Esse é o promotor de Justiça José Carlos Blat que infama publicamente o Delegado Geral Youssef Abou Chaim 102

blat2

Em 1998, o promotor José Carlos Blat passou a atuar no  – então,  recém-criado –  Grupo de Atuação Especial e Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do qual foi afastado em 2004, em circunstâncias nebulosas

A Corregedoria o investigava por uma tentativa de livrar-se de multas no Detran e por um episódio estranho em que um carro oficial do Gaeco foi apreendido fora da cidade de São Paulo – com um criminoso ao volante ( GANSO MINISTERIAL ).

No fim de 2004, a Corregedoria do Ministério Público decidiu levar essas investigações a fundo.

Nem tão fundo!

A Corregedoria dizia ter encontrado indícios de crimes mais graves contra o promotor, ou seja, denúncias de investigados pelo GAECO davam conta de que procedimentos instaurados pelo GAECO não passavam de meros instrumentos para extorsão.

Segundo advogados de investigados,   membros do Grupo supostamente forjavam certas denúncias anônimas encaminhadas ao próprio órgão.

Com base nessas denúncias forjadas instruíam e instauravam suas investigações.

Alguns dos interessados ( alvos ) , acuados pelo medo de  maiores perseguições, escândalo na imprensa e devassamento em suas vidas e patrimônio, acabaram fazendo ACERTOS com promotores.

Contudo, nada foi confirmado!

A única providência foi o afastamento do GAECO  de três de seus mais festejados promotores.

As primeiras investigações contra Blat colocaram em xeque suas ações contra desmanches de veículos roubados.

Promotores afirmaram que uma seguradora de veículos indicava quais locais deveriam ser invadidos e quem deveria ser preso.

Falava-se que Blat seria proprietário de uma empresa recuperadora de veículos.

Blat também foi acusado de proteger o contrabandista chinês Law Kin Chong, dono da Galeria 25 de Março; tido como sendo o maior importador e distribuidor de mercadorias piratas do Brasil.

Em 2002, quando participou de uma força-tarefa antipirataria, ele teria dirigido o foco da investigação somente contra os pequenos contrabandistas de origem árabe , deixando a máfia chinesa de Law livre para atuar.

Uma advogada que trabalhava para o contrabandista visitava Blat periodicamente no Gaeco.

As investigações descobriram ainda que Blat mora num apartamento de Alfredo Parisi, que já foi condenado por bancar o jogo do bicho.

Blat admite que, antes de se tornar promotor, foi sócio do filho de Ivo Noal, outro banqueiro do bicho, numa loja de conveniência.

Sobre Blat pesavam também as pretensas suspeitas: usar veículos e pessoal do Gaeco para interesses pessoais, negociar com um delegado a liberação de seu pai, que teria sido preso em flagrante por armazenar bens roubados, abuso de autoridade, truculência e suspeita de enriquecimento ilícito.

Os bens do promotor também entraram na mira da Corregedoria.

Segundo os depoimentos, Blat comprou de uma só tacada dois carros importados e blindados.

Investigações mais profundas seriam necessárias para comprovar os crimes.

Porém, em vez de promover quebras de sigilo para esclarecer por completo as suspeitas, o então procurador-geral de Justiça, Rodrigo Pinho, recomendou o arquivamento de tudo.

Aparentemente,   TUDO  ACABOU EM PIZZA! 

O procurador de Justiça Antonio Ferreira Pinto, que atuou nas investigações se disse indignado com o pedido de arquivamento dos processos contra promotor de Justiça José Carlos Blat.

Disse o então procurador de justiça: …

“No entanto, por muito menos, políticos e empresários são duramente investigados pelo Ministério Público paulista”.

A bem da verdade, Ferreira Pinto também  era dado a perseguições e injustiças baseado em seu OUVIDO ABSOLUTO!

Para ele, ouvir dizer  ( contra desafetos  ) é prova.

Assim, é possível que BLAT seja absolutamente íntegro e inocente!

youssef

Não obstante , Blat, agora – depois do fiasco de  tentar prender  Lula por suposta lavagem de dinheiro relacionada às fraudes na Bancoop – busca os holofotes elegendo o Delegado Geral da Polícia Civil de São Paulo, Youssef Abou Chaim, como suspeito de corrupção e lavagem de dinheiro.

Lamentavelmente, também baseado em achismos e ouvir dizer.

Pior: por meio da imprensa!

Não por coincidência , Youssef é amigo e foi um dos homens de confiança do ex-secretário de segurança Antonio Ferreira Pinto, o mesmo corregedor do MP que buscou processar e demitir Blat. 

O Delegado Geral conta com os prestígio de toda a classe dos delegados , do atual secretário de segurança e do Ministro da Justiça.

Notoriamente: Youssef possui patrimônio milionário amealhado pela sua família muito antes dele sonhar ser delegado.

Há eflúvios de vingança no ar!

Rcguerra

( com informações  de diversas mídias )

  1. ATE O CASO DAS MAQUININHAS DE CAÇA NIQUEL ONDE O CARRO DO ADVOGADO BATEU E FOI PEGO UM MONTE DE ENVELOPES ACABOU EM PIZZA, VCS ACHAM QUE VÃO FAZER ALGO EM RELAÇÃO AO DELEGADO GERAL?
    GENTE NÃO PRECISA DE MINISTÉRIO PUBLICO, NÃO PRECISA DE NADA PARA A POLICIA CIVIL FICAR MAIS FALADA QUE A OPERAÇÃO LAVA JATO, TODOS AQUI SABEM QUE TEM RECOLHA, QUE GALERIA PAJÉ PAGA PROPINA, LOJAS DE DESMANCHES DE MOTO DO CENTRO, LOJAS DO BRAS, OLHA SO::: SE A RECEITA FEDERAL FOI ESSA SEMANA NO SHOP 25 BRAS E PRENDEU MAIS DE 35 MILHÕES EM COISAS PIRATA, SERA QUE O DEIC A DIG A SECCIONAL, O TAO HONESTO PESSOAL DO 12 DP NUNCA VIRAM AQUILO? SERA QUE NENHUM SER ABENÇOADO DO GAECO VIU ISSO? NINGUÉM SABE QUE A GALERIA PAJE PAGA MAIS DE 2 MILHOES POR MES PARA 2 POLICIAS DA SECCIONAL CENTRO E PARA 3 DO DEIC, E PIOR SEMPRE OS MESMO, O TAL CARCEREIRO, O TAL INVESTIGADOR, NA SECCIONAL O CARA DE CABELO BRANCO, ETC ETC ETC, NO 1 DP OUTRO CARCEREIRO? NÃO ADIANTA A CORREGEDORIA, TEM QUE SER O GAECO, SERA QUE NUNCA NINGUÉM PEGOU O PATRIMÔNIO DESSES CARAS? AGORA FALAR DE DELEGADO GERAL,???? LOGICO QUE VAI DAR EM NADA POIS A CORRUPÇÃO ESTA NAS DELEGACIAS NAS SECCIONAIS DOS DEPARTAMENTOS.
    QUANTO AQUI JA SE FALOU EM RECOLHA, EM NOMES EM DETALHES, PORQUE NUNCA DA EM NADA, AI VAO LA E PRENDE O CARA PORQUE DEU UM SOCO NO CARA DO TAPETE? VIRA NOTICIA EM TUDO? MAIS GRAVE DO QUE ISSO SÃO AS RECOLHAS, OS DESVIO DE VERBAS, O DESVIO DE FUNÇOES, ENFIM, TERIAMOS TUDO PARA TER UMA POLICIA MELHOR, BASTA CADA UM FAZER UM DOSSIE COM NOMES, DE RECOLHAS COMO FUNCIONA ONDE ESTÃO PEGANDO QUAL A SALA DA DELEGACIA QUE ELES FICAM, ENVIA TUDO PARA O GAECO PEGA O CELULAR DE UM PROMOTOR, E A HORA QUE FOR FEITO OS ACERTOS SEMPRE DIA 5 A DIA 15 VCS MARCAM COM O PROMOTOR E ELE CATA O MAQUINEIRO ETC SAINDO ENTRA PARA A DELGACIA E PAGA A GRANA COM O RECOLHA, AI JA PRENDE O CHEFE O DELEGADO O TIRA E PRONTO, AI SIM VAI ACABAR ESSA PUTARIA.

    E TODOS OS RESTOS, COMEÇAREM A FAZER O CERTO, APRENDER MAQUINAS BANCAS DE BIXO, DESMANCHE, ETC ETC E EM ESPECIAL AS BIQUEIRAS,

    TODOS FICAM O DIA TODO QUE NEM UM BANDO DE IDIOTAS, FAZENDO TERMOS CIRCUSTANCIADOS, PARA VALORIZAR OS SEUS DELEGADOS, E OS RECOLHAS ENCHENDO O BOLSO COM MILHOES.

    EM CERTAS SECCIONAL CHEGA A ENTRAR 4 MILHOES POR MES GENTE,, ONDE ESTA ESSA GRANA, E VC VE NA PORTA DAS DELEGACIAS CARROS CARRISSIMOS DE CARCEREIROS ETC.

    E PIOR ELES COLOCAM ESSES BOSTAS DE CARCEREIROS PARA RECOLHER OS USANDO POIS SE NÃO OS FIZEREM AMEAÇAM COLOCAR ELES NAS TRACAS DE CADEIAS, AI PAGAM UMA TAXA E AI GANHAM MAIS.

