Advogados de Lula estudam medidas contra promotor que o investiga por tríplex 88

24/01/201616h00

  • Moacyr Lopes Junior/Folhapress

    O apartamento no Guarujá reservado ao ex-presidente Lula

    O apartamento no Guarujá reservado ao ex-presidente Lula

Três dias depois de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva dizer em entrevista a blogueiros que “daqui para a frente” iria “processar todo mundo”, seus advogados examinam medidas judiciais contra o promotor Cassio Conserino.

O promotor, que alega estar apenas dando transparência a um caso de interesse público, investiga o apartamento tríplex reservado ao ex-presidente na praia de Astúrias, no Guarujá, cidade do litoral de São Paulo. Ele afirma que já tem indícios suficientes para apresentar denúncia por lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio contra Lula.

Em nota intitulada “violência contra Lula: promotor anuncia denúncia sem ouvir defesa”, o Instituto Lula nega que o ex-presidente e sua família tenham cometido os crimes e acusa Conserino de violar a lei e o estado democrático de direito ao anunciar, via imprensa, que pretende denunciar o petista antes mesmo de ouvir a defesa. A intenção do promotor foi divulgada em entrevista à revista Veja.

Conserino, também por meio de nota, negou ter antecipado a decisão. Segundo ele, as evidências abrem a “possibilidade” da denúncia.

Ao jornal “O Estado de S. Paulo”, o promotor defendeu o direito dos promotores de darem transparência a inquéritos de alto interesse público.

“Informar a sociedade sobre uma investigação de evidente interesse público, por meio de uma imprensa livre não me parece violar a lei, especialmente porque o sigilo da investigação foi baixado. Além disso somos promotores de Justiça e trabalhamos em prol e para a sociedade, que merece tomar ciência de investigações dessa envergadura”, disse ele.

A nota do Instituto Lula também faz menção à revista Veja, que, na sua avaliação, “utilizou a entrevista do promotor para mais uma vez ofender e difamar o ex-presidente Lula e será objeto de nova ação judicial por seus repetidos crimes”.

  1. Bom dia!

    Senhoras e Senhores

    Pelo que consta este prédio foi construído pela Construtora OAS (Pernambucana) e smj, o Sindicato dos Bancários de São Paulo teria interesse ou participação na consecução dele.

    Esta obra, não sei por qual razão, ficou um bom tempo parada. Depois concluíram as obras e começou a surgir polêmicas.

    Se olhares na base deste prédio de frente, à sua direita, perceberás um pequeno arco colorido desbotado, com um portão de madeira. Segundo consta, trata-se de uma “via de servidão”, pois existem algumas casas ao fundo que acabaram ficando sufocadas pelos prédios. E, esta polêmica construção, segundo reza a lenda da região, à época, queria se apropriar da referida “via” para uso exclusivo do condomínio a ser concluso.

    Bem! Estórias, histórias e fatos vão e vêm! Resta apenas apurar-se fatos.

    Caronte.

  2. Que um triplex de frente ao mar não condiz com os vencimentos do Lula, isso é fato que não cheira a boa coisa.

    Mas e o Apartamento do Aécim Neves de frente para o mar em Ipanema-RJ que custa o triplo do triplex do Lula?

    Isso não se investiga ?

  3. Alguma boa alma poderia me esclarecer se o Delegado de Polícia tem inamovibilidade? Oque vi da lei 12830 é que concede uma parcial inamovibilidade…Não é a mesma daquelas previstas para juízes, promotores e defensores previstas na CF. Seu cond me ajuda aí?

  4. SR. ” Extintopol” !, COMO É QUE É ! KIKIKIKIKIKIKIKIKIKIKIKIKIKIK. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  5. Esse nove dedos é um comunista, bolivariano, pau-de-arara, não serve sequer para ser síndico de prédio, a imagem dele perante a opinião pública é zero, não sei os motivos de tantos chutes em cachorro morto, foi um péssimo presidente, inclusive acabou com a nosso Polícia Rodoviário Federal, estes estão ganhando uma miséria e, a Polícia Federal nem se fala, foi totalmente sucateada e desprestigiada em seu governo. Nove dedos nunca mais.

  6. RAPAZ !, NÃO É POR AÍ NÃO !, O HOMEM QUANDO VEIO LÁ DE “PERNA”, ELE VIAJOU NADA MAIS NADA MENOS DO QUE NO JÁ TÃO. OU SEJA, O MOTORISTA ARRODEOU A CARROCERIA DO “PAU DE ARARA” E, GRITOU, JÁ TÃO, JÁ TÃO TODOS EM RIBA ! E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  7. SR. ” Imprensa livre” !, É POR ISSO QUE NASCI COM 12 ( DOZE) DEDOS NAS MÃOS, COM EXCEÇÃO DOS PÉS. MAIS INFELIZMENTE MEU PAI QUE JÁ SE FOI, QUANDO O “REBENTO” CONTAVA COM 15 DIAS DE VIDA, O GRANDE GUERREIRO, SIMPLESMENTE PEGOU UMA TESOURA E CORTOU OS EXCESSOS. É MOLE OU QUER MAIS. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  8. SÓ COMPLEMENTANDO O EXPOSTO. RAPAZ !, MESMO PERDENDO DOIS DEDOS, OU SEJA UM DE CADA MÃO, AINDA TENHO UM A MAIS DO QUE O CONTERRÂNEO BARBUDÃO VIRAM O QUE É A NATUREZA !, . E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  9. Lula é tao honesto quanto Nossos Titulares, Seccionais, Diretores de Departamento, principalmente do Deic, DPPC, Denarc, os quais induvidavelmente,orgulham-se em fazer parte do maior reduto de moralidade da Instituição.Mas eu acredito que se a justiça do homem é falha, a Divina é implacável, e certamente, em seus últimos instantes de agonia, que podem ser horas, dias, meses, terão tempo suficiente para refletir em suas ações em vida.Que assim seja..Ótimo Domingo a Todos.!!

  10. Sr. Brejeirinho, antes do pinguço ser presidente, o paraibano era bem nutrido, a desnutrição infantil era quase zero, pobre podia ter carro zero, andar de avião, estudar na UFCG, na França(ciências sem fronteira). Hoje, os pobres do brejo, agreste, cariri e do sertão paraibano a única “mistura” que comem é a de calanço, lagartos, lagartixa, estão morrendo de saudades da picanha dos velhos tempo.

  11. ALGUNS ESTÃO BEBENDO TODO DIA PRA AGUENTAR A PRESSÃO(CASO DO NOVE DEDOS), OUTROS ESTÃO SE “ENTUPINDO” DE RIVOTRIL. ESTÃO CIENTES QUE O JAPONÊS DA FEDERAL, MAIS CEDO OU MAIS TARDE, BATERÁ EM SUA PORTA. O BICHO VAI PEGAR. A CARCERAGEM DE CURITIBA VAI TER QUE SER AMPLIADA.

