1. Um cargo com uma denominação qualquer, cujos ocupantes aglutinem melhores qualidades pessoais e instrumentos necessários em matéria de administração policial e de execução da prevenção e repressão criminal. Pode ser Inspetor, oficial ou delegado, o nome tanto faz!

  2. Embora corretíssimo, isso nunca ocorrerá principalmente pela vaidade existente no alto “clero” da PM. Eles, assim como os nossos “comandantes” nunca deixarão isso ocorrer.

  3. Por que os Delegados de repente são a favor da unificação das polícias ?

    Será que já estão prevendo que estamos em fase de extinção ???

  4. tem como melhorar o salário antes ????

    nem precisa ser um super salário tá Srs

  5. Se unificar terei que deixar de ser policial novamente!
    Ter que conviver ao lado de pm, nem morto!

  6. A Unificação seria benéfica principalmente a sociedade que contaria com um modelo mais eficiente. Além, é claro de acabar com a fogueira das vaidades que existe na Principalmente na Polícia Civil. Com a criação de um novo modelo, novos carreiras devem ser criadas. Possivelmente acabem até mesmo com a de Investigador de Policia.

  7. Guerra,
    Concordo em gênero, número é grau. Esse é o cenário ideal. Não fosse as nuances da mudança do sistema previdenciário e o tempo que me falta, estaria dentro. Hj, particularmente seria desvantajoso virar civil, mas concordo que é o ideal.
    Quanto ao outro colega que questionou o porquê dos Delegados apoiarem agora a unificação se deve única e tão somente à certeza que já se têm de que o ciclo completo será, inevitavelmente, aprovado e, com isso, a total irrelevância da figura do delegado e a turbinação, QUE JAMAIS DEVERIA OCORRER, do poder dos oficiais.
    Corto na carne mas afirmo categoricamente que 99% dos Oficiais da PM não deveriam ter em mãos tamanho poder.

  8. NUNCA A POLICIA CIVIL VAI UNIR COM A PM
    VAI TER QUE ACABAR COM UMA, E JÁ ESTA ACONTECENDO COM A POLICIA CIVIL.
    O PSDB ENTRANDO NO GOVERNO COM MICHEL TEMER, IRÁ APROVAR O PROJETO DE LEI QUE VAI CRIAR O CICLO COMPLETO PARA OS POLICIAIS MILITARES EM TODO PAIS.
    ASSIM A PC VAI APENAS TOCAR INQUERITOS, POR SINAL MUITO MAL FEITOS E SEM O ACOMPANHAMENTO DOS DELEGADOS, POIS TODOS NOS SABEMOS QUE QUEM LEVA O BARCO NAS COSTAS E OS ESCRIVÃES DE POLICIA.

  9. AGORA A ADPESP QUER UNIFICAÇÃO????

    PARA OS DELEGADOS APOIAREM A UNIFICAÇÃO, A BATATA DEVE ESTAR ASSANDO PARA O LADO DELES.

    JÁ ERA A PM VAI DOMINAR TUDO, SORTE A NOSSA (“RESTOPOL”)!!!!

  10. Mais importante do que o modelo a ser implementado é unificar. Do jeito que está não dá mais…e já não é de hoje

  11. Colegas, a oportunidade de unificar passou, tornou-se inviavel pelo seguinte:
    Quando duas multinacionais fazem uma fusão visam melhorar a logistica, produção e lucro.
    Primeiro como fica os oficiais da pm?
    Segundo como fica os delegados?
    Como fica o passivo previdênciario da pm, que tem mais de 110 mil inativos, enquanto na pc gira em torno em 6 mil
    enquanto e 1 para 1 na pm na pc e um aposentado para 5 ativos.
    A crise economica vai obrigar o estado a passar para os municipios o policiamento ostensivo, como fez com a educação e saude.
    O sistema chegou no limite orçamentario.
    Logo o estado vai ter que liberar presos porque nao tera condições de alimenta-los.

    No passado poderiamos ter unificado a policia estadual com o melhor das duas, mais o brasil perdeu o bonde da historia.

  12. Duvido que vingue, o que mais existe é vaidade no comando das duas polícias…e não existe muito interesse em se ter uma policia que pegue pra valer na investigação…

  13. Os Senhores acham que o desespero para a criação do Necrim tem qual objetivo, a não ser, o de se desvincular da Polícia e se aproximar do Judiciário.