    OBS. QUEM PAGA A DECADAS CONCERTO DE VIATURAS? CARTUCHOS DE IMPRESSORAS? LACRES DE IC? AGUA CAFE SABONETE PAPEL HIGIENICO, ALMOÇOS DE CORREIÇÃO? QUEM PAGA TUDO ISSO? O GOVERNO ??

    RESUMINDO:::: IDIOTAS SOMOS NOS QUE SOMOS DOMINADOS POR MEIA DUZIA.

    DEUS ME LIVRE DESSE MAL CHAMADO CORRUPÇÃO IRÃO TODOS PAGAR COM O SANGUE DE JESUS

    DIGITEM NO GOOGLE GAECO SÃO PAULO NA PRIMEIRA PAGINA JA DA PARA DENUNCIAR

    FAÇA A SUA PARTE, NÃO SEJA CONIVENTE COM ESSA ROUBALHEIRA QUE UM DIA VC PODE SER VITIMA DELA, POIS A CORREGEDORIA SO PRENDE QUEM NÃO PAGA E TEM QUE FAZER ESTATISTICAS, AI VC ERRA UMA VIRGULA E VAI PARA A CADEIA PARA JUSTIIFICAR OS LADRÕES SOLTOS

    PENSE NISSO

  2. Oligarquia e intocável, só uma revolução. Na trajetória deste país, somente revoluções mudaram o curso deste, mesmo que de maneira pequena. Aliás, o que aconteceu com aquele promotor que dirigia embriagado em uma rodovia, entrou na contramão e bateu d frente sua caminhonete com uma moto que era ocupada por três pessoas, essas vieram a óbito (pai, mãe e filho). Nada….isso mesmo, nada, só foi transferido.

  3. Se tem culpa ou não cabe os que acusam provar, mas em se tratando de Delega Geral isso sim da pá falar, péssimo Delegado Geral, aliás como a grande maioria dos Delegados do Pelúcia, meros advogados frustados, filhinhos de papai ou pessoas apadrinhadas que consegue um cargo de Delegadim se achando Deuses , fugindo do seu comprometimento primeiro com a instituição e seus subordinados e depois com a sociedade.

  4. Ôpa! Vamos então investigar com profundidade não somente o Blat como também seu parceiro de Gaeco promotor Arthur Pinto.

  5. Os delegados de polícia são a categoria mais invejada dentro do funcionalismo público.

  6. Saiu na globo…ainda não pediu para sair do cargo? Vamos torcer que o próximo pense na polícia…..

  7. Teria o Delegado de Polícia Pachecão razão ao dizer que a fonte de todas as perseguições do MP a eles seria dor de cotovêlo crônica? Eu acredito que sim disse:

    Pachecão, preciso tirar o chapéu para a sua afirmativa simplória e verdadeira: “os delegados de polícia são invejados…”

  8. mas… tem cheiro de coisa podre no ar… isso tem mesmo !

  9. Eu não acredito que alguém da PC poderia investigar qualquer suposta irregularidade do MP, porque, se o fizesse, seria demitido pela “Conveniência da Administração”.

    A Lei Orgânica da Polícia tirou a estabilidade e a segurança jurídica para se fazer Polícia.

    O que pode acontecer é, no máximo, o MP pedir ajuda para investigar algum promotor (leia-se: policiais para pular muro, abrir porta, carregar apreensões).

  10. O delegado geral é sócio de réu confesso no maior esquema de corrupção do país e o promotor é que o infama??
    E você mesmo já postou isso, Guerra. Está esquizofrênico? Acabaram os remédios?
    Para de puxar saco que você já está na rua

  11. Acabar não digo, mas se querem minimizar a corrupção na polícia civil, acabem com a recolha.
    Alias, eu proponho aqui, um tópico exclusivo para denunciar os malditos recolhas, esse câncer da PCSP.
    Alguém concorda?

  12. Acho que não DR. PACHECO, se a nossa Polícia fosse uma instituição séria, eu concordaria com você.

    A frequentar bons cursos preparatórios para concursos públicos, ao revelar que sua intenção é ser Delegado, seus colegas e até professores sugerem que tente outra carreira, pelos motivos que todos nós conhecemos.

    Ser policial é vocação, se você se orgulha de ser Delegado, parabéns, a instituição precisa de profissionais assim, mas com certeza não é a carreira mais invejada do funcionalismo público.
    Bom dia.

  13. VITÓRIA NA GUERRA,
    Ontem assistia a um documentário sobre o filme Cidade de Deus.
    De imediato, algumas conclusões:
    – Todo mundo “indignado” com a morte do garoto. Trágico mesmo! Mas o povo, de todas as camadas, ia ao êxito quando a boca do Zé Pequeno foi tirada dele após uma crianças realizarem o seu fuzilamento.
    A situação do garoto é ficcional, então?
    – Os atores perceberam o “golpe”. Antes de ser lançado o filme, oferecerm-lhes duas pissibilidade: a) pegar uma certa e única quantia antes do lançamento: b) faturarem pela bilheteria. Que filme brasileiro, exceto pornochanchada (e agora, os de violência), dava bilheteria?
    Pegaram um valor fixo, ficaram fora da geração de bilheteria e… O filme é assistido em tudo quanto é país…
    Pobreza brasileira é comodite, para políticos e para artistas “engajados”.
    Certos bairros de São Paulo ainda são servidos por ônibus caindo aos pedaços. Paraísopolis tem quase todos os micros equipados com ar condicionado, carregador de celular…

  14. 05/06/2016 19h05 – Atualizado em 06/06/2016 08h40
    Vídeo mostra suposto interrogatório de garoto após abordagem da PM

    Suposto interrogatório?

    Quem esse bando de pm pensa que é para interrogar alguém já visando uma defesa futura?

    Bela palhaçada e um Juiz deveria imediatamente identificar e determinar a prisão desses policiais.
    eu me lembro do caso da morte da menina Eloá Cristina na cidade de Santo André, logo após o serviço mal feito do gate, um delegado interrogou a outra menina Nayara e contrariando o serviço judicial, efetuou esse interrogatório absurdamente na presença de um coronel dessa pm no quarto de um hospital e conclusão: o peste do oficial, que apenas ouviu o interrogatório, saiu do quarto hospitalar afirmando para toda a imprensa que não houve nenhum erro cometido pelo seu gate e imediatamente foi afastado das apurações administrativas antes mesmo de se iniciar.

    Eu não estou defendendo o menino que roubou e nem mesmo a ação da pm durante o suposto “confronto”, já que não da para acreditar na pm, até mesmo pq eu não estava lá, mas essa corja de militares sempre cagam no pau após fatos que muitas vezes merecem serem aplaudidos e o caso em questão não é diferente.

    Eles não podem fazerem esse vídeo que coloca o seu próprio trabalho em suspeita, isso é imoral e todos devem serem presos judicialmente e imediatamente, quem trabalha sério não tem pelo que temer e nem mesmo necessita de um vídeo feito contra as normas judiciais e ainda mais interrogar uma criança, indiferentemente de quem quer que seja.

    http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2016/06/video-mostra-suposto-interrogatorio-de-garoto-apos-abordagem-da-pm.html

  15. Dr. Pacheco. disse:
    05/06/2016 ÀS 23:32
    Os delegados de polícia são a categoria mais invejada dentro do funcionalismo público.

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  16. Engraçado que vcs falam mal da PM como a corja, e que sempre são os que fazem o “serviço” mal feito, engraçado como os ditos “especialistas” em segurança pública, sublinarmente, põe em dúvida na mente da população a capacidade de um menino de 10 anos bandido poder segurar uma arma, atirar e dirigir ao mesmo tempo, engraçado que estes mesmos especialistas, incluindo-se delegados; psiquiatras; psicólogos; afirmarem com toda a veemência, que o frágil menino Marcelinho, filho do SGT da ROTA, foi capaz de segurar uma 40;executar uma família inteira com tiros certeiros e ser capaz de se matar em seguida, grande policia eu descobri agora que a gente tem, eu teria é vergonha de escrever certas coisas aqui.

  17. OH ! PROMOTOR DE JUSTIÇA !

    promotor de Justiça José Carlos Blat

    EU CONHEÇO O TENENTE DO EXÉRCITO BRASILEIRO – Delegado Geral Youssef Abou Chaim

    VOCE ESTÁ ERRADO !

  18. OH ! APOSENTADO PACHECÃO !

    NINGUÉM TEM INVEJA DE DELEGADO DE POLÍCIA

    O QUE NÃO SE ACEITA SÃO INJUSTIÇAS

    DISPARIDADE SALARIAL

    E NÃO TER UMA ASSOCIAÇÃO OU SINDICATO QUE REPRESENTE OS POLICIAIS !

    MUITO PELO CONTRÁRIO SÃO OS DELEGADOS QUE SÃO ZÓIÕES – QUANDO O TIRA SE ADIANTA NA

    VIDA LÁ VAI UM F.D.P. DE UM DELEGADO ARMAR ESQUEMA PARA FUDER COM O TIRA !

  19. VEJO ISSO NA POLÍCIA ATÉ HOJE !

    OS DELEGADOS QUEREM TUDO PARA ELES

    ADORAM DAREM BANHO, DUCHA , CHUVEIRADA EM TODO MUNDO

    ACHAM QUE SÓ ELES SÃO OS ESPERTOS !

    TEM MUITOS PENDURADOS

    A CORRÓ TÁ EM CIMA DE VÁRIOS !

