Domingos assume a Corregedoria indicando homem de confiança como novo diretor do DECAP: o delegado Ismael Rodrigues 28

Novo diretor da Corregedoria fez carreira na divisão de homicídios

Após denúncia de caso de corrupção, secretário mudou comando da CorregedoriaAgência Estado

Secretário Alexandre de Moraes, nomeou novo diretorEduardo Enomoto/R7

A exemplo de seu antecessor, o novo diretor da Corregedoria da Polícia Civil, o delegado Domingos Paulo Neto, também tem a carreira marcada pelo trabalho no DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) e pela atividade em torno da política de classe dos delegados.

Ambos trabalharam no começo dos anos 1990 no DHPP. E deixaram o departamento quando resolveram compor uma chapa de oposição ao então delegado-geral, Álvaro Luz Franco Pinto, para disputar a eleição para a Associação dos Delegados de Polícia. Foram derrotados. Domingos foi mandado para um plantão policial no Parque Santo Antônio, na zona sul, de onde saiu quando Mário Covas assumiu o governo do Estado, em 1995. Desde então, foi seccional de Santo Amaro, diretor do DHPP e do Departamento de Inteligência da Polícia Civil, quando novamente caiu em desgraça, na gestão de Ronaldo Marzagão (2007-2009) à frente da Secretaria da Segurança. Ficou no ostracismo até a posse de Antonio Ferreira Pinto na secretaria, que o fez delegado-geral.

Com o início da gestão de Geraldo Alckmin, em 2011, deixou o cargo — estava rompido com Ferreira Pinto. Voltou à política de classe e formou nova chapa de oposição ao governo para a associação. Acabou novamente derrotado. Quando Ferreira Pinto caiu, foi nomeado diretor do Decap (Departamento de Polícia Judiciária da Capital), onde ficou até agora. Ali, ele comandava 93 distritos policiais responsáveis pela investigação de crimes na cidade de São Paulo.

Em 2013, a CGA (Corregedoria Geral da Administração) investigou contratos de compra de equipamentos de informática e de carros pela Polícia Civil durante sua gestão. Na segunda-feira (21) a Secretaria da Segurança Pública informou que foi aberto processo disciplinar contra oito delegados. “Não houve qualquer participação do doutor Domingos”, diz a nota.

Avesso a entrevistas, Domingos foi um dos responsáveis pela investigação da morte do prefeito de Santo André Celso Daniel (PT) e concluiu que ele foi vítima de um crime comum. Na época — em 2002 — ele era o diretor do DHPP e foi um dos responsáveis por elaborar o plano de combate a homicídios do governo.

Foi no DHPP que o homem escolhido para substituí-lo no Decap — o delegado Ismael Rodrigues — trabalhou pela primeira vez com Domingos. Atualmente, Ismael era de novo seu subordinado — chefiava a Delegacia Seccional da zona norte da capital.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

  1. saiu…
    .
    mas deixou o discípulo na cadeira…
    .
    repetiu o DGP…
    .
    que saiu do DPPC e também deixou o discípulo na cadeira…
    .
    parece uma monarquia ou as antigas capitanias hereditárias…
    .
    é a história se repetindo…

  2. Mais isso é óbvio, quando qualquer um sai, deixa alguém de confiança no lugar.

    Ou alguém aqui quando sai deixa qualquer um, sem ser de sua confiança.?

    Por isso que é bom sempre fazer amigos, assim, quem sabe um dia você vire alguém de confiança.

  3. Vale pelo “impacto” da notícia de colocar, na Corregedoria, um ex-DGP.
    O fato é que a Corregedoria precisa de reestruturação urgente. Uma Corregedoria forte é algo bom para todos, até para aquela minoria, que, com a vênia do chiste, poderia “valorizar mais” o pau que cobra. Perdoem a brincadeira…
    O que não é brincadeira é que, como está, não pode mais ficar…

  4. SR. ” quem sabe um dia ” !, PARA MUDARMOS ESSA POUCA VERGONHA QUE DIUTURNAMENTE ASSOLA TANTO O NOSSO SAMPA COMO O RESTO DO NOSSO AMADO BRASIL, SÓ SE RECRUTARMOS POLICIAIS LÁ DAQUELAS BANDAS DE MARTE. GENTE. ME DESCULPEM !, MAIS A TAL DE CORRUPÇÃO É FILHA INTIMA DE NOSSAS POLÍCIAS. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  5. ah sim…
    .
    deixar alguém de confiança de quem saiu…
    .
    pensei que o cargo fosse do Estado… mas já que é particular… nao falo mais nada…
    .
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  6. Prezado Dr. Guerra, se o Sr. achar conveniente publique este post.
    Que todos os Policiais Civis tirem suas conclusões, é hora de parar de conversa mole e agir. Caminhamos para o fim.

