PEC 241: a corda rompendo do lado mais fraco 51

Publicado por Wagner Francesco ⚖

PEC 241 a corda se rompendo do lado mais fraco

É necessário arrumar as contas públicas? Sim! Quem, em sã consciência, discordará disso? O problema é: por que cortar da Saúde e da Educação – que já são áreas carentes de investimento e que atingem, em cheio, o coração dos mais pobres do país? A questão toda é essa e não outra.

Um dos argumentos para a aprovação da PEC é: grande parte do desequilíbrio fiscal advém do crescimento dos gastos sociais. É verdade que houve crescimento dos gastos sociais? Sim. Mas calma!

De fato, houve um crescimento expressivo desse gasto entre 2002 e 2015, como mostra este estudo.

O acréscimo dos gastos sociais federais, no período de mais de uma década, foi da ordem de 3 pontos percentuais do PIB, concentrado nas áreas de educação e cultura (0,74 pontos percentuais do PIB), assistência social (0,78 pontos percentuais do PIB), e previdência social (0,97 pontos percentuais do PIB).

Mas isso é ruim? Ou não é importante a promoção social e ampliação do bem-estar da população mais carente do país? Penso que sim. Foram estes gastos que tiraram milhares de pessoas da miséria…

Agora, a corda tinha que arrebentar do lado mais fraco. Como sempre. E o resultado é este: Os parlamentares mais caros do planeta, com as maiores regalias do mundo, decidindo sobre o corte de gastos no SUS e na educação alegando que o Estado não tem dinheiro.

PEC 241 a corda se rompendo do lado mais fraco

Só pra te dar um exemplo: o Brasil gasta R$ 1 bilhão de reais por ano para sustentar deputados e senadores! Para resolver esse problema existe a PEC 106/2015 que trata exatamente da redução de deputados e senadores. Foi aprovada?… E nem será!

E a gente pode falar do aumento para os Ministros dos Supremos que custará ao Estado R$ 3,8 bilhões, ou dos auxílios moradias para os juízes que custarão ao Estado R$ 860 milhões, os dos aumentos para vereadores (que eles próprios se dão!), e etc.

Agora pare e pense: por que, ao pensar em reduzir gastos públicos, partem pra cima logo da Educação e da Saúde? Evidentemente porque é onde está a camada mais pobre do país – e aí é tudo o que eles querem: o pobre doente e sem instrução pra eles manipularem à vontade.

É por isso que o István Mészáros já havia afirmado:

“Não se pode imaginar um sistema de controle mais inexoravelmente absorvente – e, neste importante sentido, totalitário – que o sistema do capital que sujeita cegamente aos mesmos imperativos a questão da saúde e a do comércio, a educação e a agricultura, a arte e a indústria, sobrepondo a tudo os seus próprios critérios de viabilidade – tomando a decisão sempre a favor dos fortes e contra os fracos” (Para além do Capital, p. 96)

Há várias saídas. Que tal uma reforma tributária, que seja eficiente e equânime, de modo a incentivar o crescimento econômico de longo prazo, reduzindo a tributação do lucro e da produção das empresas? Seria ótimo: concentraria o ajuste fiscal de curto prazo sobre uma pequena parcela da poupança dos mais ricos.

Mas não, né? Melhor cortar dos mais pobres. Com menos investimento em saúde o pobre será forçado a fazer plano de saúde ou morrer. E sem investimento na Educação, ficar sem estudar – porque nem as universidades públicas prestarão.

Como comecei falando neste artigo, é necessário arrumar as contas públicas, sim. Tem que controlar os gastos públicos, sim, mas poderia começar cortando as regalias dos poderosos! Inclusive, a gente gasta rios de dinheiro, 50% do PIB, pagando uma dívida pública que nunca passou por uma auditoria e não é nada mais que um mega esquema de corrupção institucionalizado.

O mais triste é saber que quem aprovou esse projeto absurdo rezou pedindo pra Deus ajudar

Lembrei do texto de 2 Crônicas, Cap. 10:

Teu pai, Roboão, fez duro o nosso jugo; agora, pois, alivia tu a dura servidão de teu pai, e o pesado jugo que nos impôs, e nós te serviremos. […] E disse Roboão: meu pai agravou o vosso jugo, porém eu o aumentarei mais; meu pai vos castigou com açoites, porém eu vos castigarei com escorpiões.

Deus tá vendo isso, viu?!

  1. Querem arrumar contas públicas?
    OK, vamos começar demitindo os cargos em comissão, são os maiores salários de agentes públicos. Acabar com os privilégios dos políticos, como : carros com motorista, residência funcional, passagens aéreas, contratação de assessores, dentre muitos outros.
    Vamos aproveitar também e alterar o regime previdenciário dos políticos, ou melhor acabar com sua aposentadoria, afinal politico não é profissão.
    O governo fala tanto em copiarmos o sistema de outros países, por que não copiamos os salários de políticos e suas regalias de outros países, então? Podemos utilizar a Suíça como parâmetro, afinal é 1º mundo.