  20. PODERIA USAR ESSE VEÍCULO

    PARA DENUNCIAR VÁRIOS

    MAS NÃO SOU ALCAGUETA, SAFADO, SENVERGONHA !

  21. Delegados são bem pagos para cobrar produção e nos operacionais somos mal pagos para produzir, mesmo sem as mínimas condições para isso.

  22. Sempre aquele argumento de desqualificar o servidor que está investigando ou mesmo a vítima…

  23. ANTIGAMENTE A CORRÓ ERA SÓ UMA SALINHA NO DEIC VELHO !

    ATUAL É UM PRÉDIO ENORME !

  24. COVARDES E PUXA SACOS DE DELEGADAS E DELEGADOS – NÃO TEEM MORAL NENHUMA !

  25. SÓ CUMPRO ORDEM DE SERVIÇO POR ESCRITO E ASSINADA POR DELEGADOS OU DELEGADAS

    PARA PODER ME RESGUARDAR DEPOIS

    NUNCA CUMPRI ORDEM DE SERVIÇO ASSINADA POR ESCRIVÃES OU ESCRIVÃS,

    A ASSINATURA DOS ESCRIVÃES NÃO VALEM NADA NÃO SÃO AUTORIDADES

    NA JUSTIÇA TIRAM O CORPO FORA !

    NÃO TRABALHO EM EMPRESA PARA DAR PRODUÇÃO !

    AS ATIVIDADES POLICIAIS INTERNAS OU EXTERNAS

    TEEM UMA CERTA LÓGICA –

    AGORA PUXA SACOS SÃO FODAS !

    A POLÍCIA VIROU ATUALMENTE

    POLÍCIA DE F O F O C A !

    DE DELEGADOS (AS) AOS FAXINA !

  26. POR EU SER UMA PESSOA SÉRIA SEMPRE OS DELEGADOS (AS) ME RESPEITARAM

    AGORA ÀQUELES SERVIDORES QUE FICAM PUXANDO O SACO, FICAM DE FOFOCAS

    QUE RESPEITO MERECEM !

  27. SENHORES A PM NUNCA SERÁ EXTINTA ELA É FORÇA AUXILIAR DO EXÉRCITO

    FOI CRIADA PARA ESSES TIPOS DE TRABALHO QUE O EXÉRCITO FAZIA ANTES

    O EXÉRCITO BRASILEIRO NÃO QUER SE EXPOR – ALIÁS NUNCA IRÁ SE INDISPOR COM A POPULAÇÃO

    POR ISSO QUE CRIARAM ESSE ESTEPE – E ELE EXÉRCITO FICAR ILESO !

  28. O EXÉRCITO BRASILEIRO QUER MAIS QUE AS PM’S SE FODAM !

    A IMAGEM DO EXÉRCITO COM A POPULAÇÃO QUE INTERESSA!

    NÃO VEEM A MERDA QUE FIZERAM 20 ANOS DURANTE A DITADURA MILITAR

    ONDE COMETERAM CRIMES LESA PÁTRIA – LESA HUMANIDADE !

  29. HOLOFOTES !!!!!!!!!!!!

    ABRIU A PORTA DA GELADEIRA ELE JÁ QUER DAR ENTREVISTAS !

  30. Cop Pol,

    Verdade, estou na rua, mas não na amargura!

    Puxar saco do Youssef seria atestar ser portador de Síndrome de Estocolmo.

    O delegado é sócio de um criminoso confesso, todavia o “colaborador” o exonerou de quaisquer responsabilidades e, ainda, lavrou declaração em Tabelionato.

    Com efeito, se o delator presta para incriminar com maior razão presta para exculpar terceiros!

    Por outro lado, o promotor Blat não possui atribuição para investigar o Delegado Geral, o qual possui foro especializado em razão de suas funções: Tribunal de Justiça.

    Tampouco o promotor Blat é porta voz do Ministério Público.

    Portanto, suas entrevistas falando sobre reabertura de investigação em desfavor do DGP são levianas.

    Será que ele investigará os outros sócios do delator e , também, todos os clientes para quem formaliza contabilidade ?

    Quanto aos meus reMÉdios: meu pequeno bar está bem abastecido!

  31. Sim, tal qual lula foi inocentado pelo relator da cpi da Petrobras.
    Conte outra.
    Jura que você acreditou nessa??
    Bobo sou eu.
    Porta da rua é serventia da casa.
    Chega de passar vergonha aqui.

  32. Os delegados são soberanos e tem poder de punição severa e o governo percebendo isso passou a pagá – los bem, assim ganhando bem os delegados ficaram com a obrigação de cobrar, cobrar e cobrar produção, enquanto os operacionais muito mal pagos, sem condições ideais de serviços, ficaram com a enorme responsabilidade de produzir, produzir e produzir sobre a pressão dos bem pagos e soberanos delegados e também para sociedade, resumindo os operacionais estão ferrados e mal pagos.

  33. A GLOBO OU OUTRAS EMISSORAS PRECISAM MOSTRAR TAMBÉM QUE AS VIATURAS DA PM DE SP ABANDONAM OS COLÉGIOS PÚBLICOS PARA FAZEREM AS RONDAS NOS COLÉGIOS PARTICULARES ONDE ESTUDAM OS FILHOS OU PARENTES DOS OFICIAIS OU ENTÃO MOSTRAR QUE AS VIATURAS CARACTERIZADAS DA POLÍCIA MILITAR SÃO USADAS PARA FAZER SEGURANÇA NAS PORTAS DOS COLÉGIOS PARTICULARES PORQUE A EQUIPE DE SEGURANÇA É COMPOSTA POR PRAÇAS PRESTANDO SERVIÇO PARA OS EMPRESÁRIOS DA PM.QUE FECHAM CONTRATO DE SEGURANÇA COM OS DONOS DOS COLÉGIOS

  34. deveria ser proporcional, qualquer aumento ou gratificação nova aso Delegados, serem estendidas aos operacionais.
    Delegado aposentado levou uma chuveirada no GAT.

  35. Sim, tal qual lula foi inocentado pelo relator da cpi da Petrobras.
    Conte outra.
    Jura que você acreditou nessa??
    Bobo sou eu..
    Porta da rua é serventia da casa.
    Chega de passar vergonha aqui.

  36. corregepol agindo : você e’ a pior classe de policial que pode existir. Deve ser aquele MERDA inútil, gordo e burro que não sabe fazer bosta nenhuma. Ta na policia ha 25 anos e na segunda classe de tao inútil. A noite fica clamando por um pedaço de pizza para encher essa sua barriga de hipopótamo e rezando pra sobrar uma vaguinha para ser recolhe. MAS como e’ BURRO e não sabe nem contar, VAI ATENDER PM TRAZENDO UMA PEDRA E UM FEDORENTO, seu monte de estrume, cagueta filho da puta!!!

  37. Ao afirmar que os delegados são a categoria mais invejada no funcionalismo, estou a me pautar nos fatos. Obviamente, que vai embutida uma ligeira provocação – e ela assanha alguns mais histéricos, fazendo-me rir um pouco.
    Notem: só se fala nos delegados. Notem, ademais: uma profusão de projetos legislativos versa sobre as atribuições dos…delegados. (Nessa seara, curial notar que, malgrado a profusão de projetos a versar sobre os mais variados temas, via de regra, aqueles nos quais o delegado afigura como protagonista, são eles os mais promissores e, não raro, convalidados em lei.)
    Prossigamos, pois não é só: – os doutos membros do “parquet”, sem embargo dos pretextos os mais estapafúrdios, aspiram a uma nossa prerrogativa – presidir ao inquérito policial (esse, segundo eles, vetusto expediente. Estranhamente, porém, o tal pic é-lhe em tudo similar, só que mais arbitrário).
    Não bastasse, da minha diminuta, mas não inexpressiva experiência, venho depreendendo o seguinte: uma expressiva maioria dos subordinados com os quais trabalhei, dentre aquele universo que cursou direito, fê-lo justamente tencionando prestar para…delegado. Raríssimas exceções se queriam integrantes de outras carreiras jurídicas.
    No tocante aos vencimentos, não devemos nos circunscrever à nossa exclusiva realidade. Muitos estados por aí pagam ao cargo de delegado excepcionalmente bem. Aqui em São Paulo, claramente, a remuneração fica aquém. Pessoalmente, porém, na qualidade de plantonista e, por conseguinte, fazendo jus ao gat, meus reclamos são aplacados, ao menos um pouco.
    Por derradeiro, só alguém muito ingênuo, e alheado das nossas particularidades, pode apostar suas fichas nessas já “velhas novidades”: ciclo completo, carreira única, desmilitarização, etc.
    Por isso, e por todo o mais, afiancio, redizendo: todos nós invejam.

  38. Olha vou te falar que depois que eu descobri que a função de Delta se resume a assinador, despachante da cana alheia, eu só invejo os vencimentos.

  39. João policial, há de se ver com quem andou trabalhando. Tiras há tambem, e um monte considerável deles, que são apenas estafetas. Ou estou mentindo?

  40. Mas quem deixou esta merda virar cartório da pm??
    Te garanto que não foram os tiras.

  41. Esse Dg vai sair não ? Já saiu em todos jornais q está envolvido na lava jato. E o governador será q está junto?…..

  42. Esse Dg vai sair não ? Já saiu em todos jornais q está envolvido na lava jato. E o governador será q está junto?…..

    Alguém sabe de algo?