    Estava verificando como anda a aprovação do projeto de lei que fixa o orçamento para o exercício de 2016.
    Entrei no site da alesp e lá encontrei um parecer da Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento, fiz um resumo:

    Antes da Assembleia Legislativa do Estado aprovar o Projeto de Lei nº 1.298, de 2015, que orça a Receita e fixa a Despesa do Estado para o exercício de 2016, esta seguiu para Parecer junto a Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento para que emitissem parecer quanto ao projeto e às emendas apresentadas, visto estar previsto no Regimento Interno da casa.
    O parecer recebeu o nº 1.922.
    Quando abordou os recursos a serem destinados à Secretaria de Segurança Pública, assim consignaram:

    Para o cabal cumprimento de suas atribuições, a Secretaria da Segurança Pública conta com as seguintes unidades orçamentárias: Administração Superior da Secretaria e da Sede, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Superintendência da Polícia Técnico-Científica e Caixa Beneficente da Polícia Militar. De acordo com a Relação de cargos providos/preenchidos e vagos publicada no DOE de 30/04/2015, na Administração Superior da Secretaria e da Sede existiam em 31/12/2014, 687 cargos, sendo que 154 estavam preenchidos e 533 vagos; na Polícia Civil existiam em 31/12/2014, 43.289 cargos, sendo 31.877 providos e 11.412 vagos; na Superintendência da Polícia Técnico-Científica existiam em 31/12/2014, 4.909 cargos, sendo 3.105 preenchidos e 1.804 vagos e na Caixa Beneficente da Polícia Militar também em 31/12/2014 os cargos existentes eram 236, com 39 preenchidos e 197 vagos.

    Na Polícia Militar, conforme Decreto nº 61.177, de 19/03/2015 o efetivo total é de 93.799 policiais militares, sendo 5.480 oficiais e 88.319 praças, sendo que esse efetivo está assim distribuído: 4.782 oficiais e 77.810 praças estão empenhados no policiamento preventivo em todo o Estado; 584 oficiais e 9.447 praças integram o Corpo de Bombeiros e 114 oficiais e 1.062 praças prestam serviços em Secretarias e outros órgãos do Estado, no Tribunal de Justiça, na Assembleia Legislativa, na Prefeitura Municipal de São Paulo, na Procuradoria Geral de Justiça, na Câmara Municipal de São Paulo, no Tribunal de Justiça Militar, no Tribunal de Contas do Estado e na Casa Militar do Gabinete do Governador.

    Além da imenso número de cargos vagos na Policia Civil e SPTC, têm-se o seguinte sobre o orçamento, conforme consta no parecer (com estas mesmas letras), verifiquem:

    A tabela acima mostra que a proposta orçamentária da Secretaria da Segurança Pública para 2016 contempla apenas a Administração Superior da Secretaria e da Sede, a Polícia Militar e a Caixa Beneficente da Polícia Militar com aumento de recursos. Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e SPTC terão menos recursos em 2016 do que em 2015. A Polícia Civil, instituição responsável pela apuração das infrações penais em todo o Estado de São Paulo e a SPTC, órgão responsável pela coleta das provas materiais que levam ao esclarecimento de crimes e que deveriam ter maiores recursos para melhor cumprir suas atribuições, vêem-se diante de corte orçamentário, a PC na ordem de 8,81% e a SPTC na ordem de, pasmem, 21,76%. A SPTC é o órgão da SSP que mais sofre com a falta de recursos e estranhamente foi a maior penalizada no orçamento para 2016. O Corpo de Bombeiros também está sendo penalizado pelo governo com significativo corte de recursos para 2016, ou seja, 21,15%. Essas constatações nos levam a duas perguntas: Quais serão os critérios utilizados pelo governo estadual para a elaboração da proposta orçamentária? Qual a razão das unidades orçamentárias que mais precisam de recursos, sofrerem as maiores perdas? O governo que responda.

