Perícia mostra que tiros não partiram do carro furtado por menino de 10 anos. 57

Fonte: bol
09\06\2016

O caso envolvendo o menino Ítalo, de 10 anos, morto com um tiro na cabeça por policiais militares na quinta-feira (2), em São Paulo, após furtar um carro, pode ter sido diferente da versão contada pela PM. De acordo com informações do G1, peritos que apuram a morte do garoto afirmaram que a cena do crime foi alterada. Pelos primeiros resultados, não há indícios de que tenham sido feitos disparos de dentro do carro que o menino dirigia.

A versão da polícia dizia que os policiais atiraram para revidar tiros que teriam sido disparados pelos ocupantes do carro, o menino de 10 anos e outro de 11 anos. A reportagem afirma que, segundo a perícia, o carro roubado pelos meninos estava revirado e o corpo do garoto baleado havia sido mexido. A arma que um deles teria usado para atirar nos policiais não estava no local, pois foi recolhida pela PM e levada ao Departamento de Homicídios.

A testemunha que inicialmente disse ter ouvido disparos vindos do carro do menino acabou mudando a versão por não ter certeza de onde partiram os tiros. O advogado, que mora no Morumbi, perto do local onde os meninos bateram o carro, foi ouvido durante quatro horas e disse que não sabe de que lado partiram os tiros que ouviu.

O garoto de 11 anos que acompanhava Ítalo inicialmente disse em depoimento que o colega havia atirado, mas, posteriormente, contou que foi ameaçado pelos policiais e obrigado a dar essa versão. Acompanhado por uma psicóloga, ele afirmou na Corregedoria da PM que ele e Ítalo não estavam armados e que o revólver calibre 38 havia sido “plantado” pelos policiais na cena do crime.

Mãe disse que filho não tinha arma

Na terça-feira (7), familiares do menino de dez anos morto pela Polícia Militar após furtar um carro juntamente com o amigo de 11 em um condomínio na Vila Andrade, na zona sul de São Paulo, afirmaram em depoimento no DHPP (Departamento de Proteção à Pessoa) que o menino não tinha arma, não sabia atirar nem dirigir.

Tio da criança, Alex Jesus Siqueira contou que cuidava do garoto com a ajuda da avó, enquanto a mãe e o pai não estavam em casa. Ele afirmou desconhecer o fato de o menino andar armado e dirigir. Siqueira é irmão do pai da criança, que está preso por tráfico de drogas e associação criminosa.

A mãe do garoto, Cintia Francelino, 29, foi a primeira a ser ouvida no DHPP. Além de reafirmar que nunca viu o filho armado e ressaltar que ele não sabia dirigir, criticou a conduta dos policiais militares envolvidos na ocorrência. Ela afirmou que só ficou sabendo da morte do filho por volta das 23h40, quase cinco horas depois do fato, graças aos pais do menino que sobreviveu.

(Com informações de G1 e Estadão Conteúdo)

  1. O adevogado mijou ?
    É, agora fude# pros PM.
    Lei é lei, se não fosse para ser cumprida seria faroeste.

  2. “não sabia dirigir”, mas sabia roubar, assaltar e aterrorizar, já contava com várias passagens pela polícia. O carro foi “plantado” com os menores dentro.

  3. Essa foi forcada. Sem defender os pms….
    Mas a pericia dizer que nao houve tiro de dentro p fora é forcar demais. Apos mais de 23 anos nessa industria vital, NUNCA vi tal perícia. Absurdo. E ainda a mae dizendo q o filho nao sabia dirigir…. vao dizer q entrujaram o carro neles tb.

  4. Para mim nada mudou por enquanto.
    Compete exclusivamente ao MP a comprovação da existência de crime e a autoria.
    Perícia dizendo que o carro foi revirado e o corpo do menor mexido, ou seja, o sítio dos fatos foi alterado, comprova apenas o despreparo e burrice dos policiais militares envolvidos na ocorrência.
    Uma arma foi apresentada como sendo do menor morto. Pode ter sido plantada pela Polícia ou não. Compete ao MP comprovar que foi plantada.
    Os PMs disseram que o ladrão morto atirou. E até agora nada prova o contrário.
    A mãe do menor disse que ele não sabia dirigir. De fato, o menino não sabia dirigir. Quem estava lá, na direção do veículo, era eu (isto eu confesso).
    Pessoal, a morte desse ladrão não merece tanta atenção assim.