  43. João policial, chega a me constranger ter que dizer uma obviedade dessas, mas decerto que não foram os tiras, afinal, eles não têm qualquer poder decisório.
    Mas caso vc assim o queira posso apontar mazelas atribuíveis a todos e aos tirar especificamente. O que a mim parece ocioso.

  44. Delegados bem pagos cobram produção e operacionais mal pagos produzem e alimentam o judiciário.

  45. EU CONHEÇO O TENENTE DO EXÉRCITO, ADVOGADO, DELEGADO, Youssef Abou Chaim, DESDE QUE ELE

    TINHA 17 (DEZESSETE) ANOS DE IDADE, CONHEÇO A FAMÍLIA DELE, SEMPRE FORAM UMA FAMÍLIA

    ABASTADA, MILIONÁRIOS, ZILHARDÁRIOS, SEMPRE TIVERAM VULTOSOS PATRIMÔNIOS, PASSADOS DE

    GERAÇÃO A GERAÇÃO, O YUSSEF , É DE FAMÍLIA TRADICIONAL EM SÃO PAULO;

    ESSE PROMOTOR QUE ESTÁ IMPUTANDO FATO !

    OU SEJA: ALEGARE E NON PROBARE ÉS QUASI QUE NON ALEGARE – OU SEJA QUEM FALA E NÃO PROVA

    É A MESMA COISA QUE TIVESSE DITO NADA !

    ALLEGACCIO ET NON PROBACCIO, ET QUASI QUE NON ALLEGACCIO – (NICOLA FRAMARINO DEI MALATESTA)

  46. Essa tal reestruturação não passa pelo seguinte motivo ou “MODUS MOTIVANTIS” PENSAMENTUS ARCAICUS JURASSIKUS AD ETERNUN SAECULASAECULORUM!! AMÉM!!! Afinal são quase 110 anos de história.
    Muitas carreiras, muitas disputas entre elas, é aquele velho jargão: “Dividir para Governar”, na PCSP, é institucionalizado!
    Portanto quer melhorias, ou estude bastante e façA outro concurso ou MUDE DE INSTIUTIÇÃO, o Delegado Geral atual já deveria ter brigado por isso!? Se realmente ele quer uma PC unida deveria batalhar pela carreira úncia, caso contrário é passos largos do fim da Policia Civil e a hegemonia da PM E DO MP sobre nós, ELE SÃO MAIS UNIDOS, nós uma dessunião total, estamos na merda, e ainda tem gente humilhando, já não basta-se fora, dentro também, nossos pares, são brigas internas, invejinha, caguetagem a todo insatante sem freio , fogueira das vaidades, soberba sem fim, ou então mano brown, lute para unificação das carreiras.
    Caso contrário é cantar a música por que o futuro de um reino divido entre si é o proprio fim:
    Aprendam com a história do mundo onde a divisão e desunião levaram Governos, autoridades, Reis, impérios ao fracasso.

    Per Omnia Saecula Saeculorum, Amen

  47. Essa tal reestruturação não passa pelo seguinte motivo ou “MODUS MOTIVANTIS” PENSAMENTUS ARCAICUS JURASSIKUS AD ETERNUN SAECULASAECULORUM!! AMÉM!!! Afinal são quase 110 anos de história.
    Muitas carreiras, muitas disputas entre elas, é aquele velho jargão: “Dividir para Governar”, na PCSP, é institucionalizado!
    Portanto quer melhorias, ou estude bastante e façA outro concurso ou MUDE DE INSTIUTIÇÃO, o Delegado Geral atual já deveria ter brigado por isso!? Se realmente ele quer uma PC unida deveria batalhar pela carreira úncia, caso contrário é passos largos do fim da Policia Civil e a hegemonia da PM E DO MP sobre nós, ELE SÃO MAIS UNIDOS, nós uma dessunião total, estamos na merda, e ainda tem gente humilhando, já não basta-se fora, dentro também, nossos pares, são brigas internas, invejinha, caguetagem a todo insatante sem freio , fogueira das vaidades, soberba sem fim, ou então mano brown, lute para unificação das carreiras.
    Caso contrário é cantar a música por que o futuro de um reino divido entre si é o proprio fim:
    Aprendam com a história do mundo onde a divisão e desunião levaram Governos, autoridades, Reis, impérios ao fracasso.

    Per Omnia Saecula Saeculorum, Amen

  48. Reajuste N.U = R$100,00 pior salário Nível Superior do Estado de São Paulo, investigador e escrivão ganham menos que a maioria das carreira N.M e agora vão ganhar menos que os Praças PM com SUPER Auxílio Alimentação de R$900,00…

  49. E mais uma vez os tais NUs politicando somente em causa própria. E é assim que a PC está indo para o buraco. Delegados de um lado (só vendo o próprio umbigo), escrivães e investigadores reivindicando melhores salários só para eles, como se o “restopol” não tivessem competência, não fossem policiais, não praticassem os serviços de outras funções para um bem maior, não tivessem também família para sustentar!
    Enquanto isso o Governador agradece essa segregação.
    Se eu te pontar um dedo e alguém viesse para quebrá-lo, o fariam na maior facilidade. Mas o meu punho fechado (todos os meus dedos juntos, se protegendo) ninguém quebra.
    Precisamos nos unir. Pedir um único sindicato é muita ilusão, então vamos exigir que todos se unam.
    A UNIÃO não faz somente açúcar meus caros.
    Vamos refletir e agir todos juntos, todos para o mesmo lado.
    Enquanto isso a PM saiu na frente, mas há anos que escrevo neste blog e eu já dizia que, se tirassem a paridade entre a PM e a PC isso iria ocorrer, mas ninguém me acreditou.

  50. Unidos somos mais fortes.
    Pena que ninguém está disposto a pagar para ver.
    Eu estou, mas uma andorinha não faz verão!!!

    Poderíamos começar com o tal auxílio alimentação igual ao da PM!
    Vamos tentar?
    Pressionar nossos sindicatos, associações e deputados?
    Não interessa se o seu candidato perdeu, nem se você votou em branco ou até não votou. Todos os eleitos estão sendo pagos com os nossos impostos!

    Um ano novo próspero, cheio de saúde e com mais união para todos!!!

  51. A SOLUÇÃO É SINDICATO ÚNICO AO CONTRÁRIO VAI REIVINDICAR COMO? ACHA QUE ALGUÉM SE IMPORTA COM VOCÊ? DOIS ANOS SEM REPOSIÇÃO SALARIAL ISSO É O QUE IMPORTA.