  2. Poderia começar cortando os gastos estipulando um teto salarial para todos, onde não haveria prerrogativas a nenhuma classe, inclusive poder judiciário e legislativo.
    Poderia sim, realizar um ajuste fiscal responsável, onde aqueles que ganham mais pagaria uma porcentagem, bem maior, daquela que hoje é aplicada.
    Daria para enumerar aqui uma porção de alternativas, onde realmente deveriam ser cortado os gastos, as duas acima são as mais importantes, na minha opinião.
    Antes que eu me esqueça, o funcionalismo não vai sair sem chumbo dessa; talvez seja aprovada a Pec que aumenta de 11% para 14%, o desconto previdenciário, isto significa que, ao invés de ser repassada a inflação de dois anos e seis meses, aos nossos salários; teremos uma redução de salário.
    Meus amigos, não temos outra saída; MOBILIZAÇÃO E UNIÃO; procurem suas associações, sindicatos e cobrem providências de seus dirigentes…
    Não podemos esperar mais, outra coisa, por pressão popular e governista, estão querendo deixar o funcionalismo público aposentado, com o teto igual ao da iniciativa privada, que hoje é em torno de R$5.000,00 reais, quem ainda não se aposentou, aconselho a se apressar, ouvi este boato, não estou afirmando com absoluta certeza.
    Abraços a todos…

  3. POLITICO NÃO VOTARA CONTRA SEUS BENEFÍCIOS. TEMOS É QUE TROCAR TODOS ELES.TEMOS QUE ESPERAR ATÉ 2018 E DAR O TROCO NAS URNAS. COLOCAR GENTE QUE NUNCA SE ELEGEU. SÓ ASSIM O BRASIL SAÍRA DO BURACO.

  4. http://brasil.elpais.com/brasil/2016/04/19/politica/1461023531_819960.html

    Senhores, na realidade o que necessita o Brasil é uma reforma politica que modifique o sistema de representatividade atual, tanto de Deputados Estaduais, Federais e Vereadores. A grande maioria dos eleitores, vê a cara de quem votou apenas quando aparece na urna, ou santinho, depois o sujeito desaparece. Os que assumem cadeiras no parlamento, tem seus votos dispersos pelo estado de origem, então também não recebe forte pressão.
    Convenhamos, pagamos os politicos mais caros do mundo, agora me diga, quem lhes cobra produtividade, onde é a base eleitoral do parlamentar? Se exige alguma qualificação pessoal para o cidadão se candidatar?
    Questões que no futuro serão respondidas, não sei quando, talvez no dia em que nosso povo parar de pensar apenas no próprio “pirão”!!!

    é o que penso

    C.A.

  5. Agora, apenas esclarecendo, pelo que sei, se corrigirá o valor total do orçamento do exercício anterior com a inflação apurada, poderá sim, se “Gastar mais com Saúde, Educação e com Segurança”, mas como o cobertor é curto, outras áreas terão o orçamento reduzido e a grande celeuma está justamente aí….
    Se pode por exemplo, reduzir o repasse do TESOURO ao BNDES, ou para cobrir o rombo de EMPRESAS ESTATAIS DEFICITARIAS, INCHADAS PELO GOVERNO POPULISTA, APARELHADAS…
    Pode-se também, fiscalizar e aprimorar os gastos do Estado, evitando desperdícios…
    Pode-se também, fiscalizar as aposentadorias fornecidas de forma irregular, como amplamente noticiado pelas midias, que o pente fino do INSS, derruba a casa de milhares de beneficios irregulares.
    O que se fazer em época de cobertor curto é isso ai…
    A divida existe, foi feita, agora só resta pagar, mas infelizmente quem a pagará não foi beneficiado com dinheiro captado no mercado a 15% pelo governo e repassado pelo BNDES para empresas a 3%, em obras que jamais o GOVERNO BRASILEIRO VERÁ A COR DO PAGAMENTO!!!(Venezuela, Angola, Bolivia, etc..)
    Realmente, a corda arrebenta do lado mais fraco, justamente este lado mais fraco que elegeu por 4 vezes pessoas que juravam defende-los, mas, no escurinho dos Palácios, tramavam falcatruas para locupletar-se!

    C.A.

  6. VAI DAR MERDA!!! disse:
    12/10/2016 ÀS 21:53
    POLITICO NÃO VOTARA CONTRA SEUS BENEFÍCIOS. TEMOS É QUE TROCAR TODOS ELES.TEMOS QUE ESPERAR ATÉ 2018 E DAR O TROCO NAS URNAS. COLOCAR GENTE QUE NUNCA SE ELEGEU. SÓ ASSIM O BRASIL SAÍRA DO BURACO.

    CONCORDO 100% DE TUDO QUE VC DESCREVEU COLEGA, A ÚNICA SAÍDA PARA OS BRASILEIROS É ESSA, PARABÉNS, FAÇO DAS SUAS AS MINHAS PALAVRAS.