  14. roçapol disse:
    05/05/2016 às 11:51

    Duvido que vingue, o que mais existe é vaidade no comando das duas polícias…e não existe muito interesse em se ter uma policia que pegue pra valer na investigação…

    Caro roçapol investigar, se matar, perder tempo, para soltar o mala no outro dia.
    Na real, estamos enxugando gelo, muito louvável você ainda pensar em investigar, parabéns!!!Com o nosso salário defasadíssimo, sem data base, sem reestruturação, sem reajuste a dois anos, com nossos durmicatos – oficicatos, com tudo isso, ainda temos alguém que pensa assim. Parabéns de verdade.

  15. ZOIM DE VRIDU…

    Ainda tem muita gente boa entre nós, amigo, que ainda quer ter seu carrinho e sua casa sem se contaminar, e essa bagunça que nosso país vive é totalmente calculada, sociedade desorganizada e violenta é muito conveniente a MUITA GENTE.

    Quanto mais a população de um país abaixar a cabeça e não ter sequer a noção do que se deve cobrar, é melhor e muito lucrativo a alguns.

  16. Deixando a polemica de lado, sou a favor fe unificação das carreiras operacionais. Deixando apenas a carreira de delegado e uma operacional, dando autonomia para o ic/iml.

  17. ESQUECERAM DE PERGUNTAR AOS JUÍZES E AOS PROMOTORES SE ELES QUEREM DELEGADOS AO LADO DELES….( sera polícia judiciária talves, porque, tinha aquele processo judicialiforme que os promotores cuidaram de acabar na reforma de 88, a bem da verdade, com raríssimas exceções, quem presidia aqueles processos eram escrivães de polícia,,,de cabo a rabo….na academia de polícia, quando em curso de escrivão, o Delegado de Polícia, Cyro Vidal, ministrava aulas dessa matéria para escrivães, e ensinava o procedimento da denuncia(portaria) até a oitiva das testemunhas….(não havia relatório)….. enfim, chgamos ao fundo do poço…e, quanto aos tais Necris o judiciário e o mp usam dos delegados como massa de obra barata….qualquer tentativa a mais acabam com tudo alegando ilegalidade antes não percebida….

  18. Na verdade triste fim desse barco da Polícia Civil, pois seus tripulantes tem que se abraçar à PM para não morrerem afogados.

  19. Alguem acha mesmo que no congresso nacional, único local onde a policia pode ser unificada, há alguem preocupado com o assunto ?

  20. porque o art 144,IV ,V,proibe a iunificação?porque quem participou de sua elaboraçao não entende nada de policia, segurança publica,e coisas do genero,a pretesto deque,são representante do povo,nem sequer consultam o povo,votam por houvir, dizer,deveriam consultar quem faz policia de verdade,aqueles que realmente se preocupam com a segurança,no brasil ,segundo apregoam estado civil de direito,temos um corpo com duas cabeças,trombando entre si,dicotomia desastrosa,contra producente,gerando desmotivação,atravez de despreparo e desperdicio de receita ex. quanto custa,a manutenção da banda militar? da cavalaria? de oficiais subalternos,intermediarios e superiores,com seus ordenanças, motoristas,viaturas ,espadas fardas de gala etc,alguem já viu algum, oficial na rua trabalhando? exceto alguns aspira,ou tenentes,já!,os que estão puxando corda.na proxima darei minha opinião sobre delegados com bunda papal.me aguardem.o brasil tem solução basta ter coragem.

  21. E tem OTHÁRIO que se diz “espertão”, super Polícia e acredita numa conversa fiada dessa.

    Como tem POLICIAL bobinho.

    VÃO ESTUDAR!!!!!!!!!!

  22. unifica essa porra e me aposenta logo como 2º Demente e tá td certo!!

  23. Odair, das duas uma, ou unifica as polícias, ou a PC paulista caminha para extinção.

  24. A unificação é essencial para uma segurança pública forte, mais eis a questão, será que o governo, os delegados e os de alta patente querem mesmo essa melhora?

