1. Essa é a merda de uma instituição sem independência e com os chefes dos chefes com rabo preso com Deus e todo mundo por causa da corrupção endêmica.

    ESPERO UM DIA VER UMA NOTÍCIA aqui DE que “UM DELEGADO ACIONOU O CNJ POR CAUSA DE ALGUM ERRO GRAVE DE UM JUIZ OU DO PESSOAL DE CARTÓRIO É OLHA QUE EU JÁ VI O PESSOAL DO JUDICIÁRIO FAZER CADA CAGADA.”

  2. E aquele juiz que virou desembargador que cometeu um monte de crime contra o delegado plantonista. Que fim levou aquele inquérito alguém sabe? Eu seu que é o judiciário que está presidindo o IP mas mesmo assim alguém sabe se aquele magistrado pelo menos sofreu uma advertência? kkkkkkkkk Policial honesto que não tem rabo preso aqui na civil e que resolve peitar autoridade se fode….kkkk Por causa do rabo preso dos outros….kkkkkk

  3. O tira abordou um motorista em Araçatuba. O tira teve que fazer um disparo para o alto. Foram para a dp.O motorista havia bebido e não quis fazer o etilometro.Bo contra o cara e a corro autuou o tira por disparo, motivo do Juiz acertadamente ter relaxado o flagrante da corro.Essa a história. Abraços Dr Guerra.Força.

  4. Calango do Nordeste disse:
    06/03/2016 ÀS 17:57
    Mas ié e o Quico?

    Seu merda se não lhe interessa o post poupe-nos de sua ignorância.
    Amanhã pode ser você o injustiçado seu bosta.
    Temos que admitir, se esse Calango do Nordeste (FDP) merda for policial, realmente a média do nível intelectual dos policiais tá uma vergonha…

  5. http://m.folhadaregiao.com.br/Noticias.php?codigo=397127

    Sexta-feira – 04/03/2016 – 19h06

    Juiz relaxa flagrante a policial civil e quer explicações da corregedoria

    Márcio Bracioli

    Tweet WhatsApp

    Atualização: 20h02 de 04/03/2016

    Dayse Maria/Folha da Região – 01/03/2016

    Juiz relaxa flagrante a policial civil e quer explicações da corregedoria

    Carro do microempresário envolvido na discussão; ele estaria embriagado e com a CNH vencida

    O juiz da 3ª Vara Criminal de Araçatuba, Emerson Sumariva Júnior, suspendeu a prisão em flagrante do policial civil que disparou arma de fogo durante discussão de trânsito, na terça-feira (4), no Jardim Icaraí. Ele também acionou a corregedoria da Polícia Civil devido a possível crime de prevaricação, quando funcionário público retarda ou deixa de cumprir sua função.

    Leia também:
    Policial civil dispara arma durante briga de trânsito na Pompeu

    Segundo Sumariva, o outro envolvido na briga, um microempresário de 39 anos, estaria embriagado e com a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) vencida. Desta forma, ele deveria ter sido autuado pelos dois crimes, o que não ocorreu. Policiais militares confirmaram a suspeita de embriaguez no depoimento que deram na delegacia, afirmando ainda que o microempresário se recusou a fazer teste do bafômetro.

    ‘FECHADO’
    A Folha da Região teve acesso ao boletim de ocorrência do caso, que informa que o policial civil afirmou que foi “fechado” várias vezes pelo outro condutor, que parou na esquina da rua Tupinambás. O policial disse ainda que o rapaz desceu e foi na direção dele.

    Neste momento ele sacou a arma, identificou-se e ordenou que o microempresário parasse. Como não foi atendido, disparou, sentido ao canteiro central, como alerta. A namorada do policial, que trabalha na Polícia Científica, acionou a PM, pedindo apoio.

    FLAGRANTE
    Após a chegada da PM, uma equipe da corregedoria da Polícia Civil foi chamada, levando todos os envolvidos e testemunhas para a delegacia. No BO consta que a CNH do microempresário está vencida desde 3 de agosto de 2014 e que ele teria feito teste clínico de embriaguez, que deu negativo. PMs ouvidos, no entanto, afirmam que ele apresentava sinais de estar embriagado e teria rejeitado passar pelo bafômetro. O policial civil realizou o teste, que deu negativo.

    O agente foi preso em flagrante pela delegada corregedora, que arbitrou fiança de R$ 1 mil, que foi paga. Sumariva, no entanto, determinou que o valor da fiança seja devolvido ao policial e que a delegada responsável pela prisão seja intimada para explicar a razão pela qual teria deixado de autuar o outro envolvido.

    SEM COMENTÁRIOS
    O delegado titular da 10ª Corregedoria Auxiliar de Araçatuba, Benildo da Rocha Souza Júnior, afirmou que a delegacia não pode comentar processos em andamento. A reportagem pediu esclarecimentos para a Secretaria de Segurança Pública sobre a atitude da delegada, mas não obteve resposta até a conclusão desta reportagem

  6. PARABÉNS PELA ATITUDE DESSE JUIZ, E PELAS ATITUDES DOS PMS NA OCORRÊNCIA, AMBOS DEMONSTRARAM ELEVADO NÍVEL DE PROFISSIONALISMO, PORÉM ME RECUSO A DAR OPINIÕES QUANTO AS ATITUDES DOS EXCELÊNCIAS DA CORREGEDORIA.
    ESPERO QUE AGORA O PC AUTUADO POSSA ENTRA COM AS DEVIDAS AÇÕES REPARADORAS CONTRA O ESTADO, E CONTRA AS PESSOAS QUE FIZERA A LAMBANÇA.

  7. A Polícia Civil funciona exatamente como foi descrito na reportagem.

    Já vi diversas vezes policial civil ser autuado por disparo de arma de fogo… quer ser também? basta ir parar em algum plantão, local em que, logo em seguida, será encaminhado para a corregedoria e lá irá se ferrar, estando certo ou não.

