Ingressar na polícia é: “comer merda mesmo sabendo o fedor e o gosto” 43

24/05/2008

AQUELE ANIMAL MATOU A POLÍCIA! O PRIMEIRO GOLE DE FEL

-Aquele animal matou a Polícia!
-E agora lhe darão enterro com honras de chefe de Estado!
Foram as frases proferidas pelo meu saudoso pai naquele feriadão de maio de 1979.
Até então eu não compreendia o porquê de seu rosto desfigurar-se ao ouvir o nome daquele homem.
Demonstrava asco; vergonha, inclusive.
Bradava: mancha!
É uma mancha…
-Uma grande e gorda mancha cambaleante!
Afinal, qual a razão de tal desprezo por um colega de trabalho?
Para mim o meu pai era um trabalhador como outro qualquer; como qualquer operário ou comerciário que pouco folgava, e quase sempre trabalhava a noite.
Enquanto eu e meus irmãos brincávamos, recomendados por minha mãe para não interromper-lhe o descanso, o nosso pai dormia.
O meu velho era taciturno…
Olhar triste, poucas palavras e muitas contas atrasadas.
Aparentava vaguear noutras esferas.
Em alguma nuvem ou praia deserta.
O seu primeiro “carro zero”, um Voyage, foi adquirido em 1986; semanas antes de se aposentar voluntariamente.

Mesmo assim depois de esperar meses pela entrega e ameaçar ajuizar ação contra o consórcio.
Eu acabara de me formar pela FDUSP.
Ao contrário dos meus irmãos mais novos, aos 23 anos continuava dependente do velho.
As nossas brigas eram rotineiras.
O motivo sempre o mesmo: meu obstinado querer abraçar o ofício de meu pai.
E não pela minha natural vocação ou admiração pelos seus feitos.
Aliás, do seu trabalho, verdadeiramente, pouco sabia.
E nunca soube de nenhum grande feito de meu pai.
Dele apenas conhecia a boa fama, uma quase idolatria, entre os funcionários.
O mesmo não se podia dizer de seus colegas, salvo dois.
Depois de aposentado recebia muitas visitas de funcionários.
Não raro em busca de conselhos e orientações.
Questionavam-lhe por não voltar exercer a advocacia.
O meu pai fora ainda muito moço.
Antes de “virar” – como dizia – Delegado de Polícia.
A todos repetia a seguinte resposta: “o direito desta terra é tão sério quanto uma revista Playboy, preferível a segunda pelas fotos de lindas mulheres”.
A amargura e algum recalque eram notórios.
Ele não fazia questão de esconder.
Muito educado de sua boca ouvi um único palavrão.
Naquele 1986, quando mutilando a minha felicidade ao pretender surpreender-lhe com maravilhoso o presente: passei pai, passei; vou ser Delegado como o Senhor…
Respondeu-me lívido: então foda-se!
É mais burro que eu, pois vai comer merda sabendo o fedor e o gosto que tem.
Foi uma punhalada.
Muito chorei.
As suas palavras e decepção me atingiram como pedras.
O extremado amor pelo meu pai era o porquê de eu querer ser Delegado de Polícia.
Estava iniciando mal o primeiro capítulo desta estória, ou será: “a minha história”.

  1. Entrar na PC num é comer merda não!!!!!

    Tudo depende aonde vc. trampa e o que vc. faz…

    Lá na Capital o Araujo faz o Brás inteirinho e o Pedro toda a área central.

    O Dominguinhos não sabe de nada… Eta, sabe ele sabe….quauqueququauqueaqá…

    O Diretor do DECAP não quer nem saber….quaququaqueuqueneue….

    Mais o seccional sabe…e como sabe…

    Eta mundo bom…

    Tudo que acontece de ruim é pra meiorá!!!!!!!!!

