A Faculdade de Direito da UNISANTOS recebe nota máxima (5) em avaliação do MEC 11

Faculdade de Direito recebe nota máxima (5) em avaliação do MEC

Campus-Boqueirão---Direito

Infraestrutura e apoio ao discente estão entre os diferenciais da Faculdade de Direito

A Faculdade de Direito da UNISANTOS recebeu a nota máxima (5) em recente avaliação do Ministério da Educação (MEC). Para fins de renovação de reconhecimento de curso, a comissão de avaliação esteve na instituição entre os dias 2 e 5 deste mês e considerou a excelência nas dimensões analisadas (organização didático-pedagógica, corpo docente e infraestrutura), com destaque para os objetivos do curso, estrutura e conteúdo curriculares, infraestrutura, titulação e experiência do corpo docente, e perfil profissional do egresso.

Entre os itens que receberam destaque pelos avaliadores, estão: Estágio Curricular Supervisionado, Atividades Complementares, TCC, Apoio ao Discente, e as Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs). Eles consideraram que os objetivos do curso de Direito apresentam excelente coerência quanto ao perfil profissional do egresso, estrutura curricular e contexto educacional. “O perfil profissional expressa de maneira excelente as competências do egresso”, destacam.

congresso-ambiental

Eventos acadêmicos e científicos são destacados para a formação profissional

Os avaliadores também registraram que a estrutura curricular implantada contempla de maneira excelente os aspectos da flexibilidade, interdisciplinaridade, compatibilidade da carga horária total e articulação da teoria com a prática. A atuação do coordenador e a sua experiência também mereceram destaque, assim como as salas de aula, biblioteca e a bibliografia (básica e complementar), além dos periódicos especializados, incluindo também as bases de dados exclusivas aos alunos da UNISANTOS.

OAB Recomenda – A Faculdade de Direito da UNISANTOS foi uma das 15 instituições comunitárias, ou seja, públicas não-estatais, de todo o Brasil, que foram reconhecidas por seu ensino de qualidade. No dia 13 de janeiro deste ano, ela recebeu, pela quarta vez, o selo de qualidade emitido pela entidade, que está na sua 5ª edição.

juizado-necrim

A Extensão, por meio de práticas jurídicas, como ocorre no Juizado Cível, também representa diferencial do curso

  1. Parabens para a UNISANTOS, mas evitem a comercialização mercantilista, que é nefasto para a educação.

  2. Hoje, vendo todos OS acontecimentos politicos, posso dizer com todas as letras, que o brasil esta dividido em segmentos contrarios. Muitas leis inocuas, existentes estao em uso sem que produzam consequencias para que FORAM criadas. Outras mesmo com sua aplicabilidade, foram desfiguradas pelas atenuantes, recursos etc. A Culpabilidade em nosso pais acabou sendo substituida pela in dubio pro reu, mesmo que OS processos estejam repletos de provas da materialidade do delito.
    O que torna obvil ao assistirmos OS acontecimentos politicos, e que criminosos aproveitam os subterfugios legais para escaparem das penalidades.
    O que nos leva a pensar sobre o que seria viavel para as leis basileiras. Foros privilegiados, seriam realmente dispositivos que cumpririam suas funcoes para que FORAM criadas ? Reducao de Pena estaria funcionando em nosso ordenamento ?
    Sao perguntas que deveriam ser levadas as instituicoes de ensino de direito. Sem a analise nao podermos dizer que uma lei tem ou NAO eficacia.

  3. Estudei nesse instituição de “excelência”, a chamada casa amarela, essa conquista está ligada a grandes professores que lá “lecionaram”
    Cesar Natale que tempos depois descobriu não ser formado em Direito, tinha um diploma falso
    Eduardo Elias, “renomado” advogado condenado por roubar um cliente idoso, chegou a dar aulas no regime de prisão domiciliar, e pasmem, nem a OAB foi cassada;
    Bento Cochrs, condenado em ultima instancia por gestão fraudulenta e desvio de recursos da Santa Casa de Santos, pasmem novamente em relação a OAB
    Tinha um deputado federal, cronista que nada de desabonador indico, porém para nota 10 podia pelo menos comparecer nas aulas, acredito que seria um bom professor
    Uma professora de vulgo “Barbie” que até diretora virou, essa até ia nas aulas, faltava apenas vontade de transmitir conhecimentos, dava a aula sentada lendo o codigo civil, após ler o artigo perguntava se alguem tinha dúvida
    Tinha um tal de cobra cuja irma era uma jararaca e que usava a sua posição de professor para fazer propaganda da deputada e galantear algumas alunas

    Não vou negar que tinham professores bons, mas a Nota Máxima eu daria se não tivessem os ruins.

  4. hoje no fantástico, infelizmente, mais reportagem que irão rotular toda PC da pior maneira.
    Algo lá da Zaki Narchi, 3ª divecar.
    estavam tentando de várias maneiras evitar (via altos contatos)

  5. Pública esse vídeo, Dr Guerra:

    Seria legal ver o comentário dos PM’s… hahahaha

  6. DANÇAS DAS CADEIRAS NO DEMACRO….TUDO DE NOVO
    RESTA SABER QUEM SAI E QUEM ENTRA …
    BIZU FORTE

  7. Caro Colega Loureiro: Hoje (24/3), pela manhã, a FEIPOL-SE (Federação dos Trabalhadores Policiais Civis da Região Sudeste – SP, MG, RJ e ES), juntamente com alguns presidentes de Sindicatos Regionais, foi recebida pelo presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores, Luiz Gonçalves, para tratar do nosso movimento em prol da reposição salarial.
    O primeiro ato público ficou marcado para o dia 26/4/2016, 11 horas, no Largo de São Francisco.
    Que todos os colegas fiquem cientes, se mobilizem e divulguem, por favor.

    Obrigado,

    Jarim Lopes Roseira, Diretor de Organização da FEIPOL-SE.

Os comentários estão desativados.