  8. Esse caso merece sim toda a atenção e sinceridade da justiça,
    agora aquele outro onde o tira da corregepol/civil espancou o comerciante de tapete, esse tem é que se fuder.

    Não devemos esquecer que o tira compareceu no local a pedido direto de um amigo advogado. (serviço extra)

  9. Excelente matéria, quando nos identificamos temos que ser respeitados como policiais, mesmo que essa nossa pulicinha(delegados) não pensem assim.
    Força ao colega, que ao invés de achar guarida em nossa própria instituição, teve que ser defendido pelo judiciário, vergonha total.

  10. Horário de almoço disse:
    06/03/2016 ÀS 18:19
    E aquele juiz que virou desembargador que cometeu um monte de crime contra o delegado plantonista. Que fim levou aquele inquérito alguém sabe? Eu seu que é o judiciário que está presidindo o IP mas mesmo assim alguém sabe se aquele magistrado pelo menos sofreu uma advertência? kkkkkkkkk Policial honesto que não tem rabo preso aqui na civil e que resolve peitar autoridade se fode….kkkk Por causa do rabo preso dos outros….kkkkkk

    Meu Caro “Horário de almoço”, conheço, mas não tenho amizade nem nunca tive qualquer contato pessoal com o mencionado “juiz que virou desembargador”. Todavia, como conheço o caso em que ele se envolveu, se Vc me permitir posso esclarecer-lhe o seguinte: em primeiro lugar, ao que consta, ele não cometeu “um monte de crime contra o delegado plantonista”. Esse tal juiz (hoje desembargador) teria, ao que parece alcoolizado ou embriagado, se envolvido em uma discussão de trânsito nas proximidades da delegacia. E com o tumulto formado, o delegado teria saído da delegacia e se dirigido aos envolvidos, certamente objetivando resolver o impasse. No entanto, não se sabe exatamente porquê, o juiz teria, em tese, “injuriado” e “desacatado” o delegado, que, TOTALMENTE DESPREPARADO PARA O EXERCÍCIO DE SEU CARGO E FUNÇÕES, ignorou a LOMAN (Lei Orgânica da Magistratura Nacional – que é complementar à constituição) e “deu voz de prisão” ao juiz, quando o tal LC o impedia de fazê-lo, vez que os magistrados e membros do MP só podem ser presos e autuados em flagrante delito por crimes punidos com pena de reclusão em seu mínimo superiores a 2 anos.
    Em razão disso, o delegado, que estava em estágio probatório, foi exonerado de seu cargo (claro, pois demonstrou não estar preparado para aquelas honrosas funções). Já o juiz, hoje desembargador, respondeu perante o TJ/SP e o resultado, por ser segredo de justiça, conforme lhe garante a lei, não é de meu conhecimento.

  11. Alguém se lembra quando o Maguila tomou um tiro no pé?
    Foi em uma situação semelhante.
    Quem em sã consciência deixaria o Maguila chegar a 1 metro de distância?
    Força ao colega pela atitude, coisa que muitos não tem.

  12. No caso aqui do Post, o juiz parece ter feito uma boa “média”, mas sinceramente não me convenceu quanto ao acerto de sua decisão.

  13. Eu sempre digo, mas ninguém quer aprender! Nunca, jamais, em nenhum momento diga que é policial. Esse “puliça” começou perdendo a parada ao dizê-lo. Se você sacou a arma fora do trampo, diga alto e em bom tom: É O CRIME!!!
    Com essas palavras, já era, todo mundo vai embora. Arrisco a dizer que, se chegar a policia, a outra parte vai dizer que tudo esta bem e que não sabe a marca nem o modelo de seu carro.

  14. Vamos esclarecer alguns pontos. Esse comerciante ” honesto” Navid Rasolifard respondeu a uma ação penal por contrabando, só que foi absolvido por falta de provas (http://www2.trf4.gov.br/trf4/processos/visualizar_documento_gedpro.php?local=trf4&documento=7635507&hash=8093bb9b15d4feb458e2135d027f0d76). Os outros envolvidos, João do Rosário Gonçalves e Dirceu Luciani Brasílio foram condenados. O mais interessante disso tudo foi que o comerciante “honesto” era o dono do negócio (Perspolis Tapetes Persa – Navid Rasolifard Saysan – ME). Passado alguns anos, num belo dia, o policial civil Camilo Leonel, CLASSE ESPECIAL, solicitou nota fiscal de produto vendido, o qual o comerciante entregou um papel sulfite a4 impresso, alegando ser a nota fiscal do produto porém sem entregar a nota fiscal de entrada para comprovar a origem lícita do produto vendido. O policial civil, classe especial, então decidiu levar o comerciante à delegacia, o qual se negou a obedecer a ordem legal. Daí o resto todo mundo já sabe. E o mais interessante disso tudo é que em 15 anos, de micro empresário e réu por contrabando, tornou-se um grande empresário com residência no Jardim Paulista e proprietário de uma loja de tapetes na avenida Brasil, região nobre de São Paulo. E o mais interessante disso tudo é que a empresa Trabiz Collection (MRS Comércio de Tapetes) possui capital social de R$ 15.000,00, apesar de cada tapete vendido na loja, no caso, custar R$ 5.000,00. Por tudo isso, preferiram crucificar o investigador de polícia, CLASSE ESPECIAL, Camilo Leonel, por ele exercer o papel que a legislação impõe à polícia judiciária que é agir sempre que esteja ocorrendo algum crime. Mais de 30 anos de carreira jogada no lixo por causa de um comerciante “honesto”. Moral da história: Policial bandido, comerciante honesto.

