Geraldo Alckmin aprova criação do Dia do Policial Militar em SP de autoria do deputado Ramalho da Construção (PSDB) 33

Ramalho-da-Construcao-Foto-George-Gianni-PSDB5

Por Luís Adorno/RedeTV!

Em sua quarta gestão como governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) decretou e promulgou nesta quarta-feira (6) a lei do Dia do Policial Militar. A aprovação do projeto de lei número 817/12, de autoria do deputado Ramalho da Construção (PSDB), foi divulgada no DOE (Diário Oficial do Estado) desta quinta-feira (7).

A data da comemoração é dia 15 de dezembro, a mesma da criação da corporação paulista. Em 2015, a Polícia Militar do Estado de São Paulo completou 185 anos de história. A lei institui apenas dois artigos: “1º: Fica instituído o “Dia do Policial Militar”, a ser comemorado, anualmente, em 15 de dezembro; 2º: Esta lei entra em vigor na data de sua publicação”.

Casos envolvendo a PM em 2016

Mal o ano começou, e a guerra entre policiais militares de São Paulo e criminosos ou suspeitos já voltou à tona. Na noite de sábado (2), o soltado André Alves Ribeiro, que trabalhava no 46º BPM (Batalhão da PM), foi assassinado enquanto estava à paisana em uma pizzaria da Vila Nova Cachoeirinha, na zona norte.

Na terça-feira (5), outro soldado da PM-SP, Thiago Rodrigues de Oliveira, que estava lotado no 42º BPM, foi morto ao ser atacado em um ponto de ônibus em Osasco, na Grande São Paulo. O criminoso roubou a arma do policial, que estava a caminho do trabalho, e o matou.

Entretanto, policiais militares de São Paulo também já são suspeitos de terem participação na primeira chacina do ano, em que pelo menos quatro pessoas morreram, na madrugada do dia 2, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

A Corregedoria da Polícia Militar instaurou, na terça-feira (5), um inquérito para investigar a participação de policiais no crime. “A decisão foi tomada depois dos indícios identificados nos depoimentos de testemunhas ouvidas hoje”, afirmou a SSP (Secretaria da Segurança Pública), que tem à frente Alexandre de Moraes.

Confira o decreto:

Compartilhe:

  1. Acho uma justa homenagem aqueles que diuturnamente enfrentam a morte em prol de uma sociedade que não reconhece nosso valor. Sou Policial Civil e Parabenizo a Todos Os Policiais Militares. Antes que algum colega PC critique, lembrem-se que já existe o dia Do Investigador de Polícia.

  2. Reconhecimento justo, mas a reposição da inflação continua no sonho.

  3. Na Polícia Militar é o dia do policial militar, isso está também no RDO profissão Policial Militar. Agora na Polícia Civil é o dia do Investigador, no RDO profissão Investigador ou Policial Civil, mas o Rotulismo é tanto que separaram os extintos Careceiros dos quadros da Polícia Civil no RDO como profissão carcereiro, uma nomenclatura ultrapassada e, agora que foi extinta foi colocada no rol de profissões do RDO. Ou seja, carcereiro policial além de extinto foi rotulado. Parabéns aos gênios da Polícia Civil e obrigado pela consideração pelos serviços prestados por está instituição. Aí o policial civil carcereiro prende alguém e o advogado do réu fala, mas ele não é policial ele é carcereiro. Palmas pra vcs.

  4. SR. “Extinto Carcepol 2005 sem vaga remanescente “, ME DESCULPE, MAS CONCORDO EM PARTE COM O SEU EXPOSTO, POIS S.M.J., QUALQUER UM DO POVO PODE E DEVE PRENDER EM FLAGRANTE DELIGO, QUALQUER INDIGITADO QUE ACABARA DE COMETER UM DELITO, INDEPENDENTE DE SER POLICIAL OU NÃO.. E, ME AJUDEM AÍ Ó !,,

  5. O dia do Policial Militar, assim como o dia do Policial Civil, será aquele em que tivermos todos os nossos direitos em dia, nossos reajustes e demais coisas que só com ação na Justiça é que se consegue. Nosso dia será aquele em que seremos valorizados e respeitados pela população, nossos superiores e governo. O resto é simplesmente…..fumaça!!!!

