Investigação da Polícia Civil – Prefeito de São Vicente denunciado por cobrar dízimo de “Máfia das Lotações” 58

Escutas apontam que prefeito de São Vicente recebia propina mensalmente

Interceptações telefônicas apontam que Luis Cláudio Bili (PP) recebia propina.
‘Máfia das Lotações’ tem esquema com facções criminosas do Estado.

Guilherme Lucio da RochaDo G1 Santos

Luis Cláudio Bili, prefeito de São Vicente (Foto: Ana Grabriela Ribeiro/ G1)Luis Cláudio Bili, prefeito de São Vicente
(Foto: Ana Grabriela Ribeiro/ G1)

Transcrições de interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça apontam que o prefeito de São Vicente, no litoral de São Paulo, Luis Cláudio Bili (PP), recebia propina da ‘Máfia das Lotações’, esquema vinculado a uma organização criminosa que atua dentro e fora dos presídios do Estado, e lavava dinheiro por meio de uma cooperativa. A Cooperlotação é a responsável por administrar as finanças do sistema alternativo de transporte em funcionamento na cidade.

As transcrições obtidas com exclusividade peloG1 apontam que o prefeito vicentino é citado como um dos responsáveis por auxiliar a organização criminosa dentro da administração municipal.

De acordo com a denúncia feita pelo Ministério Público Estadual (MPE), a investigação sobre Bili foi encaminhada à Procuradoria Geral de Justiça e está sob segredo de Justiça. Em diversos momentos, há citações de repasses que seriam endereçados diretamente ao chefe do Executivo. Os valores citados chegam a R$ 90 mil por mês.

Em uma gravações, o presidente da Cooperlotação, Anderson da Silva, diz que precisa “pagar R$ 15 mil ao Excelentíssimo”, fazendo referência ao prefeito Bili.

O mesmo Anderson, em uma outra conversa sobre os desvios de verba na cooperativa, afirma que “o que estava entrando em dinheiro sempre foi para pagar o prefeito”.

Outro trecho aponta que Bili assinaria um decreto para auxiliar o grupo criminoso que atua na Cooperlotação a desviar dinheiro. O texto do documento teria sido escrito com auxílio de um dos próprios beneficiários do esquema.

Interlocutor
A investigação também indica que, para facilitar o andamento do esquema entre o chefe do Executivo e a cooperativa, o vereador Eronaldo José de Oliveira, o Ferrugem (Solidariedade) ficou como interlocutor entre ambos.

Uma das formas da prefeitura auxiliar a organização criminosa, de maneira indireta, seria a nomeação de Leandro Cofane para a diretoria Secretaria de Transportes (Setrans). Cofane é ex-funcionário da Viação Piracicabana e da Codesavi, empresa mista que presta serviços de limpeza urbana no município. O então diretor ficaria responsável por beneficiar os interesses da quadrilha junto ao titular da pasta, considerado um homem de confiança do grupo.

Máfia das Lotações
O MPE e a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos investigam há meses o esquema de corrupção dentro da Cooperlotação.

Policiais recolheram documentos e computadores em São Vicente (Foto: João Paulo de Castro/G1)Policiais recolheram documentos em São Vicente
(Foto: João Paulo de Castro/G1)

A Justiça autorizou interceptações telefônicas dos principais suspeitos e, a partir de então, a investigação detectou que integrantes de uma facção que atua dentro e fora dos presídios de São Paulo atuavam também dentro da cooperativa. Diversos crimes, como desvio e lavagem de dinheiro e pagamento de propina a agentes públicos eram praticados.

Após as primeiras diligências por conta da operação, no início do mês de março, o prefeito Bili chegou a afirmar que naquele momento as operações policiais tinham “virado moda”.

A Cooperativa
A Cooperlotação conta atualmente com 360 permissionários, organizados em sete associações de bairros. Elas são responsáveis por organizar as linhas do transporte público alternativo na cidade e prestam contas diretamente à Cooperlotação.

Como nem todos os permissionários faziam parte do esquema, a intenção da quadrilha era justamente criar um ambiente desfavorável entre trabalhadores do ramo das lotações para que vendessem seus alvarás para membros do grupo. A principal finalidade era dominar o sistema de transporte alternativo da cidade, mesmo usando nomes de laranjas como permissionários.

Tarifa das vans ficaram mais baratas em São Vicente (Foto: Reprodução / TV Tribuna)Polícia Civil e MP investigam irregularidades no
transporte alternativo em São Vicente (Foto: G1)

Núcleos
As investigações dividiram a organização em cinco núcleos, envolvendo a cooperativa, empresas que prestam serviços a ela, além do poder público.

O “Núcleo Operador” era responsável pelo controle da quadrilha e seu principal agente era Levi da Silva, que atualmente está preso e segundo as investigações também integra uma facção que atua dentro e fora dos prédios do Estado.

Segundo a denúncia do MPE, Levi tinha a função de lavar dinheiro do tráfico. O acusado mantinha contato direto com o presidente da Cooperlotação, Anderson da Silva, e tomava decisões importantes para o futuro da cooperativa, mesmo sem ser membro da mesma.