  12. Parem de se preocupar com Lula e vamos nos preocupar com a nossa Corregedoria com o DPPC com o Deic, com as recolhas de delegacia, somos um bando de corruptos inrrustidos, pois como eu quem reclama é que está sem poder meter a mão , pois o PAI da facção montou uma quadrilha apadrinhada. Vamos pro crime por conta e risco não pague seu chefe nem titular. Essa é a Regra do Jogo. Vitória na guerra com Dr guerra

  13. VALTÃO, E O TIMÃOZINHO, Ó ! SE FODEU”.O CONTERRÂNEO BARBUDÃO, SEU “COMPANHEIRO” DEVE TER SOCADO UM DOS DEDOS RESTANTE NAQUELE LUGAR. E,ME AJUDEM AÍ Ó !…

  14. SR. ” Celso Furtado” ! PERGUNTA MINHA ! É FURTADO OU É ROUBADOR !, RAPAZ !, NA MINHA INFÂNCIA LÁ NO SERTÃO DA PARAÍBA, JAMAIS DEGUSTEI ESSES INSETOS QUE, S.M.J., É DE SUA MESA. ACONTECE QUE COM 17 ANOS APORTEI EM “SAMPA”, NÃO NO ” JÁ TÃO” E, SIM NUM “COLETIVO”. OCORRE QUE DEMOROU, MAIS COM A AJUDA DE DEUS APORTAMOS LÁ NA AV. DUQUE DE CAXIAS. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…I

  15. E tanto bancário da Bancoop ficou sem apartamento, mas… sobrou um triplex justo para ele????

  16. SR. ” C.A”. LOGO MAIS VAMOS ASSISTIRA ESSAS “AVALANCHES” DE “CONTRATOS” DE JOGADORES QUE ESTÃO E ESTAVAM NA ATIVA. OCORRE QUE, S.M.J, ESSES “FAMINTOS” OU SEJA ” MERCENÁRIOS” IRÃO RETORNAR, E NEM O MEU CLUB DE CORAÇÃO, O ” BARIRI”, LÁ DO SERTÃO DA PARAÍBA, OS ACEITARAM. VEJA SÓ PERGUNTAR NÃO OFENDE, CERTO !, S.M.J., TODOS PAULISTAS E PAULISTANOS SEM EXCEÇÃO, QUEREM SABER O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM ESTA TAL DE ” ARENA DE ITAQUERA”, ACONTECE QUE OS “CONSTRUTORES E MENTORES” ESTÃO EM ” “CANA DURA” . RAPAZ ! AÍ COMO EU SEMPRE DESEJEI TER UM FILHO COMO ESSA EXCELÊNCIA, O DR, SÉRGIO MORO. E, O SEGUNDO QUE SEMPRE FOI BEM VINDO E SERÁ , É O FUTURO PRESIDENTE DA REPÚBLICA DO BRASIL, O EXCELENTÍSSIMO SR. DR. EDUARDO CUNHA. SABEM PORQUE !, S.M.J. ELE É TÃO SOMENTE UMA “PIABINHA ” NO MEIO DESSES “TUBARÕES FEROZES”. E, ME AJUDEM AÍ Ó !….

  17. “Celso Furtado” (o comentarista do Flit), seu mentiroso vagabundo!!!
    E quem é culpado pela atual miséria? Um Presidente do Partido dos E.T, ou uma Presidente do PT?
    Aumento de consumismo não é elevação de condição social, não. Pobre não vira classe média só por ter conseguido a forca do endividamento, não.

    Seu pilantra!!! Se você omite, então vamos lá: o Renato Janine disse, em entrevista, que o FIES financiou gente que tirou “ZERO” na prova de redação do ENEM e concedeu ao “zerado” empréstimo para cursar “faculdade” de péssima qualificação pelo MEC. Sabe o resultado disso, seu canalha? Um analfabeto superendividado, calhorda! Um analfabeto negativado na SERASA! E se o analfabeto não paga, quem paga??? Nós, seu safado!

    Sabe quem vai pagar? A CPMF do almoço na padaria; a CPMF na compra de um sapato; a CPMF no débito de uma pizza; a CPMF no caixa do supermercado, do açougue, da farmácia. Passou o “débito”, gerou CPMF.

    O pinguço, além de nunca ter ficado sem salário na vida (depois que virou sindicalista muitos ficarem sem fonte de renda, menos ele), teve a sorte de pegar uma época excelente no cenário econômico nacional. PURA SORTE desse ILUSIONISTA (termo citado por Cristóvam Buarque, ex-PT), que se fosse tão bom não teria preparado o Brasil para afundar-se como tem afundado!

    Se ele fosse BOM mesmo, em vez de criar ilusão, teria pavimentado um caminho bem traçado. Mas… depois de tudo isso, todos voltam à pobreza, menos ele.
    Doutor Lula: só mesmo “honoris causa”, depois de ter aumentando bastando o salário de reitores de universidade pública. Ou seja, até o diploma foi “adquirido”?

    O cara para ser policial civil precisa de nível superior. O Lula, tira sarro do povo dizendo que foi Presidente do Brasil sem ter diploma algum.

    O PT foi útil para a Nação. Nunca antes na história houve tamanha consciência da enganação.

  18. Sr. “Brejeirinho” : pelo jeito tu eras da elite paraibana, levava uma vida de boêmio em detrimento à miséria dos conterrâneos e, aos 17 aninhos veio tentar a USP e, por algum motivo relevante deu errado, o quê o levou a escravidão durante décadas, tendo sido alforriado recentemente. Sei que nunca comeste lagartixa(eu já comi, por necessidade). Pergunto-lhe: já comeste rapadura?

  19. Colegas, por favor, alguém poderia de maneira bastante detalhada explicar como é o trabalho dos policiais civis que labutam no CIAP? Escala, quantos por equipe, se só por trabalham carcepol’s, se há membros de outras carreiras. Tenho um primo que está no interior e recebeu uma proposta para permutar para o CIAP.

  20. A hora do molusco-mais-honesto-da-via-láctea está chegando. Estou com duas caixas de rojão guardadas para o momento da prisão desse pilantra!

  21. Sr. “Eduardo”: não vou fazer piquenique no buraco da matinha. Obrigado pelos elogios.

  22. ” Celso roubador “!, NÃO ME ENVERGONHO DE DIZER QUE QUANDO LÁ ESTAVA DEGUSTAVA DA COMIDA DENOMINADA “RAPADURA”. RAPAZ !, SEU “INEXISTENTE” !, COMO DE FATO JÁ DISSE SAI DO SERTÃO DA PARAÍBA, MENOR DE IDADE, MAIS PRECISAMENTE NUMA SEGUNDA FEIRA E, NA SEGUNDA FEIRA SEGUINTE, EU JÁ ESTAVA TRABALHANDO NUM ESCRITÓRIO DE EXAME DE PSICOTÉCNICO PARA MOTORISTAS LÁ NA RUA GAL. OSÓRIO ESQUINA COM A AV. RIO BRANCO. SEU “NADA” SABE QUANDO ISTO OCORREU, NO INÍCIO DA DÉCADA DE 70. AGORA, S.M.J., VOCÊ DEVERIA É IR CUIDAR DA TUA VIDA, POIS A DO TAL DO “LULADRÃO” JÁ ESTÁ ENCAMINHADA, ATÉ QUE O ” DR. SERJÃO” AQUELE VERDADEIRO, LÁ DA LAVA JATO NÃO MANDÁ-LO VÊ O SOL NASCER QUADRADO JUNTAMENTE COM SEUS ASSECLAS ÍNTIMOS, PARA AQUELE LUGAR MERECIDO. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  23. Senhor “Brejeirinho”

    Neste meu Brasil varonil não é saudavel colocar a mão no fogo por politico algum. O que difere é o tamanho do apetite e o “modus operandi”. Enquanto não se esquecer por definitivo a “Lei de Gerson”, não haverá outra alternativa, senão o povo nem tão honesto, votar naquele que tem boca e apetite menor!

