Promotores enchem o rabo de dinheiro para investigar se policiais receberam pagamento indevido de bônus em SP 73

MP investiga se policiais receberam pagamento indevido de bônus em SP

Promotores identificaram falhas na metodologia de coleta de dados.
Mortes suspeitas não entravam nos números oficiais de homicídio.

 videoblat

Do G1 São Paulo

O Ministério Público investiga se houve pagamento indevido do bônus pago aos policiais civis e militares por bons resultados na queda da violência. A suspeita surgiu depois que os promotores identificaram que havia falhas na metodologia de coleta dos dados dos crimes no estado. As informações são do SPTV.

As mortes suspeitas, esclarecidas depois de um mês de investigação, não entravam nos números oficiais de homicídio ou latrocínio por exemplo. Só que o Ministério Público recomendou uma revisão na metodologia e coleta desses dados. Foi o que a Secretaria de Segurança Pública fez na semana passada. A partir de agora, as mortes suspeitas vão passar por uma reclassificaçãodepois que as investigações forem concluídas.

“Pela resolução no mês de março nós vamos publicar o número de homicídios no estado já considerados as reclassificações das ocorrências já consideradas todas as formas de operação dos registros anteriores”, diz o secretário Mágino Alves Barbosa Filho.

Eles destacaram que das 1.500 mortes que ocorrem por mês, cerca de 20 a 30 são consideradas suspeitas e confirmaram que os índices dos números de crimes são utilizados para o pagamento de bonificação para policiais civis e militares, com base na redução da criminalidade.

Segundo a SSP, o valor padrão do bônus é de R$ 2 mil por policial das áreas que atingirem todas as metas no trimestre. No ano de 2014, foram pagos R$ 170 milhões em bônus em função dos resultados dos principais indicadores de segurança.

O Ministério Público aguarda o envio das estatísticas para saber se o pagamento era merecido.

“Estamos verificando os dados que serão encaminhados nos próximos 90 dias pela Secretaria de Segurança Pública a respeito do que aconteceu nos últimos três anos e a partir daí nós vamos verificar o impacto que isso representa nos números estatísticos da SSP”, diz o promotor José Carlos Blat.

A SSP informou que a correção anual do número de homicídios não terá impacto sobre o pagamento de bônus a policiais.

Secretário Estadual de Segurança, Mágino Alves Barbosa Filho esteve em Mogi (Foto: Maiara Barbosa/ G1)Secretário Estadual de Segurança, Mágino Alves Barbosa Filho (Foto: Maiara Barbosa/ G1)

  1. Porra mas que vacilo dos policiais do 4 Dp hein?

    Largaram a Blazer novinha na rua no meio do protesto

    Destruíram.

    A PC tem que prestar atenção nesses movimentos.

    Fica feio pra sociedade ver o descaso da PC.

    Puta vacilo.

  2. GOSTEI DA REESTRUTURAÇÃO…SÓ FALTA AUMENTAR O SALÁRIO AÍ FICA BOM…

  3. PLC 37/2016 – Lei Orgânica Polícia Civil

    Artigo 92 – Aos Escrivães e Investigadores de Polícia, ficam assegurados vencimentos correspondentes aos dos demais integrantes das carreiras da polícia civil, cujo ingresso se exija grau superior.

  4. Claro que não passa.
    Só passa se for de autoria do Governador.
    Vicio de iniciativa, não compete ao legislativo qualquer lei que altere o orçamento dos servidores;

  5. É impossível passar, vício de iniciativa, só pra inglês ver, conversa pra boi dormir.

  6. É por isso que a Polícia Civil nunca conseguiu reestruturar as suas carreiras.
    Será que não existe ninguém que consiga redigir uma reestruturação condizente com a realidade, ou algo próximo do possível?
    Essa que segue no projeto de lei nunca irá passar, nunca.
    Para passar deveria ser algo próximo disso:

    4 faixas salariais:

    I- Delegado de Polícia;
    II- Médico Legista e Perito Criminal; Nível Superior específico;
    III- Investigador, Escrivão e Papiloscopista; Nível Superior Genérico;
    IV- Agente de Polícia e Agente de Perícia Policial; Nível Médio

    As carreiras extintas da Polícia Civil seriam unificadas na carreira de Agente de Polícia, devendo os mesmos aceitarem suas novas atribuições, respeitando-se o direito adquirido de seus membros, ou seja, integrarão a nova carreira somente aqueles que manisfestarem interesse, podendo, não havendo citado interesse, permanecerem nas sua carreiras de origem até sua vacância, caso queiram;

    O mesmo para os membros da nova carreira de Agente de Perícia Policial, no que se refere aos policiais da Superintendência da Polícia Técnico-Científica.