  15. Vamos esclarecer alguns pontos. Esse comerciante ” honesto” Navid Rasolifard respondeu a uma ação penal por contrabando, só que foi absolvido por falta de provas (http://www2.trf4.gov.br/trf4/processos/visualizar_documento_gedpro.php?local=trf4&documento=7635507&hash=8093bb9b15d4feb458e2135d027f0d76). Os outros envolvidos, João do Rosário Gonçalves e Dirceu Luciani Brasílio foram condenados. O mais interessante disso tudo foi que o comerciante “honesto” era o dono do negócio (Perspolis Tapetes Persa – Navid Rasolifard Saysan – ME). Passado alguns anos, num belo dia, o policial civil Camilo Leonel, CLASSE ESPECIAL, solicitou nota fiscal de produto vendido, o qual o comerciante entregou um papel sulfite a4 impresso, alegando ser a nota fiscal do produto porém sem entregar a nota fiscal de entrada para comprovar a origem lícita do produto vendido. O policial civil, classe especial, então decidiu levar o comerciante à delegacia, o qual se negou a obedecer a ordem legal. Daí o resto todo mundo já sabe. E o mais interessante disso tudo é que em 15 anos, de micro empresário e réu por contrabando, tornou-se um grande empresário com residência no Jardim Paulista e proprietário de uma loja de tapetes na avenida Brasil, região nobre de São Paulo. E o mais interessante disso tudo é que a empresa Trabiz Collection (MRS Comércio de Tapetes) possui capital social de R$ 15.000,00, apesar de cada tapete vendido na loja, no caso, custar R$ 5.000,00. Por tudo isso, preferiram crucificar o investigador de polícia, CLASSE ESPECIAL, Camilo Leonel, por ele exercer o papel que a legislação impõe à polícia judiciária que é agir sempre que esteja ocorrendo algum crime. Mais de 30 anos de carreira jogada no lixo por causa de um comerciante “honesto”. Moral da história: Policial bandido, comerciante honesto.

  16. Vamos esclarecer alguns pontos. Esse comerciante ” honesto” Navid Rasolifard respondeu a uma ação penal por contrabando, só que foi absolvido por falta de provas (http://www2.trf4.gov.br/trf4/processos/visualizar_documento_gedpro.php?local=trf4&documento=7635507&hash=8093bb9b15d4feb458e2135d027f0d76). Os outros envolvidos, João do Rosário Gonçalves e Dirceu Luciani Brasílio foram condenados. O mais interessante disso tudo foi que o comerciante “honesto” era o dono do negócio (Perspolis Tapetes Persa – Navid Rasolifard Saysan – ME). Passado alguns anos, num belo dia, o policial civil Camilo Leonel, CLASSE ESPECIAL, solicitou nota fiscal de produto vendido, o qual o comerciante entregou um papel sulfite a4 impresso, alegando ser a nota fiscal do produto porém sem entregar a nota fiscal de entrada para comprovar a origem lícita do produto vendido. O policial civil, classe especial, então decidiu levar o comerciante à delegacia, o qual se negou a obedecer a ordem legal. Daí o resto todo mundo já sabe. E o mais interessante disso tudo é que em 15 anos, de micro empresário e réu por contrabando, tornou-se um grande empresário com residência no Jardim Paulista e proprietário de uma loja de tapetes na avenida Brasil, região nobre de São Paulo. E o mais interessante disso tudo é que a empresa Trabiz Collection (MRS Comércio de Tapetes) possui capital social de R$ 15.000,00, apesar de cada tapete vendido na loja, no caso, custar R$ 5.000,00. Por tudo isso, preferiram crucificar o investigador de polícia, CLASSE ESPECIAL, Camilo Leonel, por ele exercer o papel que a legislação impõe à polícia judiciária que é agir sempre que esteja ocorrendo algum crime. Mais de 30 anos de carreira jogada no lixo por causa de um comerciante “honesto”. Moral da história: Policial bandido, comerciante honesto.

  17. E o mais interessante disso tudo é que a empresa Trabiz Collection (MRS Comércio de Tapetes) possui capital social de R$ 15.000,00, apesar de cada tapete vendido na loja, no caso, custar R$ 5.000,00.

  18. o policial civil Camilo Leonel, CLASSE ESPECIAL, solicitou nota fiscal de produto vendido, o qual o comerciante entregou um papel sulfite a4 impresso, alegando ser a nota fiscal do produto porém sem entregar a nota fiscal de entrada para comprovar a origem lícita do produto vendido. O policial civil, classe especial, então decidiu levar o comerciante à delegacia, o qual se negou a obedecer a ordem legal. Daí o resto todo mundo já sabe.

  19. Por tudo isso, preferiram crucificar o investigador de polícia, CLASSE ESPECIAL, Camilo Leonel, por ele exercer o papel que a legislação impõe à polícia judiciária que é agir sempre que esteja ocorrendo algum crime. Mais de 30 anos de carreira jogada no lixo por causa de um comerciante “honesto”. Moral da história: Policial “bandido”, comerciante “honesto”.

  20. Eu Trabalho no Decap, se eu for a uma grande loja e solicitar nota fiscal, sofrerei represálias, uma vez que a competência é do DPPC. E Não adianta dizerem o contrário, porque vocês sabem que majura nenhum vai segurar.

  21. Hoje esse comerciante honesto mora no Jardim Paulista e tem uma loja enorme na avenida Brasil e o policial “bandido” corre o risco de perder a sua aposentadoria. PQP!

  22. Estaríamos diante, em tese, de crimes de sonegação fiscal, lavagem e ocultação de bens e valores. Quiçá crime contra o sistema financeiro, falsidade ideológica, contrabando e por aí vai. Mas quem sou eu para dizer alguma coisa. Cada macaco no seu galho.

  23. Perai! Tão tentando amenizar a ação do pilicial, e desqualificar o comerciante? Vamos falar da situação em si, o policial agiu de maneira totalmente despreparada…. Constrangeu o comerciante, agrediu, abusou da autoridade….. Em troca do quê? Totalmente despreparado, sem condições d usar progressivamente a força. Esse policial não tem preparo psicológico e físico para ser policial.