  7. OUTRA COISA, ALGUÉM JÁ VIU ALGUM GOVERNO DAR ALGUM AUMENTO, AO MENOS PARA A SEGURANÇA PÚBLICA EU SÓ TIVE AUMENTO REAL FOI NO GOVERNO DE FRANCO MONTORO, O SUPOSTO AUMENTO QUE O GOVERNO NOS DÁ, NÃO PASSA NEM PERTO DA VERDADEIRA INFRAÇÃO DO PAIS, QUE NA SUA GRANDE MAIORIA É MAQUIADA. QUANDO O GOVERNO NOS MANDA 10% , A INFRAÇÃO REAL FOI 12% OU MAIS, É PURA ENGANAÇÃO.

  8. Apenas imbecis não perceberam que queriam tirar o PT malvadão comunista pros bandidos de gravata antigos- os tucanodebistas- voltarem pra arrasar os patos acéfalos que desfilaram de canaralhos patotriotas na Av paulista. Desejo do fundo do coração que se fodam muito. Povo burro merece morrer no cortiço.

  9. O Brasil está sendo estuprado, mais ainda continua no êxtase do impeachment da Dilma, e diante do absurdo e do abusivo Michel Temer, nos vítimas estamos conformados e sem reação.

  10. Concordo plenamente, mas quem ELEGEU DILMA, LEVOU O TEMER A TIRA COLO…agora sempre, na cantilena rubra, NÃO SEI DE NADA E A CULPA É DOS OUTROS….de tão infantil, é cômico…

    C.A.

  11. O engraçado é que vivemos em um mundo de expectativa e depende de cada um de nós o voto, cujo o qual, é dado de forma obrigatória, ocasião que votamos em uma pessoa acreditando na melhoria, mas a memória dela, na terra, apenas ela sabe o que vai rolar. O Brasil precisa de uma mudança, não sei informar qual é a certa, mas tem que se fazer alguma coisa, ou seja, que for dado e tirado do povo, seja feito da mesma forma para a pessoa que está estudando para isso, ou seja, dos políticos, banqueiros e etc….
    Antigamente, acreditava, que o voto melhoraria a nossa situação. Hoje, acredito muito no estelionatário, que brigam e gastam muito atrás de um voto, o qual é esquecido, depois do oposto ocupado.
    Voto de protesto, não é aquele que coloca no poder um artista engraçado, muito pelo contrário, você ajudou com esse voto, outros serem colocados no local onde você não quer.
    Voto de protesto é aquele onde todos os interessados vão parar e dizer : ” ninguém acredita em nós” . Para tanto, não poderá votar em pessoas engraçadas, que são usadas exatamente para receberem votos de protestos.

  12. Com relação aos políticos, só você mesmo que votou nele é que sonha sem dormir.
    Agora, temos que esperar as pancadas, pois o poder já foi dado a eles.
    Qual a diferença para você, entre a criminalidade e um politico?

  13. Não adianta reclamar, por incrível que pareça, o Brasil só tem uma saída, este governo que aí está. Vocês já imaginaram se a Dona Dilma ainda estivesse comandando a nação. Logo, o Brasil ficaria muito pior que a Venezuela.
    Não sou a favor do PMBD e muito menos do PSDB, más, na atual conjuntura, não temos outra alternativa, o tempo é muito curto, o Brasil foi detonado em todos os sentidos, inclusive no financeiro. Os nossos amiguinhos do PT não servem para administrar nem uma pequena prefeitura, quanto mais um país. Foram distribuindo recursos as tortas e as direitas e deu no que deu. Fizeram aleluia com o dinheiro da nação, ajudando e enviando recursos para os amigos vermelhinhos.
    Agora, quanto a questão salarial, aí sim precisamos se UNIR e tomar as providências cabíveis.
    Cobrem seus representantes; comecem a frequentar seus sindicatos e associações.
    Abraços …

  14. SR. ESCRIVÃ INTERIOR !, ESSE CIDADÃO QUANDO FOI SSP POR DUAS VEZES, ELE JAMAIS CONSEGUIU QUALQUER TIPO DE CORREÇÃO SALARIAL PARA OS POLICIAIS TANTO CIVIS COMO MILITARES. S.M.J., ELE FOI E É IGUALZINHO ÀQUELE CABEÇA SEM PELO, ASSIM COMO ESSE TAL DE MÁGINO E SEU D.G. POR DERRADEIRO, A SENHORA SABIA QUE ESSE ÚLTIMO ENCONTRA-SE DE FÉRIAS. AGORA EU PERGUNTO : PARA QUEM NÃO FAZ NADA, AINDA É NECESSÁRIO FÉRIAS. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  15. Um amigo meu me disse que essa pec, transportando para a casa dos brasileiros, seria como cortar o leite e os remédios das crianças e manter a cervejinha e o churrasco do papai. E vamo em frente…

  16. SR. SENSATO !, RAPAZ, QUE SENSATEZ É ESSA ! VOCÊ VIR COM ESSA DE NOS APROXIMAR DESSE SINDICATO, O QUAL TENTA ME TAXAR EM 2% DOS MEUS MINGUADOS REAIS QUE ESSE DESGOVERNO PAGA. APESAR DE ESTAR EM PJ/PB, EU QUERO É MAIS DISTÂNCIA DELE. E, ME AJUDEM AÍ Ó !… EU QUE

  17. Qual o sindicalista, que lutou pela classe que disse que defende ou defendeu?
    Temos muitos sindicalista e eles são e foram iguais ao sindicalista maior, que hoje, faz tudo para correr da região Sul e deslocar para o Nordeste, pensando em passar mel nas bocas dos conterrâneos para garantir o voto.