  6. Parabéns aos policiais militares, eles merecem ter seu dia assim como nós temos o nosso.
    Parabéns ao Deputado Ramalho pela iniciativa. apesar de ser do PSDB nos ajudou muito durante nossa greve de 2008.

  7. João Brejeiro,
    acho q VC não entendeu a ideia. Deixa quieto.
    Quiz dizer sobre Rotulismo, consideração e Desmerecimento que é algo típico do Policial Civil. O Soldado da PM é chamado de Policial Militar. O Carcereiro da PC é chamado de carcereiro. Por que será?
    Assim como Soldado é chamado de Policial Militar, o Carcereiro deveria ser chamado de Policial Civil.
    Isso pra mim é a falta de união do policial civil.
    Quando o Carcereiro faz algo errado é carcereiro, quando o Carcereiro faz algo certo é policial civil.
    Quando o Investigador faz algo errado é policial civil, quando o Investigador faz algo certo é Investigador.
    Por que no rol.de profissões do RDO não tem de soldado à coronel, resume se à Policial Militar.
    Por que no rol de profissões do RDO não tem agente policial, agente de Telecomunicações, aux. De papiloscopista e outros, só tem carcereiro.
    Isso é falta de consideração, Desmerecimento e respeito com os colegas de profissão, na verdade não me importo porque sou homem, o negócio é a Hipocrisia que há na Polícia Civil, eu acho que o problema se inicia nos pequenos negócios.

  8. O dia em que não houver indiferença na Polícia Civil existirá força. E assim a Polícia Militar cresce em cima da Polícia Civil, sejam bem vindos Soldados Investigadores P2.

  9. Grande merda….até puta tem seu dia. Quero salário e condições dignas…qualquer outra coisa pode enfiar…

  10. Quero ver é o dia da data-base de REAJUSTE, apenas reposição de perdas com a inflação.

    Políticos safados!

  11. NA REALIDADE ESSE ASSUNTO É ALGO TÃO NECESSÁRIO QUANTO A DESCOBERTA DE EXISTÊNCIA DE VIDAS EM MARTE.
    RESUMINDO, ISSO É FALTA DE ASSUNTO .
    QUANTO AO COLEGA (Extinto Carcepol 2005 sem vagas remanescentes ), VC FALOU NADA MAIS DO QUE A PURA VERDADE.
    HOJE OS CARCEREIROS ESTÃO PASSANDO POR ESSA HUMILHAÇÃO POR CULPA ÚNICA DOS GESTORES DA PC QUE NÃO TIVERAM NEM A OMBRIDADE DE AO NOTAR QUE A CARREIRA NÃO TINHA MAIS NECESSIDADE DE EXISTIR, QUE ESSA CARREIRA TÃO SOFRIDA FOSSE UNIFICADA COM OUTRA, MAS NÃO FORAM HOMENS DE VERDADE PARA ISSO, HOJE SÃO OS CARCEREIROS, PORÉM A HORA DOS AGENTES ( MOTORISTAS ) E AGENTEL ESTÃO PRESTE AO MESMO CAMINHO, AGUARDEM?
    HOJE NA REALIDADE POLICIAIS CIVIS SÃO TRÊS CARREIRAS: DELEGADO, ESCRIVÃO, E INVESTIGADORES, OS DEMAIS SÃO CONSIDERADOS OS ZÉ RUÉLAS CLARO QUE SÃO PARA ESSAS TR~ES CARREIRAS, MAS INFELIZMENTE É ASSIM, O PODER SOBE PARA A CABEÇA, NÃO INTERESSA SE VC ESTÁ COM UM PALMO DE ROLA NO TOBA, DESDE QUE O SEU COLEGA ESTEJA COM UM PALMO E UM DEDO JÁ TE DEIXA FELIZ.
    TODOS TEM O PRAZER DE FAZER O SEU COLEGA DE TRAMPOLIM PARA SUBIR NA VIDA, E O SALÁRIO ÓÓÓÓÓH