  5. DR. TOVAN !, MEUS PARABÉNS PELO SEU EXCELENTE E DIGNO EXPOSTO. POIS EU PARTICULARMENTE, JAMAIS GASTEI OU VOU GASTAR VELAS COM DEFUNTOS SAFADOS. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  6. Gostaria muito de saber quanto aos dois anos de salario (dissidio, ou como a reposição inflacionaria seja chamada) atrasado? Esta na CONSTITUIÇÃO GENTE!!! Não é possivel que ninguém consiga fazer com que ao menos isso seja cumprido, ninguem esta pedindo aumento, queremos a REPOSIÇÃO
    E a historia que a Pm conseguiu aquela melhoria do ALE na justiça, nenhum sindicato vai corrrer atrás disso???

  7. Gente, os meninos eram inocentes, intrujaram tudo neles, carro, arma, a maldade, a criminalidade, tudo intrujado por péssimos policiais que mais uma vez armaram tudo! SQN….como diz a molecada Hashtag Acredita otário calça branca.

  8. este moleque ( filhote de ladrão )ja esta engrenado na malandragem..
    ele vai negar tudo até o fim…
    logo ele dira que não tava na fita- e que tava passando na hora , e qu o outro obrigou ele a entrar no carro.
    que não sabia que o caro era roubado.. que nunca tinha visto o mala morto…..que confundiram ele com outro mala….

    e que ele é inocente …. e não é ladrão… é tudo mentira dos puliças….

    o bando de puliças mentirosos meu ……………..

  9. e os funks ? continua a suruba geral ? drogas liberadas a ceu aberto ?
    cachaças a vontade ? prostitutas mirins participando das orgias ?

    isso o governo não ta nem ai né ?? até uma próxima vadia reclamar que fora atacada por um monte de moleques :

    isso vai virar moda no brasil enquanto estes funks de maloqueiros e maloqueiras existirem …

    quem ta na chuva é para se molhar .

    quem frequenta estes infernos destruidores das familias e dos bons costumes. não tão nem ai com nada..

    são uns verdadeiros Lixões da sociedade..

  10. Perito csi disse:
    10/06/2016 ÀS 8:53
    Essa foi forcada. Sem defender os pms….
    Mas a pericia dizer que nao houve tiro de dentro p fora é forcar demais. Apos mais de 23 anos nessa industria vital, NUNCA vi tal perícia. Absurdo. E ainda a mae dizendo q o filho nao sabia dirigir…. vao dizer q entrujaram o carro neles tb.

    =====

    PMs: eu não sou bobo. cês não me enganam tá ? FOI TUDO INVENTADO PELOS PMs DA OCORRÊNCIA.

    os orientadores do menininho , vão orienta lo a dizer que os PMs encontraram este de menor na rua vindo da escola, o sequestraram ,e deram umas porradas, choques, penduraram ele no tronco da compania, e tambem uns tapões no pé de ouvido dele… depois de sofrer esta tortura e não aguentar mais o obrigaram a confessar que é bandido , e que participou da ocorrência.quando na verdade o estudante acabara de sair da escola.e estava no ponto de ônibus . esperando a perua escolar ..

  11. estou em dúvidas depois de quase 30 anos de PC.
    se alguém souber ,por favor me explique :

    se em uma perseguição e troca de tiros entre policiais e bandidos conduzindo um carro produto de roubo ou furto..
    o meliante por a arma para fora da porta do veiculo e atirar contra ou a esmo para espantar os puliças,

    como é que se da para saber se o meliante atirou ou não….( fora o exame de residuográfico? )

    me ajudem ai colegas ::

  12. Só posso dizer uma coisa, dessa vez, os PM não fizeram nada de irregular, o corpo foi mexido pelos atendentes do Resgate que foram acionados, a arma não estava mais no carro, quando a perícia chegou, por que os PM a retiraram a pedido dos socorristas, para poder atender o menor, o veiculo foi vistoriado pelos PMs, para ver se não tinha mais nenhuma arma dentro. Eu sei o que estou falando, eu estava lá.
    Uma vez em um atendimento de Homicídio com a vítima dentro de um veículo, depois de que foi feita toda perícia e o local e veículo liberados, dois policiais do Geacrim resolveram fuçar o veículo, e acharam dentro do porta malas, debaixo do estepe, um Fuzil AR 15.
    O veículo já estava liberado pelos peritos e ia ser entregue aos familiares.

  13. quando a mãe deste vagabundo mirim alega em defesa do vagal que o mesmo não sabia dirigir.

    a dita cuja quer dizer que o filho malandro não tinha CNH.