    C.A.

  24. Senhor Eduardo

    Se bem recordo, em epoca passada, toquei nestes mesmos assuntos e fui duramente criticado. Não adianta, só se enxerga neste país o que a vizeira do clientelismo permite.

    C.A.

  25. Na data preestabelecida o meu sempre está lá. Têm estados que estão parcelando os salários dos servidores, aqui não tem e acredito eu, não terá disso não, graças a uma política séria e não demagógica dos últimos Governadores bandeirantes. Chega de assistencialismo, quem paga a conta é o trabalhador.

  26. Detalhe, outros estados pagam melhor a sua Policia Civil, que bom!
    Dá uma olhadinha no link acima, com atenção e veja se percebe de onde sai o recurso!

    C.A.

  27. SR. “C.A”, BOA TARDE !, ENTENDI O SEU EXPOSTO. AGORA VIR UM FILHO DA PUA LÁ DA BAIXA DA ÉGUA ELOGIAR UM “CARA” QUE SÓ NOS FODEU E AINDA QUERER MENOSPREZAR OS OUTROS. RAPAZ !, EM TERMO DE POLÍTICA NÃO DEFENDO NENHUM DELES, POIS JAMAIS DEPENDI DESSES “NADAS”. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  28. Sr. “Brejeirinho”, o Sr. em um dos seus post perguntou: “É FURTADO OU É ROUBADOR !”. Pela sua notável criatividade, pensei que a pergunta seria outra, qual seja: Celso Furtado ou Celso Arrombado?. Fui, abraços e não volto mais.

  29. Esse do brejo….só lamento, depois de assumir publicamente que vota no PT pois ganhou Bolsa IPTU, não tem moral para falar de ninguém aqui, escória da sociedade, lixo humano, vende seu voto por miséria e depois quer vir aqui dar lição de moral…não tem moral nem pra educar os filhos depois dessa declaração, maçaneta lambedor de delta , lixo.

  30. Cauã( bicha por opção) !, COMO GOSTAS DE SER ENRABADA NÉ ! COMO DISSE VOTEI, VOTO E VOTAREI NO CANDIDATO HADDAD, NÃO QUER DIZER QUE EU APOIO O P.PT. COMO TAMBÉM DISSE ANTERIORMENTE VOTEI NO CHUCHU PARA GOVERNADOR. QUERIAS QUE O “VAMP” LÁ DA MOÓCA GANHASSE. RAPAZ !, VAI CHUPAR “R” DE ANUM. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  31. kikikikikiki

    sera que o japonês da federal ja esta se preparando para fazer uma visita a são bernardo do campo ???

    kikikikikikikikiki,,,

    demorou o inicio…… mas ja é um começo……………….. kikikiki

    o bicho vai pegar pro sapão……

    DEMOROU…………………………………………………………………………………………

  32. Adoro uma nota disse:
    25/01/2016 ÀS 12:15
    Parem de se preocupar com Lula e vamos nos preocupar com a nossa Corregedoria com o DPPC com o Deic, com as recolhas de delegacia, somos um bando de corruptos inrrustidos, pois como eu quem reclama é que está sem poder meter a mão , pois o PAI da facção montou uma quadrilha apadrinhada. Vamos pro crime por conta e risco não pague seu chefe nem titular. Essa é a Regra do Jogo. Vitória na guerra com Dr guerra

    NÓIS QUEM, CARA PÁLIDA?

  33. Lixo do brejo, vc assumiu que votou pela isenção de IPTU, vendido, não adianta desmentir agora, você escreveu isso seu excremento, beneficiário de bolsa iptu do haddad, verme, vota em troco de ninharia, é tipico do zé povinho brasileiro, digno de onde reside , lixo.

  34. Sugestão para a reestruturação: Delegado de Polícia e Agente de Polícia. Os Escribas e os Tiras devem pertencer a mesma carreira. O mesmo que intima deve ouvir a parte. Pra fazer B.Os. é só contratar auxiliares administrativos a preço de banana. Com relação ao Lula, por algum motivo misterioso, o cara é intocável.

  35. Cauã( ex-nada ) !, RAPAZ !, JÁ NÃO CHEGAM AS ENRABADAS. SÓ QUE TU TENS RAZÃO ÉS UM “ARROMBADO” !. SEU EX-TENTATIVA DO 1° QUINQUÊNIO, ASSUNTA SÓ !, CONTINUO A DIZER, VOTEI, VOTO E VOTAREI NO HADADINHO, SABE PORQUE !, DE VAMPIRO AQUI CHEGA UM ZÉ MANÉ COMO VOCÊ SEU LIXÃO !, EM 1988, A CONTERRÂNEA LUIZA ERUNDINA, NASCIDA A 50 KM DE MINHA CIDADE, SE CANDIDATOU E FOI ELEITA PREFEITA DE SÃO PAULO PELO P.T., SABE O QUE ACONTECEU SUA ANTA !, NÃO VOTEI NELA. RAPAZ, COMO BICHAS COMO TI GOSTAM DE ENRABADAS EM ! E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  36. Haddad e Alckmin vão à missa. Haddad dá a cara à tapa e encara os manifestantes; Alckmin sai pela porta dos fundos.

  37. Sr. “Acauã (ex tira por opção)”: conheço o “Brejeirinho” há muito tempo, é uma excelente pessoa e, quando na ativa, era um colega de trabalho exemplar, pára de injuriar o cara meu!, tá parecendo criança!!!.

  38. Oferecer a denúncia e depois queimar reputação, todo mundo aceita. Agora ameaçar denúnciar para queimar reputação e mais criminoso. Coisa de cunho partidário.

    Hoje temos o sujo falando mal lavado, mas um deles tem a imprensa na mão (a que preços e forma), então temos o desequilibrio entre as partes, mas todos sujos, uns endinheirados com ciúmes dos que estão se endinheirado.

    Somos Brasileiros sem a moral de falar mal de qualquer outro, não temos amor próprio ou retidão, qualquer um compra nossa alma, que tem preço e é uma ninharia.

    No Brasil nunca teremos sociologia e sim antropologia, o social coletivo sempre será relegado e sempre será o indivíduo, o meu primeiro o resto é resto.

  39. SEGURANÇA PÚBLICA

    SERVIDÃO HUMANA

    Carlos Alberto Marchi de Queiroz

    O Correio Popular de 14/1, A 12, noticiou que o governador oficializou o “bico” para policiais civis, permitindo que autoridades policiais e agentes possam, querendo, trabalhar durante as folgas, com direito a remuneração adicional. Alckmin, todavia, não revelou aos distraídos que não levarão esse penduricalho por ocasião da aposentadoria, e, muito menos, que sofrerão descontos previdenciários e do Leão.

    Alckmin sancionou lei complementar instituindo Diária Especial por Jornada de Trabalho Policial Civil (Dejec), permitindo que delegados e agentes ganhem adicionais brutos de R$ 226,08 e R$ 188,40, calculados com base na Ufpesp, nos termos de Portaria do Delegado-Geral .