  12. SR. ” VERGONHA”, CONCORDO !, POIS AQUELA DO PRIMEIRO DE MARÇO ( DATA BASE ), ESSA TURMA QUER VÊ FALAR NO CÃO DO INFERNO E NÃO NELA. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  13. PESSOAL ! SE EU AINDA ESTIVESSE NA ATIVA, SABE QUANDO EU TRABALHAVA PARA ESSA TURMA, NUNCA !. POIS AQUELE DITADO PROFERIDO POR UM PERNA DE PAU QUE JOGOU NO TIMÃO, É MAIS DO QUE VERÍDICO, POIS EU ACATARIA INTEGRALMENTE, OU SEJA ” ELES FINGEM QUE ME PAGÃO E EU FINJO QUE TRABALHO “. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  14. Daqui a pouco vêm os Oficiais pleiteando seu dia. Obs: Se já não tiver…
    Todo mundo quer seu dia é incrível… Tem até o dia do TIRA… huahua
    Quero meu dia tb!!! O dia do atendente de necrotério policial… Porra todo mundo tem tb quero o meu!!!!kkkk
    Ops esqueci que minha carreira não tem sindicato nem associação….

  15. Grupo de estudos que bando de merdas….Enquanto meu salário é comido pela inflação…Esse povo vem com grupo de estudos caralho…

  16. Agora vai…, vai pra pqp isso sim! Todo dia é dia do policial, seja civil ou militar! O que acontece é que não temos o reconhecimento que merecemos por trabalharmos em prol da população, em condições de escravidão, com salários defasados etc, mas me aparece um político abençoado, que não tem nada melhor para propor e propõe o dia do policial militar! Tem dia do policial civil, do índio, da bandeira, da consciência negra, da cruz vermelha, da independência, do fico etc. Agora teremos o dia do policial militar! Parabéns! Era exatamente isso que estava faltando para se valorizar o policial. Não era valorização que os policiais queriam? Agora tem! Só que não….

  17. Boa tarde!

    Senhoras e Senhores.

    Enaltecer uma profissão é muito prazeroso,

    Mas somente lembrar e nada fazer para melhorar a vida dos Policiais Operacionais, respeitando seus direitos constitucionais, isso sim é muito controverso. Policiais Civis e Militares subalternos sem aumento, sem reparação salarial e sem reconhecimento com o devido pagamento pecuniário e Investigadores e Escrivães de Polícia sem a pecúnia do NU. Policiais ganham pouco para fazer muito pela sociedade.

    Porque sempre somos os mais prejudicados?

    Aonde estão os representantes sindicais?

    Caronte.

  18. parabéns, é dia de festa…. coxinha e taubaína grátis pra todo mundo….

  19. Quanto dinheiro jogado fora com inutilidades. O que ganha a sociedade com isso!?

  20. Ilustrissimo Sr.Deputado todos querem tirar uma casquinha da gloriosa Policia Militar que não tem dono e sim composta por homens honesto e bravos que além de defender os cidadãos ainda são perseguidos nas horas de folgas em seus bicos honesto para suprir ás ineficiências que vários governos nos proporcionaram nós negando nossos direitos mesmo com ordem judicial em “Obrigação de Fazer” Isto já Publicado em D.O, caso do eterno Gatilho Salarial que é um dos maiores calotes da estória do governo de SP.
    Deveriam ao invés de ficarem inventando isto ou aquilo nós precisamos é que nosso salário seja reconhecido de forma justa, pois estamos cansados de ser degrau para uns e outros se bem que vossa excelência por mais que tenha boa intensão não poderá fazer muito, pois pertence ao mesmo partido do governo. Eu ganhei do estado um mês após reformado (02) infarto e (08) paradas respiratórias e hoje sou Cardiopata Grave.

  21. EM COMEMORAÇÃO UM BATALHÃO DAS FORJAS TRAGICAS SE DESLOCARA PARA A PERIFERIA DE SÃO PAULO E EXECUTARA VÁRIOS CIDADÃOS COMO FORMA DE AGRADECIMENTO PELOS BONS TRABALHOS PRESTADOS AO POVO DE SP.