  14. Ronaldo TOVANI disse:
    “Pessoal, a morte desse ladrão não merece tanta atenção assim.”

    Desculpe mas não concordo.
    A historia do menino é triste, e retrata bem nossa sociedade, mas é só mais uma entre milhões. Infelizmente já tinha ido pro lado errado, e se não tivesse sido retirado de circulação agora iria causar muito mal ainda pra gente inocente.

    Agora a questão é outra. Oq se esta discutindo não é a morte de um bandido mirim. Oq se esta discutindo é a HIPOCRISIA, OPORTUNISMO e INVERSÃO de VALORES de muitos, a começar pelo Dr aqui do Flit.

    Os hipócritas cobram da PM uma conduta que simplesmente não condiz com nossa realidade. Não somos a Suiça. Não somos os EUA. Tudo aqui é nas COXAS, saúde educação, justiça… Pq a segurança seria diferente??

    Temos um longo caminho pela frente se quisermos melhorar como sociedade, sem noticias de “menores executados” ou “estupros coletivos”.

    Mas pra isso cabe a elite do pais (e não ao soldado da PM) refletir sobre os problemas de forma honesta, sem oportunismos e cinismos.

    Se a imprensa e os formadores de opinião continuarem com essa INVERSÃO de VALORES, onde a policia esta sempre errada e o bandido sempre certo, onde menor bandido é tratado como criança, onde Baile Funk é considerado a “Nova Tropicália” nosso futuro mais civilizado vai continuar sempre assim, no futuro.

    Fico pensando oq se passa na cabeça de um soldado da PM hoje. Ele vai ser criticado sempre, ou por ação ou por omissão. Mas se agir vai ser afastado, processado e tachado de assassino executor.
    Se fosse eu, optaria pela omissão.
    A sociedade não gosta da policia “assassina”? Ok, ela que segure a bronca então… E quando um bandido colocar uma arma na sua cabeça, tente conversar com ele, fale para ele voltar pra escola ou arrumar um emprego… Com certeza um pouco de carinho e conversa funciona melhor que um .40.

  15. o bem da verdade é que as autoridades deviam era PRENDER esta dita cuja , QUE SE AUTODETERMINA DE com alcunha de mãe do falecido….Pela irresponsabilidade de largar uma criança de 11 anos por ai aprontando e furtando cometendo todas as barbaridades ,que na rua existe….

    esta dita cuja é tão ou mais culpada pelos atos que seu filho cometeu…quando vivo..

  16. Delator da Lava Jato processa banco por R$ 7,5 mi levados em mega-assalto
    .
    Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/06/1780103-delator-da-lava-jato-processa-banco-por-r-75-mi-levados-em-mega-assalto.shtml ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Folha faz na qualidade de seu jornalismo. Se precisa copiar trecho de texto da Folha para uso privado, por favor logue-se como assinante ou cadastrado.

    Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/06/1780103-delator-da-lava-jato-processa-banco-por-r-75-mi-levados-em-mega-assalto.shtml ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Folha faz na qualidade de seu jornalismo. Se precisa copiar trecho de texto da Folha para uso privado, por favor logue-se como assinante ou cadastrado.
    .
    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/06/1780103-delator-da-lava-jato-processa-banco-por-r-75-mi-levados-em-mega-assalto.shtml

  17. ‘Menino’, ‘garoto’, ‘criança’, toda a imprensa o chama assim. Menos de ‘ladrão’. Ninguém quer saber da vítima e do seu carro que o ‘coitadinho’ destruiu. E se fosse um dos PMs que tivesse morrido o assunto já teria sido esquecido. Virado a página. Seria mais um ‘bosta fardado’ morto em ação. Azar o dele. E a família jamais receberia um tostão do miserável seguro nunca pago pelo governo. Quanta hipocrisia.

  18. O problema neste país, neste fato, é social. A mãe desse garoto deveria responder por Abandono de Incapaz. Enquanto ao pai seu sua parcela de culpa está na herança que deixou ao seu filho, ou seja, a arma. O PMs estão na rua para manter a ordem pública. Agora, cabe a Polícia Cívil investigar o caso. Tem horas que eu acho que maçanetas nesta PC não são policiais, são apenas funcionários públicos porque é sabido por todos na polícia que ideia de malandro são todas iguais e somente os trouxas acreditam neles.

  19. “a morte desse ladrão não merece tanta atenção assim”.

    Qualquer ocorrência policial com evento morte, é um fracasso. O resultado pode ser aceitável, mas a ocorrência em si é um fracasso.

    A perda de uma vida humana é sempre um fato a ser lamentado.