  52. 5ª Câmara de Direito Público Registro: 2014.0047672
    ACÓRDÃO
    Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação / Rexame
    Necesário nº 10497-05.2013.8.26.053, da Comarca de São Paulo, em que é recorenteJUIZO EX OFFICIO e Apelante SPPREV SÃO PAULO PREVIDENCIA, é apelado LUIZGERALDO DIAS.ACORDAM, em 5ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo, proferi a seguinte decisão: “Negaram provimento aos recursos. V. U.”, deconformidade com o voto do Relator, que integra este acórdão.O julgamento teve a participação dos Exmo. Desembargadores FERMINO MAGNANI FILHO (Presidente) e MARIA LAURA TAVARES. São Paulo, 28 de julho de 2014. MARCELO BERTHE RELATOR
    ASSINATURA ELETRÔNICAPODER JUDICIÁRIOTRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    5ª Câmara de Direito Público
    Voto nº 4324 – Apelação / Rexame Necesário 10497-05.2013.8.26.053 – São Paulo – PAT2/8
    Voto nº 4324 Apelação / Rexame Necesário nº 10497-05.2013.8.26.053 Apelante: SPPREV – São Paulo Previdência
    Apelado: Luiz Geraldo Dias Recurso ex oficio do Juízo da 4ª Vara da Fazenda Pública da Comarca da
    Capital Juiz prolator: Aluísio Moreira Bueno RECURSO DE APELAÇÃO E EX OFFICIO EM MANDADO
    DE SEGURANÇA. ADMINISTRATIVO. SERVIDOR PÚBLICO. POLICIAL CIVIL. PRETENSÃO À
    APOSENTADORIA ESPECIAL. 1. Administrativo. Policial Civil. Pretensão de revisão da aposentadoria nos termo da Lei
    Complementar Federal nº 51/85. Posibildade. Compatibildade com a Lei Complementar Estadual nº 1.062/08. Entendimento
    firmado pelo Órgão Especial desta Corte. Mandado de Injunção nº 0521674-31.2010.8.26.00. Constiucionalidade reconhecida
    pelo C. Supremo Tribunal Federal. ADI 3.817/DF. 2. Servidor que conta com mais de 30 anos de contribuição, sendo 20 deles em
    estrito trabalho policial. Requisitos legais prenchidos. 3. Ingreso no serviço público antes da vigência das Emendas Constiucionais
    20/18 e 41/03. Direito garantido à integralidade e paridade de proventos. Precedentes desta C. Corte. Sentença mantida.
    Aplicação do disposto no art. 252 do Regimento Interno deste E.Tribunal de Justiça. Recursos desprovidos
    Tratam os autos de recurso de Apelação extraído de Mandado de Segurança (nº 10497-05.2013.8.26.053), interposto contra a r.
    sentença de fls. 141/151, proferida pelo MM. Juiz da 4ª Vara da Fazenda Pública da Comarca da Capital, que julgou o pedido procedente para conceder a segurança ePODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    5ª Câmara de Direito Público Voto nº 4324 – Apelação / Rexame Necesário 10497-05.2013.8.26.053 – São Paulo – PAT
    3/8 reconhecer o direito do impetrante à aposentadoria com proventos integrais, nos termos do art. 1º da LC 51/85 c.c. arts. 2º e 3º da LCE 1.062/08 e arts. 40, §4º e 201,§9º da CF, desde a data do ajuizamento da demanda, pois prenchidos os requisitos
    legais. Custas na forma da lei. Não houve condenação em honorários advocatícios.
    A SPREV interpôs o presente recurso alegando, em síntese, que o cálculo dos proventos não se confunde com a concesão da
    aposentadoria especial. Sustenta que se faz necesário o cumprimento dos requisitos elencados na LCE nº 1.062/08 não podendo ser aposentado exclusivamente pela LCF nº 51/85 e resalta que o autor já está aposentado administrativamente com base na
    LCE nº 1.062/08. Por fim, menciona que os cálculos devem ser efetuados nos termos do artigo 40, §3º, da Constiuição Federal (fls. 154/164).Não foram apresentadas as contrarazões.O Ministério Público de 2ª instância manifestou-se (fl.171).
    É o relatório.
    Os recursos não comportam acolhimento.No Estado de São Paulo, a atividade prestada pelos policiais civis é considerada pela Lei Complementar 76/94 perigosa e insalubre. Por iso, totalmente aplicável o art. 40, §4º, incisos I e II, da Constiuição Federal que
    prevê:
    § 4º É vedada a adoção de requisitos e critérios diferenciados para a concesão de aposentadoria aos abrangidos pelo regime de que trata este artigo, resalvados, nos termos definidos em leis complementares, os casos de servidores: I – que exerçam atividades
    de risco; II – cujas atividades sejam exercidas sob condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física.
    Asim, reconhecida a peculiaridade da atividade prestada nesta careira, é possível a adoção de requisitos e critérios diferenciados para a concessão de aposentadoria. De outro lado, o C. Supremo Tribunal Federal declarou constiucional a Lei Complementar Federal nº 51/85 no julgamento da ADI 3.817/DF.Neste sentido, segue o julgado:
    RECURSO EXTRAORDINÁRIO. CONSTITUCIONAL.PREVIDENCIÁRIO. RECEPÇÃO CONSTITUCIONAL DO
    ART. 1º, INC. I, DA LEI COMPLEMENTAR N. 51/1985.ADOÇÃO DE REQUISITOS E CRITÉRIOS
    DIFERENCIADOS PARA A CONCESÃO DE APOSENTADORIA A SERVIDORES CUJAS ATIVIDADES
    NÃO SÃO EXERCIDAS EXCLUSIVAMENTE SOB CONDIÇÕES ESPECIAIS QUE PREJUDIQUEM A SAÚDE
    OU A INTEGRIDADE FÍSICA. 1. Reiteração do posicionamento asentado no julgamento da Ação Direta de Inconstiucionalidade n.
    3.817, Relatora a Ministra Cármen Lúcia, da recepção do inc. I do art. 1º da Lei Complementar n. 51/1985 pela Constiuição. 2. O
    Tribunal a quo reconheceu, coretamente, o direito do Recorido de se aposentar na forma especial prevista na Lei Complementar
    51/1985, por terem sido cumpridos todos os requisitos exigidos pela lei. 3. Recurso extraordinário ao qual se nega provimento. (RE
    56710/AC, Tribunal Pleno, Rel. Min. Cármen Lúcia, j.13.10.2010).
    Portanto, forçoso reconhecer que a Lei Complementar Federal nº 51/85 deve ser aplicada nos casos de aposentação de servidores policiais civis.
    Aliás, esta mesma orientação foi firmada pelo Órgão Especial deste E. Tribunal de Justiça:
    Mandado de Injunção. Servidor Público. Aposentadoria especial. Insalubridade. Inépcia da inicial. Ausência de pedido de cesação da
    mora legislativa. Eventual concesão da ordem que não traduz edição de preceito abstrato e geral, mas faz lei entre os litgantes e se
    sujeita a condição resolutiva, qual seja, a edição do ato legislativo omitdo. Preliminar rejeitada. Aplicabildade do art. 57 da Lei n.
    8.213/91. Inadmisibildade. Existência de norma que regulamenta a aposentadoria de policiais civis (LC n. 51/85 e LCEst. n.
    1.062/208). Inexiste contagem especial de tempo de serviço desvinculado de aposentadoria especial. Dispositvos constiucionais
    invocados que não previram tal posibildade. Ordem denegada.(Mandado de Injunção nº 0521674-31.2010.8.26.00, São Paulo,
    Rel. Des. José Santana, Órgão Especial, j. 16.03.201)Sendo asim, a Lei Complementar Federal nº 51/85 deve
    ser aplicada em conjunto com a Lei Complementar Estadual nº 1.062/08, pois uma não exclui a outra.
    No caso concreto, o autor contava quando da distribuição da presente ação com 30 anos, 07 meses e 13 dias de contribuição, sendo que destes anos mais de 20 deles de estrito trabalho policial, conforme documento de fl. 40.
    A Lei Complementar Federal nº 51/85 asim dispõe:
    “Art. 1º – O funcionário policial será aposentado:
    I-voluntariamente, com proventos integrais, após 30 (trinta) anos de
    serviço, desde que conte, pelo menos 20 (vinte) anos de exercício
    em cargo de natureza estritamente policial.”
    Já a Lei Complementar Estadual nº 1.062/08 prevê que:
    “Art. 2º – Os policiais civis do Estado de São Paulo serão aposentados voluntariamente, desde que atendidos,
    cumulativamente, os seguintes requisitos:
    I – cinqüenta e cinco anos de idade, se homem, e cinqüenta anos de idade, se mulher; I – trinta
    anos de contribuição previdenciária;
    II – vinte anos de efetivo exercício em cargo de natureza estritamente policial.
    Art. 3º – Aos policiais que ingresaram na careira policial civil antes da vigência da Emenda Constiucional nº 41, de 19 de
    dezembro de 203, não será exigido o requisito de idade, sujeitando se apenas à comprovação do tempo de contribuição previdenciária e do efetivo exercício em atividade estritamente policial, previstos nos
    incisos I e II do artigo 2º desta lei complementar”.
    Ora, perfeitamente compatíveis os diplomas legais. Verifica-se neste caso que o aposentado ingresou no serviço público antes da vigência da Emenda Constiucional nº 41, o que lhe garantiu o direito à aposentadoria independentemente de sua idade, cumpridos os demais requisitos.Sendo asim, tem-se que os servidores policiais civis que ingresaram antes da entrada em vigor das Emendas constiucionais nº 20/98 dezembro de 198 e nº 41/03 dezembro de 203 – fazem jus ao recebimento dos seus
    proventos integrais e com paridade, quando passarem à inatividade.
    Portanto, deve o policial civil receber seus proventos recalculados nesta base com o consequente pagamento das diferenças, respeitando-se o prazo prescricional quinquenal.
    Neste sentido, inclusive, se orienta a jurisprudência desta E. Corte:
    SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL POLICIAL CIVIL – APOSENTADORIA ESPECIAL Pleito de paridade e
    integralidade de proventos Cabimento Direito asegurado aos que ingresaram no serviço público antes da publicação das Emendas
    Constiucionais nºs 20/198 e 41/203, atendidos os requisitos legais – Lei Complementar n° 51/85, a disciplinar a aposentadoria
    especial dos policiais, que foi recepcionada pela Constiuição Federal de 198 – Matéria de repercusão geral decidida pelo C. STF
    no RE nº 567.10/AC – Lei Complementar Estadual nº 1.062/08 Autor que posui mais de trinta 30 anos de tempo de serviço, com
    mais de vinte 20 anos de atividade estritamente policial Inteligência, ademais, do artigo 3º da Lei Complementar Estadual nº 1.062/208
    Precedentes deste Egrégio Tribunal Observações no tocante ao critério de atualização monetária Inconstiucionalidade por
    arastamento do art. 5º da Lei nº 1.960/09 Aplicação da Tabela Prática do Tribunal de Justiça de São Paulo – Sentença de
    procedência confirmada. Rexame necesário e recurso voluntário desprovidos, com observação. (Apelação nº
    01814-81.2012.8.26.053, São Paulo, Rel. Des. Oscild de Lima Júnior, 1ª Câmara de Direito Público, j. 13.08.2013).
    Mandado de Segurança Polícia Civil Pretendia concesão de aposentadoria especial Admisibildade Lei nº 51/85 que foi
    recepcionada pela CF/8 Matéria de repercusão geral decidida pelo STF no RE nº 56710/AC Requisitos objetivos prenchidos pelo
    impetrante Ingreso na careira antes da EC 41/03 Inteligência do art. 3º da lei complementar estadual nº 1.062/08 Segurança
    concedida Recursos desprovidos. (Apelação nº 01609-03.201.8.26.053, São Paulo, Rel. Des. Fereira
    Rodrigues, 4ª Câmara de Direito Público, j. 17.12.12).
    A propósito, recentemente participei da votação de caso similar, da relatoria da E. Des. Maria Laura Tavares que contou, ainda, com a participação, como terceiro juiz, do E. Des. Fermino Magnani Filho, cuja tese firmada compartilho:
    Apelação Cível Policial Civil Aposentadoria Especial Lei Complementar n° 51/85 que foi recepcionada pela Constiuição
    Federal de 198 – Matéria de repercusão geral decidida pelo C. STF no RE nº 567.10/AC – Lei Complementar Estadual nº 1.062/08
    Impetrante que posui mais de trinta (30) anos de tempo de serviço,com mais de vinte (20) anos de atividade estritamente policial
    Ingreso na careira policial civil antes da EC 41/203 Inteligência do artigo 3º da Lei Complementar Estadual nº 1.062/208 Direito a
    paridade e a proventos integrais. Ação ajuizada após a vigência da Lei nº 1.960/09 Diploma legal que deve ser aplicado na
    condenação emanada destes autos – Sentença de procedência. Recurso parcialmente provido. (Apelação nº
    009419-24.2012.8.26.09, Bragança Paulista, j. 21.10.2013). Desta forma, a r. sentença não demanda reparos,
    devendo ser integralmente mantida por seus jurídicos fundamentos, nos termos do art. 252 do Regimento Interno deste E. Tribunal de Justiça. Por todo o exposto, nega-se provimento aos recursos. Na hipótese de interposição ou oposição de recurso
    contra esta decisão, ficam as partes intimadas, a partir da publicação, a se manifestarem expressamente, na petição de interposição ou razões recursais, se opõe à forma de julgamento virtual, nos termos da Resolução 549/201 do Órgão
    Especial deste E. Tribunal de Justiça.
    MARCELO BERTHE —- Relator