  2. Infelizmente verdades ditas de forma talvez errada, outros tempos, as cabeças eram diferentes….
    Hoje eu não sei se me arrependo de ser POLICIAL, de ser POLICIAL CIVIL com toda a certeza do mundo.
    Tive o prazer e a honra de “salvar” alguns que me deram ouvidos, não tomaram posse na PC e depois um “virou” Delegado da PF e outros dois Agentes.
    Eu mesmo tive a oportunidade de poder ser Agente da PF, mas na época 1986 mais ou menos, a PC pagava melhor, e começavam a falar de um projeto para mandar os novos Agentes para a puta que pariu, então optei infelizmente pela PC.
    Outros amigos estudaram e ingressaram na APMBB e hoje são Coronéis, há algum tempo aposentados, alguns outros menos avisados, saíram dos bancos da Faculdade e “viraram” Delegado da PC, um foi para a rua e outros dois estão querendo aposentar pois não con$eguem cadeira$.
    Pois é, assim é a vida, hoje como Classe Especial nada tenho de benefícios, e de forma alguma arriscaria a minha futura aposentadoria ( parca mas certa ) por uma chefia, prenúncio de uma piça ou doença dos nervos.
    Como vosso Pai lhe disse, hoje com o tanto de informação que se tem, quem entra na PC, come merda sabendo o cheiro e o gosto que tem…….sábio mas duro nas palavras !

  3. TO COM saudades dos puliças antigos.. piolhos… policiais de verdade…..
    camisas abertas … correntona de ouro pendurado…. e um canela seca na cintura….
    mas a malandragem os temiam….. os malas cagavam de medo quando chegava uma VTR da civil…….
    pois sabiam que ali estava chegando cana dura…verdadeiros policiais durões. dignos de ser um policial civil .

    e hoje ??? sera que a malandragem ve as VTRs da civil como os viam antigamente….??????????????
    hoje.. com aqueles bóizinhos mauricinhos portando ,em primeiro lugar :: um celular conectado ao ZAP ZAP..
    isso é comedia…..eu não acredito.

    lendo os comentários , presumo que o SR C.A… tenha o mesmo raciocínio que eu ……………………….

    quem viu policiais civis de verdade … viu…..
    quem nunca viu … jamais verá……..

    esta é a nossa triste realidade…

  4. INFELIZMENTE A POLÍCIA ESTÁ UMA MARAVILHA PARA OS DESONESTOS E CORRUPTOS…. AQUELES QUE HONESTAMENTE GANHAM SOMENTE SALÁRIO ESTÃO NA MERDA!!!!!!! OU ESTÃO CORRENDO RISCOS NO BICO E SEM TEMPO PARA A FAMÍLIA…

  5. É, estou comendo merda há 14 anos! Quando vão mudar nossa dieta? Acho que vou ter que trocar de restaurante, pois não aguento só comer merda!

  6. PCSP disse:
    16/08/2016 ÀS 18:37
    AGENTE PENITENCIÁRIO, EX ESCRIPOL.
    kkkkk, vc é uma piada. Pior que caranguejo, andou pra trás. E outra, quem é que se preocupa com opinião de vagabundo? Vá lá servir a “boia” pra eles, seu fanfarrão. Garçom de preso.

    CALÇA : EU TRABALHEI 04 ANOS NUMA CIDADEZINHA DE 30 MIL HABITANTES, MORAVA A 40 KM DA MESMA, TINHA EU MAIS DOIS ESCRIBAS, QUASE TODO FINAL DE SEMANA DE SOBREAVISO, HOJE DEPOIS DE TRABALHAR POR UM ANO NO RAIO, OU SEJA NO PATÉO, ATRIBUIÇÃO OBRIGARIA, PARA OS NOVATOS ADQUIRIR O FAMOSO TIROCÍNIO POLICIAL, OU SEJA, FICAR ESPERTO, ” Se é que me entende “, LOGO O DIRETOR ME CONVIDOU A TRABALHAR NA ADMINISTRAÇÃO, POR MINHA EXPERIENCIA COMO ESCRIVÃO, HOJE, COM CINCO ANOS COMO AGENTE DE SEGURANÇA PENITENCIÁRIO GANHO 15% A MAIS, E TRABALHANDO A MEIA HORA DE MINHA CASA

    AGORA SOBRE PAGAR BOIA PARA LADRÃO, HOJE EM DIA, TIRANDO O DELTA, ATÉ ESCRIBA TA PAGANDO BÓIA

  7. Agente penitenciário , ex escripol

    kkkkkkk

    Se for verdade você que fez a escolha errada e andou para trás !!!

