

    Abraço Dr.

  26. JClaudio disse:
    15/12/2015 ÀS 10:48
    SGT 6ª PARTE,

    Não deveria nem responder mas como estou de férias, vamos lá!
    Não sei sua idade, mas como foi militar por 10 anos, não deve ser nenhuma criança, portanto, já deveria saber que toda generalização é burra.
    O Delegado é um Ex PM que passou mais de 10 anos na instituição, daí lhe pergunto: Se enxerga a PM tão ruim assim qual a razão de ter ingressado, ou ainda, porque ficou tanto tempo? Cuspir no prato que comeu, no interior chamamos assim!
    Caso lhe interesse saber, sempre trabalhei na rua, sou Sub Ten e formado em Direito, e nunca tive qualquer problema com a PC, seja Delegado, Investigador ou Escrivão, pois tanto eu como meu pelotão ao entrarmos em uma Delegacia sempre nos portamos como se estivéssemos em casa alheia, isso é berço, educação e não formação profissional.
    Respeito qualquer opinião contrária, pois não sou dono da verdade, apesar dos anos de profissão, mas não aceito argumentos levianos como o que utilizou, do tipo:
    1 – A PM tem medo da PC;
    2 – A PM abraça a ideia de Oficial que PC é todo corrupto;
    3 – O PM não pode ver PC com carro superior ao seu……quanta infantilidade!
    Se quando era Sd PM tinha medo da PC e que não existe respeito entre as polícias, responda por vc, pois não representa a Polícia Civil como um todo, ela bem maior que o Sr.
    A propósito, se não concorda com as Resoluções do SSP (também as vejo com ressalvas), como se mostrou ser um cumpridor das leis, inclusive ameaçando prender os militares em flagrante, se utilize dos canais legais, manifeste-se por escrito ao seu Seccional, pois criar entraves ao serviço dos Policiais Militares não ajuda em nada.

    ================================================================================================
    Fred Flintstone ® disse:
    15/12/2015 ÀS 14:40

    Essa droga ainda vai te matar!

  27. PAPA MIKE,

    Eu desconheço na polícia civil o termo Doutora Carcepol.

    Embora consiga falar com certa desenvoltura sobre crime doloso e culposo, dolo direto e dolo indireto, dolo alternativo e dolo eventual eu não sei se conseguiria explicar isso de improviso diante de uma câmera.

    SGT 6ª PARTE,

    Eu fui militar durante três anos e policial militar por dez e meio, são coisas diferentes.

    Por ter sido militar, pensei, como muitos egressos das Forças Armadas que a polícia militar fosse o caminho natural ao deixar o serviço militar, por isso ingressei na PM. Nos dois primeiros anos, estava ainda encantado com a polícia e a possibilidade de trabalhar ajudando as pessoas. No terceiro ano em diante comecei a enxergar a PM como ela realmente é, um feudo que existe em função de si mesma, comandada por oficiais que tratam seus subordinados como seus funcionários particulares, onde o SD PM se for pego sem o boné fica preso e o oficial que é pego roubando é transferido. Não cuspi no prato em que comi, porque a PM nunca me deu nada, eu era remunerado pelo meu trabalho e fiz faculdade de direito com bolsa integral por mérito próprio, a PM nunca me deu nada, pelo contrário, tentou me tirar. Quando demonstrei interesse em prestar concurso para a policia civil ou federal, no penúltimo ano da faculdade, o oficial comandante de CIA me colocou no horário das 22h00min, as 10h00min, fiquei indo para a faculdade dia sim, dia não e graças aos colegas da faculdade que me forneciam o material das aulas consegui concluir a faculdade e passar ao mesmo tempo para agente da polícia federal e delegado de polícia em SP e MG. Já estava decidido a deixar a PM ao término da faculdade, devido ao modelo “militar de conveniência”, onde impera um sistema de injustiças que só quem esteve lá e saiu (pela porta da frente) entende e pela perda exagerada de amigos (mortos) por uma política equivocada e um modelo ineficiente de enfrentamento a criminalidade, baseada numa doutrina militar de ocupação.