  18. A CULPA É DO FUNCIONÁRIO PÚBLICO?

    ELES DIZEM QUE SIM!
    ESSES FILHOS DA Pátria, RESOLVERAM NOS ELEGER COMO OS GRANDES CULPADOS PELA FALÊNCIA DA PREVIDÊNCIA E PARA JUSTIFICAR A INCOMPETÊNCIA DELES!
    ESTAMOS MAIS UMA VEZ, FODIDOS E MAU PAGOS!!!

  19. Ao Blindado: se realmente você for o “travoltinha” que trabalhou no 4 DP; trabalhei com você em meados do ano 2000.
    Na época, você era um cara inteligente e prestativo com os colegas.
    Agora, qualquer funcionário ou trabalhador de qualquer seguimento tem ser filiado a alguma coisa, senão;me ajuda aí ó!…

  20. SR. “sensato” !, COMO JÁ COMENTEI ANTERIORMENTE SÓ NO 4º D.P/CONSOLAÇÃO, EM TRÊS VEZES QUE POR LÁ APORTEI FORAM APROXIMADAMENTE 12 ANOS. AGRADEÇO PELOS ELOGIOS. VEJA SÓ ! AINDA EXISTEM CERTOS INDIGITADOS QUE VEM ME CONSIDERAR COMO CAGUETA. ESTOU APOSENTADO HÁ MAIS DE SEIS ANOS, ISTO COM PARIDADE E INTEGRALIDADE. ACONTECE QUE NÃO É MENTIRA NÃO, POR INCRÍVEL QUE PAREÇA QUANDO DO PEDIDO DA APOSENTADORIA, DEI ENTRADA COM O PEDIDO NO DIA 02 DE ABRIL E NO DIA 26 DE ABRIL FOI PUBLICADO NO D.O., A MERECIDA APOSENTADORIA. AGORA COM RELAÇÃO AO SEU EXPOSTO, NÃO DIGO NEM QUE SIM E NEM QUE NÃO. POR DERRADEIRO, SOU FILIADO AO SEPESP, AEPESP, AFPCESP E AFPES. UM GRANDE ABRAÇO…

  21. COLEGA ” sensato ” !, TODAS AS VEZES QUE LEMBRO DO 4º D.P., SINTO RAIVA DE MIM MESMO. RAPAZ ! NÃO SEI SE VOCÊ CHEGOU CONHECER O DR. JOSÉ CARLOS GOMES, VULGO ” MAGUILA”, O QUAL ERA PROFESSOR DA ACADEPOL., HOJE FALECIDO. NO INÍCIO DA DÉCADA DE 80, EU TRABALHAVA COM ELE NO PLANTÃO DESSA DELEGACIA, ÉPOCA EM QUE PRESTEI CONCURSO PARA ESCRIVÃO DA POLÍCIA FEDERAL, LOGRANDO ÊXITO EM PASSAR. QUESTIONANDO O DR. JOSÉ CARLOS, ESTE INCONTINENTE ME ACONSELHOU A ZARPAR. FIZ ENTENDÊ-LO QUE RESIDIA A DUAS QUADRAS DO LOCAL DE TRABALHO, OU SEJA AÍ NA PRAÇA ROOSEVELT E QUE O SALÁRIO DA PC. NA ÉPOCA ERA MAIOR DO QUE O SALARIO DA P.F. RAPAZ, NÃO FUI E, O QUE ESTÁ OCORRENDO, SE HOJE EU ESTIVESSE APOSENTADO PELA P.F., A MINHA APOSENTADORIA SERIA DE APROXIMADAMENTE TRÊS A MAIOR DO QUE ESSA MERRECA QUE ESSE DESGOVERNO PAGA. E, ME AJUDE AÍ Ó !…

  22. GENTE !, S.M.J., QUE COITADINHA DE NOSSA VORAZ “JARARACA”. VOU PROFERIR UM NOME DE UMA EXCELÊNCIA, A QUAL SE ESTIVESSE EM NOSSO TERRENO, ESSA “JARARACA” SERIA UMA “COBRINHA” DE BRINQUEDO. OU SEJA O GRANDE E EXCELENTÍSSIMO JOKO WIDODO. RAPAZ !, COM ESSE HOMEM, ERA PAREDÃO E FUZILAMENTO E ESSA CORJA DE ROEDORES DO ERÁRIO JAMAIS IRIAM PERPETRAR QUALQUER TIPO DE FALCATRUA, ASSIM COMO HÁ ANOS A MAIORIA JÁ ESTAVA DIZIMADA. E, ME AJUDEM AÍ Ó !…

  23. A grande verdade a única coisa que pode salvar esse Brasil será uma Intervenção Militar para colocar essa corja desgraçada na cadeia.