    Embora não acredito deve ser algum fanfarrão kkk

  8. O problema da Polícia Civil é que se acostumou com o jeitinho, se acostumou a ser vira lata, além de tudo não temos sindicatos, porque esse aglomerado de sindicatos não servem para absolutamente nada, não temos liderança, um monte de sindicatos comandados por fracassados nanicos, que em nada influenciam, precisamos de lideres, de um ou dois sindicatos que se imponham, os micros sindicatos representam um grande nada. Tanto que duzentos sindicatos conclamando para assembleias e manifestações não induzem ninguém, só grandes líderes sindicais é capaz de mover uma grande instituição a se manifestar, e lutar por seus direitos, temos inúmeros sindicatos e nenhuma liderança ou representação, estamos carentes de líder.

  9. O foda é que ser Policial Civil operacional hoje é uma fria, não compensa, é comer merda mesmo, o que a colega acima relatou é a mais pura verdade, muitos sindicatos nenhuma representação, é necessário a existência do SINDICATO ÚNICO, precisamos de líderes que tentam o cacoete sindical, com esse monte de sindicato nunca teremos um norte, porque jamais teremos um mobilização sem sindicato único.

  10. Tem muito delegado reclamando de barriga cheia. Com esse tal de gat os caras estão ganhando 14 mil inicial. Vai advogar pra ver se ganha isso. Ferrados estamos nós, o resto. Essa é a verdade. Olhem o portal da transparência e vejam se tem delegado classe especial ganhando menos de 20 conto. Vai falar que é ruim nesse país? Vão pro inferno.

  11. Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal

    A assembleia convocada pelo Sinpol-DF para esta terça, 16, foi encerrada com um ato histórico: a entrega formal de cerca de mil cargos de chefia. O evento ocorreu em frente ao prédio da Direção Geral da Polícia Civil do Distrito Federal.
    Os cargos foram colocados à disposição pela categoria em resposta à relutância do GDF em enviar, ao governo federal, a mensagem que mantém a isonomia com a Polícia Federal.
    O ato reuniu os dirigentes do Sinpol-DF, do Sindepo, das associações dos demais cargos da estrutura da Polícia Civil e foi acompanhado também pelo cinco mil policiais civis que compareceram à assembleia.

    https://www.facebook.com/SinpolDF/

  12. Infelizmente a realidade do texto é verídica, mas apenas para aqueles que trabalham em DPs e não para os cargos de encostos… Quem trabalha nas Centrais de Flagrantes quem o diga. Se os delegados são merecedordes um salário a mais para trabalhar nas Centrais de Flagrantes, os outros Agentes também são de pelo menos metade, quem quiser dinheiro que vá trabalhar. Repito, enquanto tiver sanguessuga na PC não tem como ir pra frente. Vejam nos Departamentos e Seccionais, DIPOL e DAP, só cargo de encosto e sanguessuga que muitas vezes ganham mais do que muitos Policiais merecedores de Distritos Policiais.

  13. Não em jeito!!!! Isso aqui não muda nunca,o que o PCSP disse acima, sobre o salário dos delpols que trabalham nas centrais , é uma grande injustiça!!! Mas não tem prá quem reclamar, não haverá reajuste, o governo federal com toda a certeza soltará alguma bomba sobre nossa contribuição e aposentadoria , além de termos que conviver com uma criminalidade que já passou dos limites ( essa de explodir a vtr da mega ontem em Mogi foi foda, ainda que pouparam a vida dos dois mikes), ou seja, estamos no fundo do poço, sucateados e desmoralizados e quem acaba pagando essa conta, além de nós, será a população!!!!

  14. Realmente ser Policial de verdade neste país custa muito caro e até mesmo a vida. Não podemos confiar em ninguém nem mesmo em colegas de instituição quem dirá os de outras instituições. Os ladrões, os traficantes, os estelionatários, os receptadores, os partidos criminosos, os advogados, os oportunistas, alguns colegas e alguns políticos querem nossa cabeça. Pelo visto a Vida de um Policial vale muito menos do que imaginei e o que é pior não é de hoje… Pena que agora e/ou hoje é tarde, pois tenho família para sustentar senão pediria exoneração pelo baixo salário, falta de valorização e alto risco de vida.

  15. A princípio vc estuda muito se ilude, depois vem a família e a realidade de que vc não ganha o suficiente para dar uma vida digna a sua família. Mas tem que continuar sendo o ” policial puta” que o senhor” cafetão” quer, correndo risco de vida a si mesmo e a sua família. E, para a sociedade vc é mais um policial nos telejornais morto, valendo menos que um vagabundo que os Direitos dos manos protegem.