    Quando disse que a PM tem medo da PC me referi a instituição e não a um PM em particular. Seus oficiais sabem que a polícia militar está com os dias contados, é a única instituição pós 88 que não se adequou ainda a Constituição Federal. O que mantém ainda a PM é a covardia dos governadores que veem na PM um “exercito estadual” para ser usado contra manifestantes.

    Seus oficiais debatiam abertamente o fim da polícia militar, logo após o caso FAVELA NAVAL.

    Por fim amigo, não ameacei prender militares (policiais militares) em flagrante, expliquei ao atendente do COPOM que me ligou passando uma aberração que se fosse aquela a postura adotada pelos policiais eles estariam incurso em estado flagrancial do crime de prevaricação e o guincheiro em receptação e qualquer um do povo pode e a autoridade policial e seus agentes devem prender quem está em estado flagrancial. Em nenhum lugar da resolução 57 está escrito para agir daquela forma.

    E quanto a manifestar-me por escrito ao Delegado Seccional (que é delegado de polícia igual a mim) sobre as incongruências dessa resolução e anterior sobre local de crime e máquinas caça níqueis, eu e todos os delegados plantonistas da minha seccional mais os representantes da polícia militar nos reunimos para discutir. Na reunião a PM, como é típico, levou uma cartilha com as novas posturas a serem observadas na área do CPA, etc. Expusemos a impossibilidade de se cumprir algumas coisas por colidirem com o Código de Processo Penal (lei em sentido estrito) e que o Estado não pode transferir ao particular ônus que é seu, bem como que padronizações da PM, deve ser para a PM e não para o cidadão e para a policia civil, os oficiais disseram que estava tudo bem, que a cartilha era um norte a ser seguido e que realmente não podiam criar normas e apenas tentar esclarecer as existentes e tal. Já quando foram transmitir as informações para os praças disseram que deveriam observar na íntegra o que estava escrito na cartilha feita pela PM, sob pena de punição.

    Eu não concordo com a resolução e sempre que ela ao meu sentir colidir com a lei, cumprirei a lei, porque resolução não é lei é ato normativo, mas não é lei.

    Parabéns pela sua formação acadêmica, pois, a academia e o ambiente acadêmico é muito bom para o policial. Como no Mito da caverna de Platão, na academia podemos ter uma visão ampla do todo e não apenas do nosso meio.

    Abraço.

  28. Caraca! Puta tesao que a tiragem tem de ficar com DP cheio de PM. Parece ideia fixa. Querem namorar com um PM?
    Dá um tempo né. Já tá chato isso.
    Vão procurar o que fazer.

  29. Quanto mimimi desse senhor que se diz ex PM.
    Se liberte camarada. Vai ser feliz.
    Toda hora esse rancor.
    Paga uma terapia. Que coisa chata de se ficar lendo. Vira o disco.

  30. Outra vez essa história de querer PM o tempo todo no DP.
    Leiam a resolução antes de ficar postando ideias sem nexo.
    Por que vocês querem um mike o tempo todo dentro do DP?

  31. JClaudio

    Nunca discuta com um idiota, ele te rebaixa ao nível dele e vence pela experiência.

    Papa Mike, tenho parente Oficial da PM, um tenente, e ouvi da boca dele que no barro branco eles fazem de tudo para tentar desmoralizar a Polícia Civil, taxando todos de corruptos e vagabundos.

    Tenho amigo investigador que é ex PM, e quando passou no concurso pra tira e falaram o mesmo pra ele.

    Claro que nem todos policiais são honestos, mas generalizar é foda.

    Na PM tem oficial pedófilo que se matou, capelão PM ladrão, praça que da cobertura para ladrão roubar banco…..

    Nem todo PM é bandido, assim como na PC nem todo policial civil também não é.

    Tem um ditado que ouvi de um tira antigão……

    “Não existe corrupção que não venha de cima.”