    Quanto a investimento em seleção, formação, capacitação e aperfeiçoamento de servidores, o valor de R$ 30 milhões destinados a isto em 2016 será 63,50% menor do que o valor destinado em 2015, qual seja, R$ 83 milhões.

    Ou seja, o valor de R$ 30 milhões visto com otimismo na verdade é péssimo quando comparado com 2015.

    Enfim, o Deputado conclui:

    (…)
    O quadro mostra que os Programas da Polícia Civil, da Polícia Técnico-Científica e do Corpo de Bombeiros sofreram as maiores perdas de recursos orçamentários para 2016.
    (…)
    No que diz respeito aos recursos da proposta orçamentária para 2016 destinados aos diversos Programas e Ações, constatamos que o tímido crescimento de alguns e a grande redução de outros não possibilitará uma melhora significativa nos serviços de segurança prestados pelo poder público à população do Estado de São Paulo.

    Em que pese o parecer desfavorável quanto os recursos a serem destinados à Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e SPTC (terão menos recursos em 2016 do que em 2015), o Projeto de Lei foi aprovado pela Assembleia Legislativa em 17.12.2015 e seguiu para Sanção do Governador do Estado em 18.12.2015, aguardando, desde então, sua assinatura.

    DIVULGUEM!
    Fonte: http://www.al.sp.gov.br/propositura/?id=1279623

  7. Como o exmo. Delta UNo postou, precisamos sim de uma corregedoria forte! E forte não quer dizer abusiva ou arbitrária!
    Quanto a deixar alguém no seu lugar, em nenhum outro lugar do mundo é diferente! Dr. Domingos não está caindo e sim sendo transferido e por bem deixou alguém a fim de continuar seu plano de gestão! Não estou defendendo o plano, mas mudança gera consequências! Eu como operacional só torço para que o Dr. Domingos faça um trabalho coeso na corregedoria e que os desvaneios que por lá ocorriam, acabem!

  8. O DGP parece que nao apita em mais nada nesta pelúcia civil…

  9. Boa tarde!

    Senhoras e Senhores.

    Feliz Natal e um Próspero Ano Novo à todos!

    Que a paz estejam com todos!

    Que a luz acenda uma fagulha de esperança nos corações dos aflitos e dê à todos os miseráveis, um pouco de conforto e uma boa hora!

    E que tenham em suas mãos valores suficientes para o translado!

    Caronte.

  10. A MERDA CONTINUA A MESMA
    so trocaram de lugar, e ja fazem vinte anos
    que é a mesma coisa,movimenta para esquecer
    do passado. e pau no rabo dos policias

  11. Mais um pra dizer amém às sandices do PSDBost…. Quem conhece os sistema, sabe que na PC ninguém assume cargo de confiança se não for de “confiança”, se é que vocês me entendem. O quesito competência é medido de outra$ maneira$, não exatamente pela capacidade profissional. Essa dança de cadeiras só faz parte do jogo de interesses do governador e da cúpula da PC. Quem não conhece que acredite que vai mudar alguma coisa. É só olhar daqui alguns dias onde foi parar o delegado Nestor Sampaio. Certamente terá recebido algum outro cargo de chefia bem confortável….

  12. Domingos para a Corregedoria e Ismael para o Decap. Excelentes escolhas! Vamos ver agora quem serão os demais escolhidos. (a) Ronaldo TOVANI, ex-promotor de Justiça, juiz de Direito aposentado, advogado e professor universitário

  13. Se quem indicou o diretor do DECAP foi o Domingos, não esperem mudança alguma. Deverá mudar uma ou duas seccionais no máximo. É a perpetuação da mesmice, ou pior, da torpeza.