Já o ‘Núcleo Cooperativa‘, era formado por diversos funcionários da própria Cooperlotação, incluindo seu presidente.

As investigações apontam que o núcleo em questão atuava exclusivamente em prol da organização criminosa, para que ela conseguisse o máximo de lucro dentro da cooperativa, além de criar mecanismos para perpetuação no poder.

No ‘Núcleo Apta’, a empresa Apta Caminhões e Ônibus é investigada por tentar impor a renovação total de frota no município, o que beneficiaria financeiramente a empresa e a organização criminosa.

Planilhas apreendidas apontam desvio de dinheiro (Foto: Reprodução)Planilhas apreendidas apontam desvio de dinheiro
(Foto: Reprodução)

O ‘Núcleo Radsoft’ tinha como principal objetivo viabilizar o desvio de valores da cooperativa em favor da organização criminosa.

Uma das medidas tomadas por ambas as partes para obtenção de lucro foi a contratação da empresa – Radsoft Solutions Informática LTDA -, para prestação de serviços de “administração organizacional e gerenciamento de bilhetagem”.

Após o contrato firmado, os sócios da empresa então passaram a encobrir os desvios de verbas da quadrilha por meio empresa de informática.

No acordo, a Radsoft ficaria com 20% da quantia total de passageiros transportados, o que para o MPE evidencia finalidade criminosa, pois se trata de valor abusivo e desproporcional. Ainda segundo a investigação, parte dessa quantia era destinada a pagamento de propina para o vereador Ferrugem, que foi preso no dia 7 de março deste ano.

Com os dados obtidos pela investigação em planilhas confiscadas por meio dos mandados de busca e apreensão nas casas dos investigados, a denúncia aponta que a organização criminosa desviou da Cooperlotação cerca de R$ 390 mil por mês, no período de julho de 2015 a fevereiro de 2016, o que totaliza algo em torno de R$ 3 milhões. Os desvios eram mascarados nos documentos como pagamento para publicidade.

O último núcleo apontado na denúncia do Ministério Público é o Núcleo Administração Pública’, que é formado por diversos agentes públicos que promovem o interesse do grupo criminoso perante a administração municipal, por meio de nomeações ou decretos.

Decreto foi um dos pontos abordados pela denúncia do MP (Foto: Reprodução)Decreto foi um dos pontos abordados pela denúncia do MP (Foto: Reprodução)

Decreto nº 4294-A
O decreto municipal 4294-A teve como principal função a regulamentação da bilhetagem eletrônica no transporte alternativo de São Vicente.

Tal decreto permitiu que a Radsoft e Cooperlotação ficassem responsáveis pela bilhetagem eletrônica, o que permitiu o desvio de parte do dinheiro arrecadado.

Nas interceptações telefônicas, a polícia flagrou o vereador Ferrugem fazendo referência direta ao decreto.

Um dos principais responsáveis por elaborar o texto do documento, que inicialmente não tinha a Cooperlotação como operador do sistema de bilhetagem eletrônica é também um beneficiário.

Antes da redação final do decreto, o secretário de Assuntos Jurídicos do município, Sinval Braz de Moraes, enviou um email para o funcionário da empresa. Após a troca de e-mails, a cooperativa aparece como responsável por operar o sistema.

Com a Cooperlotação ficando responsável pela bilhetagem eletrônica, criou-se uma brecha para contratação da Radsoft.

O funcionário em questão também chegou a encaminhar um e-mail ao prefeito Bili, no dia da publicação do decreto, sugerindo um oficio resposta a EMTU, “conforme solicitado pelo […] vereador Ferrugem”.

Van foi queimada em São Vicente, litoral de São Paulo (Foto: G1)Van foi queimada em São Vicente, litoral de São Paulo (Foto: G1)

Pressão
No dia 7 de março, a Polícia Civil cumpriu 33 mandados de busca e apreensão e, posteriormente, prendeu 18 pessoas por enolvimento na “Máfia das Lotações”. Um 19º envolvido no esquema continua foragido.

No entanto, no dia 5 de abril, data posterior a operação da polícia, a prefeitura repassou um alvará de concessão de um veículo para transporte alternativo para o homem foragido.

Também no mês de abril, no dia 18, houve eleições para nova diretoria na Cooperlotação e a chapa da oposição venceu o pleito.

Além disso, a Secretaria de Transportes, por meio de um ofício, solicitou a transferência de 11 veículos a uma associação que realizava oposição à diretoria que foi presa pela polícia.

De acordo com as investigações, nove dessas 11 vans pertenciam a laranjas ligados à organização criminosa.

Ofício foi assinado pelo secretário de Transportes (Foto: Reprodução)Ofício foi assinado pelo secretário de Transportes
(Foto: Reprodução)

No último mês, duas vans de permissionários da oposição foram queimadas em ruas de São Vicente, durante a madrugada. A polícia investiga se as ações têm ligação com a organização criminosa que atua na Cooperlotação.

Outro lado
O G1 entrou em contato com a empresa Radsoft na quinta-feira (5) para esclarecimentos. No entanto, até o fechamento desta reportagem não houve reposta.

Já a defesa do vereador Ferrugem afirma que ele é “totalmente inocente e provará sua inocência no decorrer da instrução criminal”.

