João Doria (PSDB), estuda contratar policiais civis para que usem seus dias de folga para trabalhar no combate ao tráfico de drogas na região da cracolândia…( Pelo menos lembrou da Polícia Civil ) 15

Doria quer financiar bico de policial civil na região da cracolândia

ARTUR RODRIGUES
FOLHA DE SÃO PAULO

EDUARDO SCOLESE
EDITOR DE “COTIDIANO”

06/12/2016 02h00

A equipe do prefeito eleito, João Doria (PSDB), estuda pagar agentes da Polícia Civil para que usem seus dias de folga para trabalhar no combate ao tráfico de drogas na região da cracolândia.

A Polícia Civil, subordinada ao governo do Estado, já é responsável por esse trabalho de inteligência na região. Mas a nova gestão municipal quer fixar e ampliar essa presença para ao menos amenizar a entrada de drogas em ruas do centro de São Paulo hoje ocupadas por usuários de crack.

A iniciativa ocorreria por meio da chamada Operação Delegada, criada na gestão de Gilberto Kassab (PSD) e depois expandida pelo Estado.

Joel Silva – 9.jun.2016/Folhapress

Tráfico de drogas na região da cracolândia movimenta até R$ 1 milhão por mês

Atualmente restrito a PMs, esse programa da prefeitura tem 964 vagas e paga até R$ 25,50 por hora a policiais. Em dias de folga, eles trabalham no combate ao comércio de produtos irregulares, entre outras atividades.
Agora, a ideia é utilizar também o dia de folga de agentes da Polícia Civil para ajudar a sufocar o abastecimento de drogas na região.

A GCM (Guarda Civil Metropolitana) atua na área, mas o prefeito Fernando Haddad (PT) reclama que só ações sociais e de saúde não são suficientes para enfrentar o problema da cracolândia, menos ainda combater o tráfico.

Os responsáveis pela transição de Doria apostam na colaboração da área de segurança da gestão Geraldo Alckmin (PSDB), padrinho político do prefeito eleito. Ainda está sendo avaliado, porém, como seria efetivada essa parceria e se haveria algum empecilho para a ação.

SOBRECARGA

Segundo o presidente do Sindicado dos Investigadores de Polícia do Estado, João Batista Rebouças, por lei, os policiais civis poderiam fazer um bico oficial, apesar de isso nunca ter acontecido.

A sobrecarga de trabalho da categoria e seu regime especial, porém, com horários irregulares, dificultaria a ação na folga. “O certo seria o policial trabalhar no esquema 12 [horas de trabalho] por 36 [de folga], mas isso não acontece porque há defasagem de mais de 5.000 policiais no Estado [são cerca de 30 mil na ativa]. Eles trabalham muito mais.”

Consultor em segurança, o coronel da reserva da PM José Vicente da Silva afirma achar a proposta interessante, mas diz que é preciso um estudo aprofundado, que inclui a definição de um valor que atraia os policiais.
“A cracolândia precisa de um trabalho intensivo sim. Mas é um trabalho que a gente supõe que a Polícia Civil deveria estar fazendo”, diz.

*

Operação Delegada

O que é
Um convênio entre as prefeituras e a Secretaria da Segurança Pública do Estado de SP que permite que policiais militares e civis trabalhem nas folgas, recebendo salário adicional pago pelo município

Origem
A prática foi implantada inicialmente na capital, no fim de 2009, e é usada na fiscalização de camelôs ilegais. A atividade se espalhou para outras cidades do Estado

Como funciona
Os policiais usam uniforme e armamento da PM. Os praças, como soldados e sargentos, recebem R$ 21,25 por hora.

AÇÕES NA CRACOLÂNDIA

Jan.2012
PMs fazem operações nas ruas e desocupam imóveis abandonados que eram usados por usuários, usando bombas de gás. Dependentes que se concentravam na rua Helvétia se dispersam para outras ruas

15.jan.2014
Assistentes sociais e funcionários de limpeza da prefeitura retiram usuários e limpam a rua. Segundo a prefeitura, após a ação, 300 pessoas foram cadastradas no programa De Braços Abertos

29.abr.2015
Uma operação desarticulada entre prefeitura e governo estadual transforma o centro em praça de guerra, com bombas de gás, barricadas, furtos a pedestres e depredação de ônibus. Dois dias depois, fluxo retorna à quadra ao lado

5.ago.2016
Sem conhecimento da prefeitura, as polícias civil e militar realizam uma grande operação com cerca de 500 homens. A Tropa de Choque dispersa usuários com jatos d’água, balas de borracha e bombas de gás, e policiais civis arrombam hotéis da região e prendem 32 suspeitos de tráfico.