  14. Muito se comenta a respeito do caso DEIC Corregedoria, mas e preciso uma análise fria e distante dos fatos livre de paixões, intrigas e interesse.
    1- Afirma-se que o Investigador chefe da Corregedoria receberia propina do DEIC, pois bem existe prova irrefutável, deposito bancário, valores apreendidos, interceptação telefônica, ambiental?
    2- Afirma-se que o Investigador Chefe do DEIC despediu-se dos Policiais que estavam saindo e por isso saberia que estavam fugindo , ora ele entrava e os Investigadores saiam teria a obrigação de saber de algo? por obvio que não e e regra de boa educação cumprimentar-se quem esta chegando ou saindo.
    3- Afirma-se que o Delegado Titular da Delegacia ludibriou aos Promotores e Corregedores, não e isso que a filmagem mostra, mas sim eles entrando e dirigindo-se imediatamente para a Diretoria e foram sem falar ou perguntar por ninguém, portanto não houve engodo ou ludibrio.
    4- Afirma-se que o Investigador da Corregedoria permitiu que os Policiais saíssem sem intercepta-los , seriam os mesmos conhecidos do Agente da Corregedoria ? não me pareceu.
    4-Acusar-se o Diretor do DEIC ou o ex. Corregedor de conivência ou prevaricação e exercício temerário.
    5-Ademais de onde partem as acusações ? de um Policial delator e só por isso ou também por isso devem ser vistas com ressalvas e cautela , pois mais perigoso que qualquer criminoso e o delator, pois participa de eventuais bandalheiras e depois entrega seus parceiros em crimes que participou e depois os delatar para se livrar de uma pena mais dura em troca de mentiras para se livrar.
    Na época da ditadura militar eram conhecidos por “cachorros ” e cada agente do DOI-CODI tinha a sua matilha de delatores. E isso hoje se repete com o Ministerio Publico.

  15. de Agora em Diante 100% Correria quais seccionais vc acredita que deverão mudar???

  16. CURIOSO EM SABER…
    .
    QUEM SERÁ O 4.SECCIONAL…
    .
    PELO ANDAR DA CARRUAGEM… SERÁ QUEM O EX-SECCIONAL AUTORIZAR OU INDICAR !!!

  17. Agora sim a Corregedoria fará justiça, deixará de lado as arbitrariedades e deixará de passar um pano para os delegados… será? acredito nisto assim como em papai noel, fada do dente…

    E o Decapão… agora os vadios serão colocados para trabalhar, não existirá mais rodinhas de policiais que “não tem o que fazer” na porta do DP… serão iniciadas investigações… será? Acho que será DECAPM…

    Só conversa fiada… só mudanças de cadeiras, mas não de estrutura e de pensamento… no final das contas, só mudam os nomes, o sistema é o mesmo.

  18. Dr. guerra o senhor poderia pedir para algum promotor investigar as compras desses rádios novos que foram colocados nas viaturas agora em dezembro pois todos sabem que os rádios que aqui estavam eram novos e foram comprados rádios caríssimos e colocados em viaturas que nem andar andam o senhor poderia mandar isso para algum promotor investigar por favor

  19. Acredito que as mudanças serão mínimas. Quem indicou o Dr. Ismael foi o Dr. Domingos, que Salvo engano, foi quem o promoveu a classe especial, e agora o coloca no time dos Cardeais. Os seccionais que aí estão foram colocados pelo Dr. Domingos, portanto, acho que se o Dr. \Ismael chegar e promover mudanças, estará desprestigiando seu antecessor e mentor. Acho que muda a 4 e 6 seccional, nada mais.

  20. Mudanças…
    .
    eu acredito em melhorias…
    .
    e como já dito acima, eu acredito:
    .
    PAPAI NOEL, COELHO DA PÁSCOA, DUENDE, FADA DO DENTE, MULA SEM CABEÇA, SACI PERERÊ…
    .
    EU ACREDITOOOOOOOOOOOOOOOO !

  21. A ÚNICA MUDANÇA QUE REALMENTE IRÁ OCORRER ESTÁ NO CALENDÁRIO…
    .
    2 0 1 6 – ESTÁ CHEGANDO

  22. GENTE !, PARA MIM ÓTIMA PESSOA E EXCELENTE COLEGA, MESMO PORQUE QUANDO DOS CONTATOS COM ELE, HÁ ANOS, EU ERA “ESCRAVÃO” E ELE “TIRA”. ACONTECE QUE OS CUMPRIMENTOS ERAM LÁ PRAS BANDAS DA RUA BENTO FREITAS.E, EXCELÊNCIA ! , ME AJUDE AÍ Ó !…

Os comentários estão desativados.