A defesa do ex-presidente da Cooperlotação, Anderson da Silva, afirmou que não procede a informação de que ele, como presidente da cooperativa, seria responsável pelo repasse de propina ao prefeito de São Vicente.

O advogado de defesa de Leandro Cofane diz que seu cliente é inocente e que foi convidado pela prefeitura para um cargo na Setrans por conta do seu histórico. A defesa também reitera que Leandro desconhece a organização criminosa em questão e que apenas cumpria ordens.

O ex-secretário de Assuntos Jurídicos afirmou que o e-mail sobre o decreto foi enviado a uma pessoa indicada pelo prefeito de São Vicente e que desconhecia a ligação dele com a organização criminosa.

A prefeitura de São Vicente, por meio de nota, se limitou a dizer que não procede a denúncia envolvendo o nome do prefeito.

Com relação a André, a prefeitura diz que ele foi apresentado pela cooperativa como técnico da área de transportes, no sentido de auxiliar a disciplina do trânsito na cidade. Já Leandro foi indicado à Secretaria de Transportes para organizar as linhas das lotações.

Sobre a transferência de lotações, a Setrans esclarece que o remanejamento foi feito por sorteio, para suprir a demanda dos veículos retirados de circulação, porque os mesmos não estavam de acordo com a legislação no quesito acessibilidade.

Já com relação ao alvará ao foragido, a administração pública informou que ele foi concedido como prazo para apresentação de documentação.

Prefeito Luis Cláudio Bili durante entrevista, na manhã desta segunda (9) (Foto: Guilherme Lucio da Rocha/G1)Prefeito Luis Cláudio Bili durante entrevista (Foto: Guilherme Lucio da Rocha/G1)

  1. Não se preocupem, pois o advogado de alguns dos envolvidos agora será Ministro da Justiça e tudo ficará bem!

  2. Robson, falou e disse. E digo mais, se juntar o Geraldo Alckmin, Alexandre de Morais e Ex-Coronel Telhada, já da pra enquadrar na formação de quadrilha.

  3. DE NOVO VOCÊS COM ESSE PAPO DE FACÇÃO???!!
    ESSE GRUPO NÃO EXISTE!! OU VOCÊS JÁ ESQUECERAM QUE ISSO FOI AFIRMADO PELOS GRAVATAS??!!
    ESSE GRUPO NÃO EXISTE….SÃO APENAS UMAS 3O PESSOAS.
    LEMBRAM?
    ELES NÃO EXISTEM!!

  4. Se a P.C. não tiver peito de encarar essa quadrilha, pede ajuda ao Ministério Público que eles colocam todos no papel.

  5. Porque melaram o trabalho dos caras???
    Sacramentaram a linha de conduta onde não se pode entrar em conflito????

  6. Aí vai… Porquê não estão divulgando o “fiasco da Cidade Tiradentes”???
    Ligaram pra PM enquanto “melavam” o trabalho do DEIC…
    Porque não repercutiu NEM AQUI NO FLIT???
    Estraaaanho…
    Estraaaanho…

  7. Dr. Guerra,
    por gentileza divulgue as apreensões de armas que houve no decorrer da semana e foram feitas pelo Deic e também o Denarc.

    Quem sabe não foi apreendida alguma pistola .40 que pertence a rota, já que até agora foi apreendida apenas uma que foi roubada por um ladrão fardado da referida instituição.

    http://noticias.r7.com/sao-paulo/arma-furtada-na-sede-da-rota-tropa-de-elite-da-pm-de-sp-e-usada-para-matar-soldado-da-corporacao-31102014

  8. CADE O DEJEC E O ALICIO ALIMENTAÇÃO, MINGUEM FALA MAIS NISSO!

  9. 0/05/2016 – JUSTIÇA NEGA ARQUIVAMENTO DE INQUÉRITO QUE APURA TORTURA POLICIAL

    7

        O juiz Cláudio Juliano Filho, do Departamento de Inquéritos Policiais (Dipo) de São Paulo, negou ontem (9) pedido do Ministério Público para arquivamento de inquérito que apura denúncia de tortura envolvendo policial militar. O crime teria sido praticado contra preso acusado de roubo.
        O caso aconteceu em outubro do ano passado, quando, após a prisão do suspeito, os policiais que atenderam à ocorrência o teriam levado dentro de viatura até outro local e aplicado choques elétricos em diversas partes de seu corpo. Os policiais alegaram que os ferimentos constatados, inclusive em laudo pericial, teriam sido causados pela bicicleta utilizada pelo acusado que fora colocada junto com ele no espaço reservado à condução dos presos, durante o trajeto até a delegacia.
        Na oportunidade, a decretação da prisão preventiva do policial provocou grande manifestação de protesto em frente à delegacia e início de conflito entre policiais civis e militares. O PM foi solto dois dias depois e responde ao inquérito em liberdade.
        A decisão do juiz foi encaminhada para apreciação do procurador-geral de Justiça.
    