  32. JClaudio disse:
    15/12/2015 ÀS 18:00
    PAPA MIKE,

    Eu desconheço na polícia civil o termo Doutora Carcepol.

    Embora consiga falar com certa desenvoltura sobre crime doloso e culposo, dolo direto e dolo indireto, dolo alternativo e dolo eventual eu não sei se conseguiria explicar isso de improviso diante de uma câmera.

    SGT 6ª PARTE,

    Eu fui militar durante três anos e policial militar por dez e meio, são coisas diferentes.

    Por ter sido militar, pensei, como muitos egressos das Forças Armadas que a polícia militar fosse o caminho natural ao deixar o serviço militar, por isso ingressei na PM. Nos dois primeiros anos, estava ainda encantado com a polícia e a possibilidade de trabalhar ajudando as pessoas. No terceiro ano em diante comecei a enxergar a PM como ela realmente é, um feudo que existe em função de si mesma, comandada por oficiais que tratam seus subordinados como seus funcionários particulares, onde o SD PM se for pego sem o boné fica preso e o oficial que é pego roubando é transferido. Não cuspi no prato em que comi, porque a PM nunca me deu nada, eu era remunerado pelo meu trabalho e fiz faculdade de direito com bolsa integral por mérito próprio, a PM nunca me deu nada, pelo contrário, tentou me tirar. Quando demonstrei interesse em prestar concurso para a policia civil ou federal, no penúltimo ano da faculdade, o oficial comandante de CIA me colocou no horário das 22h00min, as 10h00min, fiquei indo para a faculdade dia sim, dia não e graças aos colegas da faculdade que me forneciam o material das aulas consegui concluir a faculdade e passar ao mesmo tempo para agente da polícia federal e delegado de polícia em SP e MG. Já estava decidido a deixar a PM ao término da faculdade, devido ao modelo “militar de conveniência”, onde impera um sistema de injustiças que só quem esteve lá e saiu (pela porta da frente) entende e pela perda exagerada de amigos (mortos) por uma política equivocada e um modelo ineficiente de enfrentamento a criminalidade, baseada numa doutrina militar de ocupação.

    Quando disse que a PM tem medo da PC me referi a instituição e não a um PM em particular. Seus oficiais sabem que a polícia militar está com os dias contados, é a única instituição pós 88 que não se adequou ainda a Constituição Federal. O que mantém ainda a PM é a covardia dos governadores que veem na PM um “exercito estadual” para ser usado contra manifestantes.

    Seus oficiais debatiam abertamente o fim da polícia militar, logo após o caso FAVELA NAVAL.

    Por fim amigo, não ameacei prender militares (policiais militares) em flagrante, expliquei ao atendente do COPOM que me ligou passando uma aberração que se fosse aquela a postura adotada pelos policiais eles estariam incurso em estado flagrancial do crime de prevaricação e o guincheiro em receptação e qualquer um do povo pode e a autoridade policial e seus agentes devem prender quem está em estado flagrancial. Em nenhum lugar da resolução 57 está escrito para agir daquela forma.

    E quanto a manifestar-me por escrito ao Delegado Seccional (que é delegado de polícia igual a mim) sobre as incongruências dessa resolução e anterior sobre local de crime e máquinas caça níqueis, eu e todos os delegados plantonistas da minha seccional mais os representantes da polícia militar nos reunimos para discutir. Na reunião a PM, como é típico, levou uma cartilha com as novas posturas a serem observadas na área do CPA, etc. Expusemos a impossibilidade de se cumprir algumas coisas por colidirem com o Código de Processo Penal (lei em sentido estrito) e que o Estado não pode transferir ao particular ônus que é seu, bem como que padronizações da PM, deve ser para a PM e não para o cidadão e para a policia civil, os oficiais disseram que estava tudo bem, que a cartilha era um norte a ser seguido e que realmente não podiam criar normas e apenas tentar esclarecer as existentes e tal. Já quando foram transmitir as informações para os praças disseram que deveriam observar na íntegra o que estava escrito na cartilha feita pela PM, sob pena de punição.