  24. Entendi Ipitanga. Se fosse uma velha gorda e feia pedindo socorro tudo bem. Agora por ser uma gostosona… mmmm…. aí não né. Gostosona tem que se ferrar. Se você após se identificar como policial der uma ordem legal a uma pessoa e ela se negar a obedecer você deixaria pra lá? Por acaso o comerciante honesto precisou fazer corpo de delito? Teve que ser internado em algum hospital? Quebrou algum dedo, costela? Ficou com a cara roxa de tantos socos? O investigador de polícia só deu um susto no honesto pra ver se ele obedecia a ordem. Viu que não surtiu efeito, chamou reforço. Se fosse a PM provavelmente o cara estaria todo quebrado, ou não.

  25. Eu não tenho culpa colocaram um post com apenas uma frase não sabia que o juiz tinha tomado a decisão correta e ficado ao lado do policial e contra a delegada. Aliás essa autoridade policial foi totalmente parcial. Eu sou um dos que mais critico a polícia civil só que dessa dessa vez o agente policial foi vitima da ‘otoridade’ policial. É como disseram ai em cima INCRÍVEL UMA OUTRA INSTITUIÇÃO FORA DA POLÍCIA CORRIGIR UMA ARBITRARIEDADE PRATICADO PELA PRÓPRIA INSTITUIÇÃO POLICIAL CONTRA UM DE SEUS MEMBROS.

  26. Ah é é? Esta pedindo explicação a nossa casa censora, devido a um policial, ter efetuado disparos de arma de fogo em via pública, apenas para testar sua arma, e com o estupro da Escrivã de Polícia por dois delegados de polícia a qual foi demitida a bem do serviço público ninguém se lembra mais né? Faça-me o favor.

  27. O problema do policial hoje em dia é achar que todos os cidadãos são iguais. Tá cheio de malandro e malandra querer fuder o poliça não pq não gosta de polícia mas pelo simples prazer de fuder alguém de ve-lo com bo na corro de ve-lo perder o emprego. Principalmente o zé povinho que não conquista nada na vida e quer ver vc se fuder junto com ele.

  28. O Investigador de Policia classe especial Camilo Leonel foi um lixo como chefe da 2a delegacia de homicidios, foi um lixo como chefe da DOP, foi um lixo como chefe do GOE e continuou sendo um lixo novamente na corregedoria; a policia fica muito melhor sem ele.

  29. Caramba. Se ele foi CHEFE da 2a delegacia de homicídios, se ele foi CHEFE da DOP, se ele foi CHEFE do GOE, e é um lixo, o que você dirá dos delegados que colocaram ele lá? E a CLASSE ESPECIAL que ele recebeu por merecimento. Quem deu é o que? Os delegados estão todos errados e você é o certo? Parabéns Delegado Geral!

  30. Eu gostaria de fazer uma observação: enfia a “Classe Especial” no cu.

  31. Sobre o episódio do Leonel; abusou sim da autoride lhe conferida, atendeu um caso particular e tentou argumentar q estava de passagem, agrediu o comerciante, e para fechar com chave de ouro a lambança: tripudiou do comerciante fazendo um afago em sua cabeça, humilhando-o. E a pose de superior e deboche do policial? Se não ocorrer uma punição exemplar vai ser a prova mais cabal que nossa casa censora só funciona a seu bel prazer $$$$$$$$$$$.

  32. Camilo e Cebola podem dar as mãos: dois lixos! O primeiro aprontou essa papagaida: se fodeu! O segundo “desargolou” do porpetone e, agora, cheio de inimigos, vai ter que dedurar seus recolhas amestrados: Paraíba, Seboso e Cunhado. Os dois tramparam no DH. Dois lixos!

  33. Que ridículo, isso demonstra que o policial não deve trabalhar, nem andar armado, porque se fizer alguma prisão, ou defender alguém pode ser preso e ainda tem que pagar para sair da cadeia, essa é a polícia que esse governo inepto e letárgico quer.

  34. Para ponto explicou tudo. Estão querendo transformar traficantes, bandidos, contrabandistas em vítimas heróis e policiais em bandidos corruptos. Se o policial não puder utilizar da força para fazer cumprir a lei, principalmente quando o bandido recusar a obedecer a ordem legal, estaremos todos perdidos.

  35. Mas é o policial civil que não presta. Parabéns seus traíras.

  36. Inversão de valores total. Extinção Já!
    Mais nem a polícia militar está tão arbitrária. E olha que o regime é militar.
    Isto é o resultado da desunião da Polícia Civil. Carreira única ou extinção.
    Vejam o que faz a união de uma instituição de carreira única:
    GCM, ganhando mais do que policiais civis.
    Agentes Penitenciários, andam de Hilux, salário inicial igual de Agente Policial, se aposentam como Diretor de Presídio salário igual de Delegado.
    PM, andam de Hilux, Soldado 2 classe salário inicial igual de Carcereiro e Agente Policial, Soldado 1 classe ganham igual de Investigador quando Cabo o salário se equipara totalmente. Plano de carreira, Soldados com 35 anos disputam concurso de Oficial com civil de até 26 anos, ou seja, o Soldado tem um conhecimento melhor do que um civil. PMs ganham R$ 1.000,00 a mais no salário pra trabalhar em carceragem dos fóruns. Quanto ganha um Agente ou Investigador nas carceragem dos DPs?
    Carreira única e valorização entre nós.

  37. Meu caro Camilo, até na argumentação você demonstra sua conhecida infantilidade. Não sou DGP, graças a mim que jamais o seria; porque se fosse p estudar mesmo não o faria p ser delegado. No mais, o que infelizmente não falta na PC é delegado equivocado e nisso o Dr Osmar que te deu as primeiras asas foi mestre. Boa sorte no judiciário.!

  38. Tão tentando legalizar a ação desastrosa do policial em tela? Não, não foi legítima, houve sim abuso de autoridade, constrangimento ilegal, agressão e uso desproporcional da força. O correto não era nem ir, pq conhecia a cidadã, noaximo ter chamado o goe, e ter levado as partes à Dp. Sempre defendo o policial civil, inclusive em várias situações qUE ele se excede, mas essa não tem o que defender. O policial não cumpriu com seus deveres legais, não se comportou como um agente do estado, e sim como um louco usando as vestes de policial.