    Os vencimentos e vantagens dos policiais civis estão na Lei Orgânica da Polícia, de 5 de janeiro de 1979, que determina que, além desses, farão jus ao Regime Especial de Trabalho Policial , cujo artigo 44 esclarece que o RETP caracteriza-se pela prestação de serviço em jornada de, no mínimo, 40 horas semanais, com cumprimento de horário irregular, sujeito a plantões noturnos e chamadas a qualquer hora, proibido o exercício de outras atividades, os “bicos”, exceto as de ensino e de difusão cultural.

    As polícias civis e militares são historicamente mal pagas desde sua criação, após a chegada da Família Real ao Rio de Janeiro, em 1808, quando o príncipe Dom João instituiu a PMERJ e a Intendência Geral de Polícia, hoje PCERJ.

    Após a profissionalização da Polícia Civil paulista, em 23 de dezembro de 1905, pelo presidente do Estado Jorge Tibiriçá Piratininga, autoridades policiais e agentes passaram a receber vencimentos e vantagens idênticas aos magistrados, promotores, médicos, professores, e, na mesma proporção, seus subalternos. Em Campinas, professores do Culto à Ciência e da Escola Normal ganhavam igual a eles. Durante os governos militares (1964-1969) esses índices salariais foram mantidos.

    Com a redemocratização, os governadores do PMDB, Montoro, Quércia e Fleury Filho, seguiram, incrivelmente, a política salarial de Maluf. O último deles terminou seu governo recompensando salarialmente os quadros da PM e da PCESP.

    A partir de Mario Covas, sucedido por Alckmin, Serra e, novamente, Alckmin, os integrantes das duas polícias sofreram retaliação salarial por parte do primeiro e do terceiro, sabidamente perseguidos pelo DOPS, com apoio da então Força Pública, atual PM, submetidas aos governos-fantoches de Laudo Natel, Paulo Egidio e Maluf.

    Alckmin, apesar dos gramsciasnos releases de sua assessoria de imprensa, continuou o arrocho contra a PM e a Polícia Civil, cujos atuais integrantes eram crianças e adolescentes nos Anos de Chumbo, portanto inocentes dos excessos praticados pelos órgãos repressivos de então..

    No que concerne ao atual status salarial da Polícia Civil, o governo, tentando minimizar baixos vencimentos, e falta de pessoal,extinguiu as 5ª e 4ª classes de todas as carreiras, promovendo, artificialmente, servidores para a 3ª. Com o aumento da base da pirâmide, classes subalternas aproximaram-se, perigosamente, do topo, com sérios reflexos sobre a hierarquia e a disciplina. A diferença de remuneração provocou o achatamento do topo, que ainda sofre mais descontos, já que não pode ganhar acima do teto do governador, olimpicamente despreocupado em ter aumento …

    Artifícios contábeis ajudaram Alckmin a implantar fracassada política de bônus por produtividade, à semelhança do abono de permanência, extorno previdenciário que mantém em serviço interessados até a idade-limite para aposentadoria compulsória, hoje de 75 anos, conhecido como “abono-mata-o-velho”, penduricalhos não computados na aposentadoria..

    Há pouco, José Serra conseguiu que policiais civis se aposentem aos 75 anos, criando uma polícia de macróbios. No Hemisfério Norte, ao contrário,policiais aposentam-se, compulsoriamente, após 20 ou 25 anos, com paridade e integralidade. Na verdade, é preciso dar mais vencimentos e folgas aos policiais, contratando mais recursos humanos para uma força de 40.000 cargos que, atualmente, trabalha no volume morto, beirando o útil, com falta de 1/3 de pessoal.

    Ao invés de revalorizar o RETP, dando mais descanso aos homens da lei, uma vez que o serviço policial é atividade insalubre, Alckmin compra folgas, higiênicas, de seres estressadíssimos, nervosos, que trabalham no limite e em péssimas condições ambientais. Esquece-se dos crescentes pedidos de exoneração, licenças para tratamento de saúde, inclusive alcoolismo e drogadicção, licenças-prêmio, suicídios, mortes em serviço e fora dele, além de maciças demissões por corrupção, da qual nem mesmo a Corregedoria Geral da Polícia Civil escapou, recentemente.

    Sugiro ao governador, médico anestesista, que, cumprindo a Constituição Federal, também faça um curso rápido de higiene e segurança do trabalho, revogando os Dejem e Dejec, revalorizando, por lei complementar, o RETP como parcela única, não tributável.

    Carlos Alberto Marchi de Queiroz é professor de direito e membro da Academia Campinense

  40. SR. ” Antigão fodido e mal pago , BOM DIA !, MEU AMIGO ESSA TRANQUEIRA QUANDO DO PRIMEIRO ACESSO NESSE SITE, JÁ VEIO PAGAR DE RIQUINHO, MAIS DEUS O PROTEJA E NÃO ME DESAMPARE. AGORA O QUE EU FIQUEI, VOCÊ FICARIA E TODOS OS POLICIAIS CIVIS DE SÃO PAULO TAMBÉM FICARIAM “PUTOS” COM ESSE “NADA”, ACONTECE QUE ESSE INEXISTENTE VEIO MENOSPREZAR E AFRONTAR VELHOS E DIGNOS POLICIAIS. AGORA SE ELE É UM INCOMPETENTE CONTUMAZ QUE, NEM SEQUE O 1° QUINQUÊNIO NÃO SUPORTOU, ISSO É PROBLEMA EXCLUSIVAMENTE DELE. DEIXA ESSE LIXÃO FALAR O QUE ELE BEM ENTENDER, POIS O TROCO ELE TERÁ À ALTURA. UM GRANDE ABRAÇO….

  41. Muito bom o texto acima.
    Vi na mídia o Governador e o prefeito sendo hostilizados na saída da catedral da Sé. A coisa ta esquentando… não vejo quais serão os precedentes destes manifestos empetrados contra os governos federal estadual e municipal, mas percebo que estes governantes estão ficando meio amarelos diante da população e da mídia.

    Como Agente Policial estou cansado, mal pago, e trabalhando por determinação de portarias ( DGP 30, e DECAP 03/13) com responsabilidades e obrigações de escrivão e investigador, mas ganhando como NíVEL FUNDAMENTAL, mesmo com a conquista de ter o concurso para provimento do cargo exigir nível médio.

    Aproximadamente existem 2500 agentes policiais na ativa todos trabalhando com total desvio de função, mas sem nenhum reconhecimento$$$ pelas atuais atribuições, apenas atribuíram novas funções para os agentes e não nos deram nem um centavo a mais. ONERARIA MUITO POUCO O ESTADO RESOLVER ESTE PROBLEMA.

    Esta situação coloca os AGENTES POLICIAIS numa total falta de DIGNIDADE.
    Dizem que o secretário da SSP é constitucionalista, mas ao que se pode perceber ele não sabe dar DIGNIDADE aos que comanda. EM ESPECIAL AOS AGENTES POLICIAIS.

    REAJUSTE SALÁRIAL
    REESTRUTURAÇÃO

    AUMENTO DO AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO
    PAGAMENTO DO GAT PARA TODAS AS CARREIRAS
    QUINQUÊNIO E SEXTA PARTE SOBRE TODA A PARTE TRIBUTÁVEL DA REMUNERAÇÃO

    DELEGADO
    ESCRIVÃO ( % AGENTES POLICIAIS, CARCEREIROS, TODOS AGETEL)
    INVESTIGADOR (% AGENTES POLICIAIS, CARCEREIROS)
    PAPILOSCOPISTA
    AUXILIAR ADMINISTRATIVO
    ESTAGIÁRIOS DE DIREITO (FAZENDO b.o)

  42. AGENTE POLICIAL

    CONCURSO NÍVEL MÉDIO, SALÁRIO NÍVEL FUNDAMENTAL, ATRIBUIÇÕES NÍVEL SUPERIOR.