    Se não conseguem redigir algo mais sensato, então copiem as reestruturações de carreiras das outras polícias civis do Brasil:

    Como ficou a PC do Paraná reestruturada:

    I- Delegado de Polícia;
    II- Escrivão de Polícia; NU
    III- Investigador de Polícia; NU
    IV- Papiloscopista Policial; NU
    V- Agente de Polícia. NM (demais carreiras unificadas)

  7. Ao colega da postagem acima, sou investigador e atualmente a coisa mudou viu colega, a PM está muito melhor que a Polícia Civil, e não se vê PC mudando para PM, porque estamos velhos, 90% da PC tem acima de 40 anos, e para se tornar PM exige – se no máximo 27 anos, os Policiais Civis não engoliram a realidade de estarmos ficando pra trás, imagina somos carreira Nível Superior e ganhamos igual a um praça sem DEJEM, imagina a situação dos Agentes e Carcereiros que está muito pior, portanto Policiais Civis deixem de vaidade porque a Polícia Civil está afundando.

  8. Do site: http://www.folhadirigida.com.br/fd/Satellite/concursos/noticias-PMSP-soldado-2016-2000170555089/Concurso-autorizado-para-5400-vagas-de-soldado-2000183129296-1400002102880

    Concurso autorizado para 5.400 vagas de soldado

    O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, autorizou nesta quarta-feira, dia 31 de agosto, o concurso público para o preenchimento de 5.400 vagas para o cargo de soldado da Polícia Militar (PM-SP) no decorrer do ano de 2017. A informação foi divulgada por meio de despacho publicado no Diário Oficial do Estado (confira abaixo). Com a autorização, o próximo passo para a realização do concurso é a contratação da banca organizadora.

    A seleção é esperada desde outubro de 2015. A expectativa era que a autorização contemplasse ao menos duas mil vagas. O número, no entanto, aumentou devido ao atraso na seleção e ao crescente aumento do déficit de servidores, devido a aposentadorias, exonerações e desligamentos.

    A autorização era vista como o último entrave para a realização da seleção, após a aprovação da Lei de Ingresso da PM (Nº 1.291), que altera a idade mínima e máxima para entrada na PM e regulamenta regras de ingresso na corporação.

    O cargo de soldado conta com vencimentos de R$2.929,27, já incluso o adicional de insalubridade, no valor de R$571,51. A exigência é de ensino médio completo, CNH nas categorias “B” ou “E” e altura mínima de 1,60m para homens e 1,55m para mulheres, além de idade entre 17 e 30 anos. A seleção será constituída de prova objetiva, redação, testes físicos e testes psicológicos, além de investigação social, por se tratarem de órgãos da área de segurança.

    DESPACHO PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL DA CIDADE de 31 de AGOSTO de 2016 – PÁG 1
    No Prot. Geral GS-16.808-15 (CC-13.268-16), sobre autorização para a abertura de concurso público: “Diante dos elementos de instrução do processo, da exposição de motivos do Secretário da Segurança Pública e das manifestações das Secretarias de Planejamento e Gestão e da Fazenda, autorizo a Polícia Militar do Estado de São Paulo a adotar as providências necessárias para a abertura de concurso público, visando ao provimento, para o exercício de 2017, de 5.400 vagas de Soldado PM de 2ª Classe do Quadro de Praças, devendo ser observadas, por ocasião do provimento dos cargos, as disponibilidades orçamentário financeiras, e obedecidos os demais preceitos legais e regulamentares atinentes à espécie.”

    PELO JEITO O GOVERNADOR COLOCARÁ PM’S NOS DP’S NO ANO QUE VEM!!!!!!

  9. Investigador de Nível Universitário no plantão abrindo e fechando grade, planilha preso, remove preso sem adicional no salário e insalubridade mil vezes pior que de PM disse:

    Cargo Vitalício, isso é Estado Democrático de Direito?
    “Tem algo de podre no reino da Dinamarca”

  10. Olá, ÚNICA PC DO BRASIL QUE AINDA NÃO REESTRUTUROU AS SUAS CARREIRAS, houve uma reunião com SSP com as entidades de classes ONTEM, porém ela foi interrompida, pois as carreiras de NM não aceitaram a proposta para elevar as carreiras de NF para NM exceto se elevassem os NM para NU.
    O SSP já recebeu os projetos daquele famoso grupo de estudos, agora falta as entidades colocarem em seus sítios a proposta encaminhada por eles. Cada um que cobre seus respectivos sindicatos ou associações.