  16. A princípio vc estuda muito se ilude, depois vem a família e a realidade de que vc não ganha o suficiente para dar uma vida digna a sua família. Mas tem que continuar sendo o ” policial puta” que o senhor” cafetão” quer, correndo risco de vida a si mesmo e a sua família. E, para a sociedade vc é mais um policial nos telejornais morto, valendo menos que um vagabundo que os Direitos dos manos protegem.

  17. A princípio vc estuda muito se ilude, depois vem a família e a realidade de que vc não ganha o suficiente para dar uma vida digna a sua família. Mas tem que continuar sendo o ” policial puta” que o senhor” cafetão” quer, correndo risco de vida a si mesmo e a sua família. E, para a sociedade vc é mais um policial nos telejornais morto, valendo menos que um vagabundo que os Direitos dos manos protegem.

  18. CONCORDO COM O PC/SP, OS DELTAS RECLAMAM DE BARRIGA CHEIA, OS OPERACIONAIS QUE ESTÃO F………

  19. O trabalho tem que ter retorno financeiro e satisfação pessoal, portanto a restruturação é uma questão de sobrevivência para a polícia civil, mas como a administração está determinada a não satisfazer estes dois quesitos (fundamentais e elementares) a consequência direta será que o policial a cada dia ira seguir uma destas carreiras:

    -Braço curto, (Dedica-se o mínimo possível)
    -Olho de vidro (Busca não envolvimento em ocorrências de interesse policial)
    -Maçaneta (Procura serviços burocráticos que não o coloquem em situações de risco ou de desgaste físico e mental, o que é corriqueiro no trabalho policial)

    São três tipos de atitude que não caracteriza, ilícitos administrativos ou penais, mas com certeza levam ao “ coma”, infelizmente, já irreversível.

  20. esqueçammmmmmm…..enquanto tiver psdb no comando….esqueçammmmmm

    Pior que não tem partido ou político afim de melhorar as condições dos policiais PM ou PC…..

    tá tudo dominado neste brasil varonil…salve-se quem puder !!!!

    o choro é livre , pois nem força temos de lutar mais….

  21. Tudo verdade o que diz o texto! Quando se é escriba é comer merda ao quadrado (talvez ao cubo). Porém deixar o escravanato pra virar aspira kkkkk. É trocar 6 por meia dúzia kkkkk

  22. Carcereiro 13, esquece esse negocio de reestruturação cara, você vai aposentar carcereiro, se não morrer antes, ou for demitido ou pedir exoneração.

    Reestruturação nunca terá na PCSP.

    Quer ser Tira, faz 5 anos de faculdade e se inscreva no concurso mais concorrido do Brasil, a carreira mais desejada de todas as polícias do Brasil.

    Carcereiros tiras, nunca serão !

  23. Assim fica difícil. De tudo o que foi dito nesta página, pouco se aproveita. É muito pessimismo e revolta, descambando para a baixaria. Isso não nos qualifica nem um pouco, muito pelo contrário.

    O caminho não é este. Se quisermos ter uma Polícia melhor (e isso é possível), basta que CADA UM FAÇA A SUA PARTE. Não se esqueçam da frase, sempre atual, de um conhecido jornalista “da antiga”, Gil Gomes: “SE VOCÊ AGIR COM DIGNIDADE, PODE NÃO CONSERTAR O MUNDO, MAS TENHA A CERTEZA DE QUE HAVERÁ UM CANALHA A MENOS”.

    É isso que falta nas nossas Polícias (Civil, Militar, Federal, GCMs): Falta comprometimento moral de cada um e de todos. Afinal, somos corporações de ofício, como se dizia no passado. Disse outro dia, neste Flit, que ruim com os sindicatos e associações que temos, muito pior sem eles (elas).

    Quem faz um sindicato ou associação forte é a “base” respectiva. Portanto, não é justo sair por aí culpando os sindicatos e associações, quando muitos dos que criticam sequer associados são. Ou então não participam.

    E mais: os Sindicatos, através da FEIPOL, têm se empenhado muito. A Administração (leia-se DGP, SSP, Casa Civil, Gestão Pública, Comissão de Política Salarial e o próprio Governador) é que precisa ser mais coerente e justa e ver que o policial não pode ficar sem reajuste por tanto tempo. Assim como a questão da defasagem do efetivo, da aposentadoria especial e na classe e da própria Reestruturação, precisam ser resolvidas e não são.