  39. Bom, parece que o próprio Camilo resolveu comentar aqui. Mas não adianta argumentar, fato número 1: policial de férias usando viatura. Fato número 2: piscadinha de farol. Sem mais, meritíssimo.

  40. Muito bem. Se uma vítima pedir socorro na rua digam a ela: preciso preencher um formulário em 5 vias solicitando autorização ao delegado titular, delegado da corregedoria, delegado geral, secretário de segurança e o Dr. Guerra do Flit paralisante a fim de receber a devida autorização para agir. Se a vítima disser: mas você não é policial? Diga: Sou, porém podem desconfiar da minha conduta e abrir um processo administrativo contra mim. Preciso ligar para o GOE pois eles são policiais de verdade. Eu sou só na carteirinha. Se a vítima afirmar que conforme Lei LEI No 8.035, DE 27 DE ABRIL DE 1990 cabe prisão em flagrante no caso de crime contra a economia popular ou crime de sonegação fiscal e se o policial não agir estaria prevaricando. Daí meu caro, finja de louco e saia correndo.

  41. E cuidado para não encostar no pisca pisca. Podem achar que você está comendo a vítima. Não esqueça de avisar todo mundo que quando você está de férias deixa de ser policia civil.

  42. “que bosta! disse:
    06/03/2016 ÀS 21:25”

    Ri muito aqui! kkkk
    Pior que é a real.

    A minha cara andar pelas tabelas, entre a noite e o dia, sem confiar em ninguém, do presidente ao terminal no leito. Afora o risco do trabalho, não vou em fria, não faço nada errado e nem-to-aqui e nem-to-ali.
    Sempre engolindo sapos, mas, na deixa para ver o que ocorre aos maus e às suas dores. Elas vêm.
    Não dou a minha pela do outro; a bronca é de cada um; fez cagada: limpe ou seja punido.
    Não me chame, não me peça, nem lembre de mim.
    Para ser policial e ficar manjado como policial, o sujeito tem que ser mais liso do que bagre ensaboado, vaselinadíssimo.
    Quanto mais esquecido, melhor.
    Está mais para terminar a carreira, aposentado e sem temor de piça, do que para ser escudo de cadeira, título de manchete e chamada de TV.
    Sabe lá a amarração nos tribunais da vida.
    Com 1,5 t de coca tem “relax” de prisão pelo togado; pensa eu, pensa você, o amanhã o que pode ser.
    Poder e ganância.
    Num mundo em que todos querem ter razão, por mais desarrazoável que seja a ideia, o conceito e o ato.
    Quem vai para a fritura e ser mais um dentre o número de punidos pelos ‘mocinhos’ da vez?

  43. Senhores

    Antecipadamente, me desculpo pela acidez do comentário a seguir:
    Em todas as carreiras profissionais há pessoas ruins, médico que estupra paciente sedada, enfermeiro que abusa de paciente, bancário que dá golpe financeiro, o portugues da padaria que te engana no peso, o açougueiro que deixa de retirar as pelancas e o exagero de gordura e te cobra como se fosse carne, a gasolina batidinha, o banco que te cobra taxas e taxas, a seguradora, os POLITICOS e outros mil para não alongar…
    ENTÃO POR QUAL MOTIVO TODO MUNDO SÓ LEMBRA DE DIZER QUE A POLICIA É CORRUPTA E VIOLENTA?
    1º- É CORRUPTA, POIS OUTRO CORRUPTO PAGA A PROPINA
    2º- É VIOLENTA, POIS NOSSA SOCIEDADE É VIOLENTA, E A POLICIA VEM DELA…
    3º- A P O L I C I A P R E N D E….

    DEU PRÁ ENTENDER OU PRECISA DESENHAR?

    C.A.

  44. A cada dia que passa, mais percebo que aos olhos da sociedade o CERTO transformou-se em ERRADO, o ladrão virou heroi e o mocinho bandido, que triste fim!

    C.A.

  45. BÔNUS , BÔNUS , BÔNUS , KD MEU BÔNUS, PAGUEM O QUE ME DEVEM CAMBADA DE ESTELIOS, CORRUPTOS MALDITOS.

  46. GOVERNADOR SE COLOCA ACIMA DA CONSTITUIÇÃO, NÃO CUMPRE A LEI, NÃO DÁ REAJUSTE SALARIAL DOS POLICIAIS NA DATA BASE MAIS UMA VEZ, SÓ NOS RESTA FAZER A MESMA COISA, NÃO CUMPRINDO COM NOSSAS OBRIGAÇÕES, VAMOS FECHAR DE VEZ OS DISTRITOS NOS PERÍODOS NOTURNOS, FINAIS DE SEMANA E FERIADOS.

  47. Cada dia que passa está ficando mais difícil ser policial neste Brasil.

  48. Parem de defender o indefensável. Vamos aos fatos: policial de férias; conhecia a cidadã, agrediu o comerciante, tripudiou da situação (passando a mão na cabeça do comerciante) em uma atitude tresloucada pega o fuzil do cara do GOE. Conheço algumas pessoas que convivem com ele e diz que em seu cotidiano suas atitudes não são muito diferentes.

  49. Quem é policial civil sabe que nem todos que chegam a uma classe superior por merecimento, são tão merecedores há pessoas que estão em locais ótimos para trabalhar que nunca tiraram Plantão no. 50, 63, 67,68,72,49,92,102,54,55,10,11,62, e tantas outras DP do DEMACRO, daí o policial vai fazer um curso na academia e vem o expert em polícia falar que trabalhou um ano no Plantão do 15 º DP, a PC é injusta defende vagabundo, cagueta e apadrinhados no geral qtos delegados com menos de dez anos já são 1 ou 2ª classe, eu conheço uns três.