    A Polícia Militar precisar rever seus métodos, eu sei, porque fui policial militar por dez anos, antes de ser delegado de polícia. Precisa parar de incentivar o confronto, mais um exemplo de CICLO COMPLETÍSSIMO, investigação, denúncia, julgamento e execução da pena delivery.

    Coincidentemente, fui PM justamente no batalhão que policia aquela área, 16 BPM/M, o batalhão com o maior índice de letalidade da capital, apelidado de 16 de choque, porque em letalidade só era comparado ao batalhão de choque.

    Enfim, não vou ser leviano de dizer que a ocorrência foi legal ou não, porém, posso afirmar que o resultado foi um fracasso (uma criança morta, a outra criança sequer pode ser apreendida, dois policiais militares em situação, no mínimo desconfortável e ao primeiro sinal, se houver, de ilegalidade a PM vai “punir rigorosamente os envolvidos, pois, não compactua com desvios de conduta”, o veículo furtado destruído e várias famílias idem) e que o evento morto poderia ser evitado.

  20. “JClaudio disse:
    (…)
    Coincidentemente, fui PM justamente no batalhão que policia aquela área, 16 BPM/M, o batalhão com o maior índice de letalidade da capital, apelidado de 16 de choque, porque em letalidade só era comparado ao batalhão de choque.”
    Até entendo que você possa ter mágoa da sua antiga instituição, mas é preciso separar as coisas. Mas, é preciso reconhecer certas realidades.
    Meu caro, a “região problema do Morumbi”, juntamente com as redondezas abrangidas pelo 37º BPM (digo isso como criança e adolescente que por lá viveu à época do 01º BPM), desculpe-me pela sinceridade, é capaz de ter mais marginal do que gente realmente de bem.
    Não me leve a mal, não.
    Naqueles lados, só resolve se colocar um policial a cada três quarteirões… Não tem condição! O sentimento de maldade ali é predominante. Desculpe.
    E a moda agora é “entregador de pizza” em dupla.
    P.S: No Morumbi e em tantos outros bairros nobres também há excesso de bandidos. A minoria é realmente decente e honesta.
    A diferença é que agem de forma sutil, sem arma, bem vestidos, educados…

  21. Senhores, em 09 de junho de 2016, o DHPP declarou uma nota esclarecendo que as investigações vão prosseguirem, mas que ate agora tudo que foi constatado está dentro da real apresentação dos dados da PM.

    Se quiser posto aqui na íntegra esta nota, ai os senhores se quiserem confirmarem a veracidade fiquem a vontad

  22. Já atendi ocorrência envolvendo essas criancinhas, quem aí busca-los no DP, a muito custo era o Conselho Tutelar. A mãe do Ítalo, está coberta de razão, concordo plenamente com ela. Ítalo não sabia atirar nem dirigir, pois além de errar os tiros (e graças a Deus não matou nenhum PM ou civil que passava pelo local), saiu batendo o carro em tudo que encontrava pela frente. Sempre tenho curiosidade de perguntar que o essas crianças e adolescentes infratores almejam para o futuro, e já tive como resposta algumas vezes a seguinte frase: “Quero ser matador de Polícia.”

  23. Policia Civil do Estado de São Paulo
    Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção À Pessoa
    DHPP

                                           NOTA
    
    
    
                       No tocante ao caso amplamente divulgado pela mídia, que
    

    tramita na 5ª Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes contra a Criança e
    Adolescente/DHPP, versando sobre a morte de intervenção a oposição
    Policial, ocorrida na área do 89º Distrito Policial no último dia 2 de junho ,esclarecemos
    que:

    A comunicação da ocorrência pela Policia Militar á Polícia Civil se deu ás 20hs e
    45min. e os fatos se deram ás 19hs e 07min.
    Em relação ás declarações prestadas pela criança sobrevivente insta consignar que
    foi categórica em afirmar que seu amigo de 10 anos que conduzia o veículo furtado
    estava armado e efetuou disparos de arma de fogo.
    O exame Residuográfico realizadonas mãos do motorista (criança de 10 anos de
    idade) do veículo furtado, foram detectadas partículas de chumbo e cobre em ambas
    as mãos da criança, conforme laudo realizado pelo Instituto de Criminalística.
    Foi constatado um disparo de arma de fogo na região do vidro do veículo , padrão
    típico de fragmentação provocada por embate de projétil de arma de fogo, no sentido
    de fora para dentro em relação ao vidro, conforme exame pericial realizado no
    veículo furtado.
    Em relação a cena do crime, cabe ressaltar que foi realizado o procedimento
    necessário para o socorro da criança alvejada, pelo SAMU, o que importa na
    modificação das condições do veículo. Além do mais, era necessária minuciosa revista
    do veículo pelos Policiais Militares em busca de outras armas ou objetos criminosos
    em seu interior do veículo. Por fim, a saída da criança sobrevivente, que se encontrava no banco
    traseiro do veículo, foi realizada pela porta dianteira do motorista, o que também
    contribuiu para a modificação do estado inicial do local.
    A versão apresentada por uma testemunha no DHPP confere com o áudio recebido
    do COPOM e fornecido pela Corregedoria da Policia Militar. Neste áudio, consta-se
    a efetiva perseguição ao veículo furtado e o momento em que o Policial Militar informa
    ao COPOM a realização de disparo de arma de fogo pelos ocupantes do veículo
    perseguido.