        Comunicação Social TJSP – RP (texto) / AC (foto)
        imprensatj@tjsp.jus.br
    
  10. Arrumando um pouco o layout……segue a informação…

    0/05/2016 – JUSTIÇA NEGA ARQUIVAMENTO DE INQUÉRITO QUE APURA TORTURA POLICIAL
    7

    O juiz Cláudio Juliano Filho, do Departamento de Inquéritos Policiais (Dipo) de São Paulo, negou
    ontem (9) pedido do Ministério Público para arquivamento de inquérito que apura denúncia de
    tortura envolvendo policial militar. O crime teria sido praticado contra preso acusado de roubo.
    O caso aconteceu em outubro do ano passado, quando, após a prisão do suspeito, os policiais
    que atenderam à ocorrência o teriam levado dentro de viatura até outro local e aplicado choques
    elétricos em diversas partes de seu corpo. Os policiais alegaram que os ferimentos constatados,
    inclusive em laudo pericial, teriam sido causados pela bicicleta utilizada pelo acusado que fora
    colocada junto com ele no espaço reservado à condução dos presos, durante o trajeto até a delegacia.
    Na oportunidade, a decretação da prisão preventiva do policial provocou grande manifestação de
    protesto em frente à delegacia e início de conflito entre policiais civis e militares. O PM foi solto dois
    dias depois e responde ao inquérito em liberdade.
    A decisão do juiz foi encaminhada para apreciação do procurador-geral de Justiça.
    Comunicação Social TJSP – RP (texto) / AC (foto)
    imprensatj@tjsp.jus.br

  11. Segundo TJ-SP, novo ministro da Justiça ainda advoga; Moraes se diz licenciado
    Comente

    Estadão Conteúdo Em São Paulo
    13/05/201607h42

    O site do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) mostra que o novo ministro da Justiça, Alexandre de Moraes (PSDB), ainda consta como advogado de várias ações que tramitam na área cível. Ainda segundo o TJ-SP, Moraes e seu escritório de advocacia, Alexandre de Moraes Advogados Associados, respondem por pelo menos 102 ações.

    Egresso do Ministério Público do Estado de São Paulo, Moraes assumiu a Secretaria da Segurança Pública em janeiro de 2015. Na ocasião, o jornal “O Estado de S. Paulo” revelou que o nome dele constava em ações judiciais em nome da Transcooper, uma cooperativa de transportes investigada pela Polícia Civil de São Paulo por suspeita de ligação com a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

    O então secretário não poderia exercer a advocacia por ter assumido um cargo público. Ele afirmou, na reportagem, que havia um erro no sistema do TJ-SP, que não teria atualizado as informações.

    Conforme Moraes, ele passou seus processos para outros advogados do escritório e pediu licença temporária da sua inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). No entanto, na página do escritório Alexandre de Moraes Advogados Associados, o nome do ministro aparece como “coordenador”, com a ressalva que ele está “temporariamente” afastado do exercício da advocacia.

    Atualmente, o site do TJ-SP mostra Moraes e seu escritório em ações que tramitam em 2015 e 2016, quando já era titular da Segurança Pública de Geraldo Alckmin (PSDB).
    Outro lado

    Em nota, o ministro Alexandre de Moraes confirmou que exerceu a função de administrador judicial nomeado por um juiz na recuperação de uma empresa, mas renunciou quando assumiu a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo em 1° de janeiro do ano passado.

    Nesta ação, ele foi substituído pelo advogado Laerte José de Castro Sampaio, que trabalha no escritório dele. Moraes diz, ainda, que suspendeu todas as suas atividades advocatícias na Ordem dos Advogados do Brasil e se licenciou do escritório.

    A reportagem tentou entrar em contato com Viviane Barci de Moraes, que é sócia-coordenadora administrativa, mas ela não respondeu.

    O Tribunal de Justiça de São Paulo informou que “cabe ao advogado solicitar, em cada processo, a exclusão formal de seu nome do cadastro da ação em que atuou. Não há como ser feita exclusão automática em todos os feitos que estão em andamento”. O TJ-SP disse também que o nome de Moraes “se encontra licenciado no Cadastro Nacional de Advogados (CNA) e, consequentemente, sua situação no sistema informatizado é inativa. Isso significa que, desde janeiro de 2015, ele não possui acesso ao sistema e não pode peticionar eletronicamente ou fazer consultas”.

    Quando assumiu o Ministério da Justiça entre 2003 e 2007, durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o advogado Márcio Thomaz Bastos vendeu todas as cotas do escritório de advocacia e colocou os recursos em um fundo de administração. Quando deixou o governo, voltou a atuar em outro escritório, após cumprir uma quarentena.

    O Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, anunciou nesta quinta-feira (12), que o atual secretário-adjunto da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, que é aliado de Moraes, ocupará interinamente a pasta. As informações são do jornal “O Estado de S. Paulo”.

    http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2016/05/13/segundo-tribunal-novo-ministro-da-justica-ainda-advoga.htm

  12. Grande coisa. Estão todos na rua, inclusive o dono da concessionaria onde os micro-ônibus deveriam ser adquiridos e que todos sabem ser um membro do PCC. Nesse miserável país da fantasia o crime compensa e pode-se até se chegar a ocupar altos cargos nos governos.