  50. Graças ao MP, um “coleguinha” não me f udeu, inclusive, tomou uma invertida.

  51. Quantos malas já foram na Corregedoria denunciar e sairam pela porta da frente, com tapete vermelho , mesmo sendo procurados pela justiça?

  52. Vixi…quantos malas, procurados pela justiça acabam de sair da dp com o bo em maos, e vai ao Ptempo tirar a 2@ via de rg? Mandado antigo….

    Mesma coisa procurados que são abordados pela pm e vao ao Ptempo.

  53. Sr. Ronaldo TOVANI, o Juiz Sumariva é um homem integro, e não precisa fazer média com ninguém. Em cidades interioranas, como Araçatuba, está cheio de microempresário com ramificações na política e na segurança, e o policial que deve ser apenas um “restopol” foi abandonado pelos “delegados” e agora o JUIZ exige explicações da excelentíssima Dra. Delegado de Polícia.

  54. Putz, então na visão de muitos aqui o tira tinha que mijar para o cidadão e até levar uns tapas.
    A partir do momento em que o tira se identificou como policial o cidadão tinha que ficar pianinho, mas não, ai ele cresceu….
    Com certeza tinha platéia por perto, e o cidadão com CNH vencida, e exalando odor etílico ficou machão.
    Errou em atirar, tinha e que encher de porrada, socar um desacato no rabo desse cara.

  55. “o policial civil Camilo Leonel, CLASSE ESPECIAL, solicitou nota fiscal de produto vendido, o qual o comerciante entregou um papel sulfite a4 impresso, alegando ser a nota fiscal do produto porém sem entregar a nota fiscal de entrada para comprovar a origem lícita do produto vendido. O policial civil, classe especial, então decidiu levar o comerciante à delegacia, o qual se negou a obedecer a ordem legal. Daí o resto todo mundo já sabe.” PERAÍ… então só pq o cara supostamente não deu nota fiscal, isso justifica as ilegalidades? DANFE E NF-E SÃO UM PAPEL A4 IMPRESSO, UÉ! UM ERRO NÃO JUSTIFICA O OUTRO, mas vamos lá: 1)ANDANDO SOZINHO EM VTR CARACTERIZADA 2)ESTANDO DE FÉRIAS NO PAPEL 3)SEM COLETE 4)FAZENDO SERVIÇO DE “COBRANÇA” PARA PARTICULAR, NO CASO A MOÇA OU O ADVOGADO DELA 5)SE SOLICITOU APOIO COMUNICANDO UM ROUBO EM ANDAMENTO, FALSA COMUNICAÇÃO DE CRIME 6)AMEAÇOU, AGREDIU E HUMILHOU O COMERCIANTE, PODENDO CONFIGURAR CRIME DE TORTURA 7)COAGIU TESTEMUNHAS 8)DESTRUIU EVIDENCIAS QUE PODERIAM O INCRIMINAR, SENDO QUE SE TIVESSE AGIDO CORRETAMENTE, OS VÍDEOS SERIAM PROVAS EM FAVOR DO POLICIAL. 9)MENTIU SOBRE OS FATOS AO PRESTAR DEPOIMENTO, ALEGANDO “ESTAR PASSANDO NA RUA” QUANDO FOI INTERPELADO PELA MULHER “VÍTIMA”. E MAIS OUTROS DETALHES. Agora, bêbado dirigindo, ainda mais esses ARROMBADOS METIDOS A EMPRESÁRIOS QUE SE ACHAM DONO DO MUNDO, cnh vencida e o KCT, esse tem que se fuder mesmo.

  56. Para o Fred Flintstone:

    Acorda cara, acabou aquela história, do cara só pelo fato de ser policial, o cidadão tem que “mijar”, se atualize!!!!!!!!, hoje pelo fato de ser agente do Estado, principalmente policial, este está em desvantagem na situação, já era amendontrar as pessoas comuns em situações do cotidiano, só pelo fato de ser policial, olha o que deu com o Camilo…hahahahah acorda!!!!!! porra!!!!! 2016.

  57. “Caramba. Se ele foi CHEFE da 2a delegacia de homicídios, se ele foi CHEFE da DOP, se ele foi CHEFE do GOE, e é um lixo, o que você dirá dos delegados que colocaram ele lá? E a CLASSE ESPECIAL que ele recebeu por merecimento. ” O MAIS ENGRAÇADO É QUE AO TENTAR DEFENDER, FICA CLARA A VERDADE. Se ele era chefe e era lixo, quem o colocou lá… e classe especial por merecimento, ah tá, taí uma coisa que nunca vi até hoje. Ter sido chefe desses lugares e ser classe especial só DEMONSTRA CLARAMENTE que tipo de policial esse indivíduo é.

  58. ONU denunciará Brasil pela trunculência e crueldade da sua Policia Militar. Essa corporação de homicidas deve ser extinta o mais rápido possível! disse:

    Gustavo Maia/UOL

    A Organização das Nações Unidas (ONU) denunciará nesta terça-feira (8) a impunidade que predomina nos crimes cometidos pela polícia e por agentes de segurança no Brasil. Em informe que será apresentado ao Conselho de Direitos Humanos do órgão, o relator Juan Mendez alertará que os homicídios de autoria de forças de ordem são “ocorrências regulares”.

    Procurado, o Ministério da Justiça não quis comentar a denúncia por considerar que os policiais respondem aos governos estaduais.

    “Os casos de agentes de segurança que cometem abusos contra prisioneiros ou detidos não são investigados de maneira significativa e tais autores raramente são levados à Justiça”, diz Mendez. “Nenhum mecanismo independente de investigação existe para impedir que esses casos sejam arquivados.”

    O relator afirma que a impunidade que vigora no Brasil “contribui para o aumento dos crimes violentos”. Ele relata que os suspeitos tentam resistir à prisão pois sabem que serão torturados. Em muitos casos, diz, esses mesmos prisioneiros tentam se vingar da tortura que sofreram ao deixar a cadeia. “A espiral da violência criminal é exacerbada pela impunidade que prevalece.”