  11. SR. OU SRA. BUWANA, ME DESCULPE !, INGRESSEI COMO ESCRAVÃO NA P.C/SP. HÁ QUATRO DÉCADAS, ÉPOCA EM QUE JÁ EXISTIAM ESSAS FALÁCIAS CONTUMAZES. OCORRE QUE APOSENTADO HÁ ANOS, CONTINUO A OUVIR ESSAS ASNEIRAS, PROFERIDAS POR ESSES DESGOVERNOS. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  12. Pode até ser verdade essa história de restruturação, mas ninguém acredita

  13. jás que estas aposentado, não esquente sua cabeça com que aki clicam. nm

  14. Olá BUWANA,

    acredito que sua informação seja verídica, então, resolve-se facilmente tal problema, basta dar o Nível Superior para as carreiras de Papiloscopista e Agente de Telecomunicações, pois seus vencimentos são quase idênticos ao dos Investigadores e Escrivães;

    em contra partida, no que se referem as carreiras do antigo Nível Fundamental (Agente Policial, Carcereiro Policial e Aux de Papiloscopista), elevem-nas à equiparação do grau de nível médio, unificando-as na nova carreira de AGENTE DE POLÍCIA, respeitando o direito adquirido daqueles que quiserem permanecer em suas carreiras originais e não queiram assumir novas atribuições.
    Essa última hipótese em nada oneraria o Estado.
    Seria melhor que nada.
    Devemos conquistar uma coisa de cada vez, senão não conseguiremos algo nunca.

    1- Delegado de Polícia;
    2- Escrivão de Polícia; NU
    3- Investigador de Polícia; NU
    4- Papiloscopista Policial; NU
    5- Agente de Telecomunicações Policial; NU
    6- Agente de Polícia; NM (agente policial, carcepol, aux papiloscopista)

  15. Isso é resultado daquele estelionato eleitoral que nominaram de “MÉRITOCRACIA”. Ganha mais quem produzir mais, como se fossemos fábrica de linguiça. Resultado: Fraudar os dados para aumentar o salário, já que esse governo é useiro e vezeiro em desvirtuar aumento de vencimento em gratificações de todos os tipos e nomes para não aumentar os miseráveis proventos dos aposentados. Isso o Milionário Ministério Público de São Paulo não apura, mesmo porque compartilha o governo, ocupando algumas secretarias de Estado, entre elas a SSP há décadas.

  16. ÚNICA PC DO BRASIL QUE AINDA NÃO REESTRUTUROU AS SUAS CARREIRAS, bom dia, mas acho que querem colocar também agente de tele como agente de polícia, por isso o sindicato deles não querem.

  17. Duvido que não saibam fazer isso apesar das pompudas gratificações de representação disse:

    Cartilha Caminho Suave para os Oficiais(melhores gratificações de gabinete da PM, mais de 2 mil reais por mês para ficar fazendo planilhas de Excel, enquanto verdadeiros policiais que arriscam a vida todo dia nas ruas nada ganham) e demais policiais da CAP/GS nas consolidações mensais de homicídios do Estado. Serve também como parâmetro para o MP e órgãos da imprensa comprometidos com a credibilidade das informações.