  24. Ao Blindado: trabalhei por quatro anos no 4DP Consolação, de 1999 a 2002, na época deixei história naquela região, a gente trabalha dia e noite e ainda segurava uma carceragem com quase 200 presos, existia muito prestigio com relação ao serviço policial. Nós eramos respeitados, inclusive pelos PMs; também pela grande maioria da sociedade e pelos bandidos, era muito bom fazer policia.
    Com relação ao Dr Carlos Gomes ele deu aula pra mim, na Acadepol, dava a impressão de ser gente boa, aliás, aquele tempo os delegados em sua maioria corria com os policiais e também existia um grande respeito da parte deles..
    Abraços…

  25. O DORIA DO PSDB – PREFEITO EMPRESÁRIO

    PODE DAR UMAS DICAS PARA O GOVERNADOR

    JÁ QUE VÃO TRABALHAREM EM PARCERIA

    E ME AJUDEM AÍ OH !

  26. ATENÇÃO:

    O ESQUEMA É O SEGUINTE:

    QUEM ARRUMA ZICA COM POLICIAIS MILITARES SÃO EX – POLICIAIS MILITARES

    OFICIAIS – TENENTES
    SARGENTOS – SGTºs
    CABOS – CB s
    SOLDADOS – SD’s

    QUE PASSAM NO CONCURSO DA POLÍCIA CIVIL

    PARA DELEGADOS DE POLÍCIA

            INVESTIGADORES  DE  POLÍCIA 
    
            ESCRIVÃES  DE  POLÍCIA 
    

    OBS: TODA ZICA SÃO EX – POLICIAIS MILITARES QUE ARRUMAM

    SÃO EX – PM’s CONTRA PM’s

  27. O QUE EU TENHO OBSERVADO

    QUE A ELABORAÇÃO DESSAS PEC’s DEIXAM MUITO A DESEJAR

    PARECE QUE OS ADVOGADOS NÃO TEM CAPACIDADE

    SÃO TODAS INCOMPLETAS

    SEMPRE FALTA ALGUMA COISA

    E ME AJUDEM AÍ OH !

  28. AQUI NO BRASIL QUEM HOJE EM DIA NÃO TEM VERGONHA DE SER HONESTO !

    RUI BARBOSA DA SILVA DEVE ESTAR SE REVIRANDO

    E ME AJUDEM AÍ OH !

  29. O êxtase coletivo pós impeachment aliado a hipnose coletiva via Globo, tem deixado as ações absurdas e devastadoras de Temer sem oposição, a PEC 241 foi aprovada sem qualquer discussão ou contestação, as Ruas ficaram vazias e silenciosas durante a votação da PEC 241, assim como querem nos enfiar goela abaixo a reforma da previdência, espero que o povo saia da inércia e saia as Ruas, governo sem oposição é um perigo, daqui a pouco vão impor idade mínima de 70 anos para aposentadoria, e o povo continuará contemplando o açoite em berço esplêndido.

  30. Plano econômico de Temer tem ‘sintonia’ com projeto de Lula, diz Moreira FrancoCOMENTE
    BBC
    Fernanda Odilla
    Da BBC Brasil em Londres 14/10/201617h31
    Ouvir texto

    0:00
    Imprimir Comunicar erro
    Alan Marques/Folhapress
    Moreira Franco é secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimento do governo Temer
    Moreira Franco é secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimento do governo Temer
    Wellington Moreira Franco é ex-deputado federal, ex-governador do Rio de Janeiro e dono da façanha de, nos últimos anos, participar de todos os governos que o país teve: FHC, Lula, Dilma Rousseff e, agora, Michel Temer.

    É um dos fundadores do PMDB e são dele as diretrizes econômicas adotadas pelo atual governo que, segundo ele próprio, estão em sintonia com a “Carta ao Povo Brasileiro” assinada por Lula em 2002, meses antes de se eleger presidente do Brasil.

    O peemedebista se refere a grandes linhas macroeconômicas como meta de superavit, segurança jurídica e equilíbrio entre receitas e despesas, todas presentes no documento de 2002 em que Lula buscava acalmar o mercado financeiro diante da perspectiva de vitória do PT naquele ano.

    Para Moreira Franco, ajustar a economia brasileira e assegurar a reeleição de Temer são tarefas incompatíveis. Por isso, afirmou que Temer, que é considerado ficha suja por ter sido condenado em segunda instância, não disputará nem tem como prioridade o pleito de 2018.

    “A prioridade do governo Temer é a economia. Dentro da economia é a questão fiscal. Há incompatibilidade em se pensar em eleição e organizar medidas desse tamanho”, disse nesta sexta-feira (14) em Londres, durante palestra a investidores na London Business School.

    Questionado pela BBC Brasil, Moreira Franco justificou a importância da mensagem sobre Temer não concorrer à reeleição: “Porque é verdade e eu gosto da verdade”.

    No passado, Moreira Franco bateu de frente com Leonel Brizola (1922-2004), que o apelidou de “gato angorá” –não apenas pelos cabelos brancos, mas por ter a capacidade de pular “de colo em colo” de diferentes governos. “Gato, eu sou. E adoro um colo”, disse à BBC Brasil.

    Neste governo, ganhou o título de secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimento (PPI). Nas mãos dele, está a gestão do plano de concessões e privatizações anunciado para 2017 e 2018.