  53. Essa tal reestruturação não passa pelo seguinte motivo ou “MODUS MOTIVANTIS” PENSAMENTUS ARCAICUS JURASSIKUS AD ETERNUN SAECULASAECULORUM!! AMÉM!!! Afinal são quase 110 anos de história.
    Muitas carreiras, muitas disputas entre elas, é aquele velho jargão: “Dividir para Governar”, na PCSP, é institucionalizado!
    Portanto quer melhorias, ou estude bastante e façA outro concurso ou MUDE DE INSTIUTIÇÃO, o Delegado Geral atual já deveria ter brigado por isso!? Se realmente ele quer uma PC unida deveria batalhar pela carreira úncia, caso contrário é passos largos do fim da Policia Civil e a hegemonia da PM E DO MP sobre nós, ELE SÃO MAIS UNIDOS, nós uma dessunião total, estamos na merda, e ainda tem gente humilhando, já não basta-se fora, dentro também, nossos pares, são brigas internas, invejinha, caguetagem a todo insatante sem freio , fogueira das vaidades, soberba sem fim, ou então mano brown, lute para unificação das carreiras.
    Caso contrário é cantar a música por que o futuro de um reino divido entre si é o proprio fim:
    Aprendam com a história do mundo onde a divisão e desunião levaram Governos, autoridades, Reis, impérios ao fracasso.

    Per Omnia Saecula Saeculorum, Amen

  54. Há sempre o sol de manhã e de noite a lua
    A beleza tua e o desejo meu
    Há sempre a dor e o amor
    Sempre o mar batendo
    Sempre a gente vendo
    E sem nada ver

    Ai, ai, ai
    tudo igual
    Sempre igual

  55. Art. 223. Compete ao Poder Executivo outorgar e renovar concessão, permissão e autorização para o serviço de radiodifusão sonora e de sons e imagens, observado o princípio da complementaridade dos sistemas privado, público e estatal.
    (…)
    § 2º – A não renovação da concessão ou permissão dependerá de aprovação de, no mínimo, dois quintos do Congresso Nacional, em votação nominal.
    (…)
    § 4º – O cancelamento da concessão ou permissão, antes de vencido o prazo, depende de decisão judicial.

  56. ESPERAMOS UMA POSIÇÃO DE TODOS OS SINDICATOS POIS SÓ VI O SIPOL DO MARRONE FALANDO NO ASSUNTO.

    GRUPO DE ESTUDOS SUSPENSO
    Grupo de Estudos que analisa as propostas apresentadas pelas Entidades de Classe da Polícia Civil está suspenso. Assim como todos os projetos de outras categorias.

    Em compasso de espera para o anúncio de mudanças no Conselho da Polícia Civil que, segundo o Secretário Alexandre de Moraes, ocorrerá ainda esta semana (…”Com isso sua missão nessa montagem do novo Conselho para…”), fica tudo parado.
    Estamos já oficiando para o Excelentíssimo Secretário solicitando audiência para externar nossas preocupações em relação a um Grupo de Estudos que, anteriormente lento por conta das eleições, agora certamente está parado.
    Vamos pedir celeridade para os integrantes do grupo composto já por técnicos conhecedores de nossas reivindicações para não começar do zero uma negociação que já se arrasta por 6 meses de forma infrutífera.
    PM já recebe Diária Extraordinária, Ajuda de Custo Alimentação três vezes superior, Posto Imediato, Integralidade e Paridade respeitados. Enquanto acumulamos funções de “graça”, pois se recebemos RETP, a PM também recebe, Ajuda de Custo Alimentação três vezes menor, Retroação na Classe, integralidade pela média (a maior gozação do Direito Constitucional nos últimos tempos) e paridade só na Justiça.

  57. Dorme, acorda, levanta, trabalha e volta
    Pra dormir de novo e continuar
    Sei que o começo vai e vem
    Vai e vem rotina
    E jamais termina, nem vai terminar