  13. Se a Polícia Civil de S.P. tivesse a mesma Estrutura da Polícia Federal com certeza iria ter mais investigação em andamento.

  14. ➡‼*Vamos divulgar, pessoal!!
    Falem com os colegas carcepols q ainda nao estao aqui!!
    Repassem nos grupos de vcs!!

    Vamos compartilhar!!*‼⬅

    Sobre a reestruturação:

    Mensagem do João classe especial:
    Estou sendo indicado pela associação para representar a nossa carreira fiquei de dar a resposta dependendo a quantidade de emails recebidos .

    Informando: a comissão solicitou esses emails para saber se os carcereiros estão de acordo com a transposição de carreira, pois as outras associações de investigador e escrivão informaram que NÓS não tínhamos interesse, mas eles não nos representam e o João que faz parte de uma associação tomou a frente da empreitada SEM PEDIR NADA $ ou que alguem se FILIE a associação!!

    Pauta da primeira reunião com o Secretario de Seguraça Pública, palavras do Sr. Alexandre Moraes “….é preciso que a comissão se manifeste junto com os representantes da carreira de Carcereiro para que se faça a transição da carreira de fato para a carreira de direito, diante dos acontecimentos políticos o Sr. Governador esta disposto a readequar uma carreira pré-extinta do que abrir novos concursos, devido a redução de verbas a administração considerou mais ecônomico investir em servidores que ja estão fazendo o trabalho de outras carreiras….”

    Sobre a escolaridade: “… como há investigadores e escrivães que não possuem nivel superior, o direito tambem se estende para os servidores que estarão na transição funcional, fazendo necessário um período de 180 (cento e oitenta) horas aulas na Academia de Polícia…”

    Essa foi uma forma que encontrei de comprovar o desvio de funçao ja que na ultima reuniao que participei os sindicato e associação dos tiras disseram que nao existe carcereiros exercendo atribuiçao de tiras e que isso e um absurdo ai me pediram que apresentasse algo que comprovasse o fato.
    E o juridico disse que poderia ser o email desde que tivesse cpf e rg e nome completo do carcereiro.
    Ja que me convidaram para participar da comissão vou apresentar o email e pleitear que seja feito justiça

    ****ATENÇÃO****
    Até agora chegaram 931 emails (Atualizado em 11/05/2016), pouco mais de 28% dos ativos, precisamos mais divulgação, quem conhecer algum colega Carcereiro que trabalhe na função ou fora dela favor divulgar a informação!!
    ✅ ENVIAR EMAIL PARA afpcesp@afpcesp.com.br AOS CUIDADOS DE LUCY✅
    ⬇MODELO DE EMAIL⬇
    NOME:
    R.G.:
    C.P.F.:
    LOCAL DE TRABALHO:
    NÓS FUNCIONÁRIOS CARCEREIROS, CARREIRA POLICIAL EXTINTA, DECLARAMOS QUE ESTAMOS EXERCENDO A FUNÇÃO DE: INVESTIPOL OU ESCRIVÃO!
    ⬇MODELO PRA QUEM NÃO TÁ EM DESVIO DE FUNÇÃO⬇
    NOME:
    R.G.:
    C.P.F.:
    LOCAL DE TRABALHO:
    NÓS FUNCIONÁRIOS CARCEREIROS, DECLARAMOS TER INTERESSE NA REESTRUTURAÇÃO DAS CARREIRAS DA POLÍCIA CIVIL DE SÃO PAULO!

  15. Sherlock Gomes, porque não se inseri nesta petição os Agentes Policiais também, já que estão em desvio de função.

  16. Como sempre a PGU do pccsdb do chuchu interpreta a lei como mais lhe convier, igualzinho as nossas aposentadorias. Vamos ver se agora que não são os funcionários públicos deste estado que estão sendo sacaneados alguém faz alguma coisa para que a lei seja cumprida.

    13/05/2016 16h13 – G1
    Especialistas divergem sobre parecer que aceita reintegração sem mandado
    PGE liberou polícia retirar alunos de prédios ocupados sem decisão judicial.
    OAB e Defensoria veem decisão como preocupante por eliminar Judiciário.

  17. Polícia Civil não terá mais carcereiros até o fim de 2012
    Agentes se tornarão investigadores. Decisão anunciada pelo governador Geraldo Alckmin integra plano de fechar as prisões dos distritos policiais,e o nariz so crescendo

  18. Sherlock Gomes, Agora que a ficha parece ter caído lá pelas bandas dos do palácio dos bandeirantes, a mentira deslavada vai entrar em cena, visando impedir a readequação dos carcereiros em uma nova carreira. Seria conveniente que os carcepas passassem a assinar relatórios de investigação, bem como boletins de ocorrência. Caso haja contestação por parte de quem quer que seja, é só invocar aquela portaria cujo número não me recordo, mas que na prática coloca todos os operacionais no mesmo barco em termos de atividade policial.

  19. é isso ai SHERLOK.

    a única instituição sindicalista que os CARCEPAS podem confiar , é a do DR HILKIAS.
    comandada agora pela LUCY.. o resto são todos enrolões..