    No governo Dilma, ele foi titular da Secretaria de Assuntos Estratégicos e da Secretaria de Aviação Civil e participou diretamente da concessão de aeroportos à iniciativa privada.

    BBC Brasil – Está difícil convencer investidores nesse momento turbulento que o Brasil está passando principalmente na economia?

    Moreira Franco – Não. O que vimos aqui é um ambiente que se repete e as perguntas são basicamente as mesmas nas reuniões com operadores (de mercado) que temos feito. Fizemos nos Estados Unidos e fizemos aqui três.

    BBC Brasil – Há uma preocupação do governo em acenar que irá manter as contas em dia, gastar menos do que arrecada, fazer reformas. Mas quem quer colocar dinheiro no Brasil não irá esperar primeiro para ver se esses passos vão, de fato, começar a ser dados? Pode haver um hiato entre iniciar reformas e atrair investimento?

    Moreira Franco – O professor Mário Henrique Simonsen (1935-1997) dizia que, para resolver uma questão econômica, 80% é confiança e 20% é teoria econômica. O que temos que fazer é reestabelecer a confiança.

    Na medida em que as pessoas verem que o país está caminhando para uma direção correta, que pratica na economia o que as famílias praticam [em casa]… Sobretudo num ambiente que tem taxa de juros negativa, taxa de juros zero, se você tem a oportunidade de investimento no Brasil, eles virão.

    BBC Brasil – O senhor falou com otimismo sobre a PEC 241 [que estabelece teto para os gastos públicos], sobretudo sobre a possibilidade de aprovação. Congelar os gastos por 20 anos não parece tempo demais ou o senhor acha que é o tempo necessário?

    Moreira Franco – Não é, 20 anos é uma sinalização, uma referência. Não é que possa negociar, a própria lei… quer dizer, não pode [negociar o prazo], porque ela já está lá [no Congresso] que daqui a dez anos se faz uma revisão. Mas existe a possibilidade de o país crescer surpreendentemente, e esses fundamentos se incorporem com mais velocidade.

    BBC Brasil – E aí revê a PEC?

    Moreira Franco – É.

    BBC Brasil – Muita gente critica a PEC, em especial por conta dos gastos com saúde e educação…

    Moreira Franco – Está comprovado, pelo contrário. Com essa nova regra, se ela já estivesse sido aplicada, tanto saúde quanto educação, mantendo o equilíbrio entre despesa e receita, teriam esse ano mais recursos do que tiveram e terão mais recursos no ano que vem do que tiveram com a regra anterior.

    BBC Brasil – Mas e o estudo da Fundação Getúlio Vargas indicando que o mínimo seria de R$ 400 se a PEC estivesse em vigor desde 1998?

    Moreira Franco – Não é da FGV. O presidente da FGV divulgou uma nota dizendo que é um estudo de um economista. Não sei, não li.

    BBC Brasil – Quem perderia potencialmente com a PEC?

    Moreira Franco – Ninguém. Todo mundo ganha. O Brasil precisa de estabilidade. Perde a sociedade brasileira com os quase 12 milhões de desempregados, com projeções para quase 14 milhões de desempregados até o fim do ano, com deficit de R$ 170 bilhões, com governos estaduais não podendo pagar aposentadoria e atrasando salários, com o governo federal desequilibrado.

    Essa é a realidade. Não estamos vivendo num mundo de sonho, a realidade é essa. Temos que enfrentá-la e resolver essa realidade. As pessoas estão perdendo conquistas que obtiveram por força da desorganização fiscal.

    BBC Brasil – O senhor falou no evento que a prioridade do governo Michel Temer é a economia e, dentro da economia, o ajuste fiscal. Isso é incompatível com pensar em eleição porque as duas coisas não andam juntas. Isso foi uma declaração de que Temer não tenta reeleição?

    Moreira Franco – Sim.

    BBC Brasil – E por que o senhor acha que essa mensagem é importante para essa plateia?

    Moreira Franco – Porque é verdade. Eu gosto da verdade.

    BBC Brasil – O senhor já foi chamado de “gato angorá” [por Leonel Brizola], de camaleão político e mais recentemente de eminência parda do presidente Michel Temer.

    Moreira Franco – Parda não… minha cabeça é branca.

    BBC Brasil – O senhor já passou por todos os governos [desde a década de 1990]. Como o senhor se autodefiniria? O senhor concorda com essas definições?

    Moreira Franco – Gato, eu acho que sou.

    BBC Brasil – Mas angorá? Que gosta de um colo?

    Moreira Franco – Adoro um colo. Eu sou do PMDB, eu milito no PMDB, sou dirigente do PMDB há muitos anos. Acompanho as decisões do PMDB e ele tem posição. Nós apresentamos ainda quando a presidente Dilma estava no governo um documento que é a Ponte para o Futuro, onde está contida a posição do partido. Essa posição está sendo cumprida agora.

    Não há nenhum subterfúgio, nenhuma esperteza. Foi dito antes o que o país precisava. Ela achou que era traição, golpe, conspiração. Não aplicou, ao contrário, ficou percorrendo um outro caminho que só fez agravar a crise. O que nós estamos fazendo agora é aplicando o que dissemos que deveria ser aplicado para tirar o país da crise.