    Acima, alguém noticiou que os sindicatos e associações do Distrito Federal chegaram ao extremo de, coletivamente, entregar seus cargos de chefia. Belo exemplo. Aqui poderíamos fazer o mesmo. Será que todos estão dispostos a isso?

    Jarim Lopes Roseira, presidente da IPA (International Police Association)

  24. Sr. Fred Flintstone Manda a Real – Acorda Alice

    O senhor não entendeu minha colocação, tentarei explicar:

    Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espirito Santo e até o TJ de SP, fizeram reestruturações, portanto é legalmente possível. O fato do Governador não permitir está modernização, é uma decisão pessoal dele, a qual resulta em desmotivação. E motivação no trabalho policial traz 90 por-cento dos resultados.

    O senhor, caso seja Policial Civil, deve ter percebido que desde a agressão sofrida defronte ao Palácio do Governo, o rádio agora é só para abrir e fechar talão, quase, não se houve nenhum tipo de consulta de placas ou RG o que era comum até aquele dia.

    Trabalhei muitos anos na iniciativa privada e posso disser, sem medo de errar, a burocracia alimenta a ineficiência que possibilita a corrupção, portanto manter essa estrutura beneficia o crime organizado.

    Quanto a querer ser tira, não tenho idade, saúde e interesse, tanto que não uso distintivo, arma e escondo a funcional, muito menos me identifico como policial, já que para a população, infelizmente, PC é tudo ladrão.

    Lamento informar, na pratica, a restruturação, já foi feita agora só existem quatro carreiras: Braço curto, Olho de vidro, Maçaneta e Correria.

    Fico triste de saber que uma instituição tão importante para o direito esteja nesta situação falimentar.

    Entendeu ?

  25. Na atual conjuntura, quem come merda e a PM, a PC nem isso come, pois com salário baixo e com ajuda de custo alimentação de 600 mangos a PM se alimenta de extrume, nos, com ricos 120 mangos, nem merda.

  26. NÃO FAZ RESTRUTURAÇÃO PORQUE TEME A REAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR, SIMPLES E CLARO.

  27. Sr. Jarim Lopes Roseira

    (…Assim fica difícil. De tudo o que foi dito nesta página, pouco se aproveita. É muito pessimismo e revolta, descambando para a baixaria. Isso não nos qualifica nem um pouco, muito pelo contrário…)

    Professor, desculpe minha sinceridade, mas o nível do curso na “acadepol” foi a primeira decepção que tive na polícia, incluindo-se aí suas aulas onde ficávamos copiando o organograma da polícia o que poderia muito bem, estar em uma apostila, aliás no curso todo não dispúnhamos nem de uma apostila.

    Vamos aos fatos a existência de um numero absurdo de entidades de classe, as quais tornaram-se verdadeiros feudos, totalmente improdutivos, tem auxiliado a destruição desta instituição, repito tão importante para o direito.

    O primeiro passo que deve ser tomado por quem realmente esteja interessado no fortalecimento da Policia Judiciaria é trabalhar pela unificação das entidades de classe em um sindicato único forte que tenha representatividade, mas isto iria contra a Fogueira das Vaidades e os interesses dos senhores e senhoras feudais.

    O fortalecimento da Policia Judiciaria passa obrigatoriamente por uma Graduação especifica e Uma entidade representativa de classe semelhante ao CRM, CRECI e OAB, que atuaria na: melhoria das condições de trabalho, em um melhor treinamento e no combate ao mal profissional, sem isto é chover no molhado.

  28. O problema é que o estadão não dá o mínimo de condições de trabalho para os policiais.

    Outra coisa, existe muito policial frustrado…. Ai reclama de tudo porque não conseguiu acender na carreira.

  29. A reestruturarão não interessa porque a criação da carreira de agente de Polícia seria uma pedra no sapato. Haveria menos carreiras. A Instituição seria fortalecida. Hoje é fácil dominar. Brigamos entre nós para ver quem tem o pau maior. Coisa de criança.