    Eu não concordo com a resolução e sempre que ela ao meu sentir colidir com a lei, cumprirei a lei, porque resolução não é lei é ato normativo, mas não é lei.

    Parabéns pela sua formação acadêmica, pois, a academia e o ambiente acadêmico é muito bom para o policial. Como no Mito da caverna de Platão, na academia podemos ter uma visão ampla do todo e não apenas do nosso meio.

    Abraço.
    ================================================================================================
    Boa tarde,
    Agora melhorou o nível, pelo menos argumentou sem ofender, isso torna a discussão mais sadia e agrega, merece meu respeito!
    Acredito que sempre nos surpreendemos com nossas opções de vida, as vezes de forma positiva as vezes de forma negativa, mas tomamos nossas decisões profissionais e pessoais de acordo com nossas convicções, por isso devemos ser repeitados.
    Reitero, inclusive pelos 28 anos de polícia militar, a grande parte da tropa não tem a visão que imagina que temos da PC, tem sim alguns idiotas, nas duas polícias, mas aí não é questão de onde trabalha e sim por pura limitação intelectual, daí enxergam os demais como inimigos e concorrentes, o doente do Fred Flintstone explana bem isso!
    Abraços

  33. JClaudio vai lamber sabão seu proscrito de bosta!
    RESOLUÇÂO 57…
    Prender em flagrante…ahhh vahhh…DUVIDO, vc não é homem. Os ratoviários deverião ter cumprido a resolução e foda-se vc.
    E o melhor seria vc aparecendo no quartel para prender PM’s… com seus tiras babos, pois a PM morre de medo da PC né….kkkk. O pior é que não chegaria a isso pois o seccional, qdo vc abrisse a boca para grasnar uma merda dessa diria:

    VC É LOUCO, QUER ME FODER…VAI PRENDER A CASA DO CARALHO…SENTA SUA BUNDA AI E CALA A BOCA SEU BOSTA…

    Fora isso, 12×24 12×72… e ainda não sabem pq não têm pc trabalhando!