  25. Quanta imbecilidade. Quem defende unificação não sabe nada de GESTAO!!!

    O Modelo de 2 Polícias, sendo 1 preventiva e outra investigativa de alçada Judiciária é perfeita. Aqui no Brasil Segurança Pública é deficitária não em função do modelo existente e sim por conta das pessoas que compõe as corporações e principalmente por conta do descaso por parte do Governo.

    Resumo, podem unificar as Policiais Civil e Militar e verão o fiasco que será. Sabem por que?

    Respostas de simplicidade primária: Está Polícia será composta pelas mesmas pessoas e o Governo continuará virando as costas para esta nova Instituição. Para quea Segurança Pública funcione, pode permanecer no modelo atual, bastando apenas oferecer bons salários aos Policiais, dar boas condições de trabalho. Acabar com os apadrinhamentos e com as perseguições injustas, expurgar os corruptos entre outras medidas de boa gestão.

    Do resto amigão, unificar Polícia vai ser chover no molhado. Essa PEC é coisa de analfabeto em Gestão institucional e de pessoas.

  26. VITÓRIA NA GUERRA! disse:
    05/05/2016 ÀS 9:23
    Se unificar terei que deixar de ser policial novamente!
    Ter que conviver ao lado de pm, nem morto!

    CARÁI PERIQUITO, QUE PAPO É ESSE CARA, LOGO VC QUE PAGA PAU A VIDA INTEIRA PARA A PM, MAIOR PUXAÇÃO DE SACO, NÃO PODE VER UM FARDADO QUE JÁ ENCOSTA PARA LAMBER, AGORA AQUI ATRAS DO ANONIMATO PAGANDO DE PAPAGAIO, PARA COM ISSO CARA, QUE VERGONHA, DEIXA O SEU PAI FICAR SABENDO DESSAS CONVERSINHAS MOLES DEIXA, VC VAI ACABAR LEVANDO UMAS CORREADAS NO BUMBUM TÁ, SÓ PARA APRENDER A RESPEITAR OS AMIGOS DE PAPAI.
    QUE COISA FEIA PERIQUITO, NÃO ENVERGONHA NÃO, NÃO CAGA NO PRATO NÃO, SE VC CONTINUAR EU VOU DAR UMA PASSADINHA LÁ NO SEU DP SÓ PARA OLHAR BEM NA SUA CARA E PODER TIRAR GRANDÃO NA FRENTE DOS SEUS COLEGAS TÁ, CONTINUA VAI, HEHEHEHEHEHE

  27. PERIQUITO, SEU PAI TRABALHOU ATE A EXPULSÓRIA PEGAR NA DDM, GENTE BOA DEMAIS, PESSOA HONRADA, HONESTA, AMIGO, MUITO EDUCADO, FEZ GRANDE AMIZADES PRINCIPALMENTE ENTRE PMS, VC TAMBÉM UM PUTA CARA CONSIDERADO PACAS, E ATRAS DO ANONIMATO MOSTRAR O OUTRO LADO, ENTÃO PERIQUITO, ME DIZ REALMENTE DE QUE LADO VC JOGA VAI.

  28. É preciso copiar o modelo americano em seus mínimos detalhes, assim como as figuras dos xerifes dos condados.

  29. Corto meu saco fora!!! em 05/05/2016 às 23:40

    Quanta imbecilidade. Quem defende unificação não sabe nada de GESTAO!!!

    O Modelo de 2 Polícias, sendo 1 preventiva e outra investigativa de alçada Judiciária é perfeita. Aqui no Brasil Segurança Pública é deficitária não em função do modelo existente e sim por conta das pessoas que compõe as corporações e principalmente por conta do descaso por parte do Governo.

    Resumo, podem unificar as Policiais Civil e Militar e verão o fiasco que será. Sabem por que?

    Respostas de simplicidade primária: Está Polícia será composta pelas mesmas pessoas e o Governo continuará virando as costas para esta nova Instituição. Para quea Segurança Pública funcione, pode permanecer no modelo atual, bastando apenas oferecer bons salários aos Policiais, dar boas condições de trabalho. Acabar com os apadrinhamentos e com as perseguições injustas, expurgar os corruptos entre outras medidas de boa gestão.

    Do resto amigão, unificar Polícia vai ser chover no molhado. Essa PEC é coisa de analfabeto em Gestão institucional e de pessoas

    CONCORDO!
    Algumas coisas podem ser mudadas, mas essencialmente é isso que acontece…

  30. se unificar existe ganho de orçamento, porque tudo e quadriplicado, na epoca da ditadura era duplicado, qualquer cidade pequena do estado para o estado manter a segurança o custo varia prox a 1 milhao de reais.