    BBC Brasil – A gente pode esperar um momento similar ao primeiro mandato do governo Lula, em termos de medidas macroeconômicas? De tentar fazer superavit [poupança feita pelo governo federal para pagar ou abater juros da dívida pública], de tentar impor freio aos gastos públicos?

    Moreira Franco – O que está contido na “Carta aos Brasileiros” [documento divulgado por Lula em junho de 2002] do ponto de vista de fundamentos macroeconômicos é o que acreditamos. É o que vai ser executado.

    Ampliar
    Mesóclise, queda de ministros e vaias: o governo Temer em charges19 fotos 3 / 19
    12.mai.2016 – A certa altura do primeiro discurso feito após o afastamento da presidente Dilma Rousseff, o presidente interino, Michel Temer, disse: “Como menos fosse sê-lo-ia pela minha formação…”. Foi o suficiente para as redes sociais entrarem em êxtase com o uso da mesóclise (uso do pronome oblíquo átono no meio do verbo no futuro do presente e do futuro do pretérito)
    VEJA MAIS > http://economia.uol.com.br/noticias/bbc/2016/10/14/plano-economico-de-temer-tem-sintonia-com-projeto-de-lula-diz-moreira-franco.htm

  31. “A PEC diz o seguinte: se você ganha hoje 10.000, nos próximos 10 anos, se seu salário passar para 50.000, você só poderá gastar os mesmos 10.000. Nenhum país do mundo fez isto, e só mesmo alguém muito perturbado aprova isto em PEC, significando que estamos engessados 20 anos, a não ser que se chame uma constituinte.”

  32. JÁ PODERIA TER SAIDO A SEIS ANOS DO JEITO QUE O GOVERNO DESEJA, MAS ATUALMENTE, JÁ POSSO SAIR DO JEITO QUE QUERO. ENTRETANTO, VEM AS DIFICULDADES, CONFORME APOSENTADOS ACIMA RECLAMAM, RAZÃO PELA QUAL, CONTINUOU NA ADMINISTRAÇÃO, COMO “ESCRAVÃO”, PARA PODER PAGAR MINHAS CONTAS, POIS PERDENDO APENAS O ABONO PERMANENCIA, JÁ VAI TRAZER-ME DIFICULDADES, MAS SEI QUE VOU PERDER MAIS.
    GOSTARIA QUE TUDO FOSSE DIFERENTE, DO QUE JÁ FOI CITADO PELOS APOSENTADOS ACIMA, OU SEJA, QUE TODOS NOS TIVESSEMOS UM SALÁRIO CORRESPONDENTE A NOSSA CLASSE DE “ESCRAVIDÃO”, NÃO PELO TRABALHO, MAS PELA FORMA QUE SOMOS ADMINISTRADOS.
    VEJAMOS: O QUE DECIDE, GANHA POR RESPONDER POR OUTRAS UNIDADES, MAS O QUE TRABALHA, FAZENDO AS OCORRENCIAS DAS UNIDADES FECHADAS, NADA GANHA.

  33. Vida, Viva

    Irmão, pensa bem!
    Um biquinho uma vez por semana você ganha mais do que o abono permanência e se garante, porque as coisas vão mudar pra pior……….BEM PIOR.
    Garante o que você já tem e tchau !!!!
    Sem estresse.
    Sucesso

  34. TIRA VÉIO, APOSENTASTE COM PARIDADE E INTEGRALIDADE ?. UM ABRAÇO….

  35. Quanto ao abono permanência, se você aposentar com paridade, não perde; porque: na ativa o abono permanência é creditado na sua folha e depois ele é descontado, isso quer dizer; você já ativa apenas deixa de paga-lo. Agora aposentado você recebe o salário normal, sem ser creditado o abono, resumindo, você não perde nada, simplesmente,deixa de pagar mais imposto de renda. Espero ter ajudado…

  36. Vida, Viva disse:
    17/10/2016 ÀS 7:49
    JÁ PODERIA TER SAIDO A SEIS ANOS DO JEITO QUE O GOVERNO DESEJA, MAS ATUALMENTE, JÁ POSSO SAIR DO JEITO QUE QUERO. ENTRETANTO, VEM AS DIFICULDADES, CONFORME APOSENTADOS ACIMA RECLAMAM, RAZÃO PELA QUAL, CONTINUOU NA ADMINISTRAÇÃO, COMO “ESCRAVÃO”, PARA PODER PAGAR MINHAS CONTAS, POIS PERDENDO APENAS O ABONO PERMANENCIA, JÁ VAI TRAZER-ME DIFICULDADES, MAS SEI QUE VOU PERDER MAIS.
    GOSTARIA QUE TUDO FOSSE DIFERENTE, DO QUE JÁ FOI CITADO PELOS APOSENTADOS ACIMA, OU SEJA, QUE TODOS NOS TIVESSEMOS UM SALÁRIO CORRESPONDENTE A NOSSA CLASSE DE “ESCRAVIDÃO”, NÃO PELO TRABALHO, MAS PELA FORMA QUE SOMOS ADMINISTRADOS.
    VEJAMOS: O QUE DECIDE, GANHA POR RESPONDER POR OUTRAS UNIDADES, MAS O QUE TRABALHA, FAZENDO AS OCORRENCIAS DAS UNIDADES FECHADAS, NADA GANHA.