              As investigações prosseguem.
    
              São Paulo, 9 de junho de 2016.
    
              DHPP
    
                                                                           OBS: SENHORES, ESTÁ  ACIMA A NOTA EMITIDA PELO SETOR 
    

    RESPONSÁVEL DO DHPP NA ÍNTEGRA, CASO ALGUÉM TENHA ALGUMA DÚVIDA, QUANTO A VERACIDADE, FAÇA AS CONFERENCIAS.

    ENTÃO SENHORES, DIANTE DO EXPOSTO ACIMA, VÊ SE AQUIETAM , E GUARDEM OS SEUS VENENOS PARA OUTRORA, HEHEHEHEHE.

  24. Agora para aqueles que morrem de amores por vagabundos, ainda sobrou um, e com certeza, a estas horas já está nas ruas promovendo tudo aquilo que aprenderam a fazer, é só encontra-lo, pegar e levar para suas casas e passar muitíssimo bem, hehehehehe.

  25. a vagabunda acabou de sair da cadeia e vem pagar de mãe santa!
    O irmão mais velho preso!
    O Pai preso, e o outro que a puta arrumou para educa-lo também está preso!
    KRALEO! ESSA IMPRENSA GOLPISTA COM ESSE GOVERNO DE MERDA QUEREM O QUE????
    Parabéns aos mikes da situação! Se realmente essa policia fosse unidade tais absurdos não ocorreriam! Se todos policiais, seja civil ou militar fossem em apoio aos colegas em passeatas rapidinho mudava esse cenário! Mas enquanto dormimos em berço esplendido, mais colegas injustiçados….

  26. Vamos separar as coisas: 1º) Realmente a mãe do “menino” deve sim responder por abandono de incapaz, pois não exerceu seu pátrio poder para a devida corrigenda ou solicitou apoio estatal para o fazer caso não tivesse forças para tal: 2º Não importa se menor ou não, realizou ato infracional similar a furto; 3º) Nada que se diga neste momento deve ser visto como verdade absoluta, mesmo porque o DHPP ainda investiga os fatos;4º A Delegada que preside o Inquérito Policial em questão tem larga experiência no DHPP e é tida como muito equilibrada e capaz; 5º Não se esqueçam que o segundo menor não morreu e segundo tese antiga quando há uma situação de execução, por razões óbvias não se deixa testemunhas; 6º Embora essa tese admita prova em contrário, tal fato deve ser levado em consideração; 7º A ocorrências foi apresentada a Polícia Civil de forma rápida, cerca de uma hora, fato que faz crer não ter havido delongas ou simulações nas provas;e 8º O veículo bateu e ficou bastante danificado, coisa que por sí só prejudica a perícia balística. A coisa deve ter outra análise. Deveríamos forçar o Governo a rever as orientações a Polícia Militar e sua metodologia de trabalho, que hoje mais favorece o confronto do que a prisão. O local era populoso e haviam pessoas circulando. Caso típico de se monitorar de longe e com muitas viaturas para forçar os marginais a se renderem. O criminoso não é inimigo mas sim um fora da lei, isto tem de mudar na doutrina da PM. Agora se vitima o criminoso ou infrator e se criminaliza o policial. Perguntem aos mesmos policiais quais são as orientações do comando imediato na PM? E não estou falando de manuais e sim orientações verbais. Quem tem menos culpa é o soldado PM que está na rua e acha que se fizer uma “cagada” vai ser protegido pelo comando. Não vai. Agora que não se critique o DHPP por trabalhar com base sólida em investigações, sem prejulgamentos ou sensacionalismos. A verdade virá à tona, doa a quem doer.