  20. aproveitando a vez de me pronunciar , devo informar que o pessoal da SPPREV, teimam até não existir mais recursos, quanto as ações ref as aposentadorias da lei 51/85 com paridade e integralidade..

    é que eles não se importam se o policial tem 48- 50 – 58 ou 59 anos, e tem todos os requisitos necessários para a aposentadoria , e depois de ter ganho a sentença em 1º grau depois em 2º grau eles entram com embargos de declaração …. depois entram com o recurso extraordinário tambem…… , só para prejudicar o coitado do policial que só quer se aposentar………………….. depois de longos anos de trabalho arduo e penoso………….

    essa SPPREV NÃO PASSA DE UM BANDO DE MALDITOS LAZARENTOS…………………

    e DESGRAÇADOS TAMBEM……………….

  21. JA ganhei a sentença de 1º grau.- em 09/2015
    ja ganhei a apelação da fazenda de 2º grau- em 01/2016
    ja ganhei o embargos de declarações da fazenda.de 2º grau. em 02/2016.

    agora eu pergunto !!!!!

    o que estes maldosos mal amados $@#&%***%¨#$ da spprev estão esperando para me aposentar com a minha merecida paridade e integralidade ganho na justiça…….

    eu só quero os meus direitos pô !!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  22. TEM UM BIZU NO ZAPZAP QUE TODAS AS SECRETARIAS ESTADUAIS SERÃO ANEXADAS À JUSTIÇA FEDERAL E SEREMOS TODOS EMPOSSADOS DELEGADOS FEDERAIS!!
    É QUENTE!!
    TÁ NO ZAPZAP

  23. ÁUDIO COMPLETO DE CONVERSA DILMA E LULA GRAMPO DA PF (POLICIA FEDERAL)

    Publicado em 16 de mar de 2016
    SÃO PAULO – O juiz Sérgio Moro retirou no início da noite desta quarta-feira (16) o sigilo de interceptações telefônicas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Entre as conversas gravadas pela Polícia Federal está o diálogo de hoje de manhã com a presidente Dilma Rousseff e que culminou em sua nomeação como ministro da Casa Civil.

    Moro afirma que alguns diálogos sugerem que Lula já sabia das buscas feitas pela 24ª fase da Operação Lava Jato no início do mês. Além disso, no documento, o juiz afirma que, “pelo teor dos diálogos degravados, constata-se que o ex-Presidente já sabia ou pelo menos desconfiava de que estaria sendo interceptado pela Polícia Federal, comprometendo a espontaneidade e a credibilidade de diversos dos diálogos”.

    O juiz diz que algumas em algumas conversas se fala, aparentemente, “em tentar influenciar ou obter auxílio de autoridades do Ministério Público ou da Magistratura em favor do ex-Presidente”. Por outro lado, Moro ressalta que não há nenhum indício nas conversas, ou fora delas, de que as pessoas citadas tentaram, de fato, agido “de forma inapropriada”.

    Esta atitude da presidente pode ser interpretada como uma forma de proteger o ex-presidente, podendo ser usada para evitar até uma possível prisão dele. Se houvesse um mandado do juiz, de acordo com essa interpretação, Lula mostraria o termo de posse como ministro e, em tese ficaria livre da prisão. O juiz Moro não pode mandar prender ministros porque eles detêm foro privilegiado.

    Em um dos casos, Moro faz referência à Ministra Rosa Weber do STF (Supremo Tribunal Federal), “provavelmente para obtenção de decisão favorável ao ex-Presidente na ACO 2822”. Na ocasião, Weber negou pedido apresentado pela defesa do ex-presidente para suspender duas investigações sobre um triplex em Guarujá (SP) e um sítio em Atibaia (SP) ligados a ele. “A eminente Magistrada, além de conhecida por sua extrema honradez e retidão, denegou os pleitos da Defesa do ex-Presidente”, afirmou Moro.

    Outro ministro que também aparece nos diálogos é Ricardo Lewandowski. “Há diálogo que sugere tentativa de se obter alguma intervenção do Exmo. Ministro Ricardo Lewandowski contra imaginária prisão do ex-Presidente, mas sequer o interlocutor logrou obter do referido Magistrado qualquer acesso nesse sentido”, consignou o juiz.

    O juiz vai encaminhar para o Supremo toda a investigação sobre Lula quando chegar o termo de posse de Lula.

  24. O assunto é sobre o esquema de lotações na baixada e o retardado acima me posta um vídeo da Dilma. pqp…

    Quanto a pauta, nada diferente do acontece nos municípios da grande SP. As lotações esquentam dinheiro do tráfico, entre outras funções. Nada de novo.

  25. CZ9MM disse:
    14/05/2016 ÀS 23:25
    O assunto é sobre o esquema de lotações na baixada e o retardado acima me posta um vídeo da Dilma. pqp…

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Vc chegou onde eu queria chegar.

    Todos Policiais Civis são retardados, uma vez que ficam menosprezando os outros e falando mal dos outros.
    Sendo que aqui ta cheio de hienas (vivem dando risada, só comem merda e fodem uma vez por ano).

    A Polícia Civil de SP vai ser reconhecida o dia em que colegas se respeitarem, quando todos exercerem a atividade fim da policia judiciária que é a investigação.