    ME AJUDA AÍ…
    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

  43. Sem demagogia, vocês acham que o Lula é o único político “suspeito” de corrupção. Vejam as suspeitas que recaem o deputado Capez, promotor de justiça, os que se acham acima de qualquer suspeita.

  44. o negocio é fazer uma investigação profunda …..
    ai chegara se a conclusão que este modelo politico é muito corrúpto….. é um circulo vicioso..
    desde os tempos do império …..

    a saida sera promover uma grande ANISTIA . geral e irrestrita…..
    igual a feita com os militares da época do militarismo…..

    após a ANISTIA , um novo CÓDIGO PENAL , onde estes safados politicos que queiram continuar aprontando e roubando … serão condenados a 30 ANOS…. APOS DEVOLVER TUDO O QUE ROUBOU AOS COFRES PÚBLICOS….
    pois se não devolverem …. serão FUZILADOS EM PRAÇA PÚBLICA……

  45. SÓ EXISTE UM CAMINHO PARA A TRANSFORMAÇÃO DE UM NOVO PAIS…..

    1- teremos que dar uma anistia ampla geral e irrestrita …

    a todos os politicos , envolvidos em roubalheira , do dinheiro público….

    2- DEPOIS DISSO , TEMOS QUE FAZER UMA REFORMA RÍGIDA NO CÓDIGO PENAL…

    VAGABUNDO QUE FOR PROVADO ENVOLVIMENTO EM ATOS DE CORRUPÇÃO , PEGARA PENA DE 30 ANOS EM REGIME FECHADO….. APÓS DEVOLVER TUDO O QUE ROUBOU A NAÇÃO….

  46. E QUEM NÃO DEVOLVER O QUE ROUBOU?????????????????????????????????

    RESPOSTA= SERA FUZILADO EM PRAÇA PÚBLICA.

  47. O VAGABUNDO , FUNCIONÁRIO PÚBLICO LADRÃO E ( POLITICO ) TERA DUAS ESCOLHA :::::

    1) -ROUBAR ,,,,,,, E DEPOIS DE SER PEGO, VAI PEGAR 30 ANOS FECHADINHO. PONTA A PONTA…
    ( SE DEVOLVER O DINDIN ROUBADO ) ..

    2)- ROUBAR , E DEPOIS DE SER PEGO, NÃO DEVOLVE NADA…
    MAS SERA FUZILADO EM PRAÇA PÚBLICA…. E FAZER A FAMILIA DELE PAGAR A BALA…………..

  48. QUERO VER SE TIVERMOS UM CÓDIGO PENAL RIGOROSO ASSIM CONTRA , ROUBALHEIRA NO DINHEIRO PÚBLICO.. IRA APARECER ALGUM MACHO PARA SE ENVOLVER EM TRAMBICAGENS NO SERVIÇO PÚBLICO…
    SEJA , EM QUALQUER ORGÃO… E PRINCIPALMENTE AOS POLITICOS …QUE ISSO SERVIRIA DE LIÇÃO ……

  49. COM UM CÓDIGO ASSIM OS VERMELHOS DO PLANALTO TOMARIAM VERGONHA NA CARA….

    E SERIAM TODOS HONESTOS……………..

  50. Um homem que há pelo menos dois anos vem sendo investigado por toda a Polícia Federal, todo o Ministério Publico, pelo primeiro poder no Brasil (globo, veja, folha, estadão, o globo, época, etc) e até agora não conseguiram fazer uma denúncia contra ele, ou é honesto ou é o cara mesmo. Será que os que o acusam conseguiram ter a vida revirada como a dele e sair imune?

  51. Realmente, isso ocorrerá enquanto os Genuinos e Zés da vida permanecerem de boca lacrada, laranja serve prá isso mesmo!

    C.A.

  52. Daí um tempo, o mesmo Judiciário que mudou as regras para impedimento apenas para beneficiar a companheira transferindo para o senado o poder da decisão, encontrará umas brechinha legal, uma unificação de pena e….BINGO!!!
    Ói nóis na rua traveiz!!!
    O mesmo que desqualificou a “formação de quadrilha”!!!
    Nosso governo é muito bom para correr atrás de General sexagenário, caquético, mas se esquece que a “lei não retroage se não for em beneficio do réu”, não teve a mesma competência nos ultimos 13 anos para investigar e apontar as falcatruas dos antecessores proximo passado!
    É um jogo de cartas marcadas, no caso dos militares, a tal comissão serve apenas para promover indenizações para cumpanheiros oprimidos por coisa pouca, só justiçamento, expropiação…etc…coisinhas sem importância!
    E vamos em frente, meu Brasil varonil!!!

    é o que penso

    C.A.

  53. para pensar disse:
    26/01/2016 ÀS 23:11
    Um homem que há pelo menos dois anos vem sendo investigado por toda a Polícia Federal, todo o Ministério Publico, pelo primeiro poder no Brasil (globo, veja, folha, estadão, o globo, época, etc) e até agora não conseguiram fazer uma denúncia contra ele, ou é honesto ou é o cara mesmo. Será que os que o acusam conseguiram ter a vida revirada como a dele e sair imune?
    .
    imune?… NÃO, mas impune.

  54. KW

    Qual homem? Esse PILANTRA DE MARCA MAIOR que “não viu” o mensalão?

  55. TEMOS O HOMEM MAIS HONESTO DO MUNDO…
    .
    LULA 9 DEDOS…
    .
    ESSE É O CARA…
    .
    MAS E A DILMA ? AH !!
    .
    ELA É A MULHER MAIS HONESTA DO MUNDO…
    ,
    É ISSO.. O CASAL DE HONESTOS SEM IGUAL QUE ESTÁ AFUNDANDO O PAÍS…
    .
    É ISSO !

  56. Valdir de Souza disse:
    27/01/2016 ÀS 13:45
    KW

    Qual homem? Esse PILANTRA DE MARCA MAIOR que “não viu” o mensalão?
    .
    Esse deveria estar na cadeia e estaria se aqui fosse um país sério.
    .

  57. SR. VALDIR DE SOUZA , RAPAZ !, ” AÍ QUE SAUDADES DO PAU DE ARARA “, S.M.J., ERA “VAPT E VUPT “. ,E AJUDEM AI Ó !…

  58. RAPAZ !, S.M.J., JÁ PASSOU DA HORA DESSE “JAPORONGO” DA P.F., DAR UMAS VOLTAS LÁ PRAS BANDAS DE S.B.CAMPO. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  59. VALTÃO, RAPAZ ! ESSE “NIPON” DA FEDERAL IRÁ ASSUSTAR MUITOS CORRUPTOS DURANTE OS FESTEJOS CARNAVALESCOS. POIS S.M.J.,TEM ” NEGUINHO” QUE IRÁ AO BAILE COM O “C” QUE NÃO PASSA NEM UM FIO DE CABELO. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  60. VIJE GENTE !, OLHA AÍ O “ISHI”, CORRE ! SENÃO VAMOS VER O SOL NASCER QUADRADO. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  61. Com relação a Dejec, há algum tempo muitos comentaram que a carreira de delegado estava acabando com a Polícia Civil. Existiram várias críticas, agora lhes pergunto, quem vai editar a portaria, não é a DGP então, não é o delegado geral?