  27. É o tal negócio! Politicagem na Polícia como sempre existiu e existe! Um bam bam bam fala que houve excesso, homicídio e que se tratava de uma criança inocente, cheia de candura, enfim, um coitadinho, e aí as afirmações vem em escala, como um efeito dominó. Opa, o bam bam bam falou isso?! Então eu vou falar a mesma coisa que ele, aí vem a perícia e não pode dizer o contrário, aí vem o diretor de um departamento tal e também não quer causar um confronto com o bam bam bam que já “determinou” o que ocorrera na ocorrência e tudo ruma deste jeito: menino inocente! E o policial que agiu dentro do seu estrito cumprimento de dever legal está no caldeirão dos “politicamente corretos” para ser queimado. Hoje em dia a melhor coisa na polícia é se encostar meus caros, é!!! se encostar! Não vi, não ouvi e não sei! Hajam assim, protejam suas famílias e a si próprios, e o resto, deixem chorar. O sistema é assim e quer assim! Dancemos conforme a música! Bom fim de semana a todos!

  28. Na “Inceguranssa Púbrica” é assim: O status, a cadeira tem mais peso e valor que a vida humana. O “livrinho” (código penal) não vale nada! Aliás fica feio pessoas equilibradas, educadas aceitarem que um bandido marginal de 10 anos seja morto por um policial decente e de bem. Bonito punir o policial, bonito mostrar ao mundo como o brasil (letras minúsculas de propósito, ok?) é um país decente, civilizado, que não aceita violência policial, mas aceita violência imposta pelos morros, pelo funk, músicas que fazem apologia ao crime, aceita o corredor do tráfico, aceita páginas de marginais hostilizando policiais, enfim, aceita tudo, corrupção, idosos morrendo nas filas de hospitais, licitações fraudulentas, desmandos gerais, mas uma coisa o brasil não aceita: O Policial agir, o policial se defender, o policial criticar ou reivindicar algo; Ou seja, estamos vivendo num país de bandidos!

  29. Ninguém atira de dentro do carro, normalmente se coloca a arma para fora do carro, aí sim, atira.

  30. Minha opinião, e acho que se este caso fosse em um pais como os EUA.

    1 – Mãe do pequeno ladrão, processada por abandono de Incapaz;
    2 – Os Policias que atenderam a ocorrência, não deveriam responder por nada;
    3 – O outro menor preso.

  31. pra quem não sabe, todas as ocorrencias graves – ZICADAS. como flagrantes ou mortes em confronto , qual quer que seja – do lado do mala ou do policial. que a PM se depara após as 18.00 hs, aqui na capital .. dificilmente eles conseguirão apresenta las ao delegado antes das 20.00 HS..

    O MOTIVO É SIMPLES :::

    1- aqui em sampa existem as centrais de flagrantes.com plantões das 20.00 hs as 08.00 hs da manhã.

    2- e não adianta os PMs irem até a delegacia da área, com uma ocorrencia de grande vulto como esta, porque
    dificilmente o delegado ira atende los….

    3- o delegado com o apoio da equipe. e com toda a educação ira orientar os PMs a apresentar a ocorrencia zicada na central de flagrantes , que se iniciara as 20.00 hs…. porque provavelmente esta ocorrencia tera término somente la pelas 22 ou 23 horas……e 100 % dos PMs ja estão acostumados a estas decisões dos delegados….

    4- e o delegado após um plantão arduo e penoso , com o seu escrivão doido para ir para casa , e descansar a noite
    para muitas vezes comparecer no dia seguinte as 8.00 hs para um novo plantão……

    — entenderam colegas ? tai . um dos motivos para os PMs apresentarem a ocorrencia um pouquinho mais tarde…

  32. SE EXISTE ALGUEM PRA IR PRA CADEIA NESTE ZULU AI. é a mãe do moleque….
    porque o pai ja esta preso.

  33. com um DNA carregado de crimes, perpetrados pelos ascendentes, foi a melhor coisa que aconteceu. Certamente mataria muita gente inocente, para posicionar-se como superior a todos, com o coração cheio de arrogância, ódio, inveja e sabe-se lá mais o que.