  58. Direito já foi reconhecido, falta somente uma atitude governamental ,alias,” já prometida, antes da eleição”…

    TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    5ª Câmara de Direito Público Registro: 2014.0047672
    ACÓRDÃO
    Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação / Rexame
    Necesário nº 10497-05.2013.8.26.053, da Comarca de São Paulo, em que é recorenteJUIZO EX OFFICIO e Apelante SPPREV SÃO PAULO PREVIDENCIA, é apelado LUIZGERALDO DIAS.ACORDAM, em 5ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo, proferi a seguinte decisão: “Negaram provimento aos recursos. V. U.”, deconformidade com o voto do Relator, que integra este acórdão.O julgamento teve a participação dos Exmo. Desembargadores FERMINO MAGNANI FILHO (Presidente) e MARIA LAURA TAVARES. São Paulo, 28 de julho de 2014. MARCELO BERTHE RELATOR
    ASSINATURA ELETRÔNICAPODER JUDICIÁRIOTRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    5ª Câmara de Direito Público
    Voto nº 4324 – Apelação / Rexame Necesário 10497-05.2013.8.26.053 – São Paulo – PAT2/8
    Voto nº 4324 Apelação / Rexame Necesário nº 10497-05.2013.8.26.053 Apelante: SPPREV – São Paulo Previdência
    Apelado: Luiz Geraldo Dias Recurso ex oficio do Juízo da 4ª Vara da Fazenda Pública da Comarca da
    Capital Juiz prolator: Aluísio Moreira Bueno RECURSO DE APELAÇÃO E EX OFFICIO EM MANDADO
    DE SEGURANÇA. ADMINISTRATIVO. SERVIDOR PÚBLICO. POLICIAL CIVIL. PRETENSÃO À
    APOSENTADORIA ESPECIAL. 1. Administrativo. Policial Civil. Pretensão de revisão da aposentadoria nos termo da Lei
    Complementar Federal nº 51/85. Posibildade. Compatibildade com a Lei Complementar Estadual nº 1.062/08. Entendimento
    firmado pelo Órgão Especial desta Corte. Mandado de Injunção nº 0521674-31.2010.8.26.00. Constiucionalidade reconhecida
    pelo C. Supremo Tribunal Federal. ADI 3.817/DF. 2. Servidor que conta com mais de 30 anos de contribuição, sendo 20 deles em
    estrito trabalho policial. Requisitos legais prenchidos. 3. Ingreso no serviço público antes da vigência das Emendas Constiucionais
    20/18 e 41/03. Direito garantido à integralidade e paridade de proventos. Precedentes desta C. Corte. Sentença mantida.
    Aplicação do disposto no art. 252 do Regimento Interno deste E.Tribunal de Justiça. Recursos desprovidos
    Tratam os autos de recurso de Apelação extraído de Mandado de Segurança (nº 10497-05.2013.8.26.053), interposto contra a r.
    sentença de fls. 141/151, proferida pelo MM. Juiz da 4ª Vara da Fazenda Pública da Comarca da Capital, que julgou o pedido procedente para conceder a segurança ePODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    5ª Câmara de Direito Público Voto nº 4324 – Apelação / Rexame Necesário 10497-05.2013.8.26.053 – São Paulo – PAT
    3/8 reconhecer o direito do impetrante à aposentadoria com proventos integrais, nos termos do art. 1º da LC 51/85 c.c. arts. 2º e 3º da LCE 1.062/08 e arts. 40, §4º e 201,§9º da CF, desde a data do ajuizamento da demanda, pois prenchidos os requisitos
    legais. Custas na forma da lei. Não houve condenação em honorários advocatícios.
    A SPREV interpôs o presente recurso alegando, em síntese, que o cálculo dos proventos não se confunde com a concesão da
    aposentadoria especial. Sustenta que se faz necesário o cumprimento dos requisitos elencados na LCE nº 1.062/08 não podendo ser aposentado exclusivamente pela LCF nº 51/85 e resalta que o autor já está aposentado administrativamente com base na
    LCE nº 1.062/08. Por fim, menciona que os cálculos devem ser efetuados nos termos do artigo 40, §3º, da Constiuição Federal (fls. 154/164).Não foram apresentadas as contrarazões.O Ministério Público de 2ª instância manifestou-se (fl.171).
    É o relatório.
    Os recursos não comportam acolhimento.No Estado de São Paulo, a atividade prestada pelos policiais civis é considerada pela Lei Complementar 76/94 perigosa e insalubre. Por iso, totalmente aplicável o art. 40, §4º, incisos I e II, da Constiuição Federal que
    prevê:
    § 4º É vedada a adoção de requisitos e critérios diferenciados para a concesão de aposentadoria aos abrangidos pelo regime de que trata este artigo, resalvados, nos termos definidos em leis complementares, os casos de servidores: I – que exerçam atividades
    de risco; II – cujas atividades sejam exercidas sob condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física.
    Asim, reconhecida a peculiaridade da atividade prestada nesta careira, é possível a adoção de requisitos e critérios diferenciados para a concessão de aposentadoria. De outro lado, o C. Supremo Tribunal Federal declarou constiucional a Lei Complementar Federal nº 51/85 no julgamento da ADI 3.817/DF.Neste sentido, segue o julgado:
    RECURSO EXTRAORDINÁRIO. CONSTITUCIONAL.PREVIDENCIÁRIO. RECEPÇÃO CONSTITUCIONAL DO
    ART. 1º, INC. I, DA LEI COMPLEMENTAR N. 51/1985.ADOÇÃO DE REQUISITOS E CRITÉRIOS
    DIFERENCIADOS PARA A CONCESÃO DE APOSENTADORIA A SERVIDORES CUJAS ATIVIDADES
    NÃO SÃO EXERCIDAS EXCLUSIVAMENTE SOB CONDIÇÕES ESPECIAIS QUE PREJUDIQUEM A SAÚDE
    OU A INTEGRIDADE FÍSICA. 1. Reiteração do posicionamento asentado no julgamento da Ação Direta de Inconstiucionalidade n.
    3.817, Relatora a Ministra Cármen Lúcia, da recepção do inc. I do art. 1º da Lei Complementar n. 51/1985 pela Constiuição. 2. O
    Tribunal a quo reconheceu, coretamente, o direito do Recorido de se aposentar na forma especial prevista na Lei Complementar
    51/1985, por terem sido cumpridos todos os requisitos exigidos pela lei. 3. Recurso extraordinário ao qual se nega provimento. (RE
    56710/AC, Tribunal Pleno, Rel. Min. Cármen Lúcia, j.13.10.2010).
    Portanto, forçoso reconhecer que a Lei Complementar Federal nº 51/85 deve ser aplicada nos casos de aposentação de servidores policiais civis.
    Aliás, esta mesma orientação foi firmada pelo Órgão Especial deste E. Tribunal de Justiça:
    Mandado de Injunção. Servidor Público. Aposentadoria especial. Insalubridade. Inépcia da inicial. Ausência de pedido de cesação da
    mora legislativa. Eventual concesão da ordem que não traduz edição de preceito abstrato e geral, mas faz lei entre os litgantes e se
    sujeita a condição resolutiva, qual seja, a edição do ato legislativo omitdo. Preliminar rejeitada. Aplicabildade do art. 57 da Lei n.
    8.213/91. Inadmisibildade. Existência de norma que regulamenta a aposentadoria de policiais civis (LC n. 51/85 e LCEst. n.
    1.062/208). Inexiste contagem especial de tempo de serviço desvinculado de aposentadoria especial. Dispositvos constiucionais
    invocados que não previram tal posibildade. Ordem denegada.(Mandado de Injunção nº 0521674-31.2010.8.26.00, São Paulo,
    Rel. Des. José Santana, Órgão Especial, j. 16.03.201)Sendo asim, a Lei Complementar Federal nº 51/85 deve
    ser aplicada em conjunto com a Lei Complementar Estadual nº 1.062/08, pois uma não exclui a outra.
    No caso concreto, o autor contava quando da distribuição da presente ação com 30 anos, 07 meses e 13 dias de contribuição, sendo que destes anos mais de 20 deles de estrito trabalho policial, conforme documento de fl. 40.
    A Lei Complementar Federal nº 51/85 asim dispõe:
    “Art. 1º – O funcionário policial será aposentado:
    I-voluntariamente, com proventos integrais, após 30 (trinta) anos de
    serviço, desde que conte, pelo menos 20 (vinte) anos de exercício
    em cargo de natureza estritamente policial.”
    Já a Lei Complementar Estadual nº 1.062/08 prevê que:
    “Art. 2º – Os policiais civis do Estado de São Paulo serão aposentados voluntariamente, desde que atendidos,
    cumulativamente, os seguintes requisitos:
    I – cinqüenta e cinco anos de idade, se homem, e cinqüenta anos de idade, se mulher; I – trinta
    anos de contribuição previdenciária;
    II – vinte anos de efetivo exercício em cargo de natureza estritamente policial.
    Art. 3º – Aos policiais que ingresaram na careira policial civil antes da vigência da Emenda Constiucional nº 41, de 19 de
    dezembro de 203, não será exigido o requisito de idade, sujeitando se apenas à comprovação do tempo de contribuição previdenciária e do efetivo exercício em atividade estritamente policial, previstos nos
    incisos I e II do artigo 2º desta lei complementar”.
    Ora, perfeitamente compatíveis os diplomas legais. Verifica-se neste caso que o aposentado ingresou no serviço público antes da vigência da Emenda Constiucional nº 41, o que lhe garantiu o direito à aposentadoria independentemente de sua idade, cumpridos os demais requisitos.Sendo asim, tem-se que os servidores policiais civis que ingresaram antes da entrada em vigor das Emendas constiucionais nº 20/98 dezembro de 198 e nº 41/03 dezembro de 203 – fazem jus ao recebimento dos seus
    proventos integrais e com paridade, quando passarem à inatividade.
    Portanto, deve o policial civil receber seus proventos recalculados nesta base com o consequente pagamento das diferenças, respeitando-se o prazo prescricional quinquenal.
    Neste sentido, inclusive, se orienta a jurisprudência desta E. Corte:
    SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL POLICIAL CIVIL – APOSENTADORIA ESPECIAL Pleito de paridade e
    integralidade de proventos Cabimento Direito asegurado aos que ingresaram no serviço público antes da publicação das Emendas
    Constiucionais nºs 20/198 e 41/203, atendidos os requisitos legais – Lei Complementar n° 51/85, a disciplinar a aposentadoria
    especial dos policiais, que foi recepcionada pela Constiuição Federal de 198 – Matéria de repercusão geral decidida pelo C. STF
    no RE nº 567.10/AC – Lei Complementar Estadual nº 1.062/08 Autor que posui mais de trinta 30 anos de tempo de serviço, com
    mais de vinte 20 anos de atividade estritamente policial Inteligência, ademais, do artigo 3º da Lei Complementar Estadual nº 1.062/208
    Precedentes deste Egrégio Tribunal Observações no tocante ao critério de atualização monetária Inconstiucionalidade por
    arastamento do art. 5º da Lei nº 1.960/09 Aplicação da Tabela Prática do Tribunal de Justiça de São Paulo – Sentença de
    procedência confirmada. Rexame necesário e recurso voluntário desprovidos, com observação. (Apelação nº
    01814-81.2012.8.26.053, São Paulo, Rel. Des. Oscild de Lima Júnior, 1ª Câmara de Direito Público, j. 13.08.2013).
    Mandado de Segurança Polícia Civil Pretendia concesão de aposentadoria especial Admisibildade Lei nº 51/85 que foi
    recepcionada pela CF/8 Matéria de repercusão geral decidida pelo STF no RE nº 56710/AC Requisitos objetivos prenchidos pelo
    impetrante Ingreso na careira antes da EC 41/03 Inteligência do art. 3º da lei complementar estadual nº 1.062/08 Segurança
    concedida Recursos desprovidos. (Apelação nº 01609-03.201.8.26.053, São Paulo, Rel. Des. Fereira
    Rodrigues, 4ª Câmara de Direito Público, j. 17.12.12).
    A propósito, recentemente participei da votação de caso similar, da relatoria da E. Des. Maria Laura Tavares que contou, ainda, com a participação, como terceiro juiz, do E. Des. Fermino Magnani Filho, cuja tese firmada compartilho:
    Apelação Cível Policial Civil Aposentadoria Especial Lei Complementar n° 51/85 que foi recepcionada pela Constiuição
    Federal de 198 – Matéria de repercusão geral decidida pelo C. STF no RE nº 567.10/AC – Lei Complementar Estadual nº 1.062/08
    Impetrante que posui mais de trinta (30) anos de tempo de serviço,com mais de vinte (20) anos de atividade estritamente policial
    Ingreso na careira policial civil antes da EC 41/203 Inteligência do artigo 3º da Lei Complementar Estadual nº 1.062/208 Direito a
    paridade e a proventos integrais. Ação ajuizada após a vigência da Lei nº 1.960/09 Diploma legal que deve ser aplicado na
    condenação emanada destes autos – Sentença de procedência. Recurso parcialmente provido. (Apelação nº
    009419-24.2012.8.26.09, Bragança Paulista, j. 21.10.2013). Desta forma, a r. sentença não demanda reparos,
    devendo ser integralmente mantida por seus jurídicos fundamentos, nos termos do art. 252 do Regimento Interno deste E. Tribunal de Justiça. Por todo o exposto, nega-se provimento aos recursos. Na hipótese de interposição ou oposição de recurso
    contra esta decisão, ficam as partes intimadas, a partir da publicação, a se manifestarem expressamente, na petição de interposição ou razões recursais, se opõe à forma de julgamento virtual, nos termos da Resolução 549/201 do Órgão
    Especial deste E. Tribunal de Justiça.
    MARCELO BERTHE
    Relator