  62. RAPAZ, SEI NÃO !, MAIS S.M.J., ESSE TAL DE “ISHI” ESTÁ “SEQUINHO” PARA PEGAR O CONTERRÂNEO BARBUDÃO. E, ME AJUDEM AÍ Ó !….

  63. GENTE !, S.M.J., PRETENDEMOS SABER E TENTAR ENTENDER O QUE DE FATO ESTA ACONTECENDO. RAPAZ !, SÃO UNS PAPOS DE ” VENDA DE JÁ TÃO, COMPRAS DE FAZENDAS DE BOIS, TRI-PLEX, SÍTIOS ” E OUTROS. RAPAZ ! DEUS PROJETA O CONTERRÂNEO BARBUDÃO E NÃO ME DESAMPARE. MAIS, EU BATENDO MÁQUINAS DURANTE TRINTA E SETE ANOS NA EGRÉGIA P.C/SP, NÃO SOBROU NEM UM ” GAROTINHO”. SÓ QUE TEM UM DETALHE, SE O “ISHI” APORTAR NO MEU BARRACO, ELE GANHARA É QUEM GANHARÁ A PULSEIRA, AGORA, AQUI NÃO !. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  64. ASSASSINATO DE CELSO DANIEL

    Fonte: jorgeroriz.com.br

    O assassinato do prefeito Celso Daniel, coordenador da eleição de Lula em 2002.

    Em março de 2003, logo após assumir a Presidência da República, Lula recebeu em sua casa, em São Bernardo do Campo (SP), Mara Gabrilli. Durante 20 minutos, o presidente ouviu um relato que misturava chantagem e extorsão contra os donos da empresa de ônibus Expresso Guarará, pertencente à família de Mara Gabrilli. Para prestar serviços em Santo
    André (SP), cidade vizinha de São Bernardo do Campo, os proprietários da Expresso Guarará eram obrigados a pagar propina à Prefeitura do PT. Palavras de Mara Gabrilli:
    – Contei como era o esquema, quem cobrava a propina, e como a Prefeitura tirou a licença para a empresa da minha família operar algumas linhas, em represália ao fato de meu pai não ter dado propina a partir de certo momento.
    Mara Gabrilli não deixou dúvidas. Indicou para Lula os responsáveis pelo esquema de corrupção: o secretário de Serviços Municipais, Klinger Luiz de Oliveira (PT), o empresário Ronan Maria Pinto e o ex-segurança do prefeito Celso Daniel (PT), Sérgio Gomes da Silva, o “Sombra”.
    – Eu falei ao presidente sobre o pagamento da caixinha que meu pai era obrigado a fazer a cada dia 30. E falei da retaliação imposta à empresa desde que eu e minha irmã, Rosângela, denunciamos o fato ao Ministério Público.
    Ao denunciar a corrupção em Santo André à CPI dos Bingos, em 2005, Rosângela Gabrilli afirmou que os donos de empresas de ônibus na cidade eram pressionados a contribuir para o caixa 2 do PT desde 1997, durante a segunda gestão do prefeito Celso Daniel. Cabia ao Expresso Guarará o repasse de R$ 40 mil mensais, em dinheiro vivo. Do depoimento de Rosângela:
    – Os achaques eram feitos com intimidação e ameaça. Diziam que o Klinger tinha sempre um revólver preso na canela. Isso constrangia muito. E ele lembrava a cada momento: “Com o poder não se brinca, o poder tudo pode”.
    Antes de sair do apartamento de Lula, Mara Gabrilli ouviu o presidente dizer que tomaria providências e lhe daria uma resposta. Não foi o que aconteceu:
    – Ocorreu justamente o contrário. Klinger soube, reclamou, e dias depois uma comissão de sindicância da Prefeitura se instalou na nossa empresa.
    Celso Daniel foi sequestrado em 18 de janeiro de 2002, no início do ano que terminaria com a eleição do presidente da República. Celso Daniel era coordenador de campanha de Lula. O corpo do então prefeito foi achado dois dias depois. Os assassinos o torturaram antes de matá-lo, provavelmente para obter os números das senhas das contas secretas em paraísos fiscais no exterior onde, possivelmente, ele guardava dinheiro para a campanha do PT.
    O médico João Francisco Daniel, irmão do prefeito morto, contou sobre a conversa que teve com Gilberto Carvalho (PT-SP), secretário de Governo de Celso Daniel, após a missa de sétimo dia, em 26 de janeiro de 2002. Importante ressaltar que, um ano depois, ao assu mir o cargo de mais alto mandatário da nação, Lula nomeou Carvalho para o posto estratégico
    de chefe de gabinete do presidente. Lula levou-o de Santo André para Brasília.
    Depois da missa de sétimo dia, Gilberto Carvalho esteve na casa de João Francisco Daniel e, emocionado, fez uma confissão que pediu para ser mantida em sigilo. Admitiu que, durante a administração Celso Daniel, entregou dinheiro repassado por empresas que mantinham contratos com a Prefeitura, diretamente para o presidente nacional do PT, deputado
    José Dirceu (SP). Declaração do médico João Francisco Daniel:
    – Achei estranho Carvalho me contar isso, mas ele contou. Contou três vezes. Falou que, com muito medo, pegava seu Corsa preto e ia até São Paulo entregar o dinheiro para o então deputado José Dirceu.
    Cerca de dez dias depois, Gilberto Carvalho voltou ao assunto com João Francisco Daniel, quando se queixou de Sérgio Gomes da Silva, o “Sombra”, o ex-segurança de Celso Daniel acusado de ser o mandante da morte:
    – O Gilberto disse que o Sérgio era muito violento, que constrangia os empresários colocando revólver na mesa quando ia conversar com eles.
    Na terceira conversa, Gilberto Carvalho admitiu ter levado, de uma só vez, R$ 1,2 milhão a José Dirceu. Para João Francisco Daniel, Celso Daniel autorizara o esquema de corrupção, mas com a finalidade de dar dinheiro ao PT. E resolvera rompê-lo ao descobrir que parte substancial da propina acabava nas mãos de Sombra, Klinger Luiz de Oliveira e Ronan Maria Pinto.
    – Quando ele ficou sabendo que esse grupo estava enriquecendo de maneira estratosférica, ele realmente tentou brecar aquele tipo de coisa.
    Uma das funções de Celso Daniel, como coordenador da campanha de Lula, era arrecadar fundos para as despesas com a eleição. O “grupo” de Santo André, porém, teria decidido pôr as mãos no dinheiro. Por isso o prefeito teria sido torturado. Queriam informações sobre o paradeiro do caixa 2. Em seguida o eliminaram. João Francisco Daniel expôs o irmão ao
    Ministério Público:
    – Não tive saída. Infelizmente, ele montou um caixa 2 em Santo André, para as campanhas do PT.
    De fato, duas testemunhas revelaram ao Ministério Público as evidências de que Celso Daniel participava do esquema. Uma empregada doméstica que trabalhou para o então prefeito viu, oito meses antes do assassinato, três sacolas plásticas de supermercado, num canto da lavanderia do apartamento. As sacolas estavam abarrotadas de maços de dinheiro,
    preso por elásticos, em notas de R$ 10, R$ 50 e R$ 100, tudo sob um lençol branco.
    O outro depoimento é de um garçom do restaurante Baby Beef, de Santo André, frequentado por Celso Daniel, Sombra, Klinger Luiz de Oliveira e Ronan Maria Pinto. Os quatro tinham o costume de sentar em volta da mesma mesa. O garçom viu Ronan, empresário do setor de transportes e de coleta de lixo, tirar da bolsa um maço de dinheiro e entregá-lo a
    Klinger. Vereador e secretário de Celso Daniel, Klinger Luiz de Oliveira tratou de esconder a soma sob o guardanapo, para que ninguém visse o que era. Em outra ocasião, o mesmo garçom reparou uma mulher chegar ao restaurante para entregar uma sacola cheia de dinheiro a Ronan Maria Pinto.