  31. Corto meu saco fora!!! disse:
    05/05/2016 ÀS 23:40
    Quanta imbecilidade. Quem defende unificação não sabe nada de GESTAO!!!

    O Modelo de 2 Polícias, sendo 1 preventiva e outra investigativa de alçada Judiciária é perfeita. Aqui no Brasil Segurança Pública é deficitária não em função do modelo existente e sim por conta das pessoas que compõe as corporações e principalmente por conta do descaso por parte do Governo.

    Resumo, podem unificar as Policiais Civil e Militar e verão o fiasco que será. Sabem por que?

    Respostas de simplicidade primária: Está Polícia será composta pelas mesmas pessoas e o Governo continuará virando as costas para esta nova Instituição. Para quea Segurança Pública funcione, pode permanecer no modelo atual, bastando apenas oferecer bons salários aos Policiais, dar boas condições de trabalho. Acabar com os apadrinhamentos e com as perseguições injustas, expurgar os corruptos entre outras medidas de boa gestão.

    Do resto amigão, unificar Polícia vai ser chover no molhado. Essa PEC é coisa de analfabeto em Gestão institucional e de pessoas.

    Eu defendo apenas duas carreiras, sendo a de delegado e outra operacional, além da autonomia da Polícia Cientifica. Ficando na verdade três policiais estaduais. Cada uma na sua atribuição.

  32. UNIFICAR POLICIAS ? PIADA , NUNCA DARIA CERTO , VAIDADES DE OFICIAIS DA PM QUE SE ACHAM AUTORIDADES E NÃO ACEITAM QUE SOMENTE SÃO SUPERIORES A OUTROS PMS DE MENOR PATENTE, E A POLICIA CIVIL ENTÃO QUE JÁ SE DEVORAM INTERNAMENTE POR CAUSA DE CARREIRAS , SÃO INVESTIGADORES QUE NEM NÍVEL SUPERIOR TEM (NÃO VALE NO TAPETÃO), NEM DENTIÇÃO COMPLETA POSSUEM E SE ACHAM MELHOR QUE OUTRAS CARREIRAS , NÃO RESOLVEM NEM BRIGAS INTERNAS E QUEREM UNIFICAR POLICIAS…

  33. como cidadão o negocio e extinguir o que existe e passar tudo para os municipios……

  34. e so e contra a unificação quem nao entende de serviço policial, esta numa zona de conforto muito boa e esta ganhando bem.

  35. A principal delas é que a polícia americana é mais enxuta. Nos Estados Unidos, existem poucas divisões entre as polícias e a hierarquia tem menos cargos, o que acaba reduzindo custos e diminuindo a burocracia. No Brasil, cada órgão cumpre uma função: a Militar mantém a ordem pública reprimindo ou prevenindo o crime, e em alguns estados engloba também os bombeiros. A Civil conduz a parte da investigação depois que um crime é constatado, com a ajuda da científica, que faz os trabalhos de perícia e análises técnicas.

    Além disso, a polícia por lá é municipal, contra a divisão por estados no Brasil. A de Nova York, por exemplo, tem cerca de 38 mil membros – cerca de 85% deles policiais de rua. A maior do Brasil é a Polícia Militar de São Paulo, com 94 mil PMs. Há as guardas municipais no Brasil, mas elas nem portam armas, trabalham para zelar pelo patrimônio público da cidade, garantindo o uso adequado de parques e áreas de preservação, por exemplo.

    Outra diferença: aqui, o “aspira” fica um ano treinando na academia, contra apenas seis meses de curso nos EUA. Mas nosso tempo a mais de treinamento não reflete em um salário melhor. Em São Paulo, um PM começa ganhando cerca de R$ 3 mil pra encarar o mundo-cão, contra US$ 2500 de salário inicial de um “cop” em Nova York.