    Mendez deixa claro que os casos de crimes cometidos pela polícia não são pontuais, mas sim “regulares”. Usando dados nacionais, a ONU indica que, em média, seis pessoas morreram por dia no Brasil em 2013 em operações policiais. “Na vasta maioria dos casos de uso excessivo de força, a polícia indica resistência à prisão seguida por morte, o que evita levar os autores diante de uma corte”, diz.

    De acordo com a ONU, em 220 investigações, somente uma delas resultou em condenação. Por isso a organização pede o fim da classificação de “autos de resistência”.

    Mendez destaca que a taxa de mortes nas prisões é “muita alta”. Com base em dados do Infopen, sistema de informações estatísticas das penitenciárias, o relator aponta que foram registradas, na primeira metade de 2014, 545 mortes – sendo cerca de metade intencional -, o que resulta em uma taxa de 167,5 para cada 100 mil pessoas por ano.

    ‘Tratamento cruel’
    O informe também ataca a situação das prisões brasileiras. “As condições de detenção são equivalentes a um tratamento cruel, desumano e degradante”, diz o relator.

    Mendez cita como exemplo a visita que fez à Penitenciária de Pedrinhas, no Maranhão. “As unidades estão superlotadas e prisioneiros ficam de 22 a 23 horas por dia fechados em suas celas. Visitas ocorrem em condições humilhantes. A presença de guardas fortemente armados também poderia ‘levar à uma nova rodada de mortes’.”

    Segundo a ONU, o Brasil tem a quarta maior população carcerária do mundo, com 711 mil pessoas. Há 30 anos eram 60 mil. Mendez pede que o governo brasileiro foque em reduzir a população carcerária. Para isso, sugere medidas alternativas, mas ressalta que abrir mão de penas contra a violência doméstica não é o caminho. As informações são do jornal “O Estado de S. Paulo”.

  59. art. 62 – São deveres do policial civil:
    II – Ser leal às instituições;
    XIV – ser leal para com os companheiros de trabalho com eles cooperar e manter espírito de solidariedade;
    XVII – manter discrição sobre os assuntos da repartição e, especialmente, sobre despachos, decisões e providências.

    art.63 – das transgressões disciplinares:
    XXI – deixar de identificar-se, quando solicitado ou quando as circunstâncias o exigirem;
    XXII – divulgar ou proporcionar a divulgação, sem autorização da autoridade competente, através da imprensa escrita, falada ou televisada, de fato ocorrido na repartição;
    XXIII – promover manifestação contra atos da administração ou movimentos de apreço ou desapreço a qualquer autoridade;
    XXIV – referir-se de modo depreciativo as autoridades e a atos da administração pública, qualquer que seja o meio empregado para esse fim;
    XXVI – tecer comentários que possam gerar descréditos da instituição policial;
    XXXIV – tratar o superior hierárquico, subordinado ou colega sem o devido respeito ou deferência;
    XLVI – criar animosidade, velada ou ostensivamente, entre subalternos e superiores ou entre colegas, ou indispô-los de qualquer forma;

    art 75 – Será aplicada a pena de demissão a bem do serviço público, nos casos de:
    III – revelar dolosamente segredos de que tenha conhecimento em razão do cargo ou função, com prejuízo para o Estado ou particulares;

  60. O Guerra é o conde de monte cristo que renasceu das cinzas para destruir os seus inimigos que o expulsaram da policia civil. Aqui parece o muro das lamentações onde os frustrados vem aqui afogar as suas magoas. Este vulgo jornal flit paralisante não informa, desinforma. Denigre a imagem da polícia civil. A notícia do policial civil que agiu para defender cidadãos e por conseguinte teve a filha baleada o guerra não publica. O policial civil que foi morto em combate ele não informa. As dezenas de vítimas que são salvas ou libertas do cativeiro pelos policiais ele não informa. Tem tanta denúncia de corrupção aqui, porém ele não coloca nem o link do Ministério Público para que sejam feitas as denúncias (ouvidoria@mpsp.mp.br) (http://www.mpsp.mp.br/portal/page/portal/GEDEC/Denuncia). Porém as merdas que acontecem na policia civil, que acontece em qualquer outra instituição ele coloca como notícia de capa. Após 24 anos de carreira como delegado de polícia não ter o mínimo de consideração com a instituição; valeu a sua expulsão. Foi merecida.

  61. O dono deste jornal é o conde de monte cristo que renasceu das cinzas para destruir os seus inimigos que o expulsaram da policia civil. Aqui parece o muro das lamentações onde os frustrados vem aqui afogar as suas magoas. Este vulgo jornal flit paralisante não informa, desinforma. Denigre a imagem da polícia civil. A notícia do policial civil que agiu para defender cidadãos e por conseguinte teve a filha baleada o guerra não publica. O policial civil que foi morto em combate ele não informa. As dezenas de vítimas que são salvas ou libertas do cativeiro pelos policiais ele não informa. Tem tanta denúncia de corrupção aqui, porém ele não coloca nem o link do Ministério Público para que sejam feitas as denúncias (ouvidoria@mpsp.mp.br) (http://www.mpsp.mp.br/portal/page/portal/GEDEC/Denuncia). Porém as merdas que acontecem na policia civil, que acontece em qualquer outra instituição ele coloca como notícia de capa. Após 24 anos de carreira como delegado de polícia não ter o mínimo de consideração com a instituição; valeu a sua expulsão. Foi merecida.

  62. O dono deste jornal é o conde de monte cristo que renasceu das cinzas para destruir os seus inimigos que o expulsaram da policia civil. Aqui parece o muro das lamentações onde os frustrados vem aqui afogar as suas magoas. Este vulgo jornal flit paralisante não informa, desinforma. Denigre a imagem da polícia civil.