  26. Se não estou enganado mais o prazo para o Grupo de Estudo se encerra na data de 15/05/2016 !

  27. Atenção, está vale um post:

    CANA DA CORRÓ NA SIG DA 4 SECC.

    Comunico que esta sendo lavrado na corregedoria auto de prisão em flagrante delito contra três policiais civis em exercício na SIG DA 4 SECCIONAL -DECAP.
    Um quarto indivíduo também está sendo autuado, estranho aos quadros – ganso.
    Os indiciados estavam praticando extorsão mediante sequestro contra duas vitimas que foram por eles arrebatadas e sequestradas na cidade de Ribeirão Preto. Passaram a exigir pagamento de resgate para a família.
    Apenas os operacionais e o ganso estão sendo autuados. Não tem Delegado envolvido.

  28. Enquanto a PC sonha com o século XIX:

    “Mulheres de líderes do PCC chegam a presídios em carros de luxo novos”

    “Quando chega o fim de semana, a Penitenciária Maurício Henrique Guimarães Pereira, conhecida como P2 de Presidente Venceslau, no oeste paulista, começa a ser rodeada por ônibus de excursão e também carros de luxo.

    Neles, estão as mulheres consideradas as primeiras-damas do Primeiro Comando da Capital (PCC), que se deslocam de várias cidades, principalmente de São Paulo, para visitar seus companheiros. Isso não é segredo nenhum para agentes penitenciários, polícia e Ministério Público.”

    http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2016/05/15/mulheres-de-marcola-e-andinho-chegam-a-presidios-em-carros-novos.htm

  29. Grupo de estudos foi boa! kkkkkkk. Calma aí ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  30. 4.000.00 CARCEREIROS + 2.800.00 AGENTES POLICIAIS=
    TOTAL 6.800.00 POLICIAIS OPERACIONAIS.

    digo com toda a segurança que estes nobres profissionais da carreira recebedores de nível fundamental , estão carregando a policia civil nas costas… exercendo as funções como investigadores…..

    isso significa que 50% da policia operacional hoje é composta por estas duas carreiras…………….

    e os governantes fingem que não estão vendo nada…

  31. hoje a policia investigativa , esta praticamente nas costas de policiais operacionais , que sob a portaria 30 da dgp.
    esta deixando de contratar investigadores. enganando os operacionais pagando metade do salario merecido…

    seria a mesma coisa que os escrivães se passassem por delegados …

    isto esta ficando uma vergonha….

  32. carcereiros e agentes policiais = AGENTES DE POLICIA JA JÁ…….

  33. QUANTO AO POST…

    peruas de lotações= PCC- propina- lavagem de dinheiro-

    não é novidade pra ninguem…. todo mundo sabe disso…

  34. SHERLOCK GOMES:

    Se tem alguem gerando discórdia aqui e fazendo proselitismo barato é vc e mais meia duzia de outras contas fake.

  35. Poxa, mudanças nas cadeiras, colegas presos hoje, além de colega autuado por homicidio, no transito, estava embriagado e atropelou……e não há um tópico a respeito????? Caramba, o flit não é mais atualizado como antes, onde já se mencionavam por aqui os novos donos das cadeiras. Dos colegas presos, da 4 ª Seccional, só sei que deram uma cana de tráfico na região de Ribeirão Preto, gente influente, e não deram ciencia à delegacia local, onde o delegado de lá acionou a Corró daqui onde os mesmos foram presos por extorsão mediante sequestro, aqui em SP, mesmo com a presença do delegado e chefe deles, cientes da diligencia que efetuavam. Não há provas de pedida nem de merda nenhuma, talvez mexeram com quem é influente na região. Se for isso, mais uma prova para não fazermos merda nenhuma. Se campanamos, prendemos, rachamos crimes, logo as brechas da lei colocam bandido na rua, trabalho arriscado e em vão, não teremos reajuste algum, quadro defasado nas delegacias, além de, esperarmos por surpresas na nossa aposentadoria. Só temos a certeza de que, pode mudar secretário, dg, decap e demais que continuaremos no mesmo abandono de sempre, não farão nada por nós, além de uma criminalidade certa da impunidade, que nos enfrenta e desrespeita a cada dia. Triste!!!!

  36. Como o colega supra disse que “Máfia das Lotações’ tem esquema com facções criminosas do Estado. Isso não é novidade a ninguém muito menos a nós da Polícia Judiciária. Ocorre que a Polícia Civil deveria ter a mesma Estrutura da Polícia Federal para ganharmos reconhecimento e confiança da sociedade. Do jeito q a PC está, vai a extinção, todos os dias vemos um grupo de policiais indo preso. Mau salário, falta de estrutura no serviço, falta de Reestruturação e descrédito junto a sociedade…

  37. Sérgio,

    Ninguém vai em cana pela corró porque deixou de comunicar o DelPol da área da diligência.
    O sequestro e a pedida foram realizados. Não deu certo, cana neles. Nessa o DelPol e o chefe dos tiras deveriam entrar também, pois sabiam da pedida.

    E depois vcs falam que nós PMs é que atacamos as “biqueiras”.