    Declaração do promotor Roberto Wider Filho:
    – Esses depoimentos mostram que Celso Daniel tinha envolvimento com o esquema de corrupção. A presença de notas de R$ 10 é um indicativo de que os recursos podem ter origem no esquema de caixinha de ônibus.
    Para o Ministério Público, o esquema começou a implodir quando Celso Daniel descobriu que a propina não vinha irrigando os cofres do PT, como o prefeito desejava, mas morria nas mãos de Sombra, Klinger e Ronan.
    Do promotor Roberto Wider Filho:
    – Ele foi eliminado porque se opôs ao esquema ao verificar que o dinheiro estava sendo direcionado para os integrantes da quadrilha, e não mais para as campanhas eleitorais de seu partido.
    Outro irmão do prefeito morto, Bruno Daniel, depôs à CPI dos Bingos:
    – Há evidências de que existia na Prefeitura de Santo André um esquema de arrecadação para o PT. Suponho que Celso enveredou naquilo como um mal necessário para viabilizar as atividades do partido, e lamentavelmente deu no que deu. O que possivelmente aconteceu é que parcelas desses recursos começaram a ser destinadas para outras finalidades,
    razão pela qual Celso resolveu alterar a situação e esta pode ter sido a motivação do crime.
    Bruno Daniel criticou o ex-deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP), designado pelo PT, com aval de Lula, para acompanhar o caso. Luiz Eduardo Greenhalgh defendia a tese de que o assassinato havia sido crime comum, sem vinculação com a política. O irmão Bruno
    Daniel não concordava:
    – O povo de nossa cidade não aceita as explicações dadas até o momento, porque são superficiais e contraditórias para um crime que desde o início se revelou complexo. Falamos com outros membros do PT esperando trazer elementos para elucidar o caso. E o que posso afirmar é que poucas pessoas dentro do partido contribuíram para isso.
    Sérgio Gomes da Silva, o “Sombra”, ocupou papel central no caso Celso Daniel. Era pessoa de inteira confiança do prefeito. Exerceu a função de motorista e segurança particular de Celso Daniel. Ocupou cargo em comissão no gabinete do prefeito. Quando Celso Daniel foi deputado, nomeou Sombra como seu assessor parlamentar. Sombra era muito próximo.
    O ex-motorista enriqueceu. Na noite do sequestro, Celso Daniel jantara com Sombra no sofisticado restaurante Rubayat, na zona sul de São Paulo. Os dois foram para lá no luxuoso automóvel Pajero de propriedade de Sombra. O carro foi abordado de forma suspeita na volta a Santo André, tarde da noite.
    Apesar da experiência como segurança particular e de estar no comando de um veículo blindado, Sombra alegou problemas mecânicos que o levaram a diminuir a velocidade e a parar. Não ficou claro tampouco por que a trava da porta ao lado de Celso Daniel abriu, expondo o prefeito aos criminosos.
    Os promotores suspeitam de que Sombra conhecia um dos acusados de atacar o prefeito.
    Falou-se até de um suposto pagamento de US$ 40 mil. Teria sido feito ali mesmo, na cena do crime, aos homens supostamente contratados para fazer o sequestro.
    Um morador testemunha da ação dos criminosos, que agiram na região dos “três tombos”, na zona sul de São Paulo, relatou que arrancaram Celso Daniel “como um animal” da Pajero. Enquanto isso, Sombra teria mantido atitude passiva e demonstrado “aparente cumplicidade”.
    Uma mulher passava pelo local na hora do sequestro. Celso Daniel ainda estava dentro do veículo, com a cabeça encostada no vidro. Ela viu Sombra fora da Pajero, com ar de tranquilidade, falando ao telefone.
    Se já não houvesse a intenção de matar o prefeito, é possível que Celso Daniel tenha percebido, durante a ação dos criminosos, o envolvimento do “amigo” com os sequestradores. A solução seria eliminá-lo.
    Antes de ser morto o prefeito foi barbaramente torturado. Num crime comum de sequestro, a vítima geralmente é poupada. A sua boa integridade física é condição para o pagamento do resgate. Celso Daniel foi torturado para que fornecesse informações aos criminosos. Declaração do perito criminal Carlos Delmonte Printes, que examinou o corpo de Celso Daniel:
    – É absolutamente excepcional a ocorrência de morte em casos de sequestro-relâmpago.
    Com relação ao sequestro convencional, nunca examinei um caso em que houvesse ritual de tortura, crueldade e desproporcionalidade que verifiquei no exame do corpo do prefeito.
    Como evidências da tortura, o perito criminal apontou a expressão de terror na face, queimaduras nas costas e lesões no corpo, provocadas por estilhaços de balas disparadas perto da vítima, com a finalidade de amedrontá-la. Para matá-lo, alvejaram-no oito vezes, diretamente no rosto, tórax, pernas e mãos.
    O médico legista Paulo Vasques também viu o corpo de Celso Daniel. Confirmou a prática de tortura antes do assassinato. Referiu-se a marcas de coronhadas na cabeça e à rigidez muscular decorrente da tensão nervosa. Informou que o prefeito vestia outra calça quando o corpo foi encontrado, pois o traje não apresentava as marcas de tiro existentes no corpo dele.
    Sérgio Sombra chegou a ficar oito meses na prisão, acusado de ser o mandante do crime.
    O STF (Supremo Tribunal Federal), por decisão do ministro Nelson Jobim, determinou a sua libertação. O mesmo Nelson Jobim impediu investigações sobre o envolvimento de José Dirceu com a corrupção em Santo André. Em seu segundo mandato como presidente da República, Lula nomeou Nelson Jobim (PMDB-RS) ministro da Defesa.
    Na hora de dar explicações à CPI dos Bingos, Sérgio Sombra irritou os senadores. Insistia não saber por que a porta do carro blindado se abriu:
    – A porta abriu de repente, do lado do Celso, não sei como.
    Ao ser questionado sobre quatro depósitos bancários descobertos em sua conta, num total de R$ 40 mil, todos feitos por Luiz Alberto Gabrilli, proprietário da Expresso Guarará, Sombra saiu-se assim:
    – Acho que ele se enganou, pode ter feito pagamento cruzado, por engano.
    De acordo com o Ministério Público, empresários que mantinham contratos com a administração de Santo André eram forçados a entregar dinheiro vivo ao esquema, todos os meses. Durante uma época, por algum desarranjo na organização criminosa, a propina foi depositada diretamente na conta bancária de Sérgio Sombra. Ficou o rastro. Ainda na CPI, Sombra tentou explicar uma transferência bancária de Luiz Alberto Gabrilli, feita em 1997:
    – Tinha vários depósitos para receber por serviços de segurança que prestei. Esse dinheiro, só fiquei sabendo agora que havia sido depositado por ele na minha conta. Não sei como foi parar na minha conta.