  22. DEPUTADO É ESPANCADO POR POLICIAIS EM SP

    Agressão ocorreu após um investigador cortejar a mulher de Ramalho da Construção (PSDB), eleito deputado estadual

    AE | 05/02/2011 11:36A+A-
    Compartilhar:
    selo

    De nada valeram os 62.310 votos recebidos por Antonio de Sousa Ramalho, o Ramalho da Construção, que o elegeram deputado estadual pelo PSDB na última eleição. Na madrugada de ontem, ele apanhou como qualquer cidadão que denuncia abuso policial em São Paulo. A agressão ocorreu após um investigador cortejar a mulher do parlamentar.

    O deputado, que toma posse em 15 de março, estava com a mulher na casa noturna Vila Country, na zona oeste, quando ela foi assediada pelo investigador Pedro Henrique Brustolin dos Reis, de 29 anos, que trabalha no 98.º Distrito Policial, no Jardim Miriam, na zona sul. A mulher mostrou a aliança ao policial. O deputado, que estava sentado em uma mesa, percebeu o que ocorria e se levantou.

    Leia também:
    Montagem de governo em SP leva suplentes a assumir na Assembleia
    Ramalho da Construção deve assumir vaga de Bruno Covas
    Ramalho contou que, ao chegar, o policial se desculpou. Disse que não sabia que Viviane era casada. “Quando a apanhei pela mão para dançar, o outro veio e me deu um murro”, conta o político. O outro seria o investigador Otávio Bruno Iokota Fabricator, de 29, que trabalha na Delegacia do Aeroporto de Congonhas. “Caí. Desmaiei. E continuaram me chutando. Também bateram na minha mulher”, afirmou o deputado. O espancamento só parou quando os seguranças separaram os envolvidos.

    Na Corregedoria da Polícia Civil, os investigadores disseram que apenas reagiram à agressão, que Viviane havia atirado um copo com bebida, e o deputado havia dado um soco em um deles. Além dos policiais, também foi detido um amigo deles, o comerciante Alexandre de Amaral Alves, de 30 anos. Como o crime supostamente cometido é de lesão corporal, a Corregedoria fez um Termo Circunstanciado para, em seguida, liberar os acusados. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

  23. 18/03/2015

    TRE-SP recebe denúncia de injúria e calúnia contra deputado eleito
    Na sessão dessa terça-feira (17), o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) decidiu pelo recebimento de denúncia oferecida pela Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo contra o deputado estadual Antonio de Sousa Ramalho, reeleito no pleito de 2014 pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Com a decisão, tem início o processo criminal para apurar se houve ou não crime de injúria e calúnia contra o prefeito de Taboão da Serra, Fernando Fernandes, e sua esposa, Analice Fernandes, deputada estadual candidata à reeleição, ambos do PSDB.
    Durante a campanha eleitoral, o deputado teria realizado ato em uma cooperativa habitacional em Taboão da Serra no dia 23 de setembro de 2014, no qual proferiu discurso depreciativo em relação a Fernando Fernandes e Analice Fernandes. A prática de calúnia e injúria configura crime, previsto nos artigos 324 e 326, respectivamente, do Código Eleitoral.
    Em sua defesa prévia, Ramalho requereu a rejeição da denúncia alegando que suas críticas ao prefeito de Taboão da Serra ocorreram no desempenho da função de deputado e que, por isso, teria imunidade civil e penal, prevista no artigo 53 da Constituição Federal.
    A Corte, por decisão unânime, afastou os argumentos, por entender que o ato ocorreu fora do exercício do mandato de deputado estadual, e recebeu a denúncia contra Ramalho para apuração dos fatos.
    Da decisão, cabe recurso ao TSE.
    Processo nº 770969

    Siga nosso twitter oficial @TRESPjusbr
    Gestor Responsável: Coordenadoria de Comunicação Social +

  24. Gente, olha o tamanho da jaca do paga pau! Será que ele me empresta o boné pra ir à feira? Hihihihi disse:

    Rapaz, olha o tamanho da jaca do sujeito!

  25. tanto assunto mais importante, tem que cutucar a gloriosa hein?????
    pelo jeito o autor reprovou no teste psicológico para a PM.

Os comentários estão desativados.