    Preliminarmente, durante o período examinado, totalizam-se as ocorrências registradas inicialmente na unidade policial como Homicídios;
    O IML deve fornecer, antes da totalização, todos os Laudos referentes às ocorrências de Morte Suspeita registradas na unidade. Os que afirmem tratarem-se de MORTES VIOLENTAS devem ser contabilizados como Homicídios, Latrocínios,etc.(Aqui mora o problema, não existe um sistema informatizado no IML que responda prontamente a essa demanda, ou seja, informar antes do fechamento da totalização de homicídios, latrocínios, etc., o resultado das necropsias, razão pela qual, em algumas unidades policiais, alguns casos inequívocos de homicídio são registrados como Morte Suspeita para não serem contabilizados como deveriam;
    Casos de Tentativas de Homicídio, Lesões Corporais Dolosas e Roubos com vítimas internadas em hospitais, antes da consolidação do período em análise, deve ser pesquisada na própria base de dados do RDO(Registro Digital de Ocorrência) pelo nome ou RG da vítima se não tem um RDO subsequente, ou seja, lavrado horas ou dias depois dando conta de que a vítima veio a óbito, o que modifica a natureza da ocorrência inicialmente registrada para Homicídio, Latrocínio, etc;
    Casos de Morte por Intervenção Policial (Em serviço e Fora do Serviço “bico”) devem ser considerados como Homicídios. A antijuridicidade ou não da conduta será aferida pelo Poder Judiciário. Devem ser observados eventuais casos de registros iniciais de Lesões Corporais Dolosas decorrentes de intervenção policial onde as vítimas ficam internadas falecendo posteriormente, não sendo contabilizadas como vítimas fatais.
    Como falei anteriormente, basta conhecer para constatar as inconsistências na totalização dos indicadores criminais da CAP/Gabinete da SSP a qual praticamente reproduz o que as polícias informam sem a devida conferência. Informação falsa em documento público é FALSIDADE IDEOLÓGICA, além de crime o fato se torna mais grave quando cometido para obter vantagem econômica indevida(BÔNUS). Bônus é forma disfarçada de dar aumento de salário para uma minoria dentro da categoria profissional em detrimento da grande maioria e de seus aposentados. Estimula a fraude e desestimula os que efetivamente trabalham.
    ACORDA CAP, ACORDA MP, ACORDA IMPRENSA LIVRE COMPROMETIDA COM A VERDADE

  18. O perigoso “olho de vidro” do governo do Estado e do Ministério Público em relação aos crimes e abusos cometidos ela PM.

    Novamente a PM reitera sua conduta de braço armado do Estado em detrimento da polícia cidadã que tanto propala exercitar em suas campanhas publicitárias.

    Os graves incidentes ocorridos nas últimas manifestações de rua não ocorreriam se não houvesse flagrante provocação por parte de integrantes da PM por ocasião da dispersão do movimento.

    Da mesma forma que colocam cocaína e maconha em veículos de pessoas que assassinam nas “quebradas” da periferia, colocam coquetéis molotov, pedaços de ferro e pedras nas bolsas de manifestantes.

    Cadê o Ministério Público ? O Ministério Público deste Estado, ao contrário do Ministério Público Federal, é seletivo em investigar, ou seja, investiga e se empenha em punir aquilo que, politicamente, vai contra o governo deste Estado. Em sentido contrário, não demonstra qualquer empenho em apurar crimes e abusos cometidos por seus servidores, mormente os praticados por integrantes da PM. O muito que faz é delongar “rigorosas” apurações até que caiam no esquecimento pela opinião pública e pela sociedade em geral, como por exemplo, as inúmeras chacinas perpetradas por PM’s, entre as quais a que vitimou duas dezenas de inocentes na região de Osasco e que, até hoje, não deu em nada. Foi assim no Carandirú(condenados que não cumprem penas), Operação Castelinho(todos inocentados), Mortos de Maio(nenhuma investigação séria foi levada a efeito), Morte do Publicitário na zona oeste(a família recebeu uma cartinha do Comandante Geral pedindo desculpas), e vai por ai afora.

    Não é só em relação a crimes de sangue que a impunidade campeia na Polícia Militar, na auto intitulada “Reserva Moral do Estado” tem crimes de gatunagem milionários tal qual as inúmeras fraudes em processos licitatórios do Comando Geral da PM. O Tenente Coronel que encabeçou os processos foi categórico em dizer “roubei para a instituição” o que não ficou muito claro foi uma das empresas vencedoras ter pago meio ano de condomínio adiantado para sua família. Punição proposta ao Tenente Coronel: Deixa de ser Tenente Coronel mas mantém o salário de R$ 15.000,00(Quinze mil reais).
    Punição melhor, só as que são propostas pela Operação Lava Jato onde os protagonistas roubaram 70 milhões dos cofres públicos, devolvem 10, cumprem 1 ano de prisão domiciliar em suntuosas mansões até ficarem livres e soltos para gastarem todo o resto roubado que estava escondido.

    Para completar, um Tenente Coronel faz numa rede social, um infeliz comentário ironizando a Lesão Corporal Gravíssima sofrida por uma manifestante que ficou cega em razão de ter recebido um tiro de borracha numa das vistas, a exemplo do que ocorreu em manifestação anterior com um repórter. E se fosse a filha dele, será que faria o mesmo comentário?

    Em tempo: O Ouvidor da polícia GRITA por socorro ao Ministério Público que não ouve, não sabe, não viu.
    Não adianta, seu grito só terá eco se for em organismos internacionais de direitos humanos, aqui em SP esquece.

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s