    A Polícia Civil de São Paulo não responsabilizou nenhum dos atores políticos suspeitos de envolvimento no assassinato de Celso Daniel. O caso intrigou também pelas mortes violentas de seis pessoas que testemunharam ou estiveram, por algum momento, nas cenas do crime.
    Entre os mortos, o garçom Antonio Palácio de Oliveira, que serviu Celso Daniel e Sérgio Sombra no restaurante Rubayat, pouco antes do sequestro. Ele chegou a receber um depósito bancário misterioso, no valor de R$ 60 mil, antes de morrer. Mas dois homens o perseguiram em sua motocicleta. Durante a fuga perdeu o controle, bateu num poste e perdeu a vida.
    O homem que presenciou a morte do garçom e contou à polícia o que viu, também foi morto. Paulo Henrique Brito levou um tiro nas costas.
    Investigações chegaram a apontar ligações de amizade entre Sombra e Dionísio de Aquino Severo, que teria namorado a ex-mulher de Sombra. Dionísio Severo, acusado de envolvimento no sequestro, foi resgatado de helicóptero de um presídio, de forma espetacular, dois dias antes
    do sequestro. Depois do crime, recapturado, o mataram numa cadeia em Guarulhos (SP).
    Intrigante também a morte do investigador de polícia Otávio Mercier, que conversou com Dionísio Severo um dia antes da fuga do presídio. Foi alvejado por homens que tentavam entrar em sua casa.
    Manoel Sérgio Estevam, o “Sérgio Orelha”, abrigou Dionísio Severo em seu apartamento, logo após a morte do prefeito. Foi assassinado com vários tiros.
    Por fim, morreu o homem que chamou a polícia ao achar o corpo de Celso Daniel, jogado em uma estrada de terra em Juquitiba (SP). Assassinaram Iran Moraes Redua com dois tiros.
    Quatro anos depois da morte de Celso Daniel, a família do economista Bruno Daniel, irmão do prefeito assassinado, foi obrigada a deixar o País. Partiu às escondidas para Paris, onde o governo da França a recebeu como perseguida política no Brasil. Bruno Daniel, a mulher e os três filhos do casal, moradores de Santo André, não suportaram as ameaças de morte que se seguiram ao depoimento de Bruno, no qual ele acusou José Dirceu e Gilberto Carvalho de envolvimento no esquema montado por Celso Daniel.
    Em abril de 2006, o Ministério Público abriu inquérito para investigar o ex-ministro e ex-deputado José Dirceu, acusado de se beneficiar do dinheiro desviado em Santo André.
    Gilberto Carvalho também foi objeto de investigação. Apesar disso, Lula o manteve na posição estratégica de chefe de gabinete do presidente da República.
    José Dirceu e Gilberto Carvalho foram citados por crimes de formação de quadrilha, receptação e lavagem de dinheiro. O Ministério Público também anunciou investigação sobre a origem de R$ 500 mil supostamente repassados pelo PT ao advogado Aristides Junqueira, que foi contratado para defender o PT no caso Celso Daniel.
    O Ministério Público acabou denunciando Sérgio Gomes da Silva, o “Sombra”, Klinger Luiz de Oliveira, Ronan Maria Pinto e Maurício Mindrisz, que ocupou o cargo de superintendente da Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental) em Santo André. Todos foram acusados por crimes de formação de quadrilha, fraude e dispensa ilegal de licitação.
    Conforme a denúncia, os quatro, em parceria, atuavam com o prefeito Celso Daniel para desviar recursos públicos. Formavam “quadrilha organizada estável”, com o objetivo de “cumprir como meta estabelecida um mega-esquema de corrupção”.
    Para os promotores, Sombra, mesmo sem ocupar cargo na Prefeitura, exercia grande influência na administração municipal. O esquema favorecia Ronan Maria Pinto, dono de empresas de transporte e de coleta de lixo, que mantinham contratos com o governo municipal.
    Uma dessas empresas, a Rotedali, foi contratada 12 vezes para executar serviços de limpeza, varrição e manutenção de aterro sanitário, em transações que envolveram cerca de R$ 50 milhões. Parte do dinheiro teria alimentado o caixa 2 do PT. Dos 12 contratos, dez foram celebrados sem licitação. A Justiça e o Tribunal de Contas do Estado contestaram cinco deles.
    Sombra foi sócio de Ronan em negócios com empresas de ônibus em Fortaleza e Cuiabá.
    Trecho da denúncia dos promotores Roberto Wider Filho, Amaro José Thomé Filho e Adriana Ribeiro Soares de Morais:
    “Sérgio, aproveitando-se de seu prestígio junto à administração, idealizou com Daniel a formação da sociedade delinquente e era um dos destinatários dos recursos ilícitos. Foi tesoureiro da campanha eleitoral de 1996. Arrecadou diretamente parte do dinheiro, que foi depositado na sua conta corrente.”
    No início do segundo mandato de Lula, em 2007, o Ministério Público pediu o bloqueio de bens do PT e de Gilberto Carvalho, no montante de R$ 5,3 milhões. O valor correspondia à estimativa de dinheiro desviado pelo esquema de corrupção na área de transporte público em Santo André. A ação civil pública também denunciou Sérgio Gomes da Silva, Klinger
    Luiz de Oliveira, Ronan Maria Pinto e vários empresários. Da denúncia:
    “Formaram uma quadrilha determinada a arrecadar recursos através de achaques a empresários, bem como através de desvio de dinheiro dos cofres públicos municipais, conforme outras denúncias já ajuizadas, relativas a contratos de obras públicas e de coleta e destinação final de lixo, ambas recebidas judicialmente”. Outro trecho da denúncia:
    “Todos os recursos auferidos pela quadrilha, na concepção do finado prefeito Celso Daniel, deveriam financiar campanhas eleitorais do PT, tanto em âmbito municipal e regional quanto em âmbito nacional. O dinheiro amealhado era, em parte, separado e entregue a Gilberto Carvalho, que o transportava, em seu veículo particular, ao escritório de José Dirceu, que
    recebia os recursos ilícitos em espécie, na qualidade de presidente do PT, para o financiamento de campanhas do interesse daquela agremiação.”
    Em 9 de fevereiro de 2006, prestou depoimento ao Ministério Público o ex-secretário de Habitação de Mauá (SP), Altivo Ovando Júnior. Mauá, na Grande São Paulo, é vizinha de Santo André. A cidade foi governada pelo prefeito Oswaldo Dias (PT) de 1997 a 2000, período em que Altivo Ovando Júnior exerceu o cargo de secretário. Ele narrou fatos ocorridos
    durante a campanha de Lula a presidente da República, em 1998. Do depoimento:
    “O declarante se recorda de que, no pleito de 1998, Lula compareceu no gabinete do prefeito de Mauá, oportunidade em que, utilizando termos chulos, cobrou de Oswaldo Dias maior arrecadação de propina em favor do PT.”
    A frase de Altino Ovando Júnior sobre o pedido de Lula:
    “Ele dizia: ‘Pô, Oswaldão, tem que arrecadar mais. Faz que nem o Celso Daniel em Santo André. Você quer que a gente ganhe a eleição como?”

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s