  36. Salário dos policiais nos EUA:

    Os salários dos policiais nos Estados Unidos variam de acordo com a localização geográfica, mas normalmente são mais altos nos grandes centros urbanos. O salário inicial médio fica entre US$ 30.000 e US$ 40.000, embora esta quantidade receba reajustes anuais. Depois de 20 anos de serviço, esse valor quase dobra, chegando a US$ 80.000. Além disso, dependendo posição do policial dentro da instituição, o salário pode dobrar por conta própria, uma vez que ele assumei responsabilidades complexas, como por exemplo, ocupar o posto de chefe de polícia.

    Segundo o Departamento do Trabalho dos EUA, o salário do policial está entre os mais bem remunerados dentro de suas respectivas cidades, demonstrando que a carreira é compensadora moral e financeiramente. Note-se que nas cidades com altos níveis de criminalidade os oficiais de polícia iniciantes recebem salários mais elevados, chegando a US$ 54.000. Assim, entende-se que cidades diferentes possuem necessidades distintas para serem atendendidas e, adicionalmente, exigem mais dos policiais do que outras cidades.

    No geral, o salário médio anual dos policiais é de US$ 47.460, com a média de 50% que ganham entre US$ 35.600 e US$ 59.880. Não obstante, há significativa diferença entre os 10% que ganham menos de US$ 27.310, e os 10% que ganham mais de US$ 72.450. Assim, dependendo da esfera de governo em que se trabalha, pode-se ganhar quantidades diferentes.

    O salário médio anual para o governo Federal é de US$ 43.510; no governo estadual é de US$ 52.540; e no governo local é de US$ 47.190. Tem-se a lei federal que prevê exigências salariais específicas para funcionários federais que servem na aplicação da lei. Com efeito, os agentes especiais federais recebem “Law Enforcement Availability Pay” (LEAP), que corresponde a 25% do seu grau e escalão. Este adicional é único para o governo federal, porque exige muito mais tempo e serviço do que outras unidades policiais.

    Os policiais (geralmente os responsáveis pelo policiamento ostensivo) e os detetives recebem salários diferentes, devido à natureza distinta do trabalho que executam. Por exemplo, o salário médio de um detetive é US$ 10.000 a mais do que de um policial comum, que é em torno de US$ 58,260. Além disso, a média 50% dos detetives ganha entre US$ 43.920 e US$ 76.350.

    Existe um fosso ainda maior entre os 10% que ganham menos e os 10% que ganham mais, respectivamente US$ 34,480 e US$ 92,590. Ou seja, os salários dos detetives são diferentes, além disso, de acordo com a esfera de governo varia de US$ 69.510, no governo federal, de US$ 49,370, no governo estadual, e US$ 52.520, no governo local.

    Nos EUA, destaque-se que policial é uma carreira na qual seus membros são leais e buscam constantemente subir nela, o que proporciona maiores salários ao longo dos anos (…).”

    Essas informações foram obtidas no guia de carreiras “Criminal Justice Degrees Guide[1].

    Note-se que nos Estados Unidos há diversos fatores que contam para definir a remuneração dos policiais, sendo os mais comuns: esfera de governo, tipo de polícia e tempo na carreira.

    É interessante observar que nos EUA há aproximadamente 17 mil agências de polícia, com quase 1 milhão de policiais que atuam nas esferas federal, estadual e municipal. Também há polícias especializadas conforme o tipo de crime, por exemplo, “Drug Enforcement Administration” (DEA), exclusivamente para lidar com crime relacionado ao tráfico de drogas.

    Nos EUA há polícias ostensivas e investigativas, mas não há polícias de caráter militar destinada ao policiamento da sociedade. No entanto, em termos estéticos, as polícias adotam alguns ritos militares, por exemplo, nomenclaturas de postos (sargento, tenente, capitão) e fardamento. A escolaridade é acima do nível médio, sendo que algumas polícias exigem nível superior completo. É oportuno ressaltar que as polícias privilegiam formações multidisciplinares.

    Os policiais iniciam a carreira no posto de oficial, que são responsáveis pelo policiamento ostensivo (uniformizados). Depois, pode se alcançar o posto de detetive por meio de seleção interna, no qual o policial fica encarregado de investigações. Em seguida progride para os postos de sargento, tenente e capitão, os quais geralmente impõem maiores responsabilidades. Depois do cargo de sargento, o conhecimento de investigação passa a ser obrigatório para todos os policiais. O último posto, o de capitão, permite que o policial se candidate a chefe de polícia.