  63. O dono deste jornal é o conde de monte cristo que renasceu das cinzar para destruir os seus inimigos que o expulsaram da polícia civil. Aqui parece o muro das lamentações onde os frustrados vêm aqui afogar as mágoas. Este vulgo jornal não informa, desinforma. Denigre a imagem da polícia civil.

  64. O d ono deste jo rnal é o c onde de m onte c risto que r enasceu das c inzas para d estruir os seus i nimigos que o e xpulsaram da policia civil. Aqui p arece o m uro das l amentações onde os f rustrados vem aqui a fogar as suas m agoas. Este v ulgo j não i nforma, d esinforma. Den igre a i magem da polícia civil.

  65. A n otícia do policial civil que agiu para defender cidadãos e por conseguinte teve a filha baleada o g uerra não p ublica. O policial civil que foi morto em combate ele não i nforma. As dezenas de vítimas que são salvas ou libertas do cativeiro pelos policiais ele não i nforma. Tem tanta d enúncia de c orrupção aqui, porém ele não coloca nem o link do Ministério Público para que sejam feitas as d enúncias (ouvidoria@mpsp.mp.br) (http://www.mpsp.mp.br/portal/page/portal/GEDEC/Denuncia). Porém as merdas que acontecem na policia civil, que acontece em qualquer outra instituição ele coloca como n otícia de capa. Após 24 anos de carreira como d elegado de p olícia não ter o mínimo de c onsideração com a i nstituição; v aleu a sua e xpulsão. F oi m erecida.

  66. hoje em dia , não precisa nem se identificar como É O CRIME … pros cara te respeitarem..

    basta falar que é piloto de lotação da zona leste…….. mas policial jamais….. se falar os caras partem pra cima.

  67. e não é justo para este policial preso injustamente , ficarem fazendo comparações com , o CRITICADO socador do
    comerciante.

    este policial preso foi injustiçado.
    aquele outro solto…. é que ja devia estar atras das grades após o vídeo do fantastico.

  68. a PM tem que parar com esta palhaçada de ficar prendendo noias , e apresenta los como art 33…..
    por causa de 5 ou 6 pinos de droga………………

    tem que levar os patrões ………destes nóias que vendem 10 pinos para cheirar 01…….

    ja passou da hora de parar com esta palhaçada. isso é prejuizo para o estado….

    ou então não leva ninguem…..

  69. todo policial civil sabe que estes nóias que entram em flagrante levados por PMs por causa de 5 pinos ,
    vendem 10 pinos para ganhar 01 do traficante…….. ai ele cheira aquele pino e fica todo feliz…….

    e vai la no patrão e busca mais 10 pinos….. e depois de vender todos ele cheira mais um pino…….

    ai um belo dia !!!!! aparece uma VTR da PM e pega o “”” TRAFICANTÃO “”” com R$ 80.00 e mais 02 pinos.
    que sera conduzido a DP e sera apresentado ao delega , sendo acusado de trafico de intorpecentes.

    ISSO TEM QUE ACABAR.

  70. Geralmente todas decisões Judiciais a favor de policial geram desconfiança, pois policiais são e sempre serão punidos com o super máximo ultra rigor da Lei, com seu direito de defesa cerceado por seu antecedente.

    Se argumento favorável à punição exemplar for simplesmente o conhecimento e dever na aplicação da Lei, então Juízes e Promotores não teriam dispositivo diferenciado em se tratando de estado flagrancial, isto posto, em comparação sucinta e grosseira a respeito das imunidades absolutas e relativas.

    No caso em tela, de acordo com o resumo, a própria instituição se demonstrou ferina para com o policial e branda para como o outro cidadão, ao prender em flagrante um e negativar o testemunhado estado de embriaguez do outro. Talvez o legista fosse mais amigo do empresário do que do policial.

    De qualquer forma a parcialidade imperou no caso e em muitos outros casos, o que gera sempre contestação do trabalho policial e situações esclarecidas no Judiciário.

  71. Escórpio, se o “nóia” pega 10 pinos e os vende para ganhar 01 e cheirar, ele é… TRAFICANTE SEGUNDOS AS LEIS VIGENTES NESTE PAÍS!
    Ora, porque ele não deveria ser preso? Por que a PM deveria fazer vistas grossas?
    Traficante é traficantes e ponto final!!!

  72. kakakakakaka
    Esse Para Ponto e Ozoio deve ser o Camilo ou pediu para seus ”cumpadres” postarem aqui. kakakaka. Putz nem parece que é tira…

    escorpio
    vc está desinformado. A maioria das biqueiras pagam muito bem seus ”servidores”. Já prendi ”neguinho” tirando de 200 até 400 por dia. Os que ganham 400 não trampam todos os dias e os q ganham 200 em media trabalham quase todo dia.. Somando tudo esses porras ganham melhor q nós.
    Mesmo q ele venda dez pinos para conseguir cheirar um, ainda é crime de trafico pela legislação atual.
    Parece q sua visão sobre o assunto está um pouco ”intorpecida”.

  73. CADÊ O BÔNUS? NÃO CONSEGUI PAGAR ATÉ AGORA A 2º PARCELO DO IPVA DO MEU CARRINHO POPULAR… GERALDINHO DÁ UMA FORÇA MEU REI….

  74. Policial civil não pode prender sonegador nem contrabandista porque pode ser expulso da instituição, aí vem um tira reclamando do salário. A culpa é sua. O bandido não paga imposto para você receber esse salário de fome sem reajuste.

  75. Aqui só tem tira que se interessa pelos traficantes. Por que será $?$?$?$?$ Os empresários contrabandistas, sonegadores e os políticos corruptos ninguém está nem aí. É mais difícil de arrancar um j não é mesmo.

  76. Scorpio, você é um trouxa ou é um noia. Por acaso vender drogas não é tráfico??? e consumir drogas não legalizadas está permitido…seu babaca…Você deve ser um escrivão que não quer fazer BO.

Os comentários estão desativados.