  34. Muito lero prá pouca merda. Foda-se que portava arma ou não, foi levar o bem alheio, vc fará o que para dete-lo???? Deixar fugir, batendo em tudo que é veículo que estava pela frente, pode atingir, ferir ou matar alguém que esteja pela rua, aí vc sapeca mesmo, ninguém mira na cabeça ou no corpo, talvez o mike tenha mirado no veículo e por outras circunstancias veio a atingir o piloto. Quem trabalha na rua e é obrigado a efetuar disparo estando a viatura e o outro veículo em movimento, não dá prá ter mira mesmo!! Mira é prá quem treina no estande, em pé e parado, ainda em alvo fixo. Não sou a favor de execução não, mas nem sempre as coisas saem como queremos, aí vc pensa e ve que, a melhor alternativa é deixar fugir, se bater machucar ou matar alguém sobra bem menos responsabilidade do que efetuar um disparo , atingir o bandido e depois ficar toda essa ladainha em cima da PM, é ouvidor, defensor, representante sei lá de onde, todo mundo prá criticar, principalmente aqueles que nunca se envolveram em troca de tiros, em veículo ou a pé, na hora da adrenalina vc tem que tomar uma decisão. Ainda bem que nosso patrão saiu em defesa dos policiais e a população do lugar onde ocorreram os fatos também, já devem estar com o saco cheio de ser vítima de bandido!!!!

  35. Tovani, se tiver dinheiro para pagar seus honorários é santo, caso contrário “passa a régua”. Só para refrescar sua memória: Macdonald’s!

  36. Tovani, se as indulgèncias forem boas, santifica-se, caso contrário: inferno. A santificação depende do tostão! disse:

    Tovani, o indulgente!

  37. VITÓRIA NA GUERRA. disse:
    09/06/2016 ÀS 18:26
    Mesmo eu não gostando da pm, eu estava torcendo para que a versão apresentada pelos pms fosse verdade mas infelizmente não tem como torcer por eles, é incrível como a mentira impera nessa instituição.

        Meu caro aí de cima, por quais motivos vc expele tantos rancores contra a PM, independentemente de quem foi a autoria,ou ate mesmo os resultados, vc hoje se diz ser um calça branca e bem sucedido pertencendo aos quadros da competente Policia Civil do nosso estado de São Paulo,   e que já pertenceu no passado as fileiras da PM como um integrante, diante disso, acredito que seja um conhecedor da realidade vividas pelos ex.companheiros, e que em nada condiz com os venenos que constante tenta semear aos profissionais integrantes da sua ex.policia.
        Antes, nas suas postagens, vc costumava usar o seu nike como sendo ( QUER CONSERTAR A POLICIA MILITAR, ACABA COM O PRESÍDIO ROMÃO GOMES) veja o tamanho da sua ignorância e a qualidade dos seus pensamentos e sugestões, após ser muito criticado aqui pelos seus próprios companheiros, pela forma medíocre dos seus comentários, veio a mudar o seu nike, digo que  ficou muito bom esse novo ( vitória na Guerra), mas mudar o nome do santo e  manter os mesmos milagres não alteram em nada colega, tenta ser mais verdadeiros, não quero te pedir para falar bem de alguém, mas seja leal, seja sincero, com certeza isso te fará muito bem na sua vida profissional e para o seu crescimento espiritual, pois esse rancor que tem demonstrado em todas as suas postagens aqui neste espaço, só te deixa mais prepotente, uma vez que em nada altera  o sistema.
        Colega, que tal todos nós  usar este espaço democrático para o bem, para sugerir melhorias de forma coletivas para o crescimento das nossas instituições, fazendo reivindicações, denúncias,  uma vez que o nosso inimigo é outro ( crime e governo), os policiais civis e militares estão todos no mesmo barco, e no momento esse barco está com grandes buracos, na possibilidade de afundarem com toda  a sua tripulação.
       Vamos mudar o alvo para dar o nosso tiro, quando alguém de uma instituição ataca o outro de outra instituição, esse  jamais receberá de volta algo de bom.
       Vamos parar de ficar de olho gordo nas galinhas do terreiro do teu vizinho, tendo vc o seu próprio terreiro cheio de galinhas para cuidar.
        Se a tua estrela não brilha, não tenta apagar o brilho da estrela  do teu irmão, luta para melhorar o seu ambiente de trabalho, e não tentar arruinar o do teu semelhante, tenha uma boa noite meu caro VITÓRIA NA GUERRA, grande abraço.
    
  38. fiz um texto completo, mas o sistema engoliu quase tudo, tô doido com esse moderador do flit?

  39. Ate o tipo das letras foram mudado, olha o final das linhas tudo cortado, para com isso guerra, muda essa porra.

  40. Vergonha na Cara, da próxima por favor, me chama pelo meu nike ok, uma vez que também sei ser mal educado e te chamar de algo que não vai gostar, então vamos moderar e respeitar o espaço que é um lugar democrático, ou seja, um lugar que muita gente participa, e não seria legal para ninguém ler algo indecente ok seu sem vergonha na cara, passar muitíssimo bem.