    HEI ! VOCE TEM DIREITO DE SE APOSENTAR COM INTEGRALIDADE E PARIDADE

    O FLITEPARALIZANT JÁ SOLTOU VÁRIAS LEIS

    TEM VÁRIOS ACÓRDÃOS QUE TE AMPARA

    ALÉM DO PRECEDENTE DO ESCRIVÃO BLINDADO TER SE APOSENTADO COM

    INTEGRALIDADE E PARIDADE – PERGUNTE PARA ELE !

    NÃO ENTENDI SUAS DÚVIDAS

    FALTA DE CONHECIMENTO É CONHECIDA COMO IGNORÂNCIA !

    A LEI NÃO SOCORRE QUEM DORME NO PONTO DE ÔNIBUS !

    DORMIENTIBUS NON YUX SUCURIT

    VAI ATRÁS DE SEUS DIREITOS PESQUISE , INFORME – SE

    O VIVA A VIDA LOUCA E LESADA !

  37. O QUE VIRA JURISPRUDêNCIA

    O GOVERNADOR TEM QUE CUMPRIR

    ELE NÃO PODERA AGIR CONTRA LEI

    ART. 37 CF/88 – PRINCÍPIO DA LEGALIDADE

    ALIÁS O GOVERNO E ÓRGÃOS PÚBLICOS TEM

    QUE CUMPRIREM AS LEIS

  38. Ô BLINDADO…..
    Desculpe não ter visto o seu comentário antes irmão.
    Sim, com integralidade e paridade, mas, estou cumprindo os 90 dias que a SPPREV exige.
    Abraço.
    Sou de 84 irmão

  39. TIRA VÉIO

    O que esta impedindo-me de aposentar no momento, é que depois de vinte e oito anos dentro de uma mesma Delegacia, foi transferido, provavelmente, por estar tirando as licenças. Entretanto, essa mesma pessoa, indicou-me para a classe especial.
    Essa indicação já foi publicada, na mesma época da indicação dos Delegados. Entretanto, depois de meses, o Governador, assinou o Decreto, com relação a indicação dos Delegados. Já a indicação dos Escrivães, continua com ele, ou seja, essa diferença vai ajudar-me muito. Com relação a “bico”, fiz muito, mas hoje, os escritórios de advocacia, área onde fui criado, não precisam mais. Contudo, se tivesse no momento uma “coisa” certa, com certeza, deixaria a classe especial de lado, para ficar com a minha família.
    Já com relação a integridade e paridade, o que de fato me assusta, foi o ministro Padilha, dizer : ” que direito adquirido é relativo”.
    abraços

  40. Vida, Viva
    O ministro pode falar o que ele quiser, a partir do momento que protocolar na SPPREV, acabou irmão, é seu e ninguém tira mais.
    Quanto a bico, qualquer tipo de bico é valido.
    Ex. Em um bom restaurante, 6 a 7 horinhas 200,00
    Se fizer um por semana, já era o abono permanência o qual você mais dia menos dia vai perder.
    Mas, cada um é cada um, respeito seu ponto de vista.
    Abraço e boa caminhada.

  41. Passa da hora de irmos para as ruas e exigirmos Primeiro o FIM DAS MORDOMIAS dos POLÍTICOS!!!!! Deixá-los somente com um salário de R$30.000,00 e mais nada!!!!! Depois, se necessário, podemos até aceitar uma reforma na previdência!!!!

  42. PEÇAM A GENTILEZA E FINEZA

    PARA O EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR ROBERTO CONDE GUERRA

    COMO UTILIDADE POLICIAL

    SE O MESMO PODE COLOCAR TODAS

    ESTAS INFORMAÇÕES SOBRE APOSENTADORIA NUMA PASTA ÚNICA PARA PESQUISAS

    EXEMPLOS: SENTENÇAS DE 1º E 2º GRAUS, STJ , STF,

    JURISPRUDÊNCIAS, ACÓRDÃOS, SÚMULAS,

    VERSANDO SOBRE APOSENTADORIAS COM INTEGRALIDADE E PARIDADE

    JÁ TEM JURISPRUDÊNCIA SOBRE O ASSUNTO

    SE TEM JURISPRUDÊNCIA VIROU REPERCUSSÃO GERAL DENTRO DE RECURSO EXTRAORDINÁRIO

    E PREQUESTIONAMENTO DENTRO DO RECURSO ESPECIAL

    EM ASSIM SENDO GEROU DIREITO LIQUIDO E CERTO

    CABENDO MANDADO DE SEGURANÇA QUE SÃO JULGADOS EM 24 HORAS;

    NEM PRECISA DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO

    AGRAVO RETIDO E EMBARGOS INFRINGENTES NÃO EXISTEM MAIS !

Os comentários estão desativados.