  34. Ao PAPA MIKE: Postar vídeo da delegada falando merda, beleza, equívocos acontecem, PORÉM pra cada 1 PC dando uma dessas, tem uns MIL PM´s cometendo o mesmo erro, já que você gosta tanto do YouTube, pega o erro do seus pares por lá, terás milhões de erros no local, mas isso crápulas como você não fazem….
    .
    JC Claudio – Satisfação ler o que escreve Doutor, embora eu seja de outra carreira, somos contemporâneos de acadepol,pois nossos cursos foram ao mesmo tempo e ainda mantemos contato pelo face, sempre acompanho suas postagens. Ultima vez que nos vimos foi no curso de FAMAE isso em meados de 2013, do tempo em que eu ainda vibrava com a PC e acreditava em melhoras. Concordo com o sr. no que diz respeito a custódia do preso, hora se o PM o transportou em sua viatura, o preso esteve sob tutela do Estado, o que pudesse acontecer com ele é responsabilidade dos agentes que estão com a custódia do mesmo, não podendo haver essa lacuna que houve do preso sair da custódia do Estado e voltar para a do particular que irá apresentar a ocorrência ao delegado, ainda mais como bem ressaltou, o particular não tem esse dever, além do mais se for pra PM fazer só o leva e trás melhor contratar um táxi mesmo.
    .
    Em São José a coisa tá assim mesmo, indo de mau a pior, ocorrência com caça níquel, dono de bar, testemunha que de certo seria um TC a PM se recusa a apresentar na Delegacia, latrocínio tentado a PM também não quer apresentar, e como bem disse, os índices criminais lá em cima.
    As polícia são inimigas e se odeiam, a PM tudo que pode fazer para sabotar a Polícia Civil assim o faz, não tem coleguismo, mas exige coleguismo quando precisa, faz a interpretação totalmente “sui generis” dessa resolução, conforme lhe for mais conveniente e a aplica, foda-se o cidadão, foda-se toda a persecução penal, foda-se o resto, o que importa são só seus interesses particulares e nada mais. Depois nada adianta um capitão da PM fazer operação conjunta e fazer preleção abraçado com delegado na praça japonesa a beira da cassiano ricardo, falando que as polícias são colegas. PM e PC e tipo caim e abel.
    .
    A segurança pública vai de mal a pior e sem perspectiva de melhora, a PC então, nem se fala, a cada dia que passa considero como certa sua extinção, estudo o quanto posso para sair dessa massa falida o quanto antes, apesar de grato a PC pelas coisas que ela me deu e pelo horário confortável que hoje tenho e que me propicia o tempo necessário para estudar.
    .
    Quanto ao fim da PM e ao ciclo completo, eu não acredito que a PM vai acabar, mas acho que vai virar, alguns delegado me convidaram pra curtir aquela página do facebook “Todos Contra o Ciclo”, e eu recusei o convite, a fácil ser contra o ciclo quando se pode otimizar a polícia civil e reestruturar a mesma para melhores resultados e isso não acontece, manter funcionários protegidos que não fazem nada enquanto o restante carrega o piano. Em toda Delegacia que trabalhei sempre foi assim, 20% do efetivo trabalhando pra caralho, carregando o piano nas costas e cumprindo horário das 9 as 19, o restante 30% fazendo apenas aquilo que não podia ser deixado para o dia seguinte, e o 50% fazendo porra nenhuma, trabalhando das 11 as 17 com 3 horas de almoço e que só falta pedir uma medalha quando presta uma informação no balcão da delegacia ou entrega uma bosta de intimação.
    .
    Antes da PC ser contra o Ciclo completo ela deveria se otimizar e muita coisa poderia ser feito sem que gerasse custos ao Estado, outras mesmo gerando custo são fundamentais, IP Eletrônico, sistemas operacionais condizentes com a realidade do Seculo XXI, e que efetivamente funcionem, fim das escalas mamatas, no dia que a PC suar a camisa como um todo e se otimizar, ai sim eu serei contra o Ciclo completo, mas hoje, por hora, não!
    .
    Caminhamos para a Extinção e contemplamos o meteoro que surge no horizonte para nossa completa aniquilação.

  35. já sei o porque disso, querem PMs no dp pra fazer a segurança deles.

  36. MEU CARO João Alkimin, NÃO SEI SE ESTE TESTO ABAIXO FOI ESCRITO POR VC, MAS ISSO ANTIGAMENTE ERA REGRA OU SEJA ERA VERDADEIRO TAIS CONDUTA, SEM CONTAR QUE AO TRANSMITIR ESSES DADOS NA PC, ELE TAMBÉM RECEBIA AS MESMAS QUANTIAS QUE RECEBIA OS PMS, AGORA QUANDO OS PMS SIMPLESMENTE APRESENTAVAM O VEÍCULO NA DP SEM ACIONAR O SEGURO, A OS PCS RECEBIAM DOBRADOS OK, OU ISSO ACASO VC NÃO SABIA?, EU NÃO CONCORDO DE FORMA ALGUMA, NEM OS PMS E NEM OS PCS FAZ JUS DESSE $$$$, POIS JÁ RECEBEM DO ESTADO PARA TAL, SEJA POUCO OU MUITO ISSO NÃO É DEVIDO, NÃO É LEGAL, E NEM MORAL.

    (Falando em encontro de veículos, alguns malandros fardados – corruptos travestidos de honestos – ao tempo da propina paga pelas seguradoras e recuperadoras, nunca abriram mão de apresentar a ocorrência na Delegacia e , ao final, receberem o auto de exibição e apreensão ; documento com o qual cobravam o prêmio – indevido – oferecido pelas empresas interessadas.

    Aguardavam – sem reclamações – o dia inteiro se necessário!)

Os comentários estão desativados.