  41. agora se vc quiser realmente ler o texto completo que postei acima, solicita ao adm que ………………………………………………………………………………………………………………………………………

  42. EDUARDO,

    Trabalhei na região do Morumbi, principalmente, Jd Jaqueline, Colombo, Paraisópolis e Real Parque, me envolvi em dezenas de trocas de tiros, a maioria no Real Parque, muitas vezes, eram adolescentes que atiravam na gente do interior de vielas e fugiam, sei a dificuldade que passam os patrulheiros que trabalham aí, onde o presidente do Conseg determina desde as ruas a serem patrulhadas e número de viaturas, até a cor dos olhos dos policiais.

    Não tenho mágua de “minha antiga instituição”, sai dela porque quis, de cabeça erguida e pela porta da frente. Deixei dezenas de amigos e as portas sempre estão abertas para mim, tanto é que continuo frequentando até hoje as companhias e batalhão onde trabalhei e muitos colegas me visitam também na delegacia. Porém, colega sempre fui crítico da existência da PM, sempre disse isso, inclusive, quando trabalhava lá, que o modelo com duas polícias, uma delas militar, está errado, mas não fiquei lá reclamando e enquanto estive lá fiz a minha parte e bem feito. A PM é um erro, talvez, o maior cometido pelo regime militar e deveria ser desmilitarizada e integrada a sociedade civil, mas para os governadores é muito conveniente mantê-la.

    Voltando ao assunto principal, uma ocorrência dessas é um FRACASSO, sobre qualquer ponto de vista que se analise:

    1. Uma criança morta;

    2. A segunda criança envolvida no furto sequer pode ser apreendida, pois, menor de 12 anos;

    3. Os PMs sob suspeita de terem arredondado a ocorrência e se não for nessa, na próxima ocorrência menos redonda a PM vai usar essa como precedente e vai entubar neles;

    4. O veículo furtado destruído.

    Os fatos falam por si.

    Abraço.

  43. Tovânus, amante de PM’s quando convém, odeia garotos pobres na periferia, seus comentários, pra mim, equivalem, exatamente, a um peido!

  44. Sem entrar no mérito da questão, o que os Policiais ganham em sair perseguindo um veiculo furtado ou roubado em um transito carregado?. O policial ponhe em risco sua vida, a vida de pedestre, de motoristas e outros.Na maioria das vezes ocorre acidentes, há feridos e danos materiais, o veiculo em questão está no seguro e o mala abandona este carro em algum local. Se há tiros o policial fatalmente vai levar um pé no traseiro quando alguém é baleado. Ai eu pergunto o que se ganha com isso??

  45. Ronaldo TOVANI:

    Contra imagens na há argumentos!!!

    1º) Desde o local do furto até o acidente (colisão), por quantas câmeras o veículo passou?

    2º) Houve interesse nesse particular (verificação da sequenciada perseguição, apelidada de “acompanhamento”?

    3º) Por que tão exagerado lapso temporal (teria sido de CINCO HORAS) para que a chamada de ineficaz Polícia Civil recebesse a noticia criminis?

    4º) Quem levanta a voz contra a PC, chamando-a de incompetente e ineficaz, pode se dar ao luxo de tão recorrentes retardamentos de atos de ofícios (prevaricações), intencionando cooptá-la para “arredondamentos de ocorrências”?

    5º) Seria imaginável que em menor interregno que esse, de CINCO HORAS, uma viatura poderia percorrer aproximadamente 600 Km (seiscentos quilômetros), saindo da sede do CPI/8 (Presidente Prudente) rumo ao Centro Médico PM, para cometer os CRIMES de desvio de finalidade, improbidade administrativa, falsidade ideológica, excesso de velocidade e tentativa de fraude em consulta médica?

  46. Avestruz Ruminante:

    Ganham-se duas “premiações”:

    1ª) Mais distância das técnicas do cerco;
    2ª) Mais proximidade com a porta de entrada do Romão Gomes.

    Ganha-se também uma confirmação: PM não pode pensar. Deve ser eternamente dotado de mente reativa, agindo feito autômatos (robôs). É produto de sistema falho, estúpido e parasita, e politicamente usado para eleger espertalhões de plantão.

    Lembra-se da pressão sobre o DHPP para solução daquela chacina na quadra da torcida organizada do Corinthians, em abril do ano passado? Os tiros “saíram pela culatra”: PM e exPM foram revelados como autores!

    Percebes, agora, a cautela dos PM parlamentares, sem exercerem tanta pressão?

    Lembra-se daquele outro “caso isolado”, a chacina de Osasco e Barueri?

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s