    Atenção, está vale um post:

    CANA DA CORRÓ NA SIG DA 4 SECC.

    Comunico que esta sendo lavrado na corregedoria auto de prisão em flagrante delito contra três policiais civis em exercício na SIG DA 4 SECCIONAL -DECAP.
    Um quarto indivíduo também está sendo autuado, estranho aos quadros – ganso.
    Os indiciados estavam praticando extorsão mediante sequestro contra duas vitimas que foram por eles arrebatadas e sequestradas na cidade de Ribeirão Preto. Passaram a exigir pagamento de resgate para a família.
    Apenas os operacionais e o ganso estão sendo autuados. Não tem Delegado envolvido.

  38. O que o sindicato e a associação dos investigadores não entendem é que se houver a reestruturação das carreiras de carcepol, agepol e aux papipol, aglutinadas na nova carreira AGENTE DE POLÍCIA, os investigadores serão os maiores beneficiados e terão as sua carreira preservada.

    1- Delegado de Polícia;
    2- Investigador de Polícia;
    3- Escrivão de Polícia;
    4- Papiloscopista Policial;
    5- Agente de Telecomunicações Policial;
    6- Agente de Polícia (agente policial+Carcepol+Aux Papipol). Com atribuições atualizadas e nível médio.

  39. melhem que sabe e viu (16/05/2016 às 0:55)

    Sérgio,

    Ninguém vai em cana pela corró porque deixou de comunicar o DelPol da área da diligência.

    ==============================================

    Na minha insignificante opinião, há três possibilidades:

    a. os policiais podem ser culpados e sistema funcionou
    b. os policiais podem ser culpados, mas atrapalharam a cadeia alimentar da corrupção
    c. os policiais podem ser inocentes e apenas incomodaram a cadeia alimentar da corrupção

    Espero que tudo seja esclarecido, porque depois que o poder punitivo do Estado é disparado, poucos ficam de pé, não importa se inocentes ou culpados.

  40. Senhor Exescravão

    Toda detenção que não esteja amparada em “FLAGRANTE OU MANDADO DE PRISÃO” é SEQUESTRO, não sei as minucias do ocorrido, mas, se foi “CANA”, deveria imediatamente ser informado o “Delegado” responsável pela equipe e este, comunicado o seu COLEGA da área, já com os passarinhos no visgo.
    Isso evita muitas dores de cabeça.

    C.A.

  41. Doutor Albano – DG
    Doutor Dejar – DEMACRO
    Doutor Domingos – DPPC
    Doutor Ruy – DEIC
    Doutora Sato – DENARC
    Doutor Emídio – DHPP
    Doutor Nico – DECAP
    Doutor Mestre – DECADE
    Doutor Ismael – CORREGE

  42. Engraçado a tiragem da dig da 4a. Seccional foi fazer cana de tráfico em ribeirão preto, em pleno domingo, com a ajuda de ganso? Não tinha inquérito policial instaurado nem ordem de serviço, apenas um ofício de boa sorte..

  43. Cana em cidade distante 500 kms…
    SIG ou DIG na seccional da capital ?
    isso nao existe…
    invpol, agpol. escpol e ganso.. num domingo…
    só podia dar o resultado que deu…
    PPC…

  44. C.A. (16/05/2016 às 8:39)

    Eu entendo que a questão da extorsão é do caráter de cada um e não da localização da prisão.

    Quando os policiais conseguem uma apreensão de vulto, daquelas que vão para os noticiários, ninguém quer saber como aconteceu, apenas os resultados e o delegado aparecem na TV, mas quando dá errado aí ficam procurando os detalhes e justificativas para dizer que a Instituição dá os meios de trabalhar e os policiais é que escolheram errar.

    Por mim, realmente deveria ter um mandado de prisão antes sair da delegacia, mas eu também conheço as pressões para produção e resultados, além dos corruptos que o próprio sistema gera e alimenta.

    Se eles estavam extorquindo ou não, eu é que não sei, espero que tudo seja devidamente apurado e o Judiciário possa sentenciar absolvendo ou condenando de acordo com a realidade.

    ….

  45. Sem hipocrisia, o nosso sistema é feito para corromper mesmo, para foder até mesmo o mais bem intencionado.

    O polícia ganha mal pra caralho, mas tem 3 filhos para sustentar. Sendo polícia, vai colocar seus filhos no colégio do estado? Como faz pra pagar colégio particular? Com muita sorte arruma um “bico estável” ou vai “correr”.
    Não aponto o dedo para os colegas que caem, mas para esses alienados que reelegem a corja tucana que há 20 anos vem minando a PC, principalmente.

    Triste demais. Que DEUS nos proteja.

  46. É meu caro ” melhem que sabe e viu” , repassei os fatos como foram me passados, quando não estamos na cena ou diretamente ligados aos fatos não há como afirmar muita coisa. Eu tenho muitos amigos na vossa corporação, portanto nunca afirmei quem ataca o que seja , somos sabedores que existe lixo em ambas as polícias. Quanto ao colega exescravão, suas possibilidades que mencionou são bastante prováveis. Boa sorte à todos nós e que Deus nos proteja sempre!!!!

Os comentários estão desativados.