    Ao se comparar as polícias brasileiras com as norte-americanas, a diferença mais gritante é na forma de organização das forças policiais. Nos EUA, geralmente, há polícias de ciclo completo dentro de sua área de competência, bem como carreira única. Enquanto isso no Brasil, o ciclo de policiamento é dual e a carreira policial é segmentada em postos de comando e execução, sem condições de ascensão interna e por mérito. Ademais, há prevalência da formação em direito no âmbito das polícias brasileiras, a despeito da dimensão multifuncional do trabalho policial.

    Outro ponto distinto é que no Brasil impera a tendência de nivelar o salário do policial por baixo, pois as polícias que remuneram melhor seus servidores são criticadas, como é caso da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). Também há o discurso de que polícia é tudo igual, logo não há justificativa para que policiais de investigação recebam remunerações acima das dos policiais ostensivos. Com efeito, não se reconhece a natureza distinta dos trabalhos de polícia investigativa. Da mesma forma, não se leva em conta as diferenças regionais e as responsabilidades decorrentes da natureza de cada unidade da federação.

    Nesse sentido, pairam dois mitos a respeito da PCDF: “é a polícia mais bem paga do país” e “o policial civil é um mero digitador de ocorrências, enquanto o policial militar é o que faz o trabalho de polícia”.

    O primeiro mito desconsidera a natureza distinta da Capital da República, embora a Constituição de 1988 estabeleça que as polícias civil e militar do Distrito Federal são organizadas e mantidas pela União. O segundo, ignora a rotina de um departamento de polícia, o qual é marcado pela investigação que se inicia com a ocorrência policial e avança com outros complexos procedimentos de campo, análise criminal, perícia e inteligência.

    A análise do sistema policial norte-americano ajuda a desmistificar esses mitos. É fato. Polícias de certas unidades federativas ofertam melhores rendimentos aos seus servidores, sendo que no caso da Capital da República isso decorre dos níveis de responsabilidade que as polícias dessa localidade estão submetidas. Policiais no âmbito investigativo recebem remuneração acima das dos policiais ostensivos, o que é decorrência da especialidade do trabalho realizado. Com efeito, a PCDF não seria uma polícia fora da realidade do país, mas simplesmente uma polícia de caráter investigativo da Capital da República, o que a diferencia da Polícia Militar e de outras polícias civis do país.

    Nos EUA, com foi visto, os salários dos detetives são diferentes, sendo que no governo federal é de aproximadamente US$ 69.510 por ano, ou US$ 5.792,50 mensalmente. Considerando a cotação do dólar de R$ 4 (24 de setembro), em média um policial de investigação no EUA ganha cerca R$ 23.168. No Brasil, essa faixa remuneratória se encontra nos cargos de delegados de polícia já no último estágio da carreira, enquanto que os demais policiais investigativos recebem bem menos. O problema aqui não é diferença de remuneração, mas a impossibilidade de ascensão dentro da instituição policial para galgar postos mais elevados e, consequentemente, mais bem remunerados.

    Essa breve comparação entre os sistemas policiais dos EUA e do Brasil serve para mostrar os paradoxos do caso brasileiro, que mantém polícias com carreiras estanques e pouco valorizadas. É claro que o Brasil não é os EUA, no entanto, em se falando de polícia, o modelo norte-americano tem muito a ensinar ao caso brasileiro, sobretudo na questão de carreiras valorizadas em quesitos morais e financeiros.

  37. Senhores

    http://www.century21global.com/pt-br/propriedade/1537–15th-st–nw-301-washington-dc-20005-usa-C21108961233-USD-m

    Link do anuncio de venda, de um imovel, construido na decada de 80, 1 quarto, 1 sala, 1 banheiro, em Washington DC, o objetivo desta postagem, não é desmerecer o comentário anterior, mas, evidênciar que apesar dos salarios elevados, o custo de vida é enorme, para considerar este valor, leve em conta que houve uma imensa desvalorização do valor dos inóveis nos EUA nos ultimos 10 anos. GANHAM BEM SIM, MAS, QUANTO CUSTA PARA VIVER?

    C.A.

  38. Ter 2 polícias estaduais é só um dos freios da segurança pública.

    Ainda tem as castas, a insegurança jurídica, salários, pessoal, material, aposentadoria etc.

    Mas já é alguma coisa.

    Menos de 10% de eficiência não dá.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s