  30. PESSOAL !, O QUE OCORRE É QUE MUITOS POLICIAIS CIVIS HOJE ESTÃO APOSENTADOS HÁ TEMPOS NA CLASSE ESPECIAL, EXISTEM MUITOS QUE TAMBÉM JAMAIS ELABORARAM UM ÚNICO BOLETIM DE OCORRÊNCIA. CONHEÇO UM QUE INICIOU E APOSENTOU-SE NO DETRAN, OUTRO QUE S.M.J., FOI TÃO SOMENTE PROFESSOR NA ACADEMIA E SEMPRE TRABALHOU NA CORRO. EU QUERIA VÊ-LOS PUXAR APROXIMADAMENTE QUATRO DÉCADAS NO ANTIGO DEGRAN E ATUAL DECAP, TRABALHANDO PRATICAMENTE DIUTURNAMENTE NOS PLANTÕES DA PERIFERIA. É POR ESTE E OUTROS MOTIVOS QUE CONTINUA A DIZER. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  31. Parabéns Sr. Jarim Lopes Roseira, suas participações neste espaço só o engradecem. O problema não é a Policia Civil de SP, mas sim os integrantes dela, cada vez menos qualificados, alienados e o pior sem ética, entram para encostarem, são raros os que honram o ofício que exercem.

  32. Caro Guerra,

    O aparelho de segurança do Estado está destroçado e, em sentido contrário, a criminalidade mais organizada e consideravelmente mais bem armada.

    Bandidagem de fuzil automático, carregada de explosivos e polícia de . 40 que “engastilha” ou dispara sozinha. O crime saqueou o município de Santo André. Veículos foram incendiados na mais importante via de ligação do ABC com a capital, a Av. do Estado. O mais incrível! Dois veículos utilizados na fuga dos marginais foram incendiados defronte ao Batalhão da PM do município. Cerca de cento e cinquenta milhões de reais foram roubados dessas empresas transportadoras de valores e o que foi feito até agora? Prenderam alguns peixes pequenos e recuperaram uma quantidade irrisória de dinheiro. Cadê o restante das quadrilhas? Cadê toda essa grana roubada? Cadê as especializadas em investigar crimes dessa natureza? Cadê a inteligência policial? Por que não solicitar auxilio da Polícia Federal? É o 4º grande roubo a empresas de transportes de valor neste ano. Será que o governo não percebeu que roubo a caixa eletrônico passou a ser crime de batedor de carteiras?

    São Paulo se transformou literalmente na capital do roubo. Diversas reportagens são veiculadas diariamente em diferentes bairros da capital dando conta do aumento significativo de roubos e furtos e a Secretaria da Segurança Pública só se limita a emitir nota à imprensa, dizendo que nos locais mencionados, a criminalidade está diminuindo e que foram efetuadas “x” prisões. Chegou-se ao absurdo de roubarem e explodirem uma viatura da PM.

    Segurança Pública não é só sentar a bunda na cadeira e ficar gerando planilhas de Excel sobre a variação da criminalidade para tentar explicar o inexplicável, ou seja, o governo dizendo que a criminalidade esta diminuindo ao passo que para o cidadão deste Estado está atingindo uma situação insustentável. O efetivo policial sem reposição e significativa parte dele, principalmente na PM, dentro dos quartéis e gabinetes exercendo funções administrativas.

    Investigação policial em distrito de bairro literalmente acabou. Só se investiga o que a imprensa repercute e, logicamente, tem a equipe de confiança da “chefia” que não deixa de exercer as funções de coletoria da delegacia.

    Policial duplamente desmotivado, profissional e salarialmente, policiais aposentados esquecidos pelo Estado, sem dinheiro sequer para comprar remédios para doenças adquiridas em razão do exercício da profissão.

    A coisa ainda vai ficar pior, mormente quando a única boa notícia que você recebe durante todo o ano é de que o Delegado Geral garantiu o bolsa miséria até dezembro.

  33. Quem escreve num espaço como este, em primeiro lugar é porque quer contribuir para um debate construtivo. Criticar por criticar, muitas vezes falseando a verdade, demonstra ressentimento, pessimismo e, muitas vezes, falta de ética e caráter. Em segundo lugar para, ouvindo as reclamações e respostas justas dos colegas, poder esclarecer aquilo que merece ser esclarecido.

    Por exemplo, o colega “Nada sabe”, que reclama dos cursos de formação da Academia de Polícia, respondo: numa escola como a nossa (participativa), a qualidade do curso depende tanto do professor quanto do aluno. Se não havia apostilas, os alunos tinham que copiar sim os organogramas. Não via e não vejo mal nenhum mal nisso. Hoje, já é diferente. Mas a crítica respeitosa é sempre bem-vinda, sempre contribui de algum modo.