  1. Que ótimo, agora poderemos ser remunerados na folga, longe da família mas em um lugar bonito, limpo cercados de pessoas cordiais e saudáveis !
    Obrigado excelência, nem sei como agradecer.
    Esperemos que essa verba extra não quebre a prefeitura !

  2. A hora que o Policial chegar em casa, vai ter que tomar banho de mangueira antes de entrar ou caso contrario trará doença a mulher e filhos.

    Ficar no meio daquele monte de lixo social sera uma desgraça como bem disse o colega acima!!!

    Gratificação de grego!!

  3. E ainda digo: O que faremos lá???? Prenderemos por uso de drogas????? Manteremos a ordem durante o uso de entorpecente???? Até compreendo que ele quer fazer algo, mas ao menos algo que possa ser útil à população.

  4. Imagina legitimar qq um deles…..

    Só quem não manja nada de polícia pra ter uma idéia esdrúxula dessa.

    O dinheiro que o policial ganhar nesse bico pagará metade da parcela de um remédio que ganhará ao tocar e transportar esses lixos zumbis humanos.

    Tem que ser louco.

  5. “A cracolândia precisa de um trabalho intensivo sim. Mas é um trabalho que a gente supõe que a Polícia Civil deveria estar fazendo”, diz.

    Olha lá o super consultor falando kkkkk….
    E nada do dejec…

  6. Aliás, lendo essa matéria e analisando a declaração desse oficial de pantufas…

    Dar indireta na PC é fácil, e o que acontece que a PM tem pelotão, sedes administrativas e a Sede da Rota, do Choque é alí ao lado e nada????

    Alí no mínimo da um monte de TCS, a PM ainda tem acesso ao RDO, então… mãos à obra, né?

    Não dá pra entender, esse José Vicente vive insinuando que a Civil não serve de nada e não existe uma interpelação por parte de ninguém contra ele, será que, no fundo, ele tem razão?

  7. Pensamento do dia
    “Na cracolândia ninguém nunca te julgará, pois lá ninguém atira a primeira pedra..”

  8. legitima-los e´facil..nem tinta precisa. So botar aqueles dedos sujos no papel…

  9. Kkkk se os caras não trabalham mesmo estando de serviço, imagine fazendo op. delegada. Kkkkkkk

  10. O POLICIAL CIVIL É UM SER ESTRANHO. QUANDO O KASSAB CRIOU A OPERAÇÃO DELEGADA VÁRIOS COLEGAS DA CIVIL RECLAMARAM QUE SÓ TINHA LUGAR PARA A PM. AGORA QUE O DÓRIA RESOLVEU CHAMAR A CIVIL PARA DAR UM “TRAMPO” OS CARAS JÁ COMEÇARAM A RECLAMAR QUE VAI TRANSMITIR DOENÇA PARA SUA FAMÍLIA, QUE VAI TER QUE SE MISTURAR COM USUÁRIO, QUE VAI PERDER A FOLGA E O CONVÍVIO FAMILIAR.??????DÁ PRA ENTENDER POR QUE A PC ESTÁ NA MERDA. NINGUÉM QUER TRABALHAR.SÓ QUER MOLEZA E DINHEIRO NO FINAL DO MÊS.AOS COLEGAS VAGABUNDOS QUE CRITICARAM A INICIATIVA DO DÓRIA: NÃO ESQUENTA A CABEÇA QUE A PM VAI ACABAR ASSUMINDO O TRAMPO QUE A CIVIL NÃO QUER.DEPOIS RECLAMA QUE NÃO TEM DINHEIRO.

  11. Bom, eu prefiro mil vezes fazer bico no restaurante que eu faço mesmo, de boas, raramente acontece algum BO, sem risco de responder processo caso ocorra alguma merda e lógico, minha saúde agradece!

O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do comentarista que venha a ofender, perturbar a tranquilidade alheia, perseguir, ameaçar ou, de qualquer outra forma, violar direitos de terceiros.O autor do comentário deve ter um comentário aprovado anteriormente. Em caso de abuso o IP do comentarista poderá ser fornecido ao ofendido!...Comentários impertinentes ou FORA DO CONTEXTO SERÃO EXCLUÍDOS. Contato: dipolflitparalisante@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s