  59. Passa ano, entra ano, e os comentários aqui são sempre os mesmos, mostrando nossa triste realidade, ou seja: não há POLICIAIS CIVIS, mas sim, Delegados, Investigadores, Escrivães, Agentes de Telecomunicações, Papiloscopistas, Agentes Policiais, Carcereiros e por aí em diante. Não há unidade. Não há união. Por isso é que não progredimos e ficamos no mesmo lugar sempre. Por outro lado, as outras instituições, como a PM, SAP, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Polícias Civis de outros estados, estão infinitamente melhor que a PC paulista. Entre na PC em 1995, logo, em breve, completarei 20 anos de ‘casa’; quando fiz academia, havia dezenas de ‘ex-PMs’ na turma; hoje, por força dos benefícios que são oferecidos aos ‘co-irmãos’, poucos migram de lá para cá. Por exemplo: Há algum Investigador, conhecedor do trabalho policial de rua, excelente na investigação, relatório impecável, com bons conhecimentos jurídicos, que tenha sido promovido à Delegado de Polícia? Claro que não! Na PC, um policial assim, nem mesmo reconhecimento recebe. Lá – PM – por outro lado, o sujeito com ou sem o gabarito do Investigador acima citado, pode chegar ao posto de Oficial de várias formas … Como não existe limite de idade para quem é da PM, qualquer um pode ingressar no Barro Branco; se o sujeito tiver 15 anos de polícia e qualquer curso superior, faz o tal do ‘Chacal’ (na verdade CHQAOPM – com, salvo engano, 60 vagas anuais) e vai para o Barro Branco; ou, na pior das hipóteses, se chegar à SubTen na ativa, vai para a reserva como Tenente. Como eles conseguiram tudo isso? São melhores que a gente? Não! São apenas organizados, tem espírito de corpo, pelo menos externamente e representatividade política. A SAP é outro exemplo … O Secretário Lourival Gomes, se não me falha a memória, é ASP de carreira. Lá, diretores e coordenadores, são ASPs. Honestamente, só conseguiremos alguma coisa, a partir do momento que deixarmos de pensar na carreiras e entendermos que todos somos POLICIAIS CIVIS. Do contrário, ficaremos no mesmo lugar e os comentários aqui continuaram sendo os mesmos!

  60. VEJAM O ABSURDO !

    EM DEZEMBRO DE 2015 !

    ASSISTI UM PLENÁRIO DO JÚRI NO FÓRUM BARRA FUNDA

    ONDE UM POLICIAL CIVIL – INVESTIGADOR – FORA VÍTIMA DE UM CIDADÃO QUE HAVIA TENTADO

    MATÁ – LO A FACADAS !

    O MELIANTE ARROLOU UM DELEGADO DE POLÍCIA QUE NÃO GOSTAVA DO POLICIAL !

    O DELEGADO NO PLENÁRIO DO JÚRI DISSE PARA O JUIZ , PROMOTOR , DEFESA E JURADOS

    QUE O POLICIAL FURTARA UMAS CHAPAS, PORTÕES DA DELEGACIA E QUE HAVIA MATADO UM PARENTE

    POR CONTA DISSO O BANDIDO FORA ABSOLVIDO !

    O QUE QUE A CORREGEPOL E O SECRETÁRIO DA SEGURANÇA PÚBLICA

    FIZERAM

    AGUARDEM A RESPOSTA ! ?

  61. PREZADO AMIGO

    R C GUERRA

    MUITOS FALAM SOBRE O FATO DE VOSSA EXCELÊNCIA SER OU NÃO SER POLICIAL !

    QUER SABER DA VERDADE SE CASO O SENHOR NÃO SEJA MAIS

    TENHA TOTAL E ABSOLUTA CERTEZA QUE NÃO PERDERA NADA !

    QUEM PERDEU FOI A POLÍCIA NÃO FOI O SENHOR , VOSSA EXCELÊNCIA SÓ GANHOU !

    VOSSA EXCELÊNCIA ACRESCENTOU ENQUANTO NA ATIVA

    TEM MALES QUE VEEM PARA BEM !

    HOJE ACREDITO QUE ESTAS EM SITUAÇÃO MUITO MELHOR QUE NA POLÍCIA

    A POLÍCIA EM VERDADE VOS DIGO É ATRASO DE VIDA PARA MUITA GENTE

    ELA TOLHE VOSSOS SONHOS

    A POLÍCIA É CRUEL COM OS POLICIAIS

    A POLÍCIA NÃO ACRESCENTA NADA EM NOSSAS VIDAS

    O CIDADÃO QUANDO SAI

    NÃO TEM DIREITO A NADA

    SÓ O SALÁRIO

    NUMA EMPRESA TEM UM GORDO FGTS

    A POLÍCIA É ILUSÃO

    É TUDO BESTEIRA

    É MUITO MAIS BONITO VOSSA EXCELÊNCIA DIZER QUE É UM PROFESSOR DO QUE POLICIAL

    ADEMAIS, NINGUÉM GOSTA DE POLÍCIA

    FAÇA UMA PEQUENA PESQUISA ENTRE SEUS FAMILIARES !

    DESCULPE A SINCERIDADE

    PELO QUE LEIO O QUE VOSSA EXCELÊNCIA POSTA

    DEMONSTRA SER UM CIDADÃO DE ELEVADISSIMA CULTURA E CONHECIMENTO

    MEUS SINCEROS VOTOS QUE VOSSA EXCELÊNCIA REALIZE

    MUITO MAIS COISAS NA SUA VIDA PESSOAL

    E TOME UM BANHO DE SAL GROSSO

    E ESQUEÇA QUE UM DIA FOI SERVIDOR DO ESTADO

    O ESTADO NÃO MERECE PESSOAS DE ELEVADA CULTURA

    O QUE VOSSA EXCELÊNCIA DEVE FAZER

    É FOCAR EM VOSSA APOSENTADORIA !

    EM OUTRAS METAS E OBJETIVOS

    PARABENS PELO SEU BLOG

    ONDE TANTOS TENTAM TIRÁ – LO DO AR !

    É UMA EXCELENTE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO

    PÚBLICO A TODOS OS LEITORES

    MINISTROS, DESEMBARGADORES, JUÍZES, PROCURADORES, PROMOTORES, DELEGADOS, DEFENSORES EM

    GERAL, ADVOGADOS, POLICIAIS DE FEDERAIS, CIVIS, MILITARES, FORÇAS ARMADAS , ETC….

  62. SAIAM DESSES PLANTÕES NOTURNOS, VOCÊS SUSTENTAM O ESQUEMA DE SEGURAR CADEIRA, SÃO MAIS DE 70 DPs COM APENAS DOIS POLICIAIS E COM AS PORTAS FECHADAS, QUE VERGONHA!!!
    QUE FECHEM DE VEZ ESSES DISTRITOS QUE SÓ DÃO DESPESAS PRA SOCIEDADE.

  63. Guerra, leal parceiro de postagens e comentários, o texto sendo subscrito por você é merecedor de credibilidade vez que não atira pedra em janela errada.

    Eu não colocaria minha mão no fogo por nenhum dos integrantes da cúpula dirigente da nossa polícia, muito embora saibamos que existam alguns policiais honrados entre eles.

    Não se esqueça de que foi uma dessas lápides de moralidade que, se aproveitando da repercussão neste blog de uma notícia divulgada para o mundo inteiro pela TV Globo e de parentesco com integrante do Poder Judiciário, encontrou o fundamento para te afastar do nosso convívio, ou seja, pagar um terno por R$ 150,00 e MANDAR o policial retirá-lo mediante assinatura de um recibo de R$ 300,00 não é “maracutáia”, mas repercutir a notícia é, e, por conta disso, você foi demitido e até o presente momento essa gritante forma de “calar” quem se insurge contra os desmandos na instituição foi reparada.

    Ademais, não parece razoável, alguém proprietário de empresas na área de segurança privada, ocupar cargo no 1º escalão da Polícia Civil sem utilizar as atribuições do cargo em benefício dos negócios das empresas que administra. Seria muita inocência acreditar que isso não ocorre e no 1º escalão da nossa instituição existem vários “barões” nessa situação.

    Não devemos confundir empresas na área de segurança com respeitáveis balanços financeiros, com pequenos comércios abertos por policiais para complementar a renda familiar em razão dos péssimos salários que recebemos.

    É isso aí.

  64. Jucá, Sarney e Calheiros “Não sei, não vi, é calúnia, vou processar,…..”

  65. Como já venho escrevendo aqui, não receberemos nada de reajuste tampouco NU, além de auxílio alimentação de 900 reais igual ao da PM, esqueçam também. Delegados e a PM levarão algo por fora, na surdina, pois o governo teme a PM além de ser sabedor do estrago que essa corporação pode fazer na sua imagem, inclusive vindo à público defende-los no caso do menor de 10 anos ( aí ele está mais do que certo em defender seus policiais, mas deveria faze-lo em ambas as polícias). Dá aumento na surdina para os delpols também, além desse GAT que todos os policiais que trabalham por 3 ou 4 delegacias tambem deveriam receber, mas óbviamente só eles recebem, creio que o governo acha que os delpols seguram o restopol…….NÃO SEGURAM MESMO!!!!!!!!

  66. A realidade é produzi, produzir, produzir e produzir mesmo descontentes e no aperto pelos dois anos seguidos sem reposição da inflação, enquanto os delegados felizes com o super salário, com vida mansa ávidos a cobrar produção de seus operacionais com salários defasados.

Os comentários estão desativados.