    Sobre a existência de muitos sindicatos e associações, estou de pleno acordo: atrapalha, sim. O ideal é a unicidade sindical (sindicato único, mesmo que regionalizados, federação e confederação), para reivindicar salários, condições de trabalhos, etc. ; associação, cada carreira pode ter a sua, para propiciar lazer e o que mais puder.

    Ao “Blindado”, devo dizer que suas insinuações maldosas são inverídicas. Vejamos: Quando comecei a dar aulas na Academia, já estava há 21 anos na carreira, aposentei-me depois de 31 anos na Polícia e continuei lecionando. Só deixei a Academia ao completar 70 anos. Trabalhei em plantões, sim, no 22º DP, 1968/69; Seccional do ABCD, 1970; Seccional de Mogi das Cruzes, 1970/85; presidi a AEPESP de 1985/88; chefiei os Escrivães da Divisão de Crimes Funcionais da Corregedoria, sim, de 1988 a 1992, onde procurei atuar com lisura e imparcialidade. Trabalhei na Chefia Geral dos Escrivães, onde me aposentei. Por onde passei, e onde estou, sempre procurei fazer mais amigos do que adversários. Não me acomodei, continuo trabalhando por uma Polícia melhor para todos. É como eu sempre digo: se cada um fizer a sua parte, a Polícia melhora, sim.

    Ao colega “INVESTIPOL”, (último post), agradeço as referências elogiosas. Isso o engrandece e o qualifica, também. Obrigado.

    Jarim Lopes Roseira, Escrivão de Polícia aposentado e presidente da IPA (International Police Association)

  34. Realmente a Polícia Civil SP acumula vários problemas de estrutura, salário etc. Mas sinceramente uns dos grandes problemas da polícia civil, são os próprios policiais que não tem sentimento de corporativismo. Só falam mal, desejam mal e nada fazem para mudar. Não existe só polícia no setor público, quem não gosta que saia fora. Quem sabe um dia só teremos policiais amantes verdadeiros da profissão que lutaram por condições melhores, em vez de só reclamar e correr atrás do famoso Jotinha. Se não gosta, não valoriza vai ser peão de fábrica…..

  35. COLEGA JARIM !, ACONTECE QUE VOCÊ NOMINOU UMA ÚNICA UNIDADE POLICIAL, A QUAL CHEFIEI O CARTÓRIO CENTRAL. OCORRE QUE ESTE SIGNATÁRIO QUANDO LABUTANDO BATENDO MÁQUINAS, LOGROU CUMPRIR À CONTENTO NADA MAIS NADA MENOS DO QUE 38 PORTARIAS EM DIVERSAS UNIDADES POLICIAIS, NAS ZONAS CENTRO, SUL, OESTE E LESTE, ONDE LOGREI APONSENTAR HÁ SEIS ANOS NO 68º D.P/LAJEADO. ACONTECE QUE S.M.J., EM DECORRÊNCIA DO TEMPO TRANSCORRIDO, QUANDO COMO ESCRIVÃO CHEFE DO 22º D.P/S.M.PAULISTA, NÃO VI, NÃO LÍ E MUITO MENOS VISLUMBREI QUALQUER BOLETIM DE OCORRÊNCIA ELABORADO POR VOSSA SENHORIA., ME AJUDEM AÍ Ó A OCORRRÊ

  36. COMPLEMENTANDO O ACIMA EXPOSTO, PODEM ATÉ VENTILAR AS DEMAIS UNIDADES POLICIAIS, POIS S.M.J., DELEGACIAS SECCIONAIS DE POLÍCIA, NA MINHA ÉPOCA JAMAIS ELABOROU BOLETIM DE OCORRÊNCIA, MESMO PORQUE QUANDO CHEFIEI A ANTIGA SECCIONAL SUL NO ANO DE 1991, NUNCA FOI REGISTRADO B.O. NA REFERIDA UNIDADE POLICIAL. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  37. A desigualdade dentro da PC e extrema.
    Desanimador.

    Salario inicial dos policiais:

    Agente policial 3 mil
    Investigador 4 mil
    Delegado 12 mil

    Salario final:

    Agente policial 5 mil
    Investigador 7 mil
